Issuu on Google+

Ano 8 – Número 62 – Outubro de 2013

Nossa Voz Distribuição Gratuita

In f or m at i v o

RESPONSABILIDADE SOCIAL

Felizes as crianças que aprendem desde cedo o valor da solidariedade e da partilha Outubro de 2013

Página 7 01 1


Nossa Mensagem

Tempos de mudanças (parte 6)

EXPEDIENTE Diretor Pe. Lorival João Back,scj Jornalistas Responsáveis Elisângela Borges – MTb 51.973 Bruno Lourenço – MTb 62.799 Designer gráfico Rejane Souza Impressão Jetgrafia – Gráfica e Serviços Tiragem 17.000

120

Fale conosco: Envie sugestões, opiniões, dicas para: imprensa@imsjt.org.br www.imsjt.org.br Para doações: Bradesco - ag. 2818-5 | c/c 11.000-0 Itaú - ag. 0150 | c/c 73.410-1 Instituto Meninos de São Judas Tadeu Associação Dehoniana Brasil Meridional Av. Itacira, 2801 – CEP.: 04061-003 Planalto Paulista – São Paulo (SP) (11) 5586-8666

Outubro de 2013

Padre Lorival João Back, scj é dehoniano da Congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus, gaúcho de Crissiumal décimo filho e de Albrecht e Casilda Back. É especialista em Psicopedago atuou em comunidade gia e sempre s de vulneração social. Dedicou os primeiros anos de seu sacerdócio na região Alegre do Pindaré missionária Alto (MA). Depois, na Paróquia trabalhou São José de Americanóp em São Paulo olis, (SP), onde foi pároco por seis anos, e na coordenação das pastorais sociais da Diocese de Santo Amaro Desde 2005 é diretor do Instituto (SP). de São Judas Meninos Tadeu. Neste livro, quis registrar com transparênci ele históricos e a a os fatos bela experiência de Deus testemunhad do amor pessoas generosas. a na vida de tantas

Terêzia Dias, nascida em Belo Horizonte (MG) em 1951, é jornalista, a primeira dos seis filhos de Dimas e Célia da Silva Dias e mãe de dois filhos. Trabalha muitos anos há na imprensa católica, tendo atuado na revista revista IRaoPovo Família Cristã, na como redatora e, mais recentemente, do departament comunicação o de do Instituto Meninos de São Judas Tadeu. Ao escrever em parceria com o pe. João esse livro Back, ela pretendeu, sobretudo, mostrar bondade e a união das pessoas como a construir uma podem sociedade mais humana e solidária. justa,

Nossa miss

ão

Acolher, amparar e situação de educar crianças risco e de alcancem vulnerabilidade , adolescentes e jovens em o pleno exercíci pessoal e social, a responsabilidad o de sua cidadan ia e despert fim de que e social e em-se a solidari edade humana para a .

“Do lado

Nossa míst ica

aberto de

(Padre Dehon

Amor restaur

Cristo na

– fundador

Amor Gratuidade Solidariedade Fraternidade

ador

cruz, nasce

da Congrega

o

ção dos Padreshomem de coração do Sagrado novo” Coração de Jesus).

Nossos valo res Integridade Bondade Acolhida

Responsabilidad Sinceridade e Generosidade Cidadania

Terêzia Padre Lorival Dias João Back, scj

Padre Lorival João Back,scj Diretor do IMSJT

Com a promulgação do ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente), alguns meses antes da posse de pe. Aurélio Mariotto, scj, seu período à frente da obra social foi marcado por novas mudanças no estilo de administração e novas exigências legais. O IMSJT (Instituto Meninos de São Judas Tadeu) nessa época acolhia internamente mais de 200 meninos, o que não condizia com o “atendimento personalizado e em pequenos grupos” exigido pela nova lei. Contudo, mesmo em meio a pressões para que a instituição atendesse grupos menores, de 10 a 15 crianças, o estilo do IMSJT foi tolerado por um bom tempo pelas autoridades. Conheça mais lendo o livro: “Uma história de amor e doação” Uma histó ria de amo r e doação

O sonho de abrir a Creche Sagrado Coração de Jesus é uma realidade que caminha para a concretude. Passado quase um ano de que anunciei esse novo projeto do IMSJT, as adaptações do prédio que a sediará entram agora em fase final. Assim, continuamos contando com sua colaboração. Acompanhe na recepção do IMSJT (Instituto Meninos de São Judas Tadeu), no site, nas redes sociais e em nosso informativo todas as etapas da implantação de nossa Creche Sagrado Coração de Jesus. Outra bela novidade: depois de passar por uma intensa reforma, inauguraremos dia 4 de outubro, às 15h, a Capela Bom Pastor, nova capela da Creche Padre Gregório Westrupp, no Brooklin. Você e sua família são nossos convidados. Aproveito o momento para partilhar com você, benfeitor, outra imensurável alegria. No primeiro semestre do ano, enviamos a nosso querido papa Francisco uma correspondência com materiais do IMSJT. Qual não foi nossa surpresa ao recebermos sua resposta de agradecimento por meio de uma carta, da qual transcrevo um belo trecho: “Rezo por todas as crianças e todos os adolescentes atendidos pelo Instituto Meninos de São Judas Tadeu, ao mesmo tempo que paternalmente exorto aos padres dehonianos que assistem a essa obra social, bem como a todos os colaboradores, a procurarem viver sempre mais como um discípulo missionário, reconhecendo que cada bati-

zado é um Campo da Fé – um Campus Fidei – de Deus, que deve estar pronto a responder ao chamado de Cristo: ‘Ide e fazei discípulos entre todas as nações’ (cf. Mt 28,19).” Imbuídos desse estímulo do Sumo Pontífice, no mês de setembro fizemos aqui no IMSJT uma preparação rápida a fim de melhor vivenciarmos o mês de outubro, que é para nós, Igreja Católica, o mês missionário. A semana missionária acontecerá entre os dias 29 de setembro e 6 de outubro. Visitaremos as famílias de nossos atendidos das comunidades Mauro I, Mauro II e Jurandir. Somos a grande família IMSJT, portanto, funcionários, religiosos, seminaristas, voluntários, benfeitores e atendidos, assumindo nossa vocação batismal, somos missionários do Senhor. “Deixem as crianças virem a mim, porque o Reino de Deus pertence a elas” (cf. Lc 18,16) é o texto inspirativo. Nesse sentido, peço suas orações e sua participação. É tempo favorável, é tempo de graça!!! Confio, neste mês missionário, você, benfeitor, e toda sua família a Nossa Senhora Aparecida e a São Judas Tadeu, que festejamos neste mês de outubro. Sinta-se abençoado com a bênção que o papa Francisco nos concedeu por meio de sua carta a nós do IMSJT: “Como penhor de conforto, contínua assistência e graças divinas, concedo-lhes uma particular Bênção Apostólica.”

Arquivo IMSJT

Estimado benfeitor,

Nossa Historia

Capa-A_Histori

a_do_IMSJT-04

.indd 1

Terêzia Padre Loriva Dias l João Back,

scj

“Esta história d décadas, regad tantas lágrimas do e iluminad a por sorrisos vitoriosom por si mesma. Cont autores, pe. Loriva Back e Terêzia Dias, palavras e nomes às p e aos fatos, aos sentim e aos atos. E aqui está, resultado, um lindo li Padre Mariano Weizenmann,scj

“O Instituto Meninos d São Judas Tadeu singular, entre é um oá outros, qu restaura a vida das adolescentes criança na cidade de e jovens São Paulo. Ele nasceu e vive como fruto da vida Congregação e da ação da dos Sagrado Coração Padres do de Jesus – Dehonianos, que faz pelas crianças, adolescen tes e jovens o que pela sociedad lhes é negado e e pelo Estado.” Dom Tomé Ferreira da Silva

15/02/2012

IMSJT nas redes:

Twitter: www.twitter.com/imsjt Facebook: www.facebook.com/imsjt.digital YouTube: www.youtube.com/imsjtdigital

Convênios:

Congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus Todos os direitos reservados. Permitida a reprodução desde que mencionado a fonte. As matérias assinadas são de responsabilidade de seus autores.

MISSAS E ATENDIMENTO RELIGIOSO Missas: • Segunda a sexta-feira, às 10h • Sábado, às 10h e 17h • Domingo, às 10h, 12h e 17h30 • Dia 21 – missa em memória de pe. Gregório, às 10h • Dia 28 – missa em honra a São Judas Tadeu, às 10h, 14h30, 17h e 20h Adoração: • Quarta-feira, às 19h e missa às 20h • Sexta-feira e sábado, das 9h às 10h Bênçãos e confissões: • Diariamente, das 10h às 18h

Batizados e Casamentos: • Informações na recepção do IMSJT ou pelo telefone (11) 5586-8666.

13:34:


Nossa Estrutura

Está nascendo uma nova unidade:

Creche Sagrado Coração de Jesus O prédio que abrigará a nova creche do IMSJT (Instituto Meninos de São Judas Tadeu), no bairro de Americanópolis, está passando por reformas. A primeira parte foi dedicada a adaptações na estrutura física, na elétrica e na hidráulica. A próxima parte será o espaço externo.

Perspectiva final

12 de outubro

Crianças Dia

das

As crianças e as flores se assemelham muito. As flores são beijos que a terra oferece aos céus, e as crianças são beijos de amor que Deus envia para a terra. Frei Anselmo Fracasso


Nossa Gente

Desafiadora tarefa de coordenar

Ao se ultrapassar a visão simplista de que o papel de uma creche é acolher crianças apenas para brincarem enquanto os pais trabalham, uma realidade bem diferente será conhecida. É possível descobrir que muitas pessoas trabalham para que todas as crianças se desenvolvam integralmente. A Marta Canaam é uma dessas pessoas. Seu trabalho na Creche Padre Gregório Westrupp, como coordenadora pedagógica de Educação Infantil, consiste em planejar, acompanhar, orientar e mediar todas as atividades realizadas no dia a dia da unidade, junto com toda a equipe escolar, levando as crianças aos desenvolvimentos físico, psíquico, espiritual, afetivo e cognitivo. Marta é formada em pedagogia, tem especialização em Orientação Escolar de 1º e 2º graus e Didática, pós-graduação em Administração de Recursos Humanos e está quase concluindo outra pós-graduação em Psicopedagogia Clínica e Institucional; e na Creche Padre Gregório trabalha há sete anos. Faz parte da história da unidade. Acompanhou toda sua reestruturação, desde a celebração do convênio com a Prefeitura de São Paulo, e acompanha agora a nova fase pela qual a creche passará, com a inclusão do berçário. “Passar de 110 para 143 crianças atendidas, incluindo berçário, é um desafio, sem dúvida nenhuma, mas caminharemos com muita tranquilidade, pois sabemos dos passos que precisam ser dados.” O trabalho com as crianças de berçário é diferente, explica Marta, pois os bebês precisam de estimulação constante, em todos os aspectos. “O atendimento com eles precisa ser muito mais amoroso, sereno e seguro, por parte de toda equipe escolar, com cuidado maior e atenção redobrada. Mas tudo vale a pena. Nossa garra e nossa determinação em atender cada vez melhor continuarão maiores diante de novos desafios propostos. Afinal, essa é a nossa missão!”, ressalta. Outro benefício destacado por Marta é que o berçário virá fortalecer o trabalho já realizado e que para as famílias será muito melhor, pois as crianças frequentarão por mais tempo a creche. 140

Outubro de 2013

Em seu dia a dia, tem a responsabilidade de organizar e realizar reuniões com pais e professores, providenciar material didático e pedagógico, proporcionar momentos de formação contínua para professores e com toda a equipe da unidade escolar, organizar passeios, momentos festivos de confraternização entre a comunidade escolar e a família, elaborar cardápio semanal das refeições junto às cozinheiras – seguindo as orientações das nutricionistas –, acompanhar a visita da supervisão, procurar seguir suas orientações e buscar sempre trabalhar em consonância com a direção. Agregada a todo esse trabalho, a atenção de Marta também está sempre voltada a tudo que acontece a seu redor na creche. “Estou sempre atenta às necessidades apresentadas tanto pela equipe, quanto pelas crianças e suas famílias.” Quando se trabalha com amor, empenho e responsabilidade, grandes resultados são alcançados. Após tantos anos de trabalho na Creche Padre Gregório, Marta possui várias histórias marcantes de superação, mas esta “representa a dedicação de toda nossa unidade escolar, refletindo assim o quanto trabalhamos em equipe”, que é a história de uma pequena criança com hidrocefalia que chegou à creche em 2010. A mãe da criança contou que a menina precisaria andar até julho daquele ano, pois só assim não precisaria fazer uma cirurgia. Para atender essa criança, Marta fez um curso na APAE (Associação de Pais e Amigos Excepcionais) e levou todo o material para orientar a equipe da creche. E, diante de tanto empenho, a cirurgia não foi necessária, pois a criança andou no tempo esperado. “Isso nos dá a certeza de que podemos trabalhar com as diferenças, quando se têm o apoio e a colaboração de todos”. E hoje, quando a ex-aluna visita a creche, vem a maior gratificação que se pode receber. “O fato de trabalhar com criança me deixa muito realizada, pois faço meu trabalho com amor e dedicação. Trabalhar com crianças é um constante aprendizado. É maravilhoso! O que me deixa feliz é saber que faço parte desse processo de formação desses pequenos, que acredito que serão grandes homens e grandes mulheres no futuro”, encerra Marta.


Viver ao lado de um bichinho de estimação Nosso Convidado

Quais os benefícios de se ter um animal de estimação? Existem muitas pesquisas sobre os benefícios. Podemos destacar a redução do estresse, pois quando se acaricia o animal nosso organismo libera oxitocina e tanto o ser humano quanto o animal têm uma sensação de calma e bem-estar. Também se reduz o risco de problemas cardíacos; o dono de um cão que o leva para passear se torna menos sedentário, pois tem que fazer caminhadas regulares com ele. Auxilia no fortalecimento do sistema imunológico, no aumento da expectativa de vida, sem falar também no aumento do círculo social, já que um cachorro é sempre uma ótima desculpa para conversar com um desconhecido e assim conhecer novas pessoas. Como escolher o bicho de estimação? Seja ele cão, gato ou algum animal exótico, o que deve ser levado em consideração é o perfil da família. Todos os animais precisam de atenção, carinho, boa comida, água limpa e fresca, atividade física e um local adequado para ficar, longe de frio, chuva e calor excessivo. Também precisam estar em dia com a saúde, vacinas, vermífugos, anti parasitas sempre na data certa, para evitar problemas para os humanos também. Antes de comprar ou adotar um animal, pesquise sobre a espécie ou a raça, converse com pessoas que já tem um pet, e assim decida se esse animalzinho é o mais adequado para o estilo de vida que a sua família tem. Como deve ser a atividade física? O passeio é um exercício muito completo, porque além da caminhada o cachorro sente cheiro de coisas diferentes na rua, ouve diversos sons, pisa em texturas diferentes como grama, cimento, e encontra pessoas e cães. Caso os donos não tenham disponibilidade para passear com os cachorros, hoje existem serviços de passeador ou as creches caninas, que também são atividades muito bacanas. Já os gatos não devem sair na rua sem supervisão, pois principalmente nas grandes cidades correm riscos no trânsito. Como escolher a alimentação adequada? Varia conforme o tamanho e a idade de cada animal; para definir a mais indicada o ideal é conversar com o médico-veterinário. O cachorro adulto, por exemplo, deve se alimentar duas vezes por dia, já os filhotes devem comer de três a quatro vezes por dia até completarem um ano. Comida humana pode ser oferecida aos animais? Alguns legumes e frutas podem ser oferecidos sim, mas sempre com a indicação do veterinário, pois muitos alimentos fazem mal ao bichinho. A uva, por exemplo, é uma fruta deliciosa, mas contém uma substância não identificada que em alguns cães pode causar um problema renal. Qual a periodicidade correta de levar o animal ao veterinário? Um animal adulto deve ir pelo menos uma vez por ano, mas qualquer alteração de comportamento, de apetite, qualquer problema de pele, deve-se procurar o médico-veterinário para prevenir um problema maior. Como deve ser a higienização dos animais? Deve ser feita de acordo com cada tipo de animal, conforme o porte e o estilo de vida. De uma maneira geral, os banhos devem ser de 15 em 15 dias. O excesso de banho retira a oleosidade natural da pele e pode ser a causa de dermatites. Em cães

Divulgação

Malu Araujo ama animais e vive rodeada por eles; só cães ela tem vários. Como adestradora e consultora de comportamento na empresa Cão Cidadão, ela dá várias dicas e orientações para quem tem ou deseja ter um pet em casa.

e gatos com pelos mais longos a escovação deve ser diária, e os com pelos mais curtos podem ser escovados a cada dois dias, isso auxilia no controle do odor também. Há benefícios com a castração dos animais? Pesquisas comprovam a diminuição do risco de desenvolver problemas como câncer de mama nas fêmeas, hiperplasia de próstata nos machos, além de prevenir problemas de comportamento como a pseudociese, – que é a gravidez psicológica –, a agressividade por dominância, além de auxiliar no controle de uma gravidez não planejada. A castração é uma cirurgia, e deve ser realizada por um veterinário, e ele é a pessoa mais indicada para informar quando realizar esse procedimento. O latido dos cachorros é um sinal de comunicação? Sim, os cães latem para se comunicar. Eles podem latir quando se sentem sozinhos, para um estranho que se aproxima, para uma fêmea no cio, entre outras razões. Como cada latido é por motivos diferentes, o ideal é procurar o auxílio de um profissional de comportamento. A melhor maneira de se comunicar com eles é adestrando, para que eles consigam entender o que queremos, e também para que os donos aprendam a reconhecer os sinais que os animais nos dão. O dono deve, por exemplo, fazer massagem no seu animal com frequência, pois havendo qualquer alteração, qualquer mudança de comportamento ou reação, a dor será identificada com mais facilidade. Como ensinar o pet a fazer as necessidades fisiológicas em lugares apropriados? Primeiro se deve escolher um local para ser o banheiro dele. Esse ambiente deve ser longe do local onde fica a água, a comida e a caminha do pet; também não é recomendado que fique num local muito barulhento, pois eles precisam se sentir à vontade para usar o banheiro. Quando seu bichinho fizer xixi no lugar errado não dê bronca, ele ainda não aprendeu onde deve fazer, então, pegue ele e leve até o local correto; com a repetição, ele irá entender qual é o local certo; também toda vez que ele acertar o banheiro ofereça uma recompensa, elogie, dê um petisco, isso fará com que ele entenda mais rápido. Qual a melhor forma de educar o animal? Sempre com carinho e paciência. Eles são muito inteligentes e, independente da raça e da idade, aprendem em qualquer fase da vida, o principal é saber como lidar com ele. Leia, pesquise, procure ajuda de um especialista; você irá entender como se comunicar com ele e isso fará com que ele aprenda com mais facilidade. Muitas pessoas, em vez de comprar, procuram adotar animais abandonados. Para quem deseja adotar, quais são os procedimentos? Hoje o número de animais abandonados é bem grande mesmo, e todos merecem um bom lar, carinho e atenção. Para adotar, procure uma ONG. O Centro de Controle de Zoonoses da região, protetores independentes e até mesmo canis doam alguns animais. Vá conhecer o local e saber o que é preciso para adotar, cada um tem regras diferentes, então, o ideal é conversar mesmo, inclusive para ter mais informações sobre o animalzinho que você deseja.


Nossa Espiritualidade

Outubro Missionário

No mês de outubro a Igreja nos convida a rezar, refletir e ajudar as missões. São muitos padres, religiosos, religiosas, leigos e leigas que deixam suas casas, sua terra natal e vão para regiões distantes levar a Palavra de Deus, anunciando a Boa Nova do Reino de Deus. Também são pessoas que no dia a dia doam um pouco do seu tempo para levar a Palavra de Deus aos vizinhos e a outras famílias mais próximas. Ser missionária é próprio da Igreja, cada pessoa batizada se torna responsável pelo anúncio da Palavra de Deus. A Igreja, enviada por Deus a todos os povos para ser sinal universal de salvação, é a resposta obediente ao mandato de Jesus, procura incansavelmente anunciar o Evangelho a todos os homens. Se hoje acreditamos em Deus, se temos fé, é porque no passado pessoas deixaram suas terras e vieram para o Brasil anunciar o Evangelho. Ainda hoje são milhões de pessoas no mundo que não ouviram falar de Jesus e de seu Evangelho, a vontade do Senhor não foi cumprida “que todos os povos conheçam o Evangelho”. Nossa missão começa com nossas orações por todos os missionários e missionárias e se estende com nossa ajuda também material. O ardor missionário provocado em cada cristão e cristã, suscitado pelo próprio Espírito Santo, precisa encontrar pessoas, motivações, estruturas, projetos, ocasiões propícias para seu desenvolvimento. Todos os católicos são por ação do Espírito Santo missionários, têm que sair de si mesmos e levar a Palavra a outras pessoas e outros ambientes. A intenção de dedicar um mês às missões consiste em incentivar cada pessoa a se tornar missionário e missionária: “Quanto a você, arregace suas mangas, levante-se e diga a eles tudo o que eu mandar. Não tenha medo!” (Jr 1,17). O empenho em anunciar o Evangelho a todas as pessoas é sem dúvida alguma um serviço prestado à comunidade dos cristãos, bem como a toda a humanidade. Aqueles que acolhem com sinceridade a Palavra do Senhor e em virtude da fé que trazem em

160

Outubro de 2013

seu coração, sentem-se provocados, em nome desse mesmo Senhor, a pregar com palavras e com o testemunho a Boa Nova de Salvação. A ordem dada aos 12, “Ide, pregai a Boa Nova”, continua a ser válida ainda hoje para todos os cristãos. Cada pessoa batizada deve ter a consciência viva de que a Palavra do Salvador tem que ser conhecida por todos: “Eu devo anunciar a Boa Nova do Reino de Deus também a outras cidades, porque para isso é que eu fui enviado” (Lc 4,43). Essa missão deverá ser acolhida com alegria e de bom grado como São Paulo proclama: “Anunciar o Evangelho não é título de glória para mim; é, antes uma necessidade que se me impõe. Ai de mim, se eu não anunciar o evangelho” (1Cor 9,16). Evangelizar, para a Igreja, é levar a Boa Nova a todas as parcelas da humanidade, em quaisquer meio e condições, e por seu conteúdo transformar cada realidade a partir de dentro e tornar nova a própria humanidade: “Eis que faço de novo todas as coisas” (Ap 21,5). É o Espírito que impele a anunciar as grandes obras de Deus! “Porque se anuncio o Evangelho, não tenho de que me gloriar, pois que me foi imposta esta obrigação: ai de mim se não evangelizar!” (1Cor 9, 16). Aquele que foi evangelizado, por sua vez, evangeliza. ORAÇÃO MISSIONÁRIA Espírito Santo, que desceste sobre os Apóstolos e os fizeste anunciadores do Evangelho: derrama teus dons sobre cada um de nós e torna-nos sensíveis aos apelos e às necessidades de nossos irmãos; desperta em muitos corações (crianças, jovens e adultos...) o ideal missionário; dá força e coragem a todos quantos se entregam totalmente ao serviço da MISSÃO. Amém!

Padre Mário Marcelo Coelho,scj é dehoniano da Congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus, escritor e professor. Mestre em Zootecnia e doutor em Teologia Moral.

Divulgação

A Igreja católica no Brasil dedica o mês de outubro ao Rosário, às Missões e celebramos no dia 12 a festa de Nossa Senhora da Conceição Aparecida.


Nossas Noticias

Outubro de 2013

01 7


Nossa Dica

Como

comp

rar pe la internet

Uma compra virtual facilita nossa vida. Ganhamos tempo sem ter de enfrentar filas e sair de casa. Apenas com alguns cliques e dentro de alguns dias, recebemos o produto escolhido com comodidade em nossa residência ou em local escolhido. Todavia, para evitar transtornos é preciso ter alguns cuidados básicos: Desconfie se o valor do produto estiver muito abaixo do preço de mercado; Averigue se o site possui boa recomendação, pesquisando em sites de buscas se há reclamações dele; Veja se o site possui a imagem de um cadeado no canto superior da janela da página, esse é um dos sinais de confiabilidade;

Use um computador confiável e não computadores de terceiros ou de acesso público, como lan houses,, para evitar que os dados pessoais sejam gravados no sistema; Observe a localidade física da loja, pois se for de grande longitude talvez não seja tão vantajoso efetuar a compra, levando em consideração o tempo que o produto levará para chegar e também pelo alto valor do frete que você irá pagar ao final da compra.

A loja virtual precisa ter CNPJ, endereço e telefone. É interessante ligar para confirmar sua existência antes de se cadastrar e Pronto! Já está on-line? Então, boas compras! passar os dados pessoais, pois é através Rodrigo Lima é secretário do destes dados que agem os hackers; IMSJT e cursa bacharelado em Se180

Outubro de 2013

cretariado Executivo.


Informativo - Outubro 2013