Issuu on Google+

Ano 7 – Número 49 – Agosto de 2012

Nossa Voz Distribuição Gratuita

In f or m at i v o

A essência verdadeira de cada ser humano em consonância com a própria conduta


Nossa Mensagem Caríssimo benfeitor,

Tempos de estruturação (parte 2)

Padre Gregório Westrupp,scj (1909/1983), viveu tempos difíceis quando assumiu a direção do IMSJT (Instituto Meninos de São Judas Tadeu), em 1950. Segundo ele contou em 1975, o dinheiro que tinha no início só dava para comprar feijão. Assim, era feito bolo de feijão para o café da manhã e sopa de feijão para o almoço e o jantar. Mas o tempo de penúria acabou logo, pois muitos benfeitores começaram a ajudar a Obra. Padre Lorival João Back, scj é dehoniano da Congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus, gaúcho de Crissiumal décimo filho e de Albrecht e Casilda Back. É especialista em Psicopedago atuou em comunidade gia e sempre s de vulneração social. Dedicou os primeiros anos de seu sacerdócio na região Alegre do Pindaré missionária Alto (MA). Depois, na Paróquia trabalhou São José de Americanóp em São Paulo olis, (SP), onde foi pároco por seis anos, e na coordenação das pastorais sociais da Diocese de Santo Amaro Desde 2005 é diretor do Instituto (SP). de São Judas Meninos Tadeu. Neste livro, quis registrar com transparênci ele históricos e a bela experiência a os fatos de Deus testemunhad do amor pessoas generosas. a na vida de tantas

Nossa miss

ão

Acolher, amparar e situação de educar crianças risco e de alcancem vulnerabilidade , adolescentes e jovens em o pleno exercíci pessoal e social, a responsabilidad o de sua cidadan ia e despert fim de que e social e em-se a solidari edade humana para a .

“Do lado

Nossa míst ica

aberto de

(Padre Dehon

Amor restaur

Cristo na

ador

Terêzia Dias, nascida em Belo Horizonte (MG) em 1951, é jornalista, a primeira dos seis filhos de Dimas e Célia da Silva Dias e mãe de dois filhos. Trabalha muitos anos há na imprensa católica, tendo atuado na revista revista IRaoPovo Família Cristã, na e, mais recentement como redatora e, do departament comunicação o de do São Judas Tadeu. Instituto Meninos de Ao escrever em parceria esse livro com o pe. João Back, ela pretendeu, sobretudo, mostrar bondade e a união das pessoas como a construir uma podem sociedade mais humana e solidária. justa,

– fundador

Amor Gratuidade Solidariedade Fraternidade

cruz, nasce

da Congrega

o

ção dos Padreshomem de coração do Sagrado novo” Coração de Jesus).

Nossos valo res Integridade Bondade Acolhida

Responsabilidad Sinceridade e Generosidade Cidadania

“Esta história d décadas, regad tantas lágrimas do e iluminad a por sorrisos vitoriosom por si mesma. Cont autores, pe. Loriva Back e Terêzia Dias, palavras e nomes às p e aos fatos, aos sentim e aos atos. E aqui está, resultado, um lindo li Padre Mariano Weizenmann,scj

Terêzia Padre Lorival Dias João Back, scj

Conheça mais lendo o livro: “Uma história de amor e doação”

Uma histó ria de amo r e doação

Saúdo-o com alegria e afeto de um coração agradecido pela sua fidelidade à nossa Obra. Agosto, para nós católicos no Brasil, é o mês vocacional. O termo “vocação” não é associado apenas ao sacerdócio ou à vida religiosa, mas, num leque mais amplo, é um chamado de Deus a toda e qualquer pessoa. Portanto, é uma simbiose entre convite e escolha. Deus convida todos à felicidade, a participarmos da vida e de seu Reino. No entanto, todo aquele que vive empenhado na construção de uma sociedade justa e fraterna e às exigências do Reino de Deus cumpre a sua vocação por excelência, independente do estado de vida em que se encontra. Movido nesse parâmetro, cito a importância da vocação paterna, a qual é comemorada no dia 12. Ser pai é dar a vida. Não simplesmente fazer alguém existir, mas, sim, viver para quem deu a vida. O pai deve ser presença que transforma o filho e a filha em todas as fases de sua existência. Parabenizo todos os pais benfeitores e rezo para que continuem sendo exemplo para seus filhos e para os atendidos do IMSJT (Instituto Meninos de São Judas Tadeu). Em agosto, temos também a grata satisfação de, em menos de um ano, acolher a segunda ordenação sacerdotal na Capela São José do IMSJT. No dia 4, às 17h, o diácono Ubirajara Salazar,scj, será ordenado padre e, no dia 5, às 10h rezará a sua primeira missa. Há um bom tempo ele realiza

o seu trabalho pastoral em nosso meio. Convido-o para esse momento vocacional em que alguém se dispõe a seguir mais de perto Deus para o bem de todos. Na página 4, você conferirá uma bela entrevista com o diácono. Dia 26, celebraremos o primeiro aniversário do translado dos restos mortais de pe. Gregório para o IMSJT. Quem o conheceu pessoalmente ou a sua história sabe que aqui é o lugar para os seus restos mortais descansarem, onde ele dedicou praticamente toda a sua vida. Padre Gregório possuía um coração semelhante ao de Cristo e deixou falar mais alto a sua consciência social e o amor pelo próximo. Tenho certeza de que ele olha constantemente por nós e de modo todo singular para a nossa Obra. Integridade é o valor de nossa instituição que ressaltamos na capa dessa edição. A palavra vem de “íntegro”, que quer dizer “inteiro”. É um valor que faz com que cada um resgate o seu verdadeiro “eu” e abrace quem realmente é. Alcança a integridade aquele que faz as suas ações compatíveis com o conhecimento do certo e do errado, empreendendo congruência entre aquilo que se fala e aquilo que se faz. Exclamemos então com o salmista: “Senhor, que a integridade e a retidão me preservem, pois em ti espero” (Salmo 24, 21). O meu abraço e a minha bênção!

Nossa Historia

Capa-A_Histori

a_do_IMSJT-04

.indd 1

Padre Lorival João Back,scj Diretor do IMSJT

Terêzia Padre Loriva Dias l João Back,

scj

15/02/2012

MISSAS E ATENDIMENTO RELIGIOSO

EXPEDIENTE Diretor Pe. Lorival João Back,scj Jornalistas Responsáveis Elisângela Borges – MTb 51.973 Bruno Lourenço – MTb 62.799 Designer gráfico Rejane Souza Impressão Jetgrafia – Gráfica e Serviços Tiragem 17.000

120

Fale conosco: Envie sugestões, opiniões, dicas para: imprensa@imsjt.org.br www.imsjt.org.br Instituto Meninos de São Judas Tadeu Associação Dehoniana Brasil Meridional Av. Itacira, 2801 – CEP.: 04061-003 Planalto Paulista – São Paulo (SP) (11) 5586-8666 Congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus Todos os direitos reservados. Permitida a reprodução desde que mencionado a fonte. As matérias assinadas são de responsabilidade de seus autores.

Agosto de 2012

“O Instituto Meninos d São Judas Tadeu singular, entre é um oá outros, qu restaura a vida das adolescentes criança na cidade de e jovens São Paulo. Ele nasceu e vive como fruto da vida Congregação e da ação da dos Sagrado Coração Padres do de Jesus – Dehonianos, que faz pelas crianças, adolescen tes e jovens o que pela sociedad lhes é negado e e pelo Estado.” Dom Tomé Ferreira da Silva

Missas: • Segunda, terça, quinta e sexta-feira, às 10h • Quarta-feira, às 10h e 20h • Sábado, às 10h e 17h • Domingo, às 10h, 12h e 17h30 • Dia 21 – missa em memória de pe. Gregório, às 10h • Dia 28 – missa em honra a São Judas Tadeu, às 10h, 14h30, 17h e 20h Adoração: • Quarta-feira, das 19h às 20h • Sexta-feira e sábado, das 9h às 10h Bênçãos e confissões: • Diariamente, das 10h às 18h

Batizados e Casamentos: • Informações na recepção do IMSJT ou pelo telefone (11) 5586-8666.

13:34:


Nossa Espiritualidade

Fé e superstição

Nada melhor do que compreender o sentido das duas palavras que dão título ao nosso texto. O dicionário “Aurélio” oferece as seguintes definições: fé é “adesão e anuência pessoal a Deus, seus desígnios e manifestações”; superstição é “sentimento religioso baseado no temor ou na ignorância, e que induz ao conhecimento de falsos deveres, ao receio de coisas fantásticas e à confiança em coisas ineficazes”.

gir as pessoas em seus mais diversos estados sociais e culturais. Traduzir o inefável em linguagem humana e torná-lo compreensível pode implicar reduções e desvios. Em outras palavras, a fé é unívoca, mas a sua compreensão e a sua expressão são equívocas, fonte dos diversos reducionismos possíveis. A equivocidade não pertence à fé, mas ao modo como a compreendemos e expressamos.

Entre a fé e a superstição encontra-se um longo caminho. A superstição pode ser, em alguns casos, uma forma de degeneração natural da fé. A superstição é multiforme, tem uma ampla tipologia, nem sempre de natureza estritamente religiosa, podendo ser manifestação de fundo cultural, folclórico, moral ou de hábitos praticados por longo tempo e passados de geração em geração, sem muita razoabilidade, mas fundados em uma crença de natureza não muito bem definida.

A superstição de índole religiosa poderá ser consequência do que dissemos acima. Mas não podemos confundir manifestações da piedade popular, justas formas de aproximação e expressão do sagrado, como sendo supersticiosas e nocivas à vida cristã do fiel. Estas manifestações asseguraram e asseguram a fé, e sua transmissão, a muitas gerações de pessoas, também entre nós, no Brasil e em São Paulo. A razoabilidade da fé expressa na linguagem teológica, litúrgica e moral, nem sempre é acessível às pessoas, seja pelo analfabetismo funcional, fruto de uma situação social, ou porque elas não foram objeto do trabalho pastoral das diversas instâncias eclesiais que não lhe ofereceram uma oportunidade de sólida iniciação à vida cristã e educação da fé, recebida no batismo, no caso da Igreja Católica Apostólica Romana.

O discurso da fé será sempre simbólico e precisará manifestar-se de múltiplos modos. A compreensão e a expressão da fé poderão sofrer um processo de degeneração natural, fruto das adaptações necessárias para atin-

Foto: Luciney Martins

Corre-se o risco de adjetivar injustamente algumas práticas religiosas, no caso do catolicismo, expressões da piedade popular, como supersticiosas. Fazer o sinal da cruz em diversas circunstâncias, repetir uma jaculatória em ocasiões específicas, cumprir um determinado ritual diante de uma necessidade, fazer reverência diante de uma imaA fé dos simples, em suas diversas manifestações, gem sagrada, carregar consigo um objeto devo- é uma preciosidade a ser devidamente cultivada e cional, entre outros, não podem ser considerados burilada, mas não um mal a ser extirpado. É triste veuma superstição pura e simplesmente. rificar, em muitos casos, que uma pseudo-educação A fé é sempre um mistério, impossível de ser da fé tem levado muitas pessoas a perderem a simabarcada absolutamente pelo humano. Ela ultra- plicidade, a beleza e o vigor da fé na inspiração do passa o homem e suas faculdades, embora seja viver do fiel, comprometendo a sua vida e a sua presempre razoável e compreensível pela inteligên- sença cristã na sociedade e na Igreja. cia, mas esta não pode dissecá-la completamenUm iluminismo religioso, legitimado em nome te, colocando-a a seu serviço, manipulando-a. A fé de uma ação pastoral para suprimir a ignorância sempre nos transcende, eleva-nos consigo, intro- religiosa, pode acarretar consequências nefastas, duzindo-nos no mistério. A natureza transcendente mais afastando do que aproximando as pessoas da fé torna-a inesgotável ao humano, na sua aces- da vida de fé. Informar por informar não conduz ao sibilidade, na sua compreensão mistério, razão de ser da vida de fé. Na vida de fé, e na sua expressão simbólica. razoabilidade não é sinônimo de racionalismo.

Dom Tomé Ferreira da Silva é bispo auxiliar da Arquidiocese de São Paulo – Região Episcopal Ipiranga.

Agosto de 2012

01 3


Nossa Gente

Futuro sacerdote dehoniano

Aos 34 anos, diácono Ubirajara,scj, vive a expectativa de sua ordenação sacerdotal, que acontecerá no dia 4 de agosto na Capela São José do IMSJT (Instituto Meninos de São Judas Tadeu). A data escolhida, para esse momento especial, é o mesmo dia em que a Igreja Católica festeja São João Maria Vianney, o Cura d’Ars, patrono dos sacerdotes. Segundo o diácono, esse santo soube fazer de suas limitações um impulso para viver a vontade de Deus, por isso, muito o admira.

e pela compreensão do pe. Mariano Weizenmann,scj, Superior Provincial da BSP (Província Brasil São Paulo), que muito me ajudou.”

Ubirajara da Silva Salazar nasceu em Jundiaí (SP). O desejo de tornar-se padre despertou aos nove anos, quando estava na catequese. Mas foi aos 18 anos que o filho de Roberto Salazar e Jussara Alzira Salazar assumiu a sua verdadeira vocação. “Meus pais foram os meus maiores incentivadores. Há mais de 20 anos são engajados em pastorais da Igreja.”

Como lema da vida sacerdotal, diácono Ubirajara escolheu “Eu sou a videira e vós os ramos. Aquele que permanece em mim, e eu nele, esse produz muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer” (Jo 15,5). “Este lema diz tudo. Não posso ser padre por e para mim mesmo. Sou sacerdote por causa Dele. E somente permanecendo Nele poderei fazer minhas atividades, mesmo diante dos meus defeitos e das minhas limitações.”

Em 1998, pelos meios de comunicação, conheceu a Congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus. No ano 2000, iniciou sua caminhada vocacional no Seminário Propedêutico da Congregação, na cidade de Taubaté (SP). Daí em diante, cursou Filosofia em Brusque (SC) e fez a etapa do postulantado e do noviciado em Barretos (SP). Morou no IMSJT no período do tirocínio, de 2005 a 2006. Depois, retornou à cidade de Taubaté (SP) para cursar Teologia. E, em 2011, voltou a residir e a trabalhar no IMSJT.

Alegremente, o diácono convida a todos para participarem do tríduo preparatório, da ordenação e da primeira missa que irá celebrar. Quanto mais se aproximam os dias, a ansiedade só aumenta, mediante as inúmeras coisas a serem pensadas e preparadas. Porém, ele considera esse momento de aprendizado e de fé. “A cada dia, deixo-me conduzir por Deus. Padre Dehon dizia: ‘Podemos viver sem inquietações, uma vez que a vontade de Deus se faz conhecer a cada instante’. Isso tem me ajudado muito.”

Ser um bom e digno sacerdote é o único desejo que Os anos de preparação e de formação foram oportunidades que, como ele afirma, fizeram a diferença em sua o diácono Ubirajara almeja ao se ordenar. A confiança em na vida. “Os amigos e os companheiros desse período foram Deus é transmitida por ele, que nos ensina que A mesmo Congregação do me per- minh importantes. Juntos, partilhávamos as alegrias e as desven- dor é possível reencontrar sentido na vida. “‘Nada Judas Tadeu, turas que esta longa caminhada nos presenteia. Também turbe, nada me amedronte. Tudo passa. Só Deus denão lhemuda. convidar pa acentuo a presença amiga do pe. João Back,scj, com quem A paciência tudo alcança. A quem tem Deus, nada falta. Só oração da Igreja e p tive o privilégio de estar no Deus basta!’ [Santa Teresa D’Ávila]. Creio que nesta peque(Jo 15,5) da Arquidiocese de de fé. IMSJT desde quando co- na e singela oração posso resumir minha experiência meçou como diretor. Seu Padre Gregório Westrupp dizia: ‘Deus é bom!’. A partir disto, apoio e sua confiança eu digo àqueles que leem estas linhas: nunca se esqueçam “Eu sou a videira e vós os ramos.” “Aquele que permanece em mim, “Porque sem mim nada podeis 4/8/2012 porque Ele nunca se dos esquece de ninguém.” foram e são para mim in- de Deus, A Congregação Padres doDia: Sagrado Coração (Jo 15,5) e eu nele, esse produz muito fazer.” (Jo 15,5) centivos essenciais. AgraHorário: 17h Judas Tadeu, minha família e eu, Diácono Ubirajar O futuro padre exercerá o seu ministério na paróquia Dia: 1/8/2012 fruto.” (Jo 15,5) Dia: 3/8/2012 deço também pelo apoio Lugar: Capela São José de19h30 Americanópolis na cidade de São Paulo (SP). São J Horário: 19h30 Dia: 2/8/2012 Horário:

Tríduo

Ordenação:

e vós os ramos. Aquele que permanece em mim, muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer.”

s.”

Dia: 2/8/2012 Horário: 19h Lugar: Paróquia Santa Luzia - Rua Colibri, 198 – Jardim Santa Lúcia – 13236170 – Campo Limpo Paulista (SP)

“Aquele que permanece em mim, e eu nele, esse produz muito fruto.” (Jo 15,5) Dia: 2/8/2012 Horário: 19h Lugar: Paróquia Santa Luzia - Rua Colibri, 198 – Jardim Santa Lúcia – 13236170 – Campo Limpo Paulista (SP)

“Porque sem mim nada podeis 4/8/2012 Dia A Congregação dos Padres doDia: Sagrado Coração de Jesus, o Instituto Meninos fazer.” (Jo 15,5) Horário: 17h Ho Judas Tadeu, minha família e eu, Diácono Ubirajara da Silva Salazar, scj, temos Dia: 3/8/2012 A Congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus, o Instituto Meninos de São Lugar:eucarística Capela Sãona José do serei IMSJTordenado (Instituto presbít Lu de lhe convidar para a celebração qual Horário: 19h30 Judas Tadeu, minha família e eu, Diácono Ubirajara da Silva Salazar, scj, temos a alegria Meninos de São JudasTomé Tadeu) Lugar: Capela São da José do IMSJT Me oração Igreja e pela imposição das mãos de Dom Ferreira da Silva (bisp de lhe convidar para Tadeu) a celebração eucarística na qual serei ordenado presbítero pela (Instituto Meninos de São Judas Av. Itacira, 2801 – Planalto Paulista – Av da da Arquidiocese de São Paulo Região Episcopal oração Igreja e pela imposição das -mãos de Dom Tomé Ipiranga). Ferreira da Silva (bispo auxiliar Av. Itacira, 2801 – Planalto Paulista – 04061-003 – São Paulo (SP) 04 da Arquidiocese 04061-003 – São Paulo de (SP)São Paulo - Região Episcopal Ipiranga).

mim nada podeis fazer.” (Jo 15,5)

m,

im,

ibri,

Colibri, 36236-

de lhe convidar para a celebração eucarística n Horário: 19h30 Meninos de São Ju Lugar: Capela São da José do IMSJT oração Igreja e pela imposição das mãos de Do (Instituto Meninos de São Judas Tadeu) Av. Itacira, 2801 da Arquidiocese de São Paulo - Região Episcopal Ip Av. Itacira, 2801 – Planalto Paulista – 04061-003 – São 04061-003 – São Paulo (SP)

Horário: 19h30 Lugar: Capela São José do IMSJT (Instituto Meninos de São Judas Tadeu) Av. Itacira, 2801 – Planalto Paulista – 04061-003 – São Paulo (SP)

ue permanece em mim, que permanece em mim, mim nada podeis fazer.”

SJT deu) a–

Con Convite Convite

“Eu sou a videira e vós os ramos. Aquele que permanece em mim, e eu nele, esse produz muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer.”

(Jo 15,5)

“Porque sem mim nada podeis fazer.” 15,5) “Porque(Jo sem mim nada podeis Dia: 3/8/2012 fazer.” (Jo 15,5) Dia: 3/8/2012 Horário: 19h30 Horário:Capela 19h30 São José do IMSJT Lugar: Lugar: Capela SãodeJosé do IMSJT (Instituto Meninos São Judas Tadeu) (Instituto Meninos de São Judas Tadeu) Av. Itacira, 2801 – Planalto Paulista – 140 – Planalto Paulista – Av. Itacira, 2801 04061-003 – São Paulo (SP) 04061-003 – São Paulo (SP)

(Jo 15,5)

Ordenação:

Ordenação: Dia: 4/8/2012

Convite Ordenação:

P

Primeira missa

Primeira Dia: missa 5/8/2012

Dia: Horário: 4/8/2012 Dia: 5/8/2012 17h Horário: 10h Horário: 17h Horário: 10h Lugar: Capela São José do IMSJT (Instituto Lugar: Capela São José do IMSJT Lugar: Capela São JoséJudas do IMSJT (Instituto Lugar: Capela São José IMSJT (Instituto Meninos de São Tadeu) Meninos de do São Judas Tadeu) Meninos de São Judas Tadeu) Meninos de São Judas Tadeu) Av. Itacira, 2801 – Planalto Paulista – Av. Itacira, 2801 – Planalto Pa Av. Itacira, 2801 – Planalto Paulista – Av. Itacira, 2801 – Planalto Paulista – Agosto de 2012 04061-003 – São Paulo (SP) 04061-003 São Paulo (SP) 04061-003 – São Paulo (SP) 04061-003 – São Paulo–(SP)


Nosso Convidado

Edu

ca

ção

finan

ceira

Laerte José Tadeu Temple, formado em Direito, com mestrado em Administração e doutorado em Relações Internacionais, explica que a disciplina é a melhor forma de se conseguir um resultado satisfatório na vida financeira. Atualmente, ele leciona na PUC-SP (Pontifícia Universidade Católica de São Paulo), na Faculdade de Administração, e é diretor do Secovi-SP (Sindicato da Habitação).

Qual a porcentagem do salário que devemos poupar no mês? Depende do estágio de vida em que a pessoa se encontra. Um solteiro, que mora com os pais, deve economizar pelo menos 50% do salário. Caso contrário, nunca terá nada. Dá para ajudar os pais nas despesas da casa, pagar os estudos e ainda sobrar um pouco para o lazer. Quem é recém-casado costuma ter outras despesas, mas, mesmo assim, ainda deve economizar 10% do salário. Quantos por cento podemos comprometer do salário mensal em prestações? No financiamento habitacional, os bancos raramente permitem comprometer mais de 30% do salário. Nas demais prestações, acredito que também não deve superar 30%. É melhor comprar à vista ou comprar a prazo? Com exceção das compras muito caras, poupar para comprar à vista é sempre melhor do que pagar juros. Faça o seu dinheiro trabalhar por você e lhe render juros em vez de pagá-los nas prestações.

Antes de adquirir um bem, o que é preciso levar em conta? Em primeiro lugar, analisar a real necessidade desse bem. Pois, a propaganda faz com que tenhamos vontade de comprar tudo o que anunciam. O incentivo ao crédito faz com que gastemos mais do que podemos pagar. Porém, os bancos são implacáveis na hora da cobrança. Qual o melhor meio para poupar dinheiro? O mais seguro para o pequeno poupador é a poupança, porque em até 50 mil reais tem garantia do governo. Ações são voláteis, variam conforme o “humor” do mercado e os rumos da economia. Fundos imobiliários são muito bons para quantias mais elevadas. Aparentemente, o ganho é menor. Porém, o capital fica protegido pela valorização do bem imóvel.

É válido o pedido de desconto na hora de uma compra? Sempre é válido. Tem pessoas que não pedem desconto porque têm vergonha e acabam gastando mais do que deveriam. Não se pode esquecer de tomar cuidado com as propagandas de “taxa zero”, porque isso não existe. E também com os brindes, que se ganham junto com a compra. Não se iluda, porque você está pagando pelo brinde também.

Quais são as novas regras para investir na poupança? A poupança sempre pagou 0,5% ao mês de juros mais correção pela TR (Taxa Referencial). Parece pouco, mas, hoje, com inflação baixa e juros do mercado em queda, não é pouco. Tanto é verdade, que o governo mudou as regras para novas aplicações e novas cadernetas. O juro agora está atrelado à taxa SELIC (Sistema Especial de Liquidação e de Custódia) do Banco Central. Se a taxa for inferior a 8,5%, o juro pago, percentual dessa taxa, será inferior a 0,5% ao mês. Mas, ainda, será uma boa aplicação. Para os depósitos anteriores à mudança, nada foi alterado.

No dia a dia da rotina doméstica, onde se pode economizar? Pode-se economizar no consumo de água, gás, energia, ligações telefônicas e, também, aproveitando os alimentos ao máximo.

O que é empréstimo consignado e quando o fazer? É um empréstimo feito para empregados que recebem salário mensal via folha de pagamento, e Ü Agosto de 2012

5


o desconto das prestações é realizado na folha e pago pela empresa ao banco. O juro é menor, porque não dá para esquecer-se de pagar. Mas o melhor é não fazê-lo. O ideal é poupar e comprar as coisas à vista. Porém, em caso de necessidade, o empréstimo consignado é mais vantajoso do que o crédito pessoal diretamente no banco. Quais os cuidados que se devem ter com cartão de crédito e cheque especial? Sempre pagar 100% da fatura do cartão de crédito. Pois, os juros do cartão passam de 250% ao ano. Isso significa que, se você comprou um liquidificador por R$ 100,00 no cartão de crédito e, todos os meses, paga somente o mínimo da fatura, no final do ano você terá pago quase três liquidificadores e ainda estará devendo. Quanto ao cheque especial, conselho a nunca usá-lo. No passado, ele era mais uma garantia para o lojista de que aquele cheque teria fundos. Se for preciso priorizar dívidas, quais quitar primeiro? Aquelas nas quais o juro é mais elevado e aquelas em que é mais difícil a renegociação com o credor. Criticamos muito os bancos, mas, se alguém

Pai

percebe que vai enfrentar problemas para pagar prestações, o melhor a fazer é procurar o gerente antes de a dívida crescer. Muitas vezes dá para renegociar ou refinanciar a dívida e acomodar as prestações. Depois da dívida vencida, começam os problemas com os órgãos de proteção ao crédito (Serasa, SCPC, cartórios etc.). Aí tudo é mais difícil, e mais caro. Qual é o sucesso de uma vida financeira saudável? Tudo começa com planejamento e disciplina. Faça um orçamento pessoal que contenha todas as despesas do mês. O total das despesas nunca pode ser igual ou maior do que sua renda. Poupe sempre, o máximo que puder, sem comprometer seu lazer e sua qualidade de vida. Procure ter uma reserva equivalente a quatro ou cinco meses de salário. Estude, pois, normalmente, significa salários maiores. E, pense na possibilidade de ser dono do próprio negócio, ou seja, um pequeno empreendedor. Costumo dizer que o único lugar aonde o sucesso vem antes do trabalho é no dicionário. A maioria das pessoas bem sucedidas trabalhou muito para atingir o sucesso. Busque sempre o seu sucesso à custa do trabalho honesto e de intensa dedicação.

é aquele que faz parte da construção amorosa de uma história humana.

É a imagem de Deus-Amor aos filhos. 160

Feliz Dia dos Pais!

Agosto de 2012


Foto: Mozart Gomes / CMSP

Nossas Noticias

Agosto de 2012

01 7


Nossa Dica

Filmes d e qual idade nos

a ensinam sobre a vid

“Óleo de Lorenzo” é um filme com belíssima história

de amor, sobretudo de amor à vida, tendo como pano de fundo o fortalecimento dos laços fraternais entre pais e filhos. Baseado em fatos reais, ajuda-nos a compreender a relação dos pais que não medem esforços para salvar a vida do filho que necessita de atenção especial por possuir rara doença que não tem cura. Portanto, indico esse belo e emocionante filme que pode nos ajudar a superar sofrimentos pessoais e familiares.

180

Agosto de 2012

Frater Cleiton Guimarães dos Santos,scj, é religioso da Congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus e no IMSJT faz seu segundo ano de tirocínio.


Informativo - Agosto 2012