__MAIN_TEXT__

Page 1

FARROUPILHA

|

ANO XII

| EDIÇÃO 594

| 28 DE JUNHO DE 2019 |

R$ 3,00

Neste sábado, o clube de serviço farroupilhense completa 20 anos, mas celebração da emblemática data foi feita durante a XIX Feijoada, que lembrou e reconheceu o trabalho de idealizadores e ex-presidentes Página 8 do Inside e Editorial

CIDADE

ECONOMIA

CIDADE

Venda de ingressos de jantar em prol da Liga de Combate ao Câncer já começou Página 10

Evento de apresentação da 14ª edição acontece terça à noite, no Salão Nobre Página 8

Assumindo nesta sexta, estará à frente do Sindicato que possui 700 associados Página 11

Homens na Cozinha está aí

Seleção de Vinhos lançada

Diego Tormes conduz Sismuf

Fabiano Gasperin

Brinde ao Rotary Nova Vicenza


2

FARROUPILHA, 28 DE JUNHO DE 2019

RECONHECIMENTO

Mais do que alunos, exemplos Com o Título Certificado Estudante Destaque, Poder Legislativo homenageou crianças e jovens de sete escolas farroupilhenses buquerque Borges Gonçalves, da Escola Municipal Zelinda Rodolfo Pessin; Leda Zanella Pancotto, da Escola Municipal Presidente Dutra; Cladi Maria Colussi, da Escola Estadual Vivian Maggioni; e Salete Finimundi Gasperin, do Colégio Nossa Senhora de Lourdes. O evento lotou as dependência da Casa Legislativa e também contou com a apresentação do Coral da Escola Municipal Santa Cruz.

Débora Lúcia Fadanelli

Juliana Zardo

Luciana Zanfeliz

Jaqueline de Albuquerque Gonçalves

Leda Zanella Pancotto

Cladi Maria Colussi

Salete Finimundi Gasperin

Fotos: Yasmin Signori Andrade

N

a 10ª edição do reconhecimento que enaltece alunos de escolas públicas e privadas, 36 educandos foram homenageados na segunda, na Câmara de Vereadores. A outorga do título “Estudante Destaque” valoriza os que superam metas em sala de aula. Também foram homenageadas as diretoras das escolas que tiveram alunos reconhecidos. Elas receberam certificado entregue por Sandro Trevisan, presidente da Câmara de Vereadores, e pelo prefeito Claiton Gonçalves: Débora Lúcia Fadanelli, da Escola Municipal Nossa Senhora de Caravaggio; Juliana Zardo, da Escola Municipal João Grendene; Luciana Zanfeliz, da Escola Municipal Santa Cruz; Jaqueline de Al-


3

FARROUPILHA, 28 DE JUNHO DE 2019

CERTIFICADO ESTUDANTE DESTAQUE

Reconhecidos pela excelência Titulação foi entregue por Sandro Trevisan, presidente da Casa Legislativa, e pelo prefeito Claiton Gonçalves Fotos: Yasmin Signori Andrade

Amanda Brustolin Escola Municipal Nossa Senhora de Caravaggio

Bianca Zucco Bono Escola Municipal Nossa Senhora de Caravaggio

Eduarda Zapalai Kolzenti Escola Municipal Nossa Senhora de Caravaggio

Emily Andrade Escola Municipal Nossa Senhora de Caravaggio

Gabriel Ghedini Bertuol Escola Municipal Nossa Senhora de Caravaggio

Gabriela Secchi Escola Municipal Nossa Senhora de Caravaggio

Geovani Bartelle Trois Escola Municipal Nossa Senhora de Caravaggio

Grasiele Perini Dalmagro Escola Municipal Nossa Senhora de Caravaggio

Luiza Silvestri de Souza Escola Municipal Nossa Senhora de Caravaggio

Maurício Zucco Nicoletto Escola Municipal Nossa Senhora de Caravaggio

Ricardo Luigi Manchini Escola Municipal Nossa Senhora de Caravaggio

Valentina Gil de Lima Escola Municipal Nossa Senhora de Caravaggio

Ágatha Letícia Galvão Escola Municipal João Grendene

Ana Clara Venceleski Corrêa Escola Municipal João Grendene

Eduarda Guedes Bolzan Escola Municipal João Grendene

Mariana Quintana Schardosim Escola Municipal João Grendene


4

Fotos: Yasmin Signori Andrade

FARROUPILHA, 28 DE JUNHO DE 2019

Natália de Souza Pinto Escola Municipal João Grendene

Ana Paula Trubian Meneghel Escola Municipal Santa Cruz

Julianne Varaschini Escola Municipal Santa Cruz

Deputada Fran Somensi entrega para filha Maria Luiza Somensi Gonçalves, da Escola Santa Cruz

Sabrina Seibert Escola Municipal Santa Cruz

Victória Palavro Lunardi Escola Municipal Santa Cruz

Alessandro de Souza Didone Escola Municipal Zelinda Rodolfo Pessin

Camily de Souza Escola Municipal Zelinda Rodolfo Pessin

Elói Gustavo Kuscoski Escola Municipal Zelinda Rodolfo Pessin

Guilherme Nolli Bernardi Escola Municipal Zelinda Rodolfo Pessin

Leonardo Villa Escola Municipal Zelinda Rodolfo Pessin

Maria Vitória dos Santos Duarte Escola Municipal Zelinda Rodolfo Pessin

Miranda Machado Klug Escola Municipal Zelinda Rodolfo Pessin

Thiago Faganello dos Santos Escola Municipal Zelinda Rodolfo Pessin

Veridiana Borges Gonçalves Escola Municipal Zelinda Rodolfo Pessin

Vítor Augusto de Souza Escola Municipal Zelinda Rodolfo Pessin

Vitória de Lima Escola Municipal Zelinda Rodolfo Pessin

Fernanda Fogolari Bellaver Escola Municipal Presidente Dutra

Maurício Lucas Zatti Escola Estadual Vivian Maggioni

Thiago Crocoli Balbinot Colégio Nossa Senhora de Lourdes


5

FARROUPILHA, 28 DE JUNHO DE 2019

O impacto na economia com as ESC Vitor Luiz Costa *

O

presidente Jair Bolsonaro sancionou lei que cria as chamadas Empresas Simples de Crédito (ESC). Elas foram concebidas visando facilitar o acesso de crédito aos microempreendedores individuais (MEIs), microempresas e empresa de pequeno porte. Cada empresa poderá ter um faturamento de até R$ 4,8 milhões ao ano e esse controle será feito pela Receita Federal, por meio de sistema de contábil já utilizado atualmente pelas empresas (o Sistema Público de Escrituração Digital). Com esse controle, somente as empresas que atenderem às normativas prevista na lei poderão ser enquadradas como ESC. Ainda, para serem enquadradas como ESC, as empresas devem possuir capital próprio, vedando a captação de recursos financeiros de terceiros. Diferente do que imaginamos, a Receita Federal, mensalmente, vai verificar o capital aplicado em relação ao capital subscrito, assim tendo um parâmetro para concluir se está sendo feita a capitalização de recurso financeiros. A medida adotada pela Receita Federal, de realizar uma apuração mensal junto ao capital aplicado e ao capital subscrito, é justamente para coibir a captação de recursos deixando as empresas em igualdade com as demais modalidades de empresas. Lembrando que se a Receita constatar que está ocorrendo empréstimos maiores que seu capital, estaremos possivelmente diante da prática de crime contra a Ordem Financeira, sendo a ESC punida criminalmente. Segundo o ministro da Economia, com a criação das ESC há um potencial

para ser injetado na economia cerca de R$ 20 bilhões por ano, cerca de 10% de todo o mercado de crédito para micro e pequena empresas. Como principal atrativo da ESC está o juro baixo, já que a taxa média de juros para o segmento de credito é de 45% ao ano. Como essa nova possibilidade de crédito feito pelas ESC, os microempreendedores individuais (MEIs), microempresas e empresa de pequeno porte poderão adquirir empréstimos com maior facilidade e com juros menores, o que não só facilita a vida dos empreendedores, mas também contribui com o emprego no País. Ao nosso ver, com a criação das ESC o mercado tende a ter um aquecimento, uma vez que, havendo uma maior acessibilidade de crédito pelos microempreendedores (MEIs), e pelas micro e pequenas empresas, há maior chance de que estes empresários realizarem contratações. Assim, além de gerar empregos, contribui com o crescimento da região onde estão instaladas essas pequenas e microempresas. Do ponto de vista jurídico, a criação das ESC desburocratiza a tomada de empréstimos dos beneficiados pela lei, contudo, as operações feitas precisam ser registradas numa entidade registradora autorizada pelo Banco Central ou pela Comissão de Valores Mobiliários, o que chancela a legalidade das operações, já que a criação das ESC, veio como uma “espécie” de legalização a comum prática de empréstimo por pessoas físicas ou agiotagem. Em resumo, a criação das ESC é pautada de boas intenções e meios para que possa dar certo, ajudando no crescimento, desenvolvimento e geração de empregos no País. Todavia, devemos aguardar e ver como será realmente aplicada e recepcionada a lei no cenário atual do Brasil. * Advogado especialista em Direito Tributário


6

FARROUPILHA, 28 DE JUNHO DE 2019

Valorizar a base do ensino A semana foi aberta com a entrega, na Casa Legislativa Lidovino Antônio Fanton, do Certificado Estudante Destaque, que premiou, pela presença, desempenho escolar e envolvimento em projetos da escola, 36 alunos de sete instituições farroupilhenses. Discentes do Ensino Fundamental que, como o próprio nome diz, é o mais importante na formação do indivíduo, a base para o futuro (veja mais na Matéria Especial, páginas 2 a 4). No dia seguinte à homenagem, o Movimento Todos Pela Educação publicou o Anuário Brasileiro da Educação Básica, que mostrou números assustadores e uma distância abissal no investimento do ensino no Brasil, como se tivéssemos, em um mesmo território, índices de Países Escandinavos confrontados com alguns de Países da África Subsaariana. Ainda que sejam conferidos descontos em relação à dimensão continental e às diferentes realidades do País, são dados inaceitáveis e que refletem a ca-

tástrofe que se abateu na educação brasileira desde o período da redemocratização. A falta de recursos incide diretamente sobre a qualidade do ensino prestado. Todos hão de concordar que o Fundamental, além de não ter sido prioridade dos governos, foi sucateado ao extremo porque era conveniente e oportuno criar uma massa de iletrados. Farroupilha, dentro deste contexto, é exceção à regra e, justamente por isso, esse reconhecimento do Poder Legislativo tem um peso ainda mais expressivo porque, de certa forma, ele acaba estimulando outros estudantes a melhorarem suas performances. Felizmente, há um movimento na esfera federal que enxerga a necessidade de investimento maciço na educação básica, onde o retorno do valor aplicado é maior, do que, por exemplo, no Ensino Superior, que não cansa de brindar a sociedade brasileira com casos escabrosos de descaso com

o dinheiro do contribuinte, em universidades que mais parecem prédios de ocupação do que estabelecimentos que deveriam ser exemplo de disciplina e ordem. Ao que tudo indica, essa aterradora realidade está prestes a mudar. Necessário é que se enxergue a educação além de um interesse político/partidário, algo que foi feito durante os últimos 20 anos, e que ela passe a ser avaliada como um pilar, talvez o mais imprescindível, para que tenhamos um futuro. O cenário é, de fato, assustador. Porém, nunca as condições para a implementação de uma mudança se fizeram tão presentes como agora. Se essas alterações aconteceram, Farroupilha tende a ser ainda mais beneficiada. O município, que sempre teve um compromisso assumido com a pauta educacional, tem refletida em diversas frentes essas vantagens. É um caminho natural e seguro para o desenvolvimento.

O sábado é de celebração para o Rotary Club Farroupilha Nova Vicenza. Caçula entre os clubes de serviço do município, a entidade comemora 20 anos de vida, mas a comemoração teve seu ponto alto no último domingo, durante a realização da XIX Feijoada, no Centro Municipal de Eventos Mário Bianchi, junto ao Complexo Esportivo do Parque Cinquentenário (veja mais na página 8 do Inside). A comunidade farroupilhense abraçou a causa rotária mais uma vez e compareceu em peso ao evento gastronômico que terá seus recursos revertidos para a Campanha da Visão, que garante consultas e óculos gratuitos para estudantes de baixa renda. Neste ano, foram 75 beneficiados. Porém, o dia festivo não serviu tão somente

para enfatizar a elogiosa e nobre campanha, mas também para reconhecer o empenho de idealizadores e ex-presidentes que, a seu tempo, muito contribuíram para que a entidade chegasse às duas décadas de vida com motivos de sobra para comemorar. A emoção da presidente Lucia Chiele Piccoli, em seu discurso, fala por si só. O que se fez presente também, e em bom número, foram integrantes de outros clubes de serviço farroupilhenses. Do Rotary Farroupilha, o padrinho, aos Lions, tanto o Centro quanto o Imigrante, que demonstra, de maneira inequívoca, como o trabalho desenvolvido pelas quatro entidades está integrado e como as bandeiras são comuns. Nesta semana, foi dada a largada das trocas de

comando dos clubes de serviço, com o Lions Imigrante (confira mais na Editoria de Cidade, na página 9) empossando sua nova diretoria. Na quinta, após o fechamento desta Edição, foi a vez do Lions Centro. O Rotary Farroupilha terá novo presidente no dia 1º e o Nova Vicenza no dia 11. As trocas de comando, na verdade, são uma mera formalidade, tendo em vista que o propósito de auxílio à comunidade e aos mais necessitados está plenamente incorporado, e com sobras, na filosofia dos grupos farroupilhenses. Os resultados das campanhas, eventos e projetos sociais deixam isso muito claro. Esse compromisso comunitário sai fortalecido a cada nova iniciativa e quem sai ganhando é o município como um todo.

Redação - redacao@jornalinformante.com.br

Assinaturas-assinaturas@jornalinformante.com.br

Clubes de serviço e de unidade

Índice

Editorial

Matéria Especial .................................... Páginas 2 a 4 Editoriais .................................................Página 6 Opinião...................................................... Página 7 Economia .................................................. Página 8 Cidade ........................................................ Páginas 9 a 11 Política ..................................................... Página 12 Educação .................................................. Página 13 Esporte ..................................................... Páginas 14 e 15

Inside

Especial..................................................... Capa e página 3 Cinemas ..................................................... Página 2 Crônicas da Redação ............................. Página 4 Agenda....................................................... Página 4 Música ....................................................... Página 5 Paulo Roque Gasparetto ..................... Página 5 Social ........................................................ Páginas 6 e 7 Fabrício Oliboni ..................................... Página 8 Solidariedade ......................................... Página 8 Cultura ..................................................... Página 9 Dolores Maggioni .................................. Página 9 Sétima Arte .............................................. Páginas 10 e 11 Horóscopo ............................................... Contracapa Saúde, Beleza & Estética...................... 4 páginas Classificados .......................................... 8 páginas

Juliana Inês Casa Barbieri juliana@jornalinformante.com.br Ramon Cardoso ramon@jornalinformante.com.br Yasmin Signori Andrade yasmin@jornalinformante.com.br

Comercial-comercial@jornalinformante.com.br Fabiano Luiz Gasperin gasperin@jornalinformante.com.br Maria da Graça Potricos Leite maria@jornalinformante.com.br

Anúncios - anuncios@jornalinformante.com.br Marcelo Bortagaray Mello marcelo@jornalinformante.com.br Tiago Rodrigues da Silva tiago@jornalinformante.com.br

Financeiro-financeiro@jornalinformante.com.br Keli de Almeida Maciel keli@jornalinformante.com.br

Assinatura Bienal: R$ 240,00 Assinatura Anual: R$ 140,00

Telefones (54) 3401-3200 / (54) 3401-3201 (54) 3401-3202 / (54) 3401-3203

Endereço Rua Dr. Jaime Romeu Rössler, 348, Bairro Planalto

Colunistas Crônicas da Redação Dolores Maggioni Egui Baldasso Fabrício Oliboni

Guilherme Macalossi Gustavo Pimentel Lauro Edson Da Cás Paulo Roque Gasparetto

A manifestação dos colunistas é livre e independente e não necessariamente reflete a opinião do Tabloide sobre os temas abordados nas colunas

@PaperInformante www.jornalinformante.com.br

/jornalinformante


7

FARROUPILHA, 28 DE JUNHO DE 2019

Quem quer ser chefe?

Divulgação

Rafael Cosentino * Em tempos de glorificação das posições de liderança, se você fizer essa pergunta em qualquer ambiente, provavelmente, sua resposta será que todos os presentes querem ser o chefe, mas afinal, o que realmente significa ser “O Chefe”? Muitas pessoas confundem a ideia de ser chefe com a de ser empreendedor, livre, dono das próprias escolhas ou desafios e, por último e melhor, dono do seu tempo! Mas realmente, o ser “Chefe”, seja no seu próprio negócio ou como um executivo em uma corporação, não é todo esse glamour apresentado e, pior, por vezes vem acompanhado de um lado obscuro e sombrio que o mundo dos reality shows não mostra na TV, as lives do Instagram omitem e a super foto do Facebook jamais mostrará. Ser líder de qualquer unidade de negócio, vai além de apostar em diversas renúncias. Significa se transformar profissionalmente em psicólogo, advogado, consultor, parente, mentor e, ainda em momentos difíceis de tomada de decisão, quem sabe, envelhecer uns 20 anos e simplesmente não ter ninguém para compartilhar os seus problemas ou atual situação de carreira ou até de vida. Aliás, vivemos tempos de pessoas que se dizem incríveis, mas nunca avançaram até a página 2 dos seus negócios, ou nunca foram líderes de fato. É fácil encontrar nas mídias sociais, “líderes ou empreendedores de sucesso”, mas qual é a real? Onde estão os números? Cadê o mérito no seu desafio? Ainda podemos fazer outras perguntas como estas, exatamente onde se abre o abismo entre chefe e colaborador. Os desafios com o ser humano são muito mais importantes que os desafios técnicos, mas um ótimo comunicador sem técnica não

se sustenta no longo prazo. É necessário continuar o desenvolvimento das habilidades de forma que você consiga “fazer” caso seja necessário e, ainda mais importante, caso você não saiba, seja capaz de pedir ajuda e aprenda algo que seus liderados estão executando. Sem isso, uma liderança somente com incentivos e boa oratória, sem a parte técnica, não se sustenta, pois seus colaboradores desenvolvem o senso que o seu “Chefe” não faz a menor ideia do que está acontecendo e que está desqualificado para sua função, tornando-se um chefe superficial e sem profundidade nos assuntos. Se você algum dia já se questionou quais eram as habilidades que você, como chefe, deveria desenvolver para ser um líder melhor, bem-vindo a este seleto clube que não possui manual de instruções. Provavelmente você já se sentiu sozinho na hora da tomada de decisão ou em meio a questionamentos infinitos, e também já esteve sozinho até tarde no trabalho. Ou pior: quando você se torna chefe e seus “amigos” do trabalho simplesmente deixam de almoçar com você ou de conversar sobre a vida particular, afinal, agora você possui o poder mágico do cargo e eles se sentem ameaçados com as possibilidades desse “poder”. Não existem lições únicas, nem sempre a forma de uma pessoa liderar serve para outra, nem sempre uma decisão

que funcionou para o Projeto A funcionará para o Projeto B. A forma de tratar um dos seus liderados não funciona com os demais. Nesse ponto, você descobre que quando virou chefe também ganhou um novo título citado anteriormente, o de “psicólogo”. Além dos problemas do trabalho, você precisa ter a sensibilidade de entender se existem outros tipos de problemas externos que podem estar minando ou sugando a capacidade/atenção do seu liderado. E aí que entra outro grande desafio: a Gestão de Pessoas. Nesse ponto você precisa engajar, seja ajudando, ensinando, preparando, mostrando para seu time que existe luz no fim do túnel e qual a direção que a empresa espera que o grupo reme e, quando necessário, fazer as correções necessárias. Todo curso sobre empreendedorismo, ou melhor, na minha opinião, todos os cursos superiores deveriam abordar gestão de pessoas como um item muito importante na formação de todos os profissionais. Uma gestão eficiente de pessoas pode levar um projeto para o sucesso, assim como uma gestão ineficiente pode desagregar um time, gerar contratações ruins, matar um negócio saudável e até transformar sucesso em insucesso. Outro mito comum é o de que “chefe não trabalha”. Será? Por vezes ser “chefe” significa ter funções administrativas que só podem ser feitas por você, como apontado acima, desde gestão de pes-

soas, gerenciamento de recursos da sua área, desenvolvimento do orçamento anual, até se reportar ao conselho ou sócios da empresa ou ao seu superior. No caso de um empreendedor ou CEO, ainda cabe a este pensar de forma geral ou até desenvolver o futuro do seu negócio e fazer isso com uma linguagem que todos abaixo consigam entender e entrem no desafio de buscar esse futuro. Nesse momento, me questiono, será que preencho todos os requisitos acima apontados? Com certeza não, mas algo que aprendi durantes estes anos como empreendedor é que não devemos ter medo de, em caso de dúvida, perguntar; em caso de inquietação, argumentar. Temos sempre que buscar novas soluções, mesmo que isso exija um exercício que já foi realizado com sucesso, sempre antes de falar, ouvir e, quando for necessário, ser duro. Acima disso, devemos sempre ser determinado e ético, buscando evoluir e aprender mais para se tornar mais completo e melhor. Mas a lista de dificuldades não para por aqui. Existe um último inimigo que pode aparecer junto com o cargo do chefe: você mesmo, ou melhor, o seu “ego”. Do dicionário Dicio, ego é a parte central ou nuclear da personalidade de uma pessoa. Infelizmente, a frase que é atribuída à Abraham Lincoln é extremamente verdadeira e atual: “Quase todos os homens podem suportar a

adversidade, mas se você quiser testar o caráter de um homem, dê-lhe poder”. Uma atitude capaz de arruinar sua carreira e liderança é colocar seu ego à frente dos objetivos do seu negócio ou empresa. Óbvio que todos devemos ter um pouco de amor próprio e isso é ego, mas controlá-lo pode determinar seu sucesso como líder ou seu completo despreparo para assumir essa ardilosa e dura missão. As conclusões sobre ser chefe são que, por vezes, você será psicólogo, por vezes ficará sem dormir preocupado com suas metas ou seu negócio, por vezes você não saberá o caminho ou a atitude que deve ser tomada, mas saberá para quem perguntar, por vezes você será o primeiro a chegar e o último a ir embora, por vezes você estará pronto para tomar uma decisão difícil, por vezes você fará o que ninguém espera e, por fim, ainda sim, você continuará desconfiado se você está no caminho correto e se é capaz de ser o líder que seus liderados esperam e precisam. Ser chefe significa carregar várias responsabilidades, desde as metas da empresa até a vida dos seus liderados. Essa responsabilidade não diminui com o tempo, pelo contrário, só aumenta e fica cada vez mais complexa. Apesar de todos os desafios acima apontados, tenho a certeza de que a função chefe é incrível quando você consegue participar da evolução de um colaborador, seja no trabalho, seja na vida pessoal dele ou quando, com a sua liderança, seu time consegue entregar resultados melhores do que o esperado, ou ainda quando você cresce a equipe e por mérito reconhece o time e abre frente o que era antes um colaborador, agora se tornar chefe também. * Presidente do Comitê do Lide Futuro


8

FARROUPILHA, 28 DE JUNHO DE 2019

Valdir Ben

SETOR VITIVINÍCOLA

Seleção se aproxima Lançamento da 14ª edição do evento acontece terça, na Prefeitura

O

concurso que elege anualmente os melhores vinhos, espumantes, frisantes e sucos de uva do município, terá lançamento da edição 2019 na terça. O cerimonial acontece no Salão Nobre da Prefeitura, a partir das 19h30min, onde serão apresentados o regulamento e a programação do concurso, que inclui período de inscrição e coleta de amostras junto às vinícolas participantes, análise sensorial dos produtos inscritos e jantar de revelação dos premiados. A 14ª Seleção de Vinhos é um estímulo à busca pela evolução, que contribui para que as vinícolas farroupilhenses obtenham destaque a cada ano, atingindo reconhecimento. O concurso também serve como ferramenta de monitoramento da produção,

permitindo caracterizar a tipicidade dos produtos, contribuindo para a manutenção e elevação de sua qualidade. Além disso, o concurso permite a promoção dos produtos aos mais diversos públicos, estimulando o consumo e potencializando a vitivinicultura do município, que já possui o título de maior produtor nacional de uvas moscato e

ainda ostenta o crédito de terceiro maior produtor brasileiro de uvas e vinhos. O evento da 14ª Seleção de Vinhos é uma promoção da Associação Farroupilhense de Produtores de Vinhos, Espumantes, Sucos e Derivados, em parceria com a Prefeitura, por meio das Secretarias de Desenvolvimento Rural e Turismo e Cultura.

Os patrocinadores o evento

Amazon Group e TuttoVino, BiotecSul, Guaresi Tombadores Hidráulicos, Irmãos Luvison, Vêneto Mercantil e Tramontina.

Os apoiadores institucionais

Associação dos Engenheiros Agrônomos da Encosta Superior do Nordeste (Aeane); Confraria Feminina do Vinho e do Espumante de Farroupilha; Embrapa Uva e Vinho; Escritório Municipal da Emater/RS Ascar; Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin); Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS) Campus Bento Gonçalves; Laren/ Seapa: Governo do Estado do Rio Grande do Sul; Juntos Para Competir (Sebrae/Senar/Farsul); Seminário Apostólico Nossa Senhora de Caravaggio; Sindicato dos Trabalhadores e Agricultores Familiares de Farroupilha e UCS Farroupilha.

Qualidade e reconhecimento Edição 2019: 14ª Seleção de Vinhos, que elege os melhores produtos farroupilhenses, será lançada na próxima terça, no Salão Nobre


9

FARROUPILHA, 28 DE JUNHO DE 2019

TROCA DE COMANDO

Lions Imigrante com nova direção Gilmar Possa assume presidência do clube de serviço para o Ano Leonístico 2019/2020, no lugar de Itaroty Fagherazzi

Noite da Sopa

Fabiano Gasperin

O

A 11ª edição do evento acontece no dia 22 de agosto, às 20h, no Centro Municipal de Eventos. Os ingressos podem ser obtidos com integrantes do Imigrante no valor de R$ 50,00.

Lions Imigrante (Ano Leonístico 2019/2020) Presidente: Gilmar Possa Secretária: Elisette Timm Piano Tesoureiro: João Carlos Zanco Diretor Social: Itaroty João Luiz Fagherazzi Diretora Motivadora e Animadora: Geni Lumbieri Diretor de Novos Sócios: Dagmar Marchetto

Obituário 20 de junho * Antônio Bueno Barboza, 78 anos. Sepultamento CPM; * Lurdes Scotta Rossi, 73 anos. Sepultamento no CPM. 21 de junho * José Zini, 73 anos. Sepultamento no cemitério de Nova Sardenha (3º Distrito). 22 de junho * Maria Ilse Perroni, 84 anos. Sepultamento no CPM; * Valdir Alves da Silva, 57 anos. Sepultamento no cemitério do bairro Nova Vicenza.

25 de junho * Valdir Lemes Flores, 64 anos. Sepultamento no CPM; * Maicon Gobbato, 29 anos. Sepultamento no cemitério de Monte Bérico (3º Distrito) 26 de junho * Adalíbio Parisotto, 76 anos. Sepultamento no CPM; * Juraci Fontanella, 70 anos. Memorial Crematório São José, de Caxias do Sul 27 de junho * Ângelo Lourenço Braido, 78 anos. Sepultamento no CPM.

Novo Ano Leonístico Geni, Zanco, domadora Silvia e presidente Gilmar, Elisette, Dagmar e Itaroty integram a diretoria para a gestão 2019/2020 do clube de serviço

Alguém quer me adotar? Este é o Totó. Ele é de porte pequeno a médio e se dá bem com outros cães. Tem cerca de 10 anos e busca uma casa para chamar de sua e não ter que passar o resto da vida em lar temporário. Interessados em adotar podem manter contato pelo fone 999.371.647.

Divulgação

Lions Imigrante está com novo comando. Gilmar Possa foi empossado na presidência, no lugar de Itaroty Fagherazzi. “Gostaria de felicitar o novo presidente e desejar que tenha um Ano Leonístico repleto de êxito e realizações”, destacou Itaroty, logo após a devida apresentação da nova diretoria do clube de serviço. Possa agradeceu pela confiança depositada e disse que conta com todos os companheiros para a missão, que é desafiadora. “O que torna o Lions especial são pequenas ações que permitem auxílio aos que mais necessitam, para que possamos tornar a sociedade brasileira mais igualitária. A presença de todos nos dá força para continuarmos em nossa caminhada”, salientou Gilmar. A primeira reunião ocorre no dia 8.


10

FARROUPILHA, 28 DE JUNHO DE 2019

Gastronomia

Para comer bem e prestar solidariedade Ingressos para o 23º Jantar Homens na Cozinha, que acontece dia 17 de agosto, já estão à venda no valor de R$ 150,00

A

Associação de Prevenção e Combate ao Câncer de Farroupilha está promovendo o XXIII Jantar Baile Homens na Cozinha. Vai acontecer no dia 17 de agosto, um sábado, e os ingressos já podem ser adquiridos por meio dos cozinheiros, voluntários, na Liga (Nataly Valentini, 75), ou solicitando no Facebook da Associação. O valor individual é de R$ 150,00. O jantar, que acontece no Centro Municipal de Eventos Mário Bianchi, é um apelo à solidariedade em prol da Liga que auxilia pacientes com câncer.

Confira os cardápios

Moinho Burati, Jornal Informante, Imobiliária Torre e Ferri & Gasperin Engenharia Elétrica Cardápio: Filetto di maiale, polenta al sugo do quaglie (filé suíno, polenta ao ragu de codorna) Cozinheiro: Fabiano Luiz Gasperin Cozinheiros auxiliares: Adriel Somacal, Paulo César Gasperin e Cristiano Dalmina Biamar Maglieria Cardápio: Conchiglione de quatro queijos ao molho de tomate seco, filé mignon ao molho madeira e lâmina caprese Cozinheiro: Luciano Biazoli Cozinheiros auxiliares: Marcelo Dal Cin e Felipe Pain

Lions Clube Farroupilha Imigrante Cardápio: Medalhões de filé mignon recheado com queijo, tortei com molho de nozes e sálvia na manteiga Cozinheiro: Gilmar Mantovani Cozinheiros auxiliares: Dante Fernandez Tortora e André Augusto Mantovani Rotary Club Farroupilha Cardápio: Filé Diplomata Cozinheiro: Clarimundo Grudmann Cozinheiros auxiliares: Pedro Grisa e Jadriani Pelliza Rádio Viva Cardápio: Ravioli na manteiga e sálvia e entrecot grelhado acompanhado de porcini fresco Cozinheiro: Marcos Piccoli Cozinheiros auxiliares: Marcelo Piccoli e Daniel Reche Inspire-se Aromas Especiais e Bitcom TV & Internet Provider Cardápio: Camarão na moranga com spaguetti de pupunha in natura Cozinheiro: Cícero Roth Cozinheiro auxiliar: Samuel Roth Sindigêneros e Boteco do Lago Cardápio: Risoto de alho poró, filé ao molho madeira e batata souté Cozinheiro: Everton Souza Lopes Cozinheiros auxiliares: Elenir Bonetto e Evandro de Alexandre

Sicredi Cardápio: Salmão à Primavera Cozinheiro: Cristiano Felipe Lamb Cozinheiros auxiliares: Clair Pedro Bertuzzo e Marciano Vitor Lazzari Sindilojas de Farroupilha Cardápio: Lombo de pirarucu ao molho de côco com camarão flambado, batatas coradas com amêndoas, carne de siri na moranga e arroz branco Cozinheiro: Adeu Ferreira Cozinheiro auxiliar: Jeferson Ferreira Lions Clube Farroupilha Centro Cardápio: Filé mignon à Califórnia com risoto de aspargos e batatas souté Cozinheiro: Valmor Roth Cozinheiros auxiliares: Rudimar Buttelli e Luiz Carlos Lazzaretti Bigfer Cardápio: Salmão à Moda Bigfer Cozinheiro: Ilui Frosi Cozinheiros auxiliares: Paulo Chiele e Luiz Alberto Gasperin CICS Farroupilha Cardápio: Bacalhau com natas à Portuguesa Cozinheiro: João Pedro Peruffo Fernandes Cozinheiros auxiliares: Flávio Boakoski e Elói Pelizzari


11

FARROUPILHA, 28 DE JUNHO DE 2019

NOVO MANDATO

Tormes assume Sismuf Posse será nesta sexta à noite, dando início à gestão de quatro anos

O

Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Farroupilha (Sismuf) terá nova diretoria a partir desta sexta. Diego Tormes assume como presidente e a cerimônia está marcada para às 19h30min, no Clube Santa Rita. Tormes é professor da rede municipal há 17 anos e na última gestão respondia pela vice-presidência, assumindo no lugar de Beatriz Sosnoski. A gestão será de quatro anos. “Assumir uma entidade sindical nos tempos em que vivemos é tarefa complexa. Há que se ressignificar, há que se aproximar mais dos funcionários, agilizar a comunicação entre Sismuf e associados. Temos vários desafios em relações de trabalho na administração pública muni-

cipal”, considera. O Sismuf tem 700 associados e a eleição aconteceu em maio, quando Tormes obteve 96% dos votos favoráveis. De acordo com o novo presidente, seu trabalho terá três atuações fundamentais: otimizar a gestão interna do Sismuf, buscar maior aproximação com os servidores públicos municipais e atuar para o cumprimento

da legislação municipal sobre a carreira do servidor. “A administração pública municipal de Farroupilha, historicamente, deixa a desejar na gestão de pessoal. Esse é um desafio. Outro é a vigilância constante do Fundo de Previdência Municipal”, aponta Tormes, que é doutorando em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Sismuf gestão 2019/2023

Presidente: Diego Dartagnan da Silva Tormes 1ª Vice-Presidente: Beatriz Sosnoski 2º Vice-Presidente: Zilmar Machado Bitencourt Secretário Geral: Tiago Antunes Rohloff 2ª Secretária: Valdiva Lucia Garbo Bergamin Tesoureiro: Fábio Frantz 2ª Tesoureira: Viviane Therezinha Drebes Dörr Diretor de Patrimônio: Cleber Parreira 2º Diretor de Patrimônio: Leandro Mugnol Diretor de Relações com o Trabalho: Claiton Leandro Karvinski Danelon 2ª Diretora de Relações com o Trabalho: Elizete Kuhn Turcatti Diretora de Comunicação: Helena Bergamo

Líder Tormes à frente de 700 associados do Sismuf Di

vu

lga

çã

o

2ª Diretora de Comunicação: Alair Santina Cecconello Diretora do Fundo de Previdência Social (FPS): Bárbara Luiza Reiter Gulden 2ª Diretora do FPS: Neusa Tusset Suplentes da Diretoria: Luiz Alberto Maciel Lucas, Ademir Alves, Claudia Solange Reups, Thays Pinheiro Gonzalez, Tranquilo Pasa e Jussara de Toni Zabot Conselho Fiscal: Rodrigo Menezes Nascimento, Raquel Magda Zulian, Ivete Maria Rizzi Onzi. Suplentes: Rodrigo Marcelo Fanton, Nivaldo Boeno de Vargas e Roselene Goulart Costa Delegados representantes junto à Federação: Maristela Macalossi e Cátia Regina Schiochet. Suplentes: Márcia Elisa Gelatti Rissi e Valdir Antonio Albani


12

FARROUPILHA, 28 DE JUNHO DE 2019

Boca de Urna Câmara se movimenta

Câmara se movimenta II

Para adoção de qualquer medida será necessário instituir uma Comissão de Ética, que é temporária, conforme o regimento, para analisar o caso específico. Sandro defende uma investigação mesmo que o vereador peça uma licença, já que poderia retornar ao posto futuramente. “A comunidade pode ter certeza de que a Câmara não ficará inerte. Não seremos omissos”, garantiu o presidente.

Elaine como pré-candidata Nome é o favorito do PDT para compor chapa majoritária na eleição do próximo ano

M

ilitante do PDT há mais de 20 anos, Elaine Giuliato, atual secretária municipal de Educação, teve seu nome divulgado pelo partido como pré-candidata ao pleito municipal do próximo ano. “O PDT é um partido que trabalha pela educação, então estamos à disposição do partido. Na realidade a gente só vai fazer uma declaração depois que se passar por um processo da convenção, que se conversar com todos os partidos, mas meu nome está aí para ser pensado, avaliado”, considera Elaine. Ela não esclarece se a intenção é concorrer como prefeita ou vice e quais as coligações que deverão ser mantidas ou consolidadas para o próximo pleito, mas declara que este

Arquivo Jornal Informante

Presidente do Legislativo, o vereador Sandro Trevisan (PSB) destacou que deve requisitar ao Ministério Público o material que envolve o vereador Raul Herpich (PDT) no caso das cooperativas habitacionais. “Os fatos são graves, relevantes e envolvem muita gente da comunidade. Esclarecimentos são necessários. A Câmara vai solicitar que o vereador se explique e não se furtará a adotar procedimentos internos”, salientou.

PLEITO MUNICIPAL

Preferida do PDT Elaine deve compor majoritária no pleito municipal de 2020

é um estímulo para que os demais partidos se mobilizem com seus candidatos e para que se tenha uma estratégia mais efetiva com relação à campanha para 2020. “A gente se sente honrada por ter o nome citado como futura pré-candidata, o que vem dos trabalhos já fei-

tos, do reconhecimento à vida profissional. Inicialmente se pensava numa vaga na Câmara (de Vereadores), mas a ideia surgiu do presidente do partido, o vereador Thiago Brunet, e eu estou à disposição”, reforça. Esta é a primeira vez que Elaine deverá concorrer a um cargo eletivo.


13

FARROUPILHA, 28 DE JUNHO DE 2019

EDUCAÇÃO FINANCEIRA

Lição empresarial na prática Escola Estadual Carlos Fetter desenvolve projeto com alunos do 9º ano que envolve também os pais

gotaram nos primeiros dias e tem lista de encomenda na secretaria da escola. Outros produtos deverão ser colocados à venda, mas a turma ainda está

analisando qual seria a melhor proposta de custo e benefício, já que o planejamento é uma das principais etapas da própria educação financeira.

Empreendedores Alunos do 9º ano qua atuam no projeto com a supervisão da profe Sheila e auxílio da diretora Heloísa

Juliana Inês Casa Barbieri

proveitaram o óleo de cozinha usado e a produção foi dos pais dos alunos. Doces serão produzidos e comercializados na Festa Julina da escola que acontece no próximo dia 13 e os recursos irão para o mesmo propósito. “É para trabalhar a questão da educação financeira, do planejamento, economia, do quanto precisam ter para o final do ano”, explica Sheila Tres, docente de Matemática e responsável pelo projeto. A aluna Fernanda Bristot, de 15 anos, que fez parte da equipe de vendas, está satisfeita com os bons resultados e João Vitor Fontanive, 14 anos, considera que o projeto estimula ainda mais a turma porque envolve a prática. Aliás, até a diretora Heloísa Paganini Citron do Amarante ficou surpresa com a estreia do grupo. As barras de sabão es-

Juliana Inês Casa Barbieri

T

er um produto para venda vai muito além do que simplesmente abordar o futuro comprador. É preciso calcular o custo, preço, definir estratégias comerciais, publicidade, emprego da mão de obra, quantidade de matéria-prima e aceitação do mercado. Foi isso o que os estudantes do 9º ano da Escola Estadual Carlos Fetter fizeram. Por meio do projeto “Empreendedorismo: Planejando o Futuro”, a ideia é ensinar os principais conceitos, arregaçar as mangas, colocar tudo em prática para juntar dinheiro e arcar com despesas da formatura e passeio da turma no final do ano. São 20 estudantes que integram a ação. Neste mês a venda foi de barras de sabão que rea-


14

FARROUPILHA, 28 DE JUNHO DE 2019

DECISÃO NAS CASTANHEIRAS

Noventa minutos que valem a Rubro-verde recebe o Santo Ângelo domingo e basta não levar gol para retornar à Segundona

A

Brasil

nhecem. Vamos lutar pela vitória, claro, mas nossa postura não deve mudar em relação ao jogo passado ou ao restante da Terceirona. Não precisamos agredir o adversário, o placar começa a nosso favor. Eles precisam correr atrás de um resultado que, no momento, não lhes é favorável. Acredito que não irão se expor no 1º tempo e talvez façam no 2º se o placar ainda nos beneficiar. Temos é que estar preparados para aproveitar quando os espaços aparecerem”, considerou o técnico rubro-verde.

Ingressos antecipados para a decisão

Estão sendo comercializados na Hermelu Esportes e Yeah (veja abaixo). Haverá venda na bilheteria das Castanheiras, no domingo, somente em caso de sobra do lote antecipado. Portanto, para garantir seu lugar no Estádio, é recomendável a aquisição da entrada previamente. As vendas vão até o sábado à tarde. Imagem: Reprodução

vantagem, ainda que pequena, é farroupilhense. O Brasil entra em campo domingo, diante do Santo Ângelo, classificado. Tudo por conta do gol qualificado, o primeiro critério de desempate. Se por um lado o placar de 1 a 1 nas Missões foi valorizado, por outro teve um gosto de derrota, já que o empate saiu aos 49 do 2º tempo, com o lateral direito Padel. Wellington Santos havia aberto o marcador para os farroupilhenses aos 33 do 1º tempo. “Levamos o gol no final, é verdade, mas jogamos o tempo todo. Não sofremos pressão a não ser em chuveirinhos para a área, que não há como evitar. Entramos em campo classificados. Não dá a tranquilidade que daria em caso de vitória, mas é uma vantagem que, neste momento, está a nosso favor. Temos como tirar proveito dela. Foi assim com o Novo Horizonte (empate em 2 a 2 fora e vaga com o 1 a 1 em casa). Temos que entrar ligados e muito concentrados desde o início para, se precisar, fazer uso desse gol marcado como visitante. Basta não sofrer gol para conquistarmos o nosso objetivo”, destacou o técnico Alê Menezes. Com todo o elenco à disposição, exceção feita ao meia Luizinho, que entrou no 2º tempo na Zona Sul e acabou expulso, o comandante rubro-verde

conta ainda com o retorno do zagueiro Renan, que levou o vermelho no duelo decisivo das quartas de final e não esteve em campo no primeiro confronto da semi. Assim como no duelo do último domingo, e até mesmo os dois anteriores, na classificatória, Alê Menezes prevê um embate truncado, uma partida em que cada metro de campo será disputado em alta intensidade, e um verdadeiro jogo de xadrez, já que vale o esforço de uma temporada. “É uma partida muito estudada. Os dois times têm qualidade, se co-

Sorteio de ingressos pelo Facebook

Como de hábito, o Jornal Informante sorteia dois ingressos para o decisivo confronto dominical, que vale vaga de acesso à Segundona Gaúcha. Para participar basta compartilhar, no modo público, nossa postagem no Facebook, nesta sexta. O sorteio ocorre no sábado à tarde. Participe e boa sorte.

Concentração absoluta Carga de trabalho reduzida para evitar imprevistos e muita conversa do técnico Alê Menezes com grupo foi a tônica da semana rubro-verde: foco total para consolidar o tão desejado retorno à Segundona Gaúcha


15

FARROUPILHA, 28 DE JUNHO DE 2019

Ramon Cardoso

temporada

Terceirona Gaúcha (volta da semifinal)

X Time base Diego Dennys Andrion Renan Eduardo Erick Hiago Souza Luiz Carlos Wellington Santos Almeida Técnico Alê Menezes

Time base Adrian Padel Paulo Hugo Gabriel Thiago Rodrigo Cercal Wendryl Rodrigo Marques Lucas Robert Técnico Zica Pagliarini

Local: Estádio das Castanheiras Data: domingo, às 15h Preliminar Vale vaga na semifinal da União de Clubes

Na outra semifinal da Terceirona

X Domingo, às 15h Estrela D’Alva (Bagé)

O Guarany de Bagé está em situação similar à do Brasil. Empatou em 1 a 1 em Passo Fundo e basta um 0 a 0 com o Gaúcho para subir e avançar à decisão. Quem vencer, leva, 1 a 1 força pênaltis e empate a partir de 2 a 2 garante a vaga para o time passo-fundense.

A Copa Farroupilha União de Clubes abre sua fase eliminatória neste sábado, com rodada dupla em Linha Sertorina e Nossa Senhora da Salete. Gaúcho (36 pontos), Lyon, Titanium e Paysandu (28 pontos) jogam pelo empate para avançar à semifinal da disputa. Quartas de final (sábado) Gaúcho x Los Thicos Linha Sertorina, às 13h30min Titanium x Industrial Linha Sertorina, às 15h30min Paysandu x Pôr do Sol Nossa Senhora da Salete, às 13h30min Lyon x Trans 2001 Nossa Senhora da Salete, às 15h30min


CIDADE

Abrindo as trocas

INSIDE

Fabiano Gasperin

Tributo à partilha XXIII Semana da Cultura Italiana tem o Filó, a tradicional celebração, como tema Página 9

ESPORTE

Valendo o acesso Eberson Vargas

Primeiro clube de serviço a empossar nova diretoria, Gilmar Possa, ao lado da esposa Sílvia, assume Lions Imigrante no lugar de Itaroty Fagherazzi, ao lado da esposa Terezinha Página 9 e Editorial

MATÉRIA ESPECIAL

Estudantes são certificados como destaques Alunos de sete escolas são homenageados pelo Legislativo Páginas 2 a 4 e Editorial POLÍTICA

Elaine Giuliato é a pré-candidata do PDT

Nome é o favorito para majoritária do próximo pleito municipal Página 12

Brasil decide contra o Santo Ângelo, domingo à tarde, nas Castanheiras, quem retorna à Segundona Gaúcha em 2020 Páginas 14 e 15


Compromisso com a Cidade. Compromisso com você.

FARROUPILHA, 28 DE JUNHO DE 2019

PLÁSTICA

O avanço das cirurgias de pele: uma ótima alternativa para se livrar das indesejadas manchas e cicatrizes

Evolução permanente da Medicina na área permite que diversos casos sejam tratados com resultados satisfatórios Divulgação

M

anchas, pintas e cicatrizes são um tormento para muitas pessoas e, além de incomodarem, também afetam a autoestima, especialmente quando estão em áreas bem perceptíveis, como no rosto, por exemplo. Independente de ser algo de nascença ou adquirido ao longo dos anos, o problema pode ser facilmente resolvido com a ajuda da cirurgia plástica. Um dos ramos da Medicina que mais evolui, as técnicas permitem que o procedimento, além de fácil e rápido, traga resultados altamente satisfatórios. Porém, algumas situações devem ser observadas. “Cada paciente é um caso diferente, logo ele precisa de uma primeira avaliação com dermatologista, averiguar as causas daquilo, se não há histórico de doenças de pele como o câncer, para depois definir qual será o melhor procedimento cirúrgico para ele”, observa Arnaldo Korn, diretor do Centro Nacional de Cirurgia Plástica. No caso de manchas da pele muitas vezes um procedimento simples é mais do que suficiente para melhorar o aspecto, mas em outros casos é necessária também uma intervenção cirúrgica mais complexa. Como todo procedimento cirúrgico, é possível que ele deixe uma pequena cicatriz no local. O tempo de intervenção depende do tamanho da mancha. A recuperação exige um repouso, via de regra, pequeno e leve, o que evita transtornos ainda maiores na rotina. Nas cicatrizes é levado em

Reparo Procedimento evolui a passos largos e permite devida correção de eventuais marcas indesejadas

conta o tipo, tamanho, localização e gravidade. As técnicas vão de cortes à completa remoção. Quase sempre um único procedimento é o suficiente para resolver o problema. “Além dos cuidados básicos de toda cirurgia, o médico pode recomendar o uso de tratamento

tópicos como placas de silicone, pomadas cicatrizantes ou curativos compressivos”, ressalta Korn. Qualquer que for o procedimento a ser adotado, é sempre recomendável que o paciente use filtro solar no local, evite atividades físicas logo após a cirurgia, bem como exposição ao sol.

xxxxxx xxxxxxxx


Compromisso com a Cidade. Compromisso com Você

FARROUPILHA, 28 DE JUNHO DE 2019

Drenagem Linfática Facial s renova a pele e ameniza a c Equipe Espaço da Beleza *

D

ê vida à sua pele. Mais um tratamento pode entrar para a sua lista de cuidados: Drenagem Linfática Facial. A técnica de massagem é cheia de benefícios. Ajuda ativar a circulação sanguínea, promovendo o relaxamento dos músculos da face e a eliminar as toxinas (que formam as linfas), causadoras das linhas finas e marcas de expressão. Suas vantagens vão desde revitalizar a pele do rosto, amenizar olheiras e até tratar hematomas decorrentes de traumas, doenças e cirurgias. Muitas pessoas pensam que a drenagem está associada apenas ao corpo, para o tratamento de celulite, retenção de líquidos, gordura localizada e recuperação no pós-operatório e desconhecem as vantagens que a técnica pode fazer para o rosto. Todos os toques e manobras da Drenagem Linfática Facial, assim como acontece na corporal, devem ser feitos suavemente. Os movimentos são de deslizamento e bombeamento e têm a finalidade de desobstruir os canais linfáticos, causando sensação de bem-estar e provocando maior eliminação do líquido retido no organismo. Pós-operatório Após as primeiras sessões, é possível visualizar os resultados do tratamento, com diminuição do edema e uma melhora geral na aparência da pele. Quando a drenagem é realizada

na área da cirurgia, há a comp eliminação de maneira mais rá o perigo de infecções. Em relação às cicatrizes, a d a lesão, pois melhora a capac diminuindo o edema. Caso seja chances são menores de ficar que a circulação ficou compro provocado pela lesão.

Olheiras e marcas de expres Como atua na melhoria da cir amplia a vascularização da regiã a eliminação de bolsas, melhora de expressão na região dos olhos tal importância para manter o re

Frequência ideal As sessões podem ser feitas u do que isso, dependendo da nec por algum procedimento estético indicação de cada caso, mas é im no tratamento para não prejudic

Objetivos A Drenagem Linfática Facial ticos e terapêuticos, pois estimu


Compromisso com a Cidade. Compromisso com Você

FARROUPILHA, 28 DE JUNHO DE 2019

suaviza linhas finas, cicatrizes no pós-cirúrgico Imagem: Reprodução

pressão do líquido retido e sua ápida pelo organismo, evitando

drenagem é eficiente logo após cidade linfática e a circulação, a feita muito tempo depois, as r sem nenhuma marquinha, já ometida em função do inchaço

ssão rculação sanguínea, a drenagem ão onde é aplicada. O resultado é o aspecto das olheiras e marcas s. A manutenção é de fundamenesultado do tratamento.

uma vez por semana, ou até mais cessidade da pele ou se passou o cirúrgico. Respeita-se sempre a mportante manter a regularidade car o resultado final.

tem objetivos preventivos, estéula o sistema de defesa, a oxige-

nação dos tecidos e ajuda na eliminação de líquidos que ficam retidos, tonificando a pele e retardando o envelhecimento dos tecidos, além de amenizar problemas de origem vascular. Cuidados permanentes Lembrando sempre a importância de ingerir água durante o dia e fazer uso do protetor solar. * Espaço da Beleza Centro Estético Independência, 555 – Centro de Farroupilha Fone (54) 3268-5511 WhatsApp: 981.195.645 Fan Page: Espaço da Beleza


Compromisso com a Cidade. Compromisso com você.

FARROUPILHA, 28 DE JUNHO DE 2019

ARTIGO

Como as novas ferramentas de comunicação podem restabelecer o elo médico-paciente Jimmy Cygler *

A

tecnologia sempre atuou como transformadora da Medicina. As novas descobertas intensificaram a proliferação de especialidades (mais de 100, hoje!), aceleraram o processo diagnóstico e, consequentemente, impactaram na profundidade da relação médico-paciente. São inquestionáveis os benefícios que a inovação trouxe para a saúde. É inimaginável que qualquer médico da família – comuns há algumas décadas –, por mais dedicado que fosse, pudesse ser tão preciso e eficiente nos diagnósticos e tratamentos não fosse pelo advento de novas tecnologias. Entretanto, a Medicina vive hoje um impasse. A tecnologia que tanto ajuda, também serve de muleta para muitos profissionais, que deixaram para trás as importantes habilidades daqueles clínicos gerais de antigamente. As novas descobertas somadas à pressão do sistema por aumento de produtividade – e redução de custos – têm tirado a essência da profissão que nada mais é do que ter o olhar empático voltado para o ser humano como um todo e não somente para resultados de exames. Para se ter uma ideia do que estamos vivendo hoje em todo o mundo, um artigo

do New York Times de 2013 já mostrava que, nos Estados Unidos, as consultas com médicos jovens não passam de oito minutos. E o dado mais impressionante: os profissionais costumam levar apenas 11 segundos (!) para interromper a fala do paciente sobre o seu estado geral, angústias e preocupações. No Brasil, segundo um estudo que contempla as cidades de Ribeirão Preto, Campo Grande, Ponta Grossa, Fortaleza e o Estado da Paraíba, evidenciou que o tempo médio da consulta estava entre 7 e 8 minutos. Ou seja, o médico não olha, não para, não se conecta. A interrupção acelerada é fruto da necessidade de ganhar tempo que tomou conta da profissão ou também revela uma característica que vem tomando conta da classe? Sem dúvida, há uma grande pressão de tempo por parte do sistema. E mais do que isso: as universidades têm ensinado cada vez mais os médicos a enxergarem doenças. Isso tem que mudar. O foco precisa ser para a saúde e para o bem-estar, seja ele físico ou mental. Em defesa dos médicos, temos que entender a duríssima vida que eles têm. Um oncologista, por exemplo chega a ter cerca de 20 mil encontros com familiares de pacientes ao longo da carreira. Imagine o custo emocional disso. Aliás, a

saúde dos próprios médicos também tem sido bastante afetada. Nos EUA, um entre cada quatro deles sofre de depressão. Por lá, o universo é de 700 mil profissionais. Já no Brasil são 400 mil. Considerando essa complexa realidade, o fato é que, embora as novas tecnologias tenham surgido na teoria para facilitar e aperfeiçoar o trabalho médico, os dois lados estão insatisfeitos. Mas, como é possível usar a inovação a favor, inclusive, de uma melhoria do relacionamento médico-paciente? Acredito que a resposta esteja no uso inteligente das chamadas ferramentas de comunicação síncronas (localizadas no mesmo tempo, não necessariamente no mesmo espaço – consultas presenciais, telefone, teleconsultas, etc.) e assíncronas (não no mesmo tempo – carta, e-mail, sistemas de mensageria para texto, imagens, voz ou vídeo etc.). Ao otimizar o uso dessa miríade de canais de forma estratégica, o médico ganha tempo e, ao mesmo tempo, conquista a confiança do paciente. Um exemplo já bastante comum é o uso de canais online para conferência de exames de laboratório, troca de mensagens com o paciente pós-consulta – economizando o tempo de um retorno, para ambos –, entre outros. É importante ressaltar que as orientações online são permitidas desde 2002,

entretanto, algumas limitações são expostas. As informações de um paciente, por exemplo, podem apenas ser repassadas para outro médico se o mesmo permitir que elas possam ser utilizadas. E também o profissional da área da saúde deve ser o responsável pela discrição e sigilo das informações. Outra tecnologia que pode – e deve – ser usada a favor é a Inteligência Artificial. Apesar de ser frequentemente apontada como possível nova ameaça para a relação médico-paciente, quando usada de forma estratégica, a IA pode contribuir em áreas específicas (Narrow AI). Simultaneamente, pode gerar para os profissionais uma economia de tempo, que poderá ser revertida em maior proximidade na relação médico-paciente. Independentemente das inovações que surgem a cada dia, o urgente é restabelecer a essência do trabalho de quem escolhe a saúde como profissão. Para isso, o sistema como um todo precisa contribuir. Nenhuma tecnologia jamais substituirá as relações humanas e tudo que elas constroem para o estudo – e o estado clínico – de um paciente. * Presidente institucional da Proxismed, empresa especializada em Jornada de Relacionamento em Saúde


Cinemas

As estreias deste fim de semana com boas opções para as crianças e a parte 3 de uma franquia de terror Página 2

Inside

Social

Quem foi notícia ao longo da semana em Farroupilha e as boas pedidas para o final dela na Coluna de Valéria Vettorazzi Páginas 6 e 7

Micael Oliveira

EM MOVIMENTO

Danças movimentam Forqueta Neste final de semana, 24 grupos de diversos ritmos e costumes vão fazer parte da 8ª edição do Festival

U

ma diversidade de manifestações, gêneros e estilos estarão reunidos no VIII Festival de Danças de Forqueta. O evento acontece sábado e domingo, das 13h45min às 19h, em frente ao Varejo Temático da Cooperativa Vitivinícola Forqueta (Luiz Franciosi, 350). A ideia é buscar a integração para mostrar os hábitos e costumes de cada localidade, mas também proporcionar um momento para conhecer novas culturas. As apresentações serão feitas por 24 grupos de Caxias do Sul e de outras cidades gaúchas. As atrações farroupilhenses são: Fêmina Escola de Danças, K-Boom Dance Team, Grupo de Danças Folclóricas Alemão Blauthschneiss Volkstanzgruppe, Ballet Lizete Teixeira e Eco do Meu

Grito. Além das danças, estará acontecendo paralelemente a Feira de Artesanato, comercializando produtos feitos de crochê, tricô, dressa, macramé, dentre outras técnicas. A entrada para curtir o evento é franca, mas sugere-se a doação de um quilo de alimento não perecível, que posteriormente será destinado ao Lar

São Francisco, de Caxias. O festival tem como diferencial a reunião dos mais diferentes estilos de dança. Do ballet clássico ao jazz, danças étnicas, ritmos e bailados brasileiros, pop coreano, dança cigana, mexicana e gaúcha, além de trabalhos inclusivos de bailarinos que frequentam o Instituto de Audiovisão

de Caxias (Inav). O evento é uma realização do Grupo de Danças Folclóricas Famiglia Trentina e o Ponto de Cultura Costurando Sonhos. Segundo organizadores, a expectativa para este ano é receber um público de 7,5 mil visitantes nos dois dias de evento. Segue na página 3

Mistura de ritmos O Festival reúnes todos os estilos de dança no sábado e domingo, em Forqueta


Inside

2

FARROUPILHA, 28 DE JUNHO DE 2019

Cinemas Cinemas GNC 1: Pets: A Vida Secreta dos Bichos 2 (dublado) - às 14h10min GNC 1: Patrulha Canina: Super Filhotes (dublado) - às 16h20min GNC 1: Aladdin (dublado) - às 18h50min GNC 1: MIB: Homens de Preto Internacional (dublado) - às 21h45min GNC 2: Annabelle 3: De Volta Para Casa - às 14h20min e 19h20min (dublado), 16h45min e 21h40min (legendado) GNC 3: Turma da Mônica: Laços - às 13h15min (com legenda descritiva), 15h30min, 17h45min e 20h GNC 3: X-Men: Fênix Negra - às 22h10min GNC 4: Toy Story 4 - às 13h30min, 16h e 18h40min (dublado e em 3d), 21h (legendado e em 3d) GNC 5: Pets: A Vida Secreta dos Bichos 2 - às 13h, 15h, 17h30min e 19h40min (dublado), 21h50min (legendado e em 3d) GNC 6: Toy Story 4 (dublado) - às 14h e 16h30min GNC 6: MIB: Homens de Preto Internacional - às 19h (dublado) e 21h30min (legendado) Ingressos: segunda e quinta (exceto feriado e Carnaval) a R$ 24,00 e R$ 30,00 (salas 3d); terça e quartas (exceto feriado e Carnaval) todos pagam meia entrada; sexta a domingo e feriado a R$ 28,00 e R$ 34,00 (salas 3d). Meia entrada todos os dias para menores de 18 anos e maiores de 60 (mediante apresentação de identidade), estudantes (mediante apresentação de Carteira de Identificação Estudantil), pessoas com deficiência (com documento que a comprove), cliente Movie Club Preferencial (cartão verde fidelidade GNC).

Shopping San Pelegrino (Avenida Rio Branco, 425) * Obs: o site do Cinépolis traz apenas os horários dos filmes, mas não informa em qual sala serão exibidos Annabelle 3: De Volta Para Casa - às 13h30min, 14h, 16h, 17h, 19h, 19h30min e 21h25min (dublado), 22h (legendado) Turma da Mônica: Laços - às 13h15min, 15h30min, 17h45min, 20h e 22h15min Toy Story 4 - às 12h, 14h30min, 16h45min e 19h (dublado), 13h45min, 16h, 18h30min e 20h45min (dublado e em 3d) MIB: Homens de Preto Internacional (dublado) - às 21h45min Pets: A Vida Secreta dos Bichos 2 (dublado) - às 12h, 14h15min, 16h30min, 18h45min e 21h Ingressos: nas salas tradicionais, segunda a quarta (exceto feriado) a R$ 23,00 e R$ 11,50 (meia); quinta (exceto feriado) a R$ 25,00 e R$ 11,50 (meia); sexta a domingo e feriado a R$ 26,00 e R$ 13,00 (meia). Nas salas 3d, segunda a quarta (exceto feriado) a R$ 29,00 e R$ 14,50 (meia); quinta (exceto feriado) a R$ 29,00 e R$ 15,00 (meia); sexta a domingo e feriado a R$ 32,00 e R$ 16,00 (meia).

Sala de Cinema Ulysses Geremia (Luiz Antunes, 312) Festival Varilux de Cinema Francês O Professor Substituto - sexta, às 19h30min Inocência Roubada - sábado, às 19h30min Quem Você Pensa que Sou - domingo, às 18h Cyrand de Bergarac - domingo, às 20h Ingressos: R$ 10,00 e R$ 5,00 (estudantes e sênior)

Entrando em cartaz Fim de semana de agenda cheia nos Cinemas com muitas estreias, especialmente para a criançada, com “Pets 2” e “Turma da Mônica”, mas também para os adultos com a sequência de uma bem-sucedida franquia de terror: “Annabelle 3”

Imagens: Reprodução

Shopping Iguatemi (RST-453, quilômetro 3,5)


FARROUPILHA, 28 DE JUNHO DE 2019

Dança

Inside

3

Viviane Bassol

Culturas em movimento São 24 grupos, representando diferentes costumes, que se apresentarão no Festival

Programação do VIII Festival de Danças de Forqueta Sábado 13h45min: Abertura com o Coral da Maturidade Ativa do Sesc Caxias 14h15min: Fêmina Escola de Dança (Jazz) 14h45min: Grupo de Dança da Maturidade Ativa do Sesc Caxias 15h: Folclore Ucraniano Solovey (Dança Ucraniana) 15h30min: Grupo de Ballet da Maturidade Ativa do Sesc Caxias 15h45min: Grupo de Dança Folclórico Italiano Fare Amicci (Dança Italiana) 16h15min: Grupo Andanças (Dança Popular Brasileira) 16h45min: Rakaça Tempo de Dança (Folclore Egípcio) 17h15min: Vitta & Salute Academia (Ballet e Dança Mix) 17h45min: K-Boom Dance Team (Dança Pop Coreana) 18h: Dança Cigana Academia Paula Fitness 18h15min: Grupo de Danças Folclórico Alemão Blauthschneiss Volkstanzgruppe (Dança Alemã) Domingo 13h35min: Abertura

13h45min: Vontade de Viver e Grupos da Professora Nádia Trevisan, dos municípios de Paraí e São Jorge (Dança Italiana, Dança Livre, Jazz e Ballet) 14h30min: Ballet Lizete Teixeira (Ballet Clássico) 15h: Grupo Eco do Meu Grito (Dança Cigana) 15h15min: Stiletto Sexy Heels (Dança Stiletto) 15h30min: Grupo Eco do Meu Grito (Dança Mexicana) 15h45min: Grupo de Danças Ciganas Luceli Pasinato e Grupo de Danças Ciganas do INAV 16h15min: Estilo Tribal Caravan (Dança Tribal) 16h45min: Maracangalha Cia Artística (Dança Popular Brasileira, Dança Gaúcha, Dança Italiana e Chacarera) 17h15min: Essência Cigana (Dança Cigana) 17h45min: Magnificat (Dança Contemporânea) 18h: CTG Pampa do Rio Grande (Dança Folclórica Gaúcha) 18h30min: Grupo de Danças Folclóricas Famiglia Trentina Forqueta (Dança Italiana)


Inside

4 Ramon Cardoso

ramon@jornalinformante.com.br

Agenda

No Brasil, o protesto SEXTA a favor da Educação é Casa Milano - DJs Residentes Casa Milano (RS 122, quilômetro 55), às 23h matando aula e contra a Previdência é faltando trabalho Luca Mendes e Léo Ferreira Virou moda agora, no País, realizar protesto a favor da Educação. Que coisa nobre. Enquanto ela foi sucateada, especialmente no ensino básico, o mais fundamental de todos, ao longo dos últimos 20 anos, formando essa massa de iletrados da atualidade, essa galera devia estar hibernando ou morando fora do Brasil, só pode. Da mesma forma, o protesto contra a Previdência, que está quebrada. Mas agora a turma do “ninguém solta a mão de ninguém” acordou para destilar sua hipocrisia pelas ruas das cidades brasileiras. Detalhe: em dia útil, né, afinal de contas, que graça tem protestar pela Educação se não der pra matar aula, não é mesmo? Ou protestar contra a Previdência se não der pra faltar ao trabalho? Hein, protestar no domingo. Vocês estão loucos? Domingo é dia de descanso. O ideal é sexta ou até mesmo quinta, que dá pra enforcar e fazer um longo feriadão. Vamos lá, lutar por Lul..., quer dizer, pela Educação e contra a Previdência, pelo direito dos políticos se aposentarem com R$ 33 mil por mês ao invés de R$ 5 mil. Abaixo esse governo faxista. Em um desses protestos, ocorrido há cerca de um mês, o IFRS de Porto Alegre estendeu diversas bandeiras em sua unidade. Em uma delas aparecia o rosto de Paulo Freire, o Karl Marx dos Trópicos. Quando vi a notícia, achei que era de um site de humor. Não, era sério mesmo. Quer dizer, sério não era porque a notícia foi produzida por um desses veículos comunistas (infelizmente, a esmagadora maioria) que infestam e depreciam o bom Jornalismo. Digo que, em tese, era para ser sério. Mas voltando ao Karl Marx brazuca. Ter o Paulo Freire como símbolo de uma luta pela Educação é algo que beira a surrealidade, parece um deboche, um escárnio, um acinte contra o bom senso. É mais ou menos como, em um protesto contra a corrupção, se estender um bandeirão do Lula. Ou como um em favor da inteligência, desfraldar uma enorme faixa com a foto da Dilma. Ou ainda, em uma manifestação que preza o fair play no futebol, colocar na bandeira da campanha a estampa do Neymar, que está até agora procurando o lateral da base do Cruzeiro. O Karl Marx tupiniquim, adorado por pseudo educadores e pela imprensa criminosa, é o Patrono da Educação Brasileira. Eu acho o título apropriado, levando em conta a posição ridícula que o ensino nacional ocupa em escala global, quase sempre figurando nas últimas posições. Mas o governo Bolsonaro quer um novo patrono. Isso é um grande risco. Assim que ele efetuar a troca, essa turma que esperneia vai dizer: “Viu só, fulano de tal é o patrono da educação no País, por isso ocupamos essas posições vexatórias nas avaliações internacionais”. Podem apostar que vão falar isso. A desonestidade, para essa galera, é uma prática tão regular quanto respirar. O domingo será mais um dia da população que se importa com o País ir às ruas. A minúscula e patética greve geral do último dia 14 mostrou a face real da turma do atraso, que deseja manter as regalias e os privilégios às custas do povo. Demorou, mas essa narrativa criminosa não cola mais.

Caverna Comedy Club (República, 445, subsolo), às 22h

Diego Serafim, Kilbert Cesar e Paulo Santiago Caverna Comedy Club (República, 445, subsolo), às 22h Divulgação

Crônicas da Redação

FARROUPILHA, 28 DE JUNHO DE 2019

Ladies Night com DJ Cris Pacheco Wild Beer (Gonçalves Dias, 73), às 23h

SÁBADO Wine, Love & Serra Gaúcha Casa Perini (Vale Trentino), às 16h Sertanejinho Bem Bacana com Maicon Rodrigues e Banda Boteco do Chá (Rômulo Noro, 555), às 23h30min

DOMINGO Stonewall 50 Anos! Muinho Café (Mal. Floriano Peixoto, 190), às 16h


FARROUPILHA, 28 DE JUNHO DE 2019

Inside

5

Música Vozes de Farroupilha na Capital Cantores se apresentam domingo com Orquestra Villa Lobos e Howard Shore Office Divulgação

Reverência ao filme O concerto interpreta a trilha sonora de Senhor dos Anéis: A Sociedade do Anel, e oito vozes farroupilhenses farão parte do espetáculo

N

este domingo 35 alunos de canto do maestro Celso Fortes vão se apresentar no Auditório Araújo Vianna, em Porto Alegre, em um espetáculo único, o “Senhor dos Anéis in Concert: A Sociedade do Anel”. Das vozes escolhidas para fazer parte do espetáculo, oito são de Farroupilha: João Longo, Vitor da Silva, Renato Soprana, Gabriel Machado e Miguel Concilatto, do Coro de Canarinhos de Farroupilha; Enzo Minosso e Luis Henrique Masiero, do Coro Canarinhos da Serra de Vila Jansen; além de Bernardo Flâmia, participante do Festival Vox 2018. A apresentação Cine Concert “Senhor dos Anéis in Concert: A Sociedade do Anel”, acontece às 18h. O espetáculo tem duração de 140 minutos, divididos em dois atos. No palco estarão 160 músicos e

150 coristas formados com integrantes da Orquestra Villa Lobos e Howard Shore Office. Os músicos interpretarão, ao vivo, a trilha sonora do filme, vencedor do Oscar, do compositor Howard Shore. Segundo o maestro, esta é uma oportunidade única para os cantores, que tem idades entre 7 e 14 anos. “O enriquecimento cultural agregado ao amadurecimento musical servirá para abrir portas para eles. Mais de 24 horas de ensaio, 280 minutos de concerto ajudará na formação disciplinar e musicalidade dos voristas”, assegura Celso. O concerto está rodando o mundo e já foi visto por mais de meio milhão de pessoas. No Brasil, ele também foi apresentado em São Paulo e depois de Porto Alegre, irá para o Rio de Janeiro. Os ingressos para participar podem ser adquiridos online pelo site Uhuu. Os valores variam de R$ 80,00 a R$ 330,00.

Paulo Roque Gasparetto prgasparetto@terra.com.br

Uma sociedade de fanáticos Somente uma realidade deve nos fanatizar: o amor e a vida. Quem é fanático usa “viseiras”. Só percebe uma realidade. Sempre têm razão e sua ideia é a verdade. O que os outros pensam não interessa. A pessoa que “usa viseiras” não muda seu pensamento. Só ela sabe e tem razão. Assim, quando falamos de fanatismo logo associamos a causas políticas ou religiosas, mas esse comportamento é muito mais amplo do que se imagina. Do latim fanaticus se refere a toda atitude exagerada, radical e compulsiva. Ou seja, não vive o impulso da vida e do amor. Cada coração humano tem seu caminho, sua liberdade. O ponto de chegada é o mesmo. Os caminhos são de cada um. Em um mundo onde as redes sociais tomam conta da vida das pessoas, corremos o risco do isolamento e de nos fecharmos em torno dos grupos que pensam igual. A rede é uma oportunidade para promover o encontro com os outros, mas pode também agravar o nosso auto-isolamento, como uma teia de aranha capaz de capturar para o fanatismo. Segundo o papa Francisco, o fanatismo nas redes sociais destrói os outros: “Na rede social, a identidade muitas vezes se baseia na contraposição ao outro, à pessoa estranha ao grupo: define-se mais a partir daquilo que divide do que a partir daquilo que une, dando espaço à suspeita e à explosão de todo tipo de preconceito: étnico, sexual, religioso e outros. Esta tendência alimenta grupos que excluem a heterogeneidade, alimentam no próprio ambiente digital um individualismo desenfreado, acabando, às vezes, por fomentar espirais de ódio“. Todos nós somos pessoas livres em busca de realização e somente escravas do amor. Assim, não podemos esquecer no mês de junho a devoção ao Sagrado Coração de Jesus e nesta sexta é o dia dedicado a Ele. A devoção surgiu num momento de guerras e fanatismos, sobretudo na Europa, um tempo de crise, consumismo e individualismo. A devoção ao Sagrado Coração aparece em dois acontecimentos fortes do Evangelho: o gesto de São João, discípulo amado, encostando a sua cabeça em Jesus durante a última ceia (cf. Jo 13,23); e na cruz, onde o soldado abriu o lado de Jesus com uma lança (cf. Jo 19,34). Um Jesus misericordioso que tem o coração aberto para nos acolher e amar. * Pároco da Paróquia Sagrado Coração de Jesus e doutor em Comunicação


Fabiano Gasperin

Party

O

projeto Fica Comigo pousa em Farroupilha neste final de semana. Com horário marcado para 16h na Casa Perini, o evento “Wine, Love & Serra Gaúcha” promete animar o público. Como atração principal e inédita por essas bandas está o DJ Zeh Pretim, um dos mais requisitados da noite carioca.

Comédia

No próximo dia 7 a comediante e youtuber Bruna Louise se apresenta no Caverna Comedy Club. A curitibana é um dos principais nomes femininos da comédia stand up e viaja com seu espetáculo solo “Desbocada”. Os ingressos estão à venda pelo site Sympla.

Vitrine

#SELFIEDASEMANA

Fique por Dent

Luis Henrique Bisol

Quem está organizando ou pensando em organizar seu evento ou casamento não pode ficar de fora do tradicional Vitrine Requinte, que ocupa o Intercity Caxias, neste final de semana. Os empresários Terezinha Pezzi e Renato Nakamatu comandam a Revista Requinte e organizam o evento. Essa é a 11ª edição e contará com o tema “As Quatro Estações”, que reúne um time de expositores de segmentos sociais da região.

Governador do Distrito 4700, Nelço Angelo Tesser prestigiou a XIX Feijoada do Rotary Nova Vicenza e a celebração dos 20 anos do clube de serviço, no encerramento da gestão da presidente Lucia Chiele Piccoli, a quem entregou uma distinção

Friday

Na Casa Milano ro ta nesta sexta com o residentes do espaç ERR e Caike comand decks e animam o p a partir das 23h. O rante estará aberto se hambúrgueres, chopp veja. A entrada é free

Arquivo Pessoal

Pagode

Os amigos Valéria Carniel, Guilherme Dalcin, Amanda Feltrin e Eduardo Stockmanns Henz curtiram o charme de Gramado, na semana passada

A médica veterinária farroupilhense Gabriela Fredo comanda o novo endereço da Diagnose Vet, que expande sua atuação com os serviços de Patologia Clínica

A sexta será anim Deck 256 com o sh grupo Sem Razão. O se apresentam no es partir das 22h e a e é R$ 10,00. O Deck uma nova opção de cidade, localizado n Gonçalves Dias, 306.


Cristiano de Oliveira

Carlos Baretta marcou presença no Boteco do Chá, no sábado

tro

ola fesos DJ’s ço: FEdam os público, restauervindo p e cere!

Júnior Machado

As amigas Joelma Dalzochio e Letícia de Cesero no pagodinho que anima os domingos do Muinho Club

Errei

Na semana passada publiquei a foto do casamento de Luiz Antônio Toso e Jéssica Vettorazzi, onde na legenda errei o nome do noivo e também a data do casamento. A cerimônia foi realizada dia 8 de junho, na Igreja Matriz de Farroupilha.

Daniela De Rocco

mada no how do Os guris spaço a entrada k 256 é pub na na rua . Os pais Daniel Vetorazzi e Franciele Werner Vetorazzi felizes da vida ao lado da filha Gabrieli, que celebrou 5 anos no dia 19, com festinha na Ticabum


Inside

8

Fabrício Oliboni

fabrioliboni@gmail.com

Nunca morei em uma cidade com praia. Todos os lugares onde residi por ao menos 6 meses têm como predominância o clima mais frio. Me refiro a algumas cidades no Rio Grande do Sul e Argentina. Calor constante e litoral nunca foram realidades diárias para mim. No caso de Pelotas, Porto Alegre e Buenos Aires são cidades portuárias, mas sem praia, e o sol não é algo muito presente não. Enfim, esse amontoado de palavras e frases serviram para dizer que praia não é algo que eu manje muito. Gostaria, mas não. E é justamente esse o intuito da coluna: falar sobre a vida na praia. Escrevo esta coluna durante as minhas férias, e atualmente estou em Maceió, Alagoas. Nessa semana conheci diversas pessoas que se mudaram para cá por terem se encantado com a cidade depois de terem passado por aqui só de férias. Sabendo disso eu indaguei elas dos motivos mais fortes para tal mudança. Varia de caso para caso, obviamente. Contudo, o que mais se destacou foi algo que poderia resumir com uma das respostas que tive: “eu moro nas férias de muita gente”. Parece bem abrangente, mas de uma simplicidade gritante também. Ouvir o som do mar, ter a informalidade de ir para a maioria dos lugares apenas de chinelo e bermuda, o clima predominantemente quente na maior parte do ano, levar uma vida mais tranquila e saudável, o humor das pessoas é diferente, tudo é mais leve... ouvi muito esses outros argumentos, vindos quase sempre de pessoas que nunca haviam morado em uma cidade praiana antes. Já no caso de quem já tinha o litoral como realidade, a opção por Maceió se concentrava mais no custo de vida mais baixo daqui, tudo próximo e de fácil acesso e ser uma cidade menor em comparação aonde viviam antes, como Rio de Janeiro capital, por exemplo. Quase sempre quando passo alguns dias no litoral me pergunto se algum dia irei morar em uma praia e como seria. Acho que isso deve ser uma constante para muitas pessoas. O mar nos atrai. Qualidade de vida, menos correria, a brisa do mar, sol, tranquilidade... são muitos fatores, e já ouvi diversas vezes que, uma vez que se mora na praia, é muito difícil abrir mão desse luxo. Outras coisas podem complicar, mas estar distante do mar parece ser algo imprescindível a partir do ponto em que se cria algum tipo de raiz na “areia”. Não será desta vez que irei morar na praia, mas a ideia vai ganhando corpo e entendo cada vez mais a galera que optou por isso. O som das ondas do mar pode ser bem persuasivo. * Agente de intercâmbio e bacharel em Relações Internacionais

Solidariedade Rotary Nova Vicenza celebra 20 anos de muitas conquistas

XIX Feijoada também serviu para reconhecer as duas décadas de história do clube de serviço farroupilhense Para a história Reconhecimento aos que contribuíram com a jornada do Rotary Nova Vicenza foi o ponto alto da Feijoada do último domingo

N

este sábado, o Rotary Club Farroupilha Nova Vicenza chega a duas décadas de vida. E essa trajetória foi reconhecida no último domingo, durante a XIX Feijoada, no Centro Municipal de Eventos Mário Bianchi. O tradicional evento gastronômico levou um grande público ao local e foi o momento oportuno para reconhecer quem ajudou a consolidar essa trajetória de sucesso. Os apoiadores e os ex-presidentes receberam certificados e placas da presidente Lucia Chiele Piccoli, na homenagem a quem tanto fez pelo clube de serviço. Governador do Distrito 4700, Nelço Angelo Tesser também prestigiou o evento, que tem sua renda revertida para a Campanha da Visão, capitaneada pela entidade que, na atual gestão, beneficiou 75 crianças com consultas e óculos.

“Foi uma honra singular pode homenagear os 20 anos do Rotary Nova Vicenza sendo sua presidente neste último ano, um clube que é uma família, que faz parte da minha família mesmo, que recorda meu querido irmão Zeferino (em memória), que também foi presidente desta instituição”, destacou Lucia em discurso emocionado. Ela entrega o comando para o sucessor, Diogo Soprana, no próximo dia 11, em evento de troca de diretoria no Centro de Eventos da Tramontina.

Baile do Chopp

A próxima ação do Rotary Nova Vicenza é o Baile do Chopp, que acontece no dia 5 de outubro. A atração acontece no Centro Municipal de Eventos Mário Bianchi. Em breve serão definidos os valores e será iniciada a comercialização dos ingressos.

Fabiano Gasperin

Morar na praia

FARROUPILHA, 28 DE JUNHO DE 2019


FARROUPILHA, 28 DE JUNHO DE 2019

Inside

Cultura Filó, o tesouro cultural italiano

9

Dolores Maggioni doloresmaggioni@terra.com.br

Pelos arados de mil sonhos e cantigas

Arquivo Jornal Informante

XXIII Semana da Cultura Italiana vai homenagear a partilha na quarta e no dia 6

Música para alegrar a festa O Grupo Nanni é uma das atrações do primeiro dia de evento

E

m uma edição reduzida, a XXIII Semana da Cultura Italiana, do Seminário Apostólico Nossa Senhora de Caravaggio, vai homenagear o Filó. O tema “Andiamo Si, Andioamo No Andiamo Atacera a Far Filó”, faz referência à tradição italiana ainda tão presente, que se baseia na reunião de vizinhos e parentes para a partilha de comida e para conversar sobre assuntos do cotidiano, regada a muita música. A programação acontece na próxima quarta, com Noite do Filó e show dos grupos típicos italianos, e no sábado, dia 6, com confraternização, missa e a tradicional Janta da Polenta. Os ingressos para o evento gastronômico podem ser adquiridos por meio dos fones 3261-1196 ou 999.743.666. Toda a programação acontece no Seminário (Rodovia dos Romeiros, 1211).

“Este ano será uma programação mais compacta devido à falta de estrutura para as apresentações, pois não temos parceria para o som. Mesmo assim teremos a apresentações dos grupos típicos, afinal não queremos deixar morrer esse evento que é tão importante para o município”, ressalta Neusa Molon Mansan, coordenador da Semana.

Confira a programação

Quarta, às 19h30min: Noite do Filó, onde deve-se levar pratos típicos para a partilha. Grupos de Animação: Nei Tempi del Filó, Grupo Nanni, Grupo Vanti in Drio e Fernando Fabro e Grupo. Sábado, dia 6: Noite da Confraternização. Às 18h30min, santa missa em italiano e, às 20h, Janta da Polenta. Ingressos podem ser obtidos pelos fones 3261-1196 ou 999.743.666.

A chuva parou. Saio à procura de mim. O Vectra Preto parece adivinhar o que eu preciso. Volto a Caravaggio. Há uma praça e um horizonte. Há uma tarde outra vez. Bem aqui, na praça, onde para transpor o vale basta um desejo. Um desejo e um sonho. O sonho tem asas. Esvoaça a cor azul. O vale guarda um pouso. E o pouso guarda uma ave. Que canta e espanta a solidão. Tem sol plantando raios. E se chover, tem promessa de arco-íris. Cheiro de chão molhado. Tem beija flor também. Que volta sempre. Mesmo numa tarde sem ninguém... Uma formiga atrevida acha caminho por baixo do meu abrigo. Sobe decidida pelo meu braço. Procuro-a e a encontro. Tem cor avermelhada. É linda! Parece envernizada, tal o brilho do seu minúsculo corpo (uma formiga caramelada). Adiante, a mulher magra exibe seu avental de algodão. Não sei para onde vai. Talvez à procura de si mesma. Na torre da igreja, um inevitável sino continua calado, enquanto um pássaro procura o tempo. No canteiro, a erva ainda molhada prepara a mansidão da hora. Há toda uma fisionomia de mulher tranquila e doce nesta tarde sem ninguém. Subitamente menina, sinto no rosto um vento doce de cheirar as flores. Pouco distante, o rebanho lanudo e encaracolado me empresta a sensação de Terra Prometida. Um resto de riacho agoniza rente ao curral e o sol vai abraçando cordato a semente esquecida ao lado do cesto de goiabas. Já não são anônimos os nomes desta tarde. O forno de barro tem seu útero incendiado por gravetos em chamas, onde o trigo que ontem ondulava a cabeleira ao sol, agora sonha o pão. Há um cósmico silêncio tão falante... Há um vazio gigante, tão grávido de memórias... Há restos de dias sem lamento na velha casa com sobrado de madeira, hoje assim rota e desbotada, às margens do infindável. Espreitam-me imagens, nestas molduras sem retratos. Na pinguela, um ancião com sua inocente beleza, vestida de riscado. Depois, chega a carreta com seus milhos e suas lendas gotejando o pedregulho com suas franjas de lembranças. Gigante solidão! Anjos da guarda cuidam de carregar o tempo. Sem exaustão. A tarde faz sua sesta. Cercada de sigilos na hora provinciana, entrincheirada de mistérios. Um cavalo doméstico relincha tumultuando o rito movediço do milharal e a preguiça das janelas sem sono ou melancolia. No milharal, a espiga. Com sua mineral risada vai madurando o sonho da farinha. A beira do riacho agonizante os salgueiros cabisbaixos conversam entre si, amparados no vento que transita oboés nos braços consentidos. Laranjeiras carregadas resguardam a impaciência cítrica, igual a fome adolescente do menino que retorna da escola. A tarde segue... inevitável... inexorável... pelos limites sem limites da memória... pelos arados e seus balaios de mil sonhos e cantigas. Porque é tarde novamente. * Poetisa


Inside

10

FARROUPILHA, 28 DE JUNHO DE 2019

Sétima Arte

Quando o ceticismo “A Maldição da Freira” se destaca por aspectos que a contextualizam dentro da forma como foi filmada e no período histórico e, por conta disso, consegue obter um resultado superior a muitas superproduções do gênero

T

error fez sucesso especialmente no início dos anos 80, com o subgênero slasher, em que psicopatas pintavam a tela com o sangue de suas vítimas, algo que saturou ao longo dos anos. Uma nova perspectiva foi aberta com o inovador “A Bruxa de Blair” que, em 1999, alicerçada em uma bem-fundada campanha publicitária, refundou o gênero. Mais recentemente, o que tem ganho as telonas é o subgênero que usa e abusa do sobrenatural, principalmente mesclando a religião com a eterna luta entre o bem e o mal. Esses dois últimos segmentos sedimentam “A Maldição da Freira”. Primeiro longa metragem da diretora Aislinn Clarke, é também o primeiro filme de terror produzido por uma cineasta irlandesa, e isso conta pontos consideráveis para sua obra. Ou seja, desenvolvida, produzida, roteirizada e concluída num País com pouca tradição no Cinema e, ainda mais, no gênero em questão. A história, dizem, é baseada em fatos reais e há muito de realidade na trama, o que dá fôlego ao longa e aproxima o aspecto sobrenatural do ceticismo. Na Irlanda, a Igreja Católica servia

Investigação Thomas Riley (Lalor Roddy) e John Thornton (Ciáran Flynn), os padres enviados pelo Vaticano para apurar o suposto milagre: caso vai muito além da ocorrência inicial

de abrigo para os desvalidos no pós II Guerra Mundial. Em um convento no interior do País, as freiras mantinham um asilo, locais que eram conhecidos como “Asilos de Madalena”, que abrigavam prostitutas, órfãs, vítimas de abuso, grávidas solteiras e até mesmo mulheres com sérios e graves distúrbios mentais. Uma freira manda uma carta para o bispo relatando um milagre ocorrido no local, que deseja

ser ocultado pela madre superiora, Mary Carmel (Helena Bereen). O Vaticano, como habitualmente acontecia, resolve investigar o caso. O veterano padre Thomas Riley (Lalor Roddy) e o novato John Thornton (Ciarán Flynn) são enviados para averiguar se a ocorrência era realmente um milagre ou não passava de uma fraude. Enquanto Thomas é absolutamente cético quanto ao revela-

do, John crê que algo sobrenatural esteja realmente acontecendo no local. Contando com a má vontade de Mary, eles começam a proceder a uma série de filmagens na tentativa de esclarecer os fatos. Há cortes nas tomadas e uma sequência quebrada, o que dá um certo ar de documentário ao filme, e imagens com baixa qualidade, o que ajuda a encaixar a obra no período histórico, no outono de 1960.


Inside

FARROUPILHA, 28 DE JUNHO DE 2019

11

Sétima Arte

Imagem: Reprodução

é confrontado

Fotos: Divulgação

Título original The Devil’s Doorway Título traduzido A Maldição da Freira

Porém, o que mais chama a atenção são os ambientes: escuros, sombrios e opressivos. Eles agem como um personagem onipresente na trama, que aumenta, de maneira considerável, seu grau de tensão. Aos poucos, tanto Thomas quanto John percebem que há muito mais a ser investigado do que o suposto milagre em si. O veterano padre luta com todas as forças para negar o poder de uma força ma-

ligna, que se revela à medida que novas e aterradoras descobertas do local são feitas. Algumas, contudo, terão ele como alvo e delas não terá como fugir. Impressionado com a situação, John tende a acreditar que há, de fato, a presença do mal no ambiente. Há boas doses de sustos, uma inevitável ligação da trama com A Bruxa de Blair, até mesmo pelas filmagens tremidas, com câmera na mão, em

ambientes claustrofóbicos e nível de tensão alto, alguns segredos que se desvelam ao longo da história, mas nada que vá muito além. A obra, contudo, não deve nada a outros filmes do gênero que tiveram orçamentos milionários, pesadas campanhas de marketing e acabaram entregando bem menos. Vale para quem aprecia o gênero, além de deixar o caminho aberto para uma sequência.

Direção Aislinn Clarke Roteiro Aislinn Clarke Martin Brennan Michael B. Jackson Gênero Terror Duração 76 minutos País Irlanda Ano de produção 2018 Estúdio Northern Ireland Screen 23Ten Yellowmoon Kew Media Group Distribuição Play Arte Home Vídeo


12

Horóscopo Áries - 21/03 a 20/04

São ativadas decisões financeiras. Você está passando por uma fase nova, o que amplia os empreendimentos e pede uma nova administração. Mas pode ser que você encontre dificuldades para negociar ou realizar pequenos trâmites comerciais.

Touro - 21/04 a 20/05

Você é levado a fazer novos contatos para ampliar os seus projetos. A experiência pode vir com certa urgência, então é preciso dar atenção à ansiedade. A semana segue movimentada com diversas atividades que podem ficar suspensas ou empacadas. Atenção no trânsito.

Gêmeos - 21/05 a 20/06

É preciso dar atenção às expectativas e à ansiedade, porque ela pode consumi-lo. Você vai sentir dificuldade para interagir com uma pessoa próxima, que apresenta-se aflita e solicita a sua ajuda. Busque entender as suas necessidades emocionais.

Câncer - 21/06 a 20/07

Os projetos ficam em destaque e passam por inovações. As atividades em grupo o levam a pensar de maneira diferente e, assim, inovar as suas posturas para promover ideias e planos. Mas é uma semana complicada para lidar com investimentos.

Leão - 21/07 a 22/08

A sua carreira passa por crescimento, principalmente em relação a empreendimentos e movimento de novos caminhos. Um ângulo com o planeta Urano gera ansiedade e retira o seu controle sob a situação. O céu exige de você flexibilidade e abertura para lidar com o novo.

Vírgem - 23/08 a 22/09

Você encontra um cenário favorável para movimentar o seu conhecimento e também para ampliar o seu campo de visão sobre fatos até então suspensos por uma visão mais limitada ou por bloqueio externos. Você vai perceber limitações na interação com algumas pessoas.

Libra - 23/09 a 22/10

Semana ótima para lidar com investimentos de risco ou com algum tipo de empreendimento que ativa os recursos guardados. O cenário amplia o seu campo de visão sobre possibilidades para realizar metas futuras.

Escorpião - 23/10 a 21/11

O cônjuge ou uma pessoa muito próxima passa por uma fase nova de crescimento e inovações. Você vai perceber a pessoa mais agitada e ansiosa. Entretanto a pessoa encontra dificuldade para interagir com as mudanças, o que a deixa inflexível.

Sagitário - 22/11 a 21/12

Semana para realizar mudanças ousadas em sua rotina de trabalho para conquistar o crescimento que almeja. Inovar é a palavra-chave. Entretanto é preciso ficar atento a documentos ou informações que não circulam como deveriam, o que pode ser um desafio plausível.

Capricórnio - 22/12 a 20/01

Você é levado a inovar as relações com os filhos e com a sua forma de lidar com a troca de afeto. A porta está aberta, mas é preciso explorar esse campo novo que afeta a sua autoestima. Uma conversa é importante para trazer definições necessárias para esse momento.

Aquário - 21/01 a 19/02

Você passa por um momento novo em família, e isso pode trazer definições importantes para a convivência. Mudanças de imóvel também podem ser tocados significativamente. Você encontra dificuldade para interagir com uma pessoa que pensa de forma diferente da sua.

Peixes - 20/02 a 20/03

É possível que você note que as pessoas de sua convivência e/ou parentes passam por inovações. A experiência pode acionar algum tipo de afastamento. É necessário ampliar o seu campo de visão e mudar a sua frequência.

Inside

FARROUPILHA, 28 DE JUNHO DE 2019


FARROUPILHA, 28 DE JUNHO DE 2019

VENDE-SE CASA, localização central em Arroio do Sal. Apenas duas quadras do mar. Tratar pelo fone (54) 9 9118.1642. VENDE-SE TERRENO DE ESQUINA, com 1.377m², a uma quadra da rodoviária e do Shopping Centro de Compras. Contatar através do telefone (54): 9 9118.1642. VENDE-SE uma CASA MISTA localizada no Bairro Pio X, a mesma já está alugada através de imobiliária por R$ 1.500,00. Tratar: (54) 9 9118.1642.


2

FARROUPILHA, 28 DE JUNHO DE 2019


Profile for Informantef Informantef

Edição 594  

Edição 594  

Advertisement