Page 1

1

Tenha Cuidado do Teu Próximo – Parte II IPB Aracruz 01/04/10 IPCci 07/04/11 Neemias: Um Coração Entristecido 2:1-10 INTRODUÇÃO: Recapitulação: Semana passada vimos o primeiro capítulo do livro de Neemias. Falamos que Neemias teve coragem para fazer perguntas e, por causa disso, recebeu um relatório nada animador. No entanto, foi esse relatório desolador que o tirou de sua posição de conforto e o colocou no ataque. Quando pensamos em ter cuidado do nosso próximo, precisamos ter coragem para fazer perguntas. Muitas vezes não perguntamos porque não queremos nos colocar como ajuda ao nosso próximo. Mas quando isso acontece temos que lidar com a nossa consciência em culpa porque Deus nos colocou para ter cuidado um do outro. Nesta noite eu gostaria de observar o segundo capítulo de Neemias. Mais diretamente o diálogo que ele teve com a família real em Neemias 2:1-10. Gostaria de pontuar um tema para nosso estudo:Um coração entristecido A Bíblia diz: “O coração alegre aformoseia o rosto” Pv. 15:13 Veja o que o rei falou a Neemias (Vr. 2): “O rei disse: Por que está triste o teu rosto, se não está doente? Deve ser tristeza de coração...” Vamos pensar sobre esse diálogo entre a família real e Neemias. Neemias era o copeiro do rei. O copeiro era responsável por provar a comida do rei. Mas Neemias era muito piedoso, amigo, companheiro


2

e, imagine que ele conquistou uma posição tão diferenciada que a família real o tinha com grande estima. No meio de uma refeição, com tantas pessoas à mesa, o rei percebe que o semblante de Neemias não era o mesmo. E ali se trava um diálogo entre quatro pessoas: Neemias, o rei, a rainha e Deus. Ali mesmo à mesa eles fazem uma conferência e tomam decisões que norteariam o destino de uma nação: Um coração entristecido Vejamos alguns ensinamentos sobre esse episódio à mesa do rei: (1) Neemias nos ensina sobre instrumentalidade Cap. 1:11 “... nesse tempo eu era copeiro do rei.” Cap. 2:2 “O rei disse: Porque estás triste o teu coraçao...” Duas coisas me chamam a atenção aqui: A primeira é que Neemias foi notado pelo rei. Imagine que o rei parou para notar a diferença em Neemias. Mas a segunda, e talvez mais importante, é que Neemias intercedeu não por si mesmo, mas pelo povo. Ou seja, para fazermos a vontade de Deus e ser cuidador de almas não importa muito o seu cargo ou posição – Neemias era apenas um copeiro. Fico a me perguntar quantos Judeus de posição privilegiada, talvez como Daniel, estariam vivendo alí naquele tempo. A história conta que após 70 anos de cativeiro muitas famílias judias não quizeram retornar para Jerusalém porque já estavam instaladas na Babilônia. E Deus levanta um copeiro. Essa é mesmo a beleza do Evangelho: Deus usa ricos e pobres, cultos e pessoas limitadas na sabedoria. A Bíblia conta a história desses que são chamados instrumentos:


3

De Paulo, Deus diz: “Ele é um instrumento escolhido...” Mas assim também o foram vários “sem-nomes”, sem história e sem posição na Bíblia: Você se lembra de alguém que realmente não tinha nenhuma posição e foi um instrumento nas mãos de Deus? 2 Reis 5 fala da história de Naamã. Um General do Exército Sírio que foi curado de lepra. Mas tudo começou com uma criada/escrava judia que morava em sua casa. Vrs. 2-3 “Saíram tropas da Siria, e da terra de Israel levaram cativa uma menina, que ficou ao serviço da mulher de Naamã. Disse ela à sua senhora: Tomara o meu senhor estivesse diante do profeta que está em Samaria. Ele o restauraria de sua lepra.” Cada um aqui nesta noite, e nesta igreja, indistintamente, pode e deve exercer um ministério frutífero. Só há um requizito: Disposição/Instrumentalidade (2) Coisas que realmente importam para nós influenciam outras áreas de nossa vida. Ou seja, o sentimento de Neemias também nos ensina sobre motivação Neemias fazia seu trabalho com grande cuidado e zelo, mas naquele momento algo o incomodara. Neemias estava desmotivado a ponto do rei mesmo perceber em seu semblante. Nós também precisamos estar motivados com aquilo que fazemos. Neemias estava com o seu coração totalmente voltado para Jerusalém e, por isso, seu desempenho no serviço ao rei foi grandemente afetado. Não que ele não estivesse fazendo com qualidade. Mas o seu semblante demonstrava que alguma coisa estava errado.


4

Naquele momento Neemias não estava fazendo o seu serviço como costumava fazer. Essa é uma verdade tangível: Quando não temos motivação, nosso trabalho é feito com a perca de qualidade. Algumas áreas fundamentais na vida: (1) Família – Se a nossa família não vai bem, outras áreas sentirão. (2) Finanças – Se estamos com dívidas, outros sofrerão o estresse que estará sobre nós. (3) Igreja – Se outras áreas não estão bem, nosso serviço na igreja refletirá isso. Neemias não foi mais o mesmo – (2:2) Neemias perdeu a fome e o sono. Seu semblante mudou, impactado pelo relatório que havia recebido. Quando começamos a buscar ajuda ao nosso próximo, Deus começa a nos incomodar. Este já é um estágio mais profundo de intimidade com Deus. Neste estágio de cair o semblante duas coisas podem acontecer: Primeiro, é o dom de misericórdia que a pessoa pode desenvolver. Dentro do estudo dos dons e ministérios, o dom de misericórdia é aquele que leva a pessoa a realmente sentir a dor do próximo e seguir em sua direção para ajudá-lo. Segundo, é o fardo de oração. Fardos de oração não são colocados sobre qualquer um. Deus levanta guerreiros de oração que começam a sentir gemidos pela dor do próximo. Uma história linda sobre esse fardo de oração é a história do missionário David Brainer (1718-1747) – Missionário entre os Índios Americanos – Um de seus biógrafos o chamou de “David Brainer Inflamado por Deus” – David devotada aproximadamente 7 horas por dia para a oração. Morreu aos 29 anos de idade, mas tornou-se o grande missionário entre os Indios americanos.


5

(3) Ore ao Senhor que Ele providenciará meios para resolver o problema. A oração de Neemias obedece a três passos indispensáveis: Primeiro, Neemias ora por ele e pelo povo em sua solidão perante Deus. Segundo, Neemias ora pelo seu encontro com o rei. Cap. 1:11 nos diz o seguinte: “Ah! Senhor, estejam, pois, atentos os teus ouvidos à oração do teu servo e à dos teus servos que se agradam de temer o teu nome; concede que sej bem sucedido hoje o teu servo e dá-lhe mercê perante este homem. Nesse tempo eu era copeiro do tei.” Terceiro, Neemias ora perante o rei a oração mais rápida da história. Cap. 2:4 “Disse-me o rei: Que me pedes agora? Então, orei ao Deus dos céus.” O rei lhe faz uma pergunta que não foi conscidência. Deus despertou o coração do rei para que este o abrisse perante Neemias. A oração relâmpago de Neemias perante o rei foi o resultado das orações prolongadas diante de Deus.

(4) Neemias nos ensina sobre planejamentos – Ou seja, faça um planejamento na vida. Neemias não so pediu autorização ao rei, mas também já tinha todo um planejamento para apresentar a ele. Ele fez uma lista de suas necessidades e a expôs perante o rei. De nada adiantaria se o rei lhe autorizasse partir, mas se não providenciasse recursos para esta viagem. Temos percebido que o difícil não é diagnosticarmos o problema, mas criarmos uma extratégia realmente mensurável para resolvê-lo.


6

Nós brasileiros somos muito imediatista: Ou seja, protelamos o diagnóstico de um problema e agimos quando as circunstãncias se tornam insuportáveis. Precisamos de planejamento em todas as áreas de nossa vida. Precisamos de planajemanto familiar: Diagnosticando as áreas que precisam ser tratadas. Precisamos de planejamentos eclisiástico. É por isso que teremos a nossa primeira reunião de liderança deste ano. (5) Esteja pronto para as oportunidades – As oportunidades virão para cada um de nós não podemos despercdiçá-las. Vr. 5 Neemias pediu para ir a cidade dos sepulcros de seus pais. Quando a oportunidade chegar, mãos à obra. Neemias saiu de sua posição de conforto. Ele simplesmente agiu. Me parece que há uma linha dividindo dois padrões, ou dos modos de vida: De um lado, pode haver aquele que não ora, não sente a dor, não ajuda e acaba vivendo o redemoinho existencial de que ele é o coitadinho que precisa ser ajudado. Por outro lado, há aquele que começa a orar, a se preocupar, a perguntar, a sentir apatia, a agir em direção ao próximo. Esse parece não ter necessidade, pois o Senhor a todas supre. Neste caso, há a última ação: A saída da posição em que está em busca da ajuda prática. Isso aconteceu com Neemias. Ele deixou sua posição cômoda para arriscar-se numa viagem suicida e marcar a sua geração.


7

CONCLUSÃO A pergunta que você deve fazer é: Você realmente sabe quais são as suas necessidades? A reflexão que você deve fazer é: A tristeza afetará você integralmente. Um coração entristecido não conseguirá produzir com abundância. Desejo - O que precisa consumir nossa alma é: Agrada-me fazer a tua vontade, óh Senhor

Estudo 9 Tem Cuidado do Teu Proximo Neemias (2)  

Muitas vezes não perguntamos porque não queremos nos colocar como ajuda ao nosso próximo. Mas quando isso acontece temos que lidar com a nos...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you