Issuu on Google+

O Livro de Apocalipse – Rev. Jocarli A. G. Junior

Estudo Sete:

Tiatira: Uma Igreja Tolerante [ Apocalipse 2.18-29 ] O Senhor Jesus Cristo chamou Sua igreja para ser santa e manter-se pura em meio ao pecado. A primeira instrução de Cristo à Sua igreja foi a respeito de como se confrontar o pecado (Mateus 18.15-17). A prática da disciplina na Igreja tem um duplo objetivo: chamar os crentes ao arrependimento e purificar a igreja daqueles que teimosamente se agarram aos seus pecados. A carta a igreja de Tiatira é a mais longa das sete, embora dirigida à menor das sete cidades. Ela tem uma mensagem importante para a igreja de hoje: a falsa doutrina e o pecado não são permitidos, mesmo sob a bandeira do amor, tolerância e unidade. Pode haver muita coisa que seja louvável em uma igreja. Ela pode ter um ministério eficaz, pode ser uma igreja grande, e até mesmo ser benquista na sociedade. Contudo, a imoralidade e a falsa doutrina, se não forem confrontadas, trarão o julgamento do Senhor da Igreja.80 Os mesmos sete elementos constituem a carta a Tiatira: o correspondente, a igreja, a cidade, o louvor, a admoestação, a ordem e o conselho.

I. O Correspondente (Ap 2.18) 18

Ao anjo da igreja em Tiatira escreve: Estas coisas diz o Filho de Deus, que tem os olhos como chama de fogo e os pés semelhantes ao bronze polido:

Como se observa em todas as sete cartas, Cristo escolheu as melhores frases que se harmonizam com cada igreja. Neste caso, as frases escolhidas focalizam o seu papel de juiz divino. Ele é o Filho de Deus. A expressão “Filho de Deus” enfatiza a divindade de Cristo, ressaltando a verdade de que Ele está em essência com o Pai (cf. Jo 5.18). Na visão registrada no capítulo 1, Jesus Cristo foi descrito como o Filho do Homem (1.13). Esse título enfatiza Sua humilhação, Sua identificação com os crentes como seu misericordioso Sumo Sacerdote (Hb 2.17-18). Porém, nesta passagem, o Senhor Jesus é identificado como Filho de Deus (a única vez que essa frase aparece em Apocalipse), a ênfase não está na sua humildade, mas na sua divindade, porque a sua abordagem à igreja em Tiatira não é de misericórdia como um Sumo Sacerdote, mas como um juiz divino. Não é uma mensagem de conforto, mas uma mensagem de advertência. Além disso, o comentarista Simon Kistemaker diz que, a expressão é também relevante para a sociedade pagã daqueles dias, a qual considerava César e Apolo,

80

MacArthur, J. (1999). Revelation 1-11 (94). Chicago: Moody Press.

Igreja Presbiteriana em Tabuazeiro – 2010/2011

51


O Livro de Apocalipse – Rev. Jocarli A. G. Junior

igualmente, como filhos de deuses. Jesus, porém, é um e único Filho de Deus, que está acima todos os demais deuses.81 Ele tem os olhos como chamas de fogo. Isto é, sua visão vê tudo, nada pode ser disfarçado, coberto, ou escondido dEle (cf. Ap 19.12, Dn 10.6). Uma igreja pode se sentir satisfeita consigo mesma, ter uma boa reputação na comunidade, ou mesmo com outras igrejas. Mas o olhar penetrante do Senhor Jesus Cristo vê-la como ela realmente é. Ele tem os pés como bronze polido. Como é uma lembrança de Apocalipse 19.15, onde se diz de Cristo que “pisa o lagar do vinho do furor da ira de Deus, o TodoPoderoso”. Os pés de Cristo que brilham como bronze polido retrata a sua pureza e santidade, como Ele pisoteia a impureza. Esta descrição aterrorizante do Senhor Jesus deve ter criado choque, consternação e medo quando esta carta foi lida para a congregação de Tiatira. Nas palavras do apóstolo Pedro: “Porque a ocasião de começar o juízo pela casa de Deus é chegada...” (1Pe 4.17).82

II. A Igreja (2.18a) 18

Ao anjo da igreja em Tiatira escreve...

Assim como as igrejas de Esmirna e Pérgamo, a Bíblia não registra a fundação da igreja em Tiatira. De acordo com Atos 16.14, “Uma mulher, chamada Lídia, da cidade de Tiatira, vendedora de tecidos de púrpura, temente a Deus”, foi convertida sob o ministério de Paulo em Filipos. O verso 15 registra que os membros de sua família também foram batizados. É possível que Lídia e sua família participassem no início da igreja em Tiatira. Todavia, o mais provável é que a igreja foi fundada como uma extensão do ministério de Paulo em Éfeso (Atos 19.10).

III. A Cidade (2.12b) 18

Ao anjo da igreja em Tiatira...

Tiatira (moderna Akhisar na Turquia) era uma cidade fortificada e situada a cerca de quarenta milhas a sudeste de Pérgamo. Ela ficava no caminho entre Pérgamo e Sardes, na Lídia (ou às vezes em Mísia), no rio Lico. Fundada como uma cidade helenística por Seleuco I em 300 a.C., ela havia desenvolvido diversas corporações industriais e comerciais, antes do primeiro século.83 Em 190 a.C. os romanos conquistaram a cidade, a qual, por causa de sua localização num vale plano, tinha 81

KISTEMAKER, Simon. Comentário do Novo Testamento, Apocalipse. São Paulo: Editora Cultura Cristã, 2004, p. 184. 82 MacArthur, J. (1999). Revelation 1-11 (97). Chicago: Moody Press. 83 Achtemeier, P. J., Harper & Row, P., & Society of Biblical Literature. (1985). Harper's Bible dictionary. Includes index. (1st ed.) (1069). San Francisco: Harper & Row.

Igreja Presbiteriana em Tabuazeiro – 2010/2011

52


O Livro de Apocalipse – Rev. Jocarli A. G. Junior

pouca proteção contra forças superiores. Como vimos, Tiatira ficava junto às maiores rotas, o que estimulava seu crescimento econômico. Além disso, os artesãos locais produziam uma variedade de mercadoria, porquanto eram padeiros, pintores, curtidores, marinheiros, oleiros e obreiros em lã, linho e metal (principalmente cobre); e havia escravos revendedores.84 Tiatira era um centro industrial controlado por associações, isto é, uniões comerciais. Ao contrário de Pérgamo e Esmirna, Tiatira não era um centro religioso importante. Todavia, as associações prestavam homenagem aos deuses pagãos Apolo e Artemis. Os membros da associação eram obrigados a assistir a festa em honra desses deuses, comer carnes em seus templos e transigir em promiscuidade sexual. O não cumprimento dessas regras significava expulsão da união comercial, falta de emprego e pobreza. Os cristãos que se recusassem a honrar os deuses pagãos, a comer carne sacrificada a um ídolo e a envolver-se em imoralidade sexual comprometiam suas necessidades materiais. Eram considerados como abolidos da sociedade.85 Os cristãos enfrentavam o dilema de atender as festas ou, eventualmente, perder o seu sustento.

IV. O Elogio (2.19) 19

Conheço as tuas obras, o teu amor, a tua fé, o teu serviço, a tua perseverança e as tuas últimas obras, mais numerosas do que as primeiras.

Como havia feito com as igrejas em Éfeso e Pérgamo, Jesus Cristo elogiou a igreja em Tiatira antes de admoestá-los. Ele garantiu que não havia esquecido seus atos virtuosos (cf. Hb 6.10), vejamos: a) A igreja era marcada pelas obras - Os cristãos de Tiatira eram extremamente ocupados! Havia trabalho na igreja. b) A igreja era marcada pelo amor - O que faltava em Éfeso havia em Tiatira. A igreja possuía a maior das virtudes, o amor (1Co 13). c) A igreja era marcada pela fé - Confiança em Deus. Os cristãos verdadeiros em Tiatira eram fiéis e consistentes (cf. v. 25). d) A igreja era marcada pela perseverança - A igreja passava pelas provas com firmeza. Aqueles que são fiéis perseveram na fé (cf. Mt 16.24-26, 24.13). e) A igreja era marcada pelo progresso espiritual - As últimas obras da igreja eram mais numerosas que as primeiras. Seu trabalho amoroso foi se tornando mais consistente, e sua perseverança fiel cada vez mais forte (2Pe 1.8).

84

KISTEMAKER, Simon. Comentário do Novo Testamento, Apocalipse. São Paulo: Editora Cultura Cristã, 2004, p. 185. 85 KISTEMAKER, Simon. Comentário do Novo Testamento, Apocalipse. São Paulo: Editora Cultura Cristã, 2004, p. 186.

Igreja Presbiteriana em Tabuazeiro – 2010/2011

53


O Livro de Apocalipse – Rev. Jocarli A. G. Junior

Mas, apesar dessas evidências de vida e testemunho cristão, a igreja de Tiatira tinha sérios problemas.86

V. A Admoestação (2.20-23) 20

Tenho, porém, contra ti o tolerares que essa mulher, Jezabel, que a si mesma se declara profetisa, não somente ensine, mas ainda seduza os meus servos a praticarem a prostituição e a comerem coisas 21 sacrificadas aos ídolos. Dei-lhe tempo para que se arrependesse; ela, 22 todavia, não quer arrepender-se da sua prostituição. Eis que a prostro de cama, bem como em grande tribulação os que com ela 23 adulteram, caso não se arrependam das obras que ela incita. Matarei os seus filhos, e todas as igrejas conhecerão que eu sou aquele que sonda mentes e corações, e vos darei a cada um segundo as vossas obras.

A igreja de Éfeso odiava as obras dos nicolaítas (2.6); a igreja de Pérgamo permitia que os nicolaítas vivessem em seu meio (2.15); porém, a igreja de Tiatira tolerava a doutrina fraudulenta no seio da congregação. O problema não era externo, mas interno, os lobos cruéis estavam dentro da igreja (cf. Atos 20.29-30). Uma igreja que tolerava os ensinos de Jezabel. “Tenho, porém, contra ti o tolerares que essa mulher, Jezabel...” O nome Jezabel se refere à esposa do rei Acabe. Ela instou com Acabe a cultuar o deus pagão Baal, bem como a deusa Asera, e a construir um templo e um poste sagrado (1Rs 16.31-33; 21.25; 2Rs 9.30-37). A mulher de Tiatira é mencionada com o nome da esposa do rei Acabe, e ela se autodenominava profetisa. Ela persuadia a igreja a envolver-se em relações sexuais ilícitas nos templos pagãos e ali comer o alimento que fora oferecido a um ídolo. Ela recebe o nome de Jezabel, porque sua homônima no Antigo Testamento persuadia Israel a cultuar a outros deuses. A intenção dos seguidores de Balaão (v. 14), dos nicolaítas (vv. 6, 15) e de Jezabel é a mesma: enganar o povo de Deus, persuadindo-os a adotar o estilo de vida que lhes permitiria ser aceitos no mundo e a manterem sua membresia na igreja. Ao acomodarem-se ao estilo de vida que uma associação comercial requeria, os membros da igreja não mais teriam que temer ser desterrados. O Senhor, porém, diz: “Ninguém pode servir a dois senhores” (Mt 6.24; Lc 16.13). Ao que Tiago acrescenta: “Adúlteros, vocês não sabem que a amizade com o mundo é inimizade com Deus?” (Tg 4.4). Um Deus que não tolerava o pecado Jezabel. É interessante que, antes de Jesus tratar a igreja com juízo, a confronta em misericórdia (v. 21). O Senhor, graciosamente concedeu a profetisa de Tiatira tempo de se arrepender. Deus é longânimo. Ele dá tempo para que o pecador se arrependa. Porém, Jezabel não se arrependeu. Como disciplina, Jesus Cristo declarou que iria fazê-la prostrar-se em uma cama. É provável que a cama se refira à morte e ao inferno, o lugar de descanso para aqueles que se recusam a se arrepender. 86

Walvoord, J. F., Zuck, R. B., & Dallas Theological Seminary. (1983-c1985). The Bible knowledge commentary : An exposition of the scriptures (2:937). Wheaton, IL: Victor Books.

Igreja Presbiteriana em Tabuazeiro – 2010/2011

54


O Livro de Apocalipse – Rev. Jocarli A. G. Junior

Um Deus que não tolera o pecado dos que se envolveram com Jezabel (v. 22). O julgamento divino estava prestes a cair, não só em Jezabel, mas também sobre aqueles que cometem adultério com ela. O Senhor ameaça lançá-los em grande tribulação. O Senhor não ameaça mandá-los para o inferno, como fez com a falsa profetisa. Ele promete levantar graves disciplinas físicas, possivelmente até a morte (cf. 1Co 11.30; 1João 5.16), a menos que se arrependam de seus atos. Um Deus que não tolerava o pecado dos discípulos de Jezabel (v. 23). Os filhos de Jezabel não eram filhos biológicos, mas espirituais. A igreja tinha cerca de quarenta anos, quando João escreveu, de modo que seus falsos ensinamentos tinham influenciado uma segunda geração. Assim como fez com Ananias e Safira, o Senhor ameaça disciplinar esses seguidores de Jezabel com pestilência (literalmente “matá-los com a morte”). Era tarde demais para Jezabel, seu coração estava endurecido no pecado sem arrependimento. Mas o Senhor Jesus Cristo misericordiosamente adverte seus discípulos a se arrependerem enquanto havia tempo. Um Deus que não tolerava o pecado recebe a glória de Sua igreja. Cristo receberia glória quando julgasse a Jezabel e seus seguidores. Quando isso acontecesse, todas as igrejas saberiam que Ele é “Aquele que sonda mentes e corações”. Essa frase oferece mais uma confirmação da divindade de Cristo, pois é usada no Antigo Testamento, em referência a Deus (1Cr 28.9; Sl 7.9, Pv 24.12, Jr 11.20, 17.10, 20.12). Depois de julgar Tiatira, as igrejas foram advertidas contra o mal de tolerar o pecado. Eles também perceberiam que nada pode ser escondido do olhar penetrante do Senhor das igrejas. Um Deus que não tolerava o pecado também conforta os verdadeiros crentes. Os verdadeiros crentes na igreja de Tiatira que não tinham seguido os falsos ensinos de Jezabel serão tratados por Deus conforme as suas obras. O julgamento de Cristo será baseado nas ações de cada pessoa. Em Mateus 7.16, Jesus disse dos falsos profetas: “Pelos seus frutos os conhecereis...” Falando de Sua segunda vinda, Jesus advertiu: “Porque o Filho do Homem há de vir na glória de seu Pai, com os seus anjos, e, então, retribuirá a cada um conforme as suas obras”. (Mt 16.27, Ap 22.12). Deus é o justo juiz “que retribuirá a cada um segundo as suas obras” (Rm 2.6). Paulo escreveu sobre o seu adversário Alexandre, o latoeiro, “O Senhor lhe retribuirá segundo as suas obras” (2Tm 4.14). O julgamento deve começar pela casa de Deus (1Pe 4.17). Mas o julgamento de Cristo reflete as ações de cada pessoa, uma realidade que deve trazer medo para aqueles que ensinam e praticam a falsa doutrina, mas conforto e esperança para aqueles cuja fé é genuína.87

87

MacArthur, J. (1999). Revelation 1-11 (103). Chicago: Moody Press.

Igreja Presbiteriana em Tabuazeiro – 2010/2011

55


O Livro de Apocalipse – Rev. Jocarli A. G. Junior

VI. A Ordem (2.24-25) 24

Digo, todavia, a vós outros, os demais de Tiatira, a tantos quantos não têm essa doutrina e que não conheceram, como eles dizem, as 25 coisas profundas de Satanás: Outra carga não jogarei sobre vós; tãosomente conservai o que tendes, até que eu venha.

Após a condenação, Cristo estendeu uma palavra de exortação para o remanescente piedoso que existia na igreja de Tiatira, o que implica que o restante da igreja era apóstata.88 Cristo tem uma palavra especial aos cristãos consagrados. Para os verdadeiros crentes que não tinham experimentado o conhecimento mais profundo alegado pelos hereges, Cristo disse, “Outra carga não jogarei sobre vós”. Mas para não ficarem excessivamente confiantes, Cristo exorta-os, “tão somente conservai o que tendes, até que eu venha” (cf. 1Co 10.12). Perseverança é a marca dos santos. O uso da palavra “conservar” (krateō, apegar) indica que não seria fácil, significa manter cuidadosamente e fielmente.89 Mas em um sentido mais amplo, todos os crentes devem “se agarrar ao que é bom” (Rm 12.9), até o retorno de Cristo.

VII. O Conselho (2.26-29) 26

Ao vencedor, que guardar até ao fim as minhas obras, eu lhe darei 27 autoridade sobre as nações, e com cetro de ferro as regerá e as 28 reduzirá a pedaços como se fossem objetos de barro; assim como 29 também eu recebi de meu Pai, dar-lhe-ei ainda a estrela da manhã. Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas.

Ao vencedor (ou seja, o verdadeiro cristão, 1Jo 5.5) que guardar até ao fim as minhas obras... (em contraste com aqueles no v. 22 que praticavam as obras más de Jezabel) até o fim (obediência inabalável marcas de um cristão genuíno), Cristo promete duas coisas, vejamos: O vencedor vai receber autoridade sobre as nações. A promessa, tirada do Salmo 2.7-9, é de participação no reino celestial. Em vez de desprezo, teremos uma posição de honra. Àqueles que permaneceram fiéis a Cristo, apesar de terem sido agredidos e desprezados nesta vida irão governar com Ele em Seu reino. Eles irão exercer autoridade sobre as nações, governando-os com uma vara de ferro (cf. Ap 12.5; 19.15). O vencedor vai receber a estrela da manhã. A segunda promessa feita ao vencedor é a dádiva da estrela da manhã. Este termo aparece uma vez mais no livro de Apocalipse, onde Jesus o aplica a si mesmo: “Eu sou a raiz e o descendente de Davi, a 88

Walvoord, J. F., Zuck, R. B., & Dallas Theological Seminary. (1983-c1985). The Bible knowledge commentary : An exposition of the scriptures (2:937). Wheaton, IL: Victor Books. 89 Strong, J. (1996). The exhaustive concordance of the Bible : Showing every word of the test of the common English version of the canonical books, and every occurence of each word in regular order. (electronic ed.) (G2902). Ontario: Woodside Bible Fellowship.

Igreja Presbiteriana em Tabuazeiro – 2010/2011

56


O Livro de Apocalipse – Rev. Jocarli A. G. Junior

brilhante estrela da manhã” (22.16). Ou seja, o povo de Deus será identificado de maneira tão próxima com Cristo que ele “pertencerá” aos que são seus!90 O vencedor não apenas receberá o corpo glorioso e brilhará como as estrelas no firmamento, mas também, vão conhecer a Cristo, a estrela da manhã na sua plenitude. Cristo prometeu aos crentes a Si mesmo em toda a Sua plenitude: “Porque, agora, vemos como em espelho, obscuramente; então, veremos face a face. Agora, conheço em parte; então, conhecerei como também sou conhecido” (1Co 13.13). Os santos governarão com Cristo e brilharão com fulgor como estrelas.

Conclusão: “Aquele que tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas”, é uma incumbência para se prestar atenção à mensagem da carta à igreja de Tiatira. Esta carta não foi apenas para Tiatira, é para a igreja contemporânea também. Três verdades importantes se destacam. Em primeiro lugar, esta carta revela a gravidade da prática e tolerância ao pecado, e que Deus julgará o pecado na igreja. Segundo, um padrão de obediência é a marca dos verdadeiros cristãos. Finalmente, a graciosa promessa de Deus para os Seus é que, apesar das lutas contra o pecado e o erro nas igrejas, eles vão experimentar toda a plenitude de Cristo, o vencedor reinará eternamente com Cristo. As igrejas, como Tiatira, que se recusam a ouvir a mensagem irão receber o julgamento divino, aqueles que dão atenção a sua mensagem irão receber a bênção divina. Você tem ouvido a voz de Deus?

90

WIERSBE, Warren W. Comentário Bíblico Expositivo. São Paulo: Editora Geográfica, Vl: 6, 2006, 733.

Igreja Presbiteriana em Tabuazeiro – 2010/2011

57


estudo 07