Edição 749

Page 1

FARROUPILHA

|

ANO XV

|

E D I Ç Ã O 74 9

| 5 DE AGOSTO DE 2022

|

R$ 4,00

Chef Gourmet abre as portas Ramon Cardoso

MATÉRIA ESPECIAL Com o lema “Gastronomia na Prática”, escola inaugura neste sábado e tem jovens empresários caxienses Demétrio Tiburi e Fernando Rigatti à frente do negócio. Dupla aposta, mais do que laços afetivos, no bom momento vivido pela cidade para o estabelecimento da Unidade Farroupilhense da recente franquia Páginas 2 e 3 e Editorial

ECONOMIA

POLÍTICA

EDUCAÇÃO

Gigante também comemora um 2022 muito próspero, com novos negócios e aumento do número de colaboradores Página 10 e Editorial

Evento acontece nesta sexta à noite, no Restaurante Parque dos Pinheiros, e ainda há ingressos disponíveis Página 13

5ª edição da atividade acontece de segunda a sexta da próxima semana em diversas instituições de ensino farroupilhenses Página 14

Grupo Sazi celebra 38 anos de trajetória neste sábado

Senador Heinze palestra em nova Reunião Jantar da CICS

Iniciativas em escolas marcam a Semana Municipal da Juventude


2

FARROUPILHA, 5 DE AGOSTO DE 2022

BON APPETIT

Focada em gastronomia na prática, Amigos de infância e colegas de faculdade, os empresários caxienses Demétrio Tiburi e Fernando Rigatti apostam no potencial farroupilhense para sucesso do novo negócio

A

chegada a Farroupilha da Escola de Gastronomia Chef Gourmet tem um objetivo muito claro: ensinar gastronomia na prática. A franquia, que tem inauguração oficial no município neste sábado, oferecerá cursos na área para atender profissionais e entusiastas, a partir de uma metodologia 100% prática e professores com experiência de mercado. Em endereço nobre (Pinheiro Machado, 585, esquina com a Júlio de Castilhos, Centro), a escola está localizada em um prédio de 320 metros quadrados com dois andares. O novo empreendimento é capitaneado pelos empresários caxienses Demétrio Tiburi e Fernando Rigatti, que são amigos de infância, cursaram faculdade de Administração na UCS, mas seguiram caminhos diferentes, até que em novembro de 2021 surgiu a possibilidade de abrirem o negócio. Com ligação antiga com o município, desde os tempos de festas na adolescência, e muitos laços de amizade estabelecidos na terra, a dupla não pensou duas vezes antes de abrir a unidade em Farroupilha. “Nós sempre gostamos muito da cidade e percebemos, nestes últimos tempos, um potencial grande de crescimento. O município está trabalhando forte no turismo e o ramo gastronômico também

tem apresentado novidades. Fora o convívio com a sociedade, com os farroupilhenses, que é mais próximo, mais simples. Queremos nos enraizar na cidade, buscar parcerias e um envolvimento comunitário”, declarou Demétrio, que sempre esteve muito ligado à gastronomia, assim como o sócio, o que permitiu um casamento perfeito entre o gosto pessoal com um projeto de negócio. A infraestrutura está entre os diferenciais da Chef Gourmet e a unidade farroupilhense contará com duas cozinhas profissionais, quatro salas exclusivas para atendimento ao cliente, sala teórica para aulas de Gestão de Negócios e Inglês (que fazem parte do curso principal, o de Chef de Cuisine), sala de sommelier, bartender e mestre cervejeiro, além de um salão de eventos para alunos, parceiros e comunidade. A escola ainda se diferencia pelo método rotativo, permitindo que o aluno inicie aulas logo após a matrícula. “Teremos valores especiais no período pré e pós inauguração. Já temos muitas visitas agendadas na semana que antecede a abertura. Esta é a mágica que a Chef Gourmet traz à cidade”, revela Demétrio. A expectativa para a abertura da escola no munícipio é altamente positiva. “Sabemos que não há nada igual na região, oferecendo o que temos de melhor em termos de estrutura para capacitação na área de gastronomia”, assegura Fernando. A dupla ressalta que o objetivo é agregar valor e conhecimento ao setor gastronômico farroupilhense, além de atender aqueles que pretendem aprimorar sua capacidade na cozinha. Criada há quase três anos, em setembro de


3

FARROUPILHA, 5 DE AGOSTO DE 2022

Gourmet inaugura inaugurano nosábado sábado Chef Gourmet Ramon Cardoso

2019, em Jaraguá do Sul (SC), onde teve seu projeto piloto, a Chef Gourmet já conta com 80 unidades confirmadas, inclusive na região Sudeste e Nordeste. Cerca da metade está em operação e as outras terão início das atividades em breve. Conforme destacou Fernando, praticamente toda semana ocorre uma inauguração. No Estado, estão operando as unidades de Santa Cruz do Sul, Santa Maria, Passo Fundo, Canoas, Novo Hamburgo e, a partir de sábado, a de Farroupilha. Em breve, Porto Alegre, Bento Gonçalves, Caxias do Sul, Pelotas e Capão da Canoa também contarão com as escolas, que devem chegar a 150 na metade do próximo ano. Franquia em expansão e foco direcionado às ações sociais

Novidade gastronômica Jovens empreendedores, Fernando Rigatti e Demétrio Tiburi estão à frente do negócio que abre as portas no município

“Um dos focos da franquia é o trabalho intenso com ações sociais e beneficentes. Temos excelente estrutura e profissionais altamente capacitados que iremos colocar à disposição da comunidade farroupilhense. Vamos ser parceiros em eventos gastronômicos e sedimentar esse envolvimento comunitário”, assegurou Fernando. As matrículas para os cursos (veja lista ao lado) abriram na última segunda. Informações adicionais podem ser obtidas pelo site www.escolachefgourmet.com.br ou pelo Instagram da Unidade Farroupilhense: @chefgourmetfarroupilha. O fone para contato é o (54) 997.156.887. Um dos profissionais que integra o corpo docente da escola é o chef Guilherme Fernando Pereira, que ministrará os cursos de Chef de Cuisine e Cozinha

por Hobby. Aos 17 anos, Pereira descobriu o interesse e gosto pela Gastronomia e buscou cursos para se desenvolver. Atualmente é pós-graduando no curso de Gestão Estratégica para Novos Negócios Gastronômicos pela Unicesumar; proprietário da empresa Napoli Ateliê de Massas; chef de cozinha no Bistrô Casa dos Cogumelos; ministrante de treinamentos na empresa Wictory Fornos; e integra o Núcleo de Alimentação na Microempa Caxias do Sul. “Fico muito feliz e orgulhoso em fazer parte do grupo de professores que contribuirão para a troca de conhecimentos e ensinamentos aos nossos futuros alunos. Buscarei sempre associar a técnica com o mercado de trabalho”, garante Pereira. Para o chef, a escola movimentará o setor na cidade, agregando conhecimento e apresentando muitas novidades para a área gastronômica, inclusive em atividades voltadas a crianças e adolescentes, para quem sabe fomentar o surgimento de futuros profissionais do segmento.

Cursos da Unidade Farroupilhense

Chef de Cuisine Chef de Cuisine Jr. (7 a 12 anos) Cozinha de Kids (4 a 6 anos) Chef Boucherie (Carnes) Pâtisserie e Boulangerie (Panificação e Confeitaria) Bartender Sommelier Pizzaiolo Vegan and Plant Based Cozinha Funcional


4

FARROUPILHA, 5 DE AGOSTO DE 2022

Aposentadoria dos colaboradores em hospitais Alexandre Triches *

A

o longo dos anos de trabalho na advocacia especializada em Previdência Social, tenho tido a oportunidade de conhecer inúmeros colaboradores de hospitais e instituições ligados à área da saúde, que nos procuram para obter orientação sobre a sua aposentadoria. A experiência com diversos casos tem me mostrado que a realidade de trabalho destes profissionais é pesada, por meio de uma rotina que exige muita dedicação, resiliência e vocação. Em face disso, é fundamental um repensar sobre a aposentadoria dos trabalhadores de hospitais. Todos os profissionais destes estabelecimentos merecem um tratamento previdenciário diferenciado, que contemple os riscos da sua atividade e leve em consideração o desgaste da profissão, notadamente após o advento da pandemia. Recepcionistas, auxiliares, técnicos, colaboradores do setor de almoxarifado, copeiros, farmacêuticos, atendentes, dentre muitos outros profissionais, encontram inúmeras atribulações para a obtenção da aposentadoria especial, justamente pela dificuldade em comprovar a exposição per-

manente à insalubridade ou ao risco da atividade. Mas será possível acreditar que pessoas que trabalham diariamente no interior de hospitais, com contato com pessoas, por diversas horas por dia, carregando materiais, ingressando em área de risco e circulando pelos corredores dos estabelecimentos, não estejam trabalhando numa função em que a exposição ao agente nocivo é indissociável à atividade? Os colaboradores de hospitais, todos eles, necessitam de um regime específico de aposentadoria especial, que presuma a nocividade da profissão e dispense o funcionário do calvário documental e pericial para poder encerrar a sua atividade. A medida deve levar em conta também o adoecimento profissional, a pressão psicológica e as elevadas cargas de trabalho que a profissão demanda. A aposentadoria especial é devida após 25 anos de trabalho. Além do tempo de contribuição, a lei exige a idade mínima de 60 anos. Em muitos casos, é possível o reconhecimento do direito, em face do direito adquirido, sem a exigência da idade mínima. Cada caso deve ser avaliado dentro das suas particularidades. * Advogado e professor universitário



6

FARROUPILHA, 5 DE AGOSTO DE 2022

Sábado de antigas e novas celebrações O Grupo Sazi, uma das empresas mais tradicionais do município, completa 38 anos de vida neste sábado e comemora não apenas a data em si, mas um 2022 muito próspero, que ampliou o ramo de atuação da gigante farroupilhense e gerou incremento de seu quadro de colaboradores, hoje em 460, trabalhando em três turnos e com funcionamento ininterrupto, 24 horas por dia (confira mais na Editoria de Economia, na página 10). Também neste sábado, a Chef

Gourmet Escola de Gastronomia abre as portas em Farroupilha. Os jovens empresários caxienses Demétrio Tiburi e Fernando Rigatti estão à frente do negócio e, quando surgiu a oportunidade de colocarem a franquia, não pensaram duas vezes antes de escolher o município (com o qual mantém uma ligação antiga), como o ideal para receber o novo empreendimento que cresce de maneira meteórica (veja na Matéria Especial, páginas 2 e 3). Claro que não é só uma questão

de vínculo afetivo com a cidade e das muitas amizades que a dupla possui em Farroupilha, Demétrio e Fernando foram enfáticos em ressaltar o extraordinário potencial do município que há anos têm investido pesado para se tornar uma referência no turismo e, por tabela, a gastronomia é uma aliada nessa frente. Mais do que isso, os empresários também pretendem estabelecer laços efetivos com a cidade a partir do novo negócio, sedimentando sua atuação em ações sociais.

Não resta a menor dúvida que Farroupilha vive um momento diferenciado, seja para o fortalecimento do Setor Secundário, motor da economia citadina, seja por se consolidar como um terreno propício para a abertura de novos negócios e eles têm surgido em profusão a partir do fim da pandemia. A Sazi e a Chef Gourmet estão aí para comprovar esse cenário. Que tenham um sábado muito especial, seja dando sequência à jornada que ruma às quatro décadas, seja dando os primeiros passos no inovador negócio.

O advogado no cenário digital Katiane Danielle Paim * No dia 11 de agosto, data que marca Dia do Advogado, ratifica-se o compromisso desse profissional no cumprimento da ordem jurídica, a fim de garantir igualdade, liberdade e a plena justiça aos cidadãos. Há mais de 10 anos na área falo em nome de todos meus colegas sobre o papel indispensável que empenhamos na administração da Justiça, conforme previsto no artigo 133 da Constituição Federal. A advocacia sempre carregou o estereótipo de ser uma carreira tradicional, cujo exercício era visto

da mesma forma. A tecnologia, entretanto, tem mudado a expectativa dos novos e já consolidados operadores do Direito, uma vez que a realidade do mundo virtual, “bate à porta” do mundo empresarial. Com o advento da revolução tecnológica e o hiato causado pela pandemia da covid-19, experimentamos diferentes maneiras de realizar operações rotineiras por meio de inovações, como as videoconferências e os certificados digitais. A implantação de reuniões à distância, audiências virtuais e a assinatura digital de documentos são apenas o começo de um panorama

Índice Editorial

Matéria Especial ..................................... Páginas 2 e 3 Informe Jurídico..................................... Página 4 Editorial e Opinião ................................ Página 6 Espaço Pets .............................................. Página 8 Economia................................................... Página 10 Cidade ........................................................ Página 11 Política ..................................................... Página 13 Educação .................................................. Página 14 Esporte ..................................................... Páginas 15 a 19

Inside

ainda mais amplo para a carreira. Nesse cenário, o Direito Digital surge da preocupação com a proteção de dados na internet. Esse ganha força à medida que a segurança virtual é discutida e novas leis são criadas. Atualmente, dados são poder, por isso protegê-los é uma forte tendência e a regulamentação de seu uso adquire cada vez mais relevância. Outro fator importante é o Metaverso, tema que cresce exponencialmente e revoluciona tanto a esfera de negócios quanto na vida privada, alterando a perspectiva dentro da advocacia, que deve estar preparada para absorver demandas paralelas à

REDAÇÃO: REDACAO@JORNALINFORMANTE.COM.BR RAMON CARDOSO RAMON@JORNALINFORMANTE.COM.BR

Guilherme Macalossi ............................ Página 3 Social ........................................................ Páginas 4 e 5 Egui Baldasso ......................................... Página 6 Lauro Edson Da Cás ............................... Página 7

COMERCIAL: COMERCIAL@JORNALINFORMANTE.COM.BR ANDRÉ LUIZ DA SILVA ANDRE@JORNALINFORMANTE.COM.BR FABIANO LUIZ GASPERIN GASPERIN@JORNALINFORMANTE.COM.BR MARIA DA GRAÇA POTRICOS LEITE MARIA@JORNALINFORMANTE.COM.BR

ASSINATURAS@JORNALINFORMANTE.COM.BR

TELEFONES (54) 3401-3200 / (54) 3401-3201 (54) 9.9194.9192

ENDEREÇO RUA DR. JAIME ROMEU RÖSSLER, 348, BAIRRO PLANALTO

ANÚNCIOS: ANUNCIOS@JORNALINFORMANTE.COM.BR TIAGO RODRIGUES TIAGO@JORNALINFORMANTE.COM.BR

FINANCEIRO: FINANCEIRO@JORNALINFORMANTE.COM.BR

@jornalinformante

COLUNISTAS CRÔNICAS DA REDAÇÃO EGUI BALDASSO FABRÍCIO OLIBONI GUILHERME MACALOSSI

LAURO EDSON DA CÁS PAULO ROQUE GASPARETTO RITA ROSA BARETTA VALÉRIA VETTORAZZI

A manifestação dos colunistas é livre e independente e não necessariamente reflete a opinião do Tabloide sobre os temas abordados nas colunas

@PaperInformante

Agenda....................................................... Contracapa Classificados .......................................... 4 páginas

* Advogada

ASSINATURA BIENAL: R$ 300,00 ASSINATURA ANUAL: R$ 180,00

Sétima Arte .............................................. Capa, 2, 6 e 7 Cinemas ..................................................... Página 3

evolução. Nesse sentido, a possibilidade de estar presente em um ambiente virtual fortalece os modelos de trabalho híbridos e remotos, que colaboram para um contato próximo. São inúmeras as tendências para a profissão que é celebrada neste mês. A advocacia tem se apresentado adaptável perante as mudanças e isso é fundamental para seguirmos em frente. Sinto-me orgulhosa em ter clientes, colegas, amigos e profissionais tão comprometidos com o seu dever. A todos, desejo um Feliz Dia do Advogado!

/jornalinformante

www.jornalinformante.com.br



8

FARROUPILHA, 5 DE AGOSTO DE 2022

ME LEVA PRA CASA?

Rex, Bianco e Dentinho estão precisando de uma família e esperam encontrá-la na Espaço Pets desta semana

P

ara quem deseja um cãozinho, a página Espaço Pets conta com três ótimas opções para adoção nesta semana. Rex, Bianco e Dentinho são os pretendentes a um lar. Pode ser o seu? O dócil trio integra o projeto voluntário “Me Leva Pra Casa?”, que desenvolve um trabalho fundamental em busca de encontrar adotantes para pets. Veja características básicas e fones de contato ao lado, além de requisitos para adoção abaixo.

Para adotar é necessário ter Pátio cercado e seguro Tempo Espaço Compromisso

Rex Macho 1 ano Porte médio Muito dócil Iniciando protocolo vacinal Se dá bem com pessoas e outros cães Será castrado no tempo certo Contato somente pelo WhatsApp pelos fones (54) 999.515.440 ou (54) 999.369.773

Fotos: Divulgação

Três cãezinhos à procura de um lar

Dentinho Macho Porte pequeno Muito dócil Vacinado Idosinho Contato somente pelo WhatsApp pelos fones (54) 999.515.440 ou (54) 999.369.773

Bianco Macho 1 ano Porte pequeno Muito dócil Castrado e vacinado Contato somente pelo WhatsApp pelos fones (54) 999.515.440 ou (54) 999.369.773



10

FARROUPILHA, 5 DE AGOSTO DE 2022

MOTIVOS PARA CELEBRAR

Sazi comemora 38 anos de história Gigante farroupilhense tem sábado festivo, registra momento de crescimento e reconhece todos que fizeram parte da jornada

U

ma das grifes de excelência de Farroupilha, a Sazi celebra, neste sábado, 38 anos de vida. O momento especial também é respaldado pelo crescimento do negócio e a empresa faz questão de enaltecer o trabalho de todos que participaram da construção dessa jornada de sucesso. “Comemorar esta data com nossos colaboradores me dá ainda mais orgulho de todos os anos de caminhada, que iniciou como um sonho e hoje é a minha vida. Tenho certeza que faria tudo de novo e só tenho a agradecer as pessoas que fizeram com que chegássemos a essa marca de 38 anos de história”, declarou o fundador, o empresário Antônio Zini. Para marcar a data, a organização preparou um dia especial para seus profissionais internos que acontece nesta sexta, com direito a presente especial e evento de celebração. O novo aniversário ocorre também em um momento de negócios prósperos. Recentemente, a Sazi atingiu o patamar de 460 profissionais, trabalhando em três turnos e possibilitando operação integral, em 24 horas por dia.

Felicità Filmes

“Estamos vivendo um momento excelente de mercado, aproveitando nossas velhas certezas e embarcando também com novas oportunidades com a abertura de novos negócios, como a Gate3D, e ampliando a atuação em clientes que já faziam parte da nossa base. Tudo isso é possível graças à dedicação da nossa equipe. Sem ela, nada disso seria possível”, destaca Aline Zini Backes, diretora de Operação da empresa. Enxergando oportunidades de mercado e trabalhando com foco na excelência Focada em ser a melhor opção de fornecimento para seus clientes, a Sazi teve, ao longo dos anos, sua atuação incrementada em diversos segmentos do Setor Secundário. Na sua fundação, o foco esteve no desenvolvimento de equipamentos para a calçado, muito forte no município à época, e que exigia dinamismo cobrando da cadeia produtiva uma adaptação rápida diante das transformações em escala global. O ano de 1995 foi importante quando a empresa adquiriu sua primeira máquina de corte a laser, o que possibilitou a expansão da atuação do gru-

Orgulho da empresa Em 4 de janeiro, no dia de início das atividades do ano, os colaboradores deram um abraço na Sazi, já prevendo um 2022 de muitas realizações

po e o nascimento da Sazi Laser, que atende as mais diversas necessidades do mercado, atuando principalmente na fabricação de peças para o mercado agrícola. Trabalhando no desenvolvimento de soluções completas para o cliente, a Sazi atua na produção de equipamentos ou peças, passando por softwares de monitoramento Intelligent System até o uso de robôs para automatização de processos manuais. Mais recentemente, incluiu a atuação de impressão 3D ao Grupo Sazi

através da Gate3D, empresa especializada em impressão e fabricação de equipamentos para manufatura aditiva, ampliando ainda mais o leque de oportunidades da organização. Mas tudo isso, reforçam os diretores, graças aos profissionais que fizeram e fazem parte da empresa, e foram os responsáveis por transformá-la em um empreendimento sólido, dedicado e capacitado a oferecer as melhores soluções para os clientes, agora rumo às quatro décadas de história, que estão logo ali.


11

FARROUPILHA, 5 DE AGOSTO DE 2022

SABOROSO EVENTO BENEFICENTE

E aí, já garantiu seu ingresso para a 14ª Noite da Sopa? Evento promovido pelo Lions Clube Farroupilha Imigrante ocorre na próxima quinta e volta a ser presencial após três anos

T

radicional evento gastronômico capitaneado pelo Lions Clube Farroupilha Imigrante, a Noite da Sopa chega à sua 14ª edição com um tempero especial: o retorno presencial, que foi inviabilizado por conta da pandemia em sua 12ª e 13ª edições, respectivamente em 2020 e 2021, e acabou fazendo com que sua realização ocorresse no sistema de drive-thru.

Arquivo Jornal Informante

O reencontro do público com o evento está marcado para a próxima quinta, dia 11, a partir das 20h, no Centro Luterano. Os ingressos estão sendo comercializados a R$ 60,00 e podem ser adquiridos com os integrantes do clube de serviço, com 70% da renda obtida revertida em benefício do Hospital Beneficente São Carlos. A Noite da Sopa é uma realização do Lions Imigrante e conta com o apoio da Mecânica O Porão e Dalmóbile.

O melhor tempero Volta do público ao evento é o grande destaque: última edição presencial foi a 11ª, em 2019, e lotou as dependências do Centro Municipal de Eventos Mário Bianchi

Programe-se O que: 14ª Noite da Sopa do Lions Imigrante Quando: próxima quinta, às 20h Onde: Centro Comunitário Luterano Cardápio: Sopa de Agnoline, Creme de Aspargos, Creme de Queijo e Creme de Aipim, com acompanhamentos: queijo ralado, bacon picado, croutons, fatia de pão colonial e crem, além de Creme Doce de Chocolate, acompanhado de mamão, morangos, pêssego em calda e abacaxi Quanto: R$ 60,00 Ingressos: obtidos junto aos integrantes do clube de serviço

Obituário Dia 28 de julho * Ademir Merlo, 68 anos. Sepultamento no Cemitério Público Municipal (CPM). Dia 30 de julho * José Maria Padilha dos Santos, 61 anos. Sepultamento no CPM. * Salete Vedoy, 79 anos. Sepultamento no CPM. Dia 31 de julho * Maria Aparecida Silva dos Santos, 50 anos. Sepultamento no CPM. * Claudino Luiz Mucellini, 96 anos. Sepultamento no CPM.


12

FARROUPILHA, 5 DE AGOSTO DE 2022

Desenvolvimento durante o primeiro ano do bebê Primeiro mês de vida: a brincadeira é o olho no olho

A visão do recém-nascido ainda está em formação. Por isso, seu melhor brinquedo é o rosto da mãe ou de quem exerce seus cuidados. Levantar a sobrancelha, abrir e fechar a boca, mostrar a língua, fazer bicos com os lábios, piscar um dos olhos, falar em tom rítmico e de modo mais exagerado para o bebê são formas de brincar com ele. Mesmo que o tempo do brincar dure poucos minutos, ele pode acontecer na troca das fraldas, no banho, quando o bebê está deitado, mas desperto, ou mesmo no colo. O importante é que o bebê mostre-se disposto ao que está sendo proposto e não irritadiço.

Segundo mês de vida: a descoberta das mãos

Nesse estágio, o bebê já consegue focar mais a visão e, entre outras coisas, já reconhece o rosto da mãe e de pessoas outras próximas, como o pai e familiares. Então, é hora de incrementar os jogos faciais: se lhe é dado tempo para responder ao estímulo apresentado, como mostrar a língua, o bebê acaba imitando a expressão que ele observa – neste exemplo, mostra a própria língua. Para isso é essencial assegurar-lhe um tempo de observação e de resposta. Apresentar o espelho também é uma boa dica. Mesmo que ele ainda não saiba que a imagem é ele. Outras dica é permitir ao bebê observar o balanço e a sombra de folhagens, o movimento do ventilador de teto e móbiles é uma ótima opção. A partir do segundo mês, a mão fechadinha do bebê começa a se abrir e os dedinhos se separam. O bebê pode agarrar involuntariamente um objeto ou segurá-lo quando este é colocado em suas mãos. É o chamado reflexo de segurar. Se colocarmos nosso dedo ou uma argola na palma da mão do bebê ele dobra os dedinhos e segura o objeto. Neste “segurar” ele experimenta de modo bastante sutil diferentes sensações táteis.

Terceiro mês de vida: brincar livre e o início da percepção da relação de causa e efeito

A partir do terceiro mês as brincadeiras com as mãos ficam mais intensas, em tempo e movimentos. Embora o bebê não consiga segurar voluntariamente o brinquedo, tudo o que está por perto vira seu alvo, levando o bebê a “bater” ou chutar o brinquedo desejado. Mesmo que o bebê bata ou chute acidentalmente o brinquedo ele percebe que há um movimento. O mesmo acontece quando ele balança um chocalho e escuta um som. O bebê começa a perceber a relação causa-efeito. Nessa idade já é possível colocar o bebê para brincar livremente no chão. Ele deve ser colocado de costas, com objetos ao seu lado ou pendurados por cima dele. Paninhos, argolas, potinhos, chocalhos, refletores de imagem e mordedores com texturas diferentes e cores contrastantes são os brinquedos mais indicados para esta faixa etária. Livros com imagens simples, de plástico, tecido ou capa dura, também costumam agradar o bebê. Brincar permite ao bebê estabelecer relações afetivas e aprender sobre si e o mundo. Por isso é essencial que nos momentos de interação mãe-bebê ou cuidador-bebê, estes lhe dirijam uma palavra, cantem e nomeiem ao bebê o que ele vê, escuta e, supostamente, sente. Aos poucos, é possível perceber quais são suas preferências e os limites entre a brincadeira gostosa e seu excesso (que leva ao desinteresse, cansaço ou estresse).

De 4 a 6 meses: conquistas corporais que incrementam o brincar

Aos quatro meses, a maioria dos bebês já fixa o olhar, contemplando o que observa. Sua cabeça e olhos movem-se na mesma direção, e suas mãos se endereçam para o que ele quer, sejam pessoas ou objetos. Os movimentos de rolar são ensaiados com o balanceio das pernas sobre a barriga, permitindo-o em pouco tempo rolar nos dois sentidos. Entre o quarto e o sexto mês os bebês desenvolvem a capacidade de sentar. Inicialmente precisam de apoio, mas no final do primeiro semestre muitos já se sentam sem nenhum suporte nas costas. Para explorar seu próprio corpo e o que tem à sua volta, o chão torna-se um excelente lugar para o bebê brincar, sem riscos de queda e com a possibilidade de ele escolher a posição que lhe é mais confortável. Livrinhos de tecido ou plástico, pequenos potes, fitas de cetim, pedaços de pano, bichinhos ou bonecos macios, argolas, bolinhas, cubos, objeto espelhado, chocalhos e mordedores garantem a diversão, especialmente quando têm cores primárias, que são as que mais agradam os bebês nesta faixa etária. Embora os brinquedos comecem a fazer parte do cenário do bebê, é fundamental lembrar que a presença humana conectada ao bebê é essencial para que os humanos desenvolvam a capacidade de ficar só. Nesta etapa da vida, brincar sozinho significa ter a oportunidade de escolher a brincadeira: rolar, chutar, colocar a

mão na boca, dar gritinhos e assim por diante. Aos poucos, conforme o bebê sente-se seguro com a presença física de alguém a ele conectado (não basta um corpo!) ele vai podendo brincar só sem que isto represente solidão, sentimento de abandono, desintegração ou mesmo uma defesa contra o ambiente. Este tempo vai aumentando conforme o bebê cresce amparado por esta conexão humana.

De 6 a 9 meses: sentar, rastejar e engatinhar

Entre o sexto e nono mês de vida o bebê adquire algumas competências que mudam por completo a maneira como ele vê e é visto pelo mundo: senta sem apoio, rasteja e engatinha. Ao mesmo tempo, outras conquistas motoras, como os movimentos de pinça (junção do polegar e indicador) e de transferência de um objeto de uma mão para outra com intencionalidade, incrementam e ampliam suas possibilidades de exploração. Olhos, mãos e boca passam a trabalhar coordenados. Em realizando mais movimentos, o bebê passa a ter mais autonomia, podendo encontrar outras formas de realizar o que deseja e de se comunicar (desde esticar os bracinhos quando quer colo, até balbuciar. Esse é um momento em que o bebê precisa de uma área ampla e segura para se movimentar com liberdade. Rever os espaços da casa é fundamental, assim como garantir o conforto das roupas e sapatos. A liberdade de movimento e exploração nessa faixa etária é o maior estímulo que o bebê pode ter. Um “brinquedo” que os bebês adoram, mas nem sempre lhes é dada a oportunidade para explorá-lo, é a comida. As refeições podem ser muito prazerosas se ao bebê for permitido explorar com as próprias mãos aquilo que ele come e os utensílios que compõem esse momento, como pratos, talheres, copos e babadores.

De 9 a 12 meses: a fase do mexe em tudo

Num curto período de tempo os bebês adquirem competências que os permitem se deslocar para onde querem: engatinham (em alguns casos, “andam” sobre os joelhos ou rastejam com o bumbum), escalam, ficam em pé com apoio e andam mesmo precisando ter suas duas mãos seguradas. Tais aquisições lhes confere maior autonomia e amplia sua sociabilidade. É preciso garantir que dentro de casa, ambiente onde o bebê vive, possa ser por ele conhecido, inclusive para que ele

aprenda e reconheça onde moram os perigos – isso facilitará sua análise dos perigos no mundo afora. Entrando na fase do mexe-em-tudo, inicia-se também a fase do não proferido pelo adulto. Como forma de proteger a criança dos perigos que a cerca, é bastante comum seu cuidador dizer “não mexa aí”, “aí não pode”, ao invés de acompanhá-la em suas explorações, explicando-lhe o que a impede de explorar aquilo que lhe desperta atenção. O ambiente onde vive um bebê precisa permitir suas explorações e descobertas; precisa permiti-lo brincar Entre os 9 e 12 meses, os bebês começam a apontar para o que desejam, bater palma, esboçar o aceno do tchau, imitar expressões faciais, gestos e alguns sons que ouve, convocando seu cuidador a entrar na brincadeira. Aproveite essa gostosa e importante fase brincando com conversas, músicas e leituras. Nesses diálogos, inclua gestos e expressões faciais, variações rítmicas e sonoras (por exemplo, falar mais alto e bem baixinho), nomeações de partes do corpo e o nome do bebê e brincadeiras como seu mestre-mandou. Isso estreita o laço afetivo entre o bebê e seu cuidador, e favorece o desenvolvimento de sua percepção corporal e linguagem.


FARROUPILHA, 5 DE AGOSTO DE 2022

13

DESENVOLVIMENTO EM PAUTA

Heinze palestra nesta sexta em Reunião Jantar da CICS Farroupilha

A

Câmara da Indústria, Comércio, Serviços e Agronegócio (CICS) de Farroupilha volta a promover uma Reunião Jantar nesta sexta. A partir das 19h30min, o Restaurante Parque dos Pinheiros (Independência, s/nº) recebe o senador Luis Carlos Heinze, que é pré-candidato ao governo do Estado pelo Progressistas. O parlamentar falará sobre o tema “Como Desenvolver o Rio Grande”. Ainda restam ingressos, mas eles são limitados, portanto é bom se apressar. Eles podem ser reservados pelo fone (54) 3261-3460,

WhatsApp (54) 991.225.160 ou ainda pelo e-mail: cics@cicsfarroupilha.com.br. O jantar é por adesão ao custo de R$ 80,00, sem bebidas inclusas. O valor é pago diretamente ao restaurante. O evento tem o patrocínio do Sicredi, Verità Diagnósticos, Planeta Água, Di Capri Hotel e Apliper Software.

De volta a Farroupilha Senador esteve no município no último dia 3 de maio, em encontro realizado no Restaurante Ronda Charrua

Ari Júnior

Senador, que é pré-candidato ao Piratini, fala sobre o tema “Como Desenvolver o Rio Grande”, no Parque dos Pinheiros


FARROUPILHA, 5 DE AGOSTO DE 2022

14

ITINERANTE

Palestras e atividades em escolas marcam a 5ª Semana Municipal da Juventude

Programação da Semana Municipal da Juventude

Ações ocorrem de segunda a sexta da próxima semana, que é o Dia Internacional da Juventude

R

ealizada pela Secretaria Municipal da Educação, Cultura, Esporte e Juventude, através do Departamento do Esporte e da Juventude, em parceria com o Conselho Municipal da Juventude, a 5ª Semana Municipal da Juventude abre na próxima segunda e tem sua programação realizada ao longo da semana.

São atividades itinerantes, que acontecem em instituições de ensino farroupilhenses, envolvendo jovens e Grêmios Estudantis do município, com temas reflexivos voltados à formação pessoal e profissional, cultura e esporte. O evento será encerrado na sexta, Dia Internacional da Juventude, com uma Gincana. As ações são gratuitas e abertas ao público. Veja programação ao lado.

Segunda 9h: Abertura da Semana da Juventude Tema: O Futuro é Você quem Faz Convidados: Marli Bortolini e Senai Local: Colégio Olga Ramos Brentano Terça (9h) Tema: O Esporte Mudando Vidas Convidados: Cilonei Barbieri Monteiro e professor Márcio Dias Velasquez Local: Colégio Estadual Farroupilha Quarta (9h) Tema: A Importância das Boas Escolhas na Juventude Convidado: Rafael Gustavo Portolan Colloda Local: Salão Nobre da Prefeitura Quarta (10h) Tema: Economia Criativa

Convidado: Matheus Paim Local: Colégio Pio X Quinta (9h) Tema: O que a Internet Sabe Sobre Mim? Convidada: Rafaella Zanetti Ferri Local: Colégio São Tiago Quinta (19h30min) Live Quinta da Arte: Papo de Cultura e Juventude Convidados: Edson Paesi, Rodrigo Ziliotto e Egui Baldasso Local: Casa da Cultura de Farroupilha Próxima sexta Gincana: alusiva ao Dia Internacional da Juventude Local: tarefas realizadas durante todo o dia com estudantes dos 9º anos das Escolas Municipais


15

FARROUPILHA, 5 DE AGOSTO DE 2022

Edson Castro

Cada vez mais líder

Ulysses Bertholdo competiu na paranaense Araucária, na 7ª e 8ª etapas do Campeonato Brasileiro de Rally de Velocidade. Ao lado do navegador Marcelo Dalmut, de Severiano de Almeida, o piloto farroupilhense da UB Rally conquistou o 1º lugar na prova de sábado, que rendeu comemoração dupla e especial, já que era seu aniversário, e finalizou em 2º na de domingo, mantendo a liderança do nacional, agora com 73 pontos, na categoria Rally 2, a principal da competição, dos carros de tração 4x4. Maior vencedor do Brasileiro, Bertholdo está em busca de seu 21º título na disputa.

Brasil na Copinha FGF

A FGF divulgou a tabela básica da Copa FGF 2022: Troféu Tarciso Flecha Negra. O Brasil está no Grupo B, ao lado do Atlético de Carazinho, Garibaldi, Glória, Gramadense e São Luiz. As partidas são realizadas em turno único e avançam à fase de mata-mata os três primeiros além do 4º melhor colocado entre os hexagonais (A, B e C), além dos três melhores dos pentagonais (Grupos D e E). Confira os duelos do rubro-verde. ????? ????????

Festa dupla No dia do aniversário, Bertholdo, ao lado de Dalmut, venceu a prova de sábado e, com o 2º lugar no domingo, ampliou ainda mais a liderança da UB Rally na competição nacional

Grupo B do Tarciso Flecha Negra Brasil Atlético de Carazinho Garibaldi Glória de Vacaria Gramadense São Luiz de Ijuí 3ª rodada (28/09)

Cada vez mais líder II

A bordo do Mitsubishi Lancer, Bertholdo celebrou a performance: “Vínhamos em uma disputa muito boa durante todo o final de semana, vencemos no sábado, no domingo infelizmente acabamos ficando em 2º por questões de regulamento, já que parte da etapa não pôde ser concluída, mas estamos felizes pelo somatório e agora é já projetar a próxima etapa”, destacou o piloto. Ela acontece em Rio Negrinho (SC), nos dias 24 e 25 de setembro. A UB Rally compete com o patrocínio da Tramontina PRO, Planeta Água Purificadores, Zeyana, Leve Sabor, Perfil Matais e Tonin: Plásticos e Embalagens, com apoio Yokohama e Dacar Motorsport.

1ª rodada (14/09)

2ª rodada (21/09)

X

X

Paulo Coutinho (Carazinho) 4ª rodada (2/10)

Castanheiras (Farroupilha) 5ª rodada (5/10)

X

X

X

Castanheiras (Farroupilha)

Altos da Glória (Vacaria)

Castanheiras (Farroupilha)


16

FARROUPILHA, 5 DE AGOSTO DE 2022

Ramon Cardoso

Indecência e desrespeito

Em mais de 20 anos acompanhando futebol à beira do campo, jamais vi algo tão surreal quanto o gramado dos Eucaliptos, o campo do Oriente, em Canoas, no último domingo, na abertura do Gauchão Feminino. Aliás, chamar de gramado é um elogio. Uma mistura de capim com mato repleto de lodo por baixo. Não é nem pela derrota do Brasil, que passou pouco pelo campo impraticável e muito mais por uma arbitragem ridícula, uma das piores da história, é pela própria valorização do futebol feminino. O piso é um desrespeito até mesmo com as atletas da equipe canoense. É um milagre a partida ter acabado sem uma lesão mais séria. Era difícil permanecer em pé caminhando, quem dirá correndo num terreno esburacado, escorregadio e irregular.

Valorização de fachada

O Oriente é um dos poucos clubes que possuem futebol feminino no Rio Grande do Sul e um clássico rival do Brasil. Mas mesmo que a estrutura seja modesta, é inadmissível colocar alguém para jogar, sequer para treinar, num campo com as condições que se apresentaram no domingo. Ao menos o gramado (ou o que aparentava ser) poderia ter sido cortado. É uma valorização pela metade, porque o risco era alto de uma jogadora sair com um rompimento de ligamento no joelho e quem sabe encerrar uma carreira que, para a grande maioria, está apenas no início e buscando uma vitrine, entrar num funil que, se não é tão restrito quanto o masculino, para quem entra, paga muito menos, mesmo atuando em equipes de tradição do futebol brasileiro.

Sem condições Atacante Nicoly tenta a finalização e sua perna de apoio desaparece até a canela em meio ao lodo e mato: campo estava impraticável e depõe contra a própria competição, que busca apoio, espaço e valorização

Arbitragem ridícula

O árbitro Renan Altenhofen e a bandeira Tais Regina Ruver deveriam procurar outra profissão. A performance da dupla foi um escândalo de ruim. Viu um pênalti contra o Brasil em uma bola que foi dividida e, se o critério fosse esse, ocorreram pelo menos uns três lances similares na área do Oriente, além de um toque de mão claro ignorado. No final do jogo, ainda foi marcado um impedimento inexistente da volante/meia Karol, que terminou em finalização precisa que renderia o empate. O Brasil teria que formalizar reclamação à Federação Gaúcha de Futebol (FGF). Quanto ao gramado, nem adianta, porque é pouco provável que o time volte a jogar em Canoas, mas quanto à arbitragem, não há a menor dúvida.

Produto desvalorizado

Presidente da FGF, Luciano Hocsman foi muito atuante na valorização do Gauchão Feminino, e deve estar atento. Se algum patrocinador da competição estivesse no confronto em Canoas, certamente repensaria o investimento no estadual nos próximos anos. Aliás, se assistiram pela FGFTV já devem ter percebido o tamanho do absurdo. É muito mais fácil apitar um jogo do feminino que do masculino. O ritmo é mais lento, há respeito à autoridade e raramente deslealdade. Se árbitro e a assistente se atrapalham neste tipo de competição... Não por acaso a arbitragem brasileira é, seguramente, a pior do planeta. Gancho ou punição ocorrem pela repercussão em rede social, como no escândalo que foi o apito e o VAR em Flamengo x Athletico pela Copa do Brasil.


FARROUPILHA, 5 DE AGOSTO DE 2022

Sobre o jogo, enfim

Djuli, Karol e Bianca

Esse tripé de meio campo foi muito bem. A volante Djuli mostrou a voluntariedade de sempre, a volante/meia Karol teve a melhor atuação entre as gurias rubro-verdes e a meia Bianca foi sempre lúcida, tentando construir o jogo. A entrada da volante Laysa na etapa final deu mais volume ao meio campo, seria uma possibilidade sua utilização ao lado de Djuli, adiantando Karol e Bianca na função de meias, com uma ponta e uma centroavante. Certamente a equipe ganharia o meio campo. Nos lugares de Luana e Yasmin ainda entraram Nicoly e Jaine na etapa final, aumentando o poderio ofensivo, mas o jogo demasiadamente centralizado prejudicou a dupla.

Não houve justiça para quem buscou jogar futebol Ramon Cardoso

O Brasil Feminino montou um time mais leve e rápido para este Gauchão. É claro que não há o que se exigir na estreia diante das circunstâncias apresentadas. Do terreno ao apito, qualquer análise fica em plano secundário e precisa ser contextualizada, mas é bem provável que a equipe venceria se saísse na frente. O 2º tempo todo foi de cera do time da casa (com surreais cinco minutos de acréscimos) e a equipe farroupilhense usou pouco as laterais. Tudo bem que o jogo por ali estava ainda mais impraticável, mas o excesso de jogadas pelo meio facilitou o ferrolho defensivo do Oriente, que foi a campo por uma bola. Com o Brasil com duas pontas, o time de Canoas plantou as duas laterais e Luana e Yasmin pouco puderam fazer, já que quase sempre tinham marcação dobrada por uma volante que fechava no setor. A centroavante Carol ficou muito isolada à frente. O gol de pênalti no final do 1º tempo já desenhava o que viria a ser a etapa final.

17

Quase o empate Aos 46 do 2º tempo, Jaine foi lançada, recebeu um calço na entrada da área, seguiu no lance e teve seu chute defendido pela goleira Tailane: ponta teve movimentação intensa no ataque das gurias rubro-verdes

Jaine teve a melhor chance de empate para o Brasil ao receber ótimo lançamento de Laysa, foi calçada pela zagueira, se desequilibrou, mas seguiu no lance para tentar a finalização, que foi bloqueada pela goleira Tailane. A jovem atacante entrou bem e deu um ritmo mais intenso ao ataque. O que também foi feito por Nicoly, especialmente no início da etapa final, depois acabou recuando muito e atuando praticamente como uma meia. Faltou às gurias rubro-verdes pressionarem mais o Oriente. Outro problema foi a precipitação nas finalizações. Muitos tiros de longa distância que, invariavelmente, foram para fora. Somente um arremate da intermediária da volante Laysa e o gol mal anulado de Karol foram na direção da meta do Oriente.

Adiamento oportuno, tempo para ajustes e reforços

Com a derrota na estreia para um rival que deve brigar por uma das duas vagas, o Brasil necessita vencer o duelo de volta contra o Oriente para equilibrar o embate com o time canoense, que está marcado para o dia 11 de setembro. Uma semana antes, no dia 4, as gurias rubro-verdes medem forças contra o Juventude. Inicialmente o confronto estava marcado para este domingo, mas as obras nas Castanheiras impediram a realização da partida. Ou seja, o time farroupilhense faz as duas últimas partidas da fase classificatória em casa, diante dos rivais diretos. O Vidal Pro, que é um projeto recente, deve ter muita dificuldade em pontuar (foi goleado pelas gurias alviverdes na estreia), o que restringiria a briga pelas duas vagas na próxima fase ao trio Brasil, Juventude e Oriente. Os próximos compromissos do Brasil Feminino são contra o Vidal Pro, dia 14, às 11h, no Sesc Protásio Alves, em Porto Alegre, e no dia 21, às 15h, nas Castanheiras. Até lá, muitos treinos, ajustes e busca por reforços.


18

FARROUPILHA, 5 DE AGOSTO DE 2022

GURIAS RUBRO-VERDES

Brasil tem partida contra o Juventude Derrota em Canoas, diante do Oriente, foi marcada por campo impraticável e grosseiros erros da arbitragem

C

om o adiamento da partida contra o Juventude, por conta das reformas nas Castanheiras, a estreia das gurias rubro-verdes em Farroupilha, que aconteceria neste domingo, ficou adiada para o dia 21, contra o Vidal Pro. O confronto contra as alviverdes foi remarcado para o dia 4 de setembro. A abertura da disputa, no último domingo, contra o Oriente, em Canoas, foi marcada por um campo de péssima qualidade e uma arbitragem que conseguiu ser ainda pior que o piso. O Brasil começou melhor e ameaçou em cobranças de falta da volante Karol e em chutes de fora da área da meia Bianca, até que o Oriente, em uma rara investida ao ataque

chegou à abertura do marcador. Em cruzamento para a área da lateral esquerda Shirlei, a ponta Duda dividiu a bola com a goleira Gil e o árbitro Renan Altenhofen viu pênalti no lance. Na cobrança, a volante Angélica marcou o 1 a 0, placar do intervalo. Na volta dele, muita cera do time da casa, conivência da arbitragem, lances similares aos ocorridos na área do Brasil na do Oriente, e critérios diversos, além de um toque de mão que foi ignorado e que poderia decretar, também por meio de cobrança de pênalti, a igualdade no marcador. No fim, a bandeirinha Tais Regina Ruver ainda assinalou um impedimento inexistente de Karol, que finalizou de maneira precisa para o gol, o que renderia o empate à equipe farroupilhense. “Muito difícil avaliar o jogo num campo que eu não esperava encontrar. Era impossível que ali pudesse se praticar futebol, mas estava ruim para os dois lados, mesmo elas estando preparadas para a situação. Em alguns momentos do jogo, faltou sermos mais incisivos e também um capricho maior nas finalizações”,


FARROUPILHA, 5 DE AGOSTO DE 2022

19

adiada e intensifica treinamentos Fotos: Ramon Cardoso

avaliou o técnico Rogério Almeida, que aprovou o adiamento do duelo contra o Juventude. “Foi importante porque teremos mais tempo para trabalhar, realizar ajustes no time e também analisar atletas que possam integrar o elenco”, ressaltou o comandante rubro-verde. Também no domingo, só que mais

cedo, no final da manhã, o Juventude fez sua estreia no Gauchão e venceu o Vidal Pro, de Porto Alegre, por 7 a 0 no Estádio Municipal de Caxias do Sul. O adiamento do clássico serrano deixa a 2ª rodada do Grupo B com apenas um duelo. No domingo, o Vidal Pro recebe, às 11h, o Oriente no Sesc Protásio Alves, em Porto Alegre.

Devidamente fichada

Uma das armas secretas das gurias rubro-verdes para o Gauchão é a volante/meia Karol. Foi tão secreta que decidimos, em comum acordo com a direção do Brasil Feminino, escondê-la da ficha das atletas na Matéria Especial da Edição 748 do Jornal Informante, da sexta passada. Mentira, erramos feio. Segue o reparo com as devidas escusas à atleta, que foi um dos destaques do time farroupilhense na estreia no estadual.

Revés na estreia Observada pela meia Bianca e pela volante Karol, a centroavante Carol tenta investida ao ataque em um campo sem as menores condições para o futebol

Karol

Karoline de Oliveira Pinheiro Volante e meia 20 anos Caxias do Sul (RS)


CIDADE

ESPORTE

Gurias rubro-verdes têm duelo Noite da Sopa... adiado e treinos para ajustes e também do reencontro Ramon Cardoso

Arquivo Jornal Informante

Em campo sem menores condições para o futebol e com arbitragem tão ruim quanto, Brasil, da volante Karol, perdeu para o Oriente, em Canoas, na abertura do Gauchão Páginas 18 e 19 e Preliminar INSIDE

As muitas lições de vida do basquete na telona

Adam Sandler vive olheiro do 76ers que tenta exorcizar demônios do passado dando uma chance de futuro na NBA a jovem talento em “Arremessando Alto”. Listamos 10 obras do esporte que é o melhor retratado na Sétima Arte Capa e páginas 2, 6 e 7

Após três anos, tradicional evento gastronômico e beneficente do Lions Imigrante, que chega à 14ª edição, volta a ocorrer de maneira presencial Página 11


Cinemas e Agenda

Confira as estreias que chegam à telona e as atrações que movimentam as noites farroupilhenses Página 3 e Contracapa

Inside

Sociedade

Os destaques da semana e as boas pedidas para o final dela na Social de Valéria Vettorazzi Páginas 4 e 5

DE TRÊS

Basquete, o esporte da Sétima Arte Resenha de “Arremessando Alto” abre caminho para lista de filmes que tiveram a modalidade como tema na telona Stockton (Utah Jazz), Clyde Drexler (Portland Trail Blazers) e David Robinson (San Antônio Spurs). Era uma alcunha pra lá de adequada. Talvez nenhuma equipe na história do esporte mundial tenha reunido tantos talentos. Daly não fez sequer um pedido de tempo durante toda a Olimpíada e o placar mais magro foi na final, contra a Croácia, na vitória por 117 a 85. Ver o Dream Team em ação foi um privilégio, embora a equipe tenha se divertido nos Jogos e nem levado a competição tão a sério. Esta é apenas uma das passagens de “Arremesso Final”, o ótimo documentário, já resenhado no Informante, sobre Jordan, que integra essa seleção especial de obras do basquete (veja lista na página 2), criada a partir da chegada à Netflix do ótimo “Arremessando Alto” (confira resenha na seção Sétima Arte, páginas 6 e 7). Como há muita produção sobre o esporte da bola laranja (nos últimos anos, com a aposentadoria de grandes estrelas, são dezenas os documentários sobre a trajetória de ex-atletas que podem ser conferidos em diversas plataformas), o que mais se adapta à telona, listamos um Top 10, que vão de animações e curtas (o de Kobe Bryant pode ser conferido no YouTube), passam por pesados dramas e chegam às comédias. Contudo,

Divulgação

N

um dos primeiros treinos de Chuck Daly, bicampeão da NBA com o Detroit Pistons nas temporadas 88/89 e 89/90, à frente da Seleção Americana de Basquete, na preparação para os Jogos Olímpicos de Barcelona, em 1992, Michael Jordan já era uma estrela, mas à época ainda longe do nível de Magic Johnson e Larry Bird, os veteranos do time. Eles tentaram intimidar o estreante, dizendo que a cidade já contava com xerifes. Fato é que aquilo serviu de combustível para Jordan estraçalhar no treino aberto. Ao final dele, disparou na direção de Magic. “A cidade tem um novo xerife agora”. O próprio lendário armador do Los Angeles Lakers conta a história aos risos. Poderia soar meio arrogante, vai, mas o ala/armador do Chicago Bulls tinha a segurança necessária para se garantir, um dos motivos que o tornaram o maior jogador da história do basquete e a estrela daquela equipe que trouxe à tona pela primeira vez a expressão “Dream Team”. Uma Seleção que reunia, além de Jordan, Magic e Bird (Boston Celtics), Scottie Pippen (Bulls) e Patrick Ewing (New York Knicks) no time titular e contava com um banco que tinha Charles Barkley (Phoenix Suns), Karl Malone e John

Arremesso Final A cesta decisiva de Jordan no jogo 6 contra o Utah Jazz, calando o Delta Center, em Salt Lake City: fechando com chave de ouro o segundo tricampeonato de uma dinastia do Chicago Bulls

a relação é recomendável porque há muitas histórias de redenção, de superação, algo que está inclusive sintetizado na resenha desta semana. Muitos dos filmes falam sobre liderança e técnicos, em tramas baseadas em fatos reais, como a trajetória de Ken Carter, passando por recomeços de jornada (O Caminho de Volta) até comédias como Eddie, em que uma torcedora fanática do Knicks vence um concurso e assume o comando

da equipe, que vivia uma fase tenebrosa, algo bem comum, talvez não para a época, no final dos anos 90, época do filme, mas nas duas últimas décadas... Outra parte está centrada nos jogadores e na dura escalada, desde a base ou quadras de rua, para chegar à NBA, com destaque para a adorável duplas de pilantras Billy Hoyle (Woody Harrelson) e Sidney Deane (Wesley Snipes), que vivia aprontando nas quadras de rua de Los Angeles.


Inside

2

FARROUPILHA, 5 DE AGOSTO DE 2022

Divulgação

Sétima Arte

Homens Brancos não Sabem Enterrar Billy Hoyle (Woody Harrelson) e Sidney Deane (Wesley Snipes) aplicam tudo que é tipo de golpe nas quadras de rua de Los Angeles: o basquete em sua essência

Imagens: Reprodução

Top 10 dos filmes sobre basquete Obra Homens Brancos não Sabem Enterrar Eddie Space Jam: O Jogo do Século Jogada Decisiva Coach Carter: Treino para a Vida Querido Basquete Amador Arremesso Final O Caminho de Volta Arremessando Alto

Direção Ron Shelton Steve Rash Joe Pytka Spike Lee Thomas Carter Glen Keane Ryan Koo Jason Hehir Gavin O’Connor Jeremiah Zagar

Ano 1992 1996 1996 1998 2005 2018 2018 2020 2020 2022

Valores e amor ao esporte “Coach Carter” é baseado em fato real e estrelado por Samuel L. Jackson, já “Querido Basquete” é escrito, roteirizado e narrado por Kobe Bryant e venceu até um Oscar de Curta em Animação


Inside

FARROUPILHA, 5 DE AGOSTO DE 2022

3

Guilherme Macalossi

Cinemas

cisperter@hotmail.com

Shopping Villagio Caxias (RSC-453, nº 2780, Distrito Industrial) Sessões às 14h15min, 19h e 21h20min Top Gun: Maverick Sessão dublada às 16h25min Sala 4 Trem-Bala Sessões dubladas às 13h30min, 16h10min, 18h50min e 21h30min Sala 5 Minions 2: A Origem de Gru Sessões dubladas às 13h15min, 15h15min e 17h15min Thor: Amor e Trovão Sessão dublada às 19h30min O Telefone Preto Sessão dublada às 21h55min Sala 6 Trem-Bala Sessões legendadas às 14h10min, 16h40min, 19h20min e 22h

Sala 1 Thor: Amor e Trovão Sessão dublada às 14h O Telefone Preto Sessão dublada às 16h30min Minions 2: A Origem de Gru Sessão dublada às 19h10min Elvis Sessão legendada às 21h10min Sala 2 DC Liga dos Super Pets Sessões dubladas às 13h10min, 15h20min, 17h30min e 19h40min Thor: Amor e Trovão Sessão dublada às 21h50min Sala 3 O Palestrante

Sala 1 Trem-Bala Sessões dubladas às 15h, 18h e 21h Sala 2 O Palestrante Sessões às 12h45min, 15h, 17h45min e 20h15min Sala 3 DC Liga dos Super Pets Sessões dubladas às 14h15min, 17h e 19h30min O Telefone Preto Sessão dublada às 22h Sala 4 Minions 2: A Origem de Gru Sessões dubladas às 14h, 16h e 18h15min Elvis Sessão legendada às 20h30min Sala 5 Trem-Bala Sessões dubladas às 12h30min e 18h30min, legendada às 15h30min e 21h30min Sala 6 Minions 2: A Origem de Gru Sessões dubladas às 14h30min e 16h45min Thor: Amor e Trovão Sessões dubladas às 19h e 21h45min

Imagem: Reprodução

Shopping Bourbon San Pelegrino (Av. Rio Branco, 425, São Pelegrino)

O O MDB rachado e as convenções em convulsão É curioso notar que em meio à onda de convenções partidárias que antecedem a eleição, continuamos sob o clima da indefinição. E deverá se manter assim pelo menos até o final dessa etapa legal, em que os partidos apresentam seus nomes. O cenário concreto tanto para o Piratini quanto para o Senado só deverá ficar desenhado depois do último dia, da última convenção do último partido. O elevado número de candidatos ao Piratini e ao Senado Federal pode levar o eleitor a imaginar que todos os atores políticos estão certos do que farão até o outubro. Mas, nesse momento, o que temos são articulações ainda mais agudas, que podem fundir chapas, levar ao surgimento de nomes inesperados e a desistências surpreendentes, até mesmo de quem parecia certo na corrida. É frequente usar a figura da água de baixo da ponte para descrever o volume de coisas que podem passar até que se dê qualquer fato. No caso das eleições gaúchas, a água, além de vir em excesso, ganhou o formato de um enorme redemoinho político. Depois de muito tumulto, de muito choro e ranger de dentes, o MDB decidiu seu rumo na eleição estadual. Vai apoiar Eduardo Leite. Mas vai alquebrado e dividido, talvez como nunca em sua história. O partido paga o preço de José Ivo Sartori decidir não concorrer ao governo do Estado. Era sabidamente o único capaz de unir as diferentes correntes que se canibalizaram na convenção do partido. Leite leva um aliado pela metade. No campo da esquerda, Edegar Pretto, do PT, ampliou o seu leque de alianças ao atrair o Psol, de Pedro Ruas. Com isso, à exceção do PCB, reproduz a Frente Popular dos anos 90. O esforço, entretanto, de ter o PSB nessa coligação acabou por ser infrutífero. Beto Albuquerque anunciou a desistência de sua pré-candidatura. Seu partido lançará outro nome, mas apenas para marcar posição. Por sua vez, o campo de apoio a Jair Bolsonaro se divide em duas candidaturas: Onyx Lorenzoni e Luiz Carlos Heinze. À medida que o cenário se define sem deixar marcas e desgastes nos concorrentes que sobreviveram ao processo de escolha dos partidos. O período de convenções, que se encerra nos próximos dias, foi tão tumultuado quanto as próprias eleições prometem ser. * Redator e radialista


Sandro de Castro

Novidade!

Farroupilha recebe neste sábado uma super novidade, a Escola de Gastronomia Chef Gourmet. A unidade da franquia abre suas portas para oferecer curso na área, para profissionais e entusiastas do tema. A metodologia da escola é 100% prática com professores que possuem experiência no mercado. A Chef Gourmet está localizada na Pinheiro Machado, 585, esquina com a Júlio de Castilhos.

E-music

Neste sábado rola mais uma edição da festa Colours organizada pelo DJ e empresário Fran Bortolossi, no Jockey Clube. No line-up estão confirmados os DJ's Kolombo, Num, Parra e Pimpo Gama. Os ingressos estão no 4º lote e à venda no site Shotgun.

Receitas

A empresária Taís Groff recebeu o destaque do Prêmio Melhores do Sul RS Série Ouro dentro da categoria “As 100 Melhores Empresas do Interior do Estado”, pela sua atuação com a empresa Trufas da Taís. Na foto recebe o troféu da Miss RS, Suellyn Schaeffer, e do apresentador Maurício Saraiva, na cerimônia realizada no último sábado, em Bento Gonçalves

Marieli Tretto, Fernanda Bet, Francieli Bet e a equipe do Espaço Santé, que inaugurou em 5 anos de atuação no sábado passado, ag República, 617, com serviços de Fisioterap novidade passa a oferecer Nutrição e B Thiago Silva

Carolina Brugnera

A nutricionista Gabriela Serafin organiza neste mês o Workshop de receitas rápidas e práticas para Lanches Saudáveis. Serão duas horas de curso que ensinará três receitas salgadas e três doces. O evento está com inscrições abertas para duas turmas, uma no dia 10 e outra dia 13 deste mês, em diferentes horários. Mais informações estão disponíveis no perfil do Instagram @gabrielaserafin.

Preview

O domingo será regado de Blues na Cervejaria Blauth Bier com o evento Preview do Mississipi Delta Blues Festival, a partir das 17h. O músico Abramo Leal anima o público com seu show, que acontece no Fábrica Brewpub, novo espaço interno do local. Os ingressos ficam por R$ 15,00 e podem ser adquiridos pelo direct do perfil da Blauth no Instagram.

A empreendedora farroupilhense Natália Bertuol festeja 5 anos de atuação da Hooa Livres Ideias, agência de design que lidera em Caxias do Sul

Paula Rigotti Mognon comemorou entre amigos e familiares sua formatura em Medicina, pela UCS, no último sábado. Os festejos aconteceram no Restaurante Parque dos Pinheiros sob organização de Denise B. Colombo

Janaína Aguiar brilhante em sua fes pela UCS, realizada no Resta


Allp Studio

Daniela De Rocco

Arquivo Pessoal

A pequena Luiza ladeada pelos pais Douglas Oliveira e Arleia Scarsi em sua festinha de 3 anos, realizada no sábado, na Festare Casa de Festas

Cristiano Cardoso formam m novo local e comemorou gora atendendo na rua da pia, Pilates, RPG e como Biomedicina Estética

Cassiane Frozi

sta de formatura no curso de Administração aurante Roman, no sábado passado

Da série de viagens em família: Alison Salomoni e Gabrieli Brollo Salomoni, com os filhos Arthur e Alice, curtiram férias no Rio de Janeiro, na semana passada

#CURTINHAS

O Shopping 585 já tem data marca para inauguração da ampliação de seu complexo: dia 30 de agosto. No dia, a dupla Lucas & Felipe anima o público presente no evento. Fica a dica: Na semana passada eu fui assistir “Thor: Amor e Trovão” com minha afilhada no cinema. Achei o filme muito legal, além de termos aproveitado para ir numa quarta, onde a entrada sai por apenas R$ 12,00. Ótima programação para crianças e adultos!


Inside

6

Egui Baldasso e.baldasso@gmail.com

Quantas vezes você vê sua mãe? Qual é a sua idade? E a da sua mãe? Tudo bem, nem precisa responder, é só uma provocação. O que eu realmente quero saber é com que frequência vocês estão se vendo. Pessoalmente, com direito ao abraço desajeitado e o colo que todos fingimos não ter saudade, mas que jamais esbarramos melhor lá fora. Eu pergunto sobre os encontros porque me peguei fazendo contas, e minha falta de habilidade me obriga a pedir ajuda. Eu, que sirvo de parquinho para as palavras se divertirem noite e dia, como crianças entre balanços, me vi inundado de números. Todos ingratos, como são os números. E eu não gosto deles porque parecem apontar o dedo na nossa cara. As contas que multiplico na minha cabeça eu preciso dividir com vocês. Lá vai a equação familiar! Se você e sua mãe tiverem a sorte de dividirem mais 20 anos de vida até que a morte encerre todo e qualquer plano, e se verem uma vez por mês antes da despedida, serão 240 encontros pela frente. Com os imprevistos que sempre surgem ou a geografia que não colabora, talvez seja uma visita a cada dois, o que diminui o total para 120. Caso aconteçam adiamentos por saúde ou porque o trabalho não deixou, esse número pode facilmente baixar de 100. Já que nem todos teremos tantos anos na conta à nossa espera, a chance de cair pela metade é grande, e aí sobram pouco menos de 50 almoços, conversas, uma tarde de conselhos e bolinhos de chuva. Aquela passada para perguntar como vai. Eu não falei que os números são ingratos? Eu tenho adjetivos bem mais pesados, mas não quero que esse texto seja classificado como impróprio para qualquer idade, então vamos ficar só com ingrato mesmo. Mas não percamos o foco. Estamos quase lá. Então, o que serão feitas dessas 50 oportunidades? Podem ser bem mais, mas correm o risco de sequer chegarem a tanto. E nunca serão o suficiente. Serão desperdiçadas com orgulhos e egoísmos tolos ou aproveitadas com diálogos sinceros e com carinho, mesmo que assuntos delicados estejam no meio? Vão ter desculpas e perdão por um passado que deixou traumas e quando nenhum dos dois podia fazer mais ou gritos colocando a culpa no lugar do chimarrão? Terão momentos para relembrar coisas boas e dizer que se importa? O amor falado ou o até o silêncio que não constrange, porque a presença já basta? E quantas mais vezes outras pessoas lhe terão, enquanto a mãe escuta que não vai dar para ir de novo? Embora minha relação com os números não seja das melhores, eu não tenho a cara de pau de responsabilizá-los por se acumularem e fazer o tempo voar. O que me cabe é buscar essa ajuda para resolver o problema comum a todos de uma matemática atrapalhada que chamamos de vida. A boa notícia é que podemos multiplicar 50 por quantas chances quisermos criar. O sorriso de quem ri o nosso pode ser aberto a qualquer momento, em toda chegada. A solução do problema é um beijo no rosto, o olhar no dela, e um sem jeito ‘eu te amo, mãe, sempre amei’, sussurrado no ouvido. Ou, como faço com a minha, ‘tamo junto, véia’. * Jornalista e escritor

FARROUPILHA, 5 DE AGOSTO DE 2022

Sétima Arte

Muito além do basquete, “Arremessando Alto” é uma obra mágica, que fala não somente do popular esporte, mas da necessidade de ser forte, persistente e resiliente diante das dificuldades

A

vida de Stanley Sugarmen (Adam Sandler) foi toda dedicada ao basquete, mas teve suas fraturas. Um incidente quando era jovem ainda o atormenta com o peso de saber que pôde, a partir dele, ter tirado a chance de muitos colegas que sonhavam em chegar à NBA, talvez a liga profissional esportiva de mais difícil acesso entre todos os esportes. Ainda que fossem reservas em suas equipes, ganhariam um salário astronômico, fora dos padrões para o cidadão comum. Ele trabalha como olheiro do Philadelphia 76ers, uma das franquias mais tradicionais do basquete americano. Quando finalmente é guindado ao posto de assistente técnico do time pelo presidente Rex Merrick (Robert Duvall), ele veio a falecer, deixando o posto aberto para seu filho, Vince (Ben Foster), que já tinha uma relação estridente com Stanley. Sua primeira medida é rebaixá-lo de posto. Ele não seria mais assistente e voltaria ao posto de olheiro. Se trouxesse um jogador diferenciado que, em poucos anos poderia ser um All-Star e recolocasse o 76ers na briga pelo título da NBA, retomaria a função. Não era algo fácil de aceitar. Ao longo dos últimos anos, Stanley raramente esteve em casa no aniversário de sua filha Alex (Jordan Hull), para desespero da esposa Teresa (Queen Latifah), que o queria mais presente na formação da filha. Ele parte rumo à Europa e, por acaso, encontra Bo Cruz (Juancho Hernangómez, que foi dispensado do Utah Jazz e agora assinou com o Toronto Raptors), destruindo em uma quadra pública de Mallorca, na Espanha. Com faro raro para detectar talentos, o olheiro sabe que está diante de uma joia bruta, que apenas necessita

ser lapidada. Ele se aproxima do jovem e acredita que seja a peça que estava faltando no elenco do 76ers, que não apenas ajudaria a equipe a reconquistar um protagonismo que se esvaiu com o passar dos anos, como terá o poder de recolocá-lo no posto de assistente, que tanto lutou para conquistar. Mas Vince pensa diferente, claro. E qualquer empecilho, por menor que seja, será transformado num grande problema. Convenhamos, não é fácil chegar a um País separado por um oceano de distância de sua terra natal, em que o basquete é uma religião, e reinar na Cidade do Amor Fraternal, que respira o esporte, com fachadas de prédios, geralmente em frente a quadras públicas, adornadas com gigantes grafites de Dr. J (Julius Erving), Charles Barkley e Allen Iverson. É, no mínimo, intimidador. Mas Bo não dá muita bola para isso. Porém, daí a conseguir uma vaga em Phila... o caminho é longo. Ele também tem seus fantasmas do passado, uma ligação umbilical com a filha Lucia (Ainhoa Pillet) e a mãe Paola (María Bot-


Inside

FARROUPILHA, 5 DE AGOSTO DE 2022

Lauro Edson Da Cás

Sétima Arte

ldacas@hotmail.com

ensinamentos de vida Divulgação

objetivo, ser persistente, ser resiliente. Não bastasse a história em si, que compila esses elementos fantásticos de redenção que o esporte proporciona em profusão, ainda reúne grandes estrelas do basquete americano, de jogadores a técnicos. Como não ficar boquiaberto com o mano a mano de Bo com Tobias Harris em uma quadra pública no coração de Philadelphia ou com o lendário Dr. J entrando em cena, numa semana que o pivô Bill Russell, estrela do Boston Celtics e dono de 11 títulos da NBA, faleceu. Se é um prato cheio para quem não tem qualquer vínculo com o esporte, imagina para quem gosta de basquete. Rumo à NBA Bo Cruz (Juancho Hernangómez) em conversa com o olheiro Stanley Sugerman (Adam Sandler): desistir não é nem nunca foi uma opção

Título original Hustle Título traduzido Arremessando Alto Direção Jeremiah Zagar Roteiro Taylor Materne Will Fetters Gênero Drama Duração 117 minutos País Estados Unidos Ano de produção 2022 Estúdio Happy Madison Roth Kirschenbaum Spring Hill Company Distribuição Netflix Imagem: Reprodução

to), e é muito diferente atuar num ginásio sendo observado por figurões da Liga do que jogar em quadra aberta de uma grande cidade. Ele logo tem pela frente Kermit Wilts (Anthony Edwards), o ala/armador do Minesotta Timberwolves, que aqui faz o papel de um universitário talentoso, é um dos queridinhos para o draft, está disposto a impor sua presença e logo percebe que o gigante espanhol é uma ameaça a seu protagonismo. Claro que Bo sucumbe. Mas nem isso fará Stanley desistir dele. Sabe que, de certa forma, sua descoberta é uma espécie de redenção de sua própria trajetória, abreviada por excessos. Ainda que sua conduta seja de alto risco, ele aposta todas as fichas no jovem talento como se o êxito dele fosse uma espécie de catarse sua, de expiação dos próprios pecados. “Arremessando Alto” não é apenas um filme sobre basquete (e que esporte fascinante para render obras fabulosas na Sétima Arte, veja na capa e página 2 do Inside), é uma trama sobre a vida, sobre as dificuldades, o foco em buscar um

7

Família em transformação Agosto é o oitavo mês do nosso calendário anual. No espírito cristão, é o mês dedicado às vocações (do padre ao leigo/a, da vida consagrada – religiosa – à vida em família). Por sinal, o título nos remete para a reflexão, pois atualmente a família é algo que está em transformação! Em cada um dos quatro finais de semana deste mês, então, é dedicado para uma das quatro possíveis vocações. A saber: no 1º final de semana é o Dia do Padre; o 2º, Dia dos Pais; no 3º, é o Dia das Vocações Religiosas (irmãos e irmãs); já o 4º é o Dia dos Leigos. Que cada um possa encontrar a sua verdadeira vocação, pois esta sim se tornará a melhor e a mais importante vocação. Desafio e missão que cada um carrega consigo! A questão ‘família’ se torna um desafio atualmente. Sim, tentar conceituar e/ou definir família é como que falar de um grupo que se encontra em transformação. Se não bastasse todos os séculos passados, a questão família ainda continua passando por uma série de transformações. Se buscarmos na ciência sociológica, aí sim veremos que ela passa “a ser um fenômeno social em transformação”. Por outro enfoque, segundo o dicionário, família é o “núcleo social de pessoas unidas por laços afetivos, que geralmente compartilham o mesmo espaço e mantém entre si uma relação solidária”. De outra forma, muitos especialistas consideram que para conversar sobre o que é família, então, se torna necessário esclarecer que o mais correto seria falar ‘as famílias’, isto é, ela é uma unidade social que pode ser constituída por pessoas com laços sanguíneos, por aliança, por laços de amizade, apadrinhamento ou até por vizinhança. De fato, a família passa por transformação. Mesmo assim, ela continua sendo uma unidade social básica, onde “é constituída por um conjunto de pessoas (seja por aliança, por casamento, entre outros), que compartilham da atribuição primária de reprodução e de cuidador dos membros mais novos e mais velhos do grupo. Além de que, em geral, convivem no mesmo ambiente físico (casa, apartamento, casebre, barraca, etc)”. Essa unidade social básica deve ser compreendida como ‘um conjunto de regras e padrões de comportamentos, que podem sofrer mudanças’. Além disso, a instituição família sofre influências de toda a parte, isto é, ela está sujeita a sofrer impactos e influências sociais, econômicas e culturais que podem alterar seus propósitos. Lembrando, obviamente, que ela surge nas premissas do afeto e da promoção da pessoa, além de que aponta para o seu papel de proteção, principalmente das crianças e adolescentes. Enfim, como está a sua família? Aos pais, coragem e discernimento nesse contexto de transformação! E de maneira antecipada, Feliz Dia dos Pais! Pasmem. * Mestre em Letras, Cultura e Regionalidade


Agenda Cervejaria Schmitão Pub Paim Filho, 60 Sexta Tchê que Trio Com o melhor do acústico gauchesco e sertanejo para comemorar o Dia Internacional da Cerveja. A casa abre a partir das 17h e o show tem início às 20h30min Ingressos: R$ 10,00

Deck 256 New Gonçalves Dias, 306 Sexta Pagode com Kinhos DJ Evandrinho A casa abre às 22h com open de gin para elas até às 23h Ingressos: R$ 20,00 Sábado Sertanejo com Lucas Rocha Pagode com Pura Curtição A casa abre às 22h com open de gin para elas até às 23h Ingressos: R$ 20,00

Boteco do Chá Rômulo Noro, 555 Sábado Festa Cai&Pira DJ Bitchuri DJ Cris Pacheco A casa abre a partir das 23h e o show tem início à 1h, com welcome drink de caipirinha para elas Ingressos: feminino isento até às 23h59min e masculino a R$ 25,00 antecipados no Pix, ou consulte valores pelo site sympla.com


FARROUPILHA, 5 DE AGOSTO DE 2022

OPORTUNIDADE DE TRABALHO

Procuramos: Técnico (a) de Segurança para Trabalhos Ergonômico Eventuais. Informações para o e-mail: pasqualarmando@ gmail.com