Page 159

Problemas sociais complexos e governação integrada

B. Contributos com implicações práticas B.1. Uma proposta de estrutura de Matriz GovInt / WCFI Plus Como já foi referido, reconhece-se o mérito e a robustez do WCFI, que serviu de base aos estudos de caso, mas identificaram-se algumas limitações e lacunas. Para além das já referidas, a mais relevante neste contexto decorre do facto de não contemplar e ponderar no modelo de análise as interações entre os vários domínios e fatores, ignorando uma das caraterísticas mais importantes quer da complexidade, quer da governação integrada: as relações/interações. Assim, a partir da revisão da literatura, dos estudos de caso, da análise crítica do WCFI propõe uma nova abordagem que se pode designar por “Matriz GovInt”, no sentido em que estrutura um olhar matricial de inter-relações entre fatores críticos de sucesso identificados e as questões que se colocam a partir daí. Poder-se-ia, também, designar por “WCFI Plus” porque acolhe todos os fatores deste indexXXXI, e acrescenta-lhes alguns outros que parecem ser relevantes, expandindo assim a estrutura inicial. Aprofundando o conceito desta matriz (Tabela XVI), ela encontra-se dividida em quatro domínios, correspondentes cada um deles a um dos fatores críticos de sucesso (Liderança, Comunicação, Participação e Monitorização/Avaliação) e agregam quarenta fatores específicos a ter em conta. O peso específico de cada domínio em termos de número de fatores específicos considerados é diferente, com um predomínio da Liderança (32,5%), seguido da Participação (25%) e da Avaliação ou Comunicação (22,5%), o que está alinhado com o peso superior que é dado ao papel da Liderança, quer na Teoria da Vantagem Colaborativa331, quer nos dados do estudo empírico, através dos estudos de caso. Cada fator específico está formulado sob a forma de pergunta, num modelo claramente vocacionado para aplicação sob a forma de questionário ou de guião de entrevista. Tal como acontece com o WCFI, propõe-se que cada fator seja pontuado de 0-5 (escala ascendente de “0 – inexistente”, até “5 – excelente/totalmente presente”, em termos de resposta positiva à questão colocada). Esta escala permitirá percecionar a situação em cada fator, funcionando os maus resultados (com resultado menor que 3) como indicador-alerta para a necessidade da rede colaborativa de governação integrada em causa agir urgentemente sobre esse fator específico. XXXI Embora organizados de uma outra forma.

157

Profile for Instituto Padre António Vieira

Problemas Sociais Complexos e Governação Integrada  

Esta publicação resulta de uma versão resumida e atualizada da tese de doutoramento de Rui Marques “Problemas Sociais Complexos e Governação...

Problemas Sociais Complexos e Governação Integrada  

Esta publicação resulta de uma versão resumida e atualizada da tese de doutoramento de Rui Marques “Problemas Sociais Complexos e Governação...

Profile for ipav
Advertisement