Page 124

Rui Marques

Esta leitura introduz uma nova interpretação do conceito de especialização. Enquanto a visão clássica da especialização implica um modelo vertical no qual os profissionais desenvolvem a sua competência ao longo do tempo, e ascendem degrau a degrau, na sua especialidade, a visão de “atravessamento de fronteiras” sugere que a especialização também se desenvolve quando os profissionais colaboram horizontalmente através de diferentes setores de atividade264. Mas, se é necessário ter pessoas que assumam esta função de mediação e de conexão, também se revela necessário ter organizações com o mesmo perfil. Referidas na literatura como boundary organizations, estas fazem pontes entre diferentes mundos sociais e organizacionais, como é o exemplo da ciência e das políticas. Produzem decisões ou produtos que refletem os contributos de diversos pontos de vista, envolvem a participação que atravessa fronteiras entre várias instituições e são capazes de co-construir e partilhar novo conhecimento, a partir de conhecimento explícito e tácito de diferentes atores265.

3.5.7. Monitorização e avaliação em contextos de governação integrada A abordagem dos modelos de governação integrada tem procurado dar atenção à avaliação sobre “o que funciona?”, inspirada mais pelo pragmatismo dos resultados baseados em evidências, mais do que no enquadramento ideológico das políticas. A lógica desta avaliação procura começar por estabelecer critérios que são, neste contexto, sempre de natureza mista, objetivos e subjetivos, capazes de responder às agendas das várias partes interessadas. Depois, há que construir referenciais/padrões mediante os quais se possa avaliar, sabendo que aqui se começam a manifestar dificuldades, dadas as múltiplas interações que impedem análises lineares de causalidade. A terceira etapa inclui a capacidade de medir o desempenho, face aos critérios e aos referenciais, procurando evidenciar o valor acrescentado face a um eventual cenário de não-intervenção, bem como a contribuição de cada parceiro para esse resultado. Finalmente, é esperada a capacidade de avaliar os impactos a partir dos dados recolhidos, interpretando-os e atribuindo-lhes um significado no quadro do processo colaborativo266. Os processos de avaliação podem estar focados no retorno do investimento feito (value-for-money evaluation) numa perspetiva bastante economicista, em termos de eficiência e de eficácia, recorrendo a análises de custo/benefício, entre outras. 122

Profile for Instituto Padre António Vieira

Problemas Sociais Complexos e Governação Integrada  

Esta publicação resulta de uma versão resumida e atualizada da tese de doutoramento de Rui Marques “Problemas Sociais Complexos e Governação...

Problemas Sociais Complexos e Governação Integrada  

Esta publicação resulta de uma versão resumida e atualizada da tese de doutoramento de Rui Marques “Problemas Sociais Complexos e Governação...

Profile for ipav
Advertisement