Page 1

12

20

Relat贸rio do Capital Humano

Especialistas em pequenos neg贸cios


SERVIÇO BRASILEIRO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS SEBRAE NACIONAL

RELATÓRIO DO CAPITAL HUMANO 2012

Brasília / 2013


©2013. Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas – Sebrae TODOS OS DIREITOS RESERVADOS A reprodução não autorizada desta publicação, no todo ou em parte, constitui violação dos direitos autorais (Lei no 9.610) INFORMAÇÕES E CONTATO Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas – Sebrae SGAS 604/605, Módulos 30 e 31. Asa Sul. CEP.: 70.200-904 – Brasília-DF Telefone: (61) 3348-7100 – Fax: (61) 3340-5095 www.sebrae.com.br Presidente do Conselho Deliberativo Roberto Simões Diretoria Executiva do Sebrae: Diretor-Presidente Luiz Eduardo Pereira Barretto Filho Diretor-Técnico Carlos Alberto dos Santos Diretor de Administração e Finanças José Claudio dos Santos Gerente da Unidade de Gestão de Pessoas Pedro Paulo Carbone Coordenação Leonora Felix de Sousa Oliveira Minutti Gerente da Universidade Corporativa Alzira de Fátima Vieira Coordenação Raquel Cardoso Bentes Projeto Gráfico Grupo Informe Comunicação Integrada (Vanessa Farias e Chica Magalhães)


Sumário

1

INSTITUCIONAL 1.1

O que é o Sebrae ................................................................................................................. 14

1.2

Direcionamento estratégico................................................................................................15

1.2.1

Missão institucional.........................................................................................................................15

1.2.2

Visão de futuro.................................................................................................................................15

1.2.3

Posicionamento da marca...............................................................................................................15

1.2.4 Valores.............................................................................................................................................15

1.3

Organograma do Sebrae Nacional...................................................................................... 17

1.4

Importância do capital humano para o Sebrae .................................................................. 17

1.5

Mapa estratégico – Dimensão: pessoas, organização e tecnologia.....................................18

1.6

Missão da Unidade de Gestão de Pessoas...........................................................................18

1.7

Missão da UCSebrae ...........................................................................................................18


Sumário 2

FORÇA DE TRABALHO 2.1 Interna ................................................................................................................................22

2.1.1

O processo seletivo público............................................................................................................ 22

2.1.2

Quantidade de empregados contratados nos últimos 2 anos........................................................ 23

2.1.3

Percentual de empregados ativos após o 1º ano (retenção)........................................................... 23

2.1.4

Tempo médio de contratação nos últimos 2 anos.......................................................................... 24

2.2 Externa ................................................................................................................................24

3

2.2.1

O Sistema de Gestão de Credenciados........................................................................................... 24

2.2.2

Número de credenciados geral e Resultado da Avaliação do SGC.................................................. 25

Número de credenciados por área de conhecimento..................................................................... 26

2.2.3

GESTÃO DE DESEMPENHO E COMPETÊNCIAS 3.1

Avaliação de Desempenho .................................................................................................32

3.1.1.

3.2

Avaliação de competências.................................................................................................34

3.3

Ascensão profissional baseada no desempenho e nas competências................................ 35

3.3.1

Transparência e equidade ..............................................................................................................36

3.3.2

Ascensão profissional e o Placar Individual de Carreira – PIC........................................................36

3.3.3

O processo de comunicação interna do Sistema de Gestão de Pessoas – SGP 7.0..........................37

Número de metas estabelecidas versus número de metas atingidas ........................................... 32


4

REMUNERAÇÃO E RECONHECIMENTO 4.1 Remuneração.......................................................................................................................42

5

4.1.1

Remuneração fixa e Pesquisa Salarial............................................................................................ 42

4.1.2

Remuneração variável................................................................................................................... 43

4.2

Reconhecimento institucional............................................................................................45

4.2.1

Programa Você Faz a Diferença...................................................................................................... 45

BENEFÍCIOS 5.1

Apoio financeiro a atividades educacionais ...................................................................... 50

5.2

Previdência privada.............................................................................................................51

5.3

Licença maternidade de 180 dias.......................................................................................52

5.4

Horário flexível de trabalho e banco de horas.....................................................................52

5.4.1

5.5

Auxílio educação para filhos............................................................................................... 53

5.6

Auxílio creche..................................................................................................................... 53

5.7

Auxílio para filho especial................................................................................................... 53

Administração do Banco de Horas.................................................................................................. 52


Sumário

6

5.8

Plano de saúde................................................................................................................... 53

5.9

Plano odontológico..............................................................................................................54

5.10

Vale alimentação e refeição................................................................................................54

5.11

Empréstimo de férias...........................................................................................................54

5.12

Adiantamento de despesas médicas, hospitalares e odontológicas................................... 55

5.13

Auxílio enfermidade............................................................................................................ 55

5.14

Auxílio funeral..................................................................................................................... 55

5.15

Vale transporte................................................................................................................... 56

5.16

Seguro de vida em grupo.................................................................................................... 56

QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO 6.1

Clube de Caminhada e Corrida........................................................................................... 60

6.2

Ginástica laboral.................................................................................................................61

6.3

Atendimento nutricional ....................................................................................................64

6.4

Atendimento médico.......................................................................................................... 66

6.5

Atendimento psicológico.....................................................................................................67

6.6

Espaço conforto ................................................................................................................. 68


7

8

COMUNICAÇÃO INTERNA 7.1

Os canais: intranet (Nossa Web), digital signage, Jornal Sebrae, Conexão UGP, Conexão Sebrae (Rede Social de Propósito Corporativo).............................. 72

7.1.1 Intranet............................................................................................................................................72

7.1.2

Digital Signage................................................................................................................................72

7.1.3

Jornal Sebrae...................................................................................................................................73

7.1.4

Conexão UGP...................................................................................................................................73

7.1.5

Conexão Sebrae – A Rede do Empreendedorismo ..........................................................................73

7.2

Os encontros: Diálogo; Oficinas Gerenciais; videoconferências......................................... 75

7.2.1 Diálogo.............................................................................................................................................75

7.2.2

Oficinas Gerenciais..........................................................................................................................75

7.2.3

Videoconferências UGP....................................................................................................................75

7.3

Campanhas internas...........................................................................................................76

7.3.1

Sebrae 40 anos................................................................................................................................76

7.3.2

Rio +20 ..........................................................................................................................................83

EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO 8.1

Universidade Corporativa Sebrae ...................................................................................... 90

8.2

Alinhamento às estratégias do Sebrae................................................................................91


Sumário 8.3

Diretrizes estratégicas da educação continuada no Sebrae................................................94

8.4

PADI – Plano de Acompanhamento do Desempenho Individual .......................................97

8.5

Educação Continuada ........................................................................................................ 99

8.5.1

Formação de gestores, multiplicadores e facilitadores – educadores corporativos........................99

8.5.2

Formação e desenvolvimento de lideranças: gerentes, conselheiros e dirigentes.......................100

8.5.3

Eventos de mercado...................................................................................................................... 101

8.5.4

Cota patrocínio............................................................................................................................. 102

8.5.5

Eventos nacionais......................................................................................................................... 102

8.5.6 Cursos in company ....................................................................................................................... 105

8.5.7

Programa de integração de novos colaboradores – Primeiros passos..........................................106

8.5.8

Programas acadêmicos.................................................................................................................106

8.5.9

PAFAE – Programa de Graduação e Pós-graduação...................................................................... 107

8.5.10 Programa de pós-graduação stricto sensu - Mestrado.................................................................. 107

8.5.11 Palestras in company....................................................................................................................108

8.5.12 Programa de Trainees...................................................................................................................108

8.6

Educação Mediada por Tecnologia.................................................................................... 109

8.6.1 MBA online...................................................................................................................................109

8.6.2 Cursos online................................................................................................................................ 110

8.6.3

Portal da UCSEBRAE...................................................................................................................... 111

8.6.4

Trilhas de aprendizagem............................................................................................................... 111

8.6.5

Idiomas – Cursos online e PAFI – Programa de Apoio Financeiro para Idiomas............................112

8.6.6

Desenvolvimento de soluções educacionais..................................................................................113


8.7

Gestão do Conhecimento.................................................................................................. 114

8.7.1

8.7.2 Biblioteca.......................................................................................................................................114

8.7.3

8.8

Avaliação de Eficácia ........................................................................................................ 116

8.9

Prêmios Recebidos ............................................................................................................117

Portal Saber...................................................................................................................................114 Memorial Sebrae ...........................................................................................................................115

8.9.1 E-Learning Awards.......................................................................................................................... 117

8.9.2

Estratégias de e-learning corporativo IQPC...................................................................................119

8.10 Investimento .................................................................................................................... 119

9

MONITORAMENTO 9.1

Sistemas de informações em RH.......................................................................................126

9.1.1

Perfil dos colaboradores................................................................................................................ 126

9.1.2

Nossos números........................................................................................................................... 128

9.1.3

Nossas pesquisas do ambiente e de saúde.................................................................................. 139

9.2 Ética ................................................................................................................................. 150

9.2.1

Código de Ética............................................................................................................................. 150

9.2.2

Política de Segurança da Informação........................................................................................... 150

9.2.3 Ouvidoria ......................................................................................................................................152


Institucional

.01.


14

Sebrae Relatório Capital Humano 2012

1.1

O QUE É O SEBRAE

Criado em 1972, o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas é uma entidade privada sem fins lucrativos, que tem por objetivo estimular o empreendedorismo e o desenvolvimento sustentável das micro e pequenas empresas, promovendo o processo de formalização da economia, a competitividade e o crescimento por meio de parcerias entre os setores público e privado, programas de capacitação, de estímulo ao associativismo, de desenvolvimento territorial e de acesso a mercados. Trabalha pela redução da carga tributária e da burocracia para facilitar a abertura de mercados e ampliação de acesso ao crédito, à tecnologia e à inovação das micro e pequenas empresas. Dessa forma, o Sebrae atende a quem pensa em abrir o próprio negócio, a quem já tem seu negócio, a quem acredita na força da união e a quem busca a formalização do seu negócio. Para garantir o atendimento às micro e pequenas empresas, o Sebrae aposta na atuação em todo o território nacional. Onde tem Brasil, tem Sebrae. Além da sede nacional, em Brasília, a instituição conta com escritório nas 27 unidades da Federação, com quase 700 postos de atendimento presencial em todo o Brasil. São 6.224 colaboradores diretos e aproximadamente 8 mil consultores e instrutores credenciados trabalhando para transmitir conhecimento a quem tem ou deseja abrir um negócio. O Sebrae Nacional é responsável pelo direcionamento estratégico de todo o Sistema Sebrae, definindo diretrizes e prioridades de atuação. Já as unidades Sebrae nos Estados desenvolvem suas ações e projetos considerando as realidades regionais e seguindo as diretrizes nacionais. Essa sinergia permite uma gestão eficiente e comprometida com resultados, atuante em todo o país. Entre os objetivos estratégicos do Sebrae está ser reconhecidamente uma referência como instituição indutora do desenvolvimento do país, por meio do empreendedorismo e das MPE, promovendo a geração de emprego e renda e a melhoria do desenvolvimento socioeconômico e ambiental do Brasil.


Capítulo 1 :. Institucional

1.2

DIRECIONAMENTO ESTRATÉGICO

1.2.1 Missão institucional Promover a competitividade e o desenvolvimento sustentável dos pequenos negócios e fomentar o empreendedorismo para fortalecer a economia nacional.

1.2.2 Visão de futuro Ter excelência no desenvolvimento dos pequenos negócios, contribuindo para a construção de um país mais justo, competitivo e sustentável.

1.2.3 Posicionamento da marca Para quem já é ou quer ser empresário, o Sebrae é a opção mais fácil e econômica de obter informações e conhecimento para apoiar as suas decisões, porque é quem mais entende de pequenos negócios, e possui a maior rede de atendimento do país.

1.2.4 Valores Compromisso com o resultado · Temos compromisso com os resultados da instituição e dos pequenos negócios; · Evoluímos nossas formas de trabalhar para elevar os patamares de resultados. Conhecimento · Acreditamos no conhecimento como fator essencial para a realização de transformações; · Buscamos ter o melhor conhecimento sobre nosso negócio e sobre os negócios dos nossos clientes.

15


16

Sebrae Relatório Capital Humano 2012

Inovação · Aplicamos nossos conhecimentos, talentos e recursos para buscar novas inspirações e ideias para promover a inovação nos pequenos negócios e no Sebrae; · Desenvolvemos soluções orientadas para as necessidades de hoje e do futuro. Sustentabilidade · Somos comprometidos com o desenvolvimento sustentável dos pequenos negócios; · Respeitamos o meio ambiente, e utilizamos os recursos disponíveis de forma racional, visando a sua preservação. Transparência · Agimos com ética e transparência nas nossas relações, e na comunicação das nossas ações e dos resultados obtidos para a sociedade e para os pequenos negócios.

Valorização humana · Temos o compromisso com o respeito, com o desenvolvimento e com a qualidade de vida das pessoas que participam da nossa instituição.


Capítulo 1 :. Institucional

1.3

ORGANOGRAMA DO SEBRAE NACIONAL

Conselho Deliberativo Nacional

Conselho Fiscal

Diretoria de Administração e Finanças

Administração e Finanças

Gestão Orç. e Contabilidade

Assessoria Jurídica

1.4

Presidência

Diretoria Técnica

Gabinete Presidência

Gabinete DAF

Universidade Corporativa Sebrae

Gabinete CDN

Gestão de Pessoas

Assessoria Internacional

Secretaria Geral

Tecnologia da Informação e Comunicação

Assessoria Institucional

Acesso a Mercados e Serviços Financeiros

Auditoria

Atendimento Coletivo de Agronegócios

Políticas Públicas

Gabinete DITEC

Desenvolv. Territorial

Marketing e Comunicação

Atendimento Atendimento Coletivo Coletivo Comércio Serviços

Atendimento Coletivo Indústria

Atendimento Individual

Capacitação Empresarial

Acesso a Inovação e Tecnologia

Gestão Estratégica

IMPORTÂNCIA DO CAPITAL HUMANO PARA O SEBRAE

Para o Sebrae, reconhecer a importância de seu capital humano, bem como investir no crescimento dele, é a base para o cumprimento do objetivo maior da instituição, que se acredita fruto do trabalho e da dedicação de cada um de seus colaboradores, dentro de suas melhores capacidades e habilidades. É neste contexto que o Sebrae disponibiliza aos seus colaboradores um pacote de benefícios competitivo, múltiplas soluções de aprendizagem, um sistema de gestão de pessoas extremamente moderno, instalações diferenciadas e muito mais.

17


18

Sebrae Relatório Capital Humano 2012

Assim, o capital humano do Sebrae é, ao mesmo tempo, ponto de partida para seus resultados e resultado de 40 anos dedicados ao empreendedorismo do país e ao crescimento da produtividade econômica de cada um e de todos.

1.5

MAPA ESTRATÉGICO – DIMENSÃO: PESSOAS, ORGANIZAÇÃO E TECNOLOGIA

O Mapa Estratégico do Sistema Sebrae tem a visão de futuro do negócio posicionada no topo, que é a direção mestra para os objetivos estratégicos organizados em quatro perspectivas: Cumprimento da Missão; Visão e Posicionamento da Marca; Partes Interessadas; Processos; e Recursos. Na perspectiva “Recursos” têm-se, dentre outros, o seguinte objetivo ligado à gestão de pessoas: · Desenvolver e reter capital humano comprometido, motivado e com competências voltadas à inovação e à obtenção de resultados.

1.6

MISSÃO DA UNIDADE DE GESTÃO DE PESSOAS

Promover a gestão de pessoas visando a suprir e a desenvolver competências para o alcance dos objetivos organizacionais do Sistema Sebrae.

1.7

MISSÃO DA UCSEBRAE

Promover ações educacionais para o desenvolvimento de competências dos colaboradores internos e externos, contribuindo para o alcance dos resultados do Sebrae junto às micro e pequenas empresas.


CapĂ­tulo 1 :. Institucional

19


Forรงa de Trabalho

.02.


22

Sebrae Relatório Capital Humano 2012

2.1 INTERNA 2.1.1 O processo seletivo público O processo de recrutamento e seleção de pessoal no Sistema Sebrae é balizado pelos princípios de legalidade, publicidade, moralidade, impessoalidade, isonomia e igualdade, garantindo a ele total transparência. Quando externo, é realizado por empresa especializada na área, licitada ou contratada por dispensa de licitação, em conformidade com as regras constantes do Regulamento de Licitações e Contratos do Sistema Sebrae. As etapas do processo seletivo são análise curricular (eliminatória), avaliação de conhecimentos (classificatória e eliminatória) e perícia médica (em caso de seleção de pessoas com deficiência – PCD). O processo de recrutamento e seleção destina-se à atração de candidatos do mercado externo ou interno, potencialmente qualificados e capazes de ocupar os espaços ocupacionais (cargos) de Assistente, Analista Técnico ou Trainee, incluindo-se a Seleção de Pessoas com Deficiência, em cumprimento de cotas. O ingresso como empregado do Sebrae ocorre apenas no step inicial de cada espaço ocupacional ou nível, conforme quadro a seguir.

Assistente

Analista Técnico

Assistente I – Step 1 Assistente II – Step 11

Analista Técnico I – Step 1 Analista Técnico II – Step 11 Analista Técnico III – Step 21

O lançamento do processo seletivo externo compreende a divulgação das vagas de abrangência local, regional ou nacional, em ampla publicidade, informando-se natureza dessas vagas, pré-requisitos, salário e benefícios. Também deve ser informado o período das inscrições (com mínimo de 10 dias úteis), que podem ser efetuadas via internet.


Capítulo 2 :. Força de trabalho

O processo seletivo interno é destinado aos empregados em regime de contrato por prazo indeterminado, com mais de três anos de casa, e restrito aos empregados de cada unidade vinculada ao Sistema Sebrae. É realizado, normalmente, nos processos de seleção para ascensão profissional. Ele também é regido por contratação de empresa especializada e por um comunicado – instrumento legal, similar a um edital, onde são publicados critérios e procedimentos para a participação do candidato no processo seletivo. Ele tem como objetivo analisar o perfil e as competências do candidato frente ao perfil definido para o espaço ocupacional. É composto das etapas de análise curricular (de caráter eliminatório), da prova de conhecimentos (de caráter classificatório e eliminatório).

2.1.2 Quantidade de empregados contratados nos últimos 2 anos Ano

Quantidade

2011

81

2012

87

Total geral

168

2.1.3 Percentual de empregados ativos após o 1º ano (retenção)

*

Linha de tendência

Resultados aferidos

Obs: Foram excluídos do cálculo os colaboradores indicados e trainees. * Valor parcial para 2012

23


24

Sebrae Relatório Capital Humano 2012

2.1.4 Tempo médio de contratação nos últimos 2 anos Ano

Tempo médio de contratação (dias)

2010

91,67

2011

82,19

2012

80,68

Total Geral

83,7

Tempo medido em dias, considerando o período entre a publicação do Edital e o encerramento do processo seletivo.

2.2 EXTERNA 2.2.1 O Sistema de Gestão de Credenciados O Sistema de Gestão de Credenciados (SGC) foi criado para normatizar as contratações de serviços de consultoria e instrutoria no Sistema Sebrae, por meio do credenciamento de profissionais, habilitados e certificados, em áreas de conhecimento definidas de acordo com os interesses da instituição, por meio de uma ferramenta informatizada. Cada unidade do Sistema Sebrae realiza o credenciamento de pessoas jurídicas e, excepcionalmente, de pessoas físicas. Os selecionados compõem o cadastro nacional de consultores e/ou instrutores do Sistema Sebrae, denominado SGC – Sistema de Gestão de Credenciados.  Ao ser credenciado em uma das unidades do Sistema Sebrae, o profissional pode ser contratado, mediante demanda, para prestar serviços para qualquer Sebrae UF, inclusive para o Sebrae Nacional. O SGC está dividido em duas partes: Credenciamento e Gestão.


Capítulo 2 :. Força de trabalho

Visão Geral

SGC Sistema de Gestão de Credenciados

Inscrição Credenciamento

Habilitação Certificação

Gestão

Cadastramento

Contratação

Capacitação

Relacionamento e Comunicação

Avaliação e Acompanhamento

Descredenciamento

2.2.2 Número de credenciados geral e Resultado da Avaliação do SGC Em 2012, o Sebrae Nacional realizou, no período de janeiro a dezembro, 678 contratações. Parte essencial do processo de contratações SGC é a avaliação dos credenciados pelas Unidades Contratantes, cuja média de satisfação foi de 87% (escala de 0% a 100%). No que tange ao número de credenciados, hoje há 288 credenciados ativos na base do SGC Sebrae Nacional. Cada credenciado pode vincular-se a até três áreas de conhecimento.

25


26

Sebrae Relatório Capital Humano 2012

2.2.3 Número de credenciados por área de conhecimento

Políticas Públicas


Capítulo 2 :. Força de trabalho

Diferentemente da análise do número de credenciados, faz-se importante também a análise da distribuição do potencial de trabalho em termos das áreas de conhecimento. Ou seja, como cada credenciado pode ter até três (3) áreas de conhecimento cadastradas, sem limites de subáreas e especialidades, faz-se essencial verificar o número de possibilidades de atendimento dos projetos do Sebrae, no âmbito dos projetos realizados pelo Nacional. Veja o quadro a seguir:

Número de credenciados UF

Total geral

Consultoria

Instrutoria

Recursos Humanos e Empreendedorismo

77

104

181

Planejamento Empresarial

98

48

146

Marketing e Vendas

109

29

138

Inovação

102

26

128

Serviços Financeiros e Contábeis

69

21

90

Educação

49

27

76

Desenvolvimento Setorial

47

13

60

Agronegócios

27

11

38

Gestão da Produção e da Qualidade

19

15

34

Sustentabilidade

14

9

23

Comércio Exterior

20

3

23

Associativismo e Cooperativismo

16

7

23

Desenvolvimento Territorial

16

2

18

Políticas Públicas

15

3

18

Legislação aplicada às Micro e Pequenas Empresas

12

2

14

NA Total

690

320

1.010

Total geral

690

320

1.010

NA

Área

Foco

27


28

Sebrae Relatório Capital Humano 2012

Percebe-se que áreas estreitamente ligadas à missão da empresa (tais quais “Recursos Humanos e Empreendedorismo”, “Planejamento Empresarial”, “Marketing e Vendas” e “Inovação”) são as que apresentam maior potencial de realização de projetos/instrutorias, fato extremamente positivo para o negócio. Já áreas mais ligadas à questão legal e pública (tais quais “Políticas Públicas” e “Legislação aplicada às Micro e Pequenas Empresas”) são as que apresentam menor potencial de trabalho. Desta forma, o foco de captação de novos profissionais a partir do presente momento deve ser direcionado para as áreas com menor disponibilidade de mão de obra, obviamente que sob análise do grau de demanda. Cabe ressaltar ainda que o número de credenciados aptos a prestarem consultoria é cerca de 115% maior do que os credenciados aptos a prestarem instrutoria, fato relevante para a estruturação do modelo de negócio do Sistema de Gestão de Credenciados do Sebrae Nacional, caracterizado pela estruturação de projetos estratégicos para o sistema, predominantemente embasados por atividades de consultoria. Ao considerarmos o restante das Unidades Sebrae do país, vê-se que número de consultores supera o número de instrutores credenciados em apenas 19% (considerando dados extraídos dia 28/01/2013). O ano de 2012 caracterizou-se, no Sebrae Nacional, de ações de estabilização e monitoramento do sistema SGC e do forte incentivo à adesão de importantes Unidades à utilização do sistema. Em 2013, intenta-se estabelecer bases de informação estratégicas para os gestores SGC, subsidiando a tomada de decisões no que tange à captação de profissionais, monitoramento de tendências de demanda de projetos e estruturação de ações estratégicas que evoluam o SGC.


Capítulo 2 :. Força de trabalho

29


GestĂŁo de Desempenho e CompetĂŞncias

.03.


32

Sebrae Relatório Capital Humano 2012

3.1 AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO No Sebrae, desempenho corresponde às entregas efetuadas pelo empregado, a partir da aplicação de suas competências para a consecução das metas definidas. Os processos de acompanhamento e avaliação do desempenho têm como objetivo delinear e monitorar a cadeia de impactos esperada entre a missão da organização e a atuação individual de seus empregados. A gestão do desempenho consiste na comparação entre os resultados alcançados e os resultados estipulados, a partir dos números espelhados pelos indicadores. O desempenho expressa a competência das pessoas, das equipes e da organização. Além da avaliação das competências, são acompanhados os resultados organizacionais, os resultados por equipe e realizadas as avaliações dos resultados individuais. Os resultados da avaliação de desempenho são utilizados pelo Sebrae para orientar a ascensão profissional (por meio do Placar Individual de Carreira) e a remuneração variável.

3.1.1. Número de metas estabelecidas versus número de metas atingidas Conforme mencionado, são acompanhados e avaliados os resultados organizacionais, de equipe e individuais. As metas estabelecidas podem ser repactuadas durante o ano. As metas organizacionais estão relacionadas aos resultados organizacionais, são medidas por indicadores que asseguram o cumprimento da missão do Sebrae e estão associadas aos objetivos estratégicos constantes do Plano Plurianual – PPA, aprovado pelo Conselho Deliberativo Nacional – CDN. As metas de equipe estão relacionadas aos resultados das equipes, são medidas por indicadores que asseguram a implementação do Plano de Trabalho de cada unidade, conforme aprovado pela Diretoria, sendo associadas aos projetos e atividades da unidade. As metas individuais são ações concretas que o empregado deve realizar no ano, estão voltadas para a atividade fim da unidade, contextualizadas com as prioridades identificadas para o Sebrae, para a unidade, bem como vinculadas ao plano de trabalho e ao orçamento previstos. Trata-se de uma entrega concreta, descrita de forma específica e pela qual o empregado será responsabilizado. O estabelecimento, o acom-


Capítulo 3 :. Gestão de desempenho e competências

panhamento e a avaliação do desempenho individual estão baseados no Plano de Acompanhamento do Desempenho Individual – PADI – de cada empregado. As metas são avaliadas pelo superior imediato, no final do ano, conforme os resultados apresentados. Veja os resultados alcançados em 2012 e 2011:

Ano 2012 Quantidade total de metas individuais estipuladas

Quantidade total de metas individuais atingidas

Percentual de metas atingidas

1.321

1.131

85,62%

Quantidade de metas de equipe estipuladas

Quantidade de metas de equipe atingidas

Percentual de metas atingidas

119

115

96,64%

Quantidade de metas de organizacionais estipuladas

Quantidade de metas de organizacionais atingidas

Percentual de metas atingidas

5

5

100%

Quantidade de metas individuais estipuladas

Quantidade de metas individuais atingidas

Percentual de metas atingidas

1.123

985

88%

Ano 2011

33


34

Sebrae Relatório Capital Humano 2012

Quantidade de metas de equipe estipuladas

Quantidade de metas de equipe atingidas

Percentual de metas atingidas

225

213

95%

Quantidade de metas de organizacionais estipuladas

Quantidade de metas de organizacionais atingidas

Percentual de metas atingidas

5

5

100%

3.2 AVALIAÇÃO DE COMPETÊNCIAS A avaliação das competências traduz a forma como o colaborador expressou as competências profissionais em seu espaço ocupacional. O Sebrae define três tipos de competências para os colaboradores: técnicas, comportamentais e de gestão. As competências são avaliadas por meio de uma escala com quatro níveis de proficiência: não aplica, desenvolvimento, aplicação e superação. Níveis de proficiência da competência

Definição

N/A

Não Aplica

Competência não está sendo aplicada ou está sendo minimamente aplicada.

DE

Desenvolvimento

Competência sendo aprimorada, desenvolvida. Faz parcialmente a lista de evidências ou faz todos os itens, mas não com a qualidade descrita.

AP

Aplicação

Competência sendo aplicada dentro dos padrões de qualidade e desempenho estabelecidos. Aplica todos os itens da lista de evidências.

SU

Superação

A utilização da competência está focada no aperfeiçoamento e superação dos padrões estabelecidos. Os itens da lista de evidências são aplicados com qualidade superior.


Capítulo 3 :. Gestão de desempenho e competências

A avaliação de competências integra o Placar Individual de Carreira. Indicadores para evolução na carreira: Tempo de Sebrae Escolaridade adicional Ações de Desenvolvimento Competências Desempenho

O detalhamento do Placar Individual de Carreira e seus respectivos indicadores será tratado no item a seguir.

3.3 ASCENSÃO PROFISSIONAL BASEADA NO DESEMPENHO E NAS COMPETÊNCIAS O Sistema de Gestão de Pessoas (SGP) do Sebrae estabelece políticas, diretrizes e procedimentos para o gerenciamento do capital humano da empresa. Foi implementado em 2002 e, desde então, a Unidade de Gestão de Pessoas o aprimora ano a ano. Em 2012, a partir de discussões com lideranças e colaboradores do Sistema Sebrae, a Unidade de Gestão de Pessoas implementou mudanças substanciais em tópicos como ascensão profissional, competências e desempenho. O Sistema foi batizado por SGP 7.0 fazendo referência ao número de revisões pela qual o sistema passou até o momento. A seguir detalharemos as principais características da versão atual.

35


36

Sebrae Relatório Capital Humano 2012

3.3.1 Transparência e equidade O Sebrae elegeu o autodesenvolvimento como elemento fundamental para que o colaborador cresça na empresa. Desta forma, o Sebrae informa, com clareza e objetividade, as várias possibilidades de ascensão e, ao mesmo tempo, deixa claro que o colaborador é o agente responsável pelo seu próprio crescimento na empresa. A concorrência aberta e universal, a partir de indicadores objetivos e previamente definidos, garante a transparência e equidade do processo avaliativo. Todas essas premissas e valores constituem os fundamentos da cultura do Sebrae. São eles que balizam os comportamentos e atitudes valorizados pela instituição e determinam o eixo das políticas delineadas no SGP 7.0.

3.3.2 Ascensão profissional e o Placar Individual de Carreira – PIC A ascensão profissional é baseada em 5 indicadores: · Tempo de Sebrae; · Escolaridade adicional; · Ações de Desenvolvimento; · Competências; · Desempenho. A ferramenta de mensuração é o Placar Individual de Carreira – PIC – que define o posicionamento do colaborador no ranking para ascensão profissional.


Capítulo 3 :. Gestão de desempenho e competências

Existem duas formas de ascensão profissional no Sebrae: a horizontal, que pode ocorrer entre steps do mesmo nível e entre níveis diferentes; e a vertical, que ocorre quando um colaborador migra, por exemplo, do espaço ocupacional Assistente para o espaço ocupacional Analista Técnico, em função de sua pontuação no Placar Individual de Carreira (PIC). A ascensão na carreira ocorre a partir dos resultados obtidos pelo colaborador no PIC, composto por um conjunto de indicadores que, balanceados, possibilitam uma análise detalhada do desempenho global de cada um. A partir da análise, podem ser estabelecidas ações de reforço de aspectos positivos e de reversão das deficiências encontradas. Os resultados dos PIC de todos os colaboradores, ao final do ciclo avaliativo, compõem o ranking que subsidia processos de promoção. A disponibilidade orçamentária da organização determina o percentual de promovidos via ranking.

3.3.3 O processo de comunicação interna do Sistema de Gestão de Pessoas – SGP 7.0 O SGP – Sistema de Gestão de Pessoas – estabelece políticas, diretrizes e procedimentos para a gestão do capital humano no Sebrae. Para divulgar os diversos temas que o SGP aborda e explicar de forma transparente, objetiva e didática como ele causa impacto na vida profissional dos colaboradores do Sebrae, adotou-se os seguintes meios de comunicação interna: · Fascículos: A estratégia de comunicação dos fascículos propõe uma forma interativa e lúdica com o objetivo de despertar, capturar a atenção do colaborador e criar um efeito emocional, mediando personagens e imagens. Toda a campanha de divulgação dos fascículos reforçou o estímulo ao autodesenvolvimento, no qual a carreira passa a ser percebida como uma construção do indivíduo, apoiada pela empresa e baseada no mérito pessoal (competências, desempenho e certificação).

37


38

Sebrae Relatório Capital Humano 2012

Ao longo de 2012, foram lançados cinco fascículos, nas versões digital e impressa:

Capítulo 1 O Novo SGP

Capítulo 2 Ascensão Profissional: O Placar Individual de Carreira

Capítulo 3 PADI: Gestão do Desempenho

Capítulo 4 PADI: Ações de Desenvolvimento

Capítulo 5 A Nova Avaliação de Competências

· Vídeos mobilizadores A estratégia de comunicação dos vídeos mobilizadores é divulgar os pontos mais relevantes dos fascículos, de forma que o colaborador compreenda, rapidamente, os impactos do novo sistema de gestão de pessoas na carreira profissional dele. Para narrar os vídeos, o Sebrae contou com o profissionalismo da âncora Cláudia Bontempo e com recursos visuais que tinham como objetivos captar e manter a atenção do colaborador.

· Oficinas gerenciais Para o lançamento dos temas de maior complexidade, a Unidade de Gestão de Pessoas reunia com as lideranças do Sebrae para prepará-los, desenvolvê-los e sensibilizá-los a respeito das mudanças no SGP, tornando os gerentes parceiros da UGP no processo de implantação da versão 7.0. Na ocasião, promoviam o alinhamento das informações e dos critérios de avaliação.


Capítulo 3 :. Gestão de desempenho e competências

39


Remuneração e Reconhecimento

.04.


42

Sebrae Relatório Capital Humano 2012

4.1 REMUNERAÇÃO 4.1.1 Remuneração fixa e Pesquisa Salarial Para remunerar adequadamente os colaboradores da instituição, o Sebrae Nacional encomenda pesquisas de mercado para comparar as práticas salariais com o ambiente externo e balizar a negociação dos acordos coletivos. Em 2012, a fim de garantir maior grau de fidedignidade às particularidades do Sebrae, foi realizada uma pesquisa salarial personalizada. A pesquisa contemplou 61 cargos, dos níveis de analistas, gerentes e gerentes adjuntos. Foram levantados dados a respeito do Salário Mensal, Salário total, Remuneração Total, Práticas de Benefícios e Tendências da área de Recursos Humanos. Observa-se que o Sebrae está muito bem posicionado em relação à média de mercado para todos os cargos pesquisados, independente da composição de remuneração considerada (remuneração total, Salário Total ou salário Mensal). Em relação aos benefícios pesquisados, o Sebrae concede os mais representativos se comparados aos oferecidos pelo mercado.

Remuneração Total = salário total + benefícios quantificados (assistência médica, assistência odontológica, refeição, alimentação e previdência privada). Fonte: Delloite 2012.


Capítulo 4 :. Remuneração e reconhecimento

4.1.2

Remuneração variável

4.1.2.1 Percentual do salário pago por tipo de meta A remuneração variável, de até um salário nominal, é a forma de reconhecimento que incentiva o empregado a extrapolar seus níveis normais de desempenho. Ela é paga anualmente, em função do alcance das metas organizacionais, de equipe e individuais. Para viabilizar a remuneração variável, o Sebrae deve atingir os resultados relativos aos indicadores selecionados, conforme os seguintes percentuais:

Indicadores

Alcance pleno

Alcance mínimo

Organizacional

50% de um salário fixo

30% de um salário fixo

Equipes

30% de um salário fixo

20% de um salário fixo

Individual

20% de um salário fixo

15% de um salário fixo

TOTAL

100% de um salário fixo

65% de um salário fixo

4.1.2.2 Histórico dos últimos dois anos Ano 2012 No ano de 2012, o Sebrae atingiu todas as metas organizacionais. Dessa forma, os colaboradores receberam 50% de um salário fixo, dos 50% possível de ser ganho para esse indicador. Já as metas de equipe, dos 30% de um salário fixo possíveis de serem ganhos, a média do recebimento foi de 28,37%. Para as metas individuais, dos 20% possíveis, a média de recebimento foi de 16,82%.

43


44

Sebrae Relatório Capital Humano 2012

Ano 2011 No ano de 2011, também houve o atingimento total das metas organizacionais fazendo com que os colaboradores recebessem 50% de um salário fixo para esse indicador. Já para as metas de equipe, dos 30% possíveis, a média de recebimento foi de 29,05% de um salário fixo. Para as metas individuais, dos 20% possíveis, a média de recebimento foi de 17,79%


Capítulo 4 :. Remuneração e reconhecimento

4.2 RECONHECIMENTO INSTITUCIONAL 4.2.1 Programa Você Faz a Diferença Implantado em 2009, o Programa “Você Faz a Diferença” objetiva reconhecer, de forma não monetária, uma ideia ou o desempenho dos colaboradores ou gerentes, caracterizados pela inovação, o ineditismo e contribuição significativa para os resultados do Sebrae. O colaborador é indicado pelo gerente da unidade; o gerente, por sua vez, é indicado pela diretoria do Sebrae. A premiação ocorre duas vezes ao ano, ao final de cada semestre. Para a avaliação das ideias ou desempenhos diferenciados dos colaborados, é constituída uma comissão julgadora, composta por três colaboradores internos e três profissionais externos, que utilizam um quadro de pontuação específica para a classificação nas dimensões  “inovação”, “ineditismo” e “contribuição significativa”. Em 2012, o regulamento do programa previa uma pontuação mínima de 25 pontos, para classificar até as seis maiores pontuações. Os vencedores recebem o “Selo de Reconhecimento Institucional” e as seguintes premiações: · Para 1ª, 2ª e 3ª colocações, folga remunerada ou oportunidade de desenvolvimento no Brasil ou em um país no exterior, pelo período de até 10 dias consecutivos; · Para 4ª, 5ª e 6ª colocações, folga remunerada ou oportunidade de desenvolvimento no Brasil ou em país na América do Sul pelo período de até 7 dias consecutivos, ou ainda, receber subsídio diferenciado por um ano para cursos de formação acadêmica ou de idiomas; · Para todos os indicados, desde que não tenham recebido o “Selo de Reconhecimento Institucional”, é assegurada folga remunerada de 3 dias úteis.

45


46

Sebrae Relatório Capital Humano 2012

Edição 2011 · Número de colaboradores contemplados em 2011: 07 (sete). · Investimento financeiro da Edição 2011, realizado em 2012: R$ 145.865,00 (cento e quarenta e cinco mil, oitocentos e sessenta e cinco reais.)

Vencedores 1º Semestre de 2011 Colocação

Nome / Unidade

Projeto

1º lugar

Sérgio Figliero DAF

Organização da Administração de Pessoal com obtenção de ganhos financeiros e operacionais

2º lugar

Simone Caixeta UASJUR

Atualização dos depósitos recursais pendentes de levantamento pelo Sebrae

3º lugar

Márcio Sherma UGE

Perfil do Cliente atendido pelo Sebrae Vencedores 2º Semestre de 2011

Colocação

Nome / Unidade

Projeto

1º lugar

Leonardo Matar UGE

Nova metodologia de cálculo da taxa de sobrevivência das micro e pequenas empresas

2º lugar

Daniela C. M. Batista UCE

Concepção da metodologia para a transposição de soluções educacionais via Mobile Learning no Sebrae e a transposição da oficina “SEI Controlar o Meu Dinheiro” para SMS

3º lugar

Nidia Caldas UCE

Tecnologia para viabilizar o Mobile Learning para a oficina “SEI Controlar o Meu Dinheiro”

4º lugar

Juliana Gregory Mee   UAIN

Plataforma virtual de cooperação internacional “Comunidade Mipyme”


Capítulo 4 :. Remuneração e reconhecimento

Edição 2012 · Número de colaboradores contemplados em 2012: 07 (sete) · Investimento financeiro da Edição 2012: a ser realizado em 2013.

Vencedores 1º Semestre de 2012 Colocação

Nome / Unidade

Projeto

1º lugar

Alexandre Magalhaes Lopes UAI

Elaboração e disponibilização de Reality Show, Jogo Interativo no evento empreendedorismo digital Campus Party Brasil 2012

2º lugar

Helena Pojo Rego UPP

Diretriz Nacional para atuação dos Corpos de bombeiros na liberação de licenciamento simplificado .

3º lugar

Augusto Togni de Almeida UDT

Sistema de Indicadores Socioeconômicos dos Territórios da Cidadania

4º lugar

Andrew Alves UAUD

Auditoria contínua no Sistema Sebrae Vencedores 2º Semestre de 2012

Colocação

Nome / Unidade

Projeto

1º lugar

Marco Aurélio Bedê UGE

Índice de Confiança das Micro e Pequenas Empresas (MPEs) no Brasil – ICMPE

2º lugar

Wilson Correia de Azevedo Júnior UCE

Papo de Negócio

3º lugar

Carolina Moraes UAIN

Novas Diretrizes do Programa Negócio a Negócio

47


BenefĂ­cios

.05.


50

Sebrae Relatório Capital Humano 2012

O Sebrae valoriza e reconhece a importância do capital humano. Ainda, sabemos que os benefícios têm impacto direto sobre a qualidade de vida dos funcionários, influenciando, inclusive, na decisão sobre a permanência na empresa. É por isso que nos comprometemos em buscar no mercado um pacote de benefícios competitivo, diferenciado e atrativo para nossos colaboradores e dependentes.

5.1

APOIO FINANCEIRO A ATIVIDADES EDUCACIONAIS

O Sebrae, por meio da IN 12/03 estabelece critérios, organiza e disciplina os procedimentos que regulamentam o apoio financeiro aos empregados desta instituição para cursos de graduação, pós-graduação (MBA, Lato sensu e Stricto sensu) e idiomas. Atividades educacionais: são cursos de graduação, pós-graduação (MBA, lato sensu e stricto sensu) e idiomas, presenciais, online (a distância) ou misto, com objetivo de estimular o desenvolvimento intelectual e profissional dos empregados do Sebrae. Apoio financeiro: consiste no investimento financeiro do Sebrae, por meio do reembolso de despesas de matrícula e mensalidades aos interessados, para participação em atividades educacionais. Poderão solicitar a participação em todas as atividades educacionais, empregados contratados por tempo indeterminado, após o cumprimento do período de experiência. Empregados enquadrados no espaço ocupacional Assistente poderão pleitear a participação em pós-graduação, desde que tenha no mínimo três anos como Assistente, esteja enquadrado como Assistente II e tenha concluído graduação. Empregados contratados por tempo determinado poderão pleitear a participação, exclusivamente, para curso de idiomas. No caso de trainees, estes poderão pleitear após o programa de trainees, a partir da alocação nas unidades. Esta modalidade é parcialmente custeada pelo Sebrae e possui parâmetros diferenciados de apoio financeiro para cada espaço ocupacional.


Capítulo 5 :. Benefícios

5.2 PREVIDÊNCIA PRIVADA O Sebrae PREVIDÊNCIA (Instituto Sebrae de Seguridade Social) é entidade fechada, de previdência complementar, que tem como um dos objetivos administrar o Plano SebraePREV (plano de benefícios previdenciários dos colaboradores e dirigentes do Sebrae). As vantagens do programa são: contribuição do Sebrae na mesma proporção do colaborador, respeitadas as condições previstas no Regulamento do Plano SebraePREV; compra do tempo de serviço dividida com o colaborador, respeitadas as condições previstas no Regulamento do Plano SebraePREV; possibilidade de deduzir-se na base de cálculo do IR as contribuições realizadas pelos participantes até 12% da renda bruta anual. São beneficiários do plano cônjuges ou companheiros e filhos, enteados ou adotados legalmente, sem limite de idade. Entre os benefícios do SeabrePREV estão aposentadoria antecipada aos 53 anos de idade, com 10 anos de tempo de serviço, 3 anos de filiação ao Plano e cessação do vínculo empregatício; aposentadoria normal aos 60 anos de idade, com 10 anos de tempo de serviço, 3 anos de filiação ao Plano e cessação do vínculo empregatício; aposentadoria por invalidez; e pensão por morte. Os benefícios são pagos das seguintes formas: adiantamento, em prestação única, de até vinte e cinco por cento do saldo da Reserva Individual do Participante; transformação do restante do saldo em uma renda (renda mensal por um período de no mínimo 5 anos e máximo de 20 anos, renda mensal de 0,5% a 2% do saldo da Reserva Individual do Participante, ou renda mensal atuarialmente calculada). É o instituto legal que permite ao participante transferir os valores depositados no Plano SebraePREV para outras entidades de previdência sejam elas abertas sejam fechadas, na ocorrência de cessação do vínculo empregatício. Na ocorrência da cessação do vínculo empregatício, o participante e o Sebrae param de contribuir, no futuro será devida uma renda de aposentadoria proporcional ao saldo acumulado até a data de elegibilidade ao benefício de Aposentadoria Normal. O participante pode resgatar o seu Saldo de Conta, desde que rescinda o vínculo empregatício com o Sebrae.

51


52

Sebrae Relatório Capital Humano 2012

5.3 LICENÇA MATERNIDADE DE 180 DIAS As colaboradoras do Sebrae podem gozar prorrogação por mais sessenta dias, do período de licença-maternidade 120 dias, desde que seja requerida até o final do primeiro mês após o parto. A concessão é extensiva à adoção, conforme a proporcionalidade da Lei no 11.770, de 9/9/2008.

5.4 HORÁRIO FLEXÍVEL DE TRABALHO E BANCO DE HORAS O colaborador do Sebrae goza horário de trabalho flexível, com entrada entre 8h e 9h30, horário de saída entre 17h e 19h30 e horário de almoço entre 12h e 14h30 (considerando o intervalo mínimo de uma e máximo de duas horas). São dispensados do registro de frequência os diretores, os gerentes e os chefes de gabinete. O Sebrae adere ao banco de horas que é a compensação do excesso de horas trabalhadas em um dia pela correspondente diminuição em outro dia. O limite máximo de horas trabalhadas não pode ser superior a dez horas diárias. As horas são, preferencialmente, compensadas no mesmo mês da apuração. Respeitando o período máximo de um ano ou o limite de quarenta horas.

5.4.1 Administração do Banco de Horas A Administração de Pessoal realiza o monitoramento do banco de horas dos colaboradores, após validação feita pelos respectivos gerentes e pelos chefes de gabinete, conforme o caso, computando mensalmente as horas a serem debitadas ou creditadas. A consulta aos saldos do banco de horas está disponível, online, no Sistema de Gestão Operacional (SGO), no entanto, a Administração de Pessoal informa mensalmente os saldos do sistema de compensação de horas aos colaboradores, aos gerentes e aos chefes de gabinete.


Capítulo 5 :. Benefícios

5.5 AUXÍLIO EDUCAÇÃO PARA FILHOS O auxílio educação é o benefício destinado a custear parte das despesas educacionais (matrículas, mensalidades, material escolar e uniforme), auxiliando o colaborador na educação de seus filhos ou dependentes legalmente reconhecidos. Ele é concedido por meio de três modalidades: Educação Infantil (de 4 anos a 5 anos e 11 meses), Ensino Fundamental (de 6 anos a 14 anos e 11 meses) e Ensino Médio (de 15 anos a 18 anos e 11 meses). É efetuado em folha de pagamento mensal, mediante comprovantes de matrícula e/ ou recibos e/ou declarações fornecidos pelo estabelecimento de ensino, comprovação de aproveitamento ou promoção para série posterior (boletim).

5.6 AUXÍLIO CRECHE O auxílio creche é concedido aos colaboradores do Sebrae que tenham filhos com idade até 3 anos e 11 meses, em creches ou instituições de ensino regularmente constituídas. O valor do auxílio é previsto não integra a remuneração do colaborador. É efetuado mensalmente, em folha de pagamento, desde que cumprido apresentado o comprovante de pagamento da mensalidade.

5.7 AUXÍLIO PARA FILHO ESPECIAL O auxílio especial é concedido aos colaboradores do Sebrae que tenham filhos portadores de necessidades especiais físicas ou mentais. Não há limite máximo ou mínimo de idade do(a) filho(a) para recebimento desse benefício. É efetuado mensalmente em folha de pagamento, desde que apresentado relatório médico que comprove a necessidade especial do(a) filho(a).

5.8 PLANO DE SAÚDE O plano de saúde é concedido a todos os colaboradores, dependentes e agregados, desde que compro-

53


54

Sebrae Relatório Capital Humano 2012

vada a dependência econômica na forma da legislação em vigor. O benefício não integra a remuneração do colaborador. Ele visa proporcionar aos colaboradores e aos seus dependentes assistência médica com vistas à manutenção e ao tratamento da saúde. Os procedimentos cobertos pelo plano são: serviços ambulatoriais, serviços hospitalares e homecare, dentre outros. A coparticipação é de 20% sobre o valor de consultas e exames simples e desconto mensal não pode ultrapassar 10% do salário nominal do colaborador – em caso de resíduo do custo no mês, o desconto passa para o mês seguinte.

5.9 PLANO ODONTOLÓGICO São cobertos pelo plano: procedimentos de clínica geral, endodontia, odontopediatria, ortodontia, periodontia, prótese, radiologia e atendimento por livre escolha. O Sebrae concede, mediante solicitação, parcelamento da coparticipação das despesas odontológicas cobertas pelo plano, cuja parcela é limitada a 10% do salário bruto mensal do colaborador.

5.10 VALE ALIMENTAÇÃO E REFEIÇÃO O vale alimentação é concedido pelo Sebrae aos colaboradores para a realização de compras de produtos alimentícios em estabelecimentos comerciais. Destina-se à aquisição de refeições em restaurantes e congêneres. Os colaboradores podem optar por distribuir o valor total do benefício entre os cartões do vale-refeição e do vale-alimentação. Os valores dos vales alimentação e refeição são fornecidos a todos os colaboradores do Sebrae – inclusive àqueles colaboradores em auxílio enfermidade ou licença-maternidade – e não integram a remuneração.

5.11 EMPRÉSTIMO DE FÉRIAS O Sebrae concede aos colaboradores, por ocasião do gozo das férias, empréstimo correspondente ao valor líquido das férias pagas proporcionalmente ao período de gozo. Para a concessão, o colaborador, quan-


Capítulo 5 :. Benefícios

do da programação das férias, deve manifestar sua vontade indicando o número de parcelas que deseja pagar, respeitando o limite máximo de 10 parcelas. A primeira parcela é descontada a partir do primeiro mês seguinte à conclusão do período de gozo de férias.

5.12 ADIANTAMENTO DE DESPESAS MÉDICAS, HOSPITALARES E ODONTOLÓGICAS É um benefício concedido aos colaboradores para custear despesas médicas, hospitalares e odontológicas, próprias e de seus dependentes, que não possuem cobertura nos planos contratados. O adiantamento concedido pelo Sebrae ao colaborador fica limitado ao valor de um salário médio da folha de pagamento de pessoal do mês da ocorrência, considerada nesse cálculo a média aritmética entre o maior e o menor salário por espaço ocupacional, previstos na tabela salarial do Sebrae.

5.13 AUXÍLIO ENFERMIDADE O Sebrae concede aos colaboradores, quando em licença médica por período superior a 15 dias, o auxílio enfermidade, limitado a seis meses, que não integra a remuneração do colaborador. O benefício cessa automaticamente ao final do sexto mês ou na data do recebimento de alta do INSS, o que ocorrer primeiro. O valor integral do auxílio enfermidade corresponde à diferença entre o valor do auxílio pago pelo INSS e a remuneração do colaborador sobre o qual incidirão os descontos regulares e os valores averbados ou consignados na folha de pagamento por autorização do colaborador. O auxílio enfermidade também inclui o pagamento integral do 13º salário.

5.14 AUXÍLIO FUNERAL O Sebrae concede auxílio funeral ao cônjuge, ao(à) companheiro(a), aos filhos ou aos dependentes legais em caso de falecimento do(a) colaborador(a), e ao(à) colaborador(a) quando do falecimento de filho(s),

55


56

Sebrae Relatório Capital Humano 2012

cônjuge ou (a) companheiro(a). A concessão do benefício ocorre mediante a apresentação da certidão de óbito, em prazo de até 30 dias.

5.15 VALE TRANSPORTE Trata-se de beneficio que cobre despesas de deslocamento residência-trabalho-residência, por meio do sistema de transporte coletivo público convencional e metrô. Todo colaborador e estagiário que reside em localidade que não esteja próxima da empresa, e que utilize o transporte público, pode ter o benefício, pelo qual são descontados 6% do salário-base do colaborador.

5.16 SEGURO DE VIDA EM GRUPO O Sebrae mantém um seguro de vida sem ônus para todos os seus colaboradores e diretores. O benefício é concedido mediante preenchimento do formulário, pelo colaborador, por ocasião da admissão. O beneficiário é qualquer pessoa indicada pelo colaborador. A cobertura inclui morte natural, morte acidental e invalidez total ou parcial.


Capítulo 5 :. Benefícios

57


Qualidade de Vida no Trabalho

.06.


60

Sebrae Relatório Capital Humano 2012

6.1 CLUBE DE CAMINHADA E CORRIDA O objetivo do Clube de Caminhada e Corrida é reduzir o índice de sedentarismo por meio da prática de exercícios. Além disso, estimular a adoção de hábitos alimentares saudáveis com acompanhamento de nutricionista e promover a saúde dos participantes mediante a realização de exames regulares que apontem a evolução dos resultados após a prática esportiva. O colaborador, após três meses da admissão, pode pleitear o ingresso no Clube de Caminhada e Corrida, com aprovação condicionada à existência de vaga, à concordância com as regras de adesão e aos resultados dos exames (teste de esforço cardiopulmonar, bioimpedância e hemograma completo). Os treinos, realizados no Parque da Cidade, são acompanhados por empresa especializada em assessoria esportiva. · Número de colaboradores contemplados: 55. · Investimento financeiro: 100% patrocinado pela Seguros Unimed.


Capítulo 6 :. Qualidade de vida no trabalho

6.2 GINÁSTICA LABORAL A ginástica laboral atua de forma preventiva e consiste em exercícios de curta duração, com o objetivo principal de alongarem-se as estruturas musculares envolvidas nas tarefas operacionais diárias. Em atendimento à preferência dos colaboradores, ela é realizada coletivamente, próxima às estações de trabalho, nos ambientes entre as unidades. Em 2012, foi realizada uma pesquisa interna, com o objetivo de avaliar-se a eficácia da ginástica laboral. Por meio dela, o Sebrae pôde conhecer o perfil dos participantes e obter informações importantes sobre as preferências deles. A partir dos dados coletados, foi possível implementar melhorias, a fim de ampliar-se a adesão. Os resultados dessa pesquisa estão retratados nos gráficos a seguir.

61


62

Sebrae Relatório Capital Humano 2012

Faixa etária

Gênero

Prática de atividade física


Capítulo 6 :. Qualidade de vida no trabalho

Adesão à ginástica laboral

Período em que prefere fazer a ginástica laboral

Grau de importância dos exercícios Dez 66% Nove 7% Oito 12% Sete 7% Seis 1% Cinco 4% Quatro 1% Três 1% Dois 1% Um 1%

63


64

Sebrae Relatório Capital Humano 2012

Região em que sente dores durante o trabalho 6% 12%

14% 5% 7%

15%

14%

1% 26%

Não sente dores Cabeça Antebraço Nuca Costas-lombar Pernas Ombros Mãos/punhos Pés

14% 5% 7% 14% 26% 1% 15% 12% 6%

Período do dia em que sente dores

6.3 ATENDIMENTO NUTRICIONAL O Sebrae oferece acompanhamento nutricional aos colaboradores com o objetivo de sensibilizar para a importância de uma alimentação mais saudável; obter-se peso adequado; melhorarem-se índices de triglicérides, colesterol, glicemia; reduzir-se a pressão arterial; controlar-se a osteoporose; eliminar-se a anemia; e controlarem-se os sintomas de síndromes de atenção e de pânico. O atendimento individual é realizado por nutricionista, nas dependências do Sebrae Nacional, por adesão e mediante agendamento prévio. São realizadas, ainda, ações educativas coletivas, como a Blitz da Nutrição, que visam a fomentar hábitos alimentares que melhorem a qualidade de vida.


Capítulo 6 :. Qualidade de vida no trabalho

Durante o exercício de 2012, foram realizados 393 atendimentos nutricionais, dos quais 53 obtiveram sucesso no alcance de metas pessoais. Segue gráfico com o número de atendimentos mensais durante o ano.

56

Janeiro 31

Fevereiro Março

30

Abril

42

Maio 22

Junho

41

Julho

41

Agosto

43

Setembro 38

Outubro 31

Novembro

Dezembro

18

65


66

Sebrae Relatório Capital Humano 2012

6.4 ATENDIMENTO MÉDICO O Sebrae oferece aos colaboradores o Programa Um Jeito de Viver, que promove a qualidade de vida no trabalho em ações nos campos da saúde biopsicossocial. Por meio da medicina do trabalho, são realizados exames médicos admissionais, periódicos, de retorno ao trabalho, de mudança de função e demissionais. Também é elaborado e acompanhado o Plano de Controle Médico e Saúde Ocupacional – PCMSO, além de realizados atendimentos de emergência e urgência, emitida a homologação de atestados e feita a assessoria geral em medicina do trabalho. Durante o exercício de 2012, foram realizados 1.673 atendimentos médicos, conforme gráfico abaixo.

Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho

134 154 156 177

Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro

171


Capítulo 6 :. Qualidade de vida no trabalho

Por meio da segurança do trabalho, são efetuadas vistorias nas dependências do Sebrae para a promoção de soluções aos problemas detectados, o desenvolvimento de ações educacionais e preventivas integradas com a medicina ocupacional e a elaboração e no acompanhamento do Programa de Prevenção de Riscos Ambientais – PPRA.

6.5 ATENDIMENTO PSICOLÓGICO O Sebrae oferece atendimento psicológico, com base na psicoterapia breve, em até 10 sessões, para auxiliar o colaborador na busca de soluções adaptativas de seus problemas, dentro do tempo mais breve possível e de acordo com a necessidade. O atendimento também se aplica às situações emocionalmente críticas, como luto, doenças graves e momentos de conflito que possam comprometer o desempenho profissional. É realizado por psicólogo, nas dependências do Sebrae Nacional, por adesão e mediante agendamento prévio.

67


68

Sebrae Relatório Capital Humano 2012

Durante o exercício de 2012, foram realizados 636 atendimentos psicológicos, conforme gráfico abaixo.

Janeiro

36 50

Fevereiro

61

Março 48

Abril

55

Maio 53

Junho

64

Julho 61

Agosto Setembro

39 54

Outubro

71

Novembro Dezembro

44

6.6 ESPAÇO CONFORTO O Espaço conforto, inaugurado em 2012, é uma área destinada para o relaxamento dos colaboradores. Pode ser utilizado por iniciativa do colaborador, sempre que necessário, ou por indicação do Serviço de Saúde Ocupacional, que recomenda ao paciente que necessita de um breve repouso. O Espaço fica aberto durante o horário de expediente e está localizado no 1º subsolo, ao lado do posto de atendimento do Banco do Brasil.


CapĂ­tulo 6 :. Qualidade de vida no trabalho

69


Comunicação Interna

.07.


72

Sebrae Relatório Capital Humano 2012

Em agosto de 2011, o Sebrae realizou uma pesquisa para identificar alguns aspectos da comunicação interna da instituição: a qualidade de seus veículos internos, a retenção do conteúdo trabalhado pelo público-alvo da comunicação, as formas de comunicação mais eficientes e a opinião dos colaboradores em relação a comunicação interna de maneira geral. O resultado da pesquisa proporcionou a oportunidade de reposicionar, eliminar e criar veículos internos de comunicação. Foi a partir dessa pesquisa que a comunicação interna do Sebrae Nacional preparou-se para o ano de 2012, criando uma estratégia de comunicação que facilitaria o entendimento do conteúdo pelo colaborador e que ocuparia o calendário da comunicação interna por todo o ano seguinte.

7.1

OS CANAIS: INTRANET (NOSSA WEB), DIGITAL SIGNAGE, JORNAL SEBRAE, CONEXÃO UGP, OUVIDORIA, CONEXÃO SEBRAE (REDE SOCIAL DE PROPÓSITO CORPORATIVO)

7.1.1 Intranet Reformulada após pesquisa realizada entre os colaboradores, a nova plataforma da intranet do Sebrae é um canal eficiente de comunicação interna que tem, como picos de acessos, textos que dão informações sobre serviços e os que retratam os colaboradores, tanto como funcionários quanto na vida pessoal. O objetivo da intranet é servir como ferramenta de trabalho complementar para todos do grupo. Está disponível também para os colaboradores do Sebrae nos Estados. A gestão da intranet está sob responsabilidade do Gabinete da Presidência.

7.1.2 Digital Signage Considerado veículo de apoio, o sistema de tevês disponíveis nas recepções e nos elevadores traz, de forma rotativa, informações da Agência Sebrae de Notícias e sobre as licitações em andamento; notícias gerais consideradas relevantes aos colaboradores do Sebrae, especialmente sobre economia e política; os colaboradores aniversariantes do dia; placares sobre as Metas Mobilizadoras da instituição; agenda com


Capítulo 7 :. Comunicação interna

os eventos realizados no prédio a cada dia; dados sobre clima na capitais do país; e câmbio das principais moedas estrangeiras. Esses conteúdos são fornecidos por diversas áreas do Sebrae Nacional e por empresa licitada, sob a gestão do Gabinete da Presidência.

7.1.3 Jornal Sebrae Editado mensalmente, com tiragem de 6 mil exemplares, o Jornal Sebrae também passou por reformulação após pesquisa realizada junto aos colaboradores. Ele é colocado à disposição na recepção e também enviado aos Estados. As notícias são editadas em pílulas e incluem, além de informações institucionais, sessões que mostram os colaboradores em seus hobbies ou em segundas ocupações profissionais, escritas a partir de materiais enviados pelos interessados ao Gabinete da Presidência.

7.1.4 Conexão UGP Trata-se de um canal formal e impessoal de comunicação interna, de natureza informativa e motivacional, que utiliza a plataforma do Outlook para divulgar os comunicados corporativos. Entende-se por comunicados corporativos aqueles que são de interesse de todos os colaboradores da instituição. Por meio desse canal, divulgam-se informações administrativas, lançam-se campanhas e programas, convocam-se colaboradores para eventos internos e aplicam-se pesquisas, entre outros assuntos relevantes. Ao longo de 2012, foram enviados 47 comunicados corporativos por meio da Conexão UGP.

7.1.5 Conexão Sebrae – A Rede do Empreendedorismo Diante do cenário estabelecido após a inserção das redes sociais no contexto atual, o Sebrae optou por implementar uma rede de comunicação corporativa para o Sistema Sebrae denominada Conexão Sebrae. O próprio nome da rede Conexão Sebrae reflete o seu grande alcance em termos de fortalecimento da gestão da informação e do conhecimento, da colaboração, mobilidade, integração entre as pessoas, comunicação organizacional e da garantia da propriedade de conteúdo para todo o Sistema Sebrae.

73


74

Sebrae Relatório Capital Humano 2012

Trata-se de uma medida estratégica que tem como meta adquirir um nível diferenciado de informação sobre sua estrutura, projetos e programas por meio da junção de todos os colaboradores e parceiros em um ambiente virtual. Por meio deste espaço de troca de informações sobre projetos e ações que envolvem a instituição, a alta gestão do Sebrae tem a possibilidade de contar com um banco de dados tático e estratégico que poderão embasar decisões e diretrizes de governança. A expectativa é que em um ano todos os colaboradores estejam conectados.  Público-alvo: · Diretores, conselheiros e colaboradores. Disponível a partir de janeiro de 2013. · Consultores, fornecedores e parceiros. Disponível a partir de julho de 2013. · Clientes. Disponível a partir de janeiro de 2014. A implantação se dará em três fases, a saber: 1º Fase – Lançamento, em Dezembro de 2012, da rede Conexão Sebrae contendo: · Ambiente Colaborativo; · Integração com os principais sistemas corporativos; · Auxilio na Gestão do Conhecimento. 2º Fase – Previsão: a partir de Julho de 2013 · Integração com o Portal Saber 2.0; · Projeto de Migração para Intranet. 3º Fase – Previsão: a partir do quarto trimestre de 2013 · Integração com a Plataforma de Atendimento ao Cliente Sebrae.


Capítulo 7 :. Comunicação interna

7.2

OS ENCONTROS: DIÁLOGO; OFICINAS GERENCIAIS; VIDEOCONFERÊNCIAS

7.2.1 Diálogo Realizado trimestralmente, no auditório do edifício-sede do Sebrae Nacional, o evento “Diálogo” é oportunidade para que os diretores e o presidente da instituição falem, a todos os colaboradores e estagiários, sobre assuntos estratégicos; lançamentos de programas, projetos e políticas; e acompanhamento de metas e resultados organizacionais. Tem o apoio da Unidade de Marketing e Comunicação, da Unidade de Gestão de Pessoas e da Unidade de Assessoria e Relacionamento Institucional.

7.2.2 Oficinas Gerenciais Elas ocorrem entre a Unidade de Gestão de Pessoas e os gestores de pessoas da organização. O objetivo é instrumentalizar e dar poder aos gerentes em relação a políticas, programas e práticas de gestão de pessoas. Complementam materiais físicos, capacitando esses gestores a gerenciar melhor suas equipes, em encontros presenciais, sempre que necessário.

7.2.3 Videoconferências UGP As Videoconferências UGP são encontros mensais, entre Unidade de Gestão de Pessoas do Sebrae Nacional e Unidades de Gestão de Pessoas do Sebrae nos Estados. Os objetivos são compartilhar conhecimento e melhores práticas, divulgar informações gerais e aproximar as equipes. Também conhecidas como “Encontros UGP”, elas têm como desafios implementar canal de comunicação integrada e atender à proposição de ampliar fóruns regionais e nacionais sobre temas de gestão de pessoas. Cada encontro inclui duas pautas, sendo a primeira definida previamente pela Unidade de Gestão de Pessoas do Sebrae Nacional e a segunda, votada previamente por todos os colaboradores das Unidades de Gestão de Pessoas (Sebrae Nacional e Sebrae nos Estados).

75


76

Sebrae Relatório Capital Humano 2012

7.3

CAMPANHAS INTERNAS

Em 2012, duas campanhas internas destacaram-se: Sebrae 40 anos e Rio + 20.

7.3.1 Sebrae 40 anos Objetivos da comunicação: · Trabalhar o orgulho do colaborador por pertencer ao Sebrae; · Realçar o papel do colaborador no desenvolvimento da instituição; · Reconhecer o trabalho do colaborador e demonstrar gratidão pela dedicação de todos; · Resgatar a história do Sebrae; · Promover a integração entre os colaboradores. Estratégia de comunicação: · Trabalhar o colaborador como protagonista da campanha; · Reforçar a missão do Sebrae; · Trabalhar a visão sistêmica (conceito de “juntos somos fortes”); · Estabelecer um novo posicionamento de comunicação interna, que passará a trabalhar um único tema de comunicação fragmentado em diversas ações durante todo o ano. Conceito da comunicação: O colaborador é a essência de uma instituição que promove a realização de sonhos por meio do empreendedorismo. O colaborador é a ALMA DO NOSSO NEGÓCIO, é a alma do negócio do Sebrae. Música tema: Alma – Zélia Duncan Apelo da comunicação: Emocional e institucional.


Capítulo 7 :. Comunicação interna

Cronograma das ações: JAN

FEV

MAR

ABR

MAI

JUN

JUL

AGO

SET

OUT

Cobertura jornalística (NossaWeb, Jornal Sebrae, Intranet, Digital Signage, etc.)

30/1 – 3/2 Semana de captação de depoimentos e fotos

27/2 Entrega de brinde – mini compota de mel Entrega de convite para o evento do dia seguinte

5/3 – 31/12 “Quarentão” na NossaWeb

Entrega de camisetas + pin 28/2 Lançamento

28/2 Envio de vídeo por e-mail

28/3 – 12/10 Filmetes com colaboradores no Digital Signage

10/5 – 11/5 Captação de depoimentos e fotos

9/10 Aniversário do Sebrae (evento) Entrega de livro Sebrae 40 Anos Exposição 40 Anos 15/10 Pesquisa de recall

77


78

Sebrae Relatório Capital Humano 2012

Ações da campanha: · Selo comemorativo Para marcar os 40 anos do Sebrae, lançou-se um selo comemorativo para acompanhar as principais ações de comunicação do Sistema. O tema do selo é Infinito – Renovação, indicando uma instituição mutável, que sempre se renova. Para engajar os colaboradores na contagem regressiva dos 40 anos do Sebrae, disponibilizou-se nova assinatura de e-mail da organização, com o selo que marca esta data.

· Evento de abertura: mini compota de mel, camisetas e pins As comemorações dos 40 anos do Sebrae iniciaram no dia 28 de fevereiro de 2012 com um evento de abertura, onde, entre outras ações, foram entregues camisetas e pins aos colaboradores. Para convidar os colaboradores para o evento de lançamento, o Sebrae distribuiu uma mini compota de mel, fruto da produção da Apiários da Sossego, cliente da instituição. Parte do texto do convite era uma mensagem dos donos da empresa agradecendo ao colaborador pelo trabalho dele, fundamental para os resultados da Apiários.


Capítulo 7 :. Comunicação interna

· Vídeo para comunicação interna Em consonância com as demais ações de lançamento da campanha e, sobretudo, com o convite para o evento, o Sebrae exibiu um vídeo produzido exclusivamente para a campanha interna. Ele mostra um empresário caminhando por Brasília, indo em direção ao Sebrae para agradecer aos colaboradores pelo trabalho desempenhado por eles ao longo desses 40 anos. Um colaborador do Sebrae (Geraldo Souza) participou da gravação representando todos os outros colegas do Sistema.

· Letra-caixa ALMA e selo de 40 anos: A letra-caixa ALMA é um objeto com dimensões de 5,78 metros por 2 metros, com os nomes de todos os colaboradores do Sebrae Nacional gravados nela e que concretizou o início da campanha “Você é a alma do nosso negócio”. A ação lembrava a todos os colaboradores que eles são a essência da instituição que, por sua vez, promove a realização de sonhos por meio do empreendedorismo. Também foi produzida letra-caixa em grandes dimensões do selo de 40 anos da entidade.

79


80

Sebrae Relatório Capital Humano 2012

· Mensagem dos colaboradores nas TVs internas As mensagens e fotos dos colaboradores do Sebrae Nacional comemorativos dos 40 anos da instituição foram veiculadas nas televisões internas da sede. Os depoimentos fizeram parte da campanha “Você é a alma do nosso negócio”, lançada em fevereiro, e neles os colaboradores contavam um pouco de suas trajetórias pessoais no Sebrae, além de saudar a instituição pelos 40 anos.

· Porta recado Também como ação da campanha dos 40 anos do Sebrae, os colaboradores receberam, em março, um porta-recados em suas mesas de trabalho. A peça estava acompanhada de um tag com a seguinte frase: “O Sebrae completa 40 anos de histórias de sucesso que você ajudou a construir. Parabéns!”. Tratava-se de um reconhecimento à participação dos colaboradores nos resultados do Sebrae.


Capítulo 7 :. Comunicação interna

· Coluna “Quarentão” No mês de março foi criada, na NossaWeb, uma coluna chamada “Quarentão”, que publica histórias interessantes dos colaboradores. A coluna também foi publicada Jornal Sebrae com histórias de várias partes do Brasil.

· Hot site Em setembro de 2012 entrou no ar o hotsite da campanha publicitária institucional “O Negócio é Acreditar”. O portal marcou o início das ações em comemoração aos 40 anos do Sebrae. Apresentou, em um primeiro momento, o vídeo-manifesto – apelo audiovisual do conceito da campanha. No site, os usuários, inclusive os colaboradores, tinham a oportunidade de criar e publicar, em um mural, mensagens positivas com a frase “E você, no que acredita?”.

· Redes sociais Com cerca de 200 mil seguidores nas redes sociais, o Sebrae investiu massivamente em canais como Facebook, Twitter e YouTube. A ação envolveu os colaboradores que puderam compartilhar os anúncios em suas redes sociais. Outra novidade foi um aplicativo criado para ser usado no Facebook. Por meio de uma máscara, que apresentava a mensagem “Eu acredito”, o internauta, inclusive o colaborador, podiam inserir foto e disseminá-la na rede.

81


82

Sebrae Relatório Capital Humano 2012

· Livro Sebrae 40 anos e caneta O livro Sebrae 40 anos resume quatro décadas de intenso trabalho, batalhas e conquistas, tanto do Sebrae quanto de seus parceiros públicos e privados. Em reconhecimento a equipe de colaboradores altamente especializados e comprometidos com o fomento, a capacitação, a assistência técnica, a inovação e o desenvolvimento sustentável dos pequenos negócios no Brasil, o Sebrae presenteou todos com um exemplar e uma caneta especialmente desenvolvida para a ocasião.

Outras ações: ·

Exposição itinerante

A exposição resgatou fotos e histórias do Sebrae relacionadas ao processo de desenvolvimento do Brasil e foi apresentada por meio de quatro grandes painéis.


Capítulo 7 :. Comunicação interna

· Cerimônia de comemoração dos 40 anos Um clima de celebração do empreendedorismo e dos pequenos negócios marcou a cerimônia de comemoração dos 40 anos do Sebrae, realizada no dia 09 de outubro, na sede da instituição, em Brasília. A solenidade contou com a presença de representantes de instituições públicas e privadas, de empresários e de colaboradores e dirigentes do Sistema Sebrae.

7.3.2 Rio +20 A campanha uniu esforços de comunicação integrada para associar a imagem do Sebrae à temática da sustentabilidade. A instituição foi patrocinadora da Conferência das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável, Rio +20, e utilizou a oportunidade para enfatizar a importância das práticas sustentáveis para seus clientes. A comunicação do Sebrae como patrocinador da Rio +20 teve por base, a reputação construída pela instituição ao longo de sua existência e a utilização de uma estratégia de comunicação integrada, planejada de forma a orquestrar diferentes ferramentas. A comunicação interna, ou endomarketing, foi o passo inicial.

83


84

Sebrae Relatório Capital Humano 2012

Objetivos da comunicação integrada 1) Demonstrar à comunidade nacional e global a importância do fortalecimento dos pequenos negócios para a efetiva existência de uma economia verde; 2) Associar a imagem do Sebrae à temática da sustentabilidade; 3) Apresentar à sociedade e, em especial, aos empresários como o Sebrae pode apoiar os negócios na adoção de práticas sustentáveis por meio da exposição de produtos e serviços do seu portfólio.

Estratégia de comunicação interna A estratégia de comunicação interna era ter um papel integrador, fazendo com que todos se sentissem responsáveis pelos resultados organizacionais bem como um papel motivador, estimulando o engajamento. A estratégia de comunicação integrada teve início pelo reforço de conceitos junto aos colaboradores para posterior utilização de ferramentas de comunicação com a sociedade. O uso de diferentes eixos da comunicação integrada possibilitou a convergências das ações, potencializando cada uma delas. Tal prática se mostrou exitosa, segundo pesquisa realizada com os colaboradores. Para que a comunicação institucional e a comunicação mercadológica estivessem sempre alinhadas à comunicação interna e à organizacional um grande grupo de pessoas foi envolvido, garantindo um aprendizado organizacional como legado. Colaboradores buscaram mais informações sobre sustentabilidade, casos reais de empresas que adotam práticas sustentáveis foram mapeados e disseminados, e vários materiais – textos técnicos, vídeos, matérias – foram produzidos para atender à demanda de diferentes públicos. Desta forma, foi construído um ambiente favorável para que os colaboradores do Sistema Sebrae informassem corretamente os clientes e transmitissem informações relevantes sobre oportunidades de negócio sustentáveis e práticas sustentáveis que poderiam ser adotadas em qualquer empreendimento. A preocupação com uma etapa inicial direcionada aos colaboradores evitou que ruídos pudessem comprometer o conceito transmitido à sociedade.


Capítulo 7 :. Comunicação interna

Conceito da comunicação -

Etapa 1 (início fevereiro 2012): É bom para o planeta, é bom para o seu negócio.

Objetivo: intensificar a vinculação da marca Sebrae ao tema da sustentabilidade, sem vinculação ao evento Rio +20.

-

Etapa 2 (início abril 2012): Um Planeta de Oportunidades.

Objetivo: guardar coerência com a imagem do Sebrae – com grande credibilidade no mercado – e trazer um elemento relativamente novo, por meio de um jogo “metafórico” com a palavra “planeta”. Este conceito foi amplamente divulgado nas ações do evento Rio +20.

Apelo da comunicação Institucional, integração e motivacional.

Cronograma das ações internas · Fevereiro: lançamento do vídeo-manifesto. · Março a junho: boletins informativos. · Maio: evento interno. · Junho: ações – interferências no ambiente interno. Peças da campanha: · Vídeo-manifesto Com cerca de quatro minutos de duração e produção exclusivamente com texto, o vídeo foi inicialmente utilizado, em fevereiro, para sensibilizar os colaboradores. Distribuído para as 27 unidades estaduais do Sebrae foi exibido em uma série de reuniões, nos circuitos internos de TV e nas intranets, com o reforço de matérias explicativas dirigidas aos funcionários. Esta foi a primeira ação de endomarketing, intensifica-

85


86

Sebrae Relatório Capital Humano 2012

da posteriormente com o envio por e-mail de boletins informativos e uma série de ações no mês de realização da conferência, junho 2012. O vídeo-manifesto foi também amplamente compartilhado nas redes sociais, multiplicando seu alcance. A mensagem para os colaboradores foi sempre reforçada pelos dirigentes e pela equipe técnica, destacando que todos eles, em seus diferentes projetos e ações, precisam adotar e disseminar práticas sustentáveis. Todos, portanto, estariam, também, envolvidos de alguma maneira com a Rio +20, um evento tão importante para as empresa e para o país, em 2012.

· Ações – interferência no ambiente interno Em junho, a campanha de endomarketing foi intensificada, realizando ações que destacavam alguns números da Sondagem Sebrae de Sustentabilidade. A ação que mais chamou a atenção dos colaboradores foi um adesivo na pia dos banheiros que indicava o número de empresários que já realizam ações para evitar o desperdício de água.

Outras ações: · Evento interno Em maio, um grande evento interno reforçou as ações de endomarketing, apresentando aos colaboradores os protótipos dos estandes e discutindo o tema da Conferência das Nações Unidas, em painéis e palestras.


Capítulo 7 :. Comunicação interna

· Pesquisa da campanha O resultado das ações de endomarketing foi avaliado por meio de pesquisa1 junto a 272 colaboradores da sede do Sebrae, em Brasília, responderam questionário que incluía a atribuição de nota às ações realizadas para divulgar a Rio +20 internamente. 43% dos respondentes atribuíram notas moderadas (7 ou 8) e 26,2% atribuíram notas altas (9 ou 10). 98% dos entrevistados avaliaram o tema da sustentabilidade com sendo muito importante (74,9%) ou importante (23,2%) para as micro e pequenas empresas, declarando, também, que o Sebrae deve se engajar no tema (98,2%). Segundo os colaboradores a participação do Sebrae como parceiro oficial do evento foi considerada positiva, como mostra o gráfico abaixo.

Participação do Sebrae como parceiro oficial da Rio + 20 foi: (estimulada)

73,4%

Avaliação da participação do Sebrae pelos colaboradores

1

Pesquisa Realizada pelo Instituto Opinião Informação Estratégica, entre 25/06 e 04/072012.

87


Educação e Formação

.08.


Sebrae Relatório Capital Humano 2012

8.1 UNIVERSIDADE CORPORATIVA SEBRAE Constantemente, o Sebrae cria estratégias e aprimora sua prática no ensino e na aprendizagem organizacional, capacitando e desenvolvendo seus colaboradores. Desse modo, criou, em 2008, a Universidade Corporativa Sebrae (UCSebrae), que tem como objetivo promover a educação continuada de seus colaboradores interno e externos, visando o atendimento de excelência ao empreendedor e aos pequenos negócios. A UCSebrae dispõe de diversos formatos de aprendizagem, nas modalidades presencial e a distância, que possibilitam o desenvolvimento de competências dos colaboradores. A principal premissa da UCSebrae é adotar uma política didática que promove o aprendizado por meio da experiência, fazendo com que a vivência estimule e transforme os conteúdos.

Público-Alvo

Conselheiros 944 Dirigentes e Gerentes

400

Colaboradores 6.224 Credenciados 8.574 Parceiros 2.317

18.459

90


Capítulo 8 :. Educação e formação

8.2 ALINHAMENTO ÀS ESTRATÉGIAS DO SEBRAE A Universidade Corporativa participa ativamente na consecução das estratégias vinculadas aos PROCESSOS e às PESSOAS, descritas no Direcionamento Estratégico 2009-2015, conforme mostrado abaixo: ESTRATÉGIAS VINCULADAS ÀS PESSOAS A1 – Desenvolver competências e reter talentos internos e externos Coaching para lideranças Capacitação internacional para lideranças Programa de Desenvolvimento de Conselheiros e Dirigentes Soluções online ofertadas para colaboradores Cursos in Company Cota patrocínio Capacitações em Eventos de Mercado Internacional Capacitações em Eventos de Mercado Nacional Palestras Programa de Idiomas Online PAFI – Programa de Apoio Financeiro para Idiomas Programa de Trainees Programa de Mestrado PAFAE – Programa de Apoio Financeiro a Atividades Educacionais Programas acadêmicos específicos

91


92

Sebrae Relatório Capital Humano 2012

ESTRATÉGIAS VINCULADAS ÀS PESSOAS A1 – Desenvolver competências e reter talentos internos e externos MBA online Programa de Integração de Novos Colaboradores Formação de Multiplicadores Formação de ALIs Cursos Online para Credenciados Portal da Universidade Corporativa Desenvolvimento de Soluções Educacionais Online Desenvolvimento de Soluções Educacionais Presenciais

A2 – Ter um ambiente de trabalho integrado, que promova a cultura de resultados e a qualidade de vida. Programa de Integração de Novos Colaboradores

A3 – Desenvolver e implantar a gestão do conhecimento sobre e para as MPE Biblioteca Corporativa Sebrae Memorial Sebrae Portal Saber Portal da Universidade Corporativa


Capítulo 8 :. Educação e formação

A4 – Aprimorar a utilização das tecnologias de informação e comunicação para dinamizar a gestão do Sistema Sebrae e o atendimento ao público externo Capacitação sobre os sistemas corporativos Desenvolvimento de soluções educacionais online Desenvolvimento de Soluções Educacionais presenciais

ESTRATÉGIAS VINCULADAS AOS PROCESSOS P12 – Ter excelência em gestão focada em resultados. Avaliação da Eficácia dos programas de capacitação

P13 – Fortalecer mecanismos que potencializem a atuação integrada do Sistema. Cursos in Company Capacitação sobre os sistemas corporativos Encontros e Seminários - Eventos Nacionais Biblioteca Corporativa Sebrae Memorial Sebrae Portal Saber Portal da Universidade Corporativa

93


94

Sebrae Relatório Capital Humano 2012

8.3 DIRETRIZES ESTRATÉGICAS DA EDUCAÇÃO CONTINUADA NO SEBRAE Diretrizes O desenvolvimento profissional que o Sebrae proporciona ao colaborador é baseado nos conceitos de andragogia e heutagogia, nos quais preconiza-se a valorização da experiência e da vivência do colaborador para traçar caminhos de aprendizagem que o remetam ao autodesenvolvimento. Isso significa que as ações educacionais propõem-se permitir que as partes interessadas trilhem caminhos alternativos e flexíveis para a promoção do seu próprio desenvolvimento profissional. Dessa forma, para que cada colaborador possa construir seu caminho, a Universidade Corporativa disponibiliza um mapa de oportunidades e soluções adaptáveis a diferentes situações, que gerem valor à organização por meio da aprendizagem. Nessas opções, além de tradicionais modalidades de ensino, como cursos presenciais, a distância e seminários, estão incluídas possibilidades de visitas técnicas, leituras direcionadas, aprendizagem baseada no trabalho e alternativas que expressam a multiplicidade de formas de aprender. De posse do mapa de oportunidades, o colaborador estabelece um caminho para o seu desenvolvimento profissional, tendo em vista as lacunas de competências identificadas na avaliação e as metas individuais de desempenho definidas no Plano de Acompanhamento do Desempenho individual – PADI, indicando dentre os recursos educacionais disponíveis, aqueles mais adequados aos seus objetivos e preferências. Em 2012, a UCSebrae desenvolveu diversas ações educacionais em seu portfólio que fortaleceram e favoreceram milhares de pessoas.


Capítulo 8 :. Educação e formação

· Modelo andragógico: vivência como estímulo · Modelo heutagógico: estímulo ao autodesenvolvimento

Referências educacionais: · Cognitivista, humanista, construtivista, sociocríticos, transcendentais · Conceito de ir além, que ultrapasse a capacidade de conhecer, transcenda os limites da própria experiência individual e sinta-se parte integrante de um grupo, de uma coletividade, do seu país e do planeta. Constituindo uma concepção educacional integrada, com pluralidade de enfoques e coadunação de teorias

Modelos Educacionais UCSebrae

Baseado nos pilares educacionais da UNESCO · Aprender a: CONHECER · Aprender a: FAZER · Aprender a: CONVIVER · Aprender a: SER

95


96

Sebrae Relatório Capital Humano 2012

Método: • Currículo flexível • Desenvolvimento contínuo, sequencial, contextualizado e certificado • Aplicação da aprendizagem • Compartilhamento do conhecimento • Métodos variados de aprendizagem • Estímulo ao pensamento sistêmico • Elaboração de projetos, trabalhos e planos de ação que consolidem a aprendizagem • Estímulo ao estudo de casos e exercícios relacionados ao cotidiano do colaborador

Ambiente:

Política didática da UCSebrae

• Adoção de múltiplas soluções educacionais • Promoção de ambientes virtuais de aprendizagem • Valorização do “locus” de trabalho como espaço de aprendizagem coletiva e reflexão sobre a prática

Educadores: • Promover ação educativa contextualizada baseada nas necessidades dos participantes • Valorizar a aprendizagem por meio da facilitação, provocação e avaliação • Estimular a criatividade respeitando a diversidade e liberdade de expressão • Adequar as estratégias educacionais às características do público-alvo • Disponibilizar metodologias que estimulem as trocas e as redes de cooperação • Estimular o envolvimento dos participantes de modo a trabalhar competências • Estimular que os colaboradores internos tornem-se educadores corporativos

Avaliação: • Contribuir para a formação continuada, por meio de feedbacks • Abrangência da avaliação: reação imediata, aprendizado, aplicação e resultados • Incentivar a autoavaliação de todas as partes interessadas envolvidas • Viabilizar um sistema de qualidade do processo educacional


Capítulo 8 :. Educação e formação

8.4 PADI – PLANO DE ACOMPANHAMENTO DO DESEMPENHO INDIVIDUAL

O PADI é um instrumento do Sistema de Gestão de Pessoas (SGP) no apoio aos processos de crescimento na carreira, posto que planeja, acompanha e avalia o desempenho do colaborador. Anualmente, o PADI é negociado entre o colaborador e seu superior imediato, e deve compreender as “Metas Individuais de Desempenho” e as “Metas de Desenvolvimento”. A Universidade Corporativa Sebrae é responsável pelo processo de pactuação das Metas de Desenvolvimento, no qual, são definidos os objetivos individuais de desenvolvimento para aquele ciclo. Ao elaborar suas metas, o empregado reflete sobre as lacunas de desenvolvimento a serem preenchidas, considerando os seguintes pontos de partida (input): · A necessidade de atualização para atividades já realizadas; · As lacunas identificadas em sua última avaliação de competências; · A necessidade de desenvolvimento que subsidie o alcance das metas individuais de desempenho. As metas de desenvolvimento orientam a opção pelas ações de aprendizagem, que serão realizadas naquele ciclo, com vistas ao alcance desses objetivos de crescimento traçados. Em 2012, cada colaborador estabeleceu até cinco metas de desenvolvimento, às quais poderiam vincular um número ilimitado de ações educacionais. No ano de 2012, com a aprovação da 7ª edição do Sistema de Gestão de Pessoas, foi desenvolvida e aplicada nova metodologia para o processo de estabelecimento de metas de desenvolvimento, de forma que as ações vinculadas a essas metas concluídas pelos colaboradores compuseram a pontuação de um dos indicadores do Placar Individual de Carreira – PIC.

97


98

Sebrae Relatório Capital Humano 2012

Indicadores do Placar

Pontuação

Peso

Pontuação ponderada

Tempo de Sebrae

10 pontos

1

10

Escolaridade Adicional

10 pontos

1

10

Competências

10 pontos

2

20

Ações de Desenvolvimento (PADI e Certificações)

10 pontos

2

20

Desempenho (PADI – Metas Individuais)

10 pontos

4

40

Pontuação máxima possível

100

Esta primeira experiência, contou com o registro de metas e soluções por parte de 342 colaboradores (83% do universo total), dentre os quais 287 indicaram a realização de 3141 soluções educacionais. Os dados apresentados na tabela abaixo e seu respectivo gráfico foram coletados até Dezembro de 2012. Colaboradores que:

Soluções:

Apresentaram metas

Comprovaram soluções

Apresentadas

Comprovadas

Comprovadas por colaborador (méda)

Validadas

Não validadas

83,01%

84%

3.797

3.140

11

85%

15%


Capítulo 8 :. Educação e formação

8.5 EDUCAÇÃO CONTINUADA 8.5.1 Formação de gestores, multiplicadores e facilitadores - educadores corporativos

Formação de Multiplicadores A UCSebrae oferece capacitações para credenciados e colaboradores do Sistema Sebrae nas soluções de atendimento às MPE desenvolvidas pelas unidades internas. Por meio deste programa, a UCSebrae capacita participantes do Sistema Sebrae nas soluções desenvolvidas pelas unidades internas, para atendimento aos pequenos negócios no Brasil. As capacitações são aplicadas de acordo com o perfil do participante e são desenvolvidas por: · Colaboradores do sistema Sebrae – os gestores estaduais das soluções; · Credenciados são consultores do SGC (Sistema de Gestão de Credenciados) ou colaboradores do Sebrae, indicados pelas unidades estaduais, que podem desempenhar os papeis de Multiplicadores ou de Facilitadores; · Consultores, que atendem diretamente o público-alvo do Sebrae, mas não ministram capacitações da solução no Sebrae UF.

Formação de parceiros: ALI, AOE, ADL A UCSebrae disponibiliza programas e cursos específicos para a formação continuada de seus parceiros. Os Agentes Locais de Inovação (ALI), os Agentes de Orientação Empresarial (AOE) e as empresas parceiras em todo o Brasil, contam com espaços de formação continuada para atender às necessidades dos pequenos negócios.

99


100

Sebrae Relatório Capital Humano 2012

Tipo de Formação

Turmas

Carga Horária

Participações

Formação de Multiplicadores (diversos)

66

1.500

1.753

Formação de Multiplicadores (ALIs)

11

147

258

Formação de ALIs

20

6.232

1.256

TOTAL

97

7.879

3.267

8.5.2 Formação e desenvolvimento de lideranças: gerentes, conselheiros e dirigentes Em 2012, a UCSebrae desenvolveu várias ações destinadas ao desenvolvimento das lideranças. Além de buscar o aperfeiçoamento profissional, estes programas promovem a disseminação dos conhecimentos adquiridos em todo o Sistema Sebrae, de forma que os líderes alinhem conceitos, com foco nas diretrizes estratégicas da organização.

Formação de liderança

Eventos

Participações

Horas

114

64

563

12

21

1.092

Oficinas de Disseminação do Conhecimento

6

151

18

Fórum de Integração

1

43

4

34

649

2

167

928

1.679

Coaching Capacitação Nacional/ Internacional

Líder em Foco Total


Capítulo 8 :. Educação e formação

8.5.3 Eventos de mercado O Sebrae propiciou a participação dos colaboradores em diversos eventos de mercado nacionais, internacionais. Além disso, por meio de patrocínio, os colaboradores puderam participar de vários eventos no Brasil e no mundo. Estes eventos configuram-se em cursos, seminários, fóruns, simpósios, congressos e outros eventos abertos, destinados ao público em geral, cujo o foco seja o desenvolvimento de competências específicas associadas aos objetivos estratégicos das unidades. A participação do colaborador, em até dois eventos de mercado, por ano, é autorizada pelo Sebrae quando identificada a necessidade de capacitação e desenvolvimento ou atualização em temas relevantes.

EVENTOS DE MERCADO NACIONAIS INTERNACIONAIS

PARTICIPANTES 195 9

101


102

Sebrae Relatório Capital Humano 2012

8.5.4 Cota patrocínio Cota patrocínio é um evento de mercado patrocinado pelo Sebrae, no qual são disponibilizadas vagas para os colaboradores do Sistema.

COTA PATROCÍNIO

PARTICIPANTES

CARGA HORÁRIA

109

2.512

8.5.5 Eventos nacionais São soluções educacionais presenciais, destinadas a públicos-alvo específicos e abertas à participação de público diversificado. Espaço de encontro nacional dos colaboradores do Sebrae, que constitui grande arena de debates, onde palestrantes e convidados têm a oportunidade de refletir sobre grandes assuntos de interesse nacional.

EVENTOS NACIONAIS

PARTICIPANTES

CARGA HORÁRIA

2.342

152


Capítulo 8 :. Educação e formação

8.5.5.1 Encontro Nacional de Inclusão Produtiva

O Encontro Nacional de Inclusão Produtiva reuniu, em Brasília, 684 colaboradores e Agentes de Orientação Empresarial (AOE) de todo o país, entre os dias 3 e 5 de abril. Foram abordados temas como desenvolvimento econômico local, empreendedorismo individual e ampliação do crédito. Dentre os palestrantes contamos com a presença do Dr. Patrus Ananias de Sousa, que abordou o tema “Empreendedorismo, Inclusão Produtiva em Regiões Urbanas de Baixa Renda”, com Renato Meirelles que proferiu palestra sobre “A relação da nova classe média com as MPE e Políticas Públicas” e com a palestra do MV Bill sobre “Empreendedorismo e Inclusão Produtiva: Oportunidades de Negócios nas Favelas e Periferias”.

ENCONTRO NACIONAL DE INCLUSÃO PRODUTIVA

PARTICIPANTES

CARGA HORÁRIA

684

24

8.5.5.2 Pequenos Negócios em Debate: Seminário Internacional

O Seminário ocorreu no período de 18 e 20 de abril de 2012, na cidade de São Paulo e contou com 621 participantes entre colaboradores internos e externos, parceiros e convidados. Com o tema central “Desafios e oportunidades dos pequenos negócios na nova economia global”, o seminário dividiu-se em dois grandes eixos de debate: “Contexto econômico, ambiente e os pequenos negócios” e “A competitividade dos pequenos negócios frente às novas oportunidades”. Para falar sobre os temas, contamos com a presença de palestrante de renome nacional e internacional, dentre eles: Paul R. Krugman (Prêmio Nobel),

103


104

Sebrae Relatório Capital Humano 2012

Delfim Neto, Stuart Hart (Cornell University), Charles Edquist (Lund University), Glauco Arbix (FINEP) e Marcelo Neri (FGV).

PARTICIPANTES

CARGA HORÁRIA

621

24

PEQUENOS NEGÓCIOS EM DEBATE: SEMINÁRIO INTERNACIONAL

8.5.5.3 Encontro Nacional de Inovação e Sustentabilidade

A inovação ainda é um desafio para o país, mas é também o elemento central para a competitividade e sustentabilidade. Em torno dessa afirmação, 1.037 colaboradores internos e externos, parceiros e convidados do Sistema Sebrae debateram, entre os dias 02 a 04 de maio, em Brasília, durante a realização do encontro. Dentre os Inúmeros palestrantes, o vice-presidente do BNDES, João Carlos Ferraz, ressaltou importante papel dos Agentes Locais de Inovação do Sebrae para o crescimento territorial e para aumentar o número de empresas inovadoras no País.

ENCONTRO NACIONAL DE INOVAÇÃO E SUSTENTABILIDADE

PARTICIPANTES

CARGA HORÁRIA

1.037

24


Capítulo 8 :. Educação e formação

8.5.6 Cursos in company Os cursos in company são planejados e executados dentro do próprio Sebrae, no horário de expediente. Cada curso tem sua programação orientada para um público específico, com objetivos de aprendizagem e resultados esperados focados na aplicação imediata. Os seus conteúdos e práticas são relacionados ao uso das ferramentas corporativas, com os principais normativos internos e com competências técnicas e comportamentais, que aplicadas geram resultado para instituição. O calendário de opções é divulgado na intranet ou por meio de mensagens enviadas aos Gerentes das Unidades. Alguns dos cursos oferecidos são recomendados a participação de todos pela Diretoria e outros são de livre escolha. Ambos são integralmente custeados pelo Sebrae.

CURSOS IN COMPANY

EVENTOS

PARTICIPANTES

CARGA HORÁRIA

55

1.087

575

CAPACITAÇÃO EM SISTEMAS CORPORATIVOS

PARTICIPANTES

CARGA HORÁRIA

207

98

105


106

Sebrae Relatório Capital Humano 2012

8.5.7 Programa de integração de novos colaboradores - Primeiros passos A UCSebrae é responsável pela formação e pelo treinamento dos novos colaboradores do Sistema Sebrae. Para isso, desenvolveu o Programa Primeiros Passos, em que o colaborador recebe: referências conceituais, técnicas e operacionais para a sua integração profissional; o Programa de Formação dos Estagiários, em que os jovens que fazem estágio no Sebrae recebem acompanhamento integral por meio de metodologias que estimulam a autogestão, a iniciativa e o senso de profissionalismo; e o Programa de Capacitação e Desenvolvimento dos Trainees, em que os jovens que entram no Sebrae como trainees, participam de diversas atividades que capacitam e desenvolvem suas competências. Os profissionais credenciados para prestar serviços ao Sebrae também são capacitados nessas metodologias para poderem atuar com o Sistema Sebrae e com o universo das micro e pequenas empresas.

PROGRAMA DE INTEGRAÇÃO DE NOVOS COLABORADORES

PARTICIPANTES

CARGA HORÁRIA

50

36

8.5.8 Programas acadêmicos Por meio dos programas acadêmicos, o Sebrae Nacional investe na especialização dos colaboradores de curta, média e longa duração em temas estratégicos para a organização. Pós-graduação/MBA (lato sensu) e Mestrado/Doutorado (stricto sensu) estão entre as diversas opções oferecidas.


Capítulo 8 :. Educação e formação

PROJETOS

PARTICIPANTES

CARGA HORÁRIA

5

183

430

PROGRAMAS ACADÊMICOS

8.5.9 PAFAE – Programa de Graduação e Pós-graduação Incentivo à realização de cursos de graduação e pós-graduação aos colaboradores do Sebrae NA

PARTICIPANTES PAFAE

40

8.5.10 Programa de pós-graduação stricto sensu – Mestrado O Programa de Educação Continuada da Universidade Corporativa Sebrae de Pós-Graduação stricto sensu – Mestrado, compreende a concessão de bolsa-educação para os colaboradores do Sebrae Nacional em cursos recomendados pela Agência CAPES – Ministério da Educação, com conceitos 3, 4, 5, 6 ou 7, ofertados no Brasil ou no exterior, na modalidade presencial ou semipresencial, em áreas consideradas de interesse do Sebrae.

PARTICIPANTES – 1º EDITAL PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSO – MESTRADO

3

107


108

Sebrae Relatório Capital Humano 2012

8.5.11 Palestras in company As palestras in company buscam alinhar conceitos em áreas de interesse estratégico para o Sebrae com os colaboradores de todo o Sistema. Abordam temas como planejamento estratégico, cenários, carreira, oportunidades financeiras de negócios, sustentabilidade, inovação e outros. São realizadas em Brasília com transmissão por videoconferência para os Sebrae locais. Trata-se de uma estratégia de aprendizagem e disseminação de informação e conhecimento que tem transmitido temas relevantes com rapidez e atingido um número grande de colaboradores concomitantemente.

PALESTRAS

PARTICIPANTES

CARGA HORÁRIA

26

2.828

45,5

PALESTRAS IN COMPANY

8.5.12 Programa de Trainees O Programa Trainees é a forma de provimento que tem por objetivo a seleção, a capacitação e o desenvolvimento de profissionais com perfil generalista, com até dois anos de formado (nível superior) e diferencial significativo de competências técnicas e comportamentais, aptos a serem preparados para atuar nos projetos e processos no Sebrae. Em 2012, a Universidade Corporativa empreendeu um programa-piloto no Estado da Bahia. · Quantidade de trainees em 2012 (Nacional e Bahia): 28 · Quantidade de trainees efetivados: 14


Capítulo 8 :. Educação e formação

PROGRAMA DE TRAINEES

PARTICIPANTES

CARGA HORÁRIA

28

1.964

8.6 EDUCAÇÃO MEDIADA POR TECNOLOGIA 8.6.1 MBA online O objetivo deste MBA é formar especialistas do quadro do Sebrae, para atuarem estrategicamente na formulação e aplicação de projetos e serviços focados no melhor atendimento aos pequenos negócios no Brasil. Oferecido em parceria com o FGVonline, ele é fruto de uma ação educativa iniciada em 2008, quando a UCSebrae passou a oferecer um conjunto de soluções de formação continuada à distância, em formato de cursos e/ou disciplinas, como parte de sua estratégia de investimento no autodesenvolvimento. O modelo adotado até 2011 deu a opção ao colaborador de somar os créditos de algumas disciplinas opcionais e obrigatórias e, mediante a realização de prova presencial e defesa de um trabalho de conclusão de curso, vincular seu investimento de estudos na obtenção de um certificado de MBA Executivo em Gestão de Negócios, com Ênfase em Micro e Pequenas Empresas. Foi destaque, em novembro, a formatura dos 63 colaboradores do Sistema Sebrae que integram a 1ª turma do MBA Executivo da Fundação Getúlio Vargas (FGV) em Gestão de Negócios, com ênfase em Micro e Pequena Empresa.

109


110

Sebrae Relatório Capital Humano 2012

PARTICIPANTES TURMAS MBA ONLINE

7

NA

ALIS

UF

16

0

151

TOTAL DE PARTICIPANTES

CARGA HORÁRIA 230

167

8.6.2 Cursos online Os cursos online têm por objetivo a capacitação dos colaboradores interessados em temas que apoiem seu dia a dia de trabalho. Utilizam diversos recursos de aprendizagem, podendo inclusive contar com o suporte de material impresso. Seu desenvolvimento é acompanhado por tutores.

PARTICIPANTES TURMAS CURSOS ONLINE PARA COLABORADORES

68

NA

ALIS

UF

662

47

3.434

TOTAL DE PARTICIPANTES

CURSOS ONLINE PARA CREDENCIADOS

CARGA HORÁRIA

1.015

4.143

PARTICIPANTES

CARGA HORÁRIA

95

40


Capítulo 8 :. Educação e formação

8.6.3 Portal da UCSebrae O novo Portal da UCSebrae foi lançado no segundo semestre de 2012, tornando-se a principal interface da Universidade com os colaboradores. Utilizando-se de metodologias de card sorting e estudo de usuários, foi possível estruturar uma plataforma com base nas expectativas dos usuários. O Portal contempla todo o portfólio da Universidade, as plataformas de Gestão do Conhecimento, a comunicação da UC e uma rede social.

PORTAL DA UCSEBRAE

ACESSOS

PERÍODO

144.423

DE JULHO A DEZEMBRO DE 2012

8.6.4 Trilhas de aprendizagem As Trilhas de Aprendizagem foram construídas a partir dos conhecimentos, habilidades e atitudes que compõem as competências essenciais, genéricas, por espaço ocupacional e gerenciais, com forte vinculação com os eixos temáticos definidos pela UCSebrae. Seus percursos buscam a completa profissionalização dos colaboradores do Sistema Sebrae. Têm como objetivo fornecer ao colaborador um conhecimento mais abrangente, que permite uma maior polivalência, multifuncionalidade e capacidade de cooperar, fundamentais no mercado de trabalho atual. Além das tradicionais formas de ensino, como cursos presenciais e a distância, também são oferecidas indicações de leituras, filmes, artigos e livros. Entre os assuntos das trilhas estão Comunicação, Gestão de Pessoas, Empreendedorismo e Inovação.

111


112

Sebrae Relatório Capital Humano 2012

TRILHAS DE APRENDIZAGEM

SOLUÇÕES INSCRITAS

APROVADOS

RETIDOS

1.538

31

20

8.6.5 Idiomas – Cursos online e PAFI O programa de Idiomas UCSebrae tem o objetivo de desenvolver e aprimorar a competência dos colaboradores em outros idiomas por meio da oferta de soluções educativas na modalidade a distância e presencial. A modalidade presencial faz parte do PAFI – Programa de Apoio Financeiro para Idiomas e consiste no reembolso das despesas dos colaboradores em cursos de idiomas (inglês, francês, espanhol, alemão e italiano). Na modalidade a distância, o curso é realizado por meio de concessão de licenças pela EF Education First e pelo Instituto Cervantes, por um período de um ano, tendo especificidades para cada um dos dois idiomas oferecidos, inglês e espanhol. Os cursos são baseados nas premissas: aprender, aplicar e praticar e se ajustam a qualquer nível de conhecimento, objetivo de aprendizado e tempo disponível de estudo.

LICENÇAS 326

CURSOS ONLINE PAFI IDIOMA

PARTICIPANTES

Alemão

1

Espanhol

6

Francês

1

Inglês

23

Total

31


Capítulo 8 :. Educação e formação

8.6.6 Desenvolvimento de soluções educacionais A Universidade Corporativa customiza algumas soluções educacionais, de acordo com as necessidades específicas do demandante. Estas soluções podem apresentar-se em diversas modalidades e formatos.

TIPO

QUANTIDADE

Cursos online

16

Cursos presenciais

11

Oficina de simulação e curso

1

Oficina vivencial

1

Trilha de desenvolvimento

1

Tutorial em vídeo

13

Tutorial online

3

Vídeo-aula

3

113


114

Sebrae Relatório Capital Humano 2012

8.7 GESTÃO DO CONHECIMENTO

8.7.1 Portal Saber Trata-se de ambiente participativo de produção, em que os colaboradores do Sebrae podem escrever artigos, papers ou livros, além de buscar referências e citações em biblioteca internacional especializada.

PORTAL SABER

PRODUÇÕES

PUBLICAÇÕES

742

419

8.7.2 Biblioteca A Biblioteca Corporativa Sebrae tem o papel de disponibilizar o conhecimento, em suas mais diversas formas, mantendo o foco na atualidade. Com o propósito de antever as necessidades de seus usuários, procurará estar sempre à frente no que diz respeito à disseminação do conhecimento sobre o universo de atuação do Sebrae, atendendo às demandas de seus clientes. A biblioteca também conta com o acervo digital, que consiste no acesso de seus usuários às mais importantes bases de dados de conhecimento e informações da atualidade e às versões eletrônicas de livros disponíveis no mercado. Possui e-Readers para empréstimo ou a possibilidade de downloads de documentos em dispositivos móveis de seus usuários.


Capítulo 8 :. Educação e formação

Conta também com o acesso às bases de dados produzidas pelo Sebrae, sobre as suas diversas áreas de atuação no campo dos pequenos negócios.

BIBLIOTECA

EXEMPLARES

EMPRÉSTIMOS

PERÍODO DE FUNCIONAMENTO

11.378

232

DE ABRIL A DEZEMBRO DE 2012

8.7.3 Memorial Sebrae Inaugurado em outubro de 2012, o Memorial Sebrae resgata a memória institucional do Sebrae no contexto de mudanças sociais, culturais e econômicas nas últimas quatro décadas. O espaço possibilita uma reflexão sistemática à luz dos acontecimentos passados sobre o papel da instituição para o desenvolvimento dos pequenos negócios e os objetivos estratégicos do futuro. Com o memorial, preserva-se o patrimônio histórico como fonte de conhecimento e ressalta-se o significado do Sebrae e sua contribuição social e econômica por meio de seus diversos programas, projetos e produtos. O Memorial possui três espaços multimídia e interativos: O que é o Sebrae, Linha do tempo – Sebrae 40 anos e Construindo o futuro. Sob responsabilidade da UCSebrae, o projeto do memorial está dividido em 3 fases. A fase atual, de lançamento; a segunda, de nacionalização, com inserção do resgate de histórias regionais; e a terceira fase, de manutenção permanente dos dados e informações. Fica no piso Térreo Inferior (TI), na sede do Sebrae Nacional, em Brasília.

MEMORIAL SEBRAE

VISITANTES

DIAS

480

57

115


116

Sebrae Relatório Capital Humano 2012

8.8 AVALIAÇÃO DE EFICÁCIA O Processo de Avaliação objetiva validar o investimento da Universidade Corporativa Sebrae em ações de capacitação e desenvolvimento. Neste contexto, a avaliação retroalimenta o planejamento de novas ações, propicia a identificação de gargalos e a correção e ajustes de falhas. É parte desse processo a definição dos tipos e modelos de avaliação a serem aplicados em cada ação de capacitação, junto ao seu público, ou seja, alunos participantes (partes interessadas) e os docentes (instrutores, facilitadores, tutores, etc.). As avaliações aplicadas com maior frequência nas ações de capacitação da UCSebrae são: · Avaliação de Reação: Mede a satisfação dos participantes quanto à qualidade dos conteúdos e a performance dos profissionais que atuam como docentes (instrutores, facilitadores, palestrantes, tutores, etc.) durante a realização das ações educacionais (seminários, palestras, cursos, oficinas, etc.). Essa avaliação é aplicada imediatamente após a finalização do evento e pode ser realizado tanto na forma presencial (formulário físico), como a distância (formulário online). · Avaliação de Aprendizagem: Mede o nível de retenção do conteúdo programático da ação de capacitação, pelos participantes, durante a ação educacional e utiliza diversas estratégias pedagógicas para sua verificação. · Avaliação de Resultado: Mede o alcance dos objetivos estratégicos da ação de capacitação, com relação aos fins ou objetivos mais abrangentes relacionados à organização, por exemplo: aumento de produção, melhoria da qualidade, redução de custo, melhorias na rotina de trabalho, criação de nova política, etc. Como pode ser visto a seguir, a UCSebrae verifica também a percepção dos participantes quanto à aplicabilidade da ação educacional na atividade de trabalho:


Capítulo 8 :. Educação e formação

EVENTO

APLICABILIDADE E RELEVÂNCIA DO TEMA

Líderes

93%

Evento de Mercado

100%

Cursos in company

67%

Cota patrocínio

79%

Cursos Online - WebAula

92%

Cursos Online - FGV

81%

Programa Acadêmico

75%

Formação de Multiplicadores

94%

8.9 PRÊMIOS RECEBIDOS

8.9.1 E-Learning Awards A UCSebrae ficou entre as 25 melhores práticas no Prêmio de Melhor Programa Corporativo de e-Learning 2011, lançado pelo IQPC - International Quality and Productivity Center. O prêmio é um reconhecimento às empresas sediadas no Brasil que desenvolveram, implementaram ou consolidaram seus programas de aprendizado à distância através do e-Learning.

117


118

Sebrae Relatório Capital Humano 2012

Cubic Awards (Corporate University Best-in-Class)

Premiação da 4ª edição do Cubic Awards 2012 – Prêmio Anual de Excelência em Universidade Corporativa. Foram mais de 40 empresas inscritas nas duas categorias: Best Corporate University e Best Education Program. O Cubic Awards (Corporate University Best-in-Class) é o principal prêmio sobre educação corporativa realizado pelo IQPC no Brasil para reconhecer as iniciativas globais de educação empresarial. Na categoria “Melhor Universidade Corporativa”, a UCSebrae ficou em 5º lugar. · 1º.Unialgar · 2º.Banco do Brasil · 3º.Caixa Econômica Federal · 4º.McDonald’s · 5º.UCSebrae

Na categoria “Melhor Programa Educacional”, a UCSebrae concorreu com o seu Programa de Trilhas de Aprendizagem e levou o 3º lugar. · 1º. Banco do Brasil · 2º. Unialgar · 3º. UCSebrae · 4º. PEPSICO · 5º. Universidade da Globo


Capítulo 8 :. Educação e formação

8.9.2 Estratégias de e-learning corporativo IQPC A UCSebrae apresentou sua metodologia de Trilhas de aprendizagem na 6ª conferência de Estratégias de e-learning corporativo IQPC ocorrida em São Paulo, entre os dias 07 e 09 de agosto. Agraciada como terceiro melhor programa de educação corporativo na última edição do CUBIC 2012, as trilhas de aprendizagem são hoje um importante instrumento de desenvolvimento e aprendizagem a disposição dos colaboradores do Sebrae.

8.10 INVESTIMENTO Em 2012, a UCSebrae investiu mais de 22 milhões em ações educacionais e gestão do conhecimento. Este investimento concentrou-se, sobretudo, nas ações de educação continuada para colaboradores internos e externos.

UCSEBRAE - INVESTIMENTO 2012

%

TOTAL

Certificação de Conhecimento

0,3

65.560,00

Educação Mediada por Tecnologia

0,7

147.971,44

Projeto de Desenvolvimento e Capacitação de Lideranças

7,2

1.602.680,88

Plataforma de Gestão do Conhecimento

7,9

1.766.797,99

10,4

2.323.000,00

BID Fundo de Cooperação técnica

119


120

Sebrae Relatório Capital Humano 2012

UCSEBRAE - INVESTIMENTO 2012

%

TOTAL

Educação Continuada Sebrae NA

10,8

2.428.588,17

Educação Continuada Sistema Sebrae

31,3

7.003.912,26

Educação Continuada para Públicos Específicos

31,5

7.045.939,92

TOTAL

100,0

22.384.450,66

PROJETO

AÇÃO

BID Fundo de Cooperação técnica

BID Gestão e Monitoramento do projeto

10,38

2.323.000,00

Certificação de Conhecimento

Certificação de atendentes

0,29

65.560,00

Formação de Estagiários

0,13

28.800,00

Formação de Facilitadores e Multiplicadores (Soluções Sebrae)

2,68

599.000,00

Programa ALI

25,50

5.707.645,11

Programa AOE

0,85

191.019,99

Viagens

2,32

519.474,82

Cursos Corporativos

1,24

278.510,00

Estágios, Intercâmbios e Visitas Técnicas

0,00

43,99

Eventos de Mercado

1,80

402.478,17

PAFAE

0,90

201.620,37

PAFI

0,17

37.853,48

Primeiros passos

0,03

R$7.200,00

Programa de Mestrado

0,01

R$1.624,68

Programa de Trainees

0,90

200.939,67

Viagens

5,80

1.298.317,81

Educação Continuada para Públicos Específicos

Educação Continuada Sebrae NA

%

R$


Capítulo 8 :. Educação e formação

PROJETO

Educação Continuada Sistema Sebrae

Educação Mediada por Tecnologia

AÇÃO

%

R$

Ações Prioritárias/Programas Nacionais/Metas Mobilizadoras

2,79

625.086,95

Biblioteca Física

0,11

25.025,30

Biblioteca Online

0,02

R$4.700,00

Encontros Nacionais dos Agentes Locais

1,80

401.858,00

Eventos de Mercado

0,68

153.150,43

Formação de Gestores (Soluções Sebrae)

0,05

10.680,00

Fórum de Conhecimento

0,17

37.600,00

Fórum Internacional sobre MPE

4,59

1.026.685,69

Idiomas online

0,18

39.350,00

Multimídias

0,42

93.210,00

Programas Acadêmicos

1,18

264.188,66

Soluções à Distância Desenvolvimento de Cursos

0,86

192.613,83

Soluções à Distância LMS e Licenças

5,22

1.169.320,18

Viagens

13,23

2.960.443,22

Atualização do Portal da UCSebrae

0,29

64.000,00

Transmissão de eventos/aulas

0,08

17.325,00

Viagens

0,30

66.646,44

121


122

Sebrae Relatório Capital Humano 2012

PROJETO

AÇÃO

Plataforma de Gestão do Conhecimento

Projeto de Desenvolvimento e Capacitação de Lideranças

%

R$

Gestão do Conhecimento Acompanhamento da execução das Avaliações

0,03

R$7.200,00

Gestão do Conhecimento - Gestão e Monitoramento do projeto

0,37

82.000,00

Memorial Sebrae

6,80

1.522.950,00

Saber

0,69

154.647,99

Desenvolvimento de Lideranças

5,21

1.165.410,09

Programa de Coaching

0,85

190.565,00

Viagens

1,10

246.705,79

TOTAL GERAL

100,00

UCSebrae – Investimento em 2012

Certificação de Conhecimento Educação Mediada por Tecnologia Projeto de Desenvolvimento e Capacitação de Lideranças Plataforma de Gestão do Conhecimento BID Fundo de Cooperação Técnica Educação Continuada Sebrae NA Educação Continuada Sistema Sebrae Educação Continuada para Públicos Específicos

22.384.450,66


Capítulo 8 :. Educação e formação

123


Monitoramento

.09.


126

Sebrae Relatório Capital Humano 2012

9.1 SISTEMAS DE INFORMAÇÕES EM RH 9.1.1 Perfil dos colaboradores

Faixa etária

Tempo de empresa

Gênero

Cargos executivos

Sexo versus ocupação de cargos executivos (Diretor, Gerente, Gerente Adjunto, Assessor de Carreira, Assessor Indicado, Chefe de Gabinete)


CapĂ­tulo 9 :. Monitoramento

Estado civil

Escolaridade 1% 7% 6% 3% 41%

42%

Espaço ocupacional

127


128

Sebrae Relatório Capital Humano 2012

9.1.2 NOSSOS NÚMEROS 9.1.2.1

Quadro de pessoal

Consolidado por diretoria – Efetivo + Contrato por prazo determinado (CPD) + Trainee EFETIVO + CPD + TRAINEE Efetivos

CPD’s

Total

Trainees

Qd. Atual

Qd. Aprov.

Vagas Abertas

1

11

1

2

2

9

4

6

13

11

9

9

15

17

1

1

18

12

19

1

1

20

2

8

10

1

2

3

13

26

65

91

4

10

14

105

Assist.

Analista

Assist.

Analista

GAB

CDN

3

5

8

Total

3

5

8

PRESI

Assist.

Analista

5

5

SEGER

UAIN

2

UARI

Total

Assist.

Analista

10

1

1

1

5

7

3

4

7

2

UASJUR

4

7

11

UAUD

1

8

UGE

2

UMC

7

UPP

GABIPRESI

Total CDN

Efetivos

Total

CPD’s

Total

Trainees

Qd. Atual

Qd. Aprov.

Vagas Abertas

8

8


Capítulo 9 :. Monitoramento

EFETIVO + CPD + TRAINEE DAF GABIDAF

Efetivos Assist.

Analista

Total

CPD’s Assist.

Analista

Total

Trainees

Qd. Atual

Qd. Aprov.

Vagas Abertas

4

3

7

7

28

15

43

2

2

45

UCSebrae

3

11

14

2

8

10

24

UGOC

2

10

12

12

UGP

8

13

21

4

4

25

UAF

UTIC

2

18

20

3

3

23

Total

47

70

117

4

15

19

136

DITEC

Efetivos

Total

CPD’s Assist.

Analista

Total

Trainees

Qd. Atual

Qd. Aprov.

Vagas Abertas

Assist.

Analista

GABIDITEC

4

5

9

1

1

10

UACC

2

7

9

3

3

12

UACIN

3

15

18

1

1

2

20

UACS

1

10

11

1

2

3

14

UAGRO

1

13

14

1

1

15

UAI

4

10

14

6

6

20

UAIT

3

14

17

1

2

3

20

UAMSF

3

10

13

1

3

4

17

UCE

3

16

19

3

3

22

UDT

1

8

9

4

4

13

Total

25

108

133

5

25

30

163

Consol. Total  

Efetivos Assist.

Analista

101

248

Total

CPD’s

Total

Trainees

Qd. Atual

Qd. Aprov.

Vagas Abertas

50

63

0

412

398

-14

Assist.

Analista

349

13

* Os três diretores não estão incluídos no calculo do quadro de pessoal ** Quatro aposentados por invalidez não estão incluídos no calculo do quadro de pessoal

129


130

Sebrae Relatório Capital Humano 2012

Consolidado por diretoria – Indicados PRESI

Indicado Gerente

Gerente Adj

Assessor

Chefe Gab

Qd. Atual

GABIPRESI

3

1

4

SEGER

UAIN

UARI

UASJUR

UAUD

UGE

UMC

1

1

UPP

1

1

Total

2

CDN GAB

3

1

Assessor

Chefe Gab

Indicado Gerente –

Gerente Adj –

6

Qd. Atual –

CDN

3

3

Total

3

3

DAF

Indicado

Gerente

Gerente Adj

Assessor

Chefe Gab

Qd. Atual

GABIDAF

3

3

UAF

UCSebrae

UGOC

1

1

UGP

1

1

UTIC

Total

2

3

5


Capítulo 9 :. Monitoramento

DITEC GABIDITEC

Indicado Gerente

Gerente Adj

Assessor

Chefe Gab

2

Qd. Atual 2

UACC

UACIN

1

1

UACS

UAGRO

UAI

UAIT

1

1

UAMSF

UCE

UDT

Total

2

2

Consol. Total

4

Indicado Gerente

Gerente Adj

Assessor

Chefe Gab

4

2

11

1

Qd. Atual 18

131


132

Sebrae Relatório Capital Humano 2012

Consolidado por Diretoria – Efetivo + Contrato por prazo determinado (CPD) + Trainee + Indicados

PRESI GABIPRESI

Qd. Total 15

DITEC

Total

GABIDITEC

12

SEGER

1

UACC

12

UAIN

9

UACIN

21

UARI

13

UACS

14

UASJUR

11

UAGRO

15

9

UAI

20

UGE

18

UAIT

21

UMC

21

UAMSF

17

UPP

14

UCE

22

111

UDT

13

UAUD

Total

Total

CDN

Total

GAB

CDN

11

Total

11

DAF

Total

GABIDAF

10

UAF

45

UCSebrae

24

UGOC

13

UGP

26

UTIC

23

Total

141

167

Consol. Total

Total 430


Capítulo 9 :. Monitoramento

Estagiários e Menores Aprendizes PRESI

Estagiário

Aprendiz

GABIPRESI

SEGER

1

UAIN

3

UARI

3

UASJUR

3

1

UAUD

3

UGE

3

UMC

4

1

UPP

4

24

2

CDN

Estagiário

Aprendiz

GAB

CDN

2

Total

2

Estagiário

Aprendiz

GABIDAF

1

UAF

7

1

UCSebrae

4

1

UGOC

2

UGP

4

UTIC

4

Total

22

2

Total

DAF

133


134

Sebrae Relatório Capital Humano 2012

DITEC

Estagiário

Aprendiz

GABIDITEC

2

UACC

1

UACIN

4

UACS

4

UAGRO

3

UAI

4

1

UAIT

4

UAMSF

4

UCE

7

UDT

2

Total

35

1

Estagiário

Aprendiz

83

5

Consol. Total

Temporários Unidade

Espaço Ocupacional

Dias

Meses

Início

Término

CDN

Analista

180

6

13/fev

10/ago

CDN

Assistente

180

6

24/fev

21/ago

CDN

Analista

180

6

22/mar

17/set

UAI

Analista

90

3

13/mar

02/jun

UAI

Analista

100

3

11/jun

19/set

UAIN

Analista

180

6

23/abr

19/out

UAIN

Analista

180

6

02/mai

28/out

UARI

Analista

180

6

02/abr

28/set


Capítulo 9 :. Monitoramento

Unidade

Espaço Ocupacional

Dias

Meses

Início

Término

UARI

Analista

180

6

02/abr

28/set

UAUD

Assistente

180

6

02/mai

28/out

UCE

Assistente

90

3

18/abr

13/jul

Analista

180

6

19/mar

14/set

UGP

Assistente

180

6

10/abr

06/out

UMC

Assistente

180

6

01/fev

29/jul

UPP

Assistente

180

6

25/abr

21/out

UTIC

Analista

180

6

02/mai

28/out

Total

16

UCSebrae

9.1.2.2

Afastamentos

Afastamentos 2012 Licença Maternidade

12 colaboradoras

Afastados por Auxílio Doença

08 colaboradores

Afastados por licença s/vencimento

01 colaboradora

135


136

Sebrae Relatório Capital Humano 2012

9.1.2.3

Evolução da folha de pagamento – 2012

3.488.264

9.1.2.4 Percentual do valor de benefícios sobre a folha de pagamento – 2012


Capítulo 9 :. Monitoramento

9.1.2.4

Absenteísmo dos últimos 2 anos

9.1.2.5 Turn over Turn over acumulado anual dos últimos 3 anos Unidades

2010 Admitidos

2011

Desligados

Admitidos

2012

Desligados

Admitidos

Desligados

CDN

2

2

2

3

0

0

Presidência

9

7

23

7

10

5

DAF

17

5

22

11

32

13

DITEC

7

5

29

18

23

5

Trainee

20

4

-

3

20

6

Total

55

23

76

42

85

29

137


138

Sebrae Relatório Capital Humano 2012

Turnover acumulado Média mensal

1,03%

1,42%

1,28%

Média anual

12,30%

17%

15,41%

Turn over 12,30%

2010

17%

2011 15,41%

2012

Janeiro a Dezembro de 2012 Turn over

1,10%


Capítulo 9 :. Monitoramento

Relatório anual físico-financeiro de despesas com benefícios

Investimento

Qtd. vidas c/ dep. (média)

Qtd. dep. (média)

Qtd. colab. (média)

Plano de Saúde

2.321.633,94

1.048

Auxílio Educação/Creche/Especial

1.126.055,75

225

158.393,19

2

14.720,66

1

Tipo

Auxílio Doença > 15 dias Bolsa Mestrado Plano Odontológico SebraePREV Licença Maternidade > 120 dias Seguro de Vida Alimentação e Refeição Vale transporte Total

9.1.3

315.886,17

1.013

1.898.600,75

361

73.215,69

2

193.296,76

416

3.634.543,00

416

16.956,02

19

9.753.301,93

Nossas pesquisas do ambiente e de saúde

9.1.3.1 Pesquisa de clima organizacional O Sebrae realiza, bianualmente, a Pesquisa de Clima Organizacional, com o objetivo de avaliar o grau de satisfação dos colaboradores com relação à organização e ao modelo de gestão, sendo possível, então, conhecer as reais necessidades e preocupações deles. É chamado pelo Sebrae de clima organizacional o conjunto de percepções de todos os colaboradores sobre políticas, práticas e procedimentos na instituição. As dimensões analisadas na pesquisa são Satisfação

139


140

Sebrae Relatório Capital Humano 2012

e Relação com o Trabalho; Ambiente de Trabalho; Relacionamento Chefia-Subordinado; Trabalho em Equipe; Oportunidades de Treinamento e Capacitação; Oportunidades de Carreira; Remuneração e Benefícios; Sistema Sebrae; Comunicação Interna; Identidade. Os resultados da pesquisa evidenciam tanto os pontos fortes da organização quanto os críticos, que precisam ser melhorados. Dessa forma, é possível direcionar ações e promover mudanças positivas no cotidiano dos colaboradores. Para a análise dos resultados e monitoramento do clima, o Sebrae adotou um indicador chamado Índice de Comportamento Organizacional (ICO). Os resultados do ICO, de toda a Instituição e por equipe de trabalho, apontam as medidas de gestão a partir dos seguintes critérios: · acima de 80%, estão no padrão de qualidade requerido pelo Sebrae; · entre 70% a 79%, estão em desenvolvimento, ou seja, ainda podem ser aprimorados; · abaixo de 69%, são considerados críticos – ações de correção e aprimoramento deverão ser tomadas imediatamente.

Área crítica 0%

Área em desenvolvimento 70%

75%

80%

Padrão de qualidade 85%

90%

95%

100%

Além disso, a fim de aumentar a efetividade das ações, é realizada a pesquisa de monitoramento, também bianualmente, intercalada com a pesquisa de clima, com o objetivo de acompanhar os aspectos críticos apontados na pesquisa anterior, assim como monitorar a efetividade dos planos de ação aplicados pelo Sebrae. Resultados da Pesquisa de Clima – Ano 2012 Em 2012 participaram da Pesquisa de Clima Organizacional 328 colaboradores, o que correspondeu a 82,83% do quadro funcional. A seguir, são apresentados os resultados por dimensão, bem como o resultado geral.


Capítulo 9 :. Monitoramento

Dimensões na Pesquisa de Clima Organizacional

ICO NACIONAL 2012

Satisfação e Relação com o Trabalho

82%

Ambiente e Condições de Trabalho

83%

Relacionamento Chefia – Subordinado

76%

Trabalho em Equipe

80%

Oportunidades de Treinamento e Desenvolvimento

81%

Oportunidades de Carreira

77%

Remuneração e Benefícios

71%

O Sistema Sebrae

79%

Comunicação Interna

79%

Identidade

82%

Geral

79%

A fim de verificarmos nosso posicionamento com relação ao mercado, realizamos um benchmarking, comparando o resultado alcançado com a pesquisa “As 150 Melhores Empresas para você trabalhar”, promovido pela FIA/USP e Editora Abril, conforme abaixo:

Comparativo “ Melhores Empresas para se Trabalhar”, Sebrae Nacional e Sistema Sebrae

91

10 melhores empresas 81

150 melhores empresas Sebrae Nacional Demais empresas

79 71

Podemos observar que o resultado geral do Sebrae Nacional está próximo do índice alcançado pelas 150 melhores empresas para se trabalhar. Este comparativo reflete nosso esforço contínuo na melhoria e aperfeiçoamento das nossas políticas e práticas de gestão e, consequentemente, no aumento da satisfação dos nossos colaboradores.

141


142

Sebrae Relatório Capital Humano 2012

9.1.3.2

Mapeamento de saúde

Trata-se de uma pesquisa aplicada anualmente, que afere os principais fatores de risco para desenvolvimento de doenças dos colaboradores do Sebrae Nacional. Além disso, levanta as doenças existentes no universo pesquisado. Os resultados da pesquisa servem para orientar o planejamento das ações da qualidade de vida no ambiente de trabalho. A pesquisa é realizada desde 2011. Em 2012, teve a participação de 70,68% do quadro de colaboradores do Nacional. O mapeamento contou com dois instrumentos: · Autoavaliação online; · Atendimento de profissionais de saúde para realizar as medições do peso, da altura e da circunferência abdominal, bem como a aferição da pressão arterial.

Comparativo 2011 versus 2012 Alimentação: Resultado: 79% possuem alimentação adequada(*). O índice de pessoas que adotaram uma alimentação mais balanceada aumentou em 13,51%. Compreende-se que a ação “Acompanhamento Nutricional Personalizado”, do Programa de Qualidade de Vida no Trabalho, vem impactando positivamente nos hábitos alimentares dos colaboradores do Sebrae Nacional.

* Alimentação Adequada: O colaborador declarou que consome frutas, legumes e verduras diariamente e não consome muito refrigerantes, doces, gorduras e frituras.


Capítulo 9 :. Monitoramento

Alimentação

IMC – Índice de Massa Corporal Em 2012, o índice de pessoas com o peso ideal aumentou em 2,15%. Esse aumento de pessoas com o peso ideal evidencia que a atividade física, orientada tecnicamente e com suporte de orientação nutricional esportiva, tem resultados positivos na saúde do trabalhador.

Índice de Massa Corporal

25

Sedentarismo Em 2012, o índice de pessoas que não praticam atividades físicas regulares caiu em 29,38%. Esta é uma evidência de que o público pesquisado está mais consciente de que a falta, ausência e/ou diminuição de

143


144

Sebrae Relatório Capital Humano 2012

atividades físicas ou esportivas impacta na qualidade de vida. O Programa Qualidade de Vida, por meio de suas ações como: a caminhada, a corrida de rua, a ginástica laboral e a prática de hábitos saudáveis, incentivou a diminuição do sedentarismo entre os empregados do Sebrae Nacional. Em 2012, a pesquisa se utilizou dos indicadores da Organização Mundial de Saúde (OMS) para definir sedentarismo.

Sedentarismo

Tabagismo O Sebrae Nacional possuía em seu quadro funcional 8% de fumantes, em 2011. Diante deste cenário foi criada uma campanha antitabagista por meio de disseminação de informações sobre os malefícios do tabagismo, consequências da dependência da nicotina e apoio aos interessados. Ao identificar o público de interesse, o Sebrae convidou o colaborador a aderir voluntariamente ao programa. Com a assistência de uma equipe multidisciplinar (pneumologista, orientações nutricionais e apoio psicológico), o Sebrae forneceu todo o suporte profissional necessário para apoiar a decisão daqueles que desejavam parar de fumar. O mapeamento de 2012 demonstra uma disposição do público interno em cessar o tabagismo.

Mamografia A redução do número de mortes pelo câncer de mama é atribuída à disseminação do rastreamento mamográfico, associado aos avanços no tratamento. Por esta razão, o Sebrae Nacional tem como diretriz in-


Capítulo 9 :. Monitoramento

centivar as colaboradoras a realizarem a mamografia e a manterem um acompanhamento dos resultados deste exame. Sendo assim, para a faixa etária de 45 anos ou mais, exige-se mamografias nos exames periódicos realizados pelo Serviço de Saúde Ocupacional (SSO) do Nacional. Esta medida proporcionou um aumento do número de mulheres, com exames em dia, de 8,94% do grupo pesquisado.

Mamografia

Identificação de grupos focais Insônia Também foi incluído em 2012 um questionamento sobre insônia. A pesquisa demonstrou que 28,76% dos respondentes têm insônia (dificuldade para dormir). A insônia tem relação direta com o ambiente de trabalho uma vez que pode causar rebaixamento da produtividade, clima de irritação e induzir a depressão, alcoolismo e obesidade. Ações voltadas para a diminuição deste percentual deverão ser realizadas em 2013.

Saúde Bucal Em 2011, 73,24% dos colaboradores possuíam saúde bucal adequada(*). Já em 2012, este número diminuiu em 6,24%. Sugere-se que seja elaborada uma ação para incentivar as pessoas a utilizar o fio dental

145


146

Sebrae Relatório Capital Humano 2012

e comparecer ao dentista uma vez por ano. *Saúde bucal adequada: visita ao dentista nos últimos doze meses e uso diário de fio dental.

Saúde Bucal Adequada

Cansaço e Dores no corpo Em 2012, o mapeamento de saúde incluiu questões relacionadas ao cansaço e à indisposição. Foram realizadas duas perguntas, sendo que a primeira questionou se o colaborador acorda cansado, indisposto e/ou com dores no corpo, mais de duas vezes na semana. O resultado aponta que 47,15% dos colaboradores apresentam estes sintomas. O segundo questionamento foi se o colaborador tem dores nas costas ou pescoço constantemente (toda semana), 38,46% dos colaboradores responderam que sim. Diante do exposto, em 2013 deverão ser implementadas novas ações para este público, assim como dar continuidade a blitz da postura e ginástica laboral.


Capítulo 9 :. Monitoramento

Cansaço e Dores no Corpo

Cansado,indisposto, e ou com dores no corpo em mais de 2 dias da semana

Dores nas costas ou no pescoço constantemente (toda semana)

Distribuição de fatores de Risco · Obesidade: dos 168 colaboradores identificados com IMC ≤ 25, 54 possuem de 04 a 06 fatores de risco para a doença. · Hipertensão: dos 269 colaboradores do Sebrae considerados não hipertensos, 100 possuem de 04 a 07 fatores de risco para a doença. · Lombalgia: dos 184 colaboradores que informaram sofrer de lombalgia, 30 possuem de 05 a 07 fatores de risco para a doença. · Diabetes Mellitus: 292 respondentes não possuem diabetes Mellitus(*), porém 34 colaboradores possuem de 06 a 09 fatores de risco para doença. (*) Diabetes mellitus é uma doença metabólica caracterizada por um aumento anormal do açúcar ou glicose no sangue

147


148

Sebrae Relatório Capital Humano 2012

9.1.3.3

Pesquisa sobre saúde psicossocial

Foi realizada, em 2012, a primeira Pesquisa sobre Estresse no Ambiente de Trabalho do Sebrae Nacional. Nela, utilizou-se a Escala de Estresse no Trabalho (ETT), adaptada à instituição, com 11 afirmativas – cada uma contendo um estressor expresso na literatura e uma reação negativa. Os colaboradores responderam de acordo com uma escala de concordância, variando de 1 – discordo totalmente – até 5 – concordo totalmente.


Capítulo 9 :. Monitoramento

Os pontos da escala foram categorizados conforme ilustração a seguir: 1

2

3

4

5

Discordo totalmente

Discordo

Concordo em parte

Concordo

Concordo totalmente

Área adequada

Área de atenção

Área de crise

Participaram da pesquisa 300 colaboradores, o que correspondeu a 71% do quadro funcional. Abaixo, são apresentadas as médias gerais de cada questão, em ordem decrescente, sendo que, quando maior a média, maior o nível de estresse dos colaboradores.

3

Distribuição inadequada das tarefas 2,93

Tempo insuficiente X Volume de trabalho 2,6

Deficiência na divulgação de inf. organizacionais 2,49

Falta de autonomia 2,32

Tarefas abaixo da capacidade

2,27

Falta de compreensão sobre responsabilidade

2,15

Falta de informações sobre tarefas

2,15

Tratamento inadequada no trabalho

2,7

Competição no trabalho Tarefas acima da capacidade Isolado na Irganização

1,91 1,86

149


150

Sebrae Relatório Capital Humano 2012

9.2

ÉTICA

9.2.1 Código de Ética O Código de ética do Sebrae objetiva comprometer as pessoas do Sebrae com os princípios éticos que norteiam a conduta individual, além de disseminá-los para a rede de relacionamento. É instrumento de trabalho que define a melhor maneira de se atuar em nome do Sebrae. Ele explicita as responsabilidades que se deve ter uns para com os outros, perante parceiros, fornecedores, clientes, Governo e sociedade; resume os valores e os princípios para auxiliar a condução dos projetos e das atividades realizadas pelo Sebrae. Aplica-se a conselheiros, diretores, empregados, estagiários, prestadores de serviço e empregados dos Sebrae Estaduais cedidos ao Sebrae Nacional.

9.2.2 Política de Segurança da Informação A Política de Segurança da Informação e Comunicação do Sebrae busca preservar a segurança das informações da empresa, garantindo confidencialidade, integridade e disponibilidade dos ativos de Tecnologia de Informação e Comunicação. Estabelece procedimentos, padrões, recomendações, políticas de uso aplicáveis aos recursos de Tecnologia de Informação e Comunicação do Sebrae e dos seus subprodutos, resguardando a segurança das informações. Nossa política aplica-se a empregados, estagiários, prestadores de serviços, terceirizados, conveniados, credenciados, fornecedores, clientes, menores aprendizes, trainees ou quaisquer outros usuários que venham a utilizar os ativos de Tecnologia de Informação e Comunicação do Sebrae. Estes ativos incluem os serviços de correio eletrônico, mensagem corporativa, videoconferência, acesso internet, telefonia IP, uso de equipamentos de TI, entre outros relacionados à Tecnologia de Informação e Comunicação.


CapĂ­tulo 9 :. Monitoramento

151


152

Sebrae Relatório Capital Humano 2012

9.2.3 Ouvidoria A Ouvidoria Sebrae recebe, via internet, em formulário disponível no portal ou por e-mail, elogios, sugestões, críticas e reclamações sobre os serviços e produtos do Sebrae, apurando as causas dos problemas apresentados e propondo soluções para a melhoria dos processos. O objetivo da área é atender aos que julgam que o atendimento recebido foi inadequado ou quando não obtêm solução satisfatória junto ao Sebrae. Ao longo do ano 2012, o Sebrae recebeu a ordem de 790 manifestações, conforme seguem descritas a seguir:

Natureza

Quantidade

CRÍTICA

81

DENÚNCIA

36

ELOGIO

76

IMPROCEDENTE

33

RECLAMAÇÃO

206

SOLICITAÇÃO

1

SUGESTÃO

357

Total

790


www.sebrae.com.br 0800 570 0800

Relatorio Capital Humano 2012 Sebrae  
Advertisement