a product message image
{' '} {' '}
Limited time offer
SAVE % on your upgrade

Page 1

FARROUPILHA

|

ANO XII

|

EDIÇÃO 628

|

6 DE MARÇO DE 2020

|

R$ 3,00

Com foco na qualidade de vida e melhora no processo de aprendizagem, professora Lucia de Lima ministra oficina na Nossa Senhora de Caravaggio Editoria de Educação, página 12 SAÚDE

INSIDE

Voluntários buscam donativos para crianças carentes atendidas no HBSC Capa

Parque dos Pinheiros será tomado pela arte na 8ª Maratona Cultural Capa e página 3

Arrecadação de roupas infantis

Um dia para sair da rotina

POLÍTICA

Fernando Silvestrin agora é PL Presidente do Legislativo deixa o PSB e abre o período de troca de legendas Página 11

Juliana Inês Casa Barbieri

Yoga leva mais vida à escola


2

FARROUPILHA, 6 DE MARÇO DE 2020

PROTOCOLADO NA CÂMARA

OAB, Farroupilha e RS, entram com pedido de impeachment Ordem dos Advogados do Brasil protocolou peça na Casa Legislativa Lidovino Antônio Fanton na segunda pela manhã Ramon Cardoso

A

atribulada semana política farroupilhense iniciou já na segunda pela manhã. A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) protocolou, na Câmara de Vereadores, um pedido de um impeachment contra o prefeito Claiton Gonçalves. Além do presidente da OAB Subseção Farroupilha, Maurício Bianchi, a denúncia foi assinada pelo presidente da OAB Rio Grande do Sul, Ricardo Breier, e pelo presidente da Comissão Especial de Acompanhamento Legislativo, João Darzone, que estiveram no ato da entrega. O pedido, após protocolado, foi repassado às mãos do presidente do Legislativo, vereador Fernando Silvestrin. Em cerca de 20 páginas, a peça aponta quatro eixos em que se baseia o pedido. Em resumo, são eles: a compra de terrenos sem autorização prévia da Câmara de Vereadores; uma suplementação no valor dos mesmos feita por decreto, que elevou em R$ 890 mil o valor inicial solicitado à Casa Legislativa, que era de R$ 10 mil; a nomeação de um fiscal para assessor jurídico e, posteriormente, procurador-geral do município sem a devida exoneração do mesmo da função de fiscal; e, por fim, as manifestações públicas pejorativas contra as entidades que se manifestaram contra a aquisição do software de saúde. Há cerca de um mês a OAB trabalha na elaboração do pedido, que conta com ampla documentação anexa, que sustenta a denúncia contra o chefe do Executivo, totalizando 187 páginas, que foram lidas na sessão legislativa de segunda à noite (veja mais na página 4). Os presidentes reforçaram não se tratar de uma questão política, mas técnica, e que diante dos acontecimentos não havia outro caminho a ser adotado pela Ordem que não a apresentação do pedido. “Estamos cumprindo a nossa missão constitucional. Os fatos são graves. É um dia triste para Farroupilha, sem dúvida. Não nos agrada entrar

Impeachment, parte II Darzone e Breier repassaram a Silvestrin o pedido de impedimento feito pela OAB: peça sustentada em quatro eixos

com esse tipo de pedido, mas estaríamos prevaricando se não o fizéssemos. É uma peça técnica, feita com responsabilidade e entregamos essa responsabilidade de analisar à Câmara de Vereadores, que tem totais condições de avaliar a questão a partir de agora”, destacou Breier. Bianchi, por sua vez, ressaltou se tratar de um momento histórico, já que era o segundo pedido de impedimento encabeçado pela OAB (o primeiro foi em Montenegro, em 2017) e o primeiro na Serra. “Temos a plena consciência de que se trata de um ato extremo, de algo difícil e traumático, mas não poderíamos nos furtar do exercício do direito

da cidadania. Nos fatos apresentados encontramos ilegalidades que ferem os princípios que regem a administração pública. Não podemos, como representantes da sociedade civil e pela representatividade que temos, nos omitirmos em relação a esse assunto. Buscamos o auxílio da Seccional (OAB/RS) para uma análise em conjunto sobre a viabilidade do enquadramento dessa questão e temos certeza de que a Câmara de Vereadores vai dar o norte correto para esse caso”, declarou Bianchi. Na sequência, os representantes da Ordem foram até a Subseção Farroupilha onde, em entrevista coletiva, esclareceram pontos do pedido (confira na página ao lado).


3

FARROUPILHA, 6 DE MARÇO DE 2020

ALÉM DO LEGISLATIVO

OAB também ingressará com Ação Civil Pública contra Claiton Em coletiva de imprensa na Subseção Farroupilhense, Ordem avisou que deve acionar Ministério Público nos próximos dias Ramon Cardoso

S

e é impossível avaliar os processos de impedimento do prefeito Claiton Gonçalves, que tramitam no Legislativo, sem o viés político, uma análise estritamente jurídica deve ocorrer no Ministério Público (MP). Ele deve ser acionado a partir de uma Ação Civil Pública (ACP) contra o prefeito, formulada pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), tanto a Farroupilhense como a do Rio Grande do Sul, embasada nos mesmos fundamentos apresentados no pedido feito à Câmara de Vereadores. A informação foi repassada à imprensa na entrevista coletiva ocorrida na Subseção Farroupilha, logo após o pedido de impeachment ter sido protocolado no Legislativo. A ACP de improbidade administrativa terá condições, com acréscimo de novos elementos, de apurar se houve dano ao erário público e, desta forma, buscar o ressarcimento de eventual prejuízo aos cofres públicos. A questão, portanto, é estritamente técnica, como bem destacou João Darzone, presidente da Comissão Especial de Acompanhamento Legislativo. “O pedido de impeachment que tramita no Legislativo é híbrido. Ele é jurídico e técnico, mas também é político. A Ação Civil Pública terá condições de avaliar o impacto financeiro e determinar se houve prejuízo de fato ao erário”, salientou Darzone. Ele ainda frisou que a análise dos princípios que regem a administração deve ser mais ampla. “A atitude do gestor, em determinado caso, pode até ser revestida de legalidade, mas o princípio da eficiência também deve ser considerado. Pode haver violação da Constituição Federal se determinado ato não resultar em benefício para a comunidade”, exemplificou. Um dos pontos que foi reforçado na coletiva foi a dissociação do pedido de uma questão político/ partidária. Presidente da OAB/RS, Ricardo Breier

Denúncia pormenorizada Bianchi, Breier e Darzone forneceram detalhes do pedido de impeachment em coletiva na Subseção Farroupilha, no final da manhã de segunda: Ordem fez questão de rechaçar qualquer vinculação político/partidária e reforçar indiferença ao calendário eleitoral

falou que a única bandeira defendida pela OAB é a da Constituição Federal. A proximidade do período eleitoral, da mesma forma, não foi apontada como óbice ao pedido. Conforme destacou Breier, é a ocorrência de uma irregularidade que deve condicionar a ação da Ordem e não as questões que envolvem o calendário eleitoral. Por fim, Maurício Bianchi, presidente da OAB Farroupilha, frisou que foi a falta de diálogo que levou à adoção da medida. “Nós alertamos o prefeito sobre os fatos, sobre as consequências de seus atos, mas nossas ob-

servações foram desconsideradas, bem como a manifestação das entidades. O ponto fulcral foi a falta de diálogo”, observou o presidente da OAB Farroupilha, para em seguida ratificar seu posicionamento. “O prefeito concedeu uma coletiva (no último dia 18) se manifestando sobre a possibilidade de reverter a compra dos terrenos, mas não o fez, eles já estavam em nome da prefeitura, registrados, escriturados. Se tivesse desfeito e cumprido com o que tinha dito, talvez não tivéssemos ingressado com o pedido”, finalizou Bianchi.


4

FARROUPILHA, 6 DE MARÇO DE 2020

RESPALDO LEGISLATIVO

Por 14 votos a 0, a Casa Legislativa chancela abertura de novo processo de impeachment a partir de pedido da OAB

O

momento mais aguardado da longa sessão legislativa de segunda à noite teve início por volta das 20h45min, quando o secretário Arielson Arsego deu início à leitura da denúncia feita pela OAB Farroupilha e OAB/RS contra o prefeito Claiton Gonçalves, solicitando a abertura de um processo de impedimento contra o chefe do Executivo. Se revezando na leitura com os vereadores Jonas Tomazini e Fabiano André Piccoli, os trabalhos avançaram pela madrugada, com encerramento da leitura das 187 páginas à 0h15min de terça. Se o apoio ao prefeito já se mostrava débil há duas semanas, quando foi admitida, por parte do Legislativo, a análise do primeiro processo de impeachment, este formulado pelo empresário Glacir Gomes, ele se mostrou completamente inexistente na noite de segunda. Todos os vereadores votaram pela admissibilidade da denúncia, autorizando uma nova abertura de processo de impeachment contra Claiton. O retumbante 14 a 0 pegou os presentes de surpresa e deixou claro que o gestor foi abandonado pela sua base, que ruiu diante dos fatos apresentados, da pressão popular e de condutas adotadas que provocaram seu isolamento. “Isso não nos deixa satisfeitos. É bom registrar que não temos nada a comemorar. Mas assumimos um dever de fazer cumprir a lei e não podíamos nos furtar a tomar essa medida drástica, extrema, mas necessária diante da gravidade dos fatos apresentados”, destacou o presidente da Ordem Farroupilha,

Comissão Processante II Catafesta (relator), Eleonora (presidente) e Bellaver integram o grupo que dará encaminhamento a novo pedido de impedimento

Maurício Bianchi. Ele também mostrou surpresa com o placar. “Foi surpreendente, sim, mas isso mostra que nosso pedido está bem fundamentado e reforça a representatividade da OAB”, salientou Bianchi. Farroupilha é a única cidade do Rio Grande do Sul, provavelmente do Brasil a ter dois processos de impedimento sendo analisados de forma concomitante. Encerrada a votação, foi feito o sorteio da Comissão Processante entre todos os vereadores: Eleonora Broilo (MDB), José Mário Bellaver (MDB) e Sedinei Catafesta (PSD) foram os escolhidos para integrar o

grupo que conduzirá os trabalhos. Depois de feito o sorteio, o trio se reuniu para definir quem ficaria com a presidência e a relatoria. Eleonora acabou escolhida para presidir a Comissão Processante enquanto Catafesta foi designado relator. A primeira reunião do grupo aconteceu no final da tarde de terça, no Legislativo, dando início ao processo que será regido pelo Decreto 201, de 27 de fevereiro de 1967. A assessoria de imprensa da prefeitura destacou que o prefeito Claiton Gonçalves não iria se manifestar sobre o novo pedido de impedimento.

Ramon Cardoso

Câmara isola Claiton e vota pela admissibilidade de forma unânime


5

FARROUPILHA, 15 DE FEVEREIRO DE 2019

IARGS promove novo curso de Direito Eleitoral Evento acontece na próxima quinta e sexta e busca orientar profissionais que estarão envolvidos na campanha deste ano

D

estinado a advogados e representantes partidários, o Instituto dos Advogados do Rio Grande do Sul (IARGS) promove, na próxima quinta e sexta, um curso sobre as novas normas que passam a vigorar no Direito Eleitoral. A atividade ocorre das 17h às 20h, no 5º andar do Instituto (Travessa Acilino de Carvalho, 21, no Centro Histórico de Porto Alegre). A ideia do evento, conforme destacou Lucia Kopittke, coordenadora geral da atividade e vice-presidente do IARGS, surgiu a partir da constatação das dificuldades dos advogados em obterem material para estudar o tema, muito complexo, especialmente pela importância do momento, já que estamos às vésperas de novo pleito municipal. Boa parte das dúvidas gira em torno da parte processual, referindo-se a prazos, formas de processos e recursos. “Entendemos a importância de trazemos as novidades e as principais alterações porque em todos os anos eleitorais o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) edita resoluções que mudam as regras da eleição. O que é proibido deixa de ser proibido e outros fatores que não eram proibidos se tornam proibidos”, ressaltou Lucia, considerando, principalmente, as chamadas fake news e os avanços da internet. “Estão sempre sendo criadas formas de fazer propaganda, principalmente aquelas que não são admissíveis pela legislação eleitoral”, informou, destacando que, diante do quadro é fundamental que a legislação tenha que evoluir para impedir que as inovações venham a retirar o equilíbrio entre os candidatos. De acordo com Lucia, o curso não é des-

Programação Próxima quinta, dia 12 17h: Processo Eleitoral Palestrante: Dra. Maritânia Dallagnol 18h: Novas regras para eleições 2020 Palestrante: Desembargador Silvio Ronaldo Santos de Moraes 19h: Propaganda eleitoral com ênfase na internet Palestrante: Dr. Alexandre Basílio Próxima sexta, dia 13 17h: Prestação de contas Palestrante: Dr. Rafael Morgental 18h: Crimes eleitorais Palestrante: Dr. Paulo Roberto Moreira de Oliveira 19h: Participação da mulher no pleito Palestrante: Desembargadora Elaine Harzheim Macedo Inscrições e informações: pelo fone (51) 3224-5788 tinado somente a advogados: qualquer pessoa pode se inscrever. “Nós apenas trazemos as novidades e, naturalmente, indicamos as fontes de estudo e onde procurá-las, e a pessoa sai dali com uma noção do que ela vai enfrentar nas eleições, ciente dos principais caminhos que poderá seguir durante as eleições”, informou. Nesta edição, o curso promoverá um assunto novo: prestação de contas do dinheiro oriundo do Governo Federal, ou seja, os valores que virão da esfera federal para as campanhas. “Certamente, esta decisão criará muitas regras novas que terão que ser analisadas e aplicadas. Cada professor em sua matéria dará sua explicação e disponibilizará o conteúdo, citando todas as fontes”, finalizou a vice-presidente.


6

FARROUPILHA, 6 DE MARÇO DE 2020

Falta de diálogo: gatilho em comum A turbulenta semana política farroupilhense está alicerçada em um ponto que ajuda a explicar, não somente os atuais processos de impeachment a que está sujeito o chefe do Poder Executivo Municipal, como também a deposição dos dois presidentes pós redemocratização. É incrível como os casos guardam similaridades e como a falta de uma conversa com a sociedade disparou o gatilho de uma situação extrema como um processo de impedimento, que é sempre algo traumático. Claiton Gonçalves foi progressivamente se isolando, entrando em conflito com quem discordasse de suas escolhas e isso é sempre muito perigoso para quem está em uma posição de gestor. Essa postura beligerante acabou por gerar atritos consideráveis com a sociedade e isso é uma sentença de morte política. Basta voltar um pouco no tempo e ver a história que se processou com Fernando Collor de Mello e Dilma Rousseff. O roteiro é o mesmo. Lindbergh Farias pode até vender a ideia de que foram os caras pintadas, liderados por ele, que derrubaram Collor. Bobagem. A desastrosa política econômica, com sua inapta prima, Zélia Cardoso de Mello como ministra da Fazenda, implodiu o governo. O confisco da poupança, criminoso e ilegal, de um País que tinha uma indústria incipiente, escassez de produtos e inflação na estratosfera, detonou seu processo de impedimento. Não houve qualquer tipo de diálogo com a sociedade. A medida

Imagem: Freepik

foi imposta e o preço pago foi alto. Com Dilma aconteceu a mesma coisa. As pedaladas fiscais foram graves e, por si só, embasavam e justificavam juridicamente, e com sobras, o pedido de deposição, disso ninguém tem dúvida, mas o impeachment não se processaria se houvesse um canal aberto de conversação com a sociedade e se o governo não estivesse permeado pela corrupção em todos os seus estratos administrativos. Corrupção essa que jogou o País numa recessão sem precedentes, que tem seus reflexos sentidos até hoje. Estava sedimentado o terreno para a mudança. A situação em Farroupilha tem, justamente nessa ausência de diálogo, a sua base. Ainda que não seja possível atender todos os pedidos da comunidade, é recomendável e prudente ouvi-la. O gestor público, no fim das contas, é um servidor comunitário. Claro que foram cometidas irregularidades que embasaram os pedidos de impedimento, mas é impossível desconsiderar a pressão popular e a opinião pública neste contexto, basta ver os protestos previstos para o próximo dia

Índice

Editorial

Matéria Especial .................................... Páginas 2 a 4 Editorial ...................................................Página 6 Opinião ......................................................Página 7 Cidade ........................................................Páginas 8 e 10 Política ..................................................... Página 11 Educação ..................................................Página 12 Esporte ..................................................... Páginas 13 a 15

Inside

Especial..................................................... Capa e página 3 Cinemas ..................................................... Página 2 Crônicas da Redação ............................. Página 4 Agenda....................................................... Página 4 Moda .......................................................... Página 5 Social ........................................................ Páginas 6 e 7 Fabrício Oliboni ..................................... Página 8 Festa ........................................................... Página 8 Dia da Mulher ......................................... Página 9 Paulo Roque Gasparetto ..................... Página 9 Sétima Arte .............................................. Páginas 10 e 11 Horóscopo ............................................... Contracapa Saúde, Beleza & Estética...................... 4 páginas

Classificados .......................................... 8 páginas

15, contra o Congresso Nacional. Eles ensejaram inúmeras manifestações de repúdio de parlamentares, justamente os que não estão cumprindo com suas mínimas obrigações e atrasando o avanço do País. Um aspecto importante reportado por João Darzone, presidente da Comissão Especial de Acompanhamento Legislativo da OAB, que assina, junto com o presidente local da Ordem, Maurício Bianchi, e o estadual, Ricardo Breier, o novo pedido de impeachment (veja mais na Matéria Especial, páginas 2 a 4), diz respeito ao princípio da eficiência na administração pública. Introduzido pela Reforma Administrativa de 1998, como seria importante, se não sua aplicação plena, pelo menos sua adoção regular como instrumento de controle na gestão pública. Ao lado dos demais: legalidade, impessoalidade, moralidade e publicidade, talvez ele seja o mais necessário e o menos considerado. Eficiência é fazer bom uso do dinheiro público. Evidente que, se cumprido à risca, contaríamos nos dedos os gestores que conseguiriam cumprir

Redação: redacao@jornalinformante.com.br Juliana Inês Casa Barbieri juliana@jornalinformante.com.br Ramon Cardoso ramon@jornalinformante.com.br Yasmin Signori Andrade yasmin@jornalinformante.com.br

Comercial: comercial@jornalinformante.com.br Fabiano Luiz Gasperin gasperin@jornalinformante.com.br Jean Marco Lançarin de Mattos comercial5@jornalinformante.com.br Maria da Graça Potricos Leite maria@jornalinformante.com.br

Anúncios: anuncios@jornalinformante.com.br Marcelo Bortagaray Mello marcelo@jornalinformante.com.br Tiago Rodrigues da Silva tiago@jornalinformante.com.br

Financeiro: financeiro@jornalinformante.com.br Keli de Almeida Maciel keli@jornalinformante.com.br

um ano de mandato sequer, mas é justamente por isso que ele deveria começar a ser aplicado, sob pena de ser tão somente um penduricalho decorativo (mais um) na nossa capenga Carta Magna. Carecemos, na gestão pública, sobretudo de planejamento (que é fundamental no estabelecimento de prioridades) e retorno, em serviços públicos de qualidade, dos recursos arrecadados junto ao contribuinte. Com as redes sociais e as facilidades de comunicação que elas permitem, a população teve condição de ficar mais atenta ao que está acontecendo à sua volta e isso tem um caráter preventivo e pedagógico na atuação do gestor. O povo está descobrindo, aos poucos, o poder que tem. Ele não fica restrito a um ou dois meros domingos de outubro a cada biênio. Não é só a protocolar ida à urna que determina os rumos de um Município, Estado ou País, embora seja fundamental uma escolha criteriosa. Esta foi uma semana triste para Farroupilha. Excetuando quem pretende se beneficiar politicamente da questão, não há o que celebrar com o novo pedido de impedimento do prefeito. É uma mancha, uma mácula na história política da cidade, que gera, independente do resultado, danos, transtornos e traumas. Que os condutores tenham a serenidade necessária para minorar os prejuízos e que o município, em todas as suas esferas, das entidades representativas até os cidadãos, tenha condições de transpor esse momento difícil aprendendo com ele.

Assinaturas: assinaturas@jornalinformante.com.br Assinatura Bienal: R$ 250,00 Assinatura Anual: R$ 150,00

Telefones (54) 3401-3200 / (54) 3401-3201 (54) 3401-3202 / (54) 3401-3203

Endereço Rua Dr. Jaime Romeu Rössler, 348, Bairro Planalto

Colunistas Crônicas da Redação Dolores Maggioni Egui Baldasso Fabrício Oliboni

Guilherme Macalossi Lauro Edson Da Cás Paulo Roque Gasparetto

A manifestação dos colunistas é livre e independente e não necessariamente reflete a opinião do Tabloide sobre os temas abordados nas colunas

@PaperInformante www.jornalinformante.com.br

/jornalinformante


7

FARROUPILHA, 6 DE MARÇO DE 2020

As ruas são de todos Mateus Bandeira * O Brasil conviveu durante 21 anos com governos de esquerda. PSDB e PT moldaram, para pior, o Brasil de hoje. Nestas duas décadas, o direito de protestar foi amplamente defendido. Não podia ser diferente, pois a Constituição garante este direito. Os protestos, de maneira geral, eram iniciativas das siglas de esquerda. Caso das manifestações a favor do aborto, contra as privatizações, a favor dos privilégios dos servidores, a favor do desarmamento, contra o agronegócio. Em 2013, tendências diversas foram às ruas, quebrando o monopólio dos protestos. Em seguida, a direita, após décadas recolhida, tratou de aglutinar-se. Com o lançamento da candidatura Jair Bolsonaro, este fenômeno ampliou-se e movimentos de direita decidiram ocupar as ruas. Foi o que bastou para que a esquerda e parte da mídia começassem a taxar as novas manifestações de antidemocráticas. Um caso célebre foi o do Queermuseu. Um grupo de cidadãos desconfortáveis com a exposição de péssimo gosto e des-

respeito religioso decidiu protestar. Imediatamente, militantes das siglas de esquerda, com apoio da imprensa, apontaram censura no ato dos manifestantes. Ficou evidente que era legítimo esculachar a fé alheia, mas tratava-se de censura criticar uma arte ofensiva aos valores de milhões de brasileiros. Até hoje, militantes travestidos de artistas debocham de Jesus Cristo – embora não tenham coragem para atacar Maomé. Eis que a direita, cada vez mais organizada e sem medo da patrulha, resolveu sair às ruas novamente. Mais uma vez para dizer que o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal (STF) fazem mal ao Brasil. Embora não tenha se manifestado publicamente em favor do ato de 15 de março, Bolsonaro passou a ser atacado. Equívoco, pois ele não endossou o manifesto contra Legislativo e Judiciário. Mais grave, porém, é o desprezo elitista por tudo que vem da direita. Bolsonaro não inventou a direita. Seu mérito foi perceber as insatisfações deste contingente e galvanizar esta disposição que reuniu apoio de

57,7 milhões de eleitores em 2018. Agora que a direita, legitimamente, decidiu que também sabe protestar, a esquerda e parte da mídia condenam esses atos como antidemocráticos. Atitude nitidamente antidemocrática. Democracia unilateral O presidente sofre ataques diários da imprensa, e isto é democrático. Se o presidente revida, isto é antidemocrático. Os parlamentares podem criticar virulentamente o Executivo, e isto é democrático. Se os cidadãos resolvem defender as reformas do presidente, isto é antidemocrático. O que existe, consequência de um longo domínio político e cultural da esquerda, é um tremendo preconceito contra a direita. É cool ser de esquerda. É fascista ser de direita. Em vez de forjar rótulos contra os manifestantes, seus críticos deveriam procurar entender o que leva milhões de brasileiros às ruas. As pessoas estão cansadas do toma-lá-dá-cá do Legislativo. As pessoas estão cansadas dos ataques à Lava-Jato. As pessoas estão cansadas de financiar, por meio de fundos públicos, as campanhas

eleitorais. As pessoas estão cansadas com um STF que come lagosta às custas do povo e veta a prisão em segunda instância, favorecendo criminosos endinheirados. As pessoas estão cansadas de um Legislativo que quer assumir o papel do Executivo ao abocanhar R$ bilhões em recursos públicos por meio de emendas parlamentares. As pessoas estão cansadas do oportunismo dos que falam em impeachment de um presidente que não aceitou fazer negociatas com o Parlamento. O que acontece hoje no Brasil é que a maioria se cansou da esquerda anacrônica e corrupta, cujo legado por onde passou foi a miséria. Quem realmente defende a democracia sabe que as ruas devem ser livres e palco da diversidade de opiniões. Isto vale para os que aplaudem partidos embolorados, defensores de regimes autoritários. E vale para os que defendem a modernidade econômica e os valores da família. * Foi CEO da Falconi, presidente do Banrisul, secretário de Planejamento do Rio Grande do Sul e candidato ao governo gaúcho

O que fazer quando a empresa está na UTI? Marcos Sardas * No mundo empresarial sempre acontecem altos e baixos e, uma empresa que esteve no topo por um longo tempo, pode se deparar, de repente, com uma grande crise, enfrentar dificuldades financeiras ou até mesmo correr o risco de ter que requerer a uma recuperação judicial. Ou, eventualmente, ir à falência. Uma empresa é como um ser vivo e orgânico e que se assemelha muito com o ser humano, tanto no que se refere a gestão de seus hábitos e das práticas de atitudes saudáveis, como na prevenção e cuidados que devem ser tomados para possibilitar uma vida longa e prazerosa. Toda pessoa que se preserva, realiza exercícios físicos, mantém uma alimentação balanceada, equilibra trabalho e lazer, se permite momentos de reflexão, estabelece metas pessoais para si e para sua família, cultiva políticas financeiras para o seu patrimônio, pensando no presen-

te e no futuro. E toda vez que desvios acontecem, ela ou ele procuram seu médico, seu preparador físico, seu nutricionista, seu psicólogo ou seu banco para promover os devidos ajustes. Uma empresa é extremamente semelhante. Requer boas práticas de gestão, balanço adequado entre suas receitas e despesas, deve possuir um bom clima no seu ambiente de trabalho, com respeito, porém, que seja leve e descontraído, estabelecer metas estratégicas para ser sustentável e perene e buscar o equilíbrio econômico-financeiro que necessita. Da mesma forma como o ser humano, constantemente a empresa emite sinais: desvios de rota em relação às suas estratégias previamente definidas, não cumprimento de metas físicas ou financeiras, deterioração do ambiente e do clima de trabalho, baixa atratividade para novas contratações, perda de funcionários para o mercado ou para a concorrência, perda de resultado, piora da sua condição financeira e de caixa, comprome-

timento econômico e patrimonial. Aos primeiros sinais, as empresas deveriam iniciar seu processo de correção de rota e de ajustes de suas práticas inadequadas ou ineficientes. Lamentavelmente, em muitos casos essas correções vêm tardias e/ou sem eficácia, motivadas por egos inflados, por conflitos internos entre os gestores, falta de uma estratégia definida, falta de costume para lidar com situações difíceis e inusitadas e, muitas vezes, mesmo, por falta de capacitação ou competência para trabalhar problemas que fujam da rotina habitual. Quando uma situação crítica acontece em uma corporação, seus donos e acionistas muitas vezes desconhecem como reverter o cenário. É comum nesses momentos buscarem a ajuda e suporte externo de uma consultoria empresarial, que imaginam tenha o dom de “transformar sapo em príncipe”, em um curto período. Milagres não acontecem com tanta facilidade. Muitas vezes o paciente já está na UTI,

e a reversão é possível, porém crítica e arriscada. E provavelmente as correções deverão ser cirúrgicas e radicais. Nossa recomendação é que, para manterem-se e preservarem-se as condições saudáveis de uma boa gestão, e evitar dessa forma surpresas desagradáveis de fuga de rota, primeiramente que tenhamos a disciplina e a consciência que ter hábitos preventivos. Paralelamente nos mantermos alinhados com a estratégia previamente definida, e que se estabeleça, e se acompanhe, de forma rotineira e com bastante rigor, indicadores de performance, que sejam os termômetros de controle das boas práticas e dos bons resultados. Ao menor sinal de desvio, acenda o seu “alerta”. E, caso necessite de ajuda, não espere ir para a UTI. As soluções serão mais eficazes e menos traumáticas. * Executivo de empresas, consultor e sócio-diretor da Exxe Consultoria Empresarial


8

FARROUPILHA, 6 DE MARÇO DE 2020

CONTRIBUIÇÃO

Obituário

Alguém quer me adotar? Divulgação

Esta é a Lua. Ela tem 8 anos, é de porte pequeno/ médio, muito dócil e carinhosa. Infelizmente sua família não tem mais condições de mantê-la. Ela está na corrente e precisa de um lar com pátio cercado para brincar. Interessados podem manter contato pelo fone 999.371.647.

Para ajudar a Afadev Neste sábado Associação realiza tradicional Pedágio para arrecadar fundos

A

Associação Farroupilhense de Deficientes Visuais (Afadev) está à frente de mais um Pedágio para obter recursos e manter a instituição. Será neste sábado, das 8h às 17h, em cinco pontos centrais. Cerca de 80 voluntários estarão atuando na ação. A comunidade pode contribuir com qualquer valor em dinheiro que será investido nos trabalhos da entidade que possui 28 associados, de Farroupilha e cidades vizinhas. No último ano o Pedágio arrecadou R$ 10.194,64. Equipes estarão coletando as contribuições na Barão do Rio Branco com Júlio de Castilhos e Pedro Grendene, em frente à Viveamore Casa de Repouso e Câmara de Vereadores; Cel. Pena de Morais com Rui Barbosa, na Copifar; Cel. Pena de Morais com Pi-

Divulgação

27 de fevereiro * Mariana de Souza Oliveira, 75 anos. Sepultamento no Cemitério Público Municipal; * Onir da Silva, 64 anos. Sepultamento no Cemitério Público Municipal. 28 de fevereiro * Claudiomar de Souza Geraldo, 41 anos. Sepultamento no Cemitério Municipal de Santa Maria; * Nilsa Venzon Cauduro, 94 anos. Sepultamento no Cemitério Público Municipal. 29 de fevereiro * Iris Terezinha Rosanelli, 80 anos. Sepultamento no Cemitério Público Municipal. 2 de março * Carlos Gonzatto, 57 anos. Sepultamento no Cemitério da comunidade de Nossa Senhora da Saúde, em Linha Ely (3º Distrito). 3 de março * Pascoa Terezinha de Brida Cordova, 80 anos. Sepultamento no cemitério de Nova Milano (4º Distrito).

Para manter ações Pedágio da Afadev está na 9ª edição e entidade têm 15 anos de fundação

nheiro Machado, em frente ao Banrisul e Clube do Comércio; Júlio de Castilhos e Avenida Santa Rita, na Dorigon; Júlio de Castilhos com Pinheiro Macha-

do, no Auto Posto Benvenutti. Importante lembrar que em caso de chuva o Pedágio será transferido para o próximo dia 14.

Programe-se O que: 9º Pedágio Solidário da Afadev Quando: neste sábado, das 8h às 17h Onde: em cinco pontos no Centro


10

FARROUPILHA, 6 DE MARÇO DE 2020

Prefeitura de Farroupilha

TrânsiTo

Trecho da VRS 813 recebe asfalto Cerca de 1,6 quilômetro começou a receber pavimentação asfáltica da Ecofar na manhã de quarta e previsão é de conclusão até o final da próxima semana

A

VRS 813, que liga Farroupilha a Garibaldi e Carlos Barbosa, está passando por uma obra de pavimentação asfáltica. A Empresa Farroupilhense de Saneamento e Desenvolvimento Ambiental Ecofar iniciou, na manhã de quarta, a operação que abrangerá cerca de 1,6 quilômetro do importante trecho. No momento, a pista está passando pela fase de fresamento. Logo após, a equipe fará a limpeza e retirada de resíduos do local, que estará pronto para a aplicação da camada asfáltica. Por enquanto, o trânsito está sendo conduzido a meia pista. A previsão é que a obra seja finalizada no final da próxima semana. Segundo a administração e a Ecofar, esta era uma necessidade

urgente da população, visto que a VRS representa uma importante via de acesso e ligação, e estava em estado crítico. A estimativa de custo da obra é de R$ 700 mil, custeada com recursos da prefeitura. Mais obras de asfaltamento também no perímetro urbano A rua 13 de Maio, no trecho da Avenida Paulo Broilo até a Afonso Menegotto, no bairro São Luiz, também está recebendo melhorias. A Ecofar colocará aproximadamente 600 metros de pavimentação asfáltica. A equipe iniciou a roçada no local e o trabalho para a regulagem da via e logo após será feito o asfaltamento. É importante lembrar que, devido às obras, os motoristas devem observar a sinalização, pois alguns trechos estão bloqueados.

Melhorias Acesso à cidade: cerca de 1,6 quilômetro da VRS 813 está recebendo pavimentação asfáltica

EnoGrAsTronoMiA

Brinde a mais um Festival do Moscatel nossos vinhos, espumantes e sucos diretamente ao público consumidor, num ambiente festivo que favorece a conquista de novos clientes e fãs”, salienta Rosane Meggiolaro Cappelletti, presidente da Afavin. Em 2019, o Festival do Moscatel recebeu participantes de 70 municípios e de seis Estados brasileiros. O lançamento oficial, com apresentação das vinícolas participantes e cardápio da edição, será no próximo dia 18, às 19h, na Casa Poeta Oscar Bertholdo. “O Festival do Moscatel de Farroupilha se consolidou no cenário enoturístico gastronômico do Rio Grande do Sul, trazendo a cada ano mais visitantes ao município, lotando a rede hoteleira e enaltecendo nossa vitivinicultura”, ressalta Francis Casali, secretário municipal de Turismo. A realização é da Prefeitura e Afavin.

Arquivo Jornal Informante

A

s datas do 10º Festival do Moscatel já foram definidas e a edição deste ano promete repetir o sucesso que vem consagrando o evento na região. Serão oito noites de festa, uma a mais do que em 2019. Será nos dias 29 de agosto, 4, 5, 11, 12, 18, 19 e 26 de setembro, no Centro Municipal de Eventos Mário Bianchi, a partir das 20h. O evento enograstronômico oferece ao público cardápio especial e bebidas à vontade servidas pelas vinícolas integrantes da Associação Farroupilhense de Produtores de Vinhos, Espumantes, Sucos e Derivados (Afavin). O incremento de um sábado visa atender à procura dos visitantes que vem sendo crescente a cada edição. “Temos a oportunidade de servir

Datas definidas Dias 29 de agosto, 4, 5, 11, 12, 18, 19 e 26 de setembro serão de Festival do Moscatel


11

FARROUPILHA, 6 DE MARÇO DE 2020

TROCA DE LEGENDA

Silvestrin abraça nova sigla partidária Presidente do Legislativo deixa PSB e se filia ao PL, sendo apresentado como pré-candidato à majoritária no pleito de outubro de, é um partido que vai crescer muito na cidade e a meta do PL em Farroupilha é ajudar a comunidade. Não vou ser o chefão, vou ser um soldado do partido. A política de caciques e coronéis terminou”, destacou. Silvestrin iniciou na política como filiado ao PDT, de 1992 a 2007, quando ingressou no PSB, sendo um dos fundadores da legenda. Concorreu em duas eleições ao Legislativo e foi eleito em ambas, sendo que em 2016 foi campeão de votos. No Executivo, foi secretário de Agricultura e de Obras. Adelino Balsani, presidente municipal do PL, comemorou a conquista do partido com a adesão de Silvestrin à sigla e salientou que a legenda conta com 23 pré-candidatos a vereador e tem cerca de 300 filiados na cidade, projetando uma eleição municipal de visibilidade para a sigla.

Yasmin Signori Andrade

N

este ano de eleições municipais, Fernando Silvestrin está com novas perspectivas. O presidente da Câmara de Vereadores migrou do Partido Socialista Brasileiro (PSB) para o Partido Liberal (PL). O ato de filiação aconteceu no final da tarde de quinta com representantes e líderes da sigla, inclusive com a presença do deputado estadual Paparico Bacchi. “Momento importante para mim, estou emocionado. Posso dizer que cumpri minha meta dentro do PSB. Deixo muitos amigos, não saí brigado. Estou criando um novo rumo, é um novo momento”, justifica Silvestrin, que já foi apontado pelo partido como pré-candidato a prefeito nas próximas eleições. “O PL é um partido que está me dando uma oportunidade muito gran-

Silvestrin assina filiação Acompanhado pelo pré-candidato a prefeito de Caxias do Sul, Renato Nunes, deputado Paparico e Balsani, presidente do Legislativo ingressou na nova legenda no final da tarde de quinta


12

FARROUPILHA, 6 DE MARÇO DE 2020

PRÁTICA INTEGRATIVA

Yoga como parceira de aprendizagem Escola Nossa Senhora de Caravaggio busca desenvolver autoconhecimento e concentração em atividade de contraturno Juliana Inês Casa Barbieri

C

oncentração, respiração, postura e atenção plena. É esse o ritmo que alunos da Escola Municipal Nossa Senhora de Caravaggio, no 1º Distrito, estão vivenciando numa ação diferenciada. São aulas de contraturno com a Oficina de Yoga. “O objetivo do nosso projeto é apresentar o método Yoga de maneira simples e eficaz, com atividades lúdicas, prazerosas e significativas, buscando com isso melhorar o autoconhecimento, autoestima, autoconfiança, aumento de concentração e aprendizagem de como lidar com as emoções”, explica Lucia Gil da Silva de Lima, professora de Educação Física, ministrante da oficina e que participa de capacitação em Yoga na Educação. O projeto é voltado a alunos do educandário atendidos no contraturno das aulas, com idades entre 5 e 14 anos, na própria escola. A oficina é gratuita e acontece às quintas, sendo que também os pais têm demonstrado interesse em aproveitar a oportunidade, o que está sendo estudado pela direção da instituição de ensino. A ideia surgiu há cerca de dois anos, quando os docentes perceberam um aumento no grau de agitação dos estudantes e no surgimento de diagnósticos de doenças psicossomáticas entre os alunos. Então, a professora Lucia, com apoio da direção

Aluno como ser integral Inicialmente atende 14 estudantes, mas a procura tem aumentado e nova turma deverá ser aberta para as práticas de Yoga

e coordenação pedagógica, buscou a formação e está conduzindo a atividade. “Esperamos ter alunos mais focados, concentrados, melhorando a capacidade de aprendizagem e interação no ambiente escolar, mas acima de tudo, queremos ver as crianças e adolescentes

mais realizados e felizes”, complementa. Outros projetos presentes na Escola de Caravaggio são o Com-Vida (que atua nas questões ambientais), Oficina de Flauta e a Banda Marcial. Muito além do currículo, é o olhar integrativo que dá à escola o foco na formação de cidadãos.


13

FARROUPILHA, 6 DE MARÇO DE 2020

TIME MAIS SOLTO

Gurias rubro-verdes em nova formação Ramon Cardoso

Com pontas abertas e losango no quarteto ofensivo, Brasil volta a testar modelo para o Brasileirão Série A2 neste sábado

Brasil Feminino

M

esmo dando um desconto considerável diante da fragilidade do rival, o G.E. Municipal, de Montenegro, um novo Brasil Feminino foi a campo no jogo-treino do último sábado, modelo que deve ser replicado neste, contra o Flamengo de Santa Cruz, novamente nas Castanheiras, porém com um nível de exigência um pouco maior. O técnico Luciano Almeida testou um novo formato em relação ao utilizado no ano passado: um 4-3-3 com pontas abertas, que valorizou mais a posse de bola do quarteto ofensivo, montado em losango, e deixou o time mais agressivo à frente. Bruninha foi avançada de volante para meia, com Laís e Bianca fazendo a contenção. Com intensa movimentação, ela distribuiu o jogo para as duas pontas: Tuca na direita e a recém-chegada Kelly na esquerda. Desta forma, a centroavante Pati não ficou tão isolada e a constante mobilidade do quarteto ofensivo deixou o time mais solto, inclusive permitindo as subidas das laterais Vick, na direita, e Jana, na esquerda. Gil Vigolo no gol e Gil e Luane na zaga completaram o time que saiu atuando no jogo-treino que terminou em 9 a 0 no 1º tempo, com hat-trick de Kelly, o grande destaque, dois gols de Tuca e Pati e com Luana,

Novidades Estreante no elenco rubro-verde a ponta Kelly teve grande atuação, assim como Bruninha, que jogou como meia clássica: equipe teve boa produção e intensa movimentação no setor ofensivo

Amistoso preparatório ao Brasileirão Série A2

X

Neste sábado, às 16h Castanheiras (Farroupilha) Ingresso: um quilo de alimento não-perecível

que ingressou no lugar de Tuca, e Bruninha fechando o placar. Na metade final, Luciano trocou todo o time e quem entrou com fome foi a dupla Greyce e Fran. A primeira atuando como ponta, a segunda como meia. Ambas também fizeram um hat-trick, com destaque para Fran, que marcou dois dos três gols em cobranças de falta, encerrando o placar em 15 a 0. O sistema defensivo foi pouco exigido, já que foram raras as vezes que o time de Montenegro conseguiu passar do meio de campo, algo que deve mudar no confronto deste sábado, mas serviu para testar a mobilidade do time e mostrar que os treinamentos foram replicados em campo. “Gostei da movimentação. Colocamos em prática o que vínhamos fazendo nos treinos. Contamos com ultrapassagem de lateral, tabelamentos, volantes fazendo inversão de jogo, atacantes saindo para puxar a marcação, permitindo a infiltração, enfim. Acho que valeu mais por isso”, ressaltou Luciano. Esse é o sistema que o técnico pretende atuar no Brasileirão, pelo menos na estreia, diante da Chapecoense, no dia 15. “A intenção é termos esse modelo. Também podemos trabalhar num quadrado clássico de meio, em um 4-4-2. Temos ainda uma semana de treinos e um amistoso para definirmos isso”, comentou.

Chape em Xanxerê

O local da estreia do Brasil Feminino no Brasileirão mudou. Agora, as gurias rubro-verdes encaram a Chapecoense, dia 15, em Xanxerê, que fica 44 quilômetros além de Chapecó. São 420 quilômetros de estrada até o Estádio Municipal Josué Annoni. O deslocamento será feito no sábado, dia 14.


14

FARROUPILHA, 6 DE MARÇO DE 2020

CROSSFIT FARROUPILHA

Preliminar Restam poucas vagas na Copa Verão

Times confirmados

Alvorada (Farroupilha)

Atlético AFF (Farroupilha) (Bento Gonçalves)

Ana Rech (Caxias do Sul)

As Intocáveis (Caxias do Sul)

Base Feminina (Caxias do Sul)

Olimpíacos (Bento Gonçalves)

UTFF (Taquara)

Vênus (Carlos Barbosa)

Pódios farroupilhenses Jordana Gaviraghi e Gustavos Bet e Callegari celebram resultados no Oktober Games

D

isputado no último fim de semana, no Ginásio Poliesportivo do Parque da Oktoberfest, de Santa Cruz do Sul, o Oktober Games, competição de Crossfit organizada pela CT Sul, contou com a participação de 34 Boxes e Centros de Treinamento de todos os cantos do Estado, reunindo mais de 180 atletas, que competiram de forma individual e em duplas. Foram seis Wod’s (provas), somando sete pontuações para os atletas no ranking geral. Na categoria individual Amador, a atleta Jordana Gaviraghi conquistou o 1º lugar, mesmo depois de uma queda no aquecimento da primeira prova, que a levou ao hospital. A farroupilhense fez um raio-x onde não foi constata nenhuma fratura de vértebra, foi medicada, passou pela fisioterapia e retornou à competição. Dana venceu em cinco das sete pontuações e ficou com o caneco. Outro que figurou no lugar mais alto do pódio foi Gustavo Bet, na individual Scale. O fim de semana dos atletas do município ainda contou com o 3º lugar do headcoach da Crossfit Farroupilha, Gustavo Alexandre Callegari, na categoria Master 35+. Há mais de 5 anos no município, o Crossfit Farroupilha é o único box oficial da cidade e celebrou resultados expressivos na disputa.

Thays Nunes Gaviraghi

A Liga Independente de Futsal deve finalizar nos próximos dias o número de participantes da Copa Verão 2020. Até o momento, são nove equipes confirmadas (veja abaixo). O sorteio acontece na próxima quinta e a disputa de futsal feminino tem início no dia 14. As partidas ocorrem no Cinquentenário, aos sábados à noite.

Taça no armário Os Gustavos, Bet e Callegari, e Dana, da Crossfit Farroupilha: aquele sorriso no rosto pela sensação de dever cumprido


15

FARROUPILHA, 6 DE MARÇO DE 2020

NAS CASTANHEIRAS

Reforçado e em busca de recuperação Brasil faz estreia em casa na Segundona Gaúcha neste domingo, no primeiro clássico da semana cheia, diante do Glória Micheli Almeida

Vamos ter uma postura mais ofensiva até porque necessitamos da vitória, mas sem descuidar do sistema defensivo”, salientou o técnico do rubro-verde, que passa a contar com mais atletas à disposição a partir do registro no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF, como o centroavante Giancarlo, o lateral direito Marcos e os zagueiros Gil e Hugo.

N

Brasil

ão foi o começo que o Brasil desejava, longe disso. Atuando em Igrejinha, na abertura da Segundona Gaúcha, a equipe farroupilhense foi superada no último domingo por 2 a 0 (gols marcados pelo atacante Eto’o). Ainda sem poder contar com muitos reforços e com o técnico Alê Menezes com pouco mais de uma semana de trabalho, o rubro-verde não teve boa atuação, especialmente na etapa inicial, e largou na competição estadual com derrota. “Ficamos abaixo do que esperávamos. Falhamos no primeiro gol numa jogada que o Igrejinha faz muito bem, que é a inversão de jogo. Corrigimos no intervalo, melhoramos na etapa final, tivemos a chance do empate, mas ficamos expostos no contra-ataque e eles aproveitaram para fazer o segundo gol. Com o treinamento vamos evoluir e temos que buscar a recuperação no domingo”, destacou o técnico Alê Menezes, já projetando o confronto contra o Glória que, na estreia, venceu o Tupi em casa, no Altos da Glória, por 3 a 1. “É um adversário difícil, uma equipe que se defende muito bem e tem um contra-ataque muito rápido.

Na posição Puyol atuou improvisado na zaga em Igrejinha mas no domingo retorna à lateral esquerda do rubro-verde

Mulheres com entrada franca no domingo

Segundona Gaúcha - 2ª rodada da 1ª fase (Grupo A) Time base Douglas Marcos (Hiago) Gil (Hugo) João Guilherme Puyol Faísca Felipe Chagas Wendryl Luiz Carlos Talles Taquara Técnico Alê Menezes

Time base Jonatan Josué Rafael Klein Vinícius Jadi Elias Welerson Ednei Salib Pablo Eric Técnico Fabiano Daitx

Local | Data: Estádio das Castanheiras | Domingo, às 15h30min

Como o duelo dominical é no Dia Internacional da Mulher, o Departamento de Marketing do clube farroupilhense confere entrada franca às torcedoras rubro-verdes. O ingresso custa R$ 20,00, estudantes e idosos pagam R$ 10,00 (mediante comprovação) e o acesso é liberado também aos atletas que integram as categorias de base do Brasil (desde que devidamente identificados) e para os sócios 2020. Haverá serviço de bar sob responsabilidade do Departamento Feminino de Futebol.

Semana sem folga e com clássico também na quarta

O pouco tempo de trabalho do técnico farroupilhense permitiu uma semana inteira de atividade para o primeiro clássico serrano, mas não permitirá para o segundo. Na quarta, na primeira rodada no meio de semana, o Brasil encara o Veranópolis, no Antônio David Farina, às 20h.


INSIDE

Impeachment, parte II

Yasmin Signori Andrade

Ramon Cardoso

Regressiva para a Festa das Colheitas

MATÉRIA ESPECIAL

OAB Farroupilha e Rio Grande do Sul protocolaram pedido de impedimento do prefeito Claiton Gonçalves na manhã de segunda, na Casa Legislativa, e vereadores foram unânimes em acatar admissibilidade da nova denúncia que instaurou segunda Comissão Processante Páginas 2 a 4 e Editorial Milena, Maiara e Viviane, o trio de soberanas da Festa da Uva, esteve visitando a Redação do Informante na reta final de divulgação da 2ª edição do evento, que enaltece a força do Setor Primário caxiense Página 8

ESPORTE

Fim de semana de Brasil em dose dupla nas Castanheiras

Gurias rubro-verdes fazem amistoso neste sábado e equipe profissional encara o Glória no domingo, na estreia em casa pela Segundona Gaúcha Páginas 13 e 15


Compromisso com a Cidade. Compromisso com você.

FARROUPILHA, 6 DE MARÇO DE 2020

ARRECADAÇÃO

Ajuda para os pequenos do São Carlos Campanha coleta roupas e itens para compor enxovais aos recém-nascidos e internados na Ala Pediátrica do Hospital ças maiores, desde alguns meses de idade até 2 anos, e estas foram encaminhadas para doação no Setor de Pediatria, destinadas aos pequenos que são internados e chegam sem roupas para a estada durante o tratamento de saúde.

Divulgação

A

boa causa é evidente e a mobilização também é justa. Percebendo a necessidade de auxiliar crianças carentes atendidas pelo Hospital Beneficente São Carlos (HBSC), um grupo de voluntários está fazendo uma campanha para coletar roupas e itens de enxoval aos recém-nascidos e para os menores atendidos na casa de saúde. A ideia surgiu de maneira informal, num jantar entre amigas, e tomou corpo no ano passado com o preparo de diversos kits. Esta primeira campanha foi batizada de “Nascimento do Bem” e montou diversas sacolas ecológicas contendo body, gorros, sapatinhos, meias, luvas de tricô, pijama, tip tops, cueiros e outros artigos para os recém-nascidos. “Como somos mães sabemos que roupas de crianças, principalmente nos primeiros anos, escapam muito rápido, mesmo com pouco uso, então a intenção foi arrecadar roupinhas e acessórios usados, mas em bom estado, para montarmos kits de primeira necessidade aos recém-nascidos carentes do hospital”, explica Araceli Corá, que está à frente do movimento, junto com Angela Steffler. Durante a campanha foram recebidas também roupinhas para crian-

Ampliando arrecadação até o inverno Dando sequência à mobilização, o grupo resolveu neste ano abranger também os tamanhos maiores de roupas infantis, tendo em vista a demanda. Então os kits serão montados e entregues conforme a necessidade apresentada pelo São Carlos. “Já estamos recebendo doações diante das postagens nos grupos de Facebook. Gorros e sapatinhos de tricô já estão sendo confeccionados, tudo com o intuito de arrecadar para a chegada do inverno”, reforça Araceli, lembrando que a coleta seguirá até setembro. Para quem deseja contribuir, o ponto de entrega é na loja Silvestrin Produtos Agropecuários, na Cel. Pena de Moraes, 112. Os itens doados podem ser usados, mas devem estar em bom estado. Tudo será higienizado antes da entrega. Fraldas também são bem-vindas.

Para ajudar também em 2020 Araceli e Angela conduzem a campanha em prol das crianças atendidas pelo São Carlos

Programe-se O que: Campanha de arrecadação de roupas infantis e itens para montagem de kits a recém-nascidos e crianças atendidas pelo HBSC Quando: campanha segue até setembro Onde: doações podem ser entregues na loja Silvestrin Produtos Agropecuários (Cel. Pena de Moraes, 112)


Compromisso com a Cidade. Compromisso com Você

FARROUPILHA, 6 DE MARÇO DE 2020

Benefícios da Lipo En Equipe Espaço da Beleza *

A

lipo de papada é um procedimento realizado através da intradermoterapia na região submental, popularmente chamada de papada, A técnica consiste na aplicação subcutânea de pequenos volumes de fármacos que atuarão localmente, com o objetivo de eliminar a gordura localizada, que confere o aspecto de queixo duplo ao rosto. Importância da Lipo de Papada Padrões estéticos de beleza vão se alterando através dos tempos. Hoje em dia, um rosto mais harmônico e com menor flacidez faz parte do repertório de signos de beleza. Em relação a isso, pacientes percebem alguns benefícios, tais como os listados abaixo. * Aumento da autoestima * Melhoria estética * Sensação de rejuvenescimento Como funciona? O medicamento injetado é uma enzima que simula a ação do ácido deoxicólico, produzido naturalmente pelo nosso corpo. Logo após a aplicação do ácido, o organismo inicia um processo inflamatório na região, provocando a quebra das moléculas de gordura, que serão eliminadas naturalmente pelo corpo. Quantas sessões são necessárias? Não há como precisar a quantidade ideal de sessões para o tratamento da lipo de papada sem antes submeter o paciente a uma avaliação profissional. Em média, são necessárias entre 4 e 6 sessões, com intervalos de 20 a 30 dias, porém os resultados já começam a ser percebidos na primeira sessão. Por que fazer a lipo de papada? A existência de gordura abaixo do queixo, normalmente, não acarreta problemas de saúde, mas algumas pessoas podem de-

senvolver complexo em relação temente, afastar-se do convívio s mente não-invasivo, a recuperaç é permanente, ou seja, a gordur aquela região. Após o procedim suas atividades normais.


Compromisso com a Cidade. Compromisso com Você

FARROUPILHA, 6 DE MARÇO DE 2020

nzimática de Papada ção

odu epr

:R gem

Ima

à sua aparência e, consequensocial. É um procedimento totalção é muito rápida e seu efeito ra destruída não volta mais para mento o cliente já pode voltar às

* Espaço da Beleza Centro Estético Independência, 555 – Centro de Farroupilha Fone (54) 3268-5511 WhatsApp: 981.195.645 Fan Page: Espaço da Beleza Site: www.spabeleza.com.br


Compromisso com a Cidade. Compromisso com você.

FARROUPILHA, 6 DE MARÇO DE 2020

ARTIGO

Outro adiamento do saneamento Luiz Pladevall *

O

avanço da universalização dos serviços de esgotamento sanitário e de abastecimento de água sofreu um duro golpe no início de 2020. Por meio do Decreto nº 10.203, o presidente Jair Bolsonaro prorrogou mais uma vez o prazo para a entrega do Plano Municipal de Saneamento Básico, agora para dezembro de 2022. Essa é a terceira prorrogação da entrega dos documentos pelas cidades, uma obrigatoriedade para receber recursos públicos federais imposta pela Lei 11.445/2007, também conhecida pela Lei do Saneamento. Em junho de 2019, um levantamento divulgado pela ABES (Associação Brasileira de Engenharia Sanitária Ambiental) revelou que na categoria Rumo à Universalização, 69% dos municípios possuíam um plano de saneamento, mas na categoria Primeiros Passos para a Universalização, apenas 37% tinham o documento aprovado. O governo federal mais uma vez adota uma postura que vai na con-

tramão dos esforços para a universalização do saneamento básico no País. O adiamento, sem prever qualquer apoio técnico aos municípios, e com estabelecimento de metas para os próximos anos, continua a repetir a mesma política dos governos anteriores, após mais de 10 anos de entrada em vigor na Lei do Saneamento. Entidades do setor já propuseram medidas que pudessem aumentar o comprometimento das administrações municipais no avanço dos seus planos por meio de uma ampla discussão com as municipalidades. Uma das propostas apresentadas pela ABES

ão

roduç

: Rep

em Imag

previa que os municípios maiores e com equipe especializada deveriam entregar o documento em um período menor. Já as localidades com população inferior a 10 mil habitantes poderiam preparar um plano simplificado. Mesmo com a entrada em vigor do Novo Marco Legal do Saneamento, em discussão no Congresso Nacional, os municípios terão o compromisso de entregar os planos de saneamento. A demora na preparação do documento é resultado da falta de especialistas nas administrações municipais capazes de responder às exigências da lei. Entre as 5 mil cidades brasileiras,

cerca de 80% sequer conta com um profissional de engenharia capacitado para preparar ou estruturar o plano. Por isso, a participação do governo federal é essencial – por meio de uma estrutura técnica que possa planejar e apoiar tecnicamente – para o avanço na universalização dos serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário no País. O saneamento precisa se tornar uma política de Estado e ter um único rumo, independente do governo de plantão. Cabe ainda à esfera federal organizar e oferecer instrumentos técnicos para que os municípios possam elaborar seus respectivos planos. Nas mudanças de governo, se renovam as expectativas de que novos rumos poderiam ser tomados com o saneamento. Infelizmente, estamos assistindo a repetição de uma velha história. * Engenheiro, presidente da APECS (Associação Paulista de Empresas de Consultoria e Serviços em Saneamento e Meio Ambiente) e vice-presidente da ABES/SP (Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental de São Paulo)


Moda

Desfile da Acecors mostra tendências para estações frias na próxima terça e quinta, no Clube Santa Rita Página 5

Inside

Sétima Arte

Xeque-mate do fim do mundo: em “Partida Fria”, a síntese da Guerra Fria exposta em um tabuleiro de xadrez Páginas 10 e 11

HAJA FÔLEGO

Um dia de mergulho na cultura Maratona Cultural será sábado, com início às 9h e programação inclui teatro, dança e muita música com entrada franca Divulgação

Yasmin Signori Andrade yasmin@jornalinformante.com.br

C

om uma programação intensa de 12 horas de atrações, a 8ª Maratona Cultural está chegando para alegrar este sábado. O evento multicultural, que tradicionalmente acontece em abril, foi antecipado neste ano. Será a partir das 9h, no Parque dos Pinheiros, com acesso gratuito. As apresentações prometem atrair todos os gostos. Música, teatro, aula de yoga, dança, slackline e cantinho da leitura são algumas delas. Para alguns grupos, como a Escola de Música Maria Carolina e as bandas EntreTantos e The Furniture, esta é a estreia no evento. A programação completa pode ser conferida na página 3. Um destaque é o espetáculo “As Aventuras na Biblioteca”, do grupo teatral Cia Garagem de Teatro, de Caxias do Sul. A peça conta a história do Poeta Mago Amoeba, que mora em uma biblioteca. Slike e Torresmo são dois meninos que estão perdidos e acabam parando no local, onde conhecem e vivenciam muitas histórias. Já na parte gastronômica da Maratona, os Food Trucks com participação confirmada são: Hamburgueria El Viajero, Delícias da Gabi, Eris Cervejaria, Oben Cervejaria e Açaí. “A expectativa é que o pessoal participe de todas as atividades. Agora que é possível levar pets para o

Parque acreditamos que terá um público novo”, aponta Francis Casali, secretário de Turismo e Cultura. A Maratona Cultural é uma realização da Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Turismo e Cultura. Conta com apoio do Serviço Social do Comércio (Sesc), EuroMate e Fachini Extintores. O patrocínio é da Grendene e produção cultural da AM9 Produções. Segue na página 3

Magia pelos livros O espetáculo “As aventuras na Biblioteca”, do grupo teatral Cia Garagem é uma das atrações que vai acontecer às 16h15min

Programe-se O que: 8ª Maratona Cultural Quando: sábado, a partir das 9h Onde: Parque dos Pinheiros Quanto: entrada franca


Inside

2

FARROUPILHA, 6 DE MARÇO DE 2020

Cinemas Imagens: Reprodução

Shopping Iguatemi (RST-453, quilômetro 3,5) Cinemas GNC 1: Minha Mãe é uma Peça 3 - às 13h40min e 18h30min GNC 1: O Chamado da Floresta (dublado) - às 16h10min GNC 1: Aves de Rapina - às 21h15min GNC 2: Jexi: Um Celular sem Filtro - às 13h35min, 17h45min, 19h45min e 21h45min GNC 2: Dois Irmãos: Uma Jornada Fantástica (dublado) - às 15h30min GNC 3: Sonic: O Filme (dublado) - às 13h20min, 15h50min e 18h GNC 3: Maria e João: O Conto das Bruxas - às 20h (legendado) e 22h (dublado) GNC 4: Dois Irmãos: Uma Jornada Fantástica (dublado) - às 14h15min, 16h30min, 18h45min e 21h GNC 5: Dolittle - às 13h30min (dublado) e 15h40min (dublado e em 3d) GNC 5: A Hora da Sua Morte - às 20h10min (dublado) e 22h10min (legendado) GNC 5: Dois Irmãos: Uma Jornada Fantástica (dublado) - às 17h50min GNC 6: O Homem Invisível - às 13h50min e 19h (legendado), 16h20min e 21h30min (dublado) Ingressos: segunda e quinta (exceto feriado e Carnaval) a R$ 24,00 e R$ 30,00 (salas 3d); terça e quartas (exceto feriado e Carnaval) todos pagam meia entrada; sexta a domingo e feriado a R$ 28,00 e R$ 34,00 (salas 3d). Meia entrada todos os dias para menores de 18 anos e maiores de 60 (mediante apresentação de identidade), estudantes (mediante apresentação de Carteira de Identificação Estudantil), pessoas com deficiência (com documento que a comprove), cliente Movie Club Preferencial (cartão verde fidelidade GNC).

Shopping San Pelegrino (Avenida Rio Branco, 425) * Obs: o site do Cinépolis traz apenas os horários dos filmes, mas não informa em qual sala serão exibidos O Homem Invisível - às 13h45min e 16h30min (dublado), 22h10min (legendado) 1917 - às 19h15min Sonic: O Filme (dublado) - às 14h, 16h15min, 18h45min e 21h20min Dois Irmãos: Uma Jornada Fantástica - às 13h30min, 15h15min, 16h, 17h45min, 18h30min e 21h (dublado), 14h30min, 17h, 19h30min e 21h50min (dublado e em 3d) Dolittle - às 14h45min (dublado), 17h15min (dublado e em 3d) A Hora da Sua Morte (dublado) - às 20h20min Maria e João: O Conto das Bruxas (dublado) - às 19h45min e 22h Ingressos: nas salas tradicionais, segunda a quarta (exceto feriado) a R$ 23,00 e R$ 11,50 (meia); quinta (exceto feriado) a R$ 25,00 e R$ 11,50 (meia); sexta a domingo e feriado a R$ 26,00 e R$ 13,00 (meia). Nas salas 3d, segunda a quarta (exceto feriado) a R$ 29,00 e R$ 14,50 (meia); quinta (exceto feriado) a R$ 29,00 e R$ 15,00 (meia); sexta a domingo e feriado a R$ 32,00 e R$ 16,00 (meia).

Sala de Cinema Ulysses Geremia (Luiz Antunes, 312) Programação não informada até o fechamento desta Edição Ingressos: R$ 10,00 e R$ 5,00 (estudantes e sênior)

Estreias do fim de semana Com direção dos americanos Jon Lucas e Scott Moore, a comédia romântica “Jexi: Um Celular sem Filtro” entra em cartaz na sala GNC 2 do Iguatemi. Para a criançada, a ótima pedida é a animação “Dois Irmãos: Uma Aventura Fantástica”, o novo trabalho da Disney/Pixar, dirigida por Dan Scanlon


FARROUPILHA, 6 DE MARÇO DE 2020

Inside

3

Arte

Programação da Maratona Cultural Parque dos Pinheiros recebe neste sábado a 8ª edição do evento multicultural que leva ao público 12 horas de atrações

Arquivo Jornal Informante

Atividades Paralelas: Slackline Cantinho da Leitura Sesi Feira de Artesanato Mateada Food Trucks e Cervejarias Artesanais

Fotos: Divulgação

9h: Abertura com prática de Kaiut Yoga com Espaço Kiran 10h: Aula de Mixturado com professora Sandra Xavier 11h: Escola Pública de Música 12h: Grupo Musical EntreTantos 12h45min: Banda The Furniture 13h30min: Apresentação dos tradicionalistas (CTG Aldeia Farroupilha, CTG Chilenas de Prata, CTG Rancho de Gaudérios e CTG Ronda Charrua) 15h: Escola de Música Maria Carolina 16h15min: Espetáculo Teatral “As Aventuras na Biblioteca” 17h30min: Vitor Henrique & Gabriel 18h45min: Velocetts 19h45min: Banda Municipal Cinquentenário de Farroupilha 20h30min: Coro Infanto Juvenil Canarinhos de Farroupilha


Inside

4

Crônicas da Redação Ramon Cardoso

ramon@jornalinformante.com.br

Bastou o general Augusto Heleno, ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional, falar umas verdades em uma conversa reservada com Paulo Guedes, ministro da Economia, para detonar mais uma mobilização em favor do Brasil. Em questão de horas, grupos de direita arregimentaram seus milhões de seguidores nas redes sociais para irem às ruas no próximo dia 15. Para quem não sabe, Heleno mandou um f... para o Congresso Nacional no diálogo com Guedes, mostrando-se cansado do constante achaque de parlamentares em busca de recursos cada vez mais gordos do chamado “orçamento impositivo”, que em resumo é obrigar o Executivo a executar as emendas propostas pelo Legislativo. A grosso modo, uma velada compra de apoio político e votos, algo sempre desejado, ainda mais às vésperas de novo processo eleitoral. Dá pra contar nos dedos quem é a favor dessa indecência. A esmagadora maioria do Congresso, claro, e quem deseja, assim como ele e com todas as forças, o mal do País: a extrema imprensa, o centrão e, evidentemente, a esquerda, que nos jogou nesse buraco que estamos tentando sair. Tão logo aconteceu a manifestação de Heleno e teve início a movimentação dos grupos de direita, começou o esperneio. Os Nhonhos não gostaram, bem como Gilmar Mendes (sempre ele), ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), que disse não ver sentido nas manifestações. Na certa, há sentido na proibição da prisão em segunda instância e em banquetes de lagosta com molho de manteiga queimada regados a vinhos importados, servidos na Corte e custeados pelos ‘ricos’ cidadãos brasileiros. Os berros de Rodrigo Maia, Davi Alcolumbre e de ministros do Supremo foram ouvidos, mas nem de perto da forma como gostariam. Eles deram ainda mais força à mobilização. A extrema imprensa também fez sua parte. Ao tentar taxar de antidemocrático o movimento de brasileiros de bem, que estão cansados de um Legislativo e Judiciário que custam uma fortuna e se posicionam de maneira contrária ao bom senso, à lógica, à decência e aos valores mais basilares da sociedade. Esse repúdio a uma manifestação popular, democrática e, sobretudo, legítima, apenas mostra que essa turma tem medo do povo e isso é muito bom, especialmente porque temos uma sociedade melhor informada, mais vigilante e preocupada com o futuro do Brasil, dos seus filhos, dos seus netos, e não com a próxima eleição, gordos salários ou com jantares de luxo. Os efeitos, felizmente, já são sentidos. Na quarta, o Congresso manteve a decisão do presidente Jair Bolsonaro de vetar R$ 30 bilhões do orçamento impositivo. No início, a tendência era de derrubada do veto presidencial, mas a pressão popular falou mais alto. Foram 398 votos a favor da decisão do chefe do Executivo e apenas dois votos contrários. E o medo, né. Não tenho a menor dúvida que a manifestação do dia 15 será coroada de êxito. Que esse seja um caminho sem volta, a favor do Brasil de bem.

Agenda

SEXTA

Divulgação

Brasil, o País onde manifestação popular é ameaça à democracia e o achaque é legítimo

FARROUPILHA, 6 DE MARÇO DE 2020

Baile da Bulls com DJ Johnny Euro Garden (RSC 453, 2.276), às 23h Os Bohemios, Noite Clássica da Boemia Deck 256 (Gonçalves Dias, 306), às 22h30min Ladies Night com DJ Cris Pacheco Wild Beer (Gançalves Dias, 73), às 23h Inauguração Sextaneja Country Beer Country Beer (Egídio Zamboni, 319, pavilhão 5), às 23h

SÁBADO Pagode no Muinho com grupo Hoje Tem + DJ Hnrq Morá Muinho Club (Mal. Floriano Peixoto, 190), às 23h Sertanejinho Bem Bacana Especial Dia da Mulher Boteco do Chá (Rômulo Noro, 555), às 23h30min

DOMINGO Bloquinho da Black Casa Milano (RS 122, 7.011), às 15h


Inside

FARROUPILHA, 6 DE MARÇO DE 2020

5

Moda

Tendências para a estação mais fria Associadas à Acecors apresentam suas coleções para o Outono/Inverno 2020 na próxima terça e quinta, no Santa Rita

O

Fotos: Leonardo Anjos

inverno é conhecido por ser a estação mais estilosa do ano e claro que ninguém quer ficar por fora das tendências. As integrantes da Associação dos Centros de Compras da Serra Gaúcha (Acecors) pensaram em suas coleções e, na terça e quinta, vão apresentar para os lojistas as novas peças. Os desfiles acontecem no Clube Santa Rita (Vêneto, 233), às 19h30min e serão acompanhados de jantar para os participantes. “É o momento que nossos associados apresentam as novidades da nova estação Outono/ Inverno 2020. A região Sul do Brasil, sobretudo a Serra Gaúcha, oferece um ambiente propício para isso, pois é reconhecida pela qualidade de seus produtos têxteis”, declara André Tartarotti, diretor executivo da Associação. Todas as empresas associadas à Acecors (veja a relação abaixo) desfilam suas coleções nos dois dias de evento. Destinado aos operadores de compras e seus clientes lojistas, estão sendo esperadas 1.500 pessoas para as duas noites de evento. “Com a expectativa de que as primeiras ondas de frio já comecem na segunda quinzena de abril na Região Sul estimamos que, durante as compras, na madrugada e dia, tenhamos um acréscimo de movimento de 5%”, projeta André.

Quem desfila?

De olho nas tendências Novidades serão apresentadas aos lojistas na próxima semana

Andisa Malhas, Anselmi, Arlete Malhas, Bebelândia, Biamar Maglieria, Centro de Compras Farroupilha, Confecções Itaipú, Feeling, Gida Malhas, Kiwitto Malhas, Malhas Cida, Malhas Cris, Malhas Don Carli, M.A Malhas, Medi Tricot, MG. Malha Y Griffe, Ravanello, Red Circle e Samville Tricot.

Moda para o frio As 19 malharias associadas já estão com as coleções prontas


Walter Finimundi

O

Mulheres

domingo será especial com o Dia Internacional da Mulher e, para marcar a data, o Coletivo Feminista Entre Elas promove uma aula pública no Parque dos Pinheiros. O evento tem por objetivo discutir o papel da mulher na sociedade. A entrada é gratuita e todos estão convidados a participar, a partir das 15h.

Cultura

Monique Largo comemorou com amigos e familiares sua formatura em Administração de Empresas no último sábado. A celebração aconteceu na Sede da Tramontina Farroupilha. Denise Balbinot Colombo ficou a cargo da organização e cerimonial

No sábado rola a 8ª edição da Maratona Cultural. O Parque dos Pinheiros recebe a intensa programação que ocorre das 9h às 20h30min. A entrada para as atrações é gratuita e toda comunidade está convidada a participar. Entre as atividades estão shows, apresentações de CTG’s e prática de yoga. Confira mais sobre a atração na capa e página 3 do Inside.

O Mister Farroupilha, Acimar Freitas, curtiu a festa do Super Club, no sábado, em Caxias do Sul

Conhecimento

Cristiano de Oliveira

A escola Supera - Ginástica Para o Cérebro organiza o Workshop “Mulheres inteligentes cuidam da saúde do seu cérebro”. O evento ocorre no dia 14 de março e será ministrado pelas profissionais Vanessa Spinelli e Katiane De Conto. A inscrição deve ser realizada de forma antecipada, no valor de R$ 5,00 mais um quilo de alimento não perecível, no espaço da escola, localizado no andar térreo do Edíficio Firenze (República, 425).

Daniela De Rocco

No sábado aconteceu a formatura de Louise Remussi, no curso de Direito, pela UCS. Os festejos ocuparam o Restaurante Chef Antonielle William Neuhaus e Suelen Weirich em noite animada no Boteco do Chá

Ângela M. Zucco no curso de Desig aconteceu no sáb


Cristiano de Oliveira

Daiane Cavalini Fotografia

Francieli Palavro colou grau em Arquitetura e Urbanismo pela UCS e celebrou com seus amigos no último dia 27

Fique por Dentro

Paralamas

Multifotos Studio

o em sua festa de formatura gn de Moda, pela Uniftec, que bado, no Restaurante Top 5

Uma das maiores bandas do rock nacional revive os maiores sucessos de quase 40 anos de carreira no show “Sinais do Sim”. Os Paralamas do Sucesso se apresentam no UCS Teatro no próximo dia 12 de abril, às 20h. Os ingressos estão à venda pelo site Blue Ticket. Imperdível para quem curte os lendários Herbert Vianna, Bi Ribeiro e João Barone.

Marca na Agenda

O evento Garibaldi Vintage, que reúne boa gastronomia, música e cultura típica da cidade vizinha, acontece no dia 20 de março. Esta é a 13ª edição da festa retrô. A entrada gratuita e o agito ocupam a rua Buarque Macedo, no Centro Histórico. Cristian Guzzo

Formanda, Thaiane Furtado comemorou no sábado a graduação no curso de Administração de Empresas, pela UCS, no Giovana Campo Clube


Inside

8

Fabrício Oliboni fabrioliboni@gmail.com

Carnaval

* Agente de intercâmbio e bacharel em Relações Internacionais

Festa

Colheitas em evidência Evento que celebra a produção da uva e de outras culturas em Caxias do Sul Yasmin Signori Andrade

Nunca fui um grande fã de Carnaval. Não é o tipo de música que eu curto, acho muito tumulto, não tenho coordenação motora pra dança, muito estresse com gente que se “passa” demais na bebida, glitter não é a minha praia... enfim, tem uma série de motivos. Já participei de alguma forma em vários anos, mas nunca foi algo que eu ansiasse por chegar essa data. Aliás, sim, mas visando mais o feriado para fazer outras coisas do que propriamente pelo Carnaval. No entanto, esse ano eu acho que realmente entendi e passei a curtir de fato a essência do Carnaval. Os Carnavais no Rio Grande do Sul são coisas mais de salão, como dizem. Nas cidades maiores até tem algo mais organizado, profissional e os carnavais de rua, mas estes ocorrem em poucos lugares. Não deixa de ser, mas acredito que o que é o Carnaval de fato podemos ver mais em lugares como o Rio de Janeiro, São Paulo, Salvador e Recife. Destes, só não passei Carnaval em Salvador, que talvez seja o principal deles, mas segue na lista e em breve irei conferir como é na Bahia. Bom, quando passei férias em Pernambuco, acho que foi 2014, eu fui no Carnaval de Recife e Olinda por lá. O pessoal fala “brincar de Carnaval”, os mais velhos e as crianças. Achei legal, bonito, inocente. Lá eu usei abadá, tomei caldo de feijão com torresmo enquanto bebia cerveja (costumes locais, costumes locais) e vi o trio elétrico do Calypso passar na frente do bloco que eu estava. Depois eu confesso que passei dos meus limites etílicos e as coisas ficaram mais palatáveis. Me diverti, foi legal. Mas no segundo dia já não queria mais, optei por conhecer os lugares da cidade onde o Carnaval não chegava. Um dia no Carnaval pernambucano bastou como experiência antropológica. Nos anos seguintes eu acho que mantive distância do Carnaval. Férias viajando, em casa descansando, morando em lugares onde o Carnaval não é muito popular, etc. Sem memórias de Carnaval por uns anos, segundo as minhas memórias, sem pensar muito. Aí tem esse ano, que me reaproximei do Carnaval. Passei o Carnaval 2020 entre o Rio e São Paulo, e posso dizer que entendi do que se trata. Melhor dizendo, cada um leva da forma que achar conveniente, com objetivos distintos nesses dias, mas de forma geral é uma celebração saudável. É um momento de desafogo, de despreocupação. As coisas tem sido ruins ultimamente? Esses dias servem para esquecer um pouco disso, buscar se divertir, nem que seja como uma válvula de escape momentânea, mas que sirva para que as coisas fiquem bem, ao menos de sexta até quarta. É se soltar sem se preocupar com cargos de trabalho, de que forma se veste ou sua condição social. Alguns se fantasiam, aliás, muitos. Acontece que, as fantasias de muita gente são as usadas no dia a dia, e ali é a oportunidade que algumas pessoas têm de se encontrar, mesmo que por pouco tempo, livre de julgamentos e sendo quem elas são mesmo. São dias mais leves. Se você gosta de Carnaval, aproveite. Caso não goste, viaje, descanse. Tem pra todo mundo. É Carnaval!

FARROUPILHA, 6 DE MARÇO DE 2020

Celebrando a colheita Milena, Maiara e Viviane convidam os farroupilhenses para curtirem a festa que agita os três últimos finais de semana no município vizinho

O

s próximos finais de semana serão marcados por um grande evento apresentado pela Festa da Uva. Na 2ª edição, a Festa das Colheitas pretende atrair 75 mil pessoas ao longo dos nove dias de programação. Será dos dias 13 a 29, aos finais de semana, no Centro de Eventos do Parque da Festa da Uva. O trio de soberanas Maiara Perottoni (rainha), Viviane Gaelzer e Milena Caregnato (princesas), esteve na Redação do Informante para convidar os farrou-

pilhenses para a festa que vai reunir cerca de 15 atrações musicais, de grupos de danças folclóricas a corais, 60 expositores e gastronomia típica. “Nossa intenção é valorizar o interior e os agricultores que cultivam não apenas a uva, mas também a maçã, o tomate, a goiaba e tantas outras culturas”, esclarece Maiara. Em sua primeira edição, a festa foi itinerante pelo interior e, neste ano vem para complementar a Festa da Uva e trazer um pouco de lazer para toda a comunidade. A programação completa pode ser conferida no site www.festadauva.com.br.

Programe-se O que: 2ª Festa das Colheitas Quando: 13 a 15, 20 a 22 e 27 a 29 de março. Nas sextas, das 16h às 22h; sábados, das 10h às 22h; e domingos, das 10h às 21h Onde: Centro de Eventos do Parque da Festa da Uva (Ludovico Cavinato, 1434, Nossa Sra. da Saúde) Quanto: entrada franca com estacionamento a R$ 18,00


Inside

FARROUPILHA, 6 DE MARÇO DE 2020

Dia da Mulher

O momento para elas

12ª Jornada da Mulher inicia domingo e segue até dia 18 com diversas atividades

D

edicada às mulheres farroupilhenses, inicia no domingo a 12ª Jornada da Mulher com o tema “Lugar de Mulher é no Mundo”. Com o objetivo de empoderar, dar voz e homenagear as mulheres, a programação segue até 18 de março e conta com diferentes atividades, como missa, corrida e programas especiais.

“Queremos incentivar as mulheres a buscarem motivos que revertam em felicidade, amor próprio, respeito, autoconhecimento e empoderamento. Contribuir para que cada vez mais possamos encontrar nosso lugar, ou seja, saber que o nosso lugar é no mundo”, destaca Fernanda Camargo da Silva, responsável pela Coordenadoria da Mulher. A programação é gratuita, com exceção do passeio no Trem Maria Fumaça, onde quem quiser participar deve entrar em contato diretamente com o Pró Saúde. A realização é da Prefeitura de Farroupilha, por meio da Coordenadoria da Mulher, do Gabinete da Primeira Dama e do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (Comdim).

Confira a programação completa Domingo (Dia Internacional da Mulher) 19h: Missa Ecumênica, na Igreja Matriz Sagrado Coração de Jesus. Presidida pelo padre Paulo com a pastora Paula, da Igreja Luterana Segunda 18h: Rádio Spaço FM, programa Fim de Expediente, com a coordenadora da mulher, Fernanda Camargo da Silva; primeira dama e deputada estadual, Fran Somensi, presidente do Comdim, Adriane Callegari Lume; e a psicóloga do projeto Rede Voluntária, Maikele Dias Terça 19h30min: Corrida com Associação Farroupilha Runners, com saída na Hermelu Esportes (em frente à Praça da Matriz) Quarta 13h30min: Estação do Trem Maria Fumaça, em Bento Gonçalves. Momento de lazer com o objetivo de sensibilizar a população sobre a im-

portância da socialização em comunidade Quinta 14h: CineSesc Debate: “Um Corpo Feminino”, no CTG Aldeia Farroupilha. Bate papo com a jornalista Thais Fernandes Sexta, dia 13 8h30min: Programa “Jornal da Manhã”, na Rádio Miriam, com as convidadas Fernanda Camargo da Silva e Jaqueline Perottoni, master coach do projeto Rede Voluntária Segunda, dia 16 18h: sessão solene “Dia da Mulher Farroupilhense”, no Legislativo, com outorga do “Certificado Mulher Destaque” e “Certificado Mulher Referência 2020” conferida pelo Comdim Quarta, dia 18 (Dia da Mulher Farroupilhense) 19h30min: Programa “Entrevista do Dia”, na TV Serra, canais 26 e 526 Net. Com convidadas Fernanda Camargo da Silva e Jaqueline Perottoni

9

Paulo Roque Gasparetto prgasparetto@terra.com.br

Quaresma, um convite a conversão Quaresma é o tempo em que a Igreja oferece aos seus fiéis um aprofundamento da espiritualidade. Entramos no deserto com Jesus para tomarmos consciência de quem realmente somos. É hora de reconhecermos nossas fragilidades e de sentirmos o amor de Deus que é eterno. A palavra-chave, na preparação de toda festa religiosa a caminho da Páscoa, é a conversão. A Quaresma nos propõe a conversão de vida pela vivência dos exercícios espirituais da oração, jejum e caridade. É hora de reconhecermos nossas fragilidades; mais do que isso, é o momento de sentirmos o sopro de Deus que move o barro que somos. É fazer uma viagem para dentro de si mesmos e descobrir quais são as situações que precisam ser enfrentadas. Deus tem um plano de salvação para cada um de nós e quer levar todos para o caminho da vida. Segundo o Papa Francisco, o melhor jejum nesta quaresma é o jejum de palavras negativas; o jejum de descontentamento; o jejum de raiva e o jejum do pessimismo. Assim, no contexto quaresmal, todos os anos, a Igreja no Brasil propõe a Campanha da Fraternidade, e este ano vai chamar atenção sobre a importância do cuidado com a vida. É sempre um convite para renovar a vida e a fé, para lembrar a fragilidade da vida. Assim, por meio do tema da Campanha da Fraternidade – Fraternidade e Vida: Dom e Compromisso e o lema: “Viu, Sentiu Compaixão e Cuidou Dele” (Lc 10,33-34), somos convidados a refletir sobre o significado mais profundo da vida em suas diversas dimensões: pessoal, comunitária, social e ecológica. Celebramos no próximo domingo o Dia Internacional da Mulher, que Maria, modelo de Mãe e Mulher, interceda junto a Deus para que nossa sociedade elimine toda forma de violência e discriminação contra as mulheres. Assim, as “Marias cheias de graça” dedicar-se-ão em fazer uma nova história, e seus gestos concretos multiplicar-se-ão como as estrelas do céu. E lado a lado, mulheres e homens formarão a imagem de Deus, pois, foi nesta dimensão que ele – Pai e Mãe – criou o ser humano. No próximo domingo, às 19h, haverá celebração Ecumênica na Igreja Matriz Sagrado Coração de Jesus, juntamente com a Igreja Luterana. * Pároco da Paróquia Sagrado Coração de Jesus e doutor em Comunicação


Inside

10

FARROUPILHA, 6 DE MARÇO DE 2020

Sétima Arte

Xeque-mate

geopolítico “Partida Fria” transpõe o universo estratégico e tenso da Guerra Fria para um tabuleiro de xadrez tendo a Crise dos Mísseis como pano de fundo

F

ilmes sobre a Guerra Fria são sempre uma boa pedida (veja lista indicada ao lado). Os múltiplos acontecimentos ocorridos no longo período em que ela vigorou, na tensão permanente entre Estados Unidos e União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS), propiciaram ótimas abordagens na Sétima Arte. A mais recente acontece em um tabuleiro de xadrez e alude ao histórico duelo entre o americano Bobby Fisher e o soviético Boris Spasski, disputado em Reykjavik, a capital da Islândia, em 1972, e vencida pelo estadunidense, que derrotou o detentor do título mundial. Contudo, a adaptação à telona feita pelo cineasta polonês Lukasz Kosmicki, que assina também o roteiro ao lado do conterrâneo Marcel Sawicki, traz o lendário duelo para 1962, no ápice da Crise dos Mísseis, que por detalhe não resultou em uma guerra nuclear entre as, à época, superpotências. Com o triunfo de Fidel Castro e Che Guevara na Revolução Cubana, em 1959, a URSS tinha na ilha caribenha um braço no Ocidente. Desde o fim da II Guerra Mundial, a tensão entre os blocos capitalista e comunista era permanente e ela se intensificou a partir do momento em que navios soviéticos passaram a atracar em solo cubano.

Na semana mais nervosa entre Estados Unidos e União Soviética, um duelo internacional valendo o Campeonato Mundial de Xadrez foi marcado para acontecer em Varsóvia. A Capital polonesa, eviscerada pelas tropas de Adolf Hitler, era um ponto de controle essencial para Joseph Stalin. Fronteira da Cortina de Ferro com o lado ocidental da Europa, Varsóvia vivia sob o jugo de Moscou e submetida às ordens de seu libertador. Um duelo de xadrez no local tinha, além do embate, pesado por si só, todo esse peso e simbolismo. Para duelar com o soviético Yuri Gavrylov (Yevgeny Sidikhin), os americanos indicam o professor Joshua Mansky (Bill Pullman). Perspicaz jogador e um gênio da Matemática, ele havia derrotado, em duas oportunidades, o lendário John Konigsberg, que morreu em circunstâncias suspeitas às vésperas do torneio. Mas o objetivo, contudo, ia muito além do confronto. Os agentes Stone (Lotte Verbeek) e White (James Bloor) levam o professor até a Polônia furtivamente, onde se encontrará com Donald Novak (Corey Johnson), o adido da Embaixada Americana em Varsóvia. Aos poucos, a história é revelada. Mansky, na verdade, necessita ser um intermediário de John Gift (Cezary Kosinski), um agente americano

infiltrado no alto escalão soviético que terá condições de revelar se a investida em Cuba é realmente séria ou não passa de um blefe. Mas não será nada fácil, especialmente porque a URSS conta com o general Krutov (Aleksei Serebryakov), um experiente oficial de contrainteligência que está a caça do traidor. Em resumo, tudo orbita em torno do duelo de xadrez, mas a questão é muito mais complexa. Atormentado desde o momento em que contribuiu para um fato que mudou a história da humanidade, Mansky é um beberrão contumaz e, no local do embate enxadrista, o imponente Palácio da Cultura e da Ciência, fica próximo do diretor Alfred Fredek

(Robert Wieckiewicz), um oficial polonês que testemunhou os horrores do nazismo e se vê completamente descrente no ser humano a partir do momento em que achou que a liberdade viria com a invasão soviética, o que obviamente acabou não acontecendo. Ele também busca refúgio na bebida para aplacar sua desesperança. Repleto de imagens históricas que ajudam a colocar o espectador no contexto da Guerra Fria, “Partida Fria” reproduz o momento de maior tensão do período e ambientá-lo em um tabuleiro de xadrez, onde a estratégia e a inteligência são componentes essenciais, com o perdão do trocadilho, foi uma jogada de mestre.


Inside

FARROUPILHA, 6 DE MARÇO DE 2020

11

Sétima Arte Divulgação

Imagem: Reprodução

Título original The Coldest Game Título traduzido Partida Fria

Além do tabuleiro O soviético Yuri Gavrylov (Yevgeny Sidikhin) e o norte-americano Joshua Mansky (Bill Pullman) travam uma batalha estratégica: muitos interesses em jogo

Direção Lukasz Kosmicki Roteiro Lukasz Kosmicki Marcel Sawicki Gênero Drama Suspense Duração 103 minutos País Polônia Estados Unidos Ano de produção 2019 Estúdio Next Film Polski Instytut Sztuki Kosafilm The Story Lab Big City Outdoor Watchout Studio Distribuição Netflix

Vinte filmes para entender a Guerra Fria Filme/Ano Intriga Internacional (1959) Dr. Fantástico (1964) Limite de Segurança (1964) O Espião que Veio do Frio (1965) Cortina Rasgada (1966) Topázio (1969) Jogos de Guerra (1983) O Sol da Meia-Noite (1985) Caçada ao Outubro Vermelho (1990) Treze Dias que Abalaram o Mundo (2000)

Direção Alfred Hitchcock Stanley Kubrick Sidney Lumet Martin Ritt Alfred Hitchcock Alfred Hitchcock John Badham Taylor Hackford John McTiernan Roger Donaldson

Filme/Ano Jogo de Espiões (2001) Adeus, Lênin! (2003) Boa Noite e Boa Sorte (2005) A Vida dos Outros (2006) Jogos do Poder (2007) O Espião que Sabia Demais (2011) O Dono do Jogo (2014) Ponte dos Espiões (2015) Atômica (2017) Guerra Fria (2018)

Direção Tony Scott Wolfgang Becker George Clooney Florian Henckel Mike Nichols Tomas Alfredson Edward Zwick Steven Spielberg David Leitch Paweł Pawlikowski


12

Horóscopo Áries - 21/03 a 20/04

Você consegue perceber a dimensão das mudanças pelas quais vem passando? Semana importante para ampliar o campo de visão sobre o futuro. O céu aponta curas emocionais e transformações em família. O ingresso de Vênus em Touro favorece o setor financeiro.

Touro - 21/04 a 20/05

Haverá a possibilidade de entender nuances nas relações de convivência e chegar a novas conclusões. Os estudos e o acesso a novas culturas e filosofias são essenciais para o seu desenvolvimento. O ingresso de Vênus em seu signo ativa o autovalor e os afetos.

Gêmeos - 21/05 a 20/06

Uma conexão com os seus interesses e a sua vocação amplia a capacidade financeira. Você está no caminho certo, mas precisa se conectar a valores mais elevados e descartar padrões limitantes. O ingresso de Vênus em Touro traz a necessidade de recolhimento.

Câncer - 21/06 a 20/07

Uma nova fonte de conhecimento e de conexão com a sua verdadeira identidade o faz tomar decisões transformadoras no amor. Você está num ciclo de reconhecimentos e de curas. O ingresso de Vênus em Touro traz satisfação para realizar projetos e atividades com os amigos.

Leão - 21/07 a 22/08

Você está preparado para realizar mudanças profundas em sua vida, principalmente no cotidiano e no trabalho. Uma nova conexão e forma de viver gera em você leveza e desprendimento. O ingresso de Vênus em Touro possibilita uma visão mais clara de suas necessidades.

Vírgem - 23/08 a 22/09

Semana incrível para perceber suas necessidades de afeto e carinho. O céu traz crescimento para os filhos e você faz novas conexões sobre uma escolha significativa envolvendo projetos. O ingresso de Vênus em Touro lhe traz satisfação envolvendo estudos e viagens.

Libra - 23/09 a 22/10

Você vai ter uma percepção muito clara das mudanças pelas quais vem passando para dar uma nova direção à sua vida, às suas metas e à sua carreira. É preciso uma conexão profunda com as suas necessidades.

Escorpião - 23/10 a 21/11

Um contato mais profundo com pessoas do convívio, estudos e uma nova filosofia de vida amplia a sua visão sobre a vida. Você está conectado com os seus interesses pessoais. O ingresso de Vênus em Touro ativa as relações sociais e afetivas.

Sagitário - 22/11 a 21/12

Você está disposto a se conectar com novos valores e a transformar a sua vida material. Os sacrifícios são necessários para obter o crescimento que almeja. O ingresso de Vênus em Touro ativa novas escolhas para o trabalho e para a qualidade em sua rotina e em seus hábitos.

Capricórnio - 22/12 a 20/01

As transformações pelas quais você vem passando são profundas, mas lhe dão condições de se conectar a valores mais elevados tanto para entender as suas necessidades quanto as de outra pessoa. O ingresso de Vênus em Touro ativa o lazer, os filhos e o namoro.

Aquário - 21/01 a 19/02

O seu desenvolvimento acontece por meio de novas percepções sobre valores que devem ser inseridos na sua rotina, nos seus hábitos e na sua forma de trabalhar. O ingresso de Vênus em Touro ativa eventos em família e resoluções para o imóvel.

Peixes - 20/02 a 20/03

Você está conectado a novos valores e se sente pronto para transformar as experiências com um grupo de pessoas. Os afetos, o namoro e a autoestima são essenciais para você neste novo ciclo. O ingresso de Vênus em Touro traz harmonia para as relações de convivência.

Inside

FARROUPILHA, 6 DE MARÇO DE 2020


FARROUPILHA, 6 DE MARÇO DE 2020

TERRENO DE ESQUINA, com 1.377m², está à Venda! Imediações do Shopping Centro de Compras e rodoviária. Contatar através do telefone: (54) 991.181.642. Bairro Imigrante. VENDO TERRENO, medindo 12,00 x 33,00 (396m²) por R$ 135.000,00. Tratar: (54) 999.680.419. Farroupilha: para você homem discreto, que procura uma boa massagem para relaxar, agora você já tem o local certo! “PRAZER PICANTE”, você encontra as mais BELAS GAROTAS! Local central. Venha conhecer! Fone: (54) 991.430.723. Segunda a sábado. Dani, loirinha de olhos claros! Sempre pronta para o prazer! Disponível das 9h às 16h, com atendimento com local próprio. Contatar pelo fone (54) 996.145.503. Pamela: loira bronzeada, siliconada, 25 aninhos, boca carnuda, pronta para satisfazer suas fantasias e desejos. Contato pelo fone (54) 991.430.723, das 9h às 20h. Está a fim de fugir da rotina com uma gata sensacional? Então venha passar esse momento comigo. Sou a Pati, uma moreninha pronta para te enlouquecer. Atendimento em local central e discreto (54) 996.145.503 ou (54) 991.430.723, das 13h30min às 18h. Lu, morena sensual, para você que quer relaxar. Venha me conhecer, prazer garantido. Atendimento central (54) 996.145.503. Venha me conhecer! Mulatinha cor do pecado, dos teus sonhos! Realizo seus desejos e fetiches, sou carinhosa! Eu sou a Manu! Entre em contato e agende seu horário, atendimento em meu local central e bem discreto! (54) 996.145.503 ou (54) 991.430.723.


2

Quer relaxar e sentir prazer com uma mulher cheirosa e que adora dividir momentos intensos com você? Venha me conhecer! Paula (54) 991.430.723 ou (54) 996.145.503. Flávia, linda acompanhante para seus desejos mais secretos, com a massagem relaxante para seus momentos de tensões! Agende seu horário através do fone (54) 991.430.723 ou (54) 996.145.503. Bianca para você que quer algo diferente, com aquela massagem para seus momentos de estresse. Agende comigo (54) 996.145.503 ou (54) 991.430.723. Oi! Me chamo Manu, tenho 28 anos, sou morena clara com cabelos cacheados! Carinhosa e atenciosa! Para você que está naqueles momentos precisando de uma massagem relaxante e tântrica. Venha se descontrair! (54) 996.145.503, (54) 991.430.723 ou (48) 991.730.233. Renata loira / Ana Paula morena, juntas ou separadas, com aquele atendimento especial! Agende conosco (54) 996.155.503 ou (54) 991.430.723.

FARROUPILHA, 6 DE MARÇO DE 2020


Profile for Informantef Informantef

Edição 628  

Jornal Informante (Farroupilha/RS)

Edição 628  

Jornal Informante (Farroupilha/RS)

Advertisement