Page 1

São Paulo, 17 de Fevereiro de 2013

I Domingo da Quaresma - Ano C www.ipbcocaia.blogspot.com.br

N° 0025

I G R E J A P R E S BI T E R I A N A P E N I E L D O PA R Q U E R E S I D E N C I A L C O C A I A

Tema Anual: “Alegrei-me quando me disseram: Vamos à Casa do Senhor! ”

Rua vereador José Gomes de Moraes Neto, 57 - Pq. Res. Cocaia CEP - 04849-030 - São Paulo - SP

Quaresma - Tempo de Conversão

B

O

L

tando-se de Deus através da oração. É baseado nessa preparação de Jesus para seu ministério, que os cristãos primitivos viram a necessidade de se preparar para a Páscoa. O jejum, ao contrário do significado que ganhou após a Reforma, era uma prática constante na vida dos cristãos primitivos, mas que foi banalizada quando se tornou uma forma imposta de obter perdão de pecados. Jesus nos mostra que deixar as coisas desse mundo de lado para nos alimentar de Deus é muito bom! O Jejum nos aproxima de Deus, tornando-nos fortes para enfrentar as tentações vindouras, não porque deixamos de comer, mas porque ganhamos intimidade com Deus, se de fato procuramos Deus nesse período. Invocavit, como é conhecido o primeiro Domingo da Quaresma em Latim, palavra retirada do Salmo 91.15, nos mostra a necessidade de buscar a Deus, relacionar-se intimamente com Ele, pois Ele nos responderá. Orar pedindo conversão, mesmo que já tenhamos nos encontrado com Jesus e sua graça irresistível, é necessário para que haja arrependimento em nossos duros corações. Matar a velha criatura é a grande mensagem da Quaresma, para que possamos desfrutar da vida trazida pela Páscoa.

Na última quarta-feira teve início a Quaresma, os quarenta dias que precedem a Páscoa, maior celebração cristã. Criada na Igreja Primitiva como forma de preparar os catecúmenos para receber o batismo na festa da Páscoa, a Quaresma é marcada como um tempo de conversão, arrependimento, reflexão, oração e jejum. Tudo isso para que possamos desfrutar de todas as maravilhas trazidas pela mensagem da Páscoa, a maior boa-nova da nossa história. É importante sabermos que a Quaresma não surgiu para que os pecados do carnaval fossem pagos, como espalham por aí alguns evangélicos ignorantes. Mas o contrário, a festa do Carnaval surgiu por causa das restrições de comer-se carne durante a Quaresma. Como já disse outra vez, a festa que nasceu para alimentar o pecado da gula, passou a alimentar todos os outros. Esse breve esclarecimento é essencial para desmistificar nossos preconceitos sobre a Quaresma. No primeiro Domingo da Quaresma, (os Domingos não são contados entre os 40 dias, pois cada Dia do Senhor, o Domingo, é uma pequena páscoa, celebrando a vitória de Jesus sobre a morte e o pecado), aprendemos com Jesus a nos alimentar de Deus. Abstendo-se de alimento por 40 dias, esteve no deserto alimen-

William de Almeida Santos

ATIVIDADES SEMANAIS QUARTA.............................................................................................. Culto nos Lares - 20h SÁBADO.......................................................................................... Consultar Agenda/Blog DOMINGO......................................................................................... Escola Bíblica - 16h30 DOMINGO........................................................................................................Culto - 18h30 E

T

I

M

D

O

M

I

N

I

C

A

L


São Paulo, 17 de Fevereiro de 2013

I Domingo da Quaresma - Ano C

www.ipbcocaia.blogspot.com.br

PAINEL PENIEL

A cada a semana um irmão é convidado a discorrer sobre a vida cristã...

Quando falamos que amamos a Deus, nós também afirmamos que amamos o nosso próximo, caso você não ama o próximo, você também não ama a Deus. (1 João 4:8). Mas o engraçado em falar que você ama o próximo é que a primeira coisa que passa na mente é literalmente o seu próximo, quem ta mais perto de você ao passar do tempo, aquele que você amaria mesmo sem ser o mandamento de Jesus. Mas amar assim é fácil, nem precisa ser mandamento! Em nossas profissões de fé, confessamos Deus como nosso único Deus, fazemos um compromisso com Ele e com a igreja, e toda a igreja também se compromete; ou mesmo até antes da profissão de fé, quando aceitamos Jesus como nosso salvador na nossa conversão, nos comprometemos a daquele momento a diante amar o próximo, a todos. Jesus nos deixou isso como mandamento (Mc 12:29-30), e foi nosso modelo. Não é possível para nós sermos iguais a Jesus, mas nosso dever é tentar. Porque só Jesus foi capaz de nos mostrar o amor verdadeiro, como diz Camões, o amor platônico. E devemos com esse amor ser luz nesse mundo de escuridão. Com esse amor, devemos adubar a nossa terra, para sermos fértil e consequentemente, ajudar o nosso redor. Se amamos o próximo, usamos Jesus como nosso modelo, e confessamos Deus como nosso Senhor, somos Santos

VISITANTE! B

O

L

E

(separados), seremos árvores que da do bom fruto, e seremos reconhecidos por esse bom fruto. Em Lucas (6: 43-45) somos comparados a árvores. E os homens são conhecidos pelo fruto que é dado. “O homem bom, do bom tesouro do seu coração tira o bem, e o homem mau, do mau tesouro do seu coração tira o mal...”. Se somos santos (separados), nos purificamos (por meio do Espírito Santo), e se nos purificamos, o Espírito Santo nos santifica. E quando somos santificados, em nossa vida como árvore, damos os frutos do Espírito (Gl 5: 22-23). Deixando o Espírito Santo “adubar a nossa terra”, sendo santificados, seremos reconhecidos pelos nossas bons frutos, faremos a diferença em nosso meio como Jesus quer, amando do jeito que ele mandou. Jesus veio ao mundo e amou a todos, mesmo sendo humilhado, morreu na cruz para salvar quem não merece, Ele carregou nas costas todos os nossos pecados, pagou a nossa dívida. Se Jesus, filho de Deus, foi capaz de nos amar e nos perdoar a esse ponto, é nosso dever amar o próximo e dar os frutos do Espírito. Que Deus nos ajude! Ana Paula Fernandes

S u a P r e s e n ç a mu it o n o s a l e g r a . Vo l t e s e mp r e ! “Na casa de meu Pai há muitas moradas. Se assim não fora, eu vo-lo teria dito. Pois vou preparar-vos lugar”. - O Evangelho Segundo João 14.2. T

I

M

D

O

M

I

N

I

C

A

L


São Paulo, 17 de Fevereiro de 2013

I Domingo da Quaresma - Ano C

www.ipbcocaia.blogspot.com.br

No seu chamado Deus escolhe cada um para uma açao e todos para unidos ser uma naçao

O Chamado

O chamado preparado pelo proposito de Cristo designado uns falam como ninguém outros tocam como Davi mas juntos formam o corpo de Cristo reunido ali

Motivos de Oração - Igreja de Cristo na Terra. - Bairro no qual estamos e vizinhos. - Terreno para a congregação. - Equipe pastoral. - Conselho. - Mesa Administrativa. - Igreja Presbiteriana de Interlagos. - Igreja Presbiteriana de Vila Natal. - Compromisso com a Palavra de Deus. - Missionários. - Cristãos Perseguidos. - Governantes do País. - Missionários presos no Senegal. - Pela jovem família da Rafaela, Naiara e do Alex, que passam por problemas. - Pela Larissa, patroa da Beth, que encontra-se com câncer na tireioide.

Avisos

- Quarta-feira 20, o culto será na igreja. 20h - Sáb. 23 - Curso para professores de EBD. - Sáb. 23, ensaio do coral p/ cantata da Páscoa - 19h30.

Outros cuidam das crianças e pessoas doentes,Deus os manda para perto e longe para que durante as afliçoes plantam sementes do seu evangelho nesses coraçoes

Por que sou dizimista? “Sou dizimista porque amo a obra de Deus na face da terra”. (Malaquias 3.10)

Devocional da Semana

O chamado a cada um designado Deix a por Deus cada dia mais capacitado chamado que da vontade de deix ar tudo largado e dedicar se a essa obra que quanto mais trabalho tem mais crescimento vem.

2° - Lv 19.1-2,11-18; Sl 18; Mt 25.31-46. 3° - Is 55.10-11; Sl 33; Mt 6.7-15. 4° - Jn 3.1-10; Sl 50; Lc 11.29-32. 5° - Sl 137; Mt 7.7-12. 6° - 1Pd 5.1-4; Sl 22; Mt 16.13-19. Sáb. - Dt 26.16-19; Sl 118; Mt 5.43-48.

Aniversariante:

20 - William de Almeida Santos

Lucas Alves Nascimento

Bênção!

Recebemos da Igreja Batista Regular em Sumarezinho, um belíssimo piano que por 40 anos serviu aquela igreja e agora fará parte da nossa história!

Aprendendo sobre a Bíblia com os Catecismos de Westminster 5 – Há mais de um Deus? R: Há um só Deus, o Deus vivo e verdadeiro. Ref.: Dt. 6.4; Jr. 10.10 B

O

L

E

T

I

M

D

O

M

I

N

I

C

A

L


São Paulo, 17 de Fevereiro de 2013

E.B.D - Oração inicial - Leitura: Dt 26.1-11 Sl 91.1-2, 9-16 Rm 10.8b-13 Lc 4.1-13 - Oração por iluminação hino n° 070

hino° 335

Liturgia

Liturgia de Abertura - PRELÚDIO hino n° 067 - AVISOS vide página 3 - LEITURA DA PALAVRA Exodo 33.14-19

- Divisão das classes

Eu Creio em Jesus

- ATO DE INTERCESSÃO Eu só Confio no Senhor

Pastor Rev. Valter Lopes Terrão Tel: 5928-9734 Cel: 9-6579-8261

Evangelista Magnilson Reis Marcos

Cel: 9-5020-4581 Diáconos Luciano de Almeida Valverde Tel: 5528-1062 Cel: 9-7603-2058 Paulo Lopes Terrão

Tel: 5933-1021

Paulo José da Silva Tel: 5976-2524

O

www.ipbcocaia.blogspot.com.br

Liturgia de Adoração - ATO DE CONTRIÇÃO Me Derramar

- Oração de gratidão

B

I Domingo da Quaresma- Ano C

L

Liturgia da Palavra - SAÍDA DAS CRIANÇAS hino n° 359

Culto infantil: Paula Cristina

- PRÉDICA Sem. Magnilson Reis Marcos - OFERTÓRIO Tributo a Jeová Oração diaconal Aliança Liturgia de Despedida - ORAÇÃO FINAL - TRÍPLICE AMÉM E

T

I

M

D

O

M

I

N

I

C

A

L

Boletim n° 0025 - 17/02/2013  

I Domingo da Quaresma

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you