Page 94

Tech Review 2 - Reconheça que seu bebê pode ser feio Está preparado para uma avaliação do valor de recursos de TI? Análises internas não são importantes apenas quando sua empresa é a única. É preciso saber se a adquirida possui sistemas superiores. Pelo lado da aquisição, muitos componentes fazem o verdadeiro valor: base de consumidores, fatia de mercado, fluxo de caixa, rentabilidade, propriedades físicas e intelectuais e tecnologia. Uma das funções do CIO é determinar qual seria o valor da plataforma de TI da empresa caso fosse adquirida. É diferente de uma análise SWOT. Uma infraestrutura bem dirigida é fonte de orgulho, especialmente se ajuda a ganhar negócio. Não há dúvida de que TI sólida agrega valor, mas a questão nessas operações é: os sistemas ficam ou são dispensados? Sinto muito, mas uma ótima instalação de SAP não agrega valor ao comprador, não importa o quanto você trabalhou nela. Pense em singularidade. Se sua empresa está sendo vendida e seus sistemas são parte do valor, você deve focar em manter bem a documentação. Não apenas licenças, mas modelo de dados abrangente que explique carga de trabalho, caminho de dados e relação entre sistemas. Seus servidores ainda podem ser inutilizados, mas esse tipo de informação facilitará o acordo. Na outra ponta, se sua empresa estiver comprando, esse exercício é importante da mesma forma. Geralmente, compradores sequer consideram inutilizar sistemas internos em favor da plataforma da adquirida, o que pode ter resultados catastróficos. Cerca de dez anos atrás, uma grande distribuidora, baseada nos Estados Unidos, fez uma fusão clássica comprando pequenos concorrentes. Ela tinha sistemas centrais fortes, mas, em quase todos os casos, as plataformas de e-commerce das adquiridas eram melhores e, mesmo assim, foram inutilizadas. Hoje, a companhia sofre com a presença online e muitas concorrentes usam a tecnologia criada pela equipe de TI da empresa comprada. Não pense que tudo o que você faz é melhor.

94 94

TECHREVIEW_Fusões.indd 94

3 - Gerencie o projeto inteiro, não só a parte designada à TI Não supervisione apenas parte do projeto, ofereça gerenciamento durante toda a transição. As equipes de TI estão em ótima posição para gerir projetos de acordos porque tendem a ter mais experiência com sistemas de gestão de projetos, além de uma visão centralizada de todas as atividades. “Agregar processo de gerenciamento de projeto sólido e formal é um dos principais fatores para o sucesso de qualquer aquisição”, aponta Dan Abushanab, CIO da ATG, que participou de quatro compras durante seu exercício no cargo. A ATG também foi adquirida, no ano passado, pela Oracle, que coleciona dezenas de transações. As aquisições da ATG foram numa escala menor, mas Abushanab diz que suas metodologias bem estruturadas foram essenciais para o sucesso dos processos. Alguns CIOs podem ficar incomodados em ceder equipes de gestão de projetos para outros departamentos, mas é uma ação lógica. Mesmo que alguns grupos empreguem gerentes de projeto, eles irão, inevitavelmente, focar em suas áreas específicas. Ter uma equipe centralizada para esta atividade é fundamental para encontrar problemas ocultados, e encontrar e solucionar desafios é o que CIOs fazem.

4 - Pense virtual Virtualização é uma arma secreta. Depois de concluído o acordo, normalmente um grande projeto para consolidação de data centers é lançado. Se sua empresa já virtualizou sistemas, você tem vantagem de integração. Em vez de mover servidores, terá toda a fluidez e flexibilidade de uma pilha virtual. Uma recente aquisição por uma empresa de seguros dos EUA tirou vantagem dessa situação. Em vez de transferir os DCs adquiridos, o CIO criou uma equipe para desenvolver estações virtualizadas para sistemas centrais e levá-los ao DC principal. A troca final de dados foi feita para os servidores virtuais e o DC legado foi inutilizado. Sem bagunça ou confusão. InformationWeek Brasil| Janeiro | Marçode 2010 2011 InformationWeek Brasil

03/03/11 18:05

Information Week Brasil - Ed. 237  

O VALOR DA TI E TELECOM PARA OS NEGÓCIOS | Março de 2011 - Ano 12 - Ed. 237 EXECUTIVOS DE TI DO ANO 2011 - Décima edição do estudo elege os...

Advertisement