__MAIN_TEXT__

Page 1

FARROUPILHA

|

ANO XI

| EDIÇÃO 577

| 1º DE MARÇO DE 2019 |

R$ 3,00

Diretora Evandra Scottá com equipe de vendas que trabalha para consolidar ainda mais a marca de formação profissional, abrindo o ano com diversas oportunidades, de cursos técnicos a graduações EAD Matéria Especial, páginas 2 e 3, e Editorial

ECONOMIA

POLÍTICA

feiras na Alemanha e China, neste mês Página 8

Cartório Eleitoral orienta farroupilhenses abertas para quem tem mais de 50 anos Página 14 Página 13 e Editorial

EDUCAÇÃO

Projeção no mercado externo Biometria retorna e 624 títulos Para mentes e corpos ativos Casa Perini apresenta seus produtos em com risco de serem cancelados Cursos UCS Sênior estão com inscrições

Juliana Inês Casa Barbieri

Mundo Senac ao seu alcance


2

FARROUPILHA, 1º DE MARÇO DE 2019

QUALIFICAÇÃO

Senac: mundo de possibilidades Diversos cursos, de técnicos a graduações EAD, estão programados para o ano, da área da beleza à gestão e idiomas Juliana Inês Casa Barbieri

U

ma boa formação faz a diferença em qualquer currículo na hora de buscar uma vaga de emprego ou conseguir o cargo tão esperado na empresa. Uma das parceiras em oportunizar essas qualificações que abrem portas é o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) que atua na área da beleza, gestão, moda, idiomas, comunicação, informática, segurança, turismo e outras. “Houve um crescimento significativo na procura pelos cursos técnicos, por haver uma colocação rápida no mercado de trabalho. São cursos profissionalizantes, de conclusão rápida, possibilitando ao aluno uma melhor colocação ou recolocação”, explica Evandra Scottá, diretora da unidade local. Entre as vantagens em se cursar Senac, Evandra considera que os certificados têm reconhecimento nacional e os diplomas têm validação do Ministério da Educação (MEC). Com metodologia de ensino de ponta, docentes qualificados e atuantes no mercado, trabalha na linha que une teoria e prática. Em sede ampla, localizada na República, 617, no Centro, o Senac Farroupilha conta com espaços modernos e bem equipados, fazendo jus às formações que oferece. No ano passado foram mais de 3,9 mil atendimentos, entre cursos de mercado, in company, ações socioeducativas e palestras.

Venha conhecer Diretora Evandra convida para ingresso no Senac Idiomas: ensino qualificado que atende crianças, jovens e adultos

Novos cursos em 2019

Uma das novidades é o curso presencial Técnico em Finanças, que executa e monitora diversos serviços financeiros relacionados aos processos de tesouraria, captação e aplicação de recursos financeiros. A formação será disponibilizada em abril. Outros cursos são novidades na unidade local, como o de Organizador de eventos; Técnicas do serviço de recepção hoteleira; Etiqueta social em cerimônias e recepções; Vestidos de festa; Interação com Smartphone e aplicativos para maturidade e Analista de Marketing Digital em Mídias Sociais.


3

FARROUPILHA, 1º DE MARÇO DE 2019

OPORTUNIDADES

Ingresso imediato: cursos para março

V

ale ficar de olho nas formações que estão com inscrições abertas no Senac e já riscar da lista de promessas para o ano novo aquele up que falta no currículo. São nove cursos abertos para março (confira abaixo a relação completa), em diferentes áreas, destacando os de Inglês que atendem crianças, jovens e adultos, do nível iniciante ao avançado, com material didático que faz a diferença no aprendizado.

Há ainda cursos técnicos de Educação a Distância (EAD) em Administração, Design de Interiores, Guia de turismo, Informática, Logística, Meio Ambiente, Programação de Jogos Digitais, Qualidade, Recursos Humanos e Segurança do Trabalho. Todos com início em 18 de março. Para abril haverá o de Cabeleireiro Intensivo, Desenvolvimento de Líderes, Técnicas de Corte e Costura, Técnico em Finanças, Técnicas de Manicure, Pedicure e Bem-Estar e Excel Avançado. Nas formações há descontos

especiais: associados Sindilojas e Sindigêneros têm 20% de desconto; Cooperados Sicredi, funcionários Biamar, Bigfer, Grendene, Corsan e Fecovinho têm 15% de desconto; Unimed e Sismuf oferece 10%. Pagamentos à vista também tem 10% de desconto e 5% para quem tem cartão do Sesc.

Graduação EAD

Polo de graduação a distância, estão disponíveis ainda as formações acadêmicas: Tecnologia em Gestão Comercial, Licenciatura em Pedagogia, Bacharelado em Administração, Ciências Contábeis, Tecnologia em Comércio Exterior, Gestão Financeira, Gestão Pública, Gestão de Recursos Humanos, Logística, Marketing, Processos Gerenciais, Gestão Ambiental e Gestão da Tecnologia da Informação.

Cursos do Senac Farroupilha para março

Curso Informática Fundamental Office e Mobile Dicção, Desinibição e Oratória Vestidos de festa Técnicas de maquiagem Informática Fundamental e Office Mobile Alongamento de cílios Excel Avançado Formação de gerentes e supervisores Inglês para todos os níveis

Quando 11 de março a 29 de abril 11 de março a 13 de maio 15 de março a 7 de junho 18 de março a 25 de junho 18 de março a 2 de maio 20 de março a 10 de abril 22 de março a 8 de julho 27 de março a 29 de julho A partir de 9 de março

Horário Segundas e quartas, das 13h30min às 17h30min Segundas, das 19h30min às 22h30min Sextas, das 19h30min às 22h30min Segundas e terças, das 19h30min às 22h30min Segundas e terças, das 19h30min às 22h30min Quartas e quintas, das 19h30min às 22h30min Sábados, das 9h às 12h Segundas e quartas, das 19h30min às 22h30min Dias e horários variados


4

FARROUPILHA, 1º DE MARÇO DE 2019

Brasil e a insegurança Paulo Akiyama *

T

emos lido, ouvido e assistido a vários comentários sobre enfrentarmos momentos de insegurança jurídica. Você já se perguntou a que isto se refere? O que pode lhe afetar diretamente? Portanto, vamos dar um exemplo muito simples. Em 2016, foi editada a Lei nº 13.254 que regulamentou a repatriação e regularização de recursos no exterior. Devendo o contribuinte pagar 15% de imposto e 15% de multa sobre o valor declarado em uma única parcela, não necessitando apresentar a origem dos recursos, apenas declarar que eram lícitos. Em 2017, foi reeditada esta lei com o nº 13.428, com o mesmo teor. O principal objetivo do governo era arrecadação e apresentar a oportunidade de regularização ou repatriação de recursos, bens ou direitos de origem lícita, não declarados ou declarados incorretamente, mantidos ou remetidos ao exterior bem como que tenham sido repatriados irregularmente. A grande vantagem do contribuinte em declarar à Receita Federal e ao Banco Central era a extinção da punibilidade dos crimes de sonegação fiscal, contribuição previdenciária, lavagem de dinheiro, falsificação de documento público ou particular, evasão de divisas, em resumo, todos os crimes que poder-se-ia tipificar caso fosse descoberto estes valores, bens e direitos. Havia certas condições para este benefício. Não participariam deste programa os condenados em ação penal, ocupantes de cargos, empregos ou funções públicas de diretivas ou mesmo eletivas, bem como seus cônjuges e parentes consanguíneos

até o segundo grau. O programa previa a declaração voluntária destes bens, direitos e valores por meio de declaração específica junto à Receita Federal, informando o Banco Central, descrevendo os bens, direitos e recursos com o valor equivalente em reais, tendo sito a taxa de conversão também pré-estabelecida. As duas leis não contemplavam, em seus textos, exigir a comprovação da origem lícita dos bens, direitos e recursos, bastando o declarante afirmar que eram de origem lícita. Nem mesmo na regulamentação do Bacen havia qualquer exigência, pois seguiam rigorosamente a lei publicada. O ônus da prova de que as declarações de licitude eram inverídicas, caberia a Receita Federal. Não conseguindo a Receita comprovar a ilicitude dos recursos, bens e direitos, não haveria qualquer criminalização. A partir deste ano, a Receita Fede-


5

FARROUPILHA, 1º DE MARÇO DE 2019

jurídica Image

m: Re

produ

ral deu início a notificar contribuintes que aderiram ao plano de repatriação, denominado Regime Especial de Regularização Cambial e Tributária (RERCT), para que comprovem a origem dos seus ativos declarados. Mais uma vez aplicou-se um golpe na população, com medidas arbitrárias e contrárias à lei que a regulamentou. Simplesmente o Governo Federal arrecadou mais de R$ 174 bilhões com estas declarações, dinheiro importante para os cofres públicos que se encontram deficitários há anos. É possível a Receita Federal ser arbitrária a tal ponto? Certamente a resposta é que esta prática arbitrária além de ser “totalmente desleal” fere os princípios básicos do direito. Fica assim a mensagem ao povo brasileiro. Estamos vivendo momentos de total insegurança jurídica, que nos leva a pensar que, mesmo havendo lei, mesmo que regulamentado,

ção

não acredite, pois tudo muda ao gosto do freguês e de acordo com o que os governantes querem. Este é apenas um exemplo de que, você cidadão de bem, que pagou seus impostos, muito elevados, que confiou na lei e na regulamentação, mais uma vez levou um “passa moleque”. Vamos lutar juridicamente pelo direito e pelo cumprimento da lei. Apenas esperamos que os estragos que a Receita e mesmo o Ministério da Justiça venham a provocar com estas medidas e outras similares, não acabe mais uma vez com um povo que está esperançoso com este novo governo e que tem experimentado a maior crise econômica da história do País, além de tirar a única base de uma nação, que é a segurança jurídica. * Advogado da Akiyama Advogados, que atua com ênfase no Direito Empresarial e Direito de Família


6

FARROUPILHA, 1º DE MARÇO DE 2019

Aliado em busca do mercado O Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), especialmente em períodos em que há baixa oferta de trabalho, tem se apresentado como uma alternativa viável para incremento no currículo daqueles que buscam inserção no mercado. Neste ponto, o Senac Farroupilha se destaca ainda mais, com uma gama vasta de cursos que são ofertados, principalmente em momentos como o atual, de início de ano. Justamente por proporcionar uma qualificação rápida, ela atende uma necessidade dupla, que vale tanto para quem procura emprego quanto para quem está contratando. Contudo, os cursos

não ficam restritos a um objetivo específico, já que muitos também auxiliam na melhora curricular e podem, mais cedo ou mais tarde, fazer a diferença na conquista de um tão desejado posto de trabalho. Além disso, são cursos que estão adequados à realidade do mercado, cada vez mais dinâmico. A cada mês, novas ofertas acabam se somando à grade do Senac Farroupilha, o que abre novas possibilidades aos interessados. Em um mercado que está cada vez mais horizontal, ou seja, mais segmentado e pontual, ter domínio de uma aptidão específica pode fazer toda a diferença. Veja mais na Matéria Especial, páginas 2 e 3.

Necessidade de regularização É por meio do voto uma das poucas possibilidades que temos para mudar a realidade. Justamente por isso, é alto o número de eleitores farroupilhenses que não compareceram às três últimas eleições, ou seja, a Municipal de 2016 e os dois turnos da Estadual e Federal do ano passado. São 624 que correm o risco de terem o Título de Eleitor cancelado (confira matéria e lista completa no site www.jornalinformante.com.br). Para se ter uma ideia, na última eleição, 55.589 estavam aptos a votar. O Cartório Eleitoral Farroupilhense orienta os que estão nesta situação para procederem à regularização, evitando problema em pleitos futuros. Da mesma forma, o Cartório já recomenda aos munícipes que ainda

não fizeram a biometria que agendem, a partir da próxima quinta, o procedimento, que será reiniciado a partir do dia 11. Até dezembro, o objetivo é realizar o cadastro biométrico de cerca de 19 mil farroupilhenses,

Índice

Editorial

Matéria Especial....................................... Páginas 2 e 3 Editoriais e Opinião ................................ Páginas 6 e 7 Economia ..................................................... Página 8 Cidade .......................................................... Páginas 10 e 12 Política ....................................................... Página 13 Educação..................................................... Página 14 Esporte........................................................ Página 15

Inside

Especial ....................................................... Capa Cinemas ........................................................ Página 2 Carnaval ..................................................... Página 3 Gustavo Pimentel ..................................... Página 4 Agenda ......................................................... Página 4 Música .......................................................... Página 5 Guilherme Macalossi .............................. Página 5 Social ........................................................... Páginas 6 e 7 Egui Baldasso............................................ Página 8 Festa ............................................................. Página 8 Arte............................................................... Página 9 Lauro Edson Da Cás ................................. Página 9 Sétima Arte................................................. Páginas 10 e 11 Horóscopo ................................................. Contracapa Saúde, Beleza & Estética...................... 4 páginas Classificados .......................................... 8 páginas

tendo em vista que, a partir da Eleição Municipal de 2020, o sistema biométrico estará valendo em todo o território nacional (veja mais na Editoria de Política, página 13). Fundamental é que o eleitor que ainda não

Redação - redacao@jornalinformante.com.br Juliana Inês Casa Barbieri juliana@jornalinformante.com.br Ramon Cardoso ramon@jornalinformante.com.br Yasmin Signori Andrade yasmin@jornalinformante.com.br

Comercial - comercial@jornalinformante.com.br Fabiano Luiz Gasperin gasperin@jornalinformante.com.br Maria da Graça Potricos Leite maria@jornalinformante.com.br

Anúncios - anuncios@jornalinformante.com.br Marcelo Bortagaray Mello marcelo@jornalinformante.com.br Tiago Rodrigues da Silva tiago@jornalinformante.com.br

Financeiro - financeiro@jornalinformante.com.br Keli de Almeida Maciel keli@jornalinformante.com.br

procedeu ao cadastro que agende o mais cedo possível, evitando as sempre indesejadas filas de última hora. Ainda falta, na população, uma consciência da relevância de comparecer às urnas e isso, de algum modo, se reflete na obrigatoriedade do voto. Por outro lado, a multa para o não comparecimento ou falta de justificativa é tão irrisória que é um convite aos que estão desapontados com a política a efetivamente não participarem do processo. Claro que esta é uma realidade que não será alterada da noite para o dia, mas espera-se que uma tomada de consciência aconteça de maneira progressiva. O envolvimento com as últimas eleições já foi maior, o que está faltando é essa atenção se refletir em efetiva participação.

Assinaturas - assinaturas@jornalinformante.com.br Assinatura Bienal: R$ 240,00 Assinatura Anual: R$ 140,00

Telefones (54) 3401-3200 / (54) 3401-3201 (54) 3401-3202 / (54) 3401-3203

Endereço Rua Dr. Jaime Romeu Rössler, 348, Bairro Planalto

Colunistas Crônicas da Redação Dolores Maggioni Egui Baldasso Fabrício Oliboni

Guilherme Macalossi Gustavo Pimentel Lauro Edson Da Cás Paulo Roque Gasparetto

A manifestação dos colunistas é livre e independente e não necessariamente reflete a opinião do Tabloide sobre os temas abordados nas colunas

@PaperInformante www.jornalinformante.com.br

/jornalinformante


7

FARROUPILHA, 1º DE MARÇO DE 2019

A cultura de não fiscalizar e a tragédia de Brumadinho Fernanda dos Reis * A tragédia de Brumadinho, além de toda a consternação nacional e da solidariedade de todos, merece uma reflexão importante sobre esse tipo de problema no Brasil: nesse caso da barragem da Vale, como acontece com numerosos outros empreendimentos e obras em nosso País, a legislação de entrada, alvarás, autorizações e licenças ambientais parecem em conformidade. No entanto, a fiscalização e o acompanhamento são capengas. Essa contradição é marcante na cultura brasileira. Há no País mais de 30 órgãos com capacidade de fiscalização ambiental, muitos deles até mesmo com sobreposição de competências. Talvez seja este um dos problemas, pois algo que muitos cuidam acaba sendo relegado, com a diluição das responsabilidades. Uma questão que lembra a velha máxima de que “cachorro com muitos donos morre de fome”. Ministério Público, Agência Nacional de Água, Agência Nacional de Mineração, Ibama, Tribunais de Contas.... todos poderiam e deveriam fiscalizar, mas não fizeram. Tantos organismos onerosos para o Estado e nenhum cumpriu sua missão em Brumadinho. O Brasil tem uma legislação forte para todo o processo de liberação de obras e empreendimentos, mas peca muito no acompanhamento, fiscalização e prevenção. Tivemos, há pouco tempo, o

rompimento da barragem de Mariana, do mesmo grupo empresarial da Vale, que também foi um evento gravíssimo. À época, houve toda uma reverberação, alertas e discursos de autoridades e analistas. Porém, passado o impacto, o tema foi esquecido e se manteve a ausência de fiscalização e acompanhamento. O Brasil tem, ainda, a Política Nacional de Segurança em Barragens, instituída pela Lei 12.334, de 20 de setembro de 2010, que estabelece procedimentos para a segurança de barragens destinadas à acumulação de água, à disposição final ou temporária de rejeitos e à acumulação de resíduos industriais. No entanto, a norma não foi implementada em termos práticos. O acidente de Mariana, em 2015, deveria ter despertado toda a atenção para o tema. Porém, apesar de sua gravidade, a questão continuou relegada a segundo plano. O Ministério Público, por exemplo, poderia ter se aprofundado no conteúdo dessa lei específica e, com base nela, averiguar tudo o que estava acontecendo nas centenas de barragens existentes no Brasil. Não fez isso. E agora, de maneira triste e dramática, estamos descobrindo que a Barragem de Brumadinho não era segura e estável, como se classificava até ocorrer a tragédia. Temos, portanto, um sério problema cultural de fiscalização. O Brasil gasta muito com legisla-

ção de entrada e punição. Demoniza as situações quando ocorrem, indeniza e aplica sanções legais, mas não investe e se empenha em fiscalizar e prevenir. Normalmente, os órgãos de controle glosam os recursos destinados à fiscalização, entendendo a prevenção como gasto e não investimento. Observa-se esse problema até em questões mais simples, como a prevenção de passivo trabalhista nas prestadoras de serviço para órgãos públicos. Cortam-se essas despesas, sob alegação de que seria desnecessário um provimento para algo que não está ocorrendo. Porém, quando ocorre (e acontece!), é preciso punir e indenizar. Se a Vale tivesse investido em prevenção os cerca de R$ 11 bilhões bloqueados judicialmente por conta do acidente de Brumadinho, o Brasil não estaria vivenciando essa situação tão amarga e a própria companhia não estaria enfrentando todas as consequências, como a perda recorde do valor de uma empresa na Bolsa de Valores, danos gravíssimos para sua imagem e processos criminais e indenizatórios que se seguirão. O mesmo se aplica aos órgãos e autoridades competentes, que também poderiam ter evitado a tragédia se cumprissem de modo adequado seu dever legal de fiscalizar. Quando aprenderemos? * Sócia titular da Caodaglio & Reis Advogados Associados

Como mudar de carreira de maneira segura Guillermo Bracciaforte * Mudar de carreira é um assunto cada vez mais recorrente entre pessoas de diversas regiões, classes sociais e idades. Os motivos são diversos: a pessoa se encontrou em outra carreira, o outro segmento a faz mais feliz, o novo trabalho oferece mais flexibilidade. Mas entre a vontade de seguir uma nova carreira e a decisão de tomar esse rumo, há barreiras que precisam ser superadas como a falta de experiência e, quando o profissional já tem uma carreira estável, o salário. Diante disso, como fazer essa transição de maneira mais tranquila e segura? O primeiro passo é a pessoa pensar no quanto está disponível para arriscar e se é isso mesmo que ela quer. Se as respostas forem positivas, então o segundo passo é buscar uma boa qualificação, estudar em uma escola conceituada e que lhe traga ferramentas adicionais como conexões com a comunidade na qual deseja ingressar, desenvolvimento de soft skills e gerenciamento de empregabilidade, como a Digital House, hub de educação para a formação de profissionais de alta performance para o universo di-

gital. Nesse momento, é importante planejar os gastos e poupar para investir em cursos e ampliar o conhecimento na área pretendida. Tudo isso pode ser feito sem você precisar largar tudo e cair de cabeça. Para essas mudanças, segundo estudo da Revelo, plataforma de recrutamento online, a era digital é a grande facilitadora para essas mudanças de área. Além de se manterem conectados às mídias sociais das empresas, acompanhando seus movimentos e pesquisando sobre novos formatos de relações de trabalho e identificando qual empresa pode oferecer o melhor ambiente para suas demandas profissionais, o acesso à especialização online é amplo e permite que jovens profissionais adquiram habilidades e recursos para atuarem em diferentes cadeiras. Já sabe em qual área quer atuar? Então é hora de adquirir experiência. Mas como, trabalhando em uma empresa em horário comercial? A solução pode ser mais fácil do que se imagina: o trabalho freelance. A atividade cresceu 80% no último ano, segundo o Relatório de Trabalho Independente e Empreendimento realizado pela Workana, platafor-

ma de trabalho freelance com atuação em toda a América Latina, e não é à toa. A modalidade traz benefícios incontáveis para os profissionais e a transição suave de carreira é um deles. Temos estudos que apontam que 41,3% dos freelancers possuem outra fonte de renda e atuam com projetos paralelos apenas em horas vagas. Isso mostra que é possível conciliar o trabalho “tradicional” com o freelance, permitindo ao profissional experimentar novas áreas sem abandonar o atual emprego, diminuindo os riscos. Outra vantagem é a possibilidade de construção de portfólio e aquisição de experiência no mercado. Para entrar em um novo segmento, sempre nos deparamos com solicitação de portfólio, referências e um mínimo de experiência na área e tudo isso pode ser encontrado na modalidade freelance, trabalhando em projetos específicos e construindo sua nova carreira. Gerenciar a profissão é encontrar o ponto de encontro dessas competências e transformá-las em resultados. * Cofundador da Workana


8

FARROUPILHA, 1º DE MARÇO DE 2019

EspumantEs

Casa Perini marca presença em eventos internacionais Wines of Brasil lança agenda para o mês e a vinícola farroupilhense fará divulgação de seus produtos na Alemanha e China

ção

Depois a vinícola parte rumo a Chengdu, na China, para o evento China Food and Drinks Fair (CFDF), nos dias 21 a 23, sendo esta a primeira vez em que a Wines of Brasil participa desta feira em solo asiático. “Nosso objetivo na China é fortalecer a relação com nosso distribuidor e ajudá-lo a conquistar mais clientes. Todo o nosso portfólio será apresentado e a expectativa é aumentar o volume de negócios com o País através da conquista de novos parceiros”, aponta Bárbara. O projeto setorial da Wines of Brasil tem a intenção de levar o melhor em espumantes que o Brasil possui para o mundo. Neste mês, o projeto apresentará o novo posicionamento da marca, que terá como foco os espumantes. Afora Alemanha e China, o projeto estará presente nos Esta-

Divulga

I

ntegrando a colaboração com a Wines of Brasil a vinícola Casa Perini estará apresentando seus produtos, com foco em espumantes, em feiras na Alemanha e China. A Perini começa as apresentações no evento ProWein Düsseldorf, em Düsseldorf, na Alemanha, nos dias 17 a 19. “A ProWein é principal feira de vinhos do mundo. Temos expectativa de encontrar distribuidores em Países que ainda não atuamos, além de utilizar a feira como plataforma de fortalecer nossos relacionamentos com nossos atuais clientes”, declara Bárbara Ruppel, gerente de Exportações da vinícola, que também revela que o foco será a apresentação da linha de espumantes, além da apresentação da linha Casa Perini Fração Única e Casa Perini Vitis.

dos Unidos. A nova campanha utiliza o conceito “A Sparkling New World”, Espumantes do Novo Mundo em tradução livre, e faz referência à vocação brasileira para elaboração da bebida.

prospecção no exterior Uma das linhas que a Casa Perini estará apresentando em eventos na Alemanha e China, neste mês, integrando o projeto “A Sparkling New World”, da Wines of Brasil


10

Alguém quer me adotar?

o

Associação recolhe material também no São Luiz e 1º de Maio, a partir deste sábado

çã

23 de fevereiro Onira Tolotti, 75 anos. Sepultamento no cemitério da comunidade de Nova Milano (4º Distrito); Paulino Wilibaldo Neis, 88 anos. Sepultamento no Cemitério Público Municipal (CPM). 25 de fevereiro Maria de Lourdes Arruda Gasparin, 67 anos. Sepultamento no CPM.

Pontos de coleta de recicláveis lga

Obituário

DESTINAÇÃO CORRETA

vu Di

Thor já está castrado, vacinado, é super brincalhão e se dá bem com outros cães. Ele tem aproximadamente 2 anos e é de porte médio. Foi abandonado ainda filhote com um saco de ração e agora aguarda uma adoção consciente. Interessados em adotar podem manter contato pelo fone 999.371.647.

FARROUPILHA, 1º DE MARÇO DE 2019

P

apel, plástico, papelão, garrafas pet, óleo de cozinha usado, metais, vidros e outros itens da coleta seletiva agora podem ser reunidos em casa e entregues diretamente a uma associação de recicladores, garantindo a destinação correta e o reaproveitamento dos materiais. É o que pode ser feito a partir deste sábado no bairro São Luiz, com ponto de recolhimento em frente ao Colégio CNEC Farroupilha Ângelo Antonello e no 1º de Maio, no salão comunitário. A população pode fazer a entrega dos materiais das 8h às 11h, sempre aos sábados. Nesses dois locais será beneficiada a Associação dos Recicladores da Vila Esperança. Outros dois pontos já estão em operação no município: junto ao Centro de Atendimento ao Cidadão, o Ceac (14 de Julho, 713), e no bairro Medianeira. Já nesses locais os materiais são entregues à Associação dos Recicladores de Farroupilha. O trabalho é coordenado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente em parceria com a Ecofar.

Fazendo o dever de casa Materiais podem ser entregues diretamente a recicladores


12

FARROUPILHA, 1º DE MARÇO DE 2019

PARCERIA

Mais recursos para a segurança pública Sicredi repassa valores a 23 municípios da região e Farroupilha foi contemplada com R$ 1,4 mil mensais Cristiane Driemeier

C

om a proposta de apoiar a causa da segurança pública na região, a Federação dos Conselhos Comunitários Pró-Segurança Pública do Rio Grande do Sul (Feconsepro) e Sicredi Serrana reuniram os Conselhos Comunitários Pró-Segurança Pública (Consepros) de 23 cidades, oficializando, por meio da cooperatica de crédito, o repasse de recursos. O evento aconteceu na noite de terça, na sede da CIC Garibaldi. Na oportunidade, a Sicredi Serrana formalizou o repasse de recursos, entre R$ 200,00 e R$ 3 mil mensais para investimentos, de acordo com a necessidade de cada município. A proposta prevê o repasse total de R$ 127,8 mil em um ano e nesta destinação Farroupilha foi contemplada com R$ 1,4 mil mensais, sendo que anteriormente a instituição financeira já repassava recursos à entidade local. A sugestão é de que esses valores sejam investidos em cercamento eletrônico, infraestrutura para entidades de segurança, material de expediente, compra de armamentos, viaturas e itens de segurança para uso dos policiais. No ano passado, a Sicredi Serrana já havia doado R$ 100 mil para a construção da sede do 3º Batalhão Rodoviário da Brigada Militar, que será instalado entre os municípios de Garibaldi e Carlos Barbosa. “O papel da Sicredi Serrana é contribuir com o

desenvolvimento da região e ao passo que reunimos essas lideranças e os Consepros, iniciamos um diálogo, aproximação dos órgãos e o trabalho coletivo visando o bem comum. Para uma efetiva segurança em nossa região precisaremos do engajamento de toda a comunidade”, considerou Odair Dalagasperina, diretor executivo da Sicredi Serrana.

Reforçando a segurança Evento desta semana oficializou repasses aos municípios, sendo que Sicredi já destinava valores, mantendo contribuição mensal para Farroupilha e outras 22 cidades serranas


13

FARROUPILHA, 1º DE MARÇO DE 2019

BIOMETRIA

Recadastramento Biométrico: agendamento a partir do dia 7 Justiça Eleitoral Farroupilhense espera recadastrar 19 mil até o dia 11 de dezembro e faz alerta sobre cancelamento

Deixou de votar nas últimas eleições? Saiba que o título pode ser cancelado O Cartório também faz um alerta para os eleitores que deixaram de votar nos três últimos pleitos (Eleição Municipal de 2016 e Estadual e Federal de 2018, no 1º e 2º turnos) para que regularizem sua situação junto à Justiça Eleitoral, sob pena de cancelamento da inscrição. Existe a possibilidade de consultar a situação do título, verificando se ele consta na relação de canceláveis, diretamente no portal do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), clicando

Arquivo Jornal Informante

N

as próximas eleições a votação biométrica estará valendo em todo o território nacional e, com isso, Farroupilha, um dos poucos municípios brasileiros onde o processo ainda não foi implementado em sua totalidade, terá que se adequar. O recadastramento poderá ser feito a partir do dia 11 de março, mas o período de agendamento começa antes, já no próximo dia 7. A marcação do processo pode ser feita pelo site do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul (TRE/RS), pelo endereço eletrônico www.tre-rs.jus. br, momento em que serão disponibilizadas as vagas para o mês em questão, ou seja, março. Serão 100 por dia, de segunda a sexta, das 12h às 19h. No dia 20 de março serão disponibilizadas as vagas para o mês de abril e, assim, sucessivamente. A expectativa do Cartório Eleitoral Farroupilhense é recadastrar 19 mil pessoas até o dia 11 de dezembro, completando, desta forma, o número de eleitores do Colégio Eleitoral do município. O órgão destaca a importância de se agendar o comparecimento o quanto antes para a realização do processo biométrico, evitando desta forma as sempre indesejadas filas nos últimos meses.

Retomada Mês de março inicia com a reabertura do recadastramento biométrico: agendamento pode ser feito a partir da próxima quinta

nos ícones Menu Eleitor, Serviços ao Eleitor, Título de Eleitor e Situação Eleitoral. Na hipótese do cadastro estar sujeito a cancelamento, após digitar o número do título o eleitor recebe a informação de que a “inscrição está sujeita a cancelamento por ausência às últimas eleições. Compareça ao Cartório Eleitoral mais próximo para regularização”. O farroupilhense está

localizado na rua Thomas Edison, 291, Centro. O eleitor que se encontrar na relação dos faltosos deve comparecer ao local no período compreendido entre 7 de março e 6 de maio apresentando os documentos abaixo, a fim de buscar sua regularização. Confira no site www.jornalinformante.com. br a relação dos 624 eleitores farroupilhenses que necessitam proceder à normalização do título.

Documentos para regularização da situação eleitoral

Documento com foto que comprove a identidade (obrigatório); Título Eleitoral ou e-Título; Comprovante(s) de votação; Comprovante(s) de justificativa(s) eleitoral(is); Comprovante(s) de recolhimento de multa ou de dispensa de recolhimento.


14

FARROUPILHA, 1º DE MARÇO DE 2019

CURSOS

UCS Sênior retoma atividades São sete formações oferecidas no Campus Farroupilha a partir do próximo dia 13 e as inscrições estão abertas os interessados em integrar o programa. Será às 14h30min, num bate-papo a respeito dos cursos ofertados. “Possibilita uma maior aproximação da comunidade com a Universidade. Também estimula a experiência das pessoas em um mundo de constante alteração. É uma possibilidade das pessoas se reinventarem e uma forma de reelaborar suas potencialidades”, considera Fernanda Maria Francischini Schmitz, diretora do Campus Farroupilha. Os valores dos cursos variam de R$ 187,00 a R$ 662,47 e podem ser parcelados em até cinco vezes. As inscrições estão abertas e devem ser feitas diretamente na secretaria do CFar (Rodovia dos Romeiros, 567, bairro Bela Vista), com atendimento de segunda a sexta, das 13h30min às 22h30min.

Divulgação

G

osta de ler? De cantar ou dançar? Prefere tecnologia, assuntos de espiritualidade, autocuidado ou quem sabe, o melhor ainda é mexer na terra? Não importa. Para todas essas preferências o Programa UCS Sênior está de portas abertas. Basta ter mais de 50 anos, disponibilidade e boa vontade em aprender. Realizadas no Campus Farroupilha (CFar) da Universidade de Caxias do Sul (UCS), as oficinas proporcionam integração, busca de conhecimento e criação de vínculos. Implantado em Farroupilha no último ano, busca ser um espaço de convivência e fortalecimento do protagonismo na melhor idade. Para a próxima quarta também está marcado um encontro no Campus local com

Boas oportunidades Programa para quem tem mais de 50 anos foi implantado em Farroupilha em 2018

Cursos do Programa UCS Sênior

Leitura Compartilhada: 13 de março a 3 de julho, às quartas, das 14h às 16h Canto Coral: 19 de março a 2 de julho, às terças, das 14h30min às 16h Integração de Saberes: o estresse e a ansiedade como aliados: 27 de março, 24 de abril, 29 de maio, 26 de junho e 10 de julho, das 16h às 17h30min Jardim, Horta Orgânica e Agroecologia: 22 de março a 5 de julho, sextas, 14h às 17h Smartphone e Tecnologias Digitais: 22 de março a 5 de julho, sextas, das 14h às 16h Dança e Expressão Corporal: 22 de março a 5 de julho, às sextas, das 14h às 15h30min Espiritualidade: 22 de março a 5 de julho, às sextas, das 14h às 16h


15

FARROUPILHA, 1º DE MARÇO DE 2019

MEDALHAS NO PEITO

CJJ é destaque no Eco Camp Realizado no domingo, em Caxias do Sul, competição registrou resultados expressivos dos atletas da cidade do Enxutão e reuniram dezenas de Academias e Centros de Treinamento de todo o Estado e mais de 400 competidores. Professor do CJJ, Cilo Monteiro celebrou a boa performance do grupo na competição. “Ainda há muito para ser trabalhado, mas estamos no caminho certo. Garra e foco é o que não faltam para esses guerreiros”, reforçou o professor. O sucesso em Caxias foi tamanho que uma nova edição do Eco Camp será realizada em outubro.

Medalha de Ouro Carlos Bach (Absoluto Master, faixa marrom) Medalhas de Prata Guilherme Benachio Monteiro (Infantil até 40kg, faixa cinza) Paulo Clavijo (Master até 85kg, faixa branca) Yasmin Quevedo da Costa (Infantil até 40kg, faixa cinza) Medalhas de Bronze Ariel Lazzari (Adulto até 95kg, faixa azul) Dieison Oliveira de Barros (Master até 85kg, faixa branca) Emilly F. Monteiro (Infantil até 35kg, faixa amarela) Geovanni Tonin (Master até 85kg, faixa azul) Sander Rodrigues (Adulto até 85kg, faixa azul) Tayná Provensi dos Santos (Infantil até 30kg, faixa cinza)

Conquista Geovanni, Sander, Dieison, Tayná, Guilherme, Emilly e Yasmin foram alguns dos atletas do CJJ que deixaram os tatames com medalhas

Divulgação

E

m sua primeira disputa, o Centro de Jiu-Jitsu (CJJ) obteve conquistas importantes durante a realização do Eco Camp Jiu-Jitsu, que aconteceu no último domingo, em Caxias do Sul. Com 15 atletas, 10 deles saíram da disputa com medalhas no peito (veja lista abaixo). Esta foi a edição inaugural do Eco Camp na Região Sul. As lutas ocorreram ao longo de todo o dia no Ginásio


INSIDE

Convidados para a Femaçã Yasmin Signori Andrade

Bruna, Fernanda e Francine divulgam festa que ocorre em abril Página 8

INSIDE

Foliões serranos a postos Daniela Xu

Carnaval de Rua, como o caxiense Bloco da Velha, agita a Serra durante tradicional festejo popular: opções de sobra Capa, páginas 3 e 5 e Agenda


Compromisso com a Cidade. Compromisso com você.

FARROUPILHA, 1º DE MARÇO DE 2019

Políticas Públicas Preventivas

Por menos açúcar e mais saúde Diminuir a concentração do ingrediente nos produtos industrializados melhora a qualidade do que chega à mesa dos brasileiros em bolos, produtos lácteos, achocolatados, bebidas e biscoitos recheados. A meta é até 2022 e o Brasil é um dos primeiros Países do mundo a buscar essa diminuição nos alimentos industrializados. Os biscoitos e produtos lácteos terão os maiores percentuais de meta para redução, retirando 62,4% e 53,9% de açúcar da composição, respectivamente. A partir de 2020, o monitoramento será realizado, a cada dois anos, pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Divulgação

T

odos sabem da importância de uma alimentação equilibrada, mas poucos dedicam um olhar mais atento à quantidade de açúcar ingerido diariamente. Muitas vezes mascarado na forma de alimentos industrializados, é preciso cuidado redobrado na leitura dos rótulos. Com o aumento das informações disseminadas pelas redes sociais ficou até mais fácil ter acesso a conteúdos explicativos e se questionar com relação ao que está no prato nosso de cada dia ou na lancheira dos filhos. O importante é se antecipar, prevenir quadros de enfermidades. É com esta preocupação que o Ministério da Saúde tem se mobilizado para informar pais com relação aos alimentos ofertados aos pequenos e a premissa é a mesma: descascar mais e desembalar menos, diminuir o açúcar, aumentar o consumo de frutas, verduras e legumes, cozinhar mais em casa. Com base nos inúmeros malefícios que o açúcar tem trazido à população, o governo federal também assinou no último ano um acordo com presidentes de associações do setor de alimentos para diminuir a quantidade de açúcar utilizado nos produtos. A intenção é que haja redução

Consumo de açúcar muito acima do recomendado Brasileiros consomem 50% a mais de açúcar do que o recomendado pela Organização Mundial da Saúde. A ingestão diária no País é de 18 colheres de chá do produto, quando o ideal seria até 12. Desse total, 64% corresponde a açúcares adicionados aos alimentos e o restante são itens industrializados. Este alto consumo impacta no aumento de doenças crônicas não transmissíveis. Na última década, o diabetes cresceu 54% nos homens e 28,5% nas mulheres. Outra doença que tem crescido entre os brasileiros, e que está relacionada com o alto consumo de açúcar, é a obesidade. A condição clínica subiu mais de 60%.

Menos açúcar no dia a dia Esse consumo exagerado tem contribuído para o aumento nas taxas de obesidade e diabetes

Mudança de hábitos para conter a obesidade

Em 2017, o Ministério da Saúde adotou internacionalmente metas para frear o crescimento do excesso de peso e obesidade no País. O compromisso refere-se à população adulta e, a partir deste ano, o governo deve realizar pesquisas para acompanhar os primeiros resultados. A estimativa é de que o consumo regular de refrigerante e suco artificial caia em pelo menos 30%, além de ampliar no mínimo 17,8% o percentual de adultos que consomem frutas e hortaliças regularmente. Para mudar o comportamento alimentar é importante repensar as posturas diárias e o alerta geral vai para o consumo exagerado do açúcar, na maioria das vezes, disfarçado em produtos industrializados.


Compromisso com a Cidade. Compromisso com Você

FARROUPILHA, 1º DE MARÇO DE 2019

Dicas de como com Equipe Espaço da Beleza *

E

mbora alguns homens também sofram com o problema, a flacidez ocorre com uma frequência bem maior nas mulheres. Isso acontece principalmente devido às variações hormonais, que alteram a produção de colágeno e elastina nas mulheres. À medida que envelhecemos, nossa pele e nossos músculos começam a perder tonicidade e elasticidade, aparentando o característico aspecto flácido. E embora o envelhecimento seja o principal causador da flacidez, ele não é o único. Existem outros fatores que podem prejudicar a musculatura e a estrutura da pele. O que causa a flacidez? Além do próprio envelhecimento natural, entre as demais causas da flacidez, temos as citadas abaixo. * Obesidade; * Gravidez; * Variações rápidas de peso; * Má alimentação; * Exposição excessiva ao sol; * Herança genética; * Sedentarismo. A perda de colágeno e de água são duas das principais causas da perda de elasticidade da pele e aumenta à medida que envelhecemos. Se não há como combater a flacidez por completo, a boa notícia é que existem maneiras de evitá-la e também diminuir seus efeitos. Seguem dicas de como combater a flacidez da pele Evite o excesso de sol Uma das maiores causas da flacidez é a exposição excessiva ao sol. Os raios ultravioletas danificam a epiderme e a derme, a camada mais profunda da pele. E é exatamente na derme que se encontra o colágeno, uma proteína produzida pelo próprio or-

ganismo e responsável por mant sol têm a capacidade de destruir dicando a sustentação da pele. A produção de colágeno dimi envelhecemos, mas a exposição de acelerar ainda mais esse proc lhecimento precoce. Exercícios físicos Uma das melhores dicas de co exercícios com regularidade. O tre tura, evitando o enfraquecimento E como a flacidez costuma ap algumas áreas bem específicas d exercícios específicos para essa na da coxa, glúteos e a parte int pontos mais propensos à flacide movimentos específicos. Cuide da alimentação Nós somos o que nós comem mentos benéficos a nossa saúde * Vitaminas C, E e A, encontra morango, nozes e cenoura, são a bater os radicais livres (compost nos à célula e que causam enve A vitamina C também é fundam que fornece sustentação à pele; * Abacate (Vitamina A); * Aveia (possui alto teor de sil ção do colágeno); * Arroz integral (Vitamina do C * Proteínas (carnes magras e Mantenha o peso estável Quando somos jovens, nossa


Compromisso com a Cidade. Compromisso com Você

FARROUPILHA, 1º DE MARÇO DE 2019

mbater a flacidez

ter a firmeza da pele. Os raios de r a estrutura do colágeno, preju-

inui naturalmente à medida que o prolongada ao sol tem o poder cesso, causando flacidez e enve-

omo combater a flacidez é praticar eino fortalece e tonifica a musculadas fibras musculares e da pele. parecer com mais frequência em do corpo, vale a pena investir em as regiões. Abdômen, parte interterna dos braços são alguns dos ez, e devem ser exercitados com

mos, conheça abaixo alguns alie adas em alimentos como o kiwi, antioxidantes que ajudam a comtos responsáveis por causar daelhecimento precoce e flacidez). mental na formação do colágeno,

lício, mineral que atua na forma-

Complexo B); e grãos).

a pele é capaz de retornar ao seu

estado normal após perdemos muito peso. À medida que os anos vão se passando, no entanto, ela perde essa capacidade, e uma perda de peso muito grande pode deixar a pele permanentemente flácida. Isso ocorre porque a produção de colágeno diminui com o passar do tempo, sobretudo após os 30 anos. Hidrate-se Aproximadamente 60% do nosso corpo é formado por água e a elasticidade da pele está diretamente relacionada a níveis adequados de hidratação. Não tome banho muito quente A água quente desidrata a pele, contribuindo para o aparecimento do aspecto flácido. Já banhos com água mais fria são excelentes para tonificar e hidratar a pele, tornando-a macia e saudável. Faça massagem, radiofrequência e tratamentos de revitalização Além de nos ajudar a relaxar a manter o estresse bem longe, uma boa massagem também pode contribuir para combater a flacidez da pele. A drenagem linfática e a massagem modeladora são dois exemplos de massagem contra a flacidez que ajudam a eliminar toxinas, diminuir a inflamação e melhorar a circulação. A drenagem linfática ajuda a reduzir o inchaço e estimular o sistema linfático, facilitando a eliminação de toxinas e diminuindo a retenção de líquidos. Já a massagem modeladora é mais intensa, estimulando a circulação e tonificando a musculatura. Outro benefício da massagem é combater a celulite e as gorduras localizadas, colaborando assim para reduzir as medidas. A Radiofrequência auxilia na flacidez e remodelagem corporal. * Espaço da Beleza Centro Estético Independência, 555 – Centro de Farroupilha Fone (54) 3268-5511 WhatsApp: 981.195.645 Fan Page: Espaço da Beleza


Compromisso com a Cidade. Compromisso com você.

FARROUPILHA, 1º DE MARÇO DE 2019

OPINIÃO

A importância das patentes biofarmacêuticas para os países farmaemergentes

A

indústria farmacêutica destaca-se por ser um dos segmentos mais rentáveis comercialmente, sendo, inquestionavelmente, importante para a movimentação da economia mundial. Além disso, é um setor caracterizado pelo grande dinamismo e necessidade constante de inovação, exigindo elevados investimentos em Pesquisa e Desenvolvimento (P&D), sobretudo dentre os países cujo mercado farmacêutico é considerado emergente, como o Brasil. Mesmo passando por um momento de crise retratado no abrandamento econômico e contenção de gastos, o País continua a impulsionar o crescimento do mercado farmacêutico, de acordo com a IMS Health. Contudo, ainda há poucos estudos com enfoque nas regiões farmaemergentes e, principalmente, com foco em projeções patentárias e as respectivas oportunidades de mercado. Considerando o contexto industrial

farmacêutico e biofarmacêutico, a propriedade intelectual é de suma importância, uma vez que o processo de desenvolvimento de um novo medicamento, que envolve desde a descoberta de seu princípio ativo (fármaco) até o lançamento da formulação farmacêutica no mercado, requer muitos anos e investimento de R$ bilhões. Assim, as patentes, além de serem capazes de proteger uma inovação, destacam-se por restringir a competitividade, barrar novos entrantes e permitir a geração de lucros extraordinários para as empresas inovadoras, de modo a estimular a manutenção dos investimentos em P&D. Vale lembrar que estudos também apontam que o número total de patentes biofarmacêuticas (395 proteções) refere-se a apenas 2,8% do total de patentes farmacêuticas (14.015 proteções), sugerindo que o setor biofarmacêutico ainda tem muito a avançar em termos de inovação, além de confirmar o fato de que que as indústrias farmacêuticas necessitam de novas competências para entrar nessa dis-

Divulgação

Alessandra Cristina Santos Akkari *

puta e explorar seus mercados sob o enfoque biotecnológico. Essa constatação ratifica a oportunidade de mercado na área biofarmacêutica para as nações farmaemergentes. Portanto, sugere-se que os países farmaemergentes adotem políticas públicas mais arrojadas e destinadas à alavancagem de inovação, principalmente no segmento biofarmacêutico, que demonstrou ter muito a ser des-

bravado, a fim de ganharem competitividade e explorarem o potencial de mercado interno que apresentam. * Bacharel em Ciência e Tecnologia, Engenheira de Produção, Doutora em Nanotecnologia e Inovação. Professora pesquisadora do Centro de Ciências e Tecnologia da Universidade Presbiteriana Mackenzie de Campinas


Música

Caverna Comedy Club tem agito pré Carnaval com a dupla Victor & Rafa, que sobe ao palco nesta sexta Página 5

Inside

Sétima Arte

Terrorismo moderno dita o ritmo de “O Assassino: O Primeiro Alvo”, ação com o grande Michael Keaton Páginas 10 e 11

Festa

Dada a largada para o Carnaval 2ª edição do CarnaChopp do Boteco do Chá promete animar o sábado, a partir das 23h30min, dando início à folia carnavalesca Fotos: Divulgação

O

Carnaval está chegando, e com ele, os blocos e festas para comemorar. No Boteco do Chá, a folia inicia no sábado, com a 2ª edição da festa open bar CarnaChopp. Para a diversão de todos a festa será regada por Chopp Freuden Bier, refrigerante e água durante toda noite, e, além disso, cada festeiro ganhará uma bandana personalizada do evento. Quem comanda a música nesta noite serão os DJs Jonatan Fransa e Cris Pacheco, já conhecidos pelos frequentadores do Boteco. As músicas carnavalescas vão ser prioridade, mas para agradar a todos os DJs também irão tocar axé, pagode, samba, sertanejo, funk e eletrônica. A festa inicia às 23h30min e os ingressos para comemorar com o Carnaval com o Boteco podem ser adquiridos na Akústica Musical, no Auto Posto Benvenutti e na Wild Beer Conveniência. O valor é de R$ 35,00 para as mulheres e R$ 85,00 para os homens. Na hora da festa, estará sujeito a disponibilidade. Vale lembrar que é proibida e entrada de menores de idade na casa de festas.

Programe-se O que: 2º CarnaChopp do Boteco Quando: sábado, às 23h30min Onde: Boteco do Chá (Rômulo Noro, 555) Quanto: feminino R$ 35,00 e masculino R$ 85,00, que podem ser adquiridos na Akústica Musical (Independência, 399), Auto Posto Benvenutti (Júlio de Castilhos, 1.500) e Wild Beer Conveniência (Gonçalves Dias, 73). Na hora, sujeito a disponibilidade.

Para curtir o Carnaval novamente As bandanas personalizadas vão ser entregues aos foliões, que na última edição lotaram o Boteco ao som do DJ Mauro Reiter


Inside

2

FARROUPILHA, 1º DE MARÇO DE 2019

Cinemas Imagens: Reprodução

Shopping Iguatemi (RST-453, quilômetro 3,5) Cinemas GNC 1: Sai de Baixo: O Filme - às 13h20min, 17h40min e 22h GNC 1: Minha Vida em Marte - às 15h30min (com legenda descritiva) e 19h45min GNC 2: Homem-Aranha no Aranhaverso (dublado) - às 13h GNC 2: A Caminho de Casa - às 15h20min e 21h40min (legendado), 17h20min e 19h30min (dublado) GNC 3: Cinderela Pop - às 14h30min (com legenda descritiva), 16h45min, 19h10min e 21h15min GNC 4: Como Treinar seu Dragão 3 (dublado) - às 14h15min GNC 4: Alita: Anjo de Combate - às 16h (legendado), 18h50min (dublado) e 21h30min (legendado e em 3d) GNC 5: A Morte te Dá Parabéns 2 - às 13h30min, 17h50min e 20h (dublado), 15h40min e 22h10min (legendado) GNC 6: Uma Aventura Lego 2 (dublado) - às 14h GNC 6: Como Treinar seu Dragão 3 (dublado) - às 16h30min GNC 6: A Mula - às 19h GNC 6: Green Book: O Guia - às 21h50min Ingressos: segunda e quinta (exceto feriado e Carnaval) a R$ 22,00 e R$ 28,00 (salas 3d); terça e quartas (exceto feriado e Carnaval) todos pagam meia entrada; sexta a domingo e feriado a R$ 26,00 e R$ 32,00 (salas 3d). Meia entrada todos os dias para menores de 18 anos e maiores de 60 (mediante apresentação de identidade), estudantes (mediante apresentação de Carteira de Identificação Estudantil), pessoas com deficiência (com documento que a comprove) e para o Movie Club Preferencial.

Shopping San Pelegrino (Avenida Rio Branco, 425) * Obs: o site do Cinépolis traz apenas os horários dos filmes, mas não informa em qual sala serão exibidos A Caminho de Casa - às 12h50min, 15h, 17h10min e 19h50min (dublado), 22h (legendado) A Morte te Dá Parabéns 2 - às 15h15min, 17h45min, 20h (dublado), 22h15min (legendado) A Mula - às 21h55min Alita: Anjo de Combate (dublado e em 3d) - às 18h55min Cinderela Pop - às 14h30min, 16h50min, 19h10min e 21h45min Como Treinar seu Dragão 3 (dublado) - 14h15min e 16h35min Green Book: O Guia - às 21h O Parque dos Sonhos - às 14h (dublado), 16h10min e 18h30min (dublado e em 3d) Sai de Baixo: O Filme - às 15h30min, 17h30min, 19h30min e 21h30min Ingressos: nas salas tradicionais, segunda a quarta (exceto feriado) a R$ 23,00 e R$ 11,50 (meia); quinta (exceto feriado) a R$ 25,00 e R$ 11,50 (meia); sexta a domingo e feriado a R$ 26,00 e R$ 13,00 (meia). Nas salas 3d, segunda a quarta (exceto feriado) a R$ 29,00 e R$ 14,50 (meia); quinta (exceto feriado) a R$ 29,00 e R$ 15,00 (meia); sexta a domingo e feriado a R$ 32,00 e R$ 16,00 (meia).

Sala de Cinema Ulysses Geremia (Luiz Antunes, 312) Culpa - sexta a domingo às 19h30min Ingressos: R$ 10,00 e R$ 5,00 (estudantes e sênior)

Nas salas de cinema A fábula americana “A Caminho de Casa”, baseado no romance de Bruce Cameron, que também atua como roteirista no filme de Charles Martin Smith, estreia neste fim de semana, bem como o nacional “Cinderela Pop”, também baseado em livro, o de Paula Pimenta, que conta com direção de Bruno Garotti


Inside

FARROUPILHA, 1º DE MARÇO DE 2019

3

Carnaval

Daniela Xu

Bloco da Velha sacode o Carnaval de Rua serrano Com homenagem a Cartola, agito acontece no domingo e na terça

F

érias chegaram ao fim, mas a diversão ainda não. Com a festa mais popular do planeta celebrada tardiamente, os festejos antes do ‘início’ de 2019 acontecem, ao menos para quem está na região, com o Bloco da Velha, o maior e mais tradicional Carnaval de Rua da Serra Gaúcha. A 9ª edição ocorre neste domingo (das 14h às 22h) e na próxima terça (das 15h às 22h). O agito tem lugar na rua Dom José Barea (entre as ruas Andrade Neves e 13 de Maio), próximo à Maesa, com entrada franca. O homenageado da vez é o sambista e compositor Cartola, um dos fundadores da Estação Primeira de Mangueira. O verde e rosa da tradicional escola de samba são as cores utilizadas para a comunicação visual

do evento (confira na ilustração ao lado, na arte de Julia Martinato) e nos abadás, que estão sendo comercializados na Do Arco da Velha Livraria e Café a R$ 40,00 (veja mais abaixo). Os dois dias de festa têm entrada franca e o evento conta com o financiamento da Lei Municipal de Incentivo à Cultura de Caxias do Sul e com o apoio cultural da Racon Consórcios. Quem comanda a festa é a Banda Bloco da Velha, em revezamento com o DJ Jorge de Jesus, o Mono, e a musa do Bloco, a Dona Bastiana, encarnada pelo ator Davi De Souza. Os instrutores de dança do Mixturado se apresentam com coreografias especiais. No domingo, o palco também contará com o Samba de Moça, grupo formado somente por mulheres, e o Batucada Afro-Brasileira, que mescla os conjuntos Sabar África e Sucata Sonora com integrantes do Studio de Danças Camila Oliveira, que retorna na terça para o encerramento dos trabalhos.

Programe-se O que: Bloco da Velha 2019 Quando: neste domingo, das 14h às 22h, e na terça, das 15h às 22h Onde: Dom José Barea, entre a Andrade Neves e 13 de Maio, próximo à Maesa, no bairro Exposição, em Caxias do Sul Quanto: entrada franca Abadás: comercializados pela Do Arco da Velha Livraria e Café (Dr. Montaury, 1.570, Centro de Caxias do Sul) Informações: pelo fone (54) 3028-1744

Pra cair na folia 9ª edição da festa deve levar novamente um grande público à Dom José Barea em dois dias de celebrações carnavalescas


Inside

4

Gustavo Pimentel

gustavospimentel@yahoo.com.br

Como eu me tornei um “especialista” em Direito Empresarial

* Advogado

Agenda SEXTA

Baile de Carnaval, catuaba dupla até 0h Muinho Club (Mal. Floriano Peixoto, 190), às 23h Sextaneja com Alex Lopes e DJ Rodi Saquetti Favorita Beer Store (Ernesto Fetter, 18), às 22h Sexta do Rock com Overcustic Band Armazém Retrô Pub (Guerino Tartarotti, 106), às 22h

SÁBADO Saturday Rock com Gil Vargas Trio Favorita Beer Store (Ernesto Fetter, 18), às 22h Sabadão Sertanejo com Patrick Ferreira e Lucas Rocha Armazém Retrô Pub (Guerino Tartarotti, 106), às 22h Bloco da Ovelha, 5 anos: Memorial do Apocalipse Paralela (Tronca, 3.483, Caxias do Sul), às 9h

DOMINGO Bento Folia 2019, Carnaval de Rua Rua Coberta (Planalto, Bento Gonçalves), às 14h Bloco da Velha, Carnaval de Rua Dom José Barea, em Caxias do Sul, das 14h às 22h

TERÇA Bloco da Velha, Carnaval de Rua Dom José Barea, em Caxias do Sul, das 15h às 22h Fotos: Divulgação

O Direito Empresarial é uma área do Direito que quase ninguém gosta. Ela aborda temas que são dissociados do interesse da absoluta maioria das pessoas. Os livros que tratam do assunto têm uma linguagem rebuscada, truncada, o que deixa a matéria, que já não é muito palatável, ainda mais difícil de ser estudada. Não digo que não exista quem goste do tal patinho feio do Direito, afinal de contas tem louco para tudo, mas com toda a certeza é um tema que passa longe do interesse das pessoas em geral. Eu posso apostar que você nunca ouviu ninguém falar sobre a ordem preferencial de créditos na falência, sobre a assembleia geral de uma S.A. ou ainda sobre a Lei Uniforme de Genebra e as características dos títulos de crédito. A essa altura você deve estar se perguntando: por que diabos então esse maluco resolveu se especializar em uma área do Direito tão chata e que ninguém conhece? A resposta é simples. Cansado de pessoas que são especialistas em tudo sem saber de verdade coisa alguma, eu criei esse guia de sobrevivência para o mundo moderno. Você certamente conhece alguém que entende tudo de reforma da previdência. Também deve conhecer alguém que pinça entrevistas de políticos e distorce as suas frases para criar falsas declarações e satisfazer o seu ego político que até pouco tempo atrás estava escondido. E o que falar então daquele que nunca pisou em um fórum, mas conhece os mínimos detalhes do processo crime que condenou o ex-presidente Lula? Eu conheço várias pessoas assim. O Direito Empresarial é uma área tão paralela que nem mesmo aqueles chatos, que dão palpite em tudo, conseguem ter coragem para discutir o assunto. Mas as vantagens não param por aí! O meu guia de sobrevivência permite até mesmo que eu consiga fugir daquele parente que tira o churrasco de domingo para esclarecer todas as suas dúvidas jurídicas, que vão desde a pensão alimentícia dos filhos até multas de trânsito. Dizer que eu sou especialista em Direito Empresarial é a chave para passar blindado por todos esses assuntos. Essa frase sempre encerra qualquer discussão. Jamais alguém irá aproveitar a minha falsa especialidade para discutir comigo a natureza jurídica do cheque, por exemplo. Acho que finalmente encontrei a fórmula mágica para manter amizades intactas e, de quebra, ainda preservar os poucos cabelos que ainda me restam na cabeça.

FARROUPILHA, 1º DE MARÇO DE 2019


Inside

FARROUPILHA, 1º DE MARÇO DE 2019

Música

Div

ulg açã o

Pré Carnaval no Caverna Comedy Club recebe a dupla Victor & Rafa nesta sexta

U

Programe-se O que: Sextaneja Pré Carnaval com Victor & Rafa Quando: nesta sexta, às 22h Onde: Caverna Comedy Club (República 445, subsolo) Quanto: feminino a R$ 10,00 e masculino a R$ 15,00

Guilherme Macalossi cisperter@hotmail.com

Entrando na folia com sertanejo m jeito diferente para começar os festejos de Carnaval: um show de sertanejo no Caverna Comedy Club. A dupla Victor & Rafa vai subir ao palco na sexta, a partir das 22h. A abertura da casa será às 20h e durante toda a noite terá promoção de batata frita em dobro. A dupla vai fazer um repertório diferenciado para agradar o público neste pré Carnaval. O show, além de ter o sertanejo universitário, o sertanejo raiz e o funknejo, também irá passar pelo pop rock, pagode e música tradicional gauchesca. “Estamos bem ansiosos pois é um lugar diferente do que o habitual. Gostamos muito de comédias de stand up, então tocar nesse ambiente sem dúvida vai ser muito divertido. Esperamos uma interação do público assim como acontece nos stand up”, declara Victor. Os ingressos para assistir a dupla podem ser adquiridos no site sympla.com.br, sendo R$ 10,00 o feminino e R$ 15,00 o masculino. Quem compra pelo site tem o lugar reservado a noite toda. Também é possível reservar lugares pelo fone 996.193.726 ou (54) 3401-1000, desta forma, o ingresso será cobrado na comanda e o lugar será reservado até às 20h30min.

5

Dupla dá a largada para o Carnaval Victor & Rafa vão fazer um show especial no Comedy Club na abertura dos festejos

Sobre patriotismo, ditadores cucarachas e previdência Seguem algumas notas sobre temas em destaque nos últimos dias. Patriotismo e Patriotadas O pedido do ministro da Educação, Ricardo Vélez, para que alunos cantassem o Hino Nacional no primeiro dia de aula causou enorme repercussão. O Art. 39 da Lei 5.700 regulamenta a execução do hino, de modo que isso não seria um problema. Grave foi misturar a música símbolo do país com uma mensagem que tem cunho político. Usou slogan de campanha de Jair Bolsonaro em um texto institucional que seria lido nas escolas. Vélez, que é autor de uma extensa obra sobre patrimonialismo, acabou praticando o que sempre rejeitou em suas obras. Felizmente o Ministério da Educação ouviu as críticas e recuou da ação. Sempre tive para mim que o patriotismo é um sentimento genuíno que nasce do senso de pertencimento que uma pessoa tem para com o lugar em que nasceu. Em sua maioria, os brasileiros não conhecem a história de seu país. De modo que obrigar alunos a cantarem o hino nacional acaba, no meu entender, tendo efeito nenhum. A coisa se reduz a uma atividade burocrática e chata que será encarada com desdém. Convém ao governo Bolsonaro não confundir patriotismo com patriotada. A Venezuela e a culpa moral do PT As milícias bolivarianas, sob o comando do ditador venezuelano Nicolás Maduro, queimaram caminhões com ajuda humanitária oriunda do Brasil e de outros países. Essa gente é parte integrante da pior escória do planeta. Ao atacar veículos que prestavam assistência, Maduro praticou um crime de guerra. O inciso III do Art. 8° do Estatuto do Tribunal Penal Internacional estabelece: “Dirigir intencionalmente ataques ao pessoal, instalações, material, unidades ou veículos que participem numa missão de manutenção da paz ou de assistência humanitária”. Tudo que está acontecendo na Venezuela é de responsabilidade de Lula, Dilma e dos petistas. Durante 16 anos incentivaram e apadrinharam o regime bolivariano, dando-lhe respaldo diplomático, apoio internacional e incentivos econômicos bancados pelos trabalhadores brasileiros. Estratégia correta na apresentação da Reforma da Previdência Jair Bolsonaro fez bem ao ir até a Câmara dos Deputados entregar pessoalmente a proposta de Reforma da Previdência. Com isso, ressalta a importância do projeto e a responsabilidade do Congresso em aprová-lo. Na chegada ao Legislativo, o presidente foi recebido por deputados do PSOL que protestavam vestidos de laranja, uma alusão às denúncias aos candidatos fantasmas do PSL. A tentativa de manifestação criativa foi reveladora de um histrionismo aberrante e de um radicalismo infantil. Um espetáculo deprimente de ridicularia. Com esse tipo de oposição, o governo só dá errado se quiser. * Redator e radialista


Fernando Dai Prá

O

Gastronomia

empresário farroupilhense Rodrigo Dal Pizzol recebeu o carinho da irmã, Cristiane Dal Pizzol, em recente visita ao restaurante Amuleto del Fuego, em Caxias do Sul. O espaço gastronômico comandado por ele e pela esposa Raquel Vieceli Dal Pizzol é especializado em cortes uruguaios e gaúchos, com diversas guarnições e acompanhamentos, incluindo legumes, queijos e até peixes.

Casa Perlage

Os empresários Ivo e Mari Pagliarini comemoram a investida na Casa Perlage, novo ponto de celebrações do município

O formando Miche graduação em Eng pela UCS no sábado que acontece

Multifotos Studio

Lucas Lermen

Desde novembro de 2018, o casal linha de frente da grife infanto-juvenil Pituchinhus, Ivo e Mari Pagliarini, divide atenções com o novo empreendimento da família: o espaço para eventos Casa Perlage. O ano de 2019 mal começou, mas já promete movimentar o elegante endereço de festas farroupilhense, que conta com infraestrutura e serviços para sediar atividades sociais, corporativas e congressos.

É Carnaval

Fique por

Daniela De Rocco

A maior festa popular do planeta inicia n Cinzas. Sobram opções para aproveitar os fe Veja no Inside as dicas para curtir e, claro, aj mentos respeitosos e ações conscientes, com fundamentais para que este seja apenas ma

Rodrigo Dal Pizzol ao lado da irmã, Cristiane Dal Pizzol: empresário celebra o sucesso do Amuleto del Fuego

Elisa Trevisan Xavier comemorou seus 8 anos com familiares e amigos, em festa que aconteceu na sexta passada, na Ticabum

No último dia 21, Valentina Picollo celebro Picollo e Volmir Picollo. Amigos e familiares


Multifotos Studio

Sergio Nogueira

Adrieli Parente celebrou a formatura no curso de Arquitetura e Urbanismo pela UCS

el Ferrari celebrou genharia Mecânica o, em comemoração eu no Saturno

Walter Finimundi

Dentro

nesta sexta e só termina na Quarta de estejos em Farroupilha e Serra Gaúcha. ja com bom senso. Atitudes e comportamo não misturar bebida com direção, são ais um de muitos Carnavais. Boa festa !!!

ou 7 anos ao lado dos pais Claudia Moro s foram recepcionados na Pilim Pim Pim

Uane Guzzo e André Luis Giacomoni Júnior celebraram casamento no último sábado. A cerimônia aconteceu na Igreja São Vicente Mártir e a festa no Villa Festas e Eventos. Denise Balbinot Colombo realizou a recepção e o cerimonial


Inside

8

Egui Baldasso

Festa

e.baldasso@gmail.com

Para onde corre a nossa pressa?

* Jornalista e escritor

Que venha a X Femaçã Soberanas convidam comunidade para evento que acontece em abril, em Veranópolis Yasmin Signori Andrade

Quando eu era criança, não entendia muito bem a música do Titãs que me perguntava do que eu tinha fome. Fome, pro Egui pré-adolescente, era de comida, simples como a vontade de comer. Ao cair dos cabelos fui percebendo que ela ia muito além dos dentes e seu mastigar. Temos fome de tudo, mesmo tudo sendo muita coisa. Temos sede também. Nascemos sedentos por um peito e o que de lá sai para nos manter vivos. Crescemos e morremos mais sedentos ainda por líquidos que nos tragam algum conforto fora da nossa pesada realidade que nos jogam à cara dia a dia. Na metáfora, comemos e bebemos aquilo que não alimenta somente o corpo, mas uma alma que urge por necessidade de vida. Buscamos o que nos sacia, em algumas vezes por longo tempo, em tantas outras por um alívio de segundos. Vamos intentando fomes e sedes ao sabor dos minutos somados. O problema é que acrescentamos um ingrediente perigoso aos nossos pratos e drinques nem tão sabiamente assim degustados: a pressa. Queremos tudo, e tudo urgente. Pra ontem é a nossa literal fast-food, e caímos na ingrata cilada de acelerar cada passo. Mas qual é a nossa pressa? Para que ou por quem se corre tanto? São nossas vidas em jogo que parecemos entregar cada segundo esperando o resultado num fim deles que nunca chega? Ou apenas fizemos o relógio voar por medo de que um vazio interminável surja quando todos acabarem? Dia desses, em meio a mais um intervalo para o almoço que foi preenchido com qualquer coisa menos almoço e intervalo, me indignei comigo mesmo pelo ritmo que estava vivendo. Caramba! Eu adoro tanto sentar, parar, fazer um nada absoluto a não ser mastigar. Lendo um livro ou mexendo no celular perdido em likes que nunca mais vou lembrar. Olhar para frente, perdido, focado somente em estar ali, feliz qual um animal e sua ração diária. É preciso, às vezes, apenas ser um animal. Respirar e mastigar. Na falta de um rabo para abanar em felicidade, sorrir uma boca cheia, contente por assim estar. Mas eu não parei. Engoli mais um dos salgados da minha vida, escrevendo outro texto pra ontem, como minha toda rotina. Eu adoro ela, aliás. São poucos os momentos em trabalho que pesam. Gosto de Jornalismo mais do que chocolate (não mais que o Grêmio). Mas qual vem sendo a minha pressa? Pra que diabos eu corro tanto, sem ter o mínimo horizonte de um possível fim daquilo? Não tive resposta, porque talvez não tenha. O que preciso ter é a sensatez de acelerar, quando acelerar for necessário. Deixar a rotina me engolir como comida, porque a vida é um pouco assim. Mas parar, mesmo quando o tempo insistir em correr. Caso contrário, quem para é o coração, não para comemorar comigo, mas para lamentar que já não tem para onde correr, muito menos pelo que bater.

FARROUPILHA, 1º DE MARÇO DE 2019

I

Visita especial Bruna Zanotto, Fernanda Fracasso e Francine Bortoli estiveram na Redação do Informante na quarta pela manhã

niciou oficialmente o período de divulgação da X Femaçã: Festa da Maçã e Feira Agroindustrial de Veranópolis, que ocorrerá de 12 a 14 e de 18 a 21 de abril, no Centro de Exposições e Esportes José Bin. A imperatriz Fernanda Fracasso e as princesas Bruna Zanotto e Francine Bortoli estiveram da Redação do Informante para convidar os farroupilhenses a participarem da festa que reúne mais de uma centena de expositores, enogastronomia, diversos shows e, claro, muita maçã. O município de Veranópolis, que é pioneiro no cultivo da fruta no País e possui o título de Berço Nacional da Maçã, não promovia o evento desde 2015, quando aconteceu a 9ª edição. Na última festa, mais

de 60 mil pessoas prestigiaram as atrações. “Para esta 10ª edição já estão confirmadas duas atrações muito especiais: o grupo Roupa Nova, no dia 13, e a dupla Fernando & Sorocaba, no dia 20. Em ambos o ingresso do show da direito à entrada na feira. Esperamos que os farroupilhenses apreciem o evento junto com a gente”, declara a imperatriz Fernanda, que também sugere ao público percorrer a Rota Segredos da Maçã, uma novidade da Feira. Os ingressos para os shows podem ser adquiridos no site ticketmais.com.br. A programação completa do evento ainda está sendo definida e pode ser conferida no site oficial: femaca.com.br. É lá também que estarão disponíveis os pontos de vendas de ingressos, que estão sendo comercializados a R$ 10,00.


FARROUPILHA, 1º DE MARÇO DE 2019

Inside

Arte

Espetáculo chega a Farroupilha no dia 22 e ingressos já podem ser adquiridos Divulgação

Enaltecendo as mulheres O concerto cênico é inspirado na ópera “Carmen” e na biografia de Carmen Miranda

O

Lauro Edson Da Cás ldacas@hotmail.com

Concerto e teatro em “Carmen e os Violões”

Auditório Professor Raul Bampi, do Campus Farroupilha (CFar) da UCS, irá receber, no próximo dia 22, o espetáculo “Carmen e os Violões”. Promovido pelo Serviço Social do Comércio (Sesc) de Farroupilha, o teatro em alusão ao Dia Internacional da Mulher e ao Dia da Mulher Farroupilhense, acontece a partir das 20h e os ingressos já podem ser adquiridos. Carmen e os Violões é um concerto cênico, que une música e coreografia. Com oito violinistas, uma bailarina e castanholas. A peça é inspirada na ópera “Carmen”, de Bizet, e na biografia de Carmen Miranda. A apresentação busca enaltecer o protagonismo feminino e a cultura popular, com danças baseadas no flamenco, sem deixar de lado a dança contemporânea e o samba. Os ingressos estão sendo comercializado com

9

valores entre R$ 10,00 e R$ 25,00 e podem ser adquiridos no Sesc Farroupilha, na Cel. Pena de Moraes, 320. Mais informações podem ser obtidas pelo fone 3261-6526, no site sescrs.com.br/farroupilha ou na página do Facebook do Sesc Farroupilha.

Programe-se O que: espetáculo Carmen e os Violões Quando: sexta, dia 22, às 20h Onde: Auditório Professor Raul Bampi (Campus Farroupilha da UCS, Rodovia dos Romeiros, 567, bairro Bela Vista) Quanto: comércio e serviço, R$ 10,00; empresários, R$ 18,00; público em geral, R$ 25,00; e idosos e estudantes, R$ 13,00. Ingressos podem ser adquiridos no Sesc Farroupilha (Cel. Pena de Moraes, 320)

Ler? Até Saramago é interessante... Ler é necessário. Até, lemos! Como estamos neste início de ano letivo, qual seria a reação dos alunos, qual seria a reação da(o) professora(o), ao perguntar para a turma de alunos do Ensino Fundamental e/ou do Ensino Médio, qual foi o livro lido (no singular, sim!) no período de férias escolares? Qual a reação dos próprios pais em saber tal resposta? Provavelmente, a pergunta de qual livro o aluno leu, ocorreu em diversas turmas e nos mais diversos colégios. E a resposta? Talvez, aqui, a dimensão mais condizente deste tempo atual: ler? A tecnologia presente alimenta desejos e acalenta sonhos de muitos de nós. Invariavelmente, partimos para este ‘novo mundo’. A sociedade, em si, embora cansada, desfruta das novas e fabulosas tecnologias. Cansada, pois aquele pensamento de que a própria tecnologia nos faria descansar, foi sepultada, ou seja, ela conseguiu sugar nosso tempo e nossa atenção. Por vezes, sabemos que muitos não conseguem acompanhar tal ritmo diário e buscam alternativas para não se perderem no tempo e no espaço, como por exemplo, ler livros. Saramago, intelectual e crítico da sociedade, deixou inúmeras obras primas para quem se dispõe a ler e a se ocupar com tamanha sabedoria. Sua análise e reflexão partem do comportamento do indivíduo na sociedade. Na sua linguagem particular, ele nos provoca sobre o egoísmo, a imparcialidade, o medo, a raiva e demais sentimentos que chegam a cegar a própria pessoa. Numa de suas obras, ele nos provoca com tamanha maestria, através das palavras ‘ver’ e ‘olhar’. No seu conceito, o olhar é entendido como ato de enxergar aquilo que está tão explícito na realidade, como por exemplo, a luta pela comida, a violência que se faz presente diariamente, entre outras. Já o ato de ‘ver’, então, significa se posicionar diante de tais fatos e fazer algo para que isto seja mudado. A leitura é sempre uma boa companhia para nós mesmos. Além de disso, não nos deixa nos alienar por qualquer motivo. Se a sociedade convive diariamente com um quadro de tristeza gerada pela violência, corrupção e tantos outros quadros degradantes, Saramago nos adverte: “Se não formos capazes de viver como pessoas, ao menos façamos tudo para não viver inteiramente como animais” (Ensaio Sobre a Cegueira, 1995). Agora, se existe este quadro, algo não está tão bom. Por sinal, a reflexão prossegue no sentido de que as regras da civilização estão quebradas ou se quebrando. Por exemplo, a realidade atual onde se aceita a violência social, a violência verbal e física, os assassinatos, a falsidade ideológica, o descaso, o ódio, o autoritarismo e o extremismo de um governo, etc. Assim, o instinto de sobrevivência vai tomando forma no indivíduo. Enfim, este quadro degradante, mas real, dignifica aquele velho ditado, “quem pode mais chora menos”, infelizmente. Longe de nós, mas ele acrescenta: “é desta massa que nós somos feitos, metade de indiferença e metade de ruindade”. * Mestre em Letras, Cultura e Regionalidade


Inside

10

FARROUPILHA, 1º DE MARÇO DE 2019

Sétima Arte

Terror, o combustível

a vingança Baseado no romance de Vince Flynn, “O Assassino: O Primeiro Alvo” mostra trabalho da CIA, com seu novo recruta, em busca de evitar um atentado nuclear

A

vida do jovem Mitch Rapp (Dylan O’Brien) foi dilacerada na praia espanhola de Ibiza. O atentado terrorista que matou centenas de pessoas mudou completamente sua rotina. Ele passa, por conta própria, a se infiltrar em uma célula terrorista em busca de fazer justiça com as próprias mãos. Sua atuação não passa incólume pela CIA. A Agência de Inteligência Americana, ao também estar no encalço dos terroristas, acaba monitorando os passos de Mitch. Evidente que o fato de chegar tão perto de alvos poderosos, mesmo que agindo de maneira solitária, faz o comando da CIA se interessar por suas habilidades. Não demora muito, a vice-diretora da Agência, Irene Kennedy (Sanaa Lathan), decide colocar o novato em um programa de treinamento com o ex-Seal Stan Hurley (Michael Keaton), um experiente agente responsável por formar profissionais dos mais capacitados na unidade Orion. O grande problema é que Mitch é indisciplinado, mas não resta dúvida que é um talento a ser lapidado. Embora troque farpas com o jovem desde o início, Hurley sabe que pode extrair o

melhor dele. O interesse específico de Irene, contudo, é uma missão urgente e que deve ser desencadeada da maneira mais rápida possível, deflagrada a partir do momento que uma carga de Plutônio-239 enriquecido foi roubado de uma usina nuclear russa desativada. Com um físico competente, é possível produzir uma bomba. As primeiras suspeitas recaem, obviamente, sobre o Irã. Não é algo barato nem fácil a elaboração de uma bomba nuclear, de forma que seria praticamente impossível que grupos terroristas tivessem condição e estrutura para montar o material, algo que seria mais fácil de ser feito por um Estado. As reuniões com os líderes iranianos são tensas e não deixam a certeza se o País está ou não por trás da investida terrorista, fato que requer uma investigação ainda mais apurada. É neste momento que Irene coloca Mitch e Hurley para trabalhar com viagens ao redor do mundo em busca dos rastros dos terroristas que planejam produzir a bomba. Para isso também contam com o auxílio da agente iraniana Annika Ogden (Shiva Negar), que é uma espécie de especialista em Oriente Médio e conhece o território onde a dupla americana está prestes a ingressar. Logo os rastros começam

a aparecer e o trio buscará ficar um passo à frente dos terroristas. Porém, o problema se torna ainda mais complexo quando Irene e Hurley passam a suspeitar que um ex-agente está por trás da investida. Supostamente, ele estaria morto ao cair nas mãos de terroristas do Estado Islâmico em Aleppo, na Síria, ao não obedecer uma ordem expressa de comando. Como acontece nestes casos, a missão é sempre mais importante e o Fantasma, como era conhecido Ronnie (Taylor Kitsch) foi deixado para trás. Mas tudo muda a partir do momento em que ele pode estar vivo. Essa nova peça no tabuleiro geopolítico dificulta a compreensão das reais intenções por trás do plano de terror. A única certeza é que o risco de um atentado nuclear é alto e necessita ser impedido, independente do alvo ser Europa, Israel ou os Estados Unidos. A corrida é contra o tempo a fim de evitar um dano que pode desencadear uma nova guerra em escala global, só que desta vez com um vasto poder de destruição. Baseado no romance de Vince Flynn e dirigido pelo nova-iorquino Michael Cuesta, “O Assassino: O Primeiro Alvo” é uma competente ação e que trata de um tema muito pontual, que é o de-

senvolvimento de armas de destruição em massa por organizações terroristas financiadas por braços armados de Estados. Há um pouco de exagero como


FARROUPILHA, 1º DE MARÇO DE 2019

Inside

11

Sétima Arte Imagem: Reprodução

necessário para

Divulgação

Título original American Assassin Título traduzido O Assassino: O Primeiro Alvo

de praxe acontece em obras do gênero, mas nada que diminua seu valor nem afete o tema do terror transnacional, pertinente para o momento.

No encalço do terror Os agentes Annika Ogden (Shiva Negar), Stan Hurley (Michael Keaton) e Mitch Rapp (Dylan O’Brien) avaliam informações junto a perito para avaliar os próximos passos: missão arriscada, mas imprescindível

Direção Michael Cuesta Roteiro Stephen Schiff Michael Finch Edward Zwich Marshall Herskovitz Gênero Ação Duração 112 minutos País Estados Unidos Ano de produção 2017 Estúdio IDC Lionsgate CBS Films dB Pictures Distribuição Paris Filmes


12

Horóscopo Áries - 21/03 a 20/04

Pode encher o tanque e pisar no acelerador. Semana altamente produtiva, com decisões fortes para lidar com a carreiras e planos futuros. As responsabilidades são necessárias, mas com méritos. Está numa nova fase profissional.

Touro - 21/04 a 20/05

Está motivado a tomar novas decisões que ressoam em seus estudos, campo filosófico e viagens. É um novo momento que também favorece as relações em grupo e novos projetos. Semana excelente para impulsionar e divulgar as suas ideias.

Gêmeos - 21/05 a 20/06

É uma semana para analisar as metas de uma forma reservada. O céu lhe oferta crescimento e foco para manter o ritmo e os planos futuros. Mas é imprescindível ter preparo emocional e potencial de autoanálise para lidar com os investimentos.

Câncer - 21/06 a 20/07

É uma semana para dar forma aos projetos no relacionamento. A pessoa amada está disposta a tomar decisões de uma forma mais concreta. O cenário indica o quanto ambos estão amadurecendo. Se estiver sozinho, vai sentir-se maduro para se relacionar.

Leão - 21/07 a 22/08

É uma semana excelente para dar tônus e movimento à vida profissional. O céu colabora com decisões assertivas que impulsionam os objetivos. É uma semana para produzir e planejar a rotina e o seu trabalho. Analise as oportunidades e busque se organizar para dar conta.

Vírgem - 23/08 a 22/09

É uma semana excelente para lidar com a sua autoestima e reconhecimento dos seus talentos. Seja congruente com as oportunidades e assuma o controle para manter um ritmo necessário para o seu desenvolvimento pessoal.

Libra - 23/09 a 22/10

É uma semana para assumir o controle da situação em família, através do entendimento das mudanças que vem passando nas relações. É favorável assumir investimentos ou organizar a estrutura do imóvel. O seu crescimento depende do seu amadurecimento emocional.

Escorpião - 23/10 a 21/11

É uma semana para se comunicar e assumir uma postura mais proativa. Os estudos seguem evidentes e têm uma importância para o seu desenvolvimento profissional. O cenário colabora com decisões no casamento ou com uma pessoa significativa.

Sagitário - 22/11 a 21/12

Esteja atento, porque o céu abre oportunidades profissionais. É uma semana para pisar no acelerador, mas deve agir com estratégia. O seu foco é estruturar o setor financeiro. Está em boas condições de crescer e prosperar, mas deve mudar o curso e os métodos retrógrados.

Capricórnio - 22/12 a 20/01

O foco está no seu desenvolvimento pessoal. É uma semana ótima para tomar decisões conclusivas. Está em destaque e deve manter o ritmo necessário para consolidar os seus interesses. A relação com os filhos passa por mudanças e traz um certo desprendimento.

Aquário - 21/01 a 19/02

É uma semana para amadurecer. Já está passando por esse processo por conta de um ângulo forte com Saturno. O céu lhe dá condições de assumir uma postura comprometida com as suas decisões. Há novas posturas em família.

Peixes - 20/02 a 20/03

É uma semana excelente. O céu promove decisões assertivas com projetos e amplia as relações profissionais. Esteja aberto a novas ideias e formas de interação com pessoas e projetos. Está em evidência e capacitado a liderar.

Inside

FARROUPILHA, 1º DE MARÇO DE 2019


FARROUPILHA, 1º DE MARÇO DE 2019

VENDO TERRENO de esquina com 1.377m² a uma quadra da rodoviária e do Shopping Centro de Compras. F. 9 9118.1642. VENDO TERRENO e casa no Litoral, localização central em Arroio do Sal, somente duas quadras do mar. F. 9 9118.1642. VENDO 2 terrenos de Cooperativa já com área comprada. R$ 20.000,00 um, ou dois por R$ 35.000,00. F.: 9 9118.1642. VENDO CASA MISTA localizada no Bairro Pio X, (a mesma já está alugada através de imobiliária por R$ 1.500,00). Tratar: (54) 9 9118 1642.


2

FARROUPILHA, 1ยบ DE MARร‡O DE 2019


FARROUPILHA, 1º DE MARÇO DE 2019

3

CRÉDITO DE IMÓVEL LIBERADO R$ 160.000,00 com 5 pagas de R$ 1.150,81, estudo carro como entrada: compra/reformas/rural ou capital de giro. Telefone: (51) 3597-1474 ou (51) 99739-6368. CRÉDITO DE IMÓVEL LIBERADO R$ 259.575,00 com 3 pagas de R$ 1.759,34, estudo carro como entrada: compra/reformas/rural ou capital de giro. Telefone: (51) 3597-1474 ou (51) 99739-6368. CRÉDITO DE CAMINHÃO LIBERADO R$ 150.280,78 com 6 pagas de R$ 1.728,23, estudo troca. Telefone: (51) 3597-1474 ou (51) 99739-6368. CRÉDITO DE CAMINHÃO LIBERADO R$ 227.809,88 com 2 pagas de R$ 2.619,81, estudo troca. Telefone: (51) 3597-1474 ou (51) 99739-6368.


CRECI 23909 J


Profile for Informantef Informantef

Edição 577  

Edição 577  

Advertisement