Page 1

Ano V

MENU SENTIMENTAL

Receitas resgatadas do fundo do coração

CHÁ DAS MINAS

American Girls e suas mamães em um encontro pra lá de fashionista

BOADRASTA

O amor em novas configurações da família moderna

Número 5 | 2013

MÃE COM “H” MAIÚSCULO

A maternidade sob a ótica de quem só teve filho homem

HAJA FÔLEGO!

Mães esportistas incentivam um estilo de vida saudável em família

E MAIS

Festa do pijama, concurso cultural, detox e muito mais


Almoço Especial Dia das Mães Versailles

Mamãe

menu

espaço kids

sorteio

boa música

Domingo,12 de maio a partir das 12h30

Reservas antecipadas 84 3217.6162


Índice. 64.

14.

10. EDITORIAL 12. RÁPIDAS 14. CAPA:

MÃES DE MENINOS Abrimos uma roda de conversa com mães

de filhos homens para troca de experiência, boas histórias e muito amor.

26. CONSUMO

Diversas dicas de presentes capazes de traduzir o seu amor pela mais bela

flor do seu jardim.

30. MÃES

EM RITMO AERÓBICO Entre pedaladas, mergulhos, remadas

e muita disposição, encontramos mães que colocam a família toda pra se mexer.

46. BEM-ESTAR 48. SWEET

dos sonhos.

Você sabe o que é Detox? A nutricionista Lilian Lins responde.

DREAMS Montamos uma autêntica festa do pijama para mostrar looks

57. FLAGRA

Mate a curiosidade de como é feito um editorial de moda.

Coordenação Geral: Larissa Borges Conselho Editorial: Eliade Pimentel, Larissa Borges, Marcílio Amorim e Thiago Cavalcanti Redação: Eliade Pimentel, Larissa Borges e Marcílio Amorim Projeto gráfico: Caio Vitoriano Direção de Arte: GR Design Editorial e Caio Vitoriano Produção: Sarah Lira Revisão: Lucílio Barbosa Comercial: Lilian Agra Fotógrafos: Humberto Lopes, M.A. Diniz e Rámon Vasconcelos Jornalista Responsável: Marcílio Amorim - DRT JP1614 RN Capa: As mães de meninos: Ângela, Daniela, Danusa, Silvana e Tazia Foto: Humberto Lopes Tiragem: 7.000 exemplares Gráfica: Impressão Gráfica

Contatos: 84 3217.6162 | comercialrevista@versaillesrecepcoes.com.br | gerencia@versaillesrecepcoes. com.br | @RV_versailles | Facebook: RV Versailles | www.versaillesrecepcoes.com.br 8 RV Mães MAIO 2013

79.


72.

48.

30.

58. BOADRASTA

Maçã envenenada é coisa do passado. As madrastas que estão

64. ANTENADAS

Meninas vestidas como bonecas ou bonecas vestidas como meninas?

ganhando o amor dos enteados.

Entenda a febre das American Girls.

71. FAZENDO

salão MariAnninha.

A CABEÇA Empreendedorismo e inovação são características do

72. ENSAIO

INFANTIL Fotos para exercitar a sua corujice. 79. HERANÇA Receitas temperadas com amor e saudade. 84. RETRATOS Fotos de mães transbordando de orgulho nas festas mais concorridas

do Versailles Recepções.

86. PROSA

O amor de uma mãe de primeira viagem.

88. BASTIDORES

Todos os flagras, todos os lances, todos os clicks da produção

de mais uma RV Mães.

A RV Mães é uma publicação do Versailles Recepções & Eventos através de Larissa Borges Projetos Editoriais

RV Mães MAIO 2013 9


Editorial.

DUAS VEZES na IgrEja

desejos alheios de uma menininha para mim. Nossa, parei, respirei e me imaginei entrando com meus filhos, levando-os ao altar para o matrimônio, já sentindo a dor e a delícia de cortar o cordão umbilical, de deixá-los formar, cada um, a sua própria família, sendo grandes homens, gentis e

TexTo | LarIssa borgEs

especiais com suas esposas.

FoTo | humbErto LopEs

bom, em meio a tudo isso, ainda me

quando soube o sexo da minha segunda gravidez, senti que muitas pessoas próximas a mim lamentaram por não ser uma menina, afinal, eu já tinha o meu menino. mas esse era um desejo externo, de terceiros. eu mesma nunca pensei no sexo da criança com um pensamento formado, já que me apaixonei por todos os super-heróis do mundo

deparo com um lindo texto postado no instagram (veja pág 16), que serviu para dar mais gás a matéria pautada para ser capa. mas a maternidade é infinita, e fomos muito além do sexo das nossas crianças. Aqui está uma revista feita por muitas mãos, mães, filhos e filhas muito especiais. por essa publicação, obrigada a cada pessoinha que ajudou a escrevê-la.

sendo mãe de menino, e amo chegar em casa e receber uma “teia de aranha” do homem-Aranha como um “oi”. mas, diante de todos os comentários que recebi, uma frase me comoveu e emocionou: no meio da tarde, um telefonema do meu marido dizendo “meu amor, você vai entrar na igreja duas vezes, e eu, nenhuma”. em sua voz, um ar de preocupação, querendo consolar uma mãe que não precisava de consolo, mas ele achou que sim, diante dos Larissa Borges

publicitária, diretora de mKt do Versailles recepções, editora da revista Versailles e rV mães.

10 rV mães mAio 2013


EXECUTIVA


Rápidas.

expressando o amor

Texto | MARCÍLIO AMORIM Fotos | M. A. Diniz

A parceria entre a RV Mães e a escola

Confira a seguir os melhores desenhos

Espaço Infantil Primeiros Passos continua

do Concurso Cultural. Três trabalhos

mexendo com a criatividade e aflorando

foram escolhidos entre os concorrentes.

os dons artísticos dos talentosos alunos

Em primeiro lugar, ilustrando nossa quarta

da instituição.

capa, está o desenho “Alongamento do

A cada edição da revista, um novo desafio é lançado. Desenho, escultura, poesia... Desta vez, seguindo uma das

abraço”, de Amanda Araújo Azevedo, 06 aninhos. Ao lado, também destacamos os

pautas da nossa 5ª edição, os alunos

trabalhos de Augusto Fernandes de

Primeiros Passos foram estimulados a

Mesquita Ferraz, 06 anos, e Maria

retratar as mães esportistas.

Fernanda Ribeiro de Carvalho Bastos, 06 anos. Segundo e terceiro colocados, respectivamente.

12 RV Mães MAIO 2013


1º Lugar Amanda Araújo Azevedo, 6 anos, mãe Adriana Azevedo.

#MãesVersailles Apontada como a rede social do momento, o Instagram posicionou uma lente de aumento na vida cotidiana.

2º Lugar Augusto Fernandes Correia de Mesquita Ferraz, 6 anos, mãe Eleika Ferraz

Pessoas de todas as idades buscam a rede de relacionamento para expressar o que sentem através de imagens. Pegando esse gancho, a RV Mães fez uma campanha para que mães e filhos publicassem fotos que traduzissem o amor que sentem pelo outro. O resultado foi de encher o coração com tanto amor. A foto mais criativa (acima) ganhou um espaço em nossa edição e a

3º Lugar Maria Fernanda Ribeiro de Carvalho Bastos, 6 anos, mãe Kennia Ribeiro

mais curtida entre os internautas (abaixo) ainda ganhou senhas do tradicional Almoço Especial do Dia das Mães Versailles.

Orgulho pouco é bobagem! A pequena Amanda Araújo Azevedo exibe o sorriso e o certificado de vencedora do nosso concurso cultural. A entrega ocorreu pelas mãos da não menos orgulhosa Luciana Azevedo, diretora da escola Espaço Infantil Primeiros Passos.

RV Mães MAIO 2013 13


Capa.

mães DE meninos Texto | MARCÍLIO AMORIM Fotos | humberto lopes

Uma coisa todas as nossas entrevistadas têm em comum: o mesmo brilho nos olhos ao falar dos filhos. Abrimos uma roda de conversa com cinco mães que só tiveram filhos homens. Em um papo descontraído, elas se encontraram em torno da experiência – e do desafio – de educar o sexo oposto. Mesmo em fases distintas da vida, mesmo tendo vivências diferentes para compartilhar, Ângela Pinto, Daniela Diniz, Danusa Alvarenga, Silvana Galvão e Tazia Varela se encontraram em torno do amor. Entre risadas e momentos de forte emoção, elas nos contaram tudo sobre o convívio, as dificuldades, as vantagens, as frustrações, as reclamações e tudo que pode rolar em uma relação entre mãe e filho. Enquanto o dito popular e a ciência insistem em dizer que pais preferem ter filhos homens e mães preferem ter filhas mulheres. Elas quebram a “regra” e declaram aos quatro cantos: EU AMO SER MÃE DE MENINO!

14 RV Mães MAIO 2013


RV M達es MAIO 2013 15


MÃE TRILEGAL Ângela Pinto, 39 anos, Ortodontista Mãe de Lucca Cunha, 10 anos, Thiago Cunha, 07 anos e Matheus Cunha, 03 anos. É tri!

Educação

“Lá em casa sou a mãe tricampeã; em cada

“Explico pra eles que existem dois caminhos:

ano das três últimas Copas do Mundo, eu tive

o certo e o errado. O meu papel é mostrar

um filho.”

sempre o caminho certo.”

Praticidade

O favorito

“Ainda bem que fui louca de ter três filhos. Acho

“A disputa pela atenção da mãe existe, mas não

os homens práticos e carinhosos. São amigos,

tenho filho preferido.”

carinhosos e companheiros.”

“Identificação não significa preferência.”

SER MÃE DE MENINO “Ser mãe de menino é aprender a jogar bola, brincar de carrinho, peão e futebol de botão e pensar… por que não fiz tudo isso na minha infância se é tão divertido? É aprender o nome de diferentes tipos de caminhões, carros, aviões e demais veículos. Conhecer todos os super-heróis pelo nome, uniforme e superpoderes. Ser camarada de monstros, lobos, vilões e demais seres fantásticos. É ser pirata, motorista, piloto de avião, super-herói e dinossauro. É assumir papel de herói ou vilão e se preparar porque a cada dia tem uma nova emoção. Ter pique para jogar bola e correr, e correr, e correr, e correr, e correr mais um pouco. Ser mãe de menino é sentir-se uma princesa protegida de monstros e bichopapão, pois tenho um príncipe valente que não me deixa na mão. É descobrir que a cor azul é tão bonita quanto a rosa, é ganhar beijo na boca, ter a face acariciada e ser chamada de linda muitas vezes ao dia. Ser mãe de menino é ouvir das pessoas que o sexo masculino é estúpido e mal-educado e provar com muito carinho que isso dependerá muito da educação que ele vai receber!” Letícia Thompson

16 RV Mães MAIO 2013


Pulso “Para educar um filho homem é preciso ter firmeza. Tem que dar amor no momento certo, mas também tem que ter a hora de ser dura.”

RV Mães MAIO 2013 17


MÃE CORUJA PARA SEMPRE Daniela Diniz, 37 anos, Empresária Mãe de Gabriel Diniz, 06 anos e Daniel Diniz, 04 anos. Mimo “Mãe de filho homem é besta demais. Faço tudo por meus filhos.” União “Gostei de ter dois filhos homens por causa do companheirismo deles. Meus filhos são tão unidos que até parecem gêmeos. Eles têm personalidades diferentes e o pensamento igual.”

A sogra “Acho que não serei uma sogra fácil de lidar, ou vou adorar a nora ou vou odiar e avisar logo para ele: essa menina não serve pra você, meu filho!”

18 RV Mães MAIO 2013


Energia

Obediência

“Tenho que ter energia dobrada para

“Eles me obedecem

acompanhar o ritmo da dupla. Sempre

e sabem que vou dosar na hora da

levo eles para jogar futebol no Parque

bronca. Mas quando o pai diz ‘não’,

das Dunas, circo, cinema.”

encerrou o assunto.”

LEITE MATERNO MUDA DE ACORDO COM O SEXO DO BÊBE Segundo estudo publicado na revista “American Journal of Physical Antropology”, o leite materno muda de acordo com o sexo do bebê e as condições financeiras da mãe. Foi isso que descobriu uma pesquisa realizada na África. A quantidade de gordura presente no leite é maior para filhas do que para filhos quando as mães dos bebês têm baixo status socioeconômico. Já mães de classe alta apresentam maior quantidade de gordura no leite para filhos do que para filhas. A composição do leite materno está adaptada às necessidades do bebê humano. É por isso que o aleitamento previne mortes infantis e promove a saúde física e mental da criança e da mãe.

RV Mães MAIO 2013 19


ENERGIA EM DOSE DUPLA Danusa Alvarenga, 31 anos, Arquiteta Mãe dos gêmeos Bruno Santos Porciúncula e Pedro Santos Porciúncula, 1 ano e 10 meses. Um é pouco, dois é demais! “Menino é muito mais enérgico. No meu caso, a energia é multiplicada por dois.”

MENINO X MENINA Os cientistas da Queen’s University, no Canadá, resolveram investigar se havia mesmo alguma tendência na preferência dos pais pelo sexo das crianças. Os pesquisadores entrevistaram 2.000 estudantes da universidade em busca da resposta.

Menino ou menina?

Os resultados apontaram que os

“As pessoas pensam que é mentira quando

homens preferem, de fato, ter

eu digo que prefiro ter filho homem. Não sei

filhos meninos, e as

colocar um laço sequer em uma menina. Graças a Deus que tive dois meninos.”

mulheres, meninas. Os pesquisadores

Princesa

fizeram três

“Eles são supercarinhosos e olham pra mim

perguntas aos jovens.

como se eu fosse uma princesa.”

A primeira foi sobre a

Educação “Eu tive que falar sério com eles. Briguei sério. A lágrima escorrendo no rosto deles e eu

preferência de gênero do primeiro filho. Depois, se ficariam

sentindo uma dor no peito. Meu coração do

mais felizes tendo mais

tamanho de uma ervilha, mas eu sabia que era

filhos do sexo masculino

o melhor pra eles.”

ou do feminino. Por último, apuraram qual seria a predileção se gerassem um filho único. Em todos os casos, os alunos poderiam responder com a expressão “tanto faz”. Fonte: Revista Crescer

20 RV Mães MAIO 2013


Princesa “Eles são pequenos, mas eu já percebo o encantamento no olhar. O pai fica perguntando: ‘Por que vocês não olham pra mim assim, hein?!’”

RV Mães MAIO 2013 21


22 RV M達es MAIO 2013


“O jeito que a mãe fala tem

PROTETORA OU PROTEGIDA?

um melzinho.”

Silvana Galvão de Sousa, 40 anos, Empresária Mãe de Eduardo Felipe de Sousa Melo, 14 anos, e Tobias Varela de Melo Neto, 11 anos. Postura

Sonho

“Construi uma relação de muita proximidade

“Eu sou muito vaidosa e tinha o sonho, a

com meus filhos; me separei e eles ficaram

fantasia de ter uma menina, colocar lacinho,

comigo. Sou pai e mãe dentro da minha casa.

vestido... Mas eu me surpreendi como é bom

Tenho uma postura firme na hora de regrar e

ter filho homem. Sou totalmente realizada

corrigir, mas com uma pitada doce de mãe.Isso

sendo mãe de menino”

nos deu uma força mútua.” Mico

Amiga “Tenho um espírito muito jovem. Gosto muito

“Os meus estão na fase que sair com a mãe

de música, de dançar, correr, malhar, isso faz

é mico. Sair para aniversário infantil ou

com que o clima em casa seja uma festa. Nos

passear no shopping? Jamais! Cada um no

divertimos com nossas afinidades!”

seu quadrado. O que eles curtem é uma boa gastronomia em família. Posse “Eu estou passando agora pela fase da adolescência deles. O ciúme de outra relação está fazendo parte do nosso cotidiano. Acho que é protecionismo. Vivemos numa cumplicidade de harmonia”

CIÚMES Um estudo realizado com famílias americanas verificou que as mães têm muito mais probabilidades de ter divergências com as noras do que com os genros. Segundo informações publicadas

Dura na queda

no site Daily Mail, quase dois terços das

“A gente usa muito o coração para lidar com

noras acusam as sogras de sentimentos

os filhos. Eu queria ser mais durona, mas não quero abrir mão do amor. Temos que equilibrar o pulso firme e o carinho de mãe.”

“irracionais de ciúmes” em relação à elas. Fonte: Daily Mail

RV Mães MAIO 2013 23


MÃE DE PEITO ABERTO Tazia Varela Martins, 46 anos Fisioterapeuta e empresária Mãe de Sandoval Martins Paiva Neto, 24 anos, Luiz Eduardo Varela Martins, 21 anos, e Renato Varela Martins, 16 anos. Comportamento “Sendo mãe de três meninos aprendi a falar todos os nomes feios que existem.” Desvantagens “Sinto falta de uma companheira para ir ao shopping.” Sogra x nora “Me dou muito bem com as mulheres dos meus filhos. Nunca tive problema com nenhuma. Elas me adoram.”

Falando francamente “Tive que me adaptar para dialogar sobre determinados assuntos. Tive total abertura para tratar com eles sobre assuntos delicados, sobre sexo e sobre a vida. Falo mais até do que o pai.”

24 RV Mães MAIO 2013


DNA MASCULINO Uma pesquisa realizada por cientistas de Seattle, nos Estados Unidos, comprovou que os cérebros de mulheres grávidas de meninos podem apresentar DNA masculino até o fim da vida. O time de pesquisadores examinou autópsias feitas em cérebros de 59 mulheres que tinham entre 32 anos e 101 anos quando morreram. O grupo encontrou evidências do cromossomo Y em múltiplas regiões do cérebro, afetando 63% das amostras analisadas. Além disso, eles detectaram que o DNA masculino perdurou no organismo das mães até o fim da vida. Fonte: Site PLoS ONE.

CIÊNCIA Pesquisadores da Universidade de Oxford, na Inglaterra, realizaram um estudo que constatou que mulheres estressadas no período da concepção são mais propensas a ser mãe de meninas. Segundo os cientistas, as 338 mulheres que participaram do estudo responderam um DIREÇÃO Larissa Borges

questionário diário enquanto tentavam engravidar.

PRODUÇÃO Sarah Lira e Lilian Agra

Os questionamentos giravam em torno de suas

PRODUÇÃO DE MODA Weuquens Queiroz

vidas e quantificavam a rotina estressada.

BELEZA DAS MÃES Anninha, por Rafaela Barbosa e George Cabelos+arts, por Rafael Mayksom

Enquanto isso, os níveis de cortisol, que é o hormônio do stress, eram monitorados. Após

FOTOGRAFIA Humberto Lopes

nove meses, nasceram 58 meninos e 72 meninas,

TERNOS A Noiva

contrariando a estatística do Reino Unido, que é de 105 meninos para cada 100 garotas.

Intuição

As mães que tiveram filhas estavam entre

“Meu sexto

aquelas com os maiores níveis de cortisol, sendo

sentido disse

os níveis quase 50% superiores aos das mães de

que eu só teria

meninos.

filho homem.” Fonte: Daily Mail RV Mães MAIO 2013 25


Consumo. Presentes.

Um presente para cada tipo de mãe

01. Mesa posta. Conjunto de talheres em aço inox cabo em madrepérola – 5 peças – Empório Rio Grande.

texto | MARCÍLIO AMORIM fotoS | Humberto Lopes 01.

O dia das mães chegou e você ainda não decidiu o presente da sua mãe? Ao invés de sair por aí tentando acertar, dê uma conferida nas opções que a RV Mães e seus

02.

parceiros estão indicando pra você. Tem presente pra deixar sua mãe

Tim-tim! Champanheira e porta-gelo em inox

mais bonita, tem presente pra deixar

com alças de bambu Empório Rio Grande.

sua mãe mais sexy, tem presente

02.

pra deixar a sua mãe mais feliz, tem presente para os mais diversos tipos de mãe. Só não me apareça com aquele pano de prato sem graça que filhos sem criatividade e com mau gosto costumam presentear sua querida mamãe. Inspire-se!

03.

03. Boa de prato. Conjunto de jantar em cerâmica Conceito Roupas da Casa

26 RV Mães MAIO 2013


04.

04. Amor com cheirinho de

banho. toalhas bordadas e cestos decorativos em vime

Conceito Roupas da Casa

05. Um sonho de mãe. colcha micromatelada com lençol e fronha em algodão, almofada decorativa e sabonete líquido e água refrescante Mmartan 05. 06.

06. Arte da renda. conjunto de almofadas e toalha de lavabo bordadas em rechilieu, Mulher Rendeira

07.

07. Conforto zen. Almofadas em xantungue e manta indiana Conceito Roupas da Casa

rV mães mAio 2013 27


09. Beleza materna. shampoo

08.

reconstrutor, máscara e duo sérum ultrareconstrutor Kerastase Anninha Cabeleireiros

09.

10. Perfume no ar.

08.

Kit aromatizador

Tudo em cima. lingerie em microfibra e renda

de ambiente, Mulher Rendeira

10.

Romance Brazil

11. Carinho brilhante. brinco ouro 18k,

quartzo fumê e diamantes Luanda Gan

12.

11.

12. Sono de rainha. camisola em cetim com renda La Femme Lingerie 28 rV mães mAio 2013


Mães Radicais.

supermães Texto | MARCÍLIO AMORIM Fotos | ramón vasconcelos

Cada vez mais as mulheres de hoje buscam equilíbrio, forma física e força no esporte. Diante de tanta pressão, a prática de uma atividade física acaba sendo o melhor caminho para não se deixar afetar tanto com uma rotina bem atribulada. É mais ou menos isso que as próximas páginas irão mostrar. Mulheres. Mães. Profissionais. Atletas. Outro ponto comum entre as nossas entrevistadas é que, além de fazerem uma escolha saudável para suas próprias vidas, elas acabaram servindo de estímulo e de exemplo para que a família inteira começasse a se mexer. Entre as pedaladas do ciclismo, o pique das corridas de aventura, as remadas do stand up paddle e o foco necessário para o slackline, Débora, Taritza, Inês e Daliana listam as vantagens e falam sobre o prazer de fazer esporte em família. Confira!

Além de fazerem uma escolha saudável para suas próprias vidas, elas acabaram servindo de estímulo e de exemplo para que a família inteira se mexesse.

30 RV Mães MAIO 2013


Vida saudável: Mãe e filhas usam o ciclismo para os momentos de lazer em família.

RV Mães MAIO 2013 31


“Fazia spinning em uma academia fechada e resolvi mudar para o ciclismo ao ar livre. A cada expedição que fazemos descobrimos novos rios, lagoas e paisagens deslumbrantes.”

32 RV Mães MAIO 2013


“Estamos sempre conhecendo gente

FORÇA Pedalando se vai longe!

nova e a sensação de liberdade que o vento no rosto nos proporciona é insubstituível!”

Somando todos os percursos percorridos por Daliana Maria Souza Perez durante o mês, chegamos aos respeitáveis 360 km de distância

a interação em grupo e as descobertas

pedalados. A empresária, de 44 anos,

a cada nova trilha. “Fazia spinning em

tornou-se praticante de ciclismo há três

uma academia fechada e resolvi mudar

anos. Após experimentar muitos outros

para o ciclismo ao ar livre. Não existe

esportes, Daliana se rendeu de vez

comparação. A cada expedição que

ao exercício em duas rodas. “Sempre

fazemos descobrimos novos rios, lagoas

pratiquei esportes, fiz 08 anos de natação,

e paisagens deslumbrantes. Estamos

07 anos de ballet, musculação, pilates...

sempre conhecendo gente nova e a

Mas o ciclismo é especial”, elogia Daliana,

sensação de liberdade que o vento no

que mantém a rotina de pedalar três vezes

rosto nos proporciona é insubstituível!”,

por semana em diferentes trechos da

enumera Daliana, que pratica o esporte ao

Grande Natal.

lado do marido e de amigos.

Entre os inúmeros motivos que

Mãe dedicada de duas jovens – Ana

levaram a nossa disposta entrevistada

Beatriz e Ana Flávia –, a empresária

a se apaixonar pelo ciclismo estão: o

acabou contagiando suas crias para o

contato com a natureza, o bem-estar,

gosto pelo esporte. “Lá em casa todo mundo gosta de praticar esportes. Cada uma escolheu a sua prática por afinidade. Ana Beatriz (20 anos) faz tênis e Ana Flávia (17 anos) é da seleção de voleibol do colégio. Eu sempre as acompanho e elas sempre me acompanham”, reafirmando o companheirismo entre mãe e filhas, que ainda encontram tempo para pedalar juntas nos momentos de lazer. “Sempre que dá, fazemos trilhas juntas, é uma delícia!”, indica. RV Mães MAIO 2013 33


“Cada um escolheu o seu esporte. A nossa preocupação era passar o exemplo de estilo de vida saudável. Acho que funcionou.”

marido, Inês começou a correr e nunca mais parou. Hoje em dia, contabilizando três filhos, três netos e milhares de quilômetros corridos, Inês também acumula a bagagem de 12 anos praticando corrida. “Pratico esporte em família. Treino durante a semana com meu marido e, nos fins de semana, nos reunimos para um treino

DETERMINAÇÃO Corra, Inês, corra!

juntos”, afirma Inês, que gasta seu fôlego em treinos de corrida de rua e triathlon. E o exemplo dos pais foi seguido à risca pelos filhotes. “Uma das minhas

A zootecnista Inês Helena Lagreca

filhas dá aulas de spinning e musculação

de Paiva Barbosa lembra exatamente

em algumas academias, e os outros dois

quando começou a fazer esportes. Foi

são desportistas atuantes. Desde de

como jogadora de basquete, ainda na

pequenos foram estimulados a seguir o

fase colegial, em Recife – PE. Aos 19

exemplo dos pais”, relembra.

anos, casou-se com o economista Cecílio

A relação dos filhos com a prática

Francisco Barbosa Neto e veio morar em

de esportes sempre foi livre. “Cada

Natal.

um escolheu o seu esporte. Sempre

O tempo passou e muita coisa mudou,

tiveram total liberdade para fazer suas

inclusive a relação de Inês com o esporte.

próprias escolhas. A nossa preocupação

No início, era uma simples adepta da

era passar o exemplo de estilo de vida

malhação de academia. Após a gestação

saudável. Acho que funcionou”, conclui

de seus filhos, com um estímulo do

Inês.

34 RV Mães MAIO 2013


Haja fôlego! Inês reúne toda família para treinar junto.

RV Mães MAIO 2013 35


“Uma das minhas filhas dá aulas de spinning e musculação em algumas academias, e os outros dois são desportistas atuantes. Desde de pequenos foram estimulados a seguir o exemplo dos pais.”

36 RV Mães MAIO 2013


RV M達es MAIO 2013 37


38 RV M達es MAIO 2013


FOCO Stand up Desde o verão de 2011 que o stand

“O stand up paddle exige força, equilíbrio e foco. Praticar esporte

up paddle vem se espalhando pelo

na água do mar é uma

litoral brasileiro. Misto de surf e remo, o

delícia e também um

esporte pegou em cheio os desportistas

grande atrativo pra quem

que gostam de se exercitar na praia.

resolver experimentar.”

Entre os fãs do esporte está a personal trainer Taritza Puggino, 36 anos. Praticante assídua de esportes como ciclismo, musculação e corrida, a personal encontrou nas remadas do STP o que buscava para aliar força e equilíbrio. “O stand up paddle exige força, equilíbrio e foco. Praticar esporte na água do mar é uma delícia e também um grande atrativo pra quem resolver experimentar”, explica a esportista profissional.

RV Mães MAIO 2013 39


“Sempre levo o Matheus comigo quando vou remar. É uma experiência única. Eu já estou ajudando ele a ficar em pé na prancha.”

Filho de peixe! Taritza ensinou o filho a nadar e já leva o pequeno Matheus em suas remadas.

40 RV Mães MAIO 2013


E como não poderia deixar de ser,

de esportes, eu tinha mais coragem do

após ser mãe pela primeira vez, Taritza

que as outras mães para soltar ele na

é a principal incentivadora para que o

água e mergulhar junto com ele”, destaca.

pequeno Matheus Puggina de Sá, 2 anos

Voltando ao stand up paddle, Matheus

e 4 meses, pratique esporte desde cedo.

acompanha Taritza inclusive nas remadas

“Eu ensinei o Matheus a nadar. Participo

do STP. “Sempre levo o Matheus comigo

das aulas de natação com ele e acho que

quando vou remar. É uma experiência

o bom desempenho dele em relação às

única. Eu já estou ajudando ele a ficar em

outras crianças é que, por ser praticante

pé na prancha”, revela. RV Mães MAIO 2013 41


Débora praticou esportes até a semana em que deu a luz aos seus filhos.

42 RV Mães MAIO 2013


“O slackline é um esporte que promete receber muitos adeptos por ser ao ar livre e por mexer com o corpo e a mente do praticante.”

EQUILÍBRIO Slackline Se a professora de educação

primeiras escaladas, já a mais velha

física Débora Hashiguchi afirmar que

prefere o slackline”, referindo-se ao

passa boa parte do seu tempo livre

caçula Lucas Hashiguchi Medeiros (05

pendurada ou na corda bamba, ela

anos) e Tamires Yukie Hashiguchi (14

não estará mentindo. Tudo porque a

anos). Outro fato curioso foi registrado

jovem mãe, de 37 anos, é praticante

durante a gestação de seus filhos.

assídua de dois esportes radicais: a

“Engravidei e não parei de praticar a

escalada e o slackline.

escalada. Pratiquei até os nove meses

Seja ao ar livre ou indoor, Débora

de gestação e, após dois meses,

não se faz de rogada. A esportista está

eu já estava de volta. Quase que

sempre buscando novos picos para

eles nasceram em uma escalada”,

escalar com sua família. “Estamos

relembra, destacando que a “prática

sempre buscando novos desafios. O

segura” do esporte não oferece risco

esporte faz parte da nossa vida. Eu e

algum às grávidas.

meu marido nos conhecemos durante

Além de ser praticante da escalada

uma escalada”, relembra a educadora

e trabalhar com o corpo em seu

física da escola Maple Bear.

cotidiano, a professora está adquirindo

Além de contar com a companhia

um nova paixão: o slackline. “O slack-

do maridão Léo Gouveia Medeiros,

line está na moda e é um esporte

Débora Hashiguchi também é o

que promete receber muitos adeptos

espelho para que os filhos deixem a

por ser ao ar livre e por mexer com

preguiça de lado e se movimentem.

o corpo e a mente do praticante.

“Meus dois filhos gostam de fazer

Acho que todo mundo pode e deve

esporte. O mais jovem já arrisca nas

experimentar”, conclui. RV Mães MAIO 2013 43


“estamos sempre buscando novos desafios. o esporte faz parte da nossa vida.”

o slackline é um esporte de equilíbrio sobre uma fita de nylon, estreita e flexível, praticado geralmente a uma altura de 30cm do chão. sua origem vem da escalada, popularizou-se como treino de equilíbrio e agora vem sendo desenvolvido e difundido em todo o mundo. Fonte: www.gibbonslacklines.com.br

44 rV mães mAio 2013


Dieta.

DETOx: Fora toXInas! TExTO | ELIaDE pImEntEL FOTOS | m.a. DInIz

praticamente tudo o que a gente

corpo sente e dá os sinais através de

consome vem “temperado” com toxinas,

desordens hormonais, insônia, fadiga

substâncias químicas que ocupam lugar

crônica, constipação intestinal e alergias.

nas células e impedem a absorção

experimentando por seis dias o programa

de nutrientes importantes para o bom

detox, promovido em parceria pela

funcionamento do nosso organismo.

nutricionista lílian lins e pela arquiteta

Nos dias atuais, é comum substituirmos

Ana paula de paula, promove-se uma

alimentos naturais por produtos

verdadeira faxina nas células, com o

alimentícios, adicionados de corantes,

consumo de alimentos naturais, orgânicos,

acidulantes, conservantes e muitos outros

grãos germinados, isentos de açúcar, sal,

“venenos” que causam uma inflamação

glúten, proteína animal, laticínios, cafeína

subclínica que você não vê, mais seu

e aditivos químicos em geral.

46 rV mães mAio 2013


“o detox é como você preparar o organismo para um novo estilo de vida, com muito mais vitalidade e energia”. Lílian Lins - nutricionista

COMO FUNCIONA um grupo de no máximo 10 pessoas

consiste numa salada de verduras

se encontra todos os dias para o café

cruas orgânicas, enriquecida com mix

da manhã e para o almoço. A primeira

de sementes como a chia, linhaça,

refeição do dia é um suco auto-limpante

amêndoas, girassol, gergelim etc., e em

feito com maçã e uma mistura de folhas,

seguida um prato quente, como lasanha

vegetais e raízes, acrescido de prebióticos

de berinjela com creme de cogumelos

e sementes germinadas.

tartufo ou risoto de manjericão com

os participantes levam o lanche

shimeji.

da manhã, além de água alcalinizada

para o lanche da tarde, frutas em

e misturas de chás termogênicos (ex:

forma de sobremesas como pêra cozida

chá verde com laranja amarga) para

no suco de uva orgânico e especiarias

acelerar o metabolismo, e chá da casca

e biomassa de banana verde, e o jantar,

do abacaxi ou cavalinha ou hibisco que

sopas variadas. também são oferecidos

ajudam a drenar as toxinas. o almoço

chás relaxantes, como camomila, maracujá e erva-doce. tudo muito gostoso, preparado pela chef de cozinha carol linhares, especialista em culinária saudável, a partir do cardápio elaborado pela nutricionista. A ideia é limpar o corpo sem passar fome.

SAIBA MAIS SOBRE DETOx Ana Paula de Paula - 84 9914-6969 e Lílian Lins (Nefron clínica) - rua Açu, 441. 84 3615-0700. e-mail: lilianlins01@hotmail.com.

rV mães mAio 2013 47


Editorial.

Oba, hoje tem festa do pijama Texto | Larissa Borges Fotos | humberto lopes

48 RV M達es MAIO 2013


As crianças vestem pijamas Tindolelê (à dir.) e La Femme (à esq.) Edredom Mmartan

Chamar os amiguinhos pra dormir em casa RV Mães MAIO 2013 49


Brincadeira de criança

Os meninos vestem La Femme Pijama Romance Brazil Almofadas Imaginarium Pantufas Puket Acessórios do cabelo Tindolelê

50 RV Mães MAIO 2013


Pijama Romance Brazil Meia Puket

Desenhar os sonhos RV M達es MAIO 2013 51


Pijamas TindolelĂŞ Travesseiros e almofada Imaginarium Tapa-olhos Puket Edredom Mmartan 52 RV MĂŁes MAIO 2013


Farrinha inocente, entre mรกscaras e sorrisos a escancarar

RV Mรฃes MAIO 2013 53


Tem guerra de bolas e travesseiros

Elas vestem La Femme Meias Puket

54 RV M達es MAIO 2013


Sonhos da inf창ncia

Dominique veste La Femme

Meias Puket

RV M찾es MAIO 2013 55


Bom demais vestir pijaminhas legais e comer biscoitinhos de pijama

À esquerda e ao centro, pijamas Tindolelê A dir., camisola Romance Brazil Pirulitos de biscoito Sweet Gifts

DIREÇÃO Larissa Borges PRODUÇÃO Sarah Lira e Lilian Agra PRODUÇÃO DE MODA Weuquens Queiroz FOTOGRAFIA Humberto Lopes ASSISTENTE DE FOTOGRAFIA Gabriel Carneiro TRATAMENTO DE IMAGEM Lilian Ramos AGRADECIMENTOS Construtora Rossi e as mães Jussana Porcino, Renata Borges e Bárbara Martins BELEZA Anninha Cabeleireiros por Paola Di Monica e Italo Moss

56 RV Mães MAIO 2013


Bastidores. Presentes.

Baguncinha gostosa Texto | Larissa Borges Fotos | M.A. Diniz

Entre lençóis, pantufas, mães corujas e uma equipe atenta, olha o que nossos pequenos convidados aprontaram enquanto faziam as fotos para o editorial Festa do Pijama. Uma delícia de bagunça.

RV Mães MAIO 2013 57


Comportamento.

Madrasta com sabor de mãe texto | Marcílio Amorim fotos | M.A. Diniz

Qual é a primeira coisa que você

em dia, é bem mais difícil encontrar um

pensa ao ouvir a palavra “madrasta”?

casal que mantenha um casamento

Certamente não é coisa muito boa. A

infeliz só por causa dos filhos ou

má fama das madrastas é histórica. Os

de conveniência. Com isso, a nova

contos clássicos, a ficção e até mesmo

composição da sociedade redesenhou a

a definição do dicionário Aurélio sempre

família moderna com madrastas, meios-

taxaram “a nova esposa do seu pai” como

irmãos por todos os lados, sogros mais

seres temíveis e terríveis!

jovens do que genros e noras, e muitas

A terrível madrasta da Branca de Neve, os maus tratos sofridos pela

outras configurações antes inimagináveis. As madrastas de hoje são

Cinderela e, mais recentemente, a megera

mulheres dispostas a buscar um bom

Carminha largando a enteada Rita no lixão

relacionamento com os filhos do marido e

são apenas alguns dos exemplos da má

com a ex-esposa. Como dica, o primeiro

fama adquirida por uma possível ocupante

passo a ser tomado pela madrasta é

da vaga deixada pela sua mãe.

assumir seu papel real: o de ser esposa ou

Mas o mundo mudou. E a família também acompanhou a mudança. Hoje

namorada do parceiro. O resto é diálogo, carinho, respeito e atenção. Confira!

Significado de Madrasta s.f. A mulher com relação aos filhos do anterior matrimônio do marido. / Fig. Mãe pouco carinhosa, que maltrata os filhos. / Qualquer mulher ou qualquer coisa de que provêm dissabores em lugar de carinho: a fortuna lhe foi madrasta. / &151; Adj. Ingrata, avara, pouco carinhosa: a vida é às vezes madrasta. (Definição do Dicionário Aurélio)

RV Mães MAIO 2013 59


Mais um colo A separação de um casal vem

Do outro lado da moeda está a

acompanhada de uma série de mudanças

atriz Titina Medeiros que, ao iniciar sua

na vida de todas as pessoas envolvidas

relação amorosa com César, ganhou a

na relação. Mãe, pai e filhos precisam

oportunidade de conquistar a amizade

de um tempo para restabelecer um novo

e a confiança de Bia – como a jovem é

esquema de convivência. Dentre essas

chamada por todos da família. “Acho que

adaptações está a aceitação das novas

o que ocasionou a minha proximidade

relações do ex-casal.

com Talita foi a existência de Beatriz.

Foi mais ou menos assim entre a

Não sou a mãe de Bia, mas me preocupo

arquiteta Talita Medeiros e a atriz Titina

muito com ela”, afirma a atriz do Grupo de

Medeiros (que por coincidência têm o

Teatro Clowns de Shakespeare.

mesmo sobrenome). O tempo que Talita

Hoje em dia, tudo acontece na maior

levou para aceitar o novo relacionamento

harmonia. Talita e Titina partilham a

do ex-marido, o ator César Ferrário, foi o

mesma diarista e a arquiteta ajudou na

tempo necessário para sentir segurança

decoração do apartamento do casal de

em compartilhar a educação de Beatriz

atores. Bia passa a semana na casa do

Medeiros Ferrário, 13 anos, única filha

pai e os fins de semana na casa da mãe.

do casal. “Acho que a mãe sempre fica

“Bia é uma menina de sorte. Ela é muito

com o pé atrás por achar que pode ser

amada”, destaca Titina.

uma relação passageira, mas o tempo vai

Para Bia, tudo ficou bem melhor com

resolvendo essas questões. Fui vendo

a chegada da nova fase. “No início foi

que César ama Titina e Titina ama César.

chato, mas agora está tudo bem. Tenho

Todos nós queremos o melhor pra Bia”,

muito carinho e amizade por Titina”, disse

relembrando o processo de aceitação.

a tímida estudante.

60 RV Mães MAIO 2013


“Acho que o que ocasionou a minha proximidade com Talita foi a existência de Beatriz. Não sou a mãe de Bia, mas me preocupo muito com ela” Titina Medeiros - madrasta de Beatriz.

RV Mães MAIO 2013 61


“Lisete foi uma excelente mãe. Deu muito amor e dedicou-se por completo à família. As meninas foram muito bem criadas” Tereza Mariz, mãe de Bianca e madrasta de Bruna e Bárbara

62 RV Mães MAIO 2013


Madrasta ao inverso A história de Olívio e Tereza

aceitaram o colo, o carinho e o cuidado

começa com união, mas não termina

de Tereza. “Crescemos em meio a uma

com separação. O casal Olívio Jorge

relação ótima entre todos. Isso nos ajudou

Domingues Santana Silva e Tereza

muito após a morte de mainha”, conta

Cristina Mariz Duarte não foi feliz para

Bárbara, concluinte do curso de Direito.

sempre. Em um determinado momento do

Uma das grandes provas dessa

casamento, ambos acharam que o amor

relação de amor e carinho entre Tereza

tinha se transformado e resolveram se

e suas “filhas do coração” se deu no

separar. Da união do casal, restou uma

casamento de Bruna Galvão. Tereza

grande amizade e a filha Bianca Duarte,

Cristina assumiu a frente de todos os

hoje com 35 anos.

preparativos do grande dia de Bruna. “Ela

Após a separação, cada um foi viver a

foi às reuniões do cerimonial e conseguiu

sua vida. Pelas idas e vindas do destino,

arrancar a verba do meu pai para fazer o

Olívio casou-se com uma amiga de

casamento dos meus sonhos”, relembra

infância de Tereza, Lisete. Lisete Galvão

Bruna em meio a risos. “Ela sabe negociar

sempre se deu muito bem com Tereza,

com painho melhor do que a gente”,

relação que superou qualquer possível

complementam as irmãs.

ressentimento que alguém pudesse

Durante a cerimônia, marcada por

apontar. Da união entre Olívio e Lisete

uma grande alegria e norteada por

nasceram Bruna (25 anos) e Bárbara

forte emoção, a figura de Lisete Galvão

Galvão (24 anos).

esteve presente em um altar montado

Assim como as mães, as filhas

no Versailles Cidade Jardim, por um

também sempre foram amigas. “Fiquei

terço que Bruna carregou até o altar e

superfeliz ao saber que meu pai ia ter

no coração de todos que participaram

mais filhos. Eu achava muito chato ser

daquele dia de felicidade. “Lisete conduziu

filha única”, confessa Bianca Duarte,

Bruna até o altar através do terço de

primeira filha do primeiro casamento.

cristal com a foto dela que fiz para essa

Dois anos atrás, Lisete faleceu. Foi a partir daí que a relação entre Tereza,

ocasião”, emociona-se Tereza. Após concluir o bordado do enxoval

Bianca, Bruna e Bárbara se transformou

completo de Bruna, Tereza já está na

ainda mais. “Lisete foi uma excelente

expectativa de cuidar do casamento de

mãe. Deu muito amor e dedicou-se por

Bárbara. “Existe tanto carinho nas coisas

completo à família. As meninas foram

que tia Tereza faz pra gente que só uma

muito bem criadas”, declarou Tereza.

mãe seria capaz de se dedicar tanto”,

Bruna e Bárbara, por sua vez,

revela Bruna em tom de agradecimento. RV Mães MAIO 2013 63


Bonecas.

Melina Bahia (ao centro), 10, é filha de uma das proprietárias da grife Patachoca, que fabrica modelos para bonecas e meninas.

“Agora é mais fácil brincar de bonecas, porque a maioria das amigas

Brincando de ser criança

tem American Girl”. Melina Bahia, 10 anos.

texto | Eliade Pimentel fotos | M.A. Diniz

Elas tomaram conta do pedaço. As bonecas American Girls estão sendo adotadas por meninas de todo o mundo e, em Natal, a mania também está em alta. Um dos diferenciais das bonecas americanas é que elas podem ser escolhidas de acordo com as características de sua dona, que imprime seu estilo pessoal na “filhinha”, tornando-a mais parecida consigo. Algumas lojas vendem modelitos iguais, para “mamãe” e “filhas”, tornando a brincadeira muito mais divertida. Agora, fazer chá de bonecas virou estilo de vida para essa turma pra lá de antenada. Em tempos de “adultização” da criança, com danças e letras de música totalmente despropositadas, a nova mania vem mesmo em boa hora, porque ajuda a manter as meninas por mais tempo na infância.

64 RV Mães MAIO 2013


Eu gosto muito dos encontros e passei a ter mais amigas”. Natália Tito Saldanha, 9 anos.

Natália Tito Saldanha, 9, começou a brincar com a boneca da prima, apaixonou-se pela brincadeira, até que ganhou sua Celine da tia Débora Saldanha

RV Mães MAIO 2013 65


“Eu me sinto como se fosse mãe dela” Beatriz Cunha Lima Rosado (ao centro), 9 anos.

“Eu homenageei vovó Moema, porque a minha se parece comigo e eu me pareço com minha vó”, Laura Cunha Lima Almeida (à esquerda), 5 anos.

“Acho muito divertido fazer os encontros, porque cada uma de nós leva sua boneca, que são bem diferentes entre si, com seus acessórios e roupas”, Beatriz Araújo (à direita), 11 anos.

66 RV Mães MAIO 2013


“É como voltar no tempo, mas de um jeito moderninho” Amanda da Cunha Lima Rosado (de branco), 12 anos

Fernanda Saldanha (à esquerda), 12, blogueira-mirim de moda. Sempre

“Antes da American Girl eu nem brincava muito de bonecas. Acho muito legal,

fala com as amigas pelo Whatsapp,

porque ela é como se fosse nossa filha”,

organizando os encontros dos chás.

Rafaela Shelman de Souza, 11 anos.

RV Mães MAIO 2013 67


“Brincando de boneca, a gente cresce de uma maneira mais feliz e nunca perde o espírito infantil”, Maria Isabel Lyra (de branco), 13 anos.

TINDOLELÊ Av. Afonso Pena, 624. Tirol. Natal-RN Tel.: 84 3211-7920

68 RV Mães MAIO 2013


“Eu gosto muito, porque eu sempre a visto como gostaria de ser vestida, com meu estilo” Maria Eduarda Ramos (à direita) , 9 anos.

“Estamos adorando essa brincadeira da criança ser a mãe. O mais bacana de tudo isso é que as meninas vêm resgatando esse sentimento infantil, que estava um pouco adormecido. Elas estavam virando ‘moças’ muito cedo. Nós, mães, curtimos demais”. Nailka Saldanha, proprietária da loja Tindolelê, pioneira em Natal na venda de modelitos iguais para “mamães” e “filhas”.

RV Mães MAIO 2013 69


Perfil. Presentes.

Administrando a beleza infantil Texto | Eliade Pimentel Fotos | M.A. Diniz

Ela se criou dentro de um salão de

as atividades do Anninha Cabeleireiros

beleza, mas não herdou o lado artístico

e elaborou uma plano de negócios

da profissão de sua mãe Anna Maria de

para a implementação de um salão de

Melo Santos - Anninha Cabeleireira. Em

beleza infantil - Marianninha. Sua mãe se

2004, quando estava se formando na

apaixonou pelo projeto, apostou na ideia e

universidade no curso de Administração

inaugurou o novo espaço no ano seguinte.

de empresas, Mariana Melo dos Santos,

“Como o salão da minha mãe é bem

enxergou a oportunidade de diversificar

tradicional na cidade e existe há mais de quatro décadas, comecei a perceber que suas primeiras clientes traziam suas filhas e depois começaram a trazer os seus netos... ”, relata Mariana. Há sete anos atendendo ao público infantil, o Marianninha também ganhou espaço exclusivo na filial Petrópolis. São vários tipos de serviços prestados, dentre eles: corte menino, menina, bebê, hidratação, unhas decoradas, maquiagem, penteados, dia da aniversariante, da daminha e festa de aniversário. “Para as meninas que sonham ser louras, `vovó` Anninha criou o `beijinho solar` nas pontas dos cabelos”, informa.

Marianninha Cabeleireiros Salão de Beleza da Nova Geração Rua João Lindolfo, 836. Tirol. Natal-RN. Tel.: 84 3216-1980 e 3216-1981.

RV Mães MAIO 2013 71


Ensaio.

Gente pequena Texto | Eliade Pimentel FotoS | Alex Costa

Dos seus e dos outros. Fotógrafo especializado em coberturas de casamentos e de 15 anos, Alex Costa se apaixonou por fotografar crianças após o nascimento dos filhos, principalmente com a chegada do segundo, Davih. Com ajuda da mulher, Tatiana Costa, realiza ensaios originais, cheios de graça e criatividade. Para garantir a qualidade dos ensaios infantis, o profissional investiu em estúdio próprio, com equipamento necessário para a realização de fotografias de excelente nível. “Quando fazemos nosso trabalho com paixão, o resultado é sempre surpreendente”, declara Alex Costa.

72 RV Mães MAIO 2013


RV M達es MAIO 2013 73


Ensaio para a posteridade A infância passa rapidamente. De uma hora para a outra, quem animava a casa, fazendo graça, soletrando o be-a-bá da escolinha, aparece cheio de moral, afirmando-se como pré-adolescente. Com essa turma de gente pequena, parece que sempre há respostas para tudo, menos para a memória, que se apaga se não for registrada. Nos ensaios clicados por Alex Costa, a mais doce fase da vida para sempre é eternizada.

74 RV Mães MAIO 2013


“Fotografia de criança é a essência da pureza, da perfeita imagem!” Alex Costa - fotógrafo

CRIANÇA GOSTA DE ANDAR DESCALÇA E RABISCAR SONHOS Look completo e acessórios Luiza de Vestido

RV Mães MAIO 2013 75


luz, câmera e amor Criar sonhos, recriar realidades, voltar no tempo ou avançar a idade. A produção dos ensaios infantis é sempre uma “viagem”, como afirma o fotógrafo Alex Costa. Tudo o que se faz, pensando na criatividade e no senso estético, fica muito mais colorido devido à beleza sem igual dos modelos. A gente há de convir que essas criaturinhas são muito lindas... quem duvida? Fotografia, para sempre, uma arte.

76 RV Mães MAIO 2013


“Minha esposa, Tatiana Costa, atua como produtora e viaja nos sonhos de cada mãe, ouvindo sempre cada um dos personagens envolvidos, personalizando cada história. Entro nessa viagem com amor, luz e emoção”. Alex Costa - fotógrafo

Alex Costa Fotografia Rua São José, E1717, Sala 07 - Lagoa Nova - Natal/RN. Tel.: 84 3206-1515 | 9999-4401 | 9999.4402. www.alexxcosta.com.br | contato@alexxcosta.com.br

RV Mães MAIO 2013 77


Menu. Presentes.

Com sabor DE SAUDADE Texto | Eliade Pimentel Fotos | humberto lopes

Há uma expressão em inglês, comfort

quituteiras Sônia e Mílvia, apresentando

food, que em linhas gerais significa

o delicado pudim de claras. E, em

comida que nos faz sentir um delicioso

homenagem às inúmeras famílias árabes

bem-estar. Comida afetiva, que nunca sai

radicadas no nosso estado, buscamos

da memória, como a sopinha da vovó,

um prato bem tradicional na cozinha de

o bolo da titia ou o feijão de cada dia

Cristina Lamas, filha de um comerciante

da mamãe. A RV Mães revisita um elo

libanês. Com ela, aprendemos a receita

gastronômico que envolve duas famílias,

original do tabule, uma entradinha

da escritora Anna Maria Cascudo e das

refrescante e fácil de fazer. RV Mães MAIO 2013 79


80 RV M達es MAIO 2013


“O sabor característico, a

ROTEIRO PARA UM PUDIM DE CLARAS Um suspiro de desejo se transforma em uma sobremesa para sempre presente na família da escritora e procuradora de justiça Anna Maria Cascudo Barreto. Assídua frequentadora do Buffet Sônia e Mílvia, nos idos dos anos 70 e 80, quando

suavidade do tempero de tal modo me conquistou que o meu paladar o elegeu como o favorito”, Anna Maria Cascudo, escritora, acadêmica, presidente do Instituto Câmara Cascudo (Ludovicus), referindo-se ao pudim de claras como a delícia mais que perfeita das irmãs Sônia e Mílvia.

“matava o tempo” revisando sua coluna do jornal A República ou analisando processos, enquanto aguardava a filha caçula Camilla sair da escola (Nossa Senhora das Neves), um belo dia ela

Pudim de claras com baba de moça (seis a oito porções)

comentou que gostaria de rememorar o sabor de uma iguaria que comera no

Ingredientes:

estado de Pernambuco. D. Ivan Varella,

12 claras e 24 colheres (sopa) de açúcar (para

mãe das irmãs e sócias Sônia e Mílvia, foi

o pudim); 1/2 kg de açúcar para a baba e um

pessoalmente à cozinha e fez o primeiro pudim de claras para Anna Maria.

pouco mais para caramelizar a forma, água, 10 gemas e uma garrafa (200 ml) de leite de coco (para a baba de moça).

“Não tínhamos know-how para fazêlo, e nossa mãe realizou o desejo da

Modo de preparo:

cliente querida”, comenta Sônia, sobre

Bata as claras em neve e coloque o açúcar

o fato ocorrido há mais de 30 anos.

às colheradas, delicadamente. Caramelize a

Desde então, o doce passou a fazer parte de todas as comemorações em torno da escritora. “Quando inauguraram

fôrma e cozinhe em banho-maria, em panela apropriada com tampa, na chama do fogão. Para a calda, dissolva o açúcar em um pouco de água e leve ao fogo, mexendo até o ponto

o Versailles, Ronaldo e Marília, sabendo

de fio. Quando estiver frio, coloque as gemas

dessa minha preferência, ofereceram o

e o leite de coco, deixe ferver um pouco, em

mimo culinário a título de surpresa. No

fogo baixo, mexendo com cuidado para não

jantar comemorativo à minha posse, na

talhar. Sirva por cima do pudim, que deve ser

Academia Norte-rio-grandense de Letras, todos os ‘imortais’ o experimentaram e o diagnóstico unânime e entusiástico foi: perfeito.”

desenformado frio. Segredinho das chefs: O pudim estará pronto quando a superfície estiver seca. RV Mães MAIO 2013 81


“Meus valores são minha família e os amigos. O resto fica em segundo plano”, declara Cristina Lamas, mãe de Maria Luíza e Iran Filho, e avó de quatro netos.”

MÃO NA MASSA E MESA FARTA Ela é uma cozinheira de mão cheia

folhas para decoração), hortelã picadinha

e até aceita encomendas especiais de

(opcional), sal, azeite, suco de limão, 300 g de

cupcakes em forma de lembrancinhas

carne moída ou bem picadinha (patinho, chã

para festas. Mãe, tia e avó muito querida pela família, que a apelidou

de dentro, alcatra), previamente “torrada” em azeite com alho e cebola.

carinhosamente de “Preta”, sempre

Modo de preparo:

agrada através do paladar. A ex-

Deixe o trigo de molho em água fria por duas

empresária Cristina Lamas hoje dedica

horas. Aperte levemente e deixe escorrendo

seu tempo ao marido, filhos e netos,

numa peneira. Acrescente a cebola, o tomate,

além de mimar sobrinhos e sobrinhas. Aos domingos e em situações especiais, a mesa de sua casa é farta de delícias

as azeitonas e o alho, todos picadinhos (sendo que o alho deve ser ralado ou amassado), por último o alface cortado em tirinhas. Esprema o limão (um se for grande ou dois pequenos),

árabes, doces e salgadas, além de

corrija o sal e regue com azeite. Jogue a carne

quitutes da região do Seridó, que

por cima, misture rapidamente com um garfo

aprendeu com a sogra.

(para não amassar a salada) e decore com azeitonas, folhas de alface e florzinhas de

Tabule (seis porções) Ingredientes:

tomate. Sirva como entrada, com pãezinhos árabes.

500 g de trigo para kibe, 3 tomates, 2 cebolas

Segredinho da chef:

grandes, 3 dentes de alho, 10 azeitonas, um

Prefira tomates firmes, que não soltam muito

pé de alface cortado fininho (salvo algumas

suco.

82 RV Mães MAIO 2013


RV M達es MAIO 2013 83


Retratos.

Amor de mãe Texto | Larissa Borges FotoS |

Fátima Melo Sérgio luiz

Kelly Fersan

Júnior Barreto

Wellington barbosa

Alex costa

Selecionamos fotos entre mães e filhos, em meio aos seus abraços, olhares, sorrisos e encantamentos. Imagens feitas em grandes momentos, em noites especiais, em celebrações inesquecíveis. Cliques que emocionam, homenageiam e aquecem os corações. Feliz mês das mães.

Maria José e Mauro Lacerda

Uma homenagem do Versailles Recepções a todas as mães que festejam a vida ao lado dos seus filhos noivos, noivas, debutantes e eternas princesas. Um brinde à vida bem vivida, entre mães e filhos.

Liciane e Maryvan Gurgel

Leonardo e Dulce Guanabara Eulalia e Maria Júlia Gusmão

84 RV Mães MAIO 2013

Magdalena e Gipse Montenegro


Lucas e Carol Fontes

Maria de Fátima e Deisyanne Camara Renata e Raul Borges

Maria de Fátima e Rafael Dantas

Maria de Fátima e Ailton Correia

Lourdes e Letícia Nóbrega

Sônia e Fabiana Tavares

Hingrid e Maria de Fátima Silvério

RV Mães MAIO 2013 85


Prosa.

BEM-amada Texto | Rosilene Pereira Foto | DRIKA SILVEIRA

Luísa expulsou do meu guarda-roupa

coisinha meio marrom que sai quando

todas as minhas calças jeans, hoje

aperto com a minha curiosidade iniciante.

refugiadas numa mala Primicia sem graça

Faminta, Luísa come do meu prato de

e sem rodinhas escondida sob a cama,

pessoa em espera que não tem fome.

onde lhe fazem companhia blusinhas

Luísa come tudo e, às vezes, até partilha

coladas, há meses sem serventia. Mais

uns goles de Coca-Cola comigo. Luísa

do que do meu ventre, ela tomou conta

tirou tudo o que havia no velho armário

da minha cabeça, dos meus planos e

cinza-escritório onde eu guardava livros

de todos os dias seguintes de todas as

folheados pela metade, tíquetes usados

agendas que eu venha a ter na vida.

em metrôs europeus e cartões de visita de

Preencherá, inevitavelmente, boa parte

pessoas já esquecidas. Luísa me obriga

das bem-traçadas linhas contidas nas

a fazer de lado o que fiz a vida inteira de

páginas em branco destes cadernos.

bruços: dormir. Luísa não mudou meu

Mudou a contagem do meu tempo.

nome, mas mudou minha identidade, meu

Primeiro transformou meus meses em

retrato que ainda não sei se vou colocar

semanas; depois, essas em dias, horas,

na parede. Ela me acorda de madrugada

até que incontáveis frames passassem,

e traz bem-te-vis à minha janela, que

pela primeira vez em minha vida, a serem

esvaziam o sono de meus olhos. Luísa

percebidos, nestes últimos momentos nos

faz de mim e Marcelo um só ser, afasta o

quais lhe espero. E espero por Luísa na

meu medo de hospital e me traz frescas

porta da frente, pernas eretas e doídas

lembranças de infância. Luísa faz de mim

de líquido retido. Sim, Luísa reteve

uma mulher plena.

líquido nos meus dedos dos pés e meus tornozelos, a ponto de esconder aquele

Texto inspirado em “Os Três Mal-Amados”, de João Cabral de Melo Neto. Escrito 3 dias antes de Luísa, 2 anos, nascer.

ossinho lateral interno que dói quando bate em perna de mesa, sabe? Talvez, para me agradar, aumentou o tamanho dos meus peitos, enchendo eles de uma 86 RV Mães MAIO 2013

Rosilene Pereira é jornalista, ama viajar com seu marido Marcelo e sua filha Luísa, 2 anos. É “paulistana nascida em Natal”, adora música - especialmente Mariana Aydar e Céu - e tem ficado expert em fashionice na infância. Atualmente, trabalha na comunicação do Governo do Estado.


Bastidores. Presentes.

Fazendo a revista Texto | Larissa Borges Fotos | M.A. Diniz

A nossa seção “bastidores” funciona como um contador de histórias, mostra um pouco da realidade por trás do que foi publicado nas páginas oficiais. Desde o nosso primeiro número nos preocupamos em registrar esses momentos, principalmente porque acreditamos que isso nos aproxima ainda mais do nosso leitor. Confira.

88 RV Mães MAIO 2013


RV M達es MAIO 2013 89


RV Mães 5  

Revista Versailles Mães #5

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you