Issuu on Google+


Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) (Câmara Brasileira do Livro, SP, Brasil) 61 p. Programa de Capacitação Repom 1ª edição - Indaiatuba: Ampla, 2013. ISBN: 9788563614322 CDD: 380

Realização:

Desenvolvido por:


MAPA DE CONTEรšDO

01 Tutorial

03

02 Institucional

09

03 CIOT e Cadastro

21

04 Roteiro de Viagem

29

05 Contratos

33

06 Conta Frete

45

07 Vale Pedรกgio Repom - VPR

51

Glossรกrio

57


2 | Programa de Capacitação Repom


Unidade de Estudo 01: Tutorial | 3

TUTORIAL Seja bem-vindo ao Programa de Capacitação Repom, que foi elaborado especialmente para você. O Programa tem o objetivo de auxiliar seu fluxo de trabalho com os cartões Repom e tornar o seu atendimento aos caminhoneiros mais eficaz. O treinamento será realizado na modalidade a distância, portanto, nesta unidade de estudo, conheceremos a plataforma web e todas as suas funcionalidades. Bons estudos!

Programa de Capacitação Repom Neste Programa de Capacitação, abordaremos informações relacionadas à emissão de uma viagem e aos demais processos de uso do sistema Repom e dos sistemas integrados ao da Repom. Dessa forma, você poderá oferecer um atendimento mais completo para os seus contratados, emitindo suas viagens com rapidez e eficácia. O Programa será realizado na modalidade a distância. Portanto, todos os conteúdos estão alocados em uma plataforma na internet.


4 | Programa de Capacitação Repom

Você terá acesso aos seguintes materiais:

VIDEOAULAS

LIVRO DIGITAL

apresentadas por uma jornalista e com a participação de entrevistados;

com todas as informações do Programa;

Além de acessar esses materiais, você também poderá tirar todas as suas dúvidas sobre o conteúdo com o Orientador de Aprendizagem. Você pode enviar uma mensagem para esse profissional, que irá respondê-la em até 48 horas. Você também poderá interagir com o Orientador e com os seus colegas por meio do Chat, que ficará disponível em horário comercial (das 8h às 18h), de segunda a sexta-feira, durante todo o período do curso. O Programa de Capacitação Repom tem 30 dias de duração e conta com 8 Unidades de Estudo. Confira abaixo a programação do curso:

Semana 1

Semana 2

Semana 3

Semana 4

2 videoaulas

2 videoaulas

2 videoaulas

1 videoaula

2 capítulos do livro digital

2 capítulos do livro digital

2 capítulos do livro digital

1 capítulo do livro digital

4 exercícios de múltipla escolha

8 exercícios de múltipla escolha

8 exercícios de múltipla escolha

4 exercícios de múltipla escolha

1 Objeto interativo

1 Objeto interativo

1 Objeto interativo

1 Objeto interativo

1 Atividade interativa

1 Atividade interativa

1 Atividade interativa

1 Atividade interativa


Unidade de Estudo 01: Tutorial | 5

EXERCÍCIOS de múltipla escolha para avaliação do seu desempenho;

* OBJETOS INTERATIVOS

* ATIVIDADES INTERATIVAS

Simulação de navegação no Portal REPOM;

para fixação dos conteúdos.

Plataforma Web A partir de agora vamos conhecer as principais ferramentas da Plataforma Web do Programa de Capacitação Repom. É importante que você se familiarize com o Ambiente de Estudos para que assim você possa aproveitar todos os recursos disponíveis. Essa é a home da plataforma, acompanhe abaixo a função de cada recurso:

Para assistir às videoulas e ter acesso ao livro digital, aos exercícios de múltipla escolha e às atividades interativas, você deve clicar na respectiva Unidade de Estudo.

* As informações desses módulos estão baseadas no Portal Repom. Porém, se o participante do Programa de Capacitação utilizar um sistema integrado ao da Repom, ele deve ficar atento somente às informações descritas nos módulos, já que elas são as mesmas em ambos os sistemas.


6 | Programa de Capacitação Repom

Acompanhe os recursos presentes em cada Unidade de Estudo:

Slides – apoio textual para o conteúdo abordado

Videoaulas

Resolução do vídeo

Acesso ao livro do Programa Apontamentos referentes às unidades

Simuladores de navegação no Portal Repom

Acesso aos materiais de apoio

Exercícios de múltipla escolha

Quando clicar em uma das Unidades de Estudo, dentro de Conteúdos Programáticos, você será direcionado para uma página onde poderá assistir às videoaulas. Junto com as videoaulas, há slides que destacam os conceitos mais importantes de cada assunto tratado. Nessa página, também é possível acessar o livro digital, clicando na aba Livro Digital. Em Caderno de Anotações, você pode anotar e imprimir os apontamentos escritos durante as aulas. E, em Perguntas Frequentes, além de registrar suas dúvidas, é possível conferir as dúvidas


Unidade de Estudo 01: Tutorial | 7

mais recorrentes dos seus colegas com relação ao Programa de Capacitação. Já na página inicial do Programa, você visualiza a sua frequência e o seu desempenho no curso, que se refere à quantidade de acertos nas atividades de múltipla escolha. Caso você não consiga atingir 75% de acertos em todas as atividades, você pode fazer uma prova com dez questões para recuperar seu desempenho. Caso você utilize um sistema integrado, também fique atento às informações que serão expostas nas atividades e nos objetos. Você utilizará essas mesmas informações para emitir a viagem pelo seu sistema integrado ao da Repom. Se você quiser fazer um comentário, ele pode ser enviado para o orientador de aprendizagem por meio da aba Mensagem. O chat é outra forma de interagir com o orientador e os demais participantes do Programa de Capacitação. Esses são os principais recursos da Plataforma Web do Programa de Capacitação Repom. Navegue no Ambiente de Estudos e conheça todas as ferramentas. Qualquer dúvida, entre em contato com o Orientador de Aprendizagem. Não deixe de manter os estudos em dia. Todos os conteúdos abordados são muito importantes para a sua rotina de trabalho.

Aproveite essa oportunidade e transforme o relacionamento com os seus contratados. Depois dessa experiência de aprendizagem, temos certeza que ele será mais fácil e eficaz. Bons Estudos!


8 | Programa de Capacitação Repom


Unidade de Estudo 02: Institucional | 9

INSTITUCIONAL A Repom é uma das empresas pioneiras em soluções tecnológicas para o pagamento eletrônico de frete e pedágio no Brasil. São inúmeros serviços e produtos que levam conforto e segurança para os caminhoneiros, como os cartões Repom, o Clube da Estrada, a Rede Estrada, a Rede Mastercard e o Portal Repom. Nesta unidade, você terá a oportunidade de entender como tudo isso funciona e também ficará por dentro da história da Repom e da legislação que regulamenta o pagamento eletrônico de frete e a utilização do Vale Pedágio. No final deste livro, você encontra um glossário com as palavras que serão muito utilizadas no dia a dia do seu trabalho. Consulte sempre que houver dúvidas!

A Repom A Repom está há mais de 20 anos no mercado, desenvolvendo tecnologias para a gestão de fretes rodoviários em diversos segmentos: agrícola, mineral e siderúrgico, químico, petroquímico, automotivo e de bens de consumo eletroeletrônicos. Hoje, os números da Repom são surpreendentes: mais de R$ 3,1 bilhões administrados e emissão de 2,3 milhões de viagens por ano e mais de 350 mil caminhoneiros que usam os cartões da Repom no Brasil e no Mercosul. A Repom é uma empresa do Grupo Edenred, multinacional francesa que é líder mundial em cartões e vouchers de serviços pré-pagos. Ela está sempre inovando e desenvolvendo produtos e serviços pensados no caminhoneiro. E você também será beneficiado, com mais agilidade e facilidades no dia a dia do seu trabalho.


10 | Programa de Capacitação Repom

Depois da primeira contratação do caminhoneiro via Repom, ele tem a sua disposição uma Conta Frete. É através dessa conta que são efetuados todos os pagamentos referentes ao transporte de cargas. O caminhoneiro pode utilizar o seu Cartão Frete Repom em qualquer um dos milhares de estabelecimentos credenciados Mastercard no Brasil. Ele ainda pode sacar dinheiro na rede bancária credenciada, e utilizar a rede com mais de mil postos credenciados no Brasil e Mercosul. Você e o caminhoneiro também contam com a Central de Relacionamento Repom, que funciona 24 horas por dia, 7 dias por semana, para solucionar qualquer dúvida.

Você e a segurança nas estradas Você, que lida diretamente com os caminhoneiros, tem um papel importante na disseminação da segurança nas estradas do Brasil. Os serviços oferecidos pela Repom evitam que esses profissionais tenham que viajar com grandes quantias de dinheiro, ficando expostos a possíveis assaltos e perdas. Os benefícios e as vantagens não param por aí. É importante que você esteja atento a todas as informações que envolvem os nossos serviços e produtos. Na hora de conversar com o caminhoneiro, ele deve entender que a jornada dele nas estradas pode se tornar menos complicada. Vamos começar pela história da Repom e do pagamento eletrônico de frete no Brasil.


Unidade de Estudo 02: Institucional | 11

A história do pagamento eletrônico de frete A internet chegou ao Brasil em 1992. E, já no ano seguinte, em 1993, surgiu a Repom. Em 1995, começaram as trocas de informações via modem. Em 1999, a Repom emitiu a primeira viagem com pagamento eletrônico, tornando-se pioneira no segmento, muito antes de ser criada qualquer legislação sobre o assunto. Dois anos depois, em 2001, surgiu no Brasil a Lei 10.209, que trata do Vale Pedágio. Já o Vale Pedágio Repom foi criado em 2004, atendendo a solicitações dos próprios clientes. A primeira grande operação de escoamento de safra de grãos no Brasil, em 2006, foi um marco para a Repom. A partir daí, a empresa tem expandido sua atuação neste segmento tão importante para o País. Em 2008, houve a expansão da empresa para o Mercosul. Dois anos depois, em 2010, a Lei 11.442, que trata do fim da carta frete, foi sancionada e, um ano depois, regulamentada. Em 2011, a Repom tornou-se a primeira empresa no Brasil a ser homologada pela ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres). Outro fato marcante aconteceu também em 2011, quando a Repom passou a emitir os cartões Mastercard. No ano seguinte, a Repom passou a fazer parte do Grupo Edenred.


12 | Programa de Capacitação Repom

Confira a linha do tempo e saiba um pouco mais da nossa história:

Entenda como funciona o pagamento eletrônico de frete Tantas transformações fizeram da Repom uma empresa pioneira no mercado de transportes e no pagamento eletrônico de frete. Você faz parte desta história! Acompanhe como funciona esse sistema inovador e que atende às necessidades dos caminhoneiros:


Unidade de Estudo 02: Institucional | 13

1

A transportadora agencia a contratação do transportador autônomo de carga (contratado).

5 4

2

O valor do frete é lançado no Cartão Frete Repom do Caminhoneiro e/ou no Vale Pedágio Repom.

Os valores de frete pago aos contratados são:

Adiantamento, Pedágio e Saldo.

3

da entrega dos documentos exigidos pelo contratante, é realizada a prestação de contas e é feita a liberação do saldo na Conta Frete do caminhoneiro.

O caminhoneiro realiza a entrega da carga no ponto de destino marcado.

O caminhoneiro inicia a viagem e, com o Cartão Frete Repom, realiza compras em postos, borracharias, farmácias, supermercados e ainda faz saques nos caixas eletrônicos conveniados com a bandeira CIRRUS. Esses saques são tarifados de acordo com a utilização do cartão.

Benefícios Há inúmeros benefícios em utilizar os serviços da Repom. Saiba quais são eles e perceba o quanto é importante repassar essas informações aos caminhoneiros.

• Clube da Estrada: O caminhoneiro que utiliza os cartões da Repom passa a fazer parte, automaticamente, do Clube da Estrada. Nosso Clube foi idealizado para ser um sinônimo de tranquilidade e também o aliado que o caminhoneiro tanto precisa nas estradas do Brasil.


14 | Programa de Capacitação Repom

• Rede Estrada: A Rede Estrada é a maior rede do Brasil especializada no caminhoneiro. São mais de mil postos credenciados Rede Estrada no Brasil e Mercosul, onde o caminhoneiro pode abastecer com troco e ainda consultar seu saldo e extrato. De qualquer forma, para que os contratados identifiquem os postos que são credenciados na Rede Estrada, em todo o Brasil, peça a eles que observem o roteiro de viagem. É no roteiro que o caminhoneiro encontra a lista de postos que o auxiliarão durante a viagem.

• Segurança: Na estrada ou fora dela, o dinheiro do caminhoneiro estará seguro com a Repom, evitando perda ou roubo.

• Conta Frete: Após a primeira viagem via Repom, o caminhoneiro passará a ter uma Conta Frete com a gente. É através dela que ele receberá todos os seus pagamentos.

• Cartão Frete Repom: Cartão utilizado para movimentar os valores da Conta Frete. Com o cartão, o caminhoneiro pode abastecer em qualquer posto credenciado Repom (Rede Estrada) em todo o Brasil, bem como em qualquer estabelecimento que aceite a bandeira Mastercard.


Unidade de Estudo 02: Institucional | 15

• Vale Pedágio Repom: Cartão que traz a comodidade e agilidade que você e o caminhoneiro merecem. Com o cartão, o pedágio fica separado do frete, fazendo com que o caminhoneiro tenha maior controle do dinheiro que está recebendo, além de não se preocupar mais com o troco e as moedas.

A Repom está sempre buscando desenvolver mais produtos e serviços que atendam às necessidades dos profissionais da estrada

Vantagens Repom Dentre as muitas vantagens de pertencer ao Clube da Estrada estão: • Conforto: Computadores com acesso gratuito à internet para que o caminhoneiro possa conversar com a sua família; • Cidadania: Através de campanhas pensadas na saúde e no bemestar do nosso companheiro de estrada; • Distribuição de brindes exclusivos; • Atendimento para solucionar suas dúvidas sobre os nossos cartões.


16 | Programa de Capacitação Repom

Rede de Estabelecimentos Mastercard Outra vantagem do Cartão Frete Repom é a possibilidade de utilizar a Rede Mastercard em milhares de estabelecimentos em todo o País, como borracharias, oficinas mecânicas, lojas de acessórios, supermercados, shoppings centers, farmácias, postos de combustíveis e restaurantes na estrada e fora dela. Para que o seu contratado usufrua deste serviço, você precisa orientá-lo a sempre buscar estabelecimentos que sejam credenciados, manter o saldo positivo e usar a função “crédito”. Explique a ele que, mesmo utilizando a função crédito, o valor será sempre debitado no ato da compra. O contratado ainda pode sacar o saldo do seu Cartão Frete Repom a qualquer momento, nos caixas eletrônicos dos bancos credenciados com a bandeira Cirrus. Quanto mais informações detalhadas você tiver sobre todos os benefícios do pagamento eletrônico de frete, mais você conseguirá conquistar o interesse dos caminhoneiros para que utilizem os cartões.

Senha de acesso ao Portal Repom Lembre-se que se você utiliza o sistema da Repom para emitir suas viagens, você precisará de uma senha de acesso ao Portal Repom (www.repom.com.br). Para receber essa senha, basta procurar pelo administrador do Sistema Repom Express. Geralmente, esse administrador é o responsável pelos assuntos da Repom dentro da sua empresa.


Unidade de Estudo 02: Institucional | 17

Como trocar a senha de acesso Caso seja preciso alterar a senha, basta clicar em “Esqueceu a senha? Clique aqui”. Insira login, email e os caracteres solicitados. Uma senha provisória será gerada e encaminhada para o e-mail informado. Basta seguir os passos para trocar por uma nova senha.


18 | Programa de Capacitação Repom

Você deve ter percebido o quanto vale a pena ficar familiarizado com as principais informações que fazem parte do dia a dia de quem trabalha com o sistema da Repom. Quanto mais por dentro desses assuntos você estiver, melhor conseguirá explicar aos caminhoneiros o quanto é fácil e vantajoso utilizar os serviços Repom.


Unidade de Estudo 02: Institucional | 19


20 | Programa de Capacitação Repom


Unidade de Estudo 03: CIOT e Cadastro | 21

CIOT E CADASTRO Documentações e processos precisam ser conhecidos passo a passo para que os serviços da Repom atendam corretamente às necessidades dos caminhoneiros. Nesta unidade, você compreenderá o que é o CIOT, e saberá quais informações estão contidas nele. Abordaremos também a importância da validação das informações para o cadastro do contratado e do veículo para a emissão do contrato de transporte de frete e, consequentemente, para a obtenção do número do CIOT.

O que é CIOT? O CIOT (Código Identificador da Operação de Transporte) é um código numérico que serve para validar as operações de transporte no Brasil. Esse código é gerado pela ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) e informado por empresas homologadas por ela. A Repom é uma das empresas homologadas pela ANTT que são responsáveis por informar o número do CIOT. Esse número deve estar no contrato de frete, no plano de viagem ou no Conhecimento de Transporte Rodoviário de Cargas (CTRC). Acompanhe como, segundo a Resolução ANTT nº 3.658/11, deve ser gerado o CIOT. O contratante do serviço é responsável por cadastrar a operação na emissão do contrato de frete. Esse cadastramento é feito via internet ou por uma central telefônica, que é disponibilizada pela administradora de meios de pagamento eletrônico de frete, no caso a Repom.


22 | Programa de Capacitação Repom

O código é gerado depois que é feito o cadastramento e o envio dos dados da viagem à ANTT. A empresa receberá o CIOT que deve constar no documento de transporte formalizado com o caminhoneiro. Há situações em que é preciso regularizar as informações do contratado ou do veículo na ANTT para a emissão do CIOT. O RNTRC inválido por falta de atualização cadastral na ANTT, a placa do veículo não vinculada ao RNTRC, o registro da carreta desatualizado na ANTT e o contratado agregado a outro RNTRC podem impedir a emissão do CIOT. Nesses casos, é preciso orientar o contratado, que é o dono ou arrendatário do caminhão, a procurar um posto da ANTT para regularizar a situação. Antes de fazer a emissão de uma viagem e o cadastramento do motorista e dos veículos, será necessário fazer as consultas na ANTT para verificar se os dados do contratado e do veículo estão em ordem. Se você utiliza um sistema integrado com a Repom, utilize o endereço http://www.rn3.antt.gov.br. Vá para o campo “Consulta Nacional do Transportador”, preencha os dados solicitados e efetue a consulta. Caso você utilize o sistema Repom para emitir as suas viagens, acesse o Portal da Repom com o seu login e a sua senha e clique em “Consulta de Placas”. Preencha os dados solicitados e o sistema informará se o contratado está apto ou não para a emissão do CIOT. A Repom validará esses mesmos dados no momento da emissão da viagem com base nas informações do cadastro do contratado. Porém, recomenda-se fazer uma consulta prévia, pois ela informará a situação do contratado antes do agenciamento.


Unidade de Estudo 03: CIOT e Cadastro | 23

Tome Nota A ordem para cadastrar o contratado deve obedecer a ordem estabelecida pelo sistema integrado utilizado. Para este material, utilizamos como base de aprendizagem o sistema Repom, mas as informações para gerar o contrato são comuns a qualquer TMS (Transportation Management System).

Como fazer o cadastro do contratado para a emissão do contrato e a geração do CIOT Até aqui você pôde entender por quais motivos é tão importante a validação dos dados do contratado e do veículo na ANTT. Essa validação serve para a emissão do contrato de transporte de frete e a geração do número do CIOT. Depois dessas consultas, será preciso preencher o cadastro no sistema Repom ou em seu sistema integrado. Esse cadastro é o primeiro passo para a emissão do contrato de transporte de frete e, consequentemente, para a geração do CIOT na ANTT. Você precisa prestar muita atenção no momento do preenchimento do cadastro. Qualquer informação errada ou incompleta pode acarretar problemas e penalidades no caso de uma fiscalização.


24 | Programa de Capacitação Repom

Fique atento às seguintes informações que não podem ser esquecidas: • CPF/CNPJ do contratado; • Endereço cadastral (lembre-se do complemento do endereço, como bloco, apartamento, casa e etc); • Código INSS (registro com 11 dígitos que podem ser consultados em http://www1.dataprev.gov.br/cadint/sp2cgi. exe?sp2application=cadint). Caso o seu contratado já tenha trabalhado com carteira assinada, aparecerá o nome PIS/ PASEP, e se já tiver sido contribuinte autônomo aparecerá a sigla NIT (Número de Identificação do Trabalhador); • Data de emissão, data de vencimento e número do RNTRC (registro com 8 dígitos).

Cadastro do contratado como motorista Após o cadastro do contratado, caso ele seja também o motorista, você terá que preencher alguns dados complementares, tais como: • CNH (Carteira Nacional de Habilitação); • Categoria; • Data de emissão; • Data da primeira habilitação; • Nome da mãe;


Unidade de Estudo 03: CIOT e Cadastro | 25

• Nome do pai; • Naturalidade; • Estado; • Data de nascimento; • RG; • Data de Expedição; • Orgão emissor; • Estado emissor.

Lembre que os campos com a seta branca são obrigatórios. Se o contratado não for o motorista, após o cadastro do contratado, clique em resumo de motoristas e preencha o cadastro conforme solicitado para a inclusão do motorista.

Cadastramento do veículo Após cadastrar o contratado, será preciso que você cadastre o veículo, preenchendo os seguintes dados no sistema: • Placa do veículo;


26 | Programa de Capacitação Repom

• Tipo de veículo; • Número de eixos (informar apenas a quantidade de eixos do cavalo); • Modelo do veículo; • Ano de fabricação do veículo; • Cor; • Renavam; • Número do chassi; • Cidade e Estado que constam na placa; • Certificado do proprietário; • Cidade e Estado (UF) que constam no certificado do proprietário; • Peso do caminhão; • Número do RNTRC. No final deste procedimento, você deve marcar se o veículo está validado na ANTT. Fique atento! Caso o veículo seja uma carreta, você deverá preencher os seguintes dados no momento do cadastro: • Ano de fabricação da carreta;


Unidade de Estudo 03: CIOT e Cadastro | 27

• Número de eixos; • Cor; • Número do chassi; • Cidade e Estado que constam na placa; • Número do Certificado do proprietário; • Código do Renavam; • Cidade e Estado (UF) que constam no Certificado do Proprietário; • Se a frota é própria ou não (se tiver frota); • Número do RNTRC. Você também precisa informar se a carreta está validada na ANTT, e se o RNTRC informado é o mesmo do veículo cadastrado. É possível cadastrar mais de uma carreta, caso o seu contratado tenha mais de uma para fazer fretes. Se você emitir as viagens pelo Portal Repom, basta clicar em “Incluir”, ou siga as instruções do seu sistema integrado.

Agora você já sabe como cadastrar o contratado, o motorista, o veículo e as carretas, além de estar por dentro do que é CIOT e do processo de regularização do contratado e do veículo.


28 | Programa de Capacitação Repom


Unidade de Estudo 04: Roteiro de Viagem | 29

ROTEIRO DE VIAGEM O processo de roteirização é utilizado para que a rota que o transportador irá percorrer seja traçada. Através desse processo é possível avaliar os gastos com combustível e pedágio, as condições das vias e a existência de postos credenciados à Repom. A partir de agora, vamos conhecer mais detalhes sobre esse processo prático e simples, chamado Roteiro de Viagem.

Após a conclusão do cadastro do seu contratado, é necessário traçar a rota que ele deverá seguir. Por isso, é importante que você informe para a Repom o local de origem e o destino do frete. O roteiro é a escolha do trajeto pelo contratante para customizar e definir o melhor caminho para o transporte da carga. Esse roteiro é definido pelo roteirizador da Repom, que está configurado para calcular o caminho mais rápido por vias pavimentadas. Isso traz mais agilidade e precisão para você na escolha de uma rota. É possível que a roteirização seja feita através de uma rota précadastrada ou que ela ocorra a partir do cadastro de uma nova rota. Vamos entender como você pode usar essas duas opções. Vale lembrar que este material está baseado no sistema da Repom, mas você também pode detectar as rotas já existentes no seu sistema integrado. Busque as informações necessárias em seu TMS. Elas aparecerão em uma ordem diferente, mas estarão lá para que possam ser conferidas.


30 | Programa de Capacitação Repom

Tome Nota Caso você tenha alguma dúvida, entre em contato com a Central de Relacionamento e Roteirização através do telefone (11) 4166-7500 (tecle a opção 4 e, em seguida, a opção 2).

Utilização de rotas pré-cadastradas Quando você solicitar uma rota, lembre-se de conferir se a rota desejada já está cadastrada no sistema. As rotas solicitadas ficam gravadas e podem ser novamente utilizadas. Essas rotas já contêm diversas informações importantes, como: vias a serem percorridas, quilometragem do percurso, praças e valores dos pedágios e postos credenciados Rede Estrada com endereços para abastecimento e prestação de contas.

Vantagens Repom A utilização de rotas pré-cadastradas gera economia de tempo e facilita o seu trabalho. Então, antes de enviar uma nova solicitação de rota para a Repom, não esqueça de verificar a existência do trajeto no sistema.

Solicitação de uma nova rota Se você precisa solicitar uma rota que não está registrada no sistema, crie uma nova rota. Para isso, você precisa fornecer


Unidade de Estudo 04: Roteiro de Viagem | 31

algumas informações ao sistema, que se baseará nelas para definir o melhor roteiro. Tenha as seguintes informações em mãos: • Cidade e estado de origem e destino da carga; • Local para a quitação dos documentos após a entrega da carga, que pode ser em um posto credenciado Rede Estrada ou na própria matriz ou filial da sua empresa; • Sentido do roteiro (apenas ida ou ida e volta); • Descrição das vias preferenciais e observações caso você queira que seu contratado percorra um caminho específico. Veja o exemplo a seguir: Via BR116 / BR101 Observação: Passagem pelo Rodoanel - Cidade/UF. Caso você não especifique as vias preferenciais, a Repom se encarregará de escolher as vias pavimentadas que levem o contratado mais rápido ao destino da entrega da carga. Utilize o campo de observações se for preciso determinar alguma particularidade da entrega, como os pontos de parada ou a necessidade de alterar ou excluir uma rota. Pronto, o Roteiro da Viagem já foi solicitado, agora é a vez do Departamento de Roteirização (CRR) traçar a rota e o custo do pedágio. Basta esperar alguns minutos e o Roteiro estará pronto. Assim, contratado já estará apto a seguir viagem. Lembre-se de seguir a rota traçada e utilizar os benefícios dos cartões Repom.


32 | Programa de Capacitação Repom


Unidade de Estudo 05: Contratos | 33

CONTRATOS Vamos conhecer as etapas que ocorrem durante o processo de emissão de um contrato. Aqui estão descritas as ações que devem ser tomadas em relação à documentação da carga e quais são os ciclos, passando pelas instruções de como cancelar, quitar e consultar um contrato. Você ainda ficará informado sobre a inclusão e exclusão de débitos e créditos, o controle e o abono de documentos e como agir caso seja necessário colocar uma ocorrência no contrato.

Documentação da Carga É importante saber que a legislação brasileira exige uma documentação específica para o transporte de carga, e que depende do tipo de transporte e/ou carga. No entanto, o padrão exigido é composto por:

Contrato de Prestação de Serviços

+

Conhecimento de Transporte

+

Nota Fiscal do Produto

Formas de Controle de Documentos Para que haja o controle de documentos, eles precisam estar vinculados a um contrato vigente. Os vínculos podem acontecer através do conhecimento de transporte, da nota fiscal dos produtos ou de ambos.


34 | Programa de Capacitação Repom

Existem três formas de controle de documentação: • Responsabilidade da Repom: que pode controlar todo o processo de documentação do cliente, desde a separação até a conferência e entrega. • Compartilhado: a responsabilidade sobre a documentação é partilhada entre a Repom e o contratante, conforme o local de entrega. Quando os documentos são entregues em um dos postos credenciados Rede Estrada, a responsabilidade é da Repom de separar, auditar e enviar a documentação para o contratante. Todavia, os documentos ficam a cargo e responsabilidade do contratante quando a prestação de contas é feita diretamente em uma das filiais e/ou matriz da empresa. • Responsabilidade do contratante: se o contratante preferir ter controle total, ele deve orientar o contratado a entregar toda a documentação em uma de suas filiais ou na matriz da empresa. Nesse caso, a Repom não tem responsabilidade no processo.

Ciclos de um Contrato Quando um contrato é assinado, existem ciclos que devem ocorrer para que ele venha a ser cumprido. Os ciclos, ou status, são denominados de acordo com a situação do processo de transporte durante a viagem. Conheça os tipos de ciclo: • Em trânsito: significa que a viagem ainda está em aberto, ou seja, o motorista ainda não comprovou a entrega da carga. A comprovação acontece mediante a entrega dos documentos exigidos pela contratante.


Unidade de Estudo 05: Contratos | 35

• Quitado: informa que os comprovantes de entrega da carga já foram devidamente entregues pelo motorista em uma filial do contratante ou posto credenciado Rede Estrada • Pago: serve para o contratante saber que não há pendências financeiras com o contratado. • Pendente: significa que a viagem ainda não foi encerrada e permite a liberação de uma nova viagem mesmo sem a finalização de outro contrato de transporte de carga.

Tome Nota Como não há a possibilidade da emissão de duas viagens com o status em trânsito com o mesmo CPF ou número do cartão, caso você tente emitir uma segunda viagem com os mesmos dados, o primeiro contrato mudará automaticamente para o status pendente. Assim, você poderá abrir uma nova viagem para o mesmo motorista ou para a mesma numeração do Cartão Frete Repom. Mas, não se esqueça de consultar a quantidade limite de viagens que poderão ficar no status pendente. • Cancelado: algumas informações (como valor, peso, rota etc) não podem ser corrigidas após a emissão do contrato de frete. Se for preciso fazer alguma alteração, você tem que cancelar o contrato que precisava de alterações e emitir um novo. O primeiro contrato apresentará o status cancelado no sistema e não poderá ser reutilizado.


36 | Programa de Capacitação Repom

• Interrompido: é o status que aparece no sistema quando uma viagem, que já foi iniciada, apresenta alguma eventualidade antes da entrega da carga e precisa ser interrompida. • Prestado contas: comprova a entrega da documentação da carga e o pagamento do saldo ao contratado.

Ao utilizar o ciclo interrompido, o saldo não poderá ser pago e o valor do adiantamento pago pelo contratante não precisará ser devolvido. Porém, o saldo também não será pago devido à não concretização da entrega.

Viagem com Pagamento Eletrônico de Frete Para a emissão de um contrato de pagamento eletrônico de frete, é preciso ter informações sobre a viagem que será realizada. Essa informações são: Cidade de origem e destino da carga; Valor acordado entre o contratado e o contratante para o transporte da carga (acompanhe a descrição desse item em Adiantamento e Saldo); • O contratado (motorista, proprietário e veículo);


Unidade de Estudo 05: Contratos | 37

• Números do Cartão Frete Repom e/ou Cartão Vale Pedágio Repom (se a viagem for emitida com pedágio); • Destinatário que receberá a carga; • Tipo de produto que será transportado; • Documentação em posse do motorista, como Nota Fiscal, CTE (Conhecimento de Transporte Eletrônico). Tipo de operação de transporte de carga (é por meio da escolha da operação que é definido o local de quitação, quais documentos deverão ser entregues e a possibilidade de cálculo de quebra de peso ou não etc).

Adiantamento e Saldo Durante o transporte da carga, o contratado tem gastos para viajar que precisam ser supridos. Por isso, não se esqueça de esclarecer a ele as duas formas de pagamento existentes: • Adiantamento: Parte do pagamento feito ao contratado em sua Conta Frete para custear a viagem até a entrega da carga. É importante lembrar que o valor a ser pago de adiantamento deverá ser acordado previamente entre o contratante e o contratado. • Saldo: O saldo é o restante do valor pago na Conta Frete do contratado, após a entrega da carga e a prestação de contas em um dos postos credenciados Rede Estrada ou em uma das filiais ou matriz do contratante. Rede Estrada.


38 | Programa de Capacitação Repom

Quitação de Contrato A quitação do contrato indica que os comprovantes de entrega da carga foram apresentados num posto credenciado Repom ou em uma filial. Esse processo pode ser executado de duas maneiras: • Quitação via filial: é feita quando o contratado apresenta, em uma filial, toda a documentação que comprova a entrega da carga. É importante lembrar que a pessoa que recebe a documentação na filial ficará responsável por registrar a entrega no site da Repom. • Quitação via posto credenciado Rede Estrada: Assim como na quitação via filial, toda a documentação que comprova a entrega da carga deve ser apresentada. Além da documentação padrão, o contratado também precisa estar com o Cartão Frete Repom e, caso seja necessário, pode sacar dinheiro com ele ou utilizálo nos estabelecimentos que aceitam a bandeira Mastercard.

Tome Nota Apesar do nome quitação, nesse momento o contratado está prestando contas da documentação que foi exigida pela contratante para a comprovação da entrega da carga.


Unidade de Estudo 05: Contratos | 39

Consulta do Contrato Repom Você pode realizar as consultas por meio do site da Repom: www.repom.com.br ou da Central de Relacionamento. Caso seu sistema seja integrado e você não tenha permissão para acessar o site, peça ao administrador do seu sistema TMS a liberação de um login e uma senha para você. O acesso ao sistema possibilita a consulta de todos os dados inseridos no ato da abertura de um contrato, como: número do cartão, rota desejada, veículo, entre outros.

Cancelamento de Contrato O cancelamento de um contrato acontece quando há inconsistências na emissão da viagem. Por exemplo, o cancelamento pode ocorrer quando o contratado não quiser carregar a carga mesmo depois da emissão do contrato. Vale ressaltar que um contrato só pode ser cancelado quando não há movimentações financeiras vinculadas.

Interrupção de Contrato Em algumas situações um contrato não pode ser cancelado e precisa ser interrompido. Todos os valores do pagamento do frete, que ainda não foram utilizados, serão devolvidos para a conta do contratante. Isso acontece quando há movimentação financeira ou quando não é possível cancelar o CIOT.


40 | Programa de Capacitação Repom

Já os valores do Vale Pedágio apenas serão devolvidos com a apresentação do cartão e se os valores estiverem disponíveis integralmente.

Inclusão e Exclusão de Débitos e Créditos A inclusão e exclusão de débitos são funcionalidades disponibilizadas de acordo com as necessidades de cada contratante e depende de muitas variáveis. Portanto, é importante que você consulte o administrador do sistema Repom dentro da sua empresa. Caso haja a necessidade de algum pagamento maior do que o acordado com o contratado, o contratante, devidamente autorizado, deve inserir um crédito no contrato. Isso acontece, por exemplo, no reembolso de despesas durante a viagem. O débito pode acontecer se os valores inseridos são maiores que os definidos no momento da contratação do frete, ou caso haja, por exemplo, quebra de peso da carga acima do acordado no momento da entrega.

Baixa Antecipada A baixa antecipada é o ato de reter os comprovantes de entrega de documentação de uma ou mais cargas em uma de suas filiais, sem efetiva quitação do contrato. Com a baixa antecipada, o contratante consegue ter total controle sobre a documentação da carga e garante a comprovação da entrega.


Unidade de Estudo 05: Contratos | 41

Vale ressaltar que a utilização desse recurso não impedirá que o contratado receba o saldo de seu frete em um dos postos credenciados Rede Estrada após a entrega da documentação. Para utilizar esse recurso, o contratante deve baixar todos os documentos vinculados a um contrato. Caso isso não seja possível, o abono de documentos pode ser utilizado.

Abono de Documentos No momento da prestação de contas o contratado precisa apresentar todos os documentos exigidos pelo contratante que estejam vinculados ao contrato. Caso ocorra a ausência ou extravio de alguma documentação, é necessário utilizar a opção de abono de documentos faltantes. Apenas dessa maneira é possível que o contratado receba pelo serviço prestado, ainda que a documentação esteja incompleta. É importante que você diga ao caminhoneiro que este abono só poderá ser realizado através da entrega da documentação em uma filial. Após esta etapa, o contratado deve se dirigir a um posto credenciado Rede Estrada para receber o seu pagamento.

Ocorrências no Contrato Nos contratos, há alguns tipos de ocorrências que servem para relatar particularidades da viagem. Elas só podem ser inseridas caso o contrato ainda esteja no ciclo “em trânsito”. Se o contrato estiver “quitado”, não há necessidade de registrar uma ocorrência.


42 | Programa de Capacitação Repom

É importante lembrar que, após uma ocorrência ser inserida no sistema, ela não pode ser apagada. Caso haja a necessidade de corrigir uma ocorrência, faça uma nova e indique as correções.

Agora que você entendeu como funcionam os diversos processos envolvendo o contrato, passe para seu contratado as informações que ele necessitar. Dessa maneira, será muito mais produtivo o transporte das cargas. Quando todas as informações são passadas para o contratado, a viagem se torna muito mais tranquila e segura.


Unidade de Estudo 05: Contratos | 43


44 | Programa de Capacitação Repom


Unidade de Estudo 06: Conta Frete | 45

CONTA FRETE A partir de agora vamos conhecer a utilização, os benefícios e o detalhamento de validação dos dados cadastrais. Também vamos entender as vantagens e facilidades do uso do Cartão Frete Repom.

Conta Frete e Conta Saldo A Repom criou a Conta Frete para que o contratado possa receber os valores referentes ao seu frete. Com essa conta, ele pode movimentar seus recursos e conferi-los através de extratos solicitados em um dos postos credenciados Rede Estrada ou na Central de Relacionamento Repom. O contratado ainda pode realizar saques e utilizar os valores disponíveis em sua Conta Frete nas redes de postos credenciados Rede Estrada e nos estabelecimentos com a bandeira Mastercard. Já o contratante possui uma Conta Saldo na Repom, que serve para movimentar os pagamentos de frete para os contratados. Posteriormente, é necessário emitir um contrato de prestação de serviços e creditar o valor do adiantamento na Conta Frete do contratado para que ele possa seguir viagem. Por fim, após esse processo, o valor do saldo será creditado em sua Conta Frete, o pagamento poderá ser feito logo após a prestação de contas ou em um dia pré-definido caso haja uma agenda financeira.


46 | Programa de Capacitação Repom

O contratante terá a sua disposição os relatórios de conciliação financeira no site da Repom. Todavia, os contratantes que possuem o seu sistema de gestão integrado com a Repom não precisam acessar o site para conciliar seus pagamentos, já que essas informações estão presentes no próprio sistema. Então, se informe para saber em qual categoria a sua empresa se encaixa e para localizar a forma de conciliação e consulta correta. O contratado, por sua vez, deve entrar em contato com a nossa Central de Relacionamento para ter acesso ao extrato da movimentação da sua Conta Frete.

Vantagem Repom A Repom foi a primeira empresa a ser homologada pela ANTT para fazer o gerenciamento de pagamentos eletrônicos de frete. Isso deixa nossos contratantes seguros, pois garante que as operações realizadas com a Repom seguem todas as leis e resoluções exigidas pela a ANTT.

Formas de Pagamento para o Contratado O contratado pode receber os valores referentes ao pagamento eletrônico do frete de duas maneiras:


Unidade de Estudo 06: Conta Frete | 47

Os valores podem ir direto para a Conta Frete do contratado, e ficarem disponíveis após o crédito do adiantamento na emissão do contrato e a prestação de contas com o pagamento do saldo.

Se o modelo do contrato exigir uma Agenda Financeira, o valor do saldo será liberado na Conta Frete do contratado após a autorização do contratante no dia previamente acordado entre as partes.

Validação do cadastro É importante lembrar que para o pagamento ser feito, é preciso que o cadastro da Conta Frete do contratado esteja validado. Para essa validação, é necessário, em primeiro lugar, que haja um contrato de prestação de serviços em aberto na Repom. A validação dos dados cadastrais segue a regulamentação da ANTT. Segundo a lei, todo contratado deverá validar seus dados na fonte pagadora, neste caso, a Repom. Após a validação do cadastro, os valores estarão disponíveis para serem utilizados em qualquer estabelecimento da preferência dele (supermercado, restaurante, oficina mecânica, borracharia etc), desde que possua a bandeira Mastercard.


48 | Programa de Capacitação Repom

Tome Nota É importante que o contratado faça a validação de seus dados cadastrais, senão os pagamentos subsequentes à primeira utilização da Conta Frete serão bloqueados. Para isso, informe-o de que ele deve entrar em contato com a Central de Relacionamento Repom, por meio do telefone 0800 7016 744 ou (11) 4166-7500. Ele deve informar que o motivo da ligação é para a validação dos dados cadastrais.

Utilização da Conta Frete É preciso informar ao contratado que, na hora da utilização do Cartão Frete Repom na rede credenciada Mastercard, ele deve pedir ao estabelecimento que passe o cartão na função crédito. É importante o contratado saber que, apesar de utilizar o cartão na função crédito, os valores serão debitados da Conta Frete no ato da compra.


Unidade de Estudo 06: Conta Frete | 49

O contratado ainda pode sacar os valores disponíveis em sua Conta Frete, em uma situação de emergência ou sempre que desejar. Isso pode ser feito de duas formas: • Sacar até R$ 2,00 para cada real abastecido nos postos credenciados Rede Estrada; • Sacar em caixa eletrônico da rede bancária credenciada e sinalizada com a bandeira Cirrus. Para saber mais sobre a rede bancária credenciada e a taxa para o saque, oriente o contratado a entrar em contato com a nossa Central de Relacionamento Repom, no telefone 0800 701 6744.

Pronto, agora você já tem todas as informações necessárias para oferecer um atendimento completo ao seu contratado sobre a utilização da Conta Frete e do Cartão Frete Repom. O uso do Cartão Frete Repom facilita a vida dos caminhoneiros na estrada. Portanto, conhecer todos os procedimentos e instruir o uso correto do cartão traz benefícios para todos.


50 | Programa de Capacitação Repom


Unidade de Estudo 07: Vale Pedágio Repom - VPR | 51

VALE PEDÁGIO REPOM - VPR O Vale Pedágio Repom foi criado para proporcionar uma viagem mais segura. Com esse cartão, o motorista não precisa mais se preocupar com troco, ficando mais tranquilo durante a viagem. O VPR é um cartão pré-pago que serve para o motorista realizar o pagamento de pedágios. Ele é aceito em todas as praças de pedágios do Brasil, o que proporciona muito mais comodidade durante o transporte contratado. Esse método de pagamento é aprovado pela Agência Nacional de Transportes Terrenos (ANTT).

Como utilizar o VPR O VPR substitui o uso do dinheiro, o que aumenta a agilidade do pagamento e a segurança do caminhoneiro. Esse cartão deve ser utilizado exclusivamente para o pagamento de pedágio, sendo aceito em todas as praças das rodovias brasileiras.


52 | Programa de Capacitação Repom

Para carregar, descarregar ou consultar o saldo do cartão, é preciso instalar uma leitora de cartões Smart Card, que faz a leitura do chip do cartão. Também é necessário instalar um aplicativo chamado Vale Pedágio Web, que deve ser configurado no navegador do seu computador.

Aplicativo Vale Pedágio Web

Consulte nosso manual de instruções localizado na aba “materiais complementares”, caso você tenha dúvidas ou queira mais informações sobre a instalação da leitora.


Unidade de Estudo 07: Vale Pedágio Repom - VPR | 53

Descarga do VPR 1. Acesse o sistema Vale Pedágio WEB; 2. Insira o cartão que deverá ser descarregado na leitora; 3. Dentro do programa clique em “descarregar”. A descarga do Vale Pedágio pode ser realizada nas seguintes situações: • Em caso de cancelamento do contrato ou viagem (nos casos de clientes VPR); • Quando um roteiro incorreto é selecionado após emissão do contrato; • Quando o contratante emite uma viagem com valores incorretos do frete; • Quando um contratante incorreto é selecionado. Os respectivos valores serão encaminhados diretamente para a Conta Saldo do contratante.

Tome Nota Caso haja qualquer movimentação no cartão VPR, o processo de descarga não poderá ser executado.


54 | Programa de Capacitação Repom

Como consultar o saldo do VPR Para que você consiga realizar a consulta do saldo existente no cartão, você deve inseri-lo na leitora de cartões Smart Card, que, obrigatoriamente, deve estar instalada no computador que possui o aplicativo Vale Pedágio WEB. A consulta do saldo só pode ser realizada pelo titular do cartão, na mesma empresa contratante em que ele carrega o cartão. Qualquer dúvida que o contratado tiver sobre o VPR pode ser solucionada na Central de Relacionamento Repom, no telefone 0800 701 6744.

O manuseio do VPR é muito simples. Portanto, instrua o seu contratado a utilizar o VPR de maneira correta. Todas as informações apresentadas aqui têm o objetivo de tornar as viagens dos seus contratados mais ágeis e seguras e o seu trabalho mais fácil e descomplicado.


Unidade de Estudo 07: Vale Pedรกgio Repom - VPR | 55


56 | Programa de Capacitação Repom


Glossário | 57

Glossário É bom que você fique cada vez mais familiarizado com alguns termos que fazem parte do dia a dia do seu trabalho. Quanto mais por dentro dessas informações você estiver, melhor você conseguirá explicar aos caminhoneiros o quanto é fácil e vantajoso utilizar os nossos serviços.

Segue abaixo um glossário para você utilizar sempre que precisar: Adiantamento de Frete: Valor parcial do frete que é concedido antecipadamente ao caminhoneiro para custear a sua viagem até o destino. Agenciamento: Ação realizada pelas transportadoras de captação de contratados para realizar o Transporte Rodoviário de Cargas. Agenda Financeira: Processo de controle da Repom que permite ao contratante escolher o dia para o pagamento do saldo de frete ao contratado. Esse procedimento deve ser acordado, previamente, no contrato de frete. ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres): Agência que regula e fiscaliza a prestação dos serviços de transportes terrestres para harmonizar os interesses dos agentes do setor de transportes terrestres. Cadastro: O cadastro refere-se aos dados do seu contratado (dados do motorista, dono do caminhão, conta bancária, carreta, cavalo, RNTC) que podem ou não estar no contrato de prestação de serviço de frete. O CIOT é gerado e a viagem é emitida depois que essas informações do cadastro são validadas.


58 | Programa de Capacitação Repom

CIOT (Código Identificador da Operação de Transporte): Número que identifica cada operação de transporte. O CIOT foi regulamentado pela ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) na Resolução 3658/11. Comprovante VPR: Comprova o pagamento do pedágio ao contratado. Conta Frete: Conta criada automaticamente na Repom para o pagamento dos serviços de transporte prestados pelos contratados. Essa conta tem como objetivo principal levar comodidade, praticidade e segurança para os contratados no momento do recebimento dos fretes. Com a Conta Frete, o contratado tem total liberdade para utilizar os valores dos seus fretes, tanto para comprar produtos e serviços nos postos credenciados Rede Estrada quanto para sacar dinheiro no momento do abastecimento. Ele ainda pode utilizar o Cartão Frete Repom nos mais de 1,8 milhões de estabelecimentos com a bandeira Mastercard. Contratado: Pessoa física (TAC – Transportador Autônomo de Carga) ou jurídica (ETC – Empresa Transportadora de Cargas ou CTC – Cooperativa de Transportes de Carga) que presta os serviços de transporte de carga para um contratante. O contratado também é responsável por executar e receber os valores referentes aos fretes. Contratante: Qualquer empresa que contrata um serviço de transporte autônomo de carga. Contrato de Frete: O contrato de frete é um acordo formal entre duas ou mais partes com a finalidade de adquirir, resguardar, transferir, modificar ou extinguir uma relação jurídica. No nosso caso, o contrato é de prestação de serviços de transporte.


Glossário | 59

CRR (Central de Relacionamento Repom): É a central de atendimento da Repom, na qual o caminhoneiro e a contratante podem fazer perguntas sobre a utilização do sistema Repom, atualizar os dados cadastrais, saber o saldo e solicitar ou tirar dúvidas sobre roteiros. Para mais informações, entre em contato conosco através do telefone (0XX11) 4166 7500 (para o contratante) ou 0800 701 6744 (contratado). Motorista: Nome dado ao profissional que dirige o veículo de propriedade de um contratado. Ou nome dado ao contratado quando ele também é o motorista do seu próprio veículo. PEF: Pagamento Eletrônico de Frete. Plano de Viagem: É um documento emitido depois da emissão do contrato de frete e contém todas as informações da prestação de serviço de transporte, como os dados do frete, da carga e do contratado, os postos credenciados Rede Estrada (Repom), o roteiro e os documentos que devem ser entregues na prestação de contas. Prestação de Contas: Ato de apresentação da documentação que comprova a entrega da carga. Nesse momento está ligada à quitação de um contrato. Os documentos exigidos para a prestação de contas dependem do tipo de transporte e de carga, como: via do conhecimento do transporte (Ct-e) carimbado; canhotos da nota fiscal (Danfe) carimbados e assinados; e o ticket da balança carimbado com o peso líquido de chegada. Normalmente, a prestação de contas é realizada em um dos postos credenciados da Rede Estrada. O local da prestação de contas é definido pelo contratante quando é feita a contratação do serviço de transporte. Ela pode acontecer em um posto credenciado da Rede Estrada (Repom) ou filial do cliente. Quitação: Prestação de contas que o caminhoneiro deverá fazer ao entregar a carga em seu destino. A quitação é feita através da entrega


60 | Programa de Capacitação Repom

dos documentos exigidos pelo contratante (canhoto da nota fiscal carimbado e assinado, ticket da balança e etc) e pode ser feita em uma filial ou na matriz da empresa em que se presta o serviço. Repom Express: Sistema Repom utilizado pelos contratantes para gerenciar os pagamentos eletrônicos de frete e/ou vale pedágio para seus contratados. RNTRC (Registro Nacional de Transporte Rodoviário de Carga): Registro obrigatório para todos que prestam serviços de transporte rodoviário de cargas no Brasil, sendo empresas de transporte ou transportadores autônomos, e faz parte da Lei 11.442. É emitido e controlado pela ANTT. Roteiro: Nome dado pela Repom ao percurso escolhido para o transporte da carga, que pode ser pré-estabelecido ou poderá ser criado pelo contratante. Saldo de Frete: Valor restante do frete pago ao contratado após a prestação de contas que comprovam a entrega da carga. TMS (Transportation Management System): Software utilizado pelos contratantes e integrado com o sistema Repom. Vale Pedágio Repom (VPR): Cartão pré-pago da Repom utilizado exclusivamente para o pagamento de pedágio em todas as praças do Brasil.


Glossรกrio | 61



Livro digital repom expedicao