Page 1

Da oportunidade de escolher, um mundo de possibilidades

40 %

Aborto cirúrg ico/ mé d

A IPPF é um fornecedor de serviço global e principal promotor de direitos e saúde sexual e reprodutiva para todos. A IPPF é apoiada por mais de 30.000 pessoas e milhões de voluntários que servem as suas comunidades em uma rede mundial de 152 Associações Coligadas.

7%

Ou tros

57% das Associações Coligadas conduziram atividades de IEC/ educação sobre aborto seguro/ inseguro, a condição legal do aborto e a disponibilidade desses serviços.

82% das Associações Coligadas combateram ativamente a oposição à saúde sexual e reprodutiva, bem como seus direitos, inclusive a desinformação, a redução de custos e políticas ou legislações (novas ou pré‑existentes) que são perigosas à saúde sexual e reprodutiva.

P h o to

pó Consulta

A IPPF distribuiu aproximadamente

das Associações Coligadas têm estrategieas para llegar a grupos de personas especialmente vulnerables a la infección por AIDS.

140 milhões

Aborto

de preservativos no mundo inteiro.

56%

ca cia l

aúde sexual e rep s e d rod s o ç uti i v r v e m e s ido

7.8 milhões de casais.*

ade s.

r e un s id

s

nit ário s /

r el

94% pr

P ho t

o: IPPF/Chloe Hal

og

v

a h l mi

F po e po om nto r um c s de a rede de or p s entrega montado

mu

ofe

ssores e pa

c o m u ni

ão

s de

ca

ç

46% ad

Fornecemos anos de proteção a

de serviços de saúde sexual e reprodutiva não-contraceptivos

para pessoas jovens.

86% co

eio

melhorado de serviços

20 milhões

de serviços de saúde sexual e reprodutiva foram fornecidos aos jovens.

is

de serviços contraceptivos

32.2 milhões

n

Mais de

ado

s / órgãos

le

is

l

78% das Associações Coligadas têm pelo menos uma pessoa jovem no seu

conselho de direção.

Phot

* Anos de proteção aos casais referem-se ao número total de anos fornecidos em proteção contraceptiva a um casal.

l o: I P P F/ C h l o e H al

ga

z a ç õ e s ju ve

Phot

93%

das Associações Coligadas defendem a

oso

ani

res

en tes .

de Associações Coligadas têm por escrito uma política de trabalho sobre AIDS e HIV.

ig i

Os s

forn ec

rg

lí d e

cli e 31milhões d

100

56 por cento

m

34.6 milhões

95% o

m ora af

8.000 clín i

s ca

a xim apro

eram pobres, marginalizados, socialmente excluídos e/ou desprovidos de serviços adequados. d

75

99%

is

aç ão da mu

IPP da tros u de o

7 em cada 10

utiva rod rep

ços de saúde sex ervi ua s u le ce

50

r

cip

93% das Associações Coligadas conduzem atividades de advocacia para promover a política nacional e a legislação de saúde sexual, reprodutiva e seus direitos.

2008–09

25

he

r ti

personas desplazadas internamente

26%

o ess c A

e m a s c u li n o

no i

ni

io

a o s e xo f e m

86% pa

lê n cia r e la c

77% da

na

er

vio na

s

específicos aos ess li sexos masculino e feminino idades mascu

lh

usuarias/os de drogas inyectables

27%

centes

u ção da m

c

r iz a

ne

au

to

72%

hombres gay y bisexuales

le Ado

83%

trabajodoras/es del sexo

37% hombres que tienen relaciones sexuales con hombres 35%

HIV e AIDS

das Associações Coligadas implementam programas exclusivos e

: I P P F/ C hl o e H all

79%

0

93%

A IPP F fo rne

19%s-aborto

Ad vo

t o: I P P F/ C h l o e H a ll

am ent e

34% aborto pré-

Fatos e dados que destacam as realizações da IPPF em 2008, baseados em nos indicadores globais da IPPF.

Pho

Co As Associações Coligadas forneceram mais de 1.1 milhões de serviços relacionados ao aborto, dos quais 38 por cento foram destinados a mulheres com menos de 25 anos.

ico

a ult ns

Resumo 2008–09

l o: I P P F/ C h l o e H a l


Da oportunidade de escolher, um mundo de possibilidades

Resumo 2008–09 The 15andCounting campaign

A renda total da IPPF aumentou em

56%

durante os últimos cinco anos de US$235.8 milhões a

dos membros deos conselho administrativos das Associações Coligadas ao redor do mundo são mulheres.

“Em direitos sexuais, a IPPF fez um progresso extraordinário em uma área extremamente difícil. Eles estão bem posicionados para trazer sofisticação à discussão uma vez que eles são tão grandes e por causa da diversidade de pessoas associadas. Eles têm uma possibilidade fascinante de fazer esses conceitos serem úteis para as pessoas.”

38 por cento

Há quinze anos, governos ao redor do mundo se comprometeram em prover melhor acesso a serviços de saúde sexual e reprodutiva, informação e educação para toda a população jovem. A campanha 15+Counting une as pessoas jovens para pressionar governos a tomar medidas até 2015 para realizar suas promessas com a população jovem.

US$324.5 milhões.

Assine a petição em www.15andcounting.org

as ligad o C s ntal çõe e a i d i c Oc sso o i A r 29 isfé

Mouvement Français pour le Planning Familial (MFPF) A Associação Coligada a IPPF na França, Mouvement Français pour le Planning Familial, fez uma campanha com sucesso de modificações na lei que autoriza abortos médicos a serem executados pelos centros de planejamento familiar, e não só por hospitais. Isto assegurou o maior acesso a serviços de aborto.

m He

Doador IPPF

Direitos sexuais: uma declaração IPPF

41 A ssoc iaçõ es R

Através da declaração, a IPPF está trabalhando para assegurar que os direitos sexuais sejam respeitados e que a sexualidade seja um aspecto natural e precioso da vida, uma parte essencial e fundamental da nossa humanidade. A declaração da IPPF sobre direitos sexuais permitirá aos membros de comunidades de saúde sexual e reprodutiva e dos direitos humanos a criarem modificações positivas em torno dos direitos sexuais na preparação para a próxima Conferência Internacional de População e Desenvolvimento em 2015.

ede C Eur oliga d op éia as

Federação de Planejamento Familiar da Espanha (FPFE)

Mundo Árabes

ações Coligadas 13 Associ

ações Coligadas 22 Associ

Associação de Vida Familiar de Belize (BFLA)

este Asiatico e Oceania Sudo

Na Espanha, o aborto é legalizado desde 1985, mas apenas se a gravidez for resultado de estupro, se houver um risco à saúde da mulher, ou em casos de debilitação fetal. A Associação Coligada Espanhola fez com sucesso uma campanha de emenda à lei de aborto para retirar essas restrições e legalizar os abortos sob demanda do primeiro trimestre.

Em Belize, a Associação de Vida Familiar é membro do Comitê de Prevenção a Violência relacionada aos sexos. Este comitê contribuiu para defender com sucesso a aprovação governamental da Execução da lei de Violência Doméstica que permite multas severas a violência doméstica.

as ligad s Co çõe cia Ásia sso da 8 A Sul

sC oli Áf r i c a gadas

39 A s s o c iaçõ e

Associação Togolaise pour le Bien-Etra Familial (ATBEF)

Na Namíbia, a Associação Coligada defendeu e participou no processo de desenvolvimento da nova política nacional de saúde reprodutiva que promove educação sexual em todo o país.

Associação de Planejamento de Maternidade da Tailândia (PPAT)

Associação de Planejamento Familiar de Bangladesh (FPAB) A Associação de planejamento familiar de Bangladesh fez com sucesso uma campanha para incluir pílulas contraceptivas orais e preservativos na lista nacional de medicamentos essenciais.

Associação de Planejamento Familiar Egípcia (EFPA)

A Associação Coligada a IPPF no Togo participou do desenvolvimento do programa nacional de pessoas que têm HIV positivo e trabalhou junto ao governo para rever a política relacionada com o fornecimento de retrovirais (ARV). Em Outubro de 2008, o governo do Togo declarou o abastecimento de ARV gratuita a todas as pessoas que vivem com a HIV.

Associação de Planejamento de Maternidade da Namíbia (NAPPA)

Na República da Coréia não havia muito espaço de amamentação no trabalho e a maioria das mães que trabalham tinham de deixar de amamentar depois da licença maternidade de três meses ou amamentam e/ou extraem o leite nos banheiros. A Federação de Planejamento Populacional da Coréia, junto com outras organizações defendem uma modificação na situação, e como resultado o governo decretou uma lei para obrigar empregadores a fornecer salas de amamentação adequadas no local de trabalho.

A Associação Coligada da Tailândia foi convidada pela Reunião de Saúde Nacional para introduzir na revisão da resolução 1/10 que incita não apenas o Ministério de Educação e escolas, mas também outros departamentos do governo e organizações não governamentais a fornecer uma abrangente educação sexual nas escolas.

Associação de Planejamento de Maternidade de Santa Lucia (SLPPA) Em Santa Lucia, a Associação Coligada foi capaz de defender uma modificação no método de entrega de contraceptivos de emergência que são colocados à disposição em todas as farmácias e pontos de marketing social sem que exista a necessidade de prescrição. Anteriormente, a medicação estava apenas disponível em hospitais nas unidades de emergência, tornando assim o acesso mais difícil.

Federação de Planejamento Populacional da Coréia (PPFK)

A Associação Coligada a IPPF no Egito fez com sucesso uma campanha contra mutilação genital feminina e casamento de meninas abaixo de 18 anos da idade. Em 2008, o governo egípcio aprovou leis que proíbem ambas as práticas.

89% das nossas reservas vão a países com

altas necessidades de saúde sexual e reprodutiva.

99% das Associações Coligadas foram submetida até o fim de 2008 a uma

Federação de Planejamento de Paternidade da Nigeria (PPFN) A Federação de Planejamento de Paternidade da Nigéria defende a implantação de cuidado pré-natal gratuito. Como resultado, agora estes cuidados são disponíveis em todos os hospitais do governo e clínicas em quatro estados do país.

avaliação de sua acreditação.

International Planned Parenthood Federation, 4 Newhams Row, London, SE1 3UZ, United Kingdom  tel +44 (0)20 7939 8200  fax  +44 (0)20 7939 8300  web  www.ippf.org  email  info@ippf.org  UK Registered charity number: 229476

IPPF At A Glance 08 Portuguese  

a p r o x i m a dam ente específicos aos sexos masculino e feminino Acesso ativamente a oposição à saúde sexual e 3 4 % 46% 86% 86% 83% 78%...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you