Page 133

Problemas Sociais Complexos: Desafios e Respostas

É fundamental desenvolver atividades que permitam ouvir as pessoas – dar-lhes voz - e ativar a sua participação na sociedade. A participação é um processo que vai para além da auscultação, uma vez que o fim último é produzir mudança social. O mesmo se aplica à delineação de políticas públicas dirigidas a este segmento da população. A criação de “Conselhos Consultivos” onde as pessoas idosas pudessem participar e apresentar propostas de resolução de problemas, poderá ser uma solução. A Participação tem vários níveis, e, provavelmente, numa primeira etapa, é mais fácil construir processos de ativação da participação ao nível micro, nas instituições, nas associações, nas autarquias, nos centros de saúde, entre outros. Para começar este processo é essencial que os profissionais saibam gerir processos de participação, que os respeitem e que os terminem. Foram dados vários exemplos, tais como ao nível das respostas sociais/projetos onde poderão ser implementadas dinâmicas de animação, que permitam que as decisões possam ser tomadas pelas pessoas idosas, onde se fomente o exercício do uso da figura da reclamação, baseado na consciencialização de direitos; poderão ser utilizadas fichas de diagnóstico do utente sobre gostos, preferências, expectativas, histórias de vida, competências, saberes, interesses; deve ser realizada a avaliação da satisfação dos utentes com as respostas e serviços. Aos grandes dependentes deve, também, ser possível participar. Para isso podem ser criadas respostas inovadoras, que podem passar pelos audiovisuais, pelo recurso ao voluntariado.

Combate aos estereótipos Há uma imagem negativa sobre o envelhecimento na sociedade. O conceito está ligado a preconceitos e estereótipos que urge combater. Há que trabalhar a imagem das pessoas idosas na sociedade, promovendo a transmissão de uma imagem positiva desta população. A sociedade vê muitas vezes as pessoas idosas como inúteis, um peso social e ligadas ao passado. É necessário alterar estas imagens, erradicando-as e substituindo-as por imagens mais positivas e reais sobre o papel importante que as pessoas idosas têm na sociedade aos mais diversos níveis. A escola e os meios de comunicação podem e devem ter um papel ativo na desconstrução dos estereótipos e representações sociais ligados ao envelhecimento. 133

Profile for Instituto Padre António Vieira

Problemas Sociais Complexos - Atas da conferência  

Problemas Sociais Complexos - Atas da conferência  

Profile for ipav
Advertisement