Issuu on Google+

Ano 08 - Edição Nº 91 PARCERIA

ENTREVISTA

Acin e Senac firmam parceria e oferecem Curso gratuito de Auxiliar Administrativo

Gerente Geral da Caixa de Navegantes fala sobre financiamentos habitacionais

ACIN VAI INICIAR A CONSTRUÇÃO DO CENTRO EMPRESARIAL DE NAVEGANTES


UM ANO POLÍTICO Uma vez mais nos encontramos num ano político. Se por um lado há alguns contratempos que muitos de nós ainda não nos acostumamos, por outro lado haverá certamente uma avalanche de inaugurações, assinaturas de convênios, apresentações de projetos e muitas, muitas promessas que irão nos envolver e nos comprometer com essa ou aquela bandeira, possibilitando aos munícipes e empreendedores novas oportunidades e novos serviços ainda não atendidos a todos. Como já estamos acostumados, de dois em dois anos os processos se repetem. Num determinado período o processo é mais amplo e num nível que nem sempre nos possibilita avaliar o seu impacto junto ao nosso dia a dia, em outro momento as cobranças e os resultados nos impactam diretamente, estão mais próximo das nossas realidades e necessidades, nos possibilitando enxergar o certo e o errado, a promessa e o comprometimento, bem como as apresentações das nossas mazelas e dos nossos acertos. De qualquer forma saber observar esses tempos e movimentos nos torna seres comprometidos com a política, na dimensão e na amplitude das nossas necessidades e desejos.

Política no Brasil, segundo o que consta do entendimento popular, tem certa conotação depreciativa e de baixa credibilidade, porém o homem é um ser político e até mesmo quando decide não participar ou se envolver acaba por estabelecer seu desejo, o da omissão, deixando para os demais que se envolvem e se comprometem os encaminhamentos do seu próprio destino.

Não nos omitamos, os problemas são de todos e certamente as soluções poderão ser também.

Nós aqui na ACIN também nos encontramos num ano político e teremos eleições para uma nova diretoria, com novos encaminha-mentos e novas lideranças, mais ou menos no mesmo período das eleições municipais para os novos prefeitos e vereadores, dessa forma busca-se reunir forças para que possamos dar continuidade aos trabalhos e caminhos trilhados pelos nossos anteces-sores. Temos ainda muito o quê fazer, nosso município cresce e nossa economia cresce a passos largos e superiores aos índices chineses de crescimento, mas nossas demandas e necessidades se ampliam proporcionalmente, tanto política quanto da responsabilidade social que nos cerca, e temos que ser e nos apresentar além de empresários e empreendedores, visionários das soluções dos nossos problemas.

Francisco Carlos Gervásio, Presidente da Associação Empresarial de Navegantes, Gestão 2011|2012


CONSTRUÇÃO DO CENTRO EMPRESARIAL VAI INICIAR EM BREVE A Construção do Centro Empresarial de Navegantes vai sair do papel em breve. Essa é a intenção da atual diretoria da Acin, através do presidente Francisco Carlos Gervásio. O assunto foi amplamente discutido nas duas últimas reuniões da entidade, que possui um terreno permutado com a prefeitura próximo ao aeroporto e tem até 2014 para iniciar a obra. Depois de várias ideias, entre elas pedir ajuda ao megaempresário Eike Batista, os empresários navegantinos chegaram a conclusão de que seria inviável, no momento, fazer a obra na sua totalidade, pois estaria or-

çada em aproximadamente 4 milhões de Reais. Uma solução sugerida e que agradou a maioria foi a construção, num primeiro momento, de parte do prédio, numa área de aproximadamente 100 metros quadrados. A ideia é construir uma parte inicial e explorar o restante da área como estacionamento, já que o terreno está localizado próximo ao aeroporto e o estacionamento do terminal e os que existem ao entorno já não comportam mais a demanda. Com a receita da exploração do terreno com o estacionamento, a entidade faria caixa para construir, aos poucos, o restante da obra.

Uma comissão foi formada para viabilizar os recursos para a construção dessa primeira etapa, que vai custar cerca de R$ 200 mil Reais. A ideia agora é firmar parcerias com grandes empresas da cidade para viabilizar o início da construção. Um material de apresentação do projeto está sendo elaborado e em breve será apresentado aos potenciais parceiros. De acordo com o presidente da Acin, a construção do Centro Empresarial não pode mais ser postergada. ‘Não podemos mais deixar o terreno do jeito que está. Vamos buscar uma solução o mais breve possível’, finalizou Francisco.

FACISC ALERTA PARA COBRANÇAS DESCONHECIDAS ENVIADAS ÀS EMPRESAS DE SC Empresas de Santa Catarina são alvos mais uma vez de entidades que usam nomes parecidos aos das associações comerciais e industriais ou empresariais para cobrar mensalidades O valor da maioria dos boletos enviados às empresas é de R$ 259,80. O alerta é feito pela FACISC – Federação das Associações Empresariais de SC - e por todas as associações filiadas ao sistema para que as empresas catarinenses não fiquem no prejuízo. O boleto bancário do Banco do Brasil é emitido pela Associação Comercial e Empresarial do Brasil, uma entidade que não possui vínculo com a CACB – Confederação das Associações Empresariais do Brasil e tão pouco com a FACISC. “Não conhecemos estas entidades. Alertamos os empresários para não realizarem qualquer pagamento sem falar com a associação que fazem parte ou com seu contador. Todos os pagamentos provenientes das ACIs filiadas aos Sistema FACISC e CACB são

previamente aprovados pelos presidentes, diretorias e executivos das entidades”, explica o presidente da FACISC, Alaor Francisco Tissot. Ele ressalta que isso não é proibido, mas que judicialmente não se pode fazer nada já que não tem nenhum ônus se não efetuar o pagamento. “O ônus está justamente em pagar, pois o empresário paga uma mensalidade de uma entidade que não conhece”. Apesar de ser antiga, a prática tem feito novas vítimas país afora. Os valores variam de R$ 80 a R$ 400, de acordo com o porte da empresa. A ação já é conhecida no Brasil há cerca de 12 anos e essas se utilizam de um método simples. As duplicatas são emitidas no período em que ocorre a maior movimentação de documentos nas empresas, próximo às datas de pagamentos. Dessa forma, é mais fácil driblar os desatentos. No ano passado, outra ação como esta foi aplicada através do pagamento de uma taxa anual em prol da Associação Nacional da Indústria e do Comér-

cio. Para conseguir os dados das empresas para a emissão dos boletos, os estelionatários recorrem a órgãos oficiais, inclusive às Juntas Comerciais. No estado de São Paulo até o Ministério Público já tomou providências contra esse tipo de ação. Outro alerta aos empresários é quanto à ação intitulada Edição Anual de Marcas e Patentes. Determinada "empresa" envia novamente boletos bancários do Banco Santander para pagamento de uma taxa referente à manutenção da divulgação de sua Marca ou Patente na Edição Anual de Marcas e Patentes. A FACISC informa que o único serviço identificado é o de pesquisa de marcas utilizando o CNPJ da empresa. Este serviço é disponibilizado gratuitamente no site do Instituto Nacional da Propriedade Industrial (www. inpi.gov.br). Caso as empresas recebam os citados boletos, a FACISC orienta que não efetuem os pagamentos.


ACIN É OFICIALIZADA COMO CORRESPONDENTE HABITACIONAL CAIXA

A Associação Empresarial de Navegantes é a mais nova correspondente da Caixa Econômica Federal na cidade, para financiamentos habitacionais. O anúncio oficial foi feito pelo gerente geral da instituição financeira, Anízio de Almeida Filho, durante a primeira reunião de diretoria da entidade, realizada na noite da terça-feira (06/03). O presidente da entidade, Francisco Carlos Gervásio, diretores e associados acompanharam atentamente a efetivação da Acin como correspondente e apoiaram a inciativa, que partiu do Núcleo Imobiliário, através do vice-presidente para assuntos de Núcleos Setoriais, João Goedert Gonçalves. A partir de agora a Acin está habilitada a receber pedidos de financiamentos habitacionais e repassar para a Caixa. As colaboradoras da entidade passaram por um treinamento para garantir um atendimento espe-

cializado aos associados e a comunidade em geral. De acordo com o presidente, Francisco Carlos Gervásio, esse é mais um serviço que a Acin coloca a disposição da comunidade navegantina. “O credenciamento da Acin como correspondente Caixa é uma conquista muito importante para a entidade, que com isso vai poder fortalecer o seu elo com os seus associados e participar diretamente do crescimento habitacional do município”, comentou Francisco. O gerente da Caixa, Anízio de Almeida Filho, informou que, além de garantir um melhor atendimento a classe empresarial da cidade, o credenciamento da Acin vai possibilitar que a entidade aumente seu portfólio de produtos e serviços e consequentemente o seu faturamento. “A Acin é uma entidade forte, representativa e de muita credibilidade no município, em função disso para a Caixa está

sendo uma honra firmar essa parceria, que certamente será de muito sucesso”, enfatizou Anízio. A primeira reunião de 2012 da Acin ainda teve outros assuntos importantes em pauta. Durante o encontro foi apresentado o Balanço Patrimonial de 2011, o qual já está disponível no site da entidade www.acin.com.br no link Informativos. Outro assunto discutido foi a operação mitigadora sobre os resíduos sólidos do Rio Itajaí Açu, apresentadas pelo superintendente da Fuman, Paulo Mafra e Graziela Venson, da Famai. As ações para limpeza do Rio foram feitas através de mutirão, nas duas margens, no dia 24 de março. A ideia foi aproveitar a passagem da Regata, Volvo Ocean Race, para promover a conscientização ambiental dos moradores da região e com isso levar uma imagem positiva para o mundo, já que a regata vai atrair a mídia internacional para Itajaí e região.


ACIN MARCA PRESENÇA NA CONVENÇÃO DAS SOLUÇÕES EMPRESARIAIS DA FACISC Nos dias 29 de fevereiro, 1 e 2 de março, a Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina (Facisc) promoveu a 7ª Conven ção das Soluções Empresariais Facisc, no Engenho Eco Park, em Florianópolis. Destinado aos agentes comerciais das entidades, o evento teve a presença da agente comercial da Acin, Janaina Stahlschimidt, que participou de palestras, dinâmicas de grupo e a entrega do PIC 2011 (Programa de Incentivo Comercial). A palestra “Motivação: A força que nos move para o resultado”, com o especialista Márcio Magalhães, deu início à programação no dia 29. Já o professor Dr. Eduardo Maróstica foi o responsável, no dia 1º, pela palestra “Negócios e Estratégias Empresariais”, relatando sua experiência como consultor em grandes empresas do Brasil e do exterior.

Coube ao coordenador comercial da Facisc, Sérgio Acy Kollet, explanar sobre “Postura profissional, conhecimento da entidade e das soluções empresariais”. Ainda houve apresentações de serviços como o Printe, Certificação Digital, Certificado de Origem e do Blog das Soluções Empresariais Facisc. Outra atividade foi uma dinâmica de grupo com situações reais de negociação, onde os participantes trabalharam a venda de produtos como Util Card, Util Alimentação, Serasa e Uniodonto, oferecidos pela Federação. A Acin foi uma das 49 entidades premiadas no PIC 2011, um incentivo para os profissionais que atingiram as metas no último ano. A entidade conquistou a 16ª posição no Estado e foi contemplada com um aparelho de BluRay Player.

ACIN FAZ NOVA PARCERIA COM O SENAC PARA A REALIZAÇÃO DE CURSOS NA CIDADE A parceria foi firmada com o diretor do Centro de Educação Profissional do Senac Itajaí, Sr. Laerson Batista da Costa, durante a reunião da Acin realizada na terça-feira (13) na sede da entidade. Em primeiro momento, será oferecido o curso de Auxiliar Administrativo, com carga horária de 210h/aula. O SENAC vai disponibilizar os professores e a Acin a estrutura necessária para a realização do projeto. As inscrições já estão disponíveis, on-line, através do Site www.sc.senac.br/psg e vão até o dia 05/05/2012. O início do curso está marcado para o dia 14/05 às 19h na sede da Acin, Av. João Sacavem, 791, Centro, Navegantes. As aulas vão ocorrer todas as segundas, quartas e sextas. A Associação Empresarial de Navegantes, através do seu presidente, Francisco Carlos Gervásio, formalizou uma nova parceria com o Senac (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial) para a realização de cursos gratuitos no município.

“Queremos beneficiar o maior número possível de pessoas e com isso garantir uma mão de obra especializada nessa área”, comentou, Francisco Carlos Gervásio.

COM A CAIXA VOÇÊ REALIZA O SONHO DA CASA PRÓPRIA Agência Navegantes - 1876 Av. Conselheiro João Gaya, nº 1300 - Centro Fone: (47) 3405.1450


ENTREVISTA... Anízio de Almeida Filho - Gerente Geral da Caixa, Agência de Navegantes Formação: Pós Graduação em Direito Naturalidade: Porto União/SC Quais os benefícios que a comunidade ganha com o credenciamento da Acin como Correspondente Habitacional Caixa? A ACIN como Órgão Representativo e de grande credibilidade, vai facilitar ainda mais o atendimento a todos aqueles que pleiteiam adquirir um imóvel, seja terreno, casa, apartamento, ou quem queira reformar, ampliar, ou construir. Os benefícios são inúmeros pois: ajudaram a realizar o sonho das pessoas terem o seu LAR, fomenta toda uma cadeia produtiva, gerando emprego e renda na construção civil, fortalece a atividade da construtoras e empreendedores individuais, gera incremento do comércio de forma geral e especialmente de material de construção e de móveis, aumenta a arrecadação de impostos e receitas para o município. Quais os benefícios que a ACIN ganha sendo uma entidade Correspondente da Caixa? Com isso a ACIN se projeta ainda mais como Associação e ajuda no crescimento e desenvolvimento do município. A entidade, atenderá as demandas dos seus associados, em especial das imobiliárias, que, na Associação, um parceiro na sua atividade de venda de imóveis contribuindo na qualidade do atendimento da comunidade. Haverá também um incremento nas receitas da Associação pela prestação de serviço à Caixa Econômica Federal.

Quais são as atribuições de um Correspondente Caixa? No caso da ACIN, atender as pessoas interessadas em financiamento habitacional, prestando todas as informações ao cliente, recepcionar os documentos necessários para aprovação de crédito habitacional, montagem do processo e encaminhamento à Agência da Caixa. Como está a procura por financiamentos habitacionais no município através da Caixa? Existe muita demanda, pois o mercado imobiliário esta aquecido, e ainda existe déficit habitacional para atender as necessidades da população de Navegantes. Qual o orçamento disponível para financiamentos habitacionais no município? O objetivo de 2012 e alcançarmos 400 unidades do programa Minha Casa Minha Vida e 100 unidades com recurso SBPE, não existe limitação orçamentária para o Município.

A Caixa disponibiliza outras linhas de financiamentos, quais as mais solicitadas pela comunidade navegantina? Neste primeiro momento a ACIN trabalhará com os créditos habitacionais de toda ordem: Compra de terreno, compra de terreno e construção; construção; reforma; ampliação, aquisição de casas, apartamentos e residências e também financiamento de imóveis comercias. No caso específico do Construcard, a Acin também vai poder receber e encaminhar esse tipo de financiamento que é direcionado a construção civil? Não será o Foco da ACIN, o Construcard as pessoas pleiteiam nas lojas de material de construção conveniadas, ou nas Agências da Caixa. Qual as Exigências para se adquirir um imóvel pelo plano Minha Casa Minha Vida? O programa, Minha Casa Minha Vida, tem algumas regras específicas: - O valor do imóvel, não pode superar R$ 130.000,00; - É para quem ainda não tem seu Imóvel; - É para imóveis novos, ou no máximo de 06 meses de uso e também para construção; - A Renda não pode ser superior a R$ 5.000,00.

ACIN - Associação Empresarial de Navegantes - (47) 3342-2037


CARTILHA ORIENTA EMPRESÁRIOS SOBRE INVESTIMENTOS EM TECNOLOGIA E INOVAÇÃO Material foi elaborado para orientar micro e pequenos negócios a captar recursos para seus empreendimentos. Os empresários interessados em investir em tecnologia e inovação podem contar com uma cartilha elaborada pelo Fórum Permanente das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte, do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). A Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB) está apoiando a divulgação do material. A publicação reúne informações sobre financiamento, legislação e as principais instituições que podem ajudar micro e empresas de pequeno porte a investir e conquistar diferenciação e competitividade nos negócios.

Os empresários interessados podem investir em tecnologia e inovação nas áreas de produto, produção, desenvolvimento de pes soas e marketing. Já os recursos disponíveis pelo governo abrangem áreas como biotecnologia e desenvolvimento de softwares. Para o coordenador do programa Empreender, da CACB, Carlos Alberto Rezende, o empresário muitas vezes não sabe como obter recursos para investir. “A cartilha esclarece as modalidades oferecidas pelo governo dependendo da área de atuação do negócio”. A cartilha faz parte de um conjunto de

ações de incentivo a micro e pequenos empresários para as oportunidades de negócios gerados com a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016, no Brasil. Os eventos esportivos devem envolver perspectivas de crescimento em áreas como turismo, segurança, saúde e comunicação e devem gerar 713 mil empregos até 2014. A Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB) é integrante do Fórum Permanente das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte. As cartilhas serão distribuídas para todo o sistema CACB, incluindo Associações e Federações.

Acesse a cartilha: http://www.cacb.com.br/revista/cartilha-cacb01/

Centro Integrado à Saúde AV. PREF. CIRINO ADOLFO (BEIRA MAR) Nº 1391 CENTRO - NAVEGANTES - SC - FONE: (47) 3342-8282 - 3319-5002


INFORMAÇÕES:

(47)3342-2037 Av. João Sacavem, Nº 791, Sala 01 Centro - Navegantes/SC

Inscrições de 26/03/12 à 05/05/12 através do Site www.sc.senac.br/psg CURSO GRATUITO:

Auxiliar Administrativo

210h/a

Aulas: 2ª/4ª/6ª Horário: 19h às 22h Local: Sede da Acin (Av. João Sacavem, 791, 1º andar - Centro)

Objetivo: Atuar nos processos administrativos de Organizações de pequeno, médio e grande porte, executando atividades de apoio nas áreas de recursos humanos e finanças.


Informativo Acin edição 91