Issuu on Google+

sobmedida informativo

IPEM/RN julho de 2013

Foto: Vivian Galvão

Coordenador do Inmetro e diretor do Ipem apresentam

projetos das novas sedes do Instituto no RN Em abril, o coordenador geral do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), Omer Pollmann Filho, e o diretor do Instituto de Pesos e Medidas do Rio Grande do Norte (Ipem-RN), Carlson Gomes, apresentaram à governadora Rosalba Ciarlini, os projetos das novas sedes do Ipem que serão construídas no Estado. Duas delas serão em Natal, sendo uma para o setor administrativo do órgão e outra para

laboratórios, além da que será erguida em Mossoró, que também contará com laboratórios e posto de verificação de cronotacógrafos e volume de combustíveis. As construções foram um compromisso assumido pelo presidente do Inmetro, João Jornada, com a governadora Rosalba Ciarlini, durante visita da chefe do Executivo Estadual aos laboratóri¬os do Instituto, no Rio de Janeiro.

Informativo sobmedida | IPEM/RN | JUL 2013

“O Ipem exerce um papel essencial na manutenção do equilíbrio nas relações de consumo, fiscalizando a qualidade dos produtos e promovendo o respeito aos direitos do consumidor. E essas novas sedes vão proporcionar melhores condições de trabalho para os que fazem o Ipem, para que possamos atender a sociedade potiguar com ainda mais presteza, agilidade, e qualidade”, ressalta Carlson Gomes.


Ouvidoria: número de denúncias cresce 52% Em dois anos, o Ipem-RN registrou um aumento de 52% no número de demandas atendidas pela ouvidoria do órgão. É o que aponta um relatório do Inmetro. Bombas medidoras de combustível, produtos pré-medidos e alimentos comercializados a peso são os líderes de reclamação no Estado. Em 2011, o Ipem recebeu 36 notificações, entre denúncias e reclamações. Já em 2012, o número de demandas subiu para 68. Para o ouvidor do órgão, Frederico Barbalho, os dados refletem a confiabilidade alcançada pelo Instituto junto aos cidadãos, que passaram a acreditar no trabalho desenvolvido. “Antes as pessoas não denunciavam porque achavam que não ia dar em nada. Hoje, a população sabe que se ligar será atendida, terá sua denúncia apurada, e receberá o retorno do órgão”, explica.

Até maio de 2013 o Ipem-RN registrou 36 denúncias. Mais de 50% dos casos são solucionados em até 15 dias. “É importante a população registrar também os acidentes de consumo que vier a sofrer. É por meio desses números que a normalização de produtos e serviços é desenvolvida pelo Inmetro”, acrescenta Frederico. Além de poder entrar em contato com o Ipem pelo telefone ou internet (dados abaixo), é possível ainda registrar as denúncias pessoalmente. O ouvidor garante: todas elas são apuradas. “O intuito é tornar esse processo cada vez mais humanizado, focado no consumidor potiguar, para que ele se sinta amparado e seguro de que seus direitos estão sendo respeitados”, finaliza Frederico.

Fale com o Ipem-RN www

0800-281-4054

Ligação gratuita para o cidadão de qualquer região do Estado

ouvidoria-ipem@rn.gov.br Mande seu email, tire suas dúvidas.

Na sede do Ipem:

Rua Olinto Meira, 1036 Barro Vermelho, Natal

www.ipem.rn.gov.br

Clique no banner “Acidentes de Consumo” e faça o seu registro

Expediente Instituto de Pesos e Medidas do Rio Grande do Norte - Ipem-RN Diretor: Carlson Gomes Chefe de Gabinete: Alex Sandro Reginaldo Coordenador Administrativo Financeiro: Leonardo Lisboa Coordenadora Operacional: Rosângela Ramalho Coordenador Jurídico: Vinícius Medeiros Redação e Edição: Deyse Moura (DRT: 1618/RN) Projeto Gráfico: adautoharley@me.com Impressão: Gráfica Fernandes Tiragem: 500 exemplares

Endereço: Rua Olinto Meira, 1036 Barro Vermelho - CEP: 59030-180 - Natal/RN Telefone: (84) 3222-9256 Email: imprensa-ipem@rn.gov.br Twitter: twitter.com/ipemrn Facebook: facebook.com/ipemrn

02 | Informativo sobmedida | IPEM/RN | JUL 2013


Relatório aponta aumento das ações do Ipem-RN No início de junho, foi realizada em Florianópolis (SC), a Reunião Plenária do 1º Ciclo de 2013 da Rede Brasileira de Metrologia Legal e Qualidade do Inmetro (RBMLQ-I). Dirigentes e gestores de todo o País participaram do encontro, que teve o objetivo de proporcionar a discussão dos resultados dos trabalhos de todos os órgãos delegados do Inmetro ao longo do primeiro semestre e debater metas para o restante do ano. Os números do Rio Grande do Norte apontam que as atividades do órgão potiguar continuam em ascensão. Enquanto a rede cresceu 6% entre 2012 e 2013,

o Ipem-RN teve um aumento de 25% em suas ações. “Isso é reflexo de uma política de incentivo na formação dos agentes fiscais e de dedicação de toda uma equipe que trabalha muito para garantir o direito do cidadão”, acredita o diretor do Instituto, Carlson Gomes. Alguns números de destaque são o aumento das ações de fiscalização em cronotacógrafos, que cresceram 106%, e de outras receitas, advindas da prestação de serviços como verificação de instrumentos para pequenos, médios e grandes comerciantes – balanças, medidores de pressão arterial, bombas de combustível,

entre outros, que tiveram um incremento de 196%. Os números de 2009 e 2010 colocavam o Ipem-RN entre um dos últimos no ranking da RBMLQ-I, com praticamente todos os saldos de serviços negativados. Um relatório do Inmetro de março de 2011 apontava o crescimento de -15% do órgão no período. “De lá pra cá, quando assumimos a gestão, iniciamos um processo de reestruturação dos serviços e o resultado é esse que estamos vendo agora, um Ipem que realmente cumpre com o seu papel”, afirma o diretor.

Classificação de Hotéis:

RN se prepara para turistas e Copa do Mundo

O Sistema Brasileiro de Classificação de Meios de Hospedagem – SBClass, programa do Ministério do Turismo (MTur) em parceria com o Inmetro, já está em pleno funcionamento no Rio Grande do Norte. A iniciativa autoriza o uso de estrelas para sete tipos de empreendimentos: hotel, hotel fazenda, cama e café, resort, hotel histórico, pousada e flat/apart-hotel. O Ipem-RN já finalizou o processo de classificação de dois estabelecimentos, dentre eles o primeiro Resort 5 Estrelas do Nordeste após o início da utilização do sistema no país. “Essa medida favorece o consumidor, que pode optar com mais segurança pela sua estadia, e também estimula a competitividade no setor”, explica Carlson Gomes, diretor do Ipem. E mais dois empreendimentos estão em fase

03 | Informativo sobmedida | IPEM/RN | JUL 2013

de avaliação. Os estabelecimentos devem atender a diversos requisitos para adquirir de uma a cinco estrelas, de acordo com as condições de infraestrutura, equipamentos, serviços oferecidos aos hóspedes e práticas de sustentabilidade. Para solicitar a avaliação, o empreendimento deve fazer parte do Cadastur, e todo o processo, até a obtenção da placa do MTur, pode levar até 180 dias. De acordo com o IBGE, são cerca de 3.400 hotéis nas regiões metropolitanas das capitais do país. Esse deve ser o meio de hospedagem mais utilizado pelos turistas durante a Copa do Mundo da Fifa 2014.


Acessibilidade: um direito do cidadão No primeiro semestre, o Ipem-RN, em parceria com a Federação das Empresas de Transporte de Passageiros do Nordeste, realizou um evento que reuniu empresários e trabalhadores do setor, com o objetivo de dar início a um trabalho de conscientização e orientação sobre acessibilidade nos veículos. Plataforma de elevação, barras de identificação com sinalização para deficientes audiovisuais, bancos preferenciais, cadeira de transbordo, cinto de segurança, vão livre, pega mão, cestos de lixo,

apoios de braço e iluminação dos degraus são apenas alguns dos itens que um ônibus devidamente adaptado e acessível deve conter para a garantia da locomoção e da segurança dos usuários. “Os itens regulamentados pelo Inmetro visam melhorar a qualidade de vida das pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida, seja ela definitiva ou temporária. Por isso é essencial que essas normas sejam aplicadas”, conta a interlocutora do Ipem e agente fiscal Socorro Freitas.

Novos agentes metrológicos entram em ação Balanças, medidores de pressão arterial, bafômetros, taxímetros, bombas de gás natural veicular e de combustíveis líquidos. Esses e outros instrumentos foram estudados durante nove meses por servidores do Ipem-RN, que, em março deste ano, formaram-se agentes em Metrologia Legal. Com o encerramento do curso, o Ipem-RN passou a contar com mais nove técnicos aptos ao

exercício da função, nas áreas de Instrumentos e Pré-Medidos. “É importante tanto para nós, que adquirimos uma nova formação, quanto para o Instituto, que agora pode dispor dos nossos conhecimentos e de uma equipe maior para atender à população”, conta Alex Reginaldo, chefe de gabinete do Ipem e, agora, também agente metrológico.

Reforço nas ruas O Ipem recebeu três novas viaturas para a realização dos trabalhos de fiscalização na capital e no interior. Juntamente com os 13 veículos entregues pelo Inmetro no ano passado, os novos reforços somam uma frota de 16 carros adaptados para o trabalho da equipe do instituto.

Foto: Demis Roussos

04 | Informativo sobmedida | IPEM/RN | JUL 2013


Informativo SobMedida Ipem RN | Julho 2013