Issuu on Google+

GRUPOS FAMILIARES SEGUNDA-FEIRA

GRUPOS FAMILIARES QUINTA FEIRA Chegai-vos a Deus e Ele se chegará a vós. Tg 4:8

TERÇA-FEIRA

SEXTA-FEIRA

Junho 2013 | Nº 54

SÁBADO GRUPO JOVENS END: R. Icó, 25 PINA- HORÁRIO: 19H30

SÁBADO

QUARTA-FEIRA

A MORTE DA MORTE NA MORTE DE CRISTO VISITANTES: Sentimo-nos muito honrados com a sua visita na IPPINA. A nossa Igreja deseja que você sinta-se a vontade na presença de Deus e em comunhão conosco. Deus abençoe sua vida e de seus familiares e amigos. Se vieres conosco, far-te-emos o mesmo bem que o Senhor a nós nos fizer. Número 10: 32

AVISOS Dia 09 - Escola Bíblica em conjunto presença do Pb. Hirmanilton Tema: Criacionismo. Dia 15/06 - Executiva Sinodal (Diretoria) às 14h. Dia 15/06 - Jantar dos namoradosàs 19h, na IPPINA. Dia 16 - Culto noturno estará conosco o Pr. Miguel Cox lançando o seu livro "Gerou santa Maria outros filhos?"

“A morte da morte na morte de Cristo”. Mas o que significa, afinal, a palavra “morte” nas três vezes em que ocorre nesta sentença?

Em primeiro lugar, todos os homens são pecadores e, por isso, sujeitos à morte física e espiritual. Aqui, nos referimos à segunda menção da palavra “morte”. De acordo com a Bíblia, “o pecado entrou no mundo por um homem, e pelo pecado a morte, assim também a morte veio a todos os homens, porque todos pecaram” (Rm 5:12) a morte do corpo e da alma. Enquanto a morte física separa a alma do corpo, o qual retorna à terra, a morte espiritual afasta o homem de Deus. E o pecado é o causador dessa separação. O profeta declara: “Mas as vossas iniquidades fazem separação entre vós e o vosso Deus; e os vossos pecados encobrem o seu rosto de vós, para que não vos ouça” (Is 59.2). Que tristeza! Tanto a morte física quanto a morte espiritual constituem a grande tragédia da humanidade.

Dias 17 e 18 de julho Congresso de Igreja em Células na Igreja Batista Emanuel em Boa viagem. Dias 29/Julho à 18/Agosto 21 Dias de Jejum e Oração - Tema: Deus está no controle Sec. dos Grupos Cari 33266322/87138553

Av. Conselheiro Aguiar, 165 - Pina Fone: 3326-6322 - 3033-0880 Pastor Efetivo: Rev. Daniel de Campos Chagas Júnior


Conselho Missões Orar pela nação do mês Albânia - Capital: Tirana

Em segundo lugar, essas duas mortes, física e espiritual, morrem na vida dos que estão em Jesus Cristo. Quer dizer, a morte que tanto nos aflige e nos tira a alegria já tem sua morte decretada em Cristo. Essa é a morte mencionada primeiramente no título. Em outras palavras: a “morte morre”. A morte morre? Estranho, não é? Bem, a morte eterna, que é a finalização da morte espiritual, já morreu antecipadamente para quem vive para Deus. Jesus diz: “Na verdade, na verdade vos digo que quem ouve a minha palavra, e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna, e não entrará em condenação, mas passou da morte para a vida” (Jo 5.24). Por isso, Jesus foi levantado na cruz e crucificado “para que todo o que nele crê tenha a vida eterna” (Jo 3.15). A vida eterna anula a morte eterna, a separação definitiva entre o ser humano e Deus. Logo, a vida eterna já nos é assegurada em Cristo nesta vida. Quanto à morte física, sabemos que não escaparemos dela, a menos que Cristo volte antes que ela ocorra. Felizmente há uma certeza para nós: “Ora, o último inimigo a ser aniquilado é a morte” (1Co 15:26). Quando se dará? Na ressurreição dos mortos em Cristo, por ocasião da volta do Senhor Jesus. Em 1Coríntios 15:50-55, Paulo diz que quando o nosso Senhor retornar à terra, os vivos subirão com os corpos transformados, isto é, corpos íntegros e imortais. Então, se cumprirá a Palavra de Deus: “Tragada foi a morte pela vitória” (1Co 15:54). Em 1Tessalonicenses 4:16-17, lemos que os que morreram em Cristo ressuscitarão e os que estiverem vivos serão arrebatados com eles para viverem eternamente com o Senhor Jesus. Já em Apocalipse 21:4, está escrito: “E Deus limpará de seus olhos toda a lágrima; e não haverá mais morte, nem pranto, nem clamor, nem dor; porque já as primeiras coisas são passadas”. Isto é, a morte física terá seu fim. . . Em terceiro lugar, a morte da morte só é possível na morte de Jesus Cristo. Essa morte é a terceira referida do título. É a “morte” de Cristo que causa a “morte” das “mortes” física e espiritual. Complicado? Vejamos. Em 2Timóteo 1:10, Paulo escreve que Jesus Cristo não só destruiu a morte como também trouxe a vida e a imortalidade. Lemos, em Hebreus 2.14,15, o seguinte: “E, visto como os filhos participam da carne e do sangue, também ele participou das mesmas coisas, para que pela morte aniquilasse o que tinha o império da morte, isto é, o diabo; e livrasse todos os que, com medo da morte, estavam por toda a vida sujeitos à servidão”. Quando Cristo morreu na cruz, fazendo-se maldito em nosso lugar, teve o propósito deliberado e planejado de nos conceder vida eterna. . Concluímos dizendo que a morte da morte na morte de Cristo é um fato que nos deve levar a amar mais o nosso Senhor. Por que Jesus Cristo teve de passar pela morte? Para anular a morte, que foi decretada contra nós por causa do pecado. A morte física, que desaba sobre nós como uma guilhotina sobre a cabeça do condenado, e a morte espiritual, que traz a conseqüente e terrível morte eterna, são inevitáveis resultados do pecado. Mas a vitória do cristão está garantida, como diz o apóstolo: “Graças a Deus, que nós dá a vitória por intermédio de nosso Senhor Jesus Cristo” (1Co 15.57). .

Por Roberto do Amaral Silva Por Roberto do Amaral Silva

www.ippina.com.br

Toda 2ª Feira Oração por Missões 19h30

email: ipb.pina@hotmail.com

"Onde há paixão fraca por Deus, o zelo para Missões também estará fraco." Jonh Piper.

Filho meu, guarda o mandamento de teu pai e não deixes a instrução de tua mãe; ata-os perpetuamente ao teu coração, pendura-os ao pescoço. Provérbios 6:20-21

ATIVIDADES DA IPPINA

A Junta Diaconal da IPPINA, sempre busca servir ao Senhor e aos irmãos com ordem e glorificando a Deus em tudo. Portanto, para melhor comodidade dos amados em Cristo, os nossos ar-condicionados estarão sempre na temperatura 22ºC, pois, é o que melhor se adequa para o nosso ambiente.

AGENDA SAF Dia 15/06 - Executiva Sinodal (Diretoria) às 14h. Dia 15/06 - Jantar dos namorados às 19h, na IPPINA.

MOTIVOS DE ORAÇÃO: Grupos Familiares IPPINA Nossos Irmãos Ministérios da IPP Nossos Missionários Nossas Crianças Projeto Icó

Evangelismo, Multiplicação dos Grupos Familiares Adorar ao Senhor em Espírito e em verdade. Que sejam homens e mulheres abençoadores. Servir a Deus e ao próximo com amor e alegria. Evangelismo a tempo e fora de tempo. Cresçam nos caminhos do Senhor. Conseguir parcerias para implantação dos projetos

GABINETE PASTORAL CONSELHO DA IPPINA

JUNTA DIACONAL IPPINA

27 14

Aniversariantes do mês de Junho/13 01 Gedida Josefa Mº Helena Chaves 05 João Batista 06 Dyego Felipe 07 Camila Emídio Isaac Martins (DI) 08 Adriana Oliveira Alessandra Hérick 09 Paloma Cavalcante 10 Maria José (Lia) Carlos Asafe

12 Marta Maria 13 Vanessa Kelly Luana Araújo 14 Rebeca Larissa 15 Syvan Albuquerque 16 Osias Carneiro Rosália Pereira 18 Lenilson Chagas JV 19 Claúdia Fagundes Maria Figueiredo 20 Yslla Rafael

20 Ana Flávia Manoela Bezerra 21 Angelita Pereira Maurício Ferrer 22 Tânia Santana 24 Denise Andrade Márcia Teles 26 Joselda Soares 29 Wellington J. (Neto) 30 Mª Magnadja Thiago Martins

Este o dia em que o Senhor fez; regozijemo-nos e alegremo-nos nele. Salmos 118:24

02

28

03

ACONSELHAMENTO

DATAS COMEMORATIVAS 08 - Aniversário do Jornal Brasil Presbiteriano 12 - Instalada a Sociedade Bíblica no Brasil Dia dos Namorados


Boletim IPPINA junho 2013