Page 1

Pequenas Corrupçþes

Ana Paula Vargas Fabricio Pereira Gabriela Bueno Gabriel da Silva Gabriel Vaucher Iury Ramos


⊙ Tema do trabalho: Marketing Social

⊙ Cliente: Coletivo Ajuda que Muda ⊙ Causa: Pequenas Corrupções

Definições

⊙ Público-alvo: População brasileira ⊙ Projeto: Corrupção não tem tamanho

⊙ Problema de comunicação: Conscientizar as pessoas de que, independentemente do grau, corrupção sempre será algo ruim.


O cliente Quem nรณs somos: Um coletivo de criativos que trabalha para transformar a sociedade em um lugar melhor.


O problema Corrupção vem do latim corruptus, que significa quebrado em pedaços. O verbo corromper significa “tornar pútrido”. A corrupção pode ser definida como utilização do poder ou autoridade para obter vantagens indevidas.


O problema Gostamos muito de apontar as falhas de políticos, mas um “simples ato”, como aceitar o troco errado, também nos torna corruptos.


A estratégia

Criar uma campanha integrada para otimizar o alcance de público, indo desde a internet, passando por pontos de grandes circulações em cidades e chegando até anúncios impressos. Dessa forma, utilizaremos os principais meios disponíveis para atingir o máximo de público possível.


O cronograma Primeira fase

1º passo

2º passo

Criação do site do Lançamento do projeto. Nele o público vídeo case da ação encontrará mais nas redes sociais. detalhes da ação e materiais para poder se engajar na causa.

3º passo Veiculação em mídia urbana do anúncio com o conceito da campanha.


O cronograma Segunda fase

1º passo

2º passo

3º passo

Realização da primeira intervenção, com a adesivagem de chão.

Realização da segunda intervenção, com a adesivagem em agências bancárias.

Realização da terceira intervenção, com a aplicação de posters em vias urbanas.


O cronograma Terceira fase

1º passo

2º passo

Veiculação de Realização do teste anúncios para jornais. online “Quem é você no corruptômetro?”, criado em parceira com o Buzzfeed.

3º passo Realização da quarta intervenção, com um painel interativo do teste “Quem é você no corruptômetro?” disponibilizado em locais públicos.


Ideia: induzir situações em que as pessoas

As peças Vídeo case

fiquem inclinadas a cometerem um ato corrupto. Exemplos: dar o troco errado de propósito para ver se elas devolvem ou não, deixar vagas de estacionamento preferencial vazias para ver se alguém “aproveita", deixar cair a carteira para ver se ela é devolvida.


Ideia: filmaremos as atitudes das pessoas para

As peças Vídeo case

usar como base para o vídeo case da ação.


Como funcionará: depois de gravar a pessoa

As peças

tomando a atitude corrupta, iremos abordá-la mais à frente e faremos uma “entrevista”. Faremos as perguntas:

Vídeo case

⊙Olá, tudo bem? ⊙Qual seu nome? ⊙Estamos fazendo uma pesquisa para um trabalho da faculdade, você pode participar?


Como irá funcionar: caso a pessoa aceite, nós faremos mais três perguntas:

As peças Vídeo case

⊙ O que você considera como corrupção? ⊙ Você acredita que um país melhor se faz sem corrupção? ⊙ Então por que você não fez a sua parte?


Como irá funcionar: nesse instante a pessoa

As peças Vídeo case

provavelmente ficará chocada, e nós mostraremos a ela a gravação do “ato corrupto” cometido. Após isso, iremos passar a mensagem de conscientização.


As peças Anúncio para mídia urbana Objetivo: dar um “start” na campanha divulgando o conceito.


As peças Anúncio para mídia urbana Objetivo: dar um “start” na campanha divulgando o conceito.


As peças Anúncio para mídia urbana Objetivo: dar um “start” na campanha divulgando o conceito.


As peças Adesivagem no chão Objetivo: provocar os pedestres com atos corruptos que muitas “passamos por cima” e nem nos damos conta de que é algo errado.


As peças Adesivagem no chão Objetivo: provocar os pedestres com atos corruptos que muitas “passamos por cima” e nem nos damos conta de que é algo errado.


As peças Adesivagem no chão Objetivo: provocar os pedestres com atos corruptos que muitas “passamos por cima” e nem nos damos conta de que é algo errado.


As peças Adesivagem no chão Objetivo: provocar os pedestres com atos corruptos que muitas “passamos por cima” e nem nos damos conta de que é algo errado.


As peças Adesivagem em agências bancårias Objetivo: provocar os clientes sobre algo que normalmente passa despercebido: a necessidade de prender a caneta.


As peรงas Poster Objetivo: provocar os pedestres, evidenciando se alguma pessoa corrupta jรก passou pelo local.


As peรงas Poster Objetivo: provocar os pedestres, evidenciando se alguma pessoa corrupta jรก passou pelo local.


As peças Anúncios para jornal Objetivo: provocar os leitores, retomando acontecimentos marcantes que tiveram ligação com a corrupção.


As peças Anúncios para jornal Objetivo: provocar os leitores, retomando acontecimentos marcantes que tiveram ligação com a corrupção.


As peças Teste: “Quem é você no corruptômetro? ” Objetivo: passar a mensagem da campanha por meio do entretenimento.


As peças Teste: “Quem é você no corruptômetro? ” Objetivo: passar a mensagem da campanha por meio do entretenimento.


As peças Teste: “Quem é você no corruptômetro? ” Objetivo: passar a mensagem da campanha por meio do entretenimento. Independentemente das respostas selecionadas ao longo do teste, o resultado será sempre o mesmo.


As peças Teste: “Quem é você no corruptômetro? ” Versão painel interativo em locais públicos

Objetivo: ampliar o alcance do teste chegando ao público que está fora da internet.

Independentemente das respostas selecionadas ao longo do teste, o resultado será sempre o mesmo.


Expectativa Com a variedade de ações, nossa expectativa é atingir o maior número de pessoas possível. Afinal, a corrupção é um problema que não pode mais passar despercebido.


Obrigado!

Profile for Iury Ramos

Pequenas Corrupções - Marketing Social  

Trabalho desenvolvido na disciplina de Redação Publicitária 2. Desafio: Criar uma campanha de comunicação que atendesse ao conceito de mark...

Pequenas Corrupções - Marketing Social  

Trabalho desenvolvido na disciplina de Redação Publicitária 2. Desafio: Criar uma campanha de comunicação que atendesse ao conceito de mark...

Advertisement