Issuu on Google+

RECEITAS PARA “COELHINHOS” Educação Alimentar


INTRODUÇÃO Este trabalho surge a partir de um projeto que decorre na sala de 4 anos do Jardim de Infância de Carvalhinhos, mais conhecida pela sala dos “Coelhinhos”, no âmbito da Educação Alimentar. Pretende ser um guia para pais e educadores, na árdua tarefa de educar meninos, para hábitos e alimentação saudáveis, de uma forma divertida!!! Assim, sugerem-se atividades e receitas engraçadas que podem ajudar os mais pequenos na aceitação de novos sabores, recorrendo ao lúdico. Como já alguém dizia: DE PEQUENINO SE TORCE O PEPINO…


HISTÓRIA/FUNDAMENTAÇÃO Era uma vez uma “coelhinha” que não gostava de sopa. No jardim de infância todos os dias era o mesmo problema: a “coelhinha” não queria comer a sopa, nem as saladas. Reunidos os coelhinhos, resolveu-se fazer uma sopinha para as bonecas. De casa trouxeram os legumes que encontraram: batata, cenoura, cebola e couves. Pegámos nos alimentos e entre risos e brincadeiras (jogo do mágico), descobrimos os sabores, as formas geométricas, as cores e os números. “Transformámos” o grande em pequeno, o maior em menor e formamos os conjuntos. Por fim deitámos na panelinha, pois a água já fervia. O cheiro a sopa invadiu a sala dos coelhinhos que, entretanto, estavam ansiosos por prová-la. “Pais” e “filhos” lamberam a sopinha. Até a coelhinha que não gostava de sopa… No final, registaram em papel a experiência daquele dia.


Receitas/Atividades •

A sopa das bonecas

• A salada do palhaço • As espetadas de ervilhas • A palestra sobre Agricultura Biológica • A horta biológica


• A sopa das bonecas Utensílios:

Panela da casinha das bonecas, disco elétrico, talheres (facas e

colheres, bacia, pratinhos de sopa das bonecas. Alimentos: Legumes (batata, cenoura, cebola, abóbora, courgette, alho francês, couves…), sal, água e azeite.


Vá lá Pedro… Come a sopa que faz tão bem… Fui eu que fiz…

Agora é a minha vez de comer…


• A salada do palhaço Utensílios: Bacia da casinha das bonecas, talheres (facas). Alimentos: Cenoura, cebola, alface, tomate, ervilhas…

Eu é que gosto de brincar na água…

“Ei…. E eu?” Filipe


“Eu quero comer o nariz do palhaço… Fui eu que trouxe… Ana Rita

Hmmm… Não sei o que é isto… Vou provar…

• As espetadas de ervilhas


Utensílios: Bacia da casinha das bonecas, panela da casinha das bonecas, disco elétrico. Alimentos:Ervilhas e água.

Afinal isto não é mau… Já consegui… Ufa…

• A palestra sobre Agricultura Biológica


No dia 8 de janeiro vieram ao jardim de infância, uns senhores da Cooperativa falar aos meninos da importância dos produtos hortícolas biológicos. Agricultura biológica. Quais as suas vantagens? A agricultura biológica é um tipo de agricultura que tenta salvaguardar todas as formas de vida existentes no solo, não polui o mesmo e mantém a biodiversidade e o equilíbrio dos ecossistemas.

A agricultura biológica é um tipo de agricultura que tenta salvaguardar todas as formas de vida existentes no solo, não polui o mesmo e mantém a biodiversidade e o equilíbrio dos ecossistemas. Segundo Jorge C. Ferreira no Manual de agricultura biológica: “A agricultura biológica é um modo de produção agrícola que procura ser ecológico tanto quanto possível.” Como é possível conseguir-se isto? Evitando ou não utilizando produtos químicos (de síntese), tais como adubos químicos e pesticidas. Em vez disso, utiliza somente produtos naturais, como sejam estrumes de animais, leguminosas, a rotação de culturas e utiliza a luta biológica contra pragas e doenças que afetam as culturas, entre outros.

http://madeira.quercus.pt/scid/subquercus/defaultarticleViewOne.asp? categorySiteID=311&articleSiteID=394


Aprendemos muitas coisas: • Que podemos crescer muito mais saudáveis se comermos produtos sem pesticidas • Que podemos utilizar estrume dos animais para fertilizar as sementes em vez de produtos químicos • Em casa dos avós há estrume Ficámos com vontade de experimentar fazer a nossa horta biológica

E no fim, comemos chupa-chupas de cenoura!

• A horta biológica


A nossa horta vai começar num papel e depois é que vamos para o quintal. http://youtu.be/QfMGu07Dr8I Vamos fazer pesquisas na Internet sobre os produtos hortícolas da nossa região. No youtube vamos procurar filmes de plantações e sementeiras. Também podemos convidar alguns avós e pais que estão em casa, para nos virem ajudar a fazer a horta e trazerem algumas sementes.


Vamos desenhar três canteiros, um para cada turma. Vamos fazer uma grelha para registar as sementeiras e plantaçþes; outra para registar as regas diårias e o tempo que demoram a crescer as plantas.


A professora de InglĂŞs ensinou-nos o nome dos animais que nos podem fornecer o estrume (ovinos e bovinos) .

SHEEP AND COW


Vamos pintar e registar o projeto‌


Concluindo… • Mudança de hábitos na aceitação de novos alimentos e novos sabores; • Mudança de atitudes dentro das famílias e na comunidade em geral; • Adesão

a

projetos

de

Agricultura

familiar/comunitária.++ • É fácil juntar o lúdico às aprendizagens…

Biológica

local,


Receitas para coelhinhos