Page 1


Pastoral REV. JUAREZ MARCONDES FILHO PASTOR EFETIVO

SOBERANO GOVERNANTE

razão que tal mensagem seja mencionada com

o queira” (Cantares 2.7). E mais: “A impudicícia

“Um menino nos nasceu, um filho se nos

insistência nestes tempos natalinos. Natal é

e toda sorte de impurezas e cobiça nem sequer

deu; o governo está sobre os seus ombros; e o

a celebração da vinda de Deus ao mundo na

se nomeiem entre vós” (Efésios 5.3). E ainda:

seu nome será: Maravilhoso Conselheiro, Deus

pessoa do Filho, “o menino que nos nasceu,

“a vontade de Deus é a vossa santificação,

Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz”

o filho que se nos deu”, o Senhor Jesus. É

que

(Isaías 9.6).

preciso proclamá-lo e, para tal, é preciso

Tessalonicenses 4.3).

Há uma crise de lideranças mundo afora; empresas não conseguem estabelecer uma

conhecê-lo, conhecê-lo da forma como ele nos é apresentado, pelo seu Nome.

vos

abstenhais

da

prostituição”

(I

O Maravilhoso Conselheiro está sempre disponível para atender a todo aquele que o

sucessão segura, nações não conseguem

O Nome de Jesus não pode ser usado

buscar. Não precisa marcar hora, nem aguardar

encontrar estadistas a altura do momento, até

como uma espécie de amuleto, como um

na sala de espera, pois “ao homem que teme

no ambiente eclesiástico faltam-nos referenciais

talismã, que ao ser pronunciado dispensa um

ao Senhor, ele o instruirá no caminho que deve

mais expressivos. Em parte, porque vimos

poder mágico; sem o perceber, muitos se valem

escolher” (Salmo 25.12).

multiplicar o número dos espaços a serem

deste expediente nada edificante. Da mesma

Isaías prossegue, afirmando que o Nome

preenchidos, por outro lado, a decadência

forma, o uso repetitivo da expressão “em Nome

de Jesus é Deus Forte. Quanta força e poder

moral e espiritual de nosso tempo em nada

de Jesus” em nossas orações, mais parece a

sendo demonstrados para a destruição e

contribui para o surgimento de verdadeiros

escassez de vocabulário e a necessidade de

desgraça de inúmeras populações. É o poder

líderes do bem e do progresso.

preencher um hiato no pensamento enquanto

das armas, é a força do ódio. Mas “maior é o

Com certeza, este será o dilema do Brasil

está sendo vocalizado, do que a clareza de

que está em nós do que o que está no mundo” (I

no ano que se avizinha, quando os eleitores

que confiamos no aval de Cristo em nossas

João 4.4), porque o poder de Cristo se revela

deverão comparecer às urnas para escolher

súplicas.

na força do amor, “pois, Deus é amor” (I João

suas lideranças políticas. Este expediente se

Na visão de Isaías (9.6), o Nome de Jesus

4.8). Neste jogo do poder, não nos enganemos:

traduzirá numa tarefa hercúlea, na busca de

é Maravilhoso Conselheiro. “Onde não há

a verdadeira força não se esconde atrás das

quem possa dirigir os destinos da nação.

conselho fracassam os projetos, mas com os

bombas, mas sim do poder de Deus, que pode

É neste contexto que nos deparamos com

muitos conselheiros há bom êxito” (Provérbios

muito bem estar escondido em vasos de barro

a palavra profética que encima esta reflexão.

15.22). Ninguém deve governar sem cercar-

(II Coríntios 4.7).

Isaías ainda continua sob a expectação da

se, primeiramente, de bons conselheiros.

O Nome de Jesus, também, é Pai da

“morte do rei Uzias” (Isaías 6.1); um vácuo se

No entanto, muitos governantes não dão

Eternidade. Mais um ano que se vai! Tem

estabeleceu em Israel; o prolongado governo

ouvidos aos melhores conselhos de Jesus, o

razão a Escritura Sagrada quando afirma que

do falecido rei carecia de um substituto a altura, a

Maravilhoso Conselheiro.

“tudo passa rapidamente e nós voamos” (Salmo

Seus conselhos são precisos e ricos em

90.10). Há algo que dá sentido à existência,

Na costumeira avaliação do autor dos

sabedoria e vida. São extremamente práticos

garantindo valor à nossa vida, é a eternidade

Livros dos Reis e das Crônicas, Uzias, também

e a garantia de uma vida plena. Qual o seu

que Deus colocou no coração do homem

conhecido como Azarias, foi um rei que “fez o

conselho a respeito deste corre-corre atrás

(Eclesiastes 3.11). E a vida eterna consiste em

que era reto perante o Senhor” (II Reis 15.3);

das preocupações de ordem financeira? “Não

conhecer o Pai da Eternidade (João 17.3). Só

seu governo perdurou por 52 anos, porém,

acumuleis para vós outros tesouros sobre a

assim, vale a pena viver.

em razão de haver contraído lepra, parcela

terra, onde a traça e a ferrugem corroem e onde

Finalmente, Isaías nos lembra que o Nome

considerável de seu governo foi exercida em

ladrões escavam e roubam; mas ajuntai para

de Jesus é Princípe da Paz, paz que tanto

conjunto com Jotão, seu filho, que também era

vós outros tesouros nos céus, onde traça nem

almejamos, e que, às vezes, nos parece tão

um bom rei; já, seu neto, Acaz não fazia o que

ferrugem corrói, e onde ladrões não escavam,

distante. Paz que é fruto da justiça (Isaías

era reto perante o Senhor (II Reis 16.2).

nem roubam” (Mateus 6.19, 20).

32.15-19). Paz que nos impõe a tolerância e

fim de garantir o avanço da nação.

Nossos

uma

o respeito mútuo. Paz que vem fazer morada

de um governo superior, não suscetível

pressão muito grande para serem iniciados

em nossos corações, trazendo verdadeira

de variações, não tangido por humores

na vida sexual, fariam melhor se ouvissem

segurança (Filipenses 4.7). Paz que só Jesus

conflitantes, baluarte e referencial a todas

o Maravilhoso Conselheiro que afirma: “Não

pode dar.

as nações, esperança dos povos. Não é sem

acordeis, nem desperteis o amor, até que este

Sob este cenário, o Profeta se dá conta

PASTORES AUXILIARES

Rev. Davi Nogueira Guedes (Ministério de Jovens) Rev. Luís Carlos Vieira (Ministério Pessoa Idosa) Rev. Nivaldo Wagner Furlan (Plantação de Igrejas) Rev. Wesley Emmerich Werner (Ministério de Visitação)

COOPERADORES E EVANGELISTAS

Bel. Cristina Ribeiro Mattos Bel. Elenice dos Santos Barros (Ministério dos Adolescentes) Mis. Luciana Cipelli Barbosa (Ministério Infantil)

jovens,

que

recebem

SEMINARISTAS

Alexandre Emrich Zanetti, Carlos Filipe Soares Ferreira e Samuel Coelho

MISSIONÁRIOS

Anita e Eli Ticuna, Arlene e Alceris Dias, Corina e Henrique Terena, Daniella e Jocelei Silva, Débora e Cléber Alves, Denise e Wellington Camargo, Deonora e Clauber Quadros, Dilma e Ricardo Bruno, Elaine e Patrick Scherrer, Elizabeth e Heiler Maciel, Esther e Gladston Lucas, Família Rios Celeste, Graciete Mota, Josiane e Marcos Mayuruna, Leonízia e Markus Jutzi, Karina e Fernando Dantas, Masha e Tibério Olímpio, Meire e Luiz Bittencourt, Natasha e Jonatas Portugal, Patrícia e Daniel Calze, Renata Santos, Richard e Fernanda Werner, Ronaldo Marubo, Rose e Emerson Menegasse, Rossana e Ronaldo Lidório, Rose e Francisco dos Santos, Sara e René Breuel, Sheila e Charles Sousa, Tatiana e Dering, Zazá Lima e Neto.


Boletim CULTO 9H ROCHEDO FORTE

Prelúdio Convite à Adoração Leitura Bíblica: Salmo 46.1-11 Hino 137 | Abrigo no Temporal Oração de Invocação Interlúdio

ADVOGADO JUSTO

Leitura Bíblica: I João 1.5-2.2 Oração de Confissão Leitura Bíblica: II Coríntios 8.1-5 Hino 63 | As Muitas Bênçãos Entrega dos Dízimos Oração de Gratidão

SENHOR DA VIDA

Leitura Bíblica Proclamação da Palavra Consagração dos Elementos Pai Nosso Distribuição dos Elementos Hino 342 | Comunhão Hino 266 | Rude Cruz Oração Bênção Amém A Paz do Senhor Poslúdio

De 3 a 9 de Dezembro

CULTO 11H

CULTO 19H

VERBO ENCARNADO

1O CULTO DO ADVENTO

Prelúdio Convite à Adoração Leitura Bíblica: João 1.1-14 Hino 33 | Maravilhas Divinas Oração de Invocação Atos Pastorais Coral da Creche Miriam

MARAVILHOSO CONSELHEIRO

Prelúdio Cântico de Adoração Leitura Bíblica: Isaías 9.1-7 Hino 226 | A História de Cristo Oração de Invocação Brass Brother’s Band Atos Pastorais

CORDEIRO DE DEUS

Leitura Bíblica: Isaías 53.4-7 Oração de Confissão Leitura Bíblica: Salmo 103.1-5 Hino 65 | Louvor Entrega dos Dízimos Oração de Gratidão Coral da Fraternidade

EMANUEL

Leitura Bíblica: Mateus 1.18-25 Oração de Confissão Leitura Bíblica: Salmo 92.1-5 Hino 249 | Na Manjedoura Entrega dos Dízimos Oração de Gratidão Brass Brother’s Band

SALVADOR AMADO

REI DOS REIS

Leitura Bíblica Proclamação da Palavra Coral da Fraternidade Consagração dos Elementos Oração do Pai Nosso Distribuição dos Elementos Hino 340 | Santa Comunhão Hino 180 | Amor Fraternal Hino 191 | Rio da Vida Oração Bênção Amém A Paz do Senhor Poslúdio

Leitura Bíblica Proclamação da Palavra Consagração dos Elementos Pai Nosso Distribuição dos Elementos Hino 345 | O Pão do Mundo Hino 251 | O Pão da Vida Oração Bênção Amém Saudação Fraternal Poslúdio

MINISTÉRIOS Ação Social: Vladimir Alcindo de Arruda Acolhimento e Integração: Sandra M. O. Jorge Isumi Intercessão: José Luiz Pires Missões: Luiz Filipe Jordão

Música: Cornelis Kool Núcleos Familiares: Toshiaki Isumi Oxigênio: Paulo Roberto Werner Som: Igor César Pereira Neves

Amor que Comove: Julio Viana Jr. Havvah: Adriane Lacerda, Fernanda Tisi e Mônica Linzmeyer

SOCIEDADES INTERNAS SAF: Célia de Lara Pires Kairós: Sandra e Clayton Carstens

UMP: Giovanna Bigarelli Martin UCP: Rúben Badinhani Mota Marcondes

UPA: Fernanda Heredia

CONJUNTOS VOCAIS Coral da Fraternidade: Cleonice Miranda de Andrade Coral Arco-Íris: Daniella Banks Leite Pinheiro Conjunto Vida em Voz: Luiz Augusto P. Lima Jr.

ESCOLA DOMINICAL Superintendente: Luiz Fernando Alves

Infantil: Luciana Cipelli, Daniela Costa, Elda Ferreira

NOVAS IGREJAS Campo Magro: Rua Jasmin 79, Jardim Boa Vista - ED 9h30 e Culto 19h. Dirigente: Bel. Marcelo Pereira Pinheiro Piraquara: Av. Getúlio Vargas, 673. Domingo às 19h. Responsável: Rev. Luiz Henrique Correia Sampaio.

ENTIDADES DIVERSAS Lar Hermínia Scheleder: 3562-7498 Escola João Lupion Filho: 3562-7498 Lar do Idoso - Vivencial das Oliveiras: 3666-3029 Rua Coimbra 492 - Guaraituba / Colombo

Associação Comunitária Presbiteriana: 3224-2294 Centro de Música Laudate: 3222-3470 Rua Comendador Araújo 343 / Centro

Creche Miriam: 3338-4566 Rua Amauri Lange Silvério 511 / Pilarzinho


3, 10 e 17 | Domingos do Advento 10 | Dia da Bíblia 14 | Natal no Vivencial das Oliveiras 16 | Natal no Hospital São Roque 17 | Dia do Pastor 24 | Culto das Luzes 31 | Culto de Vigília

Dia 10 - Luciane Faustino Dia 2 - Andréa Mendonça Cavalim Duarte, Francisco Javier Caceres Navarro, Larissa Vicelli

Portugal de Oliveira Furquim, Sônia Maria Anelli

Jacob, Nayara Fernandes Mota, Patrícia de Cássia

Dia 17 - Alexsandro Gomes de Oliveira, Clarissa

Abrantes Carvalho Calze

Tupinambá Fernandes, Diac. Rodrigo Pereira

Dia 5 - Renan Gustavo Costa Ferreira

Barbosa, Sônia Isabel Friedlaender Reple

Dia 6 - Isabel Cristina Gama de Oliveira, Joelma

Dia 18 - Devanir Gomes de Freitas, Fernanda Paz

Guimarães

Martinez Wauters Werner, Jussara Macuch Bonet,

Dia 7 - Narciso Henrique Braun Podolaki

Diác. Nélio Antônio Uzeyka Júnior

Dia 8 - Antonio Carlos Ferreira, Daniel Maurício

Dia 19 - Eclair Brito de Arruda (Teka), Fábio

Cruzeta, Dirce Moreira Jorge, Ivan Luiz Ferreira

Augusto Dutra, Louise G. Mazânek, Maria

Dia 9 - Denise Siqueira de Carvalho, Denise

Eduvirges Santos Romeiro

Tavares, Diác. Ivair Lúcio Soares Júnior, Larissa de

Dia 20 - Alberto Johwan Oh, Beatriz Pavoski de

Lara Casagrande, Lucas do Amaral Alves, Olga da

Oliveira, Fabiele Buiar Noronha Angeli, Hélio

Costa Scheer, Valéria Hirga de Oliveira

Amaral Camargo Jr., Ilcéa Domingues Pereira,

Dia 10 - Célia dos Santos Farias, Maria Constança

Iru Scolari, Karine M. Weiss Blum, Lara Mota

Palmquist Cardoso

Rodrigues, Lea Rita Bergamaschi Ferreira, Valéria

Dia 11 - Elisolete Bakarji, Francieli Karina Borges

Cristina de Siqueira

Maia, Jahyra Ribas Ferreira, Jair de Almeida,

Dia 21 - Eny de Oliveira Alecrim, Márcia Rejane

Lusinete Gonçalves Portugal, Sérgio Augusto

Vieira Marcondes, Suzana Prodossimo de Lima.

Abrahão Morato

Dia 22 - Glece Marcondes Ribas, Péricles Jandyr

Dia 12 - Cláudia Regina Vieira Lemberg, Cláudio

Zanoni, Samuel Simões Coelho

Luís Vieira, Gabriel Elysio Maia Braga, Patrícia

Dia 23 - Ana Beatriz Santos de Oliveira, Marlene

Baggio

Elza Mendonça Walusko

Dia 13 - Andressa Silveira Barrios Lemes, Celso

Dia 24 - Daniel Ghenov, Giovana Carneiro Martins,

Aimbiré Weffort Santos, Leila Demario Pedroso,

Diac. Paulo Eduardo Guedes

Presb. Emérito Levy Soares Teixeira, Lia Ester

Dia 25 - Glaucia Ghenov, Glaucia Marcondes,

Taporosky (Nanny), Luiz Eduardo Camargo

Pryscila Rossana Jacob

Bigarelli

Dia 26 - Cecília Moura Pinto, Deborah de Almeida

Dia 14 - Adalci Ferreira de Menezes, Edvaldo de

Millani Tacla, Maurício Ricardo Baggio

Melo, Haydée Rauen Carstens, Priscila Queiroz de

Dia 27 - Diác. Abel Ricardo da Silveira, Alessandra

Andrade Lacerda, Tiffany de Freitas Dutra, Wilson

Almeida do Amaral Alves, Ieda Viturino Prado,

José Folly

Michelle Baranski Franco Zanetti, Rafael Amaral

Dia 15 - Ana Maria Antunes Schrappe Virmond,

Alves, Sirley Pereira Barros, Tereza Juraschk

Danielle Rocha Carraro, Lawrence Willian Marçal,

Dia 28 - Judson Machado Ferreira, Maria da Luz

Leni da Silva Nascimento Guedes, Letícia dos

Abreu de Oliveira, Marlene Abib Tockus, Rosy

Santos de Oliveira, Luciana Ananias Maia, Lúcio de Jansen Marques Dia 29 - Amaryllis Munhoz Kanayama Camargo, Alcântara, Nilce Buture Carneiro Dia 16 - Beatriz Prochmann, Débora Caliri

Marlene Paschoalinoto Mendes

de Souza, Gerson Rodrigues, Henrique Elias

Dia 30 - Marcelo Cesar dos Santos

Nascimento, Jaqueline Alves Ferreira, Maysa

Dia 31 - Daniela Carneiro Macedo, Gustavo Daniel Roig Sannemann

EXPEDIENTE A Revista Identidade Cristã é uma publicação mensal da Igreja Presbiteriana de Curitiba ENDEREÇO: Rua Comendador Araújo, 343 CEP: 80420-000 . Curitiba/PR CONTATO IGREJA: (41) 3224-0302 www.ipctba.org.br REDAÇÃO E EDIÇÃO: Sérgio Wesley Stauffer (MTb/PR 1780) Cinthia Connor Clayton Rucaly Gonçalves Silva Matheus Gripp Rebecca Stauffer FOTO DA CAPA: Imagem da Internet CONTATO COMERCIAL: NQM - (41) 3254-6077 DIAGRAMAÇÃO E PROJETO GRÁFICO: Teo Design Ltda. (41) 3078-3030 IMPRESSÃO: Gráfica Capital Tiragem: 1.000 exemplares REVISTA ONLINE: Acesse pelo issuu.com/ipcuritiba Anuncie sua empresa na Revista Identidade Cristã! Entre em contato conosco.


6


ORE: • Pelos 14 países mulçumanos que estamos inseridos. • Palas vidas e comunidades que estão sendo transformadas pelo poder de Deus. • Por proteção, forças e alegria para servir em todas as circunstâncias. • Por recursos para cada projeto e excelência em tudo que os missionários se propõem a fazer. • Por sabedoria, coragem e unção para compartilhar, remindo o tempo e aproveitando as oportunidades

PMI Organização com uma vocação: cooperar com a Igreja Latina no seu chamado de compartilhar as boas novas do Evangelho no mundo muçulmano por meio de uma abordagem integral!

CAMPANHA DE ORAÇÃO POR 8 SEGMENTOS NÃO EVANGELIZADOS (PR. RONALDO LIDÓRIO): 1. Indígenas 2. Ribeirinhos 3. Ciganos 4. Quilombolas 5. Sertanejos 6. Imigrantes 7. Os mais ricos dos ricos 8. Os mais pobres dos pobres

MINISTÉRIO “ORE PELO SENEGAL” – 7 ANOS DE ORAÇÃO. Nossos motivos de oração são permanentes e repetem-se a cada semana (7 anos de oração pelo Senegal): DOMINGO. Para que uma nuvem de arrependimento paire sobre toda a nação. SEGUNDA-FEIRA. Para que os que já conhecem a Palavra tomem uma decisão. TERÇA-FEIRA. Pelo enfraquecimento da influência do “Muridismo” sobre a população. QUARTA-FEIRA. Pela quebra da influência dos feiticeiros sobre a população. QUINTA-FEIRA. Para que os crentes senegaleses sejam fortalecidos e evangelizem. SEXTA-FEIRA. Por maior unidade entre missionários, obreiros e igrejas. SÁBADO. Para que portas se abram para evangelização entre os grupos fechados ao Evangelho.

DIARIAMENTE OREMOS POR NOSSOS PASTORES E POR NOSSA IGREJA!

DOM 7/1 HEILER E BETHINHA Ore pelo Haiti e outros países que enfrentam dificuldades por conta do furacão. Ore pelas classes de braile da Bethinha e por sabedoria para o novo desafio, por nossa saúde física e mental, para que sigamos a vontade de Deus e pela mudança de cidade. Em 2018 devemos nos mudar para Santiago para trabalhar na revitalização de outra igreja.

SAB 6/1 RONALDO MARUBO Estou em uma comunidade indígena que antes era muito fechada ao Evangelho, mas vejo a resposta das orações de todos que estão nesse ministério comigo. Deus abriu o coração deles e muitas pessoas aceitaram Jesus! Sou o único missionário nessa aldeia. Por favor, ore por mim e para que Deus continue a fazer maravilhas nesse lugar.

QUA 3/1 MARCOS E JOSIANE Ore pela vida dos jovens indígenas que temos trabalhado, por nossa saúde, família, proteção, recursos financeiros e sabedoria para exercer nosso chamado. Que Deus continue nos direcionando, fortalecendo e animando nosso ministério!

QUI 4/1 DILMA E RICARDO Ore pelo nosso trabalho na Amazônia, pelos povos indígenas para que conheçam a Cristo e para que suas vidas sejam transformadas. Ore por nossa família, pelo estudos e saúde dos nossos três filhos, por nossas finanças e para que Deus nos use cada dia mais.

SEX 5/1 ABELARDO NOGUEIRA Ore pelos projetos Fé na Estrada, Caminho no Nordeste e Projeto Redenção, pela vida dos missionários envolvidos nesses trabalhos e pessoas alcançadas e impactadas. Que o Senhor continue usando a vida dos missionários e que pessoas conheçam a Palavra por meio desses projetos.

TER 2/1 DANIEL E PATY Ore pela saúde da mãe de Paty, Conceição, que está câncer de mama, por nossas vidas e nossos recursos financeiros, pois há mais de dois anos não conseguimos juntar dinheiro para uma poupança ou fundo de emergência. Contamos com seu apoio neste momento de vulnerabilidade.

SEX 8/12 RONALDO E ROSSANA Louvamos ao Senhor pelo plantio de igrejas entre os Mura e Sateré-mawé. Ore pelos novos convertidos, por firmeza na caminhada e conhecimento da Palavra, e pelos líderes indígenas, para que tenham sabedoria, proteção e provisão do Senhor. Ore também pelo treinamento que daremos a obreiros

QUI 7/12 PR. JAIME RODRIGUES Ore por sabedoria, por nossa saúde e sustento do Senhor. Precisamos melhorar nosso sustento por conta da demanda de viagens no trabalho missionário e para comprar uma voadeira para o projeto Iauretê. Ore pelo novo passo que iremos dar para Iauaretê, pelo novo trabalho de plantio entre os tukanas.

QUA 6/12 LUCIANA CIPELLI Ore por meus pais que passarão por uma cirurgia, que Deus abençoe a saúde de cada um. Ore pra que O Espírito Santo me oriente na coordenação do Ministério Infantil e Ministério de Esportes em 2018, teremos novidades e desafios.

TER 5/12 DANIELLA E JOCELEI Ore pela reestruturação física e espiritual da base Jocum Aracaju, pelos projetos e planos ministeriais para 2018 e por sabedoria e direção para o Jocelei que assumirá a vice diretoria da base. Ore por nossa saúde e finanças para a viagem que faremos ainda nesse ano.

SEG 4/12 LUIZ E MEIRE BITENCOURT Continue orando pela recuperação do Luiz e por sua saúde. Ore pelas enfermeiras e por toda a equipe médica que está atendendo e cuidado dele nesse tempo. Ore, também, por paz e descanso no Senhor de toda a família e por renovo físico e espiritual.

TER 12/12 TIBÉRIO E MASHA Ore pelas novas responsabilidades assumidas na igreja Pobeda: ministério pastoral, grupos caseiros, ministério das famílias, conselho da igreja e assuntos administrativos, ministério infantil, aconselhamentos e visitas. Ore pelos casais do curso que ministramos e por toda a nossa família, saúde e finanças.

SEG 11/12 LINDELVAN COSTA Ore por um avivamento e um despertamento missionário no meio dos jovens indígenas, pelo congresso no Rio Içana e pelo CONPLEI Jovem. Ore, também, para que Deus me use com poder e graça no meio desse povo!

DOM 10/12 CHARLES E SHEILA Ore pela partida mudança após o Natal, por nossa chegada em Bangalore, Índia, acomodação (casa, móveis e utensílios domésticos) e adaptação ao novo lar e escola de Inglês. Ore por novos parceiros para os próximos 3 anos na Ásia. Somos gratos pela quitação da dívida na Missão ALEM e pela fidelidade de Deus!

SAB 9/12 GRACI MOTA Em dezembro nossa equipe vai se dividir, cada um irá para um canto do país para visitar suas famílias. É um tempo de descanso, de falar nas igrejas e de reabastecer o tanque para os grandes desafios que teremos em 2018. Ore por nossas vidas e por esse tempo precioso!

indígenas e ribeirinhos nos dias 22 e 23 desse mês.

Calendário de Oração


QUA 13/12 PATRICK E ELAINE SCHERRER Ore pela adaptação na nova cidade, por renovação das forças, proteção, saúde física e espiritual. Ore por novos amigos para as crianças e pelas filhas das vizinhas que tem frequentado nossa casa. Ore por sabedoria no aprendizado da língua, oportunidades para testemunhar e pela vida da Samira e Armed, por desejo para aprender mais da verdade.

QUI 14/12 ANITA E ELI TICUNA Ore pela Escola Bíblica que será realizado em janeiro do ano que vem, rogo oração pelos seminaristas indígenas e participantes. Ore, também, pela Evangelização do povo Matis e pela plantação da primeira igreja na aldeia.

SEX 15/12 ELENICE BARROS Estou grata a Deus pelo ano que termina, pelas graças recebidas, pelos livramentos, pelas lutas e vitórias! Ore por sabedoria no pastoreio dos adolescentes; pelas famílias: unidade, segurança, restauração nos relacionamentos; pelo planejamento para 2018 que seja direcionado por Deus para sua glória; e por minha saúde física e emocional.

SAB 16/12 EMERSON E ROSILANE Ore pela renovação dos nossos vistos, pelo retorno das igrejas visitadas nesse ano, pelos Meninos do Nepal e por novos padrinhos, por cuidado e proteção da família, pela situação política no Nepal, perseguição e nossas equipes do Projeto Nepali & YWAM CTC Ásia.

DOM 17/12 RENATA DOS SANTOS Gratidão a Deus pelos líderes que temos treinado e já estão treinando outros. Treinamos obreiros estrangeiros e crentes locais no tema de “fazer discípulos”. Recebemos notícias de várias pessoas ex-muçulmanas, crendo, sendo batizadas, e já compartilhando com outros, na Ásia, Norte da África e Oriente Médio. O Senhor continua edificando sua igreja!

SEG 18/12 TIBÉRIO E MASHA Ore por todas as nossas responsabilidades na igreja Pobeda e todos os ministérios, pelos casais com quem temos trabalhado e por toda a nossa família. Ore, também, pelos recursos financeiros que estão escassos, por nossa saúde e educação das crianças.

TER 19/12 JONATAS E NATASHA Ore pelo segundo treinamento para um novo grupo de pastores. O primeiro, no campo de refugiados Rwamwanja, foi um sucesso. Ore pelo Pr. Safari, Pr. Manasse e missionário Rodrigo que estão nesse trabalho, pelo projeto “Casa Lar” que acolhe crianças órfãs refugiadas e pela primeira turma de inglês para refugiados que começou nesse mês. Ore também por recursos financeiros.

QUA 20/12 GLADSTON E ESTHER Dia 26 de outubro voltamos à Espanha para esperar o nascimento da nossa filha, que pela graça de Deus, chegará no final de fevereiro. Ore por esses últimos meses de gravidez e pela vida da Rose. Ore, também, pela implantação da base missionária em Salamanca e pelo trabalho na agência missionária em Cáceres.

QUI 21/12 HENRIQUE TERENA E CORINA Ore para atingirmos pelo menos 80% do nosso orçamento. Hoje estamos com 70%. Ore pela Corina que viajará para Tabatinga para capacitar mulheres do Brasil, Peru e Colômbia, pelo nosso carro que precisa urgentemente de manutenção, pela Elianai que está buscando emprego e por nosso filho que está cursando comunicação na faculdade.

SEX 22/12 LEONIZA E MARKUS Somos gratos pelo encerramento do primeiro ano do curso de capacitação da liderança local que temos coordenado! Foi um ano com muitos desafios, mas com grandes vitórias. Ore pelo processo de adoção do nosso segundo filho, Caure Davi. Estamos bem e alegres com a chegada do Caure!

SAB 23/12 CLEBER E DÉBORA A turma de costura em Chigumula está indo muito bem! Queremos construir uma nova sala para atender mais alunas, assim teremos aulas em Chigumula e aqui em Namiwawa. Também temos dois quartos no fundo do nosso terreno que se forem reformados poderão servir para hospedar visitantes. Ore conosco por essas reformas e construções.

DOM 24/12 FERNANDO E KARINA Ore pela Igreja Livre Acesso que estamos plantando no centro de Madri. Deus tem trazido muitas pessoas e temos visto interesse das mesmas pelo Evangelho! Ore também para que Deus levante uma liderança espanhola em nossa igreja e que estes possam abraçar a visão de Deus para essa congregação.

QUI 28/12 RENÉ E SARAH Ore pela nova fase da nossa igreja em um novo lugar na Roma, um teatro, e pela conversão das pessoas que estão frequentando o nosso estudo bíblico evangelístico: Angelo, Cristina, Melissa, Alessandro, Lorenzo, Marianna e Katiuscia.

SEX 29/12 CARLA MARIA O povo Hixkaryana já recebeu os materiais gravados e estão felizes por ouvir a palavra na sua própria língua. Louvemos a Deus por isso! Ore pelo trabalho que tenho desenvolvido com um pequeno grupo de jovens da igreja, estão cheios de vontade de servir e evangelizar.

DOM 31/12 ALCERIS E ARLENE Agradecemos pelo encerramento do Semiraita, início da construção dos alojamentos para casais e pela proteção e cuidado de Deus. Ore por sabedoria e entendimento da Palavra, pelos novos alunos de 2018, pelas compras de passagens para Campo Grande em dezembro, pelas matrículas escolares dos nossos filhos e pela família Amanajé.

SAB 30/12 DAVI E TAMY Demos entrada no pedido de nossas cartas de residência, ore por esse processo. Ore por sabedoria no novo projeto do Davi, por nossa saúde nesse tempo chuvoso e frio de inverno, principalmente para a Laura. Já estamos buscando passagens para nossa ida ao Brasil no próximo ano. Que Deus nos surpreenda com bons preços!

TER 26/12 ZAZA E NETO Ore por nossas viagens, sabedoria e direção de Deus! Ore também por duas amigas de Norte de África interessadas no Messias, para que elas possam aceitá-lo como seu salvador e para que Deus renove as minhas forças para continuar servindo à PMI com amor e dedicação!

SEG 1/1 WELLINGTON E DENISE Ore pela vida do Daniel, estudos e recursos para manter o mestrado e hospedagem em Bristol. Pela Danielle que está servindo como voluntária na Jocum, que ela seja bênção e usada por Deus. Ore também pelo projeto A Bíblia em Cada Casa, por nossas viagens e novo livro que estou trabalhando.

SEG 25/12 CLAUBER E DEONORA Ore pelo Projeto Alto Amazonas, seminário teológico, que iniciou no mês passado. São 35 líderes indígenas e ribeirinhos da região fazendo esse curso, que o Senhor abençoe todos os envolvidos (Missão Cuagu, IPC, Rev. Fernando Dantas e demais irmãos).

QUA 27/12 FAMÍLIA RIOS CELESTE Ore por nossa segurança e permanência no país, já fomos interrogados três vezes pela polícia! Inscrevemos nossas filhas no sistema de Escola em Casa que permitirá que elas prossigam com os estudos, caso não recebamos o visto. Ore por toda a nossa família, ministério e povo mulçumano.


Notícias do Campo BONS VENTOS DE DEUS Os nossos primeiros quatro anos na Sibéria foram um tempo de lançar muitas sementes na obra de evangelização e no nosso ministério chamado CaFé. Os quatro anos seguintes foram de grandes provações e lições de aprendizado, nas quais Deis preparou nossos corações para o novo tempo. Nos últimos anos, temos servido à igreja Pobeda em Novosibirsk e a Missão Jocum. Experimentamos um tempo do derramar da graça de Deus. Ele tem nos servido depois de tantas provações. O sentimento que temos é que passamos pelos desertos de gelo com Deus em nossos corações e, para nossa surpresa, o Senhor tem nos dado um tempo que Ele tem horando a nossa fé com o que tem acontecido nos nossos ministérios! Três casais estão fazendo nosso curso “Se Tornando Um” e temos mais um casal, não cristão, que se interessou pelo curso. Deus tem usado esse tempo que passamos individualmente com cada casal e esperamos o seu mover ainda maior. A igreja Pobeda está ocupando quase todo nosso tempo. Na reunião com o Pr. Artem, ficou definido que eu teria autonomia para tomar as decisões com relação à vida da igreja, auxiliado pelo conselho da igreja. A princípio foi uma correria, pois tínhamos muitas decisões para tomar. Mas os bons ventos da graça de Deus estão soprando e muitas coisas já foram construídas. Estamos com os pequenos grupos caseiros bem estruturados, abrimos um curso de treinamentos de nove meses para seis mulheres da nossa igreja, iniciamos o encontro de homens para orar e um minicurso chamado “Limites”. Estamos reestruturando as finanças da igreja implantando um orçamento limite, pois estamos passando por uma crise. Pregamos três vezes por mês nos cultos, cuidamos diretamente das pessoas que participam dos ministérios e indiretamente com os líderes que prestam contas. Estamos reestruturando as demais estruturas e incentivando os líderes a fazer o mesmo. Deus tem derramado muita graça e sabedoria! Recentemente recebemos o missionário Nilson que mora na Suécia. Aproveitamos para visitar alguns irmãos e igrejas da região mais ao norte do país. No nosso grupo estava também o Andrei Rorochinkov que é o bispo de mais de 100 igrejas na parte central da Sibéria. Aprendi muito com os meus companheiros, principalmente com a humildade, amizade e cuidado do bispo por

cada pessoa que ele pastoreia. Para o ano que vem, queremos convidar uma equipe do Brasil para nos auxiliar. Ore para que Deus levante esse grupo. Também queremos convidar pastores para ministrar nas igrejas russas. Como o planejamento é longo e tudo começa com a oração, vamos orar e esperar a resposta de Deus! Pedimos que ore por todas as nossas responsabilidades na igreja Pobeda, pelos casais com quem temos trabalhado e por toda a nossa família. Ore, também, pelos recursos financeiros que estão escassos, por nossa saúde e educação das crianças. Tibério, Masha, David e Ivan Olimpo NOVAS OBRAS E AGIR DE DEUS Estivemos no Brasil entre junho e agosto deste ano. Elaine foi com as crianças primeiro e, no tempo que fiquei por aqui, fiz um curso intensivo de árabe numa cidade próxima à capital. Foi um período abençoador e imensamente produtivo para o aprendizado da língua. Além de ter sido um momento no qual Deus nos direcionou quanto aos próximos passos a seguir para o restante do ano. O objetivo maior de voltarmos ao Brasil, após quase três anos, foi cuidar de nossa saúde. Ficamos todo esse tempo sem fazer check-ups ou exames. Elaine sofre problemas com sua circulação e a médica no Brasil sugeriu uma cirurgia para a retirada de algumas veias das pernas que não estavam em bom funcionamento, causando inchaço e dor. Tentamos a cirurgia, mas infelizmente o tempo não foi suficiente para concluirmos o processo com o plano de saúde. Ela foi medicada e graças a Deus não tem tido sintomas atualmente. Além do período de cuidar da saúde, tivemos o privilégio de rever familiares e visitarmos algumas igrejas. Como foi bom desfrutar novamente da liberdade de cultuar e adorar a Deus! Foi um período abençoador e somos gratos ao Senhor por esse tempo. Em nossa cidade já não tínhamos mais aula de árabe, pois a professora ficou impossibilitada de nos dar aulas e não tinham substitutos ou institutos da língua na cidade. E foi durante o curso intensivo de árabe, que o Pai nos guiou para uma mudança. O mesmo instituto disponibiliza cursos regulares de dois anos de árabe. Durante aquele mês, orando e conversando à distância com Elaine, sentimos o Senhor nos orientando para uma mudança de cidade. Nossos corações estavam abertos e unânimes nessa decisão e, acima de tudo, a

9

paz dEle estava conosco! Ficamos impressionados em como as coisas fluíram e convergiram para que tudo acontecesse. Em junho, fiz o levantamento dos custos de mudança e permanência na nova cidade, procurei casa e escola para as crianças, fiz os acertos de aluguel e matrículas e o planejamento da mudança. Nos mudamos há três meses. Foi tudo muito intenso e cansativo. Adaptação à diferença de sete horas de fuso horário, empacotamento das coisas, organização da nova casa, lidar com o desgaste físico e emocional na nova realidade e começo quase que imediato das aulas para nós e para as crianças. Estamos nos adaptando e sentimos a mão e a graça do Senhor nos ajudando a vencer mais essa etapa. Temos nos alegrado pelo progresso no aprendizado da língua e pela alegria das crianças com a nova casa e escola. Hoje, eles já dizem que preferem a escola atual à anterior. Aqui o estilo de vida é diferente. O povo é mais acolhedor e temos orado para que Deus nos dê contatos. As filhas dos nossos vizinhos já estão frequentando nossa casa e esperamos que estreitem ainda mais os laços! O trabalho que deixamos? Acabamos nos surpreendendo com o agir de Deus para a continuidade do nosso testemunhar na vida dos amigos que deixamos! No mês passado, Samira perguntou se poderia se hospedar em nossa casa regularmente durante três dias por semana para ficar perto do seu marido, Armed, que trabalha longe da cidade onde vivem. Quase não acreditamos. Achávamos que nosso relacionamento tinha chegado ao fim, mas os pensamentos e planos do Senhor são maiores, perfeitos e admiráveis! É um grande privilégio ter uma de nossas amigas mulçumanas dentro de nossa casa, estreitando os laços, a confiança e, principalmente, testemunhando do Senhor com a nossa vida. Outro fato que nos alegra, é saber que Armed permitiu a estadia dela conosco e também passará mais tempo com a gente. Isso mostra o quanto se sentem confortáveis conosco. Desejamos vivenciar ainda mais o que Ele tem para nós. Muito obrigado pelas orações! Que a graça e a paz do Senhor sejam com você e com sua família! Patrick e Elaine Scherrer


A Igreja Presbiteriana de Curitiba, em parceria com a Missão Evangélica Cuagu e com o pastor e missionário Rev. Fernando Dantas, iniciou as atividades do Centro Bíblico para Povos Amazônicos (Cebipam), em Benjamim Constant (AM), com a realização do primeiro módulo de capacitação bíblica para lideranças evangélicas da região do Alto Amazonas. O primeiro módulo foi realizado de 13 a 18 de novembro, sob a organização local do missionário Clauber Quadros, líder da Missão Cuagu, que recebeu os 35 alunos da região, além do presbítero Cid Aimbiré Santos e do Rev. Fernando Dantas, que ministraram as aulas. Foram cinco dias de estudos intensos, das 8h30 às 17 horas, somente com intervalos para almoço e café. Os alunos tiveram aulas sobre liderança cristã com o presbítero Cid, com estudos embasados nos quatro primeiros capítulos de I Coríntios e no livro “O Chamado”, de John Stott, e sobre “Métodos de Estudo Bíblico e Regras de Interpretação”, ensinados

pelo Rev. Fernando com base no Livro 1 do CCBP - Centro de Capacitação Bíblica para Pastores. Participaram pastores, evangelistas e líderes ministeriais de diversas denominações, especialmente das igrejas indígenas. As etnias presentes foram as Ticuna, Mayoruna, Cocama e Yagua, além de alunos brasileiros, colombianos e peruanos. Os alunos Mayorunas viajaram seis dias em um barco pequeno, desde as suas aldeias no Alto Javari até Benjamin Constant. “Foi puxado para eles. Mas no último dia de aula todos estavam firmes, fazendo as tarefas, estudando e fazendo muitas perguntas. Na região existem várias seitas e muitas igrejas, o que resulta em muitas confusões doutrinárias. O enfoque do curso foi sempre bíblico e a cada pergunta a resposta inicial era sempre a pergunta: o que a Bíblia nos fala sobre isso?”, contou o presbítero Cid em seu retorno. E as dúvidas eram das mais simples, como oração e dízimo, às mais complexas, como batismo com Espírito Santo.

Sede da Palavra Cid e Fernando concordam que o principal legado desse primeiro módulo foi de que todos os alunos aprenderam que é muito importante estudar a Bíblia, conhecer as Escrituras, pregar a Palavra, estudar e estar preparado para fazer um sermão e falar sobre o Evangelho com segurança e propriedade. De fato, a maioria dos alunos destacou isso em suas avaliações. “Aprendi muita coisa que não sabia. Vou aplicar na minha vida, na minha família e na minha igreja”, afirmou Jhine Flores Peres (25), líder na Igreja Indígena Evangélica Hosana, em Cordeirinho. “Muita coisa que eu não entendia antes, entendo agora e vi que preciso entender mais. Quero continuar participando desse curso para poder ensinar melhor ao meu povo Ticuna”, destacou Jesus Ferreira Peres (51), pastor auxiliar da Igreja Batista Independente “Foi muito importante para mim. Conheci coisas que antes eu não sabia. Aprendi mais na verdade e me sinto mais preparada para levar a Palavra de Deus à minha comunidade Lobo, no Alto Javari”, afirmou Cecília (42), esposa de Severo Mayoruna, que integra a equipe da Missão Cuagu. “Ficamos toda a semana só observando a Bíblia para ter uma interpretação correta. Trabalho há nove anos no Brasil e precisava disso, pois muitas vezes ensinamos sem uma boa interpretação da Palavra. Temos que dedicar mais tempo na preparação dos estudos e mensagens. Essa região tem muita necessidade de preparação dos obreiros que estão no campo. Foi uma bênção para meu ministério”, concluiu o pastor colombiano Alvaro Filigrana, da Igreja Presbiteriana de Letícia, na Colômbia, congregação da Igreja Presbiteriana de Tabatinga, no Brasil.

Fernando Dantas destacou a dificuldade de Comunicação encontrada nesse primeiro módulo. “Os líderes evangélicos da região têm pouco conhecimento teológico e baixa formação educacional. Muitos nunca foram a uma escola. Alguns não falam e não entendem o Português, nem o Espanhol. Isso dificulta muito o entendimento das aulas, exigindo de nós um processo de ensino mais lento, muito repetitivo e com uso de muitas ilustrações”, explicou. O missionário ficou impressionado como a falta de conhecimento bíblico tem afetado a vida da igreja evangélica na Amazônia. “Falta um mínimo de organização eclesial. Há problemas de autoritarismo e misticismo dentro das igrejas, por influência da cultura local. O entendimento e a transmissão da Palavra são feitos a partir de uma interpretação sempre pessoal”, explica. “Por tudo isso, essa primeira semana comprovou que estamos no lugar certo e precisamos investir no ensinamento bíblico da igreja na Amazônia”, enfatizou Fernando.

O Cebipam tem por objetivo oferecer formação bíblica e teológica para pastores e líderes das igrejas autóctones do Alto Solimões e do Vale do Javari. O curso completo de formação bíblica terá três anos de duração, divididos em 18 módulos, ministrados a cada dois meses durante uma semana inteira. No curso, os alunos aprenderão sobre todos os livros da Bíblia, as principais doutrinas e prática ministerial. Cada módulo, para 35 alunos, tem um custo de R$ 5 mil para ser realizado. Para a realização do primeiro módulo, o projeto conseguiu levantar recursos além do necessário, mas ainda não há garantia orçamentária para os seis módulos previstos para 2018. “Ainda não fechamos o ano de 2018, mas sabemos que este projeto é de Deus e Ele não deixará faltar recursos. Há uma necessidade muito grande do estudo da Bíblia naquela região e por isso esse projeto é muito importante”, enfatiza o presbítero Cid. O missionário Clauber Quadros, que trabalha no Amazonas há anos, voltou a dizer que esse curso é a realização de um sonho. “A maioria dos líderes nas igrejas evangélicas indígenas é leiga e necessita muito de capacitação e formação bíblica. E nesse primeiro módulo já percebemos que esses 35 líderes que participaram estavam realmente ávidos por esse aprendizado. Eles também estavam sonhando com isso e confirmaram o quanto isso abriu suas mentes e seu entendimento. Estamos todos muito agradecidos e ávidos por continuar. Peço que a nossa Igreja de Curitiba continue a orar e a apoiar esse projeto e todas as pessoas envolvidas, pois faltam lideranças indígenas com uma visão correta do Reino e que use corretamente a Palavra de Deus”, destacou. O próximo módulo será realizado de 5 a 9 de fevereiro de 2018 e será sobre os livros proféticos. As aulas serão ministradas pelo Rev. Ildemar de Oliveira Berbert, da Igreja Presbiteriana de Dourados, que ofertou todos os custos para a realização desse segundo módulo, e por Renata Marcondes, da IPC.


Dezembro é mês de programação especial em todas as igrejas cristãs do mundo, pois é o primeiro tempo do Ano Litúrgico, que antecede o Natal. Originário do latim Adventus (chegada), o Advento é um tempo de preparação dos fiéis para o nascimento de Jesus Cristo, tempo de alegria, arrependimento, fraternidade e paz. O Advento é celebrado quatro domingos antes do Natal e recorda a dimensão histórica da salvação, evidenciando o caráter missionário da vinda de Cristo. Os textos litúrgicos desse período destacam que Deus se encarnou para confirmar a promessa da aliança com o Seu povo e cumprir o Dia do Senhor. A exemplo de Jesus Cristo, o Advento também evidencia o caráter missionário da igreja em viver e em anunciar o Reino. Na Igreja Presbiteriana de Curitiba (IPC), esse tempo é marcado por liturgias especiais nos cultos vespertinos, das 19 horas. E a programação começa neste primeiro domingo do mês (3), com a participação da Brass Brother’s Band. No próximo domingo (10), o culto vespertino terá a participação especial do Coro Infantil Arco-Íris com a apresentação do musical Alegrem-se Cristãos. No terceiro domingo (17), o Coral da Fraternidade participa

da liturgia do Advento com Canções de Natal que relembram os principais acontecimentos bíblicos que marcaram o nascimento de Jesus. O quarto e último domingo do Advento (24) será marcado pela celebração do tradicional Culto de Velas. Formada no ano passado, a Brass Brother’s Band é um conjunto de metais, com trompetes, trombones, trompas, tuba e eufônio (também chamado de bombardino, é um aerofone da família dos metais e da classe das tubas). Composta por 14 músicos, a banda nasceu do desejo de levar esse tipo de formação instrumental e um repertório clássico para igrejas pequenas e hospitais de Curitiba e região. Os componentes da Brass Brother’s Band são os músicos Thiago Lira do Nascimento, Jackerson Bueno, Henrique Batista Felix da Silva e Carlos Augusto da Silva, nos trompetes; William Daniel de Assis, Cleiton Luiz Beltrami, Elvio Diogo Rodrigues e Heliomar Freitas Felicio de Jesus, nos trombones; Ronald Bestel Cavalheiro, Weber Alessandro Gomes e Luiz Gonçalves Junior, nas trompas; Reginaldo de Souza Araujo, na tuba; e Diego Alexandre Lira do Nascimento, no eufônio, além do regente Renan Rogge Taveira. No culto de Advento da IPC, a banda executará o seguinte repertório: A song for Japan (Steven Verhelst), Be still my soul (Jean Sibelius), Ó Noite Santa (Adolph Adam) e Grassauer Zwiefacher (Jan Koetsier).

Estudos bíblicos especiais Além do Advento, dezembro é o mês que dá início ao período de “férias” das classes temáticas da Escola Bíblica Dominical. Mas a IPC mantém o estudo da Palavra com uma agenda especial de Classe Conjunta. De 17 de dezembro a 11 de fevereiro, a EBD manterá seu estudo bíblico dominical, sempre das 10 às 11 horas. “Nesse ano, nosso objetivo é tratar temas variados que nos façam refletir sobre a realidade do mundo em que vivemos e a nossa fé. Quando somos confrontados como reagimos? O mundo avança em várias questões e precisamos nos manter firmes na Palavra de Deus, mas alinhados às novas formas para avançar na proclamação do Evangelho”, destaca o Presbítero Luiz Fernando Alves, superintendente da EBD. Identidade Cristã adianta, em primeira mão, o calendário completo das Classes Conjuntas da EBD nas férias 2017/8018.

No próximo domingo (10), o Coral Infantil Arco-Íris apresentará o musical “Alegremse Cristãos”. Com direção de Daniela Banks, o musical é baseado na cantata natalina de mesmo nome, com arranjos de John E. Coates. No repertório estão canções tradicionais de Natal, como Oh Vinde Fiéis, Anjos vieram anunciar e Pequena Vila de Belém. O musical contará com participações especiais do Coral da Fraternidade, conjunto Vida em Voz, Coro da Mocidade e um conjunto vocal formado especialmente para o evento com os pais das crianças do coral infantil. As crianças serão acompanhadas por piano, teclado, bateria, baixo, guitarra, violinos, metais e flauta. Ao todo, o musical contará com mais de 80 participantes, incluindo cantores e instrumentistas. No terceiro Domingo do Advento (17), o Coral da Fraternidade participará da liturgia vespertina relembrando os principais fatos bíblicos que marcaram a vinda de Cristo, antes e depois do seu nascimento. No repertório estão os cânticos de Maria e de Simeão e os cantos dos reis magos, dos pastores e dos anjos. As canções serão intercaladas por leituras da Bíblia, formando um roteiro de resgate histórico daquela época. Para encerrar o Advento na IPC, na noite do dia 24 de dezembro será celebrado o tradicional Culto das Velas, com o momento de participação de toda a comunidade iluminando o tempo presente com a luz que é Cristo.


Evangelizar e discipular crianças e famílias e desenvolver líderes para o ministério. Esses são os dois principais objetivos do Departamento Infantil da Igreja Presbiteriana de Curitiba para 2018, que receberá reforços importantes. “O Alexandre Zanetti virá integrar a equipe, para trabalhar com as crianças de 9 a 12 anos, e o Luciano Oliveira assumirá a superintendência da Escola Bíblica Dominical Infantil”, conta a missionária Luciana Cipelli, responsável pelo Departamento. Após três anos de formação teológica em São Paulo, Alexandre retorna a Curitiba com a família e vai se dedicar em tempo parcial ao ministério. Luciano, que é engenheiro, é professor da EBD infantil há três anos e aceitou o convite para coordenar toda a equipe de professores. Segundo Luciana, o aumento da equipe do Departamento Infantil é essencial para que a IPC possa atender à crescente demanda das crianças e de suas famílias. “Junto com o crescimento do número das crianças, cresce também o desafio de envolver os pais no ministério, despertando a responsabilidade de cada um com o futuro de todos”, destaca. Por isso, a preparação para 2018 começa neste mês de dezembro. No próximo sábado, dia 9, às 15 horas, será ministrado um treinamento para professores e pais interessados em aprender sobre Musicalização de Bebês. “Queremos desenvolver nas nossas crianças o prazer de ouvir e de criar músicas num ambiente cristão, estimulando o louvor a Deus.

Para isso, precisamos capacitar os adultos que ensinarão isso a eles”, explica Luciana. O primeiro projeto desse trabalho de musicalização será a preparação do musical “Meu Primeiro Louvor”, com as crianças do berçário, para o mês de aniversário de 130 anos da IPC. Todo esse trabalho será liderado pela musicista Flávia Andrade. Licenciada em Música pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), Flávia está fazendo pós-graduação em Educação/Cognição Musical. Sua pesquisa é sobre processos criativos e motivacionais em aulas de musicalização infantil. Ela é pianista e professora de musicalização infantil, para crianças de seis meses a oito anos de idade. Outra frente de trabalho do Departamento Infantil da IPC para 2018 será o esporte. Em parceria com o Ministério de Esportes da Igreja, Luciana quer ampliar o uso de estratégias de esportes no ministério infantil. No mês passado, Luciana participou da conferência ReadySetGO Global Working Teams 2017, em Orlando (EUA). Lá, trabalhou com outros obreiros de todos os continentes. “Queremos ter um calendário de atividades esportivas para as crianças e suas famílias, como forma de integração e desenvolvimento motor e físico. Além disso, queremos usar o esporte para que seja uma porta de entrada de outras crianças em nossa comunidade. Com o Ministério de Esportes estruturado, conseguiremos fazer isso”, conclui.

Lançamento será realizado no Dia do Pastor e abre as comemorações dos 130 anos da igreja Para marcar o centenário de nascimento do Reverendo Oswaldo Soeiro Emrich, que seria completado no próximo dia 7 de dezembro, a Igreja Presbiteriana de Curitiba lançará o livro “Pedras Vivas. Edificando a Igreja, pedra por pedra”. Organizada Rev. Wesley Emmerich Werner, a obra foi escrita pelo próprio Rev. Oswaldo e conta a história da IPC a partir das histórias dos seus pastores. O lançamento será realizado no dia 17 de dezembro, Dia do Pastor, no culto das 11 horas. “Além de homenagear o Rev. Oswaldo, que dedicou quase seis décadas do seu ministério ao pastoreio da nossa comunidade, o lançamento do livro marcará o início das comemorações dos 130 anos da IPC, que serão celebrados no dia 1º de julho de 2018, ano no qual nossa temática será Igreja”, explica o Presbítero Marcelo Gripp, vice-presidente do Conselho da IPC. O livro é um resgate histórico da IPC, por meio da biografia ministerial dos pastores que conduziram a Igreja até o pastoreio do Rev. Oswaldo. “O ilustre pastor Oswaldo Soeiro Emrich, falecido em novembro de 2007, nos prestou esse inestimável serviço. Com quase 58 anos de vida consagrada ao pastorado na Igreja Presbiteriana de Curitiba, ninguém conheceu igual a ele tantas vidas e tantos acontecimentos. Restava inédito um texto de sua autoria, datado de 1997, intitulado "Pedra sobre Pedra", em que o emérito reverendo conta a história de sua Igreja, a partir da narrativa da

vida e obra dos pastores que o antecederam nesse cargo eclesiástico”, explica o texto de orelha do livro, que apresenta uma breve sinopse da obra. Como o Rev. Oswaldo não escreveu sobre si mesmo no texto que deu origem ao livro, coube ao Rev. Wesley a tarefa de completar a obra, contando as histórias ministeriais dele e de seus sucessores, o Rev. Elias Abrahão e o Rev. Juarez Marcondes Filho.


O Ministério de Esportes da

de evangelismo, por meio do

Igreja Presbiteriana de Curitiba

relacionamento e discipulado. Cada

(IPC) promoveu no último dia 28

brincadeira e atividade recreativa

de outubro, das 14 às 17 horas, um

proposta pelo Ministério tem por

Festival Comunitário em parceria

objetivo falar do Evangelho de

com a Igreja Presbiteriana de Campo

Jesus Cristo, de forma prática e

Magro. Cerca de 100 pessoas, entre

eficiente. As brincadeiras servem

crianças, adolescentes e adultos,

de quebra gelo para que o amor de

foram impactadas pelo trabalho

Deus possa ser transmitido.

de recreação e esportes, cujo

Membro

do

Ministério

objetivo foi o de transmitir o amor

de Esportes, o diácono Tiago

de Cristo. Por meio de atividades

Marcelino participou do Festival

físicas, a estratégia do ministério

Comunitário em Campo Magro

é se aproximar das pessoas e criar

e destacou a importância de se

oportunidades de relacionamento.

transmitir o Evangelho de Cristo

Cerca de nove membros da IPC,

de forma alegre e divertida. “Foi

entre integrantes do Ministério de

muito bom! A previsão do tempo

Esportes, Mocidade e Ministério

era de muita chuva, mas Deus nos

Infantil, participaram do evento. O

deu uma ótima tarde de sol! Muitas

trabalho contou com a participação

crianças e adultos participaram das

de 12 membros da IP Campo

brincadeiras e pudemos transmitir

Magro,

o amor de Cristo com muita

liderados

pelo

pastor

Marcelo Pinheiro. O trabalho foi coordenado por Thiago Pinafi, líder do Ministério de Esportes da IPC. Segundo

Pinafi,

o

diversão e alegria”, explicou. O

Festival

Comunitário

é

uma tarde de brincadeiras para

Festival

promover o envolvimento das

Comunitário é uma das estratégias

igrejas com as comunidades locais.

do

Ministério

Por meio de recreação, brincadeiras

para

capacitar

de a

Esportes para

e atividades esportivas, a igreja

relacionamentos

tem a oportunidade de conhecer

com a comunidade local, por

e se relacionar com a vizinhança,

meio de atividades esportivas e

iniciando a construção de laços

de recreação, como escultura com

para o futuro.

desenvolver

igreja

balões, pinturas de rosto, gincanas

Quem quiser contribuir com

e brinquedos, como cama elástica e

esse trabalho pode participar das

piscina de bolinhas.

reuniões do Ministério de Esportes,

O

festival

é

a

ferramenta

que

são

realizadas

todas

as

usada pelo Ministério de Esportes

segundas e quartas-feiras de cada

para mostrar às igrejas locais

mês, na sala do Conselho da IPC.

uma

importante

ferramenta

13


O Ministério Havvah realizou no último dia 28 de outubro seu último encontro de 2017, promovendo um café da manhã só para mulheres com a presença da missionária Marli Spieker. Marli mora nos Estados Unidos e era a convidada para o Encontro Anual do Havvah deste ano, realizado em agosto passado, mas por motivos de saúde não pode viajar. Aproveitando sua vinda ao Brasil, aceitou o convite de estar com as mulheres do Havvah para um tempo especial de reflexão e oração. O encontro contou com a presença de cerca de 30 mulheres, que ouviram várias histórias vivenciadas por Marli sobre a ação de Deus em meio ao Seu silêncio. “Muitas vezes Deus fica em silêncio de propósito e você fica com a impressão de que Ele se afastou de você. Mas Ele está de olho, esperando que você aprenda alguma coisa nesse momento”, conta Ieda Egg, que participou do café e conheceu a

Marli ainda adolescente. “Eu a conheci, quando ainda era adolescente, por volta dos 15 anos de idade. Isso foi muito importante para mim! A Marli é da família Valente e eles eram todos do Exército da Salvação. Quando tinham encontros das igrejas, eles tocavam. Era lindo!”, lembra Ieda. Durante sua palestra, Marli testemunhou sobre o período da perda de seu filho, que foi ajudar o vizinho e sofreu um acidente muito trágico, e sobre o Projeto Ana, que ela criou há 20 anos, durante o período em que trabalhou com o marido na Ásia. Sensibilizada com a situação de tantas mulheres presas em cativeiros espirituais, culturais e físicos naquele continente, ela iniciou em 1998 a transmissão do primeiro programa “Mulheres de Esperança” pela Rádio Trans Mundial (RTM), a partir da ilha de Guam, para que essas mulheres soubessem que não estavam esquecidas e eram preciosas

para Deus. No Brasil, o projeto começou em 2002 e hoje já conta com milhares de intercessores cadastrados, homens e mulheres. Em todo o mundo, são mais de 40 mil pessoas orando em mais de 125 países. A oração tem sido feita em mais de 80 idiomas, todos conhecidos por Deus, que entende a linguagem de todas as nações, onde há mulheres sofrendo e precisando do seu amor e da sua restauração. Além de oração, o projeto Ana trabalha com a conscientização das mulheres sofredoras, com informações sobre os direitos da mulher e o conforto, por meio do programa Mulheres de Esperança, da RTM. Para se cadastrar como intercessor, obter o calendário de oração e conhecer mais sobre o projeto, basta acessar o endereço eletrônico http://www. transmundial.org.br/interna/ministerios/ projeto-ana.


Relacionamento, briga de casal, submissão, mentiras, sexo antes do casamento, namoro com ou sem beijo e defraudação. Esses foram alguns dos assuntos tratados no segundo encontro do Clube Love Curitiba, fase DR. O evento, que nesta edição foi sediado na Igreja Presbiteriana de Curitiba, foi realizado no dia 11 de novembro e contou com a participação de vários convidados e de jovens de várias igrejas. Todas as palestras do Clube Love foram ministradas por casais, para que os assuntos fossem apresentados e comentados do ponto de vista da mulher e do homem. O casal Thays Reis e Thiago Torres, ele é o diretor do evento, falou sobre o papel dos pais na educação dos filhos. Geovanna e Cleber Sé dos Santos falaram sobre virgindade, enfatizando que ela não está no hímen apenas. Wencke e André Warkentin falaram sobre filhos que vêm com o sexo. Danni e Lela Pistler falaram sobre a figura masculina e feminina. Membros e filhos da IPC também participaram do evento como palestrantes, compartilhando um pouco

de seus conhecimentos e suas vivências sobre o relacionamento e seus desafios. O casal Leonardo e Giovanna Martin falou sobre o papel do homem, que está se diluindo e, com as redes sociais, fica ainda mais perdido na hora de assumir compromisso. Em outro momento, os dois falaram também sobre o que é a submissão da mulher ao homem e até onde ela vai em um casamento cristão. “Quando se está em um casamento em que Cristo é o centro, todo o conceito de submissão faz muito sentido para a mulher e para o homem”, disse Giovanna, que é presidente da União da Mocidade Presbiteriana (UMP) na IPC. O pastor da Igreja Batista da Vila Sandra, Martin Sippert, e sua esposa Suzanne Werner Sippert também estiveram presentes e falaram sobre o casamento, o papel da mulher, do homem, masturbação e o posicionamento da Bíblia a respeito de assuntos espinhosos para os jovens. Suzanne, que cresceu na IPC e é neta do Reverendo Wesley Werner, falou também sobre defraudação e o quão nocivo é para homens e mulheres

dar esperança para o outro sem querer assumir um compromisso. “Muitas amigas minhas me falavam que eu brincava com os sentimentos dos meninos. Eu negava, dizia que era só amizade, mas no fundo sabia que estava fazendo porque fazia bem ao meu ego”, confessou Suzanne. O pastor da Igreja Presbiteriana República, Arthur Martins, e sua namorada Maria Eugênia também foram convidados para falar no evento. Arthur, que também cresceu na IPC, falou sobre a importância na hora de se escolher um(a) companheiro(a). “Na história de Israel, sempre que o povo buscava prazer em mulheres estrangeiras eles regrediram como nação. Creio que hoje ainda é a mesma coisa. Procurar alguém fora do Corpo de Cristo, para mim, se configura em pecado”, afirmou. A terceira fase do Clube Love ainda não tem data marcada, mas será realizada no último trimestre de 2018. A Igreja Presbiteriana de Curitiba, junto com a UMP e a UPA, já confirmou presença. O tema do próximo ano será Homoafetividade.


aderir ao tratamento psicológico, articulou esse atendimento com a Unidade de Saúde e acordou com ela de que deveria apresentar os comprovantes de comparecimento. Aos poucos, a mãe foi se fortalecendo, até que um dos netos nasceu e a filha mais velha teve um surto psiquiátrico e precisou ser internada. Sinara começou a cuidar do bebê enquanto a filha estava no hospital. Mas, assim que recebeu alta, a filha desapareceu. Sinara ficou desestabilizada até que em uma abordagem do Conselho Tutelar, quando a equipe do Lar estava presente, conscientizou-se de que o melhor para o bebê, naquele momento, era ir para o acolhimento. “Ela demorou a se convencer disso e relutou muito, mas acabou admitindo que não conseguiria ter seus dois filhos de volta e cuidar do neto ao mesmo tempo”, conta Karisa. O bebê foi para acolhimento e Sinara não tem mais contato com a filha mais velha, pois considera que o comportamento desta seria mau exemplo para os menores. A outra filha também ganhou bebê e arrumou trabalho com o companheiro como caseiros em uma chácara na região metropolitana de Curitiba. Enquanto a mãe tentava arrumar a situação em casa para receber de volta os filhos menores, FR e FB também fizeram sua parte, dedicando-se aos estudos como nunca antes haviam experimentado. Os dois foram matriculados em aulas de interpretação de texto do método Kumon para recuperar a defasagem educacional que tinham. Deu resultado! Os irmãos também recebiam atendimento psicológico individualizado e participavam de ações psicoeducativas dentro do Lar, com a psicóloga da instituição Evelyse F. Neves. As visitas de Sinada aos filhos eram sempre acompanhadas pela assistente social e pela psicóloga do Lar, com foco no fortalecimento de vínculos afetivos e orientação quanto às dificuldades encontradas no percurso. Como o caso estava evoluindo bem, no final do ano passado, a equipe técnica do LHS sugeriu à Vara da Infância que os irmãos passassem finais de semana, férias e feriados na casa da mãe. “Neste período, realizávamos visitas domiciliares, verificando as condições do ambiente e adaptação das crianças à rotina da casa. As técnicas da Justiça que também foram à casa de Sinara nesse período, surpreenderam-se com as mudanças, principalmente com a organização e higiene do local. A mãe recebeu o direito de ter seus filhos de volta e, em julho deste ano, FR e FB voltaram definitivamente para casa, conforme o combinado”, comemora Karisa. A equipe técnica do LHS continua acompanhando essa família. Psicólogos voluntários do Lar continuam atendendo Sinara e os filhos em seus consultórios e clínicas e garantem que estão evoluindo. O Lar também pediu à Prefeitura Municipal de Curitiba o enquadramento da família no projeto de Família Acolhedora, garantindo suporte adequado neste momento de reintegração familiar. A história de Sinara e o trabalho realizado pelo Lar Hermínia Scheleder provam que a Igreja precisa ser uma mão amiga, que ajuda o caído a levantar e o guia pelo caminho, até que possa andar sozinho novamente.

Os irmãos FR, uma menina de 12 anos de idade, e FB, um menino de 10, foram acolhidos no Lar Hermínia Scheleder em fevereiro de 2016. Quando chegaram apresentavam costumes apreendidos em seu ambiente familiar como, por exemplo, comportamentos sexualizados inadequados para a faixa etária. Eles são filhos de Sinara (nome fictício), que possui outros três filhos mais velhos, incluindo JJ, o primogênito, sobre o qual recaiam indícios de ter abusado sexualmente de FR e FB na infância. “É porque ele também foi abusado quando era pequeno”, justificava a mãe. O Lar Hermínia Scheleder foi a quinta instituição de acolhimento a receber os dois irmãos. Das quatro anteriores, eles já tinham evadido com a ajuda da mãe e de uma das irmãs mais velhas. O pai de FR e FB é alcoólatra e aparece de vez em quando em casa. Sinara perdeu a guarda dos filhos por negligência. Ela possui transtorno mental e sofria de uma depressão profunda. Os medicamentos fortes faziam ela dormir a maior parte do dia. Com isso, não conseguia mais administrar a casa e cuidar dos filhos, que não frequentavam escola e passavam longos períodos sem serem alimentados. Mesmo assim, Sinara sempre manteve um forte vínculo afetivo com FR e FB. Na primeira vez que ela foi ao LHS visitar os dois filhos, estava ansiosa, alterada emocionalmente, com a higiene precária e comportamentos imaturos. Estava com uma das filhas mais velhas e o companheiro desta. Na conversa com os dois menores e na observação do comportamento da família, a equipe técnica do Lar identificou que ali, já na primeira visita, estavam arquitetando planos de uma nova evasão. No dia seguinte, quando a pedagoga do Lar, Araceli do Rocio Butcher, foi à escola, notou que Sinara estava à espreita, entrou na escola e avisou à direção sobre o risco da família pegar os filhos sem autorização. “Dei uma volta na quadra e quando retornei, a mãe e a filha mais velha já estavam voltando para tentar levar os dois”, conta. Para lidar com o comportamento da família, a assistente social do Lar, Karisa Berri Ferreira, propôs um combinado, informando que a equipe técnica do LHS faria todo o esforço para que aquele fosse o último acolhimento dos dois irmãos e que trabalharia para FR e FB voltarem para casa definitivamente, mas não poderia garantir isso sem a cooperação da mãe e das crianças. “Vimos que tínhamos que ajudar a mãe a ter condições para receber de volta aquelas crianças e foi o que fizemos”, conta Karisa. Sinara mora no Caximba, na região sul de Curitiba. Na sua casa moravam, no ano passado, as duas filhas mais velhas, que estavam grávidas na época, com o companheiro de uma delas (a outra não possui contato com o pai da criança). O filho mais velho, com suspeita de ter abusado sexualmente dos irmãos menores, já estava morando no litoral, casado e com filho. Sinara apresentava dificuldades para cuidar da casa, dos filhos e de si mesma. A equipe técnica do Lar começou a trabalhar no empoderamento de Sinara, mostrando que ela não conseguiria cuidar dos filhos se não cuidasse de si mesma primeiro. A equipe da instituição orientou e estimulou Sinara a

16


Formar cidadãos, atuando como agente transformador de indivíduos e famílias, ajudando-os a construir seu futuro, com qualidade e dignidade, e fundamentado em princípios éticos cristãos. Essa é a Missão da Associação Comunitária Presbiteriana (ACP), entidade mantida pela Igreja Presbiteriana de Curitiba, que responde pelos grandes projetos sócio evangelísticos da IPC. Sua atual diretoria, que completa seis meses de gestão neste mês de dezembro, estabeleceu como uma das primeiras metas de trabalho a organização e estruturação da entidade para a elaboração de um planejamento estratégico que possa nortear o futuro da ACP no médio e longo prazos. Baseada no amor ao próximo, respeito, ética, responsabilidade, compromisso, persistência e transparência, a ACP está trabalhando para ser reconhecida como referência na transformação, desenvolvimento e inserção de indivíduos, garantindolhes um ambiente acolhedor, repleto de amor, respeito e segurança. Como isso vai acontecer na prática é o que conta o presidente da ACP, Vladimir Alcindo de Arruda nessa entrevista que respondeu para a revista Identidade Cristã com toda a sua diretoria.

Identidade Cristã – Em julho passado, quando assumiu a

nosso organograma, a descrição de cargos e a elaboração de

direção da ACP, quais os principais problemas e desafios

formulários específicos para priorização das demandas a serem

identificados pela atual gestão?

atendidas. Atualizamos nosso fluxo de caixa, nossos recursos,

Vladimir Alcindo de Arruda – Pelo fato de eu já atuar

talentos e, atualmente, estamos equacionando nosso quadro de

como membro da diretoria anterior, assim como o primeiro

colaboradores. Reativamos o processo de concessão do CEBAS

tesoureiro, presbítero Vanderlei Endres, já conhecíamos o

(Certificação de Entidades Beneficentes de Assistência Social),

cenário desafiador pelo qual vive não somente a ACP, como

tanto na esfera administrava, quanto na judicial, com o objetivo

outras entidades do terceiro setor. O Lar Hermínia Scheleder,

de buscarmos o ressarcimento dos valores pagos nos últimos

em especial, sofreu redução do número de doações, registrou

cinco anos, e nosso próximo passo é definirmos o planejamento

elevação dos custos fixos e teve prejuízos materiais e estruturais

estratégico.

devido às intempéries, que se somaram a outros problemas, como dificuldades na contratação de educadoras sociais,

IC – No geral, o Brasil viveu um ano de redução de investimentos

dificuldade e custo de manutenção de uma área tão grande

na área social. Como foi o ano de 2017 para a ACP em termos

como a do Lar, indecisão por parte da Prefeitura de Curitiba

financeiros e de resultados?

quanto a atualização dos valores dos convênios, ausência de

Vladimir – Realmente, a crise enfrentada pelo Brasil em 2017

políticas públicas que norteiam o futuro das entidades que

impactou diretamente na captação de recursos para todas as

funcionam como lar de acolhimento e a tímida participação

entidades sociais e educacionais. Perdemos um grande parceiro,

dos acolhidos e educadoras nas atividades da igreja. Tudo

o antigo HSBC que, ao se tornar Bradesco, deixou de contribuir

isso traduz os maiores desafios no Lar Hermínia Scheleder. Já

conosco, uma vez que tem sua própria fundação. Isso impactou

no Centro de Educação Infantil Mirian, nos concentramos em

de forma extremamente negativa em nosso orçamento, afinal

otimizar os recursos financeiros e de RH, sem perder a excelente

era um excelente valor proveniente da destinação de Imposto de

qualidade e a tradição evangelística que a entidade possui. Mas

Renda. As medidas tomadas pela atual gestão têm por objetivo

ainda temos reformas a executar.

o equilíbrio entre as nossas receitas e despesas. O primeiro semestre de 2017 foi bastante difícil, mas, temos logrado êxito no

IC – Quais as soluções ou decisões tomadas em relação a esses

cumprimento de nossas metas financeiras, com a graça de Deus,

problemas e desafios?

pois este trabalho é dEle.

Vladimir – Em nossa primeira análise, verificamos que não havia um modelo de gestão implantado na ACP. A exemplo da própria

IC – Quais os planos para 2018?

composição da diretoria, resolvemos implantar um modelo

Vladimir – Através de parceria com consultores especialistas do

de gestão por competência, analisando a partir das áreas de

Terceiro Setor, montamos um grupo de mentoreamento, com o

conhecimento dos membros que a compõem, otimizando a

objetivo de elaborar de forma bem objetiva nosso planejamento

atual equipe técnica e quadro de colaboradores.

estratégico, não apenas para esta gestão, mas para o futuro da ACP.

IC – Em seis meses, o que foi possível fazer?

IC – Oficialmente, os projetos sociais mantidos pela ACP são

Vladimir – São diversas demandas represadas. Podemos

o Lar Hermínia Scheleder e o Centro de Educação Infantil

afirmar que todas estão em processo. Iniciamos com a parte

Miriam. Quais as metas e planos para esses dois projetos?

organizacional, definindo nossa missão, visão e valores,

Vladimir – Em relação ao ensino, estamos mais adiantados

17


que outras entidades, como foi detalhado pela coordenadora

IC – Como a IPC deve participar dessas mudanças?

pedagógica do CEI Miriam, Raquel Ferreira, na edição da revista do

Vladimir – A IPC, que sempre participou das campanhas e dos

mês passado. Mas, em relação aos outros braços da ACP, com

eventos em prol da ACP e de seus assistidos, pode ter certeza

as indefinições legais em relação ao Amor Que Comove, que

que será convocada a participar cada vez mais em chamadas

estão sendo trabalhadas, e diante dos impasses administrativos

bem pontuais, como a campanha do chocolate no Dia das

do primeiro setor, principalmente no quesito atualização de

Crianças, que a SAF neste ano gentilmente nos agraciou com as

valores dos convênios e futuro das casas de acolhimento, ainda

ofertas, o Despensa Cheia, nosso projeto de arrecadação mensal

estamos travados quanto aos projetos por falta de dotação

de mantimentos, o Domingo das Primícias, para doação de

orçamentária. A qualquer momento, a Prefeitura Municipal de

leite, o churrasco beneficente mensal, que já é realizado há três

Curitiba deverá se posicionar a respeito. Infelizmente, temos

anos, e o Vale Férias, para custeio das férias de verão das nossas

que aguardar. Por enquanto, nossos esforços são em manter em

crianças e adolescentes. Mas oramos mesmo para que ocorra

dia nossas obrigações e repensar nossa forma de atuação.

uma revolução no voluntariado. Em breve, disponibilizaremos uma lista de nossas demandas e faremos uma convocação aos

IC – Que solução será dada para as questões legais e de gestão

membros da IPC. Cremos que Deus já está operando no coração

que envolvem o Vivencial dos Idosos e o Amor Que Comove?

dos futuros voluntários.

Há a intenção e possibilidade de oficializar esses dois projetos como da ACP?

IC – Quais os desafios da ACP para cada membro da associação?

Vladimir – Hoje, o Lar do Idoso está sob a responsabilidade do

Vladimir – Clamamos a Deus para que cada vez mais

presbítero Antônio Carlos Martins, que tem realizado um ótimo

envie pessoas que contribuam com atitude. Não precisa

trabalho. Já o Amor Que Comove tem a liderança do Júlio Viana

necessariamente ser de forma financeira. Carinho e instrução

Júnior e conta com o grande comprometimento de toda sua

na Palavra. A Igreja é composta por famílias certo? Quem

equipe, a quem congratulamos pelo trabalho realizado com

nunca ajudou seu filho com dever de casa, trabalhos

muito amor, afinco e muita oração. O AQC implantou o projeto

escolares ou estudos em véspera de provas? Imaginem se

de panificação Pão Nosso e com recurso proveniente deste

nunca tivéssemos abraçado e beijado nossos filhos? Nunca

mesmo labor já foi possível a aquisição de uma amassadeira

tivéssemos parado para instruí-los, orado por e com eles?

e forno profissionais para produção de pães. Porém, o AQC

Existiria igreja? Haveria crença em Deus? Provavelmente

depende de projeto mais detalhado, que está em andamento,

não! O Reverendo Nivaldo relatou como está a Europa hoje!

para que possa fazer parte oficialmente da ACP. Caminhamos

Então, como esperar algo bom sem esse suporte aos nossos

juntos, mas oficialmente ainda não é possível estar vinculado à

assistidos? Nosso desafio é que voltemos para Palavra, oremos

ACP por impedimento legal, uma vez que nossa associação é

mais e nos conscientizemos que somos corpo de Cristo. Se

uma entidade sem fins lucrativos e não pode ser remunerada

buscarmos verdadeiramente isso, o envolvimento no Ide, no

pelos beneficiados do trabalho que realiza. O mesmo ocorre

auxílio às viúvas, órfãos e necessitados virá automaticamente.

com o Lar do Idoso.

Precisamos de pessoas dispostas a serem padrinhos afetivos e, mais ainda, precisamos de discipuladores que possam

IC – Que mudanças a Igreja Presbiteriana de Curitiba pode

ser luz na vida dos nossos assistidos, principalmente dos

esperar para a ACP a partir de 2018?

adolescentes. Necessitamos de irmãos que se comprometam

Vladimir – Já é perceptível nossa preocupação em administrar

a diariamente orar por um acolhido, por sua família de origem

de forma bem profissional e transparente, nos moldes atuais

ou para que ele consiga uma família substituta para que

de administração eficiente. Assim, a IPC pode esperar da ACP

possa ter um lar ao sair com 18 anos. O caso do AG, cotado

uma gestão bem participativa, com comprometimento dos

na edição passada da coluna Frutos do Lar, teve um final

dois lados: diretoria e membros. Afinal, a ACP é uma associação

feliz, mas ainda há outros acolhidos em situação semelhante.

comunitária composta pelos membros da Igreja.

Convocamos cada membro a caminhar uma milha a mais. Essa é a cultura de Jesus!

18


Rua Prof. João Soares Barcelos . 440 . sobrado 1 Hauer . 81630-060 | Curitiba/PR

41 3376 5105

www.brasegcorretora.com.br braseg@brasegcorretora.com.br

Seguros: Automóvel Residência Empresarial Viagem

Condomínio Vida Previdência Transporte Entre outros


CONSELHO DA IPC Marcelo Sathler Gripp (vice-presidente), Toshiaki Isumi (10 secretário), Fernando Rocha Filho (20 secretário), Geraldo Ferreira Leite (10 tesoureiro), Antonio Carlos Teixeira Gonçalves (20 tesoureiro), Adalton José Lopes da Silva, Carlos Roberto Maciel, Cláudio César Ferreira, Cláudio Manoel Ferreira Martins, Clayton Machado Carstens, Cornelis Kool, José Carlos Marcondes, Luiz Fernando Alves, Luiz Filipe Jordão, Paulo de Tarso de Lara Pires, Paulo Henrique Andrade, Paulo Roberto de Andrada Werner, Pedro Ronzelli Jr., Roberto Costa de Oliveira, Sérgio Duque Ferreira de Oliveira, Tiago Hessel Tormen, Vanderlei Endres. Eméritos: Joel Pugsley, José Luiz Pires, Leonel Valentim Ramos, Levy Soares Teixeira

JUNTA DIACONAL Hélio Linzmeyer Santos (presidente), Vladimir Alcindo de Arruda (vice-presidente), Felipe Martins Gonçalves (10 secretário), Fernando Bisinella (20 secretário), Edison Barrozo Antunes (tesoureiro), Arrison Marcel Stresser, Celso Lopes Valente, Cláudio Roberto Barbosa, Daniel Celli Souza, Eduardo Augusto Costa Ferreira, Eduardo Joakinson, Evandro Daudt da Costa, Fábio Muniz Soares, Fabrício Pereira Barbosa, Fabrício Veiga Nascimento, Francisco Augusto Zardo Guedes, Gerson Barbosa, Ivair Lúcio Soares Jr. , João Martins Ribeiro, Johnny Carlos Cordeiro Rosa, Leonardo Aguiar Martin, Lucas Augusto da Silva, Marcelo Nassif Maluf, Marco Aurélio Souto Lima, Nélio Antonio Uzeyka Jr., Paulo Roberto Lopes da Silva, Paulo Roberto Marques Leites, Reinaldo Muchailh Júnior, Sizenando Machado, Thiago Henrique Lopes Guimarães, Tiago Henrique Souza Marcelino, Wagner Pereira Barbosa. Eméritos: Henderson Antonio Jansson, João Augusto dos Santos Aust, Luiz César Valentim, Valdir Scheidt, Wilson Edel Schmidt, Wilson Peretti.

www.ipctba.org.br

Revista Identidade Cristã - Edição 30 - Dezembro/2017  

Edição n° 30 da Revista Identidade Cristã, uma publicação mensal da Igreja Presbiteriana de Curitiba. No mês derradeiro de 2017, o destaqu...

Revista Identidade Cristã - Edição 30 - Dezembro/2017  

Edição n° 30 da Revista Identidade Cristã, uma publicação mensal da Igreja Presbiteriana de Curitiba. No mês derradeiro de 2017, o destaqu...

Advertisement