__MAIN_TEXT__
feature-image

Page 1

FARROUPILHA

|

ANO XIII

|

EDIÇÃO 634

|

24 DE ABRIL DE 2020

|

R$ 3,00

Pandemia turística: como ficam os eventos para a temporada? Fotos: Arquivo Jornal Informante

Cada vez mais consolidada, a indústria do turismo farroupilhense também contabiliza prejuízos expressivos com o período excepcional. O Entrai teve adiada sua realização, prevista inicialmente para o próximo mês, o Festival do Moscatel segue com a data mantida, mas sujeito a modificações, e a Expo Farroupilha é a que tem mais folga no calendário. Atrações terão o poder de mensurar o tamanho do impacto do covid-19, já sentido no segmento que depende dos visitantes Matéria Especial e Editorial

ECONOMIA

CIDADE

Unidade da rede de fast-food será a primeira operando em sistema de Drive Thru no Estado e terá espaço para eventos Página 10

Primeira ação do ano para destinar os materiais que não são mais utilizados ocorre neste sábado, no Ceac, das 9h às 15h Página 11

Grupo Feltrin traz Bob’s a Farroupilha

Coleta de lixo eletrônico em Drive Thru


2

FARROUPILHA, 24 DE ABRIL DE 2020

TRADIÇÕES ADIADAS

Turismo do município impactado Grandes atrações do ano, Entrai é adiado mas sem data definida, Expo Farroupilha também não possui definição e Festival do Moscatel deve ser mantido

N

ão foram somente os grandes eventos esportivos que acabaram sofrendo com a pandemia do covid-19. Nestes o impacto é mais efetivo justamente porque eles estavam em curso e foram abruptamente interrompidos. Para o setor do turismo vinculado ao esporte, o adiamento em um ano dos Jogos Olímpicos de Tóquio, da Copa América e da Eurocopa talvez sejam os exemplos mais latentes. As festas também têm contabilizado prejuízos. O Encontro das Tradições Italianas, o Entrai, que seria em maio, teve a data de sua realização postergada mais para frente. A ideia dos organizadores é divulgá-la mês que vem, mas tudo depen-

derá de como será o controle sobre o avanço do vírus chinês. Este é um evento que demanda uma menor estrutura e, por conta disso, deve ser realizado. A Expo Farroupilha por enquanto também está sendo mantida, mas sem ideia de datas. “Ambos estão suspensos. Neste momento não se pensa em cancelamento, mas também não temos definição para as datas no segundo semestre. A situação pode mudar e fazer com que seja necessário um novo plano, mas por hora essa é a decisão”, destaca Vinícius Grazziotin de Cezaro, secretário de Turismo e Cultura. Ele ainda ressaltou o impacto negativo da pandemia no turismo da cidade. “Com a diminuição do público em circulação toda a cadeia sofre com isso, desde hotel, restaurante, comércio,

Arquivo Prefeitura de Farroupilha

Festival do Moscatel Evento que celebra a produção da bebida no município e reúne turistas de todo o País por enquanto tem data mantida, mas o início das vendas de ingresso ainda não foi definido


3

FARROUPILHA, 24 DE ABRIL DE 2020

pela pandemia Arquivo Jornal Informante

Entrai Tradicional encontro que acontece em Nova Milano e comemora a chegada dos primeiros imigrantes italianos na Serra Gaúcha terá nova data anunciada em maio, mas será mantido

etc. E mesmo que a situação vá normalizando os impactos e reflexos ainda serão percebidos durante um bom tempo e também teremos uma adaptação aos novos procedimentos e culturas”, acredita. O Entrai celebra, em 2020, os 145 anos da chegada dos primeiros imigrantes italianos ao Rio Grande do Sul, em Nova Milano, que é o Berço da Imigração Italiana no Estado. Outras atrações turísticas recentes da cidade, como o Roteiro Cultural Farroupilha Colonial e o Caminhos de Caravaggio, também contabilizam prejuízos justamente em um período de sedimentação. Outro segmento que tem sido diretamente impactado pelo coronavírus é o vinícola. O final da vindima coincidiu com o início da pandemia, justamente o período em que é verificado um aumento expressivo de visitantes dentro das atrações enogastronômicas ofertadas pelas vinícolas farroupilhenses, que contabilizam, da mesma forma, a diminuição das vendas dos produtos. “Para a vinícola Cappelletti está afetando bastante. Recebíamos bastante turistas e agora não estamos mais re-

cebendo. Em função do vírus também não estamos ofertando degustações. Os poucos clientes que vêm até o varejo procuram fazer tudo rápido, não param mais para passear, conversar, ir nos parreirais. Todas as vinícolas associadas à Afavin estão sendo afetadas financeiramente. Acabamos de sair de uma produção de safra e temos uvas para pagar aos produtores. Então, provavelmente estes pagamentos vão atrasar”, aponta Rosane Cappelleti, presidente da Afavin. O Festival do Moscatel, o principal evento enogastronômico da cidade, que neste ano chega à 10ª edição, a princípio deve ter mantida sua data de realização. Ele está previsto para ocorrer nos dias 29 de agosto, 4, 5, 11, 12, 18, 19 e 26 de setembro, no Centro Municipal de Eventos Mário Bianchi, mas claro, dependendo do controle da pandemia. “Por enquanto serão mantidas as datas, mas não abrimos as vendas de ingressos ainda. Teremos reunião em maio, para definir o início delas. Esperamos sair dessa pandemia para fazer uma festa e deixar o povo contente com o Festival”, destaca Rosane.


4

FARROUPILHA, 24 DE ABRIL DE 2020

Os tempos de Alexandre S. Triches e Paula Triches *

E

m tempos de isolamento para conter a pandemia do covid-19, a população está remodelando a sua rotina e repensando práticas. Este artigo tem como objetivo colaborar com esse processo, levando informações importantes para todas as pessoas que, sob qualquer forma, se relacionam com a Previdência, por meio do Instituto Nacional de Seguro Social (INSS). Os pagamentos dos benefícios do INSS não sofrerão nenhuma mudança no contexto atual. Aliás, é justamente nos momentos de dificuldades que o sistema previdenciário brasileiro se fortalece, pois garante os mínimos sociais para a população. Portanto, conte indubitavelmente com a Previdência no momento atual. Uma primeira medida extraordinária do INSS será a antecipação da primeira parcela do 13º salário,

tradicionalmente pago no segundo semestre, para a folha de abril, especificamente entre esta sexta e o dia 8 de maio. Esta medida possibilitará um reforço financeiro a todos os beneficiários diante da situação inesperada acontecida. Os primeiros a receber, como tradicionalmente ocorre, são os que ganham salário mínimo. Na sequência, serão os demais beneficiários. Fique atento para a data do seu pagamento mediante a numeração de seu benefício e pelos portais de atendimento virtual do INSS. Questão importante: evite ter que sair à rua para retirar dinheiro em caixa eletrônico. Faça contato com o gerente de seu banco e peça para ele cadastrar o recebimento em sua conta bancária. Assim, além de você se proteger, estará colaborando para a proteção das outras pessoas. Para aqueles que não puderem cadastrar conta bancária ou não tenham urgência para sacar os valores, uma boa notícia: a remuneração não sacada dentro do prazo


5

FARROUPILHA, 24 DE ABRIL DE 2020

pandemia e Previdência de 60 dias não será devolvida e tampouco o benefício será suspenso, como tradicionalmente ocorre por força de determinação legal. Programe com calma e com segurança o saque do seu benefício. A previdência formalizou a suspensão imediata, pelos próximos 120 dias, da exigência de que aposentados e pensionistas passem pela prova de vida. Normalmente, todo segurado que recebe benefício por meio de conta em banco ou cartão magnético precisa passar pela prova de vida uma vez ao ano. Trata-se de um procedimento presencial para atestar que a pessoa está viva. A prova de vida realizada na casa do segurado ou no hospital por meio de agendamento também está suspensa. A decisão vale, inclusive, para quem mora no exterior. Outras exigências regulares estão suspensas pelo INSS: apresentação de declaração de cárcere (documento necessário para dependentes de presos no caso de auxílio reclusão), participação no programa de reabilitação pro-

fissional (comprova presença em atividade obrigatória para quem recebe benefício por incapacidade ou por deficiência), e renovação de procuração, exigida de segurados que recebem benefício por procuração. A procuração, normalmente, tem validade máxima de 12 meses. Este prazo fica temporariamente suspenso. Não haverá atendimento nas agências do Instituto no período atual. Apenas um contingente mínimo de servidores estará disponível para orientações gerais, dentre elas o cadastramento de senha para utilização do Meu INSS. Assim, se você necessita obter informação sobre o andamento de seu requerimento de aposentadoria, pensão por morte, ou qualquer outra prestação previdenciária, utilize o aplicativo. Apesar da restrição no atendimento presencial, importante referir que o andamento dos processos já protocolizados não serão suspensos, porque tanto os servidores do INSS quanto os conselheiros do Conselho de Re-

cursos da Previdência Social trabalham à distância, inclusive em sistema de home office. Apenas não serão expedidas cartas de exigências aos cidadãos ou qualquer pedido de providência que demande o contato físico entre as pessoas. É plenamente possível, portanto, que você tenha seu pedido deferido no contexto atual e também é viável que você promova o requerimento do benefício no momento atual. No caso específico do auxílio-doença, aposentadoria por invalidez e auxílio-acidente, benefícios que demandam a realização da perícia médica, a perícia será indireta, por meio da avaliação, pelo médico, à distância, da documentação apresentada. Deixando um pouco de lado a instância administrativa e focando para as pessoas que aguardam a justiça para receber a sua aposentadoria, benefício por incapacidade ou qualquer outra prestação, é fundamental referir que foi determinado a suspensão dos prazos processuais até a próxima

quinta, dia 30 de abril. Isso não significa, entretanto, que o Poder Judiciário estará sem expediente no período. Os Tribunais seguem trabalhando para medidas urgentes, e estas poderão sempre serem postuladas nos casos de implantação de benefícios, tutelas de urgências, realização de perícias indiretas, implantação de benefícios e, até mesmo, liberação de valores. Para tanto é fundamental manter contato com seu advogado, isto não apenas no processo judicial como também junto ao INSS. Ele é a pessoa habilitada para lhe dar a melhor orientação jurídica no momento atual. E, por fim, nunca é demais reiterar: devemos todos cumprir as medidas determinadas pelas autoridades para o enfrentamento do covid-19. Elas estão balizadas em orientações internacionais e o mundo inteiro as cumprem atualmente. Com a nossa força de vontade, venceremos este desafio. * Advogados


6

FARROUPILHA, 24 DE ABRIL DE 2020

Turismo e os reflexos da pandemia Faz alguns anos que Farroupilha tem se consolidado no cenário do turismo e esse segmento não pode ser analisado sem levar em conta uma rede, uma cadeia de produtos e serviços que giram a seu redor. Na Matéria Especial desta semana (confira nas páginas 2 e 3) falamos das principais atrações turísticas do ano, uma já com definição de atraso em sua realização, o Entrai, que estava inicialmente previsto para ocorrer no mês que vem; uma com data man-

tida, mas ameaçada se a pandemia se estender, o Festival do Moscatel; e a Expo Farroupilha é a que tem a maior folga no calendário. Os principais eventos servem de parâmetro, mas claro que o número de visitantes tem diminuído de maneira expressiva no município, inclusive com o cancelamento da participação de público das Pré-Romarias e, muito provavelmente, da Romaria ao Santuário de Caravaggio, que sempre representa um movimento

interessante de visitantes. Há necessidade premente de se olhar com mais atenção e carinho para esse setor da economia, que cresceu nos últimos anos justamente porque Farroupilha ofertou uma gama de atrações que permitiram o avanço nessa área, como o das vinícolas, que incrementaram opções que foram muito bem recebidas pelos turistas. Evidente que é importante o resguardo com questões básicas de higiene e proteção, mas isso não pode

servir como um obstáculo, como uma barreira instransponível que impeça esse segmento específico e vital da economia farroupilhense de buscar as mínimas condições para manutenção de sua estrutura gerando uma perda mínima de empregos. Passou da hora da adoção de medidas mais brandas e flexíveis para muitos setores econômicos. Uma agenda necessita ser criada para garantir que a pandemia sanitária não se transforme também em uma turística.

Vindima 2020 e impactos do covid-19 Patrícia Binz * A safra do ano de 2020 foi quase que inacreditável diante dos olhos dos produtores de vinhos finos da Serra Gaúcha. Ao mesmo tempo em que, para algumas culturas de alimentos o período de seca tenha sido devastador, para os vinhos finos o rendimento é reduzido, mas a qualidade dos vinhos resultantes será espetacular. Neste ano, comemora-se uma safra histórica, talvez a melhor em pelo menos 20 anos. A maturação fenólica das uvas foi excelente, resultando em frutos com capacidade de proverem vinhos com elevada graduação alcóolica, macios, com aromas agradáveis ao paladar. As noites frescas fizeram

com que a acidez se mantivesse, gerando produtos que tenham capacidade de apresentarem um equilíbrio entre dulçor, acidez, álcool, taninos e concentração de fruta. Com tais características, um vinho espetacular! Porém, no auge da vindima, a Serra Gaúcha foi comunicada da disseminação do coronavírus (covid-19) no mundo. Logo não demorou para que o setor fosse atingido pelo impacto. O enoturismo já sofreu mudanças drásticas, as vinícolas não estão recebendo turistas para degustações, experiências e visitas guiadas. Enquanto eventos internacionais como a Vinitaly (Itália), Prowein (Alemanha) e a London Wine Fair (Inglaterra) foram adiados, a Wine South America,

Índice Editorial

Matéria Especial .................................... Páginas 2 e 3 Editorial ...................................................Página 6 Opinião ......................................................Páginas 6 e 7 Saúde .........................................................Páginas 8 e 9 Economia...................................................Página 10 Cidade ........................................................Página 11 Política ..................................................... Páginas 12 e 13 Esporte ..................................................... Página 15

Inside

Especial..................................................... Capa Crônicas da Redação ............................. Página 2 Cinema ....................................................... Páginas 2 e 3 Rita Rosa Baretta................................... Página 3 Social ........................................................ Páginas 4 e 5 Fabrício Oliboni ..................................... Página 6 Sétima Arte .............................................. Páginas 6 e 7 Paulo Roque Gasparetto ..................... Página 7 Horóscopo ............................................... Contracapa Classificados .......................................... 8 páginas

que acontece em setembro, em Bento Gonçalves, ainda permanece confirmada, mas não sem que os efeitos da pandemia respingassem sob o setor. Eventos, passeios, feiras que movimentam a região com turistas ávidos para conhecer a cultura da uva e participar do processo de produção e degustação dos vinhos, foram cancelados pelo período de pelo menos 30 dias. Hotéis viram seus hóspedes sair sem a certeza de quando poderão fazer novas reservas. Restaurantes atendem apenas por delivery. A Associação Brasileira de Sommeliers do Rio Grande do Sul (ABS/RS) suspendeu os cursos presenciais em vinícolas e lojas de vinhos da Serra Gaúcha e Porto Alegre, porém a mis-

Redação: redacao@jornalinformante.com.br Ramon Cardoso ramon@jornalinformante.com.br Yasmin Signori Andrade yasmin@jornalinformante.com.br

Comercial: comercial@jornalinformante.com.br Fabiano Luiz Gasperin gasperin@jornalinformante.com.br Jean Marco Lançarin de Mattos comercial5@jornalinformante.com.br Maria da Graça Potricos Leite maria@jornalinformante.com.br

Anúncios: anuncios@jornalinformante.com.br Marcelo Bortagaray Mello marcelo@jornalinformante.com.br Tiago Rodrigues da Silva tiago@jornalinformante.com.br

Financeiro: financeiro@jornalinformante.com.br Keli de Almeida Maciel keli@jornalinformante.com.br

são de promover experiências, por meio do conhecimento, que mudem vidas para melhor, se faz presente também nesses dias difíceis. Seguindo o exemplo dos italianos, aderiram ao #MovimentoBellaCiao e disponibilizaram palestras online gratuitas (segundas, quartas e sextas), desde o dia 18 de março, que são realizadas por professores e convidados, para estudantes, enófilos e amantes do mundo de Baco. Uma bela iniciativa em tempos de isolamento social. Resta agora esperar para ver como será a retomada do setor dos vinhos, quando toda essa onda de incertezas passar. * Sommelier

Assinaturas: assinaturas@jornalinformante.com.br Assinatura Bienal: R$ 250,00 Assinatura Anual: R$ 150,00

Telefones (54) 3401-3200 / (54) 3401-3201 (54) 3401-3202 / (54) 3401-3203

Endereço Rua Dr. Jaime Romeu Rössler, 348, Bairro Planalto

Colunistas Crônicas da Redação Dolores Maggioni Egui Baldasso Fabrício Oliboni

Guilherme Macalossi Lauro Edson Da Cás Paulo Roque Gasparetto Rita Rosa Baretta

A manifestação dos colunistas é livre e independente e não necessariamente reflete a opinião do Tabloide sobre os temas abordados nas colunas

@PaperInformante www.jornalinformante.com.br

/jornalinformante


7

FARROUPILHA, 24 DE ABRIL DE 2020

Agora é a hora de assumir as rédeas da sua carreira Sabemos que nunca mais nossa vida voltará ao normal. Pelo menos não ao normal que conhecíamos até dois meses atrás. Nunca antes o mundo mudou tanto em tão pouco tempo, especialmente se analisarmos de uma perspectiva histórica. Nosso mundo é volátil, incerto, complexo e ambíguo, onde, sem aviso prévio, tudo pode mudar radicalmente e isso exige de nós um preparo muito maior para sobreviver às adversidades. Especialmente no aspecto do trabalho já se percebe um enorme redesenho. Por força das necessidades de isolamento, antecipou-se anos de evolução do trabalho remoto que, até então, muitas empresas ainda relutavam em adotar. Os tão falados soft skills, as habilidades comportamentais, sobrepuseram-se aos hard skills (conhecimentos técnicos) de uma maneira avassaladora. As empresas formadas por líderes que reagem com rapidez e equilíbrio emocional têm conseguido se adaptar muito mais rapidamente a esta realidade até então completamente desconhecida. Isso lhes deu uma enorme vantagem competitiva para conseguir reduzir os impactos e conseguir atravessar esse período de tantas incógnitas com maior segurança, se é que isso pode ser possível. Esse momento passa a ser crucial para o futuro de todos os profissionais, pois não temos a menor clareza do que virá pela frente. No entanto, sabemos que agora é momento de não medir esforços para se preparar para um mercado de trabalho que estará redesenhado e com um grau de competitividade mais avançado do que o que aquele em que vivíamos. Agora é o momento ideal para repensar os pontos principais que envolvem e impulsionam a sua carreira. Isso envolve diversos aspectos aos quais muitas vezes, não se prestou a devida atenção. Deixamos a vida nos levar e a carreira se desenvolver de forma autônoma, sem nenhuma intervenção intencional da sua direção. Mas independente do seu sucesso ou fracasso, é importante se ter a clareza de todos os aspectos que envolvem uma carreira planejada, para

Imagem: Reprodução

Silvia Berger *

que, de agora em diante, você possa direcionar a sua trajetória profissional de forma mais consciente e coerente aos seus verdadeiros anseios. A importância do autoconhecimento Independente do caminho que for seguir na sua carreira ou na sua vida, é fundamental ter clareza sobre quem você é. Primeiramente, repense sua história de vida. Tente se abster de qualquer autocrítica ou julgamento. Reflita sobre quais características o marcaram e que hoje refletem na pessoa e/ou profissional que se tornou. Pense sobre o que considera serem os seus pontos fortes e faça o mesmo com os seus pontos fracos. Tente lembrar também do que os outros falam de você: quais foram os comentários e feedbacks dados anteriormente. De posse de todas essas informações, tente montar um quadro com os cinco grupos de características principais que fazem de você um profissional diferenciado. Gestão da sua marca pessoal Marca pessoal é a combinação única da personalidade, experiências, valores e talentos que fazem de você, você. Fazer a gestão da sua marca é

fundamental, pois o mercado de trabalho está mais competitivo do que nunca e aqueles que conseguirem se destacar terão maiores chances de alcançarem seus objetivos profissionais. Para fazer uma boa gestão da sua marca é importante: ter plena consciência de quem você é e quais os pontos fortes que o diferenciam dos demais; agir sempre com coerência e consistência; alinhar as suas mensagens independentemente do canal utilizado; agir da mesma forma tanto online como offline; e estar presente nas mídias sociais (escolha aquela que o seu público alvo consome e tenha consistência em postar). Objetivos profissionais claros Para que possamos criar o futuro da maneira que gostaríamos é fundamental termos objetivos profissionais claros e de forma factível, caso contrário ou você desistirá no meio do caminho ou terá uma grande frustração de não conseguir atingi-lo. Responda às seguintes perguntas: O que? Tente responder de maneira objetiva, evitando frases do tipo “ser feliz”; Por quê? Qual o real motivo que te leva querer alcançar o seu objetivo; Como? Esses questionamentos levantarão se você tem as competências e

habilidades para alcançar seu objetivo: quanto mais habilidades você listar como seus pontos fortes e que coincidam com os requisitos para alcançar seus objetivos, mais chances de sucesso você terá. Quando? É importantíssimo ter um prazo definido para que você tenha motivação diária de trabalhar em busca da sua meta. E o futuro? Não sabemos como o mercado se comportará quando tudo isso passar. É fundamental que tenhamos a consciência que viveremos uma realidade completamente diferente da qual estávamos acostumados. Com a velocidade com a qual as mudanças estão ocorrendo, não é recomendável deixar para depois o preparo para se adequar à nova realidade. Aproveite ao máximo o agora para focar nos pontos descritos e aprender e acompanhar as tendências que te ajudarão positivamente no caminho que trilhou para sua carreira. * Estrategista de branding e carreiras, graduada e pós graduada em administração pela FGV e especialista em Marketing Estratégico pela Universidade da Califórnia


8

FARROUPILHA, 24 DE ABRIL DE 2020

Como manter cor em meio ao caos Bruna Meletti *

C

omo se manter saudável em meio ao caos? Sob um ponto de vista ayurvédico, a imunidade, trazida por ojas (a energia vital que governa o equilíbrio hormonal e as funções da vida), é a capacidade de resistência do organismo, incluindo a mente, aos fatores geradores de estresse. Antes de abordar como elevar a imunidade nesse momento de pandemia, é muito importante falar como não diminuí-la. Existem alguns pilares essenciais para que tenhamos saúde: a noite de sono deve ser reparadora; uma boa nutrição (comer alimentos naturais, que não inflamem e não tragam ilusão e falta de clareza perante a vida), optar por àqueles que seja capaz de digerir; e intestino regular. Estes, combinados com uma rotina diária que inclui meditação, sexo adequado e contato com a natureza, sem dúvida, manterão a saúde em alta. No caso de viroses respiratórias, como o caso da covid-19, na visão do Ayurveda, os fatores desencadeantes estão relacionados com a energia kapha (pesada, letárgica, fria) e formação de biotoxinas (ama). Esta última inibe fortemente ojas, o que, por conse-

quência, reduz a imunidade. Ao mesmo tempo, fatores vata (energia de característica seca, leve, fria) como vento frio, desnutrição e alimentos gelados colaboram na patologia. Portanto, do ponto de vista prático, devemos evitar: alimentos que agravem kapha e formem ama, como doces, laticínios, frituras, açúcar refinado, líquidos gelados, carne vermelha e gordurosa, álcool,

alimentos refinados e industrializados de modo geral; comer sem fome ou quando houver alguma forma de indigestão; exposição ao frio, ao vento e, principalmente, ao ar condicionado, que seca as mucosas e agrava vata. Se percebermos sinais e sintomas de gripe, devemos tomar grande quantidade de água morna com gengibre para digerir as toxinas. Outra


9

FARROUPILHA, 24 DE ABRIL DE 2020

rpo e mente sãs do Coronavírus? Guilherme Zanchi

labhati para fortalecer o sistema respiratório e eliminar muco, respirar alternadamente, como nadi shodhana, para equilibrar as polaridades e manter a mente e o corpo em harmonia; realizar Savasana, para estimular a calma mental e o sono profundo. O momento atual é de si-

lêncio, de avaliação e de mudança! Vamos rever nossos hábitos e nossa forma de viver, e aproveitar essa fase para nos comprometermos com a Mãe Terra em sermos melhores. Namaste! * Instrutora de Yoga e terapeuta Ayurveda

Reclusão e reorganização Marian Martins *

dica é o uso diário de própolis, chá de alho e açafrão com mel. E, muito importante, o cuidado atento com as emoções e pensamentos. Procure manter a tranquilidade e a energia elevada. Sob uma ótica do yoga, podemos incluir práticas diárias simples que auxiliem no nosso equilíbrio físico e mental, tais como: usar jala neti diariamente, praticar Kapa-

Atualmente estamos passando por um momento gerador de ansiedade, muitos entram em um processo fóbico tão intenso que mal conseguem discernir momentos de maior atenção e o chamado inimigo invisível prossegue com danos de ordem física, emocional e financeira. Mas surge uma ótima oportunidade em que os afetos precisam ser revistos deixando as famílias mais próximas. Oportunidade de usarmos a tecnologia a nosso favor para reveremos amigos, fazermos atividades juntas, por videoconferência e inumeráveis situações que ficam disponível

a nível online conforme a escolha de cada ser humano. Lembre-se que as crianças possuem uma capacidade impressionante de lidar com a realidade de forma mais leve e que nós possamos ter resiliência e que tudo tem início, meio e fim e utilizar o ócio a nosso favor é imprescindível. A reclusão social não necessariamente precisa ser encarada como um isolamento social. * Psicóloga (CRP/RS 07/010386 | CRP/PR 08 IS 335) atua na área clínica, no diagnóstico, prevenção e tratamento de transtornos mentais, distúrbios emocionais e de personalidade. Perita do Tribunal de Justiça do Estado


10

FARROUPILHA, 24 DE ABRIL DE 2020

NOVIDADE GASTRONÔMICA

Grupo Feltrin garante unidade do Bob’s em Farroupilha para 2021 Rede de fast-food será a primeira do Estado que funcionará também no sistema de Drive Thru e com espaço para eventos

F

ranqueado master na Serra Gaúcha do Bob’s, o Grupo Feltrin, que já conta com dois estabelecimentos da marca, um no Shopping Iguatemi Caxias e outro em Bento Gonçalves, terá uma terceira unidade que será sediada na cidade. O Bob’s farroupilhense será construído no estacionamento ao lado do Santander e terá duas novidades. “Será o primeiro no sistema Drive Thru da marca no Rio Grande do Sul e contará com um mezanino para eventos como festas de aniversários, formaturas, confraternizações de empresas, enfim. É algo completamente novo na história do Bob’s”, destacou o empresário Fabiano Feltrin, que frisou que a ideia é também contar com uma loja de rua, a exemplo de Bento, em Caxias do Sul, em 2021, e uma quinta unidade no ano seguinte, em

Imagem: Reprodução

A caminho Segundo semestre deve assinalar início das obras da unidade farroupilhense da rede

2022, na Região das Hortênsias. A intenção é dar início às obras em julho e inaugurar o empreendimento no primeiro trimestre de 2021. Os últimos dias também assinalaram a

saída de Fabiano da presidência do Grupo, repassando-o ao irmão Giancarlo. O novo conselho é composto pelo advogado Rafael Colloda, Fabiano Feltrin, Giancarlo Feltrin, Bianca

Maria Feltrin e Amanda Feltrin. “Foi um trabalho que iniciei em 2013, montando o Conselho, deixando de ser uma empresa e se adequando mais ao padrão de uma companhia, revestida de um caráter ainda mais profissional. Haverá um diretor para cada área do Grupo”, ressaltou Fabiano, que ensaia a possibilidade de concorrer ao pleito em outubro (veja mais na seção Boca de Urna, na página 13). Plínio Balbinot segue no comando da Imobiliária, Eduardo Stockmanns Henz fica sendo o responsável pelo setor da Gastronomia e Laerte Machado, um profissional que está chegando de São Paulo, assumirá a frente de Entretenimento e Lazer do Grupo Feltrin, que ficará encarregado também do Stone Hall, um empreendimento turístico que contará a história da música e que deve ser localizado em Canela ou Gramado.


11

FARROUPILHA, 24 DE ABRIL DE 2020

Meio AMbiente

Destine seu lixo eletrônico Primeira coleta do ano será realizada neste sábado, no Ceac, em Drive Thru

A

s datas para destinar os materiais eletrônicos que não são mais utilizados já foram definidas. A primeira coleta deste ano será realizada neste sábado, no estacionamento do Centro de Atendimento ao Cidadão, o Ceac (14 de Julho, 710), das 9h às 15h. As próximas serão realizadas nos dias 22 de agosto e 5 de dezembro, no mesmo horário. Com o intuito de evitar aglomerações por conta do coronavírus, esta edição será um pouco diferente. A coleta será feita no estilo Drive Thru, onde o lixo eletrônico deve ser retirado por funcionários da Ambe, empresa que gerencia os resíduos, diretamente do carro. Se a entrega for feita a pé, será mantida uma fila para controle. Na última ação, que

aconteceu no ano passado, foram recolhidos 4,6 mil quilos de resíduos. O descarte em locais não adequados provoca diversos problemas ambientais, portanto essa é uma oportunidade de colaborar com o meio ambiente além de se livrar de equipamentos que não tem mais utilização. Confira os materiais que podem ser descartadores abaixo. Já aquilo que não será

aceito na coleta, também deve ganhar o destino adequado. Lâmpadas fluorescentes devem ser devolvidas às lojas onde foram compradas; pilha e baterias também podem ser devolvidas às lojas ou ser descartadas em um ponto de coleta no Sicredi (Pinheiro Machado, 34); e tonners e cartuchos de impressora, na hora da compra é preciso se certificar que a loja aceita o produto vazio.

Obituário 17 de abril * Alfredo Polo, 88 anos. Sepultamento no cemitério da comunidade de Nossa Sra. de Caravaggio (1º Distrito); * Sueli Mercedes Giubel, 69 anos. Sepultamento no Cemitério Público Municipal. 18 de abril * Cleonir Piffer, 42 anos. Sepultamento no Cemitério Público Municipal. 20 de abril * Valdecir João Gheno, 54 anos. Sepultamento no cemitério da comunidade de Nossa Senhora de Fátima, Rio Burati (3º Distrito).

Alguém quer nos adotar? Divulgação

O que pode ser descartado

Linha Verde: informática, computadores, notebooks, etc; Linha Azul: eletroportáteis, periféricos, e eletrônicos diversos; Linha Marrom: equipamentos de áudio e vídeo, tubos de imagem, monitores e televisores; Linha Branca: freezers, geladeiras, fogões, máquinas de lavar e micro-ondas.

Programe-se O que: Coleta de Lixo Eletrônico Quando: neste sábado, das 9h às 15h Onde: estacionamento do Ceac (14 de Julho, 710) Quanto: recolhimento é gratuito

Estes bebês precisam de adoção urgente. A pessoa que os regatou não pode ficar com eles. Eles têm de 2 a 3 meses. Interessados podem manter contato pelo fone (55) 996.526.092, com Eva, ou 999.371.647, com Eliane.


12

FARROUPILHA, 24 DE ABRIL DE 2020

EM BRASÍLIA

Claiton cumpre agenda em busca de recursos no combate à pandemia Prefeito esteve na Capital Federal nesta semana atrás de verbas para UPA Coronavírus e Hospital Beneficente São Carlos

A

semana do prefeito Claiton Gonçalves foi aberta em Brasília. Na segunda à tarde ele esteve presente a uma reunião no gabinete do deputado federal Pompeo de Mattos (PDT/RS), onde ficou acordada a destinação de uma verba de R$ 150 mil para o Hospital Beneficente São Carlos (HBSC). Ainda no mesmo dia, Claiton esteve reunido com o Secretário Nacional de Atenção Especial à Saúde, Francisco de Assis Figueiredo. A pauta foi a destinação de recursos no combate à pandemia do covid-19. “Estivemos no gabinete do secretário e pedimos a ele recursos. O município também agradeceu o recebimento de R$ 1,3 milhão que foram encaminhados para a compra de testes rápidos de coronavírus, que estão no trâmite de compras”, salientou o chefe do Executivo. Também com o secretário ficou definido que a UPA Coronavírus passará a receber financiamento federal durante o período excepcional e, após encerrada a pandemia, possa ser equipada para funcionar como uma UPA em definitivo, propósito inicial para a qual foi construída. “Com este processo, nós deveremos ter o maior

Divulgação

pronto-socorro da região. Vai ser um para atender diversas cidades, mesmo que o foco seja os farroupilhenses”, salientou Claiton. Esse trabalho se dará por meio de financiamento federal aliado a estratégias da Secretaria Municipal de Saúde. O prefeito reforçou ainda que está trabalhando outros temas que envolvem a área, como a questão da telemetria dermoto-oncológica. Pedido para a liberação de verbas no programa Prodetur+Turismo para retomada do asfaltamento

Para o futuro Encontro de Claiton com Figueiredo foi no sentido de buscar recursos provisórios para a UPA Coronavírus que se tornem definitivos pós-pandemia para a plena operação da Unidade de Pronto Atendimento

Na quarta, o gestor municipal esteve no Ministério do Turismo onde protocolou um pedido de reconsideração da verba de R$ 4 milhões do programa Prodetur+Turismo, um valor que está momentaneamente parado no Badesul. Claiton enfatizou junto à pasta a importância da liberação do valor para que seja retomado o asfaltamento em São João da Linha Palmeiro, que integra o Caminhos de Caravaggio. O ministério levou o pedido em consideração e o prefeito acredita que os recursos devem estar novamente disponíveis tão logo seja superada a pandemia. Claiton retorna a Farroupilha nesta sexta.


13

FARROUPILHA, 24 DE ABRIL DE 2020

Claiton será ouvido na próxima quarta

Não foi muito bem recebida a viagem de última hora de Claiton Gonçalves a Brasília, ocorrida nesta semana, em busca de recursos para a saúde diante da pandemia do covid-19 (veja mais na página ao lado). O chefe do Poder Executivo tinha agendada sua oitiva no primeiro dos dois processos de impeachment que responde no Legislativo. Presidente da Comissão, o vereador Fabiano André Piccoli (PSB) informou que o depoimento do prefeito foi remarcado para a próxima quarta, às 10h, com o período da tarde reservado às oitivas das 10 testemunhas arroladas por ele, a partir das 13h30min. O cenário não é dos mais favoráveis ao prefeito na Casa Legislativa Lidovino Antônio Fanton. Vereadores têm criticado a postura de Claiton em relação ao processo, acreditando que ele tem feito uso de subterfúgios para atrasar o andamento regular dos trabalhos da Comissão Processante.

Feltrin e Bampi na corrida eleitoral do PP

Após se desligar da presidência do Grupo Feltrin e repassá-la ao irmão Giancarlo, Fabiano destacou que a opção foi justamente diante da possibilidade de vir a ser o candidato do Partido Progressista (PP) na eleição municipal de outubro. Ele enfatizou que a legenda pretende registrar um documento, público, detalhando o projeto para Farroupilha, com planos e propostas para o município, focado em enxugamento da máquina pública e descomprometido com alianças centradas em cargos no Executivo, ressaltando que a adesão ao projeto seria por capacidade de colaborar com a administração e por ideal e não pela busca de obtenção alguma vantagem ou benefício financeiro, político ou partidário. Na teoria é um cenário válido, resta saber se na prática será possível de ser consolidado. Feltrin também salientou que tanto seu nome como o do empresário Daniel Bampi, ex-presidente da Câmara da Indústria, Comércio, Serviços e Agronegócio (CICS) de Farroupilha, estão à disposição da sigla e que pesquisas determinarão quem estará apto a representar o PP no pleito de outubro. Independente de quem for indicado, ele assegurou terá total apoio do preterido.

Piada pronta: o Estado que não consegue ler um dado conseguiu prever 354 mortes

Segundo Eduardo Leite, um estudo da Secretaria de Planejamento previu que, sem o isolamento compulsório (e ilegal, convém destacar), o Estado do Rio Grande do Sul estaria contabilizando, até o final do mês, 354 óbitos. Resta saber se foi a mesma pasta que foi incapaz de analisar que na Serra Gaúcha não havia uma morte por vírus chinês sequer, quando o governador determinou a prorrogação do fechamento do comércio serrano, no último dia 15. Mais, o próprio Leite disse que foi informado pelos prefeitos da região que não havia um óbito para determinar a reabertura do comércio, 24 horas depois de determinar o seu fechamento. Quer coisa mais bizarra? Senhor, uma criança de 10 anos de idade sabia desse dado. Tudo bem Leite não saber, já que está completamente perdido mesmo, mas o estudo do Planejamento não sabia? Passaram 15 dias fazendo qual levantamento? Vivem em que planeta?

Os 354 óbitos são uma fanfarronice

Esse dado absurdo e surreal divulgado pelo governador é das coisas mais bisonhas já vistas na política. Não me lembro de um gestor jogar pra torcida de forma tão bizarra. Não há fundamento algum no número, que só serve pra ser propagado por uma grande mídia alimentada com gordas verbas publicitárias e descomprometida com a verdade, que não questiona nada, porque seu único comprometimento é com a grana no bolso. Ainda que assisti à live do governador porque não é de acreditar. Fiquei com vergonha como poucas vezes fiquei na vida e olha que já vi muitas bizarrices na política, campo vasto para fanfarronices. Inacreditável. Outro dado absurdo foi acrescido por um estudo da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), a menina dos olhos de Leite, onde fez sua graduação. Disseram os iluminados que, pasmem, “quanto maior é a circulação de pessoas e mercadorias nas estradas gaúchas, maior a chance do vírus se propagar”. Parabéns à UFPel. Que constatação brilhante.


15

FARROUPILHA, 24 DE ABRIL DE 2020

CAMINHO PARA A VOLTA

Proposta do Brasil para Segundona Gaúcha é chancelada pelo Siapergs Sindicato dos Atletas Profissionais acerta medida com a grande maioria dos clubes que disputam a competição estadual

A

Semana de definições sobre o futuro das gurias rubro-verdes O início desta semana também foi de definições quanto ao futebol feminino. Embora a Confederação

Profissional Atletas acionarão o seguro desemprego para o pagamento dos salários de abril e maio até que Brasil busque recursos para o restante da temporada Tati Petkovicz Pozza

direção do Brasil foi a primeira a chegar a um acordo com os atletas para a continuidade dos trabalhos a partir da definição da Federação Gaúcha de Futebol (FGF), que estipulou o retorno da Segundona para agosto. O acordo prevê que os jogadores acionem o seguro desemprego do governo federal para o pagamento dos salários de abril e maio com os 20 dias de junho, data em que se encerram os contratos, sendo diluídos junto ao pagamento de agosto, setembro e outubro, quando o clube volta a assumir integralmente o custeio da folha. “O Sindicato (dos Atletas Profissionais do Estado do Rio Grande do Sul) fechou o acordo na última segunda e agora cabe aos clubes a opção de aderirem a ele ou não. Times como Glória e Igrejinha optaram por acertos sem a chancela do Sindicato, mas vejo isso

Brasileira de Futebol (CBF) não tenha acenado com uma possibilidade de retorno do Brasileirão Série A2, a direção fez questão de comunicar às atletas sobre a continuidade da categoria, com a utilização dos recursos que foram obtidos pelo feminino (R$ 50 mil pagos pela CBF), para custeio de parte das despesas, como ajudas de custo com gasolina, pagamento de aluguel da moradia das atletas que não residem na região e a confecção de novos uniformes e abrigos. “A CBF ainda não se posicionou em relação ao feminino, mas é bem provável que os jogos só retornem no segundo semestre. Com a vitória na estreia do nacional (por 4 a 3, diante da Chapecoense, no último dia 15 de março) temos boas condições de obter uma classificação, o que estenderia nossa participação no nacional. Será uma situação um pouco complicada se a competição coincidir com o Gauchão, até porque as atletas estudam e trabalham, e talvez as partidas do estadual, com o Brasil, tenham que ser realizadas no meio de semana”, observou o mandatário rubro-verde. Porém, isso também dependerá do número de participantes do Gauchão.

Ramon Cardoso

Brasil

como um risco alto de ações trabalhistas no futuro. Nós sempre defendemos a definição com o Sindicato, até mesmo para termos uma segurança jurídica. Acredito que foi a melhor alternativa para a manutenção da competição no segundo semestre”, destacou o presidente Elenir Bonetto. Evidente que a situação financeira é delicada para a maioria das equipes, mas o acordo permite que as agremiações tenham fôlego para correr atrás de recursos enquanto dura o período de pandemia. Bonetto acredita que o rubro-verde manterá o Sub20. Uma nova reunião na próxima semana, por videoconferência, com a FGF, deve definir a questão que envolve a categoria. Isso daria segurança ao Brasil já que existe a possibilidade de saída de alguns atletas e, neste caso, o Sub-20 poderia ser utilizada no time de cima, evitando gastos desnecessários, como a contratação de novos jogadores, algo que está fora de cogitação.

Feminino Ainda não há definição, por parte da CBF, para volta do Brasileirão Série A2, mas direção assegurou um aporte maior de recursos às gurias rubro-verdes


Mau Maioli para além do Brasil

DJ farroupilhense lançou um set de eletrônica para destacada plataforma de música de Miami, a Electronic Groove, abrindo portas para sua carreira internacional Capa

Fotos: Divulgação

As múltiplas faces de um gênio Al Pacino celebra 80 anos neste sábado, mais de 50 dedicados ao Cinema, e Inside presta homenagem à brilhante carreira da lenda, revisitando atuações homéricas do, quem sabe, maior ator de todos os tempos Inside, páginas 2 e 3, e seção Sétima Arte

LOWBTZ

INSIDE


Social

Colunista Valéria Vettorazzi traz as grandes iniciativas sociais que estão sendo adotadas na pandemia Páginas 4 e 5

Inside

Sétima Arte

Os 30 anos de “O Poderoso Chefão III”, que encerra a maior trilogia da história, do talentoso diretor Francis Ford Coppola Páginas 6 e 7

Música ElEtrônica

Levando seu som para o exterior DJ Mau Maioli produziu set a convite da Electronic Groove, de Miami, e abre portas para conquistar mercado internacional DOPE

Yasmin Signori Andrade yasmin@jornalinformante.com.br

H

á nove anos construindo sua carreira como DJ, o farroupilhense Mau Maioli está cada vez mais conquistando seu espaço e ganhando o merecido reconhecimento. Na última semana, o DJ de 23 anos lançou uma mixtape a convite da Electronic Groove, uma importante plataforma de música eletrônica de Miami, nos Estados Unidos. “O convite foi um tanto quanto inesperado, eles queriam ter esse primeiro contato comigo através de um set que fosse divulgado na plataforma. Acabei gravando e agora estamos firmando um contato maior para o futuro”, explica. O set pode ser conferido por meio do link soundcloud. com/egpodcast/eg-spotlight110-mau-maioli.

Hoje em dia, na hora de criar e discotecar, Mau Maioli possui uma forte referência vinda dos anos 80 e da Disco Music e do Italo Disco. Segundo o DJ, toda essa referência e descoberta tem sido aprofundada cada vez mais nesse universo que é a pesquisa musical e a criação.

“Esse set para a Electronic Groove pode ser definido como Indie Dance. Tem essa mescla da Disco Music com Italo Disco e Techno. É uma mistura de tudo que resulta em um tipo de som novo”, salienta o DJ, que há cinco anos é residente do Muinho Club, além de criador da festa Beat

Destaque na E-music Mau Maioli está levando seu som para além do território nacional: fruto do reconhecimento doméstico

On Me, em conjunto com Cris D e o próprio Muinho, e residente da Levels, de Porto Alegre, há dois anos. E, claro, tem um grande reconhecimento como produtor musical. “Tem sido muito especial criar minhas músicas, conseguir me expressar através delas e fazer com que tudo isso se conecte as pessoas. É incrível como tudo acontece”, destaca. Mas a conquista internacional com a Electronic Groove não é a única do DJ, que ainda este ano lançou um EP por uma gravadora de Leipzig, na Alemanha, e o pré-lançamento ocorreu por uma plataforma bem conhecida na França, a Les Yeux Orange. Neste momento de pandemia Mau Maioli tem se dedicado a criar, e no último sábado realizou uma live em seu Instagram para matar a saudade da pista. Além disso, tem alguns lançamentos de músicas novas já marcados para breve.


Inside

2

Crônicas da Redação Ramon Cardoso

ramon@jornalinformante.com.br

Reeleição impossível, deposição bem provável: desenhando o futuro dos governadores fanfarrões

Caiu o máscara. Embora todos tenham que usá-la, a máscara de diversos governadores caiu durante a pandemia. De monitoramento da população via celular, passando por prisões arbitrárias de civis na praia (menos dos apresentadores e diretores da Globo, claro) até a desapropriação de imóveis, a mais nova aberração da semana, proposta pelo governador do Piauí, o petista Wellington Dias. Na verdade, esse tipo ação de gestores de esquerda e extrema esquerda já era algo a se esperar, o que choca é a postura de tucanos e democratas (os presidentes das duas Casas Legislativas federais deixam isso bem claro), que mostram que nunca foram de direita, pelo contrário, são siglas de centro esquerda que, na menor turbulência, fazem uso do cargo que ocupam e utilizam a pandemia para adotar um Estado Policial que afronta e sufoca as mais básicas liberdades individuais. Eduardo Leite, que na semana passada não teve a capacidade de avaliar, junto ao minucioso estudo feito pelo Gabinete de Crise (com a UFPel e Secretaria do Planejamento), que não havia um único óbito e quase nenhuma internação por comunavírus na Serra Gaúcha, e que, 24 horas depois de determinar a manutenção do fechamento do comércio na região, autorizou sua reabertura com base em evidências apresentadas por prefeitos serranos (o estudo certamente não conseguiu apurar isso), disse nova insanidade nesta semana. Segundo o governador, o Rio Grande do Sul está com números baixos de infectados e de óbitos da covid-19 graças à sua política de isolamento (na verdade, de estrangulamento da economia). Caso ela não tivesse sido adotada, o Estado teria contabilizado (segundo a pasta do Planejamento, essa mesmo que não soube verificar que não havia uma única morte pelo vírus chinês na Serra), 354 óbitos. Por favor, sejamos minimamente honestos. Que dado é esse? Como é fácil fazer uso baixo do pânico e terror em favor de uma agenda política. Pelo País afora, os gestores estaduais e municipais estão espalhando o medo com o propósito de conseguir emplacar um estado de calamidade pública, que permite a eles fazerem compras sem licitação e, com isso, superfaturarem quase tudo: de máscaras a respiradores. Uma farra com o dinheiro do contribuinte com o pretexto de combaterem a pandemia. Sergio Moro, ministro da Justiça e Segurança Pública, disse que vai pedir à Polícia Federal e Controladoria Geral da União uma avaliação sobre esses gastos. Vai faltar cadeia. Voltando a Leite, o governador já havia dito, de antemão, que é contra a reeleição e que não iria concorrer, postura que adotou inclusive quando foi prefeito de Pelotas. Essa é uma muleta importante. Se concorrer não faz nem 5% dos votos. Quando essa pandemia passar, e nossa torcida é para que passe logo, a totalidade desses gestores que perpetraram abusos de toda ordem contra a população de bem não deve ser reeleita. Aliás, certamente serão varridos das urnas. Mas eu acho que isso é insuficiente. Esse pessoal tinha que ser varrido da cadeira dos governos estaduais. A deposição desses gestores inaptos é algo urgente.

FARROUPILHA, 24 DE ABRIL DE 2020

Cinema

O maior ator de todos os tempos? Prestes a completar 80 anos, que serão celebrados no sábado, Al Pacino é um gigante da Sétima Arte e tem carreira marcada por interpretações memoráveis

D

o policial incorruptível Frank Serpico ao idealista jornalista Lowell Bergman, passando pelo mafioso Tony Montana e chegando ao advogado John Milton. É impossível pensar em Al Pacino e não lembrar de pelo menos de 10 trabalhos memoráveis do ator. Neste sábado, ele completa 80 anos como um monstro sagrado do Cinema e, para muitos, como o maior da história da Sétima Arte. Pacino contabiliza oito indicações ao Oscar, sendo cinco como Principal (Serpico, O Poderoso Chefão II, Um Dia de Cão, Justiça Para Todos e Perfume de Mulher) e três como Coadjuvante (O Poderoso Chefão, Dick Tracy e Sucesso a Qualquer Preço). No Globo de Ouro são 17 indicações: 10 por Ator Dramático (O Poderoso Chefão I e II e III; Serpico, Um Dia de Cão; Um Momento, Uma Vida; Justiça Para Todos, Scarface, Vítimas de uma Paixão e Perfume de Mulher); dois por Ator em Comédia ou Musical (Autor em Família e Não Olhe Para Trás); três por Coadjuvante (Dick Tracy, Sucesso a Qualquer Preço e O Irlandês); e duas indicações para Minissérie ou Filme para a TV (Anjos na América e Você não Conhece Jack). Nos dois principais prêmios, contabiliza uma conquista em cada. Por Serpico no Globo de Ouro e por Perfume de Mulher no Oscar, uma das maiores atuações da história. O ator ainda levou o prêmio Cecil B. DeMille, no Globo de Ouro, pelo conjunto da carreira,

em 2001. Muitas atuações, embora não indicadas às premiações, são altamente marcantes e tivemos trabalho em um Top 10 ao lado, com a de Perfume de Mulher, claro, que essa é hors concours: Top 11. Na verdade, o que mais chama a atenção nas performances de Pacino é o absoluto e completo controle sobre o papel, seja ele de jornalista, advogado, gângster, técnico de futebol americano e, especialmente, de policial, que registra a maior parte de suas atuações ao longo de mais de 50 anos de carreira, quando fez sua estreia na série “Departamento de Polícia de Nova Iorque”, em 1968. A maior parte dos filmes da lenda já foram resenhados na seção Sétima Arte. Para quem não conhece o trabalho (será que existem alguém?), garantimos que vale muito a pena. Para os que assistiram um que outro filme, vale se aprofundar. Para os fãs, vale uma revisita à filmografia do gigante.


Inside

FARROUPILHA, 24 DE ABRIL DE 2020

Cinema

3

Rita Rosa Baretta

ritarosabaretta@gmail.com Divulgação

Pacino: 11 atuações memoráveis

Indagações e tendências

Frank Serpico O incorruptível policial de Nova Iorque rendeu um Globo de Ouro Michael Corleone Tudo pronto para assumir a frente da família mafiosa Sonny Wortzik O atrapalhado criminoso é outro papel marcante Arthur Kirkland Idealista advogado que acredita no triunfo da justiça Tony Montana O mafioso cubano que domina Miami à base da força Vincent Hanna Dedicado tenente do Dpto. de Polícia de Los Angeles Imagem: Reprodução

Por una Cabeza O lendário tango de Carlos Gardel ganhou outro significado na dança da jovem Donna, a bela Gabrielle Anwar, conduzida magistralmente pelo tenente coronel Frank Slade, o militar cego interpretado de forma sublime por Al Pacino em “Perfume de Mulher”: uma cena imortalizada na telona rendeu ao ator um Oscar incontestável

John Milton Gigante advogado que controla tudo: a síntese do poder Lowell Bergman O jornalista que luta pela verdade: atuação gigante Tony D’Amato Lendário treinador mostra que não está ultrapassado Walter Abrams À caça de talentos: alto risco no mundo dos apostadores

Alguém nesses dias me perguntava: “De que forma prática e objetiva a Psicologia poderia nos ajudar a enfrentar esses novos problemas gerados pelo coronavírus?”. Respondi. Sabe, de fato creio que eu não possa te auxiliar, mas eu possa te ajudar a descobrir que dentro de você existem recursos imensuráveis dos quais você pode se ajudar e, além do mais, você pode desejar muito ajudar os demais à sua volta. Talvez você não possa mudar o mundo, mas o mundo do qual você faz parte possa se orgulhar da forma como você pode contribuir para que ele mude. Sabe, quando você era pequenino. Não parece, mas você chegou a ser um bebê bem pequenino. Houveram muitos momentos que sua mãe deixou você no berço e saiu para fazer o mama. Lá nesta hora, você não se desesperou e aguardou sua mãe voltar com a mamadeira e então você se fartou com todo aquele leite quentinho. Então, existiam recursos internos em você, que lhe fizeram tolerar tal momento. O que posso lhe dizer agora? Que podemos buscar em nós recursos internos. Podemos acreditar que de algum modo algo poderá contribuir para superarmos estas dificuldades. Mesmo que em algumas circunstâncias possamos pensar que não daremos conta, sempre existirá algo dentro de nós que nos dará aquela serenidade para ir em frente. Para que se possa ficar vivo psiquicamente, para de algum modo acreditar que iremos lidar com nossas angústias e medos, e ainda mais para lidar com o que está por vir neste momento de nossas vidas. Dar conta das circunstâncias de solidão também parece ser algo importante. A vida está nos oferecendo limitações extremas, lidar com as incertezas será fundamental. Talvez o que eu possa me referir como oferta da Psicologia seja a escuta. Nosso único e maior instrumento de trabalho é a escuta afetuosa e verdadeira, de quem compreende e acolhe com amor o sentimento e a dor do outro. Entendo que todo líder, que neste momento acolhe seu colaborador, possa dar sua escuta compreensiva e afetuosa, de quem está vivendo a mesma situação e de fato compreende a dor de cada sujeito em sua realidade. Diante desta situação de perigo Freud fala de três sentimentos do homem. Medo: quando conheço o objeto que pode me fazer mal e eu consigo raciocinar que posso me defender, tenho conhecimento do objeto. Tenho conhecimento do perigo. Angústia: diz respeito a uma sensação de perigo que eu não tenho a menor ideia do objeto. Terror: diferente dos demais. Eu tenho ideia do objeto, mas ele age com o fator surpresa, que eu não sei como me defender. Então, com o coronavírus tenho a exata sensação de que exerce este fator surpresa, no entanto provoca este estado de terror. Não sabemos com o que estamos lidando e esse desconhecido promove esse sentimento de pânico. É fundamental se passar por esse período da forma menos tensa que pudermos passar. É importante que nos cuidemos e que possamos cuidar de quem está à nossa volta. Compreender o conceito de adaptação é tão importante quanto o de não nos vitimizarmos, assumindo uma postura de enfrentamento adulto. Creio, sim, na importância de uma adaptação muita realista ao momento, e cada um deverá pensar em como poderá fazer a sua parte. Muitas vezes falamos do passado, do que outras gerações viveram ou falamos de como seria o futuro. Hoje falamos do que estamos vivendo. Estamos fazendo a história. Nós mesmos a vivemos, a contamos e escrevemos. Não temos como delegar. Somos os próprios agentes desta mudança. Somos os protagonistas da nossa história. É como educar um filho. Não tem como esperar, ir ler o livro e depois ir explicar. Precisa corrigir o filho na hora. É disso que estamos falando agora. Não podemos delegar decisões. Elas precisam ser geradas neste exato momento. E ainda precisamos ter ciência de que além delas estarem mudando as nossas próprias vidas elas irão significativamente mudar as vidas dos que irão nos suceder. Não podemos ser amadores, nem tecnicamente, nem economicamente e muito menos humanamente. Pois é uma nova realidade, uma nova vida, um novo cenário, novas posturas... Estamos criando um novo mundo, uma nova era hoje... Precisamos de nossa sensibilidade humanamente ativa. * Psicanalista


Fotos: Arquivo Pessoal

A

Solidariedade

Divulgaç

Associação Cultural Moinho Covolan está com iniciativas super legais e solidárias nesse tempo de pandemia. Uma das ações é o Armário do Bem, onde em um armário, localizado na frente do antigo edifício, os interessados podem fazer a doação de alimentos não perecíveis. Quem precisar pode pegar essas doações, que caso sejam muitas serão encaminhadas ao CRAS da cidade. Também pode-se doar itens para fazer sabão como óleo de cozinha velho e soda, que a própria entidade está produzindo sabão em barras.

Para o Frio No Muinho também está rolando o Clube da Luva, que consiste em uma campanha do agasalho. Próximo ao armário há um varal para serem penduradas roupas de inverno, em bom estado, para doação. Sugere-se que sejam itens como camisetas e blusas de manga longa, touca, manta, luvas e calçados.

Gabriela Oliboni recebeu o carinho do namorado Anderson Basso Flores pela passagem do seu aniversário, celebrado no domingo

Solidariedade II O período de quarentena está sendo muito delicado e precisamos fortalecer as ações de solidariedade. Uma das formas de contribuir com quem necessita é doando itens que estão sobrando e, podem ter uso, para o Banco Social da Prefeitura. A entidade recebe calçados, roupas de cama, roupas, móveis, eletrodomésticos, entre outros itens e direciona para quem estiver precisando. Também é possível doar alimentos. Os materiais podem ser entregues direto no endereço da entidade, que fica atrás do restaurante Ronda Charrua.

Conteúdo Online Com o período de quarentena muitas pessoas estão tendo mais tempo livre e podem aproveitar para agregar seus conhecimentos. A Universidade de Caxias do Sul (UCS) lançou nesta semana atividades de extensão online gratuitas para a comunidade. Os cursos abrangem diversas áreas de conhecimento e interesse, e estão disponíveis pelo site www.ucs.br, na aba “Estude na UCS”. Confira!

Show Neste sábado o cantor Patrick Ferreira promove a live “Só Modão” em seu canal do YouTube. O show sertanejo inicia às 20h e tem apoio do Deck256.

Tem novidade na cidade. Os sócios e empresários Gabriela Gubert Hunhoff e Cleber Hunhoff, com a participação do filho Carlos Eduardo na foto, anunciaram nessa semana a troca do nome de seu empreendimento. O Oishi Sushi Farroupilha passa a se chamar Yoshiro Sushi Bar. A mudança faz parte de um novo momento do restaurante, que lançou novas opções de combos, para seus serviços de delivery e retirada no balcão


Igor Guedes

ção

A influenciadora de moda e empreendedora Maria Luiza Grazziotin Brites está compartilhando dicas sobre o universo da comunicação em seu perfil @ mariagrazziotin, para incentivar a mudança em marcas, com relação ao novo momento de consumo

O chef Enio Valli preparou novidades em seu cardápio para a reabertura do Restaurante Guri, após o período de quarentena. A nova proposta é uma sequência de pratos que te leva para uma viagem pelo Rio Grande do Sul

#EmCasa

Denise Balbinot Colombo e o filho Maurício, que celebrou seu aniversário de 5 aninhos em casa, na última semana de março

Os farroupilhenses Guilherme Possa e Daiane Dal Bem em casa, durante a quarentena que vivem em Dublin, na Irlanda


Inside

6

Fabrício Oliboni fabrioliboni@gmail.com

Sem barba Fiz a barba na semana passada. Ok, e daí? Bom, essa é uma atividade trivial para cerca de 94,3% da população masculina do planeta Terra. Não pra mim, que não fazia isso há 6 anos, para ser mais exato. Desde algum dia de 2014 (não lembro) eu só fui aparando-a, normalmente com a frequência de uns 20 dias, às vezes um pouco mais, outras menos, mas não fugia muito disso. De forma não planejada, acordei um dia da última semana e decidi que havia chegado a hora. E foi. Já deixei a barba bem cheia e mais comprida algumas vezes, mas sempre com as devidas podas, aqueles ajustes, para não ficar aquela coisa desgrenhada e fora de controle. A quarentena não impediu esse efeito desgrenhado e fora de controle. No estado que estava, se eu fosse tentar mexer, iria fazer besteira. Eu levava mais tempo penteando a barba (sim) do que lavando o cabelo. Esses fios descontrolados estavam me dando nos nervos, pois ficava ruim até para comer algumas coisas. Banho ou apenas lavar o rosto tinha que lembrar de secar muito bem a barba, se não ficava pingando nas camisetas/camisas. Não dava mais. Feito o trabalho, gastei a função de refletir do espelho aqui de casa, pois conferi se tinha feito isso mesmo a cada 10 minutos. Besteira, mas quando fazem 6 anos que você não vê as suas bochechas e o espaço entre o lábio superior e o nariz (tem nome isso?), é algo novo, confuso. Foi um dia estranho. O dia seguinte também. Ainda está sendo, pouco mais de uma semana depois do ocorrido. Todos que me conheceram nesses últimos 6 anos nunca tinham me visto sem barba. Mesmo quem já me conhece há mais tempo diz que já tinha até esquecido como era. É engraçado isso, como temos algumas imagens e características associadas a algumas pessoas. No meu caso, a barba é algo que sinto que faz parte da minha personalidade. É difícil de explicar, mas faz sentido pra mim. Algumas variações de cabelo, estilo, forma de se vestir, postura, etc. Isso ocorreu nesse período, mas a barba era o que não mudava. Cheia, sempre, variando só no volume, mas com um padrão. Depois de anos assim, é uma mudança curiosa de acompanhar, e não somente de aparência, pois parece que algo mudou. Novamente, não sei explicar, mas para quem teve uma mudança brusca de aparência, nem que seja por uns dias, talvez entenda. O motivo principal de eu ter feito a barba foi porque eu não aguentava mais como ela estava. Não tinha como seguir sem ajuda de um barbeiro. No entanto, um empurrãozinho foi o fato da quarentena estar rolando. Como eu moro sozinho, e estou há mais de um mês sem contato com ninguém, pareceu a chance perfeita de fazer em limpa facial de 6 em 6 anos agora. Teve um pouco de estratégia, admito. E assim foi. Quem me viu sem barba viu. Pra quem não viu, me cobrem em 6 anos. * Agente de intercâmbio e bacharel em Relações Internacionais

FARROUPILHA, 24 DE ABRIL DE 2020

Sétima Arte

Algumas coisas jamais mudam Michael Corleone bem que tentou revestir de legalidade negócios da família, mas os banhos de sangue promovidos por uma máfia fragmentada falaram mais alto

U

ma frase atribuída a Big Paul Castellano, que durante anos chefiou a Família Gambino, uma das mais influentes da Cosa Nostra, que comandava o crime organizado em Nova Iorque, ficou famosa. Disse o mafioso: “Não preciso mais de pistoleiros, agora eu quero deputados e senadores”. Uma guerra fratricida entre os clãs sicilianos resultou na morte do chefão em 1985, quando ele saía de uma churrascaria em Manhattan. Talvez em nenhuma parte do mundo os tentáculos da Cosa Nostra foram tão fortes como em solo nova-iorquino. Até mesmo na Sicília, berço da mais famosa máfia italiana, eles não tiveram tanto impacto porque era na metrópole americana que era possível fazer dinheiro com negócios ilegais. A história da máfia siciliana está muito bem retratada por Francis Ford Coppola em “O Poderoso Chefão” e essa tentativa de revestir de

legalidade um negócio sujo passava muito pela política. Como já resenhamos os dois primeiros filmes da trilogia, é hora de finalizarmos ela prestando um tributo a Al Pacino, o gênio, que neste sábado completa 80 anos. Foi ele que articulou essa transição no papel de Michael Corleone, justamente porque gostaria de garantir à ex-esposa Kay (Diane Keaton) e aos filhos Anthony (Franc D’Ambrosio) e Mary (Sofia Coppola) uma vida de segurança e protegida da violência que sempre permeou a trajetória do caçula de Don Vito Corleone, que herdou o legado do pai e seguiu com os negócios do clã, mas sempre fazendo uso da força. Porém, há sangue nas mãos de Michael, até mesmo de sua própria família, que resultou na separação de Kay e no afastamento do convívio com seu casal de filhos. Um episódio traumático, que encerra o segundo filme, o assassinato de seu próprio irmão, é o que abre o capítulo final da saga, com o mafioso já

tendo dificuldades para dominar Nova Iorque, em 1979, e prestes a receber o mais alto tributo papal em troca de uma doação milionária para o Vaticano aplicar na Sicília, por meio da Fundação Vito Corleone, presidida por sua filha, a jovem Mary. A relação com Kay e Anthony está completamente fraturada, embora com a caçula seja ótima. É a partir de Mary que Michael procurará reconstruir sua família, alicerçado na sempre fiel presença da irmã Connie (Talia Shire). Mas há tempo que os Corleone deixaram de mandar na máfia de Nova Iorque. Ela se fragmentou e novos chefões foram surgindo, como Joey Zasa (Joe Mantegna) e seu capanga Anthony Squigliaro (Vito Antuofermo), que passaram a dominar e aterrorizar alguns bairros da cidade, inclusive com o incipiente comércio de cocaína e heroína, algo (a venda de drogas) que era abominado pela máfia tradicional. É neste cenário que começa a ascender o impulsivo jovem


Inside

FARROUPILHA, 24 DE ABRIL DE 2020

7

Paulo Roque Gasparetto

Sétima Arte Divulgação

Legado À sombra do pai Vito, Michael Corleone (Al Pacino) tenta retirar família do meio mafioso e buscar um pouco de paz no fim de sua vida: convenhamos, uma tarefa hercúlea

Vincent Mancini (Andy Garcia), sobrinho de Michael. Disposto a proteger a família, ele é um dos primeiros a perceber que a transição para o campo da legalidade, proposta pelo tio, não será das mais fáceis e que muitos velhos mafiosos, como Don Altobello (Eli Wallach) não seguem à risca os preceitos de compromisso e lealdade que sempre imperaram entre os antigos chefões da máfia. O diretor Coppola, que assina o roteiro ao lado do escritor Mario Puzo, autor da trilogia, a fecha com chave de ouro, mesclando inclusive fatos reais, como o falecimento de Paulo VI e o curto papado de João Paulo I, de 33 dias, com sua morte até hoje re-

pleta de suspeitas, e o escândalo que envolveu o Banco do Vaticano que, no filme, teve seu rombo milionário coberto por Michael em troca do controle acionário da maior imobiliária da Europa, que tinha participação da Igreja Católica e que seria usada como uma empresa de fachada para a lavagem de dinheiro da máfia. Mas o que vale mais na obra é a atuação de Al Pacino, que parece, com a idade, ter absorvido a paciência de seu pai na trilogia, Vito, interpretado pelo lendário Marlon Brando. O controle absoluto sobre o papel e essa transição, da impulsividade vista nos dois primeiros filmes, para a serenidade no capítulo final, apenas reforça a capacidade de um ator que teve, nos anos 90, a sua década mais gloriosa, em especial no papel antológico do tenente coronel Frank Slade em “Perfume de Mulher”, de 1992, que lhe rendeu o Oscar de Melhor Ator, em uma das performances mais assombrosas da história da Sétima Arte (veja mais nas páginas 2 e 3 do Inside). Vale lembrar também que “O Poderoso Chefão III” completa 30 anos de lançamento em 2020 e foi indicado ao Oscar em sete categorias: Filme, Direção (Coppola), Ator Coadjuvante (Andy Garcia), Montagem, Fotografia, Canção Original e Direção de Arte. No Globo de Ouro também concorreu a sete prêmios: Filme em Drama, Direção (Coppola), Roteiro (Coppola e Puzo), Ator em Drama (Pacino), Ator Coadjuvante (Garcia), Canção Original e Trilha Sonora Original.

prgasparetto@terra.com.br

Imagem: Reprodução

Título original The Godfather III Título traduzido O Poderoso Chefão III Direção Francis Ford Coppola Roteiro Francis Ford Coppola Mario Puzo Gênero Drama Duração 170 minutos País Estados Unidos Ano de produção 1990 Estúdio e distribuição Paramount Pictures

Uma nova ética O filósofo Heidegger resume a ética como “um modo de habitar o mundo”. Concordo plenamente com ele. Existem muitas maneiras de estar no mundo. Há o modo de viver no mundo explorando no máximo o que a natureza pode nos oferecer ou há o modo cuidadoso de habitar e respeitar, de forma que possamos viver e deixar a vida acontecer. Assim, agir eticamente significa reger-se pelo princípio do bem de maneira consciente e livre. Viver eticamente está ligado diretamente com viver humanamente. Não podemos conceber a ideia de uma humanidade que se rege pela lei da sobrevivência do mais forte, mas pela colaboração, pela solidariedade. Tanto mais e melhor vive e sobrevive aquele que compreende a importância do coletivo. Mais convive, mais relaciona-se em todas as direções. O que esse vírus, que espalha tanto medo em nossa sociedade, pode nos ensinar, é que somos um corpo, formando o corpo humano, e se um adoece e passa mal, todos somos afetados. Neste sentido, a fraternidade e solidariedade serão, de agora em diante, um dever na nova civilização. Precisamos conviver como irmãos em vista de construirmos relações saudáveis. Nessa linha se situa “uma nova ética”. Só há um caminho: nos olhamos como um só corpo ou nos perderemos todos. Estamos navegando num mesmo barco e a um mesmo porto queremos todos chegar. Ainda mais no momento em que estamos vivendo como humanidade, em que sempre mais teremos aglomerações sociais e efeitos climáticos e, com isso, teremos sempre mais epidemias e catástrofes. Precisamos reforçar tudo que é coletivo. Só desta maneira construiremos o mundo futuro, com vida para todos. Algumas dicas nesse tempo de quarentena. Meditar é condição de toda a pessoa para uma vida equilibrada, ainda mais nesses tempos difíceis. Meditar é parar. É não agir. É tomar a vida nas mãos e sentir o que estou fazendo com ela. É tomar os pensamentos e organizá-los para que possam construir uma vida em paz. Meditar é ler um livro que ajude a gente a perceber-se. É escutar música que acorde nossos sentimentos para a vida serene e calma. E assim poderemos nos perguntar: em quem depositar a confiança? Parece fora de dúvida que confiar em Deus continua sendo essencial. A religião, fé e espiritualidade são muito importantes, mesmo que as igrejas continuem fechadas, o coração de cada um de nós é o lugar especial em que Deus quer estar e não tem porta a ser trancada. * Pároco da Paróquia Sagrado Coração de Jesus e doutor em Comunicação


Inside

8

Horóscopo Áries - 21/03 a 20/04

A ansiedade vai apenas prejudicá-lo! É preciso muito mais do que atitude e coragem. É preciso ter visão! O céu fala sobre oportunidades paralelas a experiências que não permanecerão. Isso afeta o seu dinheiro e as decisões com um grupo de pessoas.

Touro - 21/04 a 20/05

A chave da sua mudanças está em si mesmo. O autodesenvolvimento, aliado a decisões assertivas, é um ingrediente essencial na vida profissional. Não atropele as coisas, mas uma ação é importante para gerar uma nova direção em sua vida.

Gêmeos - 21/05 a 20/06

Você está com a faca e o queijo na mão para gerar mudanças que lhe tragam bem-estar e satisfação. Mas a ansiedade e a necessidade de provar a sua verdade pode prejudicá-lo. Quando há autoestima e autovalor não é preciso provar nada.

Câncer - 21/06 a 20/07

Sim, é muito triste ver os nossos planos ruírem, mas pior que isso é manter relações com pessoas que não funcionam mais neste contexto evolutivo. Tenha atenção com brigas e com relações que geram ansiedade. Seja seletivo!

Leão - 21/07 a 22/08

Tenha atenção com brigas, ansiedade e experiências que geram confronto com uma pessoa significativa para a experiência. É preciso ter habilidade para se relacionar e para resolver questões importantes que impactam o futuro.

Vírgem - 23/08 a 22/09

Há desafios para expor ou receber informações que afetam o trabalho ou a rotina. A vida vem exigindo de você uma nova performance na forma de perceber a vida em conjunto com os seus valores e as suas crenças. É preciso mudar e seguir em outro formato.

Libra - 23/09 a 22/10

Existem experiências que afetam grandemente o desenvolvimento dos filhos e a forma de se sentir feliz e seguro em suas decisões pessoais. Tenha atenção com a ansiedade e com a forma de tomar decisões que precisam ser renovadas.

Escorpião - 23/10 a 21/11

Tenha atenção com brigas e com discussões que podem gerar separações e dificuldades mais intensas com uma pessoa importante para o seu desenvolvimento. A pessoa tocada está passando por desafios, o que acaba afetando todos!

Sagitário - 22/11 a 21/12

Talvez seja necessário se posicionar com uma pessoa que afeta a sua rotina e o seu trabalho. O céu exige de você posicionamentos e habilidades para expor situações com seriedade. Não falar é pior que deixar as coisas como estão. Tenha atenção no trânsito!

Capricórnio - 22/12 a 20/01

Há preocupações financeiras e tensões que afetam o seu bem-estar. O céu exige de você assertividade para investir ou negociar. A experiência pode confrontar os filhos ou a forma como você percebe o seu potencial.

Aquário - 21/01 a 19/02

Você está muito ansioso e nervoso. Algumas decisões exigem de você assertividade. É preciso ter muita coragem para manter o equilíbrio e para conduzir os assuntos em família ou para o imóvel. O autodesenvolvimento é essencial.

Peixes - 20/02 a 20/03

Existe a vontade de se posicionar com pessoas, mas será preciso aproveitar a oportunidade de avaliar se isso realmente é necessário. O céu exige de você uma nova performance emocional para interagir com as mudanças que o cercam. As decisões passam por um filtro necessário.

FARROUPILHA, 24 DE ABRIL DE 2020


FARROUPILHA, 24 DE ABRIL DE 2020

TERRENO DE ESQUINA, com 1.377m², está à Venda! Imediações do Shopping Centro de Compras e rodoviária. Contatar através do telefone: (54) 991.181.642. VENDO TERRENO, por apenas R$125.000,00 no BAIRRO IMIGRANTE. Medindas:12,00 x 33,00 (396m²). Tratar: (54) 999.680.419. Farroupilha: para você homem discreto, que procura uma boa massagem para relaxar, agora você já tem o local certo! “PRAZER PICANTE”, você encontra as mais BELAS GAROTAS! Local central. Venha conhecer! Fone: (54) 991.430.723. Segunda a sábado. Dani, loirinha de olhos claros! Sempre pronta para o prazer! Disponível das 9h às 16h, com atendimento com local próprio. Contatar pelo fone (54) 996.145.503. Pamela: loira bronzeada, siliconada, 25 aninhos, boca carnuda, pronta para satisfazer suas fantasias e desejos. Contato pelo fone (54) 991.430.723, das 9h às 20h. Está a fim de fugir da rotina com uma gata sensacional? Então venha passar esse momento comigo. Sou a Pati, uma moreninha pronta para te enlouquecer. Atendimento em local central e discreto (54) 996.145.503 ou (54) 991.430.723, das 13h30min às 18h. Lu, morena sensual, para você que quer relaxar. Venha me conhecer, prazer garantido. Atendimento central (54) 996.145.503. Venha me conhecer! Mulatinha cor do pecado, dos teus sonhos! Realizo seus desejos e fetiches, sou carinhosa! Eu sou a Manu! Entre em contato e agende seu horário, atendimento em meu local central e bem discreto! (54) 996.145.503 ou (54) 991.430.723.


2

Quer relaxar e sentir prazer com uma mulher cheirosa e que adora dividir momentos intensos com você? Venha me conhecer! Paula (54) 991.430.723 ou (54) 996.145.503. Flávia, linda acompanhante para seus desejos mais secretos, com a massagem relaxante para seus momentos de tensões! Agende seu horário através do fone (54) 991.430.723 ou (54) 996.145.503. Bianca para você que quer algo diferente, com aquela massagem para seus momentos de estresse. Agende comigo (54) 996.145.503 ou (54) 991.430.723. Oi! Me chamo Manu, tenho 28 anos, sou morena clara com cabelos cacheados! Carinhosa e atenciosa! Para você que está naqueles momentos precisando de uma massagem relaxante e tântrica. Venha se descontrair! (54) 996.145.503, (54) 991.430.723 ou (48) 991.730.233. Renata loira / Ana Paula morena, juntas ou separadas, com aquele atendimento especial! Agende conosco (54) 996.155.503 ou (54) 991.430.723.

FARROUPILHA, 24 DE ABRIL DE 2020


Profile for Informantef Informantef

Edição 634  

Jornal Informante (Farroupilha/RS)

Edição 634  

Jornal Informante (Farroupilha/RS)

Advertisement

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded