Issuu on Google+

PROGRAMAAMAZôNIA

NaturaquernúcleoernManau.s Empresa decosméticos deveimplantdr umCentrodeConhecimento nacapital,parapesquisara biodiversidade amazônica Divulgação

RENATAMAGNENTI DAEOUIPE DEACRITICA A empresaNatura Cosméticos No último ano a comunidalançouna manhãde ontem,em de do MédioJuruá,parceiManaus,o "ProgramaAmazô- ra da Natura, recebeu da nia", onde prevê a criaçãode empresa nacionalR$ ó00 um Centrode Conhecimento na mil. O recursofoi destinacapitalamazonense e umanova do ao Fundodo MédioJufábricano EstadodoPará.Oproruá e é administradopelos jeto tem início preüsto para o moradoresque produzem próximo ano e a implantação óleode andiroba. plenase estenderáaté 2020.A empresa estima um investimentodeR$ 1 bilhãona região. amazônicas,segundoLuciana, O Centrode Conhecimento, já vem acontecendo e sãodadas segundoa gerentedo Programa de maneiracriteriosa,de forma Amazônia,LucianaVilla Nova, que ambas as partes manteterácomometaestudarplantas, nham seuscompromissos. "As frutas e demaisitens da biodi- comunidades regionais, por versidadeamazônica,através exemplo,precisamter CNPJe da relaçãocompesquisadores e suasgarantiasasseguradas enmoradoreslocais.Essarelação quanto detentora de informaentre a Naturae comunidades ções",explicaa gerentí1. {

Empresausaandirobaretiradade comunidade do MédioJuruána linha'Ekos'

PARGERIA Desde2009,a Naturamantém parceriacom uma comunidade no Médioluruá, no Amazonas, ondeexplorao óleodeandiroba. "Essacomunidade seorsanizou

tãobemquecriouum fundoonde administramo recurso repassado pelaNatura",diz Luciana Villa Nova. Oobjetivodamarcanacional é criar em Manausum polo de

conhecimentoe pesquisa no segmentode cosméticose expandi-lo ao passar dos anos. "Estamosem contatocomalgumas universidadese pesquisadores do Amazonasqueremos criar uma redede especialistas e doutoresno segmentode biodiversidade amazônica". A gerentedoprogramaexplicouaindaque a Naturaestáem contatocom o Instituto Nacional de Pesquisasda Amazônia (Inpa)e com Centrode Biotecnologiada Amazônia(CBA)na possibilidadede firmar parceira.Aindanãoháum localdefinido para a instalaçãodo Centro. "No início de 2012 já teremos um CNPIdo Centrode Conhecimento e estaremosinstalados na cidade de Manaus,dando nossosprimeirospassos", apostaVilla Nova.


/20905_20110916_132650