Issuu on Google+


explorando o futuro O ISCTE-IUL é um instituto de ensino universitário público, destinado à formação de quadros e especialistas qualificados. Os seus objectivos estratégicos são a inovação, o reforço da qualidade e abrangência da formação e a internacionalização. O ISCTE-IUL tem actualmente 16 cursos de 1º ciclo, no âmbito das suas quatro Escolas: - Escola de Gestão; - Escola de Sociologia e Políticas Públicas; - Escola de Ciências Sociais e Humanas; - Escola de Tecnologias e Arquitectura. O ISCTE-IUL estimula os seus estudantes a explorarem o seu potencial ao máximo, a desenvolverem a sua capacidade de iniciativa e de adaptação e a complementarem a sua formação académica com uma experiência internacional, tornando-os capazes de responder às necessidades do mercado de trabalho global. Com aproximadamente 8.300 estudantes, dos quais 1.000 são estrangeiros, o ISCTE-IUL orgulha-se de registar uma taxa de 100% de empregabilidade nas áreas de Gestão e Tecnologias e de 87% na área das Ciências Sociais. Estes números confirmam o prestígio da Instituição e a qualidade do ensino.

Localização e acessos

O campus do ISCTE-IUL situa-se a sul da Cidade Universitária, uma localização altamente privilegiada pelos seus acessos, quer de transportes públicos, quer de carro. Transportes - Autocarros (21, 31, 64, 36, 54, 701, 732, 738, 745 e Aerobus); - Metro (Linha Amarela: Entrecampos e Cidade Universitária); - Comboio da Linha de Sintra, Cascais e Margem Sul; ligação com as Linhas da Estação do Oriente.

Linhas de Sintra, Cascais e Margem Sul Ligação com Estação Oriente


estrutura do ensino Primeiro ciclo Todas as licenciaturas do ISCTE-IUL se enquadram no “modelo de Bolonha”. No caso de Arquitectura, o curso funciona em regime de mestrado integrado. Todos os cursos do 1º ciclo fornecem formação de base em áreas disciplinares específicas e visam a profissionalização generalista dos diplomados com inserção no mercado de trabalho enquanto técnicos de nível intermédio, bem como a preparação para prosseguimento de estudos para mestrado. O ISCTE-IUL oferece, actualmente, 15 licenciaturas e um mestrado integrado em Arquitectura. Escola de Gestão: - Gestão; - Economia; - Finanças e Contabilidade; - Gestão de Recursos Humanos; - Gestão Industrial e de Serviços; - Gestão de Marketing. Escola de Sociologia e Políticas Públicas: - Sociologia; - Ciência Política; - História Moderna e Contemporânea; - Serviço Social. Escola de Ciências Sociais e Humanas: - Psicologia; - Antropologia. Escola de Tecologias e Arquitectura: - Arquitectura; - Engenharia Informática; - Engenharia de Telecomunicações e Informática; - Informática e Gestão de Empresas.

Ensino pós-graduado De acordo com o modelo de Bolonha, os mestrados com 90 a 120 Créditos ECTS, fornecem formação especializada, visando a preparação de profissionais de elevada qualificação, bem como a preparação para prosseguimento de estudos para doutoramento. Constituindo, desejavelmente, o nível principal de formação e profissionalização da maioria dos estudantes do ensino superior, destinam-se a licenciados bem como a profissionais que procuram reconversões ou actualizações de competências especializadas. O ISCTE-IUL oferece dois tipos de mestrado: os mestrados disciplinares que desenvolvem as áreas científicas das licenciaturas e os mestrados interdisciplinares cujo objecto de estudo poderá tratar de áreas não directamente relacionados com as licenciaturas do ISCTE-IUL, revestindo um carácter mais transversal ou mesmo pluridisciplinar. Os doutoramentos são ciclos de formação avançada desenvolvidos

em estreita articulação com a actividade de investigação realizada nos centros de investigação do ISCTE-IUL. Os doutoramentos têm como objectivo a preparação de profissionais com qualificação de topo, de professores do ensino superior e de investigadores na universidade ou na indústria. Integram, em geral, uma componente lectiva de um ano que confere um diploma de estudos avançados de 3º ciclo. Destinam-se a mestres e a profissionais com currículo de elevada qualidade. O ISCTE-IUL assume-se como uma research university colocando, por isso, ênfase na investigação e no desenvolvimento de parcerias internacionais de referência, particularmente ao nível do 2º e 3º ciclos de estudos. Nos seus vários programas, frequentam o ISCTE-IUL mais de mil estudantes estrangeiros, o que permite uma vivência internacional a toda a comunidade estudantil.

Competências transversais Todos os planos de estudos do 1º ciclo integram obrigatoriamente unidades curriculares de competências transversais. As competências transversais são competências genéricas que, a par dos conhecimentos específicos de cada área científica, desenvolvem capacidades utilizáveis em diversos contextos sócioprofissionais, incrementando o acesso ao emprego. As unidades curriculares das competências transversais, dividemse em três grupos temáticos: Instrumentais, Interpessoais e Sistémicas. Actualmente, o mundo do trabalho exige iniciativa, criatividade e capacidade de agir em situações diversificadas, o que implica a necessidade de formar profissionais que, independentemente da sua área de formação, sejam flexíveis e capazes de identificar problemas, procurando respostas de forma proactiva, criativa e autónoma. Os profissionais de hoje necessitam, ainda, de saber como lidar com interacções pessoais complexas, comunicando com clareza e relacionando-se eficazmente com indivíduos e grupos. Estas unidades curriculares têm como objectivo último o de fazer com que cada estudante possa adquirir e treinar técnicas, discutir problemas e desenvolver comportamentos que, em conjunto, lhe permitam dominar um “saber fazer” concreto em diferentes áreas. Por isso, é dada a máxima importância ao envolvimento dos alunos em actividades práticas. O lema destas unidades curriculares poderia ser: Saber para Fazer e Fazer para Saber! Para atingir este objectivo, são utilizadas técnicas de pedagogia activa, que enfatizam a aprendizagem baseada na experiência: sessões de resolução de problemas, discussão de casos, roleplaying e demonstrações.


Residência universitária do iscte-iul

Acesso ao ensino superior O ISCTE-IUL tem ao longo dos últimos anos preenchido 100% das vagas, incluíndo o regime pós-laboral. No ano lectivo 2011/12, cerca de 45% destes novos alunos entraram na sua 1ª opção.

Concurso nacional de acesso

A candidatura aos cursos decorre no âmbito do Concurso Nacional organizado pela Direcção Geral do Ensino Superior que, para o efeito, publica por portaria um regulamento contendo as Regras Gerais do Concurso, incluindo as fases de candidatura, os contingentes e as preferências regionais e habilitacionais. O Concurso Nacional de Acesso desenvolve-se em três fases. Na 1ª fase as vagas são distribuídas por um contingente geral e por contingentes especiais, nomeadamente: - Candidatos oriundos da Região Autónoma dos Açores; - Candidatos oriundos da Região Autónoma dos Madeira; - Candidatos emigrantes portugueses e familiares; - Candidatos militares em regime de contrato; - Candidatos portadores de deficiência física ou sensorial. Um candidato ao ISCTE-IUL deve reunir as seguintes condições: - Ter aprovação num curso do ensino secundário ou habilitação legalmente equivalente; - Ter realizado as provas de ingresso exigidas para o curso e ter nessas provas uma classificação igual, ou superior, a 9,5 valores; - Ter uma nota de candidatura igual ou superior ao valor mínimo fixado pelo ISCTE-IUL: 9,5valores. As provas de ingresso são válidas no ano da sua realização e nos dois anos seguintes.

Regime maiores de 23 anos

O Decreto-Lei 64/2006, de 21 de Março, que aprova as condições especiais de acesso e ingresso no ensino superior para a frequência do ensino superior dos maiores de 23 anos, contempla os candidatos maiores de 23 anos, independentemente das habilitações académicas de que são titulares, desde que não detenham a habilitação de acesso. Deve entender-se por habilitação de acesso, ser-se titular da habilitação académica do curso de ensino secundário ou equivalente e a realização da prova de capacidade. O 12º ano ou equivalente, só por si, não pode ser considerado habilitação de acesso ao ensino superior.

Gabinete de Acesso ao ensino superior do ISCTE-IUL

Poderá fazer a sua candidatura ao Ensino Superior, bem como esclarecer dúvidas sobre o processo, no Gabinete de Acesso ao Ensino Superior do ISCTE-IUL. Edifício I do ISCTE-IUL, Av. das Forças Armadas, 1649-026 Lisboa Tel.: 217 903 923 | E-mail: acesso@iscte.pt

Mais informações www.iscte-iul.pt

Serviços de acção social Residência Universitária Situada no Mosteiro de Santos-o-Novo (séc. XVII) - considerado Monumento Nacional - a residência goza de uma vista ribeirinha privilegiada e da proximidade de pontos fulcrais da cidade, como a estação de comboios de Santa Apolónia, o típico bairro de Alfama, Baixa de Lisboa, Terreiro do Paço e Parque das Nações.

Gabinete de apoio ao aluno O Gabinete de Apoio ao Aluno (GAA) surge das necessidades específicas dos alunos do ensino superior e tem como objectivos a promoção do bem-estar e desenvolvimento pessoal, bem como o apoio ao estudante no seu processo educativo. Sendo a entrada no ensino superior uma fase de grandes mudanças pessoais, torna-se essencial haver um espaço a que os alunos possam recorrer e que permita a promoção do auto-conhecimento, a clarificação e a optimização das escolhas académicas.

Fundo de apoio social Está em constituição um fundo próprio para apoio social a estudantes mais carenciados, que terá contribuições de patrocinadores, de ex-alunos e do ISCTE-IUL. Este fundo terá gestão conjunta da Reitoria, Associação de Estudantes (AEISCTE) e clube de ex-alunos (Clube ISCTE-IUL).

Bolsas de acção social A atribuição das bolsas de acção social é feita de acordo com o Regulamento de Atribuição de Bolsas de Estudo aos Estudantes do Ensino Superior. Definem-se como economicamente carenciados todos os estudantes cuja capitação média do agregado familiar é inferior ao valor 1.2 x o salário mínimo nacional, em vigor no início de cada ano lectivo . O Estado assegura aos estudantes bolseiros a diferença entre a propina mínima e a definida pelo Estabelecimento de Ensino.


Bolsas e prémios Bolsas de Estudo por Mérito

Para as Bolsas de Estudo por Mérito, instituídas pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, são elegíveis estudantes que frequentem os cursos de licenciatura do ISCTE-IUL, que tenham estado inscritos no ano lectivo a que se reporta a atribuição das bolsas e que estejam inscritos no ano em que as bolsas são postas a concurso. O critério de selecção é o valor da média aritmética das classificações obtidas nas unidades curriculares. O valor atríbuido é equivalente a cinco salários mínimos nacionais. Prevê-se que, em breve, estas bolsas sejam atribuídas, também, a estudantes do 2º ciclo.

Prémio Silva Leal

Este prémio surge em homenagem ao professor do ISCTE-IUL António da Silva Leal, académico e político, que se distinguiu pela defesa e desenvolvimento de políticas de solidariedade e cidadania. O ‘Prémio Silva Leal’ é uma iniciativa do ISCTE-IUL e da Secretaria de Estado da Segurança Social. No valor de 2.493,99 euros, o prémio destina-se a alunos do ISCTE-IUL que se destaquem pela elaboração de trabalhos com relevância para o estudo das políticas e das práticas nos domínios da segurança social, da solidariedade e da economia social.

venture competition

Prémios de excelência académica

O Prémio de Excelência Académica para Discentes, instituído pelo ISCTE-IUL, divide-se em dois tipos: - Prémio de ingresso para as melhores notas de candidatura às licenciaturas; - Prémio de frequência para as melhores notas anuais de licenciatura. Estes prémios são equivalentes à propina anual, sendo atribuído um total de cem mil euros por ano neste tipo de prémios.

Prémios Caixa Geral de Depósitos A Caixa Geral de Depósitos, visando o apoio à investigação científica e à promoção do conhecimento, concede ao ISCTE-IUL um apoio financeiro anual para: - Quinze prémios para cada um dos melhores estudantes finalistas nas licenciaturas do ISCTE-IUL, no valor unitário de 1.000,00 euros; - Cinco prémios para cada um dos melhores alunos finalistas em cinco dos mestrados do ISCTE-IUL, no valor unitário de 1.500,00 euros.

Prémios de empresas e instituições

Para além das bolsas e prémios enumerados, cada área científica propícia outros prémios patrocinados por entidades externas.

Entrega de prémios de excelência académica


internacionalização e mobilidade

Actividade internacional

Cientes de que, na actual era da globalização, uma experiência internacional constitui um trunfo para um futuro promissor, o ISCTE-IUL considera a internacionalização estratégica. Por isso, procurou, desde a sua origem, criar enquadramentos adequados para que os seus estudantes pudessem beneficiar das várias oportunidades de mobilidade transnacional. Entre outras actividades de carácter internacional, o ISCTEIUL tem: - 332 Acordos com universidades estrangeiras; - SummerSchool no ISCTE-IUL para estrangeiros e, para os nossos estudantes, na República Checa, Eslovénia, Coreia e Tailândia; - Opção de 150 unidades curriculares em inglês; - Mestrados nos EUA, China, Brasil, Cabo Verde e Moçambique.

Mobilidade de estudantes

Aprender, formar-se, fazer um estágio ou investigação no estrangeiro permitem melhorar as perspectivas de emprego. Com efeito, estudos realizados a nível europeu confirmam que os jovens que prosseguiram os seus cursos no estrangeiro recebem, muitas vezes, ofertas de emprego mais rapidamente e seguem uma carreira internacional com responsabilidades mais importantes. Através dos programas de intercâmbio, o ISCTE-IUL recebe anualmente cerca de 400 estudantes estrangeiros e envia 300 para fora do país.

Global Village


Inserção profissional Os nossos finalistas conseguem facilmente uma colocação profissional e, na sua maioria, nas mais prestigiadas empresas e nas funções mais aliciantes. As taxas de empregabilidade são de 100% nas áreas de Gestão e Tecnologias e de 87% na área das Ciências Sociais. Existem várias instituições que recrutam os finalistas do ISCTE-IUL Eis apenas algumas delas: - Accenture - Adecco – Recursos Humanos, Empresa de Trabalho Temporário, Lda - Allianz Portugal, Companhia de Seguros, SA - Andersen Consulting-Consultores de Gestão, SA - APAV – Associação Portuguesa de Apoio à Vítima - BBDO Portugal - Bilbao Vizcaya Argentina - Caixa Geral de Depósitos - Investimento Global - Montepio Geral - BANIF - Bayer Portugal, SA - BBDO Portugal-Agência de Publicidade, SA - BDO - BMW Portugal, Lda - BP Portuguesa, SA - Câmaras Municipais: Almada – Museu da Cidade, Cascais, Grândola, Lisboa, Loures – Garse, Montijo. - Central de Cervejas, SA - Centro Cultural de Belém - Centro Reg. de Seg. Social de Lisboa e Vale do Tejo - CTT – Correios de Portugal, SA - Danone Portugal, SA - Deloitte Consulting, Lda - EDP Distribuição-Energia, SA - El Corte Inglês - Engil – Sociedade de Construção Civil, SA - Ernst & Young - Europraxis – Consultoria e Gestão de Recursos Humanos, Lda

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Fima/Vg – Distribuição de Produtos Alimentares, Lda Galp Energia, SA Golf & Beach Resort Grupo Auchan Grupo Cortefiel Portugal Grupo Luís Simões IBM Portuguesa INETI – Instituto Nacional Engenharia Tecnológica Industrial Jerónimo Martins – Sociedade Gestora de Participações Sociais, SA Johnson Diversey Portugal KPMG LNEC – Laboratório Nacional de Engenharia Civil L’Oréal Museu Nacional de Etnologia Museu Nacional do Traje Nestlé – Portugal, SA Novabase Optimus – Telecomunicações, SA Peugeot Portugal Automóveis, SA Portugal Telecom PriceWaterHouseCoopers – Auditores e Consultores, Lda PT Comunicações PT Prime Publicis Consultants Randstad Professionals RDP – Rádio Difusão Portuguesa Renault Gest Sacoor brothers Santa Casa da Misericórdia de Lisboa SECIL Siemens, SA Tabaqueira, SA TAP Portugal The Boston Consulting Group TMN – Telecomunicações Móveis Nacionais, SA Tranquilidade Unicer Vodafone Portugal – Comunicações Pessoais, SA

Fórum empresas


Oferta educativa 2012|2013

Licenciaturas Gestão Economia Finanças e Contabilidade Gestão de Recursos Humanos Gestão Industrial e de Serviços Gestão de Marketing

iscte-instituto Universitário de Lisboa escola de Gestão


licenciatura em gestão 3 anos | 180 Créditos ECTS | Diurno A Licenciatura em Gestão beneficia de uma tradição de mais de 30 anos no ISCTE-IUL. Ao longo do tempo tem assegurado saídas profissionais muito competitivas, através da formação de quadros superiores habilitados para desenvolver funções nas diferentes áreas funcionais das empresas. São especialmente preparados para as diferentes exigências e dimensões da gestão empresarial, nomeadamente em termos de capacidade de resposta a problemas complexos e de decisão em contexto de incerteza com que os gestores se deparam, tirando partido de um amplo conhecimento dos instrumentos e técnicas nas várias áreas da gestão.

Condições de acesso e vagas Os candidatos devem ter aprovação num curso de ensino secundário ou habilitação legalmente equivalente e ter realizado as seguintes provas de ingresso: - Matemática (16) ou - Matemática (16) e Economia (04) ou - Matemática (16) e Geografia (09). Em 2011/12 o número de vagas foi de 200.

Saídas profissionais - Quadros das áreas financeiras, Planeamento e controlo e de marketing de grandes empresas, técnicos, analistas e gestores de instituições bancárias e seguradoras; - Assessoria, direcção e gerência de PME’s; - Analistas e técnicos de empresas de consultoria; - Quadros superiores de administração pública e institutos do Estado, entre outras.

Plano de estudos 1º Ano: Matemática; Contabilidade Financeira I; Introdução à Gestão; Informática de Gestão; Macroeconomia; Optimização; Contabilidade de Gestão I; Gestão do Marketing; Introdução às Finanças; Optativa em Competências Transversais. 2º Ano: Contabilidade de Gestão II; Microeconomia; Estatística I; Marketing Operacional; Modelos Organizacionais; Contabilidade Financeira II; Investimentos; Estatística II; Fiscalidade; Direito Das Sociedades Comerciais. 3º Ano: Gestão Integrada das Operações; Finanças de Empresa; Empreendedorismo; Estratégia Empresarial; Optativa; Investigação Operacional; Gestão de Recursos Humanos; Projecto Empresarial; Optativa.

Mais informações www.iscte-iul.pt


licenciatura em economia 3 anos | 180 Créditos ECTS | Diurno A licenciatura em Economia afirma-se pela sua capacidade de combinar o ensino orientado para a realidade económica nacional e internacional com uma sólida formação teórica de base. A formação destaca-se pelas suas áreas aplicadas e pela tónica nas áreas de Métodos Quantitativos, Gestão e Ciências Sociais. É particularmente incentivado o desenvolvimento de competências pessoais transversais, tais como: a capacidade de desenvolver trabalho em equipa, realizar pesquisa individual, analisar situações complexas e comunicar, visando a preparação dos futuros licenciados para a sua integração no mercado profissional.

Condições de acesso e vagas Os candidatos devem ter aprovação num curso de ensino secundário ou habilitação legalmente equivalente e ter realizado as seguintes provas de ingresso: - Matemática A (19) ou - Matemática A (19) e Economia (04) ou - Matemática A (19) e Geografia (09). Em 2011/12 o número de vagas foi de 80.

Saídas profissionais - Entidades empresariais e associativas: bancos e outras instituições financeiras, empresas de consultoria e auditoria, outras empresas, associações empresariais; - Administração regional e local: comissões de coordenação regional, autarquias locais, agências de desenvolvimento regional, coordenação de projectos de desenvolvimento; - Serviços técnicos dependentes da Administração Pública Central: gabinetes de estudos e prospectiva; serviços de planeamento, institutos públicos nas áreas da economia, da estatística, do ambiente, do emprego e da formação profissional; - Organizações internacionais, nomeadamente estruturas da União Europeia.

Plano de estudos 1º Ano: Introdução à Ciência Económica; Contabilidade Financeira I; Matemática I; Introdução à Gestão; Estudos em Economia Aplicada; Microeconomia I; Matemática II; Contabilidade de Gestão I; Optativa Condicionada I *; Optativa em Competências Transversais. 2º Ano: Microeconomia II; Macroeconomia I; Economia do Trabalho e dos Recursos Humanos; Estatística; Direito Económico; Economia e Finanças Públicas; Economia Monetária; Macroeconomia II; Economia Internacional; Econometria I. 3º Ano: Economia e Políticas de Desenvolvimento; Economia Sectorial; Optativa Condicionada II**; Optativa de Economia I; Optativa de Economia II; Optativa de Economia III; Optativa de Economia IV; Economia Portuguesa e Europeia; Políticas de Competitividade e Coesão; Optativa Livre. * História Económica e Social ou Introdução às Finanças; ** Econometria II ou Análise de Dados.

Mais informações www.iscte-iul.pt

licenciatura em finanças e contabilidade 3 anos | 180 Créditos ECTS | Diurno A licenciatura em Finanças e Contabilidade, que também faz parte do plano de estudos de prestigiadas universidades internacionais, assegura uma formação de base nas áreas da contabilidade, fiscalidade, auditoria e controlo de gestão, colocando os recém-licenciados numa posição privilegiada no que se refere ao prosseguimento de estudos nos ciclos seguintes e no acesso a um vasto leque de actividades profissionais no mercado de trabalho.

Condições de acesso e vagas Os candidatos devem ter aprovação num curso de ensino secundário ou habilitação legalmente equivalente e ter realizado as seguintes provas de ingresso: - Matemática (16) ou - Matemática (16) e Economia (04) ou - Matemática (16) e Geografia (09). Em 2011/12 o número de vagas foi de 80.

Saídas profissionais - Quadros da área financeira de empresas e administração pública para a preparação e reporting da informação financeira e de gestão; - Quadros da área financeira de empresas e administração pública para o planeamento e controlo da gestão; - Quadros da área financeira de empresas e administração pública para o exercício de funções de auditoria e fiscalidade; - Quadros de administração fiscal; - Revisores oficiais de contas e Técnicos oficiais de contas

Plano de estudos 1º Ano: Matemática; Contabilidade Financeira I; Informática de Gestão; Gestão do Marketing; Introdução à Gestão; Macroeconomia; Optimização; Contabilidade de Gestão I; Introdução às Finanças; Optativa em Competências Transversais. 2º Ano: Estatística I; Contabilidade de gestão II; Investimentos; Cálculo Financeiro; Direito das Sociedades Comerciais; Microeconomia; Estatística II; Contabilidade Financeira II; Finanças de Empresa; Estratégia Empresarial. 3º Ano “Especialização em Finanças”: AAvaliação e Reestruturação de Empresas; Fiscalidade; Optativa de especialização; Optativa de especialização; Optativa; Projecto Empresarial em Finanças; Gestão de Recursos Humanos; Optativa de especialização; Optativa de especialização. 3º Ano “Especialização em Contabilidade”: Matemática; Contabilidade Financeira I; Informática de gestão; Gestão do Marketing; Introdução à Gestão; Macroeconomia; Optimização; Contabilidade de Gestão I; Introdução às Finanças; Optativa em Competências Transversais.

Mais informações www.iscte-iul.pt


licenciatura em gestão de recursos humanos

licenciatura em gestão industrial e de serviços

3 anos | 180 Créditos ECTS | Diurno

3 anos | 180 Créditos ECTS | Diurno

A licenciatura em Gestão de Recursos Humanos tem como principais objectivos a preparação de especialistas de recursos humanos, dotando-os das competências essenciais ao desempenho eficaz das actividades de consultoria e gestão de recursos humanos e familiarizando-os, para o efeito, com as práticas, técnicas e os modelos mais modernos e avançados no domínio da gestão de pessoas.

A licenciatura em Gestão Industrial e de Serviços está vocacionada para o interface entre a gestão e a engenharia e tem como objectivo formar profissionais com competências diversificadas nos domínios da gestão e das tecnologias, de forma a poderem vir a gerir, de modo integrado, os sistemas e processos em que se baseia hoje a actividade das empresas e de outras organizações.

Condições de acesso e vagas

Os candidatos devem ter aprovação num curso de ensino secundário ou habilitação legalmente equivalente e ter realizado as seguintes provas de ingresso: - Matemática (16) ou - Matemática (16) e Economia (04) ou - Matemática (16) e Geometria Descritiva (10). Em 2011/12 o número de vagas foi de 40.

Os candidatos devem ter aprovação num curso de ensino secundário ou habilitação legalmente equivalente e ter realizado as seguintes provas de ingresso: - Matemática (16) ou - Economia (04) ou - Português (18). Em 2011/12 o número de vagas foi de 40.

Saídas profissionais - Gestor e técnico de recursos humanos de grandes e médias empresas e outras organizações; - Assessor de administração para a área de recursos humanos; - Consultor e especialista em empresas de executive search, selecção e recrutamento; - Consultor e especialista em empresas de consultoria estratégica, de reestruturação, mudança e inovação organizacional, e de gestão de conflitos.

Plano de estudos 1º Ano: Tratamento de Informação; Contabilidade Financeira I; Métodos de Investigação; Direito do Trabalho; Informática de Gestão; Psicologia Social e das Organizações; Introdução à Gestão; Estatística; Contabilidade de Gestão I; Optativa em Competências Transversais. 2º Ano: Análise e Finanças de Empresa; Relações Laborais; Análise de Dados; Desenho de Sistemas de Recompensa e Carreiras; Avaliação de Desempenho; Gestão Administrativa de Pessoal; Factores Humanos na Gestão; Desenvolvimento do Potencial e Gestão da Formação; Desenho de Sistemas de Trabalho; Higiene e Segurança. 3º Ano: Recrutamento e Selecção; Diagnóstico e Mudança Organizacional; Liderança e Governança Organizacional; Gestão de Conflitos e Negociação; Comunicação, Cultura e Identidade Organizacional; Economia de Recursos Humanos e de Emprego; Gestão da Qualidade; Estratégia Empresarial; Gestão Internacional de Recursos Humanos; Gestão do Marketing.

Mais informações www.iscte-iul.pt

Condições de acesso e vagas

Saídas profissionais

Os licenciados em Gestão Industrial e de Serviçosestão especialmente preparados para desempenhar um vasto conjunto de funções na generalidade dos sectores de actividade e, em particular, nas seguintes funções: - Planeamento de operações; - Logística e distribuição; - Gestão de operações e processos; - Gestão de projectos; - Gestão da qualidade; - Gestão ambiental; - Gestão da tecnologia; - Gestão de sistemas de informação para a gestão.

Plano de estudos 1º Ano: Matemática; Informática de Gestão; Introdução à Gestão; Microeconomia; Contabilidade Financeira; Optimização; Estatística; Gestão do Marketing; Sistemas de Informação; Optativa em Competências Transversais. 2º Ano: Investigação Operacional I; Gestão de Operações I; Gestão Logística; Análise e Finanças da Empresa; Sistemas Tecnológicos II; Contabilidade de Gestão; Investigação Operacional II; Gestão de Operações II; Sistemas Tecnológicos I; Gestão de Recursos Humanos 3º Ano: Gestão Integrada da Qualidade; Gestão da Cadeia de Abastecimento; Estratégia empresarial; Modelação de Sistemas e Processos; Optativas; Gestão de Projectos; Projecto Aplicado em Gestão Industrial e de Serviços.

Mais informações www.iscte-iul.pt


licenciatura em gestão de marketing 3 anos | 180 Créditos ECTS | Diurno A importância crescente da Gestão de Marketing para o desenvolvimento dos negócios em diversas áreas, exige a preparação de quadros com uma formação muito desenvolvida nas várias áreas do Marketing, pelo que esta licenciatura tem como objectivo fundamental preparar profissionais com formação especializada para o exercício de actividades profissionais nas áreas do Marketing, gestão de vendas e publicidade, a par de uma adequada formação base em Gestão.

Condições de acesso e vagas Os candidatos devem ter aprovação num curso de ensino secundário ou habilitação legalmente equivalente e ter realizado as seguintes provas de ingresso: - Matemática (16) e Economia (04) ou - Matemática (16) e Geografia (09) ou

- Matemática (16). Em 2011/12 o número de vagas foi de 40.

Saídas profissionais - Assistente de marketing/comunicação; - Analista de mercado; - Gestor de produto, marca, vendas; - Especialista de merchandising, de comunicação, de marca e de publicidade; - Gestor de loja e outros espaços comerciais.

Plano de estudos 1º Ano: Matemática; Contabilidade Financeira I; Informática de Gestão; Gestão do Marketing; Economia; Introdução à Gestão; Optimização; Contabilidade de Gestão I; Introdução às Finanças; Optativa em Competências Transversais. 2º Ano: Estatística I; Comportamento do Consumidor; Marketing Operacional; Metodologias de Marketing e Negociação Comercial; Web Marketing e Comércio Electrónico; Marketing Internacional; Distribuição e Merchandising; Gestão de Operações e Logística; Direito das Sociedades Comerciais; Estatística II. 3º Ano: Estudos de Mercado; Estratégia Empresarial; Sistemas de Informação de Marketing e Apoio à Decisão; Comunicação Integrada em Marketing; Optativa; Gestão de Recursos Humanos; Direcção Comercial; Projecto de Marketing Empresarial; Controlo de Gestão.

Mais informações www.iscte-iul.pt


Escola de Gestão Oferta educativa 2012|2013

Pós-Graduações Contabilidade Avançada e Fiscalidade Controlo de Gestão e Performance Direcção Empresarial - Executive MBA Finanças e Controlo Empresariais Gestão de Projectos Gestão de Recursos Humanos Gestão Empresarial Energias Renováveis - Energy MBA (com a Universidade de Colúmbia) Gestão Fiscal Gestão de Hospitalidade e Turismo Empreendedorismo e Inovação Marketing com especialização em Marketing Digital Integrated Brand Management Marketing e Gestão do Desporto Marketing Management Gestão Empresarial: - Percurso para titulares de grau de 1º ciclo em gestão - Percurso para titulares de grau de 1º ciclo em outras áreas de conhecimento Direcção Comercial com especialização em Sales Management Key Account Management Finanças com especialização em Corporate Finance Mercados e Activos Financeiros Finanças e Controlo Empresariais

Mestrados Comportamento Organizacional Contabilidade Economia - MSc. Economics (inglês) Economia da Empresa e da Concorrência Economia Portuguesa e Integração Internacional Estudos Chineses Finanças - MSc. Finance (inglês) Gestão Gestão de Empresas - MSc. Business Administration (inglês) Gestão de Recursos Humanos - MSc. Human Resources Management (inglês) Gestão de Serviços de Saúde Gestão de Serviços e da Tecnologia

Gestão em Hotelaria e Turismo - MSc. Hospitality and Tourism Management (com Univ. Central Florida) Gestão Internacional - International Management (inglês) Marketing - MSc. Marketing (inglês) Matemática Financeira Prospecção e Análise de Dados

Doutoramentos Economia Finanças Gestão Empresarial Aplicada Gestão com especialização em: - Contabilidade - Recursos Humanos e Comportamento Organizacional - Estratégia e Desenvolvimento Empresarial - Gestão de Operações, Logística e Gestão da Cadeia de Abastecimento - Marketing - Métodos Quantitativos Aplicados à Gestão

Mais informações www.iscte-iul.pt


iscte-instituto Universitário de Lisboa escola de Sociologia e Políticas Públicas

Oferta educativa 2012|2013

Licenciaturas Sociologia Ciência Política História Moderna e Contemporânea Serviço Social


licenciatura em sociologia 3 anos | 180 Créditos ECTS | Diurno e Pós-laboral Os objectivos da licenciatura em Sociologia do ISCTE-IUL são proporcionar a jovens e adultos uma formação de base sólida, actualizada e estimulante numa das principais áreas das ciências sociais, a sociologia. Essa formação inclui: temas e conceitos fundamentais da sociologia, teorias sociológicas, métodos e técnicas, sociologias especializadas, laboratórios de sociologia, análise de dados e introdução a outras ciências sociais.

Condições de acesso e vagas Os candidatos devem ter aprovação num curso de ensino secundário ou habilitação legalmente equivalente e ter realizado as seguintes provas de ingresso: - Matemática (16) ou - História (11) ou - Português (18). Em 2011/12 o número de vagas foi de 70 no regime diurno e 35 no regime pós-laboral.

Saídas profissionais - Empresas e organizações (gestão de recursos humanos, formação profissional, novas tecnologias e mudança organizacional, novas formas de organização do trabalho, gestão da qualidade, cultura de empresa, planeamento estratégico, marketing, relações públicas); - Autarquias e desenvolvimento regional (planeamento urbano, local e regional, gestão e intervenção urbanística, animação local, agentes de desenvolvimento, reabilitação urbana, estudos de impacto ambiental, protecção civil, projectos de desenvolvimento regional e local); - Cultura e comunicação (animação cultural, património cultural, políticas culturais e gestão da cultura, marketing e publicidade, comunicação empresarial, comunicação social, actividades editoriais); - Administração pública e políticas sociais (projectos de luta contra a pobreza e a exclusão social, reinserção social, políticas de ensino e administração escolar, políticas de saúde e administração hospitalar, políticas de emprego, avaliação de projectos e políticas sociais, projectos culturais); ensino e investigação (ensino, formação profissional, investigação científica, empresas e gabinetes de estudos e projectos, sondagens e estudos de mercado, produção de informação estatística, análise de dados, consultoria, investigação-acção).

Plano de estudos 1º Ano: Objecto e método da sociologia; Teorias sociológicas clássicas; Análise de dados em ciências sociais: descritiva; Optativas em competências transversais; Instituições e mudança social; Teorias sociológicas: as grandes escolas; Métodos e técnicas de investigação: extensivos; Análise de dados em ciências sociais: inferencial; Laboratório de indicadores e fontes estatísticas. 2º Ano: Classes sociais e estratificação; Teorias sociológicas contemporâneas; Métodos e técnicas de investigação: intensivos; Análise de dados em ciências sociais: multivariada; Laboratório de pesquisa observacional; Optativa de introdução a outras ciências sociais; Optativa de introdução a outras ciências sociais; Optativa de introdução a outras ciências sociais; Análise de dados em ciências sociais: modelos de dependência; Laboratório de ética e profissão em sociologia. 3º Ano “Ramo Sociologia”: Optativa livre; Laboratório de elaboração de projectos em sociologia; Optativa livre; Laboratório de relatório de projecto em sociologia; 6 Optativas em sociologias especializadas. 3º Ano “Ramo Políticas Públicas”: Optativa livre; Laboratório de elaboração de projectos em sociologia; Optativa livre; Laboratório de relatório de projecto em sociologia; Estado e políticas públicas; Metodologias de planeamento; Modernidade e questão social; Ciência da administração; Metodologias de avaliação; Sociedade e políticas sociais.

Mais informações www.iscte-iul.pt


licenciatura em ciência política A licenciatura em Ciência Política tem por objectivo desenvolver competências básicas para uma formação intermédia no campo da ciência política, articulando, por um lado, áreas de conhecimento teóricas e práticas (laboratoriais, métodos e técnicas de investigação e análise de dados) e, por outro, disciplinas específicas da área da ciência política e formação complementar de outras áreas de conhecimento.

3º Ano “Ramo Ciência Política”: Política e relações internacionais; Cidadania e cultura política; Estado e políticas públicas; Optativa livre; Laboratório de elaboração de projectos em ciência política; Esfera política e opinião pública; Instituições e políticas europeias; Movimentos sociais e acção colectiva; Optativa livre; Laboratório de relatório de projecto em ciência política. 3º Ano “Ramo Políticas Públicas”: Estado e políticas públicas; Metodologias de planeamento; Modernidade e questão social; Optativa livre; Laboratório de elaboração de projectos em ciência política; Ciência da administração; Metodologias de avaliação; Sociedade e políticas sociais; Optativa livre; Laboratório de relatório de projecto em ciência política.

Condições de acesso e vagas

Mais informações www.iscte-iul.pt

3 anos | 180 Créditos ECTS | Diurno

Os candidatos devem ter aprovação num curso de ensino secundário ou habilitação legalmente equivalente e ter realizado as seguintes provas de ingresso: - Matemática (16) ou - História (11) ou - Português (18). Em 2011/12 o número de vagas foi de 40.

Saídas profissionais - Organismos e institutos públicos; - Sondagens e opinião pública; - Organizações não governamentais (ONG); - Organizações internacionais; - Empresas ou institutos públicos ligados à cooperação internacional; - União Europeia; - Administração central e local; - Jornalistas políticos e assessores em empresas de consultadoria; - Dirigentes políticos e sociopolíticos (organizações sindicais, empresariais, de associações de ONG); - Assessores de dirigentes políticos e sociopolíticos; - Empresas internacionalizadas; - Relações públicas e comunicação empresarial.

Plano de estudos 1º Ano: Instituições políticas; Introdução à ciência política; Teoria política: clássicos e modernos; Análise de dados em ciências sociais: descritiva; Optativas em competências transversais; História política contemporânea; Teoria política: contemporâneos; Métodos e técnicas de investigação: extensivos; Análise de dados em ciências sociais: inferencial; Laboratório de indicadores e fontes estatísticas. 2º Ano: Partidos políticos e grupos de pressão; Sistemas políticos comparados; Métodos e técnicas de investigação: intensivos; Análise de dados em ciências sociais: multivariada; Introdução á economia; Direito constitucional e administrativo; História Política Contemporânea de Portugal; Sistemas e comportamentos eleitorais; Análise de dados em ciências sociais: modelos de dependência; Laboratório de política comparada.


licenciatura em história moderna e contemporânea

3º Ano: Portugal no Estado Novo; A Europa e o Mundo entre as Guerras; Colonialismo e Descolonização na Época Contemporânea; Unidade curricular em História Cultural; Optativa Interdisciplinar; Portugal após 1974; A Europa e o Mundo após 1945; Laboratório de História; Optativa Interdisciplinar; Optativa Interdisciplinar.

3 anos | 180 Créditos ECTS | Diurno Dentro do espírito de internacionalização e de complementaridade da formação superior próprio do Modelo de Bolonha, a licenciatura em História Moderna e Contemporânea do ISCTE-IUL apresenta um perfil inovador no panorama curricular dos cursos de História ministrados em Portugal. Centrado na História Moderna e Contemporânea, o curso apresenta uma estrutura modular flexível, abrangente e multidisciplinar. Nesse sentido, o curso oferece uma formação de base sólida que pode ser aprofundada em diversas áreas temáticas. Uma formação interdisciplinar adicional nas diversas áreas científicas oferecidas pelo ISCTE-IUL, uma preparação muito exigente para o mercado de trabalho, uma vasta cultura geral e um corpo docente altamente qualificado, são outros dos aliciantes deste curso.

Condições de acesso e vagas Os candidatos devem ter aprovação num curso de ensino secundário ou habilitação legalmente equivalente e ter realizado as seguintes provas de ingresso: - História (11) ou - História da Cultura e Artes (12) ou - Português (18). Em 2011/12 o número de vagas foi de 40.

Saídas profissionais - Gestão e animação de bens culturais junto de autarquias, museus, arquivos, fundações e empresas; - Inventariação e salvaguarda do património; - Constituição de novos patrimónios; órgãos de comunicação social e empresas editoriais; - Turismo cultural; - Organização de eventos e espectáculos; - Produção de conteúdos em televisão, cinema, rádio, Web; - Organizações internacionais ou departamentos internacionais de empresas, organismos públicos e ONG.

Plano de estudos 1º Ano: Formação do Portugal Moderno; História Moderna Comparada; Metodologia do Trabalho Historiográfico; Optativas em Competências Transversais; Análise de dados em ciências sociais: descritiva; Portugal no Antigo Regime; História da Europa Moderna; História da Expansão Portuguesa; Sistemas de Informação: Bibliotecas e Arquivos; Introdução à Demografia. 2º Ano: As Revoluções Liberais em Portugal; A Europa e o Mundo no Século XIX; Unidade curricular em História Internacional; Unidade curricular em História Social; Optativa Interdisciplinar; Portugal da Regeneração à I República; Teorias da História; Unidade curricular em História Económica; Unidade curricular em História Política; Optativa Interdisciplinar.

Mais informações www.iscte-iul.pt


licenciatura em serviço social 3 anos | 180 Créditos ECTS | Pós-laboral A formação em serviço social proporciona aos estudantes a aquisição de competências teóricas, metodológicas, instrumentais, éticas e relacionais fundamentais para o exercício profissional qualificado dos Assistentes Sociais. Esta licenciatura está integrada num plano formativo mais vasto ao nível do serviço social no ISCTE-IUL e responde às actuais exigências de aprofundamento de conhecimentos e compreensão dos campos de estudo e prática profissional relacionados com resolução dos problemas sociais contemporâneos. O plano de estudos inclui unidades curriculares necessárias a uma formação sólida e adequada dos estudantes que pretendam trabalhar nesta área, proporcionando conhecimentos e competências chave para enfrentar as novas exigências profissionais, organizacionais e sociais. Na sua estrutura integra unidades disciplinares relacionadas com os fundamentos do serviço social, teorias e metodologias do serviço social e problemas sociais contemporâneos, políticas públicas e sistemas de protecção social e contempla uma vertente instrumental e técnica sobre, nomeadamente, o atendimento e acompanhamento social, a visita domiciliária, a entrevista, a caracterização diagnóstica, a informação social, o relatório social, caracterização sócio-familiar, supervisão, perícia social, plano individual de readaptação, acordo de promoção e protecção, plano individual educativo, estudo e avaliação de caso, entre outros. Os estágios estão incluídos nesta formação, com práticas supervisionadas compostas por unidades curriculares de formação prática em exercício, para consolidação da relação teoria/prática em serviço social e aquisição de competências transversais, contribuindo para uma maior empregabilidade. O serviço social é uma disciplina das ciências sociais em desenvolvimento e consolidação, quer ao nível do intercâmbio e produção de conhecimentos, quer ao nível da realização de experiências e práticas profissionais com grande significado e utilidade para o aperfeiçoamento do modelo social na promoção de maior coesão social.

Condições de acesso e vagas Os candidatos devem ter aprovação num curso de ensino secundário ou habilitação legalmente equivalente e ter realizado as seguintes provas de ingresso: - Matemática (16) ou - História (11) ou - Português (18). Em 2011/12 o número de vagas foi de 25.

Saídas profissionais - Administração pública central, regional e local, empresas, organizações de economia social e do 3º sector; - Instituições particulares de solidariedade social, centros de estudos e pesquisa, actividade liberal e em diversos organismos com responsabilidades ao nível das politicas públicas e protecção social;

- Organizações nacionais e internacionais relacionadas com o serviço social, defesa dos direitos humanos, garantindo respostas organizadas global e internacionalmente, ao nível do desenvolvimento humano e social. As saídas profissionais integram-se em campos de intervenção múltiplos, como sejam: segurança social, justiça, educação, saúde, ambiente e desenvolvimento, emprego e formação profissional, empreendedorismo social e em áreas de actuação relacionadas com a redução das desigualdades sociais (pobreza, exclusão social, reinserção, adopção, protecção da infância e juventude, famílias, ciclos de vida, toxicodependência, prostituição, discriminação social e racial, imigração, violência, entre outros). A profissão de assistente social é exercida a diferentes níveis de actuação e inclui o desenho, gestão, execução e avaliação de programas e projectos sociais, a relação de ajuda e o apoio ao desenvolvimento de competências pessoais, sociais, relacionais e interpessoais dos sujeitos/cidadãos, promovendo a sua autonomia e melhoria da qualidade de vida, numa base ética de respeito e efectivação dos direitos humanos.

Plano de estudos 1º Ano: Direito social; Introdução à sociologia; Teoria e história do serviço social; Modernidade e questão social; Domínios e campos do serviço social; Optativas em competências transversais; Introdução à psicologia social; Laboratório de ética e profissão em serviço social; Metodologias de intervenção em serviço social; Estágio em serviço social I. 2º Ano: Direito da família e dos menores; Classes sociais e estratificação; Análise de dados em ciências sociais: descritiva; Serviço social com crianças, jovens e famílias; Serviço social com adultos e idosos; Introdução à demografia; Sociedade e políticas sociais; Organização, gestão e avaliação em serviço social; Estágio em serviço social II. 3º Ano: Estado e políticas públicas; Métodos e Técnicas de Investigação em Ciências Sociais; Optativa livre; Optativa em problemas sociais; Seminário de prática profissional em Serviço Social; Optativa livre; Seminário em Serviço Social de grupos e intervenção comunitária; Estágio em serviço social III.

Mais informações www.iscte-iul.pt


Escola de Sociologia e Políticas Públicas Oferta educativa 2012|2013

Pós-Graduações Análise de Dados em Ciências Sociais Avaliação e Desenvolvimento Organizacional na Administração Pública Estratégias de Qualidade e Gestão das Organizações Sociais Family-Related Social Work and Policies in Europe Sindicalismo e Relações Laborais

Mestrados Administração Escolar Administração Pública Ciência Política Ciências do Trabalho e Relações Laborais Comunicação, Cultura e Tecnologias da Informação Demografia (inter-universitário) Educação e Sociedade Estudos Africanos Ciência, Inovação e Sociedade Família e Sociedade Gestão e Estudos da Cultura* Gestão de Mercados da Arte (em parceria com a FLUL) História Moderna e Contemporânea História, Defesa e Relações Internacionais Migrações Internacionais Políticas Públicas Saúde, Medicina e Sociedade Serviço Social Sociologia

Doutoramentos Ciência Política Ciências da Comunicação Estudos Africanos

Estudos Urbanos (em parceria com a FCSH-UNL) História (interuniversitário) História, Defesa e Relações Internacionais História Moderna e Contemporânea Políticas Públicas Serviço Social Sociologia

Especializações Comunicação e Cultura Políticas de Igualdade e Responsabilidade Social das Empresas Seminário de especialização em Análise de Conteúdo Assistida por Computador Sociologia da Ciência e da Inovação Sociologia da Educação Sociologia da Família Sociologia da Saúde Sociologia das Migrações Internacionais Sociologia do Trabalho e do Emprego

* Em processo de acreditação junto da A3ES.

Mais informações www.iscte-iul.pt


Oferta educativa 2012|2013

Licenciaturas Psicologia Antropologia

iscte-instituto UniversitĂĄrio de Lisboa escola de ciĂŞncias sociais e humanas


licenciatura em psicologia 3 anos | 180 Créditos ECTS | Diurno A licenciatura em Psicologia do ISCTE-IUL é a porta para uma carreira na área da Psicologia. Esta licenciatura oferece formação geral sobre os diversos aspectos que permitem compreender o comportamento humano, desenvolvendo competências gerais em Psicologia e conhecimentos teóricos e metodológicos básicos nas várias áreas desta disciplina. No entanto, o exercício da profissão de Psicólogo requer uma formação aprofundada, estando condicionado à aprovação em dois ciclos de formação (1º e 2º ciclo) e à realização de um estágio profissional supervisionado. No sentido de responder a esta exigência, o ISCTE-IUL, para além deste curso geral de licenciatura em Psicologia (1º ciclo) oferece aos alunos uma opção diversa de formação complementar de 2º ciclo no domínio da Psicologia, onde são desenvolvidas competências profissionais aprofundadas, nomeadamente no domínio da Psicologia Social e das Organizações e noutros domínios da Psicologia Aplicada (como a Saúde, as Emoções, as Relações Inter-culturais, a comunidade e a Protecção de Menores).

Condições de acesso e vagas Os candidatos devem ter aprovação num curso de ensino secundário ou habilitação legalmente equivalente e ter realizado uma das seguintes provas de ingresso: - Matemática Aplicada às Ciências Sociais (17) ou - Português (18) ou - Biologia e Geologia (02). Em 2011/12 o número de vagas foi de 70.

Saídas profissionais A conclusão do 1º ciclo permite aos alunos: - Prosseguirem os seus estudos em Psicologia em qualquer das suas especialidades (2º ciclo); - Total mobilidade para qualquer universidade no país ou no estrangeiro; - Ingressar no mercado de trabalho em funções que exijam apenas as competências gerais obtidas no 1º ciclo do ensino universitário. Uma vez que o exercício da profissão de Psicólogo está condicionado à aprovação no 2º ciclo de formação universitária, quem pretenda uma carreira profissional neste domínio deverá continuar a sua formação em Psicologia com um mestrado especializado.

Plano de estudos 1º Ano: Métodos e Áreas de Aplicação da Psicologia; Psicologia do Desenvolvimento da Criança e do Adolescente; Psicologia Social; Optativa – bloco D; Competências Académicas I; Psicofisiologia e Genética; Métodos de Investigação Qualitativos; Estatística e Análise de Dados I; Percepção, Atenção e Memória; Optativa – bloco C. 2º Ano: Optativa – bloco D; História da Psicologia; Optativa – bloco A; Métodos de Investigação Quantitativos; Optativa em Competências Transversais; Optativa - bloco A; Psicopatologia; Epistemologia e Fundamentos do Pensamento Crítico; Estatística e Análise de Dados II; Optativa - bloco C. 3º Ano: Optativa – bloco D; Psicometria; Psicologia da Educação; Optativa – bloco B; Estatística e Análise de Dados III; Avaliação Psicológica; Diagnóstico e Intervenção em Grupos; Psicologia da Saúde e Clínica; Competências Académicas II; Optativa (fora da Psicologia). Bloco A: Aprendizagem, motivação e emoção; Raciocínio e linguagem; Neuropsicologia. Bloco B: Psicologia do desenvolvimento do adulto; Psicologia da personalidade. Bloco C: Atitudes e mudança de atitudes; Percepção de pessoas e relações interpessoais; Grupos e relações entre grupos. Bloco D: Teorias e estruturas organizacionais; Comportamento organizacional: processos individuais; Comportamento organizacional: processos grupais e organizacionais; Inovação e mudança organizacional.

Mais informações www.iscte-iul.pt


licenciatura em antropologia 3 anos | 180 Créditos ECTS | Diurno e Póslaboral A licenciatura em Antropologia do ISCTE-IUL oferece uma visão abrangente das problemáticas mais marcantes das sociedades contemporâneas, fornecendo aos estudantes uma sólida formação nas seguintes domínios: relações interculturais e etnocentrismo enquanto questões políticas e culturais centrais da contemporaneidade; conhecimento aprofundado de diferentes contextos etnográficos; familiarização com os principais contributos teóricos da disciplina e com o seu método; familiarização com os principais campos de aplicação do conhecimento antropológico. O curso é assegurado por um corpo docente altamente qualificado e contempla ensino teórico, teórico-prático e prática laboratorial.

Condições de acesso e vagas Os candidatos devem ter aprovação num curso de ensino secundário ou habilitação legalmente equivalente e ter realizado uma das seguintes provas de ingresso: - Matemática (16) ou - História (11) ou - Português (18). Em 2011/12 o número de vagas foi de 40 no regime diurno e 30 no regime pós-laboral.

Saídas profissionais A Licenciatura em Antropologia tem como objectivo a formação de antropólogos em contextos profissionais diversificados, nomeadamente: ensino e investigação, educação, direitos humanos, desenvolvimento e cooperação, património cultural, museologia, gestão e políticas de bens culturais, relações interculturais, tradições locais, questões urbanas, migrações e diáspora, turismo cultural, antropologia visual. As competências adquiridas poderão ser especializadas ao nível do 2º e do 3º ciclos, com vista à investigação académica e à formação antropológica especializada em contextos profissionais particulares.

Plano de estudos 1º Ano: Culturas: identificações e diferenciações; Problemáticas centrais da reflexão antropológica; Mapas Etnográficos 1; Ciência, sociedade e cultura; Práticas de trabalho universitário; Poderes: o económico e o político; Raízes históricas e escolas / paradigmas; Mapas Etnográficos 2; Epistemologia e conhecimento antropológico; Métodos etnográficos e práticas de investigação.

2º Ano: Símbolos: significados culturais; Antropologia depois do colonialismo; 2 Optativas Complementares ou Optativas Complementares Etnográficas; 2 Optativas Complementares; Pesquisa Documental e Análise de Texto; Relações: géneros, famílias, parentesco; Debates teóricos contemporâneos; Métodos Biográficos. 3º Ano: Antropologia e imagem; Etnografia Portuguesa; Optativas em competências transversais; 2 Optativas Complementares ou Optativas Complementares Etnográficas; 3 Optativas Complementares; Práticas Profissionais de Antropologia; Optativa em Ciências Sociais.

Mais informações www.iscte-iul.pt


Escola de Ciências Sociais e Humanas Oferta educativa 2012|2013

Pós-Graduações Culturas Visuais Digitais Estudos da Performance Estudos LGBT Intervenção Comunitária e Protecção de Menores Práticas da Etnografia: Fronteiras Disciplinares

Mestrados Antropologia Direito das Empresas Economia e Politicas Públicas Economia Monetária e Financeira Economia Social e Solidária Estudos de Desenvolvimento* Estudos Sociais do Ambiente e da Sustentabilidade* Estudos Indianos Estudos Urbanos (em parceria com a FCSH-UNL) Políticas de Desenvolvimento de Recursos Humanos Psicologia Comunitária e Protecção de Menores Psicologia das Emoções Psicologia das Relações Interculturais Psicologia Social da Saúde Psicologia Social e das Organizações

Doutoramentos Antropologia Psicologia

Especializações Mediação Cultural Clínica

Cursos de verão Antropologia do Crime Direitos Humanos e Bem-estar Documentário Etnográfico Interactivo

* Em processo de acreditação junto da A3ES.

Mais informações www.iscte-iul.pt


iscte-instituto Universitário de Lisboa escola de tecnologias e arquitectura

Oferta educativa 2012|2013

Mestrado Integrado Arquitectura

Licenciaturas Engenharia Informática Engenharia de Telecomunicações e Informática Informática e Gestão de Empresas


mestrado integrado em arquitectura 5 anos | 300 Créditos ECTS | Diurno O mestrado integrado em Arquitectura do ISCTE-IUL, estabelecido no entendimento da Arquitectura enquanto confluência e síntese de um conjunto de saberes, procura no exercício disciplinar a integração harmoniosa das actividades humanas no território, no ambiente e na valorização do património construído. A especificidade desta formação em arquitectura radica em duas premissas estruturantes: - Inclusão da área científica da arquitectura no perfil do ISCTE-IUL, enquanto instituição de referência no campo alargado das Ciências Sociais, das Ciências Económicas e das Ciências Tecnológicas; - Convergência das diferentes áreas científicas do curso para a área de Projecto Arquitectura, interpretada como síntese capaz de articular em si mesma os conhecimentos do urbanismo, das tecnologias da construção, do desenho e da história e da teoria da própria arquitectura. É atríbuido o grau de licenciado em Ciências e Técnicas de Arquitectura a quem obtiver aproveitamento em todas as unidades curriculares que constituem os primeiros três anos lectivos do plano de estudos do curso, no total de 180 créditos.

Condições de acesso e vagas Os candidatos devem ter aprovação num curso de ensino secundário ou habilitação legalmente equivalente e ter realizado a prova de ingresso em Geometria Descritiva (10). Em 2011/12 o número de vagas foi de 50.

Saídas profissionais Os actos próprios da profissão de arquitecto são consubstanciados em estudos, projectos, planos e actividades de consultadoria, gestão e direcção de obras, planificação, coordenação e avaliação, nos domínios da edificação e do urbanismo.

Plano de estudos 1º Ano: Arquitectura I; Arquitectura II; Desenho I; Gramáticas de composição e representação I; Desenho II; Gramáticas de composição e representação II; Materiais em Arquitectura; Sistemas de Construção; Estruturas I; Estruturas II; Cultura Arquitectónica; Geografia Física. 2º Ano: Arquitectura III; Arquitectura IV; Projecto Urbano I; Desenho III; Desenho, Composição e Produção Gráfica; Tecnologias da Construção I; Tecnologias da Construção II; Estruturas III; Estruturas IV; Geografia Urbana; História da Arquitectura e da Cidade I; História da Arquitectura e da Cidade II. 3º Ano: Arquitectura V; Arquitectura VI; Projecto Urbano II; Tecnologias da Construção III; Gramáticas de composição e representação III; Física das Construções; Teoria da Arquitectura Contemporânea I; Teoria da Arquitectura Contemporânea II; Optativa; Optativa em Competências Transversais.

4º Ano: Projecto de Arquitectura I; Projecto de Arquitectura II; Projecto Urbano III; Arquitectura, Ambiente e Sustentabilidade; Conservação e Reabilitação de Edifícios; História da Arquitectura Portuguesa; História da Cidade Portuguesa; Optativa*. 5º Ano: Projecto Final de Arquitectura; Gestão Urbana; 2 Optativas.

Mais informações www.iscte-iul.pt


licenciatura em engenharia informática 3 anos | 180 Créditos ECTS | Diurno A licenciatura em Engenharia Informática e o respectivo mestrado em Engenharia Informática destinam-se a formar profissionais capazes de responder com agilidade aos desafios organizacionais em que a tecnologia possa valorizar as componentes do conhecimento e da inovação. A licenciatura oferece uma formação de base em domínios científicos gerais na área da Engenharia Informática. Os licenciados adquirem uma formação sólida que os habilita a fazer face a um ambiente profissional competitivo e dinâmico. É oferecida uma forte formação teórica e experimental que garante as capacidades para lidar com os desafios da Engenharia Informática e, em simultâneo, responder aos desafios da gestão empresarial. O mestrado surge como uma especialização direccionada para sectores de mercado em expansão a nível mundial. Contempla a elaboração de um trabalho de projecto ou dissertação, realizados em parceria com empresas do sector ou com centros de investigação nacionais ou internacionais. No final do mestrado os estudantes têm as condições académicas que lhes possibilitam o pedido de reconhecimento da sua formação pela Ordem dos Engenheiros.

Condições de acesso e vagas Os candidatos devem ter aprovação num curso de ensino secundário ou habilitação legalmente equivalente e ter realizado a prova de ingresso em Matemática (16). Em 2011/12 o número de vagas foi de 60.

Saídas profissionais A licenciatura oferece ao aluno as competências técnicas e científicas para desempenhar funções em qualquer área da Engenharia Informática, por exemplo: - integrar equipas de desenvolvimento de sistemas informáticos complexos, por exemplo nas áreas da banca, seguros, administração central, multinacionais, etc.; - especificar, conceber e desenvolver sistemas de informação adequados aos objectivos e necessidades das empresas e à sua cultura organizacional; - conceber, desenvolver e manter redes de computadores; - gerir e organizar o conhecimento de uma empresa em diversos formatos e conteúdos, bem como modelar e desenvolver contéudos multimédia. O 2º ciclo de estudos permite desempenhar papéis cruciais em áreas de grande exigência e necessidade de inovação, por exemplo: - manter uma memória da organização de modo a responder aos desafios da mudança, através da resposta correcta dos sistemas de informação e de uma aprendizagem dos seus modelos de negócio;

- modelar e desenvolver conteúdos multimédia, que represente a informação necessária numa dada área (por exemplo entretenimento, jogos, formação/treino, conteúdos para e-learning e b-learning, cinema e vídeo digital, sistemas de informação empresariais); - capacidade para integrar diferentes fontes e formatos de informação no sistema de informação; - especificar, conceber e desenvolver projectos e aplicações multimédia na área de simulação por computador (por exemplo aplicados a medicina, sistemas de treino, aplicados a modelos complexos, aplicados às ciências sociais, etc.); - investigar e desenvolver novas aplicações (bases de dados multimédia, realidade virtual, interfaces multimodais homem -máquina, entretenimento e imagem, agentes inteligentes, etc.); - realizar actividades de Investigação e Desenvolvimento (I&D).

Plano de estudos 1º Ano: Álgebra Linear, Geometria Analítica e Análise Vectorial; Análise Matemática I; Arquitectura de Computadores I; Introdução à Programação; Bases de Engenharia I; Análise Matemática II; Bases de Engenharia II; Programação Orientada para Objectos; Arquitectura de Computadores II; Optativas em competências transversais. 2º Ano: Teoria da Computação; Fundamentos de Bases de Dados; Sistemas Operativos; Programação Concorrente e Distribuída; Processamento de Informação I; Algoritmos e Estruturas de Dados; Concepção e Desenvolvimento de Sistemas de Informação; Processamento de Informação II; Gestão e Contabilidade Empresarial; Redes Digitais I- Fundamentos. 3º Ano: Multimédia e Computação Gráfica; Engenharia de Software I; Inteligência Artificial; Redes Digitais II: Sistemas, Aplicações e Serviços; Sistemas de Informação Distribuídos; Engenharia de Software II; Redes Digitais III: Segurança, Multimédia e Gestão; Programação em Rede; Interacção Pessoa Máquina; Tecnologias para Sistemas Inteligentes.

Mais informações www.iscte-iul.pt


licenciatura em engenharia de telecomunicações e informática 3 anos | 180 Créditos ECTS | Diurno e Pós-laboral A licenciatura e o mestrado em Engenharia de Telecomunicações e Informática destinam-se a preparar engenheiros capazes de resolver os grandes desafios que a sociedade da informação põe à competitividade das empresas e das nações. No final do 1º ciclo, os licenciados adquirem as competências básicas que lhes permitem aplicar os seus conhecimentos na resolução de problemas no meio profissional, onde podem ser imediatamente integrados. São oferecidas competências em áreas tais como o rádio móvel, televisão digital, fibra óptica, serviços Internet, gestão de sistemas e redes de computadores ou produção de programas multimédia. O corpo docente, altamente qualificado, está ligado não apenas à investigação científica de topo mas também à actividade empresarial. O contexto privilegiado do ISCTE-IUL assegura a formação de engenheiros de qualidade, habilitados a trabalhar como quadros técnicos de topo. No final do 2º ciclo os estudantes têm as condições académicas que lhes possibilitam o pedido de reconhecimento da sua formação pela Ordem dos Engenheiros.

Condições de acesso e vagas Os candidatos devem ter aprovação num curso de ensino secundário ou habilitação legalmente equivalente e ter realizado a prova de ingresso em Matemática (16). Em 2011/12 o número de vagas foi de 60 no regime diurno e 35 no pós-laboral.

Saídas profissionais - Produção de conteúdo audiovisual e publicidade em tempo real na Internet; - Planeamento e gestão de redes de telecomunicações; - Manutenção de redes inteligentes e sistemas de telecomunicações; - Comércio e banca electrónica e segurança nas redes electrónicas; - Sistemas de informação de gestão empresarial; - Investigação e desenvolvimento de novas aplicações (serviços de rádio móvel, bases de dados multimédia, realidade virtual, entretenimento e imagens 3D, etc); - Desenvolvimento de sistemas inteligentes para aplicações ambientais. - Conceber e desenvolver projectos e aplicações multimédia na área de simulação por computador (por exemplo aplicados a medicina ou sistemas de treino, etc.); - Investigar e desenvolver novas aplicações (bases de dados multimédia, realidade virtual, interfaces multimodais homem-máquina, entretenimento e imagem, agentes inteligentes, etc.).

Plano de estudos 1º Ano: Álgebra Linear, Geometria Analítica e Análise Vectorial; Análise Matemática I; Arquitectura de Computadores; Introdução às Bases de Engenharia; Introdução à Programação; Análise Matemática II; Física; Programação Orientada para Objectos; Sistemas Operativos; Teoria dos Circuitos. 2º Ano: Electromagnetismo; Fundamentos de Bases de Dados; Fundamentos de Electrónica; Programação Concorrente e Distribuída; Teoria do Sinal; Circuitos e Sistemas Electrónicos para Tecnologias da Informação e Comunicação; Concepção e Desenvolvimento de Sistemas de Informação; Modulação e Codificação; Propagação e Radiação de Ondas Magnéticas; Redes Digitais I: Fundamentos. 3º Ano: Competências Transversais; Inteligência Artificial; Redes Digitais II: Sistemas, Aplicações e Serviços; Electrónica Programada para Tecnologias da Informação e Comunicação; Sistemas de Telecomunicações Guiados; Multiplexagem, Comutação e Integração de Serviços; Redes Digitais III: Segurança. Multimédia e Gestão; Sistemas e Redes de Comunicações Móveis; Tecnologias para Sistemas Inteligentes; Sistemas de Telecomunicações por Rádio.

Mais informações www.iscte-iul.pt


licenciatura em informática e gestão de empresas 4 anos | 240 Créditos ECTS | Diurno e Póslaboral Os principais objectivos deste curso de 1º ciclo são a formação de profissionais capazes de: - Aplicar à gestão das organizações os conhecimentos gerados nos diversos domínios das Tecnologias de Informação e de Comunicação (TIC); - Promover a integração e complementaridade de conhecimentos das áreas da gestão e da informática (visão sistémica da empresa); - Entender a estratégia do negócio, escolhendo e implementando os Sistemas de Informação e Tecnologias da Informação (SI/TI) mais adequados à sua prossecução. Após a licenciatura, o grau de mestre pode ser adquirido com a frequência de um dos múltiplos mestrados oferecidos pelo ISCTE-IUL na área da Informática e Gestão de Empresas.

Condições de acesso e vagas Os candidatos devem ter aprovação num curso de ensino secundário ou habilitação legalmente equivalente e ter realizado a prova de ingresso em Matemática (16). Em 2011/12 o número de vagas foi de 60 no regime diurno e 35 no pós-laboral.

Saídas profissionais A formação integrada e multivalente nos domínios das Ciências de Gestão e das Tecnologias de Informação e das Comunicações abre excelentes oportunidades de carreira nas seguintes áreas: - Gestão de sistemas de informação (utilizar, planear, validar e manter os SI/TI nas empresas a diversos níveis: estratégico, de gestão e operacional; controlar o desenvolvimento e apoiar os utilizadores); - Análise de risco e de segurança de sistemas de informação; - Especificação, concepção e desenvolvimento de sistemas de informação e de apoio à decisão a diversos níveis: estratégico, de gestão e operacional (e.g. sistemas de informação financeiros, aplicações para ambiente Web, programação visual orientada a objectos, e-learning, business intelligence, balanced score–card, sistemas inteligentes, etc.); - Gestão de empresas na era digital (a nível departamental, área de negócio e global; consultadoria em processos de negócio; criação de empresas com um elevado grau de digitalização); - Consultor especialista no levantamento e redefinição

no processo de negócio (e.g. sistemas e-business, business process management, etc.).

Plano de estudos 1º Ano: Álgebra; Arquitectura de Computadores; Competências Transversais; Introdução à Programação; Sistemas de Informação em Estruturas Organizacionais; Algoritmos e Estruturas de Dados; Análise Matemática; Marketing para as Tecnologias; Programação Orientada para Objectos; Sistemas Operativos. 2º Ano: Análise de Dados I; Fundamentos de contabilidade financeira; Fundamentos de Bases de Dados; Macroeconomia; Programação Concorrente e Distribuída; Análise de Dados II; Concepção e Desenvolvimento de Sistemas de Informação; Complementos de Contabilidade Financeira; Microeconomia; Redes Digitais I: Fundamentos. 3º Ano: Fundamentos de contabilidade de gestão; Gestão de Operações; Inteligência Artificial; Redes Digitais II: Sistemas, Aplicações e Serviços; Sistemas de Informação Distribuídos; Multimédia e Computação Gráfica; Gestão Integrada de Recursos Humanos; Gestão Financeira I; Redes Digitais III: Segurança, Multimédia e Gestão; Tecnologias para Sistemas Inteligentes. 4º Ano: Engenharia de Software I; Gestão Financeira II; Estratégia Empresarial; Sistemas Informáticos de Apoio à Decisão I; Gestão de Sistemas de Informação; Engenharia de Software II; Sistemas de Controlo de Gestão; Sistemas Informáticos de Apoio à Decisão II; Projecto Empresa Digital; Gestão de Projectos de Tecnologia e Sistemas de Informação.

Mais informações www.iscte-iul.pt


Escola de Tecnologias e Arquitectura Oferta educativa 2012|2013

Pós-Graduações Arquitectura Digital (3º ciclo, em associação com a FA-UP) Informática Aplicada às Organizações Projecto Inclusivo

Especializações Avaliação do risco no projecto: conceitos, metodologias e relevância no uso dos espaços Avaliação do risco no projecto: espaços de jogo e recreio Avaliação do risco no projecto: estabelecimentos de ensino Práticas da Arquitectura

Mestrados Arquitectura dos Territórios Metropolitanos Contemporâneos Ciências da Complexidade (em parceria com a FCULUL) Engenharia de Telecomunicações e Informática Engenharia Informática Gestão de Sistemas de Informação Informática Aplicada à Sociedade da Informação e do Conhecimento Informática e Gestão Sistemas Integrados de Apoio à Decisão Software de Código Aberto (Open Source Software)

Doutoramentos Arquitectura dos Territórios Metropolitanos Contemporâneos Ciências da Complexidade (em parceria com a FCUL-UL) Ciências e Tecnologias da Informação

Mais informações www.iscte-iul.pt



Guia de cesso 2011-2012