Page 3

qual é a sua?

Paixões complementares O gosto por ler e escrever começou na adolescência e levou Ulisses de Aguiar a lançar seu primeiro livro no ano passado. Ele acredita que escrita e leitura são fundamentais ao exercício do Direito, profissão que escolheu.

perfil Ulisses de Aguiar cursa o 4º ano de Direito. Já participou de diversos concursos de música, poesia e redação, que despertaram o interesse pela escrita. Para ele, a atividade é essencial ao estudante e ao operador do Direito.

check in Personalidades inspiradoras | Clóvis Beviláqua, Thomas Marky, Machado de Assis, Olavo Bilac, Robert Louis Stevenson, Arthur Schopenhauer, Hermann Hesse, Garry Kasparov, Torkom Saraydarian Autores | Washington de Barros Monteiro, Giselda Maria Fernandes Hironaka, Hely Lopes Meirelles, Cândido Rangel Dinamarco Livrarias | Cultura, Nobel e Saraiva

Gostou? Veja mais no Portal www.usjt.br, Central de Mídia, no link do Jornal São Judas.

Ulisses de Aguiar realizou um sonho de infância ao ingressar na Faculdade de Direito, o que não ofuscou sua outra paixão, a escrita. No final do ano passado, lançou o livro “O Diário do Caçador” pela editora Novo Século, exposto na 22ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo e no Fantasticon 2012, simpósio de literatura fantástica realizado desde 2007. No livro, seis viajantes, em busca de aperfeiçoamento interior, partem em uma aventura pelo globo, ingressando em templos secretos de conhecimento. “Leitor, personagens e natureza caminham juntos por um enredo de mistérios, segredos e suspense, realçado por traços históricos, culturais e mitológicos”, conta Ulisses. Ao longo dos anos de escola, além de ter sido apresentado a noções de literatura, Ulisses teve a oportunidade de participar de concursos de música, poesia e redação, que propiciaram o florescimento da atividade. O aluno acredita que o gosto pela leitura e pela escrita e o consequente exercício do raciocínio são essenciais ao estudante de Direito. “Ler, escrever e exercitar o raciocínio são orientações fundamentais ao operador do Direito. Além disso, sinto-me muito bem quando escrevo e, sob essa ótica, o desenvolvimento do livro, desde sua idealização, permitiu que eu me conhecesse ainda melhor. Cada capítulo que se delineava reforçava não apenas uma paixão, mas o verdadeiro amor pela escrita e pelo aperfeiçoamento do raciocínio – como as jóias descritas por Olavo Bilac, em Profissão de Fé”, diz. Após a conclusão do curso, Ulisses pensa em publicar outros livros, pois já tem rascunhos e pesquisas para aperfeiçoar. “Gosto bastante de escrever sobre a natureza e as lições que podemos extrair de sua delicadeza, generosidade e sabedoria, algumas das qualidades que mais docemente falam ao coração e ao raciocínio. Assim, imagino que os próximos livros versarão nessa linha de romance.” O aluno pretende conciliar a atuação na área do Direito e a produção literária. “A potencial realização de um sonho repousa, sobretudo, na paixão e na determinação de realizá-lo – elementos que, necessariamente, orientam o caminho se o destino é sincero e para o bem”, finaliza. março _ 2 0 1 3

3

Profile for Interconectados São Judas

Jornal São Judas Edição 188  

Jornal mensal da Universidade São Judas

Jornal São Judas Edição 188  

Jornal mensal da Universidade São Judas

Advertisement