__MAIN_TEXT__
feature-image

Page 1

Informativo Nº 059 - Janeiro a Março de 2021

Vacina contra a COVID-19 Profissionais da saúde são o primeiro grupo a receber a vacina conra o coronavírus Confira na página 04

Ben&Jerry’s anima dia no ICAVC

Formatura de nossos residentes e estagiários

Página 06

Página 07


Expediente É uma publicação do Instituto do Câncer Arnaldo Vieira de Carvalho. O primeiro Hospital de Câncer do Brasil. Fundado em 19/02/1920.

Diretoria Executiva Antônio Martins da Silva Neto (Presidente) Ronaldo Vieira de Carvalho (1º Vice-Presidente) Alexandre Teixeira Carsola (2º Vice-Presidente) David Vieira da Costa (1º Tesoureiro) Pedro Rogério Clemente Palomares (2º Tesoureiro)

Conselho de Administração Germano Fraga Lima (Presidente) Paulo Massaru Uesugi Sugiura (Vice-Presidente) João Mauricio Gonçalves Lima (1º Secretário) Adelino Detofol (2º Secretário)

Conselho Fiscal Carlos Magno de Oliveira (Presidente) Luciano Romagnolli Sérgio Ricardo Rocha Santin Luiz Fernando Rocha Santin (Suplentes)

Diretoria

Pascoal Marracini (Diretor Geral) João Batista Lopes (Diretor Administrativo) Dr. Rodrigo Macedo da Silva (Diretor Técnico) Marcio Antonio Vieira Alves (Diretor Financeiro) Dr. Jefferson Mazzei (Diretor Clínico)

Redação e Edição de Textos Júlia Leocata Berringer

Revisão Ortográfica Claudia Travassos Centro Hospitalar Rua Dr. Cesário Motta Júnior, 112 Vila Buarque São Paulo SP CEP: 01221-020 Tel. (11) 3350-7088 Centro Ambulatorial e Administrativo

Largo do Arouche, 66 República São Paulo SP CEP: 01219-010 Tel. (11) 3367-3844

C

omeçamos o ano de 2021 ainda mais focados em oferecer o melhor atendimento ao nosso paciente. Em meio a tantas dificuldades que o tratamento oncológico nos apresenta, ainda devemos redobrar os cuidados diante da pandemia que ainda assola nosso país. Mas seguimos fortes e o trabalho não para. Demonstrando isso, neste primeiro trimestre realizamos 28.563 consultas ambulatoriais, 994 cirurgias, 9.433 aplicações de quimioterapia e 1.551 pacientes que fizeram tratamento com radioterapia, além de 4.409 consultas em pronto-atendimentos e 108.042 exames realizados. Nesta edição, falamos sobre a vacinação contra o coronavírus para os profissionais de saúde e sobre a importância de, mesmo vacinado, continuar com os cuidados de higiene e distanciamento social. Falamos também sobre os cânceres de estômago e esôfago, fígado e pâncreas, e colo de útero. Importante manter os exames preventivos em dia e manter hábitos saudáveis. No intuito de sempre orientar nossos pacientes, nesta edição você encontrará uma matéria sobre Advocy – direitos do paciente oncológico, vale muito a leitura. O destaque especial vai para a Formatura de nossa turma de residentes 2020, uma turma muito dedicada que honrou muito o ICAVC no período que esteve aqui. Além de tudo isso, tivemos dois momentos gratificantes, a comemoração do Dia da Mulher e a doação de sorvetes da Ben & Jerrys, que nos encheu de alegria e motivação. Assim continuamos, sabendo que dificuldades virão, mas em conjunto sempre iremos superar. Nosso muito obrigada!

Claudia Travassos

Relações Governamentais e Marketing

Agradecimentos O Instituto de Câncer Dr. Arnaldo vem por meio desta nota agradecer a todas as pessoas, ONGs e empresas que de alguma forma colaboraram com os trabalhos da instituição. Em especial aos profissionais da instituição que trabalharam com muita dedicação durante os primeiros meses desse 2021, um ano que começa difícil, mas que temos esperança de ser o início de uma retomada as nossas atividades normais. Agradecemos também aos nossos residentes e estagiários que se despediram e que deixarão muita saudade e um legado para os novos residentes que ingressam em março no ICAVC.

Facebook /institutodecancerdrarnaldo

Muito obrigada ao programa Amigos do Arnaldo e ao setor de Nutrição e Dietética que auxiliaram na distribuição da doação vinda da Doe Máscaras em parceria com o Serviço Franciscano de Solidariedade e Clarice Phillgret.

Instagram @icavc

Que seja o início de um ano de muita alegria e solidariedade!

Site www.doutorarnaldo.org

Distribuição gratuita. Proibida a venda.

02

Editorial


Informativo Nº 059 - Janeiro a Março de 2021

Gestão

Indicadores Hospitalares 2021 Centro Hospitalar e Centro Ambulatorial e Administrativo

APLICAÇÕES DE QUIMIOTERAPIA

RADIOTERAPIA PACIENTES TRATADOS

JAN FEV MAR 3.087 3.045 3.301

CONSULTAS AMBULATORIAIS JAN FEV MAR 8.429 8.785 11.349

JAN 417

FEV 359

MAR 375

EXAMES REALIZADOS JAN FEV MAR 33.282 36.347 38.413

CIRURGIAS REALIZADAS JAN 333

FEV 382

MAR 279

PRONTO ATENDIMENTO JAN FEV MAR 1.471 1.317 1.621

Para ter acesso aos indicadores completos acesse DOUTORARNALDO.ORG/INDICADORES Unidades Avançadas São unidades externas em parceria com o poder público estadual e municipal, que buscam atender a demanda de tratamento oncológico nos bairros Heliópolis, Imirim, Ipiranga e Santo Amaro na capital e em Santos e região.

Janeiro

Fevereiro

Março

Hospital Guilherme Alváro

53

54

50

Hospital Heliópolis

71

94

70

Janeiro

Fevereiro

Março

Hospital Ipiranga

16

14

16

CEO Alto da Boa Vista

255

258

291

Janeiro

Fevereiro

Março

Unidade São José - Consultas

1.040

1.254

1.498

Unidade São José - Cirurgias

124

99

100

Radioterapia - Pacientes tratados

Aplicações de Quimioterapia

Urologia

03


Informativo Nº 059 - Janeiro a Março de 2021

Gestão

VACINAÇÃO CONTRA O CORONAVÍRUS

Enfermeira Marcia foi a primeira vacinada no ICAVC

F

oram períodos de agonia e de incer teza. Ainda que hoje persista a preocupação com a pandemia do coronavírus que continua assolando o mundo, o avanço da vacinação contra o vírus mantém nossa esperança viva. No dia 21 de janeiro de 2021, o ICAVC deu ínicio a sua campanha interna de vacinação COVID-19, primeiramente com foco nos profissionais que são linha de frente ao cuidado do paciente, conforme quantidade e orientações da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo. Médicos, fisioterapeutas e equipe de enfermagem foram os primeiros a receberem as doses. A primeira pessoa vacinada em nosso hospital foi a enfermeira Marcia Alves, nossa colaboradora há 38 anos, e o enfermeiro Rodrigo, da nossa CCIH, foi quem vacinou com a primeira dose da Coronavac, vacina produzida pelo Instituto Butantan em parceria com a S i n o va c . N o m e s m o d i a f o r a m vacinados outros profissionais, como o Dr. Luiz Brandão e as enfermeiras Conceição e Egmar, que aparecem nas fotos ao lado. Sem deixar de lado os outros profissionais da instituição, aconteceu nos dias 5, 6 e 7 de fevereiro a campanha para vacinação de todos os colaboradores, como porteiros, serviços

04

gerais, administrativos, motoristas, nutrição, equipe do SAME (Serviço de Arquivo Médico e Estatística), além de muitos outros que compõem a nossa equipe e se dedicam para o pleno funcionamento do ICAVC. Com um longo caminho a se traçar na vacinação, a população começou a ser vacinada no dia 8 de fevereiro, com o grupo prioritário de idosos acima de 90 anos. Até o final de março, as pessoas com mais de 69 anos também já terão recebido suas primeiras doses. É importante inclusive ressaltar a importância da imunização com as duas doses da vacina: Tanto a vacina da Astrazeneca como a CoronaVac escolheram como regime vacinal a aplicação de duas doses — um esquema chamado de primário, pois essa é a quantidade de estímulo necessária para o organismo desenvolver uma resposta imunológica satisfatória com a tecnologia que esses imunizantes usam. Entre as doses da CoronaVac, se faz um intervalo de 14 a 28 dias. No caso da vacina da Astrazeneca, optou-se por acompanhar a resposta imunológica após um mês e três meses de aplicação da segunda dose. O resultado foi que, em um espaço maior de tempo, a resposta do organismo à tecnologia utilizada na vacina foi melhor.

Quem não completa o esquema vacinal está mais sujeito à infecção em comparação com pessoas que recebem as duas doses. Até por isso, essa pessoa não contribui de forma efetiva no controle da circulação do vírus, principalmente em locais onde poucas pessoas tiveram acesso ao imunizante. Como se não bastasse, a aplicação parcial pode favorecer versões mais resistentes do coronavírus e colocar em risco ainda mais pessoas: Se, por exemplo, surgisse uma suposta variante mais potente do vírus e essa resistir em um corpo que recebeu duas doses, ela pode se proliferar para pessoas que só tomaram uma dose, causando estragos e prejuízo em dobro. Ainda que as vacinas hoje disponíveis no Brasil tenham eficácia contra as variantes que já surgiram, é importante se prevenir e se cuidar. Cientes de que o distanciamento social, o uso correto de máscara e boas práticas de higiene ainda são uma i n d i s p e n s á ve i s n o c o m ba te a o coronavírus, estamos orgulhosos e esperançosos em acompanhar as primeiras vacinações contra o vírus. Esperamos que esse seja apenas o início de nossos recomeços e que em breve todos estejam vacinados e em segurança.


Informativo Nº 059 - Janeiro a Março de 2021

Gestão

A enfermeira Neuza vacinando a enfermeira Egmar Carolina

Enfermeira Conceição de Maria e Dr. Luiz Brandão

Os enfermeiros, Rodrigo de Andrade, Marcia Alves e Neuza Ferreira

05


Informativo Nº 059 - Janeiro a Março de 2021

Gestão

FORMATURA DA TURMA DE RESIDENTES 2020

N

o dia 26 de fevereiro, nos despedimos de alguns de nossos residentes e estagiários em uma cerimônia simbólica realizada no Anfiteatro da Santa Casa. Com número reduzido de pessoas e todos os protocolos de segurança, a cerimônia foi transmitida ao vivo pela internet, assim os familiares estiveram presentes, mesmo a distância. Um momento de muita emoção para todos os formandos e os preceptores, os médicos que foram mentores durante toda a trajetória desses profissionais que agora são ainda mais capacitados a exercer suas profissões, especialistas em diversas áreas da oncologia.

T.G.I. Dr. Flaviano Pereira Junqueira Dra. Izabel Cristina Monastério Guerra Dr. Luiz Capute Neto Radioterapia Dr. Leandro Cesar Oratti Dra. Rita de Cássia Araújo Rocha Cirurgia de Cabeça e Pescoço Dr. Filipe Lamounier de Barros Guerra Mastologia Dr. Daniel Carbonieri Batista de Oliveira Estagiários da Oncologia Clínica Dra. Camila Zanzarini Delfiol Dra, Gabriela Francis Simão Dr. Vitor Frederico Afonso

Dr. Luiz Capue e Dr. Vinicius Borges

A celebração contou também com uma apresentação surpresa, quando o Dr. Luiz Capute Neto, ao lado do exresidente do ICAVC, Dr. Vinicius Miranda Borges, tocaram a música Por Enquanto, interpretada originalmente pelo Legião Urbana. Nós, do Instituto de Câncer Dr. Arnaldo, desejamos muito sucesso na próxima etapa nas carreira dos novos especialistas, que continuem sempre focados em seus objetivos. As portas estarão sempre abertas!

06

Da esuerda para a direia: Dr. Jefferson Mazzei - Direor Clínico, Dr. Rafael De Cicco - Chefe do Serviço de CCP e COREME, Dra. Célia Regina Soares - Chefe do Serviço de Radioerapia, Dr. Rodrigo Macedo Direor Técnico, Dr. Carlos Elias Frisachi, Chefe do SOGM, Sr. Pascoal Marracini - Direor Geral, Dra. Silvia Regina Grazziani - Chefe da Oncologia Clínica e Dr. Gusavo Bonilha - Chefe do Serviço de TGI


ADVOCACY

Direitos do paciente oncológico

Texto por: Ewerton da Silva Medeiros

O

câncer afetou, entre 2019 e 2020 , mais de 18 milhões de pessoas em todo o globo, conforme estimativas da Organização Mundial da Saúde (OMS). No Brasil, o Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (Inca) trabalha com 600 mil novos casos por ano, no biênio 2018-2019. Diante desses dados, é de suma importância que os pacientes oncológicos estejam cientes de uma série de direitos que lhes são garantidos por lei no país. Entre os benefícios, estão isenção do pagamento do Imposto de Renda, saque do FGTS e prioridade na tramitação de processos jurídicos ou administrativos, por exemplo. O diagnóstico e o tratamento gratuito, dentro do que é ofertado pela rede pública, também são garantidos legalmente. De acordo com o INCA, todos esses direitos foram criados visando garantir a dignidade para as pessoas nesse momento em que há gastos e restrições em vários aspectos. Abaixo, destacamos os principais direitos desses pacientes. Auxílio-doença Assim como qualquer outro trabalhador segurado pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), o paciente com câncer tem direito a auxílio-doença quando ficam incapazes de trabalhar por mais de 15 dias consecutivos. Saque do FGTS e do PIS/PASEP A Lei nº 8.922, de 1994, autoriza a

movimentação da conta do trabalhador com a doença ou que tenha um dependente com câncer. Para requerer o direito, é necessário apresentar um atestado médico carimbado com número do Conselho Regional de Medicina e validade não superior a 30 dias. Nesse documento, é preciso constar o diagnóstico e o estado clínico. Fora isso, o requerente deve apresentar carteira de trabalho e Cartão Cidadão ou inscrição PISPasep. O pedido deve ser feito em uma agência da Caixa Econômica Federal. No caso do Pasep, a requisição deve ser feita no Banco do Brasil. Isenção do Imposto de Renda O paciente com câncer, é isento do Imposto de Renda relativo aos rendimentos de aposentadoria, pensão ou reserva/reforma (militares), conforme Lei nº 7.713, de 1988. O benefício deve ser solicitado à fonte pagadora junto da apresentação de laudo médico oficial da mesma.

firmado o diagnóstico. Se o prazo não for respeitado o mais indicado é solicitar seu cumprimento através de vias administrativas, como ouvidoria do hospital ou secretaria estadual da saúde. Reconstrução de Mama Mulheres que, em função de um câncer, tiverem os seios total ou parcialmente retirados têm o direito à cirurgia plástica reconstrutora da(s) mama(s) tanto pelo SUS quanto em planos de saúde privados. Compra de Veículos Pacientes com câncer podem obter isenções referentes aos impostos de aquisição de veículos. Em casos de deficiência física nos membros inferiores ou superiores que impeçam a pessoa de dirigir veículos comuns, os pacientes podem requerer, mediante apresentação de laudo médico, a isenção do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para compra de carros. Além desses, existem outros direitos adquiridos e, de acordo com o Instituto Oncoguia, são eles: Quitação do financiamento de casa Isenção do IPVA; Isenção do ICMS na compra de veículos adaptados; Dispensa do rodizio de automóveis; Prioridade de atendimentos em e s t a b e l e c i m e n to s c o m e rc i a i s e bancários; Serviço de atendimento ao consumidor em caráter especial e prioritário. Fonte: Instituto Oncoguia e INCA

Prioridade em Processos Também é possível solicitar ao juiz ou órgão público prioridade na tramitação de processos jurídicos ou administrativos. Acesso a Tratamento e Medicamentos pelo SUS O SUS deve garantir diagnóstico e todo o tratamento aos pacientes com câncer. A Lei nº 12.732, de 2012, assegura o direito dos pacientes diagnosticados com neoplasias malignas se submeterem ao primeiro tratamento no SUS em até 60 dias contados a partir do dia em que for

Gosou? Comparilhe com os amigos nas redes sociais! Acesse bi.ly/direiopaciene

07


Responsabilidade Social

Informativo Nº 059 - Janeiro a Março de 2021

DOAÇÃO DE SORVETE BEN&JERRYS ANIMA O DIA NO ICAVC

A

lgumas atitudes do bem podem mudar completamente o dia de alguém.

No dia 23 de março, o Instituto de Câncer Dr. Arnaldo recebeu 2004 sorvetes Ben & Jerry's para distribuir aos pacientes e colaboradores, o que alegrou o dia de muita gente por aqui. Essa doação, intermediada pelo programa Amigos do Arnaldo e com o apoio do nosso setor de Nutrição e Dietética, veio da Doe Máscaras em parceria com a Serviço Franciscano de Solidariedade - Sefras! Agradecemos também a Clarice Philigret por toda a atenção e por trazer essa doação até nosso hospital. O sorvete Ben & Jerry's foi fundado em 1978 com 5 dólares em fabricação de sorvete e um investimento de 12.000 dólares (sendo 4.000 emprestados), Ben e Jerry abriram sua primeira sorveteria em um posto de gasolina reformado em Burlington, no estado americano de Vermont. Hoje, é c o n s i d e r a d o u m d o s m e l h o re s sorvetes do mundo.

A nuricionisa Thais Marcon fez a enrega dos sorvees para os pacienes inernados e seus acompanhanes

08


Informativo Nº 059 - Janeiro a Março de 2021

Responsabilidade Social

DIA DAS MULHERES

N

o dia 8 de março, comemoramos o Dia das Mulheres.

Para nós do ICAVC, um lembrete da força das mulheres que tivemos o prazer de conhecer durante os 101 anos de ICAVC. São colaboradoras, voluntárias e pacientes que nos mostraram o verdadeiro significado de dedicação, coragem, solidariedade e muito profissionalismo. Não somente hoje, mas todos os dias, desejamos que todas as mulheres garantam o que é de direito: o respeito. Que juntos consigamos construir um futuro melhor para todas as meninas do mundo. Para comemorar, entregamos um mimo, um cupcake personalizado com o tema da mulher maravilha, com um cartão Toda mulher é maravilha, uma forma de demonstrar e exaltar a força e a dedicação das mulheres que nos ajudam todos os dias a construir um mundo melhor e mais igualitário. Desejamos a todas as mulheres, não somente no dia 8 de março, mas em todos os dias do ano um feliz dia, de muito respeito e igualdade.

09


Informativo Nº 059 - Janeiro a Março de 2021

Conscientização

JANEIRO Vamos falar sobre... Câncer de Estômago e Esôfago Câncer de Estômago Também conhecido como câncer gástrico, essa doença se desenvolve lentamente. Antes do aparecimento do câncer propriamente dito, alterações pré-cancerosas ocorrem no revestimento interno do estômago e podem passar despercebidas. Esse tipo de câncer é mais comum em homens do que em mulheres e, no geral, é mais diagnosticado em pessoas que tem entre 60 e 80 anos. Pessoas que foram tratadas para linfoma do estômago também têm um risco aumentado, junto a pessoas com dietas ricas em alimentos defumados, peixes salgados e produtos em conserva. Trabalhadores nas indústrias de carvão, metal e borracha parecem ter um risco maior de desenvolver câncer de estômago, assim como quem tem imunodeficiência. Ter um fator de risco ou mesmo vários, não significa que você vai ter a doença. Muitas pessoas com a enfermidade podem não estar sujeitas a nenhum fator de risco conhecido. Acredita-se que a diminuição dos casos de câncer de estômago nas últimas décadas é devido aos novos hábitos alimentares adquiridos pelas pessoas.

Isso incluiu um maior uso de sistemas de refrigeração para armazenamento dos alimentos. É recomendado manter um peso saudável, equilibrar a ingestão de calorias, praticar esportes e não fumar. Os sintomas e tratamento podem variar de acordo com a parte do órgão que o câncer aparece. Se o histórico familiar sugere que uma pessoa pode ter a doença, é recomendada a realização dos exames genéticos. Se o exame mostra que a pessoa tem uma forma anormal do gene CDH1 serão solicitados exames de imagem, de laboratório e biópsias, para confirmação diagnóstica e estadiamento da doença. Os principais tipos de tratamento para o câncer de estômago são cirurgia, quimioterapia e radioterapia e terapia alvo. Em muitos casos, uma combinação desses tratamentos pode ser utilizada.

esôfago aumenta com a idade. Menos de 15% dos casos são diagnosticados em pessoas menores de 55 anos. O uso de produtos do tabaco é um importante fator de risco para câncer de esôfago, bem como a ingestão de álcool, que aumenta o risco de câncer de esôfago. A exposição ocupacional a solventes usados para a limpeza a seco e ingestão de soda cáustica deve ser evitada. Uma dieta balanceada e rica em frutas e vegetais está associada a um menor risco de câncer de esôfago. A maioria dos casos de câncer de esôfago não pode ser evitada, mas existem algumas maneiras de reduzir o risco de desenvolver a doença, como evitar fatores de risco e tratar as pessoas com refluxo.

Câncer de Esôfago

A escolha do tratamento mais adequado para cada paciente depende da localização e estágio do tumor, idade, estado geral de saúde e preferências pessoais do paciente.

Se origina na mucosa e se estende para a camada muscular. Existem dois tipos principais de câncer de esôfago: carcinoma de células escamosas e adenocarcinoma.

É importante que todas as opções de tratamento sejam discutidas com o médico para ajudar a tomar a decisão que melhor se adapte às necessidades de cada paciente.

A chance de desenvolver câncer de

Fone: Insiuo Oncoguia

Endoscopia

QUER SABER MAIS?

A endoscopia é um exame que dura poucos minutos, mas pode auxiliar no diagnóstico de muitas doenças. O exame analisa a mucosa do esôfago, estômago e duodeno (primeira parte do intestino delgado), através de um tubo flexível (conhecido por endoscópio) que possui um chip responsável por capturar as imagens do sistema digestivo através de uma câmera. É um exame importante para o diagnóstico de diversas doenças, como: gastrite, esofagite, tumores, sangramentos e câncer de estômago e esôfago.

UTILIZE A CÂMERA DO SEU CELULAR PARA LER O CÓDIGO E ACESSAR NOSSO SITE OU ACESSE ATRAVÉS DO LINK:

www.bit.ly/2xmsmPn

10


Informativo Nº 059 - Janeiro a Março de 2021

Conscientização

FEVEREIRO Vamos falar sobre... Câncer de Fígado e Pâncreas Câncer de Fígado O fator de risco mais comum para câncer de fígado é a infecção crônica por vírus da hepatite B ou C. Estas infecções levam à cirrose hepática e são responsáveis por tornar o câncer de fígado um dos mais incidentes em muitas partes do mundo. Estes tipos de hepatite podem ser transmitidos de pessoa para pessoa através do uso de agulhas contaminadas, sexo sem proteção, parto ou transfusões de sangue. Pessoas com cirrose também têm um risco aumentado de câncer de fígado, uma doença em que as células do fígado são danificadas e substituídas por tecido cicatricial, sendo o alcoolismo uma das principais causas dela. Muitos cânceres de fígado poderiam ser evitados reduzindo-se a exposição aos fatores de risco conhecidos para a doença. Estes fatores podem ser evitados não compartilhando agulhas, realizando práticas sexuais seguras e não ingerindo álcool. Já existe vacina para prevenção da hepatite B para pessoas em situação de risco. Alguns sinais e sintomas podem sugerir que uma pessoa tem câncer de fígado, mas para o diagnóstico será

necessária a realização de exames complementares e biópsias para confirmar. Após o diagnóstico e estadiamento da doença, o médico discutirá com o paciente as opções de tratamento. Dependendo do estágio da doença e outros fatores, as principais opções são a cirurgia, tratamentos locais, radioterapia, terapia alvo e quimioterapia. Em muitos casos, mais do que um desses tratamentos ou uma combinação deles podem ser utilizados. Câncer de Pâncreas As células exócrinas e as endócrinas do pâncreas formam tipos diferentes de tumores, por isso é impor tante distinguir os cânceres, uma vez que eles têm fatores de risco e causas distintos, assim como diferentes sinais, sintomas, tratamentos, diagnósticos e prognósticos. Aproximadamente 95% dos casos de câncer de pâncreas exócrinos são adenocarcinomas. Esses cânceres normalmente começam nos ductos pa n c re á t i c o s , m a s à s v e z e s s e desenvolvem a partir das células que produzem as enzimas pancreáticas (carcinomas de células acinares). Os tumores de pâncreas endócrino são raros, constituindo menos de 5% de todos os cânceres de pâncreas. Como

Tomografia

grupo, eles são conhecidos como tumores neuroendócrinos. O risco de desenvolver a doença é cerca de duas vezes maior entre os fumantes de tabaco em comparação com aqueles que nunca fumaram. Cerca de 20% dos casos são causados pelo tabagismo. Charuto e cachimbo também aumentam o risco, assim como o uso de produtos de tabaco sem fumaça. A exposição ocupacional a certos pesticidas, corantes e produtos químicos utilizados no refino de metais pode aumentar o risco de câncer de pâncreas, que aumenta a incidência em pessoas com mais de 45 anos. Cerca de dois terços dos pacientes diagnosticados com câncer de pâncreas têm pelo menos 65 anos. Para o diagnóstico, o médico realiza um exame físico completo com foco no abdome para verificar quaisquer massas ou acúmulo de líquidos. A pele e a parte branca dos olhos serão examinadas quanto à icterícia. Os tumores que bloqueiam a via biliar também podem causar aumento da vesícular, que pode às vezes ser palpada no exame físico.

Fone: Insiuo Oncoguia

QUER SABER MAIS?

A tomografia computadorizada é um exame de imagem não invasivo que oferece um estudo detalhado de diversas partes do corpo e pode diagnosticar diversos tumores. Desde que começou a ser utilizada e popularizada, os índices de mor talidade de muitas doenças apresentaram diminuição, já que esse o exame de tomografia se mostra muito eficaz e preciso no diagnóstico precoce e rastreamento de cânceres, AVC, aneurismas e outras doenças.

UTILIZE A CÂMERA DO SEU CELULAR PARA LER O CÓDIGO E ACESSAR NOSSO SITE OU ACESSE ATRAVÉS DO LINK:

https://bit.ly/2UkG8uT

11


Informativo Nº 059 - Janeiro a Março de 2021

Conscientização

MARÇO Vamos falar sobre... Câncer de Colo de Útero O câncer de colo uterino é uma das neoplasias malignas mais comuns, sendo responsável no Brasil, em 2018, por 16370 de novos casos. Doença prevalente na população, apresenta fatores de risco bem determinados tendo como foco principal a atuação de subtipos bem conhecidos do HPV, o papiloma vírus humano. A infecção por este agente é altamente prevalente na população mundial e, quando esta ocorre, em cerca de 90% das vezes é combatida e eliminada pelo próprio organismo.

O habito de não utilização de preservativos, a ocorrência de outras doenças sexualmente transmissíveis — como sífilis, gonorreia, etc — são fatores conhecidos como de risco para a infecção pelo HPV. Outra situação de risco está relacionada a deficiência no sistema de defesa do indivíduo, chamado de sistema imunológico. Condições comumente vistas em algumas doenças imunológicas, AIDS, câncer e em pacientes transplantados e tabagistas.

A persistência da infecção de subtipos específicos do HPV é responsável pela ocorrência de lesões precursoras e do próprio câncer de colo uterino.

Sobretudo nas pacientes fumantes, o risco é maior de desenvolver lesões precursoras de câncer de colo uterino, devido a ação direta de inúmeros componentes do cigarro no sistema imunológico, facilitando a persistência da infecção pelo vírus.

A transmissão e, por consequência, a contaminação pelo HPV ocorre através principalmente da relação sexual; assim, a orientação e identificação facilitadores de sua ocorrência é um dos mais importantes fatores que podem contribuir para redução da incidência do câncer de colo uterino.

Ações de intervenção voltadas aos fatores de risco acima citados, aliadas a conscientização e acesso a políticas de planejamento familiar e ao rastreamento ginecológico adequados exames anuais e de rotina, tem impacto imediato na redução da incidência tanto de lesões precursoras

como do câncer de colo uterino. A incorporação da vacina contra o HPV no calendário pelo Ministério da Saúde visa ampliar a possibilidade de redução (e quem sabe, num futuro, erradicação) da infecção pelo vírus. Abaixo listamos as indicações do Ministério da Saúde sobre quem pode se vacinar contra o HPV: Meninas com idade entre 9 e 14 anos Meninos com idade entre 11 e 14 anos Pacientes portadores de HIV que tenham entre 9 e 26 anos Pacientes portadores de câncer Pacientes transplantados A luta contra o câncer de colo uterino só será vitoriosa se pudermos aliar acesso à prevenção, educação e tratamento. O Serviço de Oncoginecologia e Mastologia - SOGM do ICAVC está pronto para este desafio... E você??

Dr. Fábio Francisco O. Rodrigues Médico do SOGM do ICAVC CRM 81824

HPV e Papanicolau Mais de 80% da população vai eliminar o vírus e não vai saber que foi contaminada, mas algumas pessoas terão persistência do vírus, que pode avançar para o câncer de colo de útero, ânus, orofaringe e de pênis, por exemplo. A camisinha é muito indicada para diminuir a chance de transmissão desse vírus. Outra m a n e i r a d e s e p re ve n i r é f a z e r o papanicolau regularmente, além da medida mais efetiva: a vacina. O papanicolau é indicado para mulheres a partir do início da atividade sexual e é capaz de detectar alterações e doenças no colo do útero como inflamações, HPV e câncer. Deve ser realizado anualmente, porém com recomendação do seu médico, também pode ser realizado a cada 3 anos.

QUER SABER MAIS?

QR CODE

ESCANEIE AQUI UTILIZE A CÂMERA DO SEU CELULAR PARA LER O CÓDIGO E ACESSAR NOSSO SITE OU ACESSE ATRAVÉS DO LINK:

https://bit.ly/2UkG8uT

12


Departamento de Doações Colaborar com o Instituto de Câncer Dr. Arnaldo é garantir que nossos pacientes, todos atendidos através do SUS, tenham acesso ao tratamento oncológico, além de suprir os estoques de medicamentos utilizados e possibilitar a ampliação do nosso trabalho para cada vez mais pessoas.

0800-000-0300 Fale com a gente! Contribua com essa causa Você pode ajudar também com um PIX de qualquer valor para a chave doacoes@doutorarnaldo.org

Acesse o site e saiba como ajudar www.doutorarnaldo.org/doar

Você sabia que agora pode doar suas Notas Fiscais Paulista automaticamente para o ICAVC? Cadastrando o ICAVC como sua entidade o seu cupom fiscal vale muito mais (até o triplo do que valeria para um repasse de pessoa física) e você continua a participar dos sorteios mensais!

Confira o passo a passo acessando www.doutorarnaldo.org/nfp

Fique por dentro! Siga o ICAVC nas redes sociais @icavc

/institutodecancerdrarnaldo

/icavc


Expediente Esta é uma publicação do Instituto do Câncer Arnaldo Vieira de Carvalho. O primeiro Hospital de Câncer do Brasil. Fundado em 19/02/1920. Desenvolvimento, Criação, Redação e Edição Júlia Leocata Berringer Revisão Ortográfica Claudia Travassos

Centro Ambulatorial e Administrativo Largo do Arouche, 66 República - São Paulo - SP 01219-010 Tel.: (11) 3367-3844 Centro Hospitalar Rua Dr. Cesário Motta Jr., 112 Vila Buarque - São Paulo - SP 01221-020 Tel.: (11) 3350-7088

Depto. de Doações Tel.: (11) 3203-1971 doacoes@doutorarnaldo.org Acesse Site: doutorarnaldo.org Facebook: fb.com/institutodecancerdrarnaldo Instagram: instagram.com/icavc

Profile for Instituto de Câncer Dr. Arnaldo

Dr. Arnaldo em Notícias - Edição 59 (Janeiro a Março/2021)  

Esta é uma publicação do Instituto do Câncer Dr. Arnaldo. As publicações relacionadas abaixo não tem vinculo com a Instituição, sendo apenas...

Dr. Arnaldo em Notícias - Edição 59 (Janeiro a Março/2021)  

Esta é uma publicação do Instituto do Câncer Dr. Arnaldo. As publicações relacionadas abaixo não tem vinculo com a Instituição, sendo apenas...

Advertisement

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded