Issuu on Google+

253

Juliana G. Basso; Gladys A. Ribeiro Dias; Reinaldo G. Cianci; Simone Dal Corso; Carlos A. Silva

study including 21 patients with diagnosis of PD and who received multiprofessional care. Each person was interviewed with two instruments of assessment: one to measure the QOL (WHOQOL-BREF - World Health Organization Quality of Life Instrument), and another containing only the issues of field ADL (UPDRS). The general analysis of median and its distribution in all areas indicated that the population had QOL, good or satisfactory, and the degree of commitment to the field ADL, mild to moderate. Analysis of Pearson correlations indicated that the area ADL showed a negative and significant correlation with the physical and psychological domains of WHOQOL-BREF (p <0.023, p <0.005, respectively), but there was no correlation between the social (r =- 0.383, p = 0.08) and environment (r =- 0.49, p = 0.19). In summary, the study showed that the sample showed good or satisfactory QOL, probably due to the effective multidisciplinary program activities, and the effects of the medication. So as the correlations between the instruments showed that the better the physical and psychological conditions, the lower the commitment of the daily activities of patients with PD, suggesting that the instrument-specific area (ADL) of the UPDRS may be used for assessing the effectiveness programs of rehabilitation to provide improvements in the QOL of patients and caregivers. Keywords: Parkinson’s disease, quality of life, UPDRS, WHOQOL-BREF. INTRODUÇÃO

para diferentes doenças ou para

questões distribuídas em quatro

A Doença de Parkinson (DP)

comparar a QV de um grupo de

domínios: atividade mental, com-

é uma desordem crônica e dege-

pacientes com a da população sau-

portamento e humor, atividades

nerativa, caracterizada pela perda

dável. Os específicos são aqueles

de vida diária (AVD), exploração

progressiva dos neurônios dopa-

desenvolvidos especialmente para

motora e complicações da terapia

minérgicos dos centros motores do

determinada doença, sendo mais

medicamentosa. A pontuação em

. Essa

sensíveis para detectar o impacto

cada questão varia de 0 a 4, sendo

doença apresenta sintomas como

da doença na qualidade de vida,

com relação ao comprometimento:

tremor, rigidez e bradcinesia, fala

pois se utilizam dos sintomas co-

0- ausência; 1- leve; 2- moderado,

disartrofônica,

articulação

muns à doença para avaliar o im-

3- grave, e, 4- severo

das palavras dificultada e voz bai-

pacto desta no estado de saúde do

Indivíduos com DP apresen-

xa, escrita micrográfica, hiper-

paciente. Independente de serem

tam redução na qualidade de vida

salivação, seborréia facial muito

genéricos ou específicos, os ins-

(QV) pelo impacto que a doença

frequente, dificuldades urinárias,

trumentos são questionários auto-

desencadeia nas questões emocio-

hipotensão arterial ortostática e

aplicáveis, possibilitando que o pa-

nais, econômicas e no cotidiano do

ciente julgue sua qualidade de vida

próprio indivíduo ou dos seus fami-

Sistema Nervoso Central

depressão

(2)

com

(1)

. Esses sintomas, as-

sociados à progressão da doença,

relacionada à saúde

(5)

.

liares

(9)

.

(3)

. Nesse contexto, a contri-

têm impacto negativo no desem-

O questionário WHOQOL-BREF

buição da fisioterapia tem sido de

penho das atividades de vida diá-

(World Health Organization Quality

grande importância para propor-

ria, comprometem o estado emo-

of Life Instrument) é um instru-

cionar melhorias da mobilidade,

cional e social não só do portador

mento genérico de avaliação da QV.

fortalecimento muscular, equilíbrio

de DP, mas de seus familiares, o

Tem duas versões correspondendo

e aptidão física (10,11), proporcionan-

que repercute em pior qualidade

a uma versão abreviada compos-

do benefícios significativos na QV

(3)

.

(12)

.

Dessa

ta por 26 questões que obtiveram

de indivíduos com DP

Por ser uma doença progres-

melhores desempenhos psicomé-

forma, os instrumentos de avalia-

siva e incapacitante, um dos princi-

tricos extraídas do WHOQOL-100.

ção da DP e QV têm sido emprega-

pais objetivos dos tratamentos far-

É composto por quatro domínios

dos para verificar a efetividade dos

macológico e não farmacológico é

(físico, psicológico, relações sociais

programas de reabilitação antes e

minimizar a piora na qualidade de

e meio ambiente), sendo duas ge-

após intervenção terapêutica em

vida. Portanto, torna-se fundamen-

rais de QV e as outras representam

pacientes com DP (13). Sendo assim,

tal o uso de instrumentos (escalas

cada uma das 24 facetas que com-

levando-se em consideração que o

clínicas) que avaliem, não apenas a

põem o questionário

. No caso da

comprometimento do desempenho

condição clínica geral do paciente,

DP, a Unified Parkinson’s Disease

nas atividades do dia-a-dia pode

mas suas funções motora e mental

Rating Scale (Escala Unificada de

comprometer os diferentes aspec-

e o impacto dessas disfunções na

Avaliação da Doença de Parkin-

tos da qualidade de vida, o presen-

qualidade de vida dos parkinsonia-

son), conhecida como UPDRS, é

te estudo teve o objetivo de avaliar

um dos instrumentos específicos

as correlações do domínio AVD da

A qualidade de vida pode ser

amplamente utilizados para avaliar

escala UPDRS com os domínios fí-

avaliada por instrumentos genéri-

sinais e sintomas em determina-

sico, psicológico, relações sociais

cos ou específicos. Os instrumen-

das atividades dos parkinsonianos

e meio ambiente do questionário

tos genéricos podem ser utilizados

(7-9)

WHOQOL-BREF.

de vida (QV)

nos

(4)

.

(6)

. A UPDRS é organizada em 42

Ter Man. 2009; 7(32):252-257

terapia manual 32.indd 253

25/8/2009 10:43:42


017