Page 1

FARROUPILHA

|

ANO XII

| EDIÇÃO 602

| 23 DE AGOSTO DE 2019 |

R$ 3,00

Meninas rubro-verdes iniciam Gauchão de olho no Brasileirão

Com a Dupla Gre-Nal garantida na elite nacional no próximo ano, melhor time do interior assegura vaga gaúcha na Série A2 em 2020 Páginas 2 a 7 e Editorial INSIDE

Da Literatura para os palcos

CIDADE

INSIDE

Investindo mais na segurança Tradicionalismo ocupa a cidade

Sesc traz peça “O Vendedor de Sonhos” BM lança cartilha e repassa veículo na quinta, às 20h, no Auditório do CFar para policiamento de Caravaggio Capa Página 14

Classificatória do Enart no fim de semana e Farroupilha Bem Gaúcha anunciada Páginas 3, 8 e 9

Ramon Cardoso

MATÉRIA ESPECIAL


2

FARROUPILHA, 23 DE AGOSTO DE 2019

GAUCHÃO FEMININO

Meninas rubro-verdes buscam Semifinalista em seu ano de estreia, Brasil entra em campo domingo, contra o Grêmio, nas Castanheiras, de olho na vaga gaúcha para o Brasileirão Série A2

Brasil Feminino

Q

uando as meninas rubro-verdes pisarem no gramado do Estádio das Castanheiras, no domingo, às 15h, diante do Grêmio, o foco está, obviamente, na disputa estadual, mas o sonho das atletas atravessa as fronteiras do Rio Grande do Sul. Com o retorno do Tricolor à elite, onde já estava o Internacional, a equipe de melhor performance do interior garante a vaga gaúcha para o Brasileirão Série A2. É motivação mais do que suficiente para um grande Gauchão. O exemplo está em casa. Em 2018, no ano de estreia do time na competição estadual, o Brasil Feminino fez bonito e, entre 10 times, finalizou a participação em 4º, avançando até a semifinal. Está é a primeira meta: figurar na próxima fase. São apenas seis equipes que estão envolvidas no Gauchão 2019 e ingressar na fase de mata-mata deixa o objetivo de assegurar vaga na disputa nacional mais próximo. Apesar da ansiedade e expectati-

va, que sempre envolvem uma partida de estreia, ainda mais diante da atual campeã estadual, o grupo não deve sentir a pressão, tendo em vista que a grande maioria integrou o time no ano passado (veja relação das 37 atletas e comissão técnica nas páginas 4 a 6) e está atuando desde o início do projeto no clube, em 2017. O rubro-verde também se reforçou para a disputa, com a chegada da dupla Gilvane (zagueira) e Luane (zagueira/volante), que estavam no Internacional e disputaram o Brasileirão Sub-18 pela equipe colorada. Luane se destacou no Gauchão passado, atuando pelo Estrela, de onde também chega a volante Kaci. As demais estreantes foram avaliadas em torneios de futsal e futebol pela região e outras foram aprovadas em peneiras promovidas pelo Brasil. “A preparação vem sendo feita desde o começo de fevereiro. Participamos de dois torneios, conquistando o título em um e ficamos com o vice em outro. A expectativa é muito postiva, de fazer um bom Gauchão até porque o time se reforçou, chegaram novas atletas e, sobretudo, porque mantivemos uma base”, destacou o técnico Fernando Varani. A projeção é feita com base da performance de 2018, quando a equipe debutou na competição estadual. “É uma situação diferente da vivida ano passado, quando fizemos a estreia e não tínhamos um parâmetro, não sabíamos o que iríamos enfrentar. Neste ano temos o objetivo de buscar a vaga na Série A2 do Campe-

onato Brasileiro e conquistar o título de campeão do interior”, ressaltou o comandante rubro-verde. Os treinos foram intensificados ao longo das últimas semanas, sempre às quartas e sextas à noite, nas Castanheiras, mas nem sempre puderam contar com todas as jogadoras, tendo em vista compromissos com estudo e trabalho, uma realidade para as equipes do interior gaúcho. O treinamento desta sexta deve definir os últimos detalhes para o duelo dominical contra as gremistas. Os grandes jogos da competição, contra a Dupla Gre-Nal, são os únicos em

Apronte Treino da última sexta à noite também foi marcado por longa conversa entre atletas e comissão técnica, buscando ajustar, na base do diálogo, questões pontuais antes da estreia na competição estadual, diante do Grêmio, atual campeão, neste domingo

que as meninas rubro-verdes atuam como mandante no turno, enquanto visitam as rivais na primeira metade do Gauchão (confira o caminho do Brasil Feminino no estadual na página 7). Em compensação, no returno recebe nas Castanheiras as oponentes diretas por uma vaga no nacional.


FARROUPILHA, 23 DE AGOSTO DE 2019

Ramon Cardoso

sonho nacional via Gauchão

3


4

FARROUPILHA, 23 DE AGOSTO DE 2019

MENINAS RUBRO-VERDES

Conheça elenco e comissão Fotos: Ramon Cardoso

Com base do ano passado, que finalizou o Gauchão em honroso 4º lugar, mantida e reforçada, equipe farroupilhense conta

Gil

Gilvana Vigolo Posição: goleira Idade: 37 anos Ibiraiaras (RS)

Malu

Marluci Araldi Posição: zagueira Idade: 30 anos Farroupilha (RS)

Karol Paulista

Débora

Karoliny de Paula Queiroz Posição: goleira Idade: 20 anos Guarulhos (SP)

Ana Débora de Oliveira Posição: goleira Idade: 29 anos Roque Gonzales (RS)

Ana

Ifi

Ana Karine Klaus Posição: zagueira Idade: 38 anos Dois Irmãos (RS)

Ifigênia Maria Grezzana Posição: zagueira Idade: 31 anos Caxias do Sul (RS)

Milena

Tai

Adri

Gilvane

Milena Schäfer Posição: goleira Idade: 22 anos Caxias do Sul

Adriana Moraes Posição: zagueira Idade: 25 anos São José do Cedro (SC)

Tainara Ferreira Posição: lateral direita Idade: 23 anos Caxias do Sul (RS)

Gilvane Cavasin Posição: zagueira Idade: 18 anos Pinhalzinho (SC)

Tati

Tatiéli Angelica Pozza Posição: lateral direita Idade: 25 anos Planalto (RS)

Vick

Victoria Kryzozun Posição: zagueira Idade: 23 anos Caxias do Sul (RS)


5

FARROUPILHA, 23 DE AGOSTO DE 2019

técnica do Brasil Feminino com 37 atletas e, com elas, tem a pretensão de ser a melhor do interior e, com isso, ingressar em inédita disputa nacional Fotos: Ramon Cardoso

Maria

Bianca Vergani Posição: zagueira Idade: 18 anos Caxias do Sul (RS)

Vergani

Laís

Deh

Delaine Werlang Fattore Posição: lateral esquerda Idade: 21 anos Sete Quedas (MS)

Janaina Pedruzzi Posição: lateral esquerda Idade: 28 anos Barão (RS)

Luane Francine Eckhardt Posição: volante/zagueira Idade: 18 anos Estrela (RS)

Bruninha

Bruna Fachini

Bianca

Josi

Kaci

Bruna

Bruna Borges Andrade Posição: volante Idade: 17 anos Caxias do Sul (RS)

Bruna Ribeiro Fachini Posição: volante Idade: 23 anos Farroupilha (RS)

Laís Gaio Posição: zagueira/volante Idade: 15 anos Farroupilha (RS)

Bianca Castro Posição: volante Idade: 20 anos Caxias do Sul (RS)

Josiele Luana Morais Posição: volante Idade: 26 anos Planalto (RS)

Jana

Luane

Maria Eduarda Panizzi Posição: zagueira Idade: 18 anos Bento Gonçalves (RS)

Kacielly Mello Posição: volante Idade: 16 anos Santa Cruz do Sul (RS)

Bruna Galiotto Posição: meia Idade: 23 anos Nova Pádua (RS)


6

Fotos: Ramon Cardoso

FARROUPILHA, 23 DE AGOSTO DE 2019

Letícia

Luana

Fraa

Zardo

Nicoly

Andressa

Heid

Laura

Edina

Lis

Fernando Varani

Letícia Kerschener Posição: meia Idade: 20 anos Caxias do Sul (RS)

Nicoly Gomes Rodrigues Posição: atacante Idade: 18 anos Caxias do Sul (RS)

Edina Giordani Posição: atacante Idade: 27 anos Taquara (RS)

Luana de Valença Elmers Posição: meia Idade: 24 anos Ijuí (RS)

Andressa Caroline Sobieray Posição: atacante Idade: 25 anos Erechim (RS)

Lis dos Santos Neis Coordenadora Geral Idade: 18 anos Sobral (CE)

Francieli D. Mariani Posição: meia atacante Idade: 22 anos Farroupilha (RS)

Heid L. Klipel dos Santos Posição: atacante Idade: 16 anos Caxias do Sul (RS)

Fernando Varani Júnior Técnico Idade: 33 anos Porto Alegre (RS)

Renata Zardo Velho Posição: meia atacante Idade: 18 anos Caxias do Sul (RS)

Tuca

Graziela Estevo Posição: meia atacante Idade: 25 anos Farroupilha (RS)

Bruna

Pati

Patricia Heisler Posição: atacante Idade: 24 anos Caxias do Sul (RS)

Pâmela

Laura Maciel de Oliveira Posição: atacante Idade: 21 anos Caxias do Sul (RS)

Bruna Favero Kaplan Posição: atacante Idade: 22 anos Carlos Barbosa (RS)

Pâmela B. dos Santos Posição: atacante Idade: 21 anos Farroupilha (RS)

Paulo

Aurélio

Dionatan

Odemir Paulo Motterle Auxiliar técnico Idade: 47 anos Flores da Cunha (RS)

Aurélio dos Santos Preparador físico Idade: 38 anos Palmitinho (RS)

Dionatan Rodrigues Preparador de goleiros Idade: 27 anos Cachoeira do Sul (RS)


7

FARROUPILHA, 23 DE AGOSTO DE 2019

GAUCHÃO FEMININO

Turno com a Dupla em casa e visita às rivais do interior: veja a tabela das meninas rubro-verdes A tabela da competição estadual reserva grandes jogos para o Brasil Feminino como mandante no turno, encarando os favoritos na disputa, a Dupla Gre-Nal, e visitando adversárias do interior. No returno, com tabela espelhada, as meninas rubro-verdes saem para pegar a Dupla e recebem as rivais do interior. As quatro melhores avançam às semifinais e, quem passar, briga pelo caneco do Gauchão 2019 2ª rodada

X

1ª rodada

X 3ª rodada

X

Domingo, às 15h Estádio das Castanheiras (Farroupilha) Ingressos: R$ 5,00 Entrada franca: sócios 2019 e atletas das categorias de base identificados Serviço de bar: estará disponível e a cargo do Departamento de Futebol Feminino

4ª rodada

X

Dia 1º/09, às 15h Estádio 20 de Setembro (Candiota)

Dia 22/09, às 15h Estádio dos Eucaliptos (Canoas)

Dia 29/09, às 15h Estádio das Castanheiras (Farroupilha)

5ª rodada

6ª rodada

7ª rodada

X

X

X

Dia 6/10, às 15h Estádio a definir (Erechim)

Dia 20/10, às 15h Estádio das Castanheiras (Farroupilha)

Dia 27/10, às 15h Local e estádio por definir

8ª rodada

9ª rodada

10ª rodada

X Dia 3/11, às 15h Estádio das Castanheiras (Farroupilha)

X Dia 10/11, às 15h Estádio das Castanheiras (Farroupilha)

X Dia 17/11, às 15h Estádio Antônio Vieira Ramos (Gravataí)


8

FARROUPILHA, 23 DE AGOSTO DE 2019

MP da Liberdade seus impactos na do trabalho Fernanda Andreoli *

A

Comissão Mista do Congresso Nacional aprovou o relatório da Medida Provisória nº 881/2019, conhecida como MP da Liberdade Econômica, ainda intitulada como a Declaração de Direitos de Liberdade Econômica. Tal aprovação aproxima ainda mais a possibilidade de novas mudanças significativas na legislação trabalhista. Um dos temas mais polêmicos e que provoca inúmeros questionamentos diz respeito à duração do trabalho, mais especificamente da permissão de trabalho aos finais de semana e feriados. Atualmente a legislação trabalhista estabelece remuneração diferenciada aos trabalhadores que exerçam atividades aos finais de semana e feriados, obrigando inclusive, a empresa que exige o trabalho nestes dias, que institua uma escala especial de folgas para tais funcionários, que serão usufruídas durante a semana. A MP, que é elogiada por economistas e integrantes do mercado financeiro pretende a redução de tais encargos para as empresas, objetivando, desta forma, desonerar a folha de pagamen-

to e contribuir com a redução das taxas de desemprego. O governo defende que tal medida visa aumentar o espaço da livre iniciativa e que tem o potencial de aumentar o PIB per capita do brasileiro e gerar muitos empregos, todavia as discussões em volta do tema são totalmente antagônicas. Do ponto de vista jurídico, há os que defendam que a MP apenas pretende tornar o Estado menor e menos intervencionista, incentivando o empreendedorismo, bem como a geração de renda e emprego, não havendo que se falar em redução de direitos dos trabalhadores, já que todas as garantias do trabalho permanecem previstas na própria Constituição Federal e seriam mantidas. Para os defensores da MP esta visa apenas garantir a liberdade de trabalhar e produzir, com limitação das hipóteses de restrição do poder público e dos sindicatos, o que certamente provocará aumento na produção, maior disponibilidade de serviços para a população e geração de emprego. Com a permissão de trabalho aos sábados, domingos e feriados, sem a necessidade prévia de permissão do poder público, ou obrigatoriedade de negociação coletiva ou de requerimentos administrati-


9

FARROUPILHA, 23 DE AGOSTO DE 2019

Econômica e duração vos às autoridades, até os bancos passariam a trabalhar em tais dias, já que haveria a revogação da Lei 4.178/62, que veda a abertura de bancos e outros estabelecimentos aos finais de semana, mudança que provocaria alterações inclusive na duração do trabalho dos bancários, que atualmente contam com jornada especial de 6 horas. Mencione-se também que o governo pretende a liberação de 78 setores da economia brasileira que teriam permissão de atuar em sábados, domingos e feriados, o que resultaria em maior geração de empregos, considerando que para mais dias de trabalho, haverá necessidade da contratação de mais pessoas, que, por sua vez, teriam folgas garantidas em outros dias da semana, respeitando-se um domingo por mês. Todavia, para os que condenam a MP, representados por grande parte dos juristas da área trabalhista, a medida representa um retrocesso e ameaça direitos adquiridos ao longo dos anos pelas categorias, culminando em total insegurança jurídica para o País. Para muitos a MP, nada mais é do que uma nova Reforma Trabalhista, de proporções menores que a promovida em novembro de 2017, mas que visa reduzir direitos da classe trabalhadora.

Os contrários à MP ainda defendem que a medida não trará melhoras na geração de empregos, muito pelo contrário, originará maior precarização, menores salários e provocará impacto negativo na economia, isto porque a própria Reforma Trabalhista que flexibilizou direitos, não diminuiu os índices de desemprego atuais, que continuam subindo, isto porque provocou maior rotatividade entre os empregados, pois muitas das pessoas que estavam empregadas com valores mais altos de remuneração foram demitidas e contratadas por valores menores. Tecidas tais considerações, há que se ter assente que a MP pretende apenas estabelecer normas de proteção ao livre exercício da atividade econômica e remover obstáculos burocráticos à iniciativa empresarial, sendo certo que a liberação do trabalho aos finais de semana e feriados para algumas categorias certamente impulsionará a economia e gerará mais empregos. A redução da participação do Estado nas atividades econômicas representa avanço de desburocratização, essencial para o pleno desenvolvimento econômico. * Advogada especialista em relações de trabalho


10

FARROUPILHA, 23 DE AGOSTO DE 2019

As meninas e os rapazes O esporte farroupilhense vive dias agitados. Na última semana, foi apresentado o projeto do primeiro time de futebol americano no município, o Farroupilha Saints. A ideia é audaciosa, ousada, mas teve boa receptividade, inclusive do poder público, e foi muito feliz em sua largada, com a vinculação com Nova Milano e Caravaggio, duas localidades que tem um simbolismo especial para a cidade (veja mais na Editoria de Esporte, páginas 18 e 19). Neste fim de semana, as meninas rubro-verdes entram em campo no Gauchão Feminino (confira na Matéria Especial, páginas 2 a 7), após a grande participação na disputa em 2018, quando figuraram, entre 10 equipes, em 4º lugar no estadual. Pode parecer algo completamente distante, mas o que une os dois projetos é muito mais do que a palavra futebol no nome. Tanto a nova modalidade quanto o feminino são projetos mantidos por inegável amor à prática esportiva. Manter uma equipe não é uma tarefa simples, ainda mais se falarmos de interior. Se o esporte ainda não está entre os mais populares, como o futebol americano, a empreitada é hercúlea. Vale o mesmo para as mulheres que atuam no futebol, uma cultura ainda incipiente e que sofre com as inevitáveis comparações (obviamente injustas) com o masculino. Em resumo, as duas frentes necessitam de abnegação, dedicação, persistência e resiliência. Acredito que a comunidade farroupilhense deveria abraçar os dois

projetos. Ainda que faça isso de forma singela mesmo. Comparecer a um jogo, um simples treino, tem um significado grande para quem está capitaneando as iniciativas. O município conta com uma gama expressiva de atletas que se destacaram no esporte, como medalhistas olímpicos e pan-americanos inclusive, e uma história rica em diversas modalidades, do automobilismo ao futsal, e isso, ainda que indiretamente, também pode ter contribuído para a adoção dessas ações. Tem que ter amor à causa e abrir mão de muitas coisas para se dedicar a algo que é inovador.

Índice

Editorial

Matéria Especial .................................... Páginas 2 a 7 Editorial ...................................................Página 10 Opinião ...................................................... Página 11 Economia .................................................. Página 12 Cidade ........................................................ Páginas 13 a 15 Política ..................................................... Página 16 Educação .................................................. Página 17 Esporte ..................................................... Páginas 18 e 19

Inside

Especial..................................................... Capa Cinemas ..................................................... Página 2 Tradicionalismo ..................................... Páginas 3, 8 e 9 Crônicas da Redação ............................. Página 4 Agenda....................................................... Página 4 Fotografia ................................................ Página 5 Paulo Roque Gasparetto ..................... Página 5 Social ........................................................ Páginas 6 e 7 Fabrício Oliboni ..................................... Página 8 Dolores Maggioni .................................. Página 9 Sétima Arte .............................................. Páginas 10 e 11 Horóscopo ............................................... Contracapa 23º Homens na Cozinha ........................ 4 páginas Saúde, Beleza & Estética...................... 4 páginas Classificados .......................................... 8 páginas

Não bastasse o voto de confiança que o Brasil Feminino e o Farroupilha Saints merece, as duas frentes ainda estão focadas no desenvolvimento de um projeto de categorias de base. No futebol, ele está em curso. No futebol americano, a caminho. Poucas ações são mais efetivas no campo da inclusão social do que o esporte, isso independente da modalidade. É no esporte que se aprende disciplina, ética, respeito, solidariedade... enfim, valores que são fundamentais para o desenvolvimento de uma sociedade mais humana e fraterna. E como precisamos desses valores ultimamente.

Redação - redacao@jornalinformante.com.br Juliana Inês Casa Barbieri juliana@jornalinformante.com.br Ramon Cardoso ramon@jornalinformante.com.br Yasmin Signori Andrade yasmin@jornalinformante.com.br

Comercial-comercial@jornalinformante.com.br Fabiano Luiz Gasperin gasperin@jornalinformante.com.br Jean Marco Lancarin de Mattos comercial5@jornalinformante.com.br Maria da Graça Potricos Leite maria@jornalinformante.com.br Roberta Ribeiro dos Passos comercial3@jornalinformante.com.br

Anúncios - anuncios@jornalinformante.com.br Marcelo Bortagaray Mello marcelo@jornalinformante.com.br Tiago Rodrigues da Silva tiago@jornalinformante.com.br

Excetuando o Brasil, único time profissional da cidade, e que também luta com força para seguir ativo, os projetos do futebol feminino e americano são amadores, o que não é demérito algum, mas sim motivo a mais para serem apoiados. Todos que ali estão sabem que não é possível fazer do esporte uma profissão e justamente por isso a dedicação acontece em finais de semana ou com treinamentos à noite, após exaustivas jornadas de estudo e trabalho. Que o Brasil Feminino e o Saints encontrem o respaldo necessário para que seus projetos sejam perenes.

Financeiro - financeiro@jornalinformante.com.br Keli de Almeida Maciel keli@jornalinformante.com.br

Assinaturas-assinaturas@jornalinformante.com.br Assinatura Bienal: R$ 240,00 Assinatura Anual: R$ 140,00

Telefones (54) 3401-3200 / (54) 3401-3201 (54) 3401-3202 / (54) 3401-3203

Endereço Rua Dr. Jaime Romeu Rössler, 348, Bairro Planalto

Colunistas Crônicas da Redação Dolores Maggioni Egui Baldasso Fabrício Oliboni

Guilherme Macalossi Gustavo Pimentel Lauro Edson Da Cás Paulo Roque Gasparetto

A manifestação dos colunistas é livre e independente e não necessariamente reflete a opinião do Tabloide sobre os temas abordados nas colunas

@PaperInformante www.jornalinformante.com.br

/jornalinformante


11

FARROUPILHA, 23 DE AGOSTO DE 2019

Sobre futebol, crianças e ética. Nessa ordem! Ao assistir um jogo de futebol com uma criança de 5 anos, fui questionado sobre a relevância da figura do árbitro uma vez que os jogadores, adultos, deveriam saber resolver o que era certo e errado. Enquanto eu olhava para ele desejava mentalmente que, de fato, a simplicidade, a pureza e a coerência de seu pensamento se aplicassem não só àquela situação esportiva, como também a diversas outras nas relações sociais do dia a dia. Respirei fundo e tentei explicar, de forma resumida, a complexa rede de interesses e escolhas formadas por indivíduos que satisfazem suas necessidades e interesses a bel prazer, em detrimento do bem-estar coletivo. Ainda tomado pela indagação infantil, refleti sobre todo o conteúdo acadêmico que acumulei sobre esse tema e pensei em como Kohlberg descreve o processo de aprendizagem do certo e do errado desde a infância. Na verdade, lamentei como é uma pena que nem todo adulto chega ao estágio de desenvolvimento moral no qual a internalização de valores torna desnecessário o controle externo e a necessidade de punição ou a desaprovação do olhar do outro. Sejamos realistas. Temos deslizes. Fato! E o comportamento correto absoluto é inexistente. Entretanto é enorme a proporção no volume de ações individuais e coletivas vistas ultimamente que desconsideram os acordos básicos da boa convivência social, visando apenas a obtenção de benefícios pessoais imediatos ou futuros. É fácil colhermos exemplos de condutas ilícitas

Freepik.com

Antonio Carlos Hencsey *

motivadas por um viés individualista não apenas no universo do futebol, mas também nos ambientes social e corporativo. São exemplos que desafiam as boas práticas de convivência, do bem comum, e exaltam o lado cruel do individualismo. Impressiona a dificuldade de compreensão sobre como um acordo coletivo não deve ser sobreposto de maneira interessada, autoritária ou desrespeitosa. Que contratos, explícitos ou não, que regem correto para um grupo precisam ser respeitados porque assim deve ser. Sem mais. Talvez minha tese seja provada com o fato de que atos de fair play viram notícias ao invés de serem regra. Que seus autores se transformam em “heróis sem capa” acusando falhas de arbitragem que os prejudicam ou até mesmo devolvendo bens de valor que não lhe pertenciam. Parafraseando um famoso comentarista es-

portivo, a regra é clara e a diretriz também. Nela, deve-se definir o que pode e o que não pode e, na dúvida, o espaço para consulta faz-se necessário, porém seu caminho deve ser previamente conhecido bem como suas fontes de referência formais. Nada pior do que querer fazer a coisa certa e não haver um caminho que o direcione para tal. É triste ainda referenciarmos a famosa “mão de Deus” de Maradona, que até hoje é vista como um ato de genialidade por muitos e que em nada difere de fraudes corporativas que resultam de bônus milionários comemorados como atos de brilhantismo intelectual. Ah, se a lógica infantil pudesse ser aplicada e os jogadores pudessem jogar sem os árbitros, se as empresas não precisassem de compliance e se a sociedade não precisasse de juízes... * Psicólogo

O Brasil no ranking mundial de inovação Imagem: Reprodução

Vivaldo José Breternitz * Neste ano de 2019 o Brasil caiu duas posições no Ranking Global de Inovação: fomos para o 66º posto, entre 129 Países. Esse ranking reflete o nível de inovação de cada País e é produzido por um grupo de organizações, dentre as quais, o Boston Consulting Group, uma grande empresa de consultoria, a National Association of Manufacturers e o Manufacturing Institute, instituições ligadas à indústria americana. Esta é a 12ª edição do ranking, que classifica os Países com base em 80 indicadores, tais como pedidos de patentes, registros de propriedade intelectual, criação de aplicativos para smartphones, investimentos em educação e publicações científicas e técnicas. Os melhores colocados no ranking foram Suíça, Suécia e Estados Unidos. Na América Latina, ficamos em 5º lugar e no âmbito dos BRICS, em último. Outro índice similar, o Bloomberg Innovation Index, colocou-nos em 45º lugar. Lembrando que já em 1942 o economista austríaco Joseph Schumpeter, em seu livro “Capitalismo, Socialismo e Democracia”, dizia que as inovações são a força motriz do crescimento econômico sustentado a longo prazo – e que a ausência delas conduz empresas, indústrias e

até mesmo Países à ruína. Por isso, vale a pena refletir acerca das causas dessa nossa má situação no ranking e que, se eliminadas, ajudarão a melhorar a situação. A crise econômica que se instalou em nosso País, a partir de 2015, é talvez a principal causa, ao menos em termos de curto prazo. Ela fez cair os investimentos em pesquisa e desenvolvimento tanto por parte das empresas como por parte dos governos. Outras causas, estas de origem anterior, contribuem para nossa situação ruim: qualidade do ensino, especialmente nos níveis iniciais, quando se dá às crianças a base em leitura e Matemática para seu posterior desenvolvimento profissional

– e ligada a isso, a baixa produtividade de nossos trabalhadores, a burocracia asfixiante, a baixa disponibilidade de crédito a juros civilizados e a carência de infraestrutura, especialmente de telecomunicações e transportes. A pesquisa que gerou os índices mostrou alguns pontos positivos do Brasil, tais como o tamanho do território e da população e a presença de empresas globais. Vale lembrar que o IDC, um instituto de pesquisas na área de Tecnologia da Informação, acredita que em 2019 os investimentos nessa área no Brasil crescerão 10,5%, contra uma média mundial de 4,9% e esse é um ponto muito positivo. Buscando contribuir para a melhoria dessa situação, a Universidade Presbiteriana Mackenzie vem tomando diversas medidas, tais como alteração de suas estruturas de inovação e empreendedorismo, alocação de recursos financeiros próprios à pesquisa, atualização constante de seus cursos e promoção de parcerias e eventos voltados à inovação em áreas como Internet das Coisas e Inteligência Artificial. * Doutor em Ciências pela Universidade de São Paulo e professor da Faculdade de Computação e Informática da Universidade Presbiteriana Mackenzie


12

FARROUPILHA, 23 DE AGOSTO DE 2019

ENOGRASTRONOMIA

Últimos ingressos para o Festival Com início no próximo dia 31, restam apenas ingressos do segundo lote para o dia 20 de setembro sos já estão praticamente esgotados, restando apenas algumas unidades do segundo lote para 20 de setembro. O valor é R$ 150,00 e eles podem ser adquiridos na Secretaria Municipal Turismo e Cultura e também pelo sistema de compra online Sympla. O ingresso dá direito a bebidas e ao cardápio que será elaborado pela chef Janete Canello, com execução da equipe Dirceu Dalla Riva, sendo composto por aperitivos, entradas, pratos principais, acompanhamentos e sobremesas. Os participantes ainda recebem uma taça personalizada do evento. Na carta de vinhos são 40 rótulos entre espumantes

moscatel, frisantes moscatel, vinhos moscato, espumantes brut, vinhos finos (tintos e brancos), água, sucos de uva (tintos e brancos) fornecidos pela Adega Chesini, Basso Vinhos e Espumantes (Monte Paschoal), Casa Perini, Cave Antiga Vitivinícola, Cooperativa Vinícola São João (Vinhos Castellamare), Vinhos Cappelletti, Vinícola Colombo e Vinícola Tonini. A proposta é promover a Capital Nacional do Moscatel, já que Farroupilha é o maior produtor brasileiro de uvas moscato. A realização do Festival do Moscatel é da Afavin e das Secretarias Municipais de Turismo e Cultura e Desenvolvimento Rural.

Divulgação

O

já consolidado Festival do Moscatel começa no próximo dia 31 e se estende nos dias 6, 7, 13, 14, 20 e 21 de setembro, no Centro Municipal de Eventos Mário Bianchi, a partir das 20h. Uma das grandes vitrines do município, o evento serve cardápio diferenciado e bebidas das vinícolas que integram a Associação Farroupilhense de Produtores de Vinhos, Espumantes, Sucos e Derivados (Afavin). Esta é a 9ª edição e a procura tem sido grande, mesmo com o incremento de mais um dia neste ano, os ingres-

Para um brinde Festival do Moscatel abre no final da próxima semana

Programe-se O que: 9º Festival do Moscatel Quando: 31 de agosto, 6, 7, 13, 14, 20 e 21 de setembro, às 20h Onde: Centro Municipal de Eventos Mário Bianchi (Avenida Arno Domingos Busetti, s/nº) Quanto: ingresso para dia 20 a R$ 150,00, na Secretaria de Turismo (Cel. Pena de Moraes, 566) ou online, pelo Sympla


13

FARROUPILHA, 23 DE AGOSTO DE 2019

RECICLAGEM

Nova coleta de eletrônicos Recolhimento será neste sábado, no Ceac, incluindo itens de linha branca

S

Arquivo Jornal Informante

15 de agosto Alvino Gustavo Portolan, 74 anos. Sepultamento no cemitério da comunidade de Nova Milano (4º Distrito). 16 de agosto Bryan Lourenço de Oliveira, 0 ano. Sepultamento no Cemitério Público Municipal. 17 de agosto Jovelina dos Santos Poloni, 73 anos. Sepultamento no cemitério do bairro Nova Vicenza. 19 de agosto Ide Maria Minosi, 87

anos. Sepultamento no cemitério do bairro Nova Vicenza; Santina Marcante, 54 anos. Sepultamento no Cemitério Público Municipal; Valdir Antonio Bolzan de Almeida, 70 anos. Sepultamento no Cemitério Público Municipal. 21 de agosto Gilberto Pergher, 63 anos. Sepultamento no cemitério da comunidade de Nossa Senhora da Salete, em Forqueta, Caxias do Sul

Alguém quer me adotar? Divulgação

ábado acontece a segunda etapa de recolhimento de lixo eletrônico do ano. Será das 9h às 15h, no estacionamento do Centro de Atendimento ao Cidadão (Ceac). O recolhimento é realizado gratuitamente, numa parceria entre Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Ecofar e empresa Ambe. Serão coletados artigos de linha verde, compreendendo itens de informática, computadores, notebooks; linha azul que são os eletroportáteis, periféricos e eletrônicos diversos; linha marrom como os equipamentos de áudio e vídeo, tubos de imagem, monitores e televisores, além da linha branca como freezers, geladeiras, fogões, máquinas de lavar e micro-ondas. É importante lembrar que não serão aceitas lâmpadas fluorescentes, pilhas, baterias, tonners e cartuchos de

Obituário

Descarte correto Como o espaço é coberto, a coleta acontece mesmo em caso de chuva

impressora, sendo que esses itens devem ser descartados também de maneira responsável, mas em sistema de lo-

gística reversa. A última etapa do ano de recolhimento de lixo eletrônico será em 7 de dezembro.

Programe-se O que: Coleta de Lixo Eletrônico Quando: neste sábado, das 9h às 15h Onde: Ceac (14 de Julho, 710, Centro)

Hoje acordei disposto a conquistar teu coração. Sou Átila, tenho cerca de 4 anos, porte grande, sou dócil e carinhoso. Me dou bem com outros cães e adoro uma cama fofinha, mas também sei guardar bem meu território. Contato para adoção pelo fone 999.371.647.


14

FARROUPILHA, 23 DE AGOSTO DE 2019

PATRULHAMENTO

Reforço no policiamento comunitário Caravaggio ganha novo veículo e Brigada Militar lança cartilha com dicas de segurança para os moradores mil unidades que serão distribuídas aos moradores do interior e disponibilizadas digitalmente. “Esse material também foi solicitado e será replicado em Bento Gonçalves, Igrejinha e Canela. Que a gente continue tendo uma comunidade segura, somos uma equipe, trabalhamos em conjunto, e por isso temos bons resultados”, destacou major Juliano Amaral, subcomandante do 36º BPM. Reforçando os serviços de policiamento, a corporação apresentou ainda os novos soldados que passam a atuar em Farroupilha: André Kuhn da Silveira, Gabriel Alberton, Davi Silva Oviedo da Luz e Henrique Gomes Salerno.

Algumas dicas da cartilha

Galpões devem ter posição visível da casa do proprietário, serem fechados com portas maciças, fechaduras reforçadas e é importante que as janelas possuam grades; O paisagismo não deve encobrir a visão, nem produzir sombras que sirvam de esconderijo. Evite árvores próximas à casa para que não sirvam de apoio para o invasor subir no telhado; Importante que a propriedade tenha iluminação noturna nos pontos próximos à casa ou locais de circulação de pessoas; O portão de entrada deve ser reforçado, pintado com cores mais claras e ter sinalização de “Propriedade Particular”, com tranca e cadeado.

Juliana Inês Casa Barbieri

O

policiamento comunitário de Caravaggio (1º Distrito) conta, a partir desta semana, com nova viatura para os serviços de patrulhamento. A entrega oficial aconteceu na noite de terça, durante reunião no ginásio do Saturno. O veículo Toyota Corolla é um repasse do governo do Estado à corporação local que a destinou para substituir o antigo carro utilizado na localidade, de propriedade da Associação de Moradores. Francisco Brunetta, presidente da comissão comunitária de Caravaggio, destacou a importância de contar com esse novo aparato para garantir a segurança dos moradores, tendo em vista ainda o grande número de fieis que visitam a localidade, sede do Santuário de Nossa Senhora de Caravaggio, e por ser destino de lazer para inúmeras famílias aos finais de semana. O 36º Batalhão de Polícia Militar (BPM) de Farroupilha também lançou a Cartilha do Policiamento Comunitário com dicas de segurança. São 10

Com nova viatura e cartilha Major Juliano e policial comunitário de Caravaggio, soldado Gelson Barbosa de Mattos


15

FARROUPILHA, 23 DE AGOSTO DE 2019

FILANTROPIA

Jogo solidário pela APAE Bingo em prol da entidade reuniu 800 participantes na noite de quarta, no Salão Comunitário Luterano sárias para renovação do Plano de Prevenção Contra Incêndio (PPCI). “A comunidade farroupilhense é muito generosa, sempre parceira da APAE”, comemora a diretora que atua há 23 anos na entidade. Foram cerca de 250 brindes distribuídos, entre cestas coloniais, televisores, poltrona, vales-presente, calçados, malhas e outros artigos. Na edição do último ano foram 650 participantes e o valor obtido foi de R$ 13.541,00, também investido na instituição. Atualmente a APAE atende 71 alunos em processo de escolarização, 44 no Atendimento Educacional Especializado (AEE) e realiza 225 consultas técnicas mensais, entre fonoaudióloga, fisioterapeuta, psicóloga e assistente social.

Ramon Cardoso

O

tradicional evento encabeçado pela Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de Farroupilha continua a ter a participação em massa da comunidade. Reuniu 800 participantes na noite de quarta, no Salão Comunitário Luterano e contou com a colaboração do Rotary Club de Farroupilha. A ação é realizada anualmente e integra a programação da Semana Municipal da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla. De acordo com Natalícia Paesi, diretora da instituição, os recursos aplicados serão revertidos em melhorias na sede da própria APAE, no bairro São Luiz, como conclusão de reforma na cozinha e refeitório e outras adequações neces-

Diversão e caridade Evento anual da APAE reuniu 800 participantes e mais uma vez consolida a tradição do Bingo Solidário na cidade


16

FARROUPILHA, 23 DE AGOSTO DE 2019

NOVO ESPAÇO

Atendendo a demanda regional Buscando maior proximidade com a população, deputada estadual Fran Somensi inaugura escritório em Farroupilha em Porto Alegre, onde tem agenda concentrada de terça a quinta. Nos dias em que Fran estiver na Capital, o atendimento no escritório regional será realizado pelos assessores Cleusa Tosin e Gustavo Zucco. “O escritório em Farroupilha agiliza toda a logística de encaminhamentos de demandas da região”, explica a deputada, ressaltando que é uma extensão de seu gabinete, encurtando distâncias no contato com a população. Também visa atender demandas mais complexas que necessitam de visitas a órgãos estaduais, mas que podem ter seus primeiros contatos neste espaço.

Extensão do gabinete Deputada Fran, com equipe de assessores, apresenta novo escritório

Maíra de Azevedo

P

ara receber as demandas da comunidade de maneira mais ágil, a deputada estadual Fran Somensi (PRB), inaugurou, na noite de quarta, seu escritório regional em Farroupilha. Localizado na rua Ângelo Antonello, 93, no Centro Comercial Dona Ruth, sala 505, o espaço estará aberto para atender população e lideranças de segunda a sexta, das 8h30min às 12h e das 13h30min às 17h. A parlamentar estará no endereço às segundas e sextas e, se for necessário, ao retornar das sessões da Assembleia Legislativa,


17

FARROUPILHA, 23 DE AGOSTO DE 2019

FORMAÇÃO ACADÊMICA

UCS tem processo seletivo contínuo Ingresso nas diversas graduações da instituição de ensino superior pode acontecer a qualquer momento do semestre

O

vestibular da Universidade de Caxias (UCS) está modernizando o seu processo seletivo, agora com duas modalidades: em seleção semanal, por aproveitamento da nota de redação no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) ou em vestibulares da UCS; ou ainda em seleção mensal, com nova prova de redação. O processo seletivo é contínuo para 77 cursos de graduação, entre bacharelados, licenciaturas e tecnologias, com cerca de 160 opções de ingresso nas modalidades presencial e a distância. O conceito também contempla as transferências de outras instituições, ainda é possível cursar graduações na UCS a partir de ingresso como portador

de diploma, portador de certidão de estudos, em disciplinas isoladas para alunos não regulares e reingresso no mesmo ou novo curso. De acordo com Fernanda Maria Francischini Schmitz, diretora do Campus Universitário de Farroupilha (CFar), estão abertos os ingressos na unidade local para os cursos de Administração, Ciências Contábeis, Direito, Gestão Comercial e Gestão de Recursos Humanos. A nova edição da prova de seleção da UCS está marcada para a próxima terça, em todas as unidades da instituição, com inscrições pelo link www.ucs.br/estudenaucs. Ressalva para os cursos de Medicina, Medicina Veterinária e Odontologia, sendo que nesses casos o vestibular regular é mantido apenas com possibilidade de ingresso semestral.

Aprovação Defendendo o aprendizado de Talian na escola

O professor Darcy Loss Luzzatto apresentou segunda, na Câmara de Vereadores, a diferença dos dialetos das regiões italianas do Vêneto, Lombardia e Trentino, idiomas que acompanharam os imigrantes italianos e que passaram a sofrer influência do Português em sua pronúncia. O pesquisador apontou a necessidade do ensino da língua nas salas de aula para ascensão do dialeto, garantindo a sua sobrevivência para as próximas gerações. Sua tese utiliza como base exemplos de Países como a Alemanha e Suíça, que possuem diversas línguas oficiais e todas são devidamente ensinadas nos educandários. Em 2014 o Talian foi reconhecido como Patrimônio Cultural do Brasil, sendo ainda que Luzzatto é autor do Dicionário Português-Talian.

Programe-se O que: Processo Seletivo Contínuo da UCS Quando: ingresso semanal e mensal, tendo prova de admissão na próxima terça Onde: campus-sede e demais unidades da UCS


18

FARROUPILHA, 23 DE AGOSTO DE 2019

Bênção de Caravaggio

Reitor do Santuário, Gilnei Fronza também compareceu ao lançamento do projeto em Nova Milano e admitiu ter ficado emocionado com a forte relação estabelecida com Caravaggio, que vai do nome, passa pelo logo da equipe e chega às cores, numa clara alusão à Nossa Senhora. Ainda fez questão de enaltecer uma das frentes da ação, que é de trabalhar com crianças em vulnerabilidade social.

Fotos: Ramon Cardoso

O começo do Saints

A apresentação do time de futebol americano de Farroupilha contou com a presença do prefeito Claiton Gonçalves que se colocou à disposição da equipe para que o projeto tenha inserção nas escolas municipais. Sugeriu que comece pela Santa Cruz, a vizinha de Nova Milano, mas também falou sobre uma possibilidade do Executivo subsidiar o acesso de outros estudantes que queiram praticar o esporte na localidade. Ainda vestiu uma das camisetas do time. Estaria pintando um futuro quarterback?

Primeiro reforço? Prefeito vestiu a camiseta do Saints ao lado dos precursores do projeto: respaldo do Executivo para trabalho em escolas

Seletiva bem-sucedida

A primeira seletiva, ocorrida no último domingo, mesmo com chuva e frio, levou um bom número de interessados a Nova Milano, o que prova que a cultura do esporte está inserida no município. Por conta do mau tempo, ela teve que ser feita no ginásio. A expectativa é que a deste domingo (veja mais informações na página ao lado) seja ainda mais exitosa. Com tempo bom, essa é a tendência.

Parceria selada Quarteto com Cristiano Bonalume, diretor esportivo, e Valdoir Maioli, presidente do Vasco da Gama, a base de atuação do Saints

Márcio Campos volta à pista pela Stock Light

Depois de dois meses e meio, a Stock Light finalmente tem a disputa de sua 4ª etapa, neste sábado e domingo, em Interlagos, São Paulo. O treino classificatório é às 11h de sábado, com a corrida 1 acontecendo às 8h. A rodada dupla é encerrada com a prova dominical, às 8h. “A parada é indiferente para nós em questão de performance, pois nesse tempo a Motortech teve mais tempo para preparar o carro, mas nada que não fosse possível entre o tempo ‘normal’ de uma etapa e outra. O ponto negativo é que o campeonato fica fora da mídia. O ano se aproxima do fim e sequer chegamos à metade da disputa. Temos mais cinco etapas pela frente, que nos motiva a buscar subir na tabela de classificação. Acredito que se não houver problemas como tivemos nas duas primeiras etapas, é a tendência natural”, avaliou Campos. O piloto farroupilhense ocupa a 4ª posição, com 74 pontos.


19

FARROUPILHA, 23 DE AGOSTO DE 2019

#THESAINTSARECOMING

Farroupilha Saints apresentado Idealizadores da equipe de futebol americano mostraram projeto, comissão técnica, uniformes e detalharam planos para o futuro Ramon Cardoso

te, que também trabalhará como coordenador ofensivo da equipe.

Referências da cidade

C

apitaneado por João Filipe Piccoli (presidente), Rodrigo Lora (vice), Deivid Pozzebon (financeiro) e Tiago Dallegrave (técnico), o Farroupilha Saints apresentou detalhes de seu projeto. Primeira equipe de futebol americano do município, o Saints selou uma parceria com o Vasco da Gama, de Nova Milano, local onde foi oficialmente dada a largada do novo time farroupilhense. A apresentação à imprensa também contou com a presença do prefeito Claiton Gonçalves e de Gilnei Fronza, reitor do Santuário de Caravaggio. O Saints tem no próprio nome à ligação com a Santa e mandará seus jogos no campo do Vasco, na localidade que é Berço da Imigração Italiana no Rio Grande do Sul, ou seja, possui um vínculo forte com o município. Confira trechos da entrevista.

Opção por Farroupilha

“Foram muitos os fatores que nos levaram a criar o time aqui na cidade. É um município serrano que ainda não conta com equipe de futebol americano, o Vasco da Gama, por meio do presidente Valdoir Maioli, nos recebeu de braços abertos, com uma estrutura ótima e estamos muito próximos de Porto Alegre”, considerou o presiden-

“Iremos jogar aqui no Vasco, em Nova Milano, que é o Berço da Imigração Italiana no Rio Grande do Sul. O Saints é uma referência à religiosidade do Santuário de Caravaggio. As cores são o azul, o dourado e o branco, que remetem à Santa. A escrita do Saints é ondulada, no formato da abóboda do Santuário e também remete à bola oval. Enfim, tudo foi pensado com muito carinho para termos uma ligação efetiva com o município”, declarou Pozzebon, que também é atleta.

Apresentado Dallegrave, Piccoli, Lora e Pozzebon, com os belos uniformes do Saints: a largada do audacioso projeto

Valores do projeto

“Estamos alicerçados em alguns valores como respeito, comprometimento e dedicação, que não são valores só do futebol americano, mas são a base da sociedade. Queremos trabalhar com crianças e jovens. Temos uma pedagoga que fala Inglês e a ideia é ministrar também aulas de Inglês junto aos treinos. Necessitamos da formação de uma categoria de base porque, sem ela, não teremos futuro”, explicou Dallegrave, que foi atleta e técnico do Caxias Gladiators e do Bento Gonçalves Snakes e está há sete anos envolvido com o esporte.

Formação de atletas

“Trabalhei muito na formação e posso assegurar que é mais fácil um jovem de Farroupilha jogar na NFL (a Liga Profissional Americana) do que em um clube da Série A do Brasileirão. Vamos engajar crianças e jovens no projeto e formar não somente atletas, mas cidadãos de bem”, comentou

o vice-presidente, que foi atleta, está envolvido há sete anos com o futebol americano e também atuará como coordenador defensivo do Saints.

Estreia, filiação e atletas

“A ideia é realizarmos, no segundo semestre de 2020, nossa estreia profissional. Claro, devemos fazer alguns amistosos antes. A partir das seletivas que estão em curso, vamos formar um time, mas já temos amigos que demonstraram interesse em atuar pelo Saints. Também vamos proceder à filiação à Federação Gaúcha de Futebol Americano”, destacou Piccoli.

Balanço da primeira seletiva

“Superou nossas expectativas, visto que tivemos mais de 30 atletas presentes e o tempo não colaborou muito. Além do número, prospectos muito bons, com aptidão física e bom desempenho nos exercícios. A seleti-

va deste domingo visa complementar o grupo. Nossa expectativa é trabalhar com cerca de 53 atletas e estamos perto de alcançar esse número. Reforçamos o convite para quem não pôde comparecer no último domingo se fazer presente neste. Lembrando que o futebol americano aceita qualquer peso, altura e idade. A única exigência é a vontade de melhorar”, assegurou o presidente.

Seletivas para interessados

Neste domingo acontece a segunda seletiva, no campo do Vasco, em Nova Milano (Monsenhor Albino Agazzi, s/nº). As inscrições são gratuitas e destinadas a quem tiver pelo menos 15 anos. As avaliações são às 15h. Mais informações podem ser obtidas pelas redes sociais do Saints: @farroupilhasaints (Instagram) e Farroupilha Saints (Facebook) ou ainda pelo e-mail farroupilhasaints@gmail.com.


Juliana Inês Casa Barbieri

Aptidão gourmet aliada a uma boa causa

Time de voluntários que liderou panelas no Homens na Cozinha, garantindo recursos para a Associação de Combate ao Câncer Caderno Especial


XXIII Homens na Cozinha

Par te integrante da Edição 602. Não pode ser vendido separadamente

23 de agosto de 2019

Integrantes da Associação de Prevenção e Combate ao Câncer que estiveram à frente do jantar, angariando recursos para continuidade dos atendimentos da instituição

O 23º jantar Homens na Cozinha mais uma vez mostrou a força da união para ajudar o próximo. Foram 400 ingressos comercializados no evento que reuniu 12 cozinhas no Centro Municipal de Eventos Mário Bianchi, na noite de sábado. Os recursos serão revertidos em prol da Associação de Prevenção e Combate ao Câncer de Farroupilha, um trabalho que só foi possível com a ajuda dos patrocinadores e dos 37 cozinheiros voluntários. Conheça, nas próximas páginas, as equipes que realçaram o sabor de solidariedade de mais este evento.

Yasmin Signori Andrade

Show de sabores e de voluntariado


2

Fotos: Yasmin Signori Andrade

FARROUPILHA, 23 DE AGOSTO DE 2018

Bigfer Os cozinheiros Iluy Frosi, Luiz Alberto Gasperin e Paulo Chiele foram reconhecidos com certificados entregues por Ângela Frosi

CICS Farroupilha José Carlos Trujillo, vice-presidente de Indústria da CICS, repassa os certificados para João Pedro Peruffo Fernandes, Flávio Boakoski e Elói Pelizzari

Sindilojas de Farroupilha Cozinheiros Adeu Ferreira e Jeferson Ferreira foram agraciados com certificados entregues por Sérgio Rossi, presidente do Sindilojas

Lions Clube Farroupilha Centro Maria da Glória Menegotto, presidente do Lions Centro, cumprimenta os cozinheiros Luiz Carlos Lazzaretti, Valmor Roth e Rudimar Buttelli


FARROUPILHA, 23 DE AGOSTO DE 2018

3

Fotos: Juliana Inês Casa Barbieri

Lions Clube Farroupilha Imigrante Dante Fernandez Tortora, Gilmar Mantovani e André Augusto Mantovani receberam certificados do presidente do Lions Imigrante, Gilmar Possa

Rotary Club Farroupilha Certificados entregues pelo presidente do clube de serviço, Arcelino Bottin, aos cozinheiros Clarimundo Gründmann, Jadriani Pellizza e Pedro Grisa

Sindigêneros e Boteco do Lago Gilberto Nienov, diretor financeiro do Sindigêneros, cumprimenta cozinheiros Elenir Luiz Bonetto, Evandro de Alexandre e Everton Souza Lopes

Sicredi Cozinheiros Marciano Vitor Lazzari, Cristiano Felipe Lamb e Clair Pedro Bertuzzo são agraciados com certificados entregues por Regina Ducatti


4

FARROUPILHA, 23 DE AGOSTO DE 2018

Biamar Maglieria Luciano Biazoli, Felipe Paim, Marcelo Dal Cin e Egidio Tomazini com certificados entregues por Segundo Biazoli

Rádio Viva Raquel Marholt, representante da emissora, repassa certificados aos cozinheiros Daniel Reche, Marcos Piccoli e Marcelo Piccoli

Farinha Burati, Jornal Informante, Imobiliária Torre, Ferri & Gasperin Engenharia Elétrica Cristiano Dalmina, Fabiano Luiz Gasperin, Adriel Somacal, Fernando Dal Ponte e Paulo Cesar Gasperin recebem certificados de Daniela Dalmina

Inspire-se Aromas Especiais e Bitcom TV & Internet Provider Cozinheiros Cicero Roth e Samuel Roth são agraciados com certificados entregues por Juliana Roth e Diane Roth


Compromisso com a Cidade. Compromisso com você.

FARROUPILHA, 23 DE AGOSTO DE 2019

ESTUDOS

Seminário enfoca o aleitamento materno Voltado a profissionais e estudantes da área da saúde, evento promovido pela UCS acontece na próxima quinta dem ser realizadas até o dia do evento, diretamente no site ucs.br. A organização é do curso de Serviço Social e da área do Conhecimento de Humanidades, em conjunto com a Procuradoria Especial da Mulher da Câmara de Vereadores de Caxias do Sul.

Divulgação

P

ara fomentar ainda mais o debate e apoio ao aleitamento materno, qualificando profissionais da área da saúde, a Universidade de Caxias do Sul (UCS) promove seminário na próxima quinta. Será no Campus-sede da instituição, na sala 101 do Bloco H, com abertura às 19h40min. A inscrição é gratuita. O seminário é alusivo à Semana Mundial do Aleitamento Materno e é voltado a acadêmicos e profissionais de Serviço Social, Psicologia, Enfermagem, Medicina e Nutrição. Terá abordagem inclusiva, contemplando pais, parceiros, famílias, locais de trabalho e comunidade, com vistas à criação de ambientes propícios para permitir às mães o aleitamento. Também debaterá a importância do pediatra e da qualificação profissional para o incentivo desta prática, além dos aspectos psicológicos que envolvem a amamentação e da proteção social de mães e pais com equidade de gênero. As inscrições para o seminário po-

Agosto celebra o Mês da Amamentação O seminário lembra o Agosto Dourado que é o Mês da Amamentação, sendo que a mobilização reforça iniciativas de apoio à causa. A orientação do Ministério da Saúde é de que as mães amamentem seus filhos até os dois anos e que o aleitamento seja exclusivo até os primeiros seis meses de vida do bebê. O leite materno é um alimento natural e renovável, ambientalmente seguro. Diversos estudos comprovam que crianças amamentadas têm menor chance de se tornarem adultos obesos e de desenvolverem diabetes, além de apresentarem performance superior em testes de inteligência.

Programe-se O que: Seminário alusivo à Semana Mundial do Aleitamento Materno Quando: próxima quinta, às 19h40min Onde: sala 101, do Bloco H do Campus-sede da UCS, em Caxias do Sul Quanto: evento gratuito, inscrições pelo site ucs.br

Melhor alimento Encontro debate envolvimento dos profissionais de saúde na rede de apoio à amamentação

Painéis que serão apresentados no Seminário

O papel do pediatra no apoio e incentivo à amamentação, ministrado pela médica Maira Ester de Carli; A importância da qualificação dos profissionais da saúde para o aumento das taxas de aleitamento materno, com a fonoaudióloga Larissa Simon, consultora em amamentação e doula; Aspectos psicológicos do aleitamento materno, com a psicóloga Nelcí Maria Schiavo Lins.

xxxxxx xxxxxxxx


Compromisso com a Cidade. Compromisso com Você

FARROUPILHA, 23 DE AGOSTO DE 2019

Princípios de beleza bás Equipe Espaço da Beleza *

A

pele acumula sujeira e óleo durante o dia, o que ajuda no aparecimento de cravos e outros. O seguinte ritual de cuidado ajudará você a manter uma pele limpa e livre de impurezas. Uma boa higiene: esse é o segredo. Confira abaixo algumas dicas de cuidados diários. * É imprescindível uma higiene bem-feita e o uso de cosméticos adequados. O adolescente precisa estar consciente de que será uma batalha constante, pois necessitará de alguns anos de dedicação e cuidado até que passe a fase crítica. * Lavar o rosto pelo menos três vezes ao dia, com um sabonete líquido ou em barra suave e livre de óleo (oil free), com água morna ou fria, jamais quente, para não estimular a produção de sebo. * O segundo passo é aplicar um tônico calmante. Os mais indicados devem conter chá verde, camomila ou salix peel, para amenizar o brilho visível e regular o Ph da pele. * Hidratação é muito importante na pele oleosa, que deve ser em gel. É melhor evitar as versões em creme ou loção, a não ser que sejam específicas para peles oleosas, evitar produtos que ressequem demais a pele, como os que contêm álcool, porque posteriormente podem provocar mais oleosidade. * Para retirar a maquiagem, escolham sempre um demaquilante à base de água, ou seja, aqueles aguados transparentes, nunca os oleosos, esses são apenas para a região dos olhos, área onde a pele é muito fina e sensível. Nunca durma com maquiagem que obstrui os poros. * Filtro solar é obrigatório para todos. Nessa fase da vida a versão oil free ou em gel são as mais indicadas. Jamais tomar sol sem proteção, as lesões inflamadas podem se transformar em manchas difíceis de tratar e eliminar. Tratamento * Para a limpeza de pele, procure um profissional habilitado,

escolha sua esteticista de confia já que a manipulação incorreta d a formação de manchas e cicatr * Nunca apertar ou manipula aumentar a infecção no local e trizes ou manchas. * Ainda não há nada comp zir o consumo de alimentos co doces, chocolates, pães, bisco carrão e arroz branco. Eles dis vez estimula o hormônio cortis


Compromisso com a Cidade. Compromisso com Você

FARROUPILHA, 23 DE AGOSTO DE 2019

sicos para adolescentes

ança para seguir as orientações, da pele aumenta as infecções e rizes. ar cravos e espinhas, isso pode e favorecer a formação de cica-

provado, mas o melhor é reduom alto índice glicêmico como oitos, bolachas recheadas, masparam a insulina, que por sua sol, que tem ligação direta com

Divulgação

as glândulas sebáceas. Dica O importante é você ser orientado sobre seu tipo de pele e dermocosmético ideal para tratar e manter a sua pele. Agende sua avaliação e aprenda a cuidar da sua pele. * Espaço da Beleza Centro Estético Independência, 555 – Centro de Farroupilha Fone (54) 3268-5511 WhatsApp: 981.195.645 Fan Page: Espaço da Beleza


Compromisso com a Cidade. Compromisso com você.

FARROUPILHA, 23 DE AGOSTO DE 2019

artigo

O aumento abusivo dos planos de saúde coletivos e a falta de fiscalização da Agência Nacional de Saúde Suplementar Thiago Soares *

R

ecentemente a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) divulgou o percentual máximo de reajuste das mensalidades relativas aos planos de assistência à saúde, individuais e familiares. Segundo a agência reguladora, nesses contratos de seguro ou plano de saúde as mensalidades não poderão sofrer reajustes maiores do que 7,35%. Se, por um lado essa notícia é recebida de bom grado pelos beneficiários desses planos, por outro soa como uma afronta àqueles que aderiram a contratos de seguro ou plano de assistência à saúde coletivo empresarial ou por adesão, cujos beneficiários jamais foram agraciados com reajuste nesses patamares e que aguardam ansiosamente por parte da ANS a regulamentação sobre a forma de reajuste das mensalidades de seus contratos e uma maior fiscalização sobre a aplicação do reajuste. A realidade é que as operadoras de planos de assistência à saúde encontraram nos planos coletivos por adesão e empresariais a alternativa para driblar os entraves impostos tanto pelo Código de Defesa do Consumidor (Lei nº 8.078/90) como pela Lei dos Planos de Saúde (Lei nº 9.656/98), aos contratos individuais e familiares. Por conta dessa forte regulamentação incidente sobre os planos individuais e familiares, cuja lei, inclusive, confere atribuição legal à ANS para estipular o reajuste das mensalidades, as operadoras reduziram a disponibilidade desses contratos aos consumidores, passando a oferecer os planos coletivos por adesão e empresariais, onde o interessa-

do se filia através de entidades de classe ou associação corporativa, em substituição aos planos individuais e familiares, atraindo-os com a promessa de uma rede credenciada ampla e de melhor qualidade sob preço módico e acessível. Ainda que tentadoras, as benesses ofertadas transmitem uma falsa percepção de vantagem aos novos aderentes, quando, na verdade, essas modalidades de contratação escondem uma série de condições extremamente desvantajosas impostas pelas operadoras como condição indispensável ao negócio, sobretudo porque, paradoxalmente, as regras para os planos individual e familiar não se aplicam aos planos coletivos. Significa dizer que, nem o limite imposto pela ANS para o aumento das mensalidades, nem a proibição de cancelamento ou rescisão contratual unilateralmente pela operadora estão presentes nestes contratos, circunstâncias que permite o livre ajuste da mensalidade por parte das operadoras, inclusive cumulando com uma série de fatores para revisão do preço, como mudança de faixa etária do beneficiário, aumento dos custos de serviços médicos, de materiais e insumos, dentre outros; como também estão livres para, imotivadamente e a qualquer momento, rescindir o contrato, surpreendendo o beneficiário na hora em que mais precisa. De todas as condições inseridas nestes contratos a mais censurável e que tem gerado embates judiciais diante de sua reprovável e indiscriminada utilização, é a possibilidade de as operadoras reajustarem a mensalidade em função da sinistralidade. Por esta cláusula as operadoras podem aumentar ilimitadamente a mensalidade do plano, sob a premissa de se

devolver ao contrato o equilíbrio financeiro, desestabilizado por uma suposta “superutilização” dos serviços de saúde em um dado período. É, pois, em razão dessa estipulação contratual, em grande parte, redigida de forma obscura, incompreensível e indecifrável, que as operadoras de planos de assistência à saúde reajustam as mensalidades dos contratos coletivos em percentuais astronômicos, bem acima daquele estabelecido pela ANS para os planos individuais e familiares. Essa situação retira dos contratantes a possibilidade de compreensão e de prévio conhecimento sobre a forma e o modo de como se deu o reajuste em tal proporção, sobretudo porque, na maioria das vezes, essas cláusulas vinculam a apuração da sinistralidade através de uma equação matemática, cujas variáveis vão desde o valor da arrecadação dos prêmios e o gasto com as despesas assistenciais de outros contratos, tudo apurado de forma unilateral pelas próprias operadoras. Sem a transparência que deve existir na redação da cláusula e considerando que os cálculos das taxas de uso nunca são apresentados aos consumidores, não há a comprovação dessa “superutilização” à justificar a sinistralidade, isto é, o alto consumo, caracterizando a violação ao direito à informação clara e adequada resguardada ao consumidor no artigo 6º, III do Código de Defesa do Consumidor, de sorte que a imposição de obrigação excessiva, que cria exagerada desvantagem ao permitir a variação unilateral do preço é manifestamente nula, pois contraria as disposições contidas no artigo 51, incisos IV e X do Código de Defesa do Consumidor. Daí que a abusividade pode e

deve ser combatida. O consumidor contratante dos planos de assistência à saúde coletivo empresarial ou por adesão que se sentir lesado em razão de aumento substancial, injustificado e sem clareza nas informações prestadas pela operadora pode discutir em Juízo esse aumento. Nesse sentido, as recentes decisões do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo se alinham no sentido de que, ainda que seja permitido às operadoras de planos de assistência à saúde estabelecer a sinistralidade como uma das formas de reajuste de sua mensalidade, este deve ser comprovado de forma clara e objetiva ao consumidor, sob pena de serem consideradas indevidas, inclusive com determinação de restituição de valores indevidamente pagos pelos consumidores. Não se pode perder de vista que os convênios médicos prestam os serviços de saúde em regime complementar e suplementar ao Estado, por se tratar de direito fundamental do indivíduo e da sociedade, de modo que aquele que resolve atuar no campo da saúde, não pode agir como se sua atividade fosse meramente mercantil (Lei 8.080/90, artigo 22). Saúde não é comércio. Resumindo, seja pelo dever de informação, quase sempre violado em alguns contratos, seja pela inexistência de prova eficaz e robusta da ocorrência da sinistralidade ou de aumento de custos médico-hospitalares, o Poder Judiciário poderá ser acionado para limitar os reajustes anuais aplicados em planos de saúde coletivos aos índices previstos pela ANS, enquanto não sobrevier regulamentação específica para esses contratos. * Advogado da área Cível


Fotografia

Projeto desenvolvido com estudantes da Teotônio Vilela trabalha inclusão por meio de exposição fotográfica Página 5

Inside

Sétima Arte

Concorrente russo no Oscar 2019, Konstantin Khabensky dirige e estrela o pesado drama de guerra “Sobibor” Páginas 10 e 11

TeaTro

O Vendedor de Sonhos agora nos palcos Sesc traz peça teatral inspirada no best-seller de Augusto Cury para Farroupilha, na quinta, e ainda há ingressos disponíveis Fotos: Divulgação

Mistura de diversão e reflexão No espetáculo o bêbado boa-praça (Adriano Merlini) se junta a Júlio César (Mateus Carrieri), na missão de vender sonhos com o Mestre (Luiz Amorim)

A

daptação teatral do livro homônimo, “O Vendedor de Sonhos” chega em Farroupilha na próxima quinta, às 20h, no Auditório do CFar. Promovido na cidade pelo Serviço Social do Comércio (Sesc), a peça está encantando famílias por todo Brasil. Foram mais de 50 mil espectadores desde que a turnê iniciou, em julho do ano passado. Os ingressos para assistir ao espetáculo podem ser adquiridos no Sesc Farroupilha, e custam de R$ 15,00 a R$ 40,00 (valores ao lado).

O livro é o romance mais vendido de Augusto Cury, que também é médico psiquiatra. Foi traduzido em mais de 60 idiomas e chegou às telonas em 2016. Para os palcos, a adaptação foi feita pelo próprio escritor, em parceria com Cristiane Natale e Erikah Barbim. O espetáculo conta a história de Júlio César, que tenta cometer suicídio, mas é impedido pelo “Mestre”, um morador de rua que lhe vende uma vírgula para continuar escrevendo sua história. Juntos encontram Bartolomeu, um bêbado boa-praça que deci-

de se unir a eles para vender sonhos e despertar a sociedade. Porém, a revelação de um passado de conflitos do Mestre pode acabar com a missão. Fraquezas, virtudes, abandono e

depressão são temas retratados na peça, que é um convite para aprender a valorizar a vida. A classificação indicativa é de 10 anos, e a apresentação tem duração de 70 minutos.

Programe-se O que: peça teatral “O Vendedor de Sonhos” Quando: próxima quinta, às 20h Onde: Auditório Professor Raul Bampi do CFar (Rodovia dos Romeiros, 567) Quanto: comércio, serviço e empresários com cartão Sesc/Senac, R$ 15,00; idosos e estudantes, R$ 20,00; e público em geral R$ 40,00. Ingressos no Sesc (Cel. Pena de Moraes, 320)


Inside

2

FARROUPILHA, 23 DE AGOSTO DE 2019

Cinemas Imagens: Reprodução

Shopping Iguatemi (RST-453, quilômetro 3,5) Cinemas GNC 1: Meu Amigo Enzo (dublado) - às 13h45min GNC 1: Brinquedo Assassino (dublado) - às 16h GNC 1: Era Uma Vez em Hollywood - às 18h (legendado) e 21h20min (dublado) GNC 2: Nada a Perder 2 - às 14h20min, 16h40min, 19h e 21h10min GNC 3: Os Brinquedos Mágicos (dublado) - às 13h30min e 15h40min GNC 3: Brinquedo Assassino - às 17h50min e 19h50min (legendado), 22h (dublado) GNC 4: O Rei Leão - às 13h10min (dublado), 15h50min e 18h50min (dublado e em 3d), 21h30min (legendado e em 3d) GNC 5: Velozes e Furiosos: Hobbs & Shaw - às 13h20min (dublado), 16h15min (legendado), 19h10min (dublado e em 3d), 21h50min (legendado e em 3d) GNC 6: Era Uma Vez em Hollywood - às 14h e 17h30min (dublado), 21h (legendado) Ingressos: segunda e quinta (exceto feriado e Carnaval) a R$ 24,00 e R$ 30,00 (salas 3d); terça e quartas (exceto feriado e Carnaval) todos pagam meia entrada; sexta a domingo e feriado a R$ 28,00 e R$ 34,00 (salas 3d). Meia entrada todos os dias para menores de 18 anos e maiores de 60 (mediante apresentação de identidade), estudantes (mediante apresentação de Carteira de Identificação Estudantil), pessoas com deficiência (com documento que a comprove), cliente Movie Club Preferencial (cartão verde fidelidade GNC).

Shopping San Pelegrino (Avenida Rio Branco, 425) * Obs: o site do Cinépolis traz apenas os horários dos filmes, mas não informa em qual sala serão exibidos O Rei Leão - às 14h e 16h40min (dublado), 19h15min e 22h (dublado e em 3d) Nada a Perder 2 - às 13h, 15h30min, 18h e 20h30min Brinquedo Assassino - às 13h30min, 16h, 18h30min e 20h45min (dublado), 22h10min (legendado) Velozes e Furiosos: Hobbs & Shaw - às 15h (dublado) e 18h15min (dublado e em 3d) Meu Amigo Enzo (dublado) - às 19h45min Os Brinquedos Mágicos (dublado) - às 13h15min, 15h20min e 17h40min Anna: O Perigo Tem Nome (dublado) - às 21h15min Era Uma Vez em Hollywood - às 14h15min (dublado), 17h30min e 21h (legendado) Ingressos: nas salas tradicionais, segunda a quarta (exceto feriado) a R$ 23,00 e R$ 11,50 (meia); quinta (exceto feriado) a R$ 25,00 e R$ 11,50 (meia); sexta a domingo e feriado a R$ 26,00 e R$ 13,00 (meia). Nas salas 3d, segunda a quarta (exceto feriado) a R$ 29,00 e R$ 14,50 (meia); quinta (exceto feriado) a R$ 29,00 e R$ 15,00 (meia); sexta a domingo e feriado a R$ 32,00 e R$ 16,00 (meia).

Sala de Cinema Ulysses Geremia (Luiz Antunes, 312) Amanda - sexta a domingo, às 19h30min Ingressos: R$ 10,00 e R$ 5,00 (estudantes e sênior)

Tá de brincadeira? O jovem cineasta norueguês Lars Klevberg apresenta o remake de “Brinquedo Assassino”, o clássico Terror do final dos anos 80. Para a criançada, diretor chinês Gary Wang chega com “Os Brinquedos Mágicos”


Inside

FARROUPILHA, 23 DE AGOSTO DE 2019

3

Tradicionalismo

Farroupilha sedia inter-regional do Enart Neste final de semana a cidade será palco para 1ª classificatória do concurso, que ocorre em novembro, em Santa Cruz do Sul Divulgação

Arte e cultura Comunidade poderá prestigiar etapa classificatória para o Enart que acontece neste final de semana

M

aior Festival de Dança Gaúcha do País, o Encontro de Artes e Tradição Gaúcha (Enart) terá sua 1ª inter-regional disputada em Farroupilha. Será neste final de semana, nos pavilhões do Parque Cinquentenário. Competidores de 10 Regiões Tradicionalistas do Estado disputarão nas modalidades Danças Tradicionais, Chula,

Solista Vocal Peão e Prenda, Declamação Peão e Prenda, Danças de Salão e Violão. Os artistas se apresentarão em sete palcos, todos abertos ao público. Segundo o vice-prefeito e patrão do CTG Ronda Charrua, Pedro Pedroso, são esperados cinco mil participantes no evento, entre competidores e público. A final do Enart será disputada de 15 a 17 de novembro, em Santa Cruz do Sul.

Os participantes da 1ª inter-regional

CTG Aldeia Farroupilha, CTG Ronda Charrua, CTG Negrinho do Pastoreio, CTG Laço Velho, CTG Chegando no Rancho, CTG Campo dos Bugres, CTG Tropilha Farrapa, CTG Chaleira Preta, CTG Querência do Prata, DT Clube Juvenil, CTG Galpão Campeiro, CTG Sentinela da Querência, CTG Sentinela do Pago, CTG Guapos da Agronomia, CTG Estirpe Gaúcha, CTG Galpão Amigo, CTG Galpão Crioulo, CTG Essência da Tradição, CTG Encosta da Serra, CTG Manoel Teixeira, CTG Getúlio Vargas, CTG Felipe Portinho, CTG Última Tropeada, CTG Tropel de Caudilhos, CTG Querência das Águas, CTG Trilha Serrana, CTG Ronda Crioula, CTG Dom Luiz Felipe de Nadal, CTG Moacir da Motta Fortes, CTG Piazito da Tradição, GAN Lagoa Vermelha, CTG Pousada dos Carreteiros, CTG Rodeio da Querência, CTG Mate Amargo e CTG Os Desgarrados.

Programação

Sábado 8h30min, no palco 1: Danças Tradicionais Força B. Ginásio Cinquentenário, Palco Santo Ventoso 8h30min, no palco 2: Chula (classificatória). Ginásio São Tiago, Palco Fegart 8h30min, no palco 3: Solista Vocal Peão (classificatória). Ginásio da Ginástica, Palco Mérica-Mérica 8h30min, no palco 4: Solista Vocal Prenda (classificatória). Centro de Eventos Mário Bianchi, Palco Moscatel 8h30min, no placo 5. Declamação Peão (classificatória). Galpão Crioulo, Palco La Cucagna 8h30min, no Palco 6. Declamação Prenda (classificatória). Secretaria de Esportes, Palco Nossa Senhora de Caravaggio 8h30min, no palco 7. Danças de Salão (classificatória). Centro de Convivências São José, Palco Charrua 13h30min, no palco 1: Abertura oficial. Logo após, prosseguimento da modalidade de Danças Tradicionais Domingo 8h30min, no palco 1: Danças Tradicionais Força A. Ginásio Cinquentenário, Palco Santo Ventoso 8h30min, no palco 2: Chula (final). Ginásio São Tiago, Palco Fegart 8h30min, no palco 3: Solista Vocal Peão e Prenda (final). Ginásio da Ginástica, Palco Mérica-Mérica 8h30min, no palco 4: Declamação Peão e Prenda (final). Centro de Eventos Mário Bianchi, Palco Moscatel 8h30min, no placo 5. Violão (final). Galpão Crioulo, Palco La Cucagna 8h30min, no Palco 6. Causo de Galpão. Secretaria de Esportes, Palco Nossa Senhora de Caravaggio 8h30min, no palco 7. Danças de Salão (final). Centro de Convivências São José, Palco Charrua


Inside

4

Crônicas da Redação Ramon Cardoso

ramon@jornalinformante.com.br

FARROUPILHA, 23 DE AGOSTO DE 2019

Agenda

Na eleição do ano passado, Luciano Huck, que se acha um ser iluminado, ensaiou uma pretensa candidatura à Presidência da República. Lembrou Silvio Santos na eleição de 1989. Com uma diferença, claro: Silvio não era uma piada e os esquerdistas Lula e Brizola, borrados de medo, conseguiram barrar a candidatura do outsider, que certamente venceria os dois e certamente também Collor. Huck sabe tudo. De física nuclear à separação de lixo. Mas o que ele mais entende mesmo é de política. Começou a dar palpite aqui e ali. Huck falando sobre política é mais ou menos como Joel Santana falando sobre Língua Inglesa. Mas o lado da política que o apresentador mostrou mais entender é o lado podre, a banda suja. Ele está entre a mais de uma centena de endinheirados que usou recursos do BNDES para compra de jatinhos. Tem que ser muito cretino pra posar de ético e moralista enquanto se beneficia de R$ milhões de dinheiro público, dos pagadores de impostos, para atender a um capricho particular, inclusive tendo os recursos suficientes para tal. Esse é o candidato a presidente de FHC e dos tucanos. Faço muita questão que vá, embora duvide, porque gente assim só quer holofote, bajulação. Na hora do pega pra capar, foge da raia. Felizmente esse governo está fazendo cair as máscaras dessa turma de hipócritas, como esse embusteiro, que é a favor do desarmamento mas faz gravação subindo favela escoltado por uma unidade do BOPE. É a turma do Projaquistão, da Lacrolândia, um bando de alienados que vive numa bolha e se acha acima do bem e do mal. Aos poucos vão tendo sua hipocrisia revelada. Esse tipo de gente merece a lata do lixo da história. Merece o desprezo da população de bem, essa que vive no Brasil e não em Alice no País das Maravilhas. Essa população que ralou desde a redemocratização lutando para sobreviver enquanto era saqueada por uma máfia de centro esquerda que, por mais surreal que possa parecer, segue, em sua esmagadora maioria, solta e ocupando cargos importantes na política, quando deveria estar mofando atrás das grades. Centenas, milhares de empresas foram fechadas, milhões de trabalhadores perderam seus empregos porque não havia dinheiro disponível. Ele era sugado por esse bando de aproveitadores e por ditaduras e governos esquerdistas (opa, aqui uma redundância porque é tudo a mesma porcaria) ao redor do mundo, que darão um calote de proporções incalculáveis aos cofres públicos. O BNDES, na gestão desses vagabundos, virou uma financeira de lavagem de dinheiro. O N, de Nacional, perdeu seu sentido, porque o dinheiro ia para fora. Só circulava aqui a grana para amigos do rei. Esses quadrilheiros quebraram o País e, o que mais revolta, seguem por aí, posando de arautos da decência e da moralidade. Que o governo Bolsonaro continue assim e acelere o processo. Que abra todas as caixas-pretas, não só do BNDES, mas especialmente dos fundos de pensão. Chegou a hora de uma depuração completa e, se não der para encarcerar essa máfia, que pelo menos ela seja varrida das urnas a ponto de nem uma fraude eleitoral, como fizeram na última eleição presidencial nos dois turnos, ser suficiente para colocá-los de volta no poder. O acerto de contas com a história está em curso.

Deck 256 (Gonçalves Dias, 306), às 22h Acoustic Rock com Arthur Armazém Retrô Pub (Guerino Tartarotti, 162), às 22h Muinho Rock Café, show acústico com Douglas Rapkiewicz Muinho Club (Mal. Floriano Peixoto, 190), às 20h DJ’s Locais na Casa Milano Casa Milano (RS 122, quilômetro 55), às 23h

SÁBADO Academia do Vinho Casa Perini (Vale Trentino), às 16h

Divulgação

SEXTA Hipocrisia misturada Me Leva pro Deck 256, pagode com Sem Razão à canalhice e mau-caratismo

Sertanejinho Bem Bacana com Fabinho Soares e Banda Boteco do Chá (Rômulo Noro, 555), às 23h30min

DOMINGO Piquenique Cultural Cabana Haupt (Devio Blauth), às 14h


FARROUPILHA, 23 DE AGOSTO DE 2019

Fotografia

Inside

Yasmin Signori Andrade

Mostra que integra a Semana da Pessoa com Deficiência, reúne fotos produzidas por portadores de necessidades especiais que estudam na Escola Teotônio Vivela

Um outro olhar Alunos tiveram a oportunidade de fotografar e serem fotografados

N

Paulo Roque Gasparetto prgasparetto@terra.com.br

Cliques pela inclusão

a intenção de ampliar as possibilidades de inclusão e socialização dos alunos com necessidades especiais, foi realizada uma oficina com alunos da Escola Municipal Senador Teotônio Vilela. Usando a fotografia como instrumento de comunicação, as professoras Carla Dal Vesco e Gabriela Echer, juntamente com o fotógrafo Fabiano Knopp, desenvolveram os trabalhos que renderam a exposição “Aos Olhos de Quem o Mundo Não Vê”. Foi promovendo a autoestima e integração, que 46 fotos puderam compor a mostra que abriu na quarta. Ela estará disponível para visitação até o dia 28, no hall de entrada da Prefeitura Municipal (Praça da Emancipação, s/nº), de segunda a sexta,

5

das 9h às 16h. Após o período, a mostra seguirá para o Ceac, com data ainda a definir. “A ideia foi proporcionar aos alunos um dia de fotógrafos, contanto a sua própria história. Foi muito gratificante ver o sorriso no rosto deles, ver o nervosismo em pegar uma câmera profissional pela primeira vez e serem os protagonistas naquele dia”, relata o fotógrafo Fabiano, que também aproveitou o momento para fazer registros dos alunos, mostrando um pouco do contexto de onde essão inseridos. As fotos do profissional também inegram a exposição. A oficina contemplou nove crianças de 10 a 12 anos, portadoras de autismo, Síndrome de Down ou transtorno de aprendizagem. A mostra integra a programação da XIII Semana Municipal da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla, que segue até quarta.

Sonho com um mundo sem armas Sim, sonho com um mundo sem armas. Não podemos pensar numa evolução humana enquanto houver o culto pelas armas. Elas são sinal de morte e do homem primitivo das cavernas. Atrás de uma a arma está um criminoso. Muitos dizem que é por segurança ou até pensando em defesa pessoal. Assim, utilizam os Estados Unidos para defender suas ideias. No entanto, lá onde a venda de armas é liberada, a taxa de assassinatos é 25 vezes maior do que a de outros países desenvolvidos e o número de mortes em incidentes com armas de fogo 40 vezes maior do que com os ataques terroristas. Num momento de desentendimento, as pessoas desarmadas têm menos possibilidades de se ferirem. Tendo uma arma à disposição o risco é muito maior. Assim, as armas em casa aumentam os riscos à própria família e de modo especial às mulheres. A metade das mortes por feminicídio acontecem por armas de fogo e ocorrem dentro da própria casa. O melhor mesmo é livrar-se de todo o tipo de armas. Sonho um mundo como diz a Bíblia: “O leão pastará junto com cordeiro... a criança brincará junto com a cobra...”, ou como no diz no Antigo Testamento: “Não matarás!” (Ex 20,13), é a lei fundamental em defesa da vida. Este sonho vem sendo destruído por tantos sinais em nossa sociedade. Não é de se estranhar que este mandamento não faça parte da agenda e propostas políticas de desgovernos que atentam contra a vida do povo e dos empobrecidos. Uma sociedade que arma os indivíduos é incapaz de amar as pessoas e de perceber Deus presente naqueles que caminham conosco. Em nome de Deus se fazem as coisas mais lindas e os mais terríveis absurdos são realizados. Vive-se em nome de Deus e mata-se em nome do mesmo Deus. Em muitos casos, alguns governantes deveriam sentir vergonha de dizer que são cristãos ou de estarem em púlpitos, rodeados por agentes religiosos, que destorcem o Evangelho de Jesus. Um dia a violência acabará e a paz será gravada no coração de cada um de nós. Isso depende de esforço de todos. É por isso que eu digo que, na defesa da vida, a ordem é: Não às armas. * Pároco da Paróquia Sagrado Coração de Jesus e doutor em Comunicação


Mary Fotografia

N

Encontro

este domingo acontece Piquenique Cultural Viva Muinho, no pátio do Moinho Covolan. O encontro reúne gastronomia, música e arte numa tarde leve para o público. Na data haverá música ao vivo, chopp e cervejas do Blauth Bier, Cesta de Piquenique do Muinho Café, Espaço Kids e Pets. Entrada gratuita!

Yoga

A Sattva Yoga promove, nos dias 31 de agosto e 1º de setembro, o evento Soul Cultural. A atividade ocorre na Cervejaria Guarnieri, próximo ao Parque da Fenachamp. A programação conta com aula de Yoga ao redor do lago, show da banda Long John e Food Trucks com opções vegetarianas.

Karine P pela FSG no espa co Eduardo Furlin e Bruna Grazziotin realizaram uma cerimônia intimista para celebrar a sua união, na bela praia de Jericoacoara, em Fortaleza, no dia 7

Pagodinho

Arquivo Pessoal

Zéto Telöken

O Deck356 recebe o grupo Sem Razão nesta sexta para mais uma edição da festa Me Leva. Em formato de Roda de Samba, o grupo se apresenta próximo ao público, trazendo as músicas confirmadas do pagode. Os ingressos são cobrados na hora.

Formanda do final de semana, Amanda Feltrin recebeu o diploma em Direito, pela Unisinos, e o carinho dos pais Elenice e Giancarlo Feltrin. A festa aconteceu na Casa Perlage e contou com participação dos business da família, com bar itinerante do Hard Rock Café e hamburgueres do Bob’s na madrugada. O projeto teve assinatura de Tahís Fabbro Madeira

Samuel Kaster no espaço Dhamma Santi, na cidade de Miguel Pereira, no Rio de Janeiro, onde participou de um curso recentemente

Douglas Baldin e Ananda Servelin curtem viagem na Argentina. Na foto estão na frente do Glacia no Vulcão Tronador, próximo à cidade de Ba


Cristiano de Oliveira

Fran Dal Monte

Palavro conquistou o diploma no curso de Psicologia, G, e celebrou no sábado com seus familiares e amigos, aço do salão da Associação do Bairro Monte Pasqual, om decoração assinada por Aline Barbosa Alves

Dienifer Táparo circulou na festa que animou o Boteco do Chá, no sábado Diego Frigo Arquivo Pessoal

m de férias al Negro, ariloche

Fique por Dentro Cores

A festa Colours, comandada por Francisco Bortolossi, já tem sua próxima edição confirmada. O evento acontece no Jockey Clube, no dia 19 do próximo mês. No line-up já estão confirmados os DJ’s Kolombo e Pawsa. Os ingressos estão à venda no site do evento.

Zen

Gabriela Trubian feliz em sua festa de formatura no curso de Design de Moda, pela FSG, realizada no sábado ao lado de familiares e amigos

O Sesc Farroupilha promove uma palestra com a fundadora da Comunidade Zen Budista Zendo Brasil, Monja Coen, no mês de outubro. A escritora e palestrante realiza sua conversa com o público no Centro Municipal de Eventos Mário Bianchi e os ingressos estão disponíveis na entidade. Participe!


Inside

8

Fabrício Oliboni fabrioliboni@gmail.com

Era Uma Vez em... Hollywood Quentin Tarantino lançou o seu novo filme na semana passada: Era Uma vez em... Hollywood. Trata-se do filme número 9 do cineasta, o que nas contas do próprio é o penúltimo do seu currículo, pois disse que irá se aposentar no 10. Eu duvido, e espero muito que ele não cumpra a sua promessa. Bom, sem mais delongas, vamos falar de Era Uma Vez em... Hollywood. Primeiramente, alerto a todos que forem assistir ao filme que estejam atualizados com o caso de Charles Manson e Sharon Tate. Aconteceu em 1969, e trata-se de uma das tragédias mais surreais dos EUA, além de ser o divisor de águas da época que o filme retrata. Guerra do Vietnã, os hippies, o poder da indústria do cinema, Los Angeles... ter conhecimento sobre o que ocorreu é fundamental para aproveitar o filme da forma que ele exige e merece. Dito isso, seguimos. Tarantino é um cineasta que gosta de dar a sua versão para um determinado gênero do cinema. Foi assim com Django Livre (faroestes italianos), Bastardos Inglórios (filme da 2ª Guerra Mundial), À Prova de Morte (Grindhouse, médias metragens que eram exibidos em sessões duplas nos EUA) e Kill Bill (filme de ação oriental). Dessa vez não há um gênero específico que tenha a marca de suas digitais. Há um pouco de cada, e faz total sentido, porque o intuito dele é bem nítido, pois o filme é uma carta de amor ao cinema, televisão e Hollywood. Ele cresceu naquela época. Viu e vivenciou muito do que vemos na tela. Percebe-se que ele quer passar ao público muito do que ele teve o privilégio de ter visto, sob a sua ótica, tão particular e apaixonada. Não são poucas as cenas onde os personagens passam de carro por Los Angeles. Aliás, a cidade foi recriada com uma fidelidade absurda. Tarantino é conhecido por ter uma memória fotográfica, e isso pode ser comprovado no filme, pois o nível de detalhes é incrível. É um retrato preciso, sincero e bonito. Para os aficcionados pelo trabalho de Tarantino, esse é um filme diferente. A sua marca está impressa em cada cena, mas foge um pouco do que se espera dele. Diálogos rápidos, violência e a separação em capítulos dos seus filmes aparecem menos aqui. É uma obra mais linear, lenta e contemplativa. Conter-se pode ser um sinal de maturidade, e aqui vemos isso. Talvez seja o filme menos Tarantino dele, mas ao mesmo tempo é um dos que mais fala sobre a sua vida e carreira. Parece que tudo que veio previamente o levaria a Era Uma Vez em... Hollywood. Não é o meu filme preferido do Tarantino, pois este segue sendo Pulp Fiction. No entanto, a cada vez que penso sobre o filme ele cresce. Não duvido que siga nessa progressão, e acredito que esse era o intuito dele. Era Uma Vez em... Hollywood quebra expectativas de quem esperava ver mais um “legítimo” Tarantino. A época escolhida, o caso real que ele aborda, o que esperamos ver em um de seus filmes... para no seu desfecho culminar em algo que eu só posso descrever como tarantinesco. E é lindo, cara! É genial! Não pare no 10° filme, por favor! * Agente de intercâmbio e bacharel em Relações Internacionais

FARROUPILHA, 23 DE AGOSTO DE 2019

Tradicionalismo

Reverência ao Fegart no A cultura gauchesca vai agitar o Largo Confira a programação Carlos Fetter, de 13 a 22 de setembro, Dia 13 de setembro, sexta com realização da 7ª edição do evento 8h30min: início do Concurso Artístico Farroupilha

P

ara celebrar as tradições e cultura gaúcha com muita música, dança e comidas típicas, foi lançada a 7ª edição do Farroupilha Bem Gaúcha. Uma homenagem ao evento que teve 11 edições no município, e hoje como Enart é o maior festival amador da América Latina. O tema deste ano é “Farroupilha Bem Gaúcha Reverencia o Fegart”. Vai acontecer de 13 a 22 de setembro, tradicionalmente no Largo Carlos Fetter. O lançamento oficial aconteceu na noite de terça, no CTG Chilenas de Prata e a programação completa com as atrações já confirmadas, pode ser conferida ao lado. Segundo a Secretaria de Turismo e Cultura, a estrutura para esta edição terá mil metros quadrados de área coberta com lonas, praça de alimentação com seis pontos e acampamento com 18 galpões. Já o Concurso Estudantil Artístico, protagonista das festividades, deve envolver mais de 800 crianças e adolescentes de escolas farroupilhenses. No dia 20, seguindo o tema da edição, será feita uma homenagem aos tradicionalistas farroupilhenses premiados no Fegart. Desde 1986, o evento era promovido pelo Movimento Tradicionalista Gaúcho, em parceria com a Prefeitura de Farroupilha e o Instituto Gaúcho de Tradição e Folclore (IGTF), com o nome de Festival Gaúcho de Arte e Tradição (Fegart). Acontecia sempre no último final de semana de outubro, e permaneceu no município da 1ª a 11ª edição. Em 1997, o evento foi transferido para Santa Cruz do Sul e em 1999, passou a se chamar Encontro de Artes e Tradição Gaúcha (Enart).

Bem Gaúcha, modalidade Instrumental 13h30min: continuação do Concurso Artístico Farroupilha Bem Gaúcha, modalidade Instrumental 18h: cerimônia de abertura do evento 19h30min e 21h30min: apresentações artísticas Dia 14 de setembro, sábado 9h: Jogos Campeiros 10h: tertúlia livre 14h: apresentação artística 16h30min: Marcello Caminha e Grupo 18h30min: Grupo Rodeio 21h: apresentação artística Dia 15 de setembro, domingo 9h: Jogos Campeiros e Tiro de Laço (vaca parada) 14h: apresentação artística 16h: Luciano Maia e Grupo 18h: Espedito Abrahão & Os Campeiros 21h: apresentação artística Dia 16 de setembro, segunda 8h30min: início do Concurso Artístico Farroupilha Bem Gaúcha, modalidade Declamação 13h30min: continuação do Concurso Artístico Farroupilha Bem Gaúcha, modalidade Declamação 17h: Festival Gaúcho de Cinema 18h: sessão da Câmara de Vereadores, com entrega da Medalha Mérito Farroupilha 20h: apresentação com Quarteto Coração de Potro 21h30min: apresentação artística Dia 17 de setembro, terça 8h30min: início do Concurso Artístico Farroupilha Bem Gaúcha, modalidade Intérprete Solista Vocal 13h30min: Teatro UEBA com a peça “Fábulas do Sul” 14h30min: continuação do Concurso Artístico Farroupilha Bem Gaúcha, modalidade Intérprete Solista Vocal 19h: Adriana de Los Santos e Grupo 20h: Grupo Gurias Gaúchas


Inside

FARROUPILHA, 23 DE AGOSTO DE 2019

Tradicionalismo

9

Dolores Maggioni doloresmaggioni@terra.com.br

Farroupilha Bem Gaúcha Maíra Azevedo

Tradição O evento teve lançamento oficial no CTG Chilenas de Prata, que também fez apresentação artística

21h: apresentação artística Dia 18 de setembro, quarta 8h30min: início do Concurso Artístico Farroupilha Bem Gaúcha, modalidade Danças Tradicionais 13h30min: início do Concurso Artístico Farroupilha Bem Gaúcha, na modalidade Chula. Logo após, continuação do Concurso com Danças Tradicionais. Após término do Concurso: entrega das premiações 19h30min: Robison Boeira e Grupo 21h: apresentação artística Dia 19 de setembro, quinta 10h e 14h: tertúlia livre 18h: apresentação artística 20h: Grupo Yangos 21h30min: baile oficial Machado e Marcelo do Tchê Dia 20 de setembro, sexta 10h: Missa Crioula 13h: apresentação dos campeões dos concursos Farroupilha Bem Gaúcha, modalidade Danças 14h: ato de homenagem aos tradicionalistas premiados do Fegart

15h: apresentações de danças regionalistas tradicionais com os Centros de Tradições Gaúchas (CTG’s) Aldeia Farroupilha, Chilenas de Prata, Rancho de Gaudérios e Ronda Charrua 19h: apresentação artística 21h30min: apresentação artística com Os Bertussi Dia 21 de setembro, sábado 10h: tertúlia livre 9h: Jogos Campeiros 13h30min: torneio de Truco Cego (trio) 14h: apresentação artística e Baile da Melhor Idade 16h e 18h: apresentação artística 20h: apresentação artística com Baitaca e Grupo do Fundo da Grota 22h30min: apresentação artística Dia 22 de setembro, domingo 10h: tertúlia livre 14h: apresentação artística com Grupo Manotaço 17h: apresentação do Grupo de Danças Folclóricas Os Gaudérios 19h30min: apresentação artística

As horas são fadas voláteis Um sol alaranjado começa a se afastar. Estende braços invisíveis até a minha varanda e eu o tomo nas mãos, como querendo possuí-lo. É frio. O vento suspira por entre a cabeleira das árvores frementes, onde um sabiá tonto de amor espera sua eleita. Observo. Visto meias listradas e um chinelo de pano. Há no ar, um nada que me encanta. A túnica do sol se tinge de vermelho e as nuvens o imitam. Na rua lá embaixo, um cão fareja a laje. Não é gordo. Parece faminto. Tem pelo judiado. Quer fazer amor. A cadela está do outro lado da cerca. É impossível. O cão está inconformado. Continuo observando. O nada que me encanta! Agora o sol já trocou sua indumentária. Ficou rubro... igual a metafísicas seculares saudades. O entardecer me fascina. Parece conjugar o verbo “viver” em todos os tempos. Entro um minuto. Visto um abrigo mais quente. Retorno para o nada que me encanta. Uma borboleta retardatária baila inquieta igual à inquietude deste sonho que enrola pedaços de crepúsculo e vence sombras e neblinas, cantando em minha orquestra composta por violinos de suspiros. Começa a anoitecer. Agora é a vez da brisa. Parece ter ido com o sol a minha ansiedade... Já não atiça meu coração onde este nada abraça a alma cheirosa como cerejeiras em flor. Ainda percebo as azaleias. Em fila indiana. Assim as plantaram. Gosto de mais desordem na distribuição das plantas. Um último urubu risca o céu. Num movimento ritmado, copula com o espaço, nesta paixão assustadoramente incrível que é a vida. Observo. Teimosamente. O ocaso do dia é o despertar da noite. O ar gelado do inverno se infiltra por entre as horas deste mês que agoniza. Aquele bem arrumado e frágil amontoado de penas escuras levou o urubu embora. Parece que só eu vou sobrar aqui nesta varanda gelada. É noite agora. É a vez da lua! Tão pálida e resignada à espera de um eclipse (quando será o próximo?). Será que a lua vai ter de esperar muito para encontrar o seu amor, o sol? Eu a fito. Tento adivinhar o belo animal com cascos de prata, sentado no seu ventre. Tudo parece demasiado alheio. As horas são fadas voláteis, etéreas, esvoaçantes. O frio acentuou. Fecho as portas da varanda. Cerro as cortinas. Não vejo mais a lua, sequer a sua tristeza de esperar pelo eclipse. Apego-me ao meu sonho igual a hera aos muros. Ele guarda gestos que o tempo fez lembranças com um toque anestésico açucarado... seiva viva de outonos e pretéritos... restos de madrugadas adubadas de ternuras... Sou um lirismo provinciano que se fez gente! Um sentir e um estar neste nada que me encanta! Preciso de um vinho tinto. Para comemorar um nada. Para alcançar estrelas e apanhar algumas delas só para mim. Estou em paz. Como um horizonte infinito, garimpeira de outros sonhos. Além do vinho, acho que também preciso de uma fada madrinha... ou de um campanário, ou de um abraço. Sem nome... igual ao meu nada. * Poetisa


Inside

10

Sétima Arte

FARROUPILHA, 23 DE AGOSTO DE 2019

Resistência até o limite Representante da Rússia no Oscar em 2019, “Sobibor” relata a barbárie e o horror em campo de extermínio nazista na Polônia, para onde eram enviados os prisioneiros de guerra soviéticos

L

ocalizado na fronteira da Polônia com a União Soviética, “Sobibor” foi um campo de concentração e extermínio nazista que se dedicava, sobretudo, à captura de soldados soviéticos. Judeus de várias nacionalidades também estavam aprisionados no local, mas a proximidade com o território inimigo fazia com que, logisticamente, fosse mais fácil e prático manter aprisionado combatentes do Exército Vermelho. Ele seguia a lógica de barbárie e insanidade que regia o modelo adotado pelos alemães, ou seja, mulheres, crianças e homens que não tivessem condição de trabalhar eram mortos em câmaras de gás e posteriormente incinerados. Qualquer tentativa de fuga, e a esperança em escapar era grande, justamente pela localização geográfica do campo, era reprimida com dezenas de mortes a esmo a fim de desencorajar qualquer tipo de insurgência. Nos 75 anos de libertação de Sobibor, celebrados em 14 de outubro de 1943, o premiado cineasta russo Konstantin Khabensky conta a história da única e bem-sucedida revolta ocorrida em

um campo nazista durante a II Guerra Mundial. Não só conta como atua, já que faz o papel principal na trama, do advogado e militar Alexander ‘Sasha’ Pechersky. Detido após uma tentativa frustrada de escapar do campo de Minsk, mantido pelos alemães em território soviético, ele é enviado para Sobibor. O local era um dos mais violentos, talvez o mais brutal campo de concentração do conflito, justamente por contar com combatentes soviéticos. Eles eram obrigados a todo tipo de trabalho forçado, executado até a exaustão, além da humilhação e sadismo dos oficiais da SS que atuavam em Sobibor, como Karl Frenzel, interpretado pelo americano Christopher Lambert. Num cenário de violência extrema é que cresce a chance de uma resposta. Inicialmente, apenas Sasha é quem cogita a possibilidade. Porém, aos poucos, todos percebem que, mais cedo ou mais tarde, serão aniquilados e, embora seja arriscado, lutar é a única chance de sobrevivência. E é justamente se submetendo aos caprichos cruéis dos oficiais nazistas que as reduzidas esperanças crescem, à medida que os instrumentos de controle sobre a população apri-


FARROUPILHA, 23 DE AGOSTO DE 2019

Inside

11

Sétima Arte

físico e mental Divulgação

Levante a caminho O cineasta Konstantin Khabensky interpreta o líder Alexander ‘Sasha’ Pechersky: revolta que precipitou o fim do conflito

Imagem: Reprodução

sionada são relaxados. Mais, o avanço do Exército Vermelho é uma realidade, de forma que a barbárie, todos sabem, está com os dias contados. Com o auxílio de alguns prisioneiros, em especial do jovem Stanislaw Szmajzner, o Shlomo (Ivan Zlobin), 15 anos, que sobreviveu a Sobibor e, mais tarde, veio a morar no Brasil, no Rio de Janeiro e Goiás, onde inclusive foi responsável pela identificação de dois carrascos que fugiram para o País, um levante é organizado, assentado nesta certeza alemã de que, levada em consideração a exaustão física e psicológica, seria impossível a perpetração de uma revolta. Khabensky revela ao mundo um grandioso episódio de luta, perseverança e resistência da II Guerra, uma história que, até então, era de conhecimento praticamente restrito aos soviéticos, mas que se soma a outros espetaculares feitos homéricos relatados pelo Cinema. Assim como nos ótimos “O Pianista” e “A Lista de Schindler”, a violência impera em Sobibor, mas é justamente a partir dela que se alimenta a esperança de que vale a pena lutar com todas as forças pela liberdade.

Sobibor Direção Konstantin Khabensky Roteiro Alexander Adabashyan Anna Chernakova Andrey Nazarov Ilya Vasiliev Gênero Guerra Drama Duração 117 minutos País Rússia Ano de produção 2018 Estúdio 12+ Kapo Opokat Distribuição Imagem Filmes


12

Horóscopo Áries - 21/03 a 20/04

Você está no caminho certo em relação a investimentos, mas é preciso agir com flexibilidade. É necessário avaliar os acordos e ponderar as palavras. É necessário aceitar os fatos que não estão sob o seu controle. Seja sábio e coerente com o que se apresenta a você.

Touro - 21/04 a 20/05

Você está em destaque para resolver muitas coisas que se apresentam de uma forma geral, mas precisa agir com flexibilidade. O céu aponta desafios para lidar com a família ou com pessoas próximas. Busque agir com maturidade e consciência do que não pode ser alterado.

Gêmeos - 21/05 a 20/06

A forma como as situações se apresentam lhe traz a necessidade de silenciar e avaliar o cenário com discrição. Todo esse processo lhe fornece maturidade e uma percepção positiva para o seu desenvolvimento emocional. Você vai encontrar dificuldades para se expressar.

Câncer - 21/06 a 20/07

Os projetos estão em crescimento, mas você precisa avaliar as condições financeiras ou imprevistos que surgem. É necessário avaliar os negócios, os acordos e as relações com pessoas que dificultam o desenrolar das coisas.

Leão - 21/07 a 22/08

Você é levado a se posicionar de uma forma madura com uma pessoa importante, que interfere em seus objetivos futuros ou na própria carreira. Seja assertivo com as palavras, mas também seja flexível para ter bons resultados.

Vírgem - 23/08 a 22/09

É imprescindível saber lidar com opiniões diferentes. Você está sentindo dificuldades para entender o cenário, então está sendo inflexível, o que dificulta os resultados. Seja leve na forma de expor as suas ideias. Tudo isso está sendo um exercício necessário para o seu crescimento.

Libra - 23/09 a 22/10

Você está consciente de que deve se desapegar de situações que não estão sob o seu controle. As relações de amizades passam por turbulências e você precisa tirar algo disso. Seja sábio para se relacionar com qualidade com pessoas que estão em conflitos.

Escorpião - 23/10 a 21/11

O cônjuge ou uma pessoa importante para a experiência está amadurecendo e está em condições de mudar muitas coisas, mas também sente dificuldades para estabelecer uma troca necessária com pessoas. Busque entender por que está passando por isso e seja flexível.

Sagitário - 22/11 a 21/12

Você está com um ponto fixo sobre como deve agir em seu trabalho! Busque avaliar as resistências que você vem alimentando e como isso prejudica o seu empenho profissional. Seja flexível e leve para interagir com imprevistos e mudanças necessárias.

Capricórnio - 22/12 a 20/01

Uma conversa mexe muito com a autoestima e o deixa mais vulnerável à experiência. Essa conversa pode tocar a relação com os filhos e também o campo amoroso. Busque ser flexível para interagir com as diferenças e com as mudanças que a vida vem exigindo de você.

Aquário - 21/01 a 19/02

Existem conflitos e dificuldades para interagir com uma pessoa muito próxima. A pessoa tocada pode ser o cônjuge ou familiares. Busque analisar as resistências para interagir com informações e ideias diferentes. O céu pede de você flexibilidade!

Peixes - 20/02 a 20/03

A semana segue agitada de tarefas e situações que precisam ser concluídas. Seja flexível e use as palavras com cuidado e atenção. Tenha atenção no trânsito e com situações que exigem de você flexibilidade e ponderação. É necessário ser leve e curar as relações existentes.

Inside

FARROUPILHA, 23 DE AGOSTO DE 2019


FARROUPILHA, 23 DE AGOSTO DE 2019

CRÉDITO DE IMÓVEL LIBERADO /CAIXA CONSÓRCIOS: R$ 239.000,00 valor da parcela de R$ 1.873,00, já tem pago R$ 24.292,00. Para compra, construção, reforma urbana ou rural, aceito carro na entrada. Telefone: (51) 980349805. CRÉDITO DE CAMINHÃO LIBERADO / R$ 180.000,00 valor da parcela de R$ 2.144,56, já tem pago R$ 16.432,00, estudo troca. Telefone: (51) 980349805. ALUGUEL: direto com a proprietária de um APARTAMENTO de dois dormitórios, 2 sacadas, e vaga de garagem, próximo à Defensoria Pública. Escola nas imediações. E, uma SALA COMERCIAL, com dois banheiros, na Independência, com 168m², ambos no Bairro São Luiz. Fones: 9 9951.3583 / 3268-1062. VENDO LOJA DE AUTOMÓVEIS: RSC 453 próximo ao trevo Santa Rita com clientela e nome consolidados. Tratar (54) 9 9118.1642. VENDE-SE TERRENO DE ESQUINA, com 1.377m², a uma quadra da rodoviária e do Shopping Centro de Compras. Contatar através do telefone (54) 9 9118.1642.


2

FARROUPILHA, 23 DE AGOSTO DE 2019


Profile for Informantef Informantef

Edição 602  

Jornal Informante (Farroupilha/RS)

Edição 602  

Jornal Informante (Farroupilha/RS)

Advertisement