Page 1

Jornal da EB1/PE da Assomada 1,00 Moinhos

Jornal da Escola

O Natal aí à porta... EDITORIAL Neste novo ano lectivo, também o nosso jornal teve direito a uma nova imagem. A nossa principal preocupação é que esta seja do vosso agrado. Em sintonia com a imagem, almejamos fornecer-vos informações e notícias pertinentes e úteis. Chegado o final do 1º período, esperamos que se divirtam e aproveitem este descanso merecido. Bom Natal e Próspero Ano Novo.

um

A Editora

Com o Natal à porta não nos podemos esquecer que temos que começar a preparar a árvore de Natal, as limpezas e as decoração. Quando eu vou à rua, já vejo as estrelas iluminadas, os pais Natal, as lojas todas enfeitadas, entre outras coisas. Cada ano que passa vemos que os preparativos para o Natal começam mais cedo.

No Funchal já podemos assistir ao espectáculo das várias iluminações desta altura festiva. É nesta altura que se ouvem já os primeiros cânticos de Natal nas ruas. Não devemos esquecer que esta quadra além de todas as diversões, é também o aniversário de Jesus Cristo, por isso é tempo de partilhar aquilo que temos com os pobres que não têm nada para

vestir e que não têm casa. Espero que este Natal haja amor, paz e fraternidade para todo o Mundo.

Bom Natal para todos!! Texto do aluno Mário Veiga-4º Ano

Nesta edição: A Directora tem algo 2 a dizer... O Outono...

3

Pão por Deus

3

Halloween

4

S. Martinho/ Magusto 4 Recebemos a Bandeira 5 Verde—Eco-Escolas Natal no Mundo

6

Os trabalhos das nossas turma

7

O que andamos a fazer nas A.E.C.

14

Passatempos

16

Gastronomia Tradicional

16

5 Escolas do Concelho de Santa Cruz receberam a Bandeira Verde do Eco-Escolas No âmbito do Programa Eco-Escolas foram galardoadas 5 escolas com a Bandeira Verde, símbolo que as premeia pela dinamização de toda a comunidade escolar para a protecção do Ambiente através da aplicação da política dos 3R. No

ano

lectivo

transacto os materiais utilizados nos trabalhos realizados foram pensados nesta vertente, mas todas as palestras, visitas de estudo e campanhas dinamizadas ajudaram que fosse um desafio vencido. Durante o mês de Novembro decorreram nas várias escolas

as cerimónias do hastear da Bandeira Verde, onde a comunidade escolar e as entidades convidadas foram presenteadas com os mais variados espectáculos para festejar a conquista de tão importante título em prol de um Mundo Saudável.


Página 2

Jornal da EB1/PE da Assomada

A Directora tem algo a dizer... Olá a todos! Como diz a canção “Já é Natal outra vez”. Ultimamente tenho-me perguntado o que pensam e o que significa para as nossas crianças o Natal? Não quero parecer saudosista, mas… Já não é preciso chegar ao Natal para receber prendas, aquele brinquedo tão desejado; roupa nova; um livro — coisa rara… Esperar com ansiedade e nervosismo o dia da matança do porco… P r oc u ra r m a te r i ais (troncos, musgo, azevinho, cabrinhas, alegra-campo) para fazer a lapinha e a decoração da casa. Ajudar na

confecção e

VâÜ|Éá|wtwxá ”Como se diz Feliz Natal” Alemão - Frohe Weihnachten Árabe - Mboni Chrismen Bielo-russo - Winshuyu sa Svyatkami Búlgaro - Vessela Koleda Castelhano - Feliz Navidad Checo - Vesele Vanoce

comer os doces do Natal e outros petiscos da época — broas e bolos de mel, bolo de família, pão-de-ló, pão caseiro, carne de porco em vinha d’alhos…

que muitos, resta-me aconselhar-vos a procurar os bens espirituais: compreensão, solidariedade, tolerância, amizade, respeito…

Juntar-se com a família e os amigos em convívios que se prolongavam pela noite dentro, jogando às cartas ou cantando e dançando ao som do acordeão, do machete, das castanholas, da gaita… esquecendo por algum tempo as privações e o cansaço de um longo e árduo ano de trabalho.

Não podia terminar sem antes agradecer à Câmara Municipal de Santa Cruz e à Junta de Freguesia do Caniço pela constante cooperação com a escola e aos Pais e Encarregados de Educação pela parceria e apoio manifestado desde início.

Visitar as lapinhas, cantar ao Menino Jesus e provar os coloridos e aromáticos licores. (...)

A Directora da Escola

Então, se os nossos bens materiais são mais

Tailandês - Ewadee Pe-e Mai

Groenlandês - Glædelig Jul, Juullimi Ukiortaassamilu Pilluarit

Turco - Yeni yiliniz kutlu olsun

Húngaro - Boldog Karácsonyt Hebreu (Israel) - Mo'adim Lesimkha Islandês - Gleðileg Jól Italiano - Buon Natale Japonês - Merii Kurisumasu Letão - Priecigus ziemassvetkus ou Laimigu Jauno gadu Lituano - Laimingu Kaledu

Chinês (Taiwan) - Kung His Hsin Nien bing Chu Shen Tan

Macedónio - Streken Bozhik Moldavo - Craciun fericit si un An Nou fericit

Dinamarquês - Glaedelig Jul

Neerlandês - Zalig Kerstfeest ou Prettige Kerstdagen

Eslovaco - Vesele Vianoce

Norueguês - Gledelig Jul

Esloveno - Srecen Bozic

Polaco - Wesolych Swiat

Filipino - Maligayang Pasko

Romeno - Sarbatori vesele

Finlandês - Hauskaa Joulua

Russo - Hristos Razdajetsja ou Rozdjestvom Hristovim

Francês - Joyeux Noël Gaélico (Irlanda) - Nollaig Shona dhuit

Prof.ª Arlete Nóbrega

Grego - Eftihismena Christougenna

Chinês - Sheng Tan Kuai Loh

Coreano - Sung Tan Chuk Ha ou Sungtan Chukha

…e desejar-vos um Feliz Natal com muita alegria e paz e um Próspero Ano de 2008.

Servo-croata - Sretan Bozic Sueco - God Jul

Ucraniano - Veseloho Vam Rizdva


Página 3

Jornal da EB1/PE da Assomada

O Outono... ...e com ele o Regresso às Aulas O Outono é uma estação fria, mas também é divertida. Há folhas de várias cores: amarelas, castanhas, vermelhas e também cor-de-laranja. Também há frutos deliciosos como: as castanhas, as romãs, os diospiros entre outros frutos. No Outono os agricultores para cultivarem a terra, começam a outonar (regar as terras com as primeiras chuvas). Também há animais que são outoniços, ou seja nascem no

Outono. No dia 1 de Novembro é o dia do Pão-por-Deus e nesta data partilhamos os frutos e os doces. Na minha escola, na véspera deste dia dividimos tudo o que trouxemos. É também época de magustos. Este Outono de 2007 parece Verão, está muito quente!

Adaptação do texto do aluno Luís Manuel-4º Ano

Tradição do “Pão por Deus” A globalização e o consumo desenfreado fazem com que nos esqueçamos de coisas tão simples como as nossas tradições. No dia de Todos os Santos, 1 de Novembro, as crianças saíam à rua de manhã bem cedo para pedir o “Pão por Deus”. Este era guardado num saco de pano realizado pela mãe ou pela a avó com uma sobra de chita.

“Além das aptidões e das qualidades herdadas, é a tradição que faz de nós aquilo que somo.”

Albert Einstein

As crianças procuravam visitar as famílias mais ricas para assim poderem obter algumas guloseimas que eram difíceis noutras épocas do ano. Regressavam a casa ao fim da manhã com os sacos cheios de romãs, maçãs, castanhas, nozes, rebuçados, bolachas e, por vezes, até dinheiro. Aí, a família reunia-se à mesa iniciando-se a partilha dos alimentos.

Estas andanças de porta em porta eram sempre acompanhadas com cantigas: “Pão por Deus, Fiel de Deus, Bolinhos no saco, Andai com Deus.”


Página 4

Jornal da EB1/PE da Assomada

Halloween Olá, cá estamos nós para te falar de uma festa muito conhecida nos Estados Unidos da América, no Canadá, na Irlanda e no Reino Unido — O HALLOWEEN. Este dia é festejado na noite do dia 31 de Outubro e também é conhecido em Portugal pelo dia das bruxas. Teve origem na Grã-Bretanha entre os anos 600 a. C. e 800 d. C. pelos povos que lá habitavam. Esta festa marcava o fim do Verão que para os Celtas era o Ano Novo. Esta comemoração foi levada para os Estados Unidos da América no ano 1840 pelos imigrantes Irlandeses. É tradição as crianças disfarçarem-se de bruxas (símbolo muito

S. Martinho/ Magusto O Outono e a chegada definitiva do tempo frio são comemorados no dia 11 de Novembro, Dia de São Martinho. Neste dia, é tradição um pouco por todo o país, assarem-se castanhas, beber-se vinho novo e água-pé e, ainda há quem reúna familiares e amigos à volta de uma fogueira ao ar livre... Mas qual o real significado do Dia de São Martinho? Reza a lenda que, "num dia tempestuoso ia São Martinho, valoroso soldado romano, montado no seu cavalo, quando viu um mendigo quase nu, tremendo de frio, que lhe estendia a mão suplicante... S. Martinho parou o cavalo, poisou a sua mão carinhosamente na do pobre e, em seguida, com a espada cortou ao meio a sua capa de militar, dando metade ao mendigo.

E, apesar de mal agasalhado

e sob chuva intensa, preparava-se para continuar o seu caminho, cheio de felicidade. Mas, subitamente, a tempestade desfez-se, o céu ficou límpido e um sol de Estio inundou a terra de luz e calor." Diz-se que Deus, para que não se apagasse esta lenda da memória dos homens , todos os anos, cessa por alguns dias o tempo frio e o céu e a terra sorriem com a bênção dum sol quente e miraculoso." É o chamado Verão de São Martinho! O costume do Magusto, que tradicionalmente começava no Dia de Todos os Santos, é simultaneamente uma comemoração da chegada do Outono e um ritual de origem religiosa.

importante desta festa, porque diziam que as bruxas apareciam duas vezes no ano, na mudança de estação) e irem pelas casas pedirem doces e dinheiro. As mães com ajuda dos filhos preparam abóboras (origem no folclore Irlandês) para enfeitar a casa, retirando a parte de dentro, fazendo-lhe uns olhos, uma boca, um nariz e colocando lá dentro uma vela. Também é costume encherem a casa com correntes de desenhos de fantasmas, de aranhas, de abóboras e de bruxas com o seu gato preto. As crianças divertem-se muito neste dia a assustarem os vizinhos, a pedirem doces e dinheiro e a decorar a casa. Para os meninos e meninas destes países este dia é muito importante e fazem questão de o festejar da melhor maneira.


Jornal da EB1/PE da Assomada

Página 5

Recebemos a Bandeira Verde

No dia 23 de Novembro, pelas 10horas teve inicio a “Cerimónia do hastear da Bandeira Verde”. A festa decorreu na cantina da escola. Cantaram-se os hinos nacional, regional e do Eco-Escolas. Os alunos foram mais uma vez os intervenientes do espectáculo. Podemos assistir a uma passagem de fatos e chapéus reciclados (pré-escolar), canções e dramatizações várias relacionadas com toda a temática da festa (1º Ciclo). Estiveram presentes algumas entidades que colaboraram directa ou indirectamente com a escola neste projecto, como por exemplo, a Drª Margarida Pocinho, O Sr. Presidente da Câmara de Santa Cruz e o Sr. Presidente da Junta de Freguesia do Caniço, não descurando os restantes.


Jornal da EB1/PE da Assomada

O Natal no Mundo

Tradições diferentes manifestam a forma como no Mundo se vive o Natal, no entanto é universal, abrangente, calorosa e envolve toda agente. O clima juntamente com as tradições religiosas são factores que têm influência na forma como esta quadra é celebrada. Escolhemos as celebrações que consideramos mais carismáticas, dentro da vasta panóplia que nos é apresentada nesta época. Na Austrália, na véspera, comemoram com um piquenique organizado no campo ou na praia, uma vez que o Natal é no Verão. As casas são decoradas com muitas flores e plantas. O Natal americano é rico em cor e brilho. Nas casas, a decoração com lâmpadas coloridas, bonecos de neve, velas vermelhas e grinaldas feitas de plantas verdes corporizando o espírito natalício. Na China, é celebrado com as casas e árvores iluminadas por lanternas de papel e de argila. As crianças também esperam por “Dun Che Lao Ren”, o Pai natal Chinês. Na Itália, os presentes são entregues a 6 de Janeiro. Em vez do Pai Natal, as crianças recebem a visita de “Befana”, Santa Epifania, trazendo presentes para os bons e castigos aos maus. Alguma variedade, mas no fundo é a confraternização a imperar nos quatros cantos do Mundo e a deixar o coração a falar.

Página 6


Assomadinha  

1º período

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you