Issuu on Google+

R$ Editor-chefe: Kiko Carli Ano I - Edição 030

2,50

Quarta-feira, 31 de julho de 2013

www.jornalitanews.com.br

Juliana Tagliatela é exonerada e nova secretária da Saúde é nomeada

Polícia Militar apreende grande quantidade de cigarros contrabandeados

A secretária municipal da Saúde, Juliana Longo Tagliatela foi exonerada na última quinta-feira (25), após decisão da Promotoria que entendeu tratarse de nepotismo, mesmo que o STF não entenda que este cargo seja visto desta forma. Em seu lugar foi nomeada nesta terça Jaqueline Nunes da Silva. Páginas 02 e 06.

Prefeitura reinaugura Padaria Artesanal A Prefeitura Municipal de Itararé, através do Departamento de Suprimento Escolar, reinaugurou, no último dia 26, a Padaria Municipal. Localizada na XV de Novembro, numeral 931, a nova padaria conta com um ambiente maior e mais higiênico para a produção diária de 10 mil pães, que são destinados às crianças, jovens, idosos e pacientes. Página 11.

Miss Itararé: Escolhida as finalistas Domingo (28) foi realizada a Pré-seleção das candidatas ao Miss Itararé 2013. O evento contou com a presença de sete jurados e um presidente de mesa,

que aplicaram notas de 5 a 10 e as oito candidatas que obtiveram a maior pontuação foram classificadas para a final, que acontece dia 24. Página 05.

Licitação da Festa de Aniversário de Itararé acontece hoje Página 06

Empresa Suzano irá pulverizar florestas novamente Página 05

Na quinta-feira (25), por volta das 09h45, a Polícia Militar realizou a apreensão de mais de 2 mil pacotes de cigarros sem

nota fiscal, à Rua José Rodrigues, no Bairro Bela Vista. O veículo e toda a mercadoria foram conduzidos pela PM ao 1º Distrito

Policial, onde os dois indiciados, responsáveis pela carga terão que responder por contrabando e descaminho. Página 04.

Escola Heitor Guimarães não terá mais o Pré I Em sessão da Câmara, o vereador Rodrigo Fadel levou à tribuna aflições da população relacionadas à Escola Heitor Guimarães Côrtes como o fato de possivelmente a unidade não oferecer o Pré I no ano que vem. Outros fatores como a efetiva separação física do estado com o município também vieram à tona, pois a presença das duas escolas no mesmo espaço físico vem gerando diversos problemas, tanto por falta de espaço, quanto por conflitos entre os alunos. Página 07.

Legislativo altera regra para a abertura de CEI Foi aprovado por unanimidade pelos vereadores, projeto que altera o regimento interno da Câmara, o qual define as regras para a abertura de uma Comissão Especial de Inquérito. Agora, com o requerimento assinado por pelo menos cinco dos 13 vereadores a CEI já deverá ser instaurada, não havendo mais a necessidade do plenário aprová-la por maioria absoluta de sete votos. Página 09.


02

31 de julho de 2013

Editorial

Estamos de Olho

O Papa é pop! Essa frase utilizada em uma das letras cantadas pela banda gaúcha Engenheiros do Hawaií, nunca serviu como uma luva, como ao atual Papa Francisco. O argentino mostrou-se uma pessoa humana, que gosta de gente e que não distingue ninguém. Quem pôde acompanhar a sua trajetória no Brasil viu um homem comum, apesar de Pontífice, que com muita humildade e amor ao próximo recebeu todas as pessoas que procuraram por sua bênção, por seu aceno ou por seu beijo. Ao descartar o Papa Móvel, que mais parece uma redoma de vidro e justificar a dispensa dele, o Papa disse que não tem medo, porque quando você faz uma visita a alguém que você gosta, jamais você irá se blindar para encontrá-lo. Sábias palavras de um clérigo, que ensinou o verdadeiro significado de humanização. Vivemos em um mundo cravejado de arrogância e prepotência e o Papa, mesmo sendo católico, provou a todos que independente de credo, raça ou sexo, podemos dar às mãos e

nos unirmos contra o mal do mundo. Ele partiu deixando uma grande lição de modéstia, a qual deveria ser seguida pelas multidões. Vemos o egoísmo, o orgulho, a inveja, a discórdia e a violência estampados na face das pessoas, cujo intuito é viver para prejudicar os outros. O que ganha-se com isso? Certamente um alívio imediato e passageiro, que também é traiçoeiro, pois prepara um abismo profundo, cuja queda posterior é irreversível. Aprendamos a amar e a tratarmos as pessoas como elas devem ser tratadas. Respeito e educação todo mundo gosta. Deixemos de lado essa nossa hipocrisia, esse nosso descaso e essa nossa falta de bom senso. Poder não é tudo e isso ficou demonstrado pelo Papa Francisco, mas amor não se compra e respeito é adquirido e não imposto. Façamos uma reflexão e se melhorarmos um pouquinho o que somos ou o que nos tornamos, o futuro será melhor e menos doloroso em todas as áreas da vida.

Exagerando Por mais de uma vez foi possível flagrar GMs dando carona a civis pela cidade. O problema não é a carona, e sim que em nossa cidade temos taxistas que dependem desse trabalho para sobreviver. Se cada um fizesse apenas o que é de sua função já estaria ótimo. Fazer média com o dinheiro público é fácil.

Cumpra a lei Proprietários de uma boate famosa da cidade, que teve acusações de homofobia divulgada nas redes sociais, surtaram após verem a matéria divulgada em nosso jornal na semana passada acerca do assunto. O escândalo foi sem motivo, afinal nossa equipe de reportagem, como sempre, visando uma divulgação de notícias recolheu o depoimento tanto do denunciante como de acusado, ou seja, proprietários estavam cientes de que seria feita a matéria e inclusive usaram do espaço para se defender publicamente em seu depoimento. 

Cumpra a lei II O responsável pelo “abuso” cometido deveria se colocar à disposição da população para evitar constrangimentos desta natureza e não questionar o trabalho de uma imprensa séria, que abriu espaço para ambos os lados para que fatos semelhantes não ocorram em nossa cidade. Nora ZERO para a ação e reação.

A verdade

A Pref eitura de Itararé torna público que es ta aberta a lic itaç ão: Pregão Presencial 39/13 Aquisiç ão de utensílios para Sec. Municipal de Educação, abertura dia 09 de agosto às 8:30hs: Departamento de Licitações ou fone (15) 3532-8000.

Jaqueline Nunes assume a Saúde Saúde com qualidade. Esta será a principal meta de Jaqueline Nunes da Silva, que assumiu interinamente a Secretaria da Saúde de Itararé, já que Juliana Tagliatela teve que se afastar por ordem da Justiça, que entendeu tratar-se de nepotismo. Em entrevista à nossa equipe de reportagem Jaqueline falou sobre sua carreira na área: IN – De onde a senhora é? Jaqueline – Venho de Sengés, porém sou itarareense. Nasci e residi em Itararé até os 08 anos. IN – Qual a sua formação? Jaqueline – Minha formação é de Serviço Social, com especialização em Saúde Pública. IN – Qual a sua experiência profissional? Jaqueline – Tenho experiência de 11 anos em Saúde Públi-

ca, dos quais 10 anos e meio na Secretaria da Saúde de Sengés. Desde o dia 15 de março estou trabalhando em Itararé, na Secretaria Municipal de Higiene e Saúde, como coordenadora geral de Assistência Técnica Ambulatorial e Hospitalar. Assumi interinamente o cargo, até que seja definida a situação da ex-secretária Juliana Longo Tagliatela. IN – O que a senhora diria à população como maior desafio? Jaqueline – Desejamos o melhor para o município de Itararé e trabalharemos para oferecer serviços de saúde eficientes e resolutivos. Independente de processos e procedimentos administrativos, a população deve ter garantido e assegurado o direito à saúde com qualidade.

O secretário da Agricultura, Sr. Roberto Cogo parabenizou o Jornal Itararé News por sua postura e por estar sempre levando as notícias à população de forma clara e neutra. “Não estamos querendo nos defender, mas também não queremos que nos critiquem por algo que não estamos fazendo”, disse o secretário. Não queremos injustiça e não temos procuração para defender qualquer pessoa, seja esta física ou jurídica. Nosso compromisso é com nossos leitores e patrocinadores, que acreditam na idoneidade de nosso semanário.

Presente Quinta-feira (25) houve a primeira assembleia pública

do “Clube da Luta”, grupo apolítico criado após as manifestações, visando mais participação ativa da população nos problemas políticos de nossa cidade. Surpreendentemente a única personalidade do poder público a comparecer foi o vereador João da Égua, que inclusive fez uso da palavra parabenizando os presentes pela iniciativa. Estar ao lado dos anseios do povo é dever de todo o agente político.

Presente II Falando em João da Égua, o vereador esteve em alta esta semana, pois na inauguração da nova padaria da Prefeitura ele foi o único da Câmara Municipal a querer se pronunciar a respeito (embora outros vereadores, inclusive o presidente do Legislativo estivessem também presentes) e saudou a Prefeitura por sua nova conquista. Enaltecer o que de bom ocorre nas ações do Executivo também é papel do Legislativo e o não reconhecimento é falta de respeito àqueles que igualmente aos vereadores chegaram ao poder através do voto. Parabéns João da Égua, que ao reconhecer o trabalho dos demais valoriza o seu próprio.

por Kiko Carli esteve no local e contatou por telefone os responsáveis (sendo sempre recebida com sorrisos e muita gentileza, porém só enrolada com os prazos dados pelos diversos ditos responsáveis, que inclusive ficavam passando a “batata quente” cada vez um para o outro...). Quem esconde tem medo da verdade. Medo de quê?

Não fui eu Comerciantes que têm seus estabelecimentos perto da Praça Ademar de Barros (da caixa d’água) estão reclamando que cada vez que os funcionários da praça lavam os banheiros e a água suja empossa em frente aos seus estabelecimentos, ficando um mau cheiro terrível. O motivo da água parada são as obras realizadas anteriormente pela SABESP, que não se preocupou em nivelar o paralelepípedo após as alterações no encanamento. Agora, porém não adianta a Prefeitura jogar responsabilidade para SABESP e SABESP jogar por sua vez a responsabilidade na Prefeitura O fato é que os paralelepípedos precisam ser nivelados para que o local volte a ser de utilidade e não desgosto para a população.

Sem terrorismo Arte A Suzano publicou nota oficial explicando que novamen- pornográfica te ocorrerá a pulverização com produto BIOLÓGICO em seus eucaliptos aqui em Itararé. Vamos ver se desta vez não aparecem “experts” de plantão nas redes sociais aterrorizando a população a respeito. Fizeram tanto alarde, nada provaram e somente nosso semanário publicou o que realmente aconteceu, segundo a empresa e a Prefeitura. Se novamente criarem o terrorismo perante a população que a Poliícia seja acionada.  

Irresponsáveis A Secretaria da Saúde está em baixa novamente com nosso jornal... Nossa equipe de reportagem, ao buscar informações acerca da falta de seringas de insulina e fitas de exame glicêmico nos postos de saúde, denunciadas pelo vereador Rodrigo Fadel em seu pronunciamento na Câmara Municipal já há três sessões, não encontrou nenhuma colaboração efetiva a respeito na Secretaria, sendo que por várias vezes

Munícipes reclamam do estado em que se encontra o banheiro público feminino da principal praça de nossa cidade (Praça São Pedro). De acordo com os denunciantes, o mesmo encontra-se lotado de desenhos pornográficos nas paredes, uma ofensa para as mulheres que entram lá. Uma boa pintura e melhor fiscalização com certeza resolverá o problema.

Calma vereador O vereador Marcos Vincenzi fez indicação para a prefeita para que sejam implantadas campanhas de conscientização e colocação de pontos de coleta de resíduos oriundos de pilhas, baterias e lâmpadas na cidade. Uma iniciativa que é futurista e trará grandes resultados a médio e longo prazo.

Será? O vereador Zetão fez seu pronunciamento todo nervosinho nesta segunda-feira. Reclamou do poder público e cobrou

vários assuntos como terrenos, vias rurais e abandono do Clube dos Boiadeiros (este último contestado pelo vereador Laércio). “Vereador tem cara de palhaço!” gritava ele. O descontentamento do nobre edil é claro e gostaríamos que o mesmo mostrasse na Tribuna quais foram as suas conquistas ao longo de sua história política. Já seria um bom começo.

Perseguição? Julião denuncia na Tribuna uma possível perseguição a um funcionário público que fora transferido quatro vezes em apenas seis meses. “Todos os outros motoristas receberam hora extra pelo trabalho, mas este não (ele é motorista) e levou 2 meses para receber”. Em caso de comprovação do fato, a de se lamentar a posição do Executivo, mas deixamos aqui o espaço aberto para que a prefeita ou a sua assessoria justifique a denúncia.

Quem será? “Eu e a Cristina, quando vereadora fomos contra perseguição política. Eu sou particularmente contra porque eu senti isso na pele. Se tem um funcionário que foi perseguido dentro dessa Prefeitura fui eu! Nunca baixei a cabeça. É covardia! Temos que descobrir quem está fazendo isso, porque eu tenho certeza que a prefeita não sabe o que está ocorrendo”, frisou o vereador Willer Costa. Esperamos que a denúncia seja infundada, já que a ditadura acabou faz tempo e não existe a possibilidade de volta. Vamos avançar Itararé.

A troca Willer – “Quarta-feira, às 18h estará presente aqui o deputado federal Paulo Teixeira e eu convido a todos os vereadores para se fazerem presentes, trazerem suas emendas, independente de partido. Nós estamos tentando ver se trazemos o Ministro da Saúde, mas se não for possível que ele já traga o agendamento para nós em relação à nossa Santa Casa. Tenho certeza que ao ver a população, os 13 vereadores e o espaço físico da nossa Santa Casa ele vai ficar sensibilizado e nos ajudar como sempre nos ajudou”. Se não ajudar não venha buscar votos depois. Precisamos de auxílio e a recíproca será verdadeira em 2014.

Formatura do 3º Pelotão da Guarda Civil Municipal de Itararé e comemoração dos 11 anos de existência No dia 21, às 09h foi realizada uma solenidade no Centro de Eventos de formatura do 3º Pelotão da Guarda Ci-

vil Municipal de Itararé com a presença autoridades e familiares dos formandos. Durante a solenidade, o

superintendente da Polícia Rodoviária Federal Marcio Pontes recebeu o Título de Amigo da Guarda Civil de Itararé. Em seguida às 12h, hou-

ve uma confraternização dos Guardas Civis Municipais no Clube Atlético Pinguim que contou com a animação da Banda Gsati.

Itararé News - Jornais, Revistas e Serviços de Comunicação Multimídia Ltda ME CNPJ: 13.614.945/0001-45 Inscrição Estadual: 380.041.059.119 Rua XV de Novembro, 770 - Itararé/SP - CEP 18460-000 Fone: 3532-3948 Editor-chefe: Kiko Carli Jornalista Responsável: Marcus Vinicius de Oliveira - MTB 42.240 Consultor Jurídico: Dr. Renato Jensen Rossi - OAB 234.554 Impressão: Gráfica Ita News (Registrada em Cartório sob nº 2470 em 26/08/2009) Tiragem: 2.000 exemplares Registrado em Cartório sob nº 2474, no livro de matrículas de jornal no dia 17/09/2009. A direção deste jornal não se responsabiliza por artigos assinados que não necessariamente expressam a opinião deste veículo. O jornal Ita News não é responsável pela qualidade, proveniência, veracidade e pontualidade das colocações dos anúncios classificados publicados em suas páginas, bem como os conteúdos de seus colunistas, os quais não possuem nenhum vínculo empregatício com a empresa.


03

31 de julho de 2013

Escritos de História & Política por Luis Felipe Genaro

Ética, poder e política Niccolò Machiavelli, escritor, teórico e astuto diplomata da conflituosa República de Florença, na Itália do século XVI, é atualmente rememorado pela grande maioria de cientistas políticos principalmente por conta de seu vasto pensamento, conceitos e pressupostos. Maquiavel, considerado um dos fundadores da Ciência Política, não muito diferente dos teóricos de seu tempo, propôs uma filosofia complexa imersa em uma Europa turbulenta, marcada por jogos de poder e disputas militares entre papas e cardeais, reis e aristocratas, e mercenários sedentos por influência em compasso com uma burguesia em ascensão. Em um contexto de efervescência cultural gestada pelos auspícios do Renascimento, a República de Florença sustentada pela dinastia dos Médicis foi o tabuleiro central onde Maquiavel pôde mover as mais estratégicas peças de um jogo de xadrez no mínimo mortal. Ao escrever sua polêmica obra-prima, O Príncipe, o teórico baseou-se nas ações e condutas do filho bastardo do papa Alexandre VI, César Borgia, que almejava con-

Saúde

quistar para o pai, através das armas, um império católico muito além das fronteiras dos Estados Pontifícios. Neste interim, trazendo à tona a filosofia de Maquiavel para nossos dias, há uma questão para refletirmos: afinal de contas, existiria ética na política? Para Maquiavel, “há uma coisa que se pode dizer, de uma maneira geral, de todos os homens: que são ingratos, mutáveis, dissimulados, inimigos do perigo, ávidos de ganhar”. Pessimista como o teórico florentino, há Lord Acton, historiador liberal inglês que também afirmaria três séculos depois que “o poder corrompe, e corrompe absolutamente”. Como pudemos observar os termos “poder” e “política”, seja em qualquer uma das ciências humanas, aparecem indissociáveis. E “ética”, que deriva do grego ethos (caráter de uma pessoa), pode ser considerada um conjunto de valores morais e princípios que norteiam a conduta humana na sociedade. Mas afinal, deixando lado as generalizações de Maquiavel, aqueles que desde sempre detiveram o poder em suas mãos seriam facilmente cor-

rompidos? Para Maquiavel, o político não precisa necessariamente ser aquilo que aparenta. Não precisa ser engajado, religioso, atencioso ou preocupado com a grande massa, basta apenas aparentar que o é. Para muitos acadêmicos, o pensamento maquiavélico ainda se faz presente em muitos corações e mentes, principalmente daqueles que detêm a autoridade, o mando e a influência. O que hoje assistimos em nossa cidade, por coincidência, são sujeitos que aparentam ser aquilo que jamais foram: verdadeiros representantes do povo. Enquanto uma minoria que aos percalços chega ao poder e almeja drásticas mudanças, tais sujeitos possuem uma trajetória obscura que poucos conhecem. E sem temor afirmo: desconhecem a ética, e estão mais corrompidos pelo poder e ambição que poderíamos sequer imaginar.

por Josué Benedito Alberto

Atletas de final de semana Segundo o Colégio Americano de Medicina do Esporte, atividade física visando à preservação da saúde deveria ser realizada pelo menos trinta minutos por dia por, no mínimo, cinco vezes por semana. Mas, na verdade, sabemos que nossa realidade é outra, pois a maioria das pessoas não tem esse tempo disponível durante a semana e para não ficar totalmente sedentário acabam fazendo atividade física durante o final de semana (bike, corrida, caminhada etc.). Mas, antes de sair por ai fazendo atividade física, é necessário saber alguns detalhes importantes para não ter problemas futuros nas suas articulações, músculos, coração, pulmão, ossos e outros. Passo 1 - Escolha um tênis e

Fisioterapia

roupa adequados Algumas atividades físicas necessitam de um tênis específico, como por exemplo, a caminhada que necessita de um tênis baixo (sem molas) para evitar torções nos joelhos e nos tornozelos. Passo 2 - Foque num objetivo a longa distância Se você pretende correr, não é recomendado você sair correndo imediatamente, pois suas articulações não estão preparadas. Comece com uma caminhada leve por uma semana, depois aumente para uma caminhada mais rápida na outra semana, um trote, uma marcha e depois intervalos de corridas e caminhadas e só no final de quatro ou cinco semanas dá para começar a correr por um tempo mais prolongado.

Desde o início desta década, as Fossas Sépticas está proporcionando uma melhor qualidade de vida para milhares de famílias que vivem nas áreas rurais do País. É uma alternativa desenvolvida pela Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária). A experiência ganhou mais divulgação e reconhecimento ao conquistar o Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social em 2003. Tal investimento da Fundação foi de 1,8 milhão para a implantação de 1.200 unidades em dez municípios dos estados de Goiás e Minas Gerais, além de cidades do Distrito Federal. Já a Embrapa estima em ter atendido uma média de 5.000 famílias em vários pontos do País. Outros produtores em diferentes localidades adotaram a Tecnologia Social, por vontade própria ou com apoio de organizações coletivas ou públicas com meios de convênios e projetos. Já não se sabe quantas unidades foram implantadas pelo Brasil, somente os benefícios já comprovados para a saúde dos campestres e demais moradores dessas áreas carentes em saneamento. Mas, na verdade, é preciso fazer muito mais para melhorar o cotidiano da grande maioria da população do campo, onde apenas 10% dos habitantes têm

acesso a saneamento básico, com a destinação correta dos dejetos humanos. As Fossas Sépticas são uma excelente alternativa de Saneamento Básico na Área Rural e podem contribuir para o Desenvolvimento Local. Entretanto, é indispensável a efetiva participação e o sincero interesse das comunidades para que a iniciativa se alastre e motive as pessoas evitando sérios riscos causados para os moradores devido a precariedade do mesmo. Saneamento hoje é saúde quando se trata de um mundo com números elevados de desigualdade social. De acordo com dados da ONU, 4 em cada 10 pessoas no mundo não têm acesso nem a uma simples latrina e defecam a céu aberto; e 2 em cada 10 – cerca de 1 bilhão de pessoas – não têm nenhuma fonte de água potável segura. Resultado: 3.900 crianças morrem no planeta diariamente por falta de saneamento. A água eivada por falta de saneamento mínimo pode gerar uma série de doenças nos seres vivos, podendo inclusive causar a morte. Inúmeros malefícios à saúde humana são provocados por fezes, urina e outros dejetos que podem ser encontrados no líquido mais precioso para a vida – a água. É pela água consumida em uma fonte contaminada que

podem ser contraídas doenças severas, a exemplo da hepatite, do cólera, da salmonelose e outras. Com esse esclarecimento, é possível compreender por que, em muitos lares rurais, os moradores costumam reclamar de dores de barriga, de cabeça e por todo o corpo. Isso pode ser provocado pelos micróbios que contaminam as fontes de água utilizadas para o consumo humano. Daí que é fácil entender o tamanho do problema: 75% das internações hospitalares no Brasil estão relacionadas à falta de saneamento básico. Notícia boa é saber que a solução cabe nas Fossas Sépticas além disso, esse sistema pode ajudar a melhorar a produção rural com a utilização de um biofertilizante orgânico com efeitos favo ráveis comprovados. Assim, essa Tecnologia Social atende também ao 8º desafio do milênio, que é “Todo mundo trabalhando pelo desenvolvimento” é o início da inovação para uma melhora na saúde e na produção rural. Na edição seguinte veremos como construir a Fossa Séptica.

por Sargento Cristiano Borges

Seguro Obrigatório Passo 3 - Não queira fazer toda a atividade da semana num dia só. Recomenda-se trinta minutos de atividade física por dia, portanto não queira fazer três horas de atividade num dia só. Controle sua ansiedade e saiba que seu organismo não é de ferro e com toda certeza o excesso lhe causará uma lesão. Comece com o ritmo menos acelerado e aumente a intensidade aos poucos. O importante é se mexer, mas com a devida cautela para que esse exercício não se torne dolorido e sacrificante.

por Jonas Célio Camargo Tupá

paciente para paciente. Embora a terapia farmacológica seja base do tratamento, a fisioterapia também é muito importante. Ela envolve os pacientes em seu próprio atendimento, promove o exercício, mantém ativos os músculos e preserva a mobilidade. O tratamento consiste em treinamento das atividades mais difíceis de serem executadas por cada pessoa, também é trabalhada a manutenção ou melhora das condições musculares, através de exercícios de alongamento e fortalecimentos globais, além de exercícios posturais e de equilíbrio, todos eles associados a movimentos respiratórios, oferecendo ao paci-

por Rhuan Marcos Nogueira

Saneamento básico em áreas rurais

Fique atento!

O que é Parkinson? Doença de Parkinson é uma doença neurológica, que afeta os movimentos do individuo. Causa tremores, lentidão de movimentos, rigidez muscular, desequilíbrio, e alterações na fala e na escrita. Não é uma doença fatal, nem contagiosa, não afeta a memória ou a capacidade intelectual do parkinsoniano. Existem múltiplos fatores que se somam para o surgimento da doença: fatores genéticos, ambientais e do envelhecimento. Dentre os vários mecanismos possivelmente implicados na degeneração celular da Doença de Parkinson, estudos destacam os seguintes: ação de neurotoxinas ambientais, produção de radicais livres; anormalidades mitocrondiais, predisposição genética e envelhecimento cerebral. Os sinais clínicos da Doença de Parkinson são constituídos, principalmente, pela tríade: tremor, rigidez e bradicinesia (movimentos lentos). Os sinais e sintomas da Doença de Parkinson são de início insidioso e assimétrico, podendo qualquer um de suas manifestações aparecer isoladamente ou em associação, podendo variar de

Construir

ente condições ideais ou próximas disso, para que possa realizar atividades mais facilmente. As metas a longo prazo de um programa de fisioterapia são as seguintes: - Retardar ou minimizar a progressão e efeitos dos sintomas da doença; - Impedir o desenvolvimento de complicações e deformidades secundárias; - Manter ao máximo as capacidades funcionais do paciente.

Dentre tantos impostos que pagamos anualmente alguns sequer sabemos sua finalidade. Embora muitos deles constituam mera taxa ao Erário, outros, no entanto, tem serventia essencial no dia a dia, sendo possível destacar o DPVAT (Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre). Apesar da grande maioria das pessoas acreditarem que o seguro pago é para ressarcimento material, na verdade o imposto serve para cobertura de gastos com despesas médicas, invalidez e mortes resultantes das vítimas de acidente de trânsito com veículos automotores. Em caso de acidente de trânsito com vítimas é necessário a elaboração do Boletim de Ocorrência por Agente Policial por se tratar de um documento essencial para o recebimento do seguro. As vítimas e dependentes devem, após sofrerem acidente

de trânsito, reunir a documentação exigida em lei para solicitarem tal benefício, e existem ainda, alguns hospitais que contam com Convênio com o DPVAT, facilitando à vítima e familiares. O DPVAT paga as seguintes indenizações: R$ 13.500,00, por vítima, em caso de morte; até R$ 13.500,00, por vítima, para invalidez permanente, de acordo com a gravidade das sequelas; e até R$ 2.700,00, por vítima, para reembolso de despesas médico-hospitalares. Os beneficiários do referido seguro podem ser os condutores, passageiros e até mesmo pedestres vítimas de acidente de trânsito. Importante destacar a relevância de estar com a documentação em dia, pois o Seguro DPVAT somente beneficia aqueles que se encontram com o imposto devidamente pago no momento do acidente.

Nos dias atuais os meios de comunicação facilitam a vida de quem precisa de ajuda e muitas vezes não sabem a quem recorrer, o DPVAT conta com serviço de atendimento ao consumidor para esclarecimento de eventuais dúvidas através do telefone SAC DPVAT – 0800-0221204. Na internet o cidadão pode consultar através do endereço eletrônico: http://www.detran.sp. gov.br/wps/portal/detran/cidadao/faq/sa-veiculos/sa-dpvat, existem ainda sites que esclarecem, de forma bem sucinta, o SEGURO DPVAT, http://www. tudosobreseguros.org.br/sws/ portal/pagina.php?l=389 . Não fique no prejuízo, pague seu seguro em dia e caso necessite reclame seu direito.

Prefeitura esclarece suposta falta de papel higiênico no SAMU A Prefeitura Municipal de Itararé esclarece que a suposta falta de papel higiênico para funcionários não procede e que seu pedido de compra foi realizado normalmente pela Secretaria de Saúde. Houve sim uma falha de logística por parte do fornece-

dor, que entregou o material no lugar errado e que esse foi logo corrigido pelo responsável do setor. Em relação a informação escrita no mural de funcionários, será aberta uma sindicância, já que esta prática não está prevista na rotina de trabalho,

além de ser considerada por esta administração pura má fé na divulgação de foto, ainda mais em grupo das redes sociais com ênfase política de oposição a atual gestão. Após sindicância serão tomadas as medidas cabíveis.


04

31 de julho de 2013

Sindicato Rural oferece curso de “Doma Racional” em parceria com a Pista de Laço Caiçara O Sindicato Rural, em parceria com a Pista de Laço Caiçara – Hospedaria de Equinos ofereceu o curso de “Doma Racional” de equinos, através do Senar. O curso teve duração de cinco dias, de 22 a 26 de julho, e os participantes receberm certificados de 40 horas. De acordo com Maurício Pelissari e Rodrigo Soares, responsáveis pela Pista de Laço Caiçara, eles estão conversando com o Sindicato para poder oferecer um curso desses por mês, incluindo “doma racional”, “rédeas”, “baliza de tambor”, “ferrageamento e casqueamento”, tudo o que envolve o mundo do cavalo, para fomentar essa área em Itararé. Todos os cursos são gratuitos e inclui oferecimento de café da manhã, almoço e café da tarde. As certificações variam entre 40 e 48 horas. Nossa equipe de reportagem falou com o professor, instrutor do Senar, José Maria Margarido de Fonseca, que veio da cidade de Buri para ministrar o curso aqui em Itararé: IN – O que o Sindicato Rural está oferecendo aqui? José Maria – Nós viemos dar um curso de “doma racional” pelo Sindicato Rural de Itararé. Viemos fazer uma turma nova, pois o pessoal tinha o conhecimento de doma, mas não tinham as técnicas da doma racional. Nós trabalhamos pelo Estado de São Paulo inteiro e temos satisfação de ver a melhoria dos alunos após esse curso.

IN – Qual a programação do curso? José Maria – O Curso tem duração de cinco dias, com 100% de aproveitamento e é dado das 08h às 17h, em que nós oferecemos, café da manhã, almoço e café da tarde aos alunos. Os alunos ficam à disposição do instrutor e é importante ressaltar que o aluno não tem despesa nenhuma na realização do curso. IN – Quais os principais objetivos da doma racional? José Maria – O nome já diz “racional”, que é para dar razão para o animal. A razão é do animal não do domador. O domador antes domava sob pressão, hoje o animal vai ser entendido

pelo domador e é como se ele fosse um psicólogo de seu cavalo. O trabalho maior não é o

de domar o cavalo, é de domar o aluno. O treinamento da doma racional é o controle do animal,

Polícia Militar apreende grande quantidade de cigarros Na manhã de quinta-feira (25), por volta das 09h45, a Polícia Militar realizou a apreensão de mais de 2 mil pacotes de cigarros sem nota fiscal, à Rua José Rodrigues, no Bairro Bela Vista. Segundo a Polícia, ao deparar com um veículo Siena e tentar abordá-lo, o mesmo evadiuse da guarnição. Feito acompanhamento constatou-se que o carro havia adentrado uma chácara e estacionado em uma garagem. Imediatamente adentraram a chácara e o abordaram efetuando o procedimento de busca pessoal, onde nada de ilícito foi localizado com o condutor do veículo, porém no interior do

carro e porta malas foram localizados 1.306 pacotes de cigarros com 07 marcas distintas. Em busca no interior da residência foram encontrados mais 790 pacotes da mesma substância, num total de 2.096 pacotes de cigarros. O veículo e toda a mercadoria foram apreendidos e depois conduzidos pela Polícia Militar ao 1º Distrito Policial para o devido fim . Os dois indiciados, considerados responsáveis pela carga, vão ter que pagar multa por Contrabando e Descaminho.  Diante dos fatos o condutor do automóvel e proprietário da residência receberam voz de prisão pelo crime, sendo

de forma que o aluno possa controla-lo entendendo como ele está se comunicando. Cada cavalo é um caso e cada aluno também. IN – Esse sistema é menos estressante para o animal? José Maria – Sim, o animal vira companheiro do aluno. Quem está invadindo o espaço do animal é o homem, então o homem tem que ser amigo do animal e não autoridade. IN – O curso tem algum certificado? José Maria – Sim, os alunos receberam certificado de 40 horas, ofertado pela Secretaria de Agricultura do Estado de São Paulo e registrado no MEC, com valor nacional, perante a Justiça o aluno certificado não irá trabalhar com isso, recebendo apenas um salário mínimo, ele tem um piso padrão para esse tipo de formação. A pessoa vai se tornar

Mais um suicídio na cidade No sábado (27), por volta das 14h, o órgão de defesa social de nosso município foi acionado para atender uma ocorrência de suicídio no Parque Centenário. A vítima foi um homem de 37 anos, que cometeu suicídio por enforcamento. Ele

ambos encaminhados à Delegacia de Polícia, juntamente com

a carga, a qual posteriormente será incinerada.

um profissional na área. Nossa equipe de reportagem falou também com Luiz Gonzaga Ruivo Junior, um dos alunos que fizeram o curso: IN – O que o senhor achou do curso? Luiz – O curso é ótimo. Eu já venho domando cavalo há praticamente 20 anos, desde os meus 15. Eu tenho dois cursos no meu currículo, que eu já fiz fora daqui e esse é um curso que vem incrementar o que eu já sei. Já aprendi muita coisa nessa vida e estou aprendendo cada vez mais. Nunca é tarde para aprender. Aqui mesmo teve muitos detalhes que eu não sabia e que vão fazer muita diferença no meu trabalho daqui para a frente. Com as dicas desse curso nós aprendemos como fazer o cavalo a assimilar mais rapidamente, e de uma forma que não exige muito nem da gente e nem do cavalo.

teria sido encontrado por sua mulher no interior da casa do casal. Primeiramente chegaram ao local a GM, em seguida a PM e depois o Corpo de Bombeiros. Segundo informações, a vítima trabalhava em um posto de combustível em Itararé. 


05

31 de julho de 2013

Empresa Suzano irá pulverizar florestas novamente N o início deste ano, a Suzano Papel e Celulose S.A., pulverizou sua plantação no município e na época surgiram várias dúvidas e questionamentos por parte da população em relação tal ato. Esta semana a empresa irá realizar o mesmo procedimento e antes que as críticas tenham início, a Suzano já enviou uma nota de esclarecimento, confira: “Informamos que na ultima semana de julho, realizaremos a aplicação do produto biológico Boveril, em nossas áreas florestais. Ressaltamos que a aplicação tem o objetivo de evitar o alastramento do gorgulho (tipo de besouro que ataca as plantações de eucalipto) em nossos plantios. A ação é restrita às áreas da nossa Fazenda Ibiti, localizada no município de Itararé, SP e todo o procedimen-

to será conduzido, com segurança, pelas nossas equipes téc-

nica e operacional. Destacamos que o controle

do gorgulho do eucalipto por meio de um produto biológico

representa baixo risco ambiental e toxicológico. Todo o processo foi apresentado aos Secretários de Meio Ambiente e de Agricultura do Município de Itararé, sendo que ambos estão cientes e de acordo com a aplicação. A Suzano Papel e Celulose reafirma seu compromisso com o meio ambiente e seu respeito à comunidade de Itararé e está à disposição para mais esclarecimentos”. Em entrevista à nossa equipe de reportagem, o secretário municipal da Agricultura, Roberto Cogo, também se manifestou à respeito, acompanhe: IN – A Secretaria da Agricultura de Itararé está ciente da pulverização que será realizada novamente pelo empresa Suzano nos eucaliptos que possui plantados em nossa região?

Roberto Cogo – Sim. Nós tivemos uma reunião na própria Suzano, onde estiveram presentes o Sr. Cabral, que é o gerente responsável pela empresa em nosso município, o Sr. Antonio, que é o gerente de campo e mais o Sr. Everton Pires Soliman, que é técnico florestal. Foi-nos apresentada uma palestra, onde eles colocaram toda a sistemática de como funciona, os tipos de produtos que vão utilizar e é bom ressaltar, que são produtos totalmente biológicos, os quais não farão mal nenhum à população. Nós tivemos sim esta conversa e está tudo dentro da lei, tudo sendo feito da maneira mais correta possível, mesmo porque eles são uma empresa engajada com o meio ambiente e não vão fazer algo que venha a trazer problemas futuros a eles. 

Refis 2013 é prorrogado até 31 de agosto

Miss Itararé acontece dia 24 de agosto no CAF

A Prefeitura de Itararé prorrogou o Programa de Recuperação Fiscal - Refis 2013 

Neste domingo (28) foi realizada a Pré-seleção das candidatas ao Miss Itararé 2013

O Programa destina-se a promover a regularização através de parcelamento de créditos de qualquer natureza do município, inscritos ou não em dívida ativa; ajuizado ou não; com exigibilidade suspensa ou não, inclusive os decorrentes de descumprimento de obrigações principal e/ou acessória, constituídos mediante auto de infração, bem como aqueles que tenham sido objeto de parcelamento não cumprido, independente da fase de cobrança.   O parcelamento poderá ser efetuado em parcelas mensais, e sucessivas, da seguinte forma: I – para quitação à vista, em parcela única o contribuinte será beneficiado com a exclusão de 100% (cem por cento) dos encargos, multas e juros de mora e desconto de 80% (oi-

tenta por cento) da atualização monetária; II - para quitação em 06 (seis) parcelas mensais, o contribuinte será beneficiado com a exclusão de 100% (cem por cento) dos encargos, multas e juros de mora e desconto de 70% (setenta por cento) da atualização monetária;  III - para quitação em 12 (doze) parcelas mensais, o contribuinte será beneficiado com a exclusão de 100% (cem por cento) dos encargos, multas e juros de mora e desconto de 50% (cinquenta por cento) da atualização monetária;  IV - para quitação em 60 (sessenta) parcelas mensais, o contribuinte será beneficiado com a exclusão de 100% (cem por cento) dos encargos, multas e juros de mora.  

O contribuinte terá até 31 de agosto de 2013, para aderir ao Refis Municipal Para isso, todos os que tiverem dívida com o município devem procurar o Setor de Tributação da Prefeitura Municipal, localizada na rua XV de novembro,83, e solicitar a adesão ao Programa.  Esse benefício visa incentivar e dar oportunidade para que o cidadão itarareense fique em dia com suas obrigações tributárias.  De acordo com o secretário de Finanças, José Carlos Andrade, com o Programa de Recuperação Fiscal, o contribuinte poderá efetuar o pagamento do débito à vista ou parcelar em até 60 meses, com redução total ou parcial dos juros e multas.“O Refis é uma grande oportunidade para o contribuinte quitar suas dívidas com a cidade, devido à facilidade do pagamento, além dos descontos nos juros e multas”, completou o secretário.  Mais informações podem ser obtidas no departamento de Tributação da Prefeitura.

O Miss Itararé contou com a presença de sete jurados e um presidente de mesa, que aplicaram notas de 5 a 10 pontos. As candidatas que obtiveram a maior pontuação foram classificadas para uma semifinal, sendo selecionadas 8 meninas para a final. Entre elas: Cristiane Francisconi, Kamila Samanta Fuim de Camargo, Laura Zambianco Tonelli, Nithielli Pinto Leme, Inglidyhara Helena Del Antônio, Stephanie Raini Pavani, Yasmin Pietra de Oliveira Sidoli e Fernanda Balan.

O Miss Itararé 2013 acontece dia 24 no Clube Atlético Fronteira. A realização é da comissão organizadora de eventos em prol a Santa Casa de Misericórdia de Itararé em parceria com a Prefeitura Municipal. Haverá um jantar e em seguida a escolha da Miss Itararé 2013. Os convites estarão dis-

poníveis a partir do dia 03 de agosto e sua renda será destinada a Santa Casa. O evento também contará com a apresentação da banda Bala na Agulha. Mais informações sobre a venda de convites e seus pontos de venda com Vera Pensão (9694-84-56) e Rafael Ramos (9802-13-89).


06

31 de julho de 2013

Juliana Tagliatela é exonerada da Secretaria da Saúde

A

secretária municipal da Saúde de Itararé, Juliana Longo Tagliatela foi exonerada na última quinta-feira (25), após decisão da Promotoria que entendeu tratar-se de nepotismo, mesmo que o STF não entenda que este cargo seja visto desta forma. Em entrevista à nossa equipe de reportagem, a prefeita municipal, Maria Cristina Ghizzi falou sobre o cumprimento desta decisão e disse que irá entrar com pedido no Supremo da anulação desta exoneração, confira: IN – Por que a exoneração da secretária da Saúde Juliana Longo Tagliatela? Prefeita – Conforme nós fizemos circular oficial na imprensa, através da nossa assessoria, nós estamos atendendo uma solicitação da Promotoria, que, a partir de uma ação movida contra o governo João Fadel em 2008, foi feita uma denúncia com acusações de nepotismo, inclusive apontando o cargo de secretário. Essa ação demorou alguns anos para ser julgada e há poucos dias tomamos conhecimento do resultado dela e através de uma correspondência vinda da Promotoria nós entendemos que deveríamos exonerar a Juliana pela proximidade dela com o vice-prefeito Zé Eduardo. Foi isso o que aconteceu, nada além. IN – Já se sabe quem ficará em seu lugar? Prefeita – Não, provavelmente até o fim da tarde, nós já teremos um nome para anunciar a substituição da Juliana. Porém, eu quero dizer o seguinte: essa substituição é substituição mesmo. Uma vez que não houve nenhum desentendimento entre nós, pois ela trabalha mui-

deral, não há participação do estado na questão. O trabalho dela tem sido o de tentar melhorar o atendimento segundo nossas possibilidades. Isto é uma tarefa muito difícil de fazer, ainda lembrando que estamos como interventores na Santa Casa. Além de tudo aquilo que existe da Saúde que o município tem que se responsabilizar, ainda estamos trabalhando na Santa Casa. São duas tarefas difíceis, mas eu tenho para mim que ela estava desenvolvendo a contento. Especialmente porque só foram sete meses à frente dessa Secretaria.

to bem, é muito corajosa de enfrentar a situação de crise que a Saúde vive no Brasil e também na nossa cidade, que é o que nós de fato vamos fazer entrar com uma reclamação no Supremo Tribunal Federal. Temos certeza absoluta que ela retornará ao cargo. Então a pessoa que for designada para assumir a tarefa dele é temporariamente. IN – Diante do Supremo Tribunal Federal (STF) esse caso não seria então considerado nepotismo? Prefeita – O Supremo Tribunal Federal entende que não há nepotismo nesse parentesco no caso dela com o Zé Eduardo, pelo fato de ser secretária. Haveria nepotismo se fosse em outros cargos de comissão, como por exemplo chefe de departamento e assessor. Com secretário, o próprio Supremo reconhece que não há. Então como há um certo desacordo entre aquilo que o Supremo entende e

o que veio para que nós obedecêssemos, vamos atender ao que veio daqui de Itararé, porém vamos avançar um pouquinho e pedir uma reavaliação do caso específico dela no Supremo Tribunal Federal. Já existem dezenas de casos que foram julgados e que secretário não se configura como nepotismo. IN – Como ficará o trabalho na área da Saúde? Prefeita – Como nós temos certeza absoluta de que a Juliana não demora muito a retornar, demos a ela a oportunidade de indicar alguém, porque é importante que ela indicasse alguém que estivesse com ela, participando das atividades, conhecendo o ritmo e o perfil da Secretaria, para que não aja nenhum choque em relação aos trabalhos que estão sendo desenvolvidos. IN – Como estava sendo o trabalho da secretária Juliana em frente à Secretaria Munici-

pal da Saúde? Prefeita – O trabalho dela tem sido um trabalho difícil porque ela precisa se adequar à política pública nacional. Importante lembrar que tudo aquilo que é da Saúde nos municípios de São Paulo está exclusivamente sob a responsabilidade do município e do governo fe-

IN – Essa exoneração tem algo a ver com o caso da nota fiscal? Prefeita – Não, não tem porque o caso da nota fiscal não existe. O caso da nota fiscal foi levantado pela má fé do autor dela. Qualquer pessoa que entenda de aritmética veja bem que eu não estou falando de

matemática, que é mais complicado, estou falando de aritmética onde 1+1=2. Qualquer pessoa que entenda um pouquinho e que tivesse com aquela nota na mão saberia que tudo aquilo que foi dito na tribuna da Câmara Municipal pelo nobre vereador foi feito de má fé. Esse caso da nota fiscal não existe para a Prefeitura e para a população que entende como nós estamos trabalhando aqui e conhece o meu vice, sabe que isso é algo improvável e foi de muita maldade. Mais uma malvadeza e estou falando de malvadeza, porque era uma expressão que o prefeito antigo gostava muito de usar, então considerando que esse vereador era do lado do prefeito, talvez ele também goste muito dessa palavra. IN – Quer deixar alguma mensagem em relação ao ocorrido? Prefeita – Quero dizer que sempre que a nossa Prefeitura tiver que obedecer à lei, nós vamos fazer isto, mas que o nosso conjunto de secretariado ficou particularmente chateado porque o nosso grupo está muito bem entrosado. Nossos secretários trabalham bem, ela não era diferente, trabalhava muito bem também, mas estamos aqui certos de que nós traremos novamente a Juliana para continuar o trabalho na Secretaria. Para aqueles que dependem bastante da saúde pública de Itararé. Quero dizer que nós estamos nos esforçando, mas não conseguiremos melhorar a Saúde sem colocar ela toda no eixo. Às vezes nós não conseguimos ver o resultado de imediato, mas é isso que estamos procurando fazer. Eu desejo que logo tenhamos a Juliana novamente aqui entre os nossos secretários.

Licitação da Festa de Aniversário de Itararé acontece hoje

A

contece hoje (31), na Prefeitura Municipal de Itararé, a licitação da Festa de Aniversário da cidade, que será realizada através do sistema de Tomada de Preço. A prioridade da prefeita Cristina Ghizzi é não gastar dinheiro público neste evento, pois segundo ela, o município possui muitas necessidades, conforme nos contou em entrevista: IN - Como será realizada a licitação para a contratação da empresa que fará a Festa do Aniversário de Itararé? Prefeita - Será realizada através do processo licitatório, na modalidade tomada de preço com maior lance ou oferta, sendo que o preço mínimo será de R$ 60.000,00. IN - Quais os principais requisitos exigidos? Prefeita - Os principais requisitos são: estrutura de qualidade, que ofereça segurança ao munícipe e que esteja de acor-

do com as normas de segurança do Corpo de Bombeiro. IN - Quantos dias de festa serão realizados? Prefeita - A festa será realizada do dia 29 de agosto a 01 de setembro. IN - A senhora enquanto vereadora criticava a festa. O que irá mudar em relação ao modelo anterior? Prefeita - Eu não criticava a festa, mas sim a maneira como era organizada, não poderia e não posso concordar que um município com as necessidades que Itararé tem, gaste em torno de R$ 700.000,00 em uma festa de maneira totalmente obscura e sem nenhuma prestação de conta ao cidadão, tanto é assim, que o próprio Ministério Público ingressou com ação contra o ex-prefeito para averiguar possíveis irregularidades na forma que a festa era realizada, e é justamente isso que irá mudar, na minha administração não há

acordo com empresários, quem ganhar a licitação não será obrigado a vender o espaço para este ou para aquele, venderá para quem lhe fizer a melhor proposta e o mais importante venderá para uma pessoa que lhe pague de verdade, não será obrigado a dar camarote para ninguém nem para prefeita, vice ou secretário, e o mais importante é que não iremos gastar a fortuna que se

gastava anteriormente. O que for realmente gasto será prestado conta ao cidadão, porque, nada mais justo que a população itarareense tenha conhecimento de como é feita e quanto é gasto na Festa de Aniversário da cidade. IN - Quanto de dinheiro a Prefeitura terá para gastar nesta festa? Prefeita - A Prefeitura assu-

miu o compromisso de arcar com as despesas de água, energia elétrica, serviços de preparação do local para montagem da estrutura da festa e também com a limpeza diária do local, nada mais do que isso. IN - Terão atrações grandiosas? Prefeita - Olha, dentro da licitação nós elaboramos uma lista com mais de 30 nomes, que acreditamos ser artistas de qualidade. IN - O comerciante de Itararé será priorizado? Prefeita - Claro que como prefeita gostaria que o comerciante de Itararé fosse privilegiado, porém, em uma licitação transparente não podemos priorizar ninguém, vence a melhor proposta. IN - A licitação será feita de forma transparente? Será aberta ao público? Prefeita - Todas as licitações realizadas e a se realizar por esta administração são transparen-

tes, os editais são publicados neste jornal, então o cidadão que quiser vir assistir não só esta, mas todas as licitações, para nós será uma honra. Aproveito e convido a toda imprensa, vereadores e principalmente a população para assistir a licitação da festa do peão 2013, que acontecerá no dia 31 de julho, no setor de licitação no Paço Municipal. IN – Gostaria de deixar alguma mensagem? Prefeita - Gostaria de finalizar deixando um recado a nossa população, de que a Festa só vai acontecer se não precisarmos gastar absurdos como se gastava antigamente, e a comemoração do aniversário da cidade não vai se resumir apenas na festa do peão, teremos uma programação cultural o mês todo, então convido a todos para este momento importante da nossa cidade, que é a comemoração do 120º aniversário.

melo e mello


07

31 de julho de 2013

Escola Heitor Guimarães Côrtes não oferecerá mais o Pré I em 2014

E

m sessão da Câmara, o vereador Rodrigo Fadel levou à tribuna aflições da população relacionadas à Escola Heitor Guimarães Côrtes, como o fato de possivelmente a unidade não oferecer o Pré I no ano que vem. Outros fatores como a efetiva separação física da Escola Heitor, que é do estado com a do município também vieram à tona, pois a presença das duas escolas no mesmo espaço físico vem gerando diversos problemas, tanto por falta de espaço, quanto por conflitos entre os alunos de faixas etárias tão diversas. Nossa equipe de reportagem entrou em contato com a secretária da Educação, Maria Aparecida Damásio Vieira com o objetivo de esclarecer algumas dúvidas da população, confira: IN - Procede a informação de que a E. M. Heitor Guimarães Côrtes não irá mais oferecer o Pré I a partir do ano de 2014? Secretária - Conforme acertado no início com a prefeita, entre Secretaria Municipal da

Educação e diretores da Escola Heitor Guimarães Côrtes, devido a grande demanda de alunos dessa comunidade, a partir de 2014 não será mais oferecida a sala de educação infantil na referida unidade escolar.

IN - Há outra escola no bairro para oferecer o Pré I? A quem ficará a responsabilidade de atender a esses alunos?   Secretária - Os alunos serão remanejados para a Escola Nossa Senhora de Fátima (conven-

to) e Escola Dilermando (em frente à Rodoviária). Havendo necessidade, a administração municipal oferecerá o transporte escolar para facilitar o acesso do alunado às respectivas unidades.

IN - A Escola Heitor é do estado e divide com a do município o mesmo espaço físico. Consequentemente diversos problemas são acarretados, como, por exemplo, conflitos entre alunos maiores com os menores, além da falta de ambiente na hora de realização de eventos. Há previsões para que haja uma separação efetiva? Secretária - Em reunião na Secretaria Estadual da Educação, em São Paulo no mês de maio, fomos informados de que em 2014 será iniciada a construção da nova escola destinada aos alunos da rede estadual e desta forma o prédio atual será transferido para o patrimônio público municipal e passará a ser utilizado exclusivamente pelos alunos da rede de ensino do município. IN - A Secretaria da Educação está tomando alguma providência em relação à isso? Secretária - Temos acompanhado, junto à Diretoria de Ensino de Itararé, que sempre nos mantém informados sobre o

andamento do processo e desenvolvimento dos trâmites legais da nova construção. A escola em questão, apesar do compartilhamento, vem desenvolvendo um ótimo trabalho em nível didático-pedagógico, sendo que os diretores se mantém atentos aos anseios e necessidades dos alunos com relação aos mais variados aspectos do processo educacional. IN – O que a senhora gostaria de falar à população?  Secretária - Em relação aos pais, queremos deixar claro que esta medida foi tomada com o objetivo de buscar melhorias no desenvolvimento das atividades da educação infantil, visto que nesta faixa etária é importante e necessário um trabalho voltado para o lúdico da aprendizagem e com esta falta de espaço, os alunos deixam de ser plenamente atendidos em suas reais necessidades. Com a medida que será colocada em prática, os alunos deverão interagir num ambiente mais propício ao seu pleno desenvolvimento.

Servidores participam de fase Santa Casa já tem o nome intermunicipal do CONAE do novo interventor, mas A Secretaria de Educação de Itararé esteve representada na Conferência Intermunicipal de Educação, na cidade de Itu, na última sexta-feira, dia 19. Os dez profissionais entre gestores municipais e estaduais, membros da educação tecnológica (ETEC), Conselhos Municipais (COMAD e CMDCA), trabalhadores da educação e do ensino superior itarareense (FAFIT), participaram do evento que ocorreu como fase preparatória para o CONAE 2014 (Conferência Nacional de Educação) e teve como finalidade cumprir uma das etapas para o evento que ocorrerá no próximo ano. As deliberações resultantes serão enviadas para a etapa estadual, da qual novas deliberações serão enviadas à etapa nacional, pelos delegados eleitos em cada um dos segmentos e setores que representam, buscando qualidade para a Educação em nossa região. A Conferência Intermunicipal de Educação discutiu e fez proposições seguindo o documento referência com base nos eixos que norteiam a CONAE, são eles: - O Plano Nacional de Educação e o Sistema Nacional de

ainda não foi divulgado

A

Educação, Organização e Regulação. - Educação e Diversidade: Justiça Social, Inclusão e Direitos Humanos. - Educação, Trabalho e Desenvolvimento Sustentável: cultura, ciência, tecnologia, saúde e meio ambiente. - Qualidade da educação: democratização do acesso, permanência, avaliação, condições de participação e aprendizagem. - Gestão democrática, participação popular e controle social. - Valorização dos profissionais da educação: formação, remuneração, carreira e condições

de trabalho. - Financiamento da educação, gestão, transparência e controle social dos recursos. Para a gestora, Maria Celina Camargo Miranda, o evento trouxe importantes contribuições para os participantes. “A educação pública e privada de Itararé teve a oportunidade de participar de amplo debate, deliberar e contribuir para a implementação do Plano Nacional de Educação. É um pedacinho da realidade educacional do nosso município contribuindo com o sistema educacional nacional”, finalizou.

interventora da Santa Casa, Carla Blümel deixou a direção do hospital e desde a sua saída ainda não foi nomeado um substituto. Alguns currículos foram analisados e já há um nome escolhido por uma comissão, o qual ainda não foi divulgado, pois ainda há alguma análise ser feita para então tornar-se oficial, como nos contou a prefeita Cristina Ghizzi: IN – A Santa Casa já tem um novo interventor?

Prefeita – Nós já temos um nome, que se apresentou para o Conselho, este senhor e mais três, todos de currículo impecável, diante daquilo que a secretária, na ocasião a Juliana, queria, que era uma intervenção capitaneada por um gestor hospitalar. Isto nós estamos tendo o cuidado de trazer. Essa pessoa passou por essa comissão, escolheu-se este nome e nós estamos vendo a parte prática da contratação deste senhor. Logo que nós tenhamos tudo

isso organizado nós chamamos vocês para fazer uma entrevista com ele. IN – Ele é de outra cidade? Prefeita – Sim, de São Paulo. IN – E ele tem experiência então na área de administração de hospitais? Prefeita – Tem de administração hospitalar e de laboratório. O trabalho dele é nessa área. IN – Qual o seu parecer sobre a proposta do vereador Willer de federalização da Santa Casa? Prefeita – Eu ainda não estudei essa matéria. Conheço essa opinião do Willer há bastante tempo e o que eu disse para ele foi o seguinte: que se ele conseguir uma agenda, que pode contar comigo. Não só comigo, como também com aqueles que estiverem no comando da Santa Casa, que nós iremos até lá. Pode ser Brasília ou pode ser São Paulo, que nós sabemos que existe um braço do Ministério na capital. Qualquer ação que ele queira tomar neste sentido, nós vamos sentar para conversar e entender.


08

31 de julho de 2013

Banda de jovens roqueiros vem ganhando destaque na região

A

banda Soul Reaver, formada por jovens de nossa cidade vem ganhando destaque no cenário musical da região. Com seu estilo metal rock, os meninos Cassiano (vocal), Victor Oliveira (guitarra), Syro Benedik (baixo), Erick (guitarra), Lucas, conhecido por Jacu (bateria), Rafael, conhecido como Bugio (percussão) e Hermes Matheus (hold) agora com o apoio do novo produtor Filipe Emanuel Soares (Dj. Bitoka) estão impressionando o público com seu som. Em entrevista à nossa equipe de reportagem a banda nos contou um pouco sobre sua trajetória, confira: IN – Há quanto tempo a Banda Soul Reaver está na ativa? Integrantes – A banda está para completar 1 ano em agosto, mas com produtor estamos há 2 meses. Durante esse tempo foi o período de maior crescimento da banda. IN – Quem fundou a banda? Integrantes – Quem fundou a banda e botou a ideia no papel foi o baixista e o vocalista há uns 5 anos. Deste tempo para cá, a banda passou por várias formações, mudanças até chegarmos na atual que foi a que mais deu certo. Nós começamos na oficina da Fiat, onde ensaiávamos 1 hora a mesma música (risos). Por sinal hoje é a música que mais tocamos bem. Faltava-nos equipamentos e tal. Um dia, um padrinho de um amigo nosso nos deu uma bateria e aos poucos fomos conseguindo os outros instrumentos. Há pouco tempo nós encontramos o Filipe e desde que ele entrou como produtor a banda ganhou uma apresentação nova e subiu de nível. IN – Desde o início o nome escolhido para a banda foi “Soul Reaver”? Integrantes – Não. Nós já passamos por vários nomes até

encontrar um que se adequasse bem. Já usamos o “Mother Jonnes”, que foi um dos primeiros, “Dark Side”, “War Fare”... “Soul Reaver” foi escolhido desde o final do ano passado, em dezembro e em 3 de abril foi o primeiro show que nós fizemos onde nome ficou oficialmente. IN – De onde surgiu esse nome? Integrantes – Soul Reaver significa Coletor de Almas. Como a única coisa que se mantem viva é a alma, pois o corpo morre, nós pensamos em colher só aquilo que se mantém vivo, aquilo que é eterno. IN – Qual o estilo musical de vocês? Integrantes – Nós costumá-

vamos tocar mais Heavy Metal, como Iron Maiden, Metallica, Black Sabbath, Judas Priest, Matanza, Ronnie James Dio. Porém agora estamos nos direcionando também ao rock clássico. IN – Quais os planos futuros da banda? Integrantes – Nós ganhamos a letra de uma escritora de Laranjal Paulista, Débora dos Santos Soares da Silva. Ela pediu para escolhermos umas letras e colocarmos o arranjo. Assim que tiver um festival na região de Boituva, Tietê ou Cerquilho, que sempre tem lá estaremos com música própria se Deus quiser. Nós pretendemos gravar um “demo”, um pouco mais para a frente, quando a banda ganhar mais nome, tan-

to aqui em Itararé como na região em geral. O Victor é compositor, por enquanto nós tocamos mais covers, mas pretendemos em breve compor nossas próprias músicas. IN – Onde vocês costumam tocar? Integrantes – Nós tocamos na nova lanchonete Hangar 18, já tocamos um acústico na Lucky Cafeteria, onde por sinal estamos para assinar outro evento de motoqueiros. Nós tocamos também em campeonatos de skate municipais, em escolas e fizemos uma participação especial em Sengés. Estamos organizando um show próprio de lançamento oficial da banda que será na Praça São Pedro. A

banda se encontra hoje com uma estrutura própria em termos de som, iluminação e instrumento. Contratou a banda Soul Reaver já é tudo completo, desde palco, lycras, iluminação, estrutura, montagem, tudo. Nós temos toda uma equipe preparada para fazer o show. Apenas duas bandas aqui de Itararé possuem o equipamento inteiro, que é o Acervo Rock e a Soul Reaver agora. Nós estamos muito satisfeitos e surpresos porque o pessoal de Itararé vem nos comparando com outras bandas que estão há mais tempo no mercado e que inclusive são muito amigos nossos, como a Som de Vinil e a No Class. IN – Vocês têm algum patro-

cinador? Integrantes – Sim. Temos o patrocínio do Silvinho da loja Flip Style, do Sex Shop Ponto G e o Marcinho da Cofesa, além da Promoter Pan, que está nos empresariado. IN – Como os interessados em contratar a banda podem entrar em contato? Integrantes – Através do telefone (15) 9665-3940 e falar com o Felipe. Desde festas de rock, aniversários, casamentos, festas de escola e comemorações, pois o show é completo e temos todos os equipamentos. Como há patrocínio temos sempre brindes para distribuir durante o show. Inclusive em nossa página do Face, estamos disponibilizando brindes para quem mais curtir as informações durante o mês. IN – Que mensagem vocês gostariam de deixar? Integrantes – Estamos muito contentes também, porque a Prefeitura está apoiando nosso trabalho. Recebemos elogios até do Murilo, que também tem uma mega banda, que é a The Trip. Ele esteve conosco na Lucky. Atualmente já contamos também com alguns seguidores, como o pessoal de Sengés que curte rock, eles estão nos incentivando bastante, onde vamos com a banda e eles vem prestigiar. Agradecemos o pessoal do Hangar 18, que nos deu a oportunidade de realizar um show em sua estreia e também ao Johnatan Ricardo. Nós temos uma página no Face, que é www.facebook.com/soulreaver, e convidamos a todos para curtir lá, temos making off, fotos, bastidores, um monte de coisas legais, que o pessoal vai gostar. Acreditamos que, se você tem um sonho, nunca deve desistir, pois é batalhando que se consegue. As pessoas falam que você não vai vencer, porque elas não venceram.

Skatistas participaram de evento em Itapeva No dia 21, o Sesc, em conjunto com o Sincomércio e Coordenadoria de Esporte realizou um evento de skate na cidade de Itapeva para a galera skateboards da região. O evento contou com a presença de uma das lendas do skateboards brasileiros nos anos 80 Rui Muleke, que esteve presente dando palestra e autógrafo para o público presente, além de profissionais da nova geração como Diego Korn. O evento também contou com a presença do Dj Ki, que animou a todos com seu o som.

O evento era para ser realizado na Pista de Skate de Itapeva, mas devido a chuva foi transferido para o Ginásio da CCE, aonde foi realizado um campeonato de skate no estilo game of (manobras de solo). O campeonato foi divido em quatro baterias formadas por nove skatistas cada. Itararé foi campeã em três baterias, com os atletas Paulo Roberto, Jeferson Jé e Luan Vinicius. “Agradecemos a presença de todos os skatista de Itararé, que mais uma vez repre-

sentaram a cidade em um evento regional”.


09

31 de julho de 2013

“Clube da Luta” faz sua primeira assembleia oficial na Câmara Municipal

N

a quinta-feira (25), às 20h, no plenário da Câmara Municipal de Itararé, aconteceu a primeira assembleia oficial do “Clube da Luta”, um movimento popular visando reinvindicações nas áreas de emprego, educação, saúde e demais áreas de interesse público popular. O grupo surgiu a partir do período de manifestações ocorridos em todo o Brasil, do qual Itararé não ficou de fora, e que uniu personalidades e formadores de opinião de nossa cidade, que resolveram criar um grupo ativo, de participação política reconhecido pelo poder público municipal. O grupo conta com o apoio de todos os cidadão para levantar os principais problemas de nosso município e ir em busca de soluções, pois como disse a professora de História Mariana Pinto, representante do grupo: “Vamos ficar em casa xingando no Facebook? Não! Vamos à luta, pois não basta apontar um problema, tem que se apontar uma solução.” O Clube da Luta já foi recebido pela prefeita e levaram as primeiras reivindicações, resultantes da manifestação ocorrida na cidade nos mês passado. Posteriormente seus repre-

sentantes se reuniram também com a então secretária da Saúde e com a secretária da Educação, para discutir problemas levantados pelo povo e também escutar o que esses representantes têm a dizer em relação a essas áreas do nosso município. “Nós pusemos eles no poder para trabalhar para nós. Eles vão ter que trabalhar”, proferiu Mariana na assembleia. O grupo também mostrouse favorável à proposta do vereador Willer de buscar a federalização da Santa Casa. “O dinheiro dos impostos existe e com a intervenção nós estamos pagando a conta duas vezes”, ressaltou. Para eles a intervenção não passa de uma forma de tirar do poder público a responsabilidade que ele tem de cuidar da Saúde. Mariana também enfatizou: “Quando se chega ao hospital, principalmente porque você está numa situação de vulnerabilidade ou de um parente, você tem que ser bem recebido, afinal é um lugar público”. A assembleia contou com a participação de umas 20 pessoas da sociedade civil. Do poder público esteve presente o vereador João da Égua, que ao final fez uso da palavra e parabenizou a iniciativa dos presentes.

Em entrevista à nossa equipe de reportagem Mariana Pinto falou um pouco a respeito do grupo: IN – O que é o Clube da Luta? Mariana – Nós somos um movimento autônomo, sem vínculo partidário, entretanto temos a ideia de discutir com a população, trabalhar as reivindicações da cidade, o que está faltando ao povo, discutir e trabalhar em cima de movimentação política, para que os serviços públicos melhorem, tanto que o “sobrenome” do grupo é “por saúde, trabalho e educação”. Nós queremos que os serviços públicos sirvam ao povo cumprindo assim a sua obrigação de fato. IN – Como ele surgiu? Mariana – Ele surgiu a partir de uma iniciativa da jornalista Aline. Nós fizemos uma manifestação aqui de apoio aos protestos que ocorreram no país todo durante todo esse tempo, a qual me referi como “primavera dos povos brasileiros”. A partir dessa movimentação nós sentimos a necessidade de nos organizar para mobilizar a população, para que juntos os objetivos sejam alcançados de maneira concreta, que as indicações sejam concretas e a discussão de fato aconteça. IN – Quais foram os “frutos” do movimento até agora? Mariana – Nós tivemos uma reunião no gabinete com a prefeita, na qual nós discutimos uma pauta reivindicatória, que está disponível em nossa página do Facebook, a respeito de saneamento básico, saúde e educação. Tivemos posteriormente uma reunião com a secretária da Saúde, depois com a secretária da Educação, que são as devolutivas que nós demos aos presentes aqui nessa assembleia de hoje, e também partici-

pamos de um programa, na Rádio 88 FM, onde falamos um pouquinho do grupo e da situação política do Brasil. No momento tivemos a assembleia também e pretendemos levar mais para frente isso, nos reunir com certa periodicidade, nos organizar e fazer uma agitação política de fato. IN – Como vocês foram recebidos pelo poder público? Mariana – Nós fomos bem recebidos. De fato foram eles que estenderam o convite a nós e criamos um canal direto com eles. Nós não temos uma obrigação para com eles, nossa obrigação é para com o povo. Dialogamos com eles e obviamente, nos receberam bem. Acho que tem que ter essa troca, mas o nosso canal direto é com o povo. IN – Qual é o atual motivo de engajamento do movimento? Mariana – O que está agravando de fato é o problema da Saúde. Temos a construção de unidades de saúde básicas, que são os postos, mas a Santa Casa, que está agonizando, tem sido o nosso foco, até porque é

o que a população tem reclamado mais. Colocamos então a proposta da federalização, onde a Santa Casa passa de entidade filantrópica para uma entidade 100% pública, financiada pelo Estado, e que o atendimentos das pessoas seja mais digno e com mais qualidade, totalmente gratuito. Essa decisão foi tomada em conjunto com o pessoal. Eu, o José Rodolfo e a Aline discutimos isso, colocamos o manifesto na rede social e discutimos na assembleia. Como eu disse nós ouvimos sobre a Santa Casa na escola e na rua, de que ela está agonizando. Nós não podemos perder um hospital. IN – Qual o seu parecer sobre a reunião de hoje? Mariana – Eu acho que, embora nós não tenhamos uma participação massiva, uma Câmara lotada, é sempre positivo. Discutir com a população é sempre construtivo. Três cabeças não pensam mais do que dez, do que quinze. Então eu acho que foi positiva sim. IN – O Clube da Luta realiza-

rá reuniões periódicas a partir de hoje? Mariana – Pretendemos. Vamos nos organizar, afinal eu e o José Rodolfo vamos voltar às nossas atividades como professores. Estávamos de férias, mas vamos nos organizar, arrumar um local, seja ele em espaço aberto ou não. As reuniões não serão necessariamente sempre aqui na Câmara, quando nós pudermos usar esse espaço vamos, nós vamos usar os espaços que possam ser usados. IN – Que mensagem vocês deixam à população? Mariana – Eu convido toda a população a participar, principalmente a juventude. Eu acho que esse é um momento ímpar e pensando historicamente, acredito que temos que aproveitar todos os momentos. Temos sempre que estar organizados e temos que estar de olho no que está acontecendo em nossa volta. Nós fazemos política todos os dias e eu acho que temos que ser membros ativos da nossa história.

Legislativo altera regra para a abertura de Comissão Especial de Inquérito Na sessão de segunda-feira (22), foi aprovada por unanimidade alteração no regimento interno da Câmara que define as regras para abertura de uma CEI - Comissão Especial de Inquérito. Agora, com requerimento assinado por pelo menos cinco dos treze vereadores a CEI já deverá ser instaurada, não havendo mais a necessidade do plenário aprová-la por maioria absoluta - sete votos como disposto anteriormente. Esta mudança no regimento segue o que já determina a Constituição Federal e tem também como objetivo preservar o direito das minorias. Comissões Especiais de Inquérito são propostas para apurar irregularidades sobre um fato determinado dentro do município e tem poder de investigação próprio de autoridades judiciais. A Comissão emite relatório com sugestões de medidas a serem tomadas

e, se for o caso, encaminha ao Ministério Público para que se promova a responsabilidade civil ou criminal dos infratores. Comentários dos vereadores

“A Mesa, ao propor esta mudança, está cumprindo o que determina jurisprudência do STJ e adequando esta Casa de Leis ao que diz a Constituição Federal”? Vereador Zeca da Cofesa, presidente da Câmara.

“Esta regra está na Constituição desde 1988. Se Itararé tivesse mudado antes muita coisa errada provavelmente poderia ter sido evitada” ? vereador Zetão. “Parabenizo a Mesa por sua

preocupação em seguir a orientação da lei” ? vereador Laércio Amado. “Se não há nada a esconder, não há porque impedir a formação de uma CEI” ? vereador Dr. Willer.

“Nesta noite se faz uma correção de ordem constitucional para que esta Casa possa legislar com coerência e sabedoria, mas também respeitando a minoria quando uma apuração se fizer necessária” ? vereador Dr. Junior. “O Brasil tem jeito, a começar pelas cidades. Com esta mudança Itararé está caminhando para a moralização política” ? vereador Rodrigo Fadel. “Fui contra a instalação da CEI no caso da funcionária da Saúde por entender que o Executivo reconheceu e corrigiu seu erro, mas voto favoravelmente a esta resolução” ? vereador Marcos Vincenzi. “Não temo a repercussão na mídia. Voto sempre pelo que for melhor para o povo e pela transparência que eu sempre defendi” ? vereador João Vieira. Assessoria de Comunicação - Câmara Municipal de Itararé


10

31 de julho de 2013


11

31 de julho de 2013

Empresa de confecção gera novos empregos

I

tararé recebe empresa de confecção, no ramo de corte e costura, que pretende gerar 30 novos empregos de início no município. Das 30 vagas, 25 são para costura em máquina e 5 como auxiliares e demais serviços. As vagas são para a população em geral, porém grande parte está destinada aos profissionais que se formaram no curso de corte e costura oferecido pelo SENAI, trazido a Itararé pela Secretaria da Indústria e Comércio, e que até o momento já formou duas turmas completas de costureiras. A empresa, denominada “MFC Campos Confecções” está sendo montada no antigo barracão, onde funcionava a préescola Esther Carpinelli no Jardim Alvorada, e já conta com todos os equipamentos necessários, incluindo máquinas modernas de costura profissional. Nossa equipe de reportagem entrevistou Dirceu Vieira, secretário da Indústria e Comércio, o proprietário da empresa Márcio Fernando de Campos e o vereador Lúcio Mariano, os quais falaram sobre a geração de emprego e renda na cidade, acompanhe: IN – Como o senhor vê a instalação desta empresa em Itararé? Dirceu Vieira – É um grupo que veio para nos ajudar a resolver o problema de emprego.

Os donos são de Itaguaí, uma cidade típica no ramo de costura, que possui 10 mil habitantes, mas têm 15 mil funcionários. Lá a mão de obra tem um valor alto. Baseado nisto, procuraram descentralizá-la. Eles então procuraram a Secretaria e por meio de uma reunião com o vice prefeito e com o vereador Lúcio, chegamos em concordância que deveríamos trazê-los para Itararé. IN – Qual foi o atrativo para que a empresa se instalasse aqui? Dirceu Vieira – Falando com a prefeita tínhamos um barracão que antes era de uma préescola e que estaria sendo reservado pela Secretaria para montar uma cooperativa de costura, pois esse era nosso sonho, mas como eles apareceram para nós foi uma “mão na roda”. A prefeita pediu para estudarmos

o caso e foi montado então um grupo e chegamos à conclusão que deveria ser cedido o barracão a eles como um incentivo da Prefeitura para que se tornasse realidade. A Prefeitura vai ceder o barracão, pagar água e a energia durante seis meses, renováveis por mais seis. IN – Quantos empregos irão gerar? Dirceu Vieira – Em contrapartida eles começam com 30 funcionários e se Deus quiser vão chegar há 100 logo. A Prefeitura está engajada a trazer indústrias e emprego a Itararé, pois nossa meta é gerar emprego e renda. Desde que assumimos em janeiro esse é o primeiro fato concreto, mas estamos trabalhando em várias frentes, inclusive temos a empresa Ecolamber, que estava praticamente com suas atividades paradas

no Distrito e mantendo contado com Claudio Bernardes, ele falou da possibilidade de vir a Itararé para montar um fábrica de batentes. Alinhavaram-se os estudos e eles já estão montados e a previsão é de mais 40 empregos. Às vezes você vê pessoas de Itararé falando com muito desânimo, mas não, estamos animados e acreditamos que em um futuro próximo esses 20 anos que Itararé ficou, digamos, abandonada e adormecida, ele se revitalizará e tornará realidade os sonhos que essa administração tem. IN – Como tem sido a busca em trazer novas empresas e empregos pela Secretaria? Dirceu Vieira – A Secretaria da Indústria e Comércio é nova, possui apenas 1 ano e meio, mas tem muito a ver com o que está acontecendo nos dias de hoje. Gosto muito de lembrar que quando eu fui candidato à viceprefeito meu sonho era essa Secretaria, porque eu milito no comércio desde 1999, quando pela primeira vez eu fui presidente da Associação Comercial. Graças a Deus hoje eu tenho condições de estar participando e fazendo com que o futuro se torne o nosso presente. IN – Como surgiu esta ideia de instalar esta fábrica na cidade? Márcio Fernando – Nós começamos analisando um lugar

para instalar a empresa e como Itararé não tinha fábrica de jeans fomos à procura da Secretaria do Comércio. Eles conversaram e nos cederam o barracão. Nós já tínhamos todo o equipamento e as máquinas da fábrica em Itaguaí. Aqui serão confeccionados calças jeans, saias e shorts. O material já vem cortado de São Paulo e Americana, nós efetuamos a montagem e mandamos de volta. IN – Como serão distribuídas as vagas? Márcio Fernando – As vagas para trabalhar aqui é para a população de Itararé em geral, porém algumas estão destinadas às pessoas que fizeram o curso do SENAI de corte e costura. Para remanejar as máquinas tem que ter experiência, afinal são máquinas modernas e rápidas de se manusear. Até agora já tivemos umas 130 pessoas, que vieram deixar seus nomes em busca das vagas de emprego, fora o pessoal do curso. Vamos selecionar conforme o nível de experiência. A inauguração da fábrica está prevista para ser no dia 07 de agosto, porque ainda estamos no aguardo do CNPJ e do AVCB do Bombeiro. IN – O que o senhor diria desta conquista para a cidade? Vereador Lúcio – Estou muito feliz de ver mais essa conquista e como eu disse em meu discurso na tribuna da

Câmara, que essa seja a primeira de muitas que nós estamos pleiteando para Itararé. Estamos já entrando em contato com outros empresários também, para que possam e queiram vir investir na nossa cidade. Eu faço parte da Comissão Municipal de Emprego, então quando eles nos procuraram nós nos reunimos, estudamos, depois surgiu o local adequado àquilo que eles precisavam e fluiu. Estamos felizes por ter dado certo. Esse é um período muito propício para o surgimento dessa empresa, que veio a calhar com o curso que o SENAI está proporcionando, de corte, costura e modelagem. Claro que nem todos que fizeram o curso virão para trabalhar aqui, porque irá iniciar com 26 a 30 empregos, mas como essa mão de obra está qualificada, vai chamar a atenção de outros empresários que, se não vinham para cá era porque não tinha mão de obra qualificada, e hoje com o curso, com a qualificação, Itararé tem mais condições para trazer mais indústrias. Eu gostaria de deixar aberto às pessoas que querem investir em Itararé e dizer que estamos abertos para conversar, fazer uma intermediação junto à administração, para que venham a investir junto de nossa cidade.

Prefeitura reinaugura Padaria Artesanal A Prefeitura Municipal de Itararé, através do Departamento de Suprimento Escolar (órgão da Secretaria de Educação), reinaugurou, no último dia 26, a Padaria Municipal. Localizada na XV de novembro, 931, a nova padaria conta com um ambiente maior e mais higiênico para a produção diária de 10 mil pães, que são destinados à crianças, jovens, idosos e pacientes. De acordo com o chefe de departamento, Fábio Moreira, o prédio atende as exigências da Vigilância Sanitária e do Corpo de Bombeiros. “A instalação elétrica foi feita de acordo com a NR 10, requisitos e condições que garantem a saúde e a segurança dos funcionários”, explicou. Segundo informações do setor, a padaria conta com uma

seladora para embalar o material produzido pelos padeiros, de modo a evitar a contaminação do produto durante o transporte. Todos os equipamentos passaram pelo processo de retificação, reforma e pintura. A nutricionista Mariah Nogueira e a responsável pela merenda escolar, Camila Schandler, ministraram cursos de Boas Práticas de Higiene e Manipulação de Alimentos aos funcionários, que além da capacitação, receberam novos uniformes. “Inicialmente a padaria voltará a produzir pães hot dog (cachorrinho), mais já está sendo verificado a possibilidade de em breve ser diversificado o cardápio oferecendo outros tipos de pães, bolos e tortas”, disse Fábio Moreira. Para a prefeita Cristina Ghi-

zzi, a padaria municipal é muito importante, haja vista a distribuição aos alunos e pacientes que fazem consultas e tratamentos em outros municípios do Estado de São Paulo. “O objetivo é oferecer um produto saudável e saboroso, bem como

propiciar aos funcionários da padaria, um local adequado para o manuseio dos pães”, concluiu. Em entrevista à nossa equipe de reportagem, a prefeita Cristina Ghizzi, o chefe de departamento Fabio Moreira e a secretária da Educação Cidinha Damásio falaram sobre a reintegração deste benefício, confira: IN – O que significa poder oferecer mais este benefício? Prefeita – É mais uma benfeitoria que a nossa administração oferece para diferentes setores que se beneficiam da nossa padaria. O nosso objetivo maior tem que ser o de atender as escolas, porém nós também atendemos outros segmentos. Então este, dentre todos os compromissos que temos que é o de ir ao encontro àquilo que a população de Itararé espera de uma administração pública, es-

tamos cumprindo. Hoje é um momento de grande alegria, logo as crianças vão voltar para a escola e eu tenho certeza que elas vão receber um pão feito com muita higiene, de ótima qualidade, e, mais do que isto, nós vamos otimizar esta padaria. Nós não estamos aqui para ficar fazendo o tal do “pãozinho pedagógico”, como é conhecido. Nós queremos melhorar muito aquilo que vai para as escolas e para as nossas crianças. Essa é a nossa alegria, poder oferecer cada vez mais e melhor ações que a Prefeitura tem a obrigação de cumprir e que nós estamos trabalhando para cumprir. Secretária da Educação – É uma conquista realmente. Quando nós chegamos na padaria foi que vimos a situação de higiene que estava e a Cristina disse que a partir daquele dia iríamos fechar aquela padaria e fazer outra. Esse é um fragmento da Prefeitura, que para nós vale muito, porque aqui vai ser produzido o pão, que é o alimento das crianças. Essa conquista para mim foi realmente, digamos, um desafio, porque foram 90 dias de padaria parada e nesse tempo tivemos que acreditar que isso iria acontecer, pois não achávamos cômodo para fazer isso. Quando desmontamos o forno também achávamos que não iríamos achar as peças para recuperá-lo. Foi um

desafio muito grande, então estar aqui hoje é motivo de muita alegria. Fábio Moreira – Nós levamos muito a sério nosso trabalho com merenda escolar, pois é um trabalho social, afinal alimentamos crianças. A padaria, quando entramos nesse Departamento um dos nossos objetivos era ter um novo lugar, que atendesse tanto as exigências da Vigilância Sanitária, quanto do Corpo de Bombeiros, na questão da segurança aos funcionários. Procuramos na cidade e não encontramos um local adequado. Foi então que achamos uma pessoa disposta a construir e alugar para nós, fazendo de acordo com o que nós queríamos. Nós gostamos daqui por ser um lugar grande, onde vai dar para fazer toda a produção diária de 10 mil pães, que terá início dia 01 de agosto para as escolas. Os equipamentos são todos os mesmos, mas foram reformados, retificados e pintados. Nossos padeiros estão passando por um curso de aperfeiçoamento e capacitação e receberam uniformes novos. Para o ano que vem nós pretendemos diversificar os produtos que vão para as escolas, incluindo bolos e tortas, porém tem que ser para o ano que vem, porque tem que passar por um planejamento, cálculo de verba e tem que ser licitado o material.


12

31 de julho de 2013

Prefeitura adquire sete novos veículos com recursos próprios

A

Prefeitura municipal de Itararé adquiriu sete veículos 0 Km, modelo Gol, cujo investimento foi de R$ 167.650,00, com recursos próprios, que visa melhorar a qualidade do serviço público. Os

veículos deverão ser utilizados por servidores das secretarias municipais e para o transporte de pacientes. A aquisição se deu por meio do Processo licitatório com o Pregão Presencial nº 31/2013.

De acordo com o secretário de Administração, Eduardo Gradin, “os novos veículos proporcionarão um melhor atendimento aos cidadãos, além de contribuir para a melhoria do uso dos recursos públicos municipais”.

um transporte de qualidade e com segurança. A prefeita Cristina Ghizzi informa que os veículos são apenas um investimento inicial de um projeto mais amplo, onde todos os setores serão contemplados. Cristina disse ainda que a melhoria das ruas e estradas municipais é uma prioridade para que a preservação dos veículos adquiridos seja mantida. Confira: IN – O que a senhora nos diz a respeito da conquista dos car-

ros para o setor público? Prefeita – Nós adquirimos sete veículos novos e é importante lembrar que com recursos próprios, ou seja, não vem de emendas de deputados, não foi parcelado e isso foi possível através de uma economia que a nossa administração fez nesses

Todos os veículos vêm equipados com cintos de segurança automáticos de três pontos e um cinto de segurança abdominal. Com os novos veículos, um grande anseio da administração foi atendido, pois irá garantir

seis meses. IN – Como isso foi possível? Prefeita – O objetivo disso tudo foi primeiramente, dizer para a população de Itararé que se as coisas forem bem feitas é possível acontecer. Nós que moramos nessa cidade sabemos que há muitos anos não se compra um carro novo, com exceção da Educação, que tem recursos próprios. Então o nosso objetivo é permitir que algumas Secretarias nossas, não

todas ainda, tenham como se locomover, porque eles estão literalmente a pé. Nosso objetivo é destinar alguns carros para a Saúde, Serviços Gerais, Agricultura, Habitação, Meio Ambiente e para a Fiscalização, que é a Secretaria de Desenvolvimento. Eu quero dizer ao povo de Itararé que, quando virem esses carros nas ruas, saibam que o dinheiro público está sendo bem empregado no município de Itararé.

Executivo assina convênio que Comissão de funcionários da Santa Casa adquire equipamentos e produtos prevê carros para a Saúde A comissão de funcionários da Santa Casa de Itararé adquiriu uma impressora laser, colchões e contratou reparos e consertos na porta de acesso ao Pronto Socorro.  A verba usada é proveniente dos eventos realizados pelos funcionários da Santa Casa por meio da renda obtida nos últimos meses: pastelada na Praça São Pedro e Parque Ecológico da Barreira, além da Cavalgada em prol da entidade. A impressora laser vai auxiliar os setores de faturamento, segurança do trabalho e farmácia. Nos 30 colchões hospitalares de densidade 33 marca, american flex foram investidos R$ 8.178.30. A Comissão estuda outras benfeitorias que estão sendo analisadas para melhorar os trabalhos da Santa Casa. O próximo evento será o Miss Itararé 2013 que acontece no dia 24 de agosto no Clube Atlético Fronteira.

A prefeita Cristina Ghizzi esteve na cidade de São Paulo, no dia 17 de julho, no Palácio dos Bandeirantes, para assinar o convênio que prevê um veículo Van, de 16 assentos e uma Mini-Van, de 7 lugares. “É muito importante assinar convênios assim. Precisamos de melhorias em todos os setores, mas a Saúde é um ponto delicado e temos que oferecer melhores condições aos cidadãos itaraeenses”, declarou a prefeita. A verba desse convênio é proveniente de emenda parlamentar do deputado estadual Geraldo Cruz e já passou pelo DRS XVI (Departamento Regional de Saúde em SOROCABA). No mo men to o mun icíp io aguarda a liberação do recurso. (Ass. de Imprensa)

Voluntários participam da Ação do Coração 2013 A Associação Eduardo Furkini foi criada em homenagem ao ator santista que disseminou a ação do coração pelo Brasil, com intenção de motivar as pessoas

a doarem ”AMOR”, estimular a generosidade e ressaltar os valores que precisam estar em nossos corações. A Ação do Coração 2013,

traz o tema “Tempo Presente: de doar, de perdoar, de paz”. Itararé participa com algumas oficinas formada por cidadãos voluntários e com o apoio da Prefeitura Municipal. A ideia é que cada coração seja recheado com bons sentimentos para que o amor, a paz e o perdão sejam transmitidos a quem os receber. Os corações confeccionados pelas oficinas serão enviados para AEF Associação Eduardo Furkin, na cidade de Santos, onde será feita a redistribuição na Praça Maúa no próximo dia 02 de agosto.


13

31 de julho de 2013

Município participou da 1ª Copa Internacional de Futebol Infantil

I

tararé participou da 1ª Copa Internacional de Futebol, que terminou no último dia 21 em Itaberá. As equipes da cidade tiveram desempenhos satisfatórios ficando em 2º lugar, na categoria 1996, quando perdeu por 01 a 02 contra os donos da casa. Em entrevista à nossa equipe de reportagem, o técnico Eurico Marques falou sobre este evento, bem como assinalou que em janeiro de 2014, a Copa poderá ser realizada em Itararé, confira:

IN – Qual o seu parecer sobre essa 1ª Copa Internacional? Eurico – A Copa foi realizada do dia 14 ao 21 na cidade de Itaberá. Nós tivemos sete categorias, dos nascidos de 1995 até 2003. Conversando com a Pre-

feitura de Itaberá, com o prefeito José Caetano, a Copa lá foi um verdadeiro sucesso. IN – Como foi receber os outros países aqui na região? Foi um desafio? Eurico – Sim, sem dúvida. A Copa em si já é um grande desafio imagina tendo as equipes internacionais. Infelizmente o Grêmio do Chile, que viajou 3 dias e 3 noites para chegar em Itaberá, teve um acidente grave na Argentina, onde o motorista e um jogador da agremiação ti-

veram que ser hospitalizados, retornando para o Chile em estado gravíssimos. Graças a Deus não teve nenhum óbito. Mas eles chegaram a competição com oito jogadores, contundidos e sem condições de jogo.

Tiveram que fazer os curativos na cidade de Itaberá e com isso o Chile participou de duas categorias e desistiu de uma, devido à falta de atletas. Mesmo assim, eles vieram para o Brasil, fretaram outro ônibus na Argentina e foi um transtorno, pois demoraram muito para chegar, mas participaram da competição e eu acredito que tiveram êxito, pois ficaram em terceiro lugar. A seleção paraguaia, devido a problemas de documentação não conseguiu chegar até a competição. Mas, nas competições de janeiro com certeza o Paraguai, o Chile e a equipe da Argentina virão também. IN – Devido a problemas burocráticos a Copa não pode ser realizada em nossa cidade. Porém, na sessão da Câmara Municipal do dia 22 de julho vários vereadores manifestaram apoio ao seu trabalho e a trazer novamente a Copa para Itararé. O que isso representa para o senhor? Eurico – É muito importante, sem dúvida. Eu fui há três meses conversar com a prefeita municipal Cristina Ghizzi, juntamente com o vereador Willer, para que fizéssemos a organização em parceria com a Prefeitura para a Copa Mercosul, que já é tradicional em nosso município, inclusive na gestão anterior foi aprovada uma lei, com o evento no calendário oficial do município todo mês de janeiro. Eu ia fazer no mês de julho. A

prefeita então iria me dar o aval para fazer a Copa aqui, mas devido a alguns problemas com as escolas, que segundo ela passariam por algumas reformas, deixou claro que no mês de janeiro de 2014 faria a Copa aqui. Então esperamos que em janeiro de 2014, em parceria com a Prefeitura, nós a sediaremos. O comércio e o povo aguardam ansiosos pela Copa, pois de certa forma ela indica aquecimento comercial da região. O apoio dos vereadores é importante, porque eles já conhecem o meu trabalho, já fizemos uma Copa ano passado na cidade de Bom Sucesso de Itararé com 30 equi-

pes e Itararé já sediou três Copas com outra empresa há três anos. Então, agora que nós temos a nossa empresa, não só por estar situada em Itararé, teríamos a condição de fazer um evento grande aqui. Itararé comporta até mais equipes do que Itaberá e Bom Sucesso, por ser uma cidade de maior porte. Seria importante para Itararé porque, não só como eu disse o comércio quer essa Copa aqui, como também o mais importante é o intercâmbio sócio cultural entre os atletas participantes dos países da América Latina e também de diversos estados do Brasil.

Equipe Itararé Adventure na 1ª Maratona Mountain Biker de Itaí Aconteceu no último dia 21, a 1ª Maratona de MTB de Itaí, prova válida pela 4ª etapa Copa Sudoeste Paulista de MTB, a qual

contou com a presença de mais de 130 atletas da nossa região com um percurso de 50 km pelas estradas rurais entre plantações de cana. A prova que era para ser rápida por não ter grandes altimetrias foi surpreendida por uma subida de 2 quilômetros com muito barro, impossível de pedalar ou até mesmo empurrar as bikes. Muitos atletas tiveram sua bicicletas quebradas, sendo obrigados a abandonarem a prova. Novamente nossos atletas estiveram presentes representando Itararé. Otávio Prego, Osmin Ferraz e Reinaldo Fortes foram em busca dos pontos no campeonato. O destaque da prova ficou com Otávio na categoria elite, que concluiu os 50 km em 2h23, ficando em 4ª na cate-

goria e em 15º na geral. Osmin na categoria máster A, concluiu em 2h42, ficando em 9ª na categoria e em 41º na geral. Reinaldo fazia uma boa prova, mas após o trecho com barro teve um problemas mecânicos e terminou os 20 km restantes correndo e empurrando a bike e concluiu em 3h15, ficando em 11ª na categoria e em 99º na geral. Com esses resultados todos somaram pontos para a próxima etapa que será no dia 25 de agosto em Itararé. No fim de semana Reinaldo esteve em Orlândia, norte do Estado em mais um desafio. Agradecimentos: Bazar Cristal, Amazon Representações, Du Bike, Miraluz, Auto Posto Estradão, Fazenda Gamelão, Jornal O Guarani e Jornal Itararé News.

IN – Quer deixar alguma mensagem? Eurico – Eu queria agradecer o apoio dos vereadores de Itararé. Acredito que a prefeita também quer a Copa na cidade, porque ela, além de ser prefeita, é educadora e todo mundo sabe disso, vão participar as crianças e os adolescentes não só do município como de outros estados e países. Isso é muito importante para Itararé, principalmente para o turismo receber essas equipes, falantes de outras línguas. Eu acho que, com a parceria da Prefeitura temos tudo para dar certo em janeiro de 2014.


14

31 de julho de 2013

1ª Vara tem novo juiz A Comarca de Itararé conta com novo juiz, o Dr. Anderson Pestana de Abreu, que irá atuar à frente da 1ª Vara Judicial. Apesar do pouco tempo na cidade, Dr. Anderson teve boas recomendações sobre Itararé e disse ter gostado do lugar e da receptividade, conforme nos contou em entrevista, confira: IN – De onde o senhor veio? Juiz – Eu vim de São Paulo. IN – Em que vara atua?  Juiz – Na 1ª Vara Judicial. IN – Por que escolheu Itararé para trabalhar? Juiz – Por indicação de outros juízes, que já atuaram na Comarca. IN – Qual a sua impressão do município de Itararé? Juiz – Gostei muito da cidade e da população, fui muito bem recepcionado. 

IN – Qual a sua expectativa quanto à cidade? Juiz – Apesar do pouco tempo em que estou na cidade, tive ótimas impressões do local e da população. IN – Existem muitos processos parados na sua área? Juiz – O grande número de processos e o excesso de trabalho são inerentes à função de magistrado na atualidade. Na 1ª Vara tramitam aproxima-

damente 1.100 processos na área criminal, 3.100 na área cível/família e são 2.200  execuções fiscais. Com exceção aos que aguardam alguma providência das partes, não há processos parados. IN – Que mensagem o senhor deixa a população? Juiz – Espero retribuir o respeito, a confiança e a boa recepção a mim dispensados neste momento.


Quarta-feira, 31 de julho de 2013

Pop Hour

SUPLEMENTO ESPECIAL DO JORNAL ITARARÉ NEWS


02

Ki Pastel do Heranรงa

31 de julho de 2013


03

31 de julho de 2013

Funcionário Nota 10

Destaque Empresarial Douglas Eduardo Bueno é gerente da Loja Ortobom. Douglas já está há mais de 12 anos no ramo comercial e agora está trabalhando com o Grupo Queiroz Neto, na loja Ortobom desde a sua inauguração, sempre atendendo com muito carinho e dedicação aos seus clientes. 

Rodrigo Gaia é dono da empresa Doutor Reparos. Há 6 anos no ramo de serviços elétricos, instalações em geral, pinturas, consertos e limpezas de casa residenciais e comerciais, possui Ótimos preços e grande qualidade no serviço. 

Nos próximos dias o clima astral tende a ficar mais calmo. É hora de se comprometer com algo mais concreto, fazer de alguns sonhos a matéria prima para uma vida pessoal consistente e segura. Que os sentimentos sirvam de impulso para posturas mais firmes e constantes.

Agora é a minguante lunar quem faz do movimento interno a baliza para varias posturas no mundo externo. Quem são seus amigos? E com quem você pode contar? Além de sentir, captar e imaginar, o que mais você pode fazer com eles? Participação é meio de realizar intenções.

Enquanto você focalizar seus talentos e o que pode realizar com eles, é importante sentir até onde eles podem ser concretizados, ou como eles se traduzem em beleza, equilíbrio, justiça. Nesta busca por equilíbrio, a sofisticação maior será brindar a natureza e a vida.

Semana começa em ritmo menos afoito, a impulsividade cede aos exemplos do passado que servem de baliza para decidir o futuro. De tempo você entende; e assim é que os que interrompiam você agora querem ouvi-lo. Beber de suas palavras sabias é presente para eles.

Lua em Touro: a minguante lunar ocorre num momento astral propício a deixar de lado o que você já percebeu que não tem valor em seu presente. As pessoas vêm e vão e quem realmente está do seu lado? Quem, num segundo, enxerga sua alma num simples olhar displicente?

A Lua minguante de hoje inaugura período ótimo para você pesar na balança o quanto está dando de si na carreira. O fruto do que vem fazendo está sendo colhido agora. O que de bom você obtem deve ser mantido, é caminho frutífero e fértil. O resto já pode deixar minguar mesmo.

Mesmo mirando o alvo maior, as metas mais importantes, é bom começar a prestar atenção nas parcerias que você forma. Depende delas, em parte, o sucesso de alguns objetivos realmente grandes. Se você escolhe parceiros certos, tudo bem. Senão, é hora de cortar!

Por mais que você esteja conectado com pessoas importantes em sua vida, é urgente preservar uma certa intimidade em casa. A privacidade é condição para manter a paz. E também um filtro importante: com quem é que você consegue conviver bem? Perguntas da Lua minguante.

A partir de hoje e por alguns dias, vigora o ritmo intimista da Lua minguante. Período de balanço, de descarte do que não deu certo, pede silencio em volta e mergulhos mais sérios em áreas delicadas. Por exemplo, até onde sua alergia a realizar ideias o prejudicou? Pense a respeito.

Sob um clima astral benevolente de Vênus e Júpiter a seu favor, sensível e benquisto, você também vibra em ressonância com a Lua minguante em Touro, intensificando este momento de favorecimento e facilidade. Momento lindo para o afeto entre amigos.

Vênus e Júpiter formam hoje um ângulo bonito, fácil, que soma receptividade com intuição, auxiliando decisões importantes no campo amoroso e financeiro. É também dia de mudança da fase lunar. Na minguante deste mês, o desafio é tornar rotineiras suas crenças.

Lua e Saturno formam um leve contato tenso até o inicio da tarde, perturbando o bom fluxo emocional; depois, é a Lua minguante, que para você traz a conclusão, nos próximos dias, de suspeitas sobre novos caminhos a percorrer. Rejeitar caminhos ineficazes será necessário.


04

31 de julho de 2013

Happy Birthday

Nevil – 31/07

Nataly – 06/08

Lethícia – 31/07

Junior – 31/07

Jéssica – 06/08

Hebert – 01/08

Hannia – 01/08

Gabriela – 01/08

Gabriel – 01/08

Fernanda – 03/08

Felipe – 01/08

Everton – 31/07

Deividy – 05/08

Darlene – 04/08

Dani – 05/08

Cristiano – 02/08

Cristiane – 04/08

Bruna – 02/08

Antonio – 02/08

Adolfo – 06/08

Wellington– 04/08

Tiago – 31/07

Paulo – 03/08

Patrícia – 31/07


31 de julho de 2013

Hangar 18

05


06

31 de julho de 2013


31 de julho de 2013

Ed Show - Craveiro e Cravinho

07


08

31 de julho de 2013


Jornal Itararé News edição 030