Page 1

R$ Editor-chefe: Kiko Carli Ano I - Edição 039

2,50

Quarta-feira, 02 de outubro de 2013

www.jornalitanews.com.br

Horta Municipal é beneficiada pelo Estado e contará com estufa

Marcos Vincenzi pede separação de Secretarias O vereador Marcos Vincenzi fez indicação ao Executivo sobre a possibilidade de desmembramento das Secretarias de Desenvolvimento e de Serviços Municipais, visando a criação de três novas pastas: Secre-

A secretária de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, Mônika Bergamaschi, destinou para Itararé uma estu-

fa, através do Projeto Hortalimento, da Coordenadoria de Desenvolvimento dos Agronegócios (Codeagro). Este benefício

atenderá a produção de hortaliças para as entidades cadastradas do município. A estufa tem espaço total de 360 m² destina-

dos ao plantio, sendo o valor concedido ao projeto por parte da SAA de R$ 19 mil. Detalhes na página 10.

Caminhão arrebenta cabos e deixa moradores sem telefone

taria de Planejamento, Secretaria de Obras Públicas e Secretaria de Serviços Urbanos. Segundo o vereador, tal atitude resultaria em pastas mais atuantes na prestação de serviços para o município. Página 08.

Terreno baldio em frente à creche é alvo de críticas Em várias sessões da Câmara Municipal, os vereadores têm criticado o estado em que se encontra o terreno situado em frente à Creche Municipal Hermínio Lajes, no final da Rua XV de Novembro. Segundo ele o terreno é de propriedade particular, porém o local encontra-se

com mato alto, servindo como descarte ilegal de lixo e restos de construção, que acabam acumulando água, resultando na proliferação de mosquitos. Além disso há ratos e animais peçonhentos, que causam preocupação aos moradores e aos pais dos alunos. Página 09.

Um caminhão que transportava uma máquina agrícola em sua carroceria veio a enroscar na fiação telefônica presente na esquina das Ruas Gaudêncio Machado e Pedro Lobo Ribeiro. O ocorrido causou sérios danos à fiação telefônica, que foi arrancada por toda a extensão da quadra. O condutor teria descido do veículo, desenroscado a fiação do mesmo e depois fugido. Página 05.

Maçonaria realiza palestra antidrogas para adolescentes Professor de Jiu Jitsu é o primeiro lutador faixa preta da cidade O lutador Juliano Baraqueti, professor de Jiu Jitsu na Academia Artforma, dedicou grande parte de sua vida à citada arte marcial. Devido aos anos de dedicação ao esporte, pois treina desde os 12 anos de idade, ele foi graduado faixa preta em Jiu Jitsu. Na semana passada, Juliano esteve no Rio de Janeiro, onde recebeu a certificação de sua faixa preta das mãos do Grande Mestre Flavio Behring, um dos mais respeitados professores do esporte brasileiro, sendo também um dos únicos faixas vermelhas do mundo. Página 11.

A Loja Maçônica Renascer de Itararé, de Itararé, realizou nesta sexta-feira (27) uma palestra de prevenção ao uso de drogas. Estiveram presentes cerca de 100 pessoas, em sua maioria adolescentes. Atiradores do Tiro de guerra também compareceram. Este já é o 4º ano consecutivo em que a Loja Maçônica Renascer, fundada em 1996, realiza este evento em nossa cidade. Oobjetivo é proteger e orientar os jovens sobre o mundo das drogas. Página 07.


02

02 de outubro de 2013

Editorial

Estamos de Olho

Sem valor Nas últimas semanas, a expressão “embargos infringentes” foi ecoada aos quatro cantos do nosso país, pois por decisão do STF, acusados do Mensalão terão suas penas revistas. Todos assistiram perplexos em seus televisores esta votação, que nos deixou com muita vergonha perante o mundo. Duas questões podem ser amplamente discutidas nesta ocasião: até que ponto chega a impunidade em nosso país e em qual instituição acreditar, já que o STF, a única esperança que nos restava, acabou nos apunhalando pelas costas. E já que tocamos no assunto instituição, podemos dizer que ela está hoje falida devido aos escândalos e tropeços inconsequentes de seus membros, os quais têm denegrido a sua imagem. Hoje a integridade deu valor à descrença. A quem recorrer? Vemos frequentemente membros dessas instituições jogando lama no ventilador, fazendo o que acha (i) legal e esquecendo que deveria zelar não só por seu nome, mas também por aquilo que a instituição significa e significou ao longo de anos de luta. Manifestantes saíram às ruas em 1984 pedindo as Diretas Já, com o intuito de acabar com a ditadura, que muito rastro de sangue deixou para trás. Muitos perderam suas vidas, seus entes queridos ou ficaram mutilados e com profundas cicatrizes para nada. Hoje olhamos para os Poderes Executivo e Legislativo, por exemplo, tão almejados e fruto de muita luta dessas pessoas, terem perdido o respeito por consequência de seus membros, que não têm consciência do cargo que ocupam, sem ao menos se dar ao luxo de saber portar-se como uma autoridade. Corrupção, prostituição, bandalheira, falta de traquejo social, falta de decoro e falta de postura sempre foram inerentes em Brasília e nos demais Estados e cidades de nossa Federação, mas nos últimos anos isso parece que tem

ganhado um status maior, tanto que a população não respeita mais ninguém. Talvez esta falta de respeito seja por ela ter desacreditado nos “poderes constituídos”, não apenas os dois citados, mas também o Judiciário e a Imprensa. Ter orgulho do cargo que ocupa e fazer jus a ele deveriam ser prerrogativas para qualquer pessoa. Deveriam, mas na prática não é isso que acontece. Quantos escândalos envolvendo figuras públicas temos visto por aí? Querem realizar campanhas antidrogas, anti-álcool, antitabagismo, de direção perigosa, mas ninguém dá exemplo. Como cobrar uma política severa no combate ao tráfico, se a cada dia perdemos para as drogas uma pessoa que antes acreditava no valor das instituições, mas que vê roubos e mais roubos, como o caso do Mensalão ficar impune e acaba entrando neste mundo de vida fácil, pois saberá que com ele acontecerá a mesma coisa? Percebemos que a vida perdeu todo o sentido e que ela não vale mais nada, pois a quantidade de assassinatos que presenciamos nos últimos meses, principalmente de famílias, faz com que cheguemos a esta conclusão. Mata-se hoje e se está livre amanhã. E olha que a família era a instituição mais preciosa que existia! Bandido não tem medo de Polícia. Hoje a Polícia teme por sua vida! Político corrupto não tem medo de Cadeia. E nós vivemos com medo de tudo, pois não podemos acreditar em mais ninguém. Enquanto não tomarmos ciência de que devemos nos dar o respeito e agir perante a sociedade como cidadãos de bem, com índoles que ninguém desabone (palavra em desuso, pois hoje em dia é difícil), sem vexames em público ou extrapolando com o nome das instituições, continuaremos sendo desacatados e deixando nosso telhado com o vidro cada vez mais fino.

Importantes Lúcio Mariano – “Gostaria de parabenizar a todos os funcionários do Lar São Vicente de Paulo, que realizaram uma festa linda da Semana do Idoso”. Bela lembrança às pessoas que fizeram a nossa história e vivem no esquecimento, mas são de extrema importância para o nosso dia a dia.

Quase morto Laércio Amado – “Hoje queremos agradecer a VIVO, pois com todos os problemas que passamos aqui com a rede de telefonia, como vereadores temos que render nossas homenagens à operadora pela antena instalada no Bairro de Aparecida do Salto e no Bairro de Pedra Branca. Eu acho que esse é um mérito de nós todos, vereadores dessa Casa, porque desde que assumimos nós viemos lutando para a instalação dessa torre e para nossa alegria ela foi instalada e já está funcionando o celular em pelo menos 80% de nossa zona rural. Temos que fazer um ofício agradecendo à VIVO em nome de todos os vereadores”. Fico feliz com a afirmação do nobre edil, já que por toda a região o serviço da empresa é de quinta categoria. Já passa da hora da Vivo dar ao povo a mesma eficiência que tem ao cobrar mensalmente nossas contas. Uma vergonha.

CEI “Também é de conheci-

mento de vocês que foi aberto uma CEI sobre o problema da carne. Só para conhecimento, nossa comissão já se reuniu e já foram enviados os ofícios de início de trabalho da CEI”, concluiu Laercio. A necessidade de um bom trabalho na Comissão Especial de Inquerito é de fundamental impo rtância para to do e qu alq uer gov ern o s éri o. Quem não deve não teme...

O trabalho Willer – “Quero agradecer a Comissão de Justiça e Redação da Câmara Municipal e à todos os funcionários daqui, pois até as 16h30 nós não sabíamos se poderíamos colocar esses projetos que votaremos em sessão extraordinária. Mas devido a esforços, conseguimos colocar os projetos do caminhão de lixo, da construção da creche do Jardim São Paulo e tem a compra de dois ônibus também com plataforma elevatória para deficientes”. Quando as pessoas que têm o poder nas mãos resolvem trabalhar em prol da população, o resultado é imediato como foi relatado aqui pelo vereador. Isso é trabalhar pelo povo.

Respeito Houve uma pequena discussão entre os vereadores Willer e Rodrigo Fadel. Para Rodrigo é irrelevante levantar a memória de seu pai para tratar de assuntos ultrapassados. “Não sabia que buraco

por Kiko Carli da cidade tinha nome e dono. Acho que, se sou vereador, tenho que resolver os problemas de agora”, disse Rodrigo. No que Willer retrucou: “Não estou aqui para ficar falando de administração passada, mas quando a administração passada está interferindo na administração atual aí posso falar, pois se a Prefeitura não pagar agora, o nome vai para o CADIM!”. A administração atual deve resolver seus problemas, que não são poucos e deixar o passado para trás, já que não se pode corrigir retroativamente.

Respeito II João da Égua – “Às vezes nós temos que ser educados, mas também temos que ser grossos de vez em quando. Eu tenho visto inúmeras reuniões que a prefeita tem convocado e não tem nos lembrado. Não precisa nos convocar. Só de nos lembrar já está de bom tamanho. Todos nós vereadores estamos empenhados e procurando fazer da melhor maneira possível para que Itararé desenvolva, então eu acho que é uma tremenda falta de respeito com a Câmara Municipal, quando ela deixa de ser lembrada em qualquer reunião, seja na Prefeitura, seja na inauguração de alguma coisa, pois sem passar o projeto nesta Casa a prefeita não pode trabalhar”. Não existe a possibilidade de um trabalho completo do Executivo sem a participação efetiva do Legislativo. As queixas do vereador são pertinentes e o respeito à instituição deve ser constante.

A verdade Zetão – “Fico bastante pensativo de ver como algumas coisas chegam ao extremo, como é o caso da carne. Cidades vizinhas já estão comentando e isso é muito ruim para o município. Eu vou acreditar na CEI, pois sei que o Laércio vai até as últimas correndo atrás para trazer a verdade à população. Eu não posso entender uma coisa: seguindo os bastidores, já faz anos que essa empresa vem fornecendo carne à Prefeitura. Dizem até que essa empresa já foi multada pela Vigilância Sanitária. Eu não quero acreditar. Não vou acreditar. Se tinha os documentos por que ela ainda servia à Prefeitura? Vamos aguardar a CEI”. O caso deve ser apurado com o maior rigor e que os responsáveis sejam punidos de todas as formas possíveis em razão da gravidade da denúncia.

No ego

Itararé News - Jornais, Revistas e Serviços de Comunicação Multimídia Ltda - ME CNPJ: 13.614.945/0001-45 Inscrição Estadual : 380.041.059.119 Rua XV de Novembro, 770 - Itararé/SP - CEP 18460-000 Fone: 3532-3948 Editor-chefe: Kiko Carli Jornalista Responsável: Marcus Vinicius de Oliveira - MTB 42.240 Consultor Jurídico: Dr. Fernando Cancelli Vieira - OAB 116.766 Impressão: Gráfica Ita News (Registrada em Cartório sob nº 2470 em 26/08/2009) Tiragem: 2.000 exemplares Registrado em Cartório sob nº 2474, no livro de matrículas de jornal no dia 17/09/2009. A direção des te jornal não se respons abiliza por artigos assinados que não neces sariamente expre ssam a opinião deste veículo. O jornal Ita News não é responsável pela qualidade, proveniência, ve racidade e pontualidade das coloca ções dos anúncios classificados publicados em suas páginas, bem como os conteúdos de seus colunista s, os quais não possuem nenhum vínculo empre gatício com a empresa.

Julião – “A prefeita era professora e a esperança de todos os professores era que a administração fosse mais voltada a Educação e não estamos vendo isso. Agora ficamos sabendo que professor não pode almoçar? Peço a prefeita mais coração, tem que administrar com razão, mas também tem que usar o coração”. Existem momentos que algumas frases bem colocadas fazem um efeito grandioso como aconteceu com a citação do vereador Julião.

O trânsito Realmente está necessitando de uma reforma no trânsito de Itararé. Só que mais ainda, está necessitando uma reforma urgente no hábito de alguns pedestres que insistem em desrespeitar as leis e normas de trânsito e acabam provocando situações difíceis para quem

está motorizado. Nesta sexta-feira um ocorrido envolvendo um vendedor do nosso jornal parou o trânsito na ru a pr in cip al d ev id o a inadimplência de pedestre. Uma senhora ia atravessando a rua no sinal aberto, quando seu filho a impediu. Mas mesmo assim a senhora soltou e foi correndo para atravessar, motivo que fez com que nosso vendedor, que estava de moto tivesse que desviar rapidamente levando-o a derrapar a moto e cair no meio da rua. Os motoristas devem sim andar atentos, mas os pedestres também tem obrigação de respeitar as normas, como atravessar na faixa e respeitar a sinalização do semáforo. O respeito deve ser mútuo, o que infelizmente não ocorre, colocando em risco a vida de pessoas diariamente.

Atiradeira Munícipes reclamam que trabalhadores da Secretaria de Serviços Gerais da Prefeitura estão trabalhando com cortadores de grama motorizados, nas proximidades das calçadas sem proteção em volta do aparelho. Com a força com que gira o cortador, pedras e pedregulhos são arremessados longe, atingindo portões, muros e correndo o risco de atingir os pedestres. Uma grande falta de respeito que pode gerar um acidente com gravidade para quem se arrisca a passar pelos locais, onde o trabalho é executado. Será que o secretário desconhece as normas de segurança?

A pé? Uma professora postou comentário em rede social dizendo que pela primeira vez em anos não conseguirá levar seus alunos em viajem escolar devido à falta de transporte disponibilizado pela Prefeitura. É fato de que a escola dela é do estado e o transporte pertence ao município, mas, segundo a mestre, sempre fez essas viagens com o transporte da Prefeitura. Inconcebível e vergonhoso para qualquer político, que leia a colocação acima.

Bebidas Um munícipe denunciou em rede social que menores compram bebida alcoólica sem problema alugm em bares de Itararé, pois, segundo os jovens são grandes e os donos nunca pedem documentação. O munícipe pediu mais fiscalização nas praças da cidade, principalmente na Praça De Donno, pois é um dos principais pontos escolhidos pelos jovens para consumir a bebida comprada. Infelizmente o problema é de caráter nacional e não apenas um problema local. A falta de respeito de alguns comerciantes é vexatória e merece uma atenção maior dos poderes constituídos. Facilitar o vício para menores de idade deveria ser crime hediondo.

77 neles Bila Fadel é a presidente do Solidariedade no município de Itararé. Política respeitada em toda a região será a porta voz do deputado federal Paulinho da Força, o grande líder e mentor da nova legenda. A coordenação regional fica a cargo de Kiko Carli, editor chefe dos jornas Ita News e Itararé News.


03

02 de outubro de 2013

Escritos de História & Política por Luis Felipe Genaro

Heresias e Intolerância: da Idade Média aos nossos dias “O estudo da heresia, todos nós o sentimos, desemboca no estudo da tolerância e suas diversas motivações”. Tal a reflexão proposta pelo medievalista francês Georges Duby em seu ensaio Heresias e Sociedades na Europa Pré-Industrial. Para ele a discussão sobre as “heresias” mescla-se consequentemente com a da tolerância em espaços sociais. Afinal, a intolerância em nossa sociedade é um produto da modernidade ou a mesma possui rastros históricos identificáveis? O que são e quando nasceram as heresias? Tendo em vista o nascimento do Ocidente segundo o historiador Hilário Franco Junior, que se estende do século IV – com a dissolução das estruturas do Império Romano – ao século XVI – com o movimento antropocêntrico intitulado Renascimento – regressemos para o tempo dos feudos e catedrais. Um período fascinante de nossa História envolto de misticismos e preconceitos: a Idade Média. A heresia, que literalmente significa uma “escolha diferente”, seriam interpretações e práticas religiosas contrárias àquelas oficialmente adotadas pela Igreja Católica medieval. Contudo, não foi no medievo moldado pelos preceitos e autoridade da Igreja, “a herdeira natural do Império Romano”, que nasce-

ram as heresias. Seria prudente regressarmos um pouco mais. Oras, poucos se lembram de que bispos e diáconos dos três primeiros séculos do cristianismo, de diferentes regiões e com diferentes perspectivas a respeito da seita nascida no seio do judaísmo, confrontavam-se teológica e espiritualmente. Em meados do século II havia segundo a filósofa Marilia Fiorillo “diversos cristianismos”. Foi apenas com o aval do imperador Constantino, o Grande, em 313 d.C. que a facção cristã enraizada na cidade de Roma saiu vitoriosa. Sob o comando do clero romano, livros (evangelhos), ideias e perspectivas a respeito do cristianismo contrárias às de Roma foram violentamente suprimidas, perseguidas e extintas pelos católicos nascentes. A trágica história das heresias se iniciava. Vale ressaltar que a prática da perseguição oficializada pela Igreja mediante os tribunais da Santa Inquisição só seriam criados na Idade Média. Estruturaram-se para extirpar uma poderosa seita surgida na França do século XI: o catarismo. Os papas em Roma consideravam os cátaros hereges e com crenças perigosamente subversivas. Tais “hereges” eram contrários à doutrina católica e se referiam à Igreja como imoral e corrupta.

Para os inquisidores, assim como para os crentes em geral, o “outro” – na Idade Média o “pagão” – sempre foi temível e abominável. Todavia, com o raiar do século XVIII, o movimento Iluminista e a Revolução Francesa, a “máquina do medo” seria extinta pela Igreja. Contudo, mesmo em nossos dias, não seriam as camadas mais pobres da população, pessoas de diferentes orientações sexuais, com diferentes tons de pele ou perspectivas espirituais ou a-religiosas, alvo de intolerância e perseguição simplesmente por serem “diferentes”? Atualmente a intolerância ainda orienta muitos grupos e indivíduos, religiosos ou não. Jovens homossexuais são agredidos nas ruas por grupos homofóbicos. Negros e mulatos são tratados como intelectualmente inferiores, quando não renegados por sua cor. Mulheres sofrem agressão física em suas próprias casas. Pelos ocidentais, muçulmanos são temidos e acusados de terrorismo. A lista é infinita. Em suma, seria hipocrisia de nossa parte acusar a Idade Média de “Idade das Trevas”, enquanto ainda vivemos rodeados de obscurantismos, racismo e inúmeros preconceitos.

Vereador e secretário participam de encontro do PRB No sábado, 28, o vereador Marcos Vincenzi e o secretário de Administração Eduardo Gradin estiveram em São Paulo para participar do Encontro Estadual do Partido Republicano Brasileiro (PRB), como membros do diretório municipal. Foram recepcionados na Assembléia Legislativa pelo deputado federal Otoniel Lima, que havia visitado Itararé no último dia 20. O evento contou com a participação das principais lideranças do partido, como Marcos Antonio Pereira, presidente nacional; do ex-deputado e candidato a prefeito de São Paulo nas últimas eleições, Celso Russomanno; do secretário estadual de Desenvolvimento Social, Rogério Hamam, além de deputa-

Eduardo Gradin, Marcos Vincenzi e deputado federal do PRB, Otoniel Lima

dos, vereadores e representantes de municípios. No encontro o deputado Otoniel Lima reafirmou seu

compromisso quanto a duas emendas que destinará a Itararé no valor total de R$ 600 mil R$ 400 mil para a construção da sede da GCM e R$ 200 mil para compra de equipamentos e veículos para a frota. “Quero ser um parceiro do desenvolvimento de Itararé deixando claro o meu comprometimento e do PRB em apoio à cidade, valorizando ainda mais o ótimo trabalho que já vem desenvolvendo o vereador Vincenzi e o secretário municipal Gradin”, afirmou o deputado. Os representante itarareenses também tiveram a oportunidade de conversar com o secretário Rogério Haman, com o superintendente federal do Ministério da Pesca e Aquicultura no Estado de São Paulo, Marcos Alves Pereira, e com o deputado estadual Gimalci Santos, fazendo novas reivindicações. “Foi um evento muito proveitoso, pois estreitamos nossos laços com as lideranças do PRB. Agradecemos em especial ao deputado federal Otoniel Lima por abraçar conosco o esforço de reconstrução da cidade. Os recursos destinados à Guarda Civil farão uma grande diferença na melhoria da segurança de nossos cidadãos”, declarou Vincenzi. Assessoria de Comunicação Câmara Municipal de Itararé

Fique atento!

por Sargento Cristiano Borges

Parar e Estacionar Embora pareça mais uma definição técnica, a diferença entre PARAR E ESTACIONAR o veículo acaba confundindo alguns condutores que não diferenciam as condutas. Segundo o ANEXO I, do Código de Trânsito Brasileiro, onde estão descritos “ OS CONCEITOS E DEFINIÇÕES”, são simples os detalhes que tornam essas condutas diferentes entre si, destacando o EMBARQUE E DESEMBARQUE. A PARADA configurase pela “imobilização do veículo com a finalidade e pelo tempo estritamente necessário para efetuar embarque ou desembarque de passageiros”, trata-se daquela ação rápida, que sequer desliga-se o veículo. A sua sinalização é regulamentada pela placa R-6c, quando existe a letra “E” com dois traços na diagonal, formando sobre ele um “X”. Existem locais que, devido a periculosidade de acidentes, ou até mesmo pela dimensão da via pública, as vezes muito estreita, proíbe-se a parada, no rol das infrações verificamos diversas paradas proibidas, elencadas no artigo 182, do CTB e seus

incisos, além do artigo 183. “Parar o veículo sobre a faixa de pedestres na mudança de sinal luminoso”. O ESTACIONAMENTO caracteriza-se pela “ imobilização de veículos por tempo superior ao necessário para embarque ou desembarque de passageiros”. Esta conduta prevê uma série de exigências, como as distâncias entre o veículo e o meiofio, respeitando-se também a

distância regulamentar de 5 (cinco) metros da esquina, que poderá ou não estar sinalizada com a pintura na cor amarela. Dentre as diversas regulamentações do estacionamento são previstas algumas limitações e exclusividades para um certo tipo de veículo ou até mesmo horário específico, como vagas de deficientes, idosos, valores escolar, etc.

A placa de regulamentação exigida para que se proíba o estacionamento é a R-6a, composta pela letra “E” com somente uma faixa a cortando na diagonal. A tipificação das infrações de estacionamento está elencada nos incisos do artigo 181 do CTB entre outras. Importantíssimo mencionar é que quando não houver indicação de início ou término de proibição de parada e estacionamento, nos termos da resolução nº 180/05 do CONTRAN, a validade do perímetro da placa será de 30 metros, tanto para frente como para trás, sendo que um quarteirão de 60 metros poderá ter somente uma placa para regulamentar toda sua extensão, desde que esteja em seu meio. Não de bobeira, dirija com responsabilidade e contribua para termos um trânsito organizado e seguro.

Direito e Informação por Carlos Felipe Gonçalves Demetrio

Histórico e Características da Lei Maria Da Penha Maria da Penha Maia Fernandes, cearense, depois de sofrer duas tentativas de homicídio pelo marido, o professor colombiano, Marco Antonio Heredia Viveros, em 1.983, que por conta das agressões ficou paraplégica, ingressou numa batalha árdua para que seu agressor viesse a ser condenado, sendo propulsora fundamental para criação da Lei Maria da Penha. Promulgada em 7 de Agosto de 2.006 e em vigor desde Setembro do mesmo ano, a Lei 11.340/06, garante mecanismos de defesa mais abrangentes para mulheres vítimas de violência doméstica e familiar. A Lei abrange vários tipos de violência, sendo elas, físicas, entendida como qualquer conduta que ofenda sua integridade ou saúde corporal; psicológicas, sendo qualquer conduta que lhe cause dano emocional e diminuição de auto estima ou que lhe prejudique ou perturbe o pleno desenvolvimento ou que vise degradar ou controlar suas ações, comportamentos, crenças e decisões, mediante ameaça, constrangimento, humilhação, manipulação, vigilância constante, perseguição contumaz, insulto, chantagem, exploração e limitação do direito de ir e vir ou qualquer outro meio que lhe cause prejuízo à saúde psicológica e à autodeterminação; sexual, entendida como conduta que a constranja a presenciar, a manter ou a par-

Saúde O presidente da República em exercício, Michel Temer, sancionou alteração na Lei 8.080, de 1990, que inclui a atividade física como fator determinante da saúde. A sanção foi publicada dia 25/09/13 no Diário Oficial da União e traz ao Sistema Único de Saúde (SUS) a responsabilidade pela gestão de ações de vigilância epidemiológica. A mudança no texto cria uma possibilidade de financiamento para o setor. Antes da inclusão da atividade física, a lei estabelecia como fatores determinantes e

ticipar da relação sexual não desejada, mediante intimidação, ameaça ou coação ou uso da força, que a induza a comercializar ou utilizar, de qualquer modo a sua sexualidade, que a impeça a usar contraceptivo ou que a force ao matrimônio, à gravidez, ao aborto ou a prostituição,mediante coação, chantagem, suborno, ou manipulação ou que limite o exercício da suas liberdades sexuais e reprodutivas; patrimonial, entendida como qualquer conduta que configura retenção, subtração, destruição parcial ou total de seus objetos, instrumentos de trabalho, documentos pessoais, bens, valores e direitos ou recursos econômicos, incluindo os destinados a satisfazer suas necessidades; moral, dando ensejo a conduta que configure injuria, calúnia ou difamação. A Lei abrange em seu conteúdo pontos importantes, tais como, das medidas integradas de prevenção, da assistência doméstica e familiar, do atendimento pela autoridade policial, das medidas protetivas de urgência, da atuação do ministério público, da assistência judiciária, da equipe de atendimento multidisciplinar entre outras. Importante ressaltar que recente decisão do Supremo Tribunal de Justiça demandou que independe de representação da vítima a propositura da ação

penal pelo Ministério Público em casos de lesão corporal leve ou culposa resultante de violência doméstica, familiar ou íntima. A cada dia que passa intensamente a Justiça está fazendo o possível para tornar a Lei mencionada mais eficaz. Mas ainda é muito grande este tipo de violência no Brasil, conforme os dados do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada – IPEA, houve apenas um sutil decréscimo da taxa de violência no ano de 2.007, imediatamente após a vigência da Lei, mas depois essa taxa voltou a crescer. O instituto estima que teriam ocorrido no país 5,82 óbitos para cada 100 mil mulheres entre 2.009 e 2.011. Em média ocorrem 5.664 mortes de mulheres por causas violentas a cada ano, 472 a cada mês, 15,52 a cada dia, ou uma a cada uma hora e meia, diz o estudo. Há inúmeras vítimas que sofrem calada às vezes por medo do agressor ou por qualquer outro fator, sonhando em viverem uma vida digna, terem seus direitos fundamentais respeitados. Sendo assim, imagine uma nova história para sua vida e acredite nela, seja a mudança que você quer ver no mundo.

por Josué Benedito Alberto condicionantes da saúde, entre outros, a alimentação, a moradia, o saneamento básico, o meio ambiente, o trabalho, a renda, a educação, o transporte, o lazer e o acesso aos bens e serviços essenciais. Fonte: http://www. e d u ca c a of i s i c a .c om .b r/ index.php/voce-ef/102-politicalegislacao/26311—alteracaona-lei-inclui-a-atividade-fisicacomo-fator-determinante-dasaude Isso traz aos educadores físicos muitas possibilidades e mostra o quão importante se

tornou essa profissão nos tempos modernos onde o sedentarismo e a má alimentação prevalecem. Portanto, se você acha que a atividade física é para quem tem tempo, comece a arrumar tempo para praticar uma, antes que não dê mais tempo. Seu corpo e mente agradecem.


04

02 de outubro de 2013

Espetáculo Relampião atrai público na Praça Matriz N este sábado (28), aconteceu o Espetáculo “Relampião” na Praça Matriz. A apresentação teatral faz parte das atrações oferecidas à cidade através do Circuito Cultura Paulista e recebeu elogios de quem assistiu. Realizado pela Cia. do Miolo e a Cia. Paulicea o tema do espetáculo foi “As histórias de Lampião – O Mito do Cangaço”.  O espetáculo de rua Relampião teve como foco ocupar o espaço público de fluxo cotidiano artisticamente, colocando o cidadão em relação ativa com a obra teatral. A peça parte do mito de Lampião para revelar os lampiões que cruzamos diariamente em nossas cidades, gente comum que luta para sobreviver em meio a tantas desigualdades. O mito do cangaço no qual a peça Relampião se inspirou revela muitos traços da cultura e da própria história do Brasil. A linguagem do espetáculo, dramaturgia, figurinos e músicas foram criadas a partir de uma pesquisa voltada para a Cultura Popular Brasileira: o cavalo marinho, o samba, as carrancas de São Francisco, os tipos populares do Brasil.  Desde sua estreia, em setembro de 2012, Relampião já realizou mais de 60 apresentações, sendo selecionado para importantes Mostras e Festivais Nacionais e Internacionais como Festival Internacional de Teatro de Havana (Cuba), FIT (Festival Internacional de São José do Rio Preto), FILO (Festival Internacional de Londrina), Circuito SESC de Artes 2013, FENTEPP (Festival Nacional de Presidente Prudente) e Mostra

Lino Rojas. Em entrevista à nossa equipe de reportagem, o coordenador de Cultura, Murilo Cleto, nos falou sobre a atração: IN – Qual a importância deste espetáculo para a nossa cidade? Murilo – Na verdade é cumprir com o objetivo do programa que é formar público e trazer espetáculos de qualidade para regiões que nem sempre têm acesso a esse tipo de produção. Nós acreditamos que esse é um processo que começa agora e que na verdade nunca se encerra, porque formar cultura é algo que nós temos que fazer de forma sempre contínua. Então a importância é basicamente essa, formar público para receber espetáculos da qualidade desse porte. IN – Atividades culturais têm sido frequentes aqui em Ita-

raré. Você acha que a população já está acatando mais esse tipo de arte? Murilo – Acreditamos que sim, os números têm mostrado isso, os espetáculos estão sendo bem aderidos pela população, mas sabemos que esse é um processo, então não é de uma hora para outra que espetácu-

los com formatos um pouco alternativos para a cultura popular de maneira geral vão ser absorvidos pela população. Contudo os números têm mostrado que a adesão tem sido grande, muitos espetáculos do teatro têm sido com a casa cheia, além disso, os espetáculos em praça pública têm sido bem co-

mentados e frequentados pela população, mas sabemos que ainda há um caminho muito longo para se percorrer, ainda muita gente precisa adquirir o hábito de consumir cultura sem necessariamente ser cultura de massa. IN – A Coordenadoria da Cultura trará mais surpresas para esse fim de ano? Murilo – Na verdade nós temos um monte de atrações já preparadas nesse sentido, o próprio Circuito Cultural traz já no mês de outubro o espetáculo “Bananas.com 1”, que é um espetáculo de teatro infantil, que vai ser apresentado na Praça São Pedro, são duas apresentações e em breve vamos publicar mais detalhes a respeito. No mês de novembro o próprio Circuito também vai trazer aqui um quarteto de cordas, quatro guitarristas que fazem música de câmara, vão se apresentar no Teatro Municipal. Depois disso também teremos a comemoração do centenário da banda da SAMI, que vai se apresentar aqui na Praça Matriz. Também temos uma programação especial de Natal já elaborada que em bre-

ve chegará ao conhecimento de todos vocês. IN – Que mensagem o senhor deseja deixar à população? Murilo – Ficamos muito felizes em saber que as pessoas estão aderindo, gostaríamos que esse processo continuasse e se fortalecesse cada vez mais. Gostaria de pedir que as pessoas se informassem sobre os espetáculos, procurando os canais de comunicação, como é o Jornal Itararé News, como é a página da Cultura no próprio Facebook, como é o próprio site da Cultura, que está sendo muito bem atualizado. Enfim, só tenho isso a pedir às pessoas, além de agradecer a confiança no meu trabalho, e, principalmente, pedir para que as pessoas compartilhem essas notícias, comentem com seus colegas, pois não existe propaganda melhor que o boca a boca e, no caso da cultura, isso é bem perceptível. Então é basicamente isso, que mais gente compareça para que consigamos conquistar parcerias tão boas como essa que trouxe hoje esse espetáculo maravilhoso para cá.

Espaço Exclusive promoverá palestras a professores na área de musculação e personal trainer

N

os dias 10, 11 e 12 de outubro o “Espaço Exclusive” estará promovendo palestras voltadas aos professores da área de musculação, personal trainer e demais atuantes e interessados na área. As palestras serão ministradas pelo professor de Educação Física e fisioterapeuta Eduardo Ayub Lopes de Campinas. As palestras ocorrerão das 20h às 22h no dia 10, das 19h às 21 no dia 11 e sábado (12), das 10h às 12h. Os participantes receberão certificado de participação. Para participar, basta inscrever-se antecipadamente pelo telefone 3531-2755. O custo será de R$ 30,00 + 1 quilo de alimento. Todo alimento arrecadado será doado para o VICC – Voluntários Itarareenses no Combate ao Câncer. Nossa equipe de reportagem esteve com o personal trainer

Josué Alberto, proprietário do “Espaço Exclusive”, que nós falou sobre a palestra: IN – Como será a palestra a ser realizada aqui no Espaço Exclusive? Josué – Essa vai ser uma palestra voltada para o profissional de Educação Física, principalmente aqueles que trabalham em academia ou como personal. O palestrante é o senhor Eduardo Ayub Lopes, ele é de Campinas, professor de Educação Física e fisioterapeuta, e por ele dominar também a fisioterapia, ajuda bastante na parte de movimento correto, correção e, ele fala muito também sobre biomecânica e fisiologia, que são as partes mais técnicas da Educação Física. Ele é personal trainer também, tem um espaço semelhante ao meu, é professor universitário, enfim, bastante conceituado por lá. IN – Onde você conheceu o

professor Eduardo? Josué – Eu fiz um curso com

ele em Campinas. Ele dá cursos referentes aos assuntos que vai

tratar aqui na palestra, mas são cursos mais longos, o que eu fiz mesmo foram de cinco finais de semana, sábado e domingo o dia todo. Nessa palestra ele vai oferecer esse curso aqui e se tiver quórum virá para cá para dar esse curso mais extenso. IN – Qual o objetivo da promoção desta palestra? Josué – Meu objetivo com esse curso, na verdade, é tornar o professor de Educação Física mais voltado para essa área de correção, de atender melhor o aluno para que não aja lesões, que não aja problemas nas juntas, na coluna, devido aos exercícios mal realizados. Acho que, se um profissional ajuda o outro, a gente consegue transformar a Educação Física aqui em Itararé em algo mais profissional, algo mais respeitado. IN – Os participantes receberão certificação? Josué – Sim. A palestra tem

duas horas de duração e os participantes receberão certificação, ou seja, para que precisa de horas para a faculdade, por exemplo, poderá ser contado como horas. IN – As inscrições precisam ser feitas antecipadamente? Josué – É bom fazer antes porque são poucas vagas. Como meu espaço para palestra é reduzido estou oferecendo 10 vagas na quinta, 10 na sexta e no sábado, como é feriado e eu não dou aula, são 30 vagas, pois aí teremos uma espaço maior. IN – Gostaria de deixar alguma mensagem? Josué – Gostaria que todos participassem de maneira geral desse encontro, porque além de uma atualização na área é uma confraternização entre professores. Então serão muito bem vindos todos no meu espaço e o que eu busco com isso é aproximar mais as pessoas da área.


05

02 de outubro de 2013

Casa Castilho realiza curso de brigada de incêndio A

empresa Casa Castilho – Comércio de Extintores e Equipamentos de Segurança realizou nos dias 24 e 25, em Itararé, cursos de brigada de incêndio na empresa Klocker Madeiras e no Motel Classic. A empresa, original de Avaré, é especializada em recarga e manutenção de extintores para Autos, Comércio e Indústria, venda de extintores novos, material de proteção contra incêndio, equipamentos de proteção individual e reservatório de água. A Casa Castilho presta consultoria completa para adaptação ao AVCB incluindo projetos e cursos de brigada de incêndio. Embora seja de Avaré a Casa Castilho já prestou serviços para grandes empresas de Itararé como a Fort Paletts e Do Valle Pneus. Em entrevista à nossa equipe de reportagem o consultor de vendas Felipe Vasconcelos nos explicou sobre os cursos de brigada de incêndio: IN – Qual a especialidade da empresa Casa Castilho? Felipe – A Casa Castilho é uma empresa voltada à tecnologia e engenharia de combate

a incêndios. Nossa empresa trabalha com recarga e manutenção de extintores, dá consultoria para projetos de AVCB, faz o projeto, a implantação e acompanha todo o processo até a conquista do AVCB. IN – Embora a empresa seja de Avaré vocês prestam serviços sempre em Itararé? Felipe – Nós somos de Avaré, conseguimos entrar aqui em Itararé por meio da Fort Paletts e com isso conseguimos abrir um leque de prestação de serviços a outras grande empresas daqui como a RGJ e a Do Valle Pneus. Já cedemos para a Prefeitura também em relação ao projeto da Santa Casa. Estamos conseguindo adequar bastantes lugares aqui. Nós damos todos os tipos de treinamentos, MR 12, MR 25, MR 30, que são as normas de espaço e confinamento de trabalho com material elétrico, trabalho em altura e brigada de incêndio. Inclusive quem dá nosso curso de brigada de incêndio aqui em Itararé é o sargento Rossi, que trabalha no Batalhão do Corpo de Bombeiros. Ele já trabalha com brigada de incêndio desde 2003, então é

uma pessoa bem estruturada, que representa a empresa. Nós temos uma equipe de engenheiros, todos contratados pela Casa Castilho, não são terceirizados, incluindo engenheiro civil, engenheiro elétrico e engenheiro mecânico, que fazem toda a parte hidráulica, civil que todo projeto precisa. IN – Qual a importância de cursos de Brigada de Incêndio para as empresas? Felipe – A importância é valorizar sempre a própria empresa pelo fator de que, no caso de um sinistro que venha a ocorrer, como no caso de um princípio de incêndio, a empresa possa ter um suporte para combater, isso até a chegada do bombeiro. Quando é feito o curso de brigada de incêndio nas empresas nós fazemos o treinamento com o combate real a fogo e com isso nós demonstramos a situação à empresa. Isso faz com que os funcionários estejam mais preparados para fazer a coisa certa na hora certa. Já nos termos legais a empresa estará de acordo com a lei e com as normas do AVCB. A verdade é que com o curso de brigada os fun-

Bolsa é furtada em veículo estacionado Na noite de domingo (29), a Polícia Militar foi solicitada a comparecer à Rua Dom José Carlos de Aguirre, Bairro do Ginásio, para atender uma ocorrência de furto em interior de veículo. Segundo informações do proprietário do veículo, sua esposa quando saia da Missa para adentrar o carro deparou com o vidro dianteiro do lado direito todo danificado. Os marginais quebraram o vidro e do interior do veículo furtaram uma bolsa contendo documentos pessoais, telefone celular e cartões bancários. Foi registrado o Boletim de Ocorrência por Furto. Fotos: Milton Komnicki

cionários se tornam mais preparados e seguros para enfrentar uma situação de incêndio. IN – O curso de Brigada de Incêndio está incluído na consultoria de adequação do AVCB? Felipe – Sim. Nós fornece-

mos uma consultoria, onde desde o início do projeto nós fazemos todo um levantamento de área, fazemos o projeto de incêndio. Após isso temos duas equipes técnicas vão a campo para fazer a implantação. Depois nós continuamos dando a consultoria, constando dotas as orientações necessárias, e por final damos a entrada no Corpo de Bombeiros, junto com todos os documentos que o cliente precisa e até o final disso nós não recebemos um centavo. Só recebemos após o cliente ter o AVCB em mãos. É bem correto nosso trabalho. IN – Qual a importância de um estabelecimento estar adequado ao AVCB? Felipe – O AVCB, Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiro, tem todo um decreto, que é o 56.819 de março de 2006, que

fala qual a capacidade extintora e qual a probabilidade de fogo que aquele local tem. Por exemplo, a Fort Paletts e a Klocker Madeiras, que são clientes nossos trabalham com uma quantidade enorme de madeira e a proporção de incêndio deles é muito maior do que, por exemplo, do Motel Classic, que tem certa quantidade de madeira, mas não é proporcionalmente igual a Klocker. Cada estabelecimento tem características específicas. Se a empresa não tiver uma boa consultoria, um bom projeto, uma boa implantação não vai conseguir combater o incêndio na hora em que precisar. É uma coisa necessária, a verdade é essa. Qualquer estabelecimento que você vá hoje em dia tem que ter o extintor de água e de pó, dentro das classificações necessárias ao estabelecimento.

Caminhão arrebenta cabos e deixa moradores sem telefone Na quarta-feira (25), por volta das 16h, um caminhão transportando uma máquina agrícola em sua carroceria veio a enroscar na fiação telefônica presente na esquina das Ruas Gaudêncio Machado e Pedro Lobo Ribeiro. O ocorrido veio a causar sérios danos à fiação telefônica, que foi arrancada por toda a quadra em que se seguia. Segundo denunciantes, o condutor teria descido do veículo, desenroscado a fiação do mesmo e depois fugido. De acordo com os responsáveis pelo Demutran, populares teriam anotado o emplacamento do veículo, que já estaria sendo identificado junto às autoridades de trânsito locais. Moradores e comerciantes ficaram sem comunicação via

telefone e/ou internet. O Corpo de Bombeiros esteve presente, criando as primei-

ras barreiras para evitar o trânsito no local, prevenindo qualquer acidente.


06

02 de outubro de 2013

Comércio local tem boas expectativas em razão do Dia das Crianças

Dia 12 de outubro é dia da Matinê da Criança A Prefeitura Municipal de Itararé convida toda a população para participar do evento “Matinê da Criança” que será realizado no próximo dia 12 de outubro em comemoração ao dia das crianças. A festividade vai acontecer na Praça São Pedro entre as 14h e 18h. O evento é uma realização das Coordenadorias de Esporte e Cultura. A programação será diversificada, com o desenvolvimento de atividades recreativas e lúdicas animadas pelo conjunto musical Tataco e Banda. Compareçam!

1

2 de outubro é o Dia das Crianças e o comércio anda otimista quanto às vendas para o período. De acordo com a Associação Comercial e Empresarial de Itararé (ACEI), haverá um aumento de 6% em relação às vendas ocorridas em 2012. Nossa equipe de reportagem entrevistou os comerciantes locais João Machado, Samanta Holtz Maciel e Laise Meriguetti, que falaram sobre a expectativa de vendas nesta data: IN – Qual a sua expectativa para o Dia das Crianças este ano? João – Nós trabalhamos com brinquedo, mas não é exatamente o nosso forte, porém em épocas especiais como esta sempre vendemos. Nós também sempre fazemos alguma promoção no Dia das Crianças, procuramos trabalhar com mais variedades, mas o comércio é muito instável e a concorrência é grande, então não temos exatamente uma perspectiva. Samantha – Eu estou começando agora, é o meu primeiro ano de Dia das Crianças, mas a expectativa é boa. Espero que

aumente bastante as vendas, pois é o que o pessoal do comércio comenta, que na semana do das crianças, principalmente, aumentam bastante as vendas. Laise – Como todo o ano, as expectativas são sempre positivas, esperamos superar o ano passado com o aumento nas vendas, disponibilizando assim ao cliente diversas formas de pagamento e muita, mas muita diversidade de brinquedos. IN – Quais os produtos mais procurados? João – A linha da Barbie, a linha da Matel sempre vende mais. Os jogos também, nós oferecemos uma linha de brinquedos pedagógicos e sempre vendem bem. Samantha – Como minha loja ainda tem seis meses desde sua abertura eu ainda não passei por nenhum Dia das Crianças, mas geralmente vende mais roupinhas de menina. Acho que isso acontece porque normalmente há muito mais variedade de roupas para as meninas. De menino geralmente é mais restrito, uma camisetinha, uma

bermudinha, já para meninas é lantejola, renda, pedraria, diversas cores, enfim, na minha opinião roupa de menina sai mais. Laise – Geralmente nessa época, os produtos mais procurados são os brinquedos, em especial os que estão com várias chamadas na mídia, sendo eles também os primeiros a esgotarem no nosso estoque. IN – Quer deixar alguma mensagem nesta data especial? João – A expectativa é que este seja um bom Dia das Crianças e que todas as crianças possam ter um dia mais feliz e especial nesta data, com muita saúde. Samantha – Queria desejar um feliz Dia das Crianças e convidar a todos para vir conhecer a minha loja. Laise – A mensagem que eu deixo, é na verdade um conselho para os pais, que eles não deixem para os últimos dias as compras, pois nessa época geralmente as vendas aceleram, fazendo assim com que haja bastante falta de produtos, causando muita frustação para as crianças.

Tombamento no Centro de Eventos Na noite de domingo (29), a Guarda Civil Municipal foi acionada para atender uma ocorrência de acidente de trânsito. Chegando ao local, os guardas municipais, se depararam com um veículo, que havia caído em um buraco no pátio do Centro de Eventos. O acidente resultou apenas em danos materiais ao condutor do veículo, que saiu ileso. Os GMs tiveram que iluminar o local para que o automóvel pudesse ser removido pelo serviço de guincho, afinal o lugar é muito ermo e escuro.

Fo to s : M i l to n Ko mn ick i


07

02 de outubro de 2013

Maçonaria realiza palestra antidrogas em Itararé A Loja Maçônica Renascer, de Itararé, realizou nesta sexta-feira (27) uma palestra de prevenção ao uso de drogas. Estiveram presentes cerca de 100 pessoas, em sua maioria adolescentes. Atiradores do Tiro de guerra também compareceram. Este já é o 4º ano consecutivo em que a Loja Maçônica Renascer, fundada em 1996, realiza este evento em nossa cidade. Segundo Ítalo Salgadinho, representante da Loja, o objetivo é proteger e orientar os jovens sobre o mundo das drogas. Foram convidados para ministrar as palestras a capitão Adriana Duch Machado, com sua palestra “Educando para a vida”, da Polícia Militar, o Dr. Bernardo, que ministrou sua palestra com o tema “Efeito destruidor das drogas”, e o Dr. Hamilton Gianfratti, delegado de Polícia – diretor Seccional aposentado, que ministrou sua palestra sobre o tema “Pais ce-

gos, filhos perdidos”. Nossa equipe de reportagem entrevistou Ítalo Salgadinho, o qual falou sobre este evento importante: IN – Nos fale um pouco sobre a palestra aqui na Loja Maçônica Renascer. Ítalo – É o quarto ano consecutivo que nós fazemos essa palestra para os jovens e adolescentes, com o intuito de prevenção ao uso de drogas. Todo ano é a mesma palestra? É. Mas é como um conselho que um pai dá para o filho, não adianta dar uma vez só, tem que ser uma coisa constante. Por isso que é nossa intenção fazer todo o ano, ter em nosso calendário essa palestra de prevenção ao uso de drogas, pois com ela nós mostramos aos jovens o efeito danoso das drogas no corpo humano e também as consequências que ela traz perante a lei. Focamos em todos os aspectos desde o civil, até o da saúde. O motivo é esse, alerta aos jovens

para não adentrarem nesse mundo. Num primeiro momento nós pensamos em criar essa palestra para alertar nossos próprios filhos e os seus amigos sobre os riscos das drogas, mas esse ano nós expandimos os convites, convidamos também o pessoal no Tiro de Guerra e ano a ano estamos pensando em ampliar a abrangência. IN – Que mensagem o senhor deixa aos jovens de hoje em dia? Ítalo – A droga é uma coisa difícil de falar que é ruim, porque se fosse óbvio ninguém usava, só que o que ela oferece é uma alegria momentânea e o dano para o corpo e as consequências que ela vão acarretar são coisas muito danosas. Eu acho então que eles precisam ser alertados, porque o jovem não tem consciência do perigo. Nossa equipe de reportagem falou com a capitão Adriana Duch Machado, que nos explicou um pouquinho sobre sua palestra: IN – Qual a importância de palestras como esta? Capitão – Minha palestra se chama “Educando para a vida”, é uma palestra padrão da Polícia Militar a qual eu fui habilitada. É sempre uma satisfação ser convidada a compartilhar desse conhecimento relacionado à prevenção do uso das drogas. Sabemos que a família é a grande responsável pelos cuidados com os jovens e só damos algumas dicas importantes, muito simples, mas que às ve-

zes são esquecidas dentro de nossa rotina diária. Essa palestra serve para alertar os pais, principalmente com relação aos riscos que os adolescentes podem encontrar no decorrer de sua vida. Tudo o que queremos é tentar protegê-los através da prevenção. Acreditamos que, com essa palestra, se um jovem for salvo do mundo das drogas, já vai ter valido a pena qualquer tipo de esforço que foi envidado. Também entrevistamos o Dr. Bernardo, o segundo palestrante da noite, que nos falou a respeito de sua temática: IN – Qual o objetivo de sua palestra? Dr. Bernardo – Eu vou mos-

trar um pouco do que nós médicos vemos no nosso dia a dia no Hospital em relação ao efeito das drogas e a imagens que elas resultam, principalmente para chocar as crianças mesmo. O intuito é esse, mostrar a realidade das coisas, não só o que vemos na televisão, porque a televisão não pode mostrar certas coisas. Vamos aproveitar que é uma coisa mais restrita para mostrar a realidade e o efeito que as drogas causam nas pessoas. A maior importância desse tipo de atitude é prevenir as crianças do que pode acontecer. IN – Que mensagem o senhor, como médico, deixa aos adolescentes sobre isso?

População se mobiliza e arrecada Coluna Prodonto roupas e alimentos para Taquarituba O Supermercado COFESA, loja 9, mobilizou toda equipe de funcionários e realizou uma campanha de arrecadação de alimentos e demais objetos básicos destinada aos desabrigados de Taquarituba. Taquarituba foi arrasada na semana passada após a passagem de um tornado. As imagens chocaram moradores de toda região. Para tanto várias cidades estão se mobilizando em arrecadar alimentos e roupas aos moradores que perderam tudo. Durante toda a semana que se passou o supermercado COFESA arrecadou alimentos, roupas e artigos de higiene. Segundo o gerente, Marcinho do Cofesa, a equipe decidiu colocar uma caixa para arrecadar alimentos e divulgou na rádio. O resultado, porém, foi muito maior do que eles espe-

Dr. Bernardo – Cuidado, evite realmente o uso das drogas. O que a gente costuma falar é: Pai, adote seus filhos, antes que um traficante o adote. Por fim entrevistamos Larissa, de 12 anos, que esteve presente no local e assistiu a palestra: IN – Qual você acha que é a importância desse tipo de palestra para os adolescentes? Larissa – Eu acho importante para a minha idade principalmente, porque é bom sabermos o que é certo, o que é errado e as consequências que algumas coisas trazem de verdade para nossa vida. Até agora eu tive a sorte de nunca ter passado por uma situação assim, mas se acontecer vou ter a convicção de dizer não.

por Dra. Renata Terue Saito

Tratamentos fisioterapêuticos: O que é Osteopatia?

ravam. Além dos alimentos avulsos e roupas, várias pessoas doaram cestas básicas completas. “Quero agradecer à todos os clientes que cola-

boraram e podem ter certeza de que tudo que foi arrecadado será repassado a quem precisa na cidade de Taquarituba”, finalizou o gerente.

Esta visão diferenciada da assistência à saúde nasceu no meio oeste norte americano pelas mãos do médico Andrew Taylor Still. Filho de pastor metodista e médico itinerante, Still cria uma terapêutica manual de diagnóstico e tratamento, baseada na anatomia, fisiologia e semiologia. Esses são conhecimentos indispensáveis e essenciais para se realizar uma avaliação extremamente rigorosa dos sistemas corporais e de suas interrelações, que podem ou não se alterar reciprocamente. É uma forma de tratamento que se preocupa, inicialmente, em descobrir as causas dos sinais e sintomas do paciente, para somente depois tratar as suas consequências, no intuito

de restabelecer a função diminuída ou perdida. Isto significa dizer que a Osteopatia é uma abordagem causal, e não sintomática. Para quem a Osteopatia é indicada? Pessoas de todas as idades, do recém-nascido ao idoso, acometidas de dores lombares, torácicas, cervicais, dores de cabeça, cólicas menstruais, ciatalgias, alterações funcionais digestivas e respiratórias, lesões relacionadas ao trabalho e ao esporte, além de outras, podem se beneficiar de um tratamento manual não invasivo, que diminui sobremaneira os efeitos colaterais indesejáveis. Como a Osteopatia pode ajudar? A Osteopatia visa tratar des-

tas patologia mobilizando as articulações, recorrendo a técnicas que só os especialistas conhecem e devolvendo à coluna vertebral as suas funções originais, sem dores nem complicações. Hérnias discais, degeneração discal e artrose na coluna vertebral são alguns dos problemas mais graves que a Osteopatia pode solucionar, evitando, a maior parte das vezes, a cirurgia por completo. Dra. Renata Terue Saito – Fisioterapeuta pela PUC-PR desde 2002 Reeducação Postural Global-RPG Osteopatia


08

02 de outubro de 2013

Marcos Vincenzi pede desmembramento de secretarias de Serviços Municipais e Desenvolvimento

O

vereador Marcos Vincenzi fez indicação ao Executivo sobre a possibilidade de desmembramento das Secretarias de Desenvolvimento e de Serviços Municipais, visando a criação de três novas pastas: Secretaria de Planejamento, Secretaria de Obras Públicas e Secretaria de Serviços Urbanos. Segundo o vereador, tal atitude resultaria em pastas mais atuantes na prestação de serviços para o município. Confira a seguir a entrevista completa com o vereador: IN - Qual a importância desse desmembramento para Itararé? Marcos - Considero que o desmembramento das Secretarias de Desenvolvimento e Serviços Municipais em três outras, Secretaria de Planejamento, Obras Públicas e Serviços Urbanos iriam delinear melhor

as funções das atuais pastas, criando Secretarias mais técnicas e estratégicas quanto às suas áreas de atuações, além é claro de seguir uma divisão administrativa mais atualizada com a nossa realidade e necessidades. IN - Em sua opinião qual é a atual situação das Secretarias de Desenvolvimento e de Serviços Municipais hoje? Marcos - Considero que desde sua criação, na reformulação que houve em 1997, estas Secretarias tiveram muitas confluências quanto as suas atribuições, por exemplo, a equipe de obras (pedreiros, serventes, eletricistas, entre outros) é de responsabilidade da Secretaria de Desenvolvimento, porém o maquinário necessário para realização de obras ser de responsabilidade da Secretaria de Serviços Municipais, havendo a dependência de uma para

com outra, além da Secretaria de Serviços Municipais realizar obras de infraestrutura sem possuir em seu quadro de funcionários técnico da área. IN - Seria possível a realização desse desmembramento?

Atiradores assistem palestra sobre meio ambiente Na manhã do dia 24, o Tiro de Guerra de Itararé recebeu a visita do secretário Municipal de Habitação e Meio Ambiente, o arquiteto Antônio Robson Ferreira, para uma palestra aos atiradores sobre meio ambiente. O secretário apresentou aos atiradores formas de se viver de maneira sustentável, onde é preciso a conscientização e envolvimento de cada um para uma melhoria significativa na saúde, no meio ambiente e na qualidade de vida da sociedade. Segundo o chefe de Instrução o subtenente Robson Selas Jorge, esse tipo palestra é muito importante para o desenvolvimento dos jovens atiradores,

para a conscientização de todos e como incentivo para a forma-

ção de um cidadão preocupado com o meio ambiente.

Declive no final da Rua XV de Novembro é um perigo para motociclistas No final da Rua XV de Novembro, onde começa a rua de terra há uma grande saliência, que tem provocado vários acidentes aos veículos que trafegam pelo local, principalmente motociclistas. Isso acontece porque algumas lajotas foram retiradas e acabou formando-se um desnível na continuação daquela via.

Na quarta-feira mais um motociclista quase teve um grave acidente, pois ao passar desavisado teve um grande solavanco que quase o atirou da moto. Não houve ferimentos graves, mas o susto foi grande. “O problema é que, devido a terra, a vista da falta de lajotas e da profundidade do buraco não fica claro para que vem

dirigindo a não ser quando este já se encontra muito perto do problema. Como logo em seguida a estrada torna-se de terra, a frenagem só prejudica mais ainda o motorista, pois a motocicleta derrapa. Pedimos que medidas sejam tomadas, ante que um acidente pior aconteça no local”, disse o motociclista.

Marcos - Se prevista numa reforma administrativa sim, sendo primordial um estudo de impacto sobre a folha de pagamento para que a torne viável. Porém, entendo que há a necessidade da criação de apenas um

cargo de secretário, pois teríamos três ao invés dos dois atuais. Quanto aos cargos de assessoria e efetivos, num primeiro momento poderia ser efetuado somente o remanejamento dos já existentes dentro da competência das respectivas novas pastas. É claro que num segundo momento com um estudo de impacto financeiro realizado, poderiam no futuro serem criados cargos técnicos, e principalmente cargos para pedreiros, serventes e operários para atender a demanda necessária dessas novas Secretarias. IN - Quais seriam as funções específicas de cada uma dessas novas Secretarias? Marcos - Em linhas gerais a Secretaria de Planejamento teria a finalidade específica de centralizar a celebração, condução e prestação de contas dos convênios junto aos ór-

gãos estaduais e federais, como também planejar através de projetos e ações a nossa cidade, de forma ordeira e contínua com base em nosso Plano Diretor existente, porém sem aplicação efetiva. Já a Secretaria de Obras Públicas seria responsável por todas as obras de construção civil e de infraestrutura (pavimentação, galerias pluviais, obras de arte e estruturas), assim como pela manutenção de nossas vias urbanas e estradas rurais e também pelos serviços de conservação de prédios públicos. Finalizando, a Secretaria de Serviços Urbanos seria responsável pela limpeza de nossas ruas, praças e demais locais de uso público como, por exemplo, espaços poliesportivos e áreas de lazer, limpeza de córregos, coleta de lixo, manutenção de frota e controle do tráfego da frota municipal.

Lembranças de meu pai “Nehir Carneiro” “Quando pequena a imagem mais forte que tenho é dele indo trabalhar, e eu e minha irmã Luciana na janela da cozinha da velha casa na Rua Campos Sales, ele andava um pouco se virava e acenava para nós, assim ia até entrar na estação, da Rede Ferroviária Federal. Mais crescida já me vem a lembrança dele atendendo pessoas em casa, orientando com leis, principalmente os ferroviários; e de contar as suas histórias de vida, que morava em uma casa de chão batido perto da barreira e que desde menino trabalhava com seu pai na estação e aos 15 anos quando perdeu seu Pai teve que cuidar de sua mãe. Contava também com muito orgulho da sua 1ª eleição, a cédula eleitoral era o próprio “santinho” assinava um livro e depositava o “santinho“ na urna, precisa de 200 votos para se eleger, um amigo lhe ajudou mandou fazer exatamente os 200 “santinhos” ( pois na época sua situação financeira não permita tal gasto) e assim conseguiu ser vereador, sem salário, apenas amor pela sua cidade. Então veio a 1ª eleição para prefeito, perdeu, por pouca diferença. Na eleição seguinte chegou a sua vez. Me lembro dele lá na mesa de casa com um mapa de todas as urnas e na escuta a rádio Itararé divulgando os resultados, como não era o candidato da sociedade julgava que nas urnas do centro da cidade ia perder, então saiu o resultado das ur-

nas do “Tomé Teixeira” e ele, disse todo emocionado, chorando “Essa ninguém me tira”. Nesta eleição a oposição dizia “Como pode um ferroviário que não sabe dirigir um carro, dirigir uma cidade”. E ao lado de minha Mãe Dulce lutaram por Itararé, as portas da prefeitura e de casa sempre abertas, recebiam a todos sem distinção. E as-

sim foram 6 anos de muitas realizações. Me recordo de inúmeras coisas: campanha com o Tiro de Guerra batendo de porta em porta arrecadando remédios, feira das nações para ajudar as entidades, festa do dia das crianças, e tantas outras. Quando se tratava de doença nem me fale! Os dois se viravam para ajudar. Quantos telefonemas tentando conseguir internação em Sorocaba (minha mãe, uma semana antes de falecer, ainda conseguiu internar uma criança). Como Família, marido foi

exemplo. Quando minha mãe adoeceu, nós filhos preocupados com a situação e a idade avançada de nosso pai vimos a necessidade de ter alguém para ajudar cuidar da mãe, suas palavras foram “conhece aquela frase que diz ‘ate que a morte os separe’? assim vai ser”. E assim foi... Como pai, sem palavras. Só posso agradecer a Deus por termos pais tão maravilhosos, que sempre fizeram de tudo por nós. Como avó, meus sobrinhos Diego, Gabriela, Tatiane , Thiago, Thaís, Manuela, Felipe, Rodrigo, Laura e minha filha Beatriz sabem como ele tinha um jeitinho especial com cada um. Em certo momento do velório de meu pai, após inúmeras conversas, escutando elogios, agradecimentos, pensei: “ELE NÃO FEZ NADA MAIS DO QUE CUMPRIR COM O SEU DEVER, APENAS CUIDOU DA SUA CIDADE COM HONESTIDADE E AMOR, COM TODA A SUA SIMPLICIDADE”. Assim foi o meu Pai... Em nome de minha família, ainda consternada pela sua passagem, quero agradecer a todos que fizeram lindas homenagens ao meu Pai e todas as palavras de conforto, e também quero deixar a nossa eterna gratidão ao Dr. Valdeci, a Rosangela, Aline e Rosa, por todo cuidado e carinho. Andreia de Fátima Carneiro


09

02 de outubro de 2013

Terreno baldio em frente à creche é alvo de críticas Em várias sessões da Câmara Municipal, os vereadores têm criticado o estado em que se encontra o grande terreno situado em frente à Creche Municipal Hermínio Lajes, no final da Rua XV de Novembro. Segundo os vereadores o terreno seria de propriedade particular, porém o local encontrase com mato alto, servindo como descarte ilegal de lixo e restos de construção, que acabam acumulando água, resultando na proliferação excessiva de mosquito, principalmente agora que o calor está aumentando. As condições também são propícias à proliferação de ratos e outros animais peçonhentos, o que causa preocupação aos moradores vizinhos e aos pais dos alunos que frequentaram a escola. Os vereadores cobram fiscalização por parte do Executivo Municipal. No início do ano o vereador Marcos Vincenzi fez uma indicação, baseada na lei

tura, mas não é praticada e a população pede ao setor de fiscalização que agilize os trabalhos, pois reclamações como esta estão sendo constantes.

1292, de 1975, do Código de Postura, em que os proprietários dos terrenos seriam notificados através do setor de fisca-

lização da Prefeitura para construir um muro de no mínimo 1 metro de altura em volta do terreno, mantê-lo limpo, assim

como realizar a construção de uma calçada (passeio público). Essa lei, porém como já citado, existe no Código de Pos-

Lei Municipal nº 1292, de 21 de outubro de 1975. Dispõe sobre o Código de Posturas e dá providências atinentes.

CAPÍTULO VI DA CONSTRUÇÃO E CONSERVAÇÃO DAS CALÇADAS Art. 61 – Todos os proprietários de imóveis edificados ou não, situados em vias públicas servidas por guias e sarjetas, são obrigados a construir ou reconstruir os respectivos passeios e mantê-los em perfeito estado de conservação. CAPITULO XIV DA CONSERVAÇÃO DOS TERRENOS Art 289 – Os proprietários dos terrenos situados no perímetro urbano da sede Municipal ou distrital são obrigados a mantê-los limpos, isentos de mato, detritos, entulhos, lixo ou qualquer material nocivo à vizinhança e a coletividade. Art. 292 – Não será permitida a existência de terrenos não murados e sem passeios em nenhuma zona do perímetro urbano, desde que as frentes de quadras para o trecho da rua que os mesmos estão localizados, já tenham edificado, no mínimo 70% (setenta por cento) do total de seus lotes. Art. 294 – A altura mínima dos muros referidos nos artigos anteriores é de 1m (um metro), quando se tratar de terrenos situados nas zonas centrais, a Prefeitura especificará também o tipo de muro fecho. 

GEPAR firma parceria com Claudinho e Paulo Pipoca taxidermista de Itaberá encerram a III Semana de História da Fafit

O Grupamento Especializado em Proteção Ambiental e Rural da Guarda Civil Municipal de Itararé - GEPAR está formando um museu com espécies nativas da nossa região, utilizando-se de animais que são encontrados mortos, na maioria por atropelamento nas rodovias da nossa região. Quem tem contribuído para este trabalho é o itaberaense Benedito Aparecido Cruz, 64 anos, seu Dito Alípio, como é conhecido, que reside na Chácara Santa Isabel, próxima à área urbana de Itaberá, o qual taxidermiza animais desde criança. Dito Alípio conta que estudou na Escola Leôncio Pimentel, onde na 8ª série dessecou seu primeiro animal, um sapo. De lá para cá, já empalhou mais de 500 animais, todos atropelados nas nossas rodovias. A parceria de seu Benedito com a GCM de Itararé irá proporcionar a oportunidade aos visitantes do Parque Ecológico da Barreira conhecerem um pouco da nossa fauna local, pois os animais empalhados irão ficar expostos na base do GEPAR, que

se encontra no local e estes animais também serão utilizados nas palestras de Educação Ambiental, um projeto que será desenvolvido pela Guarda Civil Municipal. A Guarda de Itararé aproveita a oportunidade para alertar os condutores de veículos que transitam pela nossa região sobre o grande fluxo de animais que circulam pelas nossas rodovias e que a atenção deve ser redobrada, pois nunca se sabe quando um animal pode atra-

vessar a rodovia e isso garantirá a preservação da fauna local e a segurança dos próprios motoristas e passageiros, que utilizam nossas estradas. “Também informamos que quando encontrarem algum animal morto ou ferido, o cidadão poderá contatar a GCM, pois além deste trabalho realizado pelo senhor Benedito de Itaberá, o GEPAR presta socorro aos animais, encaminhando-os aos setores especializados para este tipo de atendimento”, disse o comando.

Para encerrar a III Semana de História, a dupla Claudinho e Paulo Pipoca homenageia o ritmo que ditou boa parte da história regional com um repertório rico em arranjos da melhor viola caipira. A apresentação acontecerá às 20h do dia 04, no Anfiteatro Municipal Sylvio Machado. A surpresa da vez fica por conta das intervenções do ator Sandro Macedo, mais uma vez convidado para integrar parte do espetáculo, que já lotou o Anfiteatro Municipal na apresentação do “Cultura Solidária”, que arrecadou mais de 450 peças para a Campanha do Agasalho do Fundo Social de Solidariedade e a Praça São Pedro em noite fria na véspera do feriado de aniversário de 120 anos da cidade. A entrada é gratuita, inclusive para não inscritos nas ati-

vidades da Semana. Como o número de assentos é limitado, os convites para a apresentação devem ser retirados com antecedência na Coordenadoria de Cultura à Rua XV de Novembro, 69. Este ano, a Semana de História acontece através de parceria entre as Faculdades Integradas de Itararé e a Prefeitura Municipal. O objetivo do evento é divulgar o curso de licenciatura em História e o conhecimento científico, além de promover algumas das maiores potencialidades culturais da região. As atividades da Semana de História vêm acontecendo desde o dia 30, e vão até o dia 04, sendo finalizada com a citada apresentação musical. No dia 03, serão realizadas duas importantes e interessantes oficinas, sendo a pri-

meira com o tema “A importância da geopolítica na história: as estratégias de contenção a serviço da hegemonia Ocidental”, ministrada pelo Prof. Msc. Higor Ferreira Brigola e a segunda com o tema “Trabalho, imigração e anarco sindicalismo na primeira república”, ministrada pelo Prof. Esp. Marcus Vinicius do Nascimento. Os interessados sobre os temas podem comparecer às salas de multimeios B1 e B2, respectivamente, nas Faculdades Integradas de Itararé às 20h. Não será cobrada nenhuma taxa. Vale lembrar que durante toda a semana, estará em exposição à Mostra Fotográfica “Itararé - O Nosso Olhar”, que apresenta algumas das potencialidades artísticas, naturais e urbanas da cidade de Itararé no Bloco A da faculdade.


10

02 de outubro de 2013

Projeto Hortalimento será implantado em Itararé A

secretária de Agricultura e Abastecimento do Estado (SAA), Mônika Bergamaschi, destinou para Itararé uma estufa, através do projeto Hortalimento, da Coordenadoria de Desenvolvimento dos Agronegócios (Codeagro). Esse benefício atenderá a produção de hortaliças para as entidades cadastradas no município. A estufa tem espaço total de 360 m² destinados ao plantio, sendo o valor destinado ao projeto por parte da SAA de R$ 19 mil. O Projeto Hortalimento, do Governo do Estado de São Paulo proporciona mecanismos de acesso à alimentação adequada e de elevado valor nutritivo à população de baixa renda, atuando de forma permanente e sustentável, prevenindo enfermidades decorrentes da má alimentação, bem como promovendo o desenvolvimento regional mediante a geração de trabalho e renda.  A estufa do projeto Hortalimento será implantada na Horta Experimental do município localizada no Distrito Industrial. Em entrevista à nossa equipe de reportagem, o secretário da Agricultura, Roberto Cogo, nos falou sobre o projeto: IN – Itararé já possuía Horta Municipal? Secretário – Sim. Itararé possui Horta Municipal. Ao assumirmos a gestão da Secreta-

pela secretária Mônika Bergamaschi, que nos informou que, em breve, Itararé estará recebendo este benefício. Esse projeto não competirá de modo algum com o trabalho de nossos agricultores, pelo contrário, os agricultores familiares de Itararé serão beneficiados pelo projeto ao poder aprender novas técnicas, além da criação de mudas de mandioca e outras variedades de alimentos. IN – Em que a estufa ajudará no processo? Secretário – A Horta deixa os alimentos expostos quando está descoberta e eles ficam comprometidos. Com isso a incidência de pragas é muito comum. Com a estufa, a tendência é a diminuição das pragas resultando em hortaliças mais viçosas e de mais qualidade. IN – Haverá a possibilidade de visitação da estufa? Secretário – Tão logo ini-

ria da Agricultura encontramos a Horta em funcionamento, porém em estado bem precário. Contudo, após a Secretaria Municipal de Agricultura ser desmembrada, as ações referentes ao viveiro de mudas de árvores nativas passaram a fazer parte da Secretaria do Meio Ambiente, e quanto aos canteiros de hortaliças, passaram a servir para atender as entidades sociais. Porém, com o Programa de Aquisição de Alimentos – PAA, do Governo Federal, o qual contempla a distribuição de Horti-

frutigranjeiro às entidades, os canteiros perderam seu efeito. Sentimos então a necessidade de dar uma nova dinâmica para a Horta Municipal. IN – Quais os atuais trabalhos da Secretaria de Agricultura em relação à Horta Municipal? Secretário – Passamos a denominar a Horta Municipal de Horta Municipal Experimental, incluindo o projeto de construção de estufas. Para tal solicitamos convênios para o Projeto Hortalimento e os recursos se-

rão voltados para a instalação de estufas de até 375 m² e aquisição de equipamentos, que servirão para formar mudas de hortaliças. Além deste Projeto, vamos iniciar o plantio de mandioca, milho e soja, demostrando novas técnicas de plantio. IN – Como funcionará o Projeto Hortalimento? Secretário – O Projeto Hortalimento é da Secretaria Estadual de Agricultura. Recentemente estivemos em audiência junto com a prefeita Cristina Ghizzi, quando fomos recebidos

Idosos do Lar São Vicente de Paulo visitam o Clube dos Boiadeiros

O

Lar São Vicente de Paulo realizou um passeio ao Clube dos Boiadeiros. A iniciativa trouxe alegria aos idosos que são assistidos pela entidade, os quais puderam usufruir de bons momentos em contato com a natureza. Em entrevista à nossa equipe de reportagem, Tatiane de Donno, presidente do Lar São Vicente de Paulo, nos deu seu relato sobre essa iniciativa. Confira a seguir: IN – De onde surgiu a iniciativa de levar os idosos ao Clube dos Boiadeiros? Tatiane – Esta iniciativa é um planejamento que nós temos dentro do nosso plano de trabalho, que é realizar passeios pela cidade e na Zona Rural com os idosos do Lar São Vicente de Paulo, inclusive fazemos relatório destas atividades com fotos. IN – Qual a sua avaliação sobre esta visita? Foi satisfatória? Tatiane – Quanto à visita ao Clube dos Boiadeiros foi muito positiva, pois sabemos que nossos idosos precisam dessas saídas da entidade para se distrair, ver lugares novos, se divertir, enfim sair da rotina diária. IN – Qual foi a programação? Tatiane – Em nossa programação ficou definido que estaríamos levando 15 pessoas, que tinham condições de locomoção no Clube dos Boiadeiros no dia 17, com saída às 14horas. O transporte foi feito em duas

Kombis, sendo uma gentileza do Educandário, que nos arrumou os veículos para transportar os idosos. Lembramos que sempre que fazemos essas saídas da entidade contamos com apoio do pessoal de serviço, em que vão acompanhando dois auxiliares de limpeza e enfermagem. Levamos também alimentação para proporcionar a eles no local um piquenique com vários tipos de alimentos, e material de primeiros socorros caso houver necessidade. IN – Qual foi a reação dos idosos ao ter contato com os animais? Tatiane – Neste passeio os idosos se divertiram muito, podendo apreciar a paisagem,

os cavalos, os gados, enfim tiveram um contato com a natureza. Sabemos que este tipo de atividade contribuiu muito para o bom humor deles, pois é uma forma de exercitar um pouco o corpo através de caminhadas no local, contato com animais, enfim, quando retornam para o Lar voltam com a expressão mais alegre e contente. Só o fato de ir passear já e um motivo de alegria para os idosos. IN – Quantos idosos são assistidos pela entidade? Tatiane – O Lar São Vicente de Paulo tem hoje idosos de ambos os sexos são 67 idosos. IN – O que a população pode fazer para ajudar o Lar São Vicente?

Tatiane – A entidade recebe e precisa sempre de doações de papel higiênico, shampoo, sabonetes, hidratantes, papel toalha, fraldas, roupas, toalhas, lençol, etc.. As doações são sempre bem vindas. IN – Gostaria de deixar alguma mensagem? Tatiane – Queríamos deixar registrado aqui os nossos sinceros agradecimentos ao Preto do Clube dos Boiadeiros, que sempre nos recebeu bem e ao Jornal Itararé News pela publicação da matéria sobre nossa ida ao Clube. Um abraço forte da Diretoria e dos idosos a todos que contribuem para tornar suas vidas mais alegres e felizes.

ciarmos o projeto estaremos abrindo os portões da Horta Experimental para a visitação de escolas e munícipes interessados em conhecê-la. Lembrando que as visitas deverão ser previamente agendadas para que um profissional técnico possa fazer o acompanhamento. IN – O secretário da Agricultura gostaria de deixar alguma mensagem à população? Secretário – Estamos trabalhando dentro das diretrizes da política agrícola da administração Cristina Ghizzi, que tem como objetivo transformar e desenvolver nossa zona rural com os projetos e programas do Governo Federal e Estadual. Estamos captando recursos a serem investidos na agricultura familiar, que vem crescendo e com isto contribuindo com o desenvolvimento social e econômico do município.


11

02 de outubro de 2013

Professor de Jiu Jitsu é primeiro lutador faixa preta da cidade

O

lutador Juliano Baraque ti, professor de Jiu Jitsu na Academia Artforma, dedicou grande parte de sua vida à citada arte marcial. Devido a anos de dedicação ao esporte, pois treina desde os 12 anos de idade, no início deste ano ele foi graduado faixa preta na arte marcial do Jiu Jitsu. Semana passada, Juliano esteve no Rio de Janeiro, onde recebeu a certificação de sua faixa preta das mãos do Grande Mestre Flavio Behring, um dos mais respeitados professores de jiu jitsu brasileiro, sendo também um dos únicos faixas vermelhas do mundo. Este foi um momento de grande honra para o lutador, que também esteve na presença dos mestres João Alberto Barreto, considerado um dos melhores lutadores da arte suave e vale tudo dos anos 50 e 60, e Álvaro Barreto,  faixa vermelha (9º Grau), que foi o primeiro instrutor na lendária academia “Corpo Quatro” em Copacabana, Rio de Janeiro, celebridades estas contribuíram para a construção da história que temos hoje do Jiu Jitsu. Com isso Juliano se tornou o primeiro lutador faixa preta de Itararé. Em entrevista à nossa equipe de reportagem, Juliano Baraquetti nos falou sobre o evento: IN – Desde quando você per-

cebeu que o Jiu-Jitsu era seu esporte? Juliano – Eu comecei a praticar Jiu Jitsu com 12 anos de idade, mas como esporte apenas, informalmente. Em 2006 que eu tive mesmo a intensão de praticar Jiu Jitsu como profissão. Daí então comecei a me dedicar, a me especializar e em 2009 eu vim para Itararé e comecei a dar aula aqui. Eu já dava aulas em São Paulo, algumas vezes por semana, mas me dedicar só a isso, ter essa arte como profissão foi em 2009. Vim a Itararé para isso. Aqui era uma cidade que não tinha Jiu Jitsu então vim com a intensão de expandir mesmo e estou até hoje, lutando sempre para fazer crescer a modalidade e graças a Deus é uma arte marcial que está bem evoluída em Itararé. IN – Há quanto tempo você é professor? Juliano – Eu comecei a dar aula aqui em Itararé como faixa roxa, e com as faixas roxa e marrom você é autorizado a dar aulas, mas ainda não leva o título de professor, é instrutor. Professor eu sou desde janeiro deste ano, quando eu me graduei faixa preta. Mas eu dou aula desde 2008. IN – Como foi para você receber a certificação das mãos dos criadores do Jiu Jitsu brasileiro?

Juliano – Isso é um dos maiores privilégios que nós temos dentro dessa arte, poder estar em contato com essas pessoas e receber deles o aval de que você é realmente faixa preta, corresponde aos requisitos e que ocupa todas as prerrogativas de um verdadeiro faixa preta de Jiu Jitsu. Na verdade os criadores do Jiu Jitsu mesmo foram o Hélio e o Carlos Gracie. O João Alberto Barreto foi o braço direito do Hélio até o dia da morte dele. Estar na presença do Álvaro e do João Alberto Barreto no Rio de Janeiro para mim foi o ponto máximo da minha carreira. Passar três horas de conversa com o João Alberto e receber a assinatura dele em meu diploma, assim como a do meu mestre, que é o Mestre Flávio, com quem eu sempre treinei, e do Álvaro também, foi para mim o maior reconhecimento, é uma coisa que põe à prova qualquer dúvida que possa surgir por minha parte ou de qualquer outra pessoa. IN – Você sonha em se tornar um Mestre nessa arte? Juliano – Caminha-se para isso, mas eu não sei se eu vou ter tempo de vida. Para se formar Mestre, para se ostentar uma faixa vermelha é preciso muitos anos de prática ininterrupta e eu não sei se daqui a 50, 60 anos eu terei capacidade física e psicológica, mas vontade eu tenho. Nunca sabemos o que vai acontecer, mas a intensão é caminhar para isso. Hoje esse não é meu foco principal, meu foco é desenvolver meu trabalho, não deixar deturpar o Jiu Jitsu que vem do Hélio Gracie, que é a linhagem que eu sigo, não deixar esse Jiu Jitsu se perder. Foram essas as orientações que eu recebi dos grandes mestres lá no Rio, pois esse é um Jiu Jitsu que forma lutadores, que forma caráter, não o Jiu Jitsu que hoje vem sendo trabalhado por muitas pessoas como simples esporte ou foco de competição, onde não se dá valor as qualidades dos humanos. Meu Jiu Jitsu não tem nada de

Atletas da terceira idade vão ao JORI em Cerquilho Jogos acontecem de 02 a 06 de outubro Nesta semana cerca de 40 competidores de Itararé participarão da 77ª edição dos Jogos Regionais do Idoso (JORI), organizado pelo Fussesp (Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo) e pela Prefeitura de Cerquilho. São 14 modalidades esportivas adaptadas para os atletas da melhor idade: Bocha, Atletismo (corrida), Buraco, Coreografia (dança), Damas, Dominó, Danças de Salão, Malha, Truco, Natação, Vôlei adaptado, Tênis de Mesa, Tênis e Xadrez. O atleta deve ter no mínimo 60 anos completados no ano dos Jogos. Terminada a fase regional, os dois primeiros classificados em cada modalidade participarão

dos Jogos Abertos do Idoso (JAI). Segundo o coordenador de Esportes de Itararé, Denis Galvão, os jogos promovem a integração do idoso na sociedade, valorizam e estimulam a práti-

ca de uma atividade física como fator de promoção da saúde e bem-estar destes atletas. “Desejo toda a sorte para a nossa equipe que irá nos representar muito bem”, concluiu.

acrobático, nem de mirabolante, é o Jiu Jitsu que vem mesmo da linhagem original, que feito para ser eficiente, para deixar a pessoa preparada para qualquer coisa, a qualquer momento. É isso que eu tento pregar, que eu tento passar aos meus alunos, e Graças a Deus estou tendo êxito nessa minha empreitada até hoje. IN – Qual o maior desafio para você como professor de Jiu Jitsu? Juliano – Eu costumo dizer que o Jiu Jitsu é uma filosofia de vida, que traz como bônus ensinar você a lutar. A gente usa a luta para, como eu falei, melhorar o caráter, melhorar a pessoa como ser humano. O maior desafio para mim hoje é manter a base do Jiu Jitsu original, assim como foi ensinado pelo Hélio Gracie, como foi ensinado pelo Carlos Gracie, como eles passaram na década de 20 até os anos 70, 80, o Jiu-Jitsu puro mesmo. Hoje temos grandes competidores, que ganham campeonatos e tal, mas eu ponho em questão, e posso até ser apedrejado por

isso, qual a eficiência do Jiu Jitsu desses grandes competidores numa situação real, que é a função de uma arte marcial. Antes de ser esporte, o Jiu Jitsu é uma luta e a função da luta é criar autoestima, confiança, deixar a pessoa preparada não só para situações de combate ou conflito corpo a corpo, mas preparada intelectual, espiritual e mentalmente para enfrentar qualquer desafio que ela tenha na vida profissional ou pessoal dela. IN – O que você diria que o Jiu Jitsu acrescentou em sua vida? Juliano – Tudo. De 2006 para cá eu fui transformando minha vida, fui condicionando minha vida para o Jiu Jitsu. Hoje o Jiu Jitsu é minha profissão, antes não era, tive outros trabalhos, e chegou a um ponto em que eu manipulava todos os meus horários para poder treinar, poder estar na academia e dar aula. Isso foi se transformando de uma maneira, e hoje posso dizer que sou um cara feliz, reconhecido, sou uma pessoa reali-

zada comigo mesmo, dentro daquilo que eu me proponho a fazer e eu tento fazer o melhor que eu posso. Uma coisa que eu costumo dizer é que Deus sempre foi muito bom para mim, porque ele pôs na minha vida as pessoas certas nos momentos certos. Desde o dia que eu nasci eu caí com um pai e uma mãe maravilhosos, que me deram muito carinho. Depois eu tive professores maravilhosos no colégio e na faculdade, caí nas mãos do Mestre Flávio, que é um dos caras mais conceituados hoje no Jiu Jitsu, e agora neste fim de semana tive o prazer imenso de conhecer os grandes mestres, os escritores da história do Jiu Jitsu, e esses condicionamentos, esses caminhos que minha vida levou, eu nunca soube o que isso ia acontecer, mas foi minha história se escrevendo e espero que eu possa dar continuidade a todos esses privilégios que eu tive de estar entre as pessoas certas, entre celebridades que fizeram acontecer, que a gente vê ganhar o mundo.

Campeonato Interestadual de Skate Foi realizado na cidade de Sorocaba uma das etapas do Campeonato Interestadual de Skate 2013, que foi organizado pelo Sesc, Loja Switch e New Skate. O evento contou com a presença de profissionais como Sandro Dias, o minerinho, e a lenda do skate nos anos 90, Rui Muleke, que estiveram na orga-

nização do evento. A cidade de itararé esteve bem representada com os skatistas amadores Pedro Cordeiro, Lucas Moraes e Thomas Dalla Torre. Lucas Moraes mais uma vez esteve presente no pódio, ficando em 8º lugar e somando ponto para o ranking, que premiará com

uma passagem para Barcelona / Espanha o campeão do circuito. Parabéns aos skatistas, que representaram mais uma vez Itararé e mostraram porque o skate é um dos esportes que mais crescem em números de praticantes no interior e nas grandes capitais do Brasil nas últimas décadas.


12

02 de outubro de 2013


Quarta-feira, 02 de outubro de 2013

No dia 21, Júlia comemorou seus 5 aninhos ao lado da mamãe Bruna Lima, familiares e amigos no estilo encantado da princesa Branca de Neve. A festa foi preparada com muito amor e carinho para essa menina linda! Que Deus continue abençoando você Júlia e toda sua família!

SUPLEMENTO ESPECIAL DO JORNAL ITARARÉ NEWS


02

Ki Pastel do Heranรงa

02 de outubro de 2013


03

02 de outubro de 2013

Funcionário Nota 10

Destaque Empresarial Djs Bitoca e Felipe Ramos vêm se destacando no ramo de som e iluminação de festas e eventos em nossa cidade. Trabalhando com Box Truss, Telas de Led, Sistema Hi Tech e o melhor da música eletrônica, os garotos estão conquistando a todos com sua eficiência e seu carisma. Trazendo cada vez mais novidades para Itararé eles trabalham seguindo o lema: “Coração e música na mesma batida!”. 

Hoje nossa funcionária Nota 10 é, ninguém mais, ninguém menos, que a vendedora Dilaine Aparecida Furquim, sempre dedicada e atendendo os clientes da Loja Josy Magazine Mix com muita competência e carinho, além de muito admirada por seus colegas de trabalho.

Prepare-se para reformulações, seja flexível para acatar propostas do grupo. Aprenda a dividir o comando com quem trabalha com você. Não faça dividas agora, espere um pouco para comprar. Saúde requer relaxamento e tempo maior de descanso.

Reviravoltas no âmbito profissional e familiar exigirão de você bastante jogo de cintura e presença de espirito de hoje a 3/10, anseios e aspirações se chocam - os seus e dos outros. Lua e Marte juntos em Leão pedem cuidado hoje com as finanças.

Setembro termina sob clima astral tenso, é bom ser inventivo! Essas crises podem se acentuar de hoje a 3/10, período em que o desejo de equilíbrio e paz será ameaçado por eventos inesperados, que podem mudar algo importante. Dívidas inesperadas.

Torça pela colaboração, compartilhando as decisões e o poder que você adquiriu e que tão bem exerce. Aliviará sua carga, dando chance aos outros. Sol e Urano anunciam confrontos no horizonte do trabalho e da família. Contorne, sendo amável.

Sol e Urano trazem surpresas no campo financeiro, abra-se para mudanças. Astral está instável para assuntos de ordem legal (advogados, cortes, justiça comum em geral), espiritual, ou religiosa; evite tratar de assuntos ligados nestes dias. Conflitos no amor.

Vem vindo por ai mudanças importantes relativas a chefia, poder e comando.. Pode ser na sua empresa, mas se refletirão em sua vida cotidiana, com certo impacto em suas finanças, talvez por causa de um parceiro que enfrentará problemas.

Embora você seja super observador e desconfie, por natureza, até da própria sombra, sempre há sinais que escapam. Neste fim de mês, conte com mudanças e reviravoltas no seu cotidiano. Saúde e relação com empregados pode ser origem dessas alterações.

Sol e Plutão num ângulo carregado reforçam necessidade de compartilhar poder, conhecimento e decisões. Relacionamentos com irmãos e próximos andam oscilantes e imprevistas. Vênus e Marte tencionam área afetiva. Julgamentos frágeis.

Mês termina sob a vibração arrevesada dos astros. Faça um exame de consciência e descubra se você deixou alguma ponta desamarrada em seus projetos. A probabilidade de ter alguma surpresa ruim diminuirá. Altos e baixos nas relações afetivas.

Vênus e Marte ainda em aspecto tenso contrapõem desejos de liberdade com necessidade de se associar. Alteração nas relações de parceria - negócios, amor, amizade, consultores, advogados, médicos, conjugue - são esperados nos próximos dias.

Assim como o mês vai terminando, também a Lua no céu vai diminuindo. Momento para refletir mais do que agir, revendo decisões e esmiuçando atitudes anteriores. Há tempo de mudar, aprimorar, voltar atrás. Impaciência e ciúme a vista, cuidado.

Encerramento de mês difícil pra você, não espere muito de nada nem ninguém, pois as condições estão complicadas pra todo mundo. Adie decisões importantes e reuniões com chefes - o clima explosivo não ajuda! Mercúrio e Netuno favorecem lado artístico.


04

Lucky Cafeteria

02 de outubro de 2013


02 de outubro de 2013

Leil達o Sagro 2

05


6

02 de outubro de 2013

Happy Birthday

Vanessa – 01/10

Thiago – 07/10

Michelle – 06/10

Marlene – 03/10

Leo – 02/10

Lauri – 02/10

Giovanna – 30/09

Cristina – 04/10

Thailon – 02/10

Soline – 05/10

Paulo de Tarso – 05/10

Oséias – 06/10

Marcella – 03/10

Maiara – 04/10

Luiz Goto – 06/10

Luana – 02/10

Juliano – 06/10

Jucelene – 07/10

Jefferson – 06/10

Jean Carlos – 05/10

Jean – 07/10

Augusto – 02/10

Willian – 08/10

Wellington – 07/10

Willian – 06/10

Thiago – 06/10

Marcos – 08/10

Carla – 07/10


02 de outubro de 2013

Dia 28 foi comemorado os 92 anos da senhora Maria de Lourdes Santos Silva, juntamente com os 50 anos de seu neto, Marcus Vinícius Lúcio Martins. A comemoração ocorreu junto à amigos e familiares, que desejam aos aniversariantes todas as bênçãos e alegrias deste mundo!

07


08

“PRETO ANTUNES a cada dia de nossa vida, aprendemos com os nossos erros e nossas vitórias. O importante é saber que todos os dias vivemos algo novo e inédito. Que possamos viver intensamente cada momento com nossos familiares e amigos como se fosse o último, com muita paz e esperança, amor e fraternidade, pois a vida é uma dádiva e cada instante é um presente dado por Deus, assim como você... Obrigado por tornar nossas vidas tão especial com sua presença.” Essa foi uma surpresa feita pelos seus familiares!

02 de outubro de 2013

Jornal Itararé News edição 39  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you