Page 1

E D I Ç Ã O

E S P E C I A L

Uma

Década

de

IOMP

O Instituto OMP realizou um evento para celebrar os 10 anos de sua fundação


Sumรกrio

4.

10 ANOS DE INSTITUTO

10.

CONTEXTO


12.

PARABENS INSTITUTO

18.

LUIZA LAMEIRÃO

22. FAZENDO JUNTOS

24. RECEITA

O tempo corre veloz e a vida escapa das nossas mãos, mas pode escapar como areia ou como sementes TOMAS MERTON

Veja o que nestes 10 anos o Instituto OMP semeou...


4

Você sabia que... 90% das células do cérebro são formadas antes do nascimento e nos sete anos seguintes ao nascimento? Aos quatro anos, o cérebro poderá ter atingido a metade de seu potencial quando adulto? Desde recém-nascida, a criança traz consigo o potencial e as competências para se desenvolver, cabe aos adultos favorecerem este processo preparando e oferecendo ambientes adequados. Cientistas têm descoberto que o ambiente não afeta somente o número de células do cérebro, mas também o caminho que essas conexões fazem em suas ligações.

4


No momento em que uma criança completa 6 anos, seu cérebro já desenvolveu os amplos contornos de sua autoestima, de senso de moralidade, responsabilidade e empatia, sua capacidade de aprendizado e de relacionamento social, e outros aspectos de sua personalidade. A criança pequena tem competências imitativas ilimitadas, que são a expressão de um profundo desejo de explorar o mundo, de pesquisá-lo e de aprender. Dado este cenário, você já parou para pensar, qual é a sua responsabilidade com a criança na construção desta nossa sociedade?


É indispensável ao educador vivenciar processos de aprendizagem contínua, assim como a criança vivencia nesta faixa etária plenamente ao brincar livre. A criança aprende a criar, distinguir, cooperar, aprende a entregar-se livremente a uma tarefa, a interessar-se por alguma coisa, a experimentar, a tentar novamente e novamente. Aprende a superar dificuldades e começa a conhecer a alegria e a satisfação, quando se sente capaz em suas realizações. Quando o educador vivencia este processo também, ele passa a olhar a criança de maneira diferente, não porque a criança mudou, mas porque o olhar adulto foi transformado respeitando as individualidades e ritmos de cada ser que está sob sua responsabilidade. Desta forma, o educador busca promover meios para que as crianças tenham seu desenvolvimento pleno, promovendo ambientes favoráveis nos âmbitos motor, sensório, afetivo, linguístico e cognitivo, sem priorização de apenas uma área de desenvolvimento.

6


O que se vê acontecer frequentemente ao pensarmos a educação apenas em seu aspecto cognitivo, pois a criança pequena aprende pelo que faz, literalmente, com o corpo todo, e não apenas com a cabeça, sendo o brincar livre, a atividade fundamental e mais importante nessa fase da biografia. Desta maneira que o Instituto OMP contribui para um mundo melhor, tornando as pessoas protagonistas, acreditando e contribuindo para a construção de uma sociedade mais digna e humana para todos. Fundado em 2007 o Instituto Olinto Marques de Paulo (IOMP), em São Paulo, busca através de diferentes ações contribuir com a sociedade promovendo a consciência da importância dos primeiros anos de vida do ser humano para a construção da identidade do indivíduo e consequentemente de uma sociedade. Há dez anos, o OMP se dedica a realizar projetos e programas de formação continuada para educadores da educação infantil da rede pública direta ou conveniada.


8


s a t n a Qu crianças

o t u t i t o Ins iou ?

c n e u l f n já i

Em 2007, nascia o Instituto Olinto Marques de Paulo, com proposição e condução de Janice Marques Mascarenhas – filha primogênita de Olinto Marques de Paulo que com a colaboração da educadora Luiza Lameirão olharam, pesquisaram e acreditaram que é possível transformar e vivenciar uma educação humana, compassiva, respeitosa, serena, generosa e portanto transformadora.


1 ano 1 Educador

=

10

Crianças

1 Educador beneficia em média 10 crianças

10 anos

1MIL

Educadores

=

100

MIL

Crianças

Instituto OMP beneficiou aproximadamente

1.000 educadores = 100.000 crianças

10


s n é b a r Pa ituto Inst Em 2007, nascia o Instituto Olinto Marques de Paulo, com proposição e condução de Janice Marques Mascarenhas – filha primogênita de Olinto Marques de Paulo que com a colaboração da educadora Luiza Lameirão olharam, pesquisaram e acreditaram que é possível transformar e vivenciar uma educação humana, compassiva, respeitosa, serena, generosa e portanto transformadora.

12


Em 10 anos de existência, 9 municípios já foram atendidos e mais de 1.000 educadores foram diretamente beneficiados. Se a cada ano um educador possibilitar um genuíno amparo na mudança de apenas dez crianças, no período de dez anos, cem mil crianças serão tocadas.

A atuação do Instituto OMP se dá hoje através de programas e projetos como: Ilumina, Música Viva, Brincar e Sua Singularidade, Natureza e Sustentabilidade, Árvore Generosa e continua seguindo a sua trajetória com projeções futuras e aspirações sinceras de uma sociedade melhor, que continuamente pode ser transformada, por mais um dia, mais um ano, mais dez anos. Brincar e Sua Singularidade, Natureza e Sustentabilidade, Árvore Generosa e continua seguindo a sua trajetória com projeções futuras e aspirações sinceras de uma sociedade melhor, que continuamente pode ser transformada, por mais um dia, mais um ano, mais dez anos.

Apresentação Projeto Natureza e Ritmos (SOBEI)


Em 10 anos de existência, 9 municípios já foram atendidos e mais de 1.000 educadores foram diretamente beneficiados. Se a cada ano um educador possibilitar um genuíno amparo na mudança de apenas dez crianças, no período de dez anos, cem mil crianças serão tocadas. A atuação do Instituto OMP se dá hoje através de programas e projetos como: Ilumina, Música Viva, Singularidade, Natureza e Sustentabilidade, Árvore Generosa e continua seguindo a sua trajetória com projeções futuras e aspirações sinceras de uma sociedade melhor, que continuamente pode ser transformada, por mais um dia, mais um ano, mais dez anos.

14


No momento em que uma criança completa 6 anos, seu cérebro já desenvolveu os amplos contornos de sua autoestima, de senso de moralidade, responsabilidade e empatia, sua capacidade de aprendizado e de relacionamento social, e outros aspectos de sua personalidade. A criança pequena tem competências imitativas ilimitadas, que são a expressão de um profundo desejo de explorar o mundo, de pesquisá-lo e de aprender. Dado este cenário, você já parou para pensar, qual é a sua


16


L UIZA L A ME IRÃO


Qual é a atividade inerente da criança? O que a criança faz sem que precisemos pedir? Ela brinca! É no brincar que elas conquistam espontaneamente aquilo que nós não podemos fazer por elas.

A infância não é uma coisa que morre em nós e seca, uma vez cumprido o seu ciclo. Não é uma lembrança. É o mais vivo dos tesouros e continua a nos enriquecer sem que o saibamos. FRANZ HELLENS

O brincar exige espaço e tempo. As conquistas corporais acontecem no espaço externo, onde ela possa estar ereta, andar, correr, saltar, mover-se com leveza, dar cambalhotas. Tais habilidades indicam que o primeiro espaço externo que a criança visita é seu próprio corpo, desde seus primeiros movimentos, ainda no sossego de seu berço.

18


O brincar, atividade espontânea da criança, encontra um grande impedimento em sucessivos compromissos ao longo do dia, o que leva à pressa. Tudo o que o adulto faz com as crianças, inclusive ao lado delas, de forma rápida, brusca, apressada, as assusta e gera medo. Quanto mais hábil ela se torna, desenvolve a percepção de si mesma e alcança seu espaço interior: é quando ela diz “eu” para referir-se a si mesma e caminha em direção à autonomia humana.


Quando as crianças brincam e eu as oiço brincar, qualquer coisa em minha alma começa a se alegrar. FERNANDO PESSOA

Seu esforço individual para estas conquistas se torna o fundamento para encontrar o outro ser humano. Neste encontro ouvem-se mutuamente no cantarolar, no faz de conta, e por fim, chegam a decidir por uma brincadeira em comum. Quando este objetivo comum forma um grupo envolvido com a mesma meta, as crianças, ao vivenciarem essas brincadeiras, planejam, constroem, elaboram com envolvimento, seriedade e alegria. É assim que a criança desenvolve a intencionalidade, tornando-se autora de suas ações. Assim, o brincar na infância se caracteriza como potencial do autêntico desenvolvimento humano.

20


e d l e n A Vento

Estes anéis de vento proporcionam uma atividade ao ar livre que não demanda nenhuma aptidão especial e agrada crianças de todas as idades.


o d n e Faz s Junto Vareta flexível

Linha Forte

MATERIAL

5 tiras de fita Agulha e linha com 1 metro cada de costura

COMO FAZER: Enrole a vareta formando um aro do tamanho da mão, entrelaçando-a uma ou duas vezes, para manter a forma. Prenda a ponta com a linha forte.

Arremate o que seria a ponta solta de cada tira de fita para evitar que esgarce (ou corte as pontas em viés). Costure cada tira de fita no aro, a intervalos regulares. Dobre a ponta das fitas antes de costurar, para que não esgarcem.

22


l a r g e t Pão In iro Case

INGREDIENTES

300ml de água morna (não pode ser quente)

2 colheres (sopa) de azeite de oliva

3 xícaras (500g) de farinha integral

1 sachê (7g) de fermento biológico seco instantâneo

1 colher (sopa) de azeite de oliva

1 colher (chá) de sal


Receita MODO DE PREPARO

1. 2. 3. 4.

Em

uma

tigela

adicione

o

trigo,

o

fermento e o sal e misture os ingredientes secos. Em um copo coloque a água morna, o azeite e o mel, e mexa bem com uma colher. Adicione a água aos poucos nos ingredientes secos até formar uma massa bem macia. Depois coloque a massa em uma fôrma de pão untada (ou faça bolinhas se não tiver a fôrma). Cubra com um plástico ou pano úmido e

5. 6. 7.

deixe o fermento ativar por uma hora, a massa vai dobrar de tamanho. Leve ao forno pré-aquecido a 180c, ou se seu forno for elétrico, a 200c. Asse por 35 minutos ou até dourar muito bem.

24


FA LE CO M AG E NTE

Revista elov2  
Revista elov2  
Advertisement