Page 58

menores de r$ 1 BIlhão

Com plano, investimento

aparece VITOR CAVALCAnTI

Instituições financeiras tendem ao conservadorismo, apesar de investirem pesado em tecnologia. Isto decorre de todas as regras que são fadadas a seguir. Ainda assim, sempre sobra espaço para inovar. Para isto, os gestores de TI lançam mão de processos e pesquisas para validar a real aplicabilidade de determinadas soluções no dia a dia das empresas. Este é o caminho seguido no Banco Sofisa, como explica o gerente de TI, Bazili Rossi Swioklo, vencedor na categoria adoção de tecnologias emergentes. Por lá, a sequência é a seguinte: chega demanda da área de negócios, leva-se para o arquiteto de soluções avaliar, convidam-se alguns fornecedores para apresentar um proposta que se adéque ao pedido, faz-se um brainstorming e, por fim, toma-se a decisão. Além disso, lembra Swioklo, “testamos tudo internamente”. O banco de 380 funcionários tem o suporte de uma TI com 40 integrantes, divididos em duas grandes áreas: operações - que cuida, entre outras coisas, de contratos de terceirização e engloba infraestrutura e help desk - e projetos, que promove mudanças de melhorias no ambiente. O arquiteto de soluções, responsável por avaliar novas tecnologias, está vinculado à célula de operações. Do ano passado, Swioklo destaca a iniciativa para consolidar a infraestrutura que era uma necessidade de primeira ordem. Aderiu à virtualização e converteu 60 máquinas físicas em cinco. “Ao mesmo tempo, colocamos o site backup e temos recuperação de desastre.” Sobre possíveis pressões de executivos para, por exemplo, adotar gadgets da moda, ele diz que, por lá, os diretores são "simples e conservadores". Mas existe um projeto em andamento que poderá culminar com adoção de tablets, mas para os representantes comerciais que passam muito tempo em trânsito e fariam bom proveito do aparelho. Eles vão testar o Galaxy Tab, o iPad e Galaxy S. A pergunta que se faz, então, é como ele consegue aprovar sugestões como estas em um ambiente conservador? A receita, segundo Swioklo, está em ter um pla-

58 58

EXECUTIVOTIDOANO_Bazili_Sofisa.indd 58

COLOCAÇÃO / CATEGORIA 1 º Adoção de tecnologias emergentes

Bazili Rossi Swioklo, do Banco Sofisa, frisa necessidade de planejamento e processos bem-estruturados Bazili rossi | Banco SofiSa

Foto: Ricardo Benichio

EXEcUTiVoS DE Ti Do ano

Swioklo, do Banco Sofisa: consolidar a infraestrutura era necessidade de primeira ordem

no de negócio bem-estruturado. A conta é feita rapidamente e a aprovação (ou reprovação) surge. “Quando juntamos o grupo, um fica responsável pelo ROI e, neste projeto, estamos colocando as horas que cada gerente comercial vai ganhar.” Isto mostra como inovação pode ocorrer em ambientes conservadores e com orçamento nem sempre disponível para testes iwb de novas tecnologias. InformationWeek Brasil | Marçode de2010 2011 InformationWeek Brasil | Janeiro

04/03/11 10:32

Information Week Brasil - Ed. 237  

O VALOR DA TI E TELECOM PARA OS NEGÓCIOS | Março de 2011 - Ano 12 - Ed. 237 EXECUTIVOS DE TI DO ANO 2011 - Décima edição do estudo elege os...

Advertisement