__MAIN_TEXT__

Page 1

FARROUPILHA

|

ANO XII

| EDIÇÃO 585

| 26 DE ABRIL DE 2019 |

R$ 3,00

Egui Baldasso inicia projeto social com palestras que estimulam estudantes a adotarem hábito da leitura e escrita Editoria de Educação, página 13

INSIDE

MATÉRIA ESPECIAL

INSIDE

Humorista estará no palco do Comedy Club nesta sexta, a partir das 22h Capa

Campanha recolhe linha branca e eletrônicos neste sábado, no Ceac Páginas 2 e 3

9ª edição do Festival registra recorde na comercialização de ingressos Páginas 8 e 9

Paulinho Serra no Caverna

Lixo com descarte consciente

Moscatel com grande procura

Juliana Inês Casa Barbieri

Propagador da Literatura


2

FARROUPILHA, 26 DE ABRIL DE 2019

RECICLAGEM

Consciente com o seu próprio lixo: Primeiro recolhimento do ano será no Ceac, a partir das 9h, com descarte correto e encaminhando à empresa especializada

E

quipamentos gerais de informática, televisores, celulares, geladeiras, freezers, fogões são alguns dos itens que poderão ser descartados de maneira correta neste sábado. A Campanha de Recolhimento de Lixo Eletrônico acontece das 9h às 15h, no estacionamento do Centro de Atendimento ao Cidadão (Ceac). “A empresa que coleta é especializada (Ambe Gerenciamento de Resíduos, de Caxias do Sul). Ela recicla em 100% todo aquele item eletroeletrônico que for descartado: computadores e impressoras antigos, televisores, fornos micro-ondas, máquinas de lavar roupa, geladeira, fogão, compressor de ar, carregadores,

celulares, transformadores, caixas de som, todos os itens dessa linha são desmontados, separam peça por peça, tiram todos os elementos das placas eletrônicas, plástico, vidro, metal e destinam de forma correta, tendo 100% de aproveitamento na reciclagem”, explica Nelson Gonçalves Júnior, biólogo e subsecretário de Meio Ambiente. Garantir que esse “lixo” seja descartado corretamente, permite que os materiais voltem a ser reinseridos na cadeia produtiva, maximizando a utilização dos componentes e impedindo que poluam ou ocasionem danos ao meio ambiente quando depositados de maneira indevida. Esse empurrãozinho para incentivar boas práticas é dado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente

e Ecofar, que promovem três campanhas de coleta ao ano. Em 2018 foram recolhidas 31 toneladas de resíduos. “Ficamos impressionados positivamente com o envolvimento da sociedade neste tipo de campanha. A população vai mesmo, destina de forma correta, existe um engajamento muito bacana. Questão de orgulho para nós, da Secretaria de Meio Ambiente, em ver o resultado de uma campanha que vem acontecendo há algum tempo”, reforça. Tenha cuidados especiais na entrega do material Miguel Ângelo Silveira De Souza, secretário municipal de Meio Ambiente, lembra que não serão recebidas lâmpadas e pilhas, sendo impor-


3

FARROUPILHA, 26 DE ABRIL DE 2019

sábado tem coleta de eletrônicos Arquivo Jornal Informante

tante a comunidade observar o que pode ser entregue na coleta. Baterias, tonners e cartuchos de impressoras também não serão aceitos. Itens de tamanhos menores como carregadores e celulares podem ser acondicionados em sacolas plásticas ou caixas para facilitar a coleta do material que é todo separado pela equipe. As próximas datas da Campanha de Recolhimento de Lixo Eletrônico já estão definidas: 24 de agosto e 7 de dezembro. Então não deixe de conferir se algo ficou perdido pelas gavetas ou encostado na garagem, é importante destinar corretamente e não deixar acumular em casa o que está sem uso. Boa adesão da comunidade Em 2018 foram coletadas 31 toneladas de resíduos durante as três etapas da campanha

O que será recolhido

Linha Verde: informática, computadores, notebooks, entre outros Linha Azul: eletroportáteis, periféricos, eletrônicos diversos Linha Marrom: equipamentos de áudio e vídeo, tubos de imagem, monitores, televisores Linha Branca: freezers, geladeiras, fogões, máquinas de lavar, micro-ondas

Programe-se O que: Campanha de Recolhimento de Lixo Eletrônico Quando: neste sábado, das 9h às 15h Onde: estacionamento do Ceac (14 de Julho, 710)


4

FARROUPILHA, 26 DE ABRIL DE 2019

A abusividade da de conveniência Vanessa Laruccia *

A

s relações existentes entre os participantes e os promotores e organizações de eventos diversos, como shows e outros entretenimentos, são consideradas de consumo, nos termos dos artigos 2º e 3º, ambos do Código de Defesa do Consumidor (CDC). Ademais, o lazer se trata de direito social garantido pela Constituição Federal. (Art. 6º da CF/1988). A realização de um evento pressupõe o preenchimento dos requisitos de segurança, transparência e clareza nas informações prestadas aos consumidores quanto à data, horário, local, idade mínima permitida, o que eventualmente não pode ser consumido no local, dentre outros, além do dever de disponibilização do quanto necessário acerca do acesso aos interessados. Nesse tocante, as vendas de ingressos podem ocorrer em bilheterias ou estabelecimentos previamente determinados e divulgados pelos organizadores. No entanto, a venda online é a que possui maior procura e expressividade em razão da comodidade, dificuldade de deslocamento dos consumidores, além de suprir as filas enormes que nem sempre garantem a efetiva compra, principalmente em grandes eventos em que os ingressos costumam se esgotar rapidamente. Diante disso, os organizadores e produtores, visando o aumento de lu-

cros, optam por terceirizar a gestão da venda online para empresas especializadas, geralmente renomadas e de grande porte, as quais disponibilizam canais eletrônicos indicados pelos próprios organizadores. O certo é que, na referida venda online ocorre a cobrança da denominada taxa de conveniência, ora embutida automaticamente no valor final da compra de ingressos, sem que o consumidor possa optar pelo não pagamento, com percentuais variáveis de até 20%, o que gera um acréscimo considerável na compra e que não é cobrado na bilheteria. As empresas, por sua vez, defendem as cobranças alegando dentre outras, a comodidade do adquirente e constante necessidade de aprimoramento da tecnologia. No entanto, a efetiva comodidade com as vendas online é da empresa promotora de eventos, que lucra muito mais e ainda repassa ao consumidor o encargo de arcar com o serviço. Logo, a ilegalidade da cobrança de taxa de conveniência já tem sido objeto de repulsa e de reclamação pelos consumidores aos respectivos órgãos de defesa e até mesmo judicialmente, vez que se sentem lesados diante da abusividade, por se tratar de venda casada indevidamente imposta, já que o consumidor pretende adquirir somente o ingresso, não tendo que pagar nenhum adicional, com amparo à vedação expressa no artigo 39, inciso I do CDC, que ora dispõe o exposto abaixo “É vedado ao fornecedor de produtos ou serviços, dentre outras prá-


5

FARROUPILHA, 26 DE ABRIL DE 2019

cobrança da taxa ticas abusiva (...) I – condicionar o fornecimento de produto ou de serviço ao fornecimento de outro produto ou serviço, bem como, sem justa causa, a limites quantitativos”. Assim, a cobrança de taxa de conveniência decorre da vinculação de outro serviço imposto pela terceirizada para condicionar a venda de ingressos, o que é vedado e que não pode ser repassado ao consumidor. Visando combater tal prática, a matéria em enfoque acerca da ilegalidade tem sido submetida ao crivo do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e está obtendo o devido destaque nas mídias, tanto que os ministros se pronunciaram recentemente pela ilegalidade e abusividade da cobrança da taxa de conveniência em face de grande empresa especializada, como visto no Recurso Especial Nº 1.737.428 – RS (2017/0163474-2). Em tese, o voto da relatora ministra Nancy Andrighi prevaleceu de modo a coibir a transferência aos consumidores do efetivo risco do empreendimento, sob o entendimento que “os serviços remunerados pela taxa de conveniência deixam de ser arcados pelos próprios fornecedores”. E ainda aduziu que “a venda do ingresso para um determinado espetáculo cultural é parte típica e essencial do negócio, risco da própria atividade empresarial que visa o lucro e integrante do investimento do fornecedor, compondo, portanto, o custo básico embutido no preço”, além de ressaltar acerca da violação da boa-fé objetiva, coibição à venda casada e cerceamen-

to à liberdade dos consumidores, combatendo-se as práticas desleais e abusivas, e ausência de equivalência e de acordo entre as partes, a empresa faça o ressarcimento aos consumidores que pagaram a taxa a partir de 2008, que ora corresponde ao período de 5 anos que antecederam o ajuizamento da referida ação em meados de 2013. Ademais, também merece destaque o posterior julgado de outro recurso advindo de agravo em recurso especial Nº 1.215.160 – SP (2017/0310524-3) de 27/03/2019, pelo qual a Segunda Turma do STJ manteve o entendimento do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ/SP), que ora havia condenado outra empresa de renome em entretenimento pela prática discriminatória de vendas antecipadas apenas de ingressos decorrentes de compras com cartões de crédito específicos, além da cobrança de taxa de conveniência. Entretanto, as recentes decisões acerca da ilegalidade da cobrança ainda se encontram em prazo recursal, de modo que não possuem aplicabilidade imediata e se aplicam apenas às empresas que já são partes nos referidos processos. Em contrapartida, a Fundação Procon de São Paulo está notificando diversas empresas do setor com recomendações de suspensão de imediato da cobrança da taxa de conveniência e da efetiva devolução, de modo que medidas estão sendo adotadas visando coibir as práticas ilegais. * Advogada, especialista em relações de consumo do Massicano Advogados


6

FARROUPILHA, 26 DE ABRIL DE 2019

Uma lacuna preenchida O lançamento da obra “História da Medicina de Farroupilha”, do médico João Carlos Rössler, neste sábado, deve ser saudada, especialmente pelos nativos da cidade, porque antes de falar sobre o ramo de atuação do autor, ela fala sobre o município. Na verdade, fala mais sobre Farroupilha do que sobre Medicina, sendo a especialidade o pano de fundo, o fio que liga pessoas e famílias tradicionais da cidade à sua própria identidade e história. Infelizmente, recebemos tardiamente o comunicado do lançamento, no decorrer da semana já em curso e se encami-

nhando para o final, porque a matéria, que pode ser conferida na Capa do Saúde, Beleza & Estética, não resta dúvida que merecia um espaço mais generoso. Na breve conversa com João Carlos, ocorrida no final da manhã de quinta, em seu consultório, em poucos minutos foi possível ouvir relatos deliciosos sobre a história farroupilhense, que integram o livro e que devem ser apreciados pela comunidade a partir do oportuno lançamento da obra. Um dos lamentos do médico, e que de certa forma é de todos os farroupilhenses, é a falta de documentos, fotos e registros

oficiais da história do município. Esta é uma triste constatação, reforçada a cada nova investida de trabalhos na área. Farroupilha, apesar de ter um passado riquíssimo, pouco o preservou, o que só valoriza ainda mais a importância de iniciativas como a realizada por João Carlos. Fundamental seria que seu livro marcasse um novo período, especialmente de quem tem muita história para contar do município, e que servisse como estímulo para que fosse lançada uma luz neste passado que se apaga a cada dia, ainda que por meio de simples relatos. Um

resgate que ganha relevância ainda mais significativa à medida que são poucos os remanescentes dessa geração que testemunhou boa parte da história da cidade. Se muito se perdeu e não há como ser resgatado, imprescindível é que se criem condições para que um passado mais recente se preserve para as gerações futuras. A memória de um município tem um peso e representação similares ao seu patrimônio material. Perder parte disso é como narrar uma história incompleta. Que o legado deixado por João Carlos Rössler sirva de inspiração e se dissemine.

OPINIÃO

Bullying: como identificar e prevenir Daniela Polidoro * Edson Knippel ** “Isso é normal. Sempre existiu!”. “Todo mundo já praticou ou sofreu um dia. Não é nada”. “As crianças têm que resolver entre si”. Frases como essas são comuns quando o assunto é bullying. O bullying é uma prática que sempre existiu de forma silenciosa em escolas e em outros ambientes sociais. No Brasil, desde o fato ocorrido no Rio de Janeiro, em 2011, em uma escola da rede pública, quando um ex-aluno ingressou em suas dependências armado, e causou a morte de 12 estudantes, se matando em seguida, o tema passou a ser mais debatido. Embora não aconteça somente nas escolas, é lá que se verifica com mais frequência. É necessário que os pais saibam o que é e como identificar a sua prá-

tica, para agir rapidamente, com o fim de evitar consequências mais graves. O bullying corresponde a um ato de violência física ou psicológica. Deve ser intencional e repetitivo. Geralmente ocorre sem motivação evidente e as vítimas preferidas são pessoas que de alguma forma são diferentes do grupo predominante e, por conta disso, vulneráveis. O objetivo é intimar ou agredir, gerando desequilíbrio entre as partes envolvidas. Trata-se de uma forma grave de opressão e de submissão de uma pessoa por outra, condenável tanto do ponto de vista religioso como jurídico. As espécies de bullying são as mais variadas possíveis. Abrangem a forma verbal, moral, sexual, social, psicológica, física e material. Mas a forma virtual tem sido muito utilizada e produz danos e consequências de grande proporção, por con-

Índice

Editorial

Matéria Especial....................................... Páginas 2 e 3 Editorial e Opinião.................................. Página 6 Economia ..................................................... Página 7 Cidade .......................................................... Página 10 Política ....................................................... Página 12 Educação..................................................... Página 13 Esporte........................................................ Páginas 14 e 15

Inside

Especial ....................................................... Capa Cinemas ........................................................ Página 2 Exposição .................................................... Página 3 Gustavo Pimentel ..................................... Página 4 Agenda ......................................................... Página 4 Literatura................................................... Página 5 Guilherme Macalossi .............................. Página 5 Social ........................................................... Páginas 6 e 7 Egui Baldasso............................................ Página 8 Gastronomia .............................................. Páginas 8 e 9 Lauro Edson Da Cás ................................. Página 9 Sétima Arte................................................. Páginas 10 e 11 Horóscopo ................................................. Contracapa Saúde, Beleza & Estética...................... 4 páginas Classificados .......................................... 8 páginas

ta da disseminação do conteúdo, que é rápida e muito abrangente. Muitas vezes os filhos não contam aos pais o que estão passando, seja por vergonha, receio ou ainda por tentar evitar demonstrar fraqueza. Sendo assim, os pais devem ficar atentos com alguns sinais que podem identificar o problema. Baixa autoestima, dificuldade de relacionamento social e no desenvolvimento escolar, evasão escolar, alterações de humor, apatia, perturbações do sono, perda de memória, reações físicas (vômito, desmaio), fobia escolar, dentre outros, não podem ser desconsiderados. Caso haja dúvida, é importante que os pais procurem a escola para relatar o problema. A escola deve tomar providências e não minimizar a situação. Uma das saídas possíveis é realizar uma mediação entre as partes, para solucionar a questão.

Redação - redacao@jornalinformante.com.br Juliana Inês Casa Barbieri juliana@jornalinformante.com.br Ramon Cardoso ramon@jornalinformante.com.br Yasmin Signori Andrade yasmin@jornalinformante.com.br

Comercial - comercial@jornalinformante.com.br Fabiano Luiz Gasperin gasperin@jornalinformante.com.br Maria da Graça Potricos Leite maria@jornalinformante.com.br

Anúncios - anuncios@jornalinformante.com.br Marcelo Bortagaray Mello marcelo@jornalinformante.com.br Tiago Rodrigues da Silva tiago@jornalinformante.com.br

Financeiro - financeiro@jornalinformante.com.br Keli de Almeida Maciel keli@jornalinformante.com.br

Se houver qualquer dificuldade ou se a escola se recusar em tomar alguma providência, deve ser procurado advogado que poderá intervir nessa questão. Medidas cíveis e até mesmo criminais podem ser tomadas, em face da escola e dos pais do aluno que pratica bullying. As consequências são muito graves e a prática do bullying não pode ser tolerada como algo normal, que grande parte dos alunos já experimentou em algum momento de sua formação escolar. Deve existir prevenção, diálogo e, se necessário, intervenção jurídica para que consequências mais graves não ocorram. Se você é pai ou mãe, fique atento. * Advogada cível e especialista em Direito ** Advogado criminal, doutor e mestre pela PUC/SP e professor da Faculdade de Direito da Universidade Mackenzie

Assinaturas - assinaturas@jornalinformante.com.br Assinatura Bienal: R$ 240,00 Assinatura Anual: R$ 140,00

Telefones (54) 3401-3200 / (54) 3401-3201 (54) 3401-3202 / (54) 3401-3203

Endereço Rua Dr. Jaime Romeu Rössler, 348, Bairro Planalto

Colunistas Crônicas da Redação Dolores Maggioni Egui Baldasso Fabrício Oliboni

Guilherme Macalossi Gustavo Pimentel Lauro Edson Da Cás Paulo Roque Gasparetto

A manifestação dos colunistas é livre e independente e não necessariamente reflete a opinião do Tabloide sobre os temas abordados nas colunas

@PaperInformante www.jornalinformante.com.br

/jornalinformante


7

FARROUPILHA, 26 DE ABRIL DE 2019

TECNOLOGIA

Modelos da Soprano são projetados para portas e gavetas de móveis

S

olução inovadora aliada à praticidade é o que propõe a Soprano por meio de sua linha que tem formatação na mais alta tecnologia do segmento. Com este mote, dois novos modelos foram lançados para fazer a diferença no setor moveleiro: o 1703 e 1701, sendo este último com puxador e ambos com acabamento em preto. As fechaduras digitais garantem maior segurança, praticidade e inovação. Os modelos foram apresentados oficialmente durante a 25ª edição da Feicon – Batimat, um dos maiores eventos da América Latina

voltado aos setores de construção civil e arquitetura que aconteceu neste mês, na São Paulo Expo. Incorporadas ao mix de produtos da Soprano, as fechaduras digitais já figuram entre os produtos inovadores da marca disponíveis ao mercado em lojas especializadas. Sofisticadas, de fácil e prática utilização, as fechaduras digitais oferecem segurança para guardar objetos pessoais e documentos, sendo acionadas por senhas. Líder de vendas em fechaduras para móveis no Brasil, a Soprano mantém-se atenta às necessidades do mercado, às possibilidades de tecnologia, atualiza seu portfólio, ampliando o

destaque no segmento de móveis de alto padrão. A empresa possui 64 anos de atuação, oferecendo produtos para os mercados de construção civil, materiais elétricos, moveleiro e utilidades domésticas. Com sede em Farroupilha, possui unidades de negócios em Caxias do Sul, Cidade do México e San Salvador e o escritório de negócios em Shanghai, na China. São mais de mil funcionários e 5 mil itens produzidos pela marca para o mercado brasileiro e demais Países da América Latina. Sistema digital Fechadura é acionada por senha, garantindo segurança e agilidade

Foto: Marketing Soprano

Segurança com fechaduras digitais


10

FARROUPILHA, 26 DE ABRIL DE 2019

ENCONTRO PÚBLICO

Alguém quer me adotar?

Obituário 17 de abril * Max Cardoso Roth, 37 anos. Sepultamento no cemitério do bairro Nova Vicenza. 18 de abril * Zelindo Vanzin, 63 anos. Sepultamento no Cemitério Público Municipal. 19 de abril * Alvino Luiz Hesper, 57 anos. Sepultamento no cemitério da comunidade de São Marcos (1º Distrito). 20 de abril * João Vendelino Dewes, 65 anos. Sepultamento no Cemitério Público Municipal; * Wanderlei Pedro Marchet, 52 anos. Sepultamento no cemitério de Santa Juliana, em Flores da Cunha. 21 de abril * Santina Pergher Pratti, 82 anos. Sepultamento no Cemitério Público Municipal 22 de abril * Luis Assis da Rosa, 48 anos. Sepultamento no Cemitério Público Municipal. 23 de abril * Lourenço José Testolin, 67 aos. Sepultamento no cemitério do bairro Nova Vicenza. 24 de abril * Mirian Simone Rosanelli, 46 anos. Sepultamento no cemitério do bairro Nova Vicenza.

Imagem: Reprodução

Esta é a Valdivia. Ela é de porte médio e se dá bem com outros cães. Já está castrada e vacinada. Foi resgatada atropelada há quatro anos e desde então espera um lar para chamar de seu. Interessados em adotar podem manter contato pelo fone 999.371.647.

Qualidade de vida em pauta Terceiro debate do Farroupilha 2020-2040 acontece neste sábado

U

m painel liderado por cinco profissionais de diferentes áreas nortearão mais um encontro público do Projeto Farroupilha 20202040. Será neste sábado, às 15h, no Muinho Club, com a temática central “A importância do esporte e lazer para a qualidade de vida”. Será uma roda de conversa, onde a comunidade poderá se manifestar e sugerir ações para as áreas de lazer e esporte de Farroupilha nos próximos 20 anos. Os participantes também receberão um questionário, podendo ainda dar sugestões e apontar críticas. Já foram realizados outros dois encontros públicos que trataram das temáticas educação, juventude e importância dos espaços públicos nas áreas urbanas. O projeto é um planeja-

mento para a cidade com estratégias a curto, médio e longo prazo, contemplando os eixos: gestão pública, desenvolvimento social, qualidade de vida, infraestrutura, economia e inovação. Além dos encontros públicos, o projeto busca ampliar as plataformas de atendi-

mento às solicitações da comunidade, por meio de outros canais de comunicação. Pode ser pelo WhatsApp 999.315.327, pelo site www.farroupilha.rs.gov. br/2040, e-mail: 2040@farroupilha.rs.gov.br ou diretamente no Centro Administrativo, na sala do projeto.

Palestrantes do encontro

Suzana Iara Fetter: psicóloga hipnoterapeuta, especialista em Psicogerontologia Luís Fernando Rosa: assessor parlamentar na área de projetos de esporte e cultura Márcio Velasquez: presidente da Associação de Apoio ao Desporto e Paradesporto de Caxias do Sul Fabrício Filipe Spinelli: empresário Gledson de Campos: empresário

Programe-se O que: Encontro Público Farroupilha 2020-2040, com a temática “A importância do esporte e lazer para a qualidade de vida” Quando: neste sábado, às 15h Local: Muinho Club (Mal. Floriano Peixoto, 190, Centro) Quanto: evento gratuito


12

FARROUPILHA, 26 DE ABRIL DE 2019

EM BRASÍLIA

Peregrinação por verbas na saúde e educação Fabiano Piccoli (PT), Raul Herpich (PDT) e Tadeu Salib dos Santos (PP) participaram da XVIII Marcha dos Vereadores para o Hospital Beneficente São Carlos e para uma ampliação da estrutura física do IFRS”, destacou Piccoli, líder do governo Claiton Gonçalves no Legislativo farroupilhense. Ele frisou que há um trabalho da Bancada Gaúcha para destino de verbas para a saúde, que podem, desta forma, acabar contemplando o São Carlos. Muitos parlamentares se comprometeram em fazer uma visita à instituição hospitalar farroupilhense. Com o reforço da deputada estadual Fran Somensi (PRB), os vereadores participaram de uma reunião da Bancada do Rio Grande do Sul em

Brasília, onde a parlamentar falou sobre a importância de repasse de recursos ao HBSC. No gabinete do deputado Afonso Motta (PDT/RS) o tema do Campus Farroupilhense do IFRS ganhou ainda mais relevância, já que está pré-agendada uma visita do parlamentar à instituição de ensino no dia 12 de agosto, quando deve ministrar a Aula Inaugural do segundo semestre com o tema “Brasil e as novas perspectivas”. Demandas locais Herpich, Piccoli e Tadeu tiveram semana de intensa atividade na Capital Federal

Divulgação

R

epresentantes da Casa Legislativa Lidovino Antônio Fanton, os vereadores Fabiano André Piccoli (PT), Raul Herpich (PDT) e Tadeu Salib dos Santos (PP) estiveram nesta semana em Brasília, onde participaram da XVIII Marcha dos Vereadores e aproveitaram a ida à Capital Federal para tentar a obtenção de recursos em duas áreas fundamentais: saúde e educação. Foram dezenas de gabinetes visitados. “Nosso objetivo foi de captar emendas parlamentares


13

FARROUPILHA, 26 DE ABRIL DE 2019

INCENTIVO LITERÁRIO

Paixão de escritor compartilhada Egui Baldasso lança novo projeto e quer se aproximar dos alunos para estimular o hábito da leitura biscos”, lançado em 2017. O primeiro bate-papo, neste novo formato de atuação, aconteceu na manhã de quinta, na Escola Estadual Vivian Maggioni, no bairro São José. Cerca de 50 estudantes do 8º e 9º ano acompanharam o encontro. A intenção é de expandir a palestra “Sequência de Rabiscos: Um Mundo Idiotamente Otimista” a outros municípios da região e Estado. “Entender que o autor existe, que podemos falar com ele, perguntar, provocar, faz com que o universo da Literatura, seja para escrever ou para ler, se torne mais real, palpável. Isso muda uma criança, um adolescente. Faz com que eles vislumbrem outras possibilidades. É uma troca. E tudo por meio dos livros”, reforça Egui, que deve lançar novo título ainda neste ano.

Juliana Inês Casa Barbieri

Q

uem lê, escreve mais e melhor, e nesta roda de conhecimento, o papel do escritor é fundamental para tornar o processo ainda mais palpável. Dando o pontapé inicial a um novo projeto, desta vez com cunho social, o escritor Egui Baldasso, que é natural de Farroupilha e colunista do Jornal Informante, se dedica a cativar estudantes do Ensino Fundamental e Médio. “Por meio do que eu vivi enquanto estudante, abordo a maneira como os textos foram, aos poucos, surgindo, e como todo esse processo acabou me ajudando como ser humano”, esclarece Egui, que baseia o bate-papo no seu livro “Sequência de Ra-

Papo reto com o escritor Egui relembra vivências de seu tempo de escola e o que foi experimentando por meio da escrita

Contato com o escritor

Escolas com o perfil do projeto interessadas na palestra gratuita com Egui podem manter contato pelas redes sociais do escritor. Lembrando que essa ação tem cunho social, direcionada a instituições que não possuem condições de ofertar aos alunos atividades extracurriculares. O escritor ainda ministra a palestra “Inventando uma Vírgula”, que foi lançada em 2018, voltada ao público adulto, tendo como mote a positividade e a leveza diante da vida.


14

FARROUPILHA, 26 DE ABRIL DE 2019

Preliminar Após recesso de Páscoa, Copa Farroupilha União de Clubes retorna a partir deste sábado

A 6ª rodada da fase classificatória da Copa Farroupilha União de Clubes movimenta o fim de semana e o feriado de 1º de maio na cidade (veja lista de jogos abaixo). O Gaúcho lidera e é o único com 100% de aproveitamento, somando 15 pontos. Pôr do Sol, com 13, Titanium e Industrial, com 12, e Lyon, com 10 pontos, fecham o Top 5.

Confrontos da 6ª rodada

Lyon x Baile de Monique Bairro Nova Vicenza, sábado, às 13h30min Pôr do Sol x Azulão Bairro Nova Vicenza, sábado, às 15h30min Gaúcho x Trans 2001 Linha Sertorina, sábado, às 13h30min Atlético Nova Vicenza x Los Thicos Linha Sertorina, sábado, às 15h30min Industrial x Paysandu Bairro Industrial, sábado, às 15h30min Olimpíacos da Serra x Apollo Bairro São José, domingo, às 15h30min Titanium x Sapucaia Local a definir, quarta, às 15h30min

Futsal Feminino

Copa Farroupilha começa neste sábado em Lourdes Competição regional abre com partidas da Chave B e atual campeã em quadra

C

ontando com a participação de oito equipes, a Copa Farroupilha de Futsal Feminino, organizada pela Liga Farroupilhense de Futsal, começa neste sábado. Serão duas equipes de Farroupilha (1º de Maio e Valente Futsal/Máquinas Sazi), três de Bento Gonçalves (AFF, Bento FC e Damas de Ferro) e três de Caxias do Sul (Santa Catarina, Comando São Paulo e Nefel). Na 1ª fase os times foram divididos em dois quadrangulares (veja ao lado) e jogam dentro de cada grupo apenas para definição das posições para a fase eliminatória (1º de A x 4º de B, 1º de B x 4º de A, 2º de A x 3º de B e 2º de B x 3º de A). Nas quartas de final e semifinal, ocorrendo empate, o duelo vai para a prorrogação com morte súbita, ou seja, quem fizer primeiro leva a vaga. Persistindo a igualdade, a definição da classificada se dará na cobrança de pênaltis. Na final, o

empate leva direto aos pênaltis. A abertura da competição acontece sábado, a partir das 19h15min, no Ginásio de Lourdes, com os jogos da Chave B. Na abertura da noite, a farroupilhense Valente/Máquinas Sazi encara o Nefel. Na sequência, Santa Catarina, atual campeã, mede forças com o Bento FC. Ingressos a R$ 5,00.

Chave A

1º de Maio (Farroupilha) Comando São Paulo (Caxias do Sul) AFF (Bento Gonçalves) Damas de Ferro (Bento Gonçalves)

Chave B

Valente/Máquinas Sazi (Farroupilha) Santa Catarina (Caxias do Sul) Bento FC (Bento Gonçalves) Nefel (Caxias do Sul)


15

FARROUPILHA, 26 DE ABRIL DE 2019

SEGUE O LÍDER

Liderança na eficiência e na raça Brasil tem semana perfeita nas Castanheiras, derruba invencibilidade do Gaúcho e assume ponta do Grupo B da Terceirona Ramon Cardoso

A

Brasil

semana foi de estreia do rubro-verde em casa e a lição foi muito bem feita. Após golear o Nova Prata no domingo, por 3 a 0, com gols de Luizinho, Taquara e Xandi, o Brasil encarou o 100% Gaúcho na quarta à noite. Derrubou o percentual do rival, acabou com sua invencibilidade e, de quebra, assumiu a liderança do Grupo B da Terceirona Gaúcha. O duelo, no entanto, esteve longe de ser bom. Foi um confronto tático e físico, com muitas faltas e poucas chances de gol. Com o predomínio dos sistemas defensivos, o marcador só poderia ser aberto em um raro vacilo. E foi o que aconteceu. O goleiro William, do Gaúcho, tentou sair jogando e colocou a bola no pé do centroavante Taquara, que pensou rápido. Dominou e rolou para o gol vazio: Brasil 1 a 0 aos 36 minutos, placar do 1º tempo. Na volta do intervalo, o time de Passo Fundo começou a pressionar, o que obrigou o rubro-verde a ter uma postura mais defensiva. Apesar disso, as chances de gol foram raríssimas e as que tiveram direção da meta farroupilhense pararam na segura atuação do goleiro Diego, especialmente nas saídas de gol. O apito final deixou

Semana perfeita Centroavante Taquara e equipe rubro-verde saúdam os torcedores que foram às Castanheiras na quarta à noite: uma vitória cheia de significados

o Brasil com 10 pontos, líder do Grupo B e com a classificação à fase de mata-mata encaminhada. “Assistimos partidas do Gaúcho e percebemos que eles sempre procuram sair jogando. Foi um duelo muito estudado. Fizemos uma marcação alta e a partir dela conseguimos nossa vitória. Gostei muito da equipe, especialmente no 1º tempo, quando tivemos uma atuação quase perfeita. No 2º, sabíamos que eles iriam pressionar, mas nosso sistema defensivo esteve bem postado”, destacou o técnico Alê Menezes. O Brasil volta a campo na próxima segunda, às 20h, fora de casa, quando encara o Santa Cruz, no Estádio dos Plátanos.

Terceirona Gaúcha (Grupo B) Equipe

P

J

V

E

D

GM GS SG

1)

Brasil

10

4

3

1

0

6

1

5

2)

Gaúcho

9

4

3

0

1

10

3

7

3)

Santo Ângelo

7

3

2

1

0

5

2

3

4)

Santa Cruz

4

4

1

1

2

6

6

0

5)

Nova Prata

1

3

0

1

2

2

9

-7

6)

Cruz Alta

0

4

0

0

4

1

9

-8

Legenda: P (pontos), J (jogos), V (vitórias), E (empates), D (derrotas), GM (gols marcados), GS (gols sofridos) e SG (saldo de gols)

Estadual Júnior

Invicto na competição, o Brasil volta a campo neste sábado, às 15h, quando encara o Guarani, de Venâncio Aires, nas Castanheiras. O ingresso é um quilo de alimento não-perecível. Sócios rubro-verdes têm acesso liberado.

Campeonato Sesc

Pela classificatória, o Brasil encara o Gramadense no domingo, no campo do Vasco da Gama, em Nova Milano. O Sub-16 joga às 9h e o Sub-14 na sequência, às 11h. A entrada para ver o futuro rubro-verde é franca. Prestigie.


Ramon Cardoso

Dedicação e muito amor pela arte Casa de Cultura expõe ilustrações de Beatriz Kaiber e Luís Gustavo Burlani até 17 de maio Página 3

Gabriel Venzon

Ramon Cardoso

Mais livros na Teotônio Leitura Solidária faz a primeira doação Inside, página 5

Fotos: Yasmin Signori Andrade

Passado presente

João Carlos Rössler lança livro História da Medicina de Farroupilha no sábado Capa do Saúde e Editorial

INSIDE

Segue o líder

Brasil tem semana 100% nas Castanheiras, segue invicto e lidera o Grupo B da Terceirona Gaúcha Página 15


Compromisso com a Cidade. Compromisso com você.

FARROUPILHA, 26 DE ABRIL DE 2019

recorDar é viver

Memória médica, afetiva e emocional Mais antigo profissional da área na cidade, João Carlos Rössler lança “História da Medicina de Farroupilha” neste sábado

“N

o dia em que completei 50 anos de Medicina, em 2015, abri a janela do meu apartamento e vislumbrei Farroupilha. Foi um momento de reflexão. Pensei: ‘Estou realizado, venci, estou feliz. O que tenho que fazer agora?’. Posso dizer que eu sou o último dos moicanos (risos). Sempre trabalhei, queria ocupar minha mente, colocar a cabeça em atividade. A partir daí, acelerei o processo de conclusão do livro, que havia iniciado em 2014”, revela João Carlos Rössler. Foi nesta época, em 2015, que ele sentiu a necessidade de buscar auxílio. Não somente para a compilação do conteúdo, mas especialmente para a pesquisa. Recebeu a indicação da relações públicas caxiense Vania Tonietto Brugali e, com ela, o processo deslanchou. João Carlos assegura que Vania foi seu “braço direito” e que seu empenho e dedicação foram fundamentais na busca de fotos, documentos e registros que ajudam a contar a história médica no município, boa parte deles obtidos no Centro de Memória de Caxias do Sul. Os fatos remontam a 1915, ou seja, 19 anos antes da emancipação política da cidade, quando há registro de atuação do doutor Júlio Jovin, o pri-

Ramon Cardoso

Dedo na história João Carlos Rössler revive trajetória da Medicina e, por tabela, a jornada do próprio município

Programe-se O que: lançamento do livro “História da Medicina de Farroupilha”, do médico João Carlos Rössler Quando: neste sábado, das 15h às 18h Onde: Clínica Rössler: Diagnóstico por Imagem (Rui Barbosa, 12) Quanto: a obra estará sendo comercializada a R$ 50,00

meiro médico da localidade. Depois veio o doutor Sílvio Petinelli e, mais tarde, o farmacêutico Dionísio Cibelli instalou a Farmácia, em 1920, e o Hospital Cibelli, em 1924. Instituição que foi adquirida em 1957 pelo pai, Jayme Romeu Rössler, que também foi prefeito, entre 1951 e 1955, e faleceu em 2000. João Carlos foi diretor clínico do Cibelli durante três décadas e até hoje mantém consultório em frente à antiga instituição de saúde. “Não imaginava que era tão difícil escrever um livro. Mas foi algo muito prazeroso, isso eu posso garantir. Procurei entrar em detalhes, na história da sociedade médica, de pacientes, das famílias tradicionais que viviam em Farroupilha. A obra começa há mais de 100 anos e avança até o final do século passado, com ênfase nos anos 60, 70”, ressalta João Carlos, formado em Medicina na Faculdade de Ciências Médicas da PUC do Paraná, em 1965. “Acredito que a comunidade irá gostar e espero que seja apenas um ponto de partida para que a sociedade médica que me sucedeu dê continuidade”, comentou o médico, que também informou que os recursos obtidos com a venda do livro serão revertidos a uma entidade assistencial farroupilhense. Uma ótima oportunidade de mergulhar em um passado da cidade e, de quebra, auxiliar quem precisa.


Compromisso com a Cidade. Compromisso com Você

FARROUPILHA, 26 DE ABRIL DE 2019

Peeling e seus ben manter uma pele j Equipe Espaço da Beleza *

O

peeling estimula a renovação das células da pele através de uma descamação controlada com o uso de substâncias químicas ou de métodos físicos, como a dermabrasão ou o peeling de diamante. O procedimento pode ser utilizado para clarear manchas e sinais resultantes da acne, além de atuar no tratamento de rugas e linhas de expressão. Como o peeling age e seus benefícios Diferentes tipos de peeling podem agir na sua pele de maneiras distintas, por isso a importância da avaliação de cada pele exige um cuidado especial para deixá-la mais bonita e uniforme. Um bom peeling diário é capaz de reduzir manchas, rugas, sinais e lesões, melhorando a aparência da pele. Os procedimentos podem agir de maneira superficial, média ou profunda. * O peeling superficial atinge apenas a epiderme e é indicado para o tratamento de manchas e melasmas, além de prevenir cravos e espinhas; * Peeling médio é indicado para amenizar rugas e marcas mais profundas. Muito eficaz para peles enrugadas e na correção de sinais de acne; * Peeling sequencial: não escama, devolve viço e luminosidade à pele dia após dia. Cuidados antes e após o peeling Alguns tipos de peeling requerem cuidados prévios, que podem interferir diretamente nos resultados finais do procedimento. Então, prepare sua pele com nossas dicas de cuidados

antes e após o peeling. Para aplicar agentes químic limpa e desengordurada. Se vo o objetivo de clarear manchas combinado pode garantir melho Após o peeling, aposte no primeiros dias depois do proce posição ao sol sem proteção, solares para peles sensíveis. Para reduzir a sensibilidade ladas de chá de camomila po produto que gere ardência dev no período de sete a 10 dias ap Mitos e verdades sobre o pe Procedimentos estéticos es por isso vamos esclarecer algun Só o rosto pode receber o p já que qualquer área do corpo q tratada com ele. No entanto, o do no rosto pois trata rugas e l rejuvenescimento facial. Outra dúvida bem frequente no inverno. É mais recomenda nessa época do ano, pois a exp vamos à praia ou piscina com f Após o peeling químico, por e exposição ao sol durante 10 dias entanto, nada impede que você


Compromisso com a Cidade. Compromisso com Você

FARROUPILHA, 26 DE ABRIL DE 2019

nefícios para jovem e saudável

e e a ardência, compressas geodem ajudar bastante. Qualquer ve ser removido imediatamente pós o peeling. eeling stão sempre rodeados de mitos, ns sobre o peeling. peeling químico? Isso é um mito, que contenha manchas pode ser procedimento é bastante utilizalinhas finas, proporcionando um

e é se ele pode ser feito apenas ado que você faça o tratamento posição solar é menor, já que não frequência. exemplo, é recomendado evitar a s, o que é mais difícil no verão. No ê faça em qualquer época do ano

Imagem: Re produção

cos, por exemplo, ela deve estar ocê for realizar um peeling com s, o uso de um creme clareador ores resultados. uso de sabonetes neutros nos edimento. Além disso, evite a exdando preferência a protetores

desde que tome os devidos cuidados, como o uso de protetor solar. Saiba mais Para encontrar mais tratamentos, peelings, dermocosméticos e outros produtos, como protetores solares faciais, para utilizar após o peeling e diariamente, entre em contato com a gente. Agende sua avaliação facial. Definimos o tipo de peeling conforme a necessidade da sua pele. * Espaço da Beleza Centro Estético Independência, 555 – Centro de Farroupilha Fone (54) 3268-5511 WhatsApp: 981.195.645 Fan Page: Espaço da Beleza


Compromisso com a Cidade. Compromisso com você.

FARROUPILHA, 26 DE ABRIL DE 2019

opinião

O avanço tecnológico no atendimento em saúde no Brasil Fernando Soares *

O

Brasil possui serviços de saúde e bem-estar gratuitos disponíveis em todo o território nacional, concomitantemente à disposição do usuário as opções privadas. Além de soluções às suas dores, esses usuários buscam atendimento rápido, tratamentos humanizados por parte dos médicos e procedimentos modernos. Mas o que é encontrado não é, infelizmente, o serviço perfeito. Pensando na saúde suplementar no Brasil, os motivos que fazem do sistema nacional algo insatisfatório para a maioria da população são vários. Lidera a longa espera para marcar uma consulta, seja em clínicas particulares ou públicas, seguida pelo descaso durante o processo de check-in, conferência e validação do plano de saúde; e a postura médica, já que os processos, geralmente, não

são tão humanizados. É para trabalhar falhas como estas que o mercado das chamadas health techs (startups da área da saúde) tem ganhado espaço. Atualmente, segundo dados da Associação Brasileira de Startups, há 238 startups no Brasil com foco em produtos para saúde e bem-estar, disponibilizando soluções diversas. É uma tendência que se materializa na abertura crescente das instituições de saúde às ferramentas tecnológicas, como comprovado pela pesquisa CM Search 2018, realizada por nós e colhida com 198 profissionais do campo sobre a administração, prestação de serviços e modernização de entidades médicas ao redor do Brasil. Entre as respostas, uma chama atenção: 68,6% dos entrevistados acreditam que só é possível agregar valor em saúde por meio do fator tecnológico. É fato: a tecnologia afeta diretamente o atendimento e tratamento dos pacientes, a começar pela sala

de espera. Softwares de agendamento online e check-in automático, por exemplo, tornam a experiência do paciente mais ágil, além de cooperar para sua independência dentro dos hospitais. O fenômeno da Telemedicina também tem muito a acrescentar, já que os profissionais de saúde podem tomar decisões mais assertivas com base nas informações geradas pelos dispositivos. Dentro dos laboratórios, a tecnologia ajuda a identificar os resultados com maior precisão e automatizar processos que a mão humana demoraria muito para fazer. Segundo a Forbes, para 2019, o esperado é que os avanços mais significativos no campo da Medicina venham da inteligência artificial, machine learning e deep learning, enquanto a consultora IDC já adianta: haverá um aumento de 44% nos investimentos nessa área nos próximos 12 meses. É um caminho benéfico e sem volta. As health techs surgem para

identificar o que o sistema de saúde precisa e desenvolvê-lo. Felizmente, a aposta dos investidores no ramo tem sido consequência de um mercado que aceitou bem os softwares e plataformas tecnológicas, já que o cenário brasileiro sempre foi marcado por suas limitações. A entrada de startups de saúde em cena, nesse sentido, tem representado a chance do segmento se atualizar, entregando uma experiência melhor para o paciente. Ao final, todos agradecem: quem marca uma consulta e a realiza mais rápido, o médico, que identifica melhor os problemas com base na tecnologia, e o gestor de saúde, que desafoga parte dos setores do hospital graças ao tech. Ou seja, uma cadeia positiva, em que a saúde e a boa experiência ficam no foco onde sempre deveriam estar. * CEO da CM Tecnologia, startup de health tech especialista na Jornada do Paciente


Literatura

No Dia Nacional do Livro Infantil, projeto Leitura Solidária repassa 200 obras à Teotônio Vilela Página 5

Inside

TeaTro

Paulinho Serra no placo do Caverna Comediante, que já fez parte da MTV e da Globo, estará em Farroupilha nesta sexta, às 22h, e restam poucos ingressos

O

Caverna Comedy Club irá receber nesta sexta, às 22h, um dos comediantes mais reconhecidos no Brasil: Paulinho Serra. Os ingressos para curtir o show estão sendo comercializados no valor de R$ 35,00, para área vip em frente ao palco, e R$ 30,00 para o salão. Podem ser adquiridos no site sympla.com.br, pelos fones 996.193.726 ou 34011000. Restam poucas unidades devido à grande procura. O ator Paulinho Serra já viajou o País juntamente com Eri Johnson, formando a dupla “Eri & Serra”, onde ganhou experiência na comédia. O humorista criou personagens apos-

tando no improviso, criando shows únicos. O primeiro espetáculo, que começou em São Paulo, chamou a atenção sobretudo pelo personagem Traficante Viado, se tornando um dos primeiros virais brasileiros, com 3 milhões de visualizações em um curto espaço de tempo. Com o trabalho reconhecido, Paulinho Serra recebeu convites para participar da novela das oito da Rede Globo de Televisão, Duas Caras, do programa Pânico na TV e na MTV, onde apresentou o Quinta Categoria. No cinema, Serra também participou de Os Normais 2, Mato Sem Cachorro e Copa de Elite. O Caverna fica localizado na rua da República, 445, subsolo. A abertura do bar será às 20h.

Programe-se O que: stand up comedy com Paulinho Serra Quando: nesta sexta, às 22h Onde: Caverna Comedy Club (República, 445, subsolo) Quanto: área vip R$ 35,00 e salão R$ 30,00, ingressos que podem ser adquiridos pelo site sympla.com.br

Gastronomia

Procura recorde marca o início das vendas dos ingressos para a 9ª edição do Festival do Moscatel Páginas 8 e 9

Talento nacional Paulinho Serra estará nesta sexta no Comedy Club farroupilhense Div

ulg

açã

o


Inside

2

FARROUPILHA, 26 DE ABRIL DE 2019

Cinemas Shopping Iguatemi (RST-453, quilômetro 3,5) Cinemas Imagem: Reprodução

GNC 1: Dumbo (dublado) - às 13h30min GNC 1: Shazam! - às 16h e 21h30min (legendado), 18h50min (dublado) GNC 2: A Maldição da Chorona - às 13h10min (dublado) e 22h10min (legendado) GNC 2: Vingadores: Ultimato - às 15h10min (dublado) e 18h40min (legendado) GNC 3: De Pernas pro Ar 3 - às 14h (com legenda descritiva), 16h40min, 19h20min e 21h50min GNC 4: Vingadores: Ultimato - às 13h20min e 20h40min (dublado e em 3d), 17h e 0h10min (legendado e em 3d) GNC 5: Vingadores: Ultimato - às 14h20min (legendado), 18h10min e 21h40min (dublado) GNC 6: Superação: O Milagre da Fé (dublado) - às 13h45min GNC 6: Vingadores: Ultimato - às 16h15min e 0h15min (dublado), 20h (legendado) Ingressos: segunda e quinta (exceto feriado e Carnaval) a R$ 24,00 e R$ 30,00 (salas 3d); terça e quartas (exceto feriado e Carnaval) todos pagam meia entrada; sexta a domingo e feriado a R$ 28,00 e R$ 34,00 (salas 3d). Meia entrada todos os dias para menores de 18 anos e maiores de 60 (mediante apresentação de identidade), estudantes (mediante apresentação de Carteira de Identificação Estudantil), pessoas com deficiência (com documento que a comprove), cliente Movie Club Preferencial (cartão verde fidelidade GNC).

Shopping San Pelegrino (Avenida Rio Branco, 425) * Obs: o site do Cinépolis traz apenas os horários dos filmes, mas não informa em qual sala serão exibidos A Maldição da Chorona (dublado) - às 22h De Pernas pro Ar 3 - às 19h30min Vingadores: Ultimato - às 19h e 22h45min (dublado), 17h15min, 18h30min, 21h e 22h15min (dublado e em 3d), 17h45min e 21h30min (legendado), 20h (legendado e em 3d) Ingressos: nas salas tradicionais, segunda a quarta (exceto feriado) a R$ 23,00 e R$ 11,50 (meia); quinta (exceto feriado) a R$ 25,00 e R$ 11,50 (meia); sexta a domingo e feriado a R$ 26,00 e R$ 13,00 (meia). Nas salas 3d, segunda a quarta (exceto feriado) a R$ 29,00 e R$ 14,50 (meia); quinta (exceto feriado) a R$ 29,00 e R$ 15,00 (meia); sexta a domingo e feriado a R$ 32,00 e R$ 16,00 (meia).

Sala de Cinema Ulysses Geremia (Luiz Antunes, 312) Um Amor Inesperado - quinta a domingo às 19h30min Ingressos: R$ 10,00 e R$ 5,00 (estudantes e sênior)

Capítulo final Conclusão da saga da Marvel encerra 11 anos, chega ao 22º filme e, com direção dos irmãos americanos Joe e Anthony Russo, monopoliza atenções das salas de cinema em estreia mundial


Inside

FARROUPILHA, 26 DE ABRIL DE 2019

3

Exposição

Técnica e amor pela ilustração “Arte Final: Desmistificando o Dom”, exposição de Luís Burlani e Beatriz Kaiber segue até dia 17 de maio na Casa de Cultura criativo que se desenvolve como qualquer outra habilidade: com exercício, estudo, muitas horas de trabalho e claro, gosto pela arte”, declara Rosana. Luís, de 14 anos, sempre foi apaixonado por desenhos, sendo uma de suas ocupações prediletas, mas foi há poucos anos que decidiu se dedicar e estudar técnicas praticamente de forma autônoma. Com Beatriz, de 15, a história não foi diferente. Amante de artes a garota já estudou música, mas a paixão foi quando descobriu as ilustrações e começou a aperfeiçoar suas técnicas há quatro anos. No total são 31 obras que integram o projeto, todas desenvolvidas pelos estudantes durante os últimos anos. A exposição segue aberta até dia 17, de segunda a sexta, das 8h às 12h e das 13h às 19h, na Casa de Cultura (República, 172).

Fotos: Yasmin Signori Andrade

I

lustrações de Luís Gustavo Burlani e Beatriz Kaiber compõe a mostra “Arte Final: Desmistificando o Dom”, aberta quinta na Casa de Cultura. Luís, aluno do 9º ano do Antonio Minella, e Beatriz, estudante do 1º ano do Ensino Médio no São Tiago, usam técnicas de desenho e pintura para retratar personagens de histórias em quadrinhos, do mundo da ficção e ídolos do universo pop. O amor pelo desenho foi percebido pela professora de Artes, Rosana Concer, e pela diretora Daiana Tonin Nunes, da Escola Municipal Antonio Minella, onde os alunos estudaram durante o Ensino Fundamental. Juntos, estudantes e docentes decidiram abrir a mostra, em espaço cedido pela Casa de Cultura, para desmistificar a arte como um dom. “A ideia é mostrar que não é um talento, e sim um processo

Luís Gustavo Burlani Sempre amou desenhar e no ano passado chegou a ganhar o concurso que escolheu o mascote do Departamento de Controle e Proteção Animal de Farroupilha Arquivo Pessoal

Programe-se O que: Exposição “Arte Final: Desmistificando o Dom” Quando: até 17 de maio, de segunda a sexta, das 8h às 12h e das 13h às 19h Onde: Casa de Cultura (República, 172) Quanto: entrada franca

Beatriz Kaiber Aluna do São Tiago, a artista de 15 anos se aprofundou no estudo de ilustrações há apenas quatro anos


Inside

4

Gustavo Pimentel

gustavospimentel@yahoo.com.br

Nos últimos dias, o Brasil acompanhou perplexo os atos de censura por parte do Supremo Tribunal Federal (STF) à publicação da Revista Crusoé que revelou, com base em documentos constantes na delação premiada de Marcelo Odebrecht, que a pessoa que consta em diversos e-mails da empreiteira Odebrecht como sendo “o amigo do amigo do meu pai” é o ministro Dias Toffoli. Por ordem de Toffoli, que atualmente ocupa o cargo de presidente do STF, o ministro Alexandre de Moraes foi designado para presidir um inquérito instaurado de ofício para apurar supostas fake news envolvendo ministros do Supremo. De início, deve-se destacar que o Supremo não tem competência para instaurar inquérito. A única exceção prevista no regimento interno do STF, que a meu ver inclusive não foi recepcionada pela Constituição de 1988, refere-se a crimes cometidos nas dependências do Tribunal, o que não é o caso. Porém, rasgando a Constituição e o sistema acusatório, que vigora no nosso processo penal, Dias Toffoli decidiu instaurar o inquérito. Uma das principais balizas do sistema acusatório é separar as funções de acusar, defender e julgar. É por isso que, em regra, temos a polícia para investigar, o Ministério Público para acusar, as defesas privada ou pública para defender e, finalmente, um juiz imparcial que julgará a lide. No caso do Inquérito 4781, o próprio Supremo fez a instauração, designou o seu relator (sem sorteio), determinou a produção de provas, decidiu sobre medidas cautelares – como foi o caso da censura à publicação da Crusoé e dos mandados de busca e apreensão – e, depois de tudo isso, se houver denúncia ou queixa-crime, ainda realizará o julgamento do processo para decidir se foi praticado algum crime contra os seus ministros! Não é por outra razão que o sistema em que as figuras do acusador e do julgador se misturam é chamado de inquisitorial. Esse inquérito, se é que deveria existir, deveria tramitar junto à Polícia Federal e, como nenhum dos suspeitos revelados até o momento possui foro por prerrogativa de função, o juiz responsável por julgar seria o de 1º grau, jamais um Tribunal Superior. O fato é que não há, sob nenhum aspecto, como justificar o que aconteceu. É um completo absurdo, em todos os sentidos. Afinal, o sistema de tripartição de poder idealizado por Aristóteles e tão bem delineado por Montesquieu, naquilo que ficou conhecido como o sistema de freios e contrapesos, em que um Poder fiscaliza e ao mesmo tempo é fiscalizado pelo outro, foi burlado pelo Judiciário, que criou para si uma competência não prevista em lugar algum, gerando um anacronismo no sistema. Fica em toda a população a sensação de insegurança institucional, afinal, até mesmo a ordem emanada do Ministério Público para o arquivamento do inquérito foi ignorada pelo Tribunal. Ou seja, a mais alta Corte de Justiça do País, responsável pela guarda da Constituição, autoproclamou-se competente para adotar medidas cautelares que se revestem de atos de censura, além de investigar, acusar e julgar qualquer pessoa que fale mal dos seus ministros. Bem-vindos à ditadura do Judiciário! * Advogado

Agenda

SEXTA

Divulgação

A ditadura do Judiciário e a Suprema lambança de Toffoli e Moraes

FARROUPILHA, 26 DE ABRIL DE 2019

1º Aniversário Wild Beer Wild Beer (Gonçalves Dias, 73), às 20h Samba e pagode com Juh Moreira Chopperia Chopana (Francisco Baretta, 512), às 21h Carpe Vita: Vale dos Vinhedos Weekend Eventos Marco Luigi (Estrada do Vinho, RS 444, nº 300, Bento Gonçalves), às 22h

SÁBADO Stand up Elas por Elas: Noite das Mulheres Caverna Comedy Club (República, 445, subsolo) às 22h We Love Tequila Tour: Arriba Muchachas Boteco do Chá (Rômulo Noro, 555), às 23h30min

DOMINGO Festival Viva Muinho Muinho Club (Mal. Floriano Peixoto, 190), às 14h30min

TERÇA Rolezão do Trabalhador: Free Pass até 0h Muinho Club (Mal. Floriano Peixoto, 190), às 23h


FARROUPILHA, 26 DE ABRIL DE 2019

Inside

Literatura

Projeto Leitura Solidária entrega 200 obras infantis para a Escola Teotônio Vilela Gabriel Venzon

Promovendo interesse Projeto do vereador Tiago Ilha busca fomentar a busca das crianças pela Literatura: Escola Teotônio Vilela foi a primeira a receber doações

O

Guilherme Macalossi cisperter@hotmail.com

Formando novos leitores

projeto Leitura Solidária, de autoria do vereador Tiago Ilha (PRB), foi lançado em janeiro deste ano. A ação visa destinar livros que estão sem uso ou já foram utilizados para doação. No Dia Nacional do Livro Infantil, celebrado em 18 de abril, o vereador realizou a primeira entrega de obras recebidas no projeto. A Escola Municipal Senador Teotônio Vilela foi contemplada com 200 livros infantis para crianças do 1º ao 3º ano, todos adquiridos por meio de doações. A ação chegou até a Teotônio Vilela a partir do interesse demonstrado pela Escola em adquirir as obras lieterárias. “Me sinto feliz com esse projeto. Ver o sorriso no rosto de cada criança, incentivar o acesso à leitura e ao imaginário que o livro proporciona foi gratificante”, ressalta o vereador. O Leitura Solidária recebe doações de qualquer

5

obra de Literatura. Após, a Câmara de Vereadores analisa as condições de uso e realiza uma filtragem. As obras são catalogadas e separadas por temática e faixa etária, o que não é possível utilizar vai para a reciclagem. O intuito é promover o hábito da leitura com o compartilhamento do conhecimento. As entidades que tiverem interesse em receber o material deve estrar em contato com o Legislativo pelo fone 3261-1136. O repasse é realizado conforme a demanda das entidades. Já foram 1.200 exemplares recebidos desde o início do ano. O projeto conta com pontos de coleta na Casa Legislativa (Júlio de Castilho, 420), no Ceac (14 de Julho, 713) e na Prefeitura (Praça da Emancipação, s/nº). Ao longo deste mês, Ilha planeja seguir distribuindo os livros recebidos, além de propor uma doação ao ar livre, onde as pessoas que passarem pelo local poderão receber um livro ou deixar uma doação. A ação será feita no Centro da cidade com data ainda a ser definida.

A herança do governo Tarso é um fardo pesado É comum que alguns analistas avaliem a situação das contas públicas do Rio Grande do Sul como consequência de nossa “história”, e que isso não deveria ser debitado “na conta de nenhuma administração em particular”. Questiono, portanto: se essa afirmativa é verdadeira, por que Yeda Crusius conseguiu zerar o déficit durante sua gestão? A resposta me parece óbvia: as escolhas. A ex-governadora optou por imprimir um modelo de gestão que priorizasse a responsabilidade. No exercício de 2007, o primeiro de Yeda no Palácio Piratini, o Estado apresentou R$ 954 milhões de superávit primário. Em 2008, por sua vez, o Rio Grande do Sul atingiu o equilíbrio financeiro após décadas de resultados negativos. Ao término de seu mandato, a então governadora deixou um saldo positivo de R$ 3,6 bilhões no Caixa Único, além de pagamentos em dia. Passados nove anos, parece que nada disso aconteceu. Para entender o atual momento do Rio Grande do Sul é preciso observar as políticas públicas implementadas durante o governo de Tarso Genro, que sucedeu Yeda no comando do Estado. Sob a administração do petista, foram concedidos reajustes salariais totalmente incompatíveis com as finanças estaduais, resultando na ampliação da folha de pagamentos, que foi de R$ 10,5 bilhões em 2010 para 27 bilhões em 2017. Ao mesmo tempo, usou os depósitos judiciais como fonte de receitas, sacando R$ 7,337 bilhões entre 2011 e 2014. Em suma: assumiu compromissos onerosos que não tinham fonte de receita e usou recursos alheios de modo a bancar os gastos que foram gerados. Quando José Ivo Sartori assumiu o governo, encontrou uma situação bem diferente daquela recebida por Tarso em 2010: um déficit orçamentário de R$ 5,4 bilhões, o pior desde 1987. Tudo o que conseguiu fazer durante seu mandato foi gerenciar o caos. Mesmo assim, Sartori aprovou a Lei de Responsabilidade Fiscal Estadual, extinguiu órgãos públicos e começou o processo de adesão do Rio Grande do Sul ao pacto de renegociação da dívida com a União. É confortável responsabilizar a “história do Estado” pelas nossas agruras econômicas. Afinal, trata-se de um culpado genérico. Difícil é apontar aqueles que, tomando decisões objetivas, contribuíram para nossa situação presente. É inegável que, apostando em uma política de investimentos públicos sem âncora real, o governo de Tarso Genro legou um fardo pesado que continua repercutindo de forma negativa. * Redator e radialista


Arquivo Pessoal

N

Weekend

este final de semana o Vale dos Vinhedos sedia a Carpe Vita, festa já conhecida na Serra Gaúcha. A programação tem início na sexta, com um evento intimista a partir das 22h no Centro de Eventos Marco Luigi, em Bento Gonçalves. No sábado, no mesmo espaço rola um Sunset, que contará com performances artísticas. Mais informações estão no evento do Facebook.

Josiele Tonin curte férias pela Austrália e Nova Zelândia. Na foto, visita a cidade de Melbourne

G a n

gru

Futuro

Acontece nesse sábado o terceiro Encontro Público do Farroupilha 2020-2040. O projeto reúne cinco profissionais de diversas áreas para um debate sobre o futuro da cidade. Nesta vez o tema será “A Importância do Esporte e Lazer para a Qualidade de Vida”. O encontro ocupará o Muinho, a partir das 15h. Todos estão convidados! Veja mais na Editoria de Cidade, página 10.

Ao Entardecer

Divulgação

Arquivo Pessoal

A Sede Social do Recreio da Juventude (Pinheiro Machado, 1762, em Caxias do Sul) recebe neste domingo o Quinteto de Metais da Orquestra Sinfônica da UCS. A Grande Muralha de China, apresentação que faz parte dos Concertos ao Entardecer, inicia às 18h. A entrada para assistir ao show é franca, mas a sugestão é a doação de alimentos não perecíveis que serão destinados ao Lar da Velhice São Francisco de Assis.

Rodrigo Brumelhaus e Kelly Speth con da Casa Milano, que reuniu muita ge

Brechó

Fique por De

No dia 11 de maio acontece ma do Espaço Despertar. A ação visa manutenção do espaço holístico e a na rua 3 de Outubro, 199. Os inter as peças no dia, a partir das 9h.

4 anos

As amigas Gabriela Pozza e Daniela Laura Picolo curtiram o feriadão nas belas paisagens do Uruguai. Na foto, visitam a Casa Pueblo

O fotógrafo Cristiano Oliveira comemorou seu aniversário ao lado do namorado Vanderlei Borges, no Boteco do Chá, no final de semana

O projeto de música eletrônica Me, liderado pelos DJ’s Cris D. e M anos de atuação. Para marcar a d festa no dia 4 de maio, no Muinho da noite será o DJ nacional L_cio.


Jose Zignani

Gustavo Weirich e Liziane Ferronato trocaram alianças no sábado, com cerimônia religiosa na Igreja Nossa Senhora da Paz, no Balneário Atlântida. Após, recepcionaram expressivo upo de convidados na Sociedade dos Amigos do Balneário de Atlântida, com decoração e cerimonial assinado por Anderson Salvador

Juliano Conci

Junior Machado

nferiram a festa de inauguração ente bonita no último sábado

entro

ais uma edição do Brechó arrecadar fundos para a acontece no próprio local, ressados podem conferir

a farroupilhense Beat On Mau Maioli, comemora 4 data, será realizada uma Club. A atração principal

Luana da Costa e Viviana Burnier no pagode do grupo Sem Razão, que anima o Muinho aos domingos


Inside

8

Egui Baldasso e.baldasso@gmail.com

Lágrima é recado simples de que o corpo não bastou Eu sou um fã declarado do exagero. De quase tudo. Sentimentos, momentos extremos. Controle e limites sempre foram algo que contaram com minha cara amarrada. O Egui criança sofreu muito nas mãos desses carrascos da criatividade humana. Mas a idade e os tombos que a falta de ambos acarretaram-me fizeram entender que precisam existir, ainda mais se envolve outros corações. Todavia, quando a escolha cabe somente a mim e ao que corre comigo no peito, a vida é, dia a dia, um grande exagero. Gosto do flerte com a sorte, o passo antes do azar. De esgueirar-me pela linha tênue que divide razão e sanidade. Quase tocar o imponderável e, quando inevitável, perder-se por completo dentro dele. Amar demais, sentir demais. Transbordar o copo, o prato, o corpo. E encher todos de novo. Colocar três dias numa noite, quatro vidas numa aposta. É claro que a vida cobra caro às vezes. A ressaca foi inventada justamente para te lembrar da frase ‘pra que tanto’. Um coração quebrado te faz lembrar rapidinho que paixão desmensurada tem lá seus efeitos. E quando ele racha, em filme ou na dura realidade, um elemento me cativa. Pesada, se precisa pesar. Leve, quando surge pra acalmar. Escorre sempre para baixo, na alma que precisa chegar. Lágrima. O recado simples de que o corpo não bastou. De que a pele transbordou. Não coube na alma tamanha alegria, tristeza, luto, desespero. Amor. Não há lágrima, significado maior do exagero, que não venha carregada do mais nobre sentimento que já nos deixaram viver. Amor. Puro e doce. Forte e que maltrata. Único e que salva. E que faz cada lágrima valer a pena. Sou de uma família de chorões, por isso preciso admitir que sou um deles também. Seu Baldasso não perdia uma oportunidade de lavar os olhos. Meu avô emocionava-se até com a flor crescendo no jardim. Minha mãe cai em prantos, por vezes, sem nem saber o porquê. A lágrima tem disso também. Nem sempre explica (ou pede explicação). Brota, grita rosto afora. Escorre por um caminho que conhece desde o primeiro segundo nesse mundo. Vem sem medo, sem chance de volta. E se joga num ímpeto de dar inveja em noutras reações que criamos. Nunca passa em vão. Sozinha ou com um mar de companhia, marca toda vez aparece. Ninguém que secou uma lágrima nossa poderia ter o direito de nos fazer arrancar próximas, que não fossem de felicidade. Isso deveria estar escrito em algum tipo de código de ética e conduta entre seres humanos, caso um dia o escrevessem. Aos que não fazem parte do time dos chorões, eu só tenho a deixar meu lamento. Alguns nem conseguem, faz parte de cada sentimento. Somente o coração sabe o que carrega e quando é a hora de esvair-se em lágrimas. O que invariavelmente acontece, pode acreditar. Mas aos que seguram emoção e choro para demonstrar força, orgulho ou algo que o valha, só observo. Forte mesmo é o rosto sustenta cada lágrima, mas não perde um motivo para sorrir, esperando as inevitáveis próximas. * Jornalista e escritor

FARROUPILHA, 26 DE ABRIL DE 2019

Gastronomia

Garanta seu ingresso para Tradicional evento, que inicia em agosto, terá um sábado a mais neste ano e já é possível garantir a entrada para curtir a atração

A

9ª edição do evento enogastronomico farroupilhense vai acontecer nos dias 31 de agosto, 6, 7, 13, 14, 20 e 21 de setembro, das 20h à meia-noite. Ele acontece no Centro de Eventos Mário Bianchi (Arno Domingos Busetti, s/nº), no Parque Cinquentenário. O lançamento oficial do Festival aconteceu no último dia 17, na sede da Associação Farroupilhense de Produtores de Vinhos, Espumantes, Sucos e Derivados (Afavin). A apresentação foi feita pelos realizadores: Prefeitura Municipal de Farroupilha, por meio da Secretaria de Turismo e Cultura, e Afavin. A proposta segue a mesma, servindo à vontade cardápio diferenciado e cerca de 40 rótulos de bebidas de excelência fornecidas pelas vinícolas que integram a Afavin: Adega Chesini, Basso Vinhos e Espumantes (Monte Paschoal), Casa Perini, Cave Antiga Vitivinícola, Cooperativa Vinícola São João (Vinhos Castellamare), Vinhos Cappelletti, Vinícola Colombo e Vinícola Tonini. O cardápio será elaborado pela chef Janete Canello com execução da equipe Dirceu Dalla Riva. Em janeiro, Farroupilha foi agraciada com o título de Capital Nacional do Moscatel, em lei sancionada pelo presidente da República. O objetivo do Festival, agora mais que nunca, é promover o município na enogastronomia. Na última edição recebeu público de seis Estados e cerca de 70 cidades, projetando Farroupilha turisticamente. Os valores dos ingressos para aproveitar o Festival podem ser conferidos ao lado e devem ser adquiridos na Secretaria de Turismo e Cultura de Farroupilha (Cel. Pena de Moraes, 566), pelo fone

Evento para reunir amigos Jantar e bebidas de excelência no 9º Festival do Moscatel

3261-6963, e-mail turismo@farroupilha.rs.gov.br ou site sympla.com.br. Para o dia 14, sábado, os ingressos do 1º lote já estão esgotados. Conteúdo relacionado ao evento pode ser acompanhado pelo Facebook e Instagram do Festival do Moscatel.

Programe-se O que: 9º Festival do Moscatel Quando: 31 de agosto, 6, 7, 13, 14, 20 e 21 de setembro, das 20h à meia-noite Onde: Centro de Eventos Mário Bianchi (Arno Domingos Busetti, s/nº, bairro Cinquentenário)


FARROUPILHA, 26 DE ABRIL DE 2019

Inside

Gastronomia

Ingressos Sextas: 1º lote R$ 140,00 e 2º lote R$ 150,00 Sábados: 1º lote R$ 160,00 e 2º lote R$ 170,00. Dia 14, 1º lote já esgotado. * Menores de idade, independentemente do lote, de 12 a 17 anos, R$ 85,00; de 7 a 11 anos, R$ 55,00; e crianças até 6 anos têm entrada franca * O ingresso dá direito ao cardápio e às bebidas, à vontade, e a uma taça personalizada do evento.

Lauro Edson Da Cás ldacas@hotmail.com

o 9º Festival do Moscatel Assessoria de Imprensa da Prefeitura

9

Bebidas Espumante Moscatel, Frisante Moscatel, Vinho Moscato, Espumante Brut, Vinhos Finos (tintos e brancos), Suco de Uva (tintos e brancos) e água.

Cardápio Aperitivos: salame, copa, pães, queijos de moscatel, colonial, parmesão e gruyère, pasta de berinjelas com ervas finas, geléia de uva e uva de mesa. Entradas: salada colorida com alface verde, tomate seco, palmito, azeitona preta e lascas de parmesão; maionese vegana com batata, maçã, temperos e maionese de castanhas, azeite de oliva, alho e mostarda; quinoa em grãos com cubinhos de cebolas tostadas, tomate, pimentões, uvas passas e amêndoas laminadas; salada mix com brotos de alfafa, salsinha, abobrinha, tomate cereja, cenoura e pimentão amarelo. Pratos Principais: costelinha suína ao molho barbacue, filé de frango ao molho caprese e medalhões de filé mignon ao molho de cogumelo fresco. Acompanhamentos: mac and cheese com cheddar, penne tricolor ao molho italiano, arroz com espumante, uvas passas e mix de nozes e castanha de caju, risoto de tomate seco e alcachofra e escondidinho de aipim com carne seca. Sobremesas: cassata de leite condensado e coco com farofinha de nozes, chantilly com morangos picados e merenguinhos, taças de ganache com bombons picados, pirâmide de brownie, cheesecake desconstruído, tiramissu e trufa.

As tempestades são inevitáveis Recentemente fomos premiados com aquele ‘tapete de gelo’ que desabou por nossa cidade e região. Para ser mais direto, este gelo ocasionou consideráveis perdas em nosso interior (principalmente) e em várias residências, estabelecimentos, carros, entre outros. Tristemente, hoje ainda, muitos ainda não acreditam que aquela produção (safra), prestes a ser colhida, foi totalmente perdida por causa deste fenômeno do clima. E as tantas outras tempestades em nossa vida? Através de pesquisas, ensaios e, em última análise, de estudos profundos, muito se afirma que grande parte daquilo que somos fora determinado pelas tempestades que vivenciamos. Mais que ficarmos estagnados nos aspectos negativos, o aprendizado (experiência) causado por tais tempestades nos levaram e/ou nos moldaram naquilo que somos hoje. Por vezes, o efeito pós-tempestade proporciona certas mudanças que se tornam aprendizado e nos edificam para melhor. É certo que, num primeiro instante, o choque é devastador. Se chora e se sente falta, na maioria das vezes, de como se vivia antes disso. As angústias, a experiência desagradável da perda, entre outras reações, se aglutinam em nosso ser. Entretanto, mesmo sem percebermos, torna-se inevitável ter tal experiência na vida, que por sinal, nos fazem sair derrotados ou fortalecidos. Escolha. A nossa personalidade, pois cada um não é igual a ninguém, vai se formando e se moldando com as decepções e também com aqueles acontecimentos desagradáveis. Esses fatores não podem ser ignorados, pois essas coisas se tornam elementos propulsores para a resiliência, no sentido mais puro do seu significado que é “a capacidade de se recobrar facilmente ou se adaptar à má sorte ou às mudanças”. De maneira paradoxal, é justamente passar por isso (tal tempestade) que nos traz de volta à vida! Muitos sábios e mais experientes celebram a alegria e o sabor de viver com a célebre frase/pérola, “se a vida fosse calma e fácil, não seria vida”. De fato, é afirmativo dizer que as tempestades transformam. A instabilidade do tempo torna-se lição para entendermos a instabilidade de nosso viver. Como na natureza, a instabilidade da vida nos rodeia e nos envolve seguidamente, por exemplo: nas incertezas, dificuldades e conflitos que surgem, por vezes, inesperadamente. Alguém pode questionar: mas a estabilidade? Diante de tantas situações (tempestades), a estabilidade é mais mito do que outra coisa. Ciente disso, o sujeito poderá até enfrentar toda e qualquer mudança na vida. Ao contrário, não entendendo e não compreendendo isso, o resultado é o sofrimento provocando, inclusive, inúmeros distúrbios psicológicos. A beleza e o colorido da vida estão, de fato, nas atitudes e/ou na maneira em que cada sujeito se desenvolve perante as situações boas ou ruins. As mudanças são inevitáveis e transformadoras. Enfim, o escritor japonês Haruki Murakami, afirma: “Quando a tempestade tiver passado, mal te lembrarás de ter conseguido atravessá-la, de ter conseguido sobreviver. Nem sequer terás a certeza de a tormenta ter realmente chegado ao fim. Mas uma coisa é certa. Quando saíres da tempestade já não serás a mesma pessoa. Só assim as tempestades fazem sentido”. * Mestre em Letras, Cultura e Regionalidade


Inside

10

FARROUPILHA, 26 DE ABRIL DE 2019

Sétima Arte

A verdade que

liberta

Baseado em uma história real, “Boy Erased” trata do sempre complicado tema que envolve a homossexualidade, especialmente em pequena cidade do conservador interior americano

J

ared Eamons (Lucas Hedges) tinha uma vida tranquila em uma pequena cidade do interior do Arkansas. Prestes a ingressar na universidade, sua jornada era igual de qualquer adolescente, não fosse o fato de, em certo momento, começar a sentir-se atraído por garotos. Se a questão ainda é um tabu hoje, em uma sociedade mais aberta, há cerca de 15 anos, era muito mais complicado. Soma-se a isso o fato de viver em um Estado conservador, em uma comunidade interiorana e ser filho do pastor batista Marshall Eamons (Russell Crowe), quem primeiro toma conhecimento da situação e procura extrair a verdade do filho. Ninguém tinha a menor dúvida do amor de Marshall por Jared, mas a descoberta abalava de uma forma tão pesada suas crenças que a afeição e o carinho pelo filho ficavam, de certa forma, ofus-

cados. Mais compreensiva era a posição da mãe Nancy (Nicole Kidman), no entanto, ela se submetia às ordens de Marshall, que além de não tolerar a escolha do filho, se preocupava com o que a comunidade iria pensar dele, já que ocupava uma posição de destaque dentro da igreja do Estado sulista, altamente conservador e religioso. Sem condições de dialogar, não aceitando a situação e, por conta disso, acreditando se tratar de um problema momentâneo, Marshall decide enviar o filho ao centro Love in Action. Presente em 36 Estados americanos, ele consistia em um programa de refúgio que fazia uso de métodos pouco ortodoxos para buscar a chamada “terapia da conversão”, ou seja, fazer com que o indivíduo deixasse, à força, sua homossexualidade de lado. O local era comandado com mão de ferro por Victor Sykes (Joel Edgerton), que conduzia atividades sem qualquer tipo de método científico, com base

no empirismo e, justamente por isso, colhendo resultados por vezes catastróficos. Alguns viviam no internato que existia no local, outros passavam o dia no Love in Action,

Frente a frente Jared Eamons (Lucas Hedges) questiona o método utilizado por Victor Sykes (Joel Edgerton) no Love in Action: os perigos de tratar uma escolha como doença


Inside

FARROUPILHA, 26 DE ABRIL DE 2019

11

Sétima Arte Divulgação

mas proibidos de externar o que ali acontecia. Questionado pela figura paterna sobre sua condição, Jared se submeteu ao tratamento justamente porque

ele mesmo não tinha certeza se seu desejo era natural ou um desvio de personalidade que poderia ser tratado. À medida que a terapia avança ele nota que existiam duas

alternativas: bater de frente com o método e, portanto, não ter vergonha de assumir sua homossexualidade, ou fingir estar “curado” para deixar o local o quanto antes.

Muitos optavam pela segunda alternativa, mas o jovem sabia que era uma medida apenas paliativa e que não resolveria a questão que, mais cedo ou mais tarde, teria que ser confrontada novamente. Não vai demorar muito para Jared, com o apoio materno, enfrentar seus fantasmas e, de maneira corajosa, encarar seu pai e o mundo a partir de suas escolhas. Baseado na história real de Garrard Conley, o livro teve seus direitos adquiridos para a telona, foi produzido, roteirizado, dirigido e estrelado pelo australiano Joel Edgerton e aborda um tema que é delicado em território americano, onde estima-se que cerca de 700 mil jovens tenham sido levados à terapia de conversão, ou seja, enviados pelos pais em busca da chamada “cura gay”, como se a opção sexual fosse uma doença. Há casos que levaram inclusive jovens à depressão profunda, uso de drogas e em algumas situações até mesmo ao suicídio. Um tema complexo, mas de abordagem necessária. Nos extras, o próprio Garrard fala sobre a trama, além dos atores e do diretor, em tópicos que tratam do autor do livro que inspirou a obra, da família Eamons e do voo solo de Joel Edgerton. Destaque também para, além do diretor/roteirista/produtor/ ator, o papel de destaque de Lucas Hedges, um dos grandes talentos da nova geração e, claro, para os veteranos Russell Crowe e Nicole Kidman, que atuam com uma serenidade e segurança vitais para o desenvolvimento do papel do casal Eamons.

Imagem: Reprodução

Boy Erased Direção e roteiro Joel Edgerton Gênero Drama Duração 115 minutos País Estados Unidos Ano de produção 2018 Estúdio Focus Features Perfect World Pictures Anonymous Content Distribuição Universal Pictures


12

Horóscopo Áries - 21/03 a 20/04

Os assuntos profissionais são evidenciados, principalmente para conduzir os planos com autoridades e chefia. Se você for chefe, terá que empenhar um papel mais forte e transformador. Mas é favorável uma conversa com uma pessoa próxima.

Touro - 21/04 a 20/05

Os cursos ou trâmites com documentos são necessários para que seja possível conduzir os projetos nos quais você está envolvido. É necessário se reorganizar e avaliar as atividades em grupo. Semana positiva para lidar com negociações.

Gêmeos - 21/05 a 20/06

Semana para analisar suas posições profissionais e manter as mudanças. O céu alerta sobre a forma de gerenciar as finanças. Mas é uma semana positiva para desenvolver os projetos com uma pessoa que colabora com as suas decisões.

Câncer - 21/06 a 20/07

O relacionamento passa por curas e por uma fase importante para reestruturar a troca entre vocês dois. A experiência também pode ser comercial, com sócios e clientes. O céu colabora com reuniões e com uma conversa em reserva que lhe traz soluções.

Leão - 21/07 a 22/08

A rotina e o formato de trabalho passam por curas. A semana vem com um significado positivo para o seu desenvolvimento. Essa fase é para você entender que algumas situações precisam de ajustes. Uma conversa é importante para fechar um negócio ou para divulgar informações.

Vírgem - 23/08 a 22/09

Você está em processo de amadurecimento em relação aos filhos e ao desenvolvimento dos talentos. A experiência pede curas e ressignificação. O campo profissional segue mais aberto e haverá a oportunidade de se posicionar com mais harmonia.

Libra - 23/09 a 22/10

A família e os assuntos relacionados ao imóvel passam por uma fusão importante de desprendimento e, concomitantemente, de curas. A experiência fornece crescimento por meio de posturas maduras em relação à família. Há aberturas para se expressar com uma pessoa importante.

Escorpião - 23/10 a 21/11

Existe um processo importante de amadurecimento e desprendimento das relações próximas, principalmente envolvendo parentes. Você está reeditando as relações e transformando a sua forma de pensar. Semana produtiva no trabalho e uma pessoa pode ajudá-lo.

Sagitário - 22/11 a 21/12

Semana significativa para avaliar a situação financeira e também para entender os fatores emocionais que caminham juntos e que interferem nos resultados. É uma semana para entender e reestruturar. Os assuntos do coração ficam em destaque e uma pessoa deseja conversar.

Capricórnio - 22/12 a 20/01

Você está mudando o seu campo de visão sobre si mesmo e sobre fatores externos. Está pronto para desapegar de velhos comportamentos e terá uma visão mais curativa sobre as relações próximas e sobre a sua atuação.

Aquário - 21/01 a 19/02

Semana importante para examinar suas aflições emocionais em relação ao setor material e profissional. A experiência lhe proporciona curar situações profundas do passado. A autoestima é fortalecida e o campo afetivo é aberto.

Peixes - 20/02 a 20/03

Os projetos profissionais pedem posturas fortes, mas também curativas e transformadoras. Você precisa se reorganizar e também aceitar que alguns fatos não estão sob o seu controle, mas saiba que tudo vai dar certo. Você está aberto para concluir situações financeiras.

Inside

FARROUPILHA, 26 DE ABRIL DE 2019


FARROUPILHA, 26 DE ABRIL DE 2019

SOMENTE DUAS QUADRAS DO MAR! Vende-se casa, localização central em Arroio do Sal. F. 9 9118.1642. VENDE-SE TERRENO DE ESQUINA, com 1.377m², a uma quadra da rodoviária e do Shopping Centro de Compras. Contatar através do telefone: 9 9118.1642. VENDE-SE uma CASA MISTA localizada no Bairro Pio X, a mesma já está alugada através de imobiliária por R$ 1.500,00. Tratar: (54) 9 9118.1642. VENDO MERCADO no bairro Santo Antônio, em funcionamento e com clientes fidelizados. Telefone (54) 9 9905-4768.


2

FARROUPILHA, 26 DE ABRIL DE 2019


4

CRÉDITO DE IMÓVEL LIBERADO R$ 207.660,00 com 6 pagas de R$ 1.407,47, estudo carro como entrada: compra/reformas/rural ou capital de giro. Telefones: (51) 3597-1474 ou (51) 99739-6368. CRÉDITO DE IMÓVEL LIBERADO R$ 233.617,50 com 4 pagas de R$ 1.583,41, estudo carro como entrada: compra/reformas/rural ou capital de giro. Telefones: (51) 3597-1474 ou (51) 99739-6368. CRÉDITO DE CAMINHÃO LIBERADO R$ R$ 186.479,80 com 3 pagas de R$ 2.144,52, estudo troca Telefones: (51) 3597-1474 ou (51) 99739-6368. CRÉDITO DE CAMINHÃO LIBERADO R$ 256.286,09 com 5 pagas de R$ 2.947,29, estudo troca. Telefones: (51) 3597-1474 ou (51) 99739-6368.

FARROUPILHA, 26 DE ABRIL DE 2019


Profile for Informantef Informantef

Edição 585  

Edição 585  

Advertisement