Page 14

Como mesmo afirmou Gilvan Müller de Oliveira ao periódico cabo-verdiano A Semana: “a língua é de quem se apropria dela e a gere”. O diretor executivo do Instituto Internacional da Língua Portuguesa (IILP) fez questão de enfatizar que, com o aumento exponencial da capacidade dos parques tecnológicos de telecomunicações, a língua – mecanismo basilar dos fluxos econômicos – acabou por sofrer severas modificações. Isso, inadvertidamente, redesenhou a lógica de atuação das políticas globais. A União Européia trabalha hoje com um leque de 23 línguas oficiais. O MERCOSUL adotou recentemente o Guarani como idioma de trabalho, operando também em português e espanhol. Assim, sucessivamente, os contornos humanos e financeiros do câmbio vão se deslocando para outros pontos de tensão.

14

Profile for ipol sc

I GELF  

Seminário de Gestão em Educação Linguística de Fronteira do MERCOSUL

I GELF  

Seminário de Gestão em Educação Linguística de Fronteira do MERCOSUL

Profile for ipol
Advertisement