Issuu on Google+


Poesias Visuais Catรกlogo de Arte


Sumรกrio


04

Introdução

06 08 10 12 14 16

Anna Molly As Vitrines Garota Voodoo Haikai Hino Nacional Lágrimas

18 20 22 24 26 28

Nunca Mais Ouvir Estrelas Palimpsest Sea of Ink Timão e Pumba Wake Up

30 Índice Remissivo


m texto, para ver. da um percorre um mundo diferente, percebe, prova, lê, sente, desvia, cheira, anda m caminhos diferentes no mesmo lugar, recortando pedaços pessoais de vida. s poetas transformam isso em versos, e é impossível saber o que escreveram porque undo não se transfere. A poesia que lemos constrói-se dentro de nós, criamos sentidos maginamos, sentimos. Uma poesia é um desenho feito de letras, palavras são visuais,

Introdução Exposição Poesias Visuais. Um texto, para ver.

Cada um percorre um mundo diferente, percebe, prova, lê, sente, desvia, cheira, anda em caminhos diferentes no mesmo lugar, recortando pedaços pessoais de vida. Os poetas transformam isso em versos, e é impossível saber o que escreveram porque mundo não se transfere. A poesia que lemos constrói-se dentro de nós, criamos sentidos e imaginamos, sentimos. Uma poesia é um desenho feito de letras, palavras são visuais, significantes.

4


A imaginação guiou o trabalho dos estudantes do quarto período de Design da ESPM na materialização de suas visões poéticas. Durante meses cortaram, colaram, pintaram, iluminaram e construíram representações visuais de textos que eles mesmos recortaram do mundo, e o resultado é a exposição Poesias Visuais. Os trabalhos expostos apresentam mais sobre cada um deles do que poderiam imaginar, e do que podemos perceber. Como poesia, é impossível saber o que construíram porque mundo não se transfere, é para vermos internamente.

André Beltrão

5


Anna Molly “

A cloud hangs over Its a city by the sea I watch the ships pass and wonder If she might be Out there and sober As a well for loneliness Please due persist girl Its time we met and made a mess I picture your face in the back of my eyes A fire in the attic a proof of prize Anna Molly, Anna Molly, Anna Molly...

Incubus

6

“

Doo doo doo doo doo do doo doo doo doo doo do


Autora:

Fotos: Jéssica

Jéssica Celano

TÉCNICA Manual MATERIAL

Biscuit Ecoline Tinta acrílica Madeira Papel Arame Cola de sapateiro

7


As Vitrines Eu te vejo sumir por aí Te avisei que a cidade era um vão Dá tua mão, olha prá mim Não faz assim, não vá lá, não Os letreiros a te colorir Embaraçam a minha visão Eu te vi suspirar de aflição E sair da sessão frouxa de rir Já te vejo brincando gostando de ser Tua sombra se multiplicar Nos teus olhos também posso ver As vitrines te vendo passar Na galeria, cada clarão É como um dia depois de outro dia Abrindo o salão Passas em exposição Passas sem ver teu vigia Catando a poesia que entornas no chão

Chico Buarque 8


Autora:

Fotos Carolina Novais

Carolina Novais

TÉCNICA Manual MATERIAL

Acetato Papel duplex Papel pluma Bulas de remédio

9


Garota Voodoo “

Sua pele é de um claro tecido, Todo costurado e refeito. Muitos alfinetes coloridos Despontam-lhe à altura do peito Olhos giram como discos, Ela possui dois belos pares. Olhos de poderes hipnóticos Olhos de apaixonar rapazes. Rapazes que coloca em transe, Como verdadeiros zumbis. É o caso de um zumbi francês, Que depois só dizia: “oui, oui”.

Tim Burton

10

Mas ela também tem uma sina Que jamais pode ser quebrada: Se alguém dela se aproxima Seu curacao sente as espetadas.


Autora:

Fotos: Nikole Vogel

Nikole Vogel

TÉCNICA

Manual

MATERIAL

Biscuit Palitinhos de sovete de madeira Tinta acrílica Purpurina Cola de Isopor EVA Bolinha de Isopor Superbonder

11


Haikai “Que flor é esta, “

Que perfuma assim Toda a floresta?

Carlos Seabra

12


Fotos: Angélica Lobo

TÉCNICA Manual

MATERIAL

Poliestireno Papel crepom Planta de aquário Arame Flor branca falsa Caixa de madeira

Autor:

Angélica Lobo

13


Hino

Nacional

14

Gigante pela própria natureza, És belo, és forte, impávido colosso, E o teu futuro espelha essa grandeza.


Autora:

Vanessa Godinho

Fotos: Vanessa Godinho

TÉCNICA Manual

MATERIAL

Papelão Arame Papel Adesivo Espelho

15


L ágrimas Jesus Chorou

O que é, o que é? Clara e salgada, Cabe em um olho e pesa uma tonelada. Tem sabor de mar, Pode ser discreta. Inquilina da dor, Morada predileta. Na calada ela vem, Refém da vingança, Irmã do desespero, Rival da esperança. Pode ser causada por vermes e mundanas

E o espinho da flor, Cruel que você ama. Amante do drama, Vem pra minha cama, Por querer, sem me perguntar me fez sofrer. E eu que me julguei forte, E eu que me senti, Serei um fraco quando outras delas vir.

Racionais Mc’s

16


Autores:

João Paulo e Vitor Lanzelotte

TÉCNICA Manual

MATERIAL

Placas de madeira Corte com serra de mesa Tinta preta spray Cola Superbonder

17

Fotos: João Paulo


Nunca Mais O Corvo

“Profeta”, disse eu, “profeta - ou demônio ou ave preta! Fosse diabo ou tempestade quem te trouxe a meus umbrais, A este luto e este degredo, a esta noite e este segredo, A esta casa de ância e medo, dize a esta alma a quem atrais Se há um bálsamo longínquo para esta alma a quem atrais! E o corvo, na noite infinda, está ainda, está ainda No alvo busto de Atena que há por sobre os meus umbrais. Seu olhar tem a medonha cor de um demônio que sonha, E a luz lança-lhe a tristonha sombra no chão há mais e mais, Libertar-se-á... nunca mais! Disse o corvo, “Nunca mais”

Edgar Allan Poe

18


Autores:

Bernardo Brito, Lucas Amarante

TÉCNICA Manual

Arame Espuma Cartolina preta. Folha de bananeira retorcida Cartolina preta Tnt (pano) Papel offset Fio dental.

19

Fotos Lucas Amarante

MATERIAL


Ouvir Estrelas Via Láctea

Ora (direis) ouvir estrelas! Certo Perdeste o senso!” E eu vos direi, no entanto, Que, para ouvilas muitas vezes desperto e abro as janelas, pálido de espanto... E conversamos toda noite, enquanto A Via Láctea, como um pálio aberto, Cintila. E, ao vir o sol, saudoso e em pranto, Inda as procuro pelo céu deserto. Direis agora: “Tresloucado amigo! Que conversas com elas? Que sentido tem o que dizes, quando não estão contigo?” E eu vos direi: “Amai para entendê-las! Pois só quem ama pode ter ouvido capaz de ouvir e de entender estrelas”.

Olavo Bilac 20


Autoras:

Sara Machado, Isabela Gaspar e Luiza Velloso.

TÉCNICA Manual

Folha de papelao Fita adesiva para encaixotamento Estrelas de plastico de material fotoluminescente Luz neon roxa Linha preta

Spray de tinta preta

21

Fotos Luiza Velloso

MATERIAL


Palimpsest “

I will write in words of fire I will write them on your skin. I will write about desire. Write beginnings, write of sin. You’re the book I love the best, your skin only holds the truth, you will be a palimpsest lines of age rewriting youth. You will not burn upon the pyre. Or be buried on the shelf. You’re my letter to desire: And you’ll never read yourself. I will trace each word and comma As the final dusk descends. You’re my tale of dreams and drama, Let us find out how it ends.

Neil Gaiman

22


Autora:

Fotos Laura

Laura Guimarães

TÉCNICA

Manual

MATERIAL

Papelão Cola de contato Nanquim e Ecoline

23


Sea of

Ink

Black hair

“As deep as ink in black, black as

24

the deepest sea


Autoror:

Fotos Lucas Fiat

Lucas Fiat

TÉCNICA Manual

MATERIAL Biscuit Madeira Vidro b

25


Timão

e Pumba

O Rei Leão

Quer um pouquinho (quer quer quer) De toucinho (quero quero quero) Ele é um porco (sou sou sou) E você pode ser também. AU!

26


Autora:

TÉCNICA Manual

MATERIAL

Bacon Caixa de acrílico, Arame Papel craft.

Cola Superbonder

Fotos Leticia Botafogo

Letícia Botafogo

27


Wake Up “

“Children, don’t grow up your bodies get bigger but your hearts get thorn up”

Arcade Fire

28


TÉCNICA Manual

MATERIAL

Fotos: Dominique

Caixa de papel cartovnado Acetato Boneco em madeira Mola.

Autor:

Dominique Kronemberger 29


Índice Remissivo

A Angélica Lobo..............................................................................................12 e 13

B Bernardo Brito.............................................................................................18 e 19

C Carolina Novais.............................................................................................8 e 9

D Dominique Krone.......................................................................................28 e 29

I Isabela Gaspar.............................................................................................20 e 21

J Jéssica Celano................................................................................................6 e 7 João Paulo Pohl...........................................................................................16 e 17

30


L Laura GuimarĂŁes.........................................................................................22 e 23 LetĂ­cia Botafogo..........................................................................................26 e 27 Lucas Amarante...........................................................................................18 e 19 Lucas Fiat.....................................................................................................24 e 26 Luiza Velloso................................................................................................20 e 21

N

Nikole Vogel................................................................................................10 e 11

S

Sara Machado...............................................................................................20 e 21

V Vanessa Godinho........................................................................................14 e 15 Victor Lanzelotte.........................................................................................16 e 17

31


Esta publicação foi impressa em papel couché 170g/m2, com as famílias Helvetica Neue e ITC Garamond.



Poesias Visuais