Page 1

São Paulo, 21 de Abril de 2013

IV Domingo do Tempo Páscal - Ano C www.ipbcocaia.blogspot.com.br

N° 0034

I G R E J A P R E S BI T E R I A N A P E N I E L D O PA R Q U E R E S I D E N C I A L C O C A I A

Tema Anual: “Alegrei-me quando me disseram: Vamos à Casa do Senhor! ”

Rua vereador José Gomes de Moraes Neto, 57 - Pq. Res. Cocaia - CEP - 04849-030 - São Paulo - SP

O Bom Pastor

B

O

L

No itinerário do Tempo Pascal, nos deparamos com a figura de Jesus como o Bom Pastor. Durante a Páscoa é possível compreender com maior entendimento esse mistério da fé. “O bom Pastor dá a vida por suas ovelhas” - Vida que foi dada numa cruz, onde a paixão de nosso Deus por nós transbordou. Essa entrega pelos seus não se dá apenas durante seu ministério terreno, onde deixou tudo o que possuía neste mundo para fazer a vontade do Pai, mas transcende todo o ato humano de entrega, dando-se por seu povo numa cruz, onde redimiu todo o pecado daqueles que escolheu para seu rebanho. Jesus Cristo ressurreto é a figura plena do Bom Pastor, somente Ele pode nos conduzir como um pastor conduz um rebanho. As ovelhas se caracterizam por serem animais que precisam de muitos cuidados, quase não enxergam muito longe e dependem de um guia para conduzí-las e trazê-las de volta ao caminho, restituí-las ao rebanho. Não é à toa que somos comparados às ovelhas na palavra de Deus, pois somos tão indefesos e dependentes de d’Ele, como são as ovelhas de um bom pastor. A palavra ainda diz que o

Bom Pastor conhece suas ovelhas, e elas também o conhecem e ouvem o que Ele diz. A ovelha que faz parte do rebanho do Senhor, seu povo chamado para fora desse mundo, parte de seu Corpo, ouve e pratica a Palavra do Senhor. Você tem dado ouvidos à Palavra e posto em prática aquilo que ouve do Senhor durante sua leitura bíblica e nos cultos prestados a Ele? Se você faz parte desse rebanho peça ao Bom Pastor que te mantenha nesse Caminho, pois Ele terá todo o prazer em te buscar, seja onde você estiver. Cristo nos ama e caso nós não nos encontremos debaixo de seu cajado Ele irá nos conduzir de volta para seu rebanho de amor. Se você ainda não o conhece e não faz parte desse rebanho, abra seu coração para o amor desse Bom Pastor, que dá a vida por suas ovelhas. Tenha fé em seu sacrifício, tendo plena certeza de que Ele nos reconciliou com o Pai através de sua morte na cruz. Assim, confessando-O com seus lábios, será parte integrante desse rebanho que Ele separou para Si, antes da fundação do mundo. William de Almeida Santos

SERVIÇOS SEMANAIS QUARTA.............................................................................................. Culto nos Lares - 20h SÁBADO.......................................................................................... Consultar Agenda/Blog DOMINGO......................................................................................... Escola Bíblica - 16h30 DOMINGO........................................................................................................Culto - 18h30 E

T

I

M

D

O

M

I

N

I

C

A

L


São Paulo, 21 de Abril de 2013

IV Domingo do Tempo Páscal - Ano C

www.ipbcocaia.blogspot.com.br

PAINEL PENIEL

Os privilégios de ser ovelha do Bom Pastor

Quais são os privilégios de ser ovelha do bom, grande e supremo Pastor? O Salmo 23 nos fala sobre três importantes verdades. Vamos, aqui, considerá-las: 1. O Pastor das ovelhas (Salmo 23.1) – “O Senhor é o meu pastor; nada me faltará”. Duas verdades são aqui destacadas: A primeira é que o nosso pastor é divino. Ele é o Deus auto-existente, onipotente, onisciente e onipresente. Ele é o Deus da aliança, o Deus de toda a graça, o nosso criador, sustentador e salvador. Nele nos movemos e existimos. A segunda verdade é que o nosso pastor é pessoal. Ele é o meu pastor. Ele tem conosco uma relação pessoal. Ele nos conhece e nos chama pelo nome. Ele vela por nós, cuida de nós e supre todas as nossas necessidades. 2. A provisão das ovelhas (Salmo 23.2-5) – A ovelha é um animal indefeso, míope e incapaz de cuidar de si mesma. Ela necessita do cuidado do pastor. O texto em tela nos fala sobre quatro provisões que a ovelha recebe do pastor. A primeira provisão é o descanso (v. 2). O Senhor nos faz repousar em pastos verdejantes e nos leva para as águas de descanso. Ele não apenas nos provê alimento e água, mas também nos dá paz no vale. Ele não apenas nos dá o que necessitamos, mas ele mesmo nos conduz à suas fontes de provisão, fazendo-nos descansar. A segunda provisão é a direção (v. 3). O nosso Pastor nos guia pelas veredas da justiça. Se fôssemos abandonados à nossa própria sorte, entraríamos pelos atalhos perigosos e escorregadios do engano. Se seguíssemos as inclinações do nosso coração, certamente, caminharíamos por trilhas sinuosas que desembocariam em lugares de morte. Mas, o nosso Pastor nos guia pelas veredas da justiça. A terceira provisão é a consolação (v. 4). Na jornada da vida há muitos perigos. A vida cristã não é uma colô-

VISITANTE! B

O

L

E

nia de férias. Cruzamos desertos inóspitos e vales escuros. Atravessamos rios caudalosos e precisamos andar sobre pinguelas estreitas. Porém, mesmo que andemos pelo vale da sombra da morte não precisamos temer mal algum, porque o nosso Pastor está conosco. Sua presença é o antídoto para o nosso medo. A quarta provisão é a vitória (v. 5). O nosso Pastor não apenas caminha conosco diante das dificuldades, mas nos dá vitória contra os inimigos. Ele prepara uma mesa para nós diante dos nossos inimigos. Ele nos honra, ungindo nossa cabeça com óleo e nos dá alegria abundante, fazendo o nosso cálice transbordar. 3. O futuro das ovelhas (Salmo 23.6) – A ovelha de Jesus tem um “passado” passado a limpo. Somos lavados em seu sangue e remidos por sua morte vicária. A ovelha de Jesus tem um presente seguro, uma vez que bondade e misericórdia são como duas escoltas que nos ladeiam todos os dias da nossa vida. Bondade é o que Deus nos dá e não merecemos. Misericórdia é o que Deus não nos dá e nós merecemos. Ele nos dá graça quando merecíamos juízo. Ele suspende o castigo e nos abençoa quando merecíamos ser punidos. A ovelha de Jesus tem, também, um futuro glorioso, pois, depois que a sua jornada terminar neste mundo, irá habitar na Casa do Senhor para sempre. A morte não pode nos separar do nosso Pastor. Ele preparou-nos um lugar, uma casa, um lar, uma pátria. O céu é nosso destino. Estaremos para sempre com ele. Reinaremos com ele. Desfrutaremos de sua bendita companhia para sempre e sempre num lugar onde não haverá choro, nem pranto nem dor. Oh! Quão felizes são as ovelhas do Bom, Grande e Supremo Pastor! Rev. Hernandes Dias Lopes

S u a P r e s e n ç a mu it o n o s a l e g r a . Vo l t e s e mp r e ! “Na casa de meu Pai há muitas moradas. Se assim não fora, eu vo-lo teria dito. Pois vou preparar-vos lugar”. - O Evangelho Segundo João 14.2. T

I

M

D

O

M

I

N

I

C

A

L


São Paulo, 21 de Abril de 2013

IV Domingo do Tempo Páscal - Ano C

www.ipbcocaia.blogspot.com.br

Motivos de Oração - Igreja de Cristo na Terra. - Bairro no qual estamos e vizinhos. - Terreno para a congregação. - Equipe pastoral. - Conselho. - Mesa Administrativa. - Igreja Presbiteriana de Interlagos. - Igreja Presbiteriana de Vila Natal. - Missionários. - Cristãos Perseguidos. - Governantes do País. - Agradecer pela liberdade provisória dos mis. presos no Senegal. - Pelos patrões da Beth. - Pela cirurgia da Angela.

O SOPRO DE DEUS O sopro de Deus em nós Nos dá força ao enfrentar cada mau dia Nos dá alegria para viver falando de sua graça Nos mais belos dias. O Sopro de Deus em nós é nossa luz na escuridão É a força que nos guia No Caminho da Salvação.

Avisos: - Quarta-feira 24, culto na casa da Anailza. - 20h. - Dia 28, às 16h, reunião da Mesa Administrativa da Congregação. - Dia 11, Culto de Sáb. às 19h30. - Dia 18, das 11h às 21h, Dia do Jovem Presbiteriano no Mackenzie, traga 1k de alimento não perecível. - Dia 25/26, Vigília da Ss. Trindade às 23h. - Dia 26, Culto comemorativo pelo Dia do Jovem Presb. na Peniel.

O sopro de Deus em nós Nos dá Amor Sentimento que supera dias maus E qualquer dor. O sopro de Deus em nós nos livra do caminho errado Nos guia para longe do pecado.

Por que sou dizimista?

O sopro de Deus em nós É o Espírito Santo Que nos guia e nos protege Em qualquer canto.

“Sou dizimista porque amo a obra de Deus na face da terra”. (Malaquias 3.10)

Devocional da Semana

Lucas Alves do Nascimento

2° - At 11.1-18; Sl 41; Jo 10.1-10. 3° - At 11.19-26; Sl 86; Jo 10.22-30. 4° - At 12.24-13.5a; Sl 66; Jo 12.44-50. 5° - 1Pd 5.5b-14; Sl 88; Mc 16.15-20. 6° - At 13.26-33; Sl 2; Jo 14.1-6. Sáb. - At 13.44-52; Sl 97; Jo 14.7-14.

Acesse: http://hernandesdiaslopes.com.br/

Aprendendo sobre a Bíblia com os Catecismos de Westminster 14 – O que é pecado? R: Pecado é qualquer falta de conformidade com a lei de Deus, ou qualquer transgressão dessa lei. Ref.: 1 I Jo 3.4; Tg. 4.17; Rm 3.23. B

O

L

E

T

I

M

D

O

M

I

N

I

C

A

L


São Paulo, 21 de Abril de 2013

E.B.D - Oração inicial - Leitura: At 9.36-43 Sl 23 (U) Ap 7.9-17 Jo 10.22-30 (L) - Oração por iluminação hino n° 276 - Oração de gratidão hino n° 396 hino n° 279 - Divisão das classes Pastor Rev. Valter Lopes Terrão Tel: 5928-9734 Cel: 9-6579-8261

Seminarista Magnilson Reis Marcos

Cel: 9-5020-4581 Diáconos Luciano de Almeida Valverde Tel: 5528-1062 Cel: 9-7603-2058 Paulo Lopes Terrão

Tel: 5933-1021

Paulo José da Silva Tel: 5976-2524

B

O

L

IV Domingo do Tempo Páscal - Ano C www.ipbcocaia.blogspot.com.br

Liturgia

Liturgia de Abertura - PRELÚDIO hino n° 151 - AVISOS vide página 3 - LEITURA DA PALAVRA Eclesiastes 3.1-8 Liturgia de Adoração - ATO DE CONTRIÇÃO Vim para Adorar-Te - OFERTÓRIO Faz Chover Oração diaconal Tua Senhor é a Força - ATO DE INTERCESSÃO Liturgia da Palavra - SAÍDA DAS CRIANÇAS hino n° 367 Culto infantil: Bê - PRÉDICA Sem. Magnilson Reis Marcos Liturgia de Despedida - ABRAÇO DA PAZ Bom Estarmos Aqui - ORAÇÃO FINAL -TRÍPLICE AMÉM

E

T

I

M

D

O

M

I

N

I

C

A

L

Boletim n° 0034 - 21/04/2013  

IV Domingo do Tempo Pascal.

Advertisement