Page 1

DILÚVIO

1. Criou os céus, a terra e o homem. Gênesis 1:1 2. Um casal de cada espécie entrou na arca. Gênesis 7:14 3. A pomba trouxe um ramo no bico. Gênesis 8:11 4. Quando caiu sobre a terra pela primeira vez, inundou tudo. Gênesis 7:12

5. Foi a primeira ave que Noé soltou. Gênesis 8:7 6. Sinal da Aliança de Deus que aparece no céu. Gênesis 9:13 7. Nome do homem que se salvou com sua família. Gênesis 6:8 8. Choveu por 40 dias e 40 noites até se tranformar em... Gênesis 6:17

Igreja Presbiteriana de São Luís 128 anos - Semeando a Palavra

Ouvi: Eis que saiu o semeador a semear. “...E outra caiu em boa terra e deu fruto, que vingou e cresceu; e um produziu trinta, outro sessenta, e outro cem”. Mc.4:8b

Boletim Semanal da IPSL

~ Nº 594 ~

1886 - 2014

São Luís-MA | 27/04/2014

BUSCANDO O MAIOR INVESTIMENTO CULTO INFANTIL 06/04 – Fernanda e Johnny 13/04 – Alessandra e Francisco 20/04 – Culto da Família 27/04 – Tatiana e Raimundo

EXPEDIENTE

PASTOR AUXILIAR Rev. Lúcio Carlos da S. Freitas Fones: (98) 3232.7286 / 8703.2409 luciosem@hotmail.com PASTOR EMÉRITO Rev. José Faustino dos Santos Fone: (98) 3082.1277 PRESBÍTEROS Abderval Pinto Bandeira Junior Fones: (98) 3243.8992 / 9602.3986 abderval@terra.com.br Emanoel Costa Claudino Silva Fones: (98) 3248.3485 / 8768.0007 emanoelclaudino@yahoo.com.br Johnny Ribeiro Fone: (98) 9614.6663 / 8151.1348 jfor.ribeiro@gmail.com Oton Egidio da Silva Fone: (98) 3227.7927 oton.egidio@gmail.com Stéllio Castro Borges Fones: (98) 3226.6994 / 8833.0111 stellioborges@gmail.com Valdemar Miranda Paiva Fones: (98) 3226.1879 / 8717.2925

JUNTA DIACONAL Ana Luzia de Oliveira M. Pimentel Fones: (98) 8732-6408 Ana Lucia A. Faray Fones: (98) 8846-7876 / 3083-4191 Cláudia Cristina de Souza Fones: (98) 8823-7947 / 3221-6007 e-mail: claudia37@ig.com.br Júlia Constança P. Camelo Fones: (98) 9605-2991 / 3226-2791 e-mail: jpconstanca@yahoo.com.br Mariluce Penha Fones: (98) 9608-5160 / 3236-7660 Maria Irene R. dos Santos Fones: (98) 8150-6386 / 3237-3065 Silvana Giusti Fones: (98) 9906-1532 / 3221-6808 silvanagmendes@yahoo.com.br Manuel Leonel da Costa Neto Fones: (98) 8112-0175 manuel.leonel@gmail.com Raimundo Vale Junior Fones: (98) 8402-1517 rsvalejr@yahoo.com.br Thauser Bezerra Theodoro Fones: (98) 9605-7238 thausertheodoro@gmail.com Valdemiro Silva Torres Fones: (98) 8202-3661/8917-7203/3253-2274

ABRIL

PASTOR EFETIVO Rev. Ivan José Santos Silva Fone: (98) 9903.0001 pr.ivanjose@gmail.com

DIRIGENTE DA LITURGIA EBD 06/04 – Márcia 20/04 – MÁRCia 13/04 – Gildete 27/04 – Ramalla CULTO VESPERTINO 06/04 – Pb. Abderval Junior 13/04 – Pb. Stéllio Borges 20/04 – Márcia Claudino 27/04 – Pb. Johnny Ribeiro DIACONIA - RECEPÇÃO Manhã: ANA LUZIA / CLÁUDIA Noite: ANA LÚCIA / SILVANA SANTA CEIA - 20/04 MANHÃ SR. LEONEL / ANA LÚCIA / SILVANA CESTA BÁSICA: JÚLIA / MARILUCE ORNAMENTAÇÃO: ANA LUZIA /CLÁUDIA CULTO DA FAMÍLIA 20/04/2014 Márcia Claudino CAFÉ E CHÁ DA AMIZADE SAF

Igreja Presbiteriana de São Luís - IPSL: Rua do Mocambo, 374, Praça da Alegria • Centro • CEP: 65015-310 • São Luís - MA CULTOS: DOM 9h - EBD • 18h - Culto de Celebração | TER 19h - Culto de Oração | QUI 20h às 22h - Oração Horário da secretaria: horário comercial | Gabinete pastoral: 2ª, 3ª, 4ª, 5ª e 6ª - 08h às 12h Telefone: (98) 3231.2523 | e-mail: familiaipsl@gmail.com | site: www.ipsl.org.br IMPRESSÃO: Gráfica Santa Clara - (98) 3311.6666 CONGREGAÇÃO PRESBITERIANA SILOÉ Av. 29 de dezembro, Qda 43, nº 06 - Cid. Olímpica

CONGREGAÇÃO PRESBITERIANA DA PONTA D’AREIA Travessa Frei Antonio, s/n - Ponta D’areia

CONGREGAÇÃO PRESBITERIANA ÁGAPE Av. General Rivas nº 458 - Alto de Fátima - Sta Rita-MA

O maior investimento a ser feito na família é o amor. Nada é mais construtivo, poderoso e reparador. Amar – e expressar o amor – pode salvar casamentos perdidos, reconciliar filhos aos pais e reanimar o coração mais desesperado. Sempre leio com temor os três primeiros versículos do capítulo 13 da primeira carta aos Coríntios. Confrontam minha vida ao afirmar que podemos ter dons espirituais, tamanha fé ou praticar toda sorte de ações sociais, porém, sem amor, nada haverá que, ao fim, possa ser aproveitado: nem sermões bem preparados ou liturgias cúlticas; nem grandes gestos de liderança ou realização pessoal. O amor não é apenas superior aos dons, mas um marcador de quem somos em Cristo. Somos de Cristo quando buscamos amar. Isto significa que minha vida em Cristo não pode ser definida puramente pelos dogmas que entendo e aceito, nem mesmo pelas experiências de espiritualidade que vivencio, pois, sem amor, serão vazios de significado. Minha vida em Cristo é definida pela presença do amor que não apenas é essencial como também é auto-manifesto. Para nosso temor e tremor, o Espírito descreve neste capítulo que o amor é perceptível, ou seja, ele deixa marcas. Ele é prático, notável e visível e precisa se aplicado de forma vital em cada vida e lar. Ele é paciente, esperando pela hora oportuna para o outro. É benigno, fazendo com que a dor do outro seja também a nossa. Não arde em ciúmes, portanto evita comparações e se nega a criticar o próximo. Somos naturalmente seres construtores de máscaras e tais máscaras tendem a esconder aquilo que é nitidamente carnal e vergonhoso. Assim, usando máscaras bem elaboradas, podemos falar sobre fé sem de fato crer; pregar contra o pecado sem intimamente repudiá-lo; expor sobre o amor e, na manhã seguinte, irritar o esposo, esposa ou filhos. Gestos de amor provam a nossa verdadeira espiritualidade. O oposto do amor também é evidente. Uma de suas marcas é a incrível tolerância com nossas próprias fraquezas e grave intolerância com as do próximo. Desta forma, se alguém conversa com formalidade, é antipático, mas se nós o fazemos, somos respeitosos. Se alguém brada ao pregar, está sendo artificial. Se nós bradamos, é sinal de espiritualidade. Se alguém não faz, é preguiçoso, mas se nós não fazemos, somos ocupados. Se alguém

contrai uma dívida, é irresponsável. Se nós nos endividamos, é porque recebemos pouco. Se alguém discorda é soberbo, mas se nós discordamos, somos criteriosos. Se alguém critica, ele o faz por estar tomado de inveja ou ciúmes. Se nós criticamos, estamos sendo zelosos. Se alguém repete um sermão, está sendo desleixado, mas se nós o fazemos, Deus quer falar novamente ao seu povo. Se alguém erra, era de se esperar vindo dele. Se nós erramos, errar é humano. Se alguém cai, suas atitudes carnais já indicavam isto. Se nós caímos, o inimigo preparou-nos uma armadilha. Se alguém brinca, está sendo mundano. Se nós brincamos, somos informais. Se alguém ofende ao falar é descontrolado. Se nós o fazemos, somos sinceros. A ausência de amor falsifica a vida cristã, e o lar é o primeiro ambiente aonde tais sinais se manifestam. Neste mesmo capítulo, percebemos que o amor é um aprendizado. Eu era menino e agora sou homem. Enxergava de forma obscura e agora vejo claramente. Em outras palavras, amar é um processo, uma caminhada. Nós não nascemos amando. Para amarmos verdadeiramente, devemos pedir o auxílio daquele que é amor. O salmista, no Salmo 119.2, afirma que andará nos caminhos do Senhor quando Ele dilatar o seu coração. Precisamos de corações dilatados, abertos, prontos para amar. Peçamos ao Pai, pensando nos cenários diários de nossas vidas e, de forma especial, da nossa família, dizendo: ‘ensina-me a amar’. John Edwards, em seu livro Uma fé mais forte que as emoções (Editora Palavra), nos fala sobre a incompatibilidade do amor com as palavras de agressão. Expõe que, para amar, precisamos também nos desapegar daquilo que é incompatível com o amor. Desapego é uma palavra-chave. Jamais amaremos enquanto nossa agenda diária estiver repleta de palavras de ofensa, competitividade, ciúmes, falso zelo, discórdias, comparações desnecessárias, soberba e agressões. Se a família é um dos maiores privilégios na terra, é também uma das maiores responsabilidades. A Palavra nos adverte que “se alguém não cuida dos seus, e especialmente dos da sua família, tem negado a fé, e é pior que um incrédulo” (1Tm 5.8). Que o Altíssimo nos ajude para que sejamos sal da terra a luz do mundo, mas também abençoadores para os de perto, especialmente a família. Pr. Ronaldo Lidório


Ensina-nos a contar os nossos dias de tal maneira que alcancemos corações sábios. (Salmo 90:12)

• ANIVERSARIANTES •

• CASAMENTO • 05 – Raimundo e Tatiana 26 – valdemiro e Luzinete

João Vitor de Sousa Ribeiro 01/abr - Fone: 3236-3221 Francisca Nobre 10/abr - Fone: 3199-1026 Maria Cristina R. Meneses 20/abr - Fone: 3246-7346 Oziel Alves de Alencar Filho 20/abr - 8815-6880 Ramalla Seabra M. Freitas 23/abr - Fone: 8736-4886

Ana Lucia Araujo Faray 23/abr - Fone: 3083-4191 Núbia Cristina F. Theodoro 23/abr - Fone: 8129-1542 Márcia Andréa C. Claudino Silva 25/abr - Fone: 8114-4990 Sarah Raquel Silva Garcês 28/abr - Fone: 3043-6042 Roberto Vijano da Silva Souza 29/abr - Fone: 3236-7660

Taiza de Araújo Cardozo 29/abr - Fone: 8724-5075 Cleonice do Carmo Sousa 30/abr - Fone: 3236-4107

• BREVE CATECISMO DE WESTMINSTER •

80. QUE EXIGE O DÉCIMO MANDAMENTO? R. O décimo mandamento exige pleno contentamento com a nossa própria condição, bem como disposição caridosa para com o nosso próximo e tudo o que lhe pertence. Referências Bíblicas: Hb 13.5; 1Tm 6.6-10; Lv 19.18; 1Co 13.4-6

SÚPLICAS & INTERCESSÃO

UM CORAÇÃO GENEROSO PARA OFERTAR

“Orai uns pelos outros, para serdes curados. Muito pode por sua eficácia a súplica do justo” (Tiago 5:16).

O dízimo é de Deus, não nosso. Ele é a primícia e não sobra. Ele deve ser trazido à casa de Deus e não administrado por nós (Ml 3.8-10). Deve ser entregue com alegria e não com pesar. Nos cultos matutinos e vespertinos temos a oportunidade de trazer ao Senhor os dízimos e ofertas. Deus requer de nós fidelidade na mordomia dos nossos bens como prova de nossa confiança e obediência a Ele.

Famílias (consagração e conversão), Enfermos, Liderança da IPSL, EBD, Departamento Infantil, Sociedades Internas, Congregações, Presbitério do Maranhão, Projeto Ponta D’Areia, Congresso de Família

ACONSELHAMENTO PASTORAL Sempre que precisarem de orientação pastoral, visitas, aconselhamentos ou qualquer outro tipo de apoio de um dos nossos pastores, entre em contato para fazer o agendamento necessário.

Mande seus avisos para:

familiaipsl@gmail.com

IGREJA PRESBITERIANA DE SÃO LUÍS BANCO DO BRASIL : Ag. 2953-x • C/C.23029-4

Descubra mensagens especiais da Bíblia. Leia e sinta a diferença que isto vai fazer em sua vida LEITURA DIÁRIA

DIA 27

[

] 2 Crônica 17 a 19

28

[

] 2 Crônica 20 a 22

29

[

] 2 Crônica 23 a 26

30

[

] 2 Crônica 27 a 29

01

[

] 2 Crônica 30 a 32

02

[

] 2 Crônica 33 a 36

03

[

] Esdras 1 a 4

CURTA NOSSO BOLETIM ONLINE

Igreja Presbiteriana de São Luís - IPSL www.ipsl.org.br

VISITANTES

BEM VINDOS À CASA DO SENHOR

A todos os irmãos e amigos que nos visitam, recebemos com alegria fraternal em Cristo Jesus, e como família de Deus, desejamos ver todos os visitantes integrados ao nosso convívio comunitário.

AVISOS

MÊS DO LAR 2014

24 QUI Reunião de Oração 25 SEX Caminhada na Litorânea - 20h (encontro na praça do pescador) / UPH - Beach Soccer (Litorânea) 20h 26 SAB Dia da Empregada Doméstica / REUnIÃO DE CASAIS / UMP / DIACONIA 27 DOM EBD - DIA DA SOGRA (SAF) / Culto de Celebração / Visita a Congregação em Cidade Olimpica à noite (Pr. Lúcio) 29 TER Culto de Oração

TEMA: DESAFIOS nA FAMÍLIA EBD: CLASSE ÚnICA PRIMEIRO DOMINGO (4/5): ALMOÇO COMUnITáRIO QUARTO DOMINGO (25/5): COnFRATERnIZAÇÃO PROGRAMAÇÃO:  DOMINGO DA FAMÍLIA

CESTA BÁSICA

04/05

A Junta Diaconal agradece aos irmãos mantenedores da Cesta Básica pelas doações recebidas. É propósito da Diaconia que a cesta básica passe a ser de distribuição mensal, para isso precisamos da doação de mais irmãos, participe desse trabalho de auxílio, fale com a irmã Mariluce e pegue seu carnê para contribuição mensal.

11/05

SUBTEMA Convivência do Idoso na Família Conflito de Gerações

18/05

Relação Pais x Filhos

25/05

Mídia e sua Influência na Família

CAMINHADA NA LITORÂNEA nossa próxima caminhada na Litorânea será no dia 02/05 (sextafeira), o ponto de encontro é a Praça do Pescador às 20h. Participe!

MÊS DO LAR Para darmos início ao Mês do Lar, no próximo domingo (04/05) teremos um delicioso almoço comunitário (juntar de panelas). Então prepare seu almoço e traga para compartilhar com os irmãos, logo após à EBD.

CONGREGAÇÃO EM PONTA D’AREIA 06/04/2014 Justos Dc Thauser Núbia Túlio Tiago Mateus Sonora Graça Costa Wesley

13/04/2014 Justos Dc Leonel Maria José Ximendes Júlia Wesley

20/04/2014

FREQUÊNCIA EBD DATA MATRICULADOS PRESENTES 20/04

116

97

PRELETOR MANHÃ Marinese Santos Pr. Lúcio Pr. Fernando/ Rosinéia Gonçalves Pr. Tito

NOITE Pr. Ivan Pr. Ivan Pr. Lúcio Pr. Lúcio

 TERÇA FEIRA DE ORAÇÃO PELA FAMÍLIA Meditação: 15 a 20 min. Oração: 45 a 40 min. DIAS

RESPONSÁVEL

SUBTEMA

06/05

Como Orar por Seus Filhos

SAF

13/05

Conversão na Família

UPH

20/05

Comunhão na Família

UMP

27/05

Adoração na Família

UPA/UCP

27/04/2014 Justos Pb Stellio Sheyla Samuel Stellinho Ariane Wesley

Justos Pb Johnny Fernanda Davi Graça Sonora Samuel Silvana

DIAS

VISITANTES

TOTAL

0

97

 DESAFIOS 1. Culto Doméstico 2. Ler o Cada Dia - Mês de Maio 3. Trazer Visitantes aos Cultos 4. Participação nos trabalhos da Igreja: EBD, Culto Vespertino e Culto de Oração 5. Pontualidade 6. Escola da Vida – Pb. Johnny/Rafael


Boletim 594 de 27/4/2014  

Boletim dominical nº 594 de 27 de abril de 2014

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you