Issuu on Google+

Ano 8 – Número 56 – Março de 2013

Nossa Voz em revista Distribuição Gratuita

In f or m at i v o

Compartilhamos as realizações alcançadas com o apoio de quem abraça nossa causa.

Edição Anual Março de 2013

01 1


Nossa missão só é possível se tivermos

pessoas do bem que

caminham conosco. Junte-se a nós e contribua para a melhoria da realidade social de crianças, adolescentes e jovens. Preencha a ficha cadastral, que se encontra na página 52, e encaminhe para nós.

(11) 5586-8666 120

Março de 2013


m

.

Nossa Mensagem Caríssimo benfeitor, Ao escrever este editorial, que abre mais uma edição anual do Informativo Nossa Voz em revista; mergulhado no silêncio que a ocasião requer devido ao gesto humilde da renúncia de Bento XVI, agora na expectativa da escolha do novo sumo pontífice, e olhando para tantos feitos do IMSJT (Instituto Meninos de São Judas Tadeu) no ano de 2012, é notório concluir: tudo aqui é resultado da confiança e da força de cada um de vocês! Nossa comemoração encontra beleza e sentido ao celebrar as maravilhas realizadas por meio da caridade, a qual brota do mistério pascal e de amor de Cristo, que doa sua vida para gerar vida plena. Assim é você, benfeitor, que, ao partilhar o que o amor sugere, gera mais vida ao próximo e assume a causa pela qual Jesus veio a este mundo: “para que todos tenham vida” (Jo 10,10). Precisamos ser testemunhas credíveis e alegres do Senhor ressuscitado. Nessa intenção, a fé é o vértice e a síntese da vida cristã. A Sagrada Escritura assim a define: “a fé é o fundamento da esperança, é uma certeza a respeito do que não se vê” (Hb 11,1). É como uma semente que precisa ser cultivada para que brote e produza bons frutos, porque “a fé, se não tiver obras, está completamente morta” (Tg 2,17). Daí a importância do Ano da Fé conclamado pela Igreja. Ele deve ser celebrado de forma digna e fecunda por todos os fiéis, pois nos leva, sobretudo, a redescobrir a beleza e a exigência de uma fé viva e compromissada. Esse compromisso também se espera dos jovens, dos quais é aguardado o envolvimento na Jornada Mundial da Juventude, seja acompanhando de casa ou peregrinando até o Rio de Janeiro (RJ). É momento de todos eles abrirem o coração para escutar o que Cristo deseja de cada um. Igualmente a Igreja quer ouvir os desejos dos jovens com seus carismas e seus dons. Será um grande encontro de fé, esperança e unidade. Sinergia, portanto, peculiar na construção do Reino de Amor. Digo como meu confrade pe. Zezinho,scj: “eu creio na força do jovem que segue o caminho de Cristo Jesus”. Este mês de março é especial ao IMSJT (Instituto Meninos de São Judas Tadeu) por ter a festa de seu patrono São José (19 de março), que foi escolhido como patrono de nossa obra por causa de sua relevância na vida de Jesus e na história da salvação. Deus propôs a José a mais importante missão que já foi confiada a um homem: ser esposo da Virgem Maria e pai adotivo do Messias. Por isso o fato de o IMSJT estar sob seu patrocínio nos dá a certeza de que temos um poderoso intercessor junto de Deus. Além disso, São José é para todos nós exemplo de fé, de esperança e de confiança em Deus. Os evangelhos falam pouco sobre ele, no entanto, dizem tudo o que é importante saber: “José, seu esposo, era homem de bem” (Mt 1,19) ou “um homem justo”. A ele pedimos neste mês: glorioso São José, rogai por nós! Para a Congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus, 14 de março é também uma data importante, pois é quando lembramos o aniversário de nascimento de pe. Leon Dehon, nosso fundador. Nós, dehonianos, escolhemos este para ser o Dia Mundial de Oração pelas Vocações Dehonianas, portanto, peço-lhe que se una a nós, rezando também nessa intenção. Dessa forma, está em suas mãos nossa edição anual do Informativo Nossa Voz em revista. Espero que desfrute conosco de cada página, pois você faz parte de nossa missão. Que Deus nos conceda a graça de caminhar com alegria na mesma caridade que levou Jesus a se entregar à morte seu amor por nós. Feliz Páscoa, querido benfeitor! Padre Lorival João Back,scj Diretor do IMSJT


EXPEDIENTE A revista é uma publicação anual do IMSJT. Diretor Pe. Lorival João Back,scj Jornalistas Responsáveis Elisângela Borges – MTb 51.973 Bruno Lourenço – MTb 62.799

S U M

Designer gráfico Rejane Souza Impressão Prol Editora Gráfica Ltda. Tiragem 28.000 Fale conosco: Envie sugestões, opiniões, dicas para: imprensa@imsjt.org.br www.imsjt.org.br Para doações: Bradesco - ag. 2818-5 | c/c 11.000-0 Itaú - ag. 0150 | c/c 73.410-1 Instituto Meninos de São Judas Tadeu Associação Dehoniana Brasil Meridional Av. Itacira, 2801 – CEP.: 04061-003 Planalto Paulista – São Paulo (SP) (11) 5586-8666 Convênios:

Congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus Todos os direitos reservados. Permitida a reprodução desde que mencionado a fonte. As matérias assinadas são de responsabilidade de seus autores.

MISSAS E ATENDIMENTO RELIGIOSO Missas: • Segunda a sexta-feira, às 10h • Sábado, às 10h e 17h • Domingo, às 10h, 12h e 17h30 • Dia 21 – missa em memória de pe. Gregório, às 10h • Dia 28 – missa em honra a São Judas Tadeu, às 10h, 14h30, 17h e 20h Adoração: • Quarta-feira, às 19h e missa às 20h • Sexta-feira e sábado, das 9h às 10h Bênçãos e confissões: • Diariamente, das 10h às 18h

Batizados e Casamentos: • Informações na recepção do IMSJT ou pelo telefone (11) 5586-8666.

4

Nossa História

6

Nossa Espiritualidade

8

Nossa Gente


M Á R I O 10

Nosso Voluntário

11

Nossos Benfeitores

12

Nosso Convidado

14

Nossa Estrutura

20

Nossas Notícias

48

Nossa Dica


Nossa Historia

Padre Greg贸rio Westrupp (1909 - 1983)

n a 30 i c e l a f

140

Mar莽o de 2013


p,scj

e d s o n o t n e m

AÇÃO D I L O S E CON D S O P ) e Gregório r d 6 a TEM p , E ) u T (PAR saveludas Tade

Padre Lorival João Back, scj é dehoniano da Congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus, gaúcho de Crissiumal e décimo filho de Albrecht e Casilda Back. É especialista em Psicopedagogia e sempre atuou em comunidades de vulneração social. Dedicou os primeiros anos de seu sacerdócio na região missionária Alto Alegre do Pindaré (MA). Depois, trabalhou na Paróquia São José de Americanópolis, em São Paulo (SP), onde foi pároco por seis anos, e na coordenação das pastorais sociais da Diocese de Santo Amaro (SP). Desde 2005 é diretor do Instituto Meninos de São Judas Tadeu. Neste livro, ele quis registrar com transparência os fatos históricos e a bela experiência do amor de Deus testemunhada na vida de tantas pessoas generosas.

Nossa mística Amor restaurador

“Do lado aberto de Cristo na cruz, nasce o homem de coração novo”

(Padre Dehon – fundador da Congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus).

Nossos valores

Amor Gratuidade Solidariedade Fraternidade

Capa-A_Historia_do_IMSJT-04.indd 1

Março de 2013

Integridade Bondade Acolhida

Responsabilidade Sinceridade Generosidade Cidadania

“Esta história de várias décadas, regada por tantas lágrimas doloridas e iluminada por muitos sorrisos vitoriosos, fala por si mesma. Contudo, os autores, pe. Lorival João Back e Terêzia Dias, deram palavras e nomes às pessoas e aos fatos, aos sentimentos e aos atos. E aqui está, como resultado, um lindo livro!” Padre Mariano Weizenmann,scj

“O Instituto Meninos de São Judas Tadeu é um oásis singular, entre outros, que restaura a vida das crianças, adolescentes e jovens na cidade de São Paulo. Ele nasceu e vive como fruto da vida e da ação da Congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus – Dehonianos, que faz pelas crianças, adolescentes e jovens o que lhes é negado pela sociedade e pelo Estado.”

Terêzia Dias Padre Lorival João Back, scj

tór “Uma his

Terêzia Dias, nascida em Belo Horizonte (MG) em 1951, é jornalista, a primeira dos seis filhos de Dimas e Célia da Silva Dias e mãe de dois filhos. Trabalha há muitos anos na imprensa católica, tendo atuado na revista Família Cristã, na revista IRaoPovo e, mais recentemente, como redatora do departamento de comunicação do Instituto Meninos de São Judas Tadeu. Ao escrever esse livro em parceria com o pe. João Back, ela pretendeu, sobretudo, mostrar como a bondade e a união das pessoas podem construir uma sociedade mais justa, humana e solidária.

Nossa missão

Acolher, amparar e educar crianças, adolescentes e jovens em situação de risco e de vulnerabilidade pessoal e social, a fim de que alcancem o pleno exercício de sua cidadania e despertem-se para a responsabilidade social e a solidariedade humana.

Uma história de amor e doação

s de São J ade. Incan o id in e n d e s M o ins uto 4 an SJT (Instit 983. Estava com 7 didas pela n M e I t a o s d a e ç t às crian les que o eiro de 1 os à fren e e n n u o a ja q v 3 e o A 3 d p l. s s o a ó ê r Ap da a une smo do m hou seu f foi dedica z nem me s 21 dias n a e o a a lv id p a v u t m e a o – c u c s s le a fa ão ras e de íamo muitas ob ande part e pesar, uma multid e não sab r u g m q , e e o t m s n a e ia r m a ca ns. ir, m om tristez vê-lo part le plantara se frutifi adolescentes e jove C e . d o ã r o iç d u a it t ee as, am mentes qu milhares de crianç continua a interce am sentir conhecer gório – é que as se tendendo no céu ele padre Gre s anos seguintes, a e a certeza de que do mpr são. ao longo dade e se u a s a nossa mis m e a : a c fi id , v s a ó ss o ndo o livro n le Em n r o is a p m ” a ção” Conheç eus Bom or e doa der ao “D ia de am Terêzia Dias Padre Lorival João Back, scj

Dom Tomé Ferreira da Silva

15/02/2012 13:34:24

01 5


Nossa Espiritualidade Para algumas pessoas a religião é uma opção absolutamente pessoal e vivida na mais total intimidade. Muitos resumem sua fé na relação Eu-Deus. Muitas canções insistem neste intimismo saturando de expressões como “meu Deus”, “Deus é bom pra mim”, “oh, meu Jesus”. Esta é apenas uma parte da autêntica experiência religiosa. Aliás, é bom que se diga logo que a palavra “religião” tem uma de suas origens etimológicas ligadas à expressão latina “re-ligare”, ou seja, estabelecer relação, comunhão, solidariedade. O Deus da fé judaica é bem diferente daqueles deuses gregos que costumavam se isolar no alto do Olimpo. A cultura religiosa pagã da antiga Roma colecionava deuses vaidosos, egocêntricos e com algo de perverso. No fundo eram projeções das misérias humanas. Era o ser humano criando deus à sua imagem e semelhança. A Revelação que encontramos na Bíblia subverte essa ordem. É Deus que imprime em nós a sua marca registrada: “Façamos o ser humano à nossa imagem e semelhança”. É isso mesmo que encontramos nas primeiras páginas da Bíblia: “Façamos”. Já ali temos uma insinuação daquilo que ficaria explícito no cristianismo e que professamos cada vez que fazemos o sinal da cruz. Deus é Pai, Filho, Espírito Santo. Deus é uma unidade plural. Não é solidão. É relação. Em sua mais profunda intimidade, Deus é solidariedade. O apóstolo João disse isso em sua carta de modo tão breve quanto completo: “Deus é amor”. O filósofo e teólogo Santo Agostinho explicitaria isso dizendo que o Pai é o amante, o Filho é o amado e o Espírito é o amor do Pai e do Filho. Teólogos do calibre de Santo Tomás 160

Março de 2013

Fé e solid de Aquino encontraram palavras complicadas para dizer a mesma verdade: entre as pessoas da Trindade existe uma pericórese. Traduzindo: uma ciranda de amor. É por essa e outras que a fé cristã é essencialmente solidária. Privatizar a fé provoca uma asfixia na alma e mata o verdadeiro espírito religioso. O IMSJT (Instituto Meninos de São Judas Tadeu) tem se especializado em oferecer aos benfeitores a oportunidade de exercitarem essa dimensão essencial da fé. Quando você participa desta comunidade solidária é certo que o mais beneficiado não é aquele que recebe sua caridade. Como já se disse, existe mais alegria em dar do que em receber. Infelizmente nem sempre é fácil praticar uma solidariedade saudável e segura. Você para em um semáforo e é constrangido a dar uma moeda. Mendigos profissionais já foram flagrados em nossas ruas. Ao lado existem os verdadeiros carentes. Como distinguir? É preciso todo um trabalho profissional com a ajuda de assistentes sociais e outros profissionais para dar credibilidade. É este um dos serviços que desde o tempo do pe. Gregório atrai os corações solidários para o IMSJT. Quando você faz sua doação, não é apenas um gesto social, humanitário. É um ato de fé. É uma forma de requalificação de sua vivência religiosa. A partir daí fica mais coerente rezar o pai-nosso. Percebeu? O Pai é nosso! Em Jesus somos irmãos. A oração que ele nos ensinou é rezada no plural. É prece de solidariedade. Mas se o Pai é nosso e está no céu, o pão também é nosso e temos que conquistar cada dia com o suor de nosso rosto. Mas o


ariedade

pão não é “meu”. Tudo o que temos recebemos Pense nisso cada vez que vier ao IMSJT de Deus para administrar por um tempo. Um dia e viva a mística da solidariedade. Quem dá voltaremos para o Pai sem nenhum de nossos aos pobres empresta a Deus. bens materiais. Levaremos apenas os tesouros que conseguimos depositar em nossa conta celeste por meio do bem que fizemos aos irmãos. João Carlos Almeida É uma atitude inteligente de quem partilha seus (Pe. Joãozinho,scj) é religioso da bens aqui na terra, juntando tesouros no céu. Congregação dos Padres do SagraO egoísmo, convenhamos, é uma atitude bem do Coração de Jesus, escritor, cantor e professor. É doutor em Teologia, pouco inteligente, pois, se não é bom ser pobre Educação e Espiritualidade. nesta terra, é trágico ser pobre no céu. Março de 2013

01 7


Nossa Gente

Nossos irmãos de caminhada

Apresentamos os três fratres que residem temporariamente na comunidade religiosa do IMSJT e que ajudam na administração da obra, no atendimento aos acolhidos, benfeitores, voluntários e funcionários, e na coordenação de algumas atividades. “Frater” é uma palavra latina que significa “irmão”. Aquele que ingressa na Congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus, antes de ordenar-se padre, passa por um longo caminho de preparação, a saber: Propedêutico, Filosofia, Postulantado, Noviciado, Tirocínio, Teologia. Dessa forma, os futuros sacerdotes dehonianos recebem o nome de frater após fazer a etapa do Noviciado, professando os votos de pobreza, castidade e obediência; e assim são chamados até ordenarem-se diáconos. Todo frater, neste período de Tirocínio, é encaminhado para uma comunidade religiosa, onde faz a sua experiência pastoral e congregacional.

Frater Crispim Teixeira Nascimento,scj, natural de Santa Inês (MA), é o quarto filho de uma família de sete irmãos. Frequenta a Igreja Católica desde menino e sempre foi envolvido nas pastorais e nos movimentos. “Minha família não é de tradição católica, porém, lembro que eles sempre pediam para irmos à missa na comunidade São Francisco de Assis, igreja mais próxima de casa”, recorda. Contudo, o comprometimento na comunidade cristã possibilitou seu crescimento espiritual e seu amadurecimento na decisão de entrar para o seminário, em 2006. Chegou ao IMSJT no início de 2012 e hoje é responsável pelo acompanhamento das atividades do NSE (Núcleo Socioeducativo Padre Gregório Westrupp), do Recanto São Judas Tadeu e da Creche Padre Dehon/Núcleo Marisa. Antes de vir para a instituição, fr. Crispim tinha conhecimento da obra por meio do Informativo Nossa Voz, do site e de outros confrades que contavam com carinho da obra. “Hoje, fazendo parte desta história, a paixão, o carinho e a admiração pelo IMSJT só aumenta e faz-me, cada dia, trabalhar mais ainda, ao lado dos religiosos, dos funcionários, dos voluntários e benfeitores, em prol do crescimento da instituição, que se dá, sobretudo, pela qualidade do trabalho realizado e oferecido ao povo que nos procura com bastante frequência”, explica. Para fr. Crispim, a missão do IMSJT reflete o que outrora foi idealizado pelo fundador da Congregação, pe. Dehon: combater as injustiças sociais, propiciando àqueles que necessitam um desenvolvimento integral de sua dimensão humano-social-cristão. “Nossa plena realização (felicidade) nesta terra só acontecerá por meio de nossas obras, de nossos gestos, isto é, de nossas atitudes, fruto daquilo que alimentamos em nosso coração. A dedicação, a doação e a colaboração de inúmeros benfeitores e voluntários nesta obra é algo para tomarmos como exemplo para nossas vidas. Mais admirável ainda é saber que muitas pessoas são impulsionadas para além do pensamento cristão da caridade”, finaliza. 180

Março de 2013


Frater Cleiton Guimarães dos Santos,scj nasceu e foi criado no bairro de Americanópolis, na capital paulista. Aos 14 anos já pensava em ser padre, mas por falta de conhecimento e de alguém que o acompanhasse, o desejo ficou adormecido. Depois dos 18 anos, quando começou a participar ativamente na Paróquia São José e foi indagado pelo pároco – que na época era o pe. João Back,scj, atual diretor do IMSJT – sobre doar toda sua vida sendo padre, o questionamento voltou à tona e a decisão o levou para o seminário no ano de 2005. Desde 2011, fr. Cleiton está no IMSJT. Ele é um caso especial, porque o tempo de Tirocínio compreende apenas dois anos, todavia, ao final do segundo ano os superiores da Congregação o solicitaram continuar por mais um ano, até o final de 2013. “Fazer o Tirocínio aqui é gratificante. Sinto uma alegria muito grande quando tenho a oportunidade de ver crianças que ao passar por esta obra saem reestruturadas para viver numa sociedade cheia de desafios. Maior beleza ainda é ouvir de um adolescente que passou por esta casa dizer: eu fui muito feliz e bem acolhido nesta obra. Padre Dehon dizia: ‘Um homem que pretende mudar a sociedade não pode ter ideias tímidas’. Esta frase resume nossa missão: servir sempre os que mais precisam, sem ter medo”, narra.

Frater Thiago Caveriani,scj é de São Paulo (SP). Com nove anos de idade começou a participar dos movimentos e pastorais da Paróquia Nossa Senhora de Fátima, no bairro Artur Alvim, Zona Leste da capital. Em 2007, após período de discernimento vocacional, ingressou no Seminário Propedêutico da Congregação, na cidade de Terra Boa (PR).

Veio para o IMSJT no início de 2013. Sua primeira missão é viver a vida fraterna em comunidade com os religiosos que residem na instituição e auxiliar nos atendimentos, porém, de forma mais direta, acompanhando a Creche Padre Gregório Westrupp, a equipe de liturgia da Capela São José e a recepção. “É recompensador enxergar o amor restaurador de Cristo que se manifesta nas pessoas que recorrem a esta instituição procurando de certa forma aliviar os fardos e sofrimentos do dia a dia”, elucida. Frater Thiago analisa como belo o comprometimento dos benfeitores e voluntários, que se dispõem de recursos financeiros e humanos para poder restaurar a sociedade e propiciar aos mais desfavorecidos uma oportunidade. “A estas pessoas nosso muito obrigado, pois só podemos realizar tantos atendimentos porque contamos com a colaboração deles. Que Deus lhes pague!”, conclui. Março de 2013

01 9


Nosso Voluntario

Voluntário:

uma pessoa disposta a ajudar seu semelhante!

Há dois mares na terra de Israel. Um deles tem águas frescas e nele há peixes em profusão. Árvores verdejantes espalham sobre ele seus ramos e estendem suas raízes sedentas para que elas possam beber as águas saudáveis desse mar. Em suas praias as crianças brincam. O rio Jordão enche esse mar com água cristalina das colinas. Os homens constroem seus lares próximo dele e os passarinhos, seus ninhos; e tudo aquilo que é vida se alegra por ele estar ali. Saindo desse mar, o rio Jordão corre para o sul e desemboca em outro mar. Mas lá não há o chapinhar de peixes nem o tremular de folhas, nem o cantar de pássaros, nem o riso de crianças. O ar paira pesado sobre suas águas; nem homens, nem animais, nem aves delas bebem. O que faz que haja uma diferença tão grande entre os dois mares? Certamente não é o rio Jordão, pois ele descarrega em ambos a mesma água boa e pura; não é o solo onde eles estão; tampouco é a região a seu redor. Eis a diferença: o mar da Galileia recebe o Jordão, mas não o retém. Para cada gota que entra, há outra que sai. O receber e o dar estão perfeitamente equilibrados. O outro mar é mais avarento, acumulando sua renda com ganância. Ele não se deixa tentar por nenhum impulso generoso. Cada gota que recebe ele guarda. O mar da Galileia dá e vive. O outro mar não dá nada. Ele se chama mar Morto. Para o IMSJT, os voluntários são como o mar da Galileia: desenvolvem um trabalho de amor e solidariedade que são fonte de inspiração para toda a humanidade. Em nome de todos os atendidos, exprimimos nossa gratidão a cada voluntário que semeia o bem em nossa obra. Sintam-se enlaçados em nossos braços! 10

Março de 2013


Nossos Benfeitores

Heloisa e Carlos Onishi, casados há 36 anos, rezam o terço juntos todos os dias na Capela São José do IMSJT.

Zuleica Rota B. da Luz em visita ao Mausoléu de Padre Gregório Westrupp, na Capela São José do IMSJT.

Família IMSJ T! Os benfeitores Dulce e Orlando Rodrigues, de São Paulo (SP), desejam felicidades à filha Aimee Bayeux Rodrigues pelo aniversário natalício (06/03).

A benfeitora Eliani Back Schumacher, de Ijuí (RS), e seu filho Rafael Back Schumacher. A benfeitora parabeniza o filho pelo aniversário natalício (05/04).

Francisca G. Ortiz, benfeitora que frequentemente participa das missas na Capela São José do IMSJT. O benfeitor Adalberto Belluomini e sua esposa Érika, de Florianópolis (SC).

Benfeitor, participe desta seção enviando cartas e e-mails. Teremos o maior prazer em publicar sua mensagem e sua foto. Informativo Nossa Voz – Departamento de Comunicação. Avenida Itacira, 2801 – Planalto Paulista – 04061-003 – São Paulo (SP) ou imprensa@imsjt.org.br As publicações serão feitas por ordem de chegada. Aguardamos sua participação! Março de 2013

01 11


Nosso Convidado

Uma história de Arnaldo Barbosa Moreira, natural de Salvador (BA), chegou ao então Orfanato São Judas Tadeu em 1953, com seis anos de idade. Ele é o protagonista de uma bonita história: um ex-interno do IMSJT que se formou em Direito pela USP (Universidade de São Paulo) e se tornou Juiz Federal do Trabalho. Casou-se, em 1970, com Benedita, com quem teve duas filhas, Thais e Camila. Hoje, aposentado da atividade jurisdicional, exerce a profissão com uma das filhas que também é advogada, além de ser benfeitor, é nosso voluntário prestando assistência jurídica. Como avô de três netos, ele tem verdadeiras histórias para contar de sua vida, das quais, nessa entrevista, ele recorda com carinho os anos em que esteve na instituição.

Como e quando o senhor chegou ao Orfanato São Judas Tadeu? Minha mãe trabalhava como empregada doméstica e a patroa não admitia que ela nos levasse para o emprego. Assim, ela me colocou no Orfanato São Judas Tadeu, que recebia meninos pobres, órfãos de pai, de mãe ou de ambos, razão do seu nome. Fui aluno interno, sob a direção do pe. Gregório Westrupp, no período de 1953 a 1957. Daí fui para o Seminário de Corupá, onde estudei no período de 1958 a 1962. Como era sua rotina? Éramos uns 50 internos. Recebíamos visitas uma vez por mês, sempre aos domingos, e não saíamos de férias. Tudo no orfanato era bem organizado, sendo os trabalhos distribuídos entre os alunos. Tínhamos horas certas para ir para a cama, levantar, rezar, estudar, trabalhar, comer e brincar. Também fazíamos passeios externos. Lembro-me do passeio ao Parque Zoológico e ao circo, acho que era do Arrelia e Pimentinha. Daquela época, quais recordações mais o marcaram? Foi na instituição que fiz o curso primário, admissão ao ginásio e aprendi datilografia com o professor Humberto Narbot, que era um voluntário. Trabalhei com o pe. Hermínio na tipografia e depois diretamente com o pe. Gregório na portaria do Orfanato, agendando e recepcionando as visitas, e fui coroinha nas missas. A fábrica de velas, a sapataria, a tipografia e a datilografia, que ficavam dentro do Orfanato, eram uma oportunidade única que os alunos tinham de aprender algum ofício. O pe. Hermínio era o responsável pela banda de música e pelo coral dos alunos. Lembro também do Teixeira, aluno interno mais velho de todos, que era o “vigilante” encarregado pelo pe. Gregório de cuidar da disciplina, nas horas de recreio, de festas e de noite, nos

10 12

Março de 2013

dormitórios. Fazíamos apresentações nas datas festivas para os benfeitores e participávamos nas missas dominicais da Igreja Matriz de São Judas Tadeu (Igreja antiga) cantando os hinos sacros. Chegamos a fazer a gravação de um disco de 78 rpm na RCA Victor em Niterói, no Rio de Janeiro (RJ), com o nome artístico de “Canarinhos de São Judas Tadeu”, dado pelo pe. Gregório e com o cantor Wilson Roberto, se não me engano. Lembro da dona Rosa, que cuidava da cozinha e da rouparia e de outro senhor, acho que ele se chamava Irineu, que o pe. Gregório dizia ser o “fac totum”, pois ele consertava tudo no Orfanato (parte elétrica, hidráulica, serviços de pedreiro etc.). Lembro, também, das freiras que ajudavam o pe. Gregório, mas, infelizmente, não sei precisar o nome delas e nem a Congregação. De tudo e de todos só tenho boas recordações. Uma das maiores festas que aconteciam na casa era a de Natal... Lembro-me bem da festa de Natal! Era feita sempre por uma família de benfeitores, que o pe. Gregório chamava carinhosamente de “Família Céu”. Infelizmente, não sei o nome dessa família. Mas todos os alunos adoravam essa festa e esperavam ansiosamente sua realização, era a nossa preferida. Se algum representante dessa família ainda existir, gostaria que soubesse do carinho que o pe. Gregório e os seus alunos tinham por ela. Em nome de todos os ex-alunos dessa época, muito obrigado! Como decidiu fazer uma experiência para ser padre? Por trabalhar com o pe. Gregório e ser seu coroinha, fui atraído para o sacerdócio e resolvi ser padre. Pedi ao pe. Gregório para me mandar para o seminário. Deixei o seminário a pedido de minha mãe, que sofrera um acidente no trabalho e não tinha quem cuidasse dela, pois, naquela época, ela morava sozinha.


sucesso Como define a presença da instituição na vida do senhor? Quando me perguntam o que ela e os padres dehonianos significaram para mim eu respondo com sinceridade e emoção: Deus operou um milagre na minha vida quando o pe. Gregório me aceitou no Orfanato e posteriormente me encaminhou para o Seminário de Corupá. Não sei o que teria sido da minha vida sem a educação e a formação que recebi nessas instituições dehonianas. Graças a elas me formei em Direito na USP (Largo São Franciso), fui advogado de empresa multinacional e Juiz Federal do Trabalho. Atualmente, voltei a advogar, juntamente com uma de minhas filhas, e, sempre que solicitado, presto assistência jurídica à instituição, voluntariamente, além de contribuir mensal e extraordinariamente para as obras do IMSJT.

benfeitores, muitos deles (ou suas famílias) são fiéis até hoje. Graças aos benfeitores a obra floresceu e deu preciosos frutos, tais como as creches, o abrigo etc., deixando de ser apenas um orfanato. Hoje o IMSJT recebe algum auxílio do poder público, mas a parcela maior de ajuda vem dos benfeitores, que se tornaram a mola-mestra do sucesso da obra.

“Eu venci na vida Acompanhando o IMSJT por tantas décadas, como vê a obra e devo parte hoje? desse êxito a O atual diretor do IMSJT, pe. Lorival João Back, faz um britudo que me foi lhante trabalho, não posso deixar de louvar. Os frutos estão bem ensinado no diante dos nossos olhos, mormente com a adequação do IMSJT ao IMSJT.” ECA (Estatuto da Criança e do Adoles-

O senhor teve um irmão que infelizmente não entrou no Orfanato e veio a falecer ainda jovem... Minha mãe não conseguiu colocar meu irmão Aurelino, o Lelinho, no Orfanato em razão de sua idade, superior ao limite de 6/7 anos. O resultado dessa divisão foi que eu recebi a graça divina de ir para o Orfanato, enquanto que o Lelinho foi criado praticamente na rua, tendo concluído apenas o curso primário. Ele não obteve sucesso em sua vida e morreu ainda jovem, vítima de um atropelamento. Seguramente, se o meu irmão tivesse entrado no Orfanato junto comigo, ele estaria vivo até hoje, com sucesso em sua vida, em razão do quanto aprendi no IMSJT.

Sendo um ex-atendido pela instituição, de que maneira destaca a importância da colaboração dos benfeitores? Quando eu entrei e no tempo em que eu permaneci na instituição, ela dependia exclusivamente dos benfeitores. Tudo era pouco, mas o pe. Gregório não desanimava e, em sua luta, foi conseguindo mais

cente). No DVD institucional que passa na recepção do IMSJT, os visitantes e os benfeitores tomam conhecimento de tudo o que já foi feito. Parabéns, pe. João Back! Quais palavras o senhor destina aos atendidos do IMSJT? Deixo a seguinte mensagem: assim como vocês, eu também fui aluno, na qualidade de interno. Éramos muito pobres. Mas eu venci na vida e devo parte desse êxito a tudo que me foi ensinado no IMSJT. Confiem em seus mestres, dediquem-se com afinco aos estudos, aprendam tudo o que lhes for ensinado, não se desviem da formação cristã que lhes for dada e sejam sempre gratos aos que os ajudarem, disso tudo dependerá o sucesso de suas vidas. Eu e tantos outros ex-alunos do IMSJT somos exemplos do bem que essa instituição representa para os jovens e para a sociedade.

Março de 2013

01 13


a s s o N

140 14

Marรงo de 2013


a r u t u r t s E

especial

Retrospectiva 2012 Marรงo de 2013


Nossa Estrutura

Conheça as últimas construções, reformas e adaptações que fizemos para melhorar, cada vez mais, nossa obra.

Departamento administrativo Foram retiradas as divisórias que existiam no local, criando um amplo espaço de trabalho. As áreas de Recursos Humanos e Voluntariado ganharam novas salas. O Departamento de Comunicação integrou-se no mesmo espaço que a Secretaria e o Departamento Financeiro.

Recepção Totalmente ampliada e reestruturada, a nova recepção foi inaugurada no mês de março, com a finalidade de atender e acolher da melhor forma todos os benfeitores que frequentam a Capela São José e constantemente nos visitam.

160

Março de 2013


Secretaria do NSE Transferiu-se para um local espaçoso com o objetivo de melhor acolher os atendidos do NSE (Núcleo Socioeducativo Padre Gregório Westrupp) e seus familiares.

Espaço de lazer Foi construído um novo espaço de lazer todo coberto para as crianças da Creche Padre Dehon/Núcleo Marisa, em São Bernardo do Campo (SP). Março de 2013

01 17


Capela Mãe Rainha A Creche Padre Dehon/Núcleo Marisa ganhou uma capela destinada a momentos de orações de funcionários, atendidos, familiares e comunidade local. A Capela Nossa Senhora Três Vezes Admirável de Schöenstatt, também conhecida como Mãe Rainha, foi projetada pela arquiteta Eliana Souto e inaugurada no dia 18 de outubro.

Gruta de Nossa Senhora de Lourdes Recebeu azulejos no chão para facilitar a limpeza periódica, o que lhe deu mais beleza.

10 18

Março de 2013


Lavanderia Ganhou azulejos para conter mofos e o cômodo de armários recebeu piso cerâmico, substituindo os antigos tacos de madeira.

Bazar de roupas Obteve nova pintura, piso frio no chão, o balcão de atendimento e as prateleiras

foram remodelados e algumas roupas que ficavam em caixas foram todas distribuídas em araras para facilitar a escolha do cliente. Outra novidade do bazar é que agora ele possui um provador.

Fachada do IMSJT A frente da sede da obra recebeu textura grafiato e nova pintura. Março de 2013

01 19


s a s s o N

210 20

Marรงo de 2013


s a i c i t No

especial

Retrospectiva 2012 Marรงo de 2013

01 21


Nossas Noticias

Carnaval é alegria! Em ritmo de festança os atendidos do NSE (Núcleo Socioeducativo Padre Gregório Westrupp) e as crianças da Creche Padre Gregório Westrupp e da Creche Padre Dehon/Núcleo Marisa curtiram o Carnaval em fevereiro. Cada um com sua maneira festejou o dia com música e descontração.

2120

Março de 2013


Semana santa Os atendidos do NSE (Núcleo Socioeducativo Padre Gregório Westrupp) participaram intensamente da semana que antecede a celebração da Ressurreição de Cristo: representaram os apóstolos na missa de lava-pés e encenaram a Paixão de Cristo.

Páscoa Os tão esperados ovos de chocolates, doados pelos benfeitores, fizeram a festa da Páscoa de nossas crianças.


Por dentro do Airbus A ida ao Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos (SP), para conhecer o Airbus A380, maior avião comercial de passageiros, foi um dos vários passeios que os atendidos do NSE (Núcleo Socioeducativo Padre Gregório Westrupp) fizeram em 2012. Neste, que aconteceu em março, eles ficaram deslumbrados com a aeronave, que tem mais de 70 metros de comprimento e leva até 800 passageiros.

Dia do Circo Fazendo alusão ao mundo mágico dos circos, em março os pequeninos da Creche Padre Gregório Westrupp montaram diversas maquetes que representaram o ambiente circense.


“Vamos brincar de índio...” Na comemoração do Dia do Índio, as Creches Padre Dehon/Núcleo Marisa e Padre Gregório Westrupp aproveitaram para apresentar às crianças a cultura e os costumes indígenas com músicas, pinturas e comidas.

Conhecendo as profissões Na véspera do Dia do Trabalho (1º de maio), as crianças da Creche Padre Gregório Westrupp aprenderam sobre diversas profissões existentes e conheceram um pouco das tarefas de cada uma delas.

Março de 2013

01 25


Lazer no Recanto Ir para o Recanto São Judas Tadeu é diversão na certa para nossos atendidos. Todo semestre o passeio ao sítio é garantido às crianças e aos adolescentes do NSE (Núcleo Socioeducativo Padre Gregório Westrupp). Além do lazer que o local proporciona, todos são presenteados com uma vista maravilhosa.


Dia das Mães As mamães, em maio, foram homenageadas pelos atendidos com espetáculos de danças e músicas preparadas com muito carinho.

Março de 2013

01 27


Junho foi só festança! A Festa Junina de 2012 agitou o IMSJT e foi um grande sucesso pela quantidade de pessoas que compareceram. Em todos os domingos inúmeras famílias prestigiaram o evento e nossas crianças nas apresentações. Na Creche Padre Gregório Westrupp e na Creche Padre Dehon/ Núcleo Marisa também houve festividades juninas com os pequenos.

2180

Março de 2013


Prêmio Milton Santos Pelo segundo ano consecutivo a Câmara Municipal de São Paulo consagrou o IMSJT com a menção honrosa do Prêmio Milton Santos. É um reconhecimento da importância dos trabalhos sociais e culturais que nossa instituição presta na cidade.

Visita ao Pacaembu

310

Março de 2013

As crianças e os adolescentes do NSE (Núcleo Socioeducativo Padre Gregório Westrupp) conheceram o Estádio do Pacaembu e o acervo do Museu do Futebol, em julho.


Vídeo Inst itucion

Vídeo institucional

OS DE SÃO Associação JUDA Dehoniana Brasil Meridi S TADEU Av. Itacira, onal 2801 – Plan alto Paulista (SP) – CEP: – São Paulo 04061-003 CNPJ: 04.7 30.949/001 0-99 Fone: (11) 5586-8666 www.imsjt.o rg.br – impr ensa@imsjt .org.br

- INSTITUTO MENINOS AL

VÍDEO INSTI TUCION

Agora as obras sociais do IMSJT podem ser conhecidas por meio do vídeo Terêzia Dia institucional produzido voluntariamente s Produzido voluntariam pela família depoFábio ente (Jabutir JabuticabGastaldi a Filmes Idioma: Po rtuguês / Le caba Filmes), ao longo de 2012. O víItaliano ge nd as / Tempo to : tal: 12:05 m Português, Inglês, Al emão e in / Ano: 20 12 do IMSJT, deoReaencontra-se na recepção lização: Dep ar ta m ento de Com Meninos de São Juda unicação do no site e nas redes Veja s Tadeu) sociais. IMSJT abaixo (Instituto algumas fotos de toda essa produção. INSTITUTO MENIN

nstituto I Meninos de São Judas Tadeu

DE

écnica:

Direção: Fa bi Produção: o Gastaldi C Fotografia: arla Miranda Pascoal e R Câmeras: oberto Mag Je ueta Assistente: an Veloso e Marcelo Camargo Al ex Sandro Edição: Alex Roteiro: Br andre Sales e Leandr o un Capa: Rejan o Lourenço, Elisânge Velasco la Borges e e Souza

SÃO JUDAS TADEU

al

Neste DVD , você pode rá conhecer IMSJT (Inst itu a este que, de to Meninos de São Ju missão do das Tadeu) sde 1946, fa capital paul z parte da hi is pessoas, a ta. Graças ao empenh stória da o in maiores no stituição ganha propor de inúmeras çõ at jovens. Atra endimento à crianças es cada vez , adolescent vés das obra es e vida dos be neficiados se s e inúmeras atividad es mentes de valores hum , o IMSJT lança na anos e cristã os. Ficha T

Vídeo Inst itucion

al


ExpoCatólica Com a participação da Congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus na 9ª Feira Internacional de Carismas, Turismo, Educação, Livros e Artigos Religiosos, no mês de julho, o IMSJT esteve presente como obra social. Na oportunidade, foi lançado o livro do IMSJT “Uma história de amor e doação”, e as crianças do NSE (Núcleo Socioeducativo Padre Gregório Westrupp) apresentaram seus trabalhos aos visitantes. Padre Zezinho,scj e pe. Joãozinho,scj também abrilhantaram o estande da Congregação.

Dia dos Pais Para festejar o Dia dos Pais, os pequeninos da Creche Padre Gregório Westrupp e os atendidos do NSE (Núcleo Socioeducativo Padre Gregório Westrupp) presentearam os seus papais com belíssimas apresentações musicais.

3120

Março de 2013


Semana vocacional O lema que padre Ubirajara da Silva Salazar,scj escolheu para sua ordenação sacerdotal (“Eu sou a videira e vós os ramos. Aquele que permanece em mim, e eu nele, esse produz muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer.” Jo 15,5), foi também eleito para ser vivenciado com as crianças e com os adolescentes do IMSJT na semana dedicada às vocações. A equipe vocacional, que também contou com os seminaristas do propedêutico, preparou o tema com muito carinho e o trabalhou na semana que antecedeu a ordenação de pe. Ubirajara.

Março de 2013

01 33


Novo sacerdote dehoniano Após um longo período de preparação e de serviços prestados ao IMSJT, como frater e como diácono, Ubirajara da Silva Salazar,scj foi ordenado sacerdote no dia 4 de agosto, na Capela São José. O dia escolhido é o mesmo em que a Igreja Católica festeja São João Maria Vianney, o Cura d’Ars, patrono dos sacerdotes.

Posse do novo Governo Provincial No dia 8 de agosto o novo Governo Provincial da BSP (Província Brasil São Paulo), da Congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus, tomou posse na celebração eucarística que aconteceu na Capela São José do IMSJT. A nova equipe é composta por pe. Mariano Weizenmann, Superior-Provincial; pe. Robson Rocha, secretário; pe. Renato Kuhnen, tesoureiro; e pe. Marcelo dos Reis, pe. Eli Lobato, pe. João Back e pe. Heitor Rafael, conselheiros. 10 34

Março de 2013


Romaria dos funcionários No mês de agosto os profissionais do IMSJT visitaram o Santuário Nacional de Aparecida, em Aparecida (SP). A romaria faz parte da formação espiritual que os funcionários da instituição têm durante o ano. Nesse dia todos participaram de uma celebração eucarística e aproveitaram cada minuto para conhecer o maior santuário do Brasil.


Bienal do livro A 22ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo foi um dos lugares que os atendidos do NSE (Núcleo Socioeducativo Padre Gregório Westrupp) visitaram no mês de agosto. O evento, que teve como tema “Livros transformam o mundo, livros transformam pessoas”, reuniu os principais distribuidores, editoras e livrarias do país.

Visita do Superior-Geral No mês de agosto, pe. José Ornelas,scj, Superior-Geral da Congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus, e pe. Claudio Weber,scj, Conselheiro-Geral, visitaram o IMSJT. Na ocasião, as crianças atendidas demonstraram um pouco das atividades que realizam na instituição; e pe. Ornelas ressaltou a importância da obra social: “Fico feliz porque percebo a harmonia no trabalho desenvolvido aqui. Segue o trabalho que pe. Dehon [fundador da Congregação] vislumbrava em sua época com as crianças e com os adolescentes”.

Independência do Brasil No dia 7 de setembro os atendidos do IMSJT demonstraram carinho e patriotismo: elaboraram chapéu para simbolizar os soldados no grito da independência, confeccionaram a bandeira do Brasil e cantaram o Hino Nacional.

3160

Março de 2013


Primavera Com a chegada da primavera, na Creche Padre Dehon/Núcleo Marisa as professoras fizeram com as crianças uma pesquisa das flores da região e, ao final, ensinaram-nas a plantar sementinhas.

“Ofício da Imaculada Conceição” Em setembro, a TV Canção Nova esteve no IMSJT para gravar a participação das crianças e dos adolescentes do NSE (Núcleo Socioeducativo Padre Gregório Westrupp) no “Ofício da Imaculada Conceição” – programa que vai ao ar aos sábados e domingos. Nossos atendidos surpreenderam-nos com quatro bonitas gravações feitas no Espaço Mídia e na Capela São José, que agora também podem ser conferidas na recepção do IMSJT.


Teatro na Creche A presença da “Cia Patética de Teatro” na Creche Padre Dehon/Núcleo Marisa, no mês de setembro, fez as crianças darem muitas risadas com a apresentação da peça “Histórias de papel”.

Lançamentos de “Uma história de amor e doação” O livro do IMSJT “Uma história de amor e doação”, que foi lançado em novembro de 2011, chegou em 2012 à segunda edição. Durante o ano ele foi lançado na Paróquia São José, no bairro de Americanópolis e no Santuário São Judas Tadeu, localizado na avenida Jabaquara, em São Paulo (SP).


Projeto de conscientização No mês de outubro as crianças da Creche Padre Gregório Westrupp participaram de um projeto de conscientização sobre o meio ambiente e a alimentação. Elas plantaram sementinhas de verduras e de flores em vasos feitos de garrafas PET e acompanharam todo o processo de crescimento.

z x z v x z v x u t v u s t r u r s t q r q s p r q p o q p o u n p o n t o mn m s m l r n l j j i q l i m j h p l i h j g o i h f z n h g e x da v v f g d e f b c d i j l m Museu u u t Língua t c h s a s b r r g a f q Portuguesa z q e p x p d v o o c u n n b a ijlm jlm qrst z i x h p t h v s g o g r f u f n t q e e s m p d d r l r c bc o j q q i n p p h a fg o m o l n n j s i e r m m h d ijl l q c j g p i f b x O passeio ao Museu, que fica na Estação da Luz, em São Paulo (SP), foi outro ponto de parada dos atendidos do NSE (Núcleo Socioeducativo Padre Gregório Westrupp) em 2012. Oportunidade de profundo conhecimento da língua portuguesa.

Março de 2013

01 39


Dia das crianças Todas as unidades do IMSJT comemoraram o Dia das Crianças com muitas brincadeiras. Entre tantas opções, houve futebol de sabão, pula-pula, touro mecânico, pinturas no rosto, escorregador e bexigas modeladas, que fizeram a alegria dos pequenos. Sem dúvida, foi um dia de muita diversão!

410

Março de 2013


Tênis de Mesa As aulas de tênis de mesa estão cada vez mais intensas no IMSJT. Durante 2012, os atendidos tiveram a oportunidade de participar de vários campeonatos que reuniram os melhores mesa-tenistas do Brasil. O professor voluntário da ATEME (Academia de Tênis de Mesa) e idealizador do projeto, Osmir Tamura, é o responsável por essas grandes conquistas.

Dia de piquenique O piquenique é um tipo de lazer de que os pequeninos da Creche Padre Dehon/Núcleo Marisa adoram participar. Além da creche ficar em um local exuberante, as crianças, recebem frequentemente visitas de tucanos, esquilos e várias espécies de passarinhos.


Programa Papo Aberto Padre João Back,scj, diretor do IMSJT, gravou em outubro sua participação no programa “Papo Aberto”, da TV Canção Nova. Ele foi convidado para falar sobre a presença da instituição na sociedade. Na entrevista, o diretor contou um pouco de toda a história do IMSJT, do idealizador e construtor Padre Gregório Westrupp, de todas as obras e oficinas desenvolvidas e abordou também os novos desafios. Essa bela participação pode ser assistida na recepção ou no site do IMSJT.

Complexo Dehon Padre Mariano Weizenmann,scj, Superior-Provincial da BSP (Província Brasil São Paulo) da Congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus, esteve reunido com a comissão econômica no dia 29 de novembro de 2012, quando foi aprovado o projeto da construção da quadra de esportes, do estacionamento e de mais um prédio no pátio inferior do IMSJT.


ONG Brasil O IMSJT marcou presença na quarta edição da maior feira de organizações sociais do país, no mês de dezembro. A ONG Brasil é um evento sem fins lucrativos, que tem por objetivo integrar os diferentes setores da sociedade e criar um ambiente de oportunidades.

Primeira Eucaristia No mês de dezembro, 41 crianças e adolescentes do NSE (Núcleo Socioeducativo Padre Gregório Westrupp) comungaram pela primeira vez, depois de um ano de preparação. Após a missa, presidida pelo diretor, pe. João Back,scj, todos se confraternizaram com um delicioso bolo preparado com muito carinho pelos catequistas.

Março de 2013

01 43


Festa de Natal O clima de confraternização marcou o encerramento das atividades de 2012 em todas as unidades do IMSJT; momento este em que foram entregues as “sacolinhas de Natal” – graciosidades doadas pelos benfeitores. Confira a alegria estampada nos rostinhos de cada atendido.


Saldão Beneficente Esporadicamente o IMSJT tem promovido o Saldão Beneficente dos Bazares de Roupa e de Móveis para ajudar na manutenção das obras sociais. Todos têm sido sucesso de público e vendas.

O IMSJT na Revista Família Cristã A Revista Família Cristã (Paulinas) de janeiro de 2013 trouxe uma matéria que deu ênfase ao serviço prestado no Abrigo São Judas Tadeu; concomitantemente foram abordados a forma como funciona um abrigo e o respaldo dado pelo ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente). Para ilustrar a importância desse lar provisório na vida de muitas crianças e muitos adolescentes, contou-se a história real de quatro irmãos da casa, que, após viverem quase dois anos abrigados, retornaram em dezembro de 2012 ao seio familiar.

Março de 2013

01 45


Neossacerdotes que atuaram no IMSJT Em dezembro de 2012 e janeiro de 2013 foram ordenados quatro novos padres da Congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus. Dois deles, aos finais de semana, fizeram pastoral em nossa obra social, os outros dois moraram na casa entre 2008 e 2009, no período do tirocínio. Padre Cleiton Benedito da Silva,scj Paróquia Santo Antônio de Pádua – Itutinga (MG).

Padre André Luis Leme Marana,scj Paróquia do Senhor Bom Jesus – Mineiros do Tietê (SP).

Padre Claudenir Gilberto R. dos Santos, scj Padre Gilberto Moisés Bohn Mittelstaed,scj Paróquia Três Santos Mártires das Missões – Paróquia Santo Antônio – Indianópolis (PR). Crissiumal (RS).

4160

Março de 2013


Número real de atendidos No ano de 2012 tínhamos a capacidade para atender 1.630 crianças,

adolescentes e jovens, mas acabamos atendendo 1.726.

Esse número é o resultado do envolvimento de inúmeras pessoas. Por isso, desejamos contar sempre com que nos possibilita o aumento de crianças,

sua

ajuda,

adolescentes

e jovens beneficiados.

É com você, benfeitor, que construímos uma grande obra!

Março de 2013

01 47


Nossa Dica

Praticidade e sabor em sua cozinha

Torta holandesa falsa

Ingredientes:

Rendimento: 8 porções Tempo de preparo: 20min

2 litros de sorvete sabor creme 2 caixas de bombons de wafer (Bis) picados 1 lata de leite condensado 1 colher (sopa) de margarina 4 colheres (sopa) de chocolate em pó

Modo de fazer:

1. Numa panela, leve ao fogo o leite condensado, a margarina e o chocolate em pó. Mexa até o ponto de brigadeiro mole. 2. Forre uma travessa com os bombons picados. Por cima, coloque todo o sorvete. Com um garfo, faça furos no sorvete e cubra a torta com o brigadeiro ainda quente. Leve ao freezer por cerca de duas horas. Depois, é só saborear! O creme de brigadeiro irá descer ao fundo da travessa e os Bis não irão murchar. Fica uma delícia! Se desejar, pode decorar com raspas de chocolate ao leite. 4180

Março de 2013


Salada tropical Ingredientes:

Rendimento: 10 porções Tempo de preparo: 20 min

1 maço de agrião 1 maço de rúcula 200 g de tomate seco 250 g de kani 1 manga Croutons

Modo de fazer:

Lave o agrião e a rúcula e disponha-os como desejar numa travessa. Descongele os palitos de kani e desfie-os sobre os vegetais. Decore com tomate seco, fatias de manga e croutons a gosto. A sugestão é temperar a salada no próprio prato com azeite e molho shoyu.

Frango empanado Rendimento: cerca de 8 porções Tempo de preparo: 30 min Ingredientes:

1 kg de filé de frango 2 copos (americanos) de farinha de trigo 2 copos (americanos) de leite 2 ovos 1 colher (sobremesa) de fermento em pó Sal, alho, cheiro-verde, cebola, óleo e limão

Modo de fazer:

1. Faça um tempero batendo sal, alho, cheiro-verde, cebola, limão e um pouco de óleo no liquidificador para passar nos filés de frango. O tempero é a gosto, se não quiser fazer esse, pode usar outro de preferência. 2. Numa tigela, bata os dois ovos com um garfo, acrescente a farinha de trigo, o leite e uma pitada de sal. Mexa até ficar uma massa homogênea. Por último, adicione o fermento. 3. Com o auxílio de um garfo, passe cada filé na massa e frite em óleo quente.

Evanir Rossi Rodrigues é coordenadora dos trabalhos da recepção do IMSJT.


“Uma luz diferente se acende aqui em casa. É o lume, a chama celeste do amor divino que se faz brilhar pelo coração dos prezados amigos e benfeitores, quando ele estende a sua mão generosa. Com a alma cheia de intensa gratidão e sentindo o calor de tamanha bondade, Deus vê o vosso benquerer e faz a beleza do amor florescer nos lábios e na luz do sorriso de pessoas boas como nossos benfeitores.” Padre Gregório Westrupp,scj (1909-1983)

510

Março de 2013


FICHA CADASTRAL

Recorte a folha

Benfeitor,


CADASTRO DE NOVO BENFEITOR Colabore espontaneamente, com quanto puder e quando quiser, utilizando-se do boleto bancário que enviaremos mensalmente a você juntamente com os nossos informativos através dos Correios.

Nome Data de nascimento

/

Telefone

/

Sexo

M

Celular

Endereço nº Complemento

Bairro

Cidade Estado

CEP

E-mail

Março de 2013

F

Recorte a folha

Preencha o cadastro e encaminhe para nós: - Av. Itacira, 2801 - Plto. Paulista - CEP.: 04061-003 - São Paulo (SP) - secretaria@imsjt.org.br ou deixe na recepção do IMSJT


C ONECTE-

SE COM O

VISITE NOSSAS PรGINAS E DIVULGUE-AS ENTRE AMIGOS!

www.twitter.com/imsjt www.facebook.com/imsjt.digital www.youtube.com/imsjt www.flickr.com/imsjt

www.imsjt.org.br Marรงo de 2013

01 3


obra

Uma construída por

várias

mãos!

SUA CONTRIBUIÇÃO PARA O INSTITUTO MENINOS DE SÃO JUDAS TADEU PODE SER FEITA NOS SEGUINTES BANCOS: BRADESCO Agência: 2818-5 | Conta Corrente: 11.000-0 ITAÚ Março de Agência: 2013 0150 | Conta Corrente: 73.410-1


Informativo - Março 2013