Page 1

FARROUPILHA

|

ANO XII

|

EDIÇÃO 612

|

1º DE NOVEMBRO DE 2019

|

R$ 3,00

Ana Soares (Moinho Covolan), Armando Wartha, Calebe Coelho e Cristian Guzzo vão receber título de Destaque Cultural Inside: capa, 3, 5, 8 e Editorial MATÉRIA ESPECIAL

Foco no saneamento básico

SAÚDE

POLÍTICA

Farroupilha terá Farmácia Viva R$ 540 mil para o São Carlos

Prefeitura repensa gestão sobre esgoto e Recursos do Ministério da Saúde serão água e empresas apresentam propostas repassados para implantação de projeto Páginas 2 e 3 Capa

Hospital receberá R$ 400 mil da União e R$ 140 mil do Estado mensalmente Páginas 12 e 13

Yasmin Signori Andrade

Arte que une e emociona


2

FARROUPILHA, 1º DE NOVEMBRO DE 2019

DEBATE

Buscando soluções efetivas Prefeitura quer melhorar abastecimento da água e tratamento de esgoto: estudos com propostas de empresas foram apresentados junto à palestra sobre o marco regulatório Juliana Inês Casa Barbieri juliana@jornalinformante.com.br

C

olocando em debate a insatisfação com a qualidade da água em Farroupilha, a ineficiência do abastecimento e a falta de tratamento de esgoto, a manifestação de técnicos, empresas especializadas e do poder público pontuaram discussões nesta semana. A mobilização coloca em pauta a prestação de serviços da Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan), que opera na cidade, e vem sendo questionada pelo não cumprimento de contrato firmado em 2008, com vigor até 2033. Buscando um novo olhar sobre o assunto, duas empresas apresentaram estudos sobre o saneamento por meio de um edital de Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI), com chamada pública da prefeitura.

O consórcio Ysanso/Aviva e o Grupo Maciel explanaram seus projetos na segunda, no gabinete do prefeito, e também na Câmara de Vereadores. “Não temos nenhum metro cúbico de esgoto tratado”, pontuou o prefeito Claiton Gonçalves, que considera insustentável a situação com a Corsan. “Temos muita água e tratamos o assunto de maneira malemolente por muito tempo. Chegou a hora de pontuarmos isso. Se é a Corsan que vai continuar, ela precisa colocar no papel e assinar documento com prazos. Quero água boa na torneira de todas as pessoas e quero esgoto tratado”, sublinhou. O Grupo Maciel, de Porto Alegre, associado a Russell Bedford International e com 10 anos de atuação, tem como proposta atender 95% do esgotamento sanitário e tratamento em 10 anos com investimento de R$ 156 milhões. Apresentou três possibilidades de gerenciamento: concessão comum, sem aporte financeiro do mu-

Explanação de propostas Grupo Maciel e Consórcio Ysanso/Aviva apresentaram soluções levantadas por estudos técnicos

nicípio, a concessão patrocinada, com 50% de investimento da prefeitura e 50% da empresa operadora, numa parceria público-privada, e a terceira proposta é o investimento da prefeitura de 30% e 70% da iniciativa privada na prestação dos seviços. Um dos maiores problemas apontados pela equipe seria a reservação de água, muito aquém da capacidade do

município. A proposta seria a implantação de novo reservatório para aumentar essa captação e a construção de estação de tratamento de esgoto. “Em 10 anos é possível solucionar essa questão da água e do esgoto em Farroupilha”, garantiu o engenheiro civil Luís Staudt, representante da empresa. Outra proposta veio do Consório Ysanso/Aviva, de São Paulo, com estu-


3

FARROUPILHA, 1º DE NOVEMBRO DE 2019

para o saneamento básico Fotos: Juliana Inês Casa Barbieri

Olhar de especialista Frota destacou que o marco regulatório deveria focar na universalização do saneamento básico

do que projeta resolução do problema do esgoto em 13 anos e o da água em até quatro anos. O investimento é de R$ 213 milhões, sendo que desse valor R$ 150 milhões seriam focados no esgotamento sanitário e redes coletoras. “Como não existe saneamento público, as fossas assépticas são uma solução comum. Estamos cada vez mais poluindo o lençol freático que é fonte

de água”, observa Italo Joffily, diretor da Ysanso/Aviva, que tem 25 anos de atuação no mercado e opera em três cidades: Mirassol e Palestina, ambas em São Paulo, e Jacundá, no Pará. Citou ainda que a Corsan tem a segunda tarifa mais cara do Brasil, sem soluções eficientes para a cidade. Esta é apenas uma prévia, apontando possibilidades de atuação. Uma

comissão técnica nomeada em portaria fará a análise dos estudos que deverão ser esmiuçados também para a população em audiência pública. “Quanto a Corsan arrecada em Farroupilha? Não sabemos. A água é de Farroupilha e nós não sabemos. Quem tem vantagem neste contrato?”, rebate o prefeito. “Esgoto não tratado é doença. A cada R$ 1,00 que se gasta em tratamento de esgoto são R$ 4,00 poupados na saúde”, complementa o chefe do Executivo. O processo para definir a solução adotada pelo município deverá levar de oito a 10 meses. Discussão do Marco Regulatório do Saneamento Básico Outro encontro foi conduzido por Leandro Mello Frota, presidente da Comissão Especial de Saneamento e Recursos Hídricos da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Federal. A palestra aconteceu no Salão Nobre, na terça. Debatendo o conjunto de regras que atualizará a lei do saneamento básico no País, o novo marco regulatório possibilita a exploração privada desses serviços. A Agência Nacional

de Águas (ANA) estabelecerá normas de referência para o setor e regras para a livre concorrência na prestação dos serviços. “O saneamento no Brasil é 70% de concessionárias estaduais, 24% são de municipais e o setor privado está com 6%. O marco teve que ser atualizado porque é importante termos uma presença maior do setor privado”, defende, apontando que, continuando com a média de investimentos realizados no Brasil, somente será universalizado o saneamento no País em 115 anos. “O marco nasce de maneira equivocada, o governo entende que vai ser a grande salvação para as contas públicas. É um equívoco, não pode se olhar para o saneamento apenas pelo viés econômico, é uma política de direitos humanos”, rebate o palestrante. Frota reforçou que 30 milhões de brasileiros não têm acesso a um copo de água e 100 milhões não têm saneamento básico. A Comissão Especial da Câmara dos Deputados que analisa a atualização do marco do saneamento básico aprovou, na quarta, o projeto de lei que ainda poderá ser modificado antes de voltar ao Senado.


4

FARROUPILHA, 1º DE NOVEMBRO DE 2019

As novas regras de e seu impacto para Juliana D’Macedo *

A

proteção e o tratamento de dados pessoais são temas de extrema relevância para uma sociedade com interações virtuais sensíveis entre o poder público, empresas e indivíduos. E esse assunto será cada vez mais discutido no Brasil por conta da Lei nº 13.709/2018, a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), promulgada em agosto do ano passado. As novas regras relacionadas à gestão de dados passarão a valer no ano que vem depois de 24 meses da sua promulgação. As empresas só poderão coletar, armazenar ou tratar os dados das pessoas físicas com a autorização do chamado “titular dos dados”, que se trata das pessoas às quais se referem os dados pessoais em questão, que podem se tratar de nomes, endereços, telefones, e-mails, características físicas, localização, hábitos, preferências, entre outros. A autorização terá de ser obtida de forma clara e direta e com a informação de para qual fim os dados serão usados, além de ser necessária nova autorização no caso de uso para outra finalidade. A permissão da utilização também poderá ser anulada a qualquer momento pelo titular dos dados. Mas, afinal, por que essa legislação é importante? Juntamente com o Marco Geral da Internet, o objetivo da LGPD é garantir a privacidade dos indivíduos e garantir a seguran-

ça jurídica, a transparência, o consentimento e a adequação dos dados fornecidos e coletados. Além do impacto nas empresas, que terão que realizar processos internos para mudar a gestão que fazem dos dados os quais têm acesso – e não correr o risco de infringirem a lei e sofrerem multas correspondentes a nada menos que 2% do seu faturamento bruto e que podem chegar até R$ 50 milhões – a pessoa física e titular dos dados terá mais condições de evitar, por exemplo, ser alvo de propagandas de empresas que obtém seus dados de contato por meio do compartilhamento de dados entre empresas. É importante que as empresas se planejem e efetuem as mudanças internas necessárias até que a legislação passe a valer. A lei no Brasil segue tendência global, a exemplo de legislação similar aprovada pela União Europeia já há dois anos. O presidente Jair Bolsonaro ainda sancionou a Lei nº 13.853/2019, que estabeleceu o rol de competências da Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD), órgão da administração pública federal, integrante da Presidência da República e que ficará responsável por fiscalizar e aplicar as normas da LGPD. Uma das alterações legislativas relevantes foi a vedação ao tratamento de dados sensíveis, relacionados à saúde, para prática de seleção de riscos à contratação de modalidades de planos privados de assistência à saúde. Merece destaque também a per-


5

FARROUPILHA, 1º DE NOVEMBRO DE 2019

gestão de dados as empresas Shutterstock

missão legislativa outorgada às empresas públicas para realizar o tratamento de dados pessoais coletados pelo Poder Público para fins exclusivos de segurança pública, defesa nacional, segurança do Estado ou atividades de investigação e repressão de infrações penais. A nova legislação também estabelece a possibilidade de transferência de dados pessoais detidos pelo Poder Público às entidades privadas, desde que essa transferência seja amparada por previsão legal, contratos, convênios ou instrumentos similares. Ficará sob responsabilidade da ANPD, dentre outras ações, a fiscalização e aplicação de sanções em caráter administrativo, dentre as quais, advertências, multas, publicização da infração, bloqueio ou eliminação dos dados pessoais.

Por outro lado, a estrutura administrativa da ANPD ficará à cargo da Presidência da República ao longo dos próximos dois anos e será necessário avaliar se tal estrutura será suficiente para causar algum impacto em relação ao rol de competências designadas pela nova lei. Certamente, é importante destacar que, em um mundo cada vez mais conectado, é essencial que as empresas e pessoas físicas cada vez fiquem mais atentas à forma de lidar com as montanhas de dados com os quais temos acesso diariamente. A legislação surge para garantir direitos e deveres relacionados aos dados e é preciso adaptar-se à nova realidade jurídica que ela propõe. * Advogada especialista em Compliance e Proteção de Dados


6

FARROUPILHA, 1º DE NOVEMBRO DE 2019

O reconhecimento a quem faz Arte O Destaque Cultural, projeto de autoria do então vereador Tiago Ilha (Republicanos), chega à 3ª edição e confere, na próxima segunda à noite, na Câmara de Vereadores, cinco distinções: para a Associação Cultural Moinho Covolan (Arte Mista), Armando Wartha (Literatura), Calebe Coelho (Música), Cristian Guzzo (Fotografia) e Marinês Busetti (Artes Plásticas). Um pouco da história de cada contemplado você pode conferir no Inside, onde o prêmio praticamente monopoliza atenções do Caderno de Cultura. Não é a primeira vez que fizemos isso, mas procuramos antecipar a pauta e promover um encontro entre os reconhecidos com a outorga. Exceto Marinês, que está em viagem em uma residência de arte, os outros quatro homenageados estiveram na Redação do Informante na terça à tarde para um bate-papo. Esse tipo de matéria e enriquecedora para quem produz o conteúdo, mas certamente

também foi para os contemplados, que puderam trocar ideias sobre seus campos de atuação e sobre a distinção, de maneira mais solta do que no encontro formal ocorrido no Legislativo. Em comum, o amor e devoção dos homenageados pela arte em que atuam. Evidente que esse era um componente primordial para basilar a es-

colha, mas sempre é válido conhecer mais a fundo o trabalho desenvolvido por quem recebe a outorga. Claro que a visibilidade é maior a partir da conquista, mas há muita dedicação na construção de uma jornada que culmina em um reconhecimento público como o que será feito na segunda à noite, na Casa Legislativa Lidovino Antônio Fanton. Farroupilha é pródiga em talentos e esse reconhecimento não somente é justo e válido como abre caminho para que outros utilizem os homenageados como uma fonte de estímulo e inspiração. Seja na abertura de um espaço para debate como na Associação, na descoberta recente pela escrita na história de Wartha, no belo trabalho voluntário desenvolvido por Calebe, na eternização de momentos marcantes no ofício de Cristian ou em uma vida dedicada às artes como no caso de Marinês. São jornadas que merecem a reverência da comunidade.

voluntários (veja nas páginas 2 e 3 do material). Quem teve a oportunidade de visitar o Querer Bem percebe a afinidade e envolvimento dos presentes. É realmente algo que é feito com o cora-

ção. Um trabalho voluntário que merece todo o reconhecimento e que, por tabela, fez surgir grandes amizades, que obviamente não ficaram restritas ao encontro no Centro de Atendimento ao Cidadão (Ceac), onde o material é produzido. E esse estreitamento de laços comunitários é, digamos, um plus, um ganho extra do Querer Bem. O Centro Municipal de Eventos Mário Bianchi esteve lotado na noite do último sábado em mais uma edição do Jantar do Peixe, a 19ª, evento que é capitaneado pelo Gabinete da Primeira Dama Fran Somensi e está cada vez mais consolidado e prestigiado pela comunidade. O Caderno Especial de cobertura é apenas uma forma de conferir uma ressonância ainda maior à atração e reconhecer o trabalho: dos cozinheiros, dos apoiadores e patrocinadores, dos voluntários que se dedicam à confecção das fraldas e também dos farroupilhenses que apoiam de maneira irrestrita o evento gastronômico e, por tabela, o abnegado e nobre projeto.

Redação - redacao@jornalinformante.com.br

Assinaturas-assinaturas@jornalinformante.com.br

Muito além da cobertura tradicional

Eventos gastronômicos beneficentes do município sempre tiveram o Jornal Informante como grande apoiador. Recentemente esse vínculo se estreitou ainda mais com o Tabloide conduzindo, ao lado de parceiros, uma cozinha. Publicamos, durante muitos anos, até mesmo os cardápios que integravam as noites festivas, tanto do Homens na Cozinha, como do Jantar do Peixe, no pós evento, para que a comunidade pudesse, em casa, reproduzir os cardápios de sucesso. Neste ano, além de fotos dos cozinheiros, as estrelas da noite, reeditamos uma Coluna Social da festividade (páginas centrais), algo que já havia sido feito, mas procuramos inovar ainda mais, ao destacarmos, no Caderno Especial, o projeto “Querer Bem”, que tem no Jantar do Peixe a maior parte dos recursos que viabilizam sua manutenção e continuidade. E, para isso, reunimos histórias de farroupilhenses que foram beneficiados com o projeto e, agora, retribuem auxiliando a equipe como

Índice

Editorial

Matéria Especial .................................... Páginas 2 e 3 Editorial ...................................................Página 6 Opinião...................................................... Página 7 Economia .................................................. Páginas 8 e 9 Cidade ........................................................ Página 10 Política ..................................................... Páginas 11 a 13 Educação .................................................. Página 14 Esporte ..................................................... Página 15

Inside

Especial..................................................... Capa, 3, 5 e 8 Cinemas ..................................................... Página 2 Crônicas da Redação ............................. Página 4 Agenda....................................................... Página 4 Social ........................................................ Páginas 6 e 7 Fabrício Oliboni ..................................... Página 8 Literatura ................................................ Página 9 Paulo Roque Gasparetto ..................... Página 9 Sétima Arte .............................................. Páginas 10 e 11 Horóscopo ............................................... Contracapa Saúde, Beleza & Estética...................... 4 páginas XIX Jantar do Peixe................................. 8 páginas Classificados .......................................... 8 páginas

Juliana Inês Casa Barbieri juliana@jornalinformante.com.br Ramon Cardoso ramon@jornalinformante.com.br Yasmin Signori Andrade yasmin@jornalinformante.com.br

Comercial-comercial@jornalinformante.com.br Fabiano Luiz Gasperin gasperin@jornalinformante.com.br Jean Marco Lançarin de Mattos comercial5@jornalinformante.com.br Maria da Graça Potricos Leite maria@jornalinformante.com.br

Anúncios - anuncios@jornalinformante.com.br Marcelo Bortagaray Mello marcelo@jornalinformante.com.br Tiago Rodrigues da Silva tiago@jornalinformante.com.br

Financeiro - financeiro@jornalinformante.com.br Keli de Almeida Maciel keli@jornalinformante.com.br

Assinatura Bienal: R$ 240,00 Assinatura Anual: R$ 140,00

Telefones (54) 3401-3200 / (54) 3401-3201 (54) 3401-3202 / (54) 3401-3203

Endereço Rua Dr. Jaime Romeu Rössler, 348, Bairro Planalto

Colunistas Crônicas da Redação Dolores Maggioni Egui Baldasso Fabrício Oliboni

Guilherme Macalossi Lauro Edson Da Cás Paulo Roque Gasparetto

A manifestação dos colunistas é livre e independente e não necessariamente reflete a opinião do Tabloide sobre os temas abordados nas colunas

@PaperInformante www.jornalinformante.com.br

/jornalinformante


7

FARROUPILHA, 1º DE NOVEMBRO DE 2019

Cheiro de “porva” no ar Gilson Alberto Novaes * Conheci um senhor idoso na minha infância, que na sua simplicidade, quando queria se referir a uma possível confusão, ia logo dizendo: “Tô sentindo cheiro de porva no ar”. Menino ainda, eu não entendia bem o que aquele ancião dizia, até que um dia meu pai me explicou: quando ele dizia “porva” queria dizer pólvora e isso ele dizia por pressentir confusão à vista em algum lugar. Essa conversa, ouvi naquele tempo, em que as pessoas colocavam as cadeiras na calçada quando o sol se punha e os vizinhos conversavam até chegar a hora de dormir. Essa hora variava conforme os assuntos... quando a conversa era boa, avançava até tarde, quando não, assim que a canseira batia, recolhiam-se as cadeiras e só voltavam no dia seguinte. Bons tempos! A pólvora a que se referia aquele senhor, não era de fato a pólvora do revólver, mas ficava claro o que ele queria dizer! Se vivesse hoje aquele senhor certamente diria que tem “cheiro de porva no ar”.

Explico! Pela imprensa soube que o secretário de Cultura da cidade de São Paulo, pretende, já no início de 2020, realizar o festival “Verão Sem Censura”, onde pretende acolher todas as peças teatrais que estejam censuradas no País. Apesar de afirmar que não será uma medida de antagonismo ao governo federal, diz que será uma resistência pela liberdade de expressão, aos ataques que a classe artística vem recebendo, não só do governo federal, mas de instituições como a Funarte e a Caixa Cultural. Afirma que será uma valorização à cultura. Uma amostra do que será, já aconteceu: no último dia 11 de outubro, em São Paulo, houve a encenação da peça “Res Pública 2023”, que havia sido vetada pela Funarte, segundo a Folha de S.Paulo de 13 de outubro de 2019. Outras peças, segundo a mesma fonte, foram censuradas: “Abrazo” foi cancelada depois da estreia em Recife recentemente; “Gritos” foi suspensa – seria apresentada em Brasília; “Caranguejo Overdrive”, programada para ser encenada no Rio de Janeiro, foi can-

celada – seus produtores afirmam não saberem a razão e “Res Pública 2023” fora vetada pelo diretor da Funarte, essa que acabou estreando em São Paulo. Estamos assistindo a um verdadeiro jogo de braço! Entretanto, o que me inquieta é o que vem pela frente! O começo de 2020 está aí e o tal festival deverá acontecer. As eleições municipais se aproximam e os seus protagonistas querem mostrar força, principalmente se for contra o presidente Bolsonaro, nesse tema de “censura”. Não será novidade se sentirmos “cheiro de porva no ar”. Esse assunto promete! Ideologicamente está claro que há o confronto! O próprio jornal Folha de S.Paulo aponta que o secretário de cultura foi coordenador da juventude quando Marta Suplicy, ainda no PT (2001 a 2004), governava a cidade e que ele é o elo do prefeito Bruno Covas (PSDB) para aproximar-se da esquerda. É visível que o prefeito precisa buscar espaços, pois nas pesquisas seu nome não aparece entre os primeiros, e nem tampouco entre os tucanos seu nome é unanimidade.

O confronto entre o prefeito e o presidente Bolsonaro está posto! O tucano já mostrou que enfrenta o presidente! Em abril passado, disse à Folha que não aceitaria tirar a expressão “golpe” dos livros didáticos, quando se referiam ao movimento dos militares em 1964. No que tange à cultura, o cabeça da chapa (João Dória) no início do governo enfrentou os grafiteiros e propôs a Virada Cultural em locais fechados, enquanto o seu vice (atual prefeito) tem um secretário propenso aos eventos culturais ao ar livre, bem como a arte de rua. Na verdade, certamente assistiremos a Secretaria de Cultura da cidade de São Paulo insistindo com peças teatrais cujo conteúdo poderá ser contestado pelo governo federal e seus agentes. E o povo, ora o povo, vai assistir ao jogo de braço. Uns aplaudindo e outros criticando. Se isso vai trazer a esquerda ao lado de Covas, não se sabe. Seu avô, com quem convivi, tinha outros métodos! * Professor de Direito Eleitoral da Universidade Presbiteriana Mackenzie Campus Campinas

Clevelândia do Norte: aqui começa o Brasil Vivaldo José Breternitz * Recentemente estivemos em Clevelândia do Norte, um distrito do município de Oiapoque, às margens do rio de mesmo nome, no Estado do Amapá. Do outro lado do rio, está a Guiana Francesa, um departamento (algo como um Estado) da França – essa situação de fronteira faz com que os locais afirmem o que está no título desse artigo: aqui começa o Brasil. Clevelândia fica a 630 quilômetros de Macapá, a capital do Estado; 120 quilômetros da estrada não são pavimentados e ficam praticamente intransitáveis no período de chuvas – às vezes são necessárias 17 horas para a viagem entre esses locais. A área foi objeto de disputa com a França, situação que foi resolvida em 1900, ao final de um processo de arbitragem conduzido pela Suíça. Visando ocupar a região, o governo federal criou,

em 1922, uma colônia agrícola, que recebeu migrantes vindos principalmente de nosso Nordeste; o projeto fracassou e área foi retomada pela selva. A distância dos grandes centros e o acesso possível apenas pelo rio levou o presidente Artur Bernardes a criar ali uma colônia penal, para onde foram enviados seus adversários, em especial os ligados a movimentos anarquistas e militares contrários à postura oligarquista do governo – foram quase mil presos, centenas dos quais morreram, vítimas de doenças e do clima inclemente. Em 1940 o Exército Brasileiro instalou uma pequena guarnição no local; logo a seguir, em função da 2ª Guerra Mundial, um batalhão foi ali instalado – ao final dela, a guarnição foi novamente reduzida. Após diversas alterações de nome e subordinação, uma subunidade do 34º Batalhão de Infantaria de Selva (34º BIS), guarne-

ce o local – é a Companhia Especial de Fronteira, que é o principal fator de presença do Estado na região. Esses militares têm como missão vigiar a fronteira, preocupando-se também com crimes como tráfico de drogas e armas, garimpo e desmatamento ilegais e outros crimes característicos de zonas fronteiriças. Para isso o Exército articula-se com outros órgãos federais e estaduais (cuja presença é muito pequena, no entanto) e com militares franceses da Legião Estrangeira, estacionados na Guiana. A vida ali é muito dura: apenas recentemente água tratada tornou-se disponível, não há telefonia móvel, o calor e a chuva são intensos, a logística é muito difícil e doenças como a malária estão muito presentes. O 34º BIS ainda mantém um Pelotão Especial de Fronteira e um Destacamento Especial de Fronteira em Tiriós e Vila Brasil, localidades ainda

menores que Clevelândia e com condições de vida ainda mais duras, em termos de disponibilidade de energia elétrica, aquartelamento, etc. Como curiosidade, cabe registrar que a área sob responsabilidade do Batalhão é de cerca de 260 mil quilômetros quadrados, maior que a área do Reino Unido e que são 730 quilômetros de fronteira Brasil-Guiana Francesa – o Brasil é o País com quem a França tem a maior fronteira! Apesar de todas essas dificuldades, os brasileiros que servem nesses locais trabalham muito, diuturnamente, imbuídos do espírito de proteger onde começa o Brasil, vivificar a área de fronteira e integrar a Amazônia e seus habitantes à nossa sociedade. * Doutor em Ciências pela USP e professor da Faculdade de Computação e Informática da Universidade Presbiteriana Mackenzie


8

FARROUPILHA, 1º DE NOVEMBRO DE 2019

COMÉRCIO

Pit Bull: loja da marca é a primeira da região Empreendimento abre as portas em Farroupilha no próximo dia 9, com desfile e promoção de inauguração variedade das peças. “Investimos nessa marca porque é de muita qualidade e não estava presente na Serra Gaúcha”, confirma Fabiely Cristiane Santos, proprietária da loja. Várias opções em calças, shorts, vestidos, saias, jaquetas, bermudas, coletes e muito mais podem ser encontrados. Material de qualidade, estilo antenado com as tendências, confortável e com inúmeras opções para garantir um look ideal. A Pit Bull nasceu em Goiânia, possui diversas lojas espalhadas pelo Brasil e até nos Estados Unidos. A Grife Fabby Glamour conta com seis colaboradores e já nasce com projetos de expansão. Em janeiro abre as portas em Caxias do Sul e até final de 2020 deverá aterrissar em Gramado. A promoção de inauguração será o sorteio de uma televisão de 50 polegadas. A cada R$ 500,00 em compras, o cliente preenche

Juliana Inês Casa Barbieri

S

inônimo de qualidade e com peças que já nascem nas mãos de grandes estilistas, a Pit Bull desembarca em Farroupilha. A Grife Fabby Glamour é a responsável por apresentar a marca em loja exclusiva, na Barão do Rio Branco, 345, a primeira na Serra Gaúcha. A inauguração será no próximo dia 9, a partir das 16h, com coquetel e desfile da marca para convidados. Famosa por seus jeans e pelas peças cool, também investe em malhas e outros tecidos que garantem um leque de combinações para todos os gostos. Os lançamentos da marca atendem ao público masculino e feminino. A loja também foi toda planejada com decoração especial que faz referência à grife, seja na adesivagem e nas cores, até a proposta de

Primeira loja da marca na Serra Proprietária Fabiely apresenta as peças Pit Bull que poderão ser conferidas pelo público a partir do próximo dia 11

um cupom para concorrer ao prêmio. A promoção seguirá até 23 de dezembro. O bom atendimento é outro compromisso da Grife Fabby

Glamour, que abrirá ao púbico a partir do próximo dia 11, de segunda a sexta, das 9h às 11h45min e das 13h às 18h, e aos sábados, das 9h às

11h45min e das 13h às 19h. O convite da proprietária é para que a comunidade visite a loja, conheça a grife, qualidade e o estilo Pit Bull de vestir.


9

FARROUPILHA, 1º DE NOVEMBRO DE 2019

DEBATE PARA O FUTURO

Discussão de regras na geração de energia solar Está aberta consulta pública para consumidores contribuírem com sugertões acerca das novas diretrizes sentada pela sigla TUSD na conta de energia. De acordo com a proposta, sofrerá maior impacto o consumo remoto, ou seja, quem gera energia em um endereço e compensa uma conta em outro endereço. O impacto será pequeno para quem gera energia na própria carga e tem operação em período de sol ou durante o dia, como por exemplo o comércio. Segundo a Confortec Tenologias e Soluções, empresa farroupilhense especializada em desenvolver soluções para aquecimento de água e geração de energia elétrica solar, as alternativas apresentadas na proposta são favoráveis às concessionárias de energia. A Confortec faz um alerta aos consumidores que já instalaram, ou estão com intenção de instalar sua própria geração solar, para fazerem uma análise sobre a viabilidade

Divulgação

V

isando sugerir aperfeiçoamentos no modelo que rege a geração de energia solar, a Agência Nacional de Energia Eltétria (Aneel) está discutindo novas propostas em consulta pública referente às regras para micro e mini geração distribuída. A proposta apresentada considera os avanços da geração distribuída nos últimos anos e projeta a geração distribuída para os próximos. A proposta apresenta alternativas desfavoráveis ao gerador e poderá desestimular a geração de energia solar. No entanto, a discussão está em aberto e possibilita que consumidores, fornecedores e cliente possam contribuir com sugestões. A discussão se direciona basicamente ao uso do sistema de distribuição, repre-

Discussão de regas pode gerar impacto Alterações podem desestimular a geração de energia solar, mas abrir espaço para novas tecnologias e soluções

econômica/financeira, principalmente no longo prazo. “As alterações sugeridas, na nossa visão, não inviabilizam a tecnologia, mas sim

abrem espaço para novas tecnologias e soluções, que até o momento, eram menos viáveis, como é o caso do armazenamento de energia na

própria instalação”, sugere o proprietário Ademar Angst. É possível acompanhar os desdobramentos da discussão pelo site da Aneel.


10

FARROUPILHA, 1º DE NOVEMBRO DE 2019

DIA DE FINADOS

Obituário

Alguém quer me adotar? Divulgação

Essa fofa é a Bella. Ela é dócil, de porte médio e se dá super bem com outros cachorros. Bella foi resgatada há cerca de 4 anos e desde então busca um adotante. Precisa de um lar seguro, muito carinho e uma família que a ama. Interessados em adotar podem manter contato pelo fone 999.371.647

Preparando homenagens Comunidades celebram missas e Feira de Flores continua até o domingo

E

m forma de homenagem aos que já se foram, o Dia dos Finados será celebrado neste sábado. A movimentação nos cemitérios é grande, na intenção de realizar a manutenção dos jazigos. A aquisição de flores ainda pode ser feita na 19ª edição da Feira das Flores de Finados, realizada pela Secretara de Desenvolvimento Rural, juntamente com o Departamento de Administração dos Cemitérios. Ela será realizada até o domingo. São cinco comerciantes do Cemitério Público Municipal e dois no cemitério do bairro Nova Vicenza. Nos locais, estão sendo oferecidas flores de corte como palmas, rosas e copos de leite, entre outras, bem como vasos de crisântemos e arranjos. O horário da

Arquivo Jornal Informante

25 de outubro * Fernando Fernandes, 32 anos. Sepultamento no Cemitério Público Municipal; * Libera Lopes Nunes, 88 anos. Sepultamento no Cemitério Público Municipal. 26 de outubro * Anna Maria Bartelle, 80 anos. Sepultamento no cemitério do bairro Nova Vicenza; * Maria José Ductra Ribas, 80 anos. Sepultamento no cemitério da comunidade de Monte Bérico (3º Distrito). 29 de outubro * Clarines Borges, 43 anos. Sepultamento no Cemitério Público Municipal; * Luizinho Turchetto, 59 anos. Sepultamento no Cemitério Público Municipal; * Tranquilo Moroni, 79 anos. Sepultamento no cemitério da comunidade da Capela Nossa Senhora da Saúde (Linha 47).

Flores para homenagear Feira acontece até domingo, enquanto durarem os estoque

feira é das 7h às 18h30min, sendo que domingo será realizada apenas enquanto durarem os estoques. Para quem pretende participar de celebrações religiosas, as Paróquias Sagrado Coração

de Jesus e Jesus Ressuscitado estarão realizando missas nos cemitérios. No Centro, será às 9h e às 17h, e no Nova Vicenza, a celebração será às 8h. As missas vão ocorrer mesmo em caso de chuva fraca.


11

FARROUPILHA, 1º DE NOVEMBRO DE 2019

SUGESTÕES BEM-VINDAS

Política de Incentivo ao Turismo é debatida em audiência pública Evento acontece na próxima terça, no Caverna Comedy Club, e busca coletar ideias e propostas para a área

A

Secretaria Municipal de Turismo promove, na próxima terça, às 19h, no Caverna Comedy Club (República, 445), uma audiência pública sobre a Política de Incentivo ao Turismo. Todos os farroupilhenses estão convidados a participar do encontro. Nele, o secretário de Turismo e Cultura, Francis Casali, irá apresentar os detalhes de um projeto de lei que, em breve, será encaminhado à Câmara de Vereadores, para a criação de zonas de interesse turístico no município. Entre os objetivos estão o de conceder incentivos, como isenção do IPTU,

Programe-se O que: audiência pública para a Política de Incentivo ao Turismo Quando: na próxima terça, às 19h Onde: Caverna Comedy Club (República, 445) Quanto: entrada franca, evento aberto à comunidade taxas municipais e impostos a empreendimentos voltados ao turismo. No entanto, eles precisam estar instalados em locais específicos, como no percurso do roteiro Caminhos de Caravaggio; na VRS-813 passando pelo Desvio Blauth; nos entornos do Santuário de Nossa Senhora de Caravaggio, Caminhos de Pedra e Parque Salto Ventoso; além do Centro da cidade.

Os estabelecimentos beneficiados também teriam contrapartidas, como a possibilidade de funcionamento em horários diferenciados. “A intenção principal é fomentar o turismo em algumas áreas pré-determinadas em que entendemos que há a campo e possibilidade para esse desenvolvimento amplo do setor na cidade. O objetivo é que o pessoal se

prepare para atender bem o turista, em várias frentes, de horários específicos à fachada adequada. E criar, a partir desse zoneamento, algumas rotas que sejam interessantes para o turista passar alguns dias no município”, apontou Francis. A meta da audiência pública é coletar ideias, propostas e sugestões da comunidade que possam ser aproveitadas no projeto antes do envio para discussão no Legislativo. A realização da audiência tem o apoio do Conselho Municipal do Turismo (Comtur), Sindicato Empresarial de Gastronomia e Hotelaria (SEGH) Região Uva e Vinho, Atuaserra e Caverna Comedy Club.


12

FARROUPILHA, 1º DE NOVEMBRO DE 2019

VERBAS PARA SAÚDE

PAR garante R$ 17 milhões a hospitais da Serra Gaúcha São Carlos passa a receber R$ 400 mil mensais pelo Porta de Entrada e qualificação de leitos de UTI e retaguarda

E

laborado em conjunto pelos 49 municípios que integram a 5ª Coordenadoria Regional de Saúde, o Plano de Ação Regional (PAR) foi aprovado pelo Ministério da Saúde após meses de trabalho e mobilização. Ele irá garantir R$ 17 milhões para os hospitais da Serra Gaúcha e o Beneficente São Carlos será beneficiado. A instituição de saúde farroupilhense passa a receber R$ 400 mil mensais, sendo R$ 200 mil pelo atendimento do programa Porta de Entrada e outros R$ 200 mil pela qualificação de leitos de UTI e leitos de retaguarda. Deputada estadual pelo município, Fran Somensi (Republicanos) defendeu o PAR junto à Secretaria e Ministério da Saúde. Em julho, em Brasília, a parlamentar, acompanhada do esposo, o prefeito Claiton Gonçalves, e do deputado federal Carlos Gomes (Republicanos), levou a pauta ao ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta. Conforme destacou Fran, alguns serviços já eram oferecidos pelas instituições hospitalares, como

Divulgação

Três esferas Gomes, Mandetta, Fran e Claiton, no início da discussão com o governo federal, em julho: poder de mobilização e organização garantiu trâmite mais célere para o repasse dos recursos

o Porta de Entrada, do São Carlos, mas os valores ainda não eram repassados pela União. “Foi uma luta muito grande que envolveu o trabalho de gestão dos hospitais, as Secretarias de Saúde desses municípios, a 5ª Coordenadoria de Saúde, a nossa secretária de Saúde do Estado

(Arita Bergmann) e nós, enquanto representantes da população, que defendemos esta bandeira junto ao governo federal. Uma grande conquista para a Serra Gaúcha”, celebrou Fran. Secretária municipal da Saúde até esta quinta, quando deixou a pasta, Rosane da Rosa frisou que o repasse para o Porta de Entrada dobrou em virtude da recente habilitação conquistada há pouco mais de um mês junto ao Ministério da Saúde. “Esse valor seria de R$ 100 mil mensais, mas o São Carlos irá receber um ‘plus’ de mais R$ 100 mil graças à habilitação para Alta Complexidade em Traumato-Ortopedia”, explicou Rosane. O Porta de Entrada é um serviço qualificado de atendimento de urgências e emergências, de enfermarias clínicas de retaguarda, de leitos de cuidados prolongados e leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTIs) pelos quais a União repassa um incentivo financeiro mensal aos hospitais que prestam o serviço. Além de Farroupilha, outros hospitais da Serra, como os caxienses Pompéia e o Hospital Geral, também serão beneficiados pela aprovação do PAR.


13

FARROUPILHA, 1º DE NOVEMBRO DE 2019

REFERÊNCIA REGIONAL

Prefeitura firma acordo com o Estado em prol do São Carlos Instituição hospitalar farroupilhense receberá repasse de R$ 140 mil mensais para custeio de serviços em Traumato-Ortopedia cipal de Saúde, Rosane da Rosa. Em maio deste ano, foi anunciada a indicação de habilitação do São Carlos como Unidade de Assistência de Alta Complexidade em Traumatologia e Ortopedia. Em setembro, a instituição foi habilitada junto ao Ministério da Saúde, tornando-se referência para 34 municípios serranos. O custeio dos serviços será dividido entre Estado, União e municípios conveniados pela contratação dos serviços junto à entidade, que serão responsáveis pelo repasse de R$ 0,28 por habitante. O valor total mensal chega a R$ 420 mil, que pode proporcionar até 16,5 mil procedimentos por ano. “Voltando a ser referência, vamos abranger mais de 500 mil pessoas em cirurgias eletivas e colocação de próteses ortopédicas, além do atendimento de urgência e emergência. Há cerca de cinco anos não era possível realizar cirurgias de alta complexidade eletiva”, lembrou a secretária Rosane, que se despediu da pasta na quinta e não conseguiu segurar as lágrimas durante o evento, na véspera de sua saída do Executivo farroupilhense.

Yasmin Signori Andrade

A

Casa Legislativa Lidovino Antônio Fanton ficou lotada de prefeitos e secretários de Saúde de toda Serra na tarde de quarta, quando foi assinado um acordo para repasse mensal de recursos que ajudarão a custear os serviços de Traumato-Ortopedia que são prestados pelo Hospital Beneficente São Carlos (HBSC). Secretária estadual de Saúde, Arita Bergmann firmou a parceria junto ao prefeito Claiton Gonçalves, que prevê a destinação de R$ 140 mil mensais à instituição hospitalar. “Essa assinatura é para selarmos compromissos. Um compromisso esse que o governo do Estado não fugiu à luta junto aos prefeitos e secretários municipais de Saúde. Foi uma construção coletiva. Estou otimista que esses serviços sejam efetivados para salvar vidas de cidadãos dos 34 municípios dessa região”, citou a secretária Arita, que fez questão de agradecer a Claiton, a Guilherme Pasin, prefeito de Bento Gonçalves e presidente da Associação dos Municípios da Encosta Superior do Nordeste (Amesne), e a secretaria muni-

Auxílio firmado Secretária Arita e prefeito Claiton na assinatura do acordo: HBSC volta a ser referência

PERTO DO DESFECHO

Subcomissão de Ética da Câmara de Vereadores propõe perda de mandato do suplente Herpich

C

omposta pelos vereadores Fabiano André Piccoli (presidente), Odair Sobierai (relator) e Jonas Tomazini (revisor), a Subcomissão de Ética da Casa Legislativa Lidovino Antônio Fanton apresentou, na terça, aos membros da Comissão de Ética, o parecer da análise da questão que envolve o vereador suplente Raul Herpich.

Ele está sendo investigado por quebra de decoro parlamentar no caso investigado pelo Ministério Público, que diz respeito a possível desvio de dinheiro das Cooperativas Habitacionais presididas por Herpich. O pedido de investigação no Legislativo foi protocolado pelo presidente Sandro Trevisan, em razão do vínculo estabelecido entre o suplente de vereador e a Câmara. Após 100 dias de inquérito, a

Subcomissão propôs a perda do mandato do vereador. Durante o período, os parlamentares buscaram maiores informações junto ao Poder Judiciário, associados das cooperativas e garantiram o direito à ampla defesa ao investigado. Agora, caberá à Comissão de Ética, que é composta de um vereador por bancada com representação no Legislativo, analisar o parecer, que ocorrerá na próxima semana.

“Na terça votaremos o parecer na Comissão de Ética. Se for aprovado, ele vai para a Comissão de Constituição e Justiça para exame jurídico, legal e constitucional, conforme determina o nosso Código de Ética. Eles têm até cinco sessões ordinárias para dar o parecer. Depois dele e havendo aprovação, a questão vai a plenário”, destacou Piccoli, que acredita que até o final do mês deverá ocorrer a votação.


14

FARROUPILHA, 1º DE NOVEMBRO DE 2019

LITERATURA

Escritores premiados no Oscar Bertholdo Concurso regional divulgou vencedores em contos, crônicas e poesias na noite de quarta, na Câmara de Vereadores

F

omentando a Literatura, o protagonismo e incentivando a prática da escrita, o Concurso Regional de Contos, Crônicas e Poesias Oscar Bertholdo premiou os vencedores na quarta, na Câmara de Vereadores. Na 17ª edição, teve cerca de 400 trabalhos inscritos e a comissão avaliadora foi composta

por Adriana Lins, Claudia Iembo, Delferina Vanni e Sirlei Cardoso Masiero. “Vocês fazem a história daqueles que talvez não tenham voz e vez. Dão alma, dão vida a toda essa expressão”, considerou Elaine Giuliato, secretária municipal de Educação, pasta que encabeça a organização do concurso junto com a Biblioteca Pública Municipal Olavo Bilac.

“Somos carregados de história e transmitir essa história, com toda nossa sensibilidade, em contos, crônicas e poesias só nos eleva como seres humanos. Todos têm história e transformá-la em palavras é um talento”, considerou Sirlei, da comissão avaliadora. O evento integrou programação da Semana Literária, promovida pela Olavo Bilac. Teve ainda participação da Escola Pública de Música.

Premiados no 17º Concurso

Conto Categoria 1 (nascidos de 2006 ou depois) 1º lugar: Beatriz de David Serafini Marchioro 2º lugar: Ana Luísa Arruda Menção honrosa: Pedro Augusto Machado Categoria 2 (nascidos de 2005 a 2002) 1º lugar: Isadora Domingos Rodrigues 2º lugar: Fernanda de Oliveira Moraes Menção honrosa: Thiago Crocoli Balbinot Categoria 3 (nascidos de 2001 a 1997) 1º lugar: Álvaro André Kaiber 2º lugar: Danieli Mützenberg Menção honrosa: Paula Caroline Werner Categoria 4 (nascidos em 1996 ou antes) 1º lugar: Francieli Cristina Pigosso 2º lugar: Alex Cardoso Vieira Menção honrosa: Rejane Gossler Menção honrosa: Joelma Inês Casa

Crônica Categoria 1 1º lugar: Cecília Melotto 2º lugar: Lucas Pioner Sartori Menção honrosa: Tainá do Amaral Categoria 2 1º lugar: Thiago Crocoli Balbinot 2º lugar: Érika do Amaral Menção honrosa: Danielle Ribeiro de Freitas Valmorbida Categoria 3 1º lugar: Álvaro André Kaiber 2º lugar: Lucilene Viana Paiva Categoria 4 1º lugar: Márcia Bastian Falkenbach 2º lugar: Janaína Ciquelero Belé Menção honrosa: Lidí Melotto

Poesia Categoria 1 1º lugar: Júlia de Rossi 2º lugar: Amanda Zorzetto Rodrigues Moreira Menção honrosa: Sabrina Seibert Categoria 2 1º lugar: Gabrieli de Carli 2º lugar: Beatriz Kaiber Menção honrosa: Karina Marques Bianchi Categoria 3 1º lugar: Álvaro André Kaiber 2º lugar: Gabrieli Dias Ferreira Menção honrosa: Caroline Teixeira de Vargas Categoria 4 1º lugar: Armando Wartha 2º lugar: Lidí Melotto Menção honrosa: Luana dos Reis


15

FARROUPILHA, 1º DE NOVEMBRO DE 2019

GURIAS RUBRO-VERDES

Para retomar a posição perdida Derrota para o Internacional fez Brasil ser ultrapassado pelo Oriente nos critérios, rival deste sábado à noite nas Castanheiras Divulgação

Brasil Feminino

S

uperado por 14 a 0 pelo Internacional, no último domingo, as gurias rubro-verdes têm a chance de buscar a recuperação neste sábado à noite. O Brasil Feminino recebe o Oriente, de Canoas, no Estádio das Castanheiras, às 19h30min. O time farroupilhense foi ultrapassado pelo canoense nos critérios, mas o adversário tem um jogo a mais. Será o primeiro duelo do Brasil em casa contra um oponente do interior. No turno, as rubro-verdes venceram o Oriente fora, por 1 a 0, gol da meia Luana. “É um jogo muito importante porque, se ganharmos, praticamente garantimos a

Bola pra frente Goleada para o Inter é passado e foco do Brasil está no confronto direto contra o Oriente na briga pela melhor campanha entre os times do interior

3ª colocação. Então, temos de fazer uma partida perfeita, mas esperamos mais um duelo de extrema dificuldade e de grande rivalidade”, apontou o técnico Fernando Varani. A rodada inicia à tarde, com o clássico Gre-Nal. O Grêmio recebe o Internacional no Vieirão, em Gravataí, às 15h. O lanterna João Emílio, próximo rival do Brasil, novamente em casa, no dia 10, folga na rodada.

Gauchão Feminino

Gauchão Feminino (classificação) Equipe

P

J

V

E

D

SG

1)

Internacional 18 6

6

0

0

53

2)

Grêmio

12 5

4

0

1

34

3)

Oriente

6

6

2

0

4

-14

4)

Brasil

6

5

2

0

3

-17

5)

João Emílio

0

6

0

0

6

-56

P (pontos), J (jogos), V (vitórias), E (empates), D (derrotas) e SG (saldo de gols)

6ª rodada

X Sábado, às 19h30min Estádio das Castanheiras (Farroupilha) Ingressos: R$ 5,00 Entrada franca: sócios 2019 e atletas da base identificados

Preliminar Liderança tripla no equilibrado Farra da Bola, do Clube Santa Rita

A 21ª edição do Farra da Bola, do Clube Santa Rita, teve rodada intermediária disputada no último sábado e os resultados deixaram a tradicional disputa ainda mais embolada. Na abertura da tarde, a Juventus fez 4 a 2 no Peñarol. Na partida central, o River Plate venceu a primeira ao derrotar o Milan, até então líder, por 1 a 0. No encerramento da tarde de futebol, o Manchester United aplicou 4 a 1 no Ajax. Milan, Juventus e Manchester lideram com 6 pontos, seguidos do River com 4, Peñarol com 3 e Ajax que ocupa a lanterna com 1 ponto. Neste sábado, por conta do feriado de Finados, não haverá rodada. A 4ª será retomada no dia 9 com o duelo entre os líderes Juventus x Manchester, os extremos entre Milan x Ajax e os de meio de tabela no enfrentamento entre River Plate x Peñarol.

São Roque goleia no Citadino

Pelo Citadino de Futsal Feminino, o São Roque não tomou conhecimento da Valentes e goleou por 6 a 1. A rodada do sábado, no Ginásio de Lourdes, teve ainda o empate entre 1º de Maio e Lyon, que ficaram no 1 a 1, a vitória do Alvorada sobre o Monte Pasqual por 2 a 0 e, por fim, a BGF vencendo a AFF por 2 a 1. A competição para neste sábado, por conta do Finados, mas volta no dia 9.


Juliana Inês Casa Barbieri

Aclamados escritores do Oscar Bertholdo

Imagem: Reprodução

Concurso literário regional, que teve cerca de 400 trabalhos inscritos, premiou vencedores em contos, crônicas e poesias Editoria de Educação, página 14

Querer Bem muito além da gastronomia

Conheça mais sobre o nobre projeto e a cobertura do tradicional Jantar do Peixe, principal fonte de manutenção da iniciativa, inclusive com Coluna Social do evento Caderno Especial e Editorial

CIDADE

Homenagens com missas e flores

Finados é neste sábado: confira os horários das celebrações religiosas e Feira de Flores Página 10 ESPORTE

Gurias rubro-verdes: em busca de recuperação contra rival do interior pela melhor campanha

Brasil Feminino encara canoense Oriente neste sábado à noite, nas Castanheiras Página 15


Compromisso com a Cidade. Compromisso com você.

FARROUPILHA, 1º DE NOVEMBRO DE 2019

TRATAMENTOS NATURAIS

Mais saúde com a Farmácia Viva Município foi contemplado com R$ 441.327,15 para cultivo, manipulação e distribuição de fitoterápicos na rede pública Divulgação

E

ntre os 141 inscritos, Farroupilha foi um dos 20 municípios contemplados pelo Ministério da Saúde com recursos para implantação do projeto Farmácia Viva. O valor de R$ 441.327,15 é proveniente da Política Nacional de Assistência Farmacêutica do Sistema Único de Saúde (SUS) e deve ser repassado ainda em novembro. O projeto engloba desde o cultivo, coleta, processamento, armazenamento, manipulação e dispensação de plantas medicinais e de fitoterapia. O cultivo será realizado numa área que pertence ao Horto Municipal e cerca de 10 espécies deverão ser plantadas, todas selecionadas de acordo com o perfil epidemiológico do município. Camomila, guaco, espinheira santa, citronela e calêndula são algumas das que serão processadas e distribuídas em chás, tinturas, xaropes, cremes e óleos. “Esse projeto é muito importante porque propõe um resgate de saberes. É um projeto inovador e de extrema importância na área da Atenção Básica, já que o nosso foco é trabalhar a prevenção. Esse resgate em relação às plantas medicinais evita, muitas vezes, danos maiores pela necessidade de uso de muitos outros

Chegando à cidade Projeto engloba o plantio das ervas medicinais até a dispensação de um medicamento fitoterápico

medicamentos, fortalecendo o vínculo com a nossa saúde”, considera Rosane da Rosa, secretária municipal de Saúde que deixou o cargo na quinta, mas já com os encaminhamentos do projeto para sua execução. O processamento, secagem e em-

balamento das ervas medicinais, que serão distribuídas de acordo com prescrição médica, ocupará parte da estrutura construída para abrigar a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e que está sem ocupação, no bairro São Luiz. Mesmo prédio receberá também a Far-

mácia Popular e a Solidare, concentrando os serviços que integram a rede pública. A secretária Rosane explica ainda que a partir do repasse dos recursos para o Fundo Municipal de Saúde já terá início a implantação do projeto, que acontecerá de maneira gradativa.


Compromisso com a Cidade. Compromisso com Você

FARROUPILHA, 1º DE NOVEMBRO DE 2019

A pele do homem mere Equipe Espaço da Beleza *

C

ada vez mais eles perdem o preconceito em torno dos cuidados com a beleza e procuram soluções que retardem o processo de envelhecimento. A pele masculina sofre com uma maior oleosidade e com irritações causadas pela barba. Ao mesmo tempo, apresenta um envelhecimento mais lento. Vantagens e desvantagens da pele masculina Porque produz 25 vezes mais colágeno do que a feminina, a pele masculina é beneficiada por um envelhecimento mais lento. Os benefícios do tempo se fazem notar só aos 40 ou 50 anos, com a diminuição das glândulas sebáceas e a redução das fibras colágenas. No entanto, a construção muscular aumentada leva à formação de rugas mais proeminentes. Outra peculiaridade é a maior oleosidade cutânea, devido ao fato das suas glândulas sebáceas trabalharem duas vezes mais. A pele masculina é 30% mais espessa, tem um PH mais ácido e 10 vezes mais testosterona, o hormônio que deixa os pelos mais grossos o que, por sua vez, pode causar irritações na área da barba. Tratamentos indicados * Radiofrequência, indicação: * Diminuir as rugas; * Melhorar a aparência da pele; * Melhorar a qualidade do colágeno e da elastina; * Reorganizar as fibras de colágeno e elastina; * Melhorar a microcirculação; * Melhorar a hidratação da pele; Toxina botulínica Indicação: aplicada para alívio e combate das rugas e marcas de expressão do rosto. Benefícios: relaxa a musculatura contraída da face que forma as rugas. O tratamento, feito com a injeção de pequenas quantidades de toxina botulínica, melhora

rugas na testa, o sulco entre as – aquelas linhas no canto extern Peeling de ácido glicólico, sa Indicação: indicado para o f e diminuição da oleosidade. Be mação suave e progressiva da ra da pele e a aparência dos po Importante Lembrando sempre que o u


Compromisso com a Cidade. Compromisso com Você

FARROUPILHA, 1º DE NOVEMBRO DE 2019

ece atenção especial!

sobrancelhas e pés de galinhas no dos olhos. alicílico ou retinóico fechamento dos poros do rosto enefícios: promove uma descaepiderme, melhorando a textuoros dilatados.

uso do filtro solar diariamente,

Imagem: Reprodução

mantém o resultado dos tratamentos e retarda o envelhecimento provocado por exposição solar inadequada. * Espaço da Beleza Centro Estético Independência, 555 – Centro de Farroupilha Fone (54) 3268-5511 WhatsApp: 981.195.645 Fan Page: Espaço da Beleza Site: www.spabeleza.com.br


Compromisso com a Cidade. Compromisso com você.

FARROUPILHA, 1º DE NOVEMBRO DE 2019

ARTIGO

Os riscos da liberação automática do registro de medicamentos de outros Países no Brasil

F

oi apresentado em julho, na Câmara dos Deputados, o Projeto de Lei nº 3.847/2019, que prevê que os medicamentos que tenham produção, comercialização, distribuição e uso liberado pelas autoridades sanitárias dos Estados Unidos, Japão, Canadá e Países europeus terão seu registro sanitário no Brasil concedido, de forma imediata, no momento do protocolo do pedido junto à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O projeto altera a Lei nº 6.360/1976 para dispor sobre a concessão automática de registro aos medicamentos que já tenham sido autorizados por autoridades sanitárias de outros Países. A

justificativa para tal alteração é de que tais Países possuem tradição no setor de pesquisa e desenvolvimento de medicamentos, que seus laboratórios farmacêuticos são destaque na descoberta de fármacos e também porque as autoridades sanitárias desses Países possuem a mais alta expertise para avaliação do risco-benefício de medicamentos. Dessa forma, o texto prevê um esvaziamento de uma das principais funções da Anvisa, que é justamente analisar e autorizar a comercialização de determinados medicamentos no Brasil. O órgão, no entanto, afirma que é necessária uma série de procedimentos para que medicamentos vindos do exterior possam circular no Brasil, o que impediria essa aprovação automática. O projeto foi pensado assim como

outros projetos de lei que também visam à desburocratização para importação, autorização e comercialização de medicamentos e insumos farmacêuticos no País e que aguardam apreciação. Se aprovado na Câmara, seguirá direto ao Senado, em razão do seu caráter conclusivo. De fato, o PL 3847/2019 traz alterações que visam desburocratizar o procedimento adotado pela Anvisa para análise e autorização de comercialização de medicamentos no Brasil, de modo que é possível que beneficie aqueles que necessitam desses remédios com mais urgência, como pessoas portadoras de doenças raras. Por outro lado, sabe-se que o Brasil possui condições climáticas e outras especificidades, como diferentes aspectos epidemiológicos da população que são

Agência Brasil

João Pedro Alves Pinto *

diferentes daquelas dos Estados Unidos, do Japão e do Canadá e Países europeus. E se tais remédios, no Brasil, não forem seguros para serem liberados como ocorre em outros Países? Tal dúvida hoje é verificada pela mesma Anvisa vista, por outro lado, como uma entidade meramente burocrática. Por tal razão, será necessário

acompanhar, com cautela, se a eventual concessão automática de registro aos medicamentos não trará gravames à saúde da população e se realmente auxiliará aqueles que deles mais necessitam. A liberação mais rápida de medicamentos pode sair caro. * Advogado e especialista em Direito do Consumidor


Coluna Social

Quem foi notícia na cidade ao longo da semana e as boas pedidas para o final dela com Valéria Vettorazzi Páginas 6 e 7

Inside

Sétima Arte

“Sombra Lunar” é um bom suspense, uma mescla bem apropriada de “Seven” com “O Exterminador do Futuro” Páginas 10 e 11

Arte

Mérito aos que movimentam a cultura Poder Legislativo vai homenagear Associação Cultural Moinho Covolan, o escritor Armando Wartha, o músico Calebe Coelho, o fotógrafo Cristian Guzzo e a artista plástica Marinês Busetti com o certificado de Destaque Cultural Yasmin Signori Andrade

Yasmin Signori Andrade yasmin@jornalinformante.com.br

B

uscando enaltecer a riqueza cultural presente no município, o Título de Destaque Cultural chega à 3ª edição. A homenagem, idealizada pelo então vereador Tiago Ilha (Republicanos), em 2017, é concedida a entidades ou personalidades de diferentes frentes culturais, no intuito de valorizar e reconhecer a arte local. Esse ano a sessão solene será realizada segunda, na Câmara de Vereadores, às 18h. No ato, o público terá a oportunidade de conhecer o trabalho dos indicados, bem como sua trajetória profissional. Os prêmios serão entregues nas categorias de Arte Mista, Literatura, Música, Fotografia e Artes Plásticas, sendo agraciados respectivamente

Personificação da arte Ana, representante da Associação Cultural Moinho Covolan, Wartha, Calebe e Cristian vão receber na segunda o Certificado de Destaques Culturais deste ano

a Associação Cultural Moinho Covolan, Armando Wartha, Calebe Coelho, Cristian Guzzo e Marinês Busetti. Cada um, em sua ramificação da arte, busca emocionar e impactar outras

pessoas, além de enriquecer a cidade com seus talentos. As indicações têm como base a trajetória e recente atuação do artista no âmbito. A escolha foi feita pela Comis-

são Parlamentar de Educação, juntamente com a Secretaria e Conselho de Cultura. Recebemos em nossa Redação os homenageados para entender sua relação e histó-

ria com a arte. Marinês está em uma residência artística na Europa e não pôde comparecer ao encontro. Conheça cada um dos agraciados nas páginas 3, 5 e 8 do Inside.


Inside

2

FARROUPILHA, 1º DE NOVEMBRO DE 2019

Cinemas Imagens: Reprodução

Shopping Iguatemi (RST-453, quilômetro 3,5) Cinemas GNC 1: Angry Birds 2: O Filme (dublado) - às 13h20min GNC 1: Zumbilândia: Atire Duas Vezes - às 15h30min (dublado) e 20h (legendado) GNC 1: Odisseia dos Tontos - às 17h40min e 22h10min GNC 2: Malévola: Dona do Mal - às 14h, 16h30min e 19h (dublado), 21h30min (legendado) GNC 3: Malévola: Dona do Mal - às 13h45min (dublado) e 18h45min (legendado) GNC 3: Coringa - às 16h10min (dublado) e 21h15min (legendado) GNC 4: A Família Addams - às 13h10min, 15h20min e 19h40min (dublado), 17h30min (dublado e em 3d) GNC 4: Coringa (dublado) - às 21h45min GNC 5: O Exterminador do Futuro: Destino Sombrio - às 13h40min e 19h (dublado), 16h20min e 21h50min (legendado) GNC 6: Coringa - às 14h20min e 19h20min (dublado), 16h50min e 22h (legendado) Ingressos: segunda e quinta (exceto feriado e Carnaval) a R$ 24,00 e R$ 30,00 (salas 3d); terça e quartas (exceto feriado e Carnaval) todos pagam meia entrada; sexta a domingo e feriado a R$ 28,00 e R$ 34,00 (salas 3d). Meia entrada todos os dias para menores de 18 anos e maiores de 60 (mediante apresentação de identidade), estudantes (mediante apresentação de Carteira de Identificação Estudantil), pessoas com deficiência (com documento que a comprove), cliente Movie Club Preferencial (cartão verde fidelidade GNC).

Shopping San Pelegrino (Avenida Rio Branco, 425) * Obs: o site do Cinépolis traz apenas os horários dos filmes, mas não informa em qual sala serão exibidos Zumbilândia: Atire Duas Vezes - às 19h15min (dublado) e 21h30min (legendado) O Exterminador do Futuro: Destino Sombrio - às 12h30min, 13h, 15h, 16h, 19h e 21h (dublado), 18h e 22h (legendado) Coringa - às 13h15min, 15h50min e 21h45min (dublado), 18h45min e 20h30min (legendado) A Família Addams - às 12h45min, 15h e 17h (dublado), 13h45min, 16h15min e 18h20min (dublado e em 3d) Malévola: Dona do Mal (dublado e em 3d) - às 14h, 16h45min, 19h30min e 22h10min Ingressos: nas salas tradicionais, segunda a quarta (exceto feriado) a R$ 23,00 e R$ 11,50 (meia); quinta (exceto feriado) a R$ 25,00 e R$ 11,50 (meia); sexta a domingo e feriado a R$ 26,00 e R$ 13,00 (meia). Nas salas 3d, segunda a quarta (exceto feriado) a R$ 29,00 e R$ 14,50 (meia); quinta (exceto feriado) a R$ 29,00 e R$ 15,00 (meia); sexta a domingo e feriado a R$ 32,00 e R$ 16,00 (meia).

Sala de Cinema Ulysses Geremia (Luiz Antunes, 312) A Tabacaria - sexta a domingo, às 19h30min Ingressos: R$ 10,00 e R$ 5,00 (estudantes e sênior)

Animação e Ação “A Família Addams”, em versão animada no trabalho do americano Conrad Vernon e do irlandês Greg Tiernan, divide as atenções na telona com “O Exterminador do Futuro: Destino Sombrio”, o sexto filme da consagrada franquia de James Cameron, que tem o diretor como produtor, mas Tim Miller como cineasta e, especialmente, o trio Arnold Schwarzenegger, Linda Hamilton e Edward Furlong no elenco


Inside

FARROUPILHA, 1º DE NOVEMBRO DE 2019

3

Cultura Divulgação

Espaço de integração Moinho Covolan recebe o título pela Categoria Arte Mista Ligada a diversas áreas artísticas, a Associação Cultural Moinho Covolan busca fomentar a cultura na cidade além de resgatar o passado por meio da história do Moinho, que iniciou atividades por volta de 1920. “A Associação surgiu em abril de 2018 com o principal intuito de garantir a luta pelo tombamento do Moinho e para ligar mais esse espaço à cultura e à arte”, declara a atual presidente, Ana Paula Rabello Soares. Preservando o antigo prédio, as pessoas envolvidas incentivam a troca de experiências e as manifestações artísticas, explorando todas as possibilidades do local. O espaço

O escritor Armando Wartha é o homenageado da Literatura O farroupilhense Armando Wartha é escrito e poeta, autor de crônicas, prosas e poesias. Foi por meio de seu trabalho que tornou-se patrono de Feiras do Livro, tendo também participado do Prêmio Lila Ripoll da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul. Na noite de segunda, ele será outorgado na categoria Literatura. Ela surgiu na vida de Wartha há cerca de 15 anos como um substituto para a vida profissional após a aposentadoria. Mas a leitura sempre esteve presente na vida do autor. “A Literatura para mim representa uma fuga da realidade. Quando estou

lendo ou escrevendo eu fujo do mundo reto, duro e seco que nós temos”, afirma. Já são quatro obras publicadas até então: “Ecos de uma Vida”, “Quatro Versos” e “Versos em Tons Diversos”, em forma de poesia, e “Causos do Coronel Altamiro”, como contos. O autor vê o prêmio de Destaque Cultural como uma forma de incentivar os jovens a lerem mais por prazer e não por obrigação. “Só repetir as palavras não é ler, é preciso sentir. Muitas vezes me emociono lendo. A Literatura é uma redoma para mim e faço questão de mergulhar nesse mundo”, destaca.

Yasmin Signori Andrade

Poesia que encanta

dispõe do Café Filosófico como ato para debates, espaço para shows e festas, Museu e um jardim para exposições. Além disso, conta com sala para cursos e workshops, buscando sempre ações educativas, criativas e colaborativas. “Receber o prêmio é um reconhecimento do trabalho de conservação feito há 27 anos pelo Gustavo Colovan, além de um reconhecimento da importância de preservarmos a memória e a história farroupilhense. Esse prêmio também possibilita que outras pessoas conheçam e estejam dentro do Moinho”, assegura Ana Paula.


Inside

4

Crônicas da Redação Ramon Cardoso

ramon@jornalinformante.com.br

Renato Portaluppi é um adepto de frases de efeito, faz parte da sua personalidade e de seu jeito de trabalhar desde os tempos de atleta. Depois do passeio inapelável que o Grêmio levou do Flamengo (também, com uma improvisação na lateral direita, sem goleiro e com André no comando de ataque, a tragédia estava bem desenhada), o técnico disse que até uma mulher grávida faria gol na defesa gremista na fatídica noite. Prato cheio para as feministas que, claro, se aproveitaram. Gabriela Moreira, do canal SporTV, uma jornalista não mais que mediana, isso para ser generoso, não sei se não teve capacidade de entender a figura de linguagem (é possível, caros leitores, é possível) ou agiu deliberadamente para distorcer os fatos. Acho que foi uma mistura dos dois. Enfim, ela postou uma foto no Twitter em que aparece jogando futebol durante a gravidez. Escreveu a iluminada: “Sim, é verdade que grávidas fazem gol. Fiz oito com essa barriga aí”. Foi algo tão bizarro que fico até constrangido em falar sobre o fato. Na verdade, a foto contém uma informação importante. Era da gravidez da jornalista. Olhando a foto, sem a legenda, poderia jurar que o barrigão era fruto da barrigada (termo utilizado quando uma notícia jornalística contém equívocos graves, é leviana ou está descomprometida com a verdade dos fatos) que ela deu na matéria dos drones, envolvendo o Grêmio às vésperas da final da Taça Libertadores de 2017. A repórter, que à época atuava na ESPN, ficou de apresentar desdobramentos do caso, mas até hoje, transcorridos quase dois anos da bizarrice, ainda estamos à espera dos fatos novos. A grande maioria da imprensa ficou ao lado de Gabriela, mostrando que no Brasil corporativismo é lei, independente da profissão ou do tamanho da besteira que o profissional faça. Fato que a matéria a levou ao SporTV, onde segue comprometida com um Jornalismo imparcial e alicerçado na verdade. Eu vou desenhar para essa turma. Espero que prestem atenção. Renato quis dizer que o Grêmio e, especialmente, seu sistema defensivo, jogou tão mal que qualquer um faria gol no time. Foi isso que ele quis dizer. Entenderam, gênios? O Jornalismo Esportivo está comprando o politicamente correto do Jornalismo Geral e isso o levará à ruína. Se Renato tivesse dito que um bêbado faria gol na zaga do Grêmio, certamente iriam escrever: “Técnico do Grêmio cria polêmica e desconhece o grave problema que é o alcoolismo na sociedade brasileira”. Duvidam? Boa parte dos profissionais, mais uma vez, ficou ao lado de Gabriela. Certamente muitos, os sérios na verdade, desaprovaram seu comentário idiota, percebendo a distorção absurda do fato, mas não falaram nada para não sofrerem um linchamento virtual e até mesmo riscos de demissão na empresa em que atuam. A profissional, que acredita estar fazendo um Jornalismo imparcial, faz um lacrador e assume sua posição de torcedora diante do aplauso dos covardes e da resignação e silêncio constrangido dos estão encurralados pela patrulha ideológica e militante. Só me resta lamentar.

Agenda

SEXTA

Divulgação

Gravidez de risco gera nascimento de Jornalismo Esportivo acéfalo

FARROUPILHA, 1º DE NOVEMBRO DE 2019

Pagode no Deck com Grupo Declarações Deck 256 (Gonçalves Dias, 306), às 21h Rolezão das Trevas com Funk, Pop e Reggaeton Muinho Club (Mal. Floriano Peixoto, 190), às 23h Halloween Senac Farroupilha (República, 617), às 19h

SÁBADO Union Serra Gaúcha – Together Edition Casa Milano (RS-122, quilômetro 55), às 23h Show com Maicon Santos e Banda Iron Beer (Dante Sérgio Macari, 47), às 20h30min Sertanejo com os DJs Lilo Lorandi e Jonatan Fransa Boteco do Chá (Rômulo Noro, 555), às 23h30min

DOMINGO Antiguidades no Ordovás – 2ª Edição Centro de Cultura Ordovás (Luís Antunes, 312, Caxias do Sul), das 9h às 17h


Inside

FARROUPILHA, 1º DE NOVEMBRO DE 2019

5

Cultura Divulgação

Portador da musicalidade Pela Categoria Música, Calebe Coelho é o agraciado Compositor, músico e professor há mais de 30 anos Calebe Coelho encontrou na arte uma forma de prestar voluntariado e impactar vidas. Foi com o choque da tragédia de 2013, na Boate Kiss, que Calebe começou a procurar alternativas para levar momentos de felicidade à vida de desconhecidos. “Muitos pensam em começar um trabalho voluntário quando se aposentar, comprar uma casa ou terminar a faculdade. Mas pode não ter amanhã. Pensando assim reorganizei minha rotina e hoje dedico tempo a isso”, revela Calebe, que atualmente reserva dois dias da semana

Cristian Guzzo é o homenageado da Categoria Fotografia O profissional começou no mundo da Fotografia criando um site de fotos terceirizadas de festas. Depois de comprar uma câmera, em 2009, Cristian começou a fazer registros, e desde então não parou mais. O profissional trabalha com casamentos, festas de 15 anos e infantis, editoriais de moda e gestantes, mas foi há cinco anos que encontrou nas fotos de parto uma grande paixão. “O evento mais importante na vida de alguém é o nascimento. E como é bacana que hoje podemos registrar isso”, declara. Membro da Birthphotographers (Associação Internacional de Fotógrafos Profissionais de Parto),

Cristian reforça o compromisso ético e os valores que envolvem essa prática. Além disso, ele possui curso de Higienização Hospitalar e Enfermagem Obstétrica, além de conhecer todas as regras do bloco cirúrgico. “Arte para mim é emocionar as pessoas. Essas crianças vão crescer, e quem sabe daqui 15 ou 20 anos vão perguntar quem fez as fotos do nascimento delas, e isso para mim não tem preço”, salienta. Já são 128 partos registrados por meio do olhar de Cristian. O fotógrafo destacou que este é o primeiro prêmio em que é reconhecido, e está se sentindo muito grato e feliz.

Cristian Guzzo

Ohar com o coração

para levar música a seis intuições localizadas em Farroupilha, Bento Gonçalves e Caxias do Sul. De visitas a ala infantil dos hospitais, entidade para pessoas com deficiência até lar de idosos, o artista aprendeu a conviver de perto com a perda e o preconceito e passou a entender como a música pode levar um pouco de paz e alegria para quem está passando por uma situação difícil. “Descobri que tinha uma força que as pessoas geralmente não têm”, declara. O plano agora é trabalhar diariamente com o trabalho voluntário e a homenagem de Destaque Cultural é um estímulo a mais para isso.


Fran Dal Monte

N

Conhecimento

o dia 8, o Espaço Holístico Despertar (3 de Outubro, 199) recebe a palestra Números de Residências e Negócios. O encontro será realizado pela facilitadora Adriana De Cesero e aborda a numerologia com relação à harmonização de casas e empresas. O evento inicia às 19h30min e é aberto ao público, com o valor de entrada em R$ 20,00.

Sunset

O sábado é de Sunset na Eris Bier Cervejaria. O espaço, localizado no bairro Volta Grande, promove show com Anderson Augusto e Os Oliveiras, a partir das 17h. A entrada é franca e os presentes poderão conhecer as novas opções de cerveja artesanal do local.

Vintage

Miltom Souza e Franciele Corte Batis do Santuário de Caravaggio no últi

Cristiano de Oliveira

Daniela De Rocco

Uma noite para relembrar a história da região pode ser vivida no evento Garibaldi Vintage. Mais uma edição acontece no dia 8, no Centro Histórico de Garibaldi. Entre as atrações que esperam o público estão: exposição de carros antigos, muita música, cultura e a gastronomia da cidade. Participe!

Tatiane Provensi e Eider Possa no seu casamento realizado no último sábado, na Vila Jansen. A noiva vestiu modelo confeccionado pela estilista Vivian Boff e buquê assinado por Felipe Weber. Denise Balbinot Colombo ficou a cargo da organização e cerimonial dos festejos que se estenderam até clarear o dia. Na foto, os pais da noiva, Adriana Alves e Leonir Provensi, e os pais do noivo, Nair e José Possa, abençoam o casal.

O DJ Mau Maioli e o fotógrafo M festa Beat On Me, que agitou o M A pequena Fernanda comemorou seus 5 aninhos na semana passada, com os pais Marcilaine Slomp e José Fernando Slomp, na casa de festas Cupcake

Everton Col Martins e Valéria Miranda curtiram a festa do final de semana, no Boteco do Chá


Fábio Campos

Anderson Tibes

Maicon David

Fernanda Pozzer e Fábio André De Momi confirmaram sua união no último sábado, no Santuário de Nossa Senhora de Caravaggio. Os convidados foram recepcionados no Clube Santa Rita para os festejos

sta subiram ao altar da capela antiga imo sábado, para celebrar o amor

E-music

Fique por Dentro

Nesta semana o DJ e empresário Fran Bortolossi anunciou a última edição do ano da festa Colours. O evento, que movimenta a Serra Gaúcha, acontecerá no dia 7 de dezembro, no Jockey Clube. A atração principal já foi anunciada e será o trio italiano do projeto Agents of Time. Os ingressos já estão à venda.

Divulgação

Save The Date

No dia 29 deste novembro que recém inicia, o Centro da cidade recebe mais uma edição do projeto Vivere. As atividades iniciam às 19h, na Júlio de Castilhos, reunindo muita gastronomia e música. Mais informações serão divulgadas próximo à data do evento. Arquivo Pessoal

Marlon Peres na Muinho no sábado

Eloísa Marchetto e sua mãe, Iliene Tonet Marchetto, em recente férias pela Europa, onde fizeram um Cruzeiro pelo Mediterrâneo passando por diversas cidades do Velho Continente. Na foto, visitam Gênova, na Itália


Inside

8

Fabrício Oliboni

Cultura

fabrioliboni@gmail.com

Maradona

FARROUPILHA, 1º DE NOVEMBRO DE 2019

A arte da xilogravura Marinês Busetti recebe prêmio de Destaque Cultural pela Categoria Artes Plásticas

* Agente de intercâmbio e bacharel em Relações Internacionais

Arquivo Jornal Inforamnte

Nessa terça, 29/10/19, ocorreu o jogo entre Newell’s Old Boys e Gimnasia y Esgrima em Rosário, pelo campeonato argentino de futebol. A partida fechou em 4x0 para o visitante, o Gimnasia, que é treinado por esse senhor do título, o quase sexagenário Maradona. Em relação a futebol, o dia de hoje não trouxe nada de diferente no campo esportivo. No entanto, serviu para ressaltar o status de divindade que a figura Diego Armando Maradona Franco tem entre os argentinos. Maradona não está bem fisicamente, sua saúde está frágil há um bom tempo. Não é novidade, mas chega a dar pena olhar para o argentino hoje em dia. Ele mal consegue se movimentar, então parece que cada passo que ele dá vem de um esforço hercúleo para ao menos manter-se naquela posição. Bom, ele já foi jogador do Newell’s, e hoje estava ali como técnico da equipe rival, conforme comentei acima. Acontece que ele foi festejado e homenageado de maneira efusiva antes da partida. A coroação (quase que literal) disso foi que trouxeram uma espécie de trono para ele sentar à beira do gramado, e dali comandar a sua equipe. Um trono! O carinho e devoção que muitos argentinos têm por Maradona é algo que se vê muito pouco por aqui, no Brasil. Soa como loucura para nós, mas olhando friamente, não fica longe dessa definição. Contudo, digo que faz muito sentido ao conhecer melhor aos argentinos, pois Maradona tem traços que são indissociáveis à imagem do povo argentino. Coisas boas e ruins, como poderia atribuir-se a qualquer povo/nacionalidade/grupo, e que por isso ele carrega um pouco de cada um que se identifica com a Argentina. Maradona foi genial dentro de campo. Um dos melhores da história. Poderia ter ido mais longe, mas era muito temperamental, explosivo, debochado, provocador e vivia de excessos que encurtaram muito a sua carreira. Sempre foi autêntico, e mesmo que você possa discordar de muitas das suas posições e atitudes, transmitia ser uma pessoa de verdade, com os seus acertos e erros, vitórias maiúsculas e quedas retumbantes. Ele sempre foi 8 ou 80. Sempre levou as cores da Argentina por onde foi, e também estende os ares de divindade em Nápoles, na Itália, onde ele conseguiu a proeza de fazer com que parte dos locais torcessem contra o seu País no embate contra os argentinos na semifinal da Copa de 1990, por exemplo. Não é pouco. Ele foi a principal figura do bicampeonato mundial da Argentina na Copa de 1986, no México. Foi autor do que é tido por muitos como o gol mais bonito em Mundiais, nas quartas de final contra a Inglaterra. No mesmo jogo ele fez um gol de mão, mas que para os argentinos tem a alcunha de “La Mano de D10s”. Temos em um espaço de 90 minutos de futebol uma síntese do que é/foi Maradona: a malandragem do gol de mão e a genialidade ao driblar uma fileira de ingleses. Dois extremos, e ambos são Maradona. Poético, complexo, fascinante... enfim, “Maradoniano”.

Reconhecida Vida dedicada à arte de Marinês foi lembrada para o recebimento da distinção legislativa

I

niciando sua trajetória profissional em 1980, quando se graduou em Educação Artística na Feevale, Marinês Busetti possui quase 40 anos de ligação direta com a arte. “Busco provocar uma sensibilização do olhar através de um trabalho onde a abstração geométrica e efeitos de ilusão de ótica tentam cativar o espectador e fazê-lo ver além. É um trabalho que mexe com a percepção. A percepção da arte e através da arte. E nesta medida, a percepção do outro e de si mesmo”, destaca a artista Ao longo dos anos, Marinês trabalhou com o ensino de arte por meio do TransForma Centro de Artes e do Porão Atelier e Estúdio, criou o Chalé da Xilo, e realizou inúmeras exposições individuais e coletivas, nacionalmente e internacionalmente, sendo a última realizada em Paris.

Já trabalhou com diversos materiais e técnicas e desde 2006 se dedica à xilogravura, técnica na qual se utiliza madeira como matriz e possibilita a reprodução da imagem gravada sobre papel ou outro material, criando composições inusitadas e gerando possibilidade infinitas de multiplicação da imagem. “Estou muito feliz por este reconhecimento e por saber que existe uma valorização por parte do poder público à arte. Meu desejo é que se façam ações concretas no sentido de promover a capacitação e também a oportunidade de expressão de tantos artistas e futuros artistas da nossa cidade que permanecem ocultos por falta de incentivo. E para isto considero de fundamental importância a volta do Fundo Municipal de Cultura para viabilizar projetos neste sentido”, aponta Marinês sobre o reconhecimento do Destaque Cultural.


FARROUPILHA, 1º DE NOVEMBRO DE 2019

Inside

Literatura

Dia Nacional foi lembrado em evento da Elo-Psi, o “Café, Literatura e Cultura” Ramon Cardoso

Literatura como base Felipe, Érica Pereira Dias, coordenadora da Comissão de Psicologia Organizacional da Elo-Psi, Duda e Egui: bate-papo cultural

A

Paulo Roque Gasparetto prgasparetto@terra.com.br

Celebração além do livro

Psicólogos Associados de Farroupilha promoveu a edição inaugural do “Café, Literatura e Cultura”, que aconteceu no início da noite de terça, na Apreciatta, para celebrar o Dia Nacional do Livro. Para o evento, a entidade convidou três escritores farroupilhenses: Eduardo Luiz Cardoso, o Duda, Egui Baldasso e Felipe Kuhn Braun para falarem não só sobre livros, mas sobre a relação do trio com a Literatura e outras questões relacionadas ao tema. Duda, autor da série em quadrinhos “Assim na Serra Como no Céu”, falou do incentivo e da liberdade, desde a infância, para o desenho e como a ilustração atende a uma realização e satisfação pessoal a partir das publicações da Nona Arte, que são as histórias em quadrinhos. Egui, que recentemente publicou o “#vailá”, seu segundo livro, depois da estreia com o “Sequência de Rabiscos”, falou da

9

importância da autonomia e independência do autor em escrever sem amarras e freios, deixando a interpretação a cargo do leitor. Já Felipe, autor de 18 livros sobre a imigração alemã, começou a publicar em janeiro de 2010, e enfatizou os cuidados em apresentar dados históricos, ressaltando que possui mais de 40 mil fotos em acervo que retratam boa parte da imigração alemã no Brasil. “O Café, Literatura e Cultura pode ser considerado o primeiro de muitos outros que virão a seguir, justamente pela aceitação do público, das associadas que têm participado dos eventos e do significado de cada palavra trazida por nossos escritores”, declarou a psicóloga e psicanalista Rita Rosa Baretta, presidente da Elo-Psi. O evento na verdade foi uma roda de conversa dos escritores com os presentes, em que várias pautas ganharam ressonância, seja do trabalho específico de cada um até as interligações entre as temáticas envolvidas.

Um dia de saudade O dia 2 de novembro, portanto neste sábado, é marcado por um rito especial: a visita aos túmulos onde foram depositados os restos mortais daqueles que fizeram parte de nossa vida e a oração por eles. O cemitério é o lugar onde os opostos convivem: o lugar é de silêncio, mas nos fala muito; tudo recorda a morte, a saudade e a vida. A visita ao cemitério, ao mesmo tempo, fala dos que já partiram, de nós mesmos e também de Deus. Sim, o caminhar constante do homem, de um desejo a outro, sempre em busca de uma realidade nova e maior, mostra que as “coisas” que adquirimos na vida são menores aos bens maiores que esperamos, um prazer puro que nenhum presente poderá dar. Assim, o cemitério é um lugar da saudade. Muitas vezes ainda é uma recordação dolorida, quando o luto ainda não foi integrado e a dor da separação ainda não foi curada. Então, cada túmulo é o ponto humano de conexão com tantas histórias, lugares, ensinamentos, alegrias e cruzes, que ainda permanecem vivas. Eles permanecem vivos na memória. Nesse sentido, nossa oração por eles e as flores que depositamos são manifestações de nossa gratidão a Deus e a eles. O mais importante é ter uma memória agradecida por aqueles que marcaram presença em nossas vidas. São gestos importantes. Quem ama cuida e não esquece. Podemos até lembrar o povo mexicano, em que finados é umas das maiores festas. Eles vão ao cemitério e passam o dia lá cantando e oferecendo os alimentos que os familiares gostavam. Tudo isso são manifestações bonitas, mas devemos lembrar que as “melhores flores” nós queremos ganhar enquanto estamos vivos. Fazer o bem e amar as pessoas enquanto elas ainda estão conosco. Eles nos precederam e nos ensinaram a viver. Por isso, alguém só morre quando ninguém se lembra mais dele. Em tudo isso, nós confiamos na Palavra de Deus, o cristão vive esperando a realidade plena da promessa de Deus. Se a certeza da morte nos entristece, a promessa da imortalidade consola. É o apóstolo Paulo quem na I Cor 15, 55 nos conforta: “Ó morte, onde está a tua vitória? Cristo ressurgiu. Graças sejam dadas a Deus que nos dá a vitória pelo Cristo, Senhor nosso”. Na oração em comunidade, na lembrança de nossos entes queridos, no perfume da flor, no olhar sereno e no gesto da vela acesa, a certeza de que estão na casa do Pai e que devemos continuar nossa caminhada com ânimo, confiança e alegria. A última palavra não é do a mal, nem da derrota ou da morte. A vitória é da vida, do bem, da ressurreição. * Pároco da Paróquia Sagrado Coração de Jesus e doutor em Comunicação ** A colunista Dolores Maggioni, que habitualmente ocupa o espaço, ficará afastada da coluna por um período, por motivos particulares, mas deve retomar o posto em breve.


Inside

10

FARROUPILHA, 1º DE NOVEMBRO DE 2019

Sétima Arte

Perseguindo um fantasma “Sombra Lunar” mostra obsessão e paranoia vivida por agente de segurança que teve sua trajetória marcada de forma decisiva por uma serial killer

O

policial Tom Lockhart (Boyd Holbrook) sonha em ser detetive e a qualquer ocorrência em que é chamado na Filadélfia, acompanhado do parceiro Winston Maddox (Boekeem Woodbine), não perde a chance de se envolver na esfera investigativa, liberdade que é, até certo ponto, tolerada pelo detetive Brian Holt (Michael C. Hall), por um grau de parentesco, e é justamente isso que acontece em uma noite chuvosa de 1988, quando deixa a esposa Jeanette (Rachel Keller), prestes a dar a luz, para mais uma exaustiva ronda noturna. Do nada, um pianista, um chapeiro, uma motorista de ônibus e uma jovem em uma discoteca morrem repentinamente de forma muito estranha, com sangue jorrando de suas cavidades superiores a partir de um derretimento do cérebro. Todos têm em comum três pontos, marcas de uma provável punção na nuca, local onde tiveram injetado um veneno letal e, aparentemente, nenhuma ligação entre elas. As mortes ocorrem quase ao mesmo tempo, na rua Market, e quem fornece pistas sobre o paradeiro da serial killer é a jovem que estava na discoteca, a única em que os agentes conseguem chegar pouco antes do óbito. A polícia realiza uma força-tarefa a fim de encontrar a suspeita e Maddox e Tom são os primeiros a chegar até ela. Quando o policial a confronta, ela destaca que o conhece e fala sobre situações familiares que

o próprio Tom ainda desconhecia, mas que se confirmaram na sequência. A tentativa de prisão resulta em uma tragédia, mas a falta de registros oficiais da serial killer e uma bala encravada em seu pulso esquerdo, sem que o policial tenha efetuado disparo algum, geram uma série de suspeitas de um crime racial, já que a assassina Ray (Cleopatra Coleman) era negra, praticado por Tom, como se algo tivesse sido deliberadamente ocultado. Embora aterrorizante o caso é arquivado, mas a vida do agente é marcada de forma visceral pelo incidente. Ela passa a criar sozinho a filha Amy (Quincy Kirkwood), mas de uma maneira descuidada e relapsa. A situação piora a cada ano quando acontece o aniversário do incidente e de falecimento da esposa. Os protestos tomam as ruas da Filadélfia, com parte da população, negra em sua grande maioria, exigindo uma resposta das autoridades sobre a questão e a punição dos policiais, de Tom especialmente. No aniversário de 9 anos, novas mortes passam a ocorrer da mesma forma e a câmera de vigilância de uma universidade mostra uma pessoa suspeita com as mesmas roupas, jeito de andar e traços da serial killer. Tudo leva a crer que uma fanática tenha ficado obcecada pelos crimes e está tentando copiá-los, mas Tom duvida. Ele acredita que trata-se de Ray, justamente porque alguns dados específicos da criminosa não foram revelados para a imprensa,

mas estão presentes na serial killer. Agora detetive, Tom decide reabrir o caso e começa a ligar os pontos que podem o levar à criminosa. Em meio à investigação, o físico

Naveen Rao (Rudi Dharmalingam) surge para revelar que o fato da nova onda de crimes pode estar relacionado com uma conjunção astral, de um período lunar específico,


Inside

FARROUPILHA, 1º DE NOVEMBRO DE 2019

11

Sétima Arte

Divulgação

Terror retomado O detetive Tom Lockhart (Boyd Holbrook) e o tenente Brian Holt (Michael C. Hall) voltam a conviver com o insólito caso na Filadélfia de 1997: passado que insiste em perturbar

que acontece justamente a cada nove anos. Tom não o leva muito a sério, mas quando confronta novamente a serial killer, percebe que não deve deixar de lado nenhuma

evidência ou informação. Mais uma vez, ele não consegue capturá-la e ela desaparece sem deixar rastros, mas o detetive tem absoluta certeza de que um novo encontro ocorrerá em 9 anos, na Filadélfia de 2006 e, desta vez, espera estar com todos os pontos ligados e preparado para solucionar a questão. Paralelo à investigação, que é o ponto nevrálgico da trama, é muito interessante de perceber a obsessão de Tom pela serial killer e como esse vínculo impactou de maneira decisiva e desgraçada toda sua trajetória. A morte da esposa, evidente, teve um peso expressivo, e os primeiros nove anos de Amy são vividos de maneira praticamente independente da figura paterna, que a negligencia, fato que só aumenta à medida que ele vê a assassina como uma viajante do tempo. Essa fixação o leva às raias da loucura e o afasta, agora no plano físico, da filha, interpretada na juventude e idade adulta por Sarah Dugdale, que fica aos cuidados de Holt. O clima sombrio e as peças que vão aos poucos sendo encaixadas revelam uma trama com certo grau de sofisticação no roteiro de estreia de Gregory Weidman e Geoffrey Tock, que conta com direção de Jim Mickle que, apesar de jovem, tem experiência em longas do gênero. A sequência inicial deixa o espectador apreensivo e interessado no que pode ter gerado a série de ataques e as quebras no roteiro, com retomadas feitas a partir da inserção de novos elementos, cria um ambiente de tensão progressivo. Ainda que não se compare, é uma mistura bem apropriada de “Seven” com “O Exterminador do Futuro”.

Imagem: Reprodução

com hora marcada

Título original In the Shadow of the Moon Título traduzido Sombra Lunar Direção Jim Mickle Roteiro Gregory Weidman Geoffrey Tock Gênero Suspense Duração 115 minutos País Estados Unidos Ano de produção 2019 Estúdio 42 Automatik Nightshade Distribuição Netflix


12

Horóscopo Áries - 21/03 a 20/04

A vida lhe dá a oportunidade de ampliar o seu campo de visão sobre as coisas e o ajuda com estudos, viagens e atividades religiosas. É preciso confiar e desenvolver a fé acima de qualquer coisa situação.

Touro - 21/04 a 20/05

A semana vem com bons resultados no trabalho. O céu colabora com a administração financeira, principalmente para obter soluções para recursos compartilhados, pagamento de dívidas e investimentos mais ousados. Há bons patrocínios!

Gêmeos - 21/05 a 20/06

É uma semana animada para o relacionamento e também para as parcerias. O céu recomenda que você analise as posturas no trabalho ou na rotina. Haverá oportunidade de examinar as pendências com resultados melhores.

Câncer - 21/06 a 20/07

Há boas decisões para obter progresso e crescimento. Esteja atento às novidades que podem surgir. Preste atenção em todo o seu potencial e em como pode obter melhor aproveitamento. Reflita sobre o quanto está disposto a ampliar o campo de visão .

Leão - 21/07 a 22/08

É uma ótima semana para se divertir e promover entretenimento. A vida lhe convida a confiar e a acreditar mais em seu potencial. É uma semana ótima para namorar e também para movimentar a vida dos filhos, que passam por uma nova etapa.

Vírgem - 23/08 a 22/09

A vida lhe dá a oportunidade de guiar os planos familiares com maior desempenho. O imóvel também é tocado e a fase é de crescimento e prosperidade. É importante permitir a entrada do novo, principalmente em família. O céu favorece investimentos para a casa.

Libra - 23/09 a 22/10

É uma ótima semana para divulgar informações e promover o conhecimento. O céu colabora com a comunicação e o desenvolvimento de ideias. O momento é ótimo para viajar, estudar e ampliar o seu campo de visão sobre suas próprias posturas.

Escorpião - 23/10 a 21/11

É uma boa semana para focar no campo financeiro. A fase pede uma postura mais assertiva, diante de experiências que movimentam a prosperidade. Com o planeta Mercúrio retrógrado, você será levado a reavaliar algumas posturas que ficaram pendentes.

Sagitário - 22/11 a 21/12

É uma boa semana para tomar decisões envolvendo os projetos e o desenvolvimento em equipe. Você está numa fase de crescimento e prosperidade. Esteja aberto a antenado às novidades que movimentam as suas ideias.

Capricórnio - 22/12 a 20/01

Você está consciente das suas necessidades emocionais e de qualquer tipo de sensação que pede curas e autoconhecimento. O seu progresso acontece por meio de um ganho de consciência sobre como deve atuar.

Aquário - 21/01 a 19/02

É uma semana positiva para realizar tarefas que lhe tragam satisfação. As atividades com os amigos ficam mais abertas e convites podem acontecer. O momento está aberto para viagens, estudos e elaboração de ideias grandiosas.

Peixes - 20/02 a 20/03

A semana segue positiva para lidar com a carreira e com planos mais elaborados. O céu colabora com documentos e processos que devem ser encerrados. O seu progresso depende do seu estado de consciência e das suas habilidades para ampliar o seu campo de visão sobre a vida.

Inside

FARROUPILHA, 1º DE NOVEMBRO DE 2019


FARROUPILHA, 1º DE NOVEMBRO DE 2019

VENDO TERRENO. Excelente localização, a UMA QUADRA DO MAR, em Arroio do Sal, BALNEÁRIO ATLÂNTICO; próximo a todos os recursos: supermercado, sorveteria, padaria, posto de saúde. Tratar direto com proprietário. (54) 9 9972.6708 – Bento Gonçalves (RS). ALUGUEL: direto com a proprietária SALA COMERCIAL, com dois banheiros, na Independência, com 168m², no Bairro São Luiz. Fones: 9 9951.3583 / 32681062. VENDE-SE TERRENO DE ESQUINA, com 1.377m², a uma quadra da rodoviária e do Shopping Centro de Compras. Contatar através do telefone: (54) 9 9118.1642.


2

Farroupilha: para você homem discreto, que procura uma boa massagem para relaxar, agora você já tem o local certo! “PRAZER PICANTE”, você encontra as mais BELAS GAROTAS! Local central. Venha conhecer! Fone: (54) 9 9143 0723. Segunda a sábado. VENDO LOJA DE AUTOMÓVEIS: RSC 453, próximo ao trevo Santa Rita com clientela e nome consolidados. Tratar (54) 9 9118.1642.

FARROUPILHA, 1º DE NOVEMBRO DE 2019


XIX Jantar do Peixe

P a r te i n te g r a n te d a E d i ç ã o 61 2 . N ã o p o d e s e r ve n d i d o s e p a r a d a m e n te

1 º d e n ove m b ro d e 2 019

O já consagrado Jantar do Peixe lotou o Centro de Eventos Mário Bianchi no sábado e, em sua 19ª edição, comprova que o voluntariado é o grande protagonista desta causa: é ele que sustenta projeto social que beneficia a população de baixa renda

Rodrigo Martins

Banquete pelo Querer Bem


2

FARROUPILHA, 1º DE NOVEMBRO DE 2019

PROJETO BENEFICIADO

Querer Bem a si mesmo e ao próximo Ação mantida pelo Gabinete da Primeira Dama reúne 50 voluntários e mais quatro entidades em força-tarefa para espalhar o bem Juliana Inês Casa Barbieri

Juliana Inês Casa Barbieri juliana@jornalinformante.com.br

O

s recursos levantados com a Noite do Peixe têm um destino certo: manter o projeto Querer Bem que beneficia doentes de baixa renda com fraldas e absorventes descartáveis. Realizado por equipe de voluntários, tem sede no Centro de Atendimento ao Cidadão (Ceac), por meio do Gabinete da Primeira Dama Francis Somensi, que também é deputada estadual. São cerca de 20 mil unidades entregues mensalmente a 260 doentes. Somente neste mês entraram na lista mais 15 beneficiados. É por isso mesmo que todo esse trabalho precisa funcionar, já que a produção tem que atender a demanda. Cada doente recebe até 120 unidades mensais e, como grande parte da produção é manual, os voluntários são os bens mais preciosos do Querer Bem. “Tenho orgulho do projeto que acontece pela ajuda de tantos. É o que eu queria fazer pelo meu município”, considera Marília Trubian que iniciou como voluntária há 12 anos e há sete está na coordenação. Os beneficiados pelo projeto são cadastra-

dos junto aos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS). O trabalho é realizado por cerca de 50 voluntários e ainda com ajuda do Grupo Escoteiro Salto Ventoso, Associação dos Bombeiros Voluntários, Clubes de Mães Nossa Senhora da Saúde,

de Linha Ely, e o do Monte Pasqual. O projeto tem na Noite do Peixe a maior renda, seguida por repasse da Grendene por meio do Fundo do Ancião, e pela prefeitura que cede funcionária, espaço físico e arca com outras despesas para que a ação continue.

Toda ajuda é bem-vinda Terça à noite, no Ceac: trabalho em equipe garante que auxílio chegue a diversos doentes mensalmente, com fraldas e absorventes descartáveis


3

FARROUPILHA, 1º DE NOVEMBRO DE 2019

QUERER BEM A TODOS

Voluntariado até em família Irmãos e cunhada se uniram para ajudar famílias que precisam de fraldas para seus doentes, assim como eles foram beneficiados Juliana Inês Casa Barbieri

Juliana Inês Casa Barbieri juliana@jornalinformante.com.br

U

m bom exemplo do engajamento pela causa é o da família Bellaver. Depois dos pais Talvindo e Angelina (ambos em memória) terem necessitado da ajuda, os irmãos Nailde Bellaver Ziero e Ilvo Bellaver, junto com a cunhada Gema Bellaver, resolveram retribuir sendo voluntários do Querer Bem. “Se um de cada família que recebeu ajuda pudesse colaborar também faria a diferença”, destaca Nailde, de 62 anos, que tem ainda a sogra como beneficiada pelo projeto. Mas o ajudar, até mesmo sem saber a quem, também faz parte do lema da família, que ainda conquistou novas amizades e garante que vai continuar firme neste voluntariado. “Nos tornamos um grupo de amigos, quando a gente percebe as horas passam, é um ambiente bom e ainda ajudamos quem precisa”, destaca Gema, 49 anos, que é funcionária da Biamar, e que vem com o marido Ilvo, motorista, para as atividades de voluntariado. E essa corrente é mais do que importante porque grande parte do trabalho é feito manualmente. Há duas máquinas, uma que confecciona as fraldas e outra para os absorventes, há a de corte e a de fechamento de pacotes. Mas os arremates finais como colocação das fitas laterais, dobra das unidades e preenchimento dos pacotes precisa ser feito unitariamente. O material ainda passa por esterilização. Um trabalho que possibilita que o conforto e cuidado chegue a muitas famílias e doentes, um pacote que leva a dedicação de uma equipe inteira.

Ajuda recebida e voluntariado em troca Nailde, Ilvo e Gema colaboram com o Querer Bem e garantem que o melhor de tudo é poder contribuir com quem precisa

Para ser um voluntário

As portas do projeto estão abertas para receber a comunidade interessada em colaborar. Quem puder contribuir pode procurar a sede do projeto no Ceac (14 de Julho, 710), de segunda a sexta, das 8h20min às 11h30min e das 13h10min às 17h, sendo que às terças há um terceiro turno, seguindo até às 20h e, muitas vezes, até às 22h, conforme disponibilidade dos próprios voluntários.


4

FARROUPILHA, 1º DE NOVEMBRO DE 2019

Coluna Social XI Solidariedade em pauta

O evento Jantar do Peixe, realizado no sábado, é muito importante para a sociedade farroupilhense, justamente por seu viés de solidariedade e de ajuda ao próximo. O valor arrecadado na venda dos ingressos tem destino ao projeto Querer Bem, que auxilia mais de 200 pessoas por mês com fraldas geriátricas. Além de contar com 50 voluntários para conduzir o projeto.

Detalhes

O Jantar do Peixe foi cheio de surpresas e detalhes que fizeram toda diferença na noite dos presentes. Entre os destaques que abrilhantaram o evento tivemos a participação da filha do prefeito e da primeira-dama, Maria Luiza, que ao lado da mãe, Fran Somensi, cantou no palco após o discurso de abertura. A sobremesa teve assinatura da Sorvelândia, com sorvete de baunilha e calda de frutas vermelhas. Como lembrancinha todos levaram para casa um pacotinho de deliciosos biscoitos.

Galera do Bem

Para que o Jantar do Peixe aconteça muitas pessoas estão envolvidas e é necessário o apoio dos patrocinadores. Essa Galera do Bem merece ser lembrada, então confira todas as empresas envolvidas no evento.

Patrocinadores dos pratos

Thiago Dal Pizzol e Andrezza Cardoso foram presenças confirmadas do evento que reuniu farroupilhenses, no último sábado

Lucas Paulino, Camila Maria Piccoli, João Piccoli e Márcia Piccoli em família conferindo os pratos deliciosos no evento do final de semana

Bento Transportes Cidade de Farroupilha, Pescados do Valle, Caixa Econômica Federal, Lavanderia 5aSec, Condomínio Residencial Villa Toscana, Lions Clube Farroupilha Centro, Trombini Embalagens S/A, Mario Tur Transportes, BWI informática, Sulmeta, Divino Tempero, Jornal Informante, Vinícola Cappelletti, Boteco do Lago, Nadiane Modas, Têxtil Farroupilha, Amiga Centro de Ensino, Bigfer, Temperos Di Castro e Brasdente.

Patrocinadores do evento

Bigfer, Cooperativa Vinícola São João, Caixa Econômica Federal, Buffet Dirceu Dalla Riva e Gigacom.

Apoiadores

AM9 Produções, Café Bom Jesus, Gasfar, Silvestrin Frutas, Freuden Bier, Tramontina, Biscoitos Gosto Caseiro, Malharia Anselmi, Sorvelândia e Prefeitura Municipal de Farroupilha.

Arcelino Bottin e Judite Griza Bottin em noite importante para enfatizar a ação solidária dos farroupilhenses


5

FARROUPILHA, 1º DE NOVEMBRO DE 2019

IX Jantar do Peixe Fotos: Valéria Vettorazzi

Daniel Reche e Luciana Lopes estiveram presentes no tradicional evento gastronômico

Mainara Torchetto e sua mãe, Odete Torchetto, curtindo o evento sábado, no Centro de Eventos Mário Bianchi

Os amigos Dilson Amaral, Ivone Maria Merlo, Cleci Milan e Adair Rodrigues da Silva participando do evento que reuniu a sociedade farroupilhense

O casal Nícia e Daicir Kunzler prestigiando a 19ª edição do Jantar do Peixe

Rafael Toffolo e Rocheli Verona em noite descontraída onde prestigiaram Jantar do Peixe

A primeira dama Fran Somensi e o prefeito Claiton Gonçalves: casal celebrou mais uma edição de gala do evento que tem o Poder Executivo como grande apoiador


6

FARROUPILHA, 1º DE NOVEMBRO DE 2019

Fotos: Juliana Inês Casa Barbieri

ESTRELAS DA NOITE

Mão na massa pelo Querer Bem Conheça os 37 cozinheiros do 19º Jantar do Peixe que, por meio dos patrocinadores, prepararam 12 cardápios especiais além da entrada e da sobremesa, prestando solidariedade ao projeto que beneficia famílias de baixa renda com fraldas geriátricas

Creme de tilápia com queijo no pão e iscas de tilápia à moda Australiana com molho tártaro Miguel Angelo Silveira de Souza, Daian Maschio e Francis Casali, na cozinha patrocinada pela Bento Transportes e Pescados do Vale, recebem certificados do prefeito Claiton Gonçalves e da primeira dama Fran Somensi

Espetinhos de tilápia com queijo e hortelã, arroz à Valenciana e batatas ao murro com alecrim Reconhecimento do prefeito e da primeira dama a Duilus André Pigozzi, Odair José Sobierai e Sandro Trevisan, que tiveram patrocínio do Pescados do Vale

Filé de Saint-Peter ao molho de bergamota Cozinheiros Flávia Balen, Alexandre Gustavo da Silva, Débora Cristina Bolzzoni e Evandro Antônio Ferronatto, que tiveram patrocínio da Caixa Econômica Federal, contemplados com homenagem de Fran e de Claiton

Salmão com coberta de molho bechamel quatro queijos e crosta de castanhas Prefeito e primeira dama cumprimentam os cozinheiros Cristiano Felipe Lamb, Jadriani Pellizza e Paulinho Raota, do Rotary, que cozinharam patrocinados pela Lavanderia 5asec e Condomínio Residencial Villa Toscana

Salmão grelhado com molho de queijo, amêndoas e batata souté Os cozinheiros Rudimar Pedro Kurmann, Rudimar Butelli e Maria de Glória Menegotto com cozinha patrocinada pelo Lions Clube Farroupilha Centro, recebem as felicitações de Fran e Claiton


7

FARROUPILHA, 1º DE NOVEMBRO DE 2019

Fotos: Yasmin Signori Andrade

Paella de frutos do mar e filé de congrio ao molho gorgonzola Com patrocínio da Trombini Embalagens S/A e Mario Tur Transportes, cozinheiros Fabiano André Piccoli, Eurides Sutili e Gilnei Antônio Maffei recebem certificado das mãos do prefeito e da primeira dama

Sushi à moda do chefe Cozinheiros Adeu Ferreira, Paulo Ricardo Biegelmeyer e Fábio Lenz Custódio, com patrocínio de BWI Informática – soluções em acesso de controle de ponto, Sulmeta Segurança e Medicina do Trabalho e Divino Tempero recebem as felicitações de Fran e Claiton

Filé Wellington Surpresa dos Chefs e Ceviche Peruano Gourmet Com patrocínio do Jornal Informante e Vinícola Cappelletti, os cozinheiros Fabiano Luiz Gasperin, Letícia Arsego Gasperin e Valéria Gasperin recebem certificado da primeira dama e do prefeito

Costela de tambaqui assada e batatas recheadas com creme de siri com molhos de vinagrete, tártaro, al pesto, alcachofra e gorgonzola Everton Souza Lopes e Roberto Bellaver, em cozinha patrocinada por Boteco do Lago, Têxtil Farroupilha e Nadiane Modas, recebem homenagem das mãos de Fran e Claiton


8

FARROUPILHA, 1º DE NOVEMBRO DE 2019

Fotos: Juliana Inês Casa Barbieri

Dourado à Primavera Em cozinha patrocinada pela Amiga Centro de Ensino, Marcelo Faé e Elói Carlos Pellizzari recebem os cumprimentos da primeira dama e do prefeito

Salmão à Moda Bigfer Luiz Gasperin, Paulo Chiele e Iluy Frosi recebem certificados de Fran e Claiton, com cozinha patrocinada pela Bigfer

Risoto de camarão com batata souté Cozinheiros Guilherme Bohrer Gonçalves, Robison Castro e Adroir da Silva recebem homenagem de Fran e Claiton, em cozinha patrocinada pelo Temperos Di Castro

Entrada e Sobremesa Fernando José Dal Ponte, do Moinho Rio Burati, e Taylor Zandra, da Sorvelândia, recebem homenagem da primeira dama e do prefeito

Profile for Informantef Informantef

Edição 612  

Jornal Informante (Farroupilha/RS)

Edição 612  

Jornal Informante (Farroupilha/RS)

Advertisement