__MAIN_TEXT__

Page 1

FARROUPILHA

|

ANO XII

| EDIÇÃO 593

| 21 DE JUNHO DE 2019 |

R$ 3,00

Irmãs Alaís e Aline Piccin abrem Deck 256, proporcionando aos farroupilhenses nova opção para curtir a noite na cidade Capa do Inside

ECONOMIA

Inverno trará aguardado frio?

Estação começa nesta sexta e baixa nos termômetros já anima o setor malheiro Página 8

CIDADE

Vereador suspeito de desvio

POLÍTICA

Ampliando a matriz produtiva

MP deflagra operação que investiga Raul Prefeitura envia ao Legislativo projeto de Herpich nas cooperativas habitacionais lei para atrair empresas e investimentos Página 11 Página 12 e Editorial

Yasmin Signori Andrade

Mais um local para o lazer


2

FARROUPILHA, 21 DE JUNHO DE 2019

COLORIDO RELIGIOSO

Tradição de fé, devoção e Paróquia Jesus Ressuscitado envolve 250 pessoas de 15 localidades na confecção dos 45 tapetes de Corpus Christi Fotos: Ramon Cardoso

O

sol ainda estava longe de aparecer quando, por volta das 5h, moradores de Nova Vicenza, bairros lindeiros e comunidades do interior que integram a Paróquia Jesus Ressuscitado iniciaram o processo de finalização dos tradicionais tapetes de Corpus Christi, que adornaram as ruas Vêneto e Domênico Fin, no entorno da Igreja São Vicente Mártir, a sede da celebração religiosa. Os desenhos foram feitos ainda na segunda e terça à noite, no salão comunitário. “Confeccionar esses 45 tapetes é um desafio. Tem uma importância e um significado enorme, especialmente no mundo que vivemos hoje, que é muito egoísta. Celebramos

Força-tarefa Às 5h comunidade já estava mobilizada no processo de finalização dos tapetes

aqui o sentido da comunhão, da partilha e da solidariedade”, destacou o padre Darci Camatti, da Jesus Ressuscitado. Neste ano, mais de 100 catequistas, que vão receber a Eucaristia, também estiveram envolvidos nos trabalhos de confecção dos tapetes, o

que reforça o compromisso de levar adiante a tradição. O espírito fraterno também se fez presente, desta vez com a doação de alimentos. “Solicitamos aos que participaram dos trabalhos e aos que vieram para a celebração religiosa a doação de leite,

Mão nos tapetes Padre Darci e Sílvia coordenaram os trabalhos em Nova Vicenza


3

FARROUPILHA, 21 DE JUNHO DE 2019

Ramon Cardoso

de espírito comunitário Missão cumprida Tapetes deram um colorido especial às ruas Vêneto e Domênio Fin, junto à tradicional Igreja São Vicente Mártir

café e açúcar, que serão repassados ao Hospital Beneficente São Carlos”, destacou o padre Darci, que está há cinco anos à frente da Paróquia. Envolvida com a equipe de eventos da Jesus Ressuscitado, Sílvia Zucolotto colabora com a confecção dos tapetes há cerca de uma década, e ressalta que a iniciativa surgiu da ideia de unir as comunidades. “É um trabalho de união, uma boa ação entre todas as comunidades da Paróquia. Todo mundo se doa um pouco para esses desenhos. A cada ano temos uma temática diferente e neste fizemos as imagens de todas as igrejas que integram as 15 localidades da Paróquia, tanto dos bairros quanto do interior”, enfatizou Sílvia. A missa ao ar livre foi realizada em frente à Igreja São Vicente Mártir, na manhã desta quinta, e como de costume reuniu um grande público.


4

FARROUPILHA, 21 DE JUNHO DE 2019

O caso Neymar e a (falta de) ética no exercício da advocacia Ismael Moisés de Paula Jr *

O

s desdobramentos da recente acusação de estupro envolvendo o jogador Neymar trouxeram à tona uma questão infelizmente recorrente no meio jurídico, que está relacionada à falta de ética no exercício da advocacia. De um lado o jogador de futebol Neymar, conhecido mundialmente e com contratos de patrocínios milionários, ao ser acusado de um grave crime de estupro acaba se utilizando de meios poucos ortodoxos para fazer a sua defesa perante a opinião pública, divulgando trechos de conversas íntimas acompanhadas de imagens e vídeos igualmente íntimos. Embora haja uma negativa velada, não se mostra crível que a assessoria jurídica do jogador não tenha sido consultada antes da divulgação dessas informações na mídia, até porque o jogador tomou o cuidado de preservar o nome e o rosto da suposta vítima, tornando claro que ele foi orientado antes de fazer essa defesa pública, embora cientes, tanto jogador quanto sua assessoria jurídica, que esse exercício do contraditório deveria ser feito perante as autoridades competentes e não publicamente através de rede social. Enfim, a estratégia clara da defesa do jogador foi conquistar a opinião pública e preservar na medida do possível a imagem do Neymar. Embora tal plano pareça de certa forma compreensível, do ponto de vista ético jurídico essa postura de defesa não reflete as melhores práticas admitidas em Direito. Por outro prisma, ainda no campo da ética profissional, os ex-patronos da suposta vítima divulgaram na impren-

sa as razões pelas quais renunciaram o patrocínio do caso, ressaltando que inicialmente o caso foi tratado como agressão física e que a suposta vítima teria, deliberadamente, sem o consentimento dos advogados, registrado o Boletim de Ocorrência de estupro. Neste ponto, cabe lembrar que o advogado tem o dever de guardar o sigilo profissional, não podendo, salvo raríssimas exceções, divulgar informações de clientes ou ex-clientes que tenha recebido em razão de seu ofício. Além disso, o advogado sequer é obrigado a apresentar justificativa para renunciar o patrocínio de caso que lhe fora confiado, podendo fazer isso de forma genérica. Portanto, os ex-advogados da suposta vítima, ao divulgarem na imprensa informações relacionadas aos fatos, estão claramente fornecendo subsídios que podem influenciar no julgamento do caso, o que sabidamente não deveria acontecer, ainda mais quando tais elementos são flagrantemente prejudiciais à versão apresentada pela ex-cliente dos causídicos. Não se ignora que o objetivo principal de qualquer caso é que se alcance a justiça, todavia, não compete ao advogado, enquanto no exercício de sua profissão, produzir provas ou fornecer informações as quais teve acesso através da sua participação no caso, sobretudo quando isso acarretar prejuízo às partes envolvidas. Veja-se que num único caso temos dois exemplos claros em que a ética jurídica foi deixada de lado por motivos alheios, o que é lamentável para a classe advocatícia. Como é sabido, no campo jurídico nem sempre os fins justificam os meios, especialmente em se tratando de ética profissional. * Advogado, especialista na Área Cível do Massicano Advogados


6

FARROUPILHA, 21 DE JUNHO DE 2019

Incentivos para a diversificação Imagem: Reprodução

O projeto de lei apresentado pelo Poder Executivo, na última segunda à noite, no Poder Legislativo, é válido, necessário e busca ampliar a atração de investimentos que gerem emprego e renda (veja na Editoria de Política, página 12). Para isso, porém, é necessário, em um primeiro momento, abrir mão de receitas para que empresas tenham interesse em se instalar em Farroupilha, mas o procedimento, nestes casos, é padrão. Com alta carga tributária e uma burocracia cara, ineficiente e pesada, qualquer benefício dado à classe empresarial é bem-vindo, ainda que recursos deixem de entrar nos cofres públicos. Um trunfo que a cidade passa a contar agora é a implantação futura do Escritório de Inovação do Parque Científico e Tecnológico Zenit, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), que acertou recentemente sua vinda para a Serra Gaúcha tendo Farroupilha como berço. A prefeitura mostra estar alinhada com a proposta do Parque Zenit, mas também com as inúmeras possibilidades apresentadas a partir de empresas que apostam as fichas em inovação e tecnologia. Diferente do que se processou na década de 70, quando o prefeito Avelino Maggioni criou o Distrito

Industrial, pioneiro no Brasil, e mudou a matriz produtiva farroupilhense, alicerçada no Setor Primário para o Secundário, a nova dinâmica do emprego não necessariamente ocorre na concepção tradicional de fábrica, mas no campo tecnológico e que, em muitos casos, otimiza os processos realizados inclusive no tradicional piso da indústria. Evidente que o retorno não se dará do dia para a noite, assim como não ocorreu na implantação do Distrito Industrial nos anos 70, mas abre uma ótima perspectiva para o futuro. Se tiver resultados similares aos verificados mais de quatro décadas atrás, Farroupilha certamente se beneficia-

rá, como se beneficiou da medida pregressa, que permitiu ao município ser reconhecido como uma referência no empreendedorismo. Essa nova Revolução Industrial Farroupilhense, se assim podemos classificá-la, não se opera de forma autônoma e isolada, muito pelo contrário. E é justamente aí que reside uma outra vantagem que, à primeira vista, não é percebida nesta ação: a qualificação da mão de obra. Para atender essa nova realidade, será necessário uma melhora da capacidade produtiva. Diferentemente do passado, ela não se dá no campo da força ou do número de empregados, mas se processa no campo do conhecimento, do intelecto, da possibilidade de resolver, de forma ágil e célere, os problemas que irão surgir. Os ganhos que Farroupilha pode auferir a partir dessa nova lógica de trabalho sequer podem ser mensurados, mas eles certamente elevarão o município a um patamar de excelência, não apenas em sua forte e variada matriz produtiva, já devidamente reconhecida por todos, mas também por sua mão de obra qualificada. O tempo irá dizer qual o impacto, mas de pronto é garantido assegurar que a cidade terá vantagem neste processo.

Tradição há muitos anos, a confecção dos tapetes de Corpus Christi, no bairro Nova Vicenza, é uma ação que vai muito além da beleza, capricho e esmero dos desenhos que são admirados a cada nova edição do feriado religioso. É uma ação que fortalece o real espírito comunitário, algo tão raro nos dias de hoje e que merece ser enaltecido. Acompanhamos, com a madrugada alta ainda, a montagem dos tapetes que adornam as ruas do entorno da Igreja São Vicente Mártir, a sede da Pa-

róquia Jesus Ressuscitado. Antes mesmo das 5h os moradores das 15 localidades que integram a Paróquia já estavam mobilizados no processo de finalização dos trabalhos, já que boa parte das obras foram concluídas na segunda e terça à noite, em mutirão realizado no salão comunitário. O padre Darci Camatti e Sílvia Zucolotto, que integra a equipe de eventos da Jesus Ressuscitado, enfatizaram o esforço conjunto entre as comunidades que, em 2019, tiveram todas as suas 15 igrejas

dispostas nos desenhos (veja mais na Matéria Especial, páginas 2 e 3). É uma forma justa e oportuna de reconhecer o envolvimento das cerca de 250 pessoas que se uniram para a confecção dos tapetes. Um legado que é repassado de geração a geração, inclusive com a participação ativa dos catequizandos neste ano, e que reforça esse laço de comunhão, de envolvimento comunitário, que tem os tapetes como força agregadora, mas que vai muito além disso.

Redação - redacao@jornalinformante.com.br

Assinaturas-assinaturas@jornalinformante.com.br

Espírito comunitário fortalecido

Índice

Editorial

Matéria Especial .................................... Páginas 2 e 3 Editoriais .................................................Página 6 Opinião...................................................... Página 7 Economia .................................................. Página 8 Cidade ........................................................ Páginas 9 a 11 Política ..................................................... Página 12 Educação .................................................. Página 13 Esporte ..................................................... Páginas 14 e 15

Inside

Especial..................................................... Capa Cinemas ..................................................... Páginas 2 e 8 Música ....................................................... Página 3 Gustavo Pimentel ................................... Página 4 Agenda....................................................... Página 4 Literatura ................................................ Página 5 Guilherme Macalossi ............................ Página 5 Social ........................................................ Páginas 6 e 7 Egui Baldasso ......................................... Página 8 Solidariedade ......................................... Página 9 Lauro Edson Da Cás ............................... Página 9 Sétima Arte .............................................. Páginas 10 e 11 Horóscopo ............................................... Contracapa Saúde, Beleza & Estética...................... 4 páginas Classificados .......................................... 8 páginas

Juliana Inês Casa Barbieri juliana@jornalinformante.com.br Ramon Cardoso ramon@jornalinformante.com.br Yasmin Signori Andrade yasmin@jornalinformante.com.br

Comercial-comercial@jornalinformante.com.br Fabiano Luiz Gasperin gasperin@jornalinformante.com.br Maria da Graça Potricos Leite maria@jornalinformante.com.br

Anúncios - anuncios@jornalinformante.com.br Marcelo Bortagaray Mello marcelo@jornalinformante.com.br Tiago Rodrigues da Silva tiago@jornalinformante.com.br

Financeiro-financeiro@jornalinformante.com.br Keli de Almeida Maciel keli@jornalinformante.com.br

Assinatura Bienal: R$ 240,00 Assinatura Anual: R$ 140,00

Telefones (54) 3401-3200 / (54) 3401-3201 (54) 3401-3202 / (54) 3401-3203

Endereço Rua Dr. Jaime Romeu Rössler, 348, Bairro Planalto

Colunistas Crônicas da Redação Dolores Maggioni Egui Baldasso Fabrício Oliboni

Guilherme Macalossi Gustavo Pimentel Lauro Edson Da Cás Paulo Roque Gasparetto

A manifestação dos colunistas é livre e independente e não necessariamente reflete a opinião do Tabloide sobre os temas abordados nas colunas

@PaperInformante www.jornalinformante.com.br

/jornalinformante


7

FARROUPILHA, 21 DE JUNHO DE 2019

Sobre pontes e campos minados Elton Duarte Batalha * O final do primeiro semestre da gestão Bolsonaro permite a análise de diversos pontos do governo federal, marcado, nesse primeiro momento, por grande turbulência. Entre os vários aspectos que poderiam ser observados, merece especial atenção o papel cumprido pelo vice-presidente da República, Hamilton Mourão. Mais que mera figura decorativa, o suplente do presidente vem chamando atenção pelo comportamento assumido em determinadas situações. Dada a postura beligerante adotada por grande parte do governo, sob a influência de Olavo de Carvalho, Mourão tem buscado construir pontes com setores da oposição e da imprensa, dialogando com pessoas de diversos matizes ideológicos. Com preparo intelectual, algo observável também nos demais militares que compõem o primeiro escalão do governo federal, ele é um alívio em um cenário plasmado por ideologia que acredita no embate contínuo como forma de afirmar determinada cosmovisão. A conduta adotada pelos militares por enquanto é, em regra, louvável, pois estão agindo com competência técnica e discrição, algo esperado dos gestores da coisa pública. Ainda que exista importância na discussão de costumes, a pauta mais urgen-

te para a população diz respeito a questões concretas como emprego e segurança. Figuras como Augusto Heleno, Rêgo Barros, Tarcísio de Freitas e Santos Cruz, por exemplo, estão executando as respectivas funções de forma serena e firme, sem exposição pública demasiada. Mourão, a seu modo, tem disponibilizado seus serviços conforme a necessidade, como ficou demonstrado em momento de crise na fronteira com a Venezuela. Evidentemente, deslizes pontuais ocorrem no cotidiano. Desde as eleições, Mourão disse algumas coisas sobre as quais desculpou-se posteriormente. Mais que sinal de fraqueza, isso representa humildade, algo especialmente louvável naqueles que exercem posição de liderança nacional e característica tão rara em época cujo valor máximo é a reafirmação colérica de posicionamentos, especialmente

na esfera pública. O exercício da alteridade parece ter cedido o lugar ao narcisismo potencializado pela exposição em redes sociais. Para evitar possíveis acusações de conspiração em um ambiente marcado pela desconfiança e criação de narrativas fantasiosas, é recomendável especial cuidado com a exteriorização de determinadas opiniões. No campo minado da política brasileira atual, a visão estratégica dos militares é imprescindível. Além do carisma que o presidente tem junto à parte da população, a força do atual governo repousa na atuação dos militares, na credibilidade de Sergio Moro (ministro da Justiça e Segurança Pública) e no profissionalismo de Paulo Guedes (ministro da Economia). A discussão ideológica, importante no momento eleitoral como forma de contraposição ao posicionamento adotado pela esquerda

representada pelo Partido dos Trabalhadores (PT), deve ser colocada em segundo plano no exercício da gestão, em prestígio do pragmatismo na busca de soluções para os problemas vivenciados pela população. A confiança popular na atuação democrática dos militares dentro do governo Bolsonaro é evidente e não pode ser menosprezada por determinada ala do governo federal. A reverência que grande parte da sociedade devota aos militares devido à seriedade com que, até o momento, parecem tratar da coisa pública denota que, mais que meros figurantes na gestão federal, são protagonistas. Eventual desprezo a tais figuras por influentes membros do governo tende a produzir a queda de popularidade de Bolsonaro a níveis que, em última análise, poderiam inviabilizar a realização das reformas estruturais exigidas no atual panorama nacional. Além do natural respeito (não tão em voga em manifestações públicas), os militares merecem tranquilidade para o adequado exercício da gestão administrativa, com evidentes efeitos positivos para a construção de uma sociedade em que a dignidade não seja apenas uma abstração. * Professor de Direito da Universidade Presbiteriana Mackenzie, advogado e doutor em Direito pela USP

Insaciável máquina do desperdício de dinheiro Celso Tracco * Já é consenso geral que a máquina pública brasileira é insustentável em relação ao que o País arrecada. Os gastos com salários, aposentadorias, pensões, verbas de gabinete, contratação de assessores, privilégios, mordomias, festas etc., é um escandaloso e abjeto desperdício de dinheiro do contribuinte que, em contrapartida, não tem segurança, escola, hospitais, creches, estradas decentes, infraestrutura. Não tem direito a uma vida digna e nem esperança de um futuro melhor. Por máquina pública entendemos os três poderes: Legislativo, Executivo e Judiciário e os três níveis de governo: federal, estadual e municipal. Perto de 80% da arrecadação de impostos

vai para alimentar essa monstruosidade que, aliás, só cresce. Um escândalo sem tamanho, um peso insuportável que a população carrega e que só será eliminado com uma mudança do sistema político brasileiro. Vejamos alguns dados novos sobre os municípios brasileiros, onde a vida dos contribuintes acontece. O Brasil possui 5.570 municípios e, destes, cerca de 1,4 mil têm até 5 mil habitantes; 1,3 mil têm de 5 mil até 10 mil habitantes, e cerca de 1,4 mil de 10 mil até 20 mil habitantes. Por lei, esses 4,1 mil municípios precisam ter, no mínimo, 9 vereadores. Pergunta: o que um vereador pode fazer, politicamente, em uma cidade de 10 mil habitantes? Agora vamos imaginar porque se precisa de 9 ve-

readores! Isto significa que temos um vereador para, praticamente, cada mil habitantes! Será que essa proporção é a mesma para médicos, dentistas, Polícia Militar, escolas, e outros serviços essenciais? Será que essa é a proporção de professores qualificados nessas pequenas cidades? Além do óbvio custo para a população, certamente esses vereadores vão criar leis, para justificar seu salário, leis que provavelmente não trarão nenhum benefício para a população. Mas não creio que devemos pedir para extinguir a Câmara de Vereadores. Acredito que devemos lutar para que esses nobres políticos, sejam realmente servidores públicos, ou seja, que cidades até 20 mil habitantes não remunerem seus vereadores. Que seja um serviço voluntário, pois certamente eles não precisam doar todo o seu tempo para a cidade. Seria uma espécie de conselho de

cidadãos e cidadãs que se reuniriam uma vez por semana durante, talvez, três horas. Creio que o farmacêutico, o padre, o delegado de polícia, o dono do posto de gasolina, devem conhecer a maioria dos munícipes e suas necessidades. Não precisam deixar suas atividades normais para exercer um serviço público! Além disso, a enorme maioria dessas cidades não gera receita para pagar seu funcionalismo, vivendo de repasses (favores) dos governos estadual e federal. Aumentando a discussão, podemos questionar por que eles existem como municípios, se não geram renda para se manterem? A máquina de desperdício de dinheiro em causas inúteis gera ignorância, desnutrição e morte, pois deixa a população necessitada desassistida. O atual sistema político brasileiro é, na essência, um inimigo da nação. * Escritor, palestrante e consultor


8

FARROUPILHA, 21 DE JUNHO DE 2019

COMÉRCIO

Inverno chega, mas e o frio? Malheiros farroupilhenses estão no aguardo das baixas temperaturas para recuperar vendas que ficaram estacionadas teve um início bom da safra em janeiro, depois em março e até uma pequena continuidade em abril. Como o frio não chegou, deu quase uma paralisada. A expectativa agora é muito boa porque a previsão é que semana que vem vai ser fria e os primeiros dias de julho serão frios. Se isso realmente se concretizar, podemos recuperar as vendas, principalmente na pronta-entrega”, considera Dalzochio que lidera a entidade com 32 associados, entre fabricantes e shoppings. Também Juliano Settin, síndico do Centro de Compras Farroupilha (CCF), observa que o poder de compra, de uma maneira geral, apresentou uma pequena queda, apesar de maio ter registrado um aumento de vendas com relação ao ano passado. A espera é mesmo pelo frio para reaquecer o setor. “Com certeza prejudica

Juliana Inês Casa Barbieri

O

Inverno abre oficialmente nesta sexta, mas a temperatura está longe dos graus que habitualmente são registrados nesta época. Uma preocupação para os malheiros locais que têm o maior percentual de suas vendas atreladas ao frio. Mesmo com uma leve baixa no termômetro, ainda é preciso correr atrás do prejuízo, mas, de qualquer forma, o cenário pode ser analisado positivamente, é o que acredita Paulo Dalzochio, presidente da Associação dos Centros de Compras da Serra Gaúcha (Acecors), já que com a chegada do frio, que está prevista para a próxima semana, o que houve de prejuízo nas vendas tem grandes chances de ser recuperado. “O setor está preocupado,

toda a cadeira têxtil, porém o que vem se percebendo é que os clientes estão comprando menos, mas mesmo com o calor há procura por peças de Inverno, porém não tão pesadas.

Hoje os clientes procuram peças intermediárias, que sejam meia estação”, analisa Settin, reforçando que o CCF é referência no segmento e tem um público de compras já cativo.

Prateleiras lotadas Malheiros estão com estoques cheios, aguardando a chegada do frio para reaquecer as vendas


9

FARROUPILHA, 21 DE JUNHO DE 2019

CICLO DE DEBATES

Alguém quer me adotar? Divulgação

Este é o Moleque, ele está em busca de adoção e um pátio para correr. Ele é de porte grande e tem aproximadamente 5 anos. Já está castrado e se dá bem com outros animais. Interessados em adotar podem manter contato pelo fone 999.371.647.

Elo-Psi Psicólogos Associados promove encontro no próximo dia 29

“O

Obituário 13 de junho Leonide Helena Alves da Silva, 63 anos. Sepultamento no Cemitério Público Municipal. 14 de junho Antônio Cezar de Lima, 50 anos. Sepultamento no Cemitério Público Municipal. 15 de junho Daniel Fernandes Benvenutti, 38 anos. Sepultamento no cemitério da comunidade de Nova Milano (4º Distrito); Airton Breda, 60 anos. Sepultamento no Cemitério Público Municipal; Alexsandro dos Santos Maschio, 36 anos. Sepultamento no cemitério do bairro Nova Vicenza. 16 de junho Petronilla Maria Soares,

Reflexão sobre ética

88 anos. Sepultamento no cemitério do bairro Nova Vicenza; Cecília Salles de Mello, 89 anos. Sepultamento no Cemitério Público Municipal. 17 de junho Odila Baretta, 70 anos. Sepultamento no Cemitério Público Municipal; Maria Gervasoni Maioli, 97 anos. Sepultamento no cemitério da comunidade de Nova Milano (4º Distrito); Valmor Antonio Brumelhaus, 65 anos. Sepultamento no Cemitério Público Municipal. 18 de junho Sabina Domenica Pedó, 97 anos. Sepultamento no cemitério do bairro Nova Vicenza.

Percurso da Ética” é o tema a ser tratado no 1º Ciclo de Debates do ano promovido pela Elo-Psi Psicólogos Associados de Farroupilha. O encontro acontece no dia 29, às 10h, no auditório da CICS. As reflexões serão conduzidas por Fernando Sidnei Fantinel, que é professor de Filosofia da Universidade de Caxias do Sul, mestre na área e doutor em Letras. A coordenação de mesa será da psicóloga Márcia Benvenutti. “Será sobre a importância da ética na nossa vida pessoal, profissional e social. Ética deve ter o médico, advogado, psicólogo, carpinteiro, jardineiro, todos devemos ter ética nas atividades que exercemos diariamente. Se o padeiro faz o pão, deixa cair sujeira e não se importa,

se o pedreiro não coloca o cimento necessário na construção, tudo, em todo lugar, é fundamental a ética”, considera a psicanalista Rita Rosa Baretta, presidente da Elo-Psi. As inscrições podem ser realizadas pelo e-mail elopsi2002@gmail.com e o valor é R$ 10,00 para estudantes, R$ 15,00 para o público em geral e gratuito para associados da Elo-Psi. O evento confere certificado de participação.

Programe-se O que: Ciclo de Debates Elo-Psi: “O Percurso da Ética” Quando: próximo dia 29, às 10h Onde: CICS Farroupilha (República, 425) Quanto: R$ 10,00 para estudantes, R$ 15,00 para o público em geral e gratuito para associados da Elo-Psi

Esquina Brechó da FazBem bate recorde e arrecada R$ 32,5 mil

A 5ª edição do Brechó Solidário, realizado no Clube do Comércio, e que foi promovido pela Associação FazBem, Gabinete da Primeira Dama Francis Somensi e pelo Programa de Apoio ao Toxicômano Nova Esperança (PATNE) arrecadou R$ 32.569,00. Foram comercializadas roupas, calçados e acessórios dos últimos dias 8 a 12. Os recursos obtidos serão 50% doados ao PATNE e o restante será investido em projetos sociais da FazBem.


10

FARROUPILHA, 21 DE JUNHO DE 2019

AQUISIÇÃO

Prefeitura adquire veículos e maquinário Investimento foi de R$ 1.854.700,00 e os equipamentos para pavimentação asfáltica foram entregues na manhã de segunda senvolvimento social, na habitação, quando revigoramos a administração pública, precisamos dar um passo adiante. Significa que estamos dando amplitude a tudo aquilo que foi construído com os equipamentos públicos de alcance comunitário, mas que vem colaborar com um cidade de quase 85 anos e que tem problemas sérios de infraestrutura”, declarou o prefeito Claiton Gonçalves. De acordo com Paulo de Castro, diretor da Ecofar, o município só não implantou uma usina asfáltica devido ao alto custo de operacionalização e manutenção, sendo mais compensatório comprar a massa pronta para aplicação, o que reduz gastos à administração pública. Reforçou ainda que os maquinários vêm a contribuir e a qualificar os serviços prestados pela instituição.

Juliana Inês Casa Barbieri

O

município conta agora com um novo maquinário e veículos para execução dos serviços de pavimentação asfáltica. Um rolo compactador combinado, uma vibroacabadora Ciber, uma motoniveladora e um veículo Chevrolet Spin foram entregues na manhã de segunda. Ainda um tanque estacionário para armazenamento de matéria-prima que será aplicada nas vias públicas e um espargidor de asfalto deverão chegar até final do mês. Os equipamentos serão operados e os serviços gerenciados pela Ecofar. O investimento foi de R$ 1.854.700,00, provenientes de um empréstimo junto ao Banco do Brasil. “Quando já fizemos boa parte do dever de casa na educação, boa parte do dever de casa na saúde, no de-

Asfalto a caminho Compra permitirá a Ecofar realizar melhorias na infraestrutra urbana farroupilhense


11

FARROUPILHA, 21 DE JUNHO DE 2019

INVESTIGAÇÃO

Herpich suspeito do desvio de R$ 1,1 milhão Ministério Público e Polícia Civil realizaram operação que teve busca e apreensão na manhã de quarta Yasmin Signori Andrade

Juliana Inês Casa Barbieri juliana@jornalinformante.com.br

O

vereador Raul Herpich (PDT) é alvo de investigação do Ministério Público (MP). A operação deflagrada, batizada de Peter Pan, teve origem num expediente criminal que investiga possíveis desvios de valores das Cooperativas Habitacionais Terra Nossa e Meu Pedaço de Chão, presididas pelo acusado desde 2008. A operação foi executada na manhã de quarta, com busca e apreensão de bens, bloqueio de contas bancárias, do acusado, familiares e das próprias cooperativas. Dois apartamentos, quatro boxes de garagens e cinco veículos foram apreendidos para garantir o ressarcimento dos valores desviados. “Esses pedidos de mandado de busca e sequestro de bens se basearam numa análise preliminar realizada pelo Núcleo de Inteligência do MP, que está analisando os dados obtidos com a quebra dos sigilos bancários e fiscal deferido pelo juiz de Farroupilha há cerca de um ano”, declarou a promotora Jeanine Mocellin, que coordena a operação. Essa análise ainda está em andamento, mas preliminarmente já foi apontado o desvio de R$ 1,1 milhão que se refere unicamente aos valores já constatados que foram depositados nas contas do acusado. De acordo com a promotora, já se presume que esta é uma pequena parcela dos desvios cometidos. Também foi apurado pela investigação que a família do acusado ostenta padrão de vida incompatível com a renda declarada, inclusive com relação à aquisição de bens, viagens nacionais e internacionais, o que reforça as acusações, além de movimentações suspeitas nas contas bancárias. Em 2017 eram 5.790 associados, sendo 800 deles da Cooperativa Meu Pedaço de Chão e o restante da Terra Nossa. Hoje são 3.750 cooperativados. A promotora considerou que, em declarações passadas, Herpich apontou que 105 hectares de terra já haviam sido adquiridos pelas cooperativas, mas em levantamento do Ministério Público foram localizadas matrículas de apenas 57 hectares, pa-

gos com valores muito acima dos praticados pelo mercado. A promotora citou que a cooperativa Terra Nossa adquiriu uma área em 2014 pelo valor de R$ 2,9 milhões, sendo que o antigo proprietário, 15 anos antes, pagou pelo mesmo terreno R$ 80 mil. “A prisão preventiva (do acusado) pode ocorrer a qualquer momento, se tentar influenciar pessoas ou ocultar provas, dificultando a investigação”, considerou Jeanine. Herpich ainda permanece na direção das cooperativas, já que o pedido de afastamento foi indeferido pela justiça. Essa investigação também não afeta sua atuação como vereador, cabendo à Câmara uma possível cassação de mandato. A investigação continua e Herpich já foi ouvido pelo MP. Agora o avanço da operação pode apontar o envolvimento de eventuais laranjas no esquema de desvio de dinheiro. O Informante tentou contato telefônico com Herpich por diversas vezes, mas não foi atendido nem obteve retorno das ligações.

Apuração Promotoras Claudia Hendler e Jeanine, que atuam na operação, concederam coletiva de imprensa na sede do MP na quarta

Esquina Saúde pauta próximo encontro público do Farroupilha 20/40

Dando sequência aos encontros do projeto Farroupilha 2020/2040, outro debate está marcado para a próxima quinta, às 18h, no auditório da CICS, que tratará sobre saúde pública. O painelista será o médico Elson Romeu Farias, especialista em Medicina de Família e Comunidade, que atua na Secretaria Estadual da Saúde e é professor universitário. A entrada é gratuita e a atividade integra projeto da prefeitura voltado a debater, junto à comunidade, o desenvolvimento municipal para as próximas décadas.


12

FARROUPILHA, 21 DE JUNHO DE 2019

BENEFÍCIOS FISCAIS

Executivo encaminha projeto de incentivo ao empreendedorismo Prefeito Claiton Gonçalves e secretário Roque Severgnini apresentaram o Diversificar no Legislativo, no início da semana

A

linhado com a perspectiva aberta a partir da instalação do Parque Zenit, que sedimenta a chegada da UFRGS na Serra Gaúcha, o Poder Executivo levou, ao Legislativo, o projeto de lei 034/2019, que institui o Programa Municipal de Diversificação da Matriz Produtiva, o Diversificar. Na segunda à noite, o prefeito Claiton Gonçalves e secretário de Desenvolvimento Econômico, Roque Severgnini, foram pessoalmente à Câmara explicar o propósito da medida. “É um projeto que propõe avanços sobre empresas já instaladas e que se enquadram no perfil e para novas empresas que tenham o objetivo de se estabelecer no município”, frisou Claiton. São três as categorias beneficiadas: empresa de inovação tecnológica, ambientalmente susten-

Ramon Cardoso

Apresentado Projeto de lei foi levado à Casa Legislativa Lidovino Antônio Fanton pelo secretário Roque e pelo prefeito Claiton

tável e de caráter estratégico para a cidade. Há uma série de isenções fiscais previstas para que seja possível atrair, especialmente, novos empreendimentos a Farroupilha. Apesar do município possuir matriz produtiva altamente diversificada, a meta é ampliar ainda mais essa frente, voltada também à questão da inovação. Na justificativa, a administração classifica o projeto de “medida anticíclica, que visa impedir ou minimizar os efeitos da baixa atividade econômica no País, buscando criar um ambiente favorável ao aumento da atividade empresarial por meio do incremento de incentivos voltados à expansão da matriz produtiva local, atração de novos empreendimentos e criação de novos setores econômicos”. O projeto já foi encaminhado às Comissões Legislativas e deve entrar em discussão na próxima semana.


13

FARROUPILHA, 21 DE JUNHO DE 2019

RECONHECIMENTO

Alunos realmente nota 10

Legislativo homenageia estudantes de sete instituições de ensino que apresentam excelente rendimento em sala de aula

C

om o intuito de incentivar ainda mais os estudantes a terem performance destacada em suas escolas, com envolvimento, dedicação e formação de cidadãos comprometidos, a Câmara de Vereadores confere o certificado de “Estudante Destaque” na próxima segunda. A ação ocorre há 15 anos e as próprias instituições de ensino enviam ao Parlamento a documentação dos alunos que apresentam os melhores rendimentos: frequência, desempenho e atestado de participação em pelo menos um projeto escolar. Essa documentação é avaliada ainda pela Comissão Parlamentar de Educação. Desde a sua criação, mais de 100 estudantes já receberam a certificação. Neste ano serão 36 alunos reconhecidos. A sessão solene de outorga do Título Certificado Estudante Destaque, que é referente ao ano de 2018, será às 18h30min, na Casa Legislativa Lidovino Antônio Fanton (Júlio de Castilhos, 420, Centro).

Confira os Estudantes Destaques

Escola Municipal Nossa Senhora de Caravaggio

Amanda Brustolin, Bianca Zucco Bono, Eduarda Zapalai Kolzenti, Emily Andrade, Gabriel Ghedini Bertuol, Gabriela Secchi, Geovani Bartelle Trois, Grasiele Perini Dalmagro, Luiza Silvestri de Souza, Maurício Zucco Nicoletto, Ricardo Luigi Manchini e Valentina Gil de Lima

Escola Municipal João Grendene

Ágatha Letícia Galvão, Ana Clara Venceleski Corrêa, Eduarda Guedes Bolzan, Mariana Quintana Schardosim e Natália de Souza Pinto

Escola Municipal Santa Cruz

Ana Paula Trubian Meneghel, Julianne Varaschini, Maria Luiza Somensi Gonçalves, Sabrina Seibert e Victória Palavro Lunardi

Escola Municipal Zelinda Rodolfo Pessin

Alessandro de Souza Didone, Camily de Souza, Elói Gustavo Kuscoski, Guilherme Nolli Bernardi, Leonardo Villa, Maria Vitória dos Santos Duarte, Miranda Machado Klug, Thiago Faganello dos Santos, Veridiana Borges Gonçalves, Vítor Augusto de Souza e Vitória de Lima

Escola Municipal Presidente Dutra Fernanda Fogolari Bellaver

Escola Estadual Vivian Maggioni Maurício Lucas Zatti

Colégio Nossa Senhora de Lourdes Thiago Crocoli Balbinot


14

FARROUPILHA, 21 DE JUNHO DE 2019

canEco ManTIDo

Santa Catarina é bicampeã da Copinha Equipe caxiense confirma hegemonia ao vencer o Comando São Paulo nos segundos finais da prorrogação e levantar a taça final. Achley abriu o marcador para o Santa logo no primeiro minuto. Em um erro de saída de bola, Bianca tocou para Paola que empatou, aos 5 minutos. Aos 8, a detentora do caneco teve a chance de passar novamente à frente, mas Mainara teve sua cobrança de pênalti defendida pela goleira Pâmela. Aos 10 minutos, novamente Paola. Ela chutou forte, de longe, e decretou a virada em favor da desafiante. Aos 12, Achley, ao lado da artilheira do Comando, o grande nome da partida, chutou forte, do meio da quadra, a bola bateu na trave e foi para as redes, decretando novo empate. Aos 13, a atleta acertou belo chute que explodiu no travessão. O duelo foi mesmo para a prorrogação com tempo único de 5 minutos. Quando tudo se encaminha para os pênaltis, Pulga retomou a bola da rival e tocou

Ramon Cardoso

A

decisão da Copa Farroupilha de Futsal Feminino coroou a competição e a encerrou com chave de ouro. Disputa organizada pela Liga Farroupilhense de Futsal, os duelos decisivos levaram um bom público ao Ginásio de Esportes do Colégio Nossa Senhora de Lourdes (CNSL), no último sábado à noite. Tudo começou com a decisão do 3º lugar, que já foi um prenúncio do que seria a noite. A farroupilhense 1º de Maio venceu a caxiense Nefel por 4 a 3, mas as emoções mais fortes ficaram mesmo reservadas para a disputa entre as caxienses Santa Catarina Futsal, atual campeã, e a desafiante Comando São Paulo. Apesar do placar em branco, o 1º tempo foi muito disputado e tenso, mas os gols ficaram mesmo para a etapa

Esforço coroado Santa fez excelente competição e celebrou triunfo na disputa regional, conquistada de maneira invicta

para Pati que, livre, apenas empurrou para as redes para determinar a vitória do Santa e a conquista do bicampeonato.

Resultados finais

Campeã: Santa Catarina Futsal Vice: Comando São Paulo 3º lugar: 1º de Maio 4º lugar: Nefel Melhor defesa: Comando São Paulo Goleadora: Tuca, do 1º de Maio (9 gols)


15

FARROUPILHA, 21 DE JUNHO DE 2019

Ramon Cardoso

VAMOS SUBIR, BRASIL !!!

Último passo antes da Segundona Rubro-verde encara o Santo Ângelo na semifinal da disputa, valendo vaga de acesso e na final da Terceirona Gaúcha

Semifinais da Terceirona (ida)

X

A

Brasil

classificação diante do Novo Horizonte não foi simples. O empate em 1 a 1, com um gol do capitão, o meia Luiz Carlos, assegurou a vaga na semifinal da Terceirona Gaúcha pelo critério do gol qualificado e recolocou o Brasil no caminho do Santo Ângelo, o rival mais difícil da fase classificatória e o único que o rubro-verde não conseguiu derrotar, já que foram, a exemplo do time de Esteio, dois empates: 1 a 1 nas Missões e 2 a 2 na Serra.

Domingo, às 15h Zona Sul (Santo Ângelo)

X Domingo, às 15h BSBios Arena (Passo Fundo)

“Vai ser outra batalha, com uma dificuldade ainda maior. O Santo Ângelo é uma boa equipe, muito aguerrida, do mesmo nível que a nossa. Vamos ter que trabalhar muito para obtermos a classificação”, destacou Alê Menezes. Na outra ponta da chave, o Guarany de Bagé encara o Gaúcho de Passo Fundo, uma prova de que o Grupo B, em que estava o rubro-verde, era disparado o mais forte, já que três semifinalistas (Brasil, Gaúcho e Santo Ângelo) o integravam. A vantagem de decidir em casa é do time farroupilhense e bageense, que finalizaram com campanhas praticamente idênticas na 1ª fase da competição estadual. Os duelos de ida acontecem neste domingo, em Santo Ângelo e Passo Fundo, com a volta prevista para o dia 30, em Farroupilha e Bagé, respectivamente. Os que avançaram, além de fazerem a final que vale o título da Terceirona, de quebra já asseguram o regresso à disputa da Segundona Gaúcha em 2020.


Fotos: Ramon Cardoso

Monumentos de fé destacados nos tapetes coloridos de Corpus Christi São Vicente Mártir

Santa Catarina

Nossa Senhora Aparecida (Ipanema)

São Roque

Nossa Senhora Caravaggio (Julieta)

Nossa Senhora Medianeira

Nossa Senhora de Fátima (Salão Burati)

São Brás (Cinquentenário)

Santa Lúcia e São Pelegrino (Centenário)

Santo Inácio Mártir (Linha Alencastro)

São Gabriel das Dores (Burati)

Nossa Senhora de Lourdes (Farrapos)

Nossa Senhora de Monte Bérico

Nossa Senhora da Saúde (Vicentina)

Sagrado Coração de Jesus (Linha Caçador)

As 15 igrejas que integram a Paróquia Jesus Ressuscitado foram tema da tradicional celebração religiosa de Nova Vicenza Matéria Especial, páginas 2 e 3, e Editorial


Compromisso com a Cidade. Compromisso com você.

FARROUPILHA, 21 DE JUNHO DE 2019

HBSC Como referênCiA

Mutirão de cirurgias no São Carlos para atender demanda da região Ao total serão realizados 226 procedimentos de média complexidade beneficiando 12 municípios atendidos pela instituição Divulgação

P

ara zerar as filas de espera, um mutirão de cirurgias eletivas acontece no Hospital Beneficente São Carlos (HBSC). Os procedimentos seguirão até o próximo mês e são destinados a 12 municípios da Região de Saúde 26: Uva e Vales. Os recursos são repassados pelo Ministério da Saúde. O mutirão é o primeiro a ser realizado neste ano e contempla cirurgias de média complexidade: as gerais como de hérnia e colecistectomia, nas especialidades de Ortopedia, Otorrinolaringologia, Urologia e Ginecolologia. Destes, serão 80 procedimentos. Há ainda as cirurgias oftalmológicas que serão prestadas pela Clínica Oftalmofar, um total de 146 procedimentos para remoção de catarata, sendo 46 prestados a pacientes do município. “Vamos zerar as cirurgias de cataratas em Farroupilha”, aponta Rosane da Rosa, secretária municipal da Saúde, reafirmando que os atendimentos seguem ordem de uma lista de espera. Todos os procedimentos são gratuitos, realizados pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Atendendo diversas especialidades Procedimentos serão realizados até o próximo mês e seguem fila de espera, sendo que na Oftalmologia as cirurgias de catarata devem ser zeradas

xxxxxx xxxxxxxx


Compromisso com a Cidade. Compromisso com Você

FARROUPILHA, 21 DE JUNHO DE 2019

Limpeza de pele p funciona? Como é Equipe Espaço da Beleza *

A

limpeza por sucção é um procedimento de limpeza de pele profunda, realizado em clínicas especializados em estética. O que a difere da limpeza de pele tradicional é o jeito como é realizada a extração de alguns microorganismos que bloqueiam os poros, como cravos, por exemplo. Nesse caso, ao invés da extração ser manual como na limpeza profunda tradicional, ela é realizada através de um aparelho a vácuo que faz a sucção das impurezas. A principal vantagem da limpeza de pele por sucção é a ausência do desconforto que a extração manual provoca, principalmente para quem tem a pele sensível. A limpeza de pele por sucção é indicada para pacientes que acabaram de fazer cirurgias faciais ou já tem a epiderme supersensível. Indicação e procedimento Para renovar a pele, indicamos a tradicional limpeza de pele, isso porque a técnica remove as células mortas e reduz os poros, permitindo uma renovação profunda. Ela é ideal para as pessoas que voltam da praia, pois durante a temporada o uso intensivo do protetor solar deixa a pele mais oleosa, surgindo assim mais cravos e espinhas. Há ainda alternativas complementares, nesta época do ano, para manter a pele saudável. Como máscara hidratante e o peeling de diamante, que devolvem o viço e luminosidade à pele, favorecem a elasticidade e a umidade dos tecidos, o que mantém o equilíbrio hídrico da pele. O procedimento estético da limpeza de pele por sucção pode ser realizado tanto no rosto quanto nas costas, por exemplo. No entanto, ele não tem a mesma eficiência que o método de extração manual que, apesar de ser menos confortável, consegue extrair mais profundamente e melhor os cravos e obstruções muito antigos e mais difíceis de remover. Uma ponteira exclusiva é capaz de sugar as impurezas a vácuo, sem causar dor, lesão ou inchaço pós-traumático. Todo o procedimento dura em média uma hora. Primeiro é feita a higienização do local. Depois de uma vaporização da pele, para baixar a resistência da pele, é usado o aparelho de sucção. Para encerrar, é feita uma massagem na área com a aplicação de máscaras calmantes e regeneradoras. O resultado já pode ser percebido logo após o tratamento. O ideal é que seja realizada por profissional


Compromisso com a Cidade. Compromisso com Você

FARROUPILHA, 21 DE JUNHO DE 2019

por sucção é feita? Quem faz? Divulgação

esteticista que faça uma análise mais detalhada sobre sua pele. A orientação de dermocosméticos específicos para sua pele garante resultados duradouros. Lembre-se: os cuidados diários e produtos em uso vão fazer toda diferença no resultado final. Agende sua avalição e saiba como cuidar da sua pele. * Espaço da Beleza Centro Estético Independência, 555 – Centro de Farroupilha Fone (54) 3268-5511 WhatsApp: 981.195.645 Fan Page: Espaço da Beleza


Compromisso com a Cidade. Compromisso com você.

FARROUPILHA, 21 DE JUNHO DE 2019

ARTIGO

Transformação digital na gestão da saúde: quais os benefícios para as pessoas? Bill García *

A

transformação digital está impactando fortemente o setor de saúde em toda a América Latina. Segundo dados da IDC, o investimento em tecnologias na região deve atingir US$ 1,9 milhões em 2022. Por outro lado, tanto os sistemas públicos quanto os privados enfrentam desafios complexos, como as mudanças demográficas e o aumento da obesidade na população. Atualmente, muitas empresas dependem de processos ultrapassados e manuais, dados de difícil acesso, falta de colaboração de integrantes da equipe e, consequentemente, sofrem com o aumento de custos, já que são necessárias inúmeras horas extras para resolução de problemas. O resultado? Pacientes insatisfeitos por enfrentarem longos perío-

dos de espera, muita burocracia, falta de informação e exames que não ficam prontos na data estipulada, além de uma grade de funcionários insatisfeitos com as ferramentas de trabalho, fator que, na maioria dos casos, dificulta (e até mesmo impossibilita) um atendimento de excelência para o paciente. Diante desse cenário, separei três dicas que irão otimizar o tempo de deslocamento do paciente pelos hospitais, além de auxiliar na eficiência do trabalho dos médicos, desde o registro inicial até a alta. 1) Trabalhar de forma mais inteligente e colaborativa A informação ao paciente deve ser rápida e assertiva. Para isso, garanta que os fornecedores estejam conectados e se comuniquem facilmente. Assim, os pacientes recebem um melhor atendimento, de forma mais eficiente e descomplicada. Por outro lado, com uma comunicação efetiva, os sistemas de as-

sistência médica se concentram no gerenciamento de custos e os serviços compartilhados ajudam a obter menores custos, ao mesmo tempo em que dão suporte aos médicos no atendimento ao paciente. 2) Digitalizar com uma infraestrutura otimizada Os sistemas de saúde precisam de uma infraestrutura e serviços escaláveis, que possam lidar com maior largura de banda, armazenamento e outros recursos de desempenho. A computação em nuvem é um ótimo recurso, já que possibilita acesso remoto, em tempo real, e se adapta facilmente às necessidades do usuário, sem limite de logins por vez. Dessa forma, o gerenciamento de informações se torna assertivo, rápido e fluído, além de trazer uma maior segurança para os dados críticos. 3) Garantir integração e consolidação eficientes Embora os sistemas de saúde

continuem a usar fusões e aquisições como uma forma de operar com mais eficiência e rentabilidade, ainda enfrentam os desafios da integração, desde a padronização até a gestão da marca. Com a digitalização, essa padronização de processos e fluxos de trabalho será ágil, pois haverá a eliminação de redundância de dados e acúmulo de informações imprecisas, bem como a criação de uma experiência de usuário unificada e humanizada. Não há dúvidas de que estas tecnologias facilitam a rotina dos hospitais e companhias, principalmente na captação e no gerenciamento das incontáveis informações recebidas e capturadas por dia, reduzindo o risco e, consequentemente, possibilitando melhorias contínuas no atendimento e na experiência do paciente! * Diretor da Vertical de Saúde da Ricoh América Latina


Música

Vitor Henrique & Gabriel lançam novo single: “Amor Bobo” está disponível em plataformas digitais Página 3

Inside

Sétima Arte

Anna Kendrick e Blake Lively monopolizam atenções no thriller “Um Pequeno Favor”, do cineasta Paul Feig Páginas 10 e 11

EMPREENDIMENTO

Nova opção para curtir a noite Deck 256, das irmãs Alaís e Aline Piccin, é um local de descontração para os farroupilhenses com muito sertanejo e pagode Fotos: Yasmin Signori Andrade

Sonho de irmãs vira realidade Alaís e Aline proporcionam para os farroupilhenses mais um local de lazer e encontro com os amigos

U

m lugar para jantar com amigos, fazer happy hour com música ambiente e ao vivo e curtir um bom momento: esse é o novo Deck 256. Localizado na rua Gonçalves Dias, 306, ele é a concretização de um sonho das irmãs Aline e Alaís Piccin. Naturais de Serafina Corrêa, as irmãs vivem em Farroupilha há cerca de 20 anos e se inspiraram no exemplo dos pais para empreender. “Nós fomos criadas nesse meio, nossos pais tiveram alguns restaurantes. A proposta agora é diferente, mas sempre foi um sonho. Ano passado estávamos em um jantar com amigos e começamos a falar sobre o negócio. A partir daí a ideia foi amadurecendo”, conta Aline. A proposta é um bar com música ao vivo pelo menos uma vez na semana, além de outras atrações. O foco é levar sertanejo e pagode para dar ritmo ao Deck. O 256 funciona de quarta a sábado, a partir das 18h, sem hora para fechar. “Queríamos trazer o que estava em falta: um lugar para beber e se divertir

com os amigos, sem ter que sair da cidade”, assegura Alaís. Na quarta, o Deck recebeu o sertanejo de Patrick Ferreira e a programação para os próximos dias é música ambiente na sexta e transmissão do jogo da Seleção Brasileira na Copa América, no sábado.

O cardápio

O Deck oferece aos clientes batata, polenta e queijos fritos, filé xadrez grelhado de gado e frango, além de diversos sabores de pizzas. E para beber as opções são chopp, cerveja e drinks

Programação para o fim de semana

Sexta: Sextou no Deck com música ambiente Sábado: Transmissão do jogo da Copa América Brasil x Peru. Aberto a partir das 15h30min, com cerveja Polar com 50% de desconto


Inside

2

FARROUPILHA, 21 DE JUNHO DE 2019

Cinemas Imagens: Reprodução

Shopping Iguatemi (RST-453, quilômetro 3,5) Cinemas GNC 1: Patrulha Canina: Super Filhotes (dublado) - às 14h20min GNC 1: Aladdin (dublado) - às 16h45min e 19h20min GNC 1: Juntos Para Sempre - às 22h GNC 2: X-Men: Fênix Negra - às 13h30min e 18h50min (dublado), 16h e 21h40min (legendado) GNC 3: Casal Improvável - às 13h40min e 21h50min (legendado), 19h10min (dublado) GNC 3: MIB: Homens de Preto Internacional - às 16h20min GNC 4: Toy Story 4 - às 14h, 16h30min e 19h (dublado e em 3d), 21h30min (legendado e em 3d) GNC 5: MIB: Homens de Preto Internacional - às 13h50min e 18h40min (dublado), 16h (legendado) e 21h (legendado e em 3d) GNC 6: Toy Story 4 - às 13h20min, 15h50min e 18h20min (dublado), 20h50min (legendado) Ingressos: segunda e quinta (exceto feriado e Carnaval) a R$ 24,00 e R$ 30,00 (salas 3d); terça e quartas (exceto feriado e Carnaval) todos pagam meia entrada; sexta a domingo e feriado a R$ 28,00 e R$ 34,00 (salas 3d). Meia entrada todos os dias para menores de 18 anos e maiores de 60 (mediante apresentação de identidade), estudantes (mediante apresentação de Carteira de Identificação Estudantil), pessoas com deficiência (com documento que a comprove), cliente Movie Club Preferencial (cartão verde fidelidade GNC).

Shopping San Pelegrino (Avenida Rio Branco, 425) * Obs: o site do Cinépolis traz apenas os horários dos filmes, mas não informa em qual sala serão exibidos Toy Story 4 - às 11h15min, 12h15min, 13h30min, 14h30min, 15h45min, 16h45min, 18h15min, 19h15min, 20h45min e 21h45min (dublado e em 3d); 11h45min, 12h45min, 14h, 15h, 16h15min, 18h45min, 19h45min e 21h15min (dublado); 17h15min e 22h15min (legendado) X-Men: Força Negra - às 13h45min (dublado) e 19h30min (legendado) Aladdin - às 16h30min (dublado) e 22h (legendado) MIB: Homens de Preto Internacional - às 13h15min, 16h e 18h30min (dublado e em 3d), 21h (legendado e em 3d) Ingressos: nas salas tradicionais, segunda a quarta (exceto feriado) a R$ 23,00 e R$ 11,50 (meia); quinta (exceto feriado) a R$ 25,00 e R$ 11,50 (meia); sexta a domingo e feriado a R$ 26,00 e R$ 13,00 (meia). Nas salas 3d, segunda a quarta (exceto feriado) a R$ 29,00 e R$ 14,50 (meia); quinta (exceto feriado) a R$ 29,00 e R$ 15,00 (meia); sexta a domingo e feriado a R$ 32,00 e R$ 16,00 (meia).

Sala de Cinema Ulysses Geremia (Luiz Antunes, 312) Festival Varilux de Cinema Francês Amor à Segunda Vista - sexta, às 19h30min A Revolução em Paris - sábado, às 19h30min Através do Fogo - domingo, às 19h30min Ingressos: R$ 10,00 e R$ 5,00 (estudantes e sênior)

Atrações do fim de semana Dirigido pelo americano Josh Cooley, o aguardado “Toy Story 4” monopoliza as atenções das salas de cinema na franquia que é atração para a criançada. Já no Festival Varilux de Cinema Francês, “A Revolução em Paris”, que narra a Queda da Bastilha na versão do diretor e roteirista Pierre Schoeller, é o destaque


Inside

FARROUPILHA, 21 DE JUNHO DE 2019

3

Música

O amor na voz de Vitor Henrique & Gabriel Yasmin Signori Andrade

Imagem: Reprodução

Dupla sertaneja farroupilhense lança música “Amor Bobo” nesta sexta

A

migos desde a época do colégio, Vitor Henrique Muneretto e Gabriel Antunes, de 21 anos, completam em 2019 três anos de carreira musical. O lançamento do single “Amor Bobo”, nesta sexta, marca a nova fase dos cantores farroupilhenses. A dupla está apostando no potencial da nova faixa, que foi produzida por um dos maiores produtores do Estado, Chris-

Novidade Vitor Henrique & Gabriel, amigos que agora dividem os palcos, lançam “Amor Bobo” nesta sexta

tian Bocalon, além de contar com a participação de grandes nomes da música, entre eles o ex-baterista de Cristiano Araújo, Anderson Nogueira. “Buscamos muita qualidade neste trabalho e acreditamos muito nessa música. Tem tudo pra dar certo, é só o pessoal gostar”, declara Gabriel. O clipe, que também será lançado nesta sexta, foi gravado no estúdio Audio Porto, em Porto Alegre. “A música fala sobre um

cara que terminou com a namorada, mas ela não o deixa em paz. Mas claro, no final eles ficam juntos”, revela Vitor sobre a letra, composta por Lucas Rocha. A música será tocada pela primeira vez na Degustare Premium House, onde a dupla já esteve diversas vezes. Além do lançamento de Amor Bobo, Vitor Henrique & Gabriel já possuem outros dois trabalhos autorias: “Começar do Zero” e “Romance de Cinema”. Tocando em restaurantes,

choperias e bares, a dupla já se apresentou em diversos lugares do Rio Grande do Sul e, no ano passado, na ExpoFarroupilha, tiveram a oportunidade de cantar com Fernando & Sorocaba, uma das maiores duplas sertanejas da atualidade. “Isso abriu algumas portas para nós, como abrir o show do Léo Pain, também na ExpoFarroupilha”, salienta Gabriel, sobre o momento mais marcante da carreira até o momento. A ideia agora é pro-

jetar a dupla para conquistar o público além do Estado. “A expectativa é quebrar a barreira das duplas do Rio Grande do Sul não serem tão conhecidas”, assegura o agente da dupla, André dos Santos, que esteve com eles desde o primeiro show. Amor Bobo está disponível nas principais plataformas digitais, como Spotify, Deezer e YouTube. Para acompanhar o trabalho dos garotos, eles estão nas redes socias como Vitor Henrique & Gabriel.


Inside

4

gustavospimentel@yahoo.com.br

Por que Marta ganha menos que Neymar? A Copa do Mundo de Futebol Feminino trouxe à tona um assunto chato, mas que volta e meia aparece nas discussões: a diferença salarial entre homens e mulheres no futebol. Eu não posso brigar contra os fatos e dizer que, em geral, as mulheres recebem o mesmo que os homens porque eu estaria faltando com a verdade. Os fatores são inúmeros, entre eles a sociedade paternalista que tínhamos até pouco tempo atrás, que deixava a mulher com um papel acessório no mercado de trabalho e cuja principal função era cuidar das tarefas do lar e da educação dos filhos. Isso felizmente mudou nas últimas décadas e hoje em dia já é bastante comum vermos mulheres ganharem mais que seus maridos. Porém, essa discussão não vale para o futebol! Deveria ser óbvio para todos que o mercado dite as suas regras de pagamento de acordo com qual produto seja mais atrativo aos seus interesses comerciais. Sim, o esporte e, mais do que isso, os atletas são produtos, tanto é que a maior parte dos seus vencimentos advém de contratos de direito de imagem. O futebol tanto é um produto que no Campeonato Brasileiro, por exemplo, os clubes com maiores torcidas (Flamengo e Corinthians) recebem uma quota de TV maior do que os demais, justamente porque seus jogos atingem e interessam a um número maior de pessoas. Da mesma forma que a Premier League, o campeonato de futebol mais transmitido em todo o mundo com cerca de 5 bilhões de espectadores por rodada, é muito mais atrativa comercialmente do que o Campeonato Nacional do Gabão. Apesar do esforço de muitos setores, infelizmente o futebol feminino não desperta o mesmo interesse do público. Fruto de preconceito? Não! Fruto da falta de espaço no mercado, assim como o atletismo, o handball, o basquete, a natação, a fórmula 3, etc. São produtos que não interessam à grande parte da população e, por isso, não são remunerados igualmente, como muitos querem. O presidente da Adidas, inclusive, tentou explicar isso, dizendo que o atleta deve receber pelo que vale (comercialmente) e não por ser homem ou mulher, mas, logicamente, não foi bem interpretado, como eu corro o risco de não ser. Paciência! Interessante notar que as mesmas pessoas que pregam igualdade de salários entre jogadores homens e mulheres no futebol jamais se insurgiram contra a brilhante atriz Fernanda Montenegro, que sempre recebeu salários infinitamente maiores que o seu ex-marido, o quase inexpressivo ator Fernando Torres. Ou, ainda, contra a modelo de sucesso e hoje apresentadora Ana Hickmann, que sempre recebeu cachês muito maiores que o seu marido, o também modelo Alexandre Correa, fato que o motivou a abandonar a carreira e se tornar funcionário da própria esposa. Da mesma forma que jamais se perguntaram o porquê Gisele Bündchen tem contratos de publicidade milhões de vezes maiores que qualquer outro modelo brasileiro. Notem, o mercado da moda é tão dominado pelas mulheres que eu sequer sei o nome de um modelo brasileiro para fazer o comparativo. Desafio você a citar pelo menos três! Viram como o mercado funciona? Existem setores em que os produtos masculinos atraem mais, ao passo que em outros mercados os produtos femininos dominam. Se no futebol os maiores salários são pagos aos homens, no mundo da moda, pelas mesmas regras, os maiores salários são pagos para as mulheres. Simples assim. Eu sei, é óbvio, mas como dizia o grande Lauro Quadros: o óbvio também precisa ser dito. * Advogado

Agenda

SEXTA

Elas por Elas Caverna Comedy Club (República, 445, subsolo), às 22h

SÁBADO

Sabadão Sertanejo com Cristiano Ribeiro Armazém Retrô Pub (Guerino Tartarotti, 162), às 22h Divulgação

Gustavo Pimentel

FARROUPILHA, 14 DE JUNHO DE 2019

Rolezão de São João: Free Pass até 0h Muinho Club (Mal. Floriano Peixoto, 190), às 23h Dinho Machado em “Eu Não Minto, é Sério” Caverna Comedy Club (República, 445, subsolo), às 22h Arraiá do Boteco Boteco do Chá (Rômulo Noro, 555), às 23h30min

DOMINGO Rogério Vilela em “Olá, Terráqueos” Caverna Comedy Club (República, 445, subsolo), às 20h


FARROUPILHA, 21 DE JUNHO DE 2019

Inside

Literatura

Divulgação

Inscrições para o Concurso de Contos, Crônicas e Poesias segue até setembro

Solte a criatividade Obras inéditas com tema livre podem ser inscritas no concurso que reconhece talentos da escrita

R

Guilherme Macalossi cisperter@hotmail.com

Hora de deixar a mente fluir

eunindo leitura, escrita e criatividade, o XVII Concurso Regional de Contos, Crônicas e Poesias Oscar Bertholdo busca reconhecer novos talentos da escrita. Quem está interessado em participar pode se inscrever até 19 de setembro, para isso é preciso que as obras sejam inéditas, estando dentro de uma das modalidades: Conto, Crônica ou Poesia. Os candidatos podem entregar suas obras literárias até a data na Biblioteca Pública Municipal Olavo Bilac (13 de Maio, 10), ou enviá-las pelo correios, considerando a data da postagem. O regulamento para esclarecer qualquer dúvida está disponível no site farroupilha.rs.gov.br. O tema para a obra é livre e para cada modalidade os trabalhos serão divididos nas categorias 1, para autores nascidos em 2006 ou depois; 2, nascidos de 2005 a 2002; 3, nascidos de 2001 a

5

1997; e 4, nascidos antes de 1996. O Concurso é destinado a participantes de toda Região Nordeste do Rio Grande do Sul e cada participante pode inscrever um trabalho em cada modalidade. O concurso é uma realização da Prefeitura de Farroupilha, por meio da secretaria de Educação e Biblioteca Pública. Serão premiados os dois primeiros lugares, além de uma menção honrosa em cada uma das categorias das três modalidades. Mais informações podem ser obtidas nos fones 3261-7923 ou 996.329.829.

Programe-se O que: inscrições para o Concurso Regional de Contos, Crônicas e Poesias Oscar Bertholdo Quando: até 19 de setembro Onde: entregar obras na Biblioteca Pública (13 de Maio, 10), ou enviá-las pelos Correios

O soldado Matheus é mais uma vítima da fúria dos representantes da burguesia estatal “Greve geral” em sexta é desculpa ideológica para esticar o final de semana. Aliás, compreenda “greve geral” como uma estratégia para forçar a paralisação de quem quer trabalhar. É por isso que esses militantes, uns poucos gatos pingados que se postam contra a Reforma da Previdência e tudo o mais que seja minimamente racional, sempre promovem suas arruaças públicas fechando ruas e impedindo o deslocamento de transporte coletivo. Como não possuem substrato social, sequestram a sociedade inteira, fazendo dela o verdadeiro alvo de suas ações políticas. Sob o pretexto de promover a mobilização contra pautas econômicas do governo Bolsonaro, a esquerda radical e seus satélites de pelegos foram às ruas para promover a baderna, a arruaça e a confusão. Em algum nível até conseguiram. O que se viu foi o barbarismo: trilhos de trem queimados, vias obstruídas com piquetes e pessoas feridas. Até mesmo frutas com parafusos foram espalhadas pelo chão para furar pneus de veículos e causar congestionamentos. Em Alvorada, durante uma operação para desobstruir a saída de uma empresa de ônibus, o policial Matheus Lemos Borges, de 28 anos, acabou sendo atingindo no olho por um objeto lançado por um grupo de cerca de 70 manifestantes que protestavam no local. O soldado Matheus, que é um servidor público, tornou-se vítima daqueles que se dizem seus defensores. Afinal, trata-se de um oficial em início de carreira e que pertence a uma corporação que será afetada pelas mudanças que virão com a Reforma da Previdência. Eu não sei o que pensa Matheus sobre essa discussão econômica. Pode ser contra ou a favor do texto. O que importa, entretanto, é que ele estava lá cumprindo seu dever para garantir a todos o direito constitucional de ir e vir. A verdade é que a esquerda não liga para Matheus, para seus colegas de farda ou para os outros trabalhadores. Para ela, o que importa é garantir esse mesmo sistema antiquado que permite a gastança desmesurada e os bolsos cheios para uma pequena elite dirigente que vive dos recursos produzidos pelos setores produtivos. Aqueles que supostamente falam em nome dos pobres não passam de representantes da burguesia estatal. * Redator e radialista


Cleiby Trevisan

O

Sucesso

Ballet Lizete Teixeira particiou do Festival Internacional de Danças de Porto Alegre na semana passada e saiu de lá com premiação. A primeira foi uma bolsa internacional de estudos no Gala Ballet Studio, de Montevidéu, no Uruguai, e também o 2º lugar na categoria FidKids, que rendeu um convite para o grupo participar de outro Festival no Rio de Janeiro. Ele foi estendido para a bailarina da escola, Rafaela Maso Garbin.

Rock

Esta sexta rola uma edição especial do Café & Vinil no Muinho Café. O projeto é comandado por Marcelo Cov que possui uma coleção de mais de 200 discos para tocar os melhores clássicos no local. Os clientes podem levar seus discos favoritos também para entrar na play-list. A entrada é free!

Arraiá

Divulgação

Cristiano de Oliveira

O Boteco do Chá realiza neste sábado sua festa junina. Os 100 primeiros clientes garantem quentão e pescaria com vales bebidas. Os DJ’s Silvio Lopes e Jonatan Fransa comandam a festa. A partir das 23h30min rola aquece somente para mulheres.

Na terça a Anselmi abriu as portas da primeira loja da empresa em São Paulo, no Shopping JK Iguatemi. O evento contou com a presença de importantes nomes do meio fashion da Capital paulista. Na foto, a atriz, modelo e empresária Luiza Brunet, a diretora de criação Sandra Anselmi, a influencer e parceira da marca, Consuelo Blocker, e a diretora da Revista Robb Report, Gisele Vitória, no coquetel de lançamento do espaço

Fique por Den Tributo

No dia 12 do próximo m ce o espetáculo “Tributo a C Poeta não Morre” em hom Mês do Rock. Quem se ap carioca Valério Damásio de Auditório do Sindilojas. A r do Sesc Farroupilha e os in estão à venda na entidade

Party

Giane e Lizete Teixeira ladeando as alunas Paola Baretta Santa Helena e Gabriela Macalossi, durante participação no Festival Internacional de Danças de Porto Alegre

Francine Bressan marcou presença no Boteco do Chá, no sábado

No dia 6 de julho o C medy Club realiza o event Arromba com Os Neutron já tradicional da cidade t pertório para o palco do se apresenta a partir da ingressos já estão dispon link no evento do Faceboo


Cristiano de Oliveira

Suelen Colussi e Giovanni Perottoni em noite de agito no Boteco do Chá, no final de semana

Arquivo Pessoal

Amanda Thaiane dos Santos e Júnior Gasperin curtem viagem de férias em Campos do Jordão, em São Paulo

Diego Frigo

ntro

mês aconteCazuza: Um menagem ao presenta é o e Araújo, no realização é ngressos já e.

Caverna Coto Festa de ns. O grupo traz seu reo espaço e as 22h. Os níveis pelo ok.

Jéssica Vettorazzi e Antônio Toso casaram no sábado, dia 15, na Igreja Matriz de Farroupilha. Os convidados foram recepcionados no Restaurante Bem-Te-Vi, em Caravaggio


Inside

8

Egui Baldasso e.baldasso@gmail.com

Há muita esperança lá fora

* Jornalista e escritor

Cinema

Obras francesas no Ordovás Festival Varilux de Cinema segue até dia 30, na Sala de Cinema Ulysses Geremia Imagens: Reprodução

Acreditar talvez seja meu verbo favorito. Quase tudo que precisamos para não sucumbir a tanto desalento dessa vida mora nele. Quase toda a esperança do mundo vai com ele. É por isso que abuso do gerúndio e levo os meus dias acreditando. No mundo, na natureza, mas acima de tudo nas pessoas. Muitos, por desilusão, ranço ou azedume mesmo, já me sugeriram abandoná-las. Dizem que não há mais jeito. Que estamos fadados ao caos e ao lamento de sabermo-nos egoístas, com o universo em órbita num sempre horrível e enrugado umbigo. De termos nos tornado frios, individuais, entregues a agir apenas por interesse. Até cruéis. Mas, além de acreditar, me amarro em conjugar o verbo insistir. A teimosia no ser humano sai de casa comigo todos os dias. E a vida, também ela, insiste em me provar que vale a pena. Dias atrás, conheci uma pessoa que trabalha com jovens que vivem uma realidade bem brasileira, aquela fora dos privilégios de classes mais abonadas e enfrentam a rotina da falta. De estrutura familiar, saneamento básico, educação e saúde adequadas. E, muitas vezes, de oportunidades. É um trabalho conjunto, feito a mãos que entendem a diferença entre assistencialismo e ação continuada e que busca mudar, senão a pesada realidade de todos, a dos que têm mais sorte em entender que podem traçar um destino diferente do que todos já escreveram para eles. Nesta semana, alguém me contou o projeto de inclusão que iniciou, despretensiosamente, no seu comércio. Ao receber o pedido de um obstinado pai para que empregasse a filha autista, a empresária, mesmo com o desafio de ensiná-la a tratar com o público, decidiu abraçar a oportunidade de melhorar vidas. Porque era isso que, sem saber, estava fazendo. Dar a chance de tornar seres humanos melhores. Não somente a hoje funcionária, mas dos demais colaboradores, clientes, dela mesmo. De todos experenciar uma convivência que só tem a agregar. Hoje, passado ano e meio, a jovem reconheceu aptidões e defeitos. Intensificou aquelas, trabalhou nestes, e segue dia a dia na construção de uma pessoa feliz, que interage em igualdade, dentro de suas limitações, com o mundo que a cerca. O que mais me chamou a atenção na história foram os sorrisos. De empregadora e empregada. De amigas. De quem sabe que pode contar com a outra. Que momentos nem tão bons já aconteceram e vão se repetir logo ali, mas a cumplicidade e empatia voam numa rota muito mais alta. Foram duas semanas. Dois exemplos. Pequenos no todo, gigantes em suas transformações. Mas maravilhosamente suficientes para que acreditar mantenha-se como, senão o melhor, o verbo que mais valha a pena. Nós seremos sempre a nossa maior esperança.

FARROUPILHA, 21 DE JUNHO DE 2019

C

ompletando 10 anos, o clássico Festival Varilux de Cinema está exibindo diversas produções francesas simultaneamente em todo Brasil. Na região, é o Centro de Cultura Ordovás, em Caxias do Sul, que recebe a programação, que teve início dia 6 e segue até o dia 30. Nesta década, o Varilux conquistou não apenas admiradores das produções francesas, como os espectadores comuns, interessados na diversidade cultural. As opções deste ano vão de comédia a drama histórico, agradando todos os gostos. Os filmes são exibidos na Sala de Cinema Ulysses Geremia, junto ao Centro de Cultura, localizado na rua Luís Antunes, 312, no bairro Panazzolo, em Caxias. Os ingressos custam R$ 10,00, e quem é estudante, beneficiário da ID Jovem, idoso, servidor municipal ou aluno da Aliança Francesa, o valor fica pela metade, em R$ 5,00 (veja sessões ao lado).

Programa para o fim de semana As obras francesas que serão reproduzidas de sexta a domingo vão de comédia romântica à história e drama, agradando a todos que participarem do Festival

Confirma o restante da programação do Festival Varilux de Cinema Francês Sexta, às 19h30min: Amor à Segunda Vista Sábado, às 19h30min: A Revolução em Paris Domingo, às 19h30min: Através do Fogo Dia 27, às 19h30min: Finalmente Livres Dia 28, às 19h30min: O Professor Substituto Dia 29, às 19h30min: Inocência Roubada Dia 30: às 18h, Quem Você Pensa Que Sou; e às 20h, Cyrano de Bergerac


Inside

FARROUPILHA, 21 DE JUNHO DE 2019

9

Lauro Edson Da Cás

Solidariedade

ldacas@hotmail.com

Para atender mais crianças Mão Amiga está arrecadando itens para realizar brechó, com intuito de ampliar projeto Divulgação

Futuro brechó Mão Amiga está recolhendo doações para fazer evento visando ampliação do projeto na cidade

S

e na sua casa está sobrando roupas, sapatos e brinquedos infantis, agora já tem para onde encaminhar. O Projeto Mão Amiga está arrecadando os itens até dia 5 de agosto, para fazer parte da edição inaugural de um brechó, que vai acontecer no dia 10 de agosto. A intenção é arrecadar fundos e ampliar o número de crianças atendidas. “Este evento surgiu a partir da ideia das famílias contempladas com o benefício, demonstrando a necessidade do engajamento destas no andamento do projeto”, explica Fernanda de Lucca Heinzelmann, integrante do conselho administrativo. O ponto de recolhimento da campanha é na Faculdade CNEC (14 de Julho, 339), sala 113, de se-

gunda a quinta, durante a tarde e noite. Caso não for possível levar a doação até o local, basta entrar em contato com a instituição pelo Facebook Mão Amiga Farroupilha, para combinar o local de entrega. “Este evento de brechó vai auxiliará na manutenção e ampliação das vagas do projeto em escolas de Educação Infantil particulares. Hoje, nossa meta é atender 35 crianças ainda este ano”, aponta Fernanda. A instituição acolhe famílias que possuem crianças de três meses a 4 anos que não conseguiram vagas nas escolas de Educação Infantil públicas. O projeto encaminha estas crianças para instituições particulares, parceiras, que reduzem o valor das mensalidades. Assim, a Mão Amiga paga 50% do valor da mensalidade e o restante é pago pelos pais.

E se eu fosse ela (qualquer outra pessoa) ou se eu estivesse no lugar dela... Quem dera conhecermos as pessoas, principalmente, nos dias de hoje! Já nem conversamos mais com pessoas próximas, imagine, então, conhecer (avaliar, julgar, etc) pessoas (públicas ou não) distantes e desconhecidas de nós? Será que você consegue avaliar quem quer que seja tomando por base você mesma? Sem contar que, convenhamos, a tristeza está sendo lucrativa para tanta gente nesse século! Oremos... Estudos como os de Psicologia, por exemplo, comprovaram que, uma das primeiras condições para se conseguir conhecer melhor qualquer pessoa é a de se evitar aquele erro tão usual que é o de buscar a avaliação tomada tendo como base a nós mesmos. Em outras palavras, ninguém é igual a ninguém, pois você não é a outra pessoa que estás a julgar. E mais, esta pessoa em julgamento, certamente, não acompanha, obrigatoriamente, a sua forma de viver, de pensar e agir. Pasmem. Querendo ou não, antes de qualquer avaliação ou julgamento de qualquer outra pessoa (‘se eu fosse ela’, por exemplo), é imprescindível se afastar da maneira que habitualmente pensamos (ou se preferir, de como você, no singular, pensa). É neste afastar que poderemos tentar, veja você, tentar entender como pensa a outra pessoa de quem queremos julgar! Simples. O mundo não é tão simples e isso é verdadeiro. Por isso, é nítido perceber que este século está sendo caracterizado como o da depressão, da insatisfação, da tristeza, ou ainda, de tantas almas adoecidas. Não é brincadeira, pois não faltam causas para explicar isso na sociedade onde existem tantas e tantas pessoas adoecidas e/ou adoecendo! Contudo, será que é julgando (sem conhecer o outro), o melhor remédio para aliviar essa tal dor? Por mais que se tenham critérios para avaliação (do outro), muito dependerá, seriamente, dos critérios de valor claros na mente de quem observa. Assim, é preciso estar muito atento nos atos, expressões faciais e corporais, gestos, além de buscar outros conhecimentos através dos sentimentos daquela que está sendo julgada. Temos, então, que observar múltiplos aspectos: como ela age quando está com raiva; qual a facilidade com que se irrita com as coisas; como esta pessoa pega o jornal; como ela vive dentro de casa; qual a capacidade de amar e de se dedicar; como lida com o ciúme; como se comporta diante da injustiça; entre milhares de situações avaliativas. Assim, fica claro que nem é preciso aprofundar muito mais estas questões, para percebermos que há uma superficialidade nas relações, dos sentimentos, bem como a supervalorização das aparências, em detrimento da essência. Para finalizar, segue o depoimento da mulher que, de maneira inusitada, se viu envolvida numa promoção (via programa de TV nacional): “É espantoso que se julgue pessoas sobre quem nada sabemos baseados em um vídeo (...) e que essas pessoas sejam submetidas a linchamento moral apenas pela vontade alheia de destilar ódio gratuito e causar sofrimento” (Nicole França, via rede social). Julgar parece fácil, não!? * Mestre em Letras, Cultura e Regionalidade


Inside

10

FARROUPILHA, 21 DE JUNHO DE 2019

Sétima Arte

Todos têm um lado

sombrio

“Um Pequeno Favor” mostra um suspense bem construído pelo americano Paul Feig, uma escalada de vigarice alicerçada nas atuações de Anna Kendrick e Blake Lively

A

vida de Stephanie Smothers (Anna Kendrick) vai de mal a pior. Quem a vê, acredita que tudo está sob controle. Ela é uma pessoa afável e prestativa, e praticamente vive para atender seu filho, o pequeno Miles (Joshua Satine). Mãe solteira, ela trabalha como vlogger, mas seu programa vai muito além da culinária, já que expõe dramas cotidianos e situações rotineiras. Na verdade, o trabalho é uma forma de Stephanie, de certa forma, se reconectar com o mundo para não explodir em um mar de frustração, ressentimento e tristeza. A morte precoce de seu marido e de seu meio-irmão, em um acidente de carro, a deixou sem chão e com dificuldades financeiras que vão arrebentar logo mais, ali na frente. Mas de fato, quem a vê, acha que está tudo certo. Prova de que Stephanie precisa desabafar é vista em seu contato com Emily Nelson. A relações públicas do grande estilista Dennis Nylon (Rupert

Friend) é a antítese completa da vloggeira. Mãe relapsa do pequeno Nicky (Ian Ho), coleguinha de Miles, ela vive enchendo a cara, não tem papas na língua e sua franqueza faz com que a relação com Stephanie logo se torne aberta, direta e sincera. Ela vê em Emily tudo que gostaria de ser. Vê nela uma independência, um requinte, uma sofisticação que admira. A RP mora em uma casa suntuosa e, à primeira vista, tem uma relação ótima com o esposo, o escritor britânico Sean Townsend (Henry Golding), que fez sucesso com seu livro de estreia, o que acabou atraindo Emily, mas de lá para cá ele não escreveu mais nada e ganha a vida como professor universitário. Em resumo, o custo de vida do casal, estabelecido em um patamar alto, acabou não se confirmando, fato que deixa Emily extremamente irritada, já que é basicamente ela que sustenta a casa. A única coisa que Stephanie não aprecia na estilosa amiga é a relação com Nicky. Tanto que se coloca à disposição para cuidar dele caso

Emily queira uma noite de paz com Sean. Ela acaba aceitando e o auxílio é a chave para sua grande chance de dar uma guinada na vida. Certo dia, enquanto Sean está em Londres, por conta de um problema de saúde da mãe, Emily pede se Stephanie pode pegar Nicky na escola e ficar cuidando dele. Neste instante, ela some. Não aparece no trabalho,

onde informam que ela está em Miami por uns dias e, 48 horas depois, Stephanie finalmente consegue um contato com Sean, que retorna para casa para ficar com o filho. É claro que a situação vira pano de fundo, na verdade, assunto principal da vlogger, que relata a história para as seguidoras do canal, o que pode ser de grande valia. A situação logo é


Inside

FARROUPILHA, 21 DE JUNHO DE 2019

11

Sétima Arte Divulgação Imagem: Reprodução

Confissões oportunas Entre um martíni e outro, Stephanie Smothers (Anna Kendrick) acaba se abrindo com a nova amiga, a poderosa e segura Emily Nelson (Blake Lively): vloggeira era peça que faltava para um plano audacioso da RP

Título original A Simple Favor Título traduzido Um Pequeno Favor

descoberta, com um fim trágico, mas a partir do envolvimento da polícia e, mais tarde, de uma seguradora, Stephanie percebe que pode haver algo a mais por trás do incidente e decide investigar por conta própria. A partir deste momento, ela começa a vasculhar um passado sombrio de Emily, o que pode colocar em risco um plano que foi minuciosamente

arquitetado. À medida que a trama avança, novas descobertas vão proporcionando peças para a montagem de um quebra-cabeça que mostra uma história pesada, alimentada no ódio, ressentimento e, sobretudo, no desejo de vingança e sede de poder. O filme de Paul Feig, baseado no romance homônimo Darcey Bell, começa de maneira lenta, mas a segunda

metade do longa acelera, arremessa no espectador uma série de informações e mostra uma trama muito bem costurada, que apenas tem um leve exagero no final, mas que não tira dela o aspecto do imprevisível e de uma história amarrada em diversas pontas. Anna Kendrick e Blake Lively estão ótimas no papel e dão um charme especial ao thriller.

Direção Paul Feig Roteiro Jessica Sharzer Gênero Suspense Duração 117 minutos País Estados Unidos Ano de produção 2018 Estúdio IDC Feigco Entertainment Lionsgate Distribuição Paris Filmes


12

Horóscopo Áries - 21/03 a 20/04

Atenção com os imprevistos para lidar com projetos ou com amigos. O cenário pede ponderação e análise para investir e movimentar atividades comerciais de riscos. Algum cliente pode cancelar de última hora.

Touro - 21/04 a 20/05

É uma semana para preservar a sua atuação profissional e a sua imagem. O céu deixa muito explícita a necessidade de realizar um corte importante. Atenção a imprevistos e situações que fogem do seu controle.

Gêmeos - 21/05 a 20/06

Você pode sentir dificuldades para lidar com alguma informação que afeta o seu emocional. Seja flexível para lidar com opiniões diferentes e com a relação com pessoas que se mantêm distantes. Atenção com medos e bloqueios.

Câncer - 21/06 a 20/07

Alguns planos podem ser abortados por causa de fatores financeiros, encerramentos de patrocínios ou da utilização de recursos guardados. Seja flexível para lidar com situações que devem ser recicladas.

Leão - 21/07 a 22/08

O cônjuge passa por mudanças profissionais consideráveis, o que pode causar imprevistos e afastamentos. Mas os acontecimentos podem ser mais pessoais e você pode estar encerrando um capítulo afetivo.

Vírgem - 23/08 a 22/09

O céu traz imprevistos e mudanças para o trabalho. A rotina também pode ser afetada. É necessário agir com flexibilidade para tomar decisão viáveis para o seu desenvolvimento profissional.

Libra - 23/09 a 22/10

Atenção com imprevistos que podem afetar filhos e romances. Você está passando por uma nova fase e deve aprender a validar o seu melhor. Existem fatores que devem ser reciclados para conquistar a felicidade.

Escorpião - 23/10 a 21/11

É difícil lidar com situações familiares ou com uma pessoa muito próxima a você. O relacionamento pode ser afetado e ambos precisam interagir com as mudanças com mais flexibilidade.

Sagitário - 22/11 a 21/12

Atenção a imprevistos que afetam as relações com pessoas de sua convivência. O céu também pede flexibilidade para lidar com ideias e opiniões diferentes. A semana tende a ser agitada e a atenção deve ser redobrada no trânsito.

Capricórnio - 22/12 a 20/01

Os filhos podem estar passando por desafios financeiros e precisam avaliar o cenário de trabalho para inovar os passos. Esteja atento a projetos profissionais e a formas de obter lucro. Pode haver imprevistos e perdas financeiras.

Aquário - 21/01 a 19/02

Você está passando por uma fase desafiadora, então deve estar aberto às mudanças que envolvem relações familiares. Existe a necessidade de se afastar de algumas pessoas. Preste atenção em relação à forma como deseja fazer isso e encontre o porquê dessa postura.

Peixes - 20/02 a 20/03

Você está sentindo dificuldades para perceber como deve atuar com uma pessoa próxima. A sua vontade é sumir ou se afastar de situações que não estão sob o seu controle. Esteja flexível para entender o que sente de fato.

Inside

FARROUPILHA, 21 DE JUNHO DE 2019


FARROUPILHA, 21 DE JUNHO DE 2019

Vendo EXCELENTE ÁREA DE TERRAS c/ 3,1452 hectares (plaina) Linha Azevedo, Colônia Sertorina, distrito de Nova Sardenha, (Rio Burrati), atrás do posto Cavalieri. Estrada FR 30, a 600 metros da RS 453. Contato: (54) 9 9628-8069. SOMENTE DUAS QUADRAS DO MAR! Vende-se casa, localização central em Arroio do Sal. F. 9 9118.1642. VENDE-SE TERRENO DE ESQUINA, com 1.377m², a uma quadra da rodoviária e do Shopping Centro de Compras. Contatar através do telefone: 9 9118.1642. VENDE-SE uma CASA MISTA localizada no Bairro Pio X, a mesma já está alugada através de imobiliária por R$ 1.500,00. Tratar: (54) 9 9118.1642.


2

FARROUPILHA, 21 DE JUNHO DE 2019


Profile for Informantef Informantef

Edição 593  

Edição 593  

Advertisement