Issuu on Google+

NORMAS DE USO DO CAMPO DE GOLFE

Florian贸polis, 27 de agosto de 2010. 1


NORMAS DE USO DO CAMPO DE GOLFE

CAPÍTULO I Da Natureza e Características do Campo de Golfe Seção I Da natureza Art. 1º. O campo de golfe, formado por 4 (quatro) unidades autônomas de terreno no Condomínio Residencial Costão Golf – Área “A-1” 1, e a unidade autônoma de terreno do Club House são de propriedade da empresa CostãoVille Empreendimentos Imobiliários S/A, sendo que o referido Campo de golfe é operado, administrado e mantido pela empresa Costão Golf Ltda., pessoa jurídica de direito privado, estabelecida na Estrada Dário Manoel Cardoso nº 2.548, Sítio do Capivari, Ingleses do Rio Vermelho, Florianópolis, Santa Catarina, CEP 88058-400. Seção II Das Características do Campo de Golfe Art. 2º. O campo de golfe conta com 9 buracos, uma área para prática de driving range, putting green e approach. § 1º. O desenho e a construção do campo de golfe estão aprovados e

homologados

pela

Confederação

Brasileira

de

Golfe

CBG,

conseqüentemente poderá ser obtido handicap nacional, o qual será devidamente controlado pelo “COSTÃO GOLF CLUB”, e pela Federação Paranaense e Catarinense de Golfe – FPCG.

1

Convenção de Condomínio: art. 7º

2


§ 2º. O campo de golfe somente poderá ser usado para a prática deste esporte. § 3º. O COSTÃO GOLF CLUB, aqui denominado CLUBE, é um Departamento Desportivo e Social da empresa Costão Golf Ltda.. CAPÍTULO II Da Locação de Carros Elétricos, do Uso do Campo de Golfe e de outros procedimentos Seção I Da Locação de Carros Elétricos Art. 3º. Para uma ágil circulação e para permitir o jogo durante dias de muito calor, carrinhos elétricos poderão ser alugados, devendo a respectiva reserva ser feita com suficiente antecedência. Parágrafo único. Os preços do aluguel dos carros elétricos serão fixados pela Costão Golf Ltda. Seção II Do Uso do Campo de Golfe Art. 4º. O campo de golfe deverá estar sempre em perfeitas condições de jogo durante todo o ano. § 1º. A Diretoria da Costão Golf Ltda. poderá determinar o fechamento do campo por razões de força maior que possam colocar em risco a integridade física dos jogadores e do patrimônio colocado à disposição do CLUBE.

3


§ 2º. São consideradas razões de força maior: I - tormentas elétricas; II – inundações; III - chuvas excessivas; IV - trabalhos de remodelação ou reconstrução dentro do campo de golfe; V - trabalhos de manutenção; VI – toda e qualquer causa que possa colocar em risco a integridade física dos jogadores. § 3º. Poderão usar o campo de golfe: I - todos os associados do CLUBE, de acordo com a definição de associados estabelecida no instrumento institucional, que não tiverem dívidas com o CLUBE e não estejam cumprindo punição; II - os convidados dos associados, de acordo as regras estabelecidas no instrumento institucional do CLUBE; III - toda pessoa que, havendo horários disponíveis, possuir handicap nacional e pagar o direito de uso exigido; IV – os aderentes do CLUBE que não tiverem dívidas com o CLUBE e não estejam cumprindo punição; V - os convidados dos aderentes, de acordo as regras estabelecidas no instrumento institucional do CLUBE; Subseção I Da Planilha de Horário Art. 5º. O CLUBE conta com uma planilha de horários, na qual os jogadores deverão inscrever-se com suficiente antecedência a fim de reservar seus horários de saída. § 1º. Terão preferência nas reservas os jogadores que estejam jogando o torneio da data em questão. 4


§ 2º. Os horários de saída devem ser rigorosamente cumpridos, sendo desclassificado quem não se apresentar no seu horário, de acordo com as condições estabelecidas no “The Royal & Ancient Saint Andrew´s Golf Rules

and Regulations”, que regulamenta o jogo de golfe no Brasil. § 3º. As reservas de horário poderão ser modificadas ou canceladas com até 48 horas de antecedência. A não obediência acarretará a desqualificação do jogador e o pagamento do direito de torneio. § 4º. As planilhas de horários estarão permanentemente disponíveis na sede do CLUBE e um empregado, denominado Starter, será responsável pelas anotações dos horários, bem como pela aplicação das regras e regulamentos vigentes. § 5º. A cobrança do Green Fee será determinada pelas normas vigentes. Subseção II Dos Torneios Art. 6º. Em todos os anos serão apresentados para os associados e convidados, com suficiente antecedência, um “Calendário de Torneios de Temporada” e um “Calendário de Torneios Fora de Temporada”. § 1º. Existirão Torneios Internos, restritos para associados, e Torneios Abertos, para todos os jogadores interessados. § 2º.

Os

Torneios

poderão

ser

patrocinados

por

diversos

patrocinadores, através de acordos estabelecidos com a Diretoria Executiva. § 3º. Durante os finais de semana e feriados, os horários que permitam jogar um percurso de 9 ou 18 buracos completos serão 5


especificamente reservados para aqueles que desejam participar dos torneios. Aqueles jogadores que não queiram participar dos torneios deverão optar por saídas posteriores às especificamente reservadas. § 4º. Os valores de direitos de torneio irão variar em função do número de voltas de jogo, podendo realizar-se torneios de 9, 18, 27, 36, 45 e 54 buracos, em dias consecutivos ou não. Os valores serão determinados pela Diretoria Executiva. Subseção III Dos patrocinadores Art. 7º. A Diretoria Executiva será responsável pela aprovação dos patrocinadores dos distintos torneios. § 1º. Os associados poderão ser patrocinadores dos torneios e/ou apresentar patrocinadores para torneios. § 2º. O CLUBE contará também com Torneios Institucionais, que serão especificamente patrocinados pelo próprio CLUBE, com entregas de prêmios em eventos especialmente organizados para tal fim. § 3º. Os prêmios e troféus para os jogadores amadores não poderão superar a escala de valores imposta pela Confederação Brasileira de Golfe CBG para tais torneios. Subseção IV Do Comportamento e Vestimenta Art. 8º. O comportamento e a vestimenta, tanto dentro do campo de golfe como dentro da sede do Club House e outras instalações sociais e

6


desportivas, são regidos pelas definições do “The Royal & Ancient

Saint

Andrew´s Golf Rules and Regulations”. § 1º. Serão severamente punidos todos os atos que firam a integridade física ou moral de outros associados, jogadores, autoridades ou empregados do CLUBE, bem como atos que provoquem a deterioração do patrimônio colocado à disposição do CLUBE. § 2º. Condutas antidesportivas serão passíveis de sanções aplicáveis pela Comissão de Golfe do COSTÃO GOLF CLUB e pelas autoridades máximas da Federação Paranaense e Catarinense de Golfe – FPCG e/ou da Confederação Brasileira de Golfe – CBG. § 3º. Com relação às vestimentas, não será permitido jogar: I - sem camisa; II - com camisa sem mangas ou regata; III - em traje de banho; IV - descalço ou com chinelos; V - com calçados que não sejam sapatos de golfe; VI - com roupa de estampas excessivamente chamativas; VII - com roupa alheia à prática do golfe. Subseção V Do Par do Campo Art. 9º. O par de um buraco é a quantidade ideal de tacadas para jogar esse buraco e o par do campo é a quantidade ideal de tacadas para jogar os 9 ou 18 buracos. § 1º. O par do campo do Costão Golf para seus 9 buracos é 36, com uma distância máxima para seu trajeto de 3.200 jardas.

7


§ 2º. O campo conta com 2 buracos par 3, 5 buracos par 4 e 2 buracos par 5, que são as combinações ideais para um campo de golfe. § 3º. O par de campo pode ou não ser igual a qualificação do campo. § 4º. A qualificação do campo pode baixar quando as distâncias de jogo são reduzidas (se joga de tees mais curtos) e pode aumentar quando as condições competitivas do campo estejam acima da média (buracos muito estratégicos ou com muitas penalidades). § 5º. A qualificação do campo é dada pela Confederação Brasileira de Golfe - CBG e serve para a outorga dos handicaps nacionais. § 6º. O quadro de distâncias está especificado no anexo único. Subseção VI Do Tempo de Jogo Art. 10. O tempo normal de jogo para os 9 buracos do CLUBE é de: I - caminhando, 3 jogadores até 2h; II - caminhando, 4 jogadores até 2h30min; III - com carinhos, 3 jogadores até 1h15min; IV - com carinhos, 4 jogadores até 1h30min. Parágrafo único. A administração do CLUBE pode exigir que não se ultrapasse o tempo do jogo.

8


Subseção VII Do Handicap Art. 11. O handicap é a diferença entre o nível de jogo de um jogador e o par do campo. Quanto menor a diferença, melhor é o jogador e menor é seu handicap. § 1º. Para poder jogar golfe no CLUBE e participar dos torneios, o jogador deverá possuir um handicap nacional outorgado pela Confederação Brasileira de Golfe - FBG. § 2º. Para poder adquirir um handicap o associado deverá: I - adquirir um nível mínimo de jogo; II - ter pleno conhecimento do regulamento do jogo e para tanto receberá um livro sobre as regras e regulamentos que regem o jogo de golfe; III - jogar pelo menos 5 rodadas, acompanhado por um profissional do CLUBE ou por um jogador com handicap, e apresentar seu cartão de tacadas (score card) ao final de cada rodada com as anotações devidamente efetuadas e assinadas pelo associado interessado como pelo jogador que o acompanhou; IV – Os Score Cards serão avaliados pela Comissão de Golfe e quando apresentarem uma performance de jogo suficientemente regular serão encaminhados à Confederação Brasileira de Golf - CBG para avaliação e outorga do handicap nacional. § 3º. A partir do momento que possuir um handicap nacional, o jogador terá um número de registro dentro da Confederação Brasileira de Golf CBG, e todos os seus cartões serão contabilizados para atualização do

handicap.

9


§ 4º. O acompanhamento do handicap nacional dos associados que levarem seus handicaps ao CLUBE será realizado pela Comissão de Golfe e o associado contará com essa informação sempre que solicitar. § 5º. O associado deve conhecer seu handicap oficial para que não seja prejudicado ou desclassificado nos torneios que estiver participando. § 6º. Com o seu número de registro de handicap nacional o jogador poderá participar de torneios nacionais e internacionais. § 7º. Para obtenção e posterior manutenção do handicap nacional o associado deverá pagar ao Costão Golf Ltda. uma taxa anual fixada pela Confederação Brasileira de Golf antes do começo da temporada de torneios. § 8º. O não pagamento da taxa anual impossibilitará a participação em torneios. Subseção VIII Dos Menores e Juvenis Art. 12. Com exceção daqueles que sejam associados, todos os demais menores e juvenis não associados deverão respeitar horários especiais para prática e jogo. § 1º. Os menores e juvenis terão direitos de uso ou Green Fees diferenciados quando estiverem jogando em horários especiais. § 2º. Será de responsabilidade da Comissão de Golfe criar aulas em grupo para menores, associados ou não, com o intuito de iniciá-los na prática do golfe.

10


Subseção IX Do Driving Range e Áreas de Prática Art. 13. O Driving Range e Áreas de Prática poderão ser utilizados pelos associados e jogadores visitantes, desde que existam espaços disponíveis. § 1º. O Driving Range e outras áreas de prática serão explorados comercialmente pelo Costão Golf Ltda., que disponibilizará por aluguel tacos e baldes com bolas. § 2º. Os associados contarão com preços especiais no aluguel de tacos e bolas. Para terem direito ao desconto, os associados deverão mostrar suas credenciais e estar em dia com o pagamento das mensalidades. Subseção X Das Aulas de Golfe Art. 14. O associado poderá ter aulas de golfe inscrevendo-se antecipadamente no pro-shop, sendo o custo das aulas pago diretamente ao instrutor. § 1º. As aulas poderão ser ministradas no Driving Range e Áreas de Prática ou no Campo de golfe. § 2º. As aulas poderão ser ministradas apenas por profissionais habilitados pelo Costão Golf Ltda.. § 3º. A Diretoria Executiva também poderá organizar aulas em grupo e clínicas de golfe para os principiantes.

11


Subseção XI Do Pro-Shop Art. 15. A Pro-Shop é a boutique de golfe onde o associado poderá adquirir material e equipamento de golfe e sua exploração estará a cargo do Costão Golf Ltda. § 1º. Os associados contarão com preços especiais na compra de tacos, bolas e demais acessórios. Para usufruírem dos preços especiais, os associados deverão mostrar suas credenciais e estar em dia com o pagamento das mensalidades. § 2º. O Pro-Shop contará também com Planilhas de Horários de Saída, para que os associados possam marcar seus horários com suficiente antecedência. Subseção XII Das Regras de Jogo Art. 16. Estão em vigência as regras de jogo estabelecidas por “The

Royal & Ancient Saint Andrew´s Golf Rules and Regulations”, em conformidade com o que foi estabelecido pela Confederação Brasileira de Golf -CBG para os torneios. § 1º. Cada jogador com handicap nacional receberá um livro com as traduções das referidas regras. §

2º.

Além

das

referidas

regras,

poder-se-á

estabelecer

temporariamente regras locais, as quais serão devidamente informadas a todos os jogadores.

12


Subseção XIII Do Starter Art. 17. Nas proximidades do tee do buraco 1 se encontra a casa do “Starter”. § 1º. O “Starter” é a autoridade máxima no que se refere ao ordenamento dos jogadores durante a realização de um torneio de golfe. § 2º. É de responsabilidade do “Starter” fazer cumprir os horários de saída para evitar atrasos no jogo, inclusive com autoridade para desclassificar os jogadores que não tenham respeitado seus horários e mobilizar auxiliares para dinamizar o jogo em caso de demora em algum setor do campo. § 3º. O “Starter” é o responsável pela cobrança dos Direitos de Uso ou Green Fees e dos Direitos de Torneio. § 4º. O “Starter” possui toda a informação atualizada sobre os

handicaps, sendo o responsável junto à Comissão de Golfe pelos seus registros e acompanhamentos durante todo o ano. § 5º. O “Starter” é também responsável pelo controle dos cartões, fiscalizando-os com o intuito de determinar os ganhadores e apurar as modificações nos handicaps. § 6º. O “Starter” responde diretamente ao Diretor de Golfe.

13


Subseção XIV Das mensalidades Art. 18. As mensalidades são taxas de manutenção e conservação do campo de golfe e devem ser pagas mensalmente por todos os associados ao CLUBE. § 1º. Existe uma diferenciação de valor das mensalidades de acordo com a classe dos associados e com suas características. § 2º. As taxas são fixadas e alteradas pela Diretoria Executiva e deverão ser devidamente informadas aos associados. Subseção XV Dos Direitos de Uso Art. 19. Os Direitos de Uso ou o Green Fees correspondem às taxas que devem ser pagas para utilizar o Campo de golfe. § 1º. Os Direitos de Uso estão incluídos nas taxas de manutenção pagas mensalmente pelos associados. § 2º. Os Direitos de Uso para convidados de associados e externos serão fixados pela Costão Golf Ltda. Subseção XVI Dos Direitos de Torneio Art. 20. Os Direitos de Torneio correspondem às taxas que devem ser pagas para participar de um torneio de golfe.

14


Parágrafo único. Os Direitos de Torneio serão fixados pela Costão Golf Ltda., de acordo com a importância e duração de cada torneio. Subseção XVII Das autoridades Art. 21. A Diretoria da COSTÃO GOLF CLUB compreende: I – Diretoria Executiva, integrada por: a)- Diretor Presidente; b)- Diretor de Golfe; c)– Diretor Administrativo/Financeiro; II – Comissões Permanentes, integradas pela: a) - Comissão de Golfe; b) – Comissão de Atividades Sociais. Subseção XVIII Da vigência Art. 22. Estas normas de uso do Campo de Golf entrarão em vigor 30 dias depois de aprovadas pela Diretoria Executiva do CLUBE. Florianópolis, 27 de agosto de 2010.

COSTÃO GOLF CLUBE. Diretoria Executiva

15


ANEXO ÚNICO Campo de golfe - Costão Golf Club Campo de golfe de 9 Buracos

Quadro de Distâncias em Jardas.

Buraco

Campeonato

Regular

Sênior

Damas

Par

1

393

377

339

326

4

2

354

345

302

284

4

3

140

111

95

81

3

4

485

470

451

432

5

5

163

143

125

110

3

6

381

367

350

338

4

7

393

374

358

342

4

8

359

343

318

302

4

9

486

473

459

440

5

3.154

3.003

2797

2655

36

16


Normas do Costão Golf Club