Issuu on Google+

O PROBLEMA DA OBJECTIVIDADE CIENTÍFICA Popper VS Kuhn


SUMÁRIO O CONCEITO DE OBJECTIVIDADE CIENTÍFICA. AS PERSPECTIVAS DE POPPER E DE KUHN.


Formulação do Problema:

A ciência é objectiva? Será que a ciência procura estudar de forma imparcial a realidade tal como ela é? Ou será que a ciência é em grande parte o produto das inclinações, crenças e valores individuais?


PROBLEMA: A Ciência é objectiva?

Popper SIM

Kuhn - Não

A evolução científica dá-se pela eliminação das teorias refutadas.

Os paradigmas são incomensuráveis

Há uma progressiva aproximação à verdade.

A escolha DE UMA TEORIA depende tanto de critérios objectivos como de factores sujectivos. Não há uma progressiva aproximação à verdade.


Popper – A Ciência é Objectiva


Popper – A Ciência é Objectiva •

2.1. O da ciênciatêm é As objectivo teorias científicas encontrar teorias verdadeiras, como caracteristica essencial embora poderem nunca ser possamos falsificadasestar ou certos da sua verdade. refutadas pela experiencia;


Popper – A Ciência é Objectiva 4. As teorias científicas são descrições da • 3. A ciência progride em direcção à realidade uma imageme cada vez verdadee dão-nos por tentativa erro: mais aproximada e isenta de preconceitas eliminação das teorias que são darefutadas realidade. As novas teorias corrigemde ou e formulação substituem as anteriores. Por isso, a conjecturas; Ciência é um conhecimento objectivo.


Popper – A Ciência é Objectiva 2.- A Ciência avança em direcção à 1- As suas sãoaceites verdade, isto é,teorias as teorias estão mais próximas da verdade do Descrições da realidade; que as que foram refutadas.


Kuhn – A Ciência não é Objectiva


Kuhn – A Ciência não é Objectiva 1. Incomensurabilidade dos Paradigmas

2. Critérios objectivos

3. Escolhas subjectivas


Kuhn – A Ciência não é Objectiva •

Impossibilidade

comparar os paradigmas objectivamente

Cada paradigma tem uma visão do mundo diferente.

de de

maneira a concluir que um é superior ao outro ou se aproxima mais da verdade.


Kuhn – A Ciência não é Objectiva Segundo Kuhn existem alguns critérios objectivos para escolher teorias.


Kuhn – A Ciência não é Objectiva 2.1.Precisão: Consistência: as teorias teoriasnão devem de ser incoerentes nem acordo com a incompatíveis com observação e a as outras teorias experiência; aceites na época;


Kuhn – A Ciência não é Objectiva 4.Abrangência: 3.Simplicidade: ao corresponde alcance de uma as teorias teoria. uma teoria devem Ex: unificar que explique todos os tipos de movimento tem um alcance maior do que uma teoria que explique apenas um tipo de movimento;

os fenómenos;


Kuhn – A Ciência não é Objectiva

5.Fecundidade: as teorias fecundas permitem novas descobertas científicas.


Kuhn – A Ciência não é Objectiva Dificuldades na aplicação dos critérios


APESAR DE EXISTIREM CRITÉRIOS OBJECTIVOS PARA ESCOLHER ENTRE TEORIAS DE PARADIGMAS RIVAIS, AS ESCOLHAS EFECTUADAS SÃO EM GRANDE PARTE SUBJECTIVAS.


1. A aplicação dos critérios é subjectiva porque estes são vagos. Ex. Dois cientistas podem valorizar a simplicidade, mas entenderem de forma distinta este critério.


2. A aplicação dos critérios é subjectiva porque estes podem entrar em conflito. Ex. a teoria A pode ser mais simples do que a teoria B. No entanto, a teoria B pode ter mais alcance do que a teoria A. Qual escolher? A escolha vai depender de factores subjectivos.


Kuhn – A Ciência não é Objectiva Factores subjectivos responsáveis por uma Ciência não objectiva:  a ideologia; o prestígio;


Kuhn – A Ciência não é Objectiva gostos  ointeresses modo deeinterpretar pessoais; os critérios em questão.


Conclus達o:


Consequência implausível Tese da Incomensurabilidade dos paradigmas

Um paradigma não está mais próximo da verdade do que outro. Hmm …



A objectividade do conhecimento cientfico popper vs kuhn