Page 34

a fortaleza linguística do guarani O Guarani - elevado a língua de trabalho do MERCOSUL desde 2006 - hoje goza de uma amplitude de direitos mais adequados quando comparados com as políticas de supressão linguística da colonização. A literatura, a poesia e o cinema deram especial peso à língua, representando-a em várias situações historicamente diferenciadas. É língua viva na geopolítica latino-americana, o que leva especialistas a debateram cada vez mais suas metodologias de ensino.

Desde 1992 o guarani é língua oficial do Paraguai, tendo aproximadamente 37% da população monolíngue, ou seja, falante só do idioma ameríndio. Os demais falantes partilham tanto do espanhol quanto do guarani no rol de línguas conhecidas. Há também quem fale somente o espanhol, embora seja somente 7% da população. Entender a capacidade propulsora de uma população inserida num contexto de bilínguismo consiste num dos grandes desafios da educação atual, sobretudo nas zonas de fronteira.

Eliane Araujo Fernandes - coordenadora da Escola Estadual João Brembatti Calvoso, na fronteira Brasil-Paraguai – comenta sobre estrutura do ensino na sua região. Português, espanhol e Guarani convivem em proximidade; crianças falantes dos três idiomas contrastam com alunos monolíngues. Ensinar mais de uma línguas ao mesmo tempo - embora seja extremamente desafiador para os ges-

34

Profile for ipol sc

I GELF  

Seminário de Gestão em Educação Linguística de Fronteira do MERCOSUL

I GELF  

Seminário de Gestão em Educação Linguística de Fronteira do MERCOSUL

Profile for ipol
Advertisement