Page 1

Yasmin Signori Andrade

FARROUPILHA

|

ANO XI

| EDIÇÃO 557

| 28 DE SETEMBRO DE 2018 |

Fêmina: malas prontas rumo à Califórnia

Escola de Dança embarca com 12 bailarinas na próxima sexta, em direção a Los Angeles, para segunda apresentação do programa “Disney Performing Arts” Matéria Especial, páginas 2 e 3

SAÚDE, BELEZA & ESTÉTICA

EDUCAÇÃO

Promoção do Sesc é gratuita e acontece neste sábado, no Parque dos Pinheiros Capa

Profissional de TI do CNSL palestra no maior evento europeu de tecnologia Página 15

Aulão de Pilates com Mateada De Farroupilha para Londres

R$ 3,00


2

FARROUPILHA, 28 DE SETEMBRO DE 2018

Dança

Bailarinas de Farroupilha para Califórnia Fêmina Escola de Dança apresenta segundo espetáculo no exterior no próximo dia 10 com tema “Tudo Que Quero Ser” yasmin@jornalinformante.com.br

O

s sonhos estão se tornando realidade para as bailarinas da Fêmina Escola de Dança, que irão representar novamente o Rio Grande do Sul e o Brasil nos Estados Unidos. Desta vez as garotas vão a Los Angeles, na Califórnia, para apresentação no palco da “Disney Performing Arts”. As 12 bailarinas, entre 6 e 25 anos, junto a nove acompanhantes, embarcam dia 5 e voltam no dia 13. A apresentação acontece no dia 10. No ano passado, a Escola fez uma apresentação colorida e alegre com 32 bailarinas, pelo mesmo programa, na Terra do Mickey. A escola recebeu o convite do Coordenador Artístico da Disney, Jonathan da Veiga, para dançar

pela primeira vez em Orlando, durante o concurso Sul em Dança, onde a escola foi avaliada como padrão Disney de Dança. Passaram então por uma seleção e acabaram sendo a primeira escola da Serra Gaúcha e uma das primeiras do Estado a fazer um espetáculo na Disney. “Foi mágico ver minhas alunas de 4 anos e de 27 anos fazendo uma viagem maravilhosa, cursos e audições com os melhores professores de lá. Cada dia foi um clima de festa, nem o furacão (a passagem do Irma coincidiu com a viagem das farroupilhenses) conseguiu estragar a magia do que é a Disney. É exatamente o que dizem: a Disney é onde todos os sonhos se realizam”, relembra Fabiana Corá, diretora da Fêmina. Logo depois da apresentação em Orlando, o Coordenador dos Estados Unidos declarou que a apresentação tinha sido

Yasmin Signori Andrade

Yasmin Signori Andrade

Grande salto rumo à Califórnia O grupo com 12 bailarinas vai se apresentar em Los Angeles com espetáculo que transita por diversas culturas

a mais linda dos últimos 10 anos. A partir de então, a Fêmina foi convidada a passar para a 2ª etapa: uma apresentação dos palcos da Euro Disney, em Paris, mas que era possível passar direto para a 3ª etapa, a Califórnia, pois as bailarinas tinham técnica e carisma sufi-

cientes para subir no palco. “É a realização de mais um sonho pisar nos palcos da Disney novamente, representando Farroupilha, que é uma cidade onde o Jazz não é cultural. Chegar onde a gente chegou, levar o nome da nossa cidade e do Rio Grande do

Sul para os Estados Unidos e ver o público inteiro aplaudindo as meninas, como foi da última vez, é uma expectativa imensa. Tenho certeza que vai ser maravilhoso”, revela Fabiana, que está ensaiando e preparando as garotas para mais essa etapa.


3

FARROUPILHA, 28 DE SETEMBRO DE 2018

Fotos: Yasmin Signori Andrade

Arte em destaque no palco

As coreografias foram desenvolvidas e adaptadas especialmente para o programa. Serão 30 minutos de apresentação no palco da Disney Performing Arts, com figurinos assinados por Raquel Cappelletto. “Tudo que quero ser” é o tema que comanda a apresentação desenvolvida para o programa. Um espetáculo que sugere uma vida livre, onde é possível vivenciar diversas culturas e ser quem quiser ser. A apresentação conta com sete coreografias, fechando com o hino da Escola.

Sobre o tema da apresentação

Posso ser leve como uma brisa ou forte como uma ventania. Não me prendo a nada que me defina. Não me permito ser um se posso ser todos. Nasci livre, sou livre para que em uma vida, possa viver todas! Não vivo uma única cultura se posso rodar o mundo, não prendo sentimentos se posso gritá-los; não me contento com o óbvio. Sou quem sou, sou tudo que quero ser. Sou um misto, ainda que às vezes soe incoerente. Somos muito para nos contentarmos com pouco! Sou eu, ainda que nunca saiba ao certo quem sou! Apenas sou!

Coreografias programadas

I Will Survive, Sing in the Rain, Decadent, Mulher Rendeira, Origami, Young Blood (solo de Jonathan da Veiga), Paddock e Música da Fêmina, hino que encerra a apresentação.

Bailarinas que representam a Fêmina em solo estadunidense

Amanda Roth, Beatriz Marchioro, Cirre Moroni, Daihana Baliero, Eduarda Giordani, Joana Rossler, Maria Eduarda Turcatti, Maria Elisa Hemkemaier, Marina Moroni, Nicolle Cavalca, Roberta Schneider e Tainá Dall’Agnol

Acompanhantes

Fabiana Corá, Daniele Moroni, Noerci Melo, Lúcio Turcatti, Simone Turcatti, Simone Giordani, Silvana Schneider, Katia Rossler e Artur Rossler.

Preparadas para brilhar Coreografadas por Fabiana Corá, o grupo está ensaiando para fazer bonito no exterior mais uma vez, mostrando no palco da Disney Performing Arts, que é possível vivenciar diversas culturas ao redor do mundo


4

FARROUPILHA, 28 DE SETEMBRO DE 2018

As empresas privadas Giuliana Gattass *

C

onhecida como a Lei Anticorrupção ou Lei da Empresa Limpa, a Lei nº 12.846/13 completou, em agosto, cinco anos de publicação no Diário Oficial da União. Ela possibilita responsabilizar e punir, civil ou administrativamente, todas as empresas que estejam envolvidas em atos de corrupção contra a administração pública, tanto no âmbito nacional como internacional. As empresas envolvidas na prática de corrupção não poderão mais se isentar das punições decorrentes do ato cometido por um dos seus funcionários, colaboradores ou servidores públicos, alegando que se tratava de atitude isolada. O artigo 2º da legislação define que a responsabilidade de toda e qualquer empresa envolvida em atos de corrupção contra a administração pública seja responsabilidade objetiva – sem necessidade da comprovação de dolo ou culpa – e, assim sendo, determina a possibilidade de o empresário ser responsabilizado pelos atos ilícitos cometidos tanto no Brasil como no exterior. As empresas envolvidas serão alvos de processos administrativos que poderão ocasionar imposição de multa no valor mínimo de 0,1% e máximo de 20% do faturamento bruto do último exercício anterior ao da instauração do processo administrativo, ou, no caso de ser impossível verificar o valor do faturamento bruto da empresa, a multa aplicada será determinada entre R$ 6 mil e R$ 60 milhões. Na esfera administrativa, a responsabilidade da pessoa jurídica não afasta a possibilidade de sua responsabilização na esfera judicial.

A nova legislação prevê, ainda, um programa de cooperação para as empresas que colaborarem efetivamente com uma eventual investigação tenham um acordo de leniência (abrandamento), o que poderá reduzir em até dois terços da possível pena. Entre as sanções que podem ser aplicadas por ações judiciais estão: perda dos bens e dos direitos ou valores que representem vantagem ou proveito direta ou indiretamente obtidos da infração; suspensão ou interdição parcial de suas atividades; dissolução compulsória da pessoa jurídica; e proibição de receber incentivos, subsídios, subvenções, doações ou empréstimos de órgãos ou entidades públicas e de instituições financeiras públicas ou controladas pelo poder público, pelo prazo mínimo de um e máximo de cinco anos.


5

FARROUPILHA, 28 DE SETEMBRO DE 2018

e a Lei Anticorrupção Divulgação

Efeitos da Lava Jato Muitas empresas estão adotando mecanismos internos para detectar qualquer indício de corrupção

Com intuito de evitar o envolvimento em atos de corrupção e, consequentemente, que haja a possibilidade da Lei nº 12.846/13 ser aplicada, muitas empresas adotam um programa de compliance, ou seja, um conjunto de normas destinado a detectar, impedir e punir desvios, fraudes, lavagem de dinheiro, financiamento ao terrorismo, irregularidades e atos ilícitos, bem como, conceder incentivos aos funcionários para que sejam éticos, efetuem denúncias, além de cooperar com os órgãos de controle. Assim sendo, a iniciativa, além de ser preventiva, possui efeito atenuante em relação à responsabilização administrativa da pessoa jurídica da Lei Anticorrupção. Não há um modelo padronizado para esse tipo de programa e, por isso, cada um deles deverá ser elabo-

rado de acordo com o perfil e as necessidades da empresa em que será utilizado. Mas, sempre, nove pilares deverão constar nesse plano: administração; avaliação de riscos; código de conduta e políticas de compliance; controle interno; comunicação; canal de denúncias; investigações internas; due diligence (diligência prévia); auditoria e monitoramento. No atual panorama político-econômico brasileiro, a luta contra a corrupção tem repercutido de forma homogênea em todos os setores e compliance se tornou a palavra de ordem nas empresas que buscam minimizar os riscos e combater diretamente esse problema. * Advogada, professora e mestre nos cursos de Direito e de Administração da Uniderp


6

FARROUPILHA, 28 DE SETEMBRO DE 2018

Integrada à comunidade Dentro do projeto Com-Vidas, uma ação realizada na Escola Municipal Antonio Minella, no Belvedere, está prestes a ser implementada: a horta comunitária tem o objetivo de permitir que os moradores do bairro possam aproveitar o que é cultivado no local (veja matéria na Editoria de Educação, página 14). O espaço é cuidado por 57 alunos do 6º ao 9º ano, que

se responsabilizam pelo local no turno contrário às aulas. A iniciativa, que é pioneira em Farroupilha, deve servir de exemplo para que outras instituições de ensino trilhem o mesmo caminho, porém, mais do que a colheita de verduras e legumes, o que mais chama a atenção no projeto é a sua essência, a intenção de ajudar quem está próximo com

uma investida das mais nobres e que facilita a integração da escola na comunidade em que está inserida. Com tantos absurdos ocorrendo na educação brasileira, sucateada ao longo das duas últimas décadas em sua base (onde deveria haver o maior investimento), ações como a desenvolvida na Antonio Minella dão esperança de um futuro melhor e de que o cami-

nho para a construção de uma nação mais fraterna e solidária passa indiscutivelmente pelos bancos escolares. Não de graça Farroupilha figura em posições de destaque nos diversos rankings educacionais que são divulgados anualmente. A lição e o aprendizado, como deixa claro o projeto em questão, vai muito além de quatro paredes e de um quadro negro.

OPINIÃO

Os dois lados da política Paulo Dalla Nora * É consenso que estamos vivendo um dos períodos de mais intensa polarização política na história recente do Brasil e do mundo: movimentos extremos ganham voz e mobilizam seguidores em diversos Países. A política como instrumento de busca e formação de um ponto de equilíbrio, onde os diversos grupos sociais se sintam representados e não haja um sentimento de derrota de alguns, parece ter perdido força. Assistimos o desentranhamento de um novo uso para a política: uma ferramenta para impor um lado através da destruição das ideias do oponente. Deixa-se de ter adversários e passa-se a ter inimigos. Essa visão da política como terreno de confronto

parte do pressuposto que é possível uma vitória total, como se fosse possível “aniquilar” o oponente e implanta apenas um lado da agenda. A realidade é que não existe força política no Brasil capaz de tal façanha e na democracia as vitórias são sempre parciais. Ainda bem que é assim. Nesse contexto, um dos pontos de maior debate é o papel das redes sociais, em seus vários formatos, no engajamento cívico e político dos cidadãos. A primeira questão que se coloca é a dúvida quanto aos pesos dos aspectos negativos e positivos que a nova tecnologia impulsiona: em que medida essas novas ferramentas estão criando um distanciamento e fricção entre os cidadãos e seus representantes e a política, ao exigir um comportamento “purista” e

Índice

Editorial

Matéria Especial....................................... Páginas 2 e 3 Editorial e Opinião.................................. Página 6 Economia ..................................................... Páginas 8 e 9 Cidade .......................................................... Páginas 10 e 12 Política ....................................................... Página 13 Educação..................................................... Páginas 14 e 15 Esporte........................................................ Página 16 a 19

Inside

Especial ....................................................... Capa Cinemas ........................................................ Página 2 Arte............................................................... Página 3 Gustavo Pimentel ..................................... Página 4 Agenda ......................................................... Página 4 Festa ............................................................. Página 5 Guilherme Macalossi .............................. Página 5 Social ........................................................... Páginas 6 e 7 Egui Baldasso............................................ Página 8 Primeiro Parágrafo................................. Páginas 8 e 9 Lauro Edson Da Cás ................................. Página 9 Sétima Arte................................................. Páginas 10 e 11 Horóscopo ................................................. Contracapa Saúde, Beleza & Estética...................... 4 páginas Classificados .......................................... 12 páginas

sem concessões dos mesmos. A outra hipótese seria a proximidade que a tecnologia permite emular gerar um fortalecimento do exercício da cidadania e gerar, dessa forma, uma aproximação entre o cidadão e as instituições que os representam. Essa aproximação pode permitir a melhor compreensão da dimensão dos desafios que precisam ser enfrentados e as escolhas associados a eles. Os que acreditam na política como uma ferramenta de formação de um “terreno do entendimento” têm a responsabilidade e obrigação de trabalhar para que as tecnologias sejam um instrumento que também aproxime e engaje o cidadão com os seus representantes, que ajude no entendimento de que compromissos e concessões precisam ser firmados para

Redação - redacao@jornalinformante.com.br Juliana Inês Casa Barbieri juliana@jornalinformante.com.br Ramon Cardoso ramon@jornalinformante.com.br Yasmin Signori Andrade yasmin@jornalinformante.com.br

Comercial-comercial@jornalinformante.com.br Camila de Lima Alves camila@jornalinformante.com.br Fabiano Luiz Gasperin gasperin@jornalinformante.com.br Maria da Graça Potricos Leite maria@jornalinformante.com.br Rafaella Anhaia Alvarenga comercial3@jornalinformante.com.br

Anúncios-anuncios@jornalinformante.com.br Marcelo Bortagaray Mello marcelo@jornalinformante.com.br Tiago Rodrigues da Silva tiago@jornalinformante.com.br

Financeiro-financeiro@jornalinformante.com.br Keli de Almeida Maciel keli@jornalinformante.com.br

que o processo político avance objetivamente para impactar nossas vidas. Não significa que iniciativas que buscam influenciar e legitimamente pressionar para atender a sua agenda não sejam importantes, mas precisamos cuidar para que o espaço da tecnologia não seja preenchido apenas com essa narrativa de confrontamento, que de certa forma impede o exercício da busca dos consensos necessários ao mínimo funcionamento das instituições. Se cairmos na tentação do uso da tecnologia apenas como ferramenta de “marcação” de posições estaremos matando esse espaço da construção do consenso e vamos regredir para a era das pelejas tribais, só que na velocidade digital. * Cofundador do Poder do Voto

Assinaturas-assinaturas@jornalinformante.com.br Assinatura Bienal: R$ 240,00 Assinatura Anual: R$ 140,00

Telefones (54) 3401-3200 / (54) 3401-3201 (54) 3401-3202 / (54) 3401-3203

Endereço Rua Dr. Jaime Romeu Rössler, 348, Bairro Planalto

Colunistas Crônicas da Redação Dolores Maggioni Egui Baldasso Fabrício Oliboni

Guilherme Macalossi Gustavo Pimentel Lauro Edson Da Cás Paulo Roque Gasparetto

A manifestação dos colunistas é livre e independente e não necessariamente reflete a opinião do Tabloide sobre os temas abordados nas colunas

@PaperInformante www.jornalinformante.com.br

/jornalinformante


8

FARROUPILHA, 28 DE SETEMBRO DE 2018

Divulgação

SETOR AUTOMOTIVO

Momento especial da Toyota Hilux 2019 Com mais itens de conforto, conveniência e design atualizado, a líder do segmento no mercado nacional apresenta novo modelo ao completar 50 anos

R

ecém-chegada ao Brasil, a nova Hilux 2019 desfila design frontal modernizado e uma lista de equipamentos ainda mais completa. Líder de seu segmento no mercado nacional nos últimos três anos, está completando cinco décadas e é um dos famosos nomes do segmento de picapes. “Tem apresentado bastante interesse e procura no público em geral por ter baixo valor de depreciação, ter confiabilidade, robustez e baixa manutenção”, considera Amanda Simonetto, assessora de venda da Concessionária TerraSol, que tem unidade em Caxias do Sul e Bento Gonçalves. O test drive pode ser feito nas duas unidades da concessionária e os valores do veículo variam de R$ 113.640,00 a R$ 198.640,00. De acordo com consultoria especializada no setor automotivo, na América Latina o modelo já atingiu o 3º lugar entre os veículos mais vendidos. Produzido na Argentina, o modelo é exportado para 22 Países. Carro-chefe da linha, a SRX trará badge alusivo ao

50º aniversário da picape, como homenagem à tradicional história de uma das picapes mais icônicas do mundo. As modificações são complementadas por rodas 18” e capota marítima. A versão SRV também adota rodas 18” e maçanetas externas cromadas. Já os modelos focados para o trabalho mantêm o design externo da linha 2018. No acabamento interno, traz mudanças para versão SRX como a tonalidade escura, assentos de couro perfurado e painel de instrumentos de iluminação na cor branca, interior preto, espelho retrovisor interno eletrocrômico e luz de condução diurna em LED. Na intermediária SRV há estepe em liga leve, airbags laterais e de cortina, Smart Entry e Push Start, assistente eletrônico de subida. A versão SR, focada no canal de produtor rural da marca, ganhou ar-condicionado digital e luz de condução diurna. Na versão Standard Power Pack foram inclusas luzes de condução diurna, faróis com função follow me home, revestimento dos assentos em material sintético, travamento automático das portas, chave

Soberania Montadora japonesa produz picape há cinco décadas e se consolida no mercado internacional com veículo

canivete, vidros elétricos, retrovisores externos elétricos. As versões Standard Narrow, Cabine Simples e Cabine Chassi ganham luzes de condução diurna, faróis com função follow me home e revestimento dos bancos em material sintético.


9

FARROUPILHA, 28 DE SETEMBRO DE 2018

EXCELÊNCIA FARROUPILHENSE

Vinícolas locais se destacam na Grande Prova Vinhos do Brasil Basso Vinhos e Espumantes, Casa Perini, Adega Chesini e Cave Antiga Vitivinícola conquistam reconhecimento em duas frentes na premiação que será entregue nesta sexta, durante a Wine South America, que acontece em Bento Gonçalves

P

ara coroar a edição inaugural da Wine South America, acontecerá a entrega da premiação da Grande Prova Vinhos do Brasil nesta sexta. O evento, que é a maior prova às cegas de vinhos brasileiros, foi realizado de 27 a 30 de agosto, no Rio de Janeiro. Nesta edição foram 920 amostras inscritas de 117 vinícolas. Nas categorias principais, os destaques ficaram com a Basso Vinhos e Espumantes, com três prêmios, e Casa Perini, com dois. A Adega Chesini e a Cave Antiga Vitivinícola também se destacaram entre os produtos com valores mais acessíveis (abaixo de R$ 50,00), no projeto Best Buy.

Os melhores da Grande Prova Vinhos do Brasil

Categoria Branco Moscato Espumante Moscatel Espumante Prosecco Suco de Uva Integral Branco Tinto Merlot

Projeto Best Buy

Categoria Branco Moscato Espumante Demi-Sec Espumante Moscatel Espumante Moscatel Espumante Moscatel Espumante Brut Charmat Espumante Brut Champenoise Espumante Prosecco Rosé Tinto Cortes Tinto Merlot

Produto Monte Paschoal Moscato Frisante Espumante Casa Perini Moscatel Espumante Monte Paschoal Prosecco Suco de Uva Integral Branco Jota Pe Monte Paschoal Reserva Merlot

Vinícola Basso Vinhos e Espumantes Casa Perini Basso Vinhos e Espumantes Casa Perini Basso Vinhos e Espumantes

Produto Monte Paschoal Moscato Frisante Espumante Monte Paschoal Virtus Demi-Sec Espumante Monte Paschoal Moscatel Espumante Casa Perini Moscatel Espumante Cave Antiga Moscatel Espumante Monte Paschoal Brut Espumante Cave del Vêneto Brut Espumante Monte Paschoal Prosecco Casa Perini Rosé Cave Antiga Venerabile Livella Monte Paschoal Reserva Merlot

Vinícola Basso Vinhos e Espumantes Basso Vinhos e Espumantes Basso Vinhos e Espumantes Casa Perini Cave Antiga Vitivinícola Basso Vinhos e Espumantes Adega Chesini Basso Vinhos e Espumantes Casa Perini Cave Antiga Vitivinícola Basso Vinhos e Espumantes


10

FARROUPILHA, 28 DE SETEMBRO DE 2018

NOITE BENEFICENTE

Jantar do Peixe: ingressos à venda Evento acontece no p´roximo dia 20, no Centro de Eventos Mário Bianchi Arquivo Jornal Informante

M

ais uma edição do Jantar do Peixe está a caminho. Com a proposta de angariar recursos para manter o projeto Querer Bem, que auxilia doentes de baixa renda com fraldas descartáveis, o evento acontece no próximo dia 20, às 19h30min. Será no Centro Municipal de Eventos Mário Bianchi e os ingressos, no valor de R$ 120,00 a unidade, já podem ser adquiridos com os 38 cozinheiros voluntários ou diretamente na prefeitura. Para o cardápio serão preparados 13 pratos à base de peixe e esta será a 18ª

Servindo sabor e solidariedade Todos os valores arrecadados serão revertidos para projeto social

edição do evento. No ano passado o Jantar do Peixe arrecadou R$ 100 mil. O Querer Bem confecciona 17 mil fraldas e absor-

ventes mensalmente destinados a jovens, adultos e idosos acompanhados pelo Centro de Referência da Assistência Social (CRAS).

Alguém quer me adotar?

22 de setembro Therezinha Tres Censi, 80 anos. Sepultamento no Cemitério da comunidade de São Tiago, em Flores das Cunha; Alexandre da Silva, 44 anos. Sepultamento no Cemitério Público Municipal. 23 de setembro Ullysses Domingos Romani, 85 anos. Sepultamento no Cemitério Público Municipal. 24 de setembro Claudio Luiz Oliboni, 59 anos. Sepultamento no Cemitério Público Municipal. 25 de setembro Maria Tereza Martins De Souza, 68 anos. Sepultamento no Cemitério Público Municipal.

Catatau é mestiço de Sharpei, tem porte grande e é jovem. Já está castrado, vacinado e é muito dócil. Contato para adoção pelos fones 999.515.440 e 981.663.349. Importante: ONG dos Peludos informa que não serão doados cães para ficarem presos em correntes.

ONG dos Peludos

Obituário


12

FARROUPILHA, 28 DE SETEMBRO DE 2018

InteRação

Acantonamento Distrital: De Volta a Jangal Grupo de Escoteiros Guaracy 78 de Farroupilha é o anfitrião de evento que irá reviver as origens do movimento baseadas no enredo original da obra literária. Diferente dos acampamentos, onde os escoteiros montam e dormem em barracas, nos acantonamentos os escoteiros e lobinhos dormem em área coberta, como galpões e ginásios. São mais de 300 Lobinhos e Velhos Lobos, nome dado aos adultos voluntários que acompanham as crianças, de 12 grupos escoteiros de diferentes cidades, que aceitaram o desafio e vão participar desta atividade. Serão 12 bases misturando jogos e instrução, além de atividade noturna e a Flor Vermelha, nome dado à cerimônia de confraternização noturna ao pé de uma fogueira, relembrando as bases do movimento e promovendo integração entre os grupos.

Divulgação

A

comunidade da Linha Müller, próximo ao Salto Ventoso, será palco de uma grande aventura: O Acantonamento Distrital de Lobinhos 2018 (ADL): De Volta a Jangal. O evento acontecerá no final de semana, com início às 8h30min do sábado. O fundador do movimento escoteiro, Baden Powell, se inspirou na obra “O Livro de Jangal”, do autor britânico e vencedor do prêmio Nobel de Literatura, Rudyard Kipling, que tem como personagem principal Mowgli, o menino lobo. Portanto, as crianças entre 7 e 11 anos, dentro do movimento escoteiro, são denominadas Lobinhos. O tema “De Volta a Jangal”, propõe voltar às origens do movimento. As atividades propostas no dia, são

Regresso ao passado Atividades propostas no próximo acantonamento vão ser inspiradas no livro que deu início ao movimento escoteiro


13

FARROUPILHA, 28 DE SETEMBRO DE 2018

CONSCIENTIZAÇÃO

Trânsito pauta Legislativo em Ação Projeto aconteceu na Câmara de Vereadores ao longo da terça e reuniu um público de 400 pessoas 6 a 8 anos, com palestra do CFC Farroupilha e major Juliano Amaral, comandante do 36º Batalhão de Polícia Militar (BPM) de Farroupilha. Por fim, à noite, o Legislativo em Ação promoveu um debate sobre a pauta com motoristas, agentes públicos e sociedade civil. Além de Stassak e Amaral, Luiz Noé, presidente do Cetran, e Daniel Troes, diretor do Departamento de Trânsito de Farroupilha, participaram da roda de discussão. Educando para o futuro Amaral e Sobierai participam da ação com crianças realizada na terça à tarde, no Poder Legislativo

Gabriel Venzon

A

Casa Legislativa Lidovino Antônio Fanton realizou na terça, Dia Nacional do Trânsito, um ciclo de palestras que tiveram como tema a questão que envolve a mobilidade urbana. A atividade foi coordenada pelo vereador Odair Sobierai. Pela manhã, o teatro “Los Gueras”, do Tem Gente Teatrando, fez uma apresentação para alunos do Ensino Médio, que também conferiram a explanação do comandante da Polícia Rodoviária Estadual de Farroupilha, tenente Marcelo Stassak. À tarde, as ações foram voltadas às crianças de


14

FARROUPILHA, 28 DE SETEMBRO DE 2018

COM-VIDAS

Horta aberta na Antonio Minella Projeto pioneiro em Farroupilha compartilha com a comunidade temperos, ervas, legumes, verduras e frutas cultivados pelos alunos juliana@jornalinformante.com.br

C

om o intuito de aproximar a comunidade, espalhar bons exemplos e ainda disseminar práticas sustentáveis é que a Escola Municipal Antonio Minella, do bairro Belvedere, abre as portas de sua horta para a comunidade. Mantida pelo Com-Vidas, um projeto que visa implantar ações ambientais na instituição, os cuidados com o espaço são realizados por 57 alunos do 6º ao 9º ano que, no turno contrário às aulas, se reúnem para plantio, rega e manutenção. Agora a ideia é abrir diariamente a horta, que é totalmente orgânica, para que os moradores do bairro possam desfrutar do que é cultivado. A ação terá início

no próximo mês, quando os canteiros estarão em plena produção, sendo a primeira escola de Farroupilha a criar uma horta comunitária. “A ideia é valorizar, buscar aproximação com as famílias e moradores do bairro. É sensibilizar para a preservação e cuidados com a natureza”, considera Rejane Vilanova, professora que coordena o Com-Vidas na escola, projeto que, junto com a diretora Daiana Tonin Nunes, vai ganhando ainda mais fôlego. O próximo passo será a instalação de composteira, minhocário e de uma cisterna para captação da água da chuva que será destinada à rega da horta e lavagem das calçadas. Também será implantando um bicicletário incentivando os alunos a irem de bike para a escola. “Aprendemos muita coisa. Temos projetos para melhorar a escola e estamos indo

Juliana Inês Casa Barbieri

Juliana Inês Casa Barbieri

Dedicação e bom exemplo Alunos mantém horta que passa a ser comunitária disponibilizando cultivos orgânicos e gratuitos a moradores do bairro

num bom caminho, com boas ideias”, considera Magali de Miranda da Silva, 13 anos, integrante do Com-Vidas. Já foram plantadas na horta alface e couve-flor, ervas e temperos,

laranjeiras, bergamoteiras e limoeiros. Kiwi e araçá já eram cultivados. Cenoura, espinafre, vagem, salsa, rúcula, moranga, rabanete e cebolinha serão as próximas semeaduras. Um

mutirão com os pais acontece neste sábado para limpeza do espaço e entorno, fortalecendo a parceria escola e comunidade que agora levará novos sabores às mesas do Belvedere.


15

FARROUPILHA, 28 DE SETEMBRO DE 2018

INFORMÁTICA

Monitor do CNSL palestra no maior evento de TI da Europa Anderson Porciuncula apresenta trabalho em Londres, durante o Mozilla Festival, que acontece na Ravensbourne University profissional e que baseia projeto a ser implementado no Colégio Nossa Senhora de Lourdes (CNSL). Anderson é formado em Análise e Desenvolvimento de Sistema, trabalha no CNSL no setor de Tecnologia da Informação (TI) e como monitor, além de realizar pós-graduação em Aprendizagem Ativa. “Além de aprender a ler, escrever e calcular, deveríamos adicionar Pensamento Computacional na capacidade analítica das crianças. As pessoas normalmente compreendem o que é uma célula, mas não como uma mensagem sai de uma célula e é recebida por outra. Esse exemplo está diretamente relacionado ao dia a dia de quem trata com infor-

mações e recursos tecnológicos”, considera. O tema é ainda pouco explorado no Brasil, mas já integra a base curricular comum em Países como Estados Unidos, França, Alemanha e Austrália. A indicação do profissional chegou por meio de artigo escrito em livro da Associação Educadora São Carlos, rede mantenedora do CNSL, com o título “Aprendizagem Ativa”. O material será lançado no próximo mês, mas Anderson apresentou seu trabalho, projeto e artigos que escreveu para um representante da Mozilla no Brasil. Enviado à coordenação do Festival, foi selecionado e integra o seleto grupo de palestrantes do encontro.

Divulgação

O

pensamento computacional e sua aplicação na educação é a temática tratada por Anderson Porciuncula que ganha repercussão mundial no próximo mês. O farroupilhense está entre os 100 profissionais do mundo que receberam uma bolsa integral como premiação para palestrar no Mozilla Festival que é o maior evento de tecnologia e políticas de internet da Europa. O evento acontece em Londres, de 22 a 28 de outubro, na Ravensbourne University e a temática apresentada será o Pensamento Computacional que vem norteando estudos do

Referência em Pensamento Computacional Anderson participa de diversos eventos da área e desta vez estará em Londres


16

FARROUPILHA, 28 DE SETEMBRO DE 2018

MENINAS NA ESTRADA

Brasil Feminino cruza o Estado e enfrenta o Ijuí neste domingo Desafio é o mais distante de Farroupilha e equipe busca os primeiros pontos longe de seus domínios no estadual

Brasil

D

errotada por 5 a 1 para o Estrela (com gol de Pati marcado para as farroupilhenses), no último domingo, fora de casa, em um gramado embarrado, o Brasil Feminino volta a campo neste domingo, novamente atuando longe das Castanheiras. E põe longe nisso. O duelo é contra o Ijuí, no estádio Ber-

tholdo Christmann, às 15h. “O resultado que sofremos em Estrela não diz o que foi o jogo. As condições estavam péssimas, a partida atrasou, aconteceu um duelo da base antes, que deixou o gramado completamente embarrado, o que prejudica nosso jogo porque temos um time que é bem técnico. Não conseguimos nos adaptar a condição. Sofremos quatro gols de bola parada”, destacou o técnico Fernando Varani. Ele já projetou o duelo de domingo, na região noroeste do Estado. “Esperamos um confronto difícil, com um adversário que está brigando conosco por uma posição melhor na classificação. Estamos nos preparando. Sabemos que as

condições do gramado lá, a exemplo de Estrela, também não são das melhores, mas vamos tentar sair de lá com a vitória”, enfatizou Fernando. O time farroupilhense ocupa a 4ª posição no Grupo A, com os mesmos 3 pontos do rival da rodada, mas perde o 3º lugar nos critérios.

Gauchão Feminino Domingo, às 15h Estádio Bertholdo Christmann, em Ijuí

X

Gauchão Feminino (classificação do Grupo A) Equipe

P

J

V

E

D

GM

GS

SG

1)

Internacional

15

5

5

0

0

38

0

38

2)

Estrela

15

7

5

0

2

14

19

-5

3)

Ijuí

3

5

1

0

4

16

22

-6

4)

Brasil

3

4

1

0

3

6

15

-9

5)

Palestra

0

3

0

0

3

2

20

-18

Legenda: P (pontos), J (jogos), V (vitórias), E (empates), D (derrotas), GM (gols marcados), GS (gols sofridos) e SG (saldo de gols)


17

FARROUPILHA, 28 DE SETEMBRO DE 2018

MENINAS EM QUADRA

Pouco Citadino, muita Copa da Liga a partir deste sábado, em Lourdes Regional começa neste sábado com quatro jogos e estreia do Valente, único farroupilhense em quadra, em noite que será aberta com municipal

O

futsal feminino farroupilhense, a partir deste sábado, mede forças também com rivais de três municípios vizinhos com a abertura da Copa da Liga. São 14 equipes envolvidas na disputa, sendo cinco farroupilhenses (das que participam do Citadino somente a Chape não ingressou no regional), quatro de Bento Gonçalves, quatro de Caxias do

Sul e uma de Teutônia (veja grupos ao lado). As partidas serão sediadas no Ginásio de Esportes do Colégio Nossa Senhora de Lourdes (CNSL), mas a rodada começa com uma partida válida pelo Citadino Feminino de Futsal, com o duelo Alvorada/Lancheria GNV/Lulu Acessórios e Hórus/Mercadão dos Óculos. Pelo municipal, no último sábado, a Juventus venceu a Valente Futsal/Máquinas Sazi por 4 a 1 e a Chape ficou no 3 a 3 com o Alvorada.

Os demais quatro embates da noite são válidos pela Copa da Liga. Único local em quadra, a Valente encara o Bento FC. No duelo intermediário da noite, o Comando São Paulo enfrenta a BGF. Na sequência, o Santa Catarina mede forças com a AFF. Por fim, na conclusão da rodada de abertura do regional, a Juventus de Caxias duela contra o Só Furo. O ingresso masculino custa R$ 5,00, o feminino R$ 3,00 e os confrontos iniciam às 18h45min.

As chaves da Copa da Liga

Chave A 1º de Maio/Clip Gráfica Expressa (Farroupilha) Comando São Paulo (Caxias do Sul) BGF (Bento Gonçalves) Juventus Futsal Feminino (Farroupilha) Chave B AFF (Bento Gonçalves) Só Furo (Teutônia) Juventus (Caxias do Sul) Santa Catarina (Caxias do Sul) Chave C Bento FC (Bento Gonçalves) Hórus/Mercadão dos Óculos (Farroupilha) Valente Futsal/Máquinas Sazi (Farroupilha) Chave D Alvorada/Lancheria GNV/Lulu Acessórios (Farroupilha) Abala (Bento Gonçalves) Lion (Caxias do Sul)


18

FARROUPILHA, 28 DE SETEMBRO DE 2018

Divulgação

Farroupilhenses da Amazonas do Sul em destaque

A 8ª etapa do Campeonato Gaúcho de Ciclismo aconteceu em Três Passos, no último domingo, e contou com presença farroupilhense. Atletas da equipe feminina Amazonas do Sul conquistaram importantes pontos para o ranking da competição estadual, na prova que foi realizada em um percurso de 75 quilômetros, até a fronteira com a Argentina. Na Elite Feminina, Cíndia Lanza Fagan ficou na 4ª colocação nos quilômetros finais defendendo a vice-liderança no Gaúcho. Na Feminina Master, Cristiane Bergamin Chiele mostrou muita evolução e, competindo pela segunda vez, conquistou também a 4ª colocação. A líder do campeonato é Débora Luz, de Estância Velha, que chegou em 2º na Elite. A Amazonas do Sul defende a 5ª colocação no ranking estadual. A equipe, que é formada exclusivamente por mulheres, busca apoiar ciclistas de todas as categorias e está aberta a novas atletas que desejam integrar o time. Os contatos podem ser feitos com Cíndia, pelo fone (55) 999.694.399. Amazonas do Sul Cristiane, Cíndia e Débora foram destaques na disputa ocorrida no Norte do Estado no domingo

Municipais de Bochas Tiro e Ponto e 48 de volta

O feriadão da Semana Farroupilha provocou a paralisação momentânea das disputas, mas elas voltam neste sábado. No Municipal de Bochas Tiro e Ponto, a 1ª rodada do returno acontece às 13h45min, com os duelos entre Veteranos do Rancho x Aldeia Farroupilha e Vinhedos x Rancho de Gaudérios, com o Tavares folgando. Já no Bocha 48, a 3ª rodada do returno ocorre às 15h, veja os enfrentamentos: pela Chave A, Bar do Retcha B x Amantes da Bocha e Bar Belvedere x Nik’s Bar A. Pela B, Nik’s Bar B x Bar do Radinho e Bar do Alemão x CTG Rancho de Gaudérios, com o Bar do Muth folgando. Por fim, pela Chave C, Vetera’s Bar x Bar do Recha A e Nossa Senhora de Fátima x Bar Turchetto, com folga do Bar do Galo. Pela A, o Amantes da Bocha segue líder e invicta com 5 vitórias. Pela B, Muth e Alemão lideram com 6 vitórias. Já pela C, quem está na liderança é o Vetera’s, com 7 vitórias.

Meninas em quadra e em campo neste fim de semana

O futsal e o futebol feminino monopolizam as atenções no sábado e domingo. Na quadra do Colégio Nossa Senhora de Lourdes tem início a Copa da Liga, a disputa regional que movimenta o salonismo feminino e a Valente Futsal/Máquinas Sazi em quadra, além de um duelo válido pelo Citadino (veja mais na página 17). No campo, as meninas rubro-verdes viajam até Ijuí para mais um compromisso como visitante no Gauchão Feminino, no domingo à tarde (confira matéria na página 16).


19

FARROUPILHA, 28 DE SETEMBRO DE 2018

DISPUTA ACIRRADA

Nova Sardenha e Santa Cruz brigando pela taça do JEF Vôlei Escolas se revezaram no 1º e 2º lugar em três das quatro categorias finalizadas na modalidade que encerra nesta sexta Ramon Cardoso

A

semana foi de muito voleibol no Cinquentenário com os Jogos Estudantis de Farroupilha (JEF). Quatro categorias foram encerradas: as três do Feminino e o Mirim Masculino. O Infantil e o Juvenil Masculino terão as finais disputadas nesta sexta pela manhã. A disputa mostra um predomínio de duas escolas. A Nova Sardenha e a Santa Cruz, que se revezaram em 1º e 2º lugar em três das quatro categorias. A escola do 3º Distrito ainda figurou com um vice. Encerrado o JEF de Vôlei restará apenas a disputa do Futsal. Ela acontece de 22 a 26 de outubro.

Infantil Feminino Categoria foi definida na quinta à tarde, com título da Nova Sardenha, vice da Santa Cruz e pódio fechado pela Ângelo Chiele

Os melhores do JEF de Vôlei nas quatro categorias encerradas

Mirim Masculino 1º) Nova Sardenha 2º) Santa Cruz 3º) Ângelo Chiele 4º) CNSL

Mirim Feminino 1º) Santa Cruz 2º) Nova Sardenha 3º) Ângelo Chiele 4º) Vicente Bertoni

Juvenil Feminino 1º) São Tiago 2º) Nova Sardenha 3º) Estadual Farroupilha 4º) Zelinda Pessin

Infantil Feminino 1º) Nova Sardenha 2º) Santa Cruz 3º) Ângelo Chiele 4º) Zelinda Pessin


INSIDE

Talento da jovem Perla Fotos: Yasmin Signori Andrade

Desenhos ricos em detalhes e cores vibrantes são obra de uma estudante de 17 anos do Colégio Estadual Farroupilha Capa e página 3

EDUCAÇÃO

Plantando mais saúde Juliana Inês Casa Barbieri

Alunos da Antonio Minella criam horta aberta aos moradores do bairro Belvedere em ação ambiental do projeto Com-Vidas Página 14 e Editorial


Compromisso com a Cidade. Compromisso com você.

FARROUPILHA, 28 DE SETEMBRO DE 2018

PRÁTICA FÍSICA

Pilateando no Parque dos Pinheiros Ação do Sesc é gratuita e acontece neste sábado, com a proposta de apresentar a modalidade voltada à saúde e bem-estar A modalidade apresentada será o Mat Pilates que é a prática sem utilização de equipamentos, com movimentos todos no solo. A atividade será conduzida por educadores físicos do Sesc: Emerson Renan Berger De Souza, Vera Lúcia Alves da Silva, Rafaela Londero e Karen Goldani. Essa será a segunda edição do evento, a primeira foi realizada no ano passado. “Para que as pessoas saibam que temos esta modalidade no Sesc e para divulgar os benefícios que o Pilates traz para a saúde e bem-estar”, considera Grasiela Maria Savi, gerente do Sesc Farroupilha, sobre o intuito da promoção. Após o Aulão os participantes são convidados a confraternizarem na Mateada. A coordenação lembra que, em caso de chuva, a ação será cancelada.

Programe-se O que: Aulão de Pilates com Mateada Quando: neste sábado, às 16h30min Onde: Parque dos Pinheiros Quanto: evento gratuito

Divulgação

U

m bom momento para movimentar o corpo, encontrar amigos e ainda passear com a família neste sábado é a ação proposta pelo Serviço Social do Comércio (Sesc). A partir das 16h30min acontece o Aulão de Pilates com Mateada no Parque dos Pinheiros. A ação é gratuita e aberta à comunidade em geral, sem necessidade de inscrições, basta chegar no dia e horário para participar do Aulão. A recomendação é de que os participantes usem roupas confortáveis para a prática e também é aconselhado o uso de meias, sendo a própria para o Pilates ou outra qualquer. É importante considerar ainda a necessidade de hidratação, então é solicitado que cada um traga sua garrafinha de água.

Apresentando o Pilates Atividade deste sábado é proposta pelo Sesc, sendo gratuita e aberta à comunidade em geral

Conheça mais sobre os benefícios do Pilates

Trabalha a centralização, precisão, concentração e fluidez, além do autonconhecimento corporal, controle dos movimentos, reforço postural e muscular, proporciona melhor domínio da respiração e consequente controle da ansiedade. “Também favorece o equilíbrio, a atenção nas atividades da vida diária, bem como alívio de dores crônicas causadas por maus hábitos posturais e senilidade”, enumera Emerson, educador físico, um dos profissionais que ministram aulas de Pilates no Sesc e que estará orientando o Aulão deste sábado no cartão postal farroupilhense.


Compromisso com a Cidade. Compromisso com você.

FARROUPILHA, 28 DE SETEMBRO DE 2018

Dia Mundial do Coração: é a que provoca mais mo

Obesidade, fator de risco para a saúde do coração, foi observada em maio

N

este sábado é comemorado o Dia Mundial do coração. A data constitui o maior evento mundial para combater as doenças cardiovasculares, numa iniciativa da Federação Mundial do Coração (World Heart Federation). De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), as doenças cardiovasculares são a principal causa de morte no mundo. No Brasil, 300 mil pessoas sofrem infartos todos os anos e em 30% dos casos o ataque cardíaco é fatal. De acordo com a Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico 2017 (Vigitel), o Rio de Janeiro é o Estado com mais frequência de adultos mulheres com excesso de peso no País,

55,7%, ficando atrás de Mato Grosso, que lidera com maior frequência de homens obesos, atingindo 65,8%. Segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) de 2015, foi apontado que 62,1% dos brasileiros com 15 anos ou mais não realizam atividade física. Já o suplemento “Prático de Esporte e Atividade Física”, divulgado pelo IBGE, apontou que 100,5 milhões de pessoas, de um total de 161,8 milhões, nessa faixa etária, não fazem nenhum tipo de exercício. Especialistas afirmam que a realização de atividade física diária, a adoção de uma dieta balanceada e outros hábitos saudáveis pode reduzir em até 80% a ocorrência de problemas cardiovasculares. O colesterol alto, hipertensão e diabete são fatores de risco que podem ocasionar doenças cardio-

vasculares, por isso, avaliações periódicas para o monitoramento e tratamento das


Compromisso com a Cidade. Compromisso com você.

FARROUPILHA, 28 DE SETEMBRO DE 2018

doença cardiovascular ortes no mundo

or número no Rio de Janeiro, entre mulheres, e em Mato Grosso, entre homens Divulgação

Cuidado necessário Combate aos fatores de risco é a melhor alternativa para evitar a ocorrência de infarto

doenças são recomendadas. Para a detecção delas, os pacientes podem realizar um

simples exame de sangue. Além disso, o eletrocardiograma é exame fundamental

para a avaliação precisa do coração, já que identifica possíveis doenças coronárias.


Compromisso com a Cidade. Compromisso com você.

FARROUPILHA, 28 DE SETEMBRO DE 2018

OpiniãO

Dentística Restauradora Leticia Mattana *

A

área da Odontologia que define as restaurações (ou reconstruções), devolvendo a forma e funções dos dentes afetados por cárie ou trauma, é chamada de dentística. As restaurações são atualmente realizadas por um material chamado de resina composta, que possui uma gama de cores para que se assemelhe o mais próximo da cor do dente em questão. Muitas das vezes, se realizada com perfeição, torna-se imperceptível. As restaurações possuem como objetivo fazer com que o dente afetado pela cárie volte à sua forma e função normal. Assim, o dentista remove a parte do dente que foi deteriorada, limpa a área e preenche a cavidade com o material de restauração. Antigamente, as restaurações utilizavam a amálgama (prata) para cobrir a cavidade. O material, resistente e relativamente barato, possuía como defeito a cor escura, que se sobressaia nos dentes, prejudicando a estética. Atualmente, as restaurações foram substituídas por resinas compostas ou de porcelana. Essas restaurações são resistentes, porém, assim como qualquer outro tratamento odontológico, deve ser avaliado

pelo profissional e ser trocada depois de certo tempo. Restaurações em resina duram cerca de cinco anos. Durante uma visita periódica, o dentista pode avaliar essa necessidade. Como a restauração é feita? Antes de iniciar a restauração, deve ser feito a remoção de todo tecido cariado. Usam-se brocas em um instrumento de rotação. Após toda a remoção, utiliza-se a resina para restaurar a anatomia e funcionalidade do dente. E, por fim, dá-se um acabamento e polimento para remover as rugosidades e porosidades do material em questão. Quais são os riscos de não realizar a restauração? Se o tratamento não for realizado, a doença cárie pode progredir, atingindo outras estruturas dentais. Assim, pode gerar outros danos, como os citados abaixo. * Ocasionar dores frequentes e intensas; * Necessidade de tratamento endodôntico (canal); * E, na pior das hipóteses, a perda do dente. Vale lembrar que os dentes já restaurados devem ser avaliados com frequência pelo cirurgião dentista, pois estes são mais vulneráveis quando comparados aos dentes íntegros.

Faceta em resina composta As facetas em resina, apesar de menos populares, apresentam recursos interessantes que, em algumas ocasiões, superam os sofisticados tratamentos com facetas e lâminas em porcelana. Um exemplo disso são transformações rápidas do sorriso (do ponto de vista terapêutico, quase instantâneas), cujo tempo de tratamento é bastante inferior às facetas em porcelana. Perfeitas para ocasiões sociais ou profissionais de última hora como entrevistas de emprego, formaturas e casamentos. O que são facetas em resina? Facetas em resina são laminados estéticos que recobrem toda a superfície visível (estética) de um ou mais dentes, não envolvendo as partes do dente que entram em contato com a língua ou dentes antagonistas durante a mastigação. Quais são as indicações e contraindicações para as facetas em resina? De maneira geral, as facetas em resina são indicadas para pequenas correções de cor e forma, em um ou mais dentes. Um exemplo são as indicações para fechamentos de espaços entre incisivos centrais superiores (diastemas) com facetas em resina. Casos mais simples, como o mal posicionamento

dos dentes na arcada – dentes que não estão alinhados – também podem ser solucionados com as facetas em resina, observadas as limitações de durabilidade do material. A princípio, as facetas em resina podem substituir as facetas em porcelana para todas as situações. Entretanto, o risco mais elevado para fratura, infiltração e perda rápida da cor e do brilho, comparadas às facetas em porcelana, fazem das facetas em resina um tratamento que exige acurácia do dentista para indicações que não tragam frustrações e problemas. Indicações * Fechamento de espaços; * Dentes com mais de 50% da superfície recoberta por restaurações antigas e amareladas; * Urgências estéticas como entrevistas de emprego. Contraindicações * Bruxismo; * Dentes hígidos (sem restaurações); * Transformações marcantes na forma e cor do sorriso; * Dentes escurecidos por tratamento de canal. * Cirurgiã-Dentista (CRO 24.875)


Primeiro Parágrafo

A escritora americana Gillian Flynn e sua rica capacidade de mergulhar no lado mais obscuro da mente humana Páginas 8 e 9

Inside

Sétima Arte

Para aproveitar: o talentoso Al Pacino volta à ativa em novo papel de policial no suspense “Letras da Morte” Páginas 10 e 11

Arte

Traços que revelam talento Margarete Machado dos Santos, que atende pelo codinome Perla, está ganhando visibilidade com seus coloridos desenhos Yasmin Signori Andrade

Yasmin Signori Andrade yasmin@jornalinformante.com.br

S

ão cartazes e cartões de heróis da Marvel, fadas, princesas e rostos feitos à mão com uso de lapiseiras, lápis de cor, tintas e canetinhas, confeccionados pela estudante Margarete Machado dos Santos, aluna do Colégio Estadual Farroupilha. A garota de 17 anos fez sua primeira exposição na Casa de Cultura do dia 13 a 19, atraindo olhares interessados para seus caprichados desenhos. Natural de Farroupilha, a garota utiliza o codinome “Perla”, que vem de seu próprio nome: Margarete, que significa pérola, e sonha em seguir uma carreira profissional em que possa usar seus talentos nas telas. “Gosto muito de desenhar e as pessoas elogiam bastante, isso me inspira a continuar”, declarou Perla, que gosta de pintar desde criança, mas foi no 7º e 8º ano que começou a se dedicar e aprimorar seus desenhos com curso, olhando inspirações nas redes sociais e analisando todos os detalhes, criando assim, um estilo próprio. Segue na página 3

Dedicação atrelada ao talento Em destaque: a jovem desenhista usa lápis de cor e canetinhas para produzir suas obras cheias de detalhes e cores vibrantes


Inside

2

FARROUPILHA, 28 DE SETEMBRO DE 2018

Cinemas Imagens: Reprodução

Shopping Iguatemi (RST-453, quilômetro 3,5) Cinemas GNC 1: 10 Segundos Para Vencer - às 13h40min (com legenda descritiva), 16h20min, 19h e 21h45min GNC 2: 22 Milhas - às 13h50min GNC 2: O Mistério do Relógio na Parede - às 16h10min e 18h40min (dublado), 21h20min (legendado) GNC 3: O Que de Verdade Importa - às 14h e 21h30min (dublado), 18h50min (legendado) GNC 3: O Predador - às 16h40min GNC 4: Pé Pequeno - às 13h10min e 17h30min (dublado), 15h20min e 19h40min (dublado e em 3d) GNC 4: O Predador (em 3d) - às 21h50min GNC 5: O Predador (dublado) - às 14h10min GNC 5: Um Pequeno Favor - às 16h30min e 21h40min (legendado), 19h10min (dublado) GNC 6: Alfa (dublado) - às 13h20min GNC 6: A Freira - às 15h30min e 22h (dublado), 17h40min e 19h50min (legendado) Ingressos: segunda e quinta (exceto feriado e Carnaval) a R$ 22,00 e R$ 28,00 (salas 3d); terça e quartas (exceto feriado e Carnaval) todos pagam meia entrada; sexta a domingo e feriado a R$ 26,00 e R$ 32,00 (salas 3d). Meia entrada todos os dias para menores de 18 anos e maiores de 60 (mediante apresentação de identidade), estudantes (mediante apresentação de Carteira de Identificação Estudantil), pessoas com deficiência (com documento que a comprove) e para o Movie Club Preferencial.

Shopping San Pelegrino (Avenida Rio Branco, 425) * Obs: o site do Cinépolis traz apenas os horários dos filmes, mas não informa em qual sala serão exibidos 10 Segundos Para Vencer - às 14h15min, 16h45min, 19h25min e 22h 22 Milhas - às 21h30min A Freira - às 15h30min, 17h45min e 20h (dublado), 22h10min (legendado) Crô em Família - às 21h10min O Mistério do Relógio na Parede - às 14h (dublado), 16h20min e 18h40min (legendado) O Predador (em 3d) - às 20h30min O Que de Verdade Importa - às 13h15min, 16h e 18h20min (dublado), 21h (legendado) Pé Pequeno - às 14h30min, 16h30min e 19h (dublado), 13h30min, 15h45min e 18h (dublado e em 3d) Ingressos: nas salas tradicionais, segunda a quarta (exceto feriado) a R$ 23,00 e R$ 11,50 (meia); quinta (exceto feriado) a R$ 25,00 e R$ 11,50 (meia); sexta a domingo e feriado a R$ 26,00 e R$ 13,00 (meia). Nas salas 3d, segunda a quarta (exceto feriado) a R$ 29,00 e R$ 14,50 (meia); quinta (exceto feriado) a R$ 29,00 e R$ 15,00 (meia); sexta a domingo e feriado a R$ 32,00 e R$ 16,00 (meia).

Sala de Cinema Ulysses Geremia (Luiz Antunes, 312) Uma Casa à Beira-Mar - sexta a domingo, às 19h30min Ingressos: R$ 10,00 e R$ 5,00 (estudantes e sênior)

Estreias no circuito comercial José Alvarenga dirige a biografia de Éder Jofre, o maior pugilista brasileiro de todos os tempos, com Daniel de Oliveira no papel principal, no fim de semana que também marca a chegada de uma nova animação do cineasta americano Karey Kirkpatrick


FARROUPILHA, 28 DE SETEMBRO DE 2018

Inside

3

Arte

Riqueza de detalhes Perla desenha desde criança mas foi no 7º e 8º anos que começou a se dedicar e aprimorar as obras

Fotos: Yasmin Signori Andrade

No 8º e 9º ano, a aluna ganhou o concurso da escolha da capa do “Guia O Vermelhinho” pela Escola de Ensino Fundamental Senador Teotônio Vilela. Hoje Perla é aluna no 2º ano do Ensino Médio e foi apresentada à Casa de Cultura para a exposição pela vice-diretora do Estadual, Joice de Almeida Colbeich. A artista diz gostar de desenhar de tudo, desde que tenha muita cor envolvida, usando objetos simples do dia a dia para reproduzir as obras. “Procuro fotos de desenhos pra me inspirar e criar o meu. Desenho com lápis de escrever, lápis de cor, canetinhas, canetas, tudo que deixe o trabalho mais cheio de vida”, descreve Perla. Todos os cartões e cartazes estão à venda na Casa de Cultura, ou pela página no Facebook “Desenhos da Perla”, com valores entre R$ 10,00 e R$ 35,00. Também é possível encomendar desenhos pela página, conversando diretamente com a artista.


Inside

4

Como todos sabem, desde o final do ano passado estamos sob a égide de uma nova lei trabalhista. Na verdade, não é que a velha CLT tenha sido substituída; o esqueleto da lei continua sendo aquele formulado por Getúlio Vargas lá na década de 40. O que mudou foi que alguns artigos já defasados foram substituídos por outros com uma roupagem mais moderna, alterando em grande parte a lei do século passado. Embora o ideal fosse uma codificação inteiramente nova, a reforma, apesar de alguns equívocos, trouxe avanços muito importantes e, sobretudo, necessários. Vou contar rapidamente uma estória verídica, que ocorreu no interior de São Paulo, para demonstrar como era necessária a reforma da CLT em alguns pontos. Uma determinada empresa tinha funcionários homens e mulheres e, eventualmente, colocava-os para realizar horas-extras. Até aí, tudo normal. Pois bem, eis que o sindicato da categoria ajuizou uma ação contra essa empresa, exigindo que respeitasse um intervalo de 15 minutos de descanso. Esse intervalo para descanso entre o término do horário normal e o início da hora-extra existia na CLT antes da reforma e não era remunerado. Era devido apenas para as mulheres, pois se entendia que, em razão da sua frágil compleição física, elas necessitariam de um período de repouso para iniciar a jornada extra. A empresa então passou a conceder o intervalo de 15 minutos, acreditando que isso solucionaria o problema. Ledo engano! Resolvido esse, surgiu um novo imbróglio. Isso porque agora, ao término da jornada, os homens tinham que ficar por 15 minutos dentro dos ônibus da empresa aguardando as mulheres terminarem as suas tarefas (já que agora elas começavam 15 minutos mais tarde). Então os homens, descontentes, começaram a ingressar com ações contra a empresa para cobrar, como hora-extra, o período de 15 minutos que ficavam dentro do ônibus aguardando as mulheres. Para evitar esse novo problema, o empregador passou a dar preferência para os homens no momento da contratação, eis que eles poderiam iniciar o trabalho extraordinário sem a necessidade de 15 minutos de intervalo. Sabem o que aconteceu? O Ministério Público do Trabalho ajuizou uma nova ação contra a empresa, agora em razão da discriminação entre homens e mulheres no momento da contratação. Parece brincadeira, mas é uma história real entre tantas outras que demonstram a necessidade de modernização da nossa legislação trabalhista. Com a reforma, essa situação não acontecerá novamente, uma vez que esse intervalo de 15 minutos foi extinto, assim como a obrigação do empregador de pagar o período destinado ao trajeto do trabalhador de casa para o trabalho e vice-versa. Além disso, passou a possibilitar que trabalhador e empregador ajustem diretamente entre si, sem a intermediação da justiça ou do sindicato, diversos pontos do contrato de trabalho, tornando as relações de trabalho mais dinâmicas, algo muito mais condizente com o século XXI. * Advogado

SEXTA Happy Hour Eletrônico – Open de Chopp Muinho Club (Mal Floriano Peixoto, 190), às 17h

1ª Roda de Samba com Juh Moreira e convidados Hamburgueria Santa Rita (Argens Medeiros, 43), às 21h

A voz da Tequila Baby – Duda Calvin República Beer (República, 445, subsolo), às 23h Abertura Oficial da 34ª Feira do Livro de Caxias do Sul Praça Dante Alighieri, Caixas do Sul, às 18h30min

o

Os avanços da reforma trabalhista

Agenda

lgaçã

gustavospimentel@yahoo.com.br

Divu

Gustavo Pimentel

FARROUPILHA, 28 DE SETEMBRO DE 2018

Festa Gás Total, especial com Barbarella Boteco do Chá (Rômulo Noro, 555), às 23h

SÁBADO Velocetts and Friends: O Último República República Beer (República, 445, subsolo), às 23h

10º Baile do Chopp Associação Grêmio Esportivo São Luiz, às 22h30min


FARROUPILHA, 28 DE SETEMBRO DE 2018

Inside

Festa

Clube Santa Rita promove a clássica Reunião Dançante neste domingo à tarde Abraão Correa/O Farr

Agitando a tarde de domingo Público animado não falta para curtir as músicas que fizeram sucesso na década de 80

A

Guilherme Macalossi cisperter@hotmail.com

Relembrando os Anos 80

s Reuniões Dançantes estão fazendo sucesso no Santa Rita desde abril, onde realizaram a festa para relembrar a época de ouro do Clube, as edições não pararam. Neste domingo, às 17h acontece mais uma edição. A música será embalada pela Disco Laser, banda de Synthpop, um subgênero da música new wave que foi sucesso no final da década de 70. Fundada em 2014, a banda tem o objetivo de trazer de volta músicas dos anos 80 deixadas de lado pelas bandas atuais, interpretando com fidelidade grandes hits do período. A Disco Laser hoje é referência do estilo em toda região, sendo também a única banda do Rio Grande do Sul a possuir a Harpa Laser, tela de iluminação a laser que produz música eletrônica. O show na Reunião Dançante será repleto de

5

clássicos como: A-Ha, Alphaville, Depeche Mode, Peter Schilling, Pet Shop Boys, Erasure e The Human League. Além disto, terá um espaço kids, para deixar as crianças brincando enquanto os pais se divertem. Os ingressos poderão ser adquiridos no dia do evento, dando direto à mesa. Associados em dia e crianças até 10 anos não pagam, público em geral o valor é R$ 15,00. Mais informações sobre o evento pelo fone 3261-1376.

Programe-se O que: Reunião Dançante do Clube Santa Rita Quando: domingo, às 17h Onde: Clube Santa Rita (Avenida Vêneto, 233) Quanto: R$ 15,00 para público em geral. Associados em dia e crianças até 10 anos têm entrada franca

O eleitorado antipetista está farto do candidato tipo síndico Com o início da propaganda eleitoral obrigatória, era esperado que Geraldo Alckmin finalmente deslanchasse na disputa presidencial. O tempo no rádio e na televisão, o maior entre todos os candidatos, era visto como o trunfo capaz de subtrair votos de Jair Bolsonaro para finalmente fazer o tucano crescer nas pesquisas e ter alguma chance na eleição. Até aqui, o efeito tem sido nulo. Alckmin continua empacado na casa de um dígito, empatado com Marina Silva, Ciro Gomes e Fernando Haddad. O fracasso momentâneo pode ser explicado pela estratégia escolhida até o momento. Sua campanha tem batido pela esquerda, apostando em uma abordagem fracassada que jornalistas usaram para questionar o candidato do PSL nas sabatinas e entrevistas. O PSDB não entendeu que Bolsonaro não pode ser desconstruído pelos fatores que o levaram a ascender na política brasileira. Bolsonaro é fruto do exacerbamento das pautas politicamente corretas, que se tornaram influentes em parte da mídia e no show business, mas que não são bem vistas pelo cidadão comum. Outra razão é a própria omissão do PSDB, que nunca fez oposição ideológica ao PT. O partido, criado por quadros de centro-esquerda, jamais teve sintonia com seu eleitorado, composto pelos setores mais conservadores da sociedade. Enquanto o lulapetismo se tornou hegemônico na esquerda, o PSDB jamais admitiu que lhe sobrou a direita. Os tucanos não representaram de fato esse eleitorado, que votava no partido por conveniência momentânea ou para evitar o mal maior. Com o surgimento de uma liderança política que se propôs a abraçar as pautas conservadoras, todos os votos que o partido achava que mantinha por cabresto mudaram de endereço. A campanha de marketing de Alckmin ilustra muito bem essa desconexão com a realidade. Uma de suas primeiras peças foi uma réplica de um comercial anti-armas veiculado na Grã-Bretanha em 2007. A propaganda acompanha a trajetória de uma bala disparada por um revólver. No percurso, ela atravessa vários objetos nos quais há escrito “educação”, “saúde”, “saneamento básico” e “fome”. No fim, aparece uma criança, mas antes que o projétil a atinja, transforma-se na frase “não é na bala que se resolve”. O problema do spot é que, além de ter uma mensagem difícil de ser captada rapidamente, grande parte dos eleitores acha mesmo é que a única solução é na base da bala mesmo. Alckmin não precisa fazer sinal de revólver com a mão, mas também não deveria ignorar o resultado do referendo de 2005. Na época, a população votou maciçamente pelo direito de possuir armas. Bolsonaro, por outro lado, explora o direito de defesa ao ponto de transformá-lo em política pública de combate ao crime. O PSDB achou que batendo em Bolsonaro recuperaria seus antigos eleitores. A única chance de conseguir isso, entretanto, seria afirmando Alckmin como o único antipetista viável. Para isso, os alvos deveriam ser Lula, Dilma e Haddad. Deveria, portanto, bater pela direita. Essa eleição, assim como as anteriores, mostra que um terço da população rejeita as políticas esquerdistas do PT. Para atingir esse grupo, é preciso mostrar uma alternativa que seja consistente, inclusive em suas pautas. A campanha de Alckmin é um repeteco da campanha de 2006. Ele continua se apresentando apenas como um gestor eficiente. Esse figurino só cativa o público do interior de São Paulo. A fração antipetista da sociedade não parece mais interessada no candidato tipo síndico. No momento, prefere o candidato tipo capitão. * Radialista e redator


Cristiano de Oliveira

O

Pré despedida

espaço comandado pelo empresário Pena Brambilla, o República Beer entra em clima de nostalgia neste sábado. A banda Velocetts, já tradicional da casa, sobe ao palco que estará aberto para os amigos conquistados nesses anos de atividade. A noite faz parte da programação de encerramento dos trabalhos do pub.

Parabéns

Comemorando 30 anos de atividade neste sábado, a Escola Fonte de Ideias reúne pais e alunos para celebrar em um jantar especial. Na programação está uma exposição de memórias e o show da banda The Hawks. O evento ocupa o espaço do Clube do Comércio.

Estrelas

Janaina Aguiar, Anne Caroline Assis e Leti Miglioranzi aproveitaram a noite de sábado na balada do Pepsi Club

Jardel da Boteco do

Divulgação

O Consulado do Grêmio de Farroupilha e Associação Grêmio São Luiz estão organizando o 6º Jantar das Estrelas Gremistas. O evento ocorre no dia 26 do próximo mês, a partir das 20h. Os ingressos já estão à venda pelo valor de R$ 40,00.

Maria Luiza Brites ladeada por Marcella Lorandi e Priscilla Twiggy Comunicação, que reinaugurou em novo espaço no Vencedor do Top de Marketing ADVB no Turismo pelo Hard Rock Cafe Gramado, o empresário Fabiano Feltrin ao lado de Daniel Bampi, presidente da CICS, e do irmão Giancarlo Feltrin, na cerimônia de premiação


Cristiano de Oliveira

Neimar De Cesaro

a Veiga conferiu a festa do o Chá, na véspera de feriado

Janine Gonçalves

Fafa Capellari e Luiza Dias na noite de Baile que agitou o Clube do Comércio

Divulgação/Gabriel Furlin

a Pozzer, o time integra a o edíficio Attuale na quarta

Juliano Schmitz e Mateus Santos Avila na noite de pagode do Boteco Antonielle, no domingo

Fique por Dentro La Casa

No sábado rola festa Open Format no Boteco do Chá, com o DJ Jonatan Fransa. No palco haverá performance de dançarinos para animar o público.

Happy

O Muinho Club, com sua programação de verão, retorna com o Happy Hour nesta sexta, a partir das 18h. No espaço externo os DJ’s Cris D., Eduardo Miranda e Mau Maioli comandam o set-list. Os ingressos dão direito à open chopp e a cozinha estará aberta.


Inside

8

Egui Baldasso e.baldasso@gmail.com

Irmã Odete: uma sorte do mundo Existem pessoas no mundo que deveriam ser para sempre. E, além da eternidade embutida na pele, teriam de dar a sorte da convivência, por mais breve que fosse, a todos os seres humanos que pisam nesse lugar que chamamos de casa. Pessoas que têm nada no coração além do bem, da calmaria, da paciência. Entrega para os outros. Odete Fiorini, Irmã Odete para quem esbarra nela e enxerga seu sorriso sempre convidativo, é uma delas. Não lembro a primeira imagem que tenho dessa mulher. Sei onde foi, sei que é como a mesma que vi nesta semana, quando fui visitá-la na escola que tanto mexe com minha saudade. Para quem passou pelos bancos do Colégio Nossa Senhora de Lourdes, em Farroupilha, sabe do que eu falo. Quem me lê de qualquer outro lugar ou não teve a sorte desse encontro, eu estou aqui exatamente para isso. Irmã Odete, certamente, não teve uma vida que já ultrapassa recentes 72 anos de uma jovialidade que impressiona sem decepções, tristezas e momentos de ira. Tombos independem de corações bons. Eles são para todos. Mas é justamente aqui que mora a diferença. A mim, e aos que a cercam, Odete tem sorriso, coração. Pega na mão cada criança, aprende com todas todos os dias. “É nelas que eu renasço e revivo, encontro forças e rejuvenesço”, foi o que me falou entre palavras que acrescentei, mas sem trair a essência. Guarda possíveis problemas e enfrenta a vida querendo deixar o bem espalhado. Não tem a pressa que acumulamos, nem a agressividade às vezes instintiva, típica dos mortais. Ganância não passa ali perto, nem a gêmea arrogância. No rosto leve que carrega largo riso é o reflexo da alma que transborda: vontade de fazer o mundo um lugar melhor. E consegue isso com rara maestria. Todos temos esses exemplos de entrega ao próximo. Às vezes dentro de casa, noutras uma pessoa do passado. Uma avó que transpira amor e afeto. Costumo acreditar que são anjos. Caso a palavra soe muito pesada, alguém que Deus enviou para que nunca esqueçamos como nascemos. Do coração cheio d’Ele que veio conosco. Irmã Odete e eu seguimos com nosso Deus, que ela me ajudou a reconhecer quando media metro e meio e corria impertinente por todos os corredores de Lourdes. Você pode dar o nome que quiser ou ainda apenas sentir. O bem não precisa de definições. Enquanto tentamos fazê-lo sempre, comemoremos a sorte de termos nossas irmãs Odetes. Ela e seu chazinho, clássico, continuam lá. Assim como o coração. Ambos doces, como felizes irmãos. * Jornalista e escritor

FARROUPILHA, 28 DE SETEMBRO DE 2018

Primeiro Parágrafo

O mundo da fantasia

o mundo real

Em “O Adulto”, escritora americana Gillian Flynn volta a flertar com o lado mais obscuro da mente humana

P

ersonagens com passado traumático, infâncias perturbadas, vidas fraturadas. A linha narrativa que pautou a carreira e levou a americana Gillian Flynn à consagração literária com obras como “Objetos Cortantes”, “Lugares Escuros” e “Garota Exemplar” volta à tona em seu trabalho mais recente, “O Adulto”. A protagonista da história ganha a vida em um trabalho, digamos, pouco glamouroso, na periferia de uma grande cidade americana. Ela atende seus clientes aos fundos do estabelecimento comandado por sua chefe, Jennifer, mas que é conhecida como Viveca, a vidente que sobrevive com suas charlatanices. A personagem central não teve uma vida fácil. Longe disso. Abandonada pelo pai, viveu com a mãe deficiente que a obrigava a mendigar para conseguir o dinheiro suficiente para o sustento da família. Na primeira oportunidade, deixou essa trajetória para trás, mas não é possível soterrar o terrível passado sem levar parte dele para o presente. Em resumo, enganar as pessoas sempre esteve no cerne de sua luta pela sobrevivência. Quando a chefe lhe chama para substituí-la, ela vê uma ótima oportunidade de ganhar a vida de forma um pouco mais digna, embora, na essência,

seu trabalho seja pautado pelo charlatanismo. Porém, não recriminemos demasiadamente nossa protagonista. Existe um mercado para isso. É a velha lei da oferta e da procura. Há pessoas que, buscando uma explicação para suas misérias, apostam as fichas em cartas, tarôs e videntes. É uma fuga da realidade, mas também uma forma de alívio para não encarar os problemas de frente. Quando a ricaça Susan Burke chega ao local, a auxiliar de Viveca vê nela uma chance de conseguir uma boa grana. Com um casamento em ruínas, Susan tem um enteado problemático que a odeia, Miles, o marido Mike vive viajando a negócios e sua única adoração é o filho Jack, de 7 anos, motivo que justifica sua existência. Mas o que mais assusta Susan é a imponente residência para onde acabou de se mudar no bairro mais nobre da cidade. Para ela, o local é assombrado. Ou seja, seu maior desejo é que a vidente purifique o ambiente, afastando da moradia todas as energias negativas que acredita serem o mal de todos os problemas dos Burke. Convenhamos, uma personagem altamente fragilizada era tudo que a protagonista desejava para colocar em prática sua picaretagem. Contudo, ao chegar à residência, o Solar Garterhook, a vidente percebe uma energia negativa e seu contato com Miles apenas reforça essa impres-


Inside

FARROUPILHA, 28 DE SETEMBRO DE 2018

9

Lauro Edson Da Cás

Primeiro Parágrafo

confrontado com

ldacas@hotmail.com

Pamela Littky

Imagem: Reprodução

Gillian Flynn Autora volta a misturas misérias pessoais com o sobrenatural

O Adulto Autor: Gillian Flynn Tradução: Alexandre Martins Gênero: Conto Literatura Americana Ano de publicação: 2014 Editora: Intrínseca Nº de páginas: 59 Preço médio: R$ 19,00

são inicial. Mergulhar em sua nova personagem era uma forma de levar a ‘profissão’ minimamente a sério e isso ela faz. No entanto, à medida que os dias vão passando, é impossível para a vidente não ser afetada profundamente pela história de Susan e da mansão, o que mostra boa vontade em querer ajudar, mas a trama é muito mais complexa do que possa inicialmente parecer. Viver uma jornada paralela, que tanto fez parte da trajetória da agora vidente, é muito mais comum do que possa parecer. Seu maior problema é perceber isso, é enquadrar todos em uma vida perfeita enquanto apenas a sua parece desajustada. A demora dessa leitura pode custar muito caro.

Não escolher já é uma escolha São nesses momentos históricos de eleições que sempre prevalece este célebre pensamento de Sartre (filósofo do Existencialismo, crítico francês e escritor), ou seja, o ser humano é livre e a liberdade reside no ato da escolha. Mesmo assim, muitos não (ou ainda não) se deram conta disso. Torna-se evidente que a nossa vida (e o nosso viver) consiste na arte de saber escolher. De toda maneira, nós sempre escolhemos. E não há como evitarmos tal decisão ou as decisões perante a vida. Eis a grande preocupação de nosso tempo: escolher. Não somente citando a questão política, mas também, se poderia ampliar a reflexão para situações/decisões das coisas mais banais do nosso cotidiano. Somado, aliás, com toda essa oferta existente das mais variadas marcas, modelos, tipos e cores de um determinado produto, por exemplo. Em tempo de eleições, então, parece ficar mais evidente e explícita esta questão de escolher. Quando se diz por aí que não há opções, na verdade estamos dizendo que não gostamos ou não queremos as que estão disponíveis (mas elas sempre existem). Dessa maneira, ao escolher não escolher, na realidade, já estamos escolhendo. Não há como fugir da escolha. É impossível. Lembre-se que esta é a consequência de sermos livres, isto é, sempre seremos forçados a escolher. E mais, somos responsáveis pelas consequências de nossas escolhas. Sartre, ainda, considera que o ser humano está “condenado a ser livre”. Com as nossas decisões tomadas ou escolhidas, agimos. Somos condenados a agir. Ao fazer nossas escolhas (pressupondo a tal liberdade), estamos, por assim dizer, assumindo o agir consequente desta possibilidade assumida (tudo isso mediante as opções existentes). De fato, a própria realidade humana não tem desculpas: todos somos responsáveis pelo mundo, porque o elegemos. Afinal, o homem é o único que legisla sua vida. Para acrescentar, Sartre afirma: “Essa situação evoca uma experiência comum a todos. Imagine: nem que seja o ‘menos ruim’, é preciso tomar o remédio quando se está seriamente doente; seja por via injetável, seja por via oral, mesmo que nenhuma das duas opções seja prazerosa. Diante disso, podemos ainda escolher não tomar. Porém, nesse caso devemos estar cientes das consequências desta opção; nossa doença pode se agravar e isto é consequência de não escolher”. Por fim, se sabe que para se realizar uma escolha é necessário julgar e avaliar, com base em valores que possuímos como referenciais. Agora, se não os temos, muitos até escolhem para preencher esta ausência. Assim sendo, o valor é o grande motor que movimenta o sujeito para agir. Por sinal, não se pode deixar de mencionar que, até mesmo os valores que abraçamos, nascem diante de escolhas que tivemos que fazer. * Mestre em Letras, Cultura e Regionalidade


Inside

10

Sétima Arte

FARROUPILHA, 28 DE SETEMBRO DE 2018

Pacino como policial aumenta Ator volta à ativa no clássico papel de detetive à caça de serial killer no suspense de Johnny Martin

U

ma jovem sem antecedentes criminais aparece enforcada em frente a uma escola. O crime aconteceu minutos antes da polícia chegar ao local e a vítima tinha uma letra entalhada no peito. O caso fica a cargo do detetive Will Ruiney (Karl Urban), que voltou à Divisão de Homicídios após dispensa do FBI, relacionada a um drama familiar pesado que quase colocou por terra sua carreira. Para complicar ainda mais a situação, ele passa a ser acompanhado pela jornalista Christi Davies (Brittany Snow), uma repórter investigativa do New York Times que está realizando uma reportagem especial sobre a atuação da polícia em um momento de tensão entre agentes de segurança e sociedade civil. Situação incômoda para Will e também para sua chefe, a capitã Watson (Sarah Shahi). Ao vasculhar o entorno da cena do crime, Will percebe que o homicídio esteve longe de ser aleatório, mas foi realizado de maneira extremamente meticulosa. O assassino não somente queria que ele ficasse à frente das investigações como também fez uma espécie de chamamento a ele e ao veterano detetive Ray Archer (Al Pacino), que deixa sua aposentadoria para auxiliar no caso.

A cada final de noite, um homicídio acontece em circunstâncias parecidas, com uma letra entalhada no corpo da vítima. Em todos eles, pistas que levam os detetives a novas descobertas e os colocam no encalço de outras ocorrências. Nas cenas criminais, um jogo de forca que mostra que a sequência somente será finalizada quando a palavra estiver completa. Resta à dupla tentar antever os passos do criminoso. Evidente que a barra é forçada em muitos pontos, mas nem por isso a trama deixa de ter os requisitos básicos de um bom suspense. Segue a linha clássica já vista em “Seven”, “Ressurreição”, “Beijos que Matam”, “O Colecionador de Ossos”, “O Silêncio dos Inocentes” e “Dragão Vermelho”. Em resumo, um roteiro alicerçado na realidade faria a trama perder parte da graça e o objetivo, convenhamos, é de entretenimento. A trama ganha um impacto e vale muito por mais um longa estrelado por Al Pacino, o maior ator da história, em nova incursão como policial (veja filmografia ao lado), trabalhos que pautaram sua carreira desde o início dos anos 70, quando interpretou a história real de Frank Serpico, um agente honesto que lutou contra a corrupção entranhada no Departamento de Polícia de Nova Iorque.

Contra o tempo Will Ruiney (Karl Urban), a jornalista Christi Davies (Brittany Snow) e Ray Archer (Al Pacino): trio segue os passos de um metódico serial killer


Inside

FARROUPILHA, 28 DE SETEMBRO DE 2018

11

Sétima Arte

o peso de “Letras da Morte” Fotos: Divulgação

Filmografia básica do ‘policial’ Pacino Filme Serpico

Papel Frank Serpico

Contra o sistema Como o honesto policial Frank Serpico: primeiro papel de destaque

1980 1989 1995 2002 2003 2008

Parceiros da Noite Vítimas de uma Paixão Fogo Contra Fogo Insônia O Novato As Duas Faces da Lei

Steve Burns Frank Keller Vincent Hanna Will Dormer Walter Burke David Fisk

Último em uma década Pacino interpretando o agente David Fisk no filme de Jon Avnet

Imagem: Reprodução

Ano 1973

Título original Hangman Título traduzido Letras da Morte Direção Johnny Martin Roteiro Michael Caissie Charles Huttinger Gênero Suspense Duração 98 minutos País Estados Unidos Ano de produção 2017 Estúdio Patriot Pictures Moonstone Entertainment Distribuição FlashStar Pictures


12

Horóscopo Áries - 21/03 a 20/04

Estão em destaque os objetivos profissionais ou metas que se relacionam com negociações e investimentos. Atenção com rivalidades ou com trâmites arriscados que envolvam amigos, clientes ou projetos importantes. O cenário indica competitividade e necessidade de se encaixar nas ideias das pessoas envolvidas com o projeto.

Touro - 21/04 a 20/05

Você está em destaque e com posturas adequadas para direcionar os projetos profissionais. Existem oportunidades e você está encaixado nas ideias. Mas dê atenção especial a desafetos, intrigas e rivalidades existentes com uma pessoa importante para a experiência. Há possíveis afastamentos ou necessidade de cortar situações. Atenção com imprevistos.

Gêmeos - 21/05 a 20/06

Elabore os sentimentos para promover mudanças que são necessárias ao seu desenvolvimento. Está em busca de autonomia e empenhado em novos projetos. Analise com profundidade possíveis experiências que promovam rivalidades ou desafetos no ambiente de trabalho. O mesmo pode ocorrer na busca pelo prazer e reconhecimento em sua atuação profissional.

Câncer - 21/06 a 20/07

O cenário com amigos ou atividades em grupo é novo e vem trazendo tanto uma nova forma de perceber as relações, quanto auxílios para estruturar um relacionamento saudável. Mas é necessário entender os desafetos existentes e atentar-se a um cenário que pode acentuar o ciúme e as rivalidades. É necessário se desapegar de experiências afetivas nocivas ao seu desenvolvimento.

Leão - 21/07 a 22/08

Há um anuncio de novas experiências e caminhos que lhe possibilitam ter liberdade e autonomia. Está empenhado em consolidar os planos e organizar sua rotina, o que é viável. Mas é importante refletir sobre os desafetos existentes no relacionamento, os quais podem trazer afastamentos ou cortes necessários para a fase que se aproxima.

Vírgem - 23/08 a 22/09

Está acessando novas culturas ou fontes de conhecimento as quais ampliam seu campo de visão, o que favorece seu desenvolvimento pessoal e sua autoestima. Mas é necessário articular as ideias e expressar os sentimentos com propriedade, porque há um cenário de desafetos que envolvem pessoas próximas. Fale dos seus sentimentos com a pessoa amada.

Libra - 23/09 a 22/10

Está em busca de novas formas para investir e estruturar assuntos familiares ou domésticos. É necessário ter uma atitude de coragem e avaliar o que deve ser transformado para obter o crescimento que espera. Atenção com os investimentos de risco ou com um cenário que pode acentuar rivalidades e competições materiais que prejudiquem o seu desenvolvimento.

Escorpião - 23/10 a 21/11

O relacionamento passa por uma nova fase, em que o planejamento deve ser priorizado para encaminhar projetos e empreendimentos. Podem ser tocados sócios e parceiros. Mas é importante ficar atento com desafetos e rivalidades no relacionamento que o deixam vulnerável. Examine o campo afetivo, analisando as mudanças necessárias no momento atual.

Sagitário - 22/11 a 21/12

O trabalho passa por uma nova fase e as mudanças são naturais para que se encaixe no momento atual. O seu foco é obter solidez material e está no caminho certo. Porém analise com entendimento desafetos ou rivalidades que dificultam o fluxo material e que podem trazer inveja ou bloqueios para concluir acordos financeiros. Não entre nessa energia.

Capricórnio - 22/12 a 20/01

Você está em busca de uma nova vida e os caminhos estão abertos para o namoro e para o lazer. O cenário permite que você perceba seu potencial e desenvolva seus talentos. Mas com tudo isso podem ser acentuados desafetos com pessoas ou inveja. Analise com atenção como pode direcionar os assuntos materiais e focar no seu melhor em atividades em grupo ou com amigos.

Aquário - 21/01 a 19/02

Existe um novo cenário familiar e você está disposto a encarar as mudanças para concluir a experiência com maturidade. Mas o contexto em geral vem com desafetos e rivalidades que projetam-se no casamento e nas relações com as pessoas próximas. Seja flexível com a experiência e avalie sua postura.

Peixes - 20/02 a 20/03

Você está ampliando as ideias e encontra-se em um cenário no qual existem novas experiências. Há probabilidades de mudanças e de afastamentos com algumas pessoas. É necessário entender o que vem privando a relação e os possíveis bloqueios que podem gerar rivalidades e desafetos. Expressar os sentimentos é importante neste momento.

Inside

FARROUPILHA, 28 DE SETEMBRO DE 2018


FARROUPILHA, 28 DE SETEMBRO DE 2018

TENHA SEU PROPRIO NEGÓCIO! EXCELENTE OPORTUNIDADE! VENDO BAR, ponto com mais de 30 ANOS! Clientela feita! Vários cômodos. Bairro São Luiz em Farroupilha. Estudo proposta! Whats 9 9927 9136. VENDO TERRENO, localização central em Arroio do Sal a duas quadras do mar. F. 9 9118.1642. BARBADA! Vendo terreno de 624m², com projeto pré-aprovado na Prefeitura para 15 apartamentos, com estrutura do alicerce. Pronta com filtro e fossa colocada. Bairro Imigrante em Farroupilha. Tratar pelo telefone: (54) 9 99629252 c/ Geraldo. Valor R$ 330.000,00. Vende-se casa no Bairro Imigrante com 2 pavimentos, 3 quartos em cada pavimento, 2 vagas de garagem, cercada com grades, portões eletrônicos, alarme, câmera, espera para gás e água quente. Tel. (54) 9.9686-4860.


2

FARROUPILHA, 28 DE SETEMBRO DE 2018


FARROUPILHA, 28 DE SETEMBRO DE 2018

3

ALUGO PAVILHÃO de 600m² no loteamento América, entrada para a Linha São Miguel, perto da Multi Nova. Altura interna de 8 metros, sem colunas. Amplo espaço para estacionamento. Tratar: (54) 3268-0522. VENDO TERRENO de esquina com 1.377m² a uma quadra da rodoviária e do Shopping Centro de compras. Valor R$ 650.000,00. F. 9 9118.1642. ALUGUEL DE SALA COMERCIAL. Negociamos valores! Localizada no bairro São Luiz, com 168m². Fones: 9 9951.3583 / 3268-1062. OPORTUNIDADE para Investimento! VENDO 4 terrenos de Cooperativa já com área comprada R$ 110.000,00 (pelos quatro) F.: 9 9118.1642. VENDO CASA MISTA localizada no Bairro Pio X, ao lado da Igreja. (A mesma já está alugada através de imobiliária pelos valores de R$ 1.500,00 por mês). R$ 250.000,00 Tratar: (54) 9 9118 1642.


4

FARROUPILHA, 28 DE SETEMBRO DE 2018


Profile for Informantef Informantef

Edição 557  

Edição 557  

Advertisement