Page 1

Boletim informativo do Instituto Politécnico de Portalegre N.º 103 | Ano 15 | 06/2015

Apresentação dos CTeSP

Um novo ciclo de estudos de ensino superior

O

Secretário de Estado do Ensino Superior participou na sessão de apresentação dos Cursos Técnicos Superiores Profissionais (CTeSP), que teve lugar na Escola Superior de Tecnologia e Gestão, na tarde de 2 de junho. A iniciativa foi organizada no âmbito da campanha de divulgação dos CTeSP, que a Secretaria de Estado do Ensino Superior foi concretizando, nos últimos meses, nos estabelecimentos de ensino superior politécnico, de norte a sul do país. O Prof. José Ferreira Gomes apresentou a nova oferta educativa – “uma garantia de êxito para todos os que seguirem esta via” – dirigindo-se em particular aos alunos do ensino secundário/ profissional, mas clarificando que os cursos também estão vocacionados para qualquer interessado em fazer uma qualificação ou uma requalificação. “Um técnico superior

profissional é um quadro intermédio que vai entrar numa empresa, já preparado para ocupar o posto de trabalho (na empresa onde fez o estágio ou noutra empresa do mesmo ramo)”, descreveu. Uma vez concluído este ciclo, quem pretenda continuar estudos tem num curso de licenciatura a etapa seguinte do percurso escolar, estando prevista a existência de vagas para titulares de um diploma de técnico superior profissional, nos concursos especiais para acesso e ingresso no ensino superior. O Instituto Politécnico de Portalegre propôs para aprovação 22 Cursos Técnicos Superiores Profissionais, para funcionarem em várias localidades, designadamente: Estremoz, Borba, Évora, Ponte de Sor, Alter do Chão, Portalegre e Elvas. Na sessão de apresentação dos CTeSP, o vice-presidente do IPP (Dr. Albano Silva) fez a contextualização desta nova formação superior, que confere uma qualificação de nível 5 do Quadro Nacional de Qualificações. Os cursos, com uma forte componente prática, têm a duração de dois anos e incluem um estágio de um semestre numa empresa. A preparação dos CTeSP motivou o estreitamento de relações com o tecido empresarial e a Comunidade, que se concretizou na assinatura de 433 protocolos. Na ocasião, o presidente do IPP (Prof. Joaquim Mourato) valorizou as parcerias estabelecidas e constatou que: “sozinho o Politécnico de Portalegre não é capaz, nem é conveniente que implemente esta oferta formativa”. (continua na página 3)

Presidente do CCISP/IPP na direção de associação mundial de politécnicos

E

m representação do Conselho Coordenador dos Institutos Superiores Politécnicos (CCISP), o Prof. Joaquim Mourato foi eleito para a direção da World Federation of Colleges and Polytechnics (WFCP), no passado dia 27 de maio, para um mandato de três anos. Em comunicado, o CCISP constata que “a WFCP é a mais importante

associação mundial de instituições politécnicas, com representação das instituições de todos os continentes, sendo a direção composta por doze membros de diversos países”. O presidente do IPP considera que este é “um importante passo que reconhece o trabalho realizado pelo CCISP a nível nacional e internacional”.


2

PORTAL N.º 103 | 06/2015

OPINIÃO

Uma Escola para o Futuro

N

o ano em que comemoramos o trigésimo aniversário da Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Portalegre, olhamos para o futuro com a consciência dos desafios, a convicção das diretrizes que temos de seguir, e a inspiração que nasce dos trilhos percorridos e das novas missões que iremos ter no nosso horizonte. 2015 é um ano de mudança. Trazemos até esta data o espírito do Decreto-lei nº 513-T/79 que cria a Escola Superior de Educação até ao ano de 1985, durante o qual se iniciam formalmente as atividades da Escola, no âmbito da formação de professores em serviço, tendo os seus primeiros estatutos sido publicados em 1996 (Despacho Presidente 9/96 publicado no Diário da República n.º129, de 3 de junho). Continuamos a rever-nos nas nossas atribuições fundamentais: a) Formar estudantes altamente qualificados com preparação nos aspetos cultural, científico, pedagógico, artístico, técnico e ético, criando, organizando e ministrando ciclos de estudos visando a atribuição de graus académicos, bem como cursos pós-secundários, cursos de formação pós-graduada, mestrados ou outros, de acordo com a legislação em vigor; b) Implementar estratégias que estimulem a formação humana, cultural, científica, pedagógica, artística e técnica de todos os seus membros; c) Realizar atividades de investigação, visando a produção, aperfeiçoamento, desenvolvimento, aplicação e difusão do conhecimento; d) Promover a prestação de serviços à comunidade no âmbito da sua atividade como contributo para o desenvolvimento regional, nacional e internacional; e) Promover a cooperação cultural, científica, artística e técnica com outras instituições, quer públicas, quer privadas, nacionais ou estrangeiras. Contudo, os desafios que o atual paradigma do Ensino Superior em

Portugal nos coloca, nomeadamente no que concerne ao subsistema do Ensino Superior Politécnico impelem-nos a encarar este ano como uma oportunidade para uma refundação da Escola, orientada pelos seguintes princípios: 1. Uma oferta formativa alicerçada nas nossas áreas principais (Educação e Formação de Professores, Turismo, Intervenção e Mediação Social, Ciências da Comunicação, e Artes), perspetivada em linha com as formações regionais do ensino secundário e profissional de nível 4, apostando nos novos Cursos Técnicos Superiores Profissionais de nível 5, consolidando as licenciaturas de nível 6 e fortalecendo a oferta formativa dos mestrados de nível 7; 2. Investigação aplicada às áreas de intervenção da Escola, à sua oferta formativa e às necessidades da região, com forte contributo na transferência de conhecimento, cooperação em rede, prestação de serviços, e produção científica com impacto e reconhecimento nacional e internacional; 3. Internacionalização e mobilidade focada nas áreas fulcrais da Escola, favorecendo a cooperação com instituições internacionais de reconhecido mérito, de modo a criar oportunidades nas áreas formativa, investigação e desenvolvimento; 4. Aprofundamento das relações de parceria com a região e com a comunidade, fortalecendo dinâmicas colaborativas nos domínios científico, social e cultural. A consciência da mudança deve sempre ser suportada por uma visão estratégica coesa, estruturada pelos valores e pelos recursos, mas também pela forte crença na oportunidade de fazer convergir saber, vontade e resiliência na criação de uma linha de pensamento e de atuação que perspetive um progresso com rosto humano e uma inovação com discernimento e qualidade, de modo a criarmos um projeto consentâneo com as aspirações de modernidade e sustentabilidade. Este é o nosso espírito e o nosso desígnio, pelos quais pautaremos o nosso discurso e as nossas ações, a bem do futuro comum da nossa Escola e do Instituto, dos nossos alunos, docentes e colaboradores não docentes. Neste ano de celebração, aqui deixamos, com convicção, a certeza de que podem contar com o nosso absoluto e inequívoco compromisso com o futuro e com a esperança.

Luís Miguel Oliveira de Barros Cardoso Diretor da Escola Superior de Educação

SEES realiza consultoria de gestão

D

e 21 a 23 de abril, decorreu uma consultoria de gestão ao IPP, coordenada pelo Chefe de Gabinete do Secretário de Estado do Ensino Superior e realizada por uma equipa de quadros superiores do Ministério da Educação e Ciência.

A visita enquadra-se num programa da Secretaria de Estado do Ensino Superior (SEES), para analisar as instituições e fazer propostas de gestão que vão ao encontro de ganhos de eficiência.


PORTAL N.º 103 | 06/2015

3

Um novo ciclo de estudos de ensino superior (continuação pág.1)

Dirigido a alunos e professores de escolas secundárias e profissionais, empresas, autarquias e demais parceiros que vão possibilitar a concretização dos CTeSP, o evento contou com testemunhos representativos destes parceiros. A ligação ao tecido empresarial/indústria foi testemunhada pelo Diretor do Grupo Empresarial CEI-ZIPOR-INOCAM (Eng. Agostinho da Silva). O presidente da Câmara Municipal de Ponte de Sor (Eng. Hugo Hilário) e o presidente da Comunidade Intermunicipal do Alto Alentejo

(Dr. Armando Varela) partilharam a experiência de parceria com o IPP e as expectativas das autarquias locais relativamente a esta nova oferta formativa. A diretora da Escola Secundária D. Sancho II de Elvas (Dra. Fátima Pinto) testemunhou a importância do ensino profissional no percurso escolar dos alunos. O presidente da Associação de Estudantes da Escola Secundária de S. Lourenço de Portalegre (aluno João Meira) dissertou sobre os CTeSP, como via alternativa para o prosseguimento de estudos.

Bolsas de estudo por mérito entregues aos melhores alunos

“Dias abertos”: IPP mostra recursos e divulga oferta formativa

O

Instituto Politécnico de Portalegre levou a cabo a iniciativa “Dias abertos”, de 13 a 16 de abril. O evento foi dirigido, em particular, a alunos finalistas do ensino secundário/ profissional. Através de mostras e atividades práticas diversificadas procurou-se fomentar a proximidade com alunos e professores do IPP, os quais dinamizaram a apresentação da oferta formativa. Durante as visitas foi possível conhecer as Escolas do Instituto, o Centro de Línguas e Culturas e as Residências de Estudantes. Foi também uma oportunidade para obter esclarecimentos do Gabinete de Acesso ao Ensino Superior; receber informação sobre o processo de candidatura e os regimes de ingresso; bolsas de estudo; programas de apoio ao estudante e mobilidade internacional.

O

Instituto Politécnico de Portalegre realizou a cerimónia pública de entrega das bolsas de estudo por mérito (ano letivo 2012/2013), na tarde de 6 de maio, no auditório dos Serviços Centrais. Pelas classificações obtidas no ano letivo de 2011/2012 foram distinguidos os alunos: Cristina Mira Luís (licenciatura em Educação Básica); Andreia Pereira (CET Produção Enológica); Anette Reintjes (licenciatura em Enfermagem Veterinária); João Guimarães (mestrado em Jornalismo, Comunicação e Cultura) e Joana Reis (licenciatura em Higiene Oral). Com a entrega das bolsas de estudo por mérito procura-se reconhecer o trabalho dos estudantes que tenham tido um aproveitamento escolar excecional. Cada bolsa corresponde a cinco vezes o valor do salário mínimo nacional e a sua atribuição é feita com base nos critérios fixados pelo Ministério da tutela.

Politécnico de Portalegre esteve “perto de si”

O

IPP voltou a visitar todos os concelhos do distrito de Portalegre, no âmbito da ação de divulgação “Politécnico de Portalegre perto de si”. Em cada município, foram esclarecidas dúvidas sobre regimes de ingresso, oferta formativa, apoios sociais, propinas, etc. Esta iniciativa decorreu entre 20 de abril e 11 de maio e contou com o apoio das 15 câmaras municipais do distrito.


4

PORTAL N.º 103 | 06/2015

Sessão sobre o aldeamento da fronteira de Porto Roque

Dia Mundial do Design

O

s Professores Paulo Brito e Pedro Lopes participaram com uma comunicação na Sessão Pública dedicada ao aldeamento do Porto Roque, com o intuito de avaliar a sua atual situação e procurar os caminhos mais adequados para revitalizar aquele que, outrora, foi um importante polo residencial do concelho que o Município de Marvão promoveu, no dia 18 de abril no edifício da antiga alfândega, na fronteira de Galegos, denominada: Bairro da Fronteira do Porto Roque [Marvão]: Que futuro?, onde foi também apresentada a proposta de delimitação da Área de Reabilitação Urbana, sugerida pelo Município de Marvão. Inaugurado em 1972, o Bairro da Fronteira de Galegos era constituído por 20 fogos e 16 edifícios com uma área coberta de 3450m2, em 20 hectares de terreno. O edifício do antigo posto da Guarda Fiscal ainda foi transformado em Posto de Turismo em 1997, mas 10 anos depois deixou de funcionar por falta de condições. Apesar de ser a porta de entrada em Portugal, para quem vem de Espanha, desde a abolição das fronteiras (1 de janeiro de 1993), data em que foram desativados os serviços que funcionavam na fronteira de Galegos, todo o património ficou praticamente ao abandono, com poucas casas ocupadas e edifícios em avançado estado de degradação.

N

os dias 5, 6 e 7 de maio, a Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Instituto Politécnico de Portalegre, com a colaboração de docentes e alunos do Curso de Design de Comunicação, comemorou o Dia Mundial do Design de Comunicação. A 6.ª edição do “D Day” contou com o tema “Interdisciplinaridade”, e tal como nas edições anteriores pretendeu reunir alunos, docentes, ex-alunos e profissionais da área com o objetivo de trocar inspirações, ideias, projetos e experiências. Do programa fizeram parte palestras, exposições e workshops dirigidos à comunidade académica e a alunos do Ensino Secundário.

EDP University Challenge 2015

D’DAY – Lançamento da Revista À NOSSA MANEIRA

U

m grupo de alunos do 1º e 2º ano da licenciatura de Administração de Publicidade e Marketing da ESTG, visitou nos dias 13 e 14 de abril a Barragem do Baixo Sabor no âmbito do concurso universitário EDP University Challenge 2015. O EDP University Challenge 2015 propõe o desafio de fazer uma campanha de marketing para a barragem do Baixo Sabor, que pode ter características de campanhas de educação ambiental, ou a criação de negócios dentro das medidas de compensação que a EDP tem para a região. O concurso foi lançado na ESTG-IPPortalegre com uma apresentação por parte da empresa à escola na qual estiveram presentes os estudantes que se inscreveram no desafio. A EDP convidou as equipas concorrentes de todo o país a visitar o empreendimento e a assistir a diversas reuniões de trabalho em que estiveram presentes técnicos e os autarcas de Alfândega da Fé, Mogadouro, Torre de Moncorvo e Macedo de Cavaleiros.

E

sta revista consiste em divulgar o trabalho e o talento dos nossos alunos de Design de Comunicação (DC) e de Design e Animação Multimédia (DAM). Mostrar o que do melhor se faz na nossa escola para ajudar os alunos que querem seguir uma licenciatura de Design a tomar uma decisão. Com uma publicação dos trabalhos, os alunos dos cursos de DC e de DAM tem muito mais visibilidade do que apenas a divulgação de um portfólio. Obrigada ao João Esteves e a toda a equipa pela iniciativa e pelo projeto incrível que fizeram sobre os grandes talentos da nossa escola! Para quem estiver interessado em conhecer a revista e ainda não teve oportunidade de o fazer, disponibilizamos o link online da 1ª edição da Revista “À NOSSA MANEIRA”: http://issuu.com/anossamaneira/docs/revista_ edicao_1maio.


PORTAL N.º 103 | 06/2015

5

Exposição dos trabalhos apresentados ao Concurso de Marcas Gráficas do Politécnico de Portalegre

Semana da Internacionalização na ESTG

N

o Museu da Tapeçaria de Portalegre Guy Fino esteve patente a exposição dos trabalhos apresentados ao concurso para a criação de marcas gráficas para o Instituto Politécnico de Portalegre. O concurso decorreu em duas fases (entre fevereiro de 2014 e fevereiro de 2015), tendo sido selecionada a proposta de novos logótipos da autoria de Rui Lemos (licenciado em Design de Comunicação pela ESTG), que será ainda alvo de alguns ajustes, antes de ser submetida ao Conselho Geral do IPP. A mostra foi inaugurada a 14 de abril, no âmbito da Semana da Internacionalização.

A ESTG no Global Management Challenge (GMC)

C

om o objetivo de proporcionar um momento de partilha entre a aprendizagem no ensino superior a nível nacional e as parcerias ao nível internacional, decorreu de 13 a 16 de abril, na ESTG, um conjunto de serviços, produtos e parcerias ao nível nacional e internacional A partir da troca de conteúdos ao nível da educação, da cultura, da economia, da gestão e até política, esta semana teve como objetivos principais a divulgação de diferentes perspetivas ao nível das relações internacionais estabelecidas. Tratou-se de um encontro de profissionais e investigadores, docentes, alunos e ex-alunos para uma partilha de informações essenciais a uma continuidade no âmbito da atualização e evolução de aprendizagem e de conhecimentos de caráter global. Ainda na Semana da Internacionalização, os alunos do curso de Administração de Publicidade e Marketing da Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Instituto Politécnico Portalegre estiveram no comando da organização da 4ª edição do Cocktail dos Idiotas, uma conferência animada que contou com a participação de 4 convidados. A edição deste ano trouxe figuras conhecidas, que iniciaram a sua carreira no Youtube e que, devido às suas características dinamizadoras, conseguiram alcançar projetos exteriores ao mundo digital.

G

lobal Management Challenge – a maior competição mundial de Gestão Global e Estratégia que tem mais de 30 países aderentes e foi criada por uma empresa portuguesa, a SDG – Simuladores e Modelos de Gestão. Das 416 equipas participantes na 1ª volta do Global Management Challenge, apenas 64 equipas passam para a 2ª volta (a decorrer de 14 de detembro a 20 de outubro) Os alunos do 3º ano de Gestão – Hugo Serras, Isabel Almeida, Fernando Vieira e Cátia Candeias – estão de parabéns porque conquistaram o primeiro lugar no grupo 60 da 1ª volta do Global Management Challenge Nacional em que foram integrados e no qual participaram 6 equipas de quadros de empresas, de estudantes e equipas mistas. Passam à 2ª volta juntamente com mais 63 equipas que também se posicionaram em 1º lugar nos respetivos grupos. Irão, certamente, ser formados 8 novos grupos de 8 equipas cada e só as que atingirem o 1º lugar no seu grupo é que competirão na final nacional do GMC. Das 8 equipas finalistas que competirão na final nacional em novembro de 2015, uma delas, a vencedora, representará Portugal na final internacional do GMC que se realizará em 2016 em Macau. Atendendo ao sucesso obtido pela equipa, que representa a ESTG de Portalegre no GMC, e também pelo projeto de elevado potencial que irão apresentar brevemente ao Poliempreende, um forte candidato à vitória, dado o seu carácter inovador, é mais que merecido o nosso aplauso pelo seu triunfo. Parabéns à equipa!!!


6

PORTAL N.º 103 | 06/2015

Concurso redesign lata de conserva tradicional Visitas de Estudo

O

s alunos do 2º ano do curso de Design de Comunicação da ESTG/ IPPortalegre, numa resposta ao desafio lançado pelo bar Jóia, participaram no concurso redesign de latas de conserva tradicionais – – Conserveira Nacional. O concurso decorreu durante o 2º semestre no âmbito da UC de design de comunicação 3 e integrou-se no tema do design de embalagem. Sendo um concurso de carácter informal tem como principal objetivo dinamizar o método aplicado no desenvolvimento da proposta de trabalho ao mesmo tempo que estreita laços entre os alunos e a cidade. Sendo por isso, no nosso entender, positivo para ambas as partes.

10ª edição do Seminário de Engenharia das Energias Renováveis e Ambiente

O

s alunos do Curso de Especialização Tecnológica de Manutenção Industrial estiveram no dia 5 de maio na fábrica da Hutchinson, em Campo Maior. Foram recebidos por uma ex-aluna da ESTG, Jocelina Relvas, que explicou pormenorizadamente como está organizada a instalação e quais as perspetivas futuras, em termos de investimentos. A visita assumiu um interesse particular dada a integração das questões da Manutenção, da Qualidade e da Produção. Trata-se de uma empresa pertencente ao grupo Total que utiliza as mais avançadas ferramentas e metodologias de organização fabril. Alunos do CET de Condução de Obra, que o Departamento de Tecnologias e Design, está a lecionar em Elvas, em parceria com a Escola Secundária D. Sancho, visitaram as instalações da ESTG e assistiram à realização de alguns ensaios no Laboratório de Engenharia Civil. No dia 14 de maio os alunos dos 1.º e 3.º anos de Design de Comunicação, no âmbito das UC de Design de Comunicação I e de Produção Gráfica II visitaram a Cordoaria Nacional, a Lisgráfica e o CCB.

D

ecorreu nos dias 25, 26 e 27 de maio de 2015, na Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Instituto Politécnico de Portalegre a 10ª edição do Seminário de Engenharia das Energias Renováveis e Ambiente. O Seminário foi composto por um vasto leque de palestras e Workshops apresentados por especialistas e técnicos em temas relacionados com as Energias Renováveis e o Ambiente, nomeadamente AREANATejo, Comunidade Intermunicipal do Alto Alentejo, Coopérnico, Laboratório Nacional de Energia e Geologia, VALNOR, ULSNA, ESTG bem como representantes da Philips, Schneider Electric e Weidmüller. Foram abordados temas como Eficiência Energética, Energia Solar Térmica e Fotovoltaica, Valorização e tratamento de resíduos sólidos, Análise Química da Qualidade da Água, Tratamento de efluentes persistentes, Inovação na Iluminação, bem como diversas metodologias de valorização de Biomassa. Como em edições anteriores, este Seminário foi dedicado a alunos, ex-alunos e professores de cursos Técnicos e Superiores na área das Energias e do Ambiente, aos profissionais e técnicos do setor, e ao público em geral interessado na temática e, foi organizado pelos alunos e docentes da Licenciatura em Engenharia das Energias Renováveis e Ambiente da ESTG-IPP.


PORTAL N.º 103 | 06/2015

7

Ação de Formação Estatística

F

oi ministrada pelas Professoras Cristina Paula Silva Dias / Maria Isabel de Almeida Borges no passado dia 25 de maio uma ação de formação sobre: Amostragem e análise de dados em Ciências Empresariais. Uma abordagem ao SPSS. Objetivos Gerais: Explicar técnicas de amostragem com ênfase nos seus conceitos básicos e condições de aplicação no domínio das Ciências Empresariais. Aquisição de conceitos vários da estatística descritiva com recurso à utilização do programa informático SPSS. Objetivos específicos: Fornecer conhecimentos sobre os métodos mais utilizados na recolha de informação sobre populações finitas e respetivos domínios de aplicação. Compreender os princípios e métodos de observação, recolha, análise, interpretação e apresentação de dados numéricos. Competências a adquirir: Selecionar os métodos e as técnicas estatísticas de amostragem mais adequadas a um determinado objetivo em estudo.

Visita ao Parlamento Europeu – Bruxelas

Docente da ESAE em mobilidade na Universidad de León

D

e 23 a 27 de fevereiro de 2015, o docente da ESAE/ IPP Francisco Mondragão Rodrigues realizou uma mobilidade docente para ensino na Escuela Superior y Técnica de Ingenieria Agrária da Universidad de León (Espanha), no âmbito do programa ERASMUS+. Esta escola das ciências agrárias conta com cerca de 600 alunos e oferece cursos de 1º (Grado), de 2º (Máster) e de 3º ciclos (Doutoramento). Para além das instalações existentes na cidade de León, as atividades de formação e investigação também se desenvolvem num polo em Ponferrada. O docente lecionou aulas em Unidades Curriculares dos cursos de grado em Ingenieria Agrária y de grado em Ingenieria Agroambiental, e teve oportunidade de conhecer os trabalhos de investigação em curso no Grupo de Investigación de Ingenieria y Agricultura Sostenible.

P

ara complementaridade do plano curricular do curso e para que os alunos pudessem constatar o funcionamento da instituição Europeia, mais uma vez, os alunos do Curso de Relações Públicas e Secretariado da Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Instituto Politécnico de Portalegre estiveram em Bruxelas em visita ao Parlamento Europeu, de 31 de maio a 2 de junho. A visita foi solicitada pela docente Maria José Alegria Martins, e o grupo foi selecionado pela deputada Marisa Matias do Bloco de Esquerda.

Formação do INE atrai comunidade

Bioenergia Portugal 2015

A

2.ª edição da Bioenergia Portugal teve lugar nos dias 28 e 29 de maio de 2015 na ESTG – IPP. Bioenergia Portugal 2015 integrou uma Mostra Tecnológica de Bioenergia e uma Conferência sobre Bioenergia onde foram apresentados os resultados do Bioatlas. Ao longo dos dois dias foram debatidas as várias temáticas da área de Bioenergia, resultando uma importante discussão das oportunidades e potencialidades para o desenvolvimento deste setor em Portugal. Com mais de 30 oradores e cerca de 200 participantes, a Bioenergia Portugal 2015 permitiu que diversos agentes de mercado se concentrassem em Portalegre no intuito de promover parcerias e sinergias, de transferir e discutir conhecimentos, A colaboração de seis empresas especialistas neste setor enriqueceu o evento através da divulgação de produtos, equipamentos e/ou serviços relacionados com a cadeia de valor da biomassa. Os participantes tiveram a oportunidade de visitar a Central de Biomassa do IPP, na Zona Industrial e o edifício e Centro da Bioenergia e Incubadora de Empresas Base Tecnológica na ESTG.

N

o âmbito do projeto “Rede de Informação do INE em Bibliotecas do Ensino Superior”, decorreu na ESAE a “Formação de Produtos Estatísticos” promovida pelo Instituto Nacional de Estatística, no dia 16 de abril entre as 14.30 e as 17.30 na sala de informática. O formador, Dr. Francisco Correia, do Departamento de Difusão e Promoção do Instituto Nacional de Estatística, ministrou conteúdos a 20 formandos entre os quais se incluíram: docentes, alunos, colaboradores e membros das bibliotecas escolares do concelho de Elvas. Foram abordados conteúdos relacionados com a difusão de estatísticas oficiais, o portal do INE e o Projeto ALEA.


8

PORTAL N.º 103 | 06/2015

Ciclo de Seminários de Economia e Gestão apresenta novo livro de Economia

II Congresso Internacional de Cultura Lusófona Contemporânea ESE-Politécnico de Portalegre

S

ubordinado ao tema Representações do Outro: olhares plurais, o II Congresso Internacional de Cultura Lusófona Contemporânea, promovido pela Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Portalegre, realiza-se a 10 e 11 de novembro próximo e pretende instituir-se como um espaço de discussão e reflexão em torno das questões da interculturalidade, da identidade e da alteridade no espaço da lusofonia contemporânea. Nesse sentido, pretende-se convocar diversas áreas do saber e possibilitar a partilha de diferentes formas de se olhar e de se perspetivar o Eu e o Outro, num diálogo plural que se deseja profícuo e intelectualmente enriquecedor. Aceitam-se propostas de comunicação dentro das seguintes grandes linhas temáticas: I. Cultura: a) fronteiras da Cibercultura b) estudos culturais e interartes c) o “eu” e o “outro” na cultura contemporânea d) cânone e marginalidade na(s) cultura(s) II. Literatura: a) multiculturalismo e Literatura para a Infância b) velhos e novos migrantes c) transfigurações do real: o olhar (de)formador d) franjas de marginalidade III. Linguística: a) diversidade e variação na Língua Portuguesa b) formas de tratamento c) processos inovadores de criação lexical d) marcadores linguísticos no texto IV. Didática: a) ensino do Português como língua não materna b) ensino do Português como língua materna c) escola inclusiva e educação intercultural d) educação literária: abordagens didático-pedagógicas.

O

Gabinete de Empreendedorismo e Emprego do Instituto Politécnico de Portalegre (GEE-IPP) retomou a organização do Ciclo de Seminários: “Economia e Gestão: à conversa com os seus a(u)tores”. A mais recente edição desta iniciativa teve lugar a 22 maio, no Anfiteatro da ESTG, com a apresentação do livro “A Economia explicada ao meu filho”, de Paulo Ferreira. Depois do lançamento, em Évora, e das apresentações já efetuadas em Elvas e num programa televisivo da TVI, coube a oportunidade aos alunos e docentes do IPP e a todos os portalegrenses de conhecerem a mais recente obra do professor e investigador da Escola Superior Agrária de Elvas. A obra foi apresentada por Miguel Serafim, professor da ESTG, o qual destacou os seus principais aspetos diferenciadores: um livro em que a economia, desde os seus conceitos elementares até às temáticas que predominam no quotidiano, passando pelos aspetos mais relevantes da teoria económica, é explicada através de supostos diálogos entre um pai e um filho, numa linguagem simples e acessível, mas que não abdica do rigor técnico e científico. Também o autor, antecedendo um vivo debate com a assistência, teve oportunidade de salientar os seus propósitos ao lançar este livro, com realce para o compromisso de doação da totalidade dos direitos de autor para um projeto de apoio social. Segundo Artur Romão, coordenador do GEE-IPP, cumpriu-se o propósito da organização, a qual pretende com estas iniciativas facultar oportunidades para a divulgação de obras e experiências, promovendo a atualização científica e tecnológica, nos domínios da Economia e da Gestão, não só aos alunos e diplomados do IPP, mas também aos membros da comunidade envolvente, o que poderá funcionar como instrumento de melhoria da performance das empresas e elemento de estímulo ao surgimento de iniciativas empreendedoras.

Ciclo de Conferências Cuidar, Prevenir, Apoiar e Ajudar

A

Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Portalegre em conjunto com a Guarda Nacional Republicana organizaram o Ciclo de Conferências Cuidar, Prevenir, Apoiar e Ajudar. No dia 27 de maio a sessão teve lugar em Portalegre, no Centro de Congressos da Câmara Municipal, que contou com as intervenções das professoras Elisabete Mendes e Maria José Martins, da ESE-IPP que abordaram as questões da “Saúde, Educação e Prevenção de Maus Tratos”. No dia 3 de junho realizou-se na Figueira da Foz, no Auditório do Museu, a segunda conferência, que contou com a moderação de Luís Miguel Cardoso, Diretor da ESE-IPP, do painel “Acolhimento da vítima de violência doméstica em situação de emergência. Que respostas?”. Este evento contou com várias intervenções que passaram pelas seguintes temáticas: “Maus tratos a Crianças”, “Exames Médicos – Legais e Forenses em crianças adolescentes”, Saúde, Educação e prevenção de maus tratos”, “Acolher, apoiar e integrar para mudar. Que desafios?”, “Contribuição do estado para o novo modelo” e “Acolhimento da vítima violência Doméstica em situação de emergência. Que respostas?”.


PORTAL N.º 103 | 06/2015

Workshop de Música para Crianças na ESE-IPP

9

Seminários e conferências com participação da Escola Superior de Saúde

A

sala de música da Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Portalegre abriu as suas portas a pequenos cantores e instrumentistas para um workshop musical coordenado pela docente Susana Porto e dirigido por alunas do 2.º Ano de Educação Básica.

A Antigos alunos do Liceu visitaram a ESE de Portalegre

ESSP participou ou organizou um conjunto de conferências e seminários sobre temas relativos às suas áreas de especialidade. Deste modo, a Escola acolheu a Conferência “Olhares Éticos sobre o Envelhecimento”, que contou com a participação da Doutora Lucília Nunes, do Instituto Politécnico de Setúbal. As III Jornadas Nacionais e I Internacionais de Enfermagem do Norte Alentejano, ocorreram na ESTG, numa organização da Associação para o Desenvolvimento da Enfermagem do Norte Alentejano em parceria com a ULSNA, a ESSP e a ELCOS. A ESEP recebeu as III Jornadas Sobre a Família, organizadas pela ESSP, EAPN Portugal/Rede Europeia Anti Pobreza, Câmara Municipal de Portalegre e Centro Social e Comunitário de S. Bartolomeu. Numa organização conjunta da Universidad de Extremadura – Badajoz, Ayuntamimento de Valverde de Leganès e da ESSP, realizaram-se simultaneamente o XI Simpósio Sobre Mayores, IX Encuentro Transfronterizo Sobre Mayores e o IV Encuentro Transfronterizo Sobre Úlceras y Heridas, naquela localidade espanhola. As temáticas abordadas, em conferências e ateliês, foram “La formación enfermera en el campo del envejecimiento – la realidad transfronteriza”, “Bioética y envejecimiento”, “Intervención con personas mayores”, “Ideas y proyectos en el campo del envejecimiento”, “Úlceras y heridas”.

U

m grupo de cem antigos alunos do Liceu de Portalegre visitou as instalações da Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Portalegre no passado dia 6. O atual edifício da ESE acolheu o Liceu de Portalegre entre 1887 e 1977. A visita integrou alunos de várias turmas, mas sempre unidas pelo espírito da revisitação do lugar e das memórias partilhadas. A visita às atuais instalações foi feita pelo Diretor da ESE, Luís Miguel Cardoso, que apresentou aos antigos alunos as valências do edifício bem como a missão da Escola, a sua oferta formativa e as variadas ligações à comunidade. Um dia de celebração conjunta de memórias, unidas, entre passado e presente, pelo edifício e pelas pessoas que têm em comum uma história e um lugar de afetos.

Workshop Eficiência Energética na Produção de calor/vapor na indústria

D

ecorreu no dia 3 de junho, um workshop sobre Eficiência Energética na produção de calor/vapor na indústria, tendo como promotor a Associação Empresarial de Portugal, tendo o Professor Pedro Lopes apresentado o projeto InovEnergy.

ESEP apresenta “Estudos de Rádio”

N

o dia 27 de maio, no auditório da Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Portalegre realizou-se uma sessão subordinada ao tema “Estudos de Rádio” durante a qual foram apresentados os resultados do trabalho “Jornalismo e Jornalistas das Rádios Locais Portuguesas”. Realizado entre 2012 e 2014, com base na aplicação de um inquérito a 50 jornalistas de 35 rádios locais portuguesas e ainda a entrevistas a vários profissionais do meio, o estudo caracteriza os jornalistas das rádios locais em Portugal em função da sua situação laboral, formação académica, posição face à política editorial, rotinas produtivas, constrangimentos e Internet. Na sessão foram ainda apresentadas as comunicações: “As aplicações IPad da Rádio Renascença e TSF” do docente Nuno Fernandes e “O silêncio das fontes não governamentais nos noticiários de rádio”, da docentes Sónia Lamy.


10

PORTAL N.Âş 103 | 06/2015

ESAE recebeu docente búlgara Docente da ESAE na inauguração do Salão Internacional de Måquinas Agrícolas de Paris

A A

convite da EurAgEng – European Society of Agricultural Engineers e em colaboração com a revista Abolsamia, o Professor Luís Alcino da Conceição, docente de Mecanização da ESAE esteve presente na inauguração do Salão Internacional de Måquinas Agrícolas de Paris, SIMA 2015 com uma apresentação no âmbito do trabalho de campo que tem realizado para a sua tese de doutoramento intitulado Tillage system effect on maize seed placement and fuel consumption.

Escola Superior Agråria de Elvas (ESAE) do Instituto PolitÊcnico de Portalegre recebeu de 30 de março a 2 de abril a visita de uma docente representante da Universidade de Trakia, Bulgåria. A visita inseriu-se no âmbito da parceria internacional estabelecida entre ambas as instituiçþes de ensino superior para intercâmbio Erasmus de alunos e funcionårios docentes e não docentes. Nadya Bozakova Ê docente da Faculdade de Medicina Veterinåria desta Universidade, tendo-se deslocado à região para conhecer as instalaçþes da ESAE, suas åreas de atividade e ainda alguns dos seus parceiros locais, nomeadamente exploraçþes agropecuårias da região. A visita à cidade de Elvas fez tambÊm parte do programa.

Escola Superior de SaĂşde recebe visitantes estrangeiros Plantas TĂłxicas para Animais

D

elegaçþes de representantes de vårios dos parceiros da Escola Superior de Saúde (ESSP) visitaram a Escola, quer em missþes de ensino, quer visando o aprofundamento, consolidação e desenvolvimento da cooperação internacional, no âmbito do Programa Erasmus+. Assim, Annie-Maj Johansson e Susane Antell da Dalarna University College, cidade de Falun (SuÊcia), visitaram a Escola tendo em vista mais um acordo bilateral para mobilidade de estudantes de Enfermagem. TambÊm Grazina MarkvaldinÊ e NijolÊ GaldikienÊ, respetivamente Diretora e Subdiretora da Klaipeda State University of Applied Sciences (KVK) (Lituânia) vieram aprofundar os laços que unem as duas instituiçþes, os quais, apesar de recentes, têm sido bastante produtivos com intercâmbio de estudantes e docentes desde 2013. Recebemos tambÊm a visita em mobilidade Eramus+ Staff de Hatice .RVUHWDV 9LFH 6HFUHWiULD *HUDO H 6HYVHQ %DW× &RRUGHQDGRUD GDV Relaçþes Internacionais, provenientes da Universidade de Bezmialen, Istambul, Turquia. Finalmente, Silvia Sanroman, da Universidade de Granada – Polo de Melilla (Espanha) visitou-nos em missão de ensino.

“A

s plantas com propriedades tĂłxicas sĂŁo frequentes e convivem de perto com todos nĂłs. A toxicidade da planta pode variar de ano para ano e de regiĂŁo para regiĂŁo tendo por isso um impacto econĂłmico negativo na produção animalâ€?. Este foi o mote do programa do curso, organizado pelo NFC no dia 28 de maio, na ESAE, e cujo programa incluiu temas como “Plantas ornamentais tĂłxicas para animaisâ€?, “Exposição de plantas tĂłxicasâ€?, “Toxicologia vegetal em grandes animais: situaçþes de campo mais frequentes no Alentejoâ€?, “Toxicidade das plantas tradicionalmente utilizadas no tratamento de animais no Alentejoâ€?, “Intoxicaçþes, diagnĂłstico, controlo e prevençãoâ€? e “Plantas tĂłxicas de pastagensâ€?.

Diretor da Escola Superior de SaĂşde preside a JĂşri

O

Prof. Adriano Pedro presidiu ao Júri para atribuição do PrÊmio de Investigação Mariana Diniz de Sousa da Secção Regional Sul da Ordem dos Enfermeiros.


PORTAL N.º 103 | 06/2015

Exames de Sela 4 e 7 pela primeira vez nas instalações hípicas do CAFEE em Elvas

11

Tosquia mecanizada em ovinos com novo método

A A

Escola Superior Agrária de Elvas (ESAE), realizou no passado dia 22 de maio exames de “Selas 4 e 7”, da Federação Equestre Portuguesa, nas instalações hípicas do Complexo de Animação e Formação Equestre de Elvas (CAFEE), sediado no Museu Militar de Elvas. Realizaram exames 14 alunos da ESAE e de outro Centro Hípico. Com estas provas, os alunos ficaram qualificados para concursar em provas equestres a nível da federação equestre nacional e internacional, respetivamente, consoante o grau do exame de “Sela 4 e 7”. Foi a primeira vez que se realizaram exames da Federação Equestre Portuguesa nestas instalações hípicas em Elvas, para o qual a ESAE, o Museu Militar e a Câmara Municipal de Elvas, muito contribuíram.

7 e 8 de maio, os formandos do curso de tosquia mecanizada em ovinos do Núcleo de Formação Contínua do Politécnico de Portalegre puderam aprender e experimentar um novo método de tosquia (técnica de Bowen), pelas mãos do tosquiador profissional Marty O’Connell que exerce a sua atividade em vários países. Realizado em horário laboral numa exploração pecuária na zona de Marvão, com o número total de 14 horas, o curso dotou os formandos de capacidade, conhecimentos teóricos e práticos na atividade de tosquia de ovinos. O curso preencheu a totalidade das vagas. Esta formação foi certificada pela DGERT.

Biomecânica, Fisioterapia e Osteopatia do Cavalo na ESAE

Iniciação à Apicultura

E

sther Wether-Voigt fez no passado dia 15 de junho uma sessão de demonstração do curso de Biomecânica, Fisioterapia e Osteopatia do cavalo no Complexo de Animação e Formação Equestre de Elvas (CAFEE) para os alunos da licenciatura de Equinicultura, do Curso de Especialização Tecnológica em Maneio e Utilização do Cavalo da ESAE e para outros interessados.

D

e 3 a 6 de março o Núcleo de Formação Contínua do IPP realizou um Curso de Iniciação à Apicultura, constituído por três módulos e em que os formandos puderam aprender matérias relacionadas com a sanidade e manutenção do apiário no período do inverno e criação das Raínhas. Durante o curso, o grupo visitou dois apiários com demonstrações técnicas, uma Unidade de Produção Primária, uma instalação de manutenção de apiário de inverno e fez-se ainda uma mostra, degustação e processo de extração de alguns produtos da colmeia tais como mel, pólen, própolis e cera.

Plantas Aromáticas e Medicinais na ESAE

D

e 17 a 19 de junho, o NFC organizou o curso de PAM | Plantas Aromáticas e Medicinais: Produção, Colheita, Secagem, Destilação, Comercialização. O primeiro módulo decorreu nas instalações da Be aromatic: organic herbs, parceira na organização do curso. O segundo módulo decorreu nas instalações da ESAE no dia 18, contando com a presença da Doutora Maria Elvira Ferreira e o Doutor Armando Ferreira, Investigadores no INIAV, bem como da Doutora Ana Cristina Figueiredo, docente na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Lisboa. No dia 19, o grupo pôde visitar a Quinta das Lavandas e ver os campos e o jardim das lavandas, a destilaria e a loja da quinta.


12

PORTAL N.º 103 | 06/2015

ESAE realiza atividades na Escola Secundária D. Sancho II

N

o âmbito da comemoração do Dia da Europa e da Semana da Juventude/Semana Académica de Elvas, a ESAE realizou um Quiz sobre a Europa com alunos de várias turmas da Escola Secundária D. Sancho II no dia 13 de maio. Durante essa mesma manhã, a Doutora Márcia Oliveira apresentou o livro “Economia explicada ao meu filho” da autoria do professor Paulo Ferreira, docente da ESAE.

Pastagens Permanentes de Sequeiro: 1ª e 2ª edição

Estética e Beleza Canina

D

urante quatro dias os participantes do curso de Estética e Beleza Canina, promovido pelo NFC, durante o mês de maio na ESAE, puderam adquirir conhecimentos sobre os princípios gerais da pele e do pelo, identificar materiais necessários a utilizar em cada raça para a prática de grooming, técnicas de contenção e de tosquia, corte raça West Highland White Terrier, Stripping Fox, corte raça Caniche. Na formação ministrada pelo Dr. Ricardo Oliveira, os participantes tiveram ainda a oportunidade de realizar várias aplicações práticas dos conhecimentos, realizando tosquias, colorações, etc.

Divulgação e convívio na Escola Superior de Saúde

E

mpresas empregadoras mostraram e divulgaram as ofertas de emprego em Enfermagem, durante a I Feira de Emprego, ocorrida no final do junho. Como forma de encerramento do ano letivo, a Associação Académica do Instituto Politécnico de Portalegre realizou o tradicional Arraial da Escola Superior de Saúde de Portalegre.

“Eu faço, eu mostro!”

D

e 11 a 13 de março, o NFC realizou a 1ª edição do curso de Pastagens Permanentes de Sequeiro. Esta primeira edição contou com a presença de 60 pessoas, entre agricultores, empresários agrícolas e empresas de prestação de serviços de consultoria. As vagas foram preenchidas na totalidade e os participantes eram oriundos da zona de Elvas, Montemor-o-Novo, Arraiolos, Lisboa e Baixo Alentejo. A formação foi realizada em parceria com o Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, a Sociedade Portuguesa de Pastagens e Forragens, o Centro de Investigação de Montanha, a Fertiprado e a Albicerca. Os principais objetivos desta formação foram o de reconhecer a importância das pastagens no contexto da agricultura portuguesa e da agricultura mundial, em particular das leguminosas; identificar quais as vantagens e as condicionantes das produções de pastagens, identificar as principais espécies botânicas com aptidão pratense e saber instalar e gerir globalmente uma pastagem visando a sua persistência, associando à utilização da pastagem, as infraestruturas como cercas e bebedouros. A 2ª edição realizou-se de 27 a 29 de maio.

O

s colaboradores do IPP – no ativo e os aposentados – foram convidados a apresentar, no espaço de exposições dos Serviços Centrais, os trabalhos que realizam nos seus tempos livres. Assim nasceu a mostra coletiva “Eu faço, eu mostro!”, com contributos de 15 trabalhadores (docentes e não docentes). Predominaram peças de arte decorativa, fotografias, bordados, bijuterias e artesanato diverso, que puderam ser vistos entre 6 de maio e 25 de junho.


PORTAL N.º 103 | 06/2015

13

NOVOS DOUTORADOS DO IPP Ana Clara da Conceição Borrego (docente da ESTG) Concluiu o doutoramento em contabilidade, no doutoramento conjunto entre a Universidade do Minho e a Universidade de Aveiro, com a defesa da tese: “Tax compliance and tax complexity in Portugal: essays on the perception of tax professionals”. O objetivo deste estudo, composto por três ensaios, numa perspetiva ampla, foi analisar a perceção Técnicos Oficiais de Contas em relação à complexidade do sistema fiscal, e a sua relação com o cumprimento tributário na esfera daqueles profissionais. No estudo realizado conclui-se que a maioria dos TOCs percecionam elevados níveis de complexidade fiscal e estabelecem uma relação negativa entre a complexidade e o cumprimento fiscal. Os resultados alcançados mostraram que a perceção de complexidade fiscal destes profissionais pode influenciar a sua atitude fiscal, mais ou menos agressiva, em relação ao cumprimento tributário. Atendendo à relevância do seu papel no sistema fiscal português, estas conclusões na esfera dos TOCs, vêm incrementar a necessidade de simplificar o sistema fiscal português.

A prova pública de defesa da tese decorreu no dia 8 de maio, na Sala de Atos da Escola de Economia e Gestão, da Universidade do Minho, sendo o júri constituído pelos Professor Doutor António Augusto Magalhães da Cunha (Universidade do Minho, presidente do júri), Professor Doutor Joaquim Carlos da Costa Pinho (Universidade de Aveiro), Professora Doutora Lúcia Maria Portela de Lima Rodrigues (Universidade do Minho), Professor Doutor António Carlos dos Santos (Universidade Autónoma de Lisboa), Professora Doutora Maria Leonor Romão Carreiro Fernandes Ferreira da Silva (Universidade Nova de Lisboa), Professor Doutor António Manuel Ferreira Martins (Universidade de Coimbra) e Professora Doutora Cidália Maria da Mota Lopes (Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Coimbra). Reuniu o júri, após a defesa das provas públicas, em observância das formalidades legais, tendo deliberado, por unanimidade, aprovar a prova realizada.

Participações de Docentes em Congressos, Seminários ou Conferências A Professora Helena Cameron, participou nas IV Jornadas de Ciências da Linguagem, realizada no dia 30 de junho de 2015 na Universidade de Aveiro – Departamento de Línguas e Culturas, apresentando uma comunicação denominada “A receção do Tesouro da Língua portuguesa (1647) de Bento Pereira no espaço europeu: A compleat account of the Portugueze language (1701), de A.J. e O Tesouro das duas línguas Portugueza e Bélgica, (1718), de A. Alewyn. A Professora Ana Clara Borrego, participou no 38º Congresso da European Accounting Association – Glasgow – Escócia, que decorreu de 28 a 30 de abril de 2015 na European Accounting Association e Universidade de St. Andrews, com a apresentação do paper: “Indices of tax complexity and its relation with tax noncompliance: empirical evidence from the Portuguese tax professionals” em que foram coautores Cidália Mota Lopes e Carlos Ferreira. A Professora Ana Clara Borrego, participou no XV Congresso Internacional de Contabilidade e Auditoria – Coimbra, que decorreu nos dias 11 e 12 de junho no Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Coimbra (ISCA) e OTOC com a apresentação do paper: “A perceção de complexidade fiscal em Portugal: evidência empírica dos Técnicos Oficiais de Contas” em que foram coautores Cidália Mota Lopes e Carlos Ferreira. O Professor João Carlos Parente Romacho participou no XV Congresso Internacional de Contabilidade e Auditoria – Coimbra, que decorreu nos dias 11 e 12 de junho no Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Coimbra (ISCA) e OTOC com a apresentação do paper: “European Mutual Fund Performance – The unconditional and conditional context”. A Professora María del Rosario Leal Bonmati, participou no Colóquio internacional “Touros, tragédias, bailes e comédias: espetáculos e divertimentos em Portugal no século XVIII”, que decorreu nos dias 21 e 22 de maio no Centro de Estudos de Teatro Faculdade de Letras – – Universidade de Lisboa com a apresentação da comunicação: “Dos Cortes, una influencia: la presencia de la música italiana en Lisboa y Madrid (1727)”. A Professora Margarida Coelho, publicou o artigo “CLIL: Practical approaches of Higher Education EFL teachers” (pp.129-141) no Livro

de Atas da International Meeting on Languages, Applied Linguistics, and Translation – LALT 2012, (Arau Ribeiro, M. C., et al. (eds.), Departament of Linguistics and Literatures – University of Évora, May 2015. ISBN 978-972-99292-7-4) em coautoria com Margarida Machado – IPCB.

Docentes da Escola Superior de Saúde em mobilidade Erasmus+

A

Profª Margarida Malcata deslocou-se à Universidade de Granada – Campus Melilla em missão de ensino. A ESS esteve representada na Universidade de Bezmialen (Turquia) por intermédio dos seus docentes, Graça Carvalho, Adriano Pedro e António Casa Nova. Esta mobilidade integrada no Programa Erasmus+, proporcionou aos docentes da ESS a lecionação de aulas na Faculdade de Enfermagem, visitas às instalações da universidade e ainda ao seu hospital adstrito. Houve ainda oportunidade de partilharem interesses comuns como a futura mobilidade de estudantes e de projetos de investigação conjuntos. Esta visita surgiu na reciprocidade da visita de docentes e não docentes da congénere turca ocorrida anteriormente na ESS.

Atribuição do Título de Especialista na Área de Engenharia Informática

Prova Pública – Jorge Miguel Calha Rainho Machado Título do Trabalho – “Sistema de Informação de Apoio ao Processo de Atividade Curricular na ESTG/IPP “.


14

PORTAL N.º 103 | 06/2015

INVESTIGAÇÃO NO IPP

A

C3i-IPP acompanha a execução de projetos ligados às diferentes áreas de investigação. Nesta edição apresentamos dois projetos: – IDI&DNP – Disseminação e Sensibilização para a Adoção de Metodologias de Gestão de IDI e de Desenvolvimento de Novos Produtos, cofinanciado pelo FEDER, no âmbito do Programa Operacional Fatores de Competitividade (COMPETE) – QREN – 02/SIAC/2012 – Sistema de Apoio a Ações Coletivas; – Materiais funcionais para a produção eletrolítica de hidrogénio, financiado pela Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT), no âmbito do Concurso de Projetos de Investigação Científica e Desenvolvimento Tecnológico em todos os Domínios Científicos – 2010.

IDI&DNP – Disseminação e Sensibilização para a Adoção de Metodologias de Gestão de IDI e de Desenvolvimento de Novos Produtos Objetivos do projeto: Realização de uma campanha de sensibilização para a certificação em IDI e para a adoção de novas metodologias de DNP, junto das empresas da Região Centro e Alentejo. O projeto incidiu no Domínio de Intervenção associado à Inovação e Empreendedorismo, e encontrava-se subdividido em duas áreas dentro deste domínio: Campanhas de sensibilização para a certificação em IDI e Novas práticas de difusão de inovação tecnológica, organizacional e marketing junto das PME. Investigador/coordenador: Miguel Serafim | jserafim@estgp.pt Equipa: Miguel Serafim, Mª José Alegria Martins, Célia Pinto Líder do projeto: Conselho Empresarial do Centro/Câmara de Comércio e Indústria do Centro (CEC/CCIC) Montante aprovado: 192.101,67 euros Duração do projeto: 01/02/2013 até 30/06/2015

Materiais funcionais para a produção eletrolítica de hidrogénio Objetivos do projeto: Construção de um pequeno eletrolisador laboratorial, com uma solução aquosa alcalina, para funcionar entre 25-85ºC, à pressão de 1 atm, em soluções de hidróxido de potássio concentrado, com novos eletrocatalisadores e com uma configuração para permitir minimizar a resistência óhmica do reator. Investigador/coordenador: Paulo Brito | pbrito@estgp.pt Equipa: Paulo Brito, Anabela Oliveira, Isabel Machado, Luiz Rodrigues Líder do projeto: Instituto Superior Técnico (IST) Montante aprovado: 26.559,00 euros Duração do projeto: 01/01/2012 até 30/06/2015

Prémio de I&D do IPP

E

stão disponíveis na página web da C3i-IPP (www.c3i.ipportalegre. pt), o regulamento, a grelha e o formulário de candidatura ao Prémio de I&D do IPP, destinado a investigadores inscritos nos Núcleos da C3i-IPP, que tem como principal objetivo promover e distinguir a excelência da produção científica. O prazo para apresentação de candidaturas termina a 31 de julho de 2015.

Estão em vigor as novas Regras de Afiliação no IPP e o novo Regulamento da C3i-IPP

F

oram publicadas em Diário da República (Despacho n.º 3984/2015), no dia 21 de abril, as novas Regras de Afiliação no IPP. A partir desta data, todas as publicações científicas de docentes e investigadores do IPP têm de incluir obrigatoriamente a seguinte afiliação institucional (versão em português ou em inglês): – Instituto Politécnico de Portalegre, Portugal; – Polytechnic Institute of Portalegre, Portugal. Após o parecer favorável do Conselho Académico e a anuência do Conselho Geral, foi aprovado o novo Regulamento da C3i-IPP, através do Despacho PRES n.º 28/2015, que entrou em vigor depois de publicado em Diário da República (Aviso n.º 6314/2015) no dia 8 de junho de 2015.

Projeto IDI&DNP atinge objetivos e divulga resultados

O

Instituto Politécnico de Portalegre (IPP) e o Conselho Empresarial do Centro – Câmara de Comércio e Indústria do Centro (CEC-CCIC) lançaram conjuntamente o projeto IDI&DNP – Disseminação e Sensibilização para a Adoção de Metodologias de Gestão de Investigação, Desenvolvimento e Inovação e de Desenvolvimento de Novos Produtos. Com a Sociedade Portuguesa de Inovação (SPI) a ser responsável pela dinamização dos trabalhos, este projeto contemplou diferentes atividades, realizadas com PME das regiões Centro e Alentejo. A execução do projeto IDI&DNP, coordenado na componente do IPP pelo investigador Miguel Serafim e cofinanciado pelo FEDER, no âmbito do Programa Operacional Factores de Competitividade (COMPETE) – QREN – 02/SIAC/2012 – Sistema de Apoio a Ações Coletivas, foi concluída em junho de 2015, com a disseminação dos resultados obtidos. Importará destacar alguns números que, por si só, assinalam a abrangência do trabalho efetuado com as PME, nas duas regiões: – 16 eventos realizados; – Mais de 150 empresas e 7 associações empresariais envolvidas nas diferentes atividades; – 22 casos de estudo elaborados; – 12 boas práticas internacionais identificadas. Todos os documentos produzidos no âmbito do IDI&DNP são de acesso livre e encontram-se disponíveis através de acesso disponível na página da C3i-IPP www.c3i.ipportalegre.pt. Sinaliza-se, em particular, a possibilidade de consultar os casos de sucesso identificados e os dois manuais que foram produzidos, relativamente à implementação de um sistema de gestão da IDI e à definição de uma metodologia de DNP. Esta informação será do particular interesse para as empresas e para entidades que visem apoiar o tecido empresarial, mas também para professores, investigadores e estudantes, por disporem de novos conteúdos para suporte do seu trabalho, principalmente nas áreas da inovação e do desenvolvimento de novos produtos.


PORTAL N.º 103 | 06/2015

Formações da C3i-IPP

A

C3i-IPP, em parceria com a Fundação Francisco Manuel do Santos, organizou uma ação de formação sobre a base de dados PORDATA, no dia 8 de maio, nos Serviços Centrais do IPP, que contou com 25 participantes. A formação teve como principais objetivos: demonstrar todas as funcionalidades do portal PORDATA e verificar as potencialidades das Bases de Dados Conhecer a Crise, Portal da Opinião Pública e Direitos e Deveres. Nos dias 3 e 5 de junho, por iniciativa da C3i-IPP, decorreu uma nova ação de formação, dinamizada pela Dr.ª Amélia Canhoto, sobre Competências em Informação. Citar e Referenciar, frequentada por 44 investigadores, docentes e mestrandos do IPP. Na formação, foram abordados: os conceitos de informação, citação e referência; as normas e estilos bibliográficos; os vários tipos de citações; as questões relacionadas com plágios; as potencialidades do software Mendeley e ainda as ferramentas e plataformas de divulgação da promoção do uso correto da informação. É objetivo da C3i-IPP continuar a promover ações de formação sobre temáticas que tenham interesse para os investigadores, docentes e mestrandos do IPP.

15

Conferência O que os portugueses pensam sobre a economia do futuro: convergências e divergências

O

Professor Doutor João Ferrão, do ICS – Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa, proferiu, no dia 11 de junho, na Escola Superior de Educação, a conferência O que os portugueses pensam sobre a economia do futuro: convergências e divergências. No final da sessão apresentou a obra do investigador João Emílio Alves, fruto da sua tese de mestrado, intitulada Património Rural e Desenvolvimento no Alentejo. Do discurso institucional às dinâmicas locais.

Congresso Internacional O Montado de sobro e o setor corticeiro: uma perspetiva histórica e transdisciplinar

Artigo da investigadora Amélia Marchão distinguido no II Seminário Internacional sobre o Pensamento Crítico

O

s investigadores da C3i-IPP, Paulo Brito e Isabel Machado, integraram a Comissão Científica do Congresso Internacional O Montado de sobro e o setor corticeiro: uma perspetiva histórica e transdisciplinar, que decorreu na Ponte de Sor nos dias 11, 12 e 13 de junho. O investigador Paulo Brito foi moderador do primeiro painel do congresso, intitulado Sobreiro: Ameaças e soluções. A investigadora Orlanda Póvoa participou na Mesa Redonda Entre Heranças e Oportunidades: Os Novos Desafios do Montado de Sobro.

Plataforma de Gestão de Recursos de Biomassa apresentada no II Congresso Ibérico de la Dehesa y del Montado e no Bioenergia Portugal

A

Plataforma de Gestão de Recursos de Biomassa, desenvolvida no âmbito do projeto MITTIC, foi apresentada pelo investigador Valentim Realinho e pelo bolseiro de investigação Miguel Belém no II Congresso Ibérico de la Dehesa y del Montado, em Badajoz, no dia 24 de abril. O Mapa do Potencial Biomássico do Alto Alentejo e Extremadura (Espanha), que integra esta plataforma, foi apresentado no Bioenergia Portugal que decorreu no dia 29 de maio, na Escola Superior de Tecnologia e Gestão.

A

investigadora Amélia Marchão, que participou no II Seminário Internacional sobre o Pensamento Crítico, realizado na Universidade de Trás os Montes e Alto Douro (UTAD), nos dias 8 e 9 de maio, viu reconhecida a sua comunicação e, em particular, o seu artigo intitulado “Abrir as portas para a construção do Pensamento Crítico a partir da escuta das crianças no Jardim de Infância”, como um dos melhores artigos apresentados para integrar o ebook do Seminário, sendo o mesmo selecionado para fazer parte, em versão mais alargada, do dossier temático sobre Pensamento Crítico, da Revista Lusófona de Educação, a publicar no primeiro semestre de 2016. A revista é indexada nas mais conceituadas redes internacionais de publicação na área das Ciências Sociais, como a SCOPUS, a ScIELO, a REDALYC, a IBSS, o DOAJ, entre muitas outras.

,QIRUPDomRGDUHVSRQVDELOLGDGHGD&Lï&RRUGHQDomR,QWHUGLVFLSOLQDUSDUDD,QYHVWLJDomRH,QRYDomRGR,QVWLWXWR3ROLWpFQLFRGH3RUWDOHJUH


JC 20 anos – 20 eventos Alunos da ESAE brilham em Espanha

O A

Escola Superior Agrária de Elvas (ESAE) do Instituto Politécnico de Portalegre (IPP) esteve mais uma vez presente na VII ECUEXTRE – Feria del Caballo/Feria del Toro que decorreu nos dias 11 a 14 de junho, na Institución Ferial de Badajoz (IFEBA). Trata-se de um evento de assinalável importância junto da comunidade de criadores de cavalos e empresas do ramo em Portugal e em Espanha, bem como de praticantes de equitação e aficionados. Vários alunos da ESAE/IPP participaram em algumas das provas hípicas promovidas no local, alcançando excelentes resultados: – Trofeo Ibérico Doma Clássica (cavalos 5 anos) 1º lugar – Vítor Luis, com Fúria – Trofeo Ibérico Doma Clássica (Clássica 1) 2º lugar – Marta Ramos, com Remaneias Os alunos participaram ainda no III Concurso Ibérico “Salto de Caballo” e Trofeo Campeonísimos – Campeon de Campeones de todas las Razas, este último com a aluna Diana Oliveira e Little Darco a chegarem à final. A ESAE/IPP esteve presente no evento com um stand dinamizado pelos alunos e docentes da ESAE, promovendo os seus cursos, com destaque para a Licenciatura de Equinicultura, única na Península Ibérica numa instituição de ensino superior pública, pelo que foram muitos os visitantes com diversos pedidos de informação sobre a mesma. A EUROACE – Eurorregião Alentejo, Centro, Extremadura associou-se à ESAE-IPP neste certame internacional, com uma forte presença de ambos os lados da fronteira, em particular Alentejo e Extremadura espanhola, visando assim promover entre este público a sua imagem e objetivos de cooperação transfronteiriça. Na foto (em cima): alunos com o Sr. Tenente-Coronel Abel Matroca, docente responsável pelas disciplinas de Equitação.

número especial da revista Aprender, dedicado ao ensino do Jornalismo e da Comunicação, foi apresentado no dia 4 de junho, no Centro de Artes e Espetáculos de Portalegre. Trata-se de um número que se insere nas comemorações dos 20 anos do curso de Jornalismo e Comunicação e inclui artigos de Pedro Coelho (Unv. Nova de Lisboa); Galvão Júnior (UNITAU, Brasil), Fábio Ribeiro (Sopcom) e Paulo Nuno Vicente (Unv. Nova de Lisboa). Tratando-se de um número especial dedicado a Jornalismo e Comunicação, a Coordenação do Tema Central incluiu artigos de exalunos do curso que tenham prosseguido os seus estudos para o nível de doutoramento ou mestrado e, neste sentido, fazem parte da revista os artigos de Sílvia Torres (atual doutoranda na Unv. Nova de Lisboa); Beatriz Cruz (Mestre em JCC); Carina Martinho Coelho (Mestranda em JCC) e Clara Barradas (Mestre da Unv. Nova de Lisboa). A apresentação da revista foi antecedida pela conferência – – “Jornalismo Cultural em Portugal – passado, presente e futuro” proferida pela professora Carla Batista da Universidade Nova de Lisboa.

1ª Caminhada solidária da ESAE

N

o passado dia 16 realizou-se a 1ª caminhada solidária da ESAE pela muralha abaluartada da cidade de Elvas. A caminhada reuniu cerca de 90 participantes entre funcionários docentes, não-docentes, alunos e outras pessoas externas à ESAE e demorou uma hora. Cada participante trouxe alimentos para serem doados ao Banco Alimentar.

FICHA TÉCNICA Edição Gabinete de Relações Públicas e Cooperação do Instituto Politécnico de Portalegre | Direção Joaquim Mourato | Coordenação editorial Carlos Afonso | Redação Maria do Carmo Maridalho (GRPC), Cláudia Lopes (ESEP), Beatriz Costa Pinto (ESSP), Maria José Martins (ESTG), Dora Gonçalves (ESAE), Catarina Dias (C3i) e Artur Romão (GEE) | Paginação Margarida Dias | Periodicidade Trimestral | Contactos Praça do Município, apartado 84, 7301-901 Portalegre | Telef. 245 301 500 | Fax 245 330 353 | Site www.ipportalegre.pt | E-mail grpc@ipportalegre.pt

Portal 103 – Boletim Informativo do Instituto Politécnico de Portalegre  
Advertisement