__MAIN_TEXT__

Page 1

FARROUPILHA

|

ANO XII

| EDIÇÃO 606

| 19 DE SETEMBRO DE 2019 |

R$ 3,00

MATÉRIA ESPECIAL

Geminação incontestável Com semelhanças até nos símbolos oficiais, tendo a uva como referência histórica, Farroupilha e a portuguesa Cadaval assinam acordo nesta sexta à noite, durante o 9º Festival do Moscatel Páginas 2 e 3 e Editorial

Imagens: Reprodução

INSIDE E CIDADE

ESPORTE

Semana para reconhecer destaques do histórico Fegart e tradicionalista Capa e página 3 e página 12

Após três semanas, Brasil Feminino volta ao Gauchão contra o Oriente, em Canoas Página 15

Honra aos campeões e a Bet Gurias rubro-verdes em campo


2

FARROUPILHA, 19 DE SETEMBRO DE 2019

IRMANDADE

Laços e aprendizados com Portugal Tendo uma década de Gemellaggio com a Itália, Farroupilha estreita relação com o País dos Descobridores por meio da Geminação

F

irmar convênio, possibilitar intercâmbios, trocas de conhecimentos na área do turismo, enologia, agricultura, gastronomia e outros segmentos são os principais objetivos do convênio que será oficializado nesta sexta com o município português de Cadaval. Tido como um dos principais produtores de uva moscato de Portugal e referência no País no segmento vitivinícola, o acordo quer estreitar os laços entre os dois municípios, já que Farroupilha é a Capital Nacional do Moscatel. O projeto de lei que trata de autorização do Legislativo para firmar o acordo, que é batizado de Geminação em Portugal, foi aprovado na última semana e nesta sexta Farroupilha oficializa o acordo com visita da comitiva do novo País irmão e assinatura de documentação. “Acredito que, para o desenvolvimento de um município, as relações

interinstitucionais devem se fortalecer cada vez mais. Os tratados de Gemellaggio ou de Geminação são importantes para o desenvolvimento de várias áreas. Farroupilha tem um Gemellaggio com Latina (Itália) que neste ano comemora 10 anos e muito se produziu neste tempo”, observa Francis Casali, secretário de Turismo e Cultura, que viajou em abril para conhecer Cadaval. A ideia inicial era firmar uma parceria com a cidade por meio da Associação Internacional de Enoturismo (Aenotur), da qual Farroupilha é sócia fundadora e participa ativamente. A sugestão da Geminação partiu do próprio município português e prontamente teve anuência do prefeito Claiton Gonçalves. A comitiva portuguesa (confira relação dos integrantes ao lado) cumpre agenda de visitações a pontos turísticos, vinícolas e atividades no Acampamento Farroupilha nesta quinta e sexta, com assinatura oficial do acordo internacional no Festival do Moscatel, às 21h. Por enquanto não há projeção de comitiva farroupilhense visitar Portugal.

Divulgação

Juliana Inês Casa Barbieri juliana@jornalinformante.com.br

Relações próximas Secretário Francis (centro), quando esteve em visita a Cadaval, junto ao prefeito da cidade e presidente da Aenotur

Comitiva portuguesa José Bernardo Nunes (Prefeito) Olga Nobre (Primeira-Dama) Rui Soares (Presidente da Câmara de Vereadores) Leopoldo Neves (Presidente da Adega Cooperativa do Cadaval) José Arruda (Presidente da Aenotur)


3

FARROUPILHA, 19 DE SETEMBRO DE 2019

ACORDO INTERNACIONAL

Intercâmbio baseado no moscatel cionais de Cadaval é a Festa das Adiafas, um festival do vinho leve. A região conta com a Adega Cooperativa Cadaval que possui 800 hectares de vinhedo e produção de 7 milhões de litros de vinho, sendo 70% deles brancos, boa parte produzidos com uvas moscateis. Outra referência é a Adega Cooperativa de Vermelha, também uma das mais conhecidas de Portugal. De acordo com Francis, o vinho tranquilo dos portugueses é parecido com o brasileiro, mas o espumante é diferenciado e, neste sentido, há um grande potencial de troca entre os Países para aproximar as culturas da uva, seu processamento e experiências no segmento.

Dados de Cadaval População: 14.228 habitantes Área: 174,89 quilômetros quadrados Localização: Cadaval é uma vila portuguesa do Distrito de Lisboa, região Centro e sub-região do Oeste. Fica cerca de 50 quilômetros da Capital Portuguesa

Cadaval

Imagens: Reprodução

"P

ara que Farroupilha se torne desenvolvida não só turística, mas amplamente desenvolvida tem que estar abraçada com o resto do mundo. É mais uma oportunidade para levarmos o nome de Farroupilha”, reforça Francis. Cadaval é a principal produtora de uva moscato, de vinhos moscato tranquilo e de espumantes de Portugal. Integra a Rota do Vinho e da Vinha do Oeste, uma associação de Portugal que desenvolve o turismo e trabalha roteiros integrados na região. Uma das ações mais tradi-

Referência vinícola A bandeira e o brasão da nova cidade irmã: a uva, que também integra os símbolos farroupilhenses, está presente nos de Cadaval


4

FARROUPILHA, 19 DE SETEMBRO DE 2019

Quer entender mais Compartilhada? Greta Lacerda Tomielo *

C

om tantas leis e entendimentos da guarda correta a escolher no momento da dissolução, no fim do relacionamento entre o casal, com diversas regras a seguir, principalmente quando dessa união ainda resultam filhos menores em idade, que as partes se percebem em um labirinto de informações confusas, muitas vezes não tendo elas a quem recorrer para entenderem sobre direitos e deveres que lhe assistem. Neste momento, é fundamental a compreensão do que é a famosa guarda compartilhada, uma vez que o casal estará optando por um sistema de convívio e amparo com os filhos menores em idade. Isso não significa que as responsabilidades poderão diminuir, ao passo que um filho deve ser o bem maior e o elo, a ligação contínua de respeito, amor e compromisso familiar, pai e filho, mãe e filho. Sempre que houver um filho menor em idade em uma situação de término da união conjugal, haverá a necessidade legal de peticionar (ação ou acordo) em juízo. No caso de concordância das cláusulas decididas entre as partes, a Promotoria Pública ainda se manifestará quanto aos pedidos do casal, lembrando que o filho menor deverá ser protegido de discussões e quaisquer desentendimentos que possam afetar negativamente seu desenvolvimento com segurança e dignidade.

Tanto o juiz levará em consideração os aspectos de cada caso para decidir a forma mais adequada de guarda, quanto a promotoria assim procederá em manifesto, priorizando o bem-estar do menor. É importante que não se confunda guarda compartilhada com convivência alternada, uma vez que, na primeira, será fixada a residência da criança e o genitor que não detiver a custódia física do menor exercerá o direito de convivência com alternância de finais de semana (de 15 em 15 dias) e mais 1 ou 2 dias na semana. É fato que as responsabilidades quanto ao comparecimento nas reuniões da escola, as recepções em entregas de boletim, as chamadas extras pela conhecida “assinar ficha” por infringir as regras da escola, compra de material escolar, de uniforme, patrocínio de valores para viagens, autorizações, enfim, o total comprometimento se manterá de ambos. Os nossos Tribunais Brasileiros já consideram, em sua maioria, prejudicial ao menor que ele fique um dia com a mãe e o outro com o pai, de maneira a condenar a criança a passar sua infância com uma mochilinha nas costas, dormindo cada dia num lugar diferente e não tendo seu próprio espaço para agir como criança! Nesse raciocínio da guarda compartilhada, o genitor que mantiver sua residência fixada como endereço, domicílio do menor, não poderá simplesmente mudar-se de cidade ou Estado sem a concordância formal do outro. Trata-se do poder de gerenciar a


5

FARROUPILHA, 19 DE SETEMBRO DE 2019

çã Imagem: Reprodu

o

sobre a Guarda

vida dos filhos menores, por isso “compartilhar”. Não obstante, é possível que os genitores exerçam esta modalidade de guarda mesmo que residam em cidades ou Estados diferentes, por isso o juízo e a promotoria devem analisar cada situação. Por exemplo, se a convivência com um dos genitores, que mora longe, for esporádica, esta poderá ser compensada durante os períodos de férias e feriados prolongados, não esquecendo que a presença em momentos de tomada de decisões e resolução de conflitos que envolvam o menor é fundamental, se não ocorrer fisicamente, deverá ser por um meio que surta resultado positivo, como por exemplo, acompanhar e decidir pelo skype quanto ao menor viajar para outra cidade pela escola. Uma das problemáticas mais expressivas nesta modalidade de guarda é quanto ao pagamento ou não da pensão alimentícia ao menor. A tendência é que os pais entrem em acordo, mas com alto nível consciencial de que devem prover o sustento do menor, já que o filho passará períodos na casa de ambos, o que não significa que ficará um dia com cada genitor. Legalmente, o juiz fixará o valor

de acordo com a divisão, prevendo ainda o pagamento de escola, saúde e outros gastos que julgar essenciais para o menor. Contudo, é dever de ambos, pai e mãe, na proporção da possibilidade financeira que apresentarem, pela verdade real, não por simples folha de pagamento, independentemente de quem detiver a guarda ou se ela for compartilhada, quem ganhar mais, pagar mais! A nível informativo, o juiz Homero Maion, da 6ª Vara da Família, que também é diretor do Fórum João Mendes, na cidade de São Paulo traz, em uma de suas entrevistas: “O que acontece é que os filhos são usados como um joguete para pensão, ou até para vingança, por mágoas de um contra o outro”. Por concluso, o fundamental é que os pais desenvolvam a percepção de que o filho menor não pode servir de moeda de troca entre o casal que se encontra em processo de separação. É obrigação dos pais cuidarem de seus filhos com amor e zelo. * Bacharel em Direito, pós-graduanda em Direito Processual Civil e Filosofia e Teoria Social


6

FARROUPILHA, 19 DE SETEMBRO DE 2019

Identidade desde as origens O acordo de Geminação entre Farroupilha e a portuguesa Cadaval, que será assinado de maneira oficial nesta sexta à noite, durante o 9º Festival do Moscatel, é um acerto que, se bem aproveitado, pode render benefícios para ambos municípios. Há muitas semelhanças entre as novas cidades irmãs, inclusive em sua origem, já que a uva integra os símbolos oficiais (veja mais na Matéria Especial, páginas 2 e 3). Há 10 anos, Farroupilha celebrava o Gemellaggio com Latina, que rendeu parcerias entre Universidades, a UCS com a romana La Sapienza, além da ida recente de jovens farroupilhenses até a cidade italiana para o desenvolvimento de novas técnicas

na cultura do kiwi, município que é uma referência, não somente na Itália, como em toda a Europa, na produção da fruta. Porém, há um campo vasto para ser trabalhado.

O vínculo com Cadaval acontece, sobretudo, pelas uvas moscato e a produção de moscatel. A parceria, não resta a menor dúvida, abre portas e mercado europeu para a bebida

farroupilhense, que já conta com a Indicação de Procedência (IP) e, neste ano, passou a ostentar o título de Capital Nacional do Moscatel. Mas é claro que essa é a vantagem mais palpável, outros segmentos e mercados também podem se beneficiar de uma Geminação bem construída. Referência no Setor Primário e Secundário, Farroupilha conta com uma série de produtos que extrapolaram as fronteiras estaduais e até mesmo nacionais e acordos como o que será assinado abrem caminho para que isso seja mostrado de maneira ainda mais efetiva. Que o brinde desta sexta à noite seja o prenúncio de benefícios e conquistas em diversas áreas para a economia farroupilhense.

O ensino, seja o básico, passando pelo médio e chegando no acadêmico, especialmente neste, é praticamente um monopólio da esquerda. Não somente no Brasil, mas de forma muito mais contundente aqui, a educação buscou perpetrar uma lógica, muito mais afeita ao romantismo do que propriamente a verdade dos fatos. O grande problema é que a sociedade ocidental, da qual fizemos parte, preza valores como a livre iniciativa, liberdade pessoal e segurança jurídica, apenas para citar alguns, que nem de perto fazem parte do que é ensinado nos bancos escolares. Assim, fica muito difícil inserir esses conceitos

na vida adulta, depois de uma carga pesada de aparelhamento ideológico martelado na cabeça de crianças e jovens após anos de estudo. Foi pensando nisso que o americano Connor Boyack, presidente do Libertas Institute, criou uma série de livros infantis dispostos a mostrar, de maneira didática às crianças, o real funcionamento da vida em comunidade e a importância de cultivarem os valores básicos em que se alicerçam as sociedades mais desenvolvidas, em obras que sintetizam o pensamento liberal de grandes e renomados autores. Parte deste trabalho chega agora ao Brasil, com o auxílio do farroupi-

lhense Matheus Pacini. Editor e tradutor, ele é o responsável por traduzir o material para o Português na série apropriadamente chamada de “Desbravando o Mundo Livre” (veja na Editoria de Política, página 13). Com mais dois livros lançados no último final de semana, em Porto Alegre, estes contando com curadoria do Instituto Liberdade, já são quatro os títulos disponíveis para aquisição no País. Como não há a mínima disposição de se alterar as bases onde o ensino é desenvolvido, e isso em todo o mundo, como deixa claro o idealizador do projeto, a alternativa foi de buscar inserir esses conceitos ele-

mentares da vida social junto aos pequenos, por meio dos pais que se preocupam com a formação dos filhos, não legando exclusivamente à escola a tarefa de educar. Evidente que a missão é hercúlea, mas nem por isso ela deve ser desconsiderada. Muito pelo contrário, precisa ser enaltecida. Quanto mais cedo esses princípios e valores forem inseridos na educação das crianças, melhor será o resultado futuro, que se refletirá na construção de uma sociedade mais humana, fraterna e que pense incansavelmente em seu desenvolvimento, gerando benefícios para todos que dela fazem parte.

Ensino de valores essenciais

Índice

Editorial

Matéria Especial .................................... Páginas 2 e 3 Editorial ...................................................Página 6 Opinião...................................................... Página 7 Economia .................................................. Páginas 8 e 9 Cidade ........................................................ Páginas 10 a 12 Política ..................................................... Página 13 Educação .................................................. Página 14 Esporte ..................................................... Página 15

Inside

Especial..................................................... Capa e página 3 Cinemas ..................................................... Página 2 Crônicas da Redação ............................. Página 4 Agenda....................................................... Página 4 Solidariedade ......................................... Página 5 Paulo Roque Gasparetto ..................... Página 5 Social ........................................................ Páginas 6 e 7 Fabrício Oliboni ..................................... Página 8 Religiosidade .......................................... Página 8 Gastronomia............................................ Página 9 Dolores Maggioni .................................. Página 9 Sétima Arte .............................................. Páginas 10 e 11 Horóscopo ............................................... Contracapa Saúde, Beleza & Estética...................... 4 páginas Classificados .......................................... 8 páginas

Redação - redacao@jornalinformante.com.br Juliana Inês Casa Barbieri juliana@jornalinformante.com.br Ramon Cardoso ramon@jornalinformante.com.br Yasmin Signori Andrade yasmin@jornalinformante.com.br

Comercial-comercial@jornalinformante.com.br Fabiano Luiz Gasperin gasperin@jornalinformante.com.br Jean Marco Lancarin de Mattos comercial5@jornalinformante.com.br Maria da Graça Potricos Leite maria@jornalinformante.com.br

Anúncios - anuncios@jornalinformante.com.br Marcelo Bortagaray Mello marcelo@jornalinformante.com.br Tiago Rodrigues da Silva tiago@jornalinformante.com.br

Financeiro - financeiro@jornalinformante.com.br Keli de Almeida Maciel keli@jornalinformante.com.br

Assinaturas-assinaturas@jornalinformante.com.br Assinatura Bienal: R$ 240,00 Assinatura Anual: R$ 140,00

Telefones (54) 3401-3200 / (54) 3401-3201 (54) 3401-3202 / (54) 3401-3203

Endereço Rua Dr. Jaime Romeu Rössler, 348, Bairro Planalto

Colunistas Crônicas da Redação Dolores Maggioni Egui Baldasso Fabrício Oliboni

Guilherme Macalossi Gustavo Pimentel Lauro Edson Da Cás Paulo Roque Gasparetto

A manifestação dos colunistas é livre e independente e não necessariamente reflete a opinião do Tabloide sobre os temas abordados nas colunas

@PaperInformante www.jornalinformante.com.br

/jornalinformante


7

FARROUPILHA, 19 DE SETEMBRO DE 2019

Política Externa: avanços, retrocessos e ameaças Zilda Mendes * Em meio a notícias falsas e verdadeiras que maculam a imagem do Brasil no mundo e de ameaças internas e externas produzidas por aqueles que não estão dispostos a resolver os problemas sociais, econômicos, políticos e ambientais do País, a boa nova é que ainda há aqueles que continuam trabalhando, produzindo, criando e buscando melhorar seus resultados. A avaliação sobre os avanços no comércio exterior brasileiro no primeiro semestre deste ano, feita pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), concluiu que, das 22 ações adotadas pelo governo para este segmento, em 13 foram constatados avanços importantes, entre eles a assinatura do acordo com o Uruguai a fim de evitar a bitributação, a conclusão do acordo comercial entre o Mercosul e a União Europeia, a adesão do País ao Protocolo de Madrid, que reduz o custo e simplifica o registro de marcas de empresas brasileiras em outros Países, e o fim da cobrança do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) nas operações de câmbio de exportação. Em algumas das ações do governo foram notados retrocessos, justificados, em parte, pela falta de recursos para dar continuidade à implantação dos módulos de importação e à manutenção do módulo de exportação no Portal Único de Comércio Exterior. A necessidade de consultas públicas para promover alterações nas regras e normas também é apontada como uma das dificuldades para dar andamento às ações que facilitariam e desburocratizariam os processos

dos negócios internacionais. Mesmo assim, as mudanças previstas e necessárias estão ocorrendo. Outro avanço que pôde ser constatado foi a aprovação pela Comissão de Relações Exteriores da Câmara dos Deputados do acordo de salvaguardas tecnológicas entre o Brasil e os Estados Unidos, que permite o uso comercial da Base de Alcântara, no Maranhão. Este foi o primeiro passo. Ainda faltam as aprovações da Comissão de Ciência e Tecnologia, da Comissão de Constituição e Justiça, do plenário da Câmara e do Senado, mas não deixa de ser algo positivo. Este acordo vai possibilitar que o Brasil receba recursos dos Estados Unidos pelo uso da base de lançamentos de satélites e foguetes, além de permitir o acesso à tecnologia espacial norte-americana. E, no dia em que declarações e discussões sobre as queimadas na Amazônia ferviam nas redes sociais, levando França, Irlanda e Luxemburgo a ameaçarem bloquear e não ratificar o acordo de livre comércio recentemente assinado pelo Mercosul e União Europeia, o governo brasileiro informou que o acordo de livre comércio entre o Mercosul e os Países da European Free Trade (EFT) foi concluído. A EFT é composta pela Suíça, Islândia, Liechtenstein e Noruega. Sim, a Noruega, que dias antes tinha suspendido os repasses para o Fundo Amazônia porque estava insatisfeita com os novos rumos da política ambiental brasileira, tendo como companhia a Alemanha, que também decidiu suspender os repasses pelo mesmo motivo. E, para aumentar o pacote de amea-

ças, a Finlândia contribuiu propondo impor barreiras para as importações de carne do Brasil, esperando que com esta medida o governo brasileiro cumpra com os acordos ambientais e preserve a Amazônia. Assim como o acordo do Mercosul com a União Europeia, o acordo com a EFT também precisa da aprovação dos Parlamentos de cada um dos Países que o celebram. Seria mais um passo em busca do aumento da participação do Brasil no comércio internacional, mas há o risco de ficar estagnado por algum tempo se as ameaças ao Brasil continuarem. Está claro que a Europa não vive seus melhores dias política e economicamente. Vide os movimentos dos coletes amarelos na França, cujos manifestantes durante meses foram às ruas para mostrar seus descontentamentos contra as medidas econômicas e sociais adotadas pelo governo daquele País, além de destruírem o patrimônio público. Vejam a situação do Reino Unido, que tem aproximadamente dois meses para definir como será sua retirada da União Europeia, e até agora as duas partes não conseguiram chegar a um acordo, se é que existirá algum. Mais ainda, a desaceleração econômica de potências como a Alemanha e também as questões ambientais no sul da Europa por conta de incêndios recorrentes em Portugal, Espanha e recentemente nas Canárias. Diante destes cenários é natural que alguns líderes saiam em busca de motivos e ações para satisfazerem seus eleitores e seus desafetos e acenar para a possibilidade de adotar medidas protecionistas

e defender as causas ambientais. Como estes acordos de livre comércio com o Mercosul não são muito bem aceitos por boa parte dos europeus, principalmente por aqueles que atuam no agronegócio e têm o Brasil como um importante concorrente, deveria haver um bom motivo para não seguirem adiante na sua implantação. As queimadas na Amazônia aconteceram em momento oportuno, pois, alegando que o Brasil não adota medidas para a preservação ambiental, este seria um bom motivo para que medidas protecionistas sejam adotadas ou que os acordos de livre comércio sejam bloqueados mesmo antes de serem ratificados. Assunto de pauta na reunião do G7 em Biarritz, na França, as ameaças ao Brasil só foram amenizadas porque alguns dos governantes que participaram da reunião não concordavam que a questão da Amazônia era motivo para impedir a conclusão do acordo comercial do Mercosul com a União Europeia, e até ajuda financeira foi oferecida. O tom dos discursos mudou, mas as ameaças são reais e nada garante que algumas sanções, como medidas de precaução, não sejam aplicadas às exportações brasileiras. O estrago à imagem do Brasil já está feito e sabe-se que para reverter esta situação será preciso muito esforço, determinação e paciência de todos que atuam no mercado externo. Isso pode levar algum tempo, que é o que não temos de sobra. * Professora da Universidade Presbiteriana Mackenzie nas áreas de Comércio Exterior e Câmbio

Organizando a Internet das Coisas Vivaldo José Breternitz * De uma forma simples, a Internet das Coisas ou Internet of Things (IoT), é a conexão e a comunicação de objetos entre si e com as pessoas, através de redes, especialmente da Internet. O desenvolvimento da IoT abre inúmeras possibilidades de avanço em áreas como indústria, agronegócio, saúde e outros. Mas para que a IoT seja realmente um fator de progresso é necessário um marco regulatório claro e bem concebido, funda-

mental para estimular a confiança de investidores e consumidores, bem como para permitir a criação de um ambiente que concilie a saúde econômico-financeira das empresas com as exigências e as expectativas da sociedade. Como acontece com frequência, o desenvolvimento da tecnologia é mais rápido que a evolução desse marco regulatório e isso é verdadeiro também na área de IoT. Diante dessa realidade, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), entidade vinculada ao Go-

verno Federal e responsável pela resolução dos problemas mais comuns da regulação no Brasil, vem promovendo uma consulta pública com o objetivo de ouvir os interessados sobre os ajustes necessários na regulamentação brasileira de forma a que se possa explorar todo o potencial da IoT. Esse marco precisa abranger desde aspectos técnicos até tributários. Consciente da importância do tema e coerente com sua postura de incentivo à inovação, a Universidade Presbiteriana Mackenzie, através de

sua Faculdade de Computação e Informática, em parceria com o Fórum Brasileiro de IoT, discutiu o assunto de forma a, no âmbito da consulta pública, oferecer sua contribuição para o desenvolvimento da IoT no Brasil, o que, em última análise, é muito importante para o desenvolvimento do nosso País. * Doutor em Ciências pela Universidade de São Paulo e professor de Computação e Informática da Universidade Presbiteriana Mackenzie


8

FARROUPILHA, 19 DE SETEMBRO DE 2019

EMPREENDEDORAS

Por ascensão pessoal e profissional Encontro voltado às mulheres acontece no próximo dia 3, na Casa Perlage, com realização do Instituto Bordin “Os encontros são um misto de conhecimento, motivação, risadas, inspiração e até mesmo emoção. Minha missão é que cada mulher saia melhor do que entrou e possa contagiar o mundo a sua volta, é isso que me move todos os dias”, destaca Thuany, lembrando que os eventos iniciaram de maneira informal e hoje reúnem 300 mulheres. Inscrições podem ser realizadas pelo WhatsApp 981.398.508 e a entrada é um quilo de alimento não perecível que será doado à Associação de Prevenção e Combate ao Câncer de Farroupilha. A realização é do Instituto Bordin.

Sierra Studio

U

ma programação voltada ao desenvolvimento feminino é o que foca o Café com Coaching + Networking com Empreendedoras, que acontece no próximo dia 3, às 19h30min, na Casa Perlage. Haverá a palestra “Coaching e Empreendedorismo”, com a coach Thuany Thomé, especialista em mulheres de negócios, e um bate-papo com a master coach Jaqueline Perottoni sobre “Gestão das Emoções x Sucesso Pessoal e Profissional”.

Programe-se O que: Café com Coaching + Networking com Empreendedoras Quando: próximo dia 3, das 19h30min às 22h30min Onde: Casa Perlage (Humberto de Alencar Castelo Branco, 603) Quanto: entrada é um quilo de alimento não perecível

Foco nas empreendedoras Encontros ganharam projeção regional e esta edição beneficia Associação de Combate ao Câncer


9

FARROUPILHA, 19 DE SETEMBRO DE 2019

Fotos: Divulgação

EmprEEndEdorismo

Um encontro sobre inovação e mercado Bate-papo sobre economia criativa acontece na próxima quinta à noite, na CICS Farroupilha

P

romovendo a troca de conhecimentos, networking e a aproximação da comunidade com o movimento de inovação que acontece mais uma edição do Meetup. Com o tema “A Inovação e seu Impacto no Mercado”, o encontro pretende trazer uma compreensão do que significa inovar para fazer sucesso no mundo do empreendedorismo. Será na próxima quinta, dia 26, às 19h30min, na Câmara da Indústria, Comércio, Serviços e Agronegócio (CICS) de Farroupilha. O ingresso para fazer parte do encontro é um quilo de alimento não perecível, que posterior-

mente será doado ao Hospital Beneficente São Carlos. Apenas é necessário fazer a inscrição online por meio do site sympla.com.br/a-inovacao-e-o-seu-impacto-no-mercado__642865. Quem irá conduzir o bate-papo sobre economia criativa são dois empreendedores: Artur Härter, fundador da startup Modelo Vencedor, e Felipe Busin, Gerente Executivo Comercial e de Novos Negócios da Unimed Porto Alegre. O evento é uma realização do Startup Weekend Farroupilha (SWF), que terá sua 1ª edição realizada no município de 25 a 27 de outubro, no CFar. O objetivo do SWF é fomentar o empreendedorismo na Serra Gaúcha.

Artur Härter

Fundador da startup Modelo Vencedor, é consultor de negócios, palestrante na área de Gestão da Mudança Organizacional, tem experiências de sucesso em empresas, bem como em universidades brasileiras

Felipe Busin

Gerente Executivo Comercial na Unimed Porto Alegre e presidente do Comitê Estratégico de Compras do Estado na Amcham-Brasil. Foi gerente de suprimento da RBS e trabalhou na área de suprimentos do Grupo Randon

Programe-se O que: Meetup com o tema “A Inovação e seu Impacto no Mercado” Quando: próxima quinta, dia 26, às 19h30min Onde: CICS Farroupilha (República, 425, 6º andar) Quanto: um quilo de alimento não perecível e inscrições pelo site sympla.com.br/a-inovacao-e-o-seu-impacto-no-mercado__642865


10

FARROUPILHA, 19 DE SETEMBRO DE 2019

MELHORIAS

Santa Rita com venda de novos títulos Tradicional Clube farroupilhense quer atrair mais associados e trabalha para modernizar estrutura e acesso à Sede Campestre e Combate a Incêndio (PPCI) da Sede Social, que foi aprovado por dois anos. Interessados em tornarem-se sócios e desfrutar da estrutura completa do Clube podem manter contato com a equipe de vendas pelo fone 3261-1376.

Fabiano Gasperin

J

Obras para novo acesso à Sede Campestre em pauta Uma conquista importante para associados e diretoria do Santa é justamente a obra para o novo acesso à Sede Campestre da instituição, localizada em Linha Vicentina. Executado pela prefeitura, o prolongamento da Cel. Pena de Moraes dará acesso direto, diminuindo o percurso atual que tem entrada pela RSC 453, garantindo maior segurança na trafegabilidade. Do Centro, a distância é de 2,5 quilômetros e fica a um quilômetro do bairro São Francisco. Na última sexta, a diretoria do Clube Santa Rita esteve em reunião com o prefeito Claiton Gonçalves para confirmar o prazo de finalização da obra. A expectativa é de que os trabalhos sejam concluídos em dezembro, permitindo que a comunidade desfrute desta comodidade, com maior segurança e acesso facilitado. Outra obra já projetada será a construção de um pórtico para sinalizar o local e saudar os associados.

Reforçando as vendas para fomentar investimentos Triches assina parceria com Nilson Oliveira, da empresa Podyum, que atua na comercialização de novos títulos Divulgação

á projetando a temporada de verão, o Clube Santa Rita iniciou comercialização de títulos para captação de novos sócios. A parceria entre a instituição e a empresa Podyum Lançamentos, responsável pela venda, já foi firmada e os preços são promocionais. No próximo mês acontece lançamento oficial da campanha para reforçar o trabalho e a atuação junto à comunidade. O Clube tem 91 anos de fundação, um marco na história da cidade, e um dos compromissos da diretoria é justamente aprimorar a estrutura a cada ano, atraindo novos associados e aperfeiçoando condições de uso para os já 230 integrantes desta família Santa Rita. De acordo com Oscar Triches, presidente da instituição, seguem os projetos de modernização da Sede Social, localizada no bairro Nova Vicenza, e na Campestre. A intenção da diretoria é instalar mais um toboágua e o aquecimento das três piscinas, o que deverá ocorrer no próximo ano. Outra projeção é construir uma piscina térmica que deverá estar disponível para a comunidade na temporada 2020/2021. O Clube Santa Rita também renovou o Plano de Prevenção

Busca por melhorias Diretoria do Clube esteve reunida com prefeito e secretariado para tratar da obra que dá acesso à Sede Campestre


11

FARROUPILHA, 19 DE SETEMBRO DE 2019

ESTRADA DOS ROMEIROS

Valor para asfaltamento Projeto de Lei foi aprovado na sessão de terça na Câmara de Vereadores Gabriel Venzon

Prestigiada Sessão contou com a presença dos moradores das localidades que receberão as melhorias

F

oi aprovado por unanimidade na Casa Legislativa o Projeto de Lei 053/2019, que autoriza a contratação de um crédito de R$ 3 milhões junto ao Badesul para a pavimentação asfáltica na Estrada dos Romeiros. Os moradores das localidades estavam fazendo as solicitações por meio da Co-

Obituário 12 de setembro Arylde Therezinha Giron Lobato, 84 anos. Sepultamento no Cemitério Parque de Caxias do Sul. 13 de setembro Jandira Moreira Seben, 44 anos. Sepultamento no Cemitério Público Municipal de Farroupilha; Adolfo Pinheiro de Oliveira, 79 anos. Sepultamento no Cemitério Público Municipal de Farroupilha. 15 de setembro Eloina Alves Martins Krindges, 83 anos. Sepultamento no Cemitério Público Municipal de Farroupilha;

Carmelinda Melotto, 88 anos. Sepultamento no cemitério da comunidade de Nova Milano (4º Distrito). 16 de setembro Hertenilla Razzera Tonet, 75 anos. Sepultamento no cemitério da comunidade de São Marcos (1º Distrito). 17 de setembro Romaldo Braz, 67 anos. Sepultamento no Cemitério Público Municipal de Nova Vicenza. 18 de setembro Dinora Rodrigues Legestão, 81 anos. Sepultamento no Cemitério Público Municipal de Farroupilha.

Alguém quer me adotar? missão Pró-Asfalto. Na presidência está Paulo Gajardo e Paulo Perini como vice. Adelar Silocchi é o secretário e os tesoureiros são Francisco Perini e Dilnei Perini. Os moradores irão arcar com 50% do valor da brita graduada. As melhorias serão feitas na estrada Luiz Victório Galafassi, trecho entre as localidades de São José e Capela de Todos os Santos (1º Distrito), mais conhecida como

Estrada dos Romeiros, que também faz parte do roteiro turístico Caminhos de Caravaggio. Serão asfaltados quatro quilômetros e o percurso integra o trajeto. Os recursos que foram aprovados são provenientes do Prodetur+Turismo, aprovado pelos vereadores em março deste ano. Este é o mesmo programa utilizado para o asfaltamento da estrada de acesso ao Santo Ventoso.

Caetano é um idoso muito dócil e tranquilo. Há um ano foi resgatado junto com sua companheira prenha e debilitada. A cadela e os filhotes foram adotados, mas Caetano ficou. Ele é de porte médio e usa medicação contínua para o coração, mas isso não o impede de levar uma vida normal. Precisa de um lar seguro, uma cama quentinha e muito amor. Interessados em adotar podem manter contato pelo fone 999.371.647.

Divulgação


12

FARROUPILHA, 19 DE SETEMBRO DE 2019

ACAMPAMENTO FARRAPO

Nelson Bet recebe a Mérito Farroupilha

C

omo de costume na Semana Farroupilha, a segunda à noite foi marcada pela homenagem da Câmara de Vereadores ao tradicionalismo, com sessão ocorrida junto ao Acampamento Farrapo, no Largo Carlos Fetter. Neste ano, o agraciado com a medalha Mérito Farroupilha foi Nelson Bet, que recebeu a distinção pela história e serviços prestados à tradição gaúcha. Alberto Maioli (Rede), Jonas Tomazini (MDB), Fabiano Piccoli (PT), Sedinei Catafesta (PSD), Tadeu Salib dos Santos (PP), Deivid Argenta (PDT) e Odair Sobierai (PSB) fizeram uso da palavra representando as bancadas e renderam homenagens ao agraciado da noite festiva e tradicionalista. Na sequência, Rodrigo dos Santos, o Tibica, coordenador do Acampamento, falou sobre a atração, que abriu os festejos na última sexta e segue até o próximo domingo, do projeto “Farroupilha Bem Gaúcha” e da homenagem aos vencedores do Fegart, que ocorre na sexta (veja mais na Capa e página 3 do Inside), além, é claro, de saudar Bet pela outorga recebida.

“Estou muito agradecido pelas palavras elogiosas dos vereadores e pela generosidade. E fico muito grato ao Rancho de Gaudérios, que me acolheu muito bem, não só a mim como também aos meus filhos. A educação familiar é fundamental, mas é lá, no CTG, que também se aprende a conviver com a cultura, com o respeito, que nasce e se fortalece uma amizade que se leva para toda a vida”, frisou o homenageado, que fez questão de agradecer aos pais, Oscar e Dalva, a irmã Nilva, a esposa Ledir e os filhos Vinícius, 21 anos, e César Augusto, 15, que herdaram dele o orgulho pelo cultivo das tradições da terra. Bet integrou durante quatro anos o Chilenas de Prata e há seis faz parte do Rancho. “Estou emocionado e, sobretudo, honrado por representar os tradicionalistas. Em especial, por estar representando o Rancho de Gaudérios que, para mim, é a segunda casa. São amigos especiais, um local para cultivar essa alegria que é o tradicionalismo e fortalecer a amizade”, declarou Bet. No encerramento da sessão legislativa, o vice-prefeito Pedro Pedrozo fez uso da palavra.

Ramon Cardoso

Medalha foi entregue ao tradicionalista na sessão legislativa de segunda

Orgulho Bet agradeceu o recebimento da distinção e enalteceu o Rancho de Gaudérios, sua segunda casa


13

FARROUPILHA, 19 DE SETEMBRO DE 2019

DESBRAVANDO O MUNDO LIVRE

Liberalismo para os pequenos Farroupilhense Matheus Pacini é o tradutor da série de livros infantis de autores liberais que passa a ser publicada no País lelo, nos dois primeiros livros, e agora o projeto conta com curadoria do Instituto Liberdade. As obras contam com tradução do editor e tradutor farroupilhense Matheus Pacini. “A Lei”, de Frédéric Bastiat, e “O Lápis Milagroso”, inspirado no ensaio “Eu, o Lápis”, de Leonard Read e popularizado por Milton Friedman, foram os dois primeiros e, no último sábado, no Sheraton, em Porto Alegre, ocorreu o lançamento das obras “A Busca por Atlas”, que foi inspirado no romance “A Revolta de Atlas”, de Ayn Rand, e “O Fiasco do Food Truck”, inspirado no livro “Economia em uma Única Lição”, de Henry Hazlitt. “Tem sido uma experiência bacana porque, além de ser uma coleção inédita, é uma forma diferente de levar essas ideias para o público infantil, algo que nunca tinha sido trabalhado”, comentou Pacini,

que já traduziu “O Essencial Henry Hazlitt”, publicado pelo Instituto Atlantos; “O Estado de Direito: Constitucionalismo, Democracia e o Futuro da Nação”, do autor Jose Stelle, pela editora Chiado; e “Por que Liberdade?”, de Tom Palmer, publicado pela Bunker Editorial, e está trabalhando em outros títulos. Quem adquire os livros da série infantil ganha totalmente grátis os livros de atividades em PDF. Eles podem ser adquiridos pelo site www.desbravandomundolivre.com.br. O tradutor adianta que um novo pacote, com mais duas obras, deve ser lançado até novembro, mas ainda não há definição de títulos. A versão original americana conta com 10 livros lançados. Didático Nem tudo está perdido: inovador material traduzido por Pacini traz uma abordagem simples de clássicos pensadores liberais

Monique Depelegrin

F

undador e presidente do Libertas Institute, o americano Connor Boyack, visitando escolas ao redor do mundo, percebeu que os princípios elementares para o desenvolvimento de uma sociedade minimamente civilizada, como livre mercado, direito de propriedade, justiça e liberdade pessoal não eram ensinados às crianças. Foi baseado nisso que ele criou uma Literatura específica e de fácil compreensão para os pequenos. Nascia então a série de livros infantis “The Tuttle Twins”, baseado em grandes autores do Liberalismo. As obras, que já venderam 450 mil cópias nos Estados Unidos em três anos, chegaram ao Brasil na série intitulada “Desbravando o Mundo Livre”, inicialmente por meio da curadoria do Brasil Para-


14

FARROUPILHA, 19 DE SETEMBRO DE 2019

APRENDIZADO

Vigilantes do sistema sanitário Projeto da Secretaria Municipal da Saúde leva conhecimento a 174 estudantes com lições especiais e visitas guiadas cipal objetivo é a educação do pequeno cidadão e seus familiares nos assuntos relacionados à Vigilância Sanitária. “O objetivo é proporcionar a conscientização do pequeno cidadão, tornando-o crítico e protagonista de uma saúde próspera”, considera Giselle Rombaldi, diretora do Departamento de Vigilância Sanitária, que é também nutricionista e ministra a formação com auxílio da estagiária Danieli Mutzenberg, com colaboração das farmacêuticas Gabriela Gambato e Bruna Sonza Venturella, além das veterinárias Danielle Maggioni e Roberta Mazzochin. Além dos conteúdos ministrados em sala de aula, os alunos visitaram ainda uma agroindústria e irão a um comércio de alimentos. A próxima atividade programada é uma visita à Corsan para que

Divulgação

C

onhecer mais sobre segurança alimentar e os processos das indústrias que atuam neste segmento, qualidade da água para consumo humano, rotulagem nutricional e medicamentos são alguns dos conteúdos abordados pelo programa Pequenos Vigilantes. O projeto é estadual, replicado em Farroupilha pelo Departamento de Vigilância Sanitária, da Secretaria Municipal da Saúde. Em sua 6ª edição, o Pequenos Vigilantes está atendendo quatro escolas municipais: Presidente Dutra, Teotônio Vilela, Ilza Molina Martins e Cinquentenário com estudantes do 5º ano do Ensino Fundamental. O projeto foi implantado em Farroupilha em 2014 e já formou 724 alunos. O prin-

conheçam o processo de tratamento, controle e qualidade da água potável de Farroupilha. O encerramento das ati-

vidades será com formatura em 7 de novembro, na Câmara de Vereadores, concluindo mais um ciclo de formação.

Pequenos Vigilantes Visita à Queijaria Cambruzzi integra formação na área de segurança alimentar


15

FARROUPILHA, 19 DE SETEMBRO DE 2019

GAUCHÃO FEMININO

Enfim, o Brasil volta a campo Após três semanas sem jogos pelo estadual, gurias rubro-verdes encaram o Oriente, no domingo à tarde, em Canoas Ramon Cardoso

Retomada A zagueira Ifi e a volante Bruninha estão à disposição do técnico Fernando Varani para o duelo do próximo domingo

Brasil Feminino

O

segundo compromisso como visitante das gurias rubro-verdes se aproxima e, de novo, contra uma rival do interior. O Brasil Feminino vai a Canoas onde, no domingo, às 15h, nos Eucaliptos, encara o Oriente, rival das quartas de final do Gauchão no ano passado, duelos que foram vencidos pelas farroupilhenses, por 1 a 0 nas Castanheiras e por 2 a 1 em Canoas. Por conta disso, há uma certa rivalidade entre as equipes. “Projetamos um jogo muito complicado. Já enfrentamos o Oriente em quatro oportunidades. É uma equipe tradicional. Sempre tivemos duelos muito difíceis, especialmente em Canoas, pela condição do gramado. É um campo duro, irregular, com muitos buracos, que atrapalha um pouco nosso estilo de jogar, que é mais de bola no chão, de toque de bola”, destacou o técnico Fernando Varani, que teve três semanas de trabalho desde o último duelo, ocorrido em 1º de setembro,

Gauchão Feminino (classificação) Equipe

P

J

V

E

D

GM

GS

SG

1)

Internacional

6

2

2

0

0

30

0

30

2)

Grêmio

6

2

2

0

0

11

0

11

3)

Brasil

3

2

1

0

1

3

3

0

4)

Oriente *

0

1

0

0

1

0

9

-9

5)

Atlântico *

0

1

0

0

1

0

14

-14

6)

João Emílio

0

2

0

0

2

1

19

-18

P (pontos), J (jogos), V (vitórias), E (empates), D (derrotas), GM (gols marcados), GS (gols sofridos) e SG (saldo de gols) * O confronto entre Oriente x Atlântico, válido pela 1ª rodada, acabou adiado e será realizado no dia 13 de outubro

Preliminar Mais distante da busca pelo título da temporada da Stock Light

Márcio Campos buscava se aproximar dos líderes na 5ª etapa da Stock Light, que aconteceu no fim de semana, no Velopark, em Nova Santa Rita. No entanto, ele teve que abandonar a corrida do sábado logo no início e, na dominical, finalizou em 13º. Assim, o piloto farroupilhense da Motortech Competições conquistou apenas oito pontos e caiu da 3ª para a 7ª posição na classificação geral, agora com 116 pontos. A liderança tranquila é de Guilherme Salas, com 224 pontos, seguido de Gustavo Frigotto com 169 e Pedro Boesel com 138. A 6ª etapa da Light ocorre nos dias 19 e 20 de outubro, no Autódromo Zilmar Beux, em Cascavel.

na vitória de 3 a 1 sobre o João Emílio, em Candiota. “Vamos ter que mudar um pouco nossa forma de jogar, apostar mais na bola longa, mas esperamos sair de lá com os três pontos e poder já começar a pensar em uma vaga na semifinal, que é o nosso primeiro objetivo”, frisou o técnico. Os primeiros treinos após o triunfo inicial no estadual foram dedicados à parte física e os trabalhos táticos foram intensificados à medida que o retorno se aproximava. No turno o Brasil visita as três rivais do interior, encarando a Dupla Gre-Nal em casa. O confronto entre Oriente e Atlântico, adiado da 1ª rodada, foi remarcado para o dia 13 de outubro. O fim de semana é de rodada cheia, assinalando a metade do turno. No sábado, às 15h, acontece o clássico Gre-Nal. O Internacional, líder nos critérios, recebe o Grêmio, vice, no Sesc Protásio Alves. No domingo, às 15h, o Atlântico recebe o João Emílio em Erechim.

Gauchão Feminino 3ª rodada do turno

X Domingo, às 15h Eucaliptos (Canoas)


Fabiano Gasperin

COLUNA SOCIAL

Informante e Cappelletti reforçam a parceria Tabloide e Vinícola preparam “Filé Wellington Surpresa dos Chefs e Ceviche Peruano Gourmet” na 19ª edição do Jantar do Peixe Centrais do Inside

ECONOMIA

CIDADE

Encontro vai acontecer na CICS, na próxima quinta, às 19h30min Página 8

Contando com nova melhoria, Clube reforça venda de títulos Página 10

Bate-papo para entender Acesso à Sede Campestre o que é inovar no mercado do Santa sai até dezembro

POLÍTICA

Tomando consciência desde cedo Farroupilhense Matheus Pacini é o tradutor da série “Desbravando o Mundo Livre”, que conta com clássicos da Literatura Liberal adaptados para as crianças Página 13 e Editorial


Compromisso com a Cidade. Compromisso com você.

FARROUPILHA, 19 DE SETEMBRO DE 2019

RECONHECIMENTO

Affissio é homenageada pelo Crefito Associação Farroupilhense de Fisioterapeutas é reconhecida na Câmara de Vereadores de Porto Alegre por atuação institucional Gabriela Carpes

M

arcando os 50 anos de regulamentação da Fisioterapia e Terapia Ocupacional, a Associação Farroupilhense de Fisioterapeutas (Affisio) foi homenageada na última semana, no Plenário Ana Terra, da Câmara de Vereadores de Porto Alegre. O reconhecimento foi do Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (Crefito 5) da 5ª Região, juntamente com o vereador João Carlos Nedel. A homenagem foi recebida por Roberta Deimomi, presidente da Affisio, juntamente com Júlio Valandro que é tesoureiro, e pela secretária Roberta Bernardi. “Esta foi uma homenagem importante para a Associação, pois foi a primeira recebida pela Affisio. Sermos reconhecidos pelo nosso Conselho em homenagem aos 50 anos da regulamentação da profissão é entrar para a história da Fisioterapia de Farroupilha e para a Fisioterapia Gaúcha”, considera Valandro, que acompanhou o ato solene. A honraria foi conferida a associações profissionais e de especialidades, instituições de ensino pioneiras e parceiros da categoria, instituições gaúchas que aprimoram e contribuem com o crescimento nesta área da saúde. “Com essa representação, temos a

certeza de que estamos construindo uma história, enaltecendo a nossa profissão na cidade e a importância que tem a Fisioterapia na vida das pessoas”, reforça Valandro, lembrando ainda que a entidade sempre primou por evidenciar a Fisioterapia, pensando no coletivo e no bem comum.

A Associação Farroupilhense tem sete anos de fundação. Sua missão é fomentar atividades de capacitação, reunir os profissionais da área, confraternizar e congregar os interesses dos associados e colegas do segmento. Os encontros são mensais e também visam a integração.

Distinção para Farroupilha Valandro, junto a Jadir Camargo Lemos, que é presidente do Crefito 5, presidente da Affisio, Roberta Deimomi, e Roberta Bernardi, secretária da instituição, acompanhados por Marcelo Faria Silva, da Comissão de Especialidades do Crefito


Compromisso com a Cidade. Compromisso com Você

FARROUPILHA, 19 DE SETEMBRO DE 2019

Benefícios da drenagem linf Equipe Espaço da Beleza *

A

região dos olhos é delicada – está em constante movimento, é uma pele muito fina, por natureza, e umas das áreas que mais sofre com os maus hábitos, como pouco sono, má alimentação e pouca ingestão de água, que resultam em olheiras, ar de cansaço e bolsas na pálpebra, aquele volume típico embaixo dos olhos, que compromete a leveza do olhar. Trata-se de uma região onde a epiderme é três vezes mais fina do que o restante do rosto. Justamente por ser fina é mais sensível e vulnerável aos danos precoces. Resultado: formação de linhas finas que, dependendo da idade e do desgaste da pele, podem ser profundas; olheiras e inchaço. Esses são os problemas mais comuns que atingem essa região. Para poder prevenir e tratar pontualmente cada um deles (ou todos), conheça a seguir as causas desses fatores e os cosméticos mais adequados e tratamento para combater os sintomas e manter um olhar mais jovem e bonito. Inchaço (bolsas palpebrais) As bolsas são causadas por retenção de líquidos, alimentação rica em gorduras, excesso de álcool e privação de sono, principalmente. Os olhos ficam inchados e dão um ar pesado ao rosto. Os cosméticos ideais para amenizar o volume, especialmente sob os olhos, devem conter ativos refrescantes, antioxidantes, vasoconstritores ou calmantes. Alguns exemplos: cafeína, retinol, vitamina C, arnica, chá branco, polifenóis, alcaçuz, ácido hialurônico, entre outros. As versões em roll-on são geladinhas e isso também traz alívio e ajuda a drenar. Olheiras A hiperpigmentação na região dos olhos traz um ar de abatimento ao rosto e envelhece. Os motivos são os mais diversos, mas a boa notícia é que uma das principais causas, a exposição excessiva ao sol, é evitável com o uso regular de um protetor solar. Além do sol, influenciam na formação de olheiras a genética e fatores alérgicos. Até mesmo a coloração dos vasos sanguíneos em peles muito finas e claras pode provocar um reflexo escuro na região. E os velhos conhecidos fatores externos, como estresse e noites mal dormidas, que denunciam através dos olhos que o descanso não está sendo suficiente. As propriedades principais que os cremes para olheiras devem ter são efeito clareador e suavizante. Entre os ativos eficazes para combater o problema estão: vitamina C, ácido fítico, arbutin e ácido kójico. Dicas * Uma drenagem linfática bem localizada na área dos olhos e testa aumenta a microcircula-


Compromisso com a Cidade. Compromisso com Você

FARROUPILHA, 19 DE SETEMBRO DE 2019

fática em bolsas e olheiras Imagem: Reprodução

ção da região, eliminando o inchaço e as manchas arroxeadas. A drenagem é mais indicada para olheiras edematosas e apresenta resultados rápidos. Mas são necessárias sessões semanais, já que a causa do edema, muitas vezes, é o estilo de vida da pessoa. * Dependendo da avaliação também pode ter a indicação de peelings e laser. * Beba água suficientemente ao longo do dia. Caso sua rotina não inclua uma adequada ingestão de água, a tendência é que o corpo retenha todo líquido ingerido como uma resposta, reação e prevenção. Afinal, nosso corpo é sábio. Caso não provemos aquilo que ele precisa, o corpo fará o possível para guardar e economizar a substância que lhe é escassa. * Espaço da Beleza Centro Estético Independência, 555 – Centro de Farroupilha Fone (54) 3268-5511 WhatsApp: 981.195.645 Fan Page: Espaço da Beleza


Compromisso com a Cidade. Compromisso com você.

FARROUPILHA, 19 DE SETEMBRO DE 2019

Artigo

É possível, e preciso, viver sem dor!

O

s nervos enviam estímulos ao cérebro, ele os manda para o córtex cerebral que identifica que algo não está bem, alguma região está com dor! Sensação que todos sentem em diversos momentos durante a vida, mas ela se torna um problema quando persistente. De acordo com uma pesquisa da Sociedade Brasileira para Estudo da Dor (SBED), 37% dos brasileiros, especialmente os adultos, sofrem com uma dor crônica – denominação utilizada quando esse desconforto persiste por mais de três meses. E ela pode ser debilitante, tendo consequências tanto na condição física quanto psicológica e comportamental, afetando diretamente a qualidade de vida. Há casos em que as pessoas desenvolvem quadros de depressão, pois se veem impedidas de desenvolver atividades simples como ir ao cinema, fazer uma caminhada ou viajar, fazendo-as até mes-

mo se conformarem com esse estado de algia permanente. Mas não é normal viver com dor e não deveríamos nos acostumar com isso. Muitas vezes, o quadro pode ter indicação cirúrgica. Caso de um paciente que me procurou com essa prescrição para sua hérnia de disco extrusa. O quadro era de dor acentuada na região lombar que irradiava para as pernas e limitava grande parte de suas atividades. Mas cirurgia é um procedimento muito delicado e pode acabar envolvendo alguns riscos. E há situações em que o trabalho do fisioterapeuta pode evitar a necessidade da intervenção cirúrgica ou mesmo o uso de medicamentos por longos períodos, o que, felizmente, aconteceu nesse caso. Para chegarmos a resultados como esse, uma profusão de técnicas pode ser utilizada, proporcionando controle e diminuição da dor e aumento do bem-estar. Com este paciente, o tratamento começou com liberação miofascial, seguido de RPG (Reeducação Postural Global), que corrige ou atenua altera-

Divulgação

Gislaine Milena Marton *

ções na coluna. No Brasil, as dores da coluna são as principais causas de afastamento no trabalho, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Foram ainda utilizadas técnicas de alívio da dor com aparelhos de analgesia de alta tecnologia e com o Pilates, que proporcionou melhora no alongamento, flexibilidade e aumen-

to do fortalecimento muscular. Tudo isso evitou a cirurgia e também proporcionou a esse paciente uma vida sem dor que já completa 10 anos. As regatas com o seu veleiro voltaram a ser uma realidade, e as dores constantes são “águas passadas”. Porque é possível viver sem dor! * Fisioterapeuta


Social

Confira as boas pedidas para o feriadão e fim de semana prolongado, na cidade e região, na Social de Valéria Vettorazzi Páginas 6 e 7

Inside

Gastronomia

Rotary Club Farroupilha Nova Vicenza intensifica a venda de ingressos para o 2º Baile do Chopp, no próximo dia 5 Página 9

TrAdicionAlismo

Lembrando os que perpetuaram a cultura Candida Photo Art

Homenagem aos vencedores do Fegart abre o fim de semana

A

7ª edição do Farroupilha Bem Gaúcha, que integra a Semana Farroupilha, iniciou na última sexta. Cerca de 15 mil pessoas se reuniram no Largo Carlos Fetter nos primeiros dias para prestigiar o evento. As atrações seguem até domingo, e um dos destaques acontece nesta sexta. Fazendo valer o tema da edição “Farroupilha Bem Gaúcha Reverencia o Fegart”, às 14h será feita uma homenagem aos farroupilhenses vencedores do concurso, que teve as 11 primeiras edições realizadas no município. “Tivemos muita gente boa premiada e essas pessoas que fizeram com que o tradicionalismo na cidade crescesse e se fortalecesse”, aponta o secretário de Turismo e Cultura, Francis Casali. Confira a lista dos agraciados ao lado e também o resto da programação do evento na página 3.

Agraciado CTG Ronda Charrua foi o grande campeão no Fegart de 1990 em Danças Tradicionais e irá receber um justo reconhecimento

Lista dos homenageados que foram premiados no Fegart

Nome Pedro Pedrozo Claudio Freitas Jose Luis Troes Grupo Musical Os Farroupilhas Luiz Pedro Piano Marciaelisa Busetti Henrique Kroll Alexandre Battisti CTG Ronda Charrua CTG Ronda Charrua CTG Rancho de Gaudérios Rancho de Gaudérios João Alberto Maciel Vozes e Rima Olivo Girelli

Modalidade Chula Gaita Tecla Gaita de Boca Conjunto Vocal Intérprete Vocal Interprete Vocal Gaita de Boca Gaita de Botão até 8 Baixos Danças Tradicionais Conjunto Vocal Instrumental Livre Danças Tradicionais Trova de Martelo Conjunto Vocal Gaita de Boca

Entidade Ronda Charrua Rancho de Gaudérios Rancho de Gaudérios Rancho de Gaudérios Rancho de Gaudérios Rancho de Gaudérios Ronda Charrua Rancho de Gaudérios Ronda Charrua Ronda Charrua Rancho de Gaudérios Rancho de Gaudérios Rancho de Gaudérios Rancho de Gaudérios Ronda Charrua

Ano (classificação) 1986 (2º lugar) 1986 (Destaque Especial) 1986 (3º lugar) 1986 (3º lugar) 1986 (Destaque Especial) 1988 (1º lugar) 1988 (2º lugar) 1989 (2º lugar) 1990 (1º lugar) 1990 (3º lugar) 1990 (1º lugar) 1992 (2º lugar) 1992 (3º lugar) 1993 (2º lugar) 1995 (1º lugar)


Inside

2

FARROUPILHA, 19 DE SETEMBRO DE 2019

Cinemas Imagens: Reprodução

Shopping Iguatemi (RST-453, quilômetro 3,5) Cinemas GNC 1: Abigail e a Cidade Proibida (dublado) - às 14h45min GNC 1: Depois do Casamento - às 17h15min, 19h30min e 21h50min GNC 2: Rambo: Até o Fim - às 14h15min e 19h10min (legendado), 16h30min e 21h40min (dublado) GNC 3: Vai que Cola 2: O Começo - às 15h e 19h30min GNC 3: Divaldo: O Mensageiro da Paz - às 17h e 21h30min GNC 4: It: Capítulo 2 - às 13h40min e 20h10min (dublado), 16h50min (legendado) GNC 5: It: Capítulo 2 - às 14h30min e 21h (legendado), 17h50min (dublado) GNC 6: Corgi: Top Dog (dublado) - às 14h e 16h20min GNC 6: Yesterday - às 18h45min e 21h15min Ingressos: segunda e quinta (exceto feriado e Carnaval) a R$ 24,00 e R$ 30,00 (salas 3d); terça e quartas (exceto feriado e Carnaval) todos pagam meia entrada; sexta a domingo e feriado a R$ 28,00 e R$ 34,00 (salas 3d). Meia entrada todos os dias para menores de 18 anos e maiores de 60 (mediante apresentação de identidade), estudantes (mediante apresentação de Carteira de Identificação Estudantil), pessoas com deficiência (com documento que a comprove), cliente Movie Club Preferencial (cartão verde fidelidade GNC).

Shopping San Pelegrino (Avenida Rio Branco, 425) * Obs: o site do Cinépolis traz apenas os horários dos filmes, mas não informa em qual sala serão exibidos It: Capítulo 2 - às 13h, 14h, 16h30min, 17h30min, 18h30min, 20h e 22h (dublado), 21h (legendado) Corgi: Top Dog (dublado) - às 13h45min e 16h15min Rambo: Até o Fim - às 14h30min, 16h45min e 19h15min (dublado), 21h45min (legendado) Divaldo: O Mensageiro da Paz - às 14h15min, 17h, 19h40min e 22h15min O Rei Leão (dublado) - às 13h15min e 16h Vai que Cola 2: O Começo - às 18h45min e 21h15min Ingressos: nas salas tradicionais, segunda a quarta (exceto feriado) a R$ 23,00 e R$ 11,50 (meia); quinta (exceto feriado) a R$ 25,00 e R$ 11,50 (meia); sexta a domingo e feriado a R$ 26,00 e R$ 13,00 (meia). Nas salas 3d, segunda a quarta (exceto feriado) a R$ 29,00 e R$ 14,50 (meia); quinta (exceto feriado) a R$ 29,00 e R$ 15,00 (meia); sexta a domingo e feriado a R$ 32,00 e R$ 16,00 (meia).

Sala de Cinema Ulysses Geremia (Luiz Antunes, 312) Não Mexa com Ela - quinta a domingo, às 19h30min Ingressos: R$ 10,00 e R$ 5,00 (estudantes e sênior)

Entrando e saindo do circuito A grande estreia deste fim de semana nos cinemas é o quinto filme de uma franquia consagrada. “Rambo: Até o Fim”, do americano Adrian Grunberg, traz a volta do icônico personagem de Sylvester Stallone. Já no Ordovás, desta quinta até o domingo, as últimas sessões de “Não Mexa com Ela”, drama israelense da diretora Michal Aviad


Inside

FARROUPILHA, 19 DE SETEMBRO DE 2019

3

Tradicionalismo Quinta 10h e 14h: tertúlia livre 18h: apresentação artística com Fábio Soares e Grupo 20h: apresentação artística com Grupo Yangos 21h30min: baile oficial Machado e Marcelo do Tchê Sexta 10h: Missa Crioula 13h: apresentação dos campeões do Farroupilha Bem Gaúcha, Danças Tradicionais 14h: ato de homenagem aos tradicionalistas premiados do Fegart 15h: apresentações de danças regionalistas tradicionais com os Centros de Tradições Gaúchas Aldeia Farroupilha, Chilenas de Prata, Rancho de Gaudérios e Ronda Charrua 19h: apresentação artística com Alexandre Batisti e Grupo Paiol 21h30min: apresentação com Os Bertussi Sábado 9h: Jogos Campeiros 10h: tertúlia livre 13h30min: torneio de Truco Cego (trio) 14h: apresentação artística com Grupo Os Seresteiros (Baile da Melhor Idade) 16h: apresentação artística com Olivo Girelli e Grupo Moinho Musical 18h: apresentação artística com Anderson Oliveira e Grupo 20h: apresentação artística com Baitaca e Grupo do Fundo da Grota 22h30min: apresentação artística com Grupo Coza Gaúcha Domingo 10h: tertúlia livre 14h: apresentação artística com Grupo Manotaço 17h: apresentação do Grupo de Danças Folclóricas Os Gaudérios 19h: extinção da Chama Crioula 19h30min: apresentação artística com Grupo Sangue Gaudério

Fotos: Divulgação

Confira os últimos quatro dias de programação da Semana Farroupilha


Inside

4

Crônicas da Redação Ramon Cardoso

ramon@jornalinformante.com.br

Faz tempo que não assisto ao Jornalismo da Rede Globo. Em TV aberta há anos. Em fechada há menos tempo, mas também desconsidero. Um dos poucos que fazem com extrema qualidade é o Globo Esporte. É o programa que há mais tempo assisto, desde meus, sei lá, 6 anos de idade. Na última segunda, liguei a TV para assistir uns minutos antes e peguei o final do Jornal do Almoço, que disseram que mudou recentemente e parece que mudou mesmo: para pior, como se fosse possível. Aí me deparei com um comentário bizarro do Paulo Germano, que estava dando um chilique. Indignado, revoltado porque o governo federal, pelo que percebi no noticiário nacional, estava acabando com as aulas no simulador para quem estivesse tirando a Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Pelo que pude acompanhar, isso iria gerar um custo bem mais baixo, de forma que não entendi direito a fúria do jornalista. Para não cometer nenhuma injustiça antes de escrever, fui atrás da íntegra do JA de segunda. “O que me impressiona é o fetiche, quase patológico, desse governo federal por destruir, por acabar, por aniquilar com determinações que têm uma lógica pelo menos. Acaba com os simuladores, acaba com a cadeirinha de criança (fake news, já que o governo não acabou com ela e pais não precisam de lei para protegerem os filhos, se precisam não deveriam ser pais)... cinco anos depois dos CFCs terem feito um investimento imenso nos simuladores”, destacou Germano. Ou seja, tergiversou para defender uma CNH mais cara. Surreal. Na sequência, ainda emendou. “Eu não tenho conhecimento técnico para dizer se os simuladores estão funcionando ou não”. Se não tem conhecimento, não opina. Isso aí não é conversa de botequim. Para completar, o Sindicato (sempre ele agindo contra a população) dos CFCs do Rio Grande do Sul entrou na Justiça contra a mudança e o desembargador Rogerio Favreto, isso mesmo, aquele que mandou soltar Lula, determinou que os simuladores seguem sendo usados no Estado. A lógica é tão idiota, surreal e nitidamente vinculada ao ódio que a extrema imprensa e essa magistratura militante têm contra o governo federal que é natural constatar que, se o presidente Bolsonaro determinasse a ampliação das aulas no simulador, digamos, de cinco para 10, é bem provável que (pseudo) jornalistas defendessem a extinção do simulador, da mesma forma que juízes (que foram anos filiados ao PT), com o pífio argumento de que as aulas estariam onerando demais o contribuinte. Faltou à reportagem, extremamente tendenciosa, entrevistar alguém desempregado que estava tirando a carteira na esperança de conseguir um emprego, já que a habilitação era um dos pré-requisitos para a vaga. Perguntem para esses milhares de trabalhadores, que estão sem trabalho, se essa redução no valor não é significativa? Perguntem para esses se os R$ 300,00 a menos não farão a diferença? Opa, esqueci que o Jornalismo militante olha apenas um lado. Sigam assim. Vocês não estão contra o governo, mas contra a população de bem.

Agenda

QUINTA

Dancin’ Days, Festa Retrô Casa Milano (RS 122, km 55), às 23h Festa em Dose Dupla no Boteco: Parte 1 Boteco do Chá (Rômulo Noro, 555), às 23h30min Grupo Novo Caso e Vitor Henrique & Gabriel Deck 256 (Gonçalves Dias, 306), às 21h Santa Farra Muinho Club (Mal. Floriano Peixoto, 190), às 22h30min

SEXTA

Acoustic Rock com Arthur Armazém Retrô Pub (Guerino Tartarotti, 162), às 22h

Divulgação

Si hay gobierno (Bolsonaro), soy contra

FARROUPILHA, 19 DE SETEMBRO DE 2019

SÁBADO Festa em Dose Dupla no Boteco: Parte 2 Boteco do Chá (Rômulo Noro, 555), às 23h30min Locais, DJ’s PAN e Pacca Casa Milano (RS 122, km 55), às 23h Sertanejo com Rodrigo Lorenzo Degustare Premium House (Ernesto Fetter, 18), às 22h


Inside

FARROUPILHA, 19 DE SETEMBRO DE 2019

Solidariedade

Casa da Amizade promove palestra com pastora Paula Naegele na próxima quinta Divulgação

Valorizando as atitudes simples Paula Naegele conduzirá a palestra na próxima quinta, e irá desafiar as participantes a refletirem sobre a solidariedade

F

Paulo Roque Gasparetto prgasparetto@terra.com.br

Entendendo sobre o amor

ormada por esposas de membros do Rotary Club, rotarianas e convidadas, a Casa da Amizade de Farroupilha realiza encontros mensais em prol da solidariedade. Neste mês o encontro será na próxima quinta, às 19h30min, com jantar e uma palestra especial com a pastora Paula Naegele, que irá falar sobre “A Solidariedade e o Amor em Movimento”. “Pretendo desafiar a reflexão sobre as atitudes simples que transformam o dia a dia. Como podemos ser solidários em um mundo de aparências”, adianta a pastora sobre o tema da palestra. A Casa da Amizade auxilia de diferentes formas a comunidade farroupilhense. Já cozinharam em eventos como o Bingo da APAE, o Bingo da Amafa e o Costelão do Rotary. Também realizaram jantar para as Voluntárias de Saúde e para a Associação de Prevenção e Combate ao Câncer de Farroupilha, ações para o projeto Levando o Natal Onde o Papai Noel Não Passa, entre outras.

5

Atualmente a diretoria da Casa é formada por Iolanda Trujilo, como presidente; Lúcia Piccolo, como vice; Inelva Berton, como tesoureira; e Adriana Bogoni, como secretária. Caso queira participar do evento que será realizado na quinta, basta entrar em contato pelo fone 981.151.450. O valor do jantar é R$ 40,00 e deve ser pago na hora do evento. Segundo a presidente, para o próximo mês, em alusão ao Outubro Rosa, a palestrante do encontro será Silvia Rossi, da Associção de Prevenção e Combate ao Câncer.

Programe-se O que: Jantar Palestra “A Solidariedade e o Amor em Movimento”, com Paula Naegele Quando: próxima quinta, às 19h30min Onde: salão de festas do edifício San Martan (Independência, 80) Quanto: R$ 40,00

Sínodo da Amazônia No mês de outubro, durante três semanas, mais de 250 integrantes da Igreja Católica, além de indígenas, ribeirinhos e cientistas de nove Países, que fazem parte da Floresta Amazônica, se reunirão no Vaticano para o “Sínodo da Amazônia”. Uma reunião com lideranças da Região Pan-Amazônica, incluindo Bolívia, Brasil, Equador, Peru, Colômbia, Venezuela, Guianas e Suriname, para refletir o seguinte tema: “Amazônia: novos caminhos para a Igreja e para uma ecologia integral”. O que é um Sínodo? A palavra “sínodo” vem de duas palavras gregas: “syn”, que significa “juntos”, e “hodos”, que significa “estrada ou caminho”. Logo, o Sínodo pode ser definido como uma reunião dos bispos da Igreja Católica com o papa para discutir algum assunto que precisa de maior atenção. Mas qual é de fato a importância desse encontro? O Papa Francisco foi o responsável por pautar o evento no final de 2017 e desde o início de seu pontificado, há seis anos, elencou a defesa do meio ambiente como ponto central de sua agenda. Assim, o objetivo não é somente discutir novas formas de evangelização na região, mas principalmente debater propostas e estratégias para a preservação de sua biodiversidade, das comunidades tradicionais e como desenvolver um modelo econômico sustentável. Nesta direção, sabemos que a região amazônica está sendo sugada nas suas fontes naturais, florestas, rios por interesses políticos, econômicos e financeiros. Os povos indígenas estão sofrendo ameaças nas suas terras, florestas, rios nas quais se servem das águas, mas que estão sendo poluídas por minérios. É preciso defender a vida, a biodiversidade e enfrentar a exploração em todos os sentidos. Nos últimos 10 anos 300 pessoas foram assassinadas por defenderem a Floresta Amazônica. O documento preparatório do sínodo, produzido após consultas a mais de 80 mil pessoas que vivem nas comunidades amazônicas dos nove Países e que servirá de guia das discussões, antecipa a preocupação com a ecologia. Entre os temas relacionados à Igreja encontram-se as questões das tradições locais e assistência pastoral no vasto território da Amazônia. Outro ponto, até bastante polêmico, é o estudo da possibilidade de, na falta das vocações sacerdotais, serem ordenados homens casados, de boa índole moral e provenientes das comunidades locais. * Pároco da Paróquia Sagrado Coração de Jesus e doutor em Comunicação


Arquivo Pessoal

P

Júnior Machado

Parceria

resença constante no Jantar do Peixe, o Jornal Informante, na 19ª edição, firma parceria com a Vinhos Cappelletti no patrocínio de uma cozinha. Fabiano Gasperin, a esposa Valéria Gasperin e Letícia Arsego Gasperin irão prepara o cardápio “Filé Wellington Surpresa dos Chefs e Ceviche Peruano Gourmet”. Interessados no prato? Ingressos podem ser adquiridos na sede do Jornal ou pelo WhatsApp (54) 991.949.192.

Semana Gaúcha

A Cervejaria Guarnieri prepara uma programação especial para celebrar a Semana Farroupilha e para quem gosta de churrasco. Neste sábado e domingo, o espaço servirá sandubas feitos no estilo Argentino pelo Fuego Argento. As 10 torneiras do Pub da Fábrica estarão abertas das 14h às 18h e acontece show com a banda Kiff3r.

Thaís Vedovelli Fiorio curtiu recente férias nos Estados Unidos e, na foto, se diverte nos Vinhedos de Napa Valley, na Califórnia

PagoNejo

Lucas Muller curtiu o Baile da AFEI, que rolou no sábado

Para animar a véspera de feriado o Deck256 preparou atrações em dose dupla. Na noite desta quinta rola pagode com o Grupo Novo Acaso e show sertanejo com Vitor Henrique & Gabriel.

Fique por

Risclif Spinelli/Multifotos

Daniela De Rocco

Cristiano Onzi e Angélica Bortoncello celebraram seu amor no último sábado. A cerimônia foi realizada na Igreja Matriz de Farroupilha e os festejos ocuparam o CTG Ronda Charrua. Denise Balbinot Colombo esteve a cargo da recepção e cerimonial

Residents

No dia 28 rola a fe Muinho Club. Os DJ’s d., JOJO e Mau Maioli ta eletrônica. Na pist banda Long John. Vis conscientização sobre trazida pelo Setembr chegar com um amigo ingresso liberado.

Eventos

A fofa Ana Clara completou seu primeiro aninho no domingo, ao lado dos pais Ionara Castilhos e Rodolfo Paesi, na Ticabum Festas

Denise Balbinot Co te do evento Papo de edição acontece no d e o projeto foi pensad público que busca solu to de casamento, form e festas em geral. As mitadas e mais inform obtidas pelo fone (54)


Junior Machado

Arquivo Pessoal

Felipe Fruet e Deigliani Lermen no Baile da AFEI, que reuniu jovens da cidade no Clube do Comércio Os amigos Larissa Zuco e Samuel Kaster durante recente viagem de férias em Jericoacoara, no Ceará

Dentro

esta Residents, no Caio Busetti, Cris comandam a pista 2 rola show da sando incentivar a e a saúde mental, ro Amarelo, quem o até à 0h tem seu

olombo está à frene Festa. A primeira dia 31 de outubro do para atender ao uções no segmenmatura, aniversário s inscrições são limações podem ser ) 991.535.554.

#SELFIEDASEMANA

Rafael Dai Prá e Luiza Zeni no Salar de Uyuni, na Bolívia, durante suas férias pela América Latina

Arquivo Pessoal


Inside

8

Fabrício Oliboni fabrioliboni@gmail.com

Expectativas

FARROUPILHA, 19 DE SETEMBRO DE 2019

Religiosidade

Pregação em Talian Farroupilha sedia evento mundial das Testemunhas de Jeová nos dias 27 a 29

* Agente de intercâmbio e bacharel em Relações Internacionais

Yasmin Signori Andrade

Dizem por aí que é aconselhável criar várias coisas. Gatos, cachorros, animais silvestres, plantas, etc. No entanto, tem uma exceção, que seria a de criar expectativas. Iludir-se demais, criar ilusões, viver lá adiante, estar muito propenso a decepções... coisas do tipo. A lógica por trás de tal pensamento é de que se for algo ruim, as expectativas criadas antes só geraram estresse e preocupações desnecessárias. Não valia a pena, e muito tempo foi gasto em cima de uma ilusão, por assim dizer. Se der certo, excelente! Contudo, gastamos muita energia e tempo se preocupando por nada, já que no final deu tudo certo. Sempre que possível, não espere por nada, apenas surpreenda-se. Em uma análise fria e racional, tá certo. Difícil discordar disso, pois é uma lógica que deixa pouca ou nenhuma margem para falhas. Preocupar-se e dar certo no final é muito bom, mas essa expectativa desmedida poderia ter dado lugar a outras coisas. Expectativa grande de algo que não foi como o que era idealizado é bem ruim, e duplamente. Logo, é um pensamento que deixa pouco espaço para contestações. Sem expectativas, sem decepções. Certo? Contudo/no entanto/todavia, sabemos que as coisas não funcionam em uma lógica super racional a todo momento. Somos passionais, falhos e nos levamos pelas expectativas. No fundo, todos sabemos que o ideal seria manter as expectativas distantes das nossas mentes e corações. Sim, sabemos, e lutamos contra isso diariamente, e por várias coisas. Em algumas situações eu evito criar expectativas, sim. Eu falei evitar, pois na maioria delas eu não consigo ficar indiferente. Já quebrei a cara, me decepcionei bastante e talvez tenha perdido muito tempo com possíveis cenários que não se concretizaram. Por outro lado, acho chato viver dessa forma. Entediante eu diria. É algo que muitos falam com superioridade, dizendo que é um absurdo alimentar expectativas. Ao meu ver, esse posicionamento pode indicar querer fugir de alguma responsabilidade, evitar algum envolvimento. No fundo, acredito que todos esperamos alguma coisa de alguém, de alguma coisa e de nós mesmos. Faz parte da natureza humana. Na real, sofrer é parte do processo de evolução, e evitar a todo custo isso é não querer crescer. Viver sem ter essas expectativas me dá uma sensação de vazio, de faltar emoção, de não estar vivendo algo como se deveria. Pode dar errado, sim, sempre há essa possibilidade. As expectativas nos impulsionam. Podemos superar um dia complicado apenas ao pensar no que está por vir em uma semana. A palavra expectativa é irmã da palavra esperança, né?! Se não formos tentar ver o lado positivo das coisas e viver sob um céu cinza, apenas à mercê de alguma surpresa, acho que aí complica. Vamos a um jogo de futebol com expectativas de que o nosso time ganhe. Presenteamos alguém esperando por um sorriso. Saímos com alguém aguardando por um contato de aprovação no dia seguinte. As relações humanas pedem interações. Ou seja, sempre estamos esperando algo um do outro. Surpreender-se positivamente é muito bom, obviamente. Talvez o ponto seja saber lidar com a quebra de expectativas, mas sem deixá-las de lado. Talvez.

Recebendo a palavra de Deus em Talian Paulo Ricardo Cecconello, representante de Farroupilha, e Lineu Postal, representante de Caxias do Sul das Testemunhas de Jeová, convidam a comunidade para o evento

P

ela primeira vez Farroupilha irá sediar um dos congressos que acontece anualmente das Testemunhas de Jeová. O evento “O Amor Nunca Acaba” irá acontecer em mais de 200 Países e será falado em 400 idiomas. Em Farroupilha, ocorre nos dias 27 a 29 de setembro, no Centro de Eventos Mário Bianchi, no dialeto Talian. “Além de pregarmos aquilo que está na Bíblia, esse evento tem um apelo cultural por causa da língua. Faz parte de uma profecia da Bíblia que diz que devemos levar a palavra de Deus a todos os continentes e em todas as línguas possíveis”, declara Lineu Postal, representante local das Testemunhas de Jeová. Estão sendo esperadas cerca de 350 pessoas para o evento, inclusive visitantes de Santa Catarina. O congresso é inteiramente gratuito e toda a comunidade está convidada a participar. O programa vai considerar como os ensinos da Bíblia podem

ajudar as pessoas de modo prático. Na sexta, a atividade irá abordar como o amor ajuda a vencer as dificuldades, no sábado será uma análise dos princípios bíblicos que estão ajudando maridos, esposas e filhos a mostrarem seu amor, e no domingo o discurso é para vencer o preconceito e o ódio, tudo em Talian. Além disso serão reprisados filmes e haverá a presença de convidados especiais. Mais informações podem ser obtidas pelo site jw.org/pt/testemunhas-de-jeova/congressos/, bem como a programação na íntegra.

Programe-se O que: Congresso “O Amor Nunca Acaba” das Testemunhas de Jeová Quando: dias 27 a 29 Onde: Centro Municipal de Eventos Mário Bianchi Quanto: evento gratuito


FARROUPILHA, 19 DE SETEMBRO DE 2019

Inside

Gastronomia

9

Dolores Maggioni doloresmaggioni@terra.com.br

Diversão com solidariedade

Recado de uma saudade

2º Baile do Chopp, realizado pelo Rotary Nova Vicenza, acontece em 5 de outubro Divulgação

Canecos prontos Evento já está com ingressos à venda com os integrantes do clube de serviço

C

omo o objetivo de arrecadar fundos para o Rotary Club Farroupilha Nova Vicenza, que presta serviço importante auxílio à comunidade, será realizado o 2º Rotary Chopp Fest Oktoberfest. Ele acontece no dia 5 de outubro, às 22h, no Centro Municipal de Evento Mário Bianchi, no Parque Cinquentenário. Um cardápio especial será servido e a noite será regada a chopp artesanal. O valor por casal é de R$ 200,00. Os ingressos podem ser adquiridos com qualquer rotariano ou por meio do Facebook da entidade. No ano passado cerca de 300 pessoas compareceram ao evento para prestar sua solidariedade e ainda se divertir. Neste ano a expectativa é de 450 pessoas. “O valor arrecadado será utilizado para nossa Campanha da Visão, com doação de consulta oftalmológicas, armações e lentes para crianças carentes das escolas públicas de Farroupilha”, adianta o diretor de

Relações Públicas do Nova Vicenza, Paulinho Raota. O projeto “De Olho no Futuro” já é consolidado na entidade e tem o objetivo de contribuir para a melhoria do processo de aprendizagem, identificando problema visuais em crianças do Ensino Fundamental na Rede Municipal.

Confira o cardápio do 2º Baile do Chopp

Galeto, batata frita, frios, cuca, água, refrigerante e chopp artesanal

Programe-se O que: 2º Baile do Chopp do Rotary Nova Vicenza Quando: dia 5 de outubro Onde: Centro Municipal de Eventos Mário Bianchi Quanto: R$ 200,00 o casal

Sou tua saudade! Ando pelos campos, saudando as borboletas, descobrindo as flores nas veredas, escutando o riso oculto do arvoredo... quantas chuvas caíram para que eu viesse, ainda molhada de intraduzível orvalho, trazendo o aconchego dos abraços e ensinando a linguagem dos abismos Doce é o fruto que se acolhe do tempo. Não a lembrança do que passou, mas a advertência de que passamos e nos deram um minuto para beber a eternidade. Sou tua saudade. Vizinha da volúpia e de um coro de serafins descendo a escadaria dos céus. Embelezo o teu dia dobrando cautelosamente a bainha da túnica dos tempos, atravesso as tuas horas sem molestar as gaivotas em seus voos ou as flores em seus canteiros. Que fizeste de tua vida? Não és aquela que, fascinada pelo gênio do desconhecido, içou as velas de um barco de vidro e rumou águas sem rumo? Não és aquela que inventou, desde a mais tenra infância, um vocabulário poético para conversar com a vida? Acorda. Não vês que é esta a hora da sonoridade das canções... do desfilar das enfeitadas caravanas... dos magníficos róseos crepúsculos? Não é esta a hora em que as lâmpadas se apagam e os navios temem que os outros portos não existam, sequer é esta a hora em que as estrelas passam por detrás dos sentimentos que te inundam... Sou eu... tua saudade. A mesma que te viu dançar ignorando o ranger das caravelas, a mesma que te viu abrir o trinco das tardes enfeitiçadas, escancarar os vitrais dos momentos das felicidades realizáveis, dos amores passionais, dos segredos das areias dançando no vento, dos pássaros transtornando as aragens macias. Espectadora de ti mesma, compões com maestria a clara geometria do silêncio e esqueces que guardas em ti o tesouro de estar amando, de estar sentindo um lúcido amor maior que a vida, porque a ultrapassa e semeia a tua alma lá onde a duração se consome no recado das marés, onde a ausência desvia o coração cativo e anula qualquer distância, onde cantam as cordas fantásticas da harpa da ternura, onde riem teus sonhos em soberbas gargalhadas, porque em teus braços reside um pacote de estrelas, na oferta de cristal e incenso, para teu singular modo de querer bem... Sou tua saudade. Abre a janela... perde teus passos na valsa imaginária, obedece os sinais da vida e dos sonhos, perde teus olhos nos rios que correm por entre musgos e cascalhos, nas matas, nas flores fugidas dos seus caules para assumirem a condição de borboletas...Em tudo há uma secreta aliança com o universo. Deixa cantar teu coração, descobrir o ignorado, desvendar o mundo, dar configuração ao imaginário, na missão de continuar tarefa da poesia para que ela não desapareça e transmita o intraduzível. Um dia partirás... entre dores e fanfarras... mas Ela, a Poesia, permanecerá afirmando que exististe e tentaste cumprir o mandato inefável. Desperta. Ouve a música que presume o dia desde a azul da amplidão da abóbada celeste. O domingo se assenta em teus joelhos... e se a substância domingueira deve guiar-te neste momento em que te divides entre o parco cotidiano e o sublime pressentido oculto nos lírios do teu jarro, alça ao céu o depositário das tuas vertigens e oferece-te aos deuses, sem, contudo, importuná-los com tuas vacilações. E que o céu esteja nu... sem aviões, sem passarinhos e sem anjos... apenas enfeitado com a imagem daquele a quem tu amas com toda a plenitude de um amor tão sem igual. Fica bem. Tua saudade. * Poetisa


Inside

10

Sétima Arte

FARROUPILHA, 19 DE SETEMBRO DE 2019

Meia dúzia louco por uma “Fúria em Alto Mar” aborda uma perspectiva de conflito entre americanos e soviéticos a partir de um foco de insurgência no governo russo

U

m exercício militar confidencial do submarino americano USS Tampa Bay, que segue os passos do submarino Konek, da Federação Russa, acaba de maneira trágica quando uma explosão ocorre na embarcação soviética, seguida de um torpedo que atinge a americana no Mar de Barents, em águas russas. Como a ação era secreta, não demora para ocorrer uma intensa mobilização das Forças Armadas americanas, que busca abafar o incidente e evitar um imbróglio diplomático de proporções gigantescas. Logo Jayne Norquist (Linda Cardellini), conselheira da presidente americana, pressiona o almirante John Fisk (Common) a dar uma resposta satisfatória sobre a tragédia que, a julgar pelas primeiras movimentações dos russos, está longe de ser algo isolado e pode desencadear um grande conflito. Ele, por sua vez, ao conversar com Charles Donnegan (Gary Oldman), o comandante das Forças Armadas, aconselha o envio de outro submarino, o USS Arkansas, para resgatar as informações militares que estavam no submarino destruído.

Quem é indicado para o comando é o experiente militar Joe Glass (Gerard Butler), que não demora muito para mostrar sua linha de atuação para os subordinados. O grande problema, constatado imediatamente, é que as movimentações russas na região foram desencadeadas antes mesmo do incidente, o que levanta suspeitas. O presidente russo Nicolai Zakarin (Aleksandr Dyachenko) é deslocado para o local a pedido do ministro da Defesa, Dimitri Durov (Michael Gor), e não demora muito para o militar mostrar qual sua real intenção no caso. Suspeitando de uma insurgência militar russa, o governo americano envia, além do submarino, agentes de elite para monitorar a situação na Base Naval de Polyarny, não muito distante do acidente, com o comando do experiente Bill Beaman (Toby Stephens), liderando a equipe que conta com Devin Hall (Michael Trucco), Matt Johnstone (Ryan McPartlin) e o novato Paul Martinelli (Zane Holtz). Na ação do submarino, o Arkansas acaba resgatando militares soviéticos que estavam no Konek, entre eles, o capitão Sergi Andropov (Michael Nyqvist). Quando fica claro a tenta-


FARROUPILHA, 19 DE SETEMBRO DE 2019

Inside

11

Sétima Arte

guerra em escala global Divulgação

Lado a lado Os comandantes Sergi Andropov (Michael Nyqvist) e Joe Glass (Gerard Butler) têm que unir forças para evitar o pior: nunca uma colaboração entre soviéticos e americanos se fez tão necessária

Imagem: Reprodução

tiva de golpe resta aos Estados Unidos tentar restabelecer a ordem de comando em Moscou antes que um conflito, desejado por muitos, seja, de fato, desencadeado. Baseado no livro “Firing Point”, dos escritores americanos George Wallace e Don Keith, “Fúria em Alto Mar” até traz um enredo interessante ao misturar assuntos políticos e militares, mas perde a mão na iminência de um embate nuclear que é potencializado ao extremo e recua em diversas oportunidades, fora a surrealidade da investida secreta dos agentes especiais americanos em solo russo. O cineasta sul-africano Donovan Marsh, apoiado no roteiro dos americanos Jamie Moss e Arne Schmidt, até conseguiu reunir um elenco de qualidade, mas as idas e vindas deixam o filme enfadonho, repetitivo e extremamente previsível. Há claras e evidentes referências a “Caçada ao Outubro Vermelho”, mas o absurdo dos desdobramentos ao longo da trama acabam por tirar ela de uma dinâmica necessária para a manutenção da tensão que poderia permear a história do início ao fim e não somente em momentos pontuais.

Título original Hunter Killer Título traduzido Fúria em Alto Mar Direção Donovan Marsh Roteiro Arne Schmidt Jamie Moss Gênero Ação Duração 121 minutos País Estados Unidos Ano de produção 2018 Estúdio Millennium Media Original Film G-Base Distribuição Imagem Filmes Califórnia Filmes


12

Horóscopo Áries - 21/03 a 20/04

Você tem a oportunidade de mudar seu curso profissional e de ampliar as possibilidades de investimentos e de ganhos materiais. É um excelente semana para se libertar de padrões que impedem o seu desenvolvimento profissional. Esteja atento a convites.

Touro - 21/04 a 20/05

É um excelente semana para se posicionar e para ficar atento a novos caminhos que se apresentam a você. O campo afetivo é mexido favoravelmente. A vida lhe faz um convite para que você perceba o seu potencial e, assim, o desenvolva.

Gêmeos - 21/05 a 20/06

O seu crescimento se dá por meio de novas posturas, mas também por meio da reserva. Os passos devem ser dados com consciência das responsabilidades e dos compromissos. Há decisões favoráveis para administrar o imóvel ou os assuntos familiares.

Câncer - 21/06 a 20/07

Os amigos participam dos seus projetos e compartilham ideias para que seja possível dar novos passos. Você se sente seguro e amparado a tomar decisões neste novo ciclo. A fé deve ser exercitada.

Leão - 21/07 a 22/08

O céu lhe dá a oportunidade de mudar o curso profissional e de direcionar os planos com maior desenvoltura. Há permissão para conduzir os planos com intenções mais claras e objetivas para obter o retorno financeiro que almeja.

Vírgem - 23/08 a 22/09

Uma nova forma de perceber a vida lhe traz novas oportunidades tanto para estudos quanto para experiências em outra cidade. Você é levado a decidir e a se posicionar. Para obter o sucesso que almeja, é necessário ampliar o seu campo de visão sobre coisas, pessoas e fatos.

Libra - 23/09 a 22/10

É uma boa semana para obter discernimento sobre decisões que o afligem em silêncio. Uma mudança interna o ajuda a realizar mudanças profundas sobre como deve atuar em família ou para resolver questões de imóvel.

Escorpião - 23/10 a 21/11

O cônjuge ou uma pessoa importante para o seu desenvolvimento está aberta a se posicionar e a compartilhar ideias que movimentam os projetos em comum. Com medida, ambos despertam para as decisões certas.

Sagitário - 22/11 a 21/12

Você está cercado de oportunidades profissionais que são viáveis ao seu desenvolvimento, porém a vida exige de você sabedoria para filtrar como deve agir. Tenha atenção com o julgamento que pode vir carregado de ressentimentos e de mágoas.

Capricórnio - 22/12 a 20/01

Os filhos passam por excelente desenvolvimento profissional e financeiro. Para você, é necessário ampliar as possibilidades e acreditar mais em seu potencial. A vida lhe traz novas experiências, e isso é positivo para o seu crescimento.

Aquário - 21/01 a 19/02

A família passa por novas oportunidades, o que gera crescimento a todos. É importante ter coragem para encarar as experiências como uma oportunidade de ser você mesmo e, assim, amadurecer as suas decisões.

Peixes - 20/02 a 20/03

Você tem a oportunidade de perdoar e seguir com leveza a sua jornada. A relação com as pessoas passam por curas, o que lhe dá a possibilidade de se expressar com verdade e amorosidade. Busque refletir sobre o que não está sob o seu controle.

Inside

FARROUPILHA, 19 DE SETEMBRO DE 2019


FARROUPILHA, 19 DE SETEMBRO DE 2019

VENDO TERRENO. Excelente localização, a UMA QUADRA DO MAR, em Arroio do Sal, próximo a todos os recursos: supermercado, sorveteria, padaria, posto de saúde. Tratar direto com proprietário. (54) 9 9972.6708 – Bento Gonçalves (RS). ALUGUEL: direto com a proprietária SALA COMERCIAL, com dois banheiros, na Independência, com 168m², no Bairro São Luiz. Fones: 9 9951.3583 / 3268-1062. VENDO LOJA DE AUTOMÓVEIS: RSC 453 próximo ao trevo Santa Rita com clientela e nome consolidados. Tratar (54) 9 9118.1642. VENDE-SE TERRENO DE ESQUINA, com 1.377m², a uma quadra da rodoviária e do Shopping Centro de Compras. Contatar através do telefone: (54) 9 9118.1642.


2

FARROUPILHA, 19 DE SETEMBRO DE 2019


Profile for Informantef Informantef

Edição 606  

Jornal Informante (Farroupilha/RS)

Edição 606  

Jornal Informante (Farroupilha/RS)

Advertisement