Page 1

FARROUPILHA

|

ANO XI

| EDIÇÃO 571

| 18 DE JANEIRO DE 2019 |

R$ 3,00 Ramon Cardoso

MATÉRIA ESPECIAL

Todos os Caminhos levam a Caravaggio Gilberto Galafassi, Francis Casali, Mário Maggioni e Roque Severgnini: os primeiros desbravadores da nova rota turística da Serra Gaúcha, perfeita mistura de religiosidade com paisagens rurais Páginas 2 e 3 e Editoriais

INSIDE

POLÍTICA

Promovido pelo Sesc, Aulão com cinco atividades físicas ocorre neste sábado Capa

Prédio histórico que já abrigou Executivo, Senac oferece atividades na próxima Legislativo e Olavo Bilac, recebe a pasta semana para alunos de 6 a 14 anos Página 11 Página 12

EDUCAÇÃO

É a chance de se movimentar Turismo e Cultura na Biblioteca Treinando Inglês até nas férias


2

FARROUPILHA, 18 DE JANEIRO DE 2019

S

eis dias e pouco mais de 202 quilômetros depois, os secretários Francis Casali (Turismo e Cultura) e Roque Severgnini (Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda), o empresário Gilberto Galafassi e o juiz Mário Maggioni concluíram, no princípio da tarde de quarta, o Caminhos de Caravaggio. O quarteto foi o primeiro a fazer o percurso de maneira ininterrupta, em dias seguidos, que serviu para colher informações importantes: de melhorias na infraestrutura a um aproveitamento adequado das atrações que estão no entorno do trajeto principal e que podem e devem fazer parte dos trechos. Um mapeamento oportuno para que os peregrinos possam realizar com conforto e segurança o trajeto que é a nova opção turística da Serra Gaúcha e faz uma mistura oportuna com duas grifes da região: a religiosidade e as belas paisagens do interior. O roteiro liga o Santuário de Nossa Senhora de Caravaggio de Canela ao de Farroupilha, por estradas e zonas

Ramon Cardoso

CAMINHOS DE CARAVAGGIO

Aventura mapeada

Quarteto conclui percurso de 202,6 quilômetros entre os Santuários

Os ‘puxados’ trechos do Caminhos Rota dia 1 Trecho: do Santuário de Caravaggio, em Canela, a Gramado Percurso: 33,7 quilômetros Rota dia 2 Trecho: de Gramado a Santa Lúcia do Piaí, em Caxias do Sul Percurso: 40,2 quilômetros Rota dia 3 Trecho: de Santa Lúcia a Linha Imperial, em Nova Petrópolis Percurso: 38,5 quilômetros

Rota dia 4 Trecho: de Linha Imperial a Nova Palmira, em Caxias do Sul Percurso: 33,2 quilômetros Rota dia 5 Trecho: de Nova Palmira a São Roque, em Farroupilha Percurso: 34,5 quilômetros Rota dia 6 Trecho: de São Roque ao Santuário de Caravaggio, em Farroupilha Percurso: 22,5 quilômetros

rurais e urbanas de cinco municípios: Canela, Gramado, Caxias do Sul, Nova Petrópolis e Farroupilha. Em média foram percorridos 34 quilômetros por dia, com paradas para refeições em igrejas e capitéis e descanso noturno noite em hotéis, pousadas e um seminário, locais que já são parceiros do projeto. O caminho de 202 quilômetros pode ser feito a pé ou de bicicleta, permitindo a contemplação das paisagens naturais, plantações, construções do século passado, igrejas e atrativos culturais que marcam a imigração italiana na Serra. A chegada ao Santuário farroupilhense, às 14h30min, foi de celebração com familiares e amigos. O trecho foi pré-lançado em novembro passado, durante o 30º Festival Internacional de Turismo, em Gramado, quando um protocolo para a criação de um consórcio foi assinado pelos cinco prefeitos, garantindo a formalização jurídica do roteiro e possibilitando a captação de recursos junto ao Ministério do Turismo para infraestrutura, divulgação e manutenção do Caminhos de Caravaggio.


3

FARROUPILHA, 18 DE JANEIRO DE 2019

CAMINHOS DE CARAVAGGIO

As impressões sobre a jornada Confira o que os peregrinos falaram sobre o Caminhos “A experiência foi sensacional. É uma caminhada de reflexão, de fé, de contemplação. A questão da quilometragem a gente acredita que pode dividir um pouco mais os trechos, para ser feito em mais dias e com mais tranquilidade, podendo visitar outros atrativos que existem no entorno do caminho e que, por conta da distância, acabamos não visitando. A partir de agora vamos fazer a sinalização. Não indico para qualquer um fazer sem uma preparação mínima antes. Todos os lugares que paramos foram cadastrados como pontos de apoio, preparados para receber os peregrinos, muito atenciosos e com uma recepção ótima. Outra coisa que chamou a atenção foi o acolhimento das famílias ao longo do percurso. Quando nos apresentávamos e explicávamos o que estávamos fazendo, todo mundo estendia a mão, uma água gelada, pedia se queríamos comer algo, até uma sombra para descansar embaixo de uma árvore. Então a gente teve esse acolhimento. Foi uma experiência muito positiva”, declarou Francis Casali.

Ramon Cardoso

Missão cumprida Roque, Francis, Maggioni e Galafassi foram recepcionados pelas esposas Vanusa, Daniela, Cláudia e Márcia, na chegada ao Santuário

“Posso garantir que não é um caminho fácil. Eu diria até que é bastante desafiador, mas estávamos em grupo e cada um motivava o outro. Tivemos uma receptividade muito boa, o pessoal sabia que estávamos fazendo o trecho pela primeira vez. Passamos por muitas igrejas, paisagens lindas, muitos parreirais já que estamos na época da colheita da uva. Com uma estrutura mínima, tenho certeza que será um sucesso. Foi uma rica experiência”, enfatizou Roque Severgnini. “Eu fui apenas para caminhar, então achei o trajeto fantástico, excelente. Algo que ao meu ver poderia fazer é distribuir em trechos menores. Teve um dia que fizemos 40 quilômetros. Nós andávamos em um ritmo lento, então demoramos 12 horas, caminhamos das 9h da manhã às 21h da noite. Tem pontos como a gruta dos índios, o pinheiro em Nova Petrópolis, o Caracol, que fica em uma distância próxima que daria para visitar. Foi uma experiência excelente. Tínhamos as reservas feitas em hotéis, como é um roteiro oficial, basta contatar anteriormente e está pronto. Ainda não existe sinalização, o Francis foi nosso guia, dependíamos dele, mas a próxima etapa é fazer esta parte”, comentou Mário Maggioni.

“Fiz o Caminho de Santiago de Compostela, que era um compromisso meu de mais de 20 anos, e não imaginava que teríamos aqui uma oportunidade maravilhosa como essa: o Caminhos de Caravaggio. Como eu nasci aqui, aos pés de Caravaggio, na Busa, fui batizado e crismado no Santuário, a emoção que eu tive ao chegar foi tão ou mais forte do que ao chegar em Santiago. Aqui é onde eu nasci, meu pai ajudou a construir essa igreja, inclusive o último trecho da estrada tem o nome do meu pai, Luiz Galafassi. Isso dá um sentido todo diferente. Se eu fosse classificar o percurso em fácil, médio e difícil, eu diria que é difícil porque tem muitos altos e baixos, justamente pela topografia da região. A ideia inicial era fazer em poucos dias, nós fizemos em seis, numa média de 35 quilômetros ao dia, mas obrigatoriamente tem que ser realizado em um período maior, para que pessoas de outras idades possam fazer com tranquilidade. Se chega pelo objetivo, pela fé que a gente tem e o caminho traz uma energia que é inexplicável”, frisou Gilberto Galafassi.


4

FARROUPILHA, 18 DE JANEIRO DE 2019

Novo “pente fino” da Alexandre S. Triches *

C

om o início do Governo Bolsonaro, a imprensa noticia que um novo pente fino nos benefícios da Previdência Social ocorrerá nas próximas semanas. As novas regras serão editadas por meio de Medida Provisória e sucedem projeto anterior que promoveu ampla revisão nos benefícios por incapacidade. A expectativa da imprensa é bastante verossímil considerando que a equipe do novo presidente já anunciou que a redução de gastos no setor previdenciário é a prioridade para este ano. Por isso é importante que todos os beneficiários do INSS estejam atentos, pois podem ser convocados para demonstrar a regularidade de seu benefício. A revisão da regularidade dos benefícios previdenciários não deveria gerar maiores alardes. Isto porque é natural e moral que os gastos públicos sejam auditados constantemente, bem como é sabido por todos que existem muitas fraudes na Previdência Social. Acontece que, historicamente, todas as medidas de pente fino na Previdência vêm acompanhadas de falhas que prejudicam muitas pessoas, considerando que o contingente abrangido pelas revisões é expressivo e a estrutura do INSS é precária. Por isso, o mais importante é compreender que existem regras a serem observadas pelo órgão previdenciário na análise dos casos, e que uma das primeiras é que ninguém pode ter seu benefício cancelado sem prévia notificação do interessado, bem como com a garantia de prazo para apresentar defesa ou comparecer ao INSS. Notificar o interessado é convocá-lo formalmente para comparecimen-

to junto ao INSS, garantindo-lhe prazo para defesa. Este direito não está previsto apenas em lei; está consagrado também na Constituição Federal. Dessa forma, deve ser sempre observado pelo poder público o direito ao devido processo legal. Do contrário, práticas arbitrárias, como convocações por meio de agência bancária, suspensão do benefício até comparecimento na agência do INSS, dentre outras hipóteses, via de regra, serão ilegais. Um segundo aspecto relevante sobre o pente fino é que o segurado esteja com o seu endereço atualizado junto ao INSS. Para que o dever de notificação se concretize, é necessário que o endereço atual do beneficiário esteja cadastrado na Previdência. Considerando que muitos aposentados e pensionistas trocam de endereço e não comunicam ao INSS, o risco da convocação ser expedida – mas não chegar ao destinatário – é grande e, nesses casos, a lei é clara: a convocação devolvida por mudança de endereço não informada ao INSS é considerada convocação realizada. Ou seja, a responsabilidade quanto a regularidade do endereço constante nos cadastros do INSS corre por conta do aposentado e do pensionista. Um terceiro aspecto importante sobre o provável pente fino é que benefícios cuja análise guarde maior subjetividade terão uma análise mais criteriosa por parte da equipe que revisará as concessões. O que seriam benefícios com maior subjetividade na análise? Aqueles que, apesar de haver um critério objetivo quanto ao direito previsto na lei, demandará a produção de provas, por meio de documentos, análise técnica ou testemunhais. A avaliação quanto a verossimilhança do direito invocado ficará por conta do servidor. Assim, por exemplo, é o caso dos


5

FARROUPILHA, 18 DE JANEIRO DE 2019

Previdência Social benefícios rurais, que demandam a apresentação de provas documentais, as quais necessariamente precisam convencer um servidor quanto a sua verossimilhança para, então, haver a autorização da oitiva de testemunhas que, após ocorrida, será objeto de homologação por parte do agente público. O grau de discricionariedade desta análise é elevado: assim como as provas convenceram o servidor à época da concessão, podem, agora, apresentar efeito em sentido contrário. Também é o caso das aposentadorias especiais, as quais demandam a análise de critérios de nocividade e permanência dos agentes químicos, físicos e biológicos, ou associação destes, utilização de equipamentos de proteção individual e coletiva, critérios de mensuração e dosimetria. Aqui deve-se estar atento aos critérios utilizados na análise da revisão, principalmente considerando a evolução da disciplina da matéria na lei e na jurisprudência: não poderá haver aplicação retroativa de regra prejudicial ao segurado, tampouco entendimentos afastados pelo Poder Judiciário no momento da concessão. Qualquer medida nesse sentido deve ser invalidade em razão do princípio de que o tempo rege o ato, bem como do respeito aquilo que foi decidido em eventual processo judicial. Ainda, é o caso das pensões por morte. Não aquelas concedidas para esposas e esposos, com certidão de casamento apresentada, logicamente. Ou, então, filhos até 21 anos, mas sim naquelas hipóteses de união estável, dependência econômica dos pais com relação aos filhos ou, também, filhos maiores de 21 anos e inválidos. Vislumbra-se em todos esses casos alto nível de subjetividade nas análises, muitas vezes realizadas por perícias médicas e oitiva de testemunhas, o que deixam um campo em aberto e

muito expressivo para reavaliações. Considerando a notícia de que a Medida Provisória deve prever um bônus de R$ 57,50 para agentes do INSS que descubram irregularidades em pensões e aposentadorias e que o foco é alcançar uma economia de até R$ 9,3 bilhões em um ano, estas reavaliações podem estar maculadas com irregularidades, considerando que o peso econômico da medida prepondera à análise social. Sabe-se que já é extremamente difícil para as equipes técnicas da Procuradoria Federal, bem como de monitoramento operacional de benefícios do INSS localizar fraudes, mesmo com todo o suporte e aparato tecnológico e de pessoal que possuem, imagine-se, então, para um servidor, técnico ou analista, do Seguro Social, acostumado a trabalhar unicamente em agências? Haverá escopo ou condições para efetuar rastreamento e operacionalizar revisões de fraudes em benefícios previdenciários? Se a resposta for negativa e houver, mesmo assim, o constrangimento governamental nesse sentido, certamente haverá notícia de cancelamentos indevidos de benefícios e, nesses casos, prestações que carreguem maior subjetividade serão as mais atingidas. Por fim, nunca é demais referir que benefícios concedidos irregularmente terão a intencionalidade analisada. No caso de dolo na irregularidade, a prática poderá gerar reflexos criminais. No caso de culpa, ou seja, naquelas hipóteses em que o beneficiário não tinha ciência da falha ou foi induzido em erro, não sofrerá reflexos penais. Todavia, a devolução de valores em ambos os casos é devida. * Advogado (OAB/RS 65.635), especialista em Direito Previdenciário, e professor


6

FARROUPILHA, 18 DE JANEIRO DE 2019

Foi concluído na quarta à tarde o trajeto “Caminhos de Caravaggio”, que foi feito pela primeira vez de maneira ininterrupta, em dias seguidos, por Francis Casali, Gilberto Galafassi, Mário Maggioni e Roque Severgnini. O quarteto de peregrinos foi o primeiro a percorrer o trecho, que tem tudo para se constituir na nova atração turística da Serra Gaúcha, justamente por agregar duas grifes da região: a religiosidade e as belas paisagens do interior. Viabilizado a partir de uma ideia do prefeito Claiton Gonçalves, o Caminhos teve um passo importante dado no final do ano passado, durante o Festuris, em Gramado, quando os chefes do Poder Executivo dos cinco município por onde passa a rota, que liga os Santuários de Caravaggio de Canela e Farroupilha, celebraram um consórcio que facilitará, sobretudo, a captação de recursos junto ao Ministério do Turismo para obras de infraestrutura, divulgação e sinalização do trecho. Embora a iniciativa tenha partido de um poder constituído, seu sucesso passa pouco pela política

Francis Casali

Caminho sem volta e muito mais pela iniciativa privada. Se a esfera pública se colocar como mera indutora de ações que facilitem a implementação de atrações ao longo do percurso, sejam elas bares, hotéis, pousadas ou restaurantes, o roteiro tem tudo para vingar e se consolidar como um atrativo a mais para a região. Esse tipo de turismo, voltado à natureza e mais rústico, é muito comum na Europa, como atestou Galafassi, que fez o Caminhos de Santiago de Compostela no ano passado. Além disso, não exige grande luxo, muito pelo contrário, quanto mais simples melhor, o que não demandaria alto investimento por parte dos interessados em estabelecer um negócio no roteiro turístico. Evidente que o projeto ainda está no início, mas seu potencial é inegável. As impressões do quarteto de desbravadores certamente serão levadas em conta na definição de ajustes de rotas, sinalização e prováveis pontos de apoio (veja Matéria Especial nas páginas 2 e 3). Tal qual a trajetória do grupo de aventureiros, o Caminhos de Caravaggio anda em ritmo acelerado.

Ideia local, projeção nacional

Índice

Editorial

Matéria Especial....................................... Páginas 2 e 3 Editoriais e Opinião ................................ Páginas 6 e 7 Economia ..................................................... Página 8 Cidade .......................................................... Página 10 Política ....................................................... Página 11 Educação..................................................... Página 12 Esporte........................................................ Páginas 14 e 15

Inside

Especial ....................................................... Capa Cinemas ........................................................ Página 2 Música .......................................................... Página 3 Gustavo Pimentel ..................................... Página 4 Agenda ......................................................... Página 4 Beleza........................................................... Página 5 Guilherme Macalossi .............................. Página 5 Social ........................................................... Páginas 6 e 7 Egui Baldasso............................................ Página 8 Sustentabilidade ...................................... Páginas 8 e 9 Lauro Edson Da Cás ................................. Página 9 Sétima Arte................................................. Páginas 10 e 11 Horóscopo ................................................. Contracapa Saúde, Beleza & Estética...................... 4 páginas Classificados .......................................... 8 páginas

A marca Plantiê já havia sido selecionada para participar da exposição do 32º Prêmio do Museu da Casa Brasileira, no final do ano passado. Uma iniciativa inovadora e com foco voltado à responsabilidade ambiental. Evidente que a dupla conta com votos e torcida de familiares, amigos e certamente de muitos farroupilhenses e caxienses mobilizados pelo projeto. Porém, mesmo que o prêmio principal não venha, o simples reconhecimento em um concurso nacional demonstra, com sobras, que Clarissa e Mateus estão no caminho certo.

Yasmin Signori Andrade

As preocupações com o meio ambiente são cada vez maiores e, justamente por conta disso, boas iniciativas na área tendem a ser reconhecidas. É o que acontece com o projeto desenvolvido pela farroupilhense Clarissa Corteletti e pelo caxiense Mateus Serafim. A dupla está à frente da Plantiê Vasos Auto Irrigáveis, que concorre na edição inaugural do Prêmio Muda, idealizado pela revista Casa Vogue, na categoria Voto Popular como a Empresa Mais Sustentável do Ano (confira matéria nas páginas 8 e 9 do Inside). Não foi uma escolha aleatória, pelo contrário.

Redação - redacao@jornalinformante.com.br Juliana Inês Casa Barbieri juliana@jornalinformante.com.br Ramon Cardoso ramon@jornalinformante.com.br Yasmin Signori Andrade yasmin@jornalinformante.com.br

Comercial - comercial@jornalinformante.com.br Camila de Lima Alves camila@jornalinformante.com.br Fabiano Luiz Gasperin gasperin@jornalinformante.com.br Maria da Graça Potricos Leite maria@jornalinformante.com.br

Anúncios - anuncios@jornalinformante.com.br Marcelo Bortagaray Mello marcelo@jornalinformante.com.br Tiago Rodrigues da Silva tiago@jornalinformante.com.br

Financeiro - financeiro@jornalinformante.com.br Keli de Almeida Maciel keli@jornalinformante.com.br

Assinaturas - assinaturas@jornalinformante.com.br Assinatura Bienal: R$ 240,00 Assinatura Anual: R$ 140,00

Telefones (54) 3401-3200 / (54) 3401-3201 (54) 3401-3202 / (54) 3401-3203

Endereço Rua Dr. Jaime Romeu Rössler, 348, Bairro Planalto

Colunistas Crônicas da Redação Dolores Maggioni Egui Baldasso Fabrício Oliboni

Guilherme Macalossi Gustavo Pimentel Lauro Edson Da Cás Paulo Roque Gasparetto

A manifestação dos colunistas é livre e independente e não necessariamente reflete a opinião do Tabloide sobre os temas abordados nas colunas

@PaperInformante www.jornalinformante.com.br

/jornalinformante


7

FARROUPILHA, 18 DE JANEIRO DE 2019

Empresário: expectativa x realidade Imagens: Reprodução

Daniel Toledo * Ser empresário não é a coisa mais simples do mundo como alguns pensam. Você vai ter que cuidar do seu negócio todos os dias, é como se fosse um filho que nunca cresce. Vai exigir também decisão e postura. Se quer conquistar o sucesso, é necessário se dedicar 100% e acreditar no seu sonho. E esteja preparado, porque não é todo mês que vai ter dinheiro para pagar as contas. Esqueça essa história de salário, porque nem sempre ele virá. Então, tem que deixar um caixa reserva. Por todos esses motivos citados acima, empresas abrem e fecham no mundo inteiro, o tempo todo, e nos Estados Unidos não poderia ser diferente. Inclusive algumas que encerraram suas atividades são bem conhecidas pelos brasileiros. No Brasil, devido à crise, esse movimento foi ainda mais intenso, mas também sei de casos em que empresas aparentemente saudáveis, em Portugal, não operam mais. Mas porque será que isso acontece? Muitas vezes os donos são pessoas experientes dotados de ótima capacidade gerencial e intuitiva. Eu já ministrei palestras em seis Países, e eu nunca aceito ter um tempo menor do que duas horas porque gosto de interagir com quem foi me ouvir. E durante algumas conversas, quando questiono para as

pessoas porque elas querem abrir uma empresa, o que eu mais ouço são frases como “quero ganhar mais dinheiro”, “quero liberdade profissional”, “quero mais tempo para mim”, “quero mais possibilidade de estar com a minha família”. Serei muito sincero, empresários podem até me corrigir, mas as coisas não são exatamente assim. Quanto mais eu me envolvo com os meus negócios, menos tempo eu tenho. E muitas vezes, se for olhar proporcionalmente, quanto mais projetos, menos eu ganho devido às despesas desses investimentos novos. As cobranças deixam de ser do seu “chefe”, e passam a ser do seu cliente, fornecedor ou parceiro de negócio. As pessoas iniciam um negócio com expectativas erradas, o que gera um monte de frustrações. Boa parte não está sequer preparada para lidar com pressões. Enquanto você é empregado, muitas vezes, não tem a preocupação com folha de pagamento, imposto, terceiros, prestação de serviços, responsabilidade civil e uma série de questões que qualquer empresário tem. E quando você vai para outro País, essas questões se agravam porque muitas vezes as pessoas realmente não sabem o que fazer, e ainda tem que lidar com a barreira do idioma. Então, precisa estar claro que este momento vai exigir muito mais do que você imagina. Pensando desta forma já é o primei-

ro passo para o sucesso. Aceite e compreenda que não vai ser fácil, é preciso ter persistência, competência e auxílio profissional que irá orientar e direcionar. Presenciei dois casos em Madri, de dois brasileiros distintos, sem relação alguma, que abriram empresas, mas de forma totalmente inexperiente. Um parceiro do nosso escritório de lá ofereceu para esses investidores € 5 mil para cada um com o intuito de ajudar com toda a estruturação e obter as licenças necessárias. Eles preferiram economizar esse dinheiro e o negócio não durou nem oito meses. Precisaram lidar com muitas questões das quais não estavam acostumados e, lógico, não deram conta. Há um ano atendi um desembargador aposentado do Tribunal de Justiça de São Paulo, que veio para Miami e quis abrir um negócio. Ele já possuía outras empresas, mas aqui preferiu se aventurar em outros segmentos e eu tive que ser honesto sobre o que poderia acontecer. Com todo seu histórico de ser concursado e ter trabalhado sempre com a mesma coisa, desde sua formação, questionei com todo respeito com a capacidade dele, sobre qual era sua experiência empresarial. Ele me respondeu que não tinha nenhuma, então para que a gente não tivesse muitos riscos, eu aconselhei a adquirir uma franquia. Isso porque eu sempre penso em

diversas oportunidades. Em casos que a pessoa não tem expertise, a franquia pode ser uma grande solução porque o sistema fornece todo o passo a passo de como funciona e do que é preciso fazer. Além disso, há um suporte quando necessário. Com certeza você vai ganhar menos do que se abrisse um negócio próprio, mas se prefere iniciar uma atividade econômica sem ter amparo, consultoria e mentoria, a melhor opção para este cenário seria a franquia. Quando pensar em abrir um negócio, em empreender, seja no Brasil ou qualquer outro lugar, busque informação de pessoas que já estão no ramo, que conhecem e têm experiência para compartilhar. Tenho escutado muito sobre coach e mentoria. Recentemente foi a uma palestra sobre o tema de um especialista que é realmente muito inteligente e atua de forma didática, mas ainda assim não achei que ele tem a expertise necessária para orientar um empresário, porque simplesmente ele nunca foi um, ou seja, tem apenas a teoria. Então, se você for fazer alguma coisa, tenha cautela e tome cuidado. Faça o passo a passo, busque informações reais sobre o negócio, área e afins que possam te trazer uma certa estabilidade e não perder dinheiro. * Advogado especializado em Direito Internacional e consultor de negócios


8

FARROUPILHA, 18 DE JANEIRO DE 2019

CAPACITAÇÃO

Mais conhecimentos na área tributária Formação oferecida pela CICS, a primeira do ano, acontece na próxima quarta e ainda há vagas disponíveis Divulgação

A

Câmara de Indústria, Comércio, Serviços e Agronegócio (CICS) de Farroupilha promove, na próxima semana, o primeiro curso do ano: “Prepare-se para as novidades em 2019: ICMS Próprio e Substituição Tributária”. A formação acontece na próxima quarta, das 18h às 22h, na sede da entidade e as inscrições podem ser feitas até terça pelo e-mail cics@cicsfarroupilha.com.br ou pelo fone 3261-3460. A formação é destinada a contadores, auditores, encarregados, auxiliares, advogados e outros profissionais que desejam reciclar seus conhecimentos acerca da legislação. A proposta é atualizar os conceitos que envolvem a área tributária, tendo em vista as constantes alterações, permitindo que os profissionais estejam mais preparados e atuem com segurança no segmento fiscal. Entre as abordagens estão ICMS Próprio, ICMS Substituição Tributária, IPI e Obrigações Acessórias. A formação será ministrada por Alexandre da Rocha Silva, professor da Universidade de Caxias do Sul (UCS), pós-graduado em Auditoria e Perícia, assessor tributário e integrante do CCA Bernardon Consultoria Contábil e Tributária. Para participar o valor é R$ 120,00 para sócios da CICS, R$ 150,00 para associados de outras entidades empresariais e R$ 300,00 para não sócios.

Atualizando conhecimentos Inscrições abertas até terça para curso promovido pela CICS

Programe-se O que: curso “Prepare-se para as novidades em 2019: ICMS Próprio e Substituição Tributária” Quando: próxima quarta, das 18h às 22h Onde: sede da CICS (República, 425, Centro) Quanto: R$ 120,00 para sócios da CICS; R$ 150,00 para sócios de outras entidades empresariais e R$ 300,00 para não sócios. O Sicredi subsidia até 80% do valor para seus associados, mediante aprovação da cooperativa que deve ser solicitada com antecedência


10

FARROUPILHA, 18 DE JANEIRO DE 2019

CIRCUITO

Nostalgia: a vez dos carrinhos de lomba

Q

uem curte um carrinho de lomba agora tem um evento à altura. Organizado pela Secretaria Municipal de Esporte, Lazer e Juventude, será no próximo dia 17 e as inscrições já estão abertas. O 1º Circuito de Carrinho de Lomba é gratuito e o cadastro pode ser feito na Secretaria promotora, junto ao Centro de Atendimento ao Cidadão (Ceac).

Divulgação

Evento será no dia 17 de fevereiro e inscrições são gratuitas A competição será na rua Independência, com saída em frente à Farmácia Panvel, às 9h. Menores de 18 anos podem participar mediante autorização. “Hoje a maioria da gurizada não conhece, então resolvemos propor algo diferente, que envolva várias gerações”, considera Juliano Baumgarten, diretor do Departamento de Juventude. A competição será em três categorias: Alegórica, Rolimã Tradicional e Força Livre Xtreme. Confira o regulamento em farroupilha.rs.gov.br.

Obituário

Alguém quer me adotar? Tipi é macho, de porte pequeno e tem sete meses. Está vacinado e será doado castrado. Interessados em conhecê-lo podem manter contato pelo fone 999.515.440. Importante: ONG dos Peludos informa que não serão doados cães para ficarem presos em correntes.

ONG dos Peludos

11 de janeiro * Antônio Carlos Zanfelice, 72 anos. Sepultamento no Cemitério Público Municipal (CPM). 13 de janeiro * Leandro Fogolari, 25 anos. Sepultamento no CPM. 14 de janeiro * Alfeu Rogério Ribeiro dos Santos, 59 anos. Sepultamento no CPM; * Celso Ambrósio Trevisol, 51 anos. Sepultamento no CPM. 15 de janeiro * Ana Terezinha Martins, 61 anos. Sepultamento no CPM. 16 de janeiro * Thereza Peroni, 83 anos. Sepultamento no CPM.

Redescobrindo uma diversão Inscrições podem ser feitas até dia 14, no Ceac


11

FARROUPILHA, 18 DE JANEIRO DE 2019

VOLTA ÀS ORIGENS

A nova casa do Turismo e Cultura Secretaria deve deixar Centro Administrativo para se instalar no antigo prédio da Biblioteca Pública no próximo mês

I

deia que ganhou força no início deste ano, a mudança da Secretaria de Turismo e Cultura para o prédio que abrigava a Biblioteca Pública Municipal Olavo Bilac deve ocorrer no próximo mês. Com a reforma na edificação praticamente concluída, o que resta para a transferência é apenas a instalação da fibra óptica no local. “Há uma necessidade de reestruturação do Departamento de Compras na prefeitura e então já tínhamos a ideia de sair para permitir essa ampliação. Temos um projeto bem interessante para o prédio da antiga Biblioteca, mas depende de aprovação na Lei de Incentivo à Cultura (LIC) e captação de recursos. Enfim, isso pode demorar um pouco. Como o local está sem uso, vimos a possibilidade de utilizarmos, até mesmo porque prédio parado acaba se de-

Arquivo Jornal Informante

teriorando muito rápido”, citou Francis Casali, secretário de Turismo e Cultura. A intenção é de utilizar apenas o pavimento inferior, tendo em vista que há problemas estruturais na edificação por conta do peso dos livros no andar superior, fato que acabou determinando a saída da Olavo Bilac do local. Neste primeiro momento, apenas Turismo e Cultura deve estar sediado na edificação. Francis informa que a pasta deve permanecer até que esse novo projeto, que contempla um restauro definitivo no prédio histórico, seja viabilizado. Novo uso Histórico prédio, que já foi sede dos Poderes Executivo e Legislativo, volta a ter sua utilização vinculada à prefeitura com a instalação da pasta do Turismo e Cultura: em 2017 foi definida saída da Biblioteca do local para obras de restauro na edificação


12

FARROUPILHA, 18 DE JANEIRO DE 2019

REFORÇO

Inglês: aprender brincando nas férias Atividade especial do Senac Farroupilha é destinada a crianças a partir dos 6 anos e inicia na próxima segunda pandir o vocabulário dos participantes. Este é o primeiro ano da Colônia de Férias em Inglês, uma proposta voltada a ampliar os conhecimentos linguísticos por meio da ludicidade e recreação. Mesmo os que não têm conhecimentos na língua inglesa também podem participar, justamente para despertar o interesse pelo idioma. Ainda de acordo com Evandra, a procura está sendo grande, tendo em vista que o período é propício para introduzir novas atividades às crianças e adolescentes. O valor é R$ 120,00 com descontos de 10% para pagamento à vista e de 7% para pagamentos com cartão de crédito.

Programe-se O que: Colônia de Férias em Inglês Quando: de segunda até dia 25 Onde: sede do Senac Farroupilha (República, 617, Centro) Quanto: R$ 120,00 com desconto de 10% à vista e 7% de desconto para pagamentos no cartão de crédito

Divulgação

C

rianças e adolescentes têm uma boa oportunidade para aprimorar o seu Inglês na carona de brincadeiras e novas vivências. Essa é uma proposta diferenciada do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac): a Colônia de Férias em Inglês. As atividades iniciam na segunda e ainda há vagas disponíveis. São duas turmas, sendo uma para crianças de 6 a 10 anos e outra para os de 11 a 14 anos. As atividades acontecem na sede do Senac, das 13h30min às 17h30min, seguindo até a sexta, dia 25. As inscrições podem ser feitas diretamente na unidade ou pelo site www.senacrs.com.br/farroupilha. “A proposta é a interação, diversão, atividades recreativas voltadas ao Inglês”, explica Evandra Scottá, diretora da unidade local. As ações incluem aulas de culinária, festa a fantasia, brincadeiras, pintura, desenho, trabalhos manuais, música, teatro e dança, lembrando que tudo é conduzido para ex-

Aprendizagem divertida Proposta do Senac é aprimorar conhecimento no Inglês ou despertar o interesse pelo idioma

Aprovação Inscrições para Vestibular Complementar da UCS

Até o próximo dia 12 estão abertas as inscrições para o Vestibular Complementar da Universidade de Caxias do Sul (UCS). Em Farroupilha há vagas para graduação em Administração, Ciências Contábeis e Direito. O ingresso é pelo aproveitamento da nota de Redação dos Vestibulares da UCS, nota de Redação do ENEM ou realização de prova de Redação no próximo dia 14, no Campus Farroupilha. Inscrições pelo site www.ucs.br.


14

FARROUPILHA, 18 DE JANEIRO DE 2019

39º AVN/AM

Primeiros finalistas definidos S.R. 1º de Maio, no Veterano, Rosário, no 1º Quadro, e Monte Carmelo, no 2º, venceram o Quadrangular 1 da disputa 1ª rodada E.C. 1º de Maio 1x0 Amizade (WO) Monte Carmelo 2x1 Cachoeirinha 2ª rodada Cachoeirinha 2x1 E.C. 1º de Maio Monte Carmelo 1x0 Amizade (WO) 3ª rodada Cachoeirinha 1x0 Amizade (WO) Monte Carmelo 1x1 E.C. 1º de Maio Classificado: Monte Carmelo

1º Quadro (Quadrangular 1) 1ª rodada Monte Carmelo 1x1 Juventus E.C. 1º de Maio 1x1 Rosário 2ª rodada Juventus 0x2 E.C. 1º de Maio Rosário 1x0 Monte Carmelo 3ª rodada Rosário 4x0 Juventus Monte Carmelo 1x0 E.C. 1º de Maio Classificado: Rosário

Quadrangular 2 do 39º AVN/AM Veterano

S.R. 1º de Maio Atual campeão confirmou o favoritismo e avançou à final na busca pelo bicampeonato Fotos: Roberto Minella

Veterano (Quadrangular 1)

1ª rodada Atlético Carmelo 2x0 Vila Lobos S.R. 1º de Maio 1x0 Amizade 2ª rodada Amizade 0x3 Atlético Carmelo Vila Lobos 0x6 S.R. 1º de Maio 3ª rodada Amizade 9x0 Vila Lobos S.R. 1º de Maio 2x1 Atlético Carmelo Classificado: S.R. 1º de Maio

2º Quadro (Quadrangular 1)

Ramon Cardoso

O

fim de semana de abertura da 39ª edição do Ângelo Venzon Neto/ Antônio Minella (AVN/AM) definiu os primeiros classificados ao Quadrangular Final do torneio. A disputa movimentou a Sociedade Esportiva, Recreativa e Cultural (SERC) Farrapos no sábado e domingo, com a classificação de três times caxienses à etapa decisiva. No dia de abertura, a Sociedade Recreativa (SR) 1º de Maio, atual campeão, fez campanha impecável e, com três vitórias, assegurou seu lugar na decisão. Nos duelos dominicais, o Rosário ficou com a vaga no 1º Quadro e o Monte Carmelo foi o classificado no 2º Quadro. A dupla obteve o posto na final com duas vitórias e um empate. Uma confusão envolvendo um atleta e integrantes da equipe do Amizade e pessoas com vínculo com o time veterano do Santos, no sábado, resultou na eliminação das duas equipes e suspensão de dois anos. Confira abaixo e ao lado como foram os resultados do Quadrangular 1 do torneio e os duelos iniciais do Quadrangular 2.

Monte Carmelo Time largou com duas vitórias e, com empate no duelo decisivo, assegurou posto na decisão

1ª rodada (sábado, a partir das 14h) Liga/RG FC x Bahia Saturno x Kaiser/Alemão Suspensões

2º Quadro

1ª rodada (domingo, a partir das 9h) Montreal x Kaiser/Alemão Suspensões G.E. Julieta x Pôr do Sol

1º Quadro

1ª rodada (domingo, a partir das 9h40min) Pôr do Sol x União De Zorzi Cidade Nova x Kaiser/Alemão Suspensões

Rosário Equipe estreou com empate, mas emplacou duas vitórias na sequência e ficou com a vaga


15

FARROUPILHA, 18 DE JANEIRO DE 2019

2019: TODOS PELO BRASIL

Reeleito, Bonetto pede apoio e união Presidente segue mais um ano à frente do rubro-verde farroupilhense com a missão de fazer o clube regressar à Segundona Ramon Cardoso

A

Brasil

eleição ocorrida no início da noite de terça, no Estádio das Castanheiras, reconduziu o empresário Elenir Luiz Bonetto para mais uma temporada à frente da Sociedade Esportiva, Recreativa e Cultural (SERC) Brasil. Com o respaldo do Comitê Gestor, o presidente destacou que espera um envolvimento mais efetivo dos torcedores e da comunidade para que o rubro-verde tenha condições de sair da Terceirona o quanto antes. O lema do ano fala por si só: “2019: Todos Pelo Brasil”. “O Comitê Gestor vai se reunir e temos o compromisso, com a diretoria, de disputar a competição e fazer um papel que esteja à altura da história do clube. Claro que não queríamos o rebaixamento, mas ele aconteceu e faz parte da disputa. Nosso papel agora é de buscar reação. E ela virá se torcedores e a comunidade estiverem conosco”, destacou Ansélio Brustolin, presidente do Conselho Deliberativo. Após a definição da nova chapa, com poucas alterações (veja ao lado), ter sido eleita por aclamação, bem como o Conselho Fiscal, Bonetto falou sobre o novo ano no comando, o trabalho junto ao Comitê Gestor, busca por patrocínios para encarar a temporada, além da definição da comissão técnica e montagem do elenco para a disputa da competição estadual. Confira os principais trechos da entrevista com o presidente rubro-verde.

Apoio

Precisamos contar com mais pessoas envolvidas com o clube, mais adesões, além das que já temos e que muito nos ajudam nesse trabalho. Contamos com o respaldo do Comitê Gestor, dos torcedores e da comunidade para voltarmos à Segundona. Muitos clubes caíram e regressaram mais fortes. Isso serve de exemplo.

Trabalho que segue Daniel, Éric, Juarez de Rossi (vice-presidente do Conselho Deliberativo), Ansélio, presidente Bonetto, Gabriel e Cristiano, na foto oficial depois da eleição ocorrida na terça, no Estádio das Castanheiras: grupo busca promover resgate do Brasil e para isso conta com envolvimento comunitário

Reeleição

O trabalho segue e, com o apoio do Comitê Gestor, temos que promover um resgate do clube. Foi muito ruim termos caído para a Terceirona e justamente por isso acho que não seria oportuno abandonar o Brasil agora, no ano em que o rubro-verde completa 80 anos (o aniversário foi na terça, no dia da eleição). Para que isso ocorra contamos com o auxílio da comunidade.

Patrocinadores

Só temos que agradecer a todos que apoiam o clube e vamos atrás de mais parceiros. Temos uma estrutura ótima, mas vamos trabalhar dentro da nossa realidade. Não vamos fazer loucuras, nem gastos que, ali na frente, não teremos como cumprir e que podem endividar o Brasil.

Comissão técnica e grupo

Fomos voto vencido no Congresso Técnico (ocorrido segunda, na Federação) na data de início da disputa, que ficou marcada para 17 de março. Defendíamos que fosse mais adiante. Isso nos obriga a acelerar a definição

A SERC Brasil em 2019 Diretoria Executiva Presidente: Elenir Luiz Bonetto Vice: Luiz Fernando De Cesaro Tesoureiro: Gabriel Marchet Secretário: Éric Chiarello Conselho Fiscal Marcelo Pessin Daniel Girelli Cristiano Nery da comissão técnica e, a partir dela, a montagem do elenco. Temos alguns nomes, conversas em andamento e nos próximos dias vamos definir isso.

Terceirona

Fizemos a defesa de uma disputa ainda mais regionalizada, com três grupos, mas a opção foi por duas chaves. São 14 times que estiveram no Congresso, mas acredito que devam ocorrer algumas desistências. A data final para confirmar a participação é na próxima segunda. Aí teremos como avaliar quantos devem ingressar mes-

Congresso na Federação

O Brasil ficou no Grupo A, junto com Elite (Santo Ângelo), Gaúcho (Passo Fundo), Nova Prata, Riograndense (Santa Maria), Santo Ângelo e SER Cruz Alta. Na B estão 12 Horas (Porto Alegre), Guarany (Bagé), Novo Horizonte (Esteio), Real (Capão da Canoa), Rio Grande, Santa Cruz e Sapucaiense. Os clubes têm até a próxima segunda para confirmar a participação na Terceirona. mo na competição. No entanto, podemos assegurar que teremos longas viagens, talvez até mais distantes do que na Segundona do ano passado.

Particularidades

O regulamento segue o mesmo dos anos anteriores, com a possibilidade de inscrição de apenas quatro atletas acima de 24 anos e três da Primeira Divisão. Será uma competição de tiro curto, já que a ideia da Federação Gaúcha de Futebol é encerrá-la antes da Copa América (que começa em 14 de junho).


INSIDE

INSIDE

Mudança que o mundo precisa Na torcida por Camila

Yasmin Signori Andrade

Arquivo Pessoal

Com Plantiê, Mateus e Clarissa disputam prêmio de empresa mais sustentável Páginas 8 e 9 e Editoriais

Representante de Farroupilha está entre as 13 belas mulheres que disputam a final do concurso de beleza que leva ao Miss Brasil Página 5

INSIDE

ESPORTE

Banda lança “Tempos Estranhos” e projeta diversos shows Página 3

Lema definido para a temporada em que Bonetto foi reeleito Página 15

Single abre 2019 da Velocetts O ano de “Todos pelo Brasil”

Divulgação

Ramon Cardoso


Compromisso com a Cidade. Compromisso com você.

FARROUPILHA, 18 DE JANEIRO DE 2019

REFLEXO DO FIM DA CRISE

Ritmo de cancelamentos de planos de saúde diminui Perspectiva de melhora na economia fez com que setor registrasse leve crescimento, mas que pode ser progressivo e gradual

U

ag

em

:R

ep

ro

du

çã

o

Cobertura Maior confiança no cenário econômico fez aumentar o número de adesões ou de retornos aos planos de saúde

Im

m dos indicadores que atestam um País em crise, especialmente em economias emergentes e nas que ainda buscam um mínimo desenvolvimento é, sem dúvida, o decréscimo no número de habitantes que possuem plano de saúde. A recessão que o Brasil atravessa afetou diretamente o setor, fazendo com que a população que antes fazia uso do serviço tenha optado pela prestação pública. Porém, esta é uma realidade que, aos poucos, tende a mudar. O mercado de planos de saúde médico-hospitalares registrou um tímido crescimento. O total de beneficiários desta modalidade apresentou ligeira variação positiva de 0,1% no comparativo entre outubro de 2018

e o mesmo mês do ano anterior, o que representa saldo de 34,6 mil vínculos no período. Os dados integram a Nota de Acompanhamento de

Beneficiários (NAB), boletim produzido mensalmente pelo Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS). “Adicionamos novos itens

em nossa análise para mostrar um retrato ainda mais fiel do setor. Em outubro de 2017 (em relação a 2016, no auge da crise), a quanti-

dade de cancelamentos na variação anual estava acima de 1,1 milhão. A nova edição do boletim mostra que esse número está próximo de 945 mil. Ou seja, mais do que voltar a firmar novos contratos nessa modalidade de assistência, o setor tem conseguido diminuir a saída de beneficiários”, analisa Luiz Augusto Carneiro, superintendente executivo do IESS. O total de vínculos com pessoas a partir dos 59 anos continua crescendo. “A NAB mostrou que essa é a única faixa etária a apresentar crescimento no período de 12 meses encerrado em outubro passado. O aumento de 167,3 mil beneficiários nesta faixa etária corresponde a um avanço de 2,5%. Esse fenômeno acontece tanto pela mudança de idade quanto por novos vínculos firmados”, completa o superintendente.


Compromisso com a Cidade. Compromisso com você.

FARROUPILHA, 18 DE JANEIRO DE 2019

Antes do banho hora da esfoliaç

Não deixe sua pele envelhecer precocemente: faç Equipe Espaço da Beleza *

A

chegada do verão é o momento perfeito para pôr sua pele no ponto e estar preparada para conseguir um bronzeado natural, saudável e bonito. A fim de evitar riscos desnecessários e que sua pele não fique maltratada, é essencial que ela esteja bem cuidada e hidratada antes de você se expor ao sol. E alguns simples truques bastarão para ter uma cor uniforme e bonita nesta época do ano. Mas como preparar a pele para tomar sol? Preparamos um passo a passo abaixo. Passo 1: Esfoliação Se quer conseguir um bronzeado espetacular antes de tomar sol é fundamental que sua pele esteja limpa e livre de impurezas. Nada melhor que uma boa esfoliação corporal! Assim, todas as células mortas serão eliminadas e você estará preparada com a pele mais suave e luminosa no verão. Passo 2: Hidratação Após a esfoliação a pele estará pronta para absorver todos os componentes dos cremes hidratantes. Uma pele hidratada poderá fazer frente aos efeitos nocivos do sol e obter um bronzeado

atraente e saudável. Mas saiba são os únicos a serem vistos. L adotar os procedimentos abaixo. * Ajuda a promover a microcir pecto da pele e evitando os derr * É fatal contra a celulite, aind específico para tratar o problema gordura localizada, melhorando * Promove o relaxamento, po realizado com uma breve massa * Ajuda a evitar o envelhecim * Previne contra o aparecimen inclusive consegue tratar as estria * Reduz os inchaços e estimu * A esfoliação contribui para q e dure por mais tempo; * A hidratação melhora o est ção nos dias mais quentes e frio

Passo 3: Proteção E também, antes de tomar s bem sua pele com um protetor s maduras e manter a pele cheia pele, ela também precisa de ate


Compromisso com a Cidade. Compromisso com você.

FARROUPILHA, 18 DE JANEIRO DE 2019

o de sol, é ção corporal

ça uma esfoliação com hidratação corporal e perceba série de vantagens Imagem: Reprodução

que os benefícios estéticos não Listamos algumas vantagens de . rculação local, melhorando o asrames e varizes; da mais se você usar um produto a. A esfoliação ajuda a eliminar a o aspecto da celulite; ois a finalização do tratamento é agem; mento precoce da pele; nto de estrias, já que a esfoliação as vermelhas com muita eficácia; ula o sistema linfático; que o bronzeado penetre na pele

tado da pele e evita a desidrataos.

sol, não se esqueça de proteger solar adequado para evitar queia de vida e jovem. Cuide da sua enção!

* Espaço da Beleza Centro Estético Independência, 555 – Centro de Farroupilha Fone (54) 3268-5511 WhatsApp: 981.195.645 Fan Page: Espaço da Beleza


Compromisso com a Cidade. Compromisso com você.

FARROUPILHA, 18 DE JANEIRO DE 2019

SAÚDE BUCAL

Fim de 2018 registra forte alta na procura por planos odontológicos Setor ainda está longe de atingir todo seu potencial, mas deve continuar crescendo em 2019, segundo aponta IESS

O

total de beneficiários de planos de saúde odontológicos avançou 6,9%, nos dados que foram computados em novembro passado, no ano que registrou 1,6 milhão de novos vínculos. O número de cadastros chega a 24,2 milhões de acordo com a Nota de Acompanhamento dos Beneficiários (NAB) do Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS). “O setor tem se beneficiado de custos mais acessíveis em relação aos planos médico-hospitalares e tem crescido constantemente. Um movimento que deve se manter ao longo de 2019”, avalia Luiz Augusto Carneiro, superintendente executivo do IESS. “Além dos custos mais atraentes, o setor ainda assiste apenas pouco mais da metade das vidas dos planos médico-hospitalares, o que demonstra que o mercado está longe de alcançar seu potencial”, destaca. O Sudeste foi a região que, em núme-

ção

Imagem Reprodu

ros absolutos, registrou o maior número de novos vínculos, chegando a 1 milhão, ou seja, 62,5% dos contratos firmados entre novembro de 2017 e 2018. A alta foi de 7,7% na região, que já conta com 14,2 milhões de beneficiários de planos exclusivamente odontológicos. São Paulo lidera com 423,8 mil novos registros e o Rio de Janeiro, apesar de contar com apenas 37% da população paulista, vem na sequência, com impressionantes 405,7 mil cadastros. Proporcionalmente, no entanto, foram as regiões Centro-Oeste e Sul que tiveram resultados ainda mais expressivos, com ambas registrando um crescimento de 8,6% no período analisado. No Centro-Oeste foram firmados 120,7 mil novos vínculos, elevando o número de beneficiários para 1,5 milhão. No Sul, o total chegou a 2,5 milhões de contemplados, cerca de 200 mil a mais do que o verificado no recorte de novembro de 2017.


Social

Quem foi notícia na semana em Farroupilha e as ótimas pedidas para o final dela na Coluna de Valéria Vettorazzi Páginas 6 e 7

Inside

Sétima Arte

A lendária Judi Dench celebra inusitada amizade em nova parceria de trabalho com o talentoso Stephen Frears Páginas 10 e 11

Bem-estar

Incentivo para a prática de exercícios Sesc promove aulão gratuito no Parque dos Pinheiros reunindo diversas atividades físicas no fim da tarde deste sábado Arquivo Jornal Informante

A

tividades físicas de cinco modalidades diferentes estarão acontecendo no Parque dos Pinheiros, neste sábado, das 17h às 19h. Uma ótima oportunidade para se movimentar e experimentar novas práticas. Promovida pelo Serviço Social do Comércio (Sesc), a 1ª Ação Academia Verão do ano é aberta à comunidade, de forma gratuita para quem estiver disposto a participar. Não há necessidade de inscrição, basta chegar no dia e horário da aula e aproveitar. Jump, Step, Circuito Funcional e Mat Pilates vão acontecer mutuamente, em grupo de 20 pessoas, durante 15 minutos, uma parada para água e depois é feito o revezamento entre as atividades. O aulão vai terminar com meia hora de dança livre, misturando diversos ritmos musicais. A recomendação é usar roupas confortáveis e, quem quiser, pode levar uma toalha para se secar e garrafa de água para manter e hidratação. A atividade será conduzida pelos instrutores David Cabral, Rafaela Londero, Karen Goldani, Emerson Renan Berger, Cátia Zini e Vera Lúcia da Silva. “A aula é aberta para todos, para experimentarem os exercícios e quem sabe se identificar com algum”, sugere a instrutora Vera. A última aula do Sesc, que aconteceu em setembro do ano passado no Parque, apenas com Pilates, reuniu aproximadamente 60 pessoas. A coordenação lembra que, em caso de chuva, o evento será cancelado.

Programe-se O que: Ação Verão Academia Sesc no Parque Quando: sábado, das 17h às 19h Onde: Parque dos Pinheiros Quanto: evento gratuito

Disposição Aulão de Pilates, que ocorreu ano passado no Parque, reuniu cerca de 60 pessoas: Sesc Farroupilha busca conciliar beleza do cartão postal com as atividades físicas


Inside

2

FARROUPILHA, 18 DE JANEIRO DE 2019

Cinemas Imagens: Reprodução

Shopping Iguatemi (RST-453, quilômetro 3,5) Cinemas GNC 1: Bumblebee (dublado) - às 13h GNC 1: Dragon Ball Super (dublado) - às 15h30min, 17h40min e 19h50min GNC 1: Máquinas Mortais - às 22h GNC 2: Aquaman - às 13h30min (dublado) e 21h40min (legendado) GNC 2: Vidro - às 16h20min (dublado) e 19h (legendado) GNC 3: Minha Vida em Marte - às 13h20min, 15h40min, 17h50min, 20h e 22h10min GNC 4: Como Treinar seu Dragão 3 - às 13h e 17h30min (dublado), 15h e 19h45min (dublado e em 3d) GNC 4: Vidro - às 22h GNC 5: Homem-Aranha no Aranhaverso - às 14h e 19h (dublado), 16h30min (dublado e em 3d) e 21h30min (legendado e em 3d) GNC 6: Wi-Fi Ralph (dublado) - às 13h30min, 16h, 18h30min e 21h Ingressos: segunda e quinta (exceto feriado e Carnaval) a R$ 22,00 e R$ 28,00 (salas 3d); terça e quartas (exceto feriado e Carnaval) todos pagam meia entrada; sexta a domingo e feriado a R$ 26,00 e R$ 32,00 (salas 3d). Meia entrada todos os dias para menores de 18 anos e maiores de 60 (mediante apresentação de identidade), estudantes (mediante apresentação de Carteira de Identificação Estudantil), pessoas com deficiência (com documento que a comprove) e para o Movie Club Preferencial.

Shopping San Pelegrino (Avenida Rio Branco, 425) * Obs: o site do Cinépolis traz apenas os horários dos filmes, mas não informa em qual sala serão exibidos Aquaman - às 15h30min (dublado e em 3d) e 21h15min (legendado e em 3d) Bumblebee (dublado) - às 22h Como Treinar o seu Dragão 3 - às 13h, 15h15min, 17h30min e 19h45min (dublado), 12h, 14h30min, 16h45min, 19h e 21h30min (dublado e em 3d) D.P.A. 2: O Mistério Italiano - às 13h30min Dragon Ball Super (dublado) - às 19h15min Homem-Aranha no Aranhaverso - às 13h15min, 15h45min, 18h15min e 20h45min (dublado e em 3d), 14h (legendado) Máquinas Mortais (dublado) - às 22h10min Minha Vida em Marte - às 18h45min Vidro - às 16h30min (dublado) e 21h45min (legendado) Wi-Fi Ralph (dublado) - às 12h15min, 14h45min, 17h10min e 19h30min Ingressos: nas salas tradicionais, segunda a quarta (exceto feriado) a R$ 23,00 e R$ 11,50 (meia); quinta (exceto feriado) a R$ 25,00 e R$ 11,50 (meia); sexta a domingo e feriado a R$ 26,00 e R$ 13,00 (meia). Nas salas 3d, segunda a quarta (exceto feriado) a R$ 29,00 e R$ 14,50 (meia); quinta (exceto feriado) a R$ 29,00 e R$ 15,00 (meia); sexta a domingo e feriado a R$ 32,00 e R$ 16,00 (meia).

Sala de Cinema Ulysses Geremia (Luiz Antunes, 312) Minha Filha - sexta a domingo às 19h30min Ingressos: R$ 10,00 e R$ 5,00 (estudantes e sênior)

Para adultos e crianças Reunindo os personagens de “Corpo Fechado” e “Fragmentado”, o cineasta indiano M. Night Shyamalan conduz o aguardado suspense “Vidro”, que entra em cartaz junto com a animação “Como Treinar o seu Dragão”, o terceiro episódio da franquia


Inside

FARROUPILHA, 18 DE JANEIRO DE 2019

3

Música

Muito rock vindo por aí

A

o ano que chegou é continuar levando o rock para diferentes cidades, sempre se inspirando na maior referência da banda: The Beatles e toda obra do grupo dentro e fora do universo musical. Além disso, cada integrante possui diversas fontes de inspiração como Oasis, The Rolling Stones, The Who e Supergrass. “Temos outras composições prontas que divulgamos em shows e vídeos na internet, mas ainda não foram gravadas. No momento

vamos divulgar essa música, gravar e lançar outras canções para, ano que vem, concluir um disco”, revela o guitarrista que planeja para 2019 apresentar as novas canções e clipes por todos os lugares possíveis. No dia 10 de fevereiro, a Velocetts já tem show marcado no Hard Rock Café Gramado. “Vamos produzir as novas músicas e cair na estrada com um novo show. Queremos tocar no maior número possível de cidades”, assegura Mateus. Imagem: Reprodução

banda farroupilhense Velocetts lançou na última sexta o novo single: “Tempos Estranhos” faz uma reflexão do compositor Mateus Brites sobre o atual momento de consumo de música no Brasil e no Mundo. Formada por Maria Carolina Brites, na voz e teclado; Mateus Brites, na guitarra e voz; Fafa Capellari, no baixo e voz; e Giovani Comin, na bateria, a Velocetts foi criada em 2008. Tempos Estranhos é o primeiro single com a formação atual da banda. A música escrita por Mateus, com produção de Lucas Hanke e Beto Silva, foi inspirada nas referências Soul do movimento Mod. A letra fala da mudança quase diária referente ao consumo da música. “Ela reflete um pouco a nossa realidade, de banda independente de música própria do interior do Estado. O streaming é incrível, mas é uma batalha diária de artista de uma semana virando mito e depois sumindo”, declara Mateus. O grupo já possui três EPs e um disco, e a intenção para

Divulgação

Velocetts lança novo single e projeta o ano com diversos show e lançamentos

Reflexão sobre o mercado da música Single lançado no dia 11 revela pensamentos e desafios da banda atualmente

Olhando para o futuro Agitado 2019: Giovani, Mateus, Fafa e Maria Carolina planejam ano com muitos shows, como o do Hard Rock Café Gramado, em 10 de fevereiro


Inside

4

Gustavo Pimentel

gustavospimentel@yahoo.com.br

Recebi de um amigo, no WhatsApp, um vídeo em que um ator, interpretando um jornalista, narra os fatos da semana a partir de uma divagação de que Fernando Haddad teria sido eleito presidente do Brasil. O vídeo é uma adaptação ao texto original de Fábio Pegrucci. O vídeo cita que Lula teria sido solto no primeiro dia do mandato e que uma comitiva presidencial, incluindo o agora extraditado Cesare Battisti como convidado especial da presidência, iria para a Venezuela prestigiar a posse para mais um mandato do ditador Nicolás Maduro. Aqui no Brasil, a presidente em exercício Manuela D’Ávila assinaria um decreto consagrando o dia 1º de janeiro como o Dia do Lula Livre e abriria as portas do Palácio do Planalto para o MST, associações LGBT, cantores de funk, grafiteiros, artesãos e grupos de dança de rua promoverem um grande sarau. Lá na Venezuela, Lula seria ovacionado em seu discurso e emocionaria os ouvintes destacando a fibra e a coragem de Maduro, enaltecendo os avanços sociais do País e a coragem de Maduro na defesa da democracia e da soberania nacional. Enquanto isso, no Brasil, já que a imprensa, comprada a peso de ouro com pomposos patrocínios estatais, estaria calada e a única voz ainda não sufocada seria a do o ex-deputado e ex-candidato a presidente Jair Bolsonaro, que faria uma transmissão ao vivo da garagem de sua casa, destacando o quanto o Brasil estaria sendo visto como uma vergonha mundial por participar da posse de um ditador como Maduro. O vídeo muito bem bolado destaca aquilo que infelizmente aconteceria caso Haddad-Lula tivessem sido eleitos nas últimas eleições. O maior exemplo que isso de fato ocorreria foi a presença da presidente do PT, Gleisi Hoffmann, na posse. Nenhum País relevante se fez presente ao evento dantesco. As constantes fraudes nas eleições venezuelanas, que permitem a perpetuação de Maduro no poder, são apontadas por diversos organismos internacionais e as maiores potências mundiais sequer reconhecem a legitimidade do governo Maduro. Nem mesma a situação calamitosa da população daquele País é suficiente para sensibilizar a corja que, ainda guiada pelo pacto firmado por Lula e Fidel Castro no início da década de 90, que pretendia formar uma pátria proletária na América Latina, sonham em concluir os objetivos do Foro de São Paulo a qualquer custo. Por mais incrível que possa parecer, até mesmo algumas vozes da esquerda brasileira se deram conta do tamanho absurdo e criticaram veementemente a participação do PT na posse de Maduro. Curiosamente, o dito fascista e nazista eleito presidente da República do Brasil nomeia apenas técnicos para os ministérios do seu governo, mantém um discurso de diálogo com o Legislativo e com o Judiciário e promove uma aproximação até então inédita do Brasil com os judeus de Israel, enquanto que o partido que dizia defender a democracia se recusou a participar da posse do presidente democraticamente eleito do seu País, mas viajou mais de 3 mil quilômetros para bater palmas para um ditador ilhado da sua própria nação, que consegue dar os seus últimos suspiros no poder por ter cooptado os chefes das Forças Armadas, que temem, em caso de queda do regime, serem responsabilizados por crimes contra a humanidade. * Advogado

Agenda SEXTA

Divulgação

O tempo é o senhor da razão

FARROUPILHA, 18 DE JANEIRO DE 2019

Guto Andrade stand up Tô De Boa Caverna Comedy Club (República, 445, subsolo), às 22h Melhor do Rock com Yellow Plate Armazém Retrô Pub (Guerino Tartarotti, 106), às 22h The Voice no Boteco, show com Kelvin Bruno Boteco Antonielle (14 de Julho, 741), às 22h

SÁBADO Thiago Oliveira stand up Nenhum Psicólogo Faria Isso Por Mim Caverna Comedy Club (República, 445, subsolo), às 22h Verão 2019 com Cris Fagundes e Banda Boteco do Chá (Rômulo Noro, 555), às 23h30min

Sabadão Sertanejo com Paulinho Belusso e Patrick Ferreira Armazém Retrô Pub (Guerino Tartarotti, 106), às 21h30min

DOMINGO Sertanejo Raiz: O Melhor das Antigas Armazém Retrô Pub (Guerino Tartarotti, 106), às 18h30min


FARROUPILHA, 18 DE JANEIRO DE 2019

Inside

5

Guilherme Macalossi

Beleza

cisperter@hotmail.com

Disputa pelo Miss RS Farroupilhense Camila Moraes está entre as 13 finalistas do concurso de beleza que leva candidata do Rio Grande do Sul para o Miss Brasil

A

representante que carrega a faixa de Miss Farroupilha, Camila Moraes, está na final do concurso de beleza Miss Rio Grande do Sul Be Emotion 2019. O concurso, que no ano passado aconteceu em março, foi antecipado para pode escolher a Miss Rio Grande do Sul com antecedência, pensando na preparação da representante gaúcha para a disputa nacional. A escolhida será a representante do Estado no Miss Brasil 2019. Caso vença a disputa nacional, a candidata concorre ao Miss Universo. Nascida no bairro Belvedere, a estudante de Relações Pública, de 24 anos, trabalha também como modelo, e viveu por um ano em Milão, na Itália. Regressou ao Brasil há três meses e este é o primeiro concurso de beleza que disputa. “Para mim é um orgulho representar a cidade que nasci e cresci. Aqui estou cercada por pessoas que eu amo muito e está sendo uma honra poder levar nossa cidade para um concurso tão grande e reconhecido”, declara Camila. São 13 finalistas que vão participar das tradicionais provas realizada nos estúdios da Band RS. Serão cinco dias de programas transmitidos ao vivo, às 13h20min, pela Rede Bandeirantes, promotora do evento no País. A cada prova serão três eliminadas, chegando ao final quatro candidatas, e uma escolhida pelo público. A grande final acontece na sexta, também com transmissão, às 13h. “Farroupilha é como uma grande família para mim e eu sempre levo minha família no coração. Então estou muito feliz em poder representar todos os farroupilhenses no concurso”, frisou Camila.

Divulgação

Top 13 Camila representa Farroupilha e se vencer levará bandeiras do município e do Rio Grande do Sul ao Miss Brasil

As novas velharias de Eduardo Leite Não confundam o porte jovial de Eduardo Leite com a idade de suas ações. A montagem de seu secretariado é prova inequívoca de que o discurso eleitoral que praticou não serviu de parâmetro depois de ter vencido o pleito. A retórica do dinamismo, vista em comícios, propagandas de televisão e debates, acabou dando vez ao que todos já conhecem: partilha de Secretarias entre aliados, nomeações que contrariam o eleitorado e aumento da estrutura pública. Em outras palavras: um conjunto de velharias. Uma das pastas anunciadas por Eduardo Leite é a de Governança e Gestão Estratégica. O nome é pomposo, mas vai na contramão do que se viu até aqui. Que tipo de gestão estratégica é essa que amplia o número de Secretarias Estaduais quando a situação das contas públicas do Rio Grande do Sul é tão calamitosa? O que se esperava era o enxugamento da máquina. Preferiu-se, entretanto, agradar os partidos da base, acomodando representantes da Rede, do PTB, do PP e até do PMDB. Mesmo Ana Amélia Lemos, que se viu sem mandato depois da infeliz jornada presidencial ao lado de Geraldo Alckmin, encontrou seu espaço na Secretaria de Relações Federativas e Internacionais. Durante o seu programa eleitoral, quando aparecia vestido com sapatênis e camisa social fora da calça, o candidato Eduardo Leite falava que tudo seria mais fácil sendo mais ágil na Administração. Em meio a uma altercação com José Ivo Sartori em um debate na TV Bandeirantes, chegou a dizer que era necessário “tirar a bunda da cadeira” para governar. Veremos se isso se confirmará na prática durante seu mandato com tantas bundas novas sentadas em seu secretariado. * Redator e radialista


Divulga

A

Bem-Estar

loja Tudo em Graões, que tem uma unidade na cidade, lançou nesta quinta um livro inédito para os interessados em alimentação saudável. A obra nomeada “Receituando: Um Menu Saudável Para Você”, reúne 71 receitas.

Programação

O DJ farroupilhense Alexandre Moroni Grazziotin, o Bulin, é a atração no próximo dia 24, no Hard Rock Café Gramado. A partir das 21h, ele promete comandar o agito com as melhores músicas dos anos 80 e 90. Uma festa retrô com muito disco, dance e latinas para relembrar as saudosas décadas.

Inauguração

A equipe da Malharia Biamar promoveu no último domingo o Biamar Day. Encontro entre algumas equipes da empresa para iniciar 2019 em um clima de motivação

Fique por De Deejay

SP Produçõe

s

Diego Frigo

Empresário farroupilhense, Rodrigo Dal Pizzol, em parceria com sua esposa, a relações públicas caxiense Raquel Vieceli Dal Pizzol, estará na linha de frente do restaurante Amuleto Del Fuego, que inaugura na próxima quinta, em Caxias do Sul. A especialidade do menu do espaço serão os cortes de carnes uruguaias e gaúchas, com diversas guarnições e acompanhamentos. A apresentação conta com coquetel assinado por João Paz Alves e música pelo DJ Daniel Dalzochio.

O DJ Farroupilhense tem participação especia Zero54 nesta sexta, em festa Cabaret reúne dua uma com música eletrô apresenta seu setlist.

E-Music + Funk

O Bangalô Estação nesta sexta a festa com sequere, que traz um es mistura a batida do funk trônica. A label é assina The Kings Funk, que vem diversas casas noturnas

Jenifer?

O estudante Matheus Verona recebe neste final de semana o diploma de sua formatura no curso de Engenharia Civil pela Unisinos. Parabéns! Débora Seben Colombo celebrou sua formatura no curso de Ondontologia pela Ulbra no sábado, entre familiares e amigos, na sede da SERC Farrapos

Neste sábado rola a dela é...” na casa sertan Todas as mulheres com fer terão free pass na n dupla Fernanda & Rena com o melhor do sertane


ação

Cristiano de Oliveira

Rafael Tonin curtiu a noite de sábado com o sertanejo do Boteco do Chá

Arquivo Pessoal

Bruna Maso curtiu a pausa de Ano Novo no Uruguai, onde passou por Colonia del Sacramento

Multifotos

entro

e Caio Busetti al no line-up do Caxias do Sul. A as pistas, sendo ônica, onde Caio

Club promove o projeto Vamostilo único onde com música eleada pelo projeto m passando por no Sul do País.

festa “O Nome neja Bulls Brasil. m o nome Jenioite. No palco a ata se apresenta ejo.

Os pais Fernanda Camila Wagner e Rodson Coelho da Cruz felizes da vida na festa do primeiro aninho da filha Alice, celebrado no espaço Villa Eventos, no domingo


Inside

8

Egui Baldasso e.baldasso@gmail.com

Aprenda a arrancar sorrisos Eu não consigo entender essa nossa dificuldade em enxergar o melhor lado das pessoas que nós insistimos em entregar ao mundo. Aquela característica que faz a diferença, que as fazem diferentes. A inquietude que causa admitir um elogio eu nem comento, porque parece que nascemos para guardar as coisas boas que temos para falar aos outros em um baú imaginário com infinitas trancas fantasiadas. Uma quase culpa em admitir as qualidades alheias. Eu me prendo mesmo à eterna e fácil preferência pelo defeito, deslizes, características muito mais peculiares que saudáveis, mesmo uma não impedindo a outra. Ao invés de engraçado, brincalhão, preferimos irresponsável, que ‘não cresceu’. No lugar de compenetrado, focado, escolhemos o mau humorado, turrão. Poucos são destemidos e obstinados. Usamos arrogante e presunçoso quando alguém traça um objetivo e corre atrás. Esse ano que já corre desembestado calendário adentro começou para muitos com uma meta: fazer diferente, ser uma pessoa melhor. Daqui de um janeiro já mais pra lá do que pra cá eu sugiro um exercício: que tal essa melhora partir do reconhecimento, na prática, do lado positivo, muito mais que o contrário, de quem nos cerca? Sem puxar o saco. Sem rasgação de seda que leva ninguém a lugar algum. Mas falar o que te encanta na pessoa. Ou ao menos o porquê ela tem o privilégio da nossa amizade e atenção. Admiração também, afinal incrivelmente até ela fica na sombra de um belo julgamento travestido de crítica. Quando alguma situação sugerir o elogio, pratique-o. Não deixe passar a chance de fazer o dia do outro um pouco melhor. Não é passar a mão no que tem de errado ou ruim, mas valorizar o talento natural que a pessoa tem de te fazer bem. O jeito carinhoso, a vontade de correr atrás do sonho. O incentivo que te empresta. A competência, o texto bom que escreve, o atendimento no trabalho, a elegância, o carisma. O bom humor. A fantástica teimosia de fazer os outros rirem. O desapego. O abraço. Tudo tão simples. Tudo tão único. Deixa o apontamento para o chefe, o diretor da empresa. Deixa as discussões desnecessárias para as DR’s intermináveis que ela talvez tenha em casa. Nos atenhamos ao sorriso desconcertado de quem ouviu algo bom, inesperadamente. Nessa imensidão de defeitos com a qual convivemos, é idiotice não potencializar as poucas coisas boas que todos nós carregamos. Ou você pensou que o poço da perfeição teria logo teu CEP? * Jornalista e escritor

FARROUPILHA, 18 DE JANEIRO DE 2019

Sustentabilidade

Plantiê une inovação, com design e dose de sustentabilidade Produto desenvolvido pela farroupilhense Clarissa Cortelletti e pelo caxiense Mateus Serafim está concorrendo ao prêmio Muda, da revista Casa Vogue Yasmin Signori Andrade yasmin@jornalinformante.com.br

U

m produto inovador, que nos faz enxergar a sustentabilidade de diferentes formas: esse é o Plantiê Vasos Auto Irrigáveis, produto desenvolvido por Clarissa Cortelletti, de 23 anos, e Mateus Serafim, de 25. O vaso que dispensa o uso de pratinhos e tem sistema de auto irrigação está concorrendo na 1ª edição do Prêmio Muda, idealizado pela revista Casa Vogue, que vai eleger a empresa mais sustentável do ano. Envolvendo marcas da moda, design e beleza, a dupla concorre na Categoria de Voto Popular ao lado de grandes nomes como Natura e Farm. A marca teve início quando Mateus pensou em desenvolver um vaso que tivesse uma boa autonomia, porém precisava estudar sobre o patenteamento. Foi então que a amiga Clarissa entrou no projeto. Dos encontros da estudante de Design Gráfico e do estudante de Engenharia Mecânica a ideia começou a evoluir. A sintonia da dupla foi tão grande que o primeiro desenho feito do vaso foi o escolhido e é produzido até hoje. Após muito estudo, em fevereiro de 2017 o produto e marca estavam prontos. “Tudo aconteceu muito rápido e de forma espontânea. Depois que vimos que estávamos abraçando

um projeto juntos, passamos muitos sábados à tarde planejando a empresa e os passos que seriam dados para alcançar nossos objetivos”, lembra Clarissa. Saiba como funciona o Plantiê e quais as vantagens para o meio ambiente O vaso possui dois compartimentos que se encaixam e formam um reservatório de água. Por meio da propriedade física chamada capilaridade, uma corda encosta na água e na terra, fazendo com que a planta sugue o quanto precisa de água automaticamente, com autonomia de até 25 dias. Dispensa o uso de pratinho, evitando sujeiras e até mesmo o mosquito da dengue. Tudo isso feito com materiais 100% reciclados e recicláveis. Sem gerar nenhum resíduo desnecessário que prejudique o planeta. “Sempre prezamos muito pela consciência de nossos atos como empresa, por isso, não achávamos coeso participar do mercado gerando lixo e usufruindo de materiais que depois de feito o ciclo de vida do produto fossem descartados de forma errônea”, esclarece a idealizadora. A marca Plantiê já foi selecionada para participar da exposição do 32º Prêmio do Museu da Casa Brasileira no final de 2018, e agora busca conquistar o prêmio Muda. “Estar concorrendo simboliza que é, sim, possível movimentar o mercado tendo em mente e colo-


Inside

FARROUPILHA, 18 DE JANEIRO DE 2019

Yasmin Signori Andrade

Sustentabilidade

9

Lauro Edson Da Cás ldacas@hotmail.com

A vida se faz...

cando em prática a responsabilidade ambiental que cabe a uma empresa. É muito gratificante ter esse reconhecimento a nível nacional”, declara Clarissa. Se você quiser votar no projeto basta entrar no site vogue.globo.com/premio-muda/noticia/2018/12/premio-muda-vote-na-sua-marca-preferida.html. A votação é válida até o dia 25.

O meio ambiente agradece Mateus e Clarissa desenvolveram vaso auto irrigável totalmente reciclado e reciclável e estão concorrendo ao prêmio Muda, que irá eleger a empresa mais sustentável do ano

Por estarmos abrindo este 2019, para variar, poderíamos começar refletindo inúmeros temas e/ou assuntos. Entretanto, como é interessante refletir sobre nós, os seres humanos. Sendo assim, intercalando a vida (real) que se faz em cada tempo e ‘ a vida’ ativa no mundo virtual, surge a pergunta: o que constitui o ser humano? Definitivamente, a vida é um bem maior que cada um de nós recebeu e que deve ser cuidada. A vida é dom e gratuidade que, por sinal, como é difícil de entender tais termos neste momento presente! Mesmo assim, eis que a vida é transformada, renovada e se refaz em todo momento, em cada instante, em todo início de ano! Por sorte, se entende que ninguém consegue mudar nada sozinho. Se a sua vida dependesse totalmente de você, provavelmente você estaria vivendo em outro mundo, em outra realidade. Dependemos, relativamente, de muitas pessoas, onde as quais conseguem ocupar papel preponderante e estruturante da nossa vida. Querendo ou não, precisamos das pessoas para a nossa formação e para nossa própria constituição humana. Vínculos afetivos, vínculos comerciais, vínculos em ‘rede’, nem que seja apenas dentro de um grupo restrito, mas o ser humano necessita, obrigatoriamente, de outras pessoas e/ou grupos para viver e conviver diariamente. Não que isso seja empecilho para que o próprio sujeito consiga, com o passar do tempo, adquirir sua independência emocional, financeira, entre outras. Eis a realidade nua e crua, infalivelmente. Já é passado o período de Natal, época que afloram sentimentos de bondade e de doação, contudo, como é importante não deixar cair no esquecimento toda a ação promovida em favor de um bem maior, mais comum. Sinais de empatia e amor ao próximo são elementares na condução e construção da vida de qualquer um de nós. Ressalta-se que, mesmo diante de tantas teorias com inúmeros vieses (principalmente sobre vida, moral, ética e sobre valores), tudo cai por terra quando se perde o compromisso com o outro ou quando alguém faz somente o que lhe convém. Estamos convivendo, por vezes, com o individualismo exacerbado e descabido, mesmo contrariando aquela máxima de que o ‘ser humano é um ser social’. Além disso, percebe-se que estamos convivendo num aglomerado desorganizado que, por consequência, gera um ambiente caótico de relacionamentos (‘salve-se quem puder’; sem o ‘se dar as mãos’). Ah, quanta mudança... Sublinha-se que a felicidade só é concretizada quando ela for compartilhada com os outros, sejam eles familiares, amigos, grupos de pertencimento, etc. O efeito deste compartilhamento, de fato, pode ser mágico e altamente transformador da vida e do próprio viver. Por fim, um comparativo torna-se referencial e oportuno para se compreender isso tudo: em alguma época, estávamos com os outros; hoje estamos para sermos apreciados pelos outros. Feliz 2019! * Mestre em Letras, Cultura e Regionalidade


Inside

10

FARROUPILHA, 18 DE JANEIRO DE 2019

Sétima Arte

Todos precisam de “Victoria & Abdul”, do grande Stephen Frears, relata a improvável e inusitada história de amizade entre a rainha e um súdito indiano

E

ste filme é baseado em eventos reais... pelo menos a maior parte. A frase que inicia “Victoria & Abdul” dá uma dimensão precisa do que vem pela frente. O mais novo longa do talentoso cineasta britânico Stephen Frears é, como seus últimos trabalhos (veja filmografia básica ao lado) uma celebração do que há de mais puro no ser humano: o afeto, a atenção e o carinho. É justamente isso que os personagens principais clamam, cada um a seu jeito. Um dos poucos cidadãos instruídos em Agra no final do século XIX, Abdul Karim (Ali Fazal) tinha como função registrar os nomes daqueles que davam entrada no sistema prisional da cidade. Por ocasião do Jubileu de Ouro da rainha Victoria (Judi Dench), a Índia, que era uma colônia britânica, resolve presentar a monarca com o Mohur, que era uma moeda feita em homenagem à rainha. Abdul foi convocado a entregar o presente a ela, em Londres, na celebração do cinquentenário do reinado.

Obviamente, ele sente-se honrado com a missão, diferente de seu colega Mohammed Baksh (Adeel Akhtar), que também o acompanha na viagem e odeia a Grã-Bretanha pelo fato de achar (e com razão em boa parte) que a Índia estava sendo explorada pela monarquia britânica. Fato é que a dupla chega até as dependências do Palácio de Buckingham e, na cerimônia de entrega da medalha, são deixados completamente de lado e avisados, a todo instante, da necessidade de se portarem de maneira adequada e seguindo a rígida linha de etiqueta comportamental vigente à época. O fato é que Victoria, que há muito tempo tinha perdido o marido, estava deprimida, sentia-se solitária e, sobretudo, não aguentava mais toda a pompa e circunstância que seu cargo exigia. Comia como uma desesperada, sofria de obesidade mórbida, tinha um mau humor absurdo e era submetida diariamente a uma agenda de compromissos que faziam de seu posto, de condutora da maior nação do mundo à época,

algo que era extremamente enfadonho e pesado, especialmente por conta da idade avançada. Foi um gesto espontâneo de Abdul que acabou por despertar na rainha um interesse pelo hindu de origem muçulmana. A simples presença dele em uma cerimônia oficial já causava certa ojeriza nos assessores mais próximos da Corte Real, como do chefe Henry Ponsonby (Tim Pigott-Smith), passando por Lady Churchill (Olivia Williams) e chegando a Bertie (Eddie Izzard), o Príncipe de Gales, filho da rainha e herdeiro direto do trono inglês, e até mesmo do médico particular de Victoria, doutor Reid (Paul Higgins). Não demorou muito para Victoria exigir que Abdul passasse a ser seu criado direto. Na verdade, o indiano foi mais do que isso. Com sua desenvoltura e simplicidade, ele acabou conquistando a sempre sisuda rainha. Ou seja, a dupla clamava por atenção. A monarca para sair da redoma sufocante e intransponível em que estava confinada, já Abdul buscava ser reconheci-

do, não por uma questão de vaidade pessoal, mas por servir Victoria, já que considerava o fato de atender as pessoas como o gesto mais nobre que um ser humano pode ter. Não demora para o humor da rainha mudar e levar uma vida mais leve tendo a sempre prestimosa companhia do criado indiano. Logo ele é elevado à condição de munshi, que seria uma espécie de professor e

orientador, para desespero da Corte Real. Quanto mais tentavam dissuadi-la do propósito de manter Abdul como seu conselheiro, mais a rainha se afeiçoava pelo munshi e acabava concedendo a ele títulos que seriam impensáveis até mesmo para britânicos, quem dirá para um súdito de uma colônia inglesa. O filme de Frears é leve e engraçado, e teve o roteiro de Lee Hall baseado no livro


Inside

FARROUPILHA, 18 DE JANEIRO DE 2019

11

Sétima Arte

atenção e carinho Divulgação

Imagens: Reprodução

Filmografia básica Stephen Frears Minha Adorável Lavanderia (1985) Ligações Perigosas (1988)

Apresentado Com um elenco que mesclou atores no auge da forma com promessas da Sétima Arte, “Ligações Perigosas” foi o primeiro grande trabalho de Stephen Frears

Victoria & Abdul Herói por Acidente (1992) Terra de Paixões (1998) Alta Fidelidade (2000) Coisas Belas e Sujas (2002) A Rainha (2006)

da escritora indiana Shrabani Basu, que desenvolveu o trabalho a partir da descoberta dos diários de Abdul, em 2010. No material de apoio, Frears, Hall, produtores e os atores principais falam sobre a relação entre a lendária Judi Dench e Ali Fazal e sobre o visual da obra, das locações ao figurino. Um filme de época, mas que busca enaltecer o que há de mais nobre independente do tempo: a bondade.

Adeus, solidão A alegre e leve relação da rainha Victoria (Judi Dench) com o súdito Abdul (Ali Fazal) mudou a vida da dupla para melhor, mas por tabela sacudiu as estruturas da Corte Real

Pós Lady Di “A Rainha”, com Helen Mirren em atuação assombrosa, foi o longa mais premiado do cineasta britânico: analista perspicaz de boa parte da história da Inglaterra

Philomena (2013) O Programa (2015) Florence: Quem é essa Mulher (2016)

Direção Stephen Frears Roteiro Lee Hall Gênero Drama Comédia Duração 111 minutos País Inglaterra Ano de produção 2017 Estúdio Focus Features Perfect World Pictures BBC Films Working Title Distribuição Universal Pictures


12

Horóscopo Áries - 21/03 a 20/04

Você está com as rédeas em suas mãos para tomar decisões importantes que envolvem pessoas do seu convívio ou parentes. É importante ambos desenvolverem a verdade para não caírem em exageros e enganos. A comunicação é colocada à prova.

Touro - 21/04 a 20/05

São abertos acordos e negociações financeiras. Você está propenso a tomar decisões por meio de um aconselhamento ou de uma reflexão. O céu lhe favorece, entretanto é preciso dar atenção aos exageros e aos desperdícios de recursos. Atenção para não haver distorções.

Gêmeos - 21/05 a 20/06

Semana boa para lidar com informações que envolvem amigos ou projetos. Fica aberto o campo afetivo e você se sente feliz com os resultados na interação. Mas é necessário ser sincero e expressar-se sem exageros. Atenção com as expectativas existentes.

Câncer - 21/06 a 20/07

Uma noticia ou decisão mobiliza o campo emocional e o faz lidar com os sentimentos depositados no trabalho e na rotina. É fundamental lidar com as expectativas e com os medos depositados. Seja sincero consigo mesmo e analise a situação.

Leão - 21/07 a 22/08

Semana boa para interagir com os amigos e promover o lazer. O namoro também é tocado e uma conversa se torna essencial para entender as expectativas existentes entre vocês. É importante exercer a verdade.

Vírgem - 23/08 a 22/09

Há decisões importantes para lidar com as metas e a visão sobre os projetos futuros. É importante entender o momento atual para tomar decisões saudáveis, principalmente para os afetos no relacionamento e na família. Atenção com os exageros.

Libra - 23/09 a 22/10

Semana boa para tomar decisões no relacionamento ou para interagir com pessoas próximas. As ideias são colocadas em movimento e você se sente aberto a expressar o que pensa. É importante ser sincero e lidar com as informações de uma forma objetiva. Busque varrer as expectativas.

Escorpião - 23/10 a 21/11

Existe a necessidade de lidar com investimentos. É preciso prestar atenção aos exageros e a desperdícios de oportunidade. As decisões são favoráveis e imediatas. Você está aberto para fazer negociações, mas não negligencie as expectativas existentes.

Sagitário - 22/11 a 21/12

Semana ótima para o relacionamento. Ambos estão dispostos a fazer planos e precisam interagir com questões de afeto e finanças com objetividade. Busque ouvir o outro e seja sincero em suas intenções e expectativas.

Capricórnio - 22/12 a 20/01

São acionados assuntos do trabalho e da rotina. Você é levado a tomar uma decisão de forma rápida. Esteja atento aos movimentos que são necessários. Você será testado em sua flexibilidade. Busque entender o campo emocional e as expectativas existentes.

Aquário - 21/01 a 19/02

São tocados assuntos do campo afetivo e do lazer. Você está propenso a tomar decisões que ativam viagens e pequenos deslocamentos. É preciso dar atenção aos exageros e à forma como vem percebendo a troca com os amigos. Atenção com as expectativas.

Peixes - 20/02 a 20/03

Você está propenso a tomar decisões financeiras de forma assertiva para a família ou para as questões domésticas. É importante examinar os projetos futuros e de que forma é possível interagir com os compromissos. Examine as expectativas ou possíveis bloqueios emocionais.

Inside

FARROUPILHA, 18 DE JANEIRO DE 2019


FARROUPILHA, 18 DE JANEIRO DE 2019

VENDE-SE TERRENO, plano, medindo 50m² X 14m², localizado na Linha Paese, com poço artesiano, luz e acesso a internet. Apenas 100 metros do asfalto e com entrada particular. OPORTUNIDADE ÚNICA. Ligue: (54) 9 9941.7541, (54) 9 9627.7537 ou Whats (54) 9 9191.8892. VENDO TERRENO de esquina com 1.377m² a uma quadra da rodoviária e do Shopping Centro de compras. F. 9 9118.1642. VENDO TERRENO no Litoral, localização central em Arroio do Sal, somente duas quadras do mar. F. 9 9118.1642. VENDO terreno de Cooperativa já com área comprada. F.: 9 9118.1642. VENDO CASA MISTA localizada no Bairro Pio X, ao lado da Igreja. (a mesma já está alugada através de imobiliária). Tratar: (54) 9 9118 1642.


2

FARROUPILHA, 18 DE JANEIRO DE 2019


Profile for Informantef Informantef

Edição 571  

Edição 571  

Advertisement